A Gestalt é uma teoria da psicologia surgida no final do século XIX, desenvolvida por

Max Wertheimer, Wolfgang Köhler e Kurt Koffka, com o intuito de estudar o modo
como percebemos os elementos em um dado momento. Nesta teoria foram
desenvolvidas leis chamadas: leis básicas da Gestalt, que, mais tarde, auxiliaram artistas
e designers gráficos.

Sendo elas: Lei da Unidade: Na lei da unidade, cada parte que se fecha em si mesma,
forma uma unidade, como um circulo/quadrado e o que estiver contido dentro dele pode
ser chamado de subunidade.

Lei da Unificação: Trata-se do equilíbrio entre as subunidades e a simetria entre os
elementos. Seria o equilíbrio das informações.

Lei da Segregação: É responsável por estimular o cérebro a perceber as subunidades.

Lei da Proximidade: Nessa lei, as informações semelhantes se agrupam em “grupos”
ou “blocos”, ou seja, as coisas que estão próximas umas das outras parecem formar um
grupo só.

Lei da Semelhança: Trata-se da unificação dos elementos pela forma ou por cores
similares, nessa lei, as coisas que possuem algum tipo de semelhança, parecem estar
agrupadas.

Lei da Continuidade: Trata-se da impressão visual, onde em uma sequência de pontos
que seguem uma mesma direção enxergamos um único elemento, sem interrupções,
dando efeito de continuidade.

Lei da Fechamento: Essa lei tem esse nome devido ao “Fechamento sensorial da
forma”,faz com nosso cérebro produza contornos e/ou faça fechamentos que não
existem.

A PSICOLOGIA DA GESTALT EM ANÚNCIOS PUBLICITÁRIOS

A Publicidade por ser uma área que trabalha com o desenvolvimento de artes gráficas
e recursos criativos, utilizando de estruturas e formas, possui uma grande bagagem
teórica da psicologia da Gestalt ou psicologia da Forma. Visto que esta estuda a
percepção humana, e a Publicidade é uma percepção da realidade. Dessa forma, a
Gestalt passa a ser um recurso criativo para a criação dos elementos visuais das peças
publicitárias, pois estas procuram passar determinado conceito através do modo como a
percebemos. Segundo Atkinson (1995, p.137) a percepção "é o estudo de como
integramos sensações em conceitos sobre os objetos, e como depois usamos esses
conceitos para lidarmos com o mundo”, ou seja, ao visualizarmos uma peça publicitária
temos determinadas sensações a respeito do significado que ela nos passa, e
posteriormente utilizaremos esse significado nos acontecimentos que vivenciamos,

Ela é composta por uma unidade visual de cinco peças que formam um só elemento. a nossa mente irá preencher os espaços vazios entre as partes. Se analisada de maneira segmentada a imagem não causará o mesmo efeito no observador. mas se percebida de maneira macro. maior a sensação de unificação. a qual sua forma é composta por pequenos elementos.através dos sentidos. devido a lei da proximidade. e sua totalidade se dá pela letra “U”. . tornando uma única imagem. a ordenação visual harmoniosa e simétrica dos itens que a compõem. Quanto maior a simetria. (Fonte: Foto retirada do domínio público da Internet) Lei da Unificação: Identificamos unificação na logomarca da Companhia Unilever. Para melhor entendermos como o estudo perceptual se aplica na Publicidade vejamos os exemplos abaixo: Lei da unidade: Um exemplo da utilização da Lei da Unidade pode ser vista nessa peça publicitária da Empresa Shell.

apesar de identificar-se também a garrafa de Coca Cola e “125 years”. Apesar da separação. (Fonte: Foto retirada do domínio público da Internet) Lei da segregação: Na imagem da empresa Coca Cola destaca-se e se diferencia a família em piquenique tomando a bebida. Graças à Proximidade tudo pode ser entendido. além de muita informação. o destaque da imagem foca-se na família. . todos esse elementos compõe a imagem. Nem por isso a peça se torna incompreensível. que está alegre usando os produtos da Coca Cola. (Fonte: Foto retirada do domínio público da Internet) Lei da proximidade: A marca trouxe no cartaz elementos de diferentes formas e tamanhos.

ao vermos as cores e a forma do desenho. nesse ângulo. (Fonte: Foto retirada do domínio público da Internet) Lei da continuidade: . logo assimilamos ao simbolo da bebida e o anúncio passa a fazer sentido. (Fonte: Foto retirada do domínio público da Internet) Lei da Semelhança: Um exemplo da aplicação da Lei da Semelhança poder ser encontrado neste anúncio da multinacional Coca-Cola.

A Lei da Continuidade se aplica de forma harmônica e continua. mas. que juntas formam a letra "U". onde podemos ver várias formas. Essa soma de todas as partes forma a letra "C". (Fonte: Foto retirada do domínio público da Internet. pode-se encontrar um exemplo de sua aplicação no slogan da multimarca Unilever. assim esse agrupamento é visto como uma totaliade. preenchemos esses espaços agrupando-os. (Fonte: Foto retirada do domínio público da Internet) Lei do Fechamento: Um exemplo da aplicação da Lei do Fechamento pode ser encontrada na logomarca da empresa internacional de hipermercados Carrefour. Onde ao visualizarmos os vazios entre os objetos.) .

Porto Alegre: Artes Médicas. SILVEIRA. L.. BERG. Acesso em: 01 de abril de 2017. Sean. Disponível em: <http://www.linguagemvisual. Disponível em: <http://designculture.br/leis-da-gestalt-unidade-e-segregacao/> Acesso em: 03 de abr. Disponível em: <http://designculture.com. Leis da Gestalt: Unidade e segregação. DENVIR. Disponível em: <http://chocoladesign.pdf/>. Daniel Queiroz Velloso da. Max.php> Acesso em: 01 de abril.com. Disponível em: <http://repositorio. Referências: ATKINSON.br/gestalt. Introdução à psicologia.uniceub. R. de 2017. A Gestalt e sua relação com a Publicidade. de 2017.com.br/bitstream/235/5434/1/20782461%20(4)%20(1). Leis da Gestalt: Unidade e Segregação. O que é Gestalt.com/o-que-e-gestalt> Acesso em: 01 de abril de 2017. 1995.br/leis-da-gestalt-unidade> Acesso em: 02 de abril de 2017 . Teoria da Gestalt.