PROJETO MAIS MÉDICOS PARA O

BRASIL

Tutorial do Sistema de Solicitação de
Passagem, Diária e Ajuda de Custo para
Monitoramento e Supervisão

Projeto Mais Médicos - Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem, Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão

4ª Edição - 2016

4ª Edição Ampliada - 2016

Elaboração:

Equipe Fundação Oswaldo Cruz - FIOCRUZ

Equipe Secretaria Executiva da Universidade Aberta do SUS - UNA-SUS

-2-
Projeto Mais Médicos - Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem, Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão

4ª Edição - 2016

Sumário
APRESENTAÇÃO DO SISTEMA ........................................................................................................................ - 6 -

ORIENTAÇÕES GERAIS ..................................................................................................................................... - 6 -

1.1 Cadastro e acesso ao Sistema ....................................................................................................................... - 6 -

1.2 Solicitação de Adiantamento .......................................................................................................................... - 6 -

1.3 Solicitação de Reembolso .............................................................................................................................. - 7 -

1.4 Inconformidade (“não conformidade”) de uma solicitação ............................................................................... - 7 -

1.5 Prazo para envio da solicitação ...................................................................................................................... - 8 -

1.6 Processo de análise das solicitações nas instâncias de aprovação ................................................................ - 9 -

1.7 Deslocamento dentro do município de origem .............................................................................................. - 11 -

1.8 Valores e parâmetros definidos .................................................................................................................... - 11 -

1.9 Apresentação da prestação de contas .......................................................................................................... - 13 -

1.10 Relatório de Viagem ................................................................................................................................... - 13 -

1.11 Comprovantes de despesas para prestação de contas ............................................................................... - 14 -

1.12 Processo de análise das prestações de contas nas instâncias de aprovação ............................................. - 17 -

1.13 Inconsistência de uma prestação de contas ............................................................................................... - 18 -

1.14 Pendência de prestação de contas ............................................................................................................. - 18 -

1.15 Comprovantes originais para prestação de contas ..................................................................................... - 19 -

1.16 Extravio de comprovantes de viagens ........................................................................................................ - 19 -

1.17 Devolução do valor da solicitação............................................................................................................... - 20 -

1.18 Ressarcimento de despesas....................................................................................................................... - 21 -

1.19 Dados cadastrais para emissão de comprovante de despesa .................................................................... - 21 -

TUTORIAL DO SISTEMA ................................................................................................................................... - 22 -

2. Acesso ao Sistema ......................................................................................................................................... - 22 -

2.1 Conhecendo as principais funcionalidades ................................................................................................... - 22 -

3. Solicitação de Adiantamento de passagens, diárias e ajuda de custos ........................................................... - 25 -

3.1 Inconformidade (“não conformidade”) de uma solicitação ............................................................................. - 25 -

3.2 Iniciando o preenchimento da Solicitação de Adiantamento ......................................................................... - 26 -

3.2.a Dados do solicitante e beneficiário ............................................................................................................ - 30 -

3.2.b UF e cidade de origem e retorno ............................................................................................................... - 31 -

3.2.c UF e município de destino ......................................................................................................................... - 32 -

3.2.d Data e período de ida da viagem ............................................................................................................... - 34 -

3.2.e Tipos de transporte.................................................................................................................................... - 35 -

3.2.e.1 Outros ............................................................................................................................................... - 36 -

3.2.e.2 Aéreo ................................................................................................................................................ - 37 -

3.2.e.3 Aquaviário ......................................................................................................................................... - 38 -

-3-
Projeto Mais Médicos - Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem, Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão

4ª Edição - 2016

................. ..........40 - 3......2016 ..54 - 4.......h Médicos visitados .............................. ....................................................1............................................f Retorno da viagem ..............l Envio da Solicitação de Adiantamento ............................59 - 4.....1................................................................. diárias e ajuda de custos ......................................................e...................................... ...............................................................................1 Apresentação da prestação de contas...............................46 - 3............... ....................................................................................2...........51 - 4... .......................................c UF e município de destino ................................75 - 5...................................................2......54 - 4............................................................................ .........................11 Iniciando a prestação de contas no Sistema ............. ............................2.......................................................72 - 5.............................................2...........................71 - 5.........................................48 - 3.............. ................................................................................b UF e cidade de origem e retorno ............................a Tutor responsável pela aprovação prévia da viagem ......................................................... ...............................56 - 4........................................61 - 4..............45 - 3.................................................................4 Ônibus ...10 Dados cadastrais para emissão dos comprovantes de despesas ......48 - 3..............................1.....................2.......................... ........f Valor de diária e adicional de deslocamento .................................................................................................Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem......e.............................................. .g Cálculo do valor total da solicitação ........1.......................55 - 4...............43 - 3.2.............................k Motivo da viagem..54 - 4.....1 Solicitação de Adiantamento convertida em Reembolso.............................79 - 5.................................................................................2............5 Comprovantes de despesa para prestação de contas .....j Médicos visitados ..... Realizando a prestação de contas da Solicitação de Adiantamento .....80 - 5............................. ................68 - 5.....1...................................... .....................................12 Editando uma prestação de contas devolvida................d Data e período da viagem .................................... ......................................................................81 - 5.61 - 4.......1...............................4 Relatório de Viagem ......................................................39 - 3............................... ......... ..............................................e Tipos de transporte...................................2 Inconformidade (“não conformidade”) de uma prestação de contas .................................. ................................................................. ......... .......................................................78 - 5............ .........3 Pendência de prestação de contas.....................38 - 3.......................................................................42 - 3.......................79 - 5...................................................................e.1..........................55 - 4.....................................................77 - 5......... ...................................2........................................ ............................................. Aquaviário fretado e Voo fretado ........................................................ .2......................3 Editando uma Solicitação de Adiantamento devolvida ....5 Automóvel próprio ..........9 Ressarcimento de despesas ....................g Valor de diária e adicional de deslocamento .....................59 - 4.................44 - 3............... ................................................................. .....................6 Comprovantes originais para prestação de contas ....1....2.............................................j Envio da Solicitação de Reembolso convertida ...i Roteiro de viagem. ... ........ Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição ........................................6 Carro institucional .............................60 - 4... ..........e.......................................45 - 3......................................................... ..............7 Extravio de comprovantes de viagens ..........i Motivo da viagem........... ................................... ..............................................................................................78 - 5.............................. ................81 - -4- Projeto Mais Médicos .......................................................................... 3............76 - 5........ ....59 - 4................... Solicitação de Reembolso de passagens........................................................1.................... ...............h Cálculo do valor total da solicitação .......................................................1... ........................................... ......................7 Automóvel alugado................................... .........................................................8 Devolução do valor da solicitação ..2....

...........................................................1............................................................................................................ ................82 - 5... ...................88 - 5.....................d Prestação de contas não concluída da Solicitação de Reembolso criada ...............2...........c Prestação de contas da Solicitação de Reembolso criada ............................2 Consultando minhas solicitações ..........................a Tutor responsável pela aprovação prévia da viagem .......................... ........................................2........................................................................92 - 5................... .......................94 - 5......... .....................................................b Envio da Solicitação de Reembolso criada ..................... 5.................................................................2 Solicitação de Reembolso criada .............................................................................................................................2016 ....98 - 6.......91 - 5...Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem........................91 - 5.......................................... .......... .................................................100 - FIM..................k Prestação de contas da Solicitação de Reembolso convertida ............3 Editando uma Solicitação de Reembolso devolvida .....................................101 - -5- Projeto Mais Médicos ......1 Consultando meus dados cadastrais ..........95 - 6....................... ...................................... Consultas .. .... Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição .... .................................................. ...98 - 6.........2.........2.......

sendo: 1. Nas situações onde não é possível encaminhar a solicitação dentro do prazo supracitado. O acesso é liberado ao beneficiário no primeiro dia útil seguinte ao cadastro realizado na UNA-SUS.Fiocruz e a Secretaria Executiva da Universidade Aberta do SUS .UNA-SUS. Antes de começar a utilizar o Sistema é muito importante que o participante conheça as regras para solicitação. provendo a logística necessária para o deslocamento através de passagem aérea. e nas determinações do Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão (MPOG).2 Solicitação de Adiantamento A Solicitação de Adiantamento refere-se ao pedido de custeio da viagem programada para supervisão ou para reunião locorregional. Conhecer os procedimentos para solicitar passagens. cálculos de valores e prestação de contas. ORIENTAÇÕES GERAIS 1. para caracterizar a programação antecipada e o pedido -6- Projeto Mais Médicos . Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . e deve ser encaminhada obrigatoriamente antes da realização da viagem. 1. Diária e Ajuda de Custo. Diárias e Ajudas de Custo. O Sistema apresenta funcionalidades que foram desenhadas de forma a proporcionar agilidade.2016 . bem como para a realização de reunião locorregional trimestral: Adiantamento e Reembolso.Reunião dos Supervisores e Médicos. O prazo mínimo para criação da solicitação no Sistema é de 10 (dez) dias corridos e de até 40 (quarenta) dias corridos antes da data de viagem. a fim de possibilitar o pagamento antecipado do valor solicitado para custear as despesas da viagem. e desenvolvido pela Fundação para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico em Saúde – Fiotec. A solicitação de viagem é preenchida totalmente de forma eletrônica e tem por objetivo garantir a realização das atividades de monitoramento e de supervisão dos médicos vinculados ao Projeto MAIS MÉDICOS. diárias e ajudas de custo até as respectivas prestações de contas. diárias e ajudas de custo trará maior segurança ao participante e agilidade frente às demandas apresentadas. desde a concessão das passagens. considerando ainda o prazo de vigência do Projeto na Fiotec.1 Cadastro e acesso ao Sistema Para ter acesso ao Sistema de Passagem.APRESENTAÇÃO DO SISTEMA O Sistema de Passagens.  Reunião locorregional. diária e ajuda de custo. criado através da parceria entre a Fundação Oswaldo Cruz . 2. O Sistema apresenta duas modalidades de solicitação para a supervisão mensal. o beneficiário deve criar a solicitação no Sistema. O monitoramento do trabalho desenvolvido pelos médicos que participam do Projeto ocorre por meio de:  Supervisão mensal dos médicos nas Unidades Básicas de Saúde – UBS.992 de 19 de dezembro de 2006. realizada com periodicidade trimestral. ainda que seja no primeiro dia da viagem.UNA-SUS. os Tutores e Supervisores devem estar previamente cadastrados no Sistema da Universidade Aberta do SUS .Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. segurança e transparência no trato dos recursos públicos destinados ao Projeto MAIS MÉDICOS. realizada com periodicidade trimestral.Reunião Tutores e Supervisores da Instituição Supervisora. tem suas regras fundamentadas no Decreto nº 5.

2 do Tutorial. As “não conformidades” identificadas automaticamente pelo Sistema estão listadas abaixo: -7- Projeto Mais Médicos . excepcionalmente alteração na programação inicial. Cabe ainda ressaltar que qualquer alteração exige aprovação prévia do Tutor.2016 . Lembramos que a Solicitação de Reembolso criada para complementação será analisada somente após a aprovação da prestação de contas da Solicitação de Adiantamento que demandará tal complementação. No caso da Solicitação de Adiantamento para reunião locorregional. A inconsistência é denominada “não conformidade” e requer obrigatoriamente a apresentação de uma justificativa no campo Motivo da Viagem da solicitação.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. quando verifica que alguma regra da política de viagem não foi atendida. Somente após aprovação da programação a solicitação de viagem pode ser inserida no Sistema para análise das respectivas instâncias de aprovação. sendo aplicado nas seguintes situações: 1– Reembolso Convertido: originado a partir da conversão de uma Solicitação de Adiantamento.4 Inconformidade (“não conformidade”) de uma solicitação O Sistema é capaz de identificar algumas inconsistências no preenchimento de uma Solicitação de Adiantamento ou de Reembolso. conforme disposto na Portaria MPOG 98/2003 e Decreto 5. pois caracteriza-se pelo reconhecimento de uma despesa sem prévia autorização da Coordenação do Projeto na Fiocruz.prévio de aprovação da mesma. portanto. No caso da Solicitação de Reembolso convertida.992/2006. que deverá submeter à UNA-SUS/Fiocruz para aprovação. bem como o número da Solicitação de Adiantamento que gerou a complementação. o Reembolso deverá ser concedido em casos excepcionais. a Solicitação de Reembolso refere-se ao pedido de custeio da viagem destinada à atividade de monitoramento e supervisão ou de reunião locorregional. é necessária a apresentação antecipada da programação da reunião e da lista de participantes. para análise de pagamento através de Reembolso. 1. para análise junto a UNA-SUS e Fiocruz. cuja reprovação por quaisquer das instâncias de aprovação inviabiliza somente o pagamento antecipado pela Fiotec. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . Estas alterações são limitadas e estão descritas no item 5. 2– Reembolso Criado: destinado ao complemento de uma Solicitação de Adiantamento aprovada e liberada para pagamento. para avaliação das respectivas instâncias de aprovação.3 Solicitação de Reembolso Conforme apontamentos dos órgãos de controle da União. para pagamento após o retorno da viagem realizada. pelo Ministério da Educação. porém exige análise das instâncias de aprovação durante a tramitação da solicitação. onde ocorreu. Deverá constar nesta Solicitação de Reembolso a justificativa da alteração realizada no campo Motivo da Viagem. A conversão em Reembolso deve ocorrer após o retorno da viagem e. os dados desta Solicitação devem refletir na íntegra a referida viagem. 1. Neste caso é necessário que o beneficiário justifique o descumprimento do prazo no campo Motivo da Viagem. que tem por finalidade a realização de reunião locorregional. Frente ao exposto. o Sistema não impede o envio da solicitação. é necessário obter aprovação prévia da programação da reunião antes da realização da viagem. Mesmo exibindo uma “não conformidade”.

Pendência da prestação de contas com status de reprovação. Valor da corrida pré-tarifada para transporte via táxi – “preço combinado”.5 Prazo para envio da solicitação Toda solicitação deve ser criada com prazo mínimo de 10 (dez) e máximo de 40 (quarenta) dias corridos antes da data de início da viagem.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. Cadastrar uma solicitação selecionando um médico inativo. Quantidade de médicos supervisionados e período da viagem divergente dos parâmetros para supervisão (item 1. mas não especificados no preenchimento da solicitação. Necessidade de pernoite em solicitações com possibilidade de retorno na mesma data. Utilização de outros meios de transporte detalhados no campo Motivo da Viagem. O prazo mínimo de 10 dias para o envio da Solicitação de Adiantamento prevê que cada uma das instâncias analise em no máximo 48 horas (à exceção do período de feriado prolongado) e proceda à aprovação ou reprovação -8- Projeto Mais Médicos . independente da quilometragem a ser percorrida. atendendo ao prazo de vigência do Projeto na Fiotec. Incluir um destino com data de ida da viagem inferior a 10 dias corridos. Podem existir outras inconsistências não identificadas automaticamente pelo Sistema. 1. Ausência da cotação de preço com três empresas quando da utilização de aluguel ou de táxi. Alterar a quilometragem sugerida pelo Sistema para as solicitações com uso de “Automóvel próprio” ou “Carro institucional”. Cadastrar uma solicitação em período de feriado nacional e/ou final de semana. Abaixo estão algumas inconsistências identificadas pelas instâncias de aprovação durante o processo de análise da solicitação: Visita ao mesmo município dentro do mesmo mês de competência. com objetivo de possibilitar o pagamento antecipado para custear as despesas da viagem. Cadastrar uma solicitação quando apresentar pendência de prestação de contas. Necessidade de agrupar mais de uma solicitação encaminhada. a solicitação é devolvida ao beneficiário para que apresente a justificativa ao questionamento apresentado por quaisquer das instâncias de aprovação. Reunião locorregional com Supervisor e Médicos ou Tutor e Supervisor em período inferior a três meses da última reunião realizada. Cadastrar uma solicitação sem listar ao menos 01 médico para cada município selecionado. Neste caso.8). Cadastrar uma solicitação com período de viagem fora do prazo de vigência do Projeto na Fiotec. Cadastrar uma solicitação incluindo uma cidade de origem e/ou de retorno diferente do município de residência do beneficiário. Solicitação sem o preenchimento do campo de retorno da viagem. Selecionar um município que não esteja vinculado à Instituição Supervisora do beneficiário. Após o envio da Solicitação de Adiantamento é preciso considerar os prazos necessários para análise em cada uma das instâncias de aprovação. Cadastrar mais de uma solicitação para a mesma data ou período de outra solicitação já existente. Cadastrar uma solicitação listando um médico que não esteja associado a nenhum município selecionado.2016 . Reunião locorregional com Tutor e Supervisor ou Supervisor e Médicos sem aprovação prévia da programação pela UNA- SUS/Fiocruz. conforme a distância dos municípios e a quantidade de médicos selecionados. Seleção do município de origem do beneficiário como um dos trechos de destino sem que haja supervisão no local. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . Ausência de justificativa quando da utilização do “Automóvel alugado” 4x4. mas que são verificadas durante o processo de análise das instâncias de aprovação. Cadastrar uma solicitação para supervisão no município de origem do beneficiário.

É a instância de aprovação seguinte ao Grupo Gestor. impossibilitará o processo de análise e consequentemente o pagamento do referido Adiantamento ou Reembolso. Solicitação de Adiantamento em conformidade enviada pelo Supervisor: -9- Projeto Mais Médicos . por quaisquer das instâncias. no campo Motivo da Viagem. composto por três instâncias de aprovação.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. Para análise pelas respectivas instâncias de aprovação é necessário que o beneficiário preencha todos os campos disponíveis da Solicitação de Adiantamento ou de Reembolso.6 Processo de análise das solicitações nas instâncias de aprovação As Solicitações de Adiantamento e de Reembolso realizadas no Sistema passam por um processo de análise. São analisadas todas as Solicitações de Terceira Fiocruz Adiantamento e de Reembolso. bem como apresente de forma clara o objetivo da viagem e as justificativas que respondam as “não conformidades” identificadas pelo Sistema. É a instância de aprovação seguinte ao Tutor e representa a Secretaria Segunda Grupo Gestor Executiva da Universidade Aberta do SUS . esta instância de aprovação é suprimida. São analisadas todas as Solicitações de Adiantamento e de Reembolso. Neste caso. que representa a Fundação Oswaldo Cruz . Lembramos que o não cumprimento das correções/ajustes solicitados ou do prazo para análise. 1.da mesma. sendo necessária a conversão da referida Solicitação em Reembolso. a saber: INSTÂNCIA RESPONSÁVEL DESCRIÇÃO É a primeira instância de aprovação que recebe as Solicitações de Adiantamento e de Reembolso após o envio pelo Supervisor. Os fluxogramas abaixo ilustram o processo de aprovação e reprovação de uma solicitação enviada pelo Supervisor e Tutor. Em qualquer instância a Solicitação de Adiantamento ou de Reembolso pode ser devolvida (reprovada) para ajuste. Primeira Tutor Para os casos em que o Tutor é o próprio beneficiário. a solicitação retorna ao beneficiário para os ajustes indicados e reenvio para nova análise das instancias seguintes.UNA-SUS.Fiocruz. o pagamento da referida Solicitação de Adiantamento não será efetuado. Esta instância ainda é responsável pelo processo de liberação dos pagamentos das solicitações junto à Fiotec.2016 . caso a viagem seja realizada e seja aprovada previamente pela UNA-SUS/Fiocruz. Caso os prazos não sejam respeitados. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição .

2016 . Solicitação de Adiantamento com “não conformidade” enviada pelo Supervisor: Solicitação de Adiantamento em conformidade enviada pelo Tutor: Solicitação de Adiantamento com “não conformidade” enviada pelo Tutor: .10 - Projeto Mais Médicos .Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição .

caberá apenas o pagamento das despesas com ajuda de custo.00 quando a ida e o retorno ao município de origem do beneficiário acontecem em um único dia e para todos os tipos de transporte. a diária é calculada normalmente.11 - Projeto Mais Médicos . moto-táxi. “Carro institucional”.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. metrô. barco. para todos os meios de transporte. lancha.7 Deslocamento dentro do município de origem Quando a supervisão for realizada no município de origem do beneficiário. Cabe o pagamento de ½ diária no valor de R$ 125.2016 . sendo necessária a apresentação da justificativa no campo Motivo da Viagem e do comprovante de hospedagem quando da prestação de contas. 1. táxi.8 Valores e parâmetros definidos  Diária: O pagamento de diária no valor de R$ 250. . Quando houver pernoite. não há pagamento de diária e adicional de deslocamento. além da despesa com ajuda de custo. cabendo apenas o pagamento das despesas com ajuda de custo (quilometragem para “Automóvel próprio”. voadeira e etc). balsa. sem pernoite. sem pernoite. “Ônibus”. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . Quando a visita de supervisão ocorrer dentro do próprio município de origem do beneficiário. Solicitação de Reembolso enviada pelo Supervisor: Solicitação de Reembolso enviada pelo Tutor: 1.00 ocorre quando houver pernoite.

considerando a distância a ser percorrida e o valor do quilômetro rodado. o beneficiário pode encaminhar uma justificativa informando da impossibilidade de realizar a pesquisa de preço. independente do número de dias de permanência no local. o Deve ser informado no campo “Ajuda de Combustível” o valor estimado do combustível. é permitida a utilização do veículo 4x4 mediante o envio da justificativa no campo Motivo da Viagem da Solicitação de Adiantamento ou quando da conversão da Solicitação em Reembolso. não sendo possível a indicação de cia aérea e/ou horários específicos. no campo Motivo da Viagem. além da necessidade de justificativa. o Deve ser informado no campo “Ajuda de Custo” o valor da diária de locação do veículo. porém sem o adicional de deslocamento. Quando houver pernoite. não sendo concedido quando da seleção do município de origem do beneficiário e quando da opção de utilização de “Automóvel próprio”. frente a inexistência de concorrência.12 - Projeto Mais Médicos . “Automóvel alugado” e “Outros”. A alteração pelo beneficiário da quilometragem atribuída pelo Sistema implicará na perda do acréscimo de 20%. .  Automóvel próprio: Será calculado o valor de R$ 0.  Aéreo: A emissão de bilhete aéreo pela agência de viagens contratada pela Fiotec procura atender. na medida do possível. o valor estimado da ajuda de custo deve ser definido pela proposta de menor preço.54 por quilômetro rodado. com motorização 1. Em caráter excepcional. além da necessidade de justificativa. levando em conta as condições de logística e/ou especificidades regionais. Esse valor inclui as despesas de combustível. quando este não estiver coberto no valor da diária do veículo.  A jornada diária máxima recomendada para atividades de supervisão é de 12 horas. frente a inexistência de concorrência. no campo Motivo da Viagem. No caso de táxi.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. a diária será calculada normalmente. manutenção do automóvel e outras que possam existir. Sempre que houver pernoite.  Outros: Para utilização de táxi. carona e outros não especificados. barco. lancha ou voadeira.  Adicional de Deslocamento: Será calculado o valor de R$ 95. Excepcionalmente. com acréscimo de 20% na quilometragem sugerida pelo Sistema. sendo destinado apenas às visitas de supervisão mensal. Excepcionalmente. para análise da UNA-SUS/Fiocruz. van. incluindo também as despesas com ajuda de custo. a regra geral é para automóveis do mesmo grupo/classe. o beneficiário pode encaminhar uma justificativa informando da impossibilidade de realizar a pesquisa de preço. dependendo da especificidade de cada região do país. sendo obrigatória a apresentação da proposta de preço com três empresas ou prestadores de serviço. de acordo com o preço aplicado na tabela das respectivas empresas de transporte. motor de barco. Em situações excepcionais. lancha ou voadeira): Será concedido o valor apresentado pelo beneficiário. que estará sujeita à aprovação. é obrigatório que o beneficiário apresente a justificativa no campo Motivo da Viagem. para análise da UNA-SUS/Fiocruz.68 por quilômetro rodado. com deslocamento dentro do município de origem ou não. pedágio. conforme orientação do MPOG. com acréscimo de 20% na quilometragem sugerida pelo Sistema. “Carro institucional”. A fim de orientar as análises das Solicitações de Adiantamento e de Reembolso foram estabelecidos alguns parâmetros para supervisão in loco dos médicos. Esse valor inclui as despesas de combustível.  Locação de transporte terrestre. Esse tipo de transporte não pode ser utilizado em caso de reunião locorregional. Destacamos a seguir alguns parâmetros para supervisão. aquaviário e aéreo: A ser definida pela proposta de menor preço. desde que aprovada previamente pela UNA-SUS/Fiocruz. compatível com a quilometragem a ser realizada. manutenção do automóvel bem como outras que possam existir.  Carro Institucional: Será calculado o valor de R$ 0.0. seguro. a solicitação do beneficiário. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . o No caso da locação de veículo. barco.2016 . haverá necessidade de apresentação do comprovante de hospedagem na prestação de contas. especialmente nas situações em que o condutor do veículo seja o próprio supervisor. que estará sujeita à aprovação. dependendo da especificidade de cada região do país. mas sempre respeitando a opção de menor valor. que ultrapassem o conjunto dos parâmetros recomendados. direção hidráulica e ar condicionado. barco.00 por município de visita indicado na solicitação. moto-táxi.  Ônibus ou transporte Aquaviário (balsa. dentre as 03 cotações realizadas pelo beneficiário. Neste intervalo estão inclusos o tempo de supervisão e o deslocamento. A alteração pelo beneficiário da quilometragem atribuída pelo Sistema implicará na perda do acréscimo de 20%. lancha ou voadeira.

“Aquaviário” com valor superior a R$ 100. Antes do preenchimento. Diárias e Ajuda de Custo. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição .13 - Projeto Mais Médicos . TIF ou TIFF.2016 .Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. Assim. “Automóvel alugado”. que são exigidos de acordo com o tipo de transporte selecionado e que atenda aos apontamentos dos órgãos de controle.  O Relatório de Viagem deve ser datado obrigatoriamente. diária e ajuda de custo.  Quando o Relatório de Viagem apresentar duas páginas é necessário que ele componha um único arquivo.  Considera-se a duração mínima de 50 minutos e máxima de 2 horas para a visita de supervisão periódica individual. recomenda-se o arquivamento dos comprovantes até aprovação final da prestação de contas. requer o envio da prestação de contas somente via Sistema.9 Apresentação da prestação de contas Qualquer solicitação de passagem. não sendo necessário assiná-lo. Quando da Solicitação de Reembolso convertida.10 Relatório de Viagem O beneficiário é responsável pelo preenchimento (informações registradas) e envio do Relatório de Viagem pelo Sistema de Passagens.  O Relatório de Viagem deve ser salvo no formato GIF. recomenda-se não ultrapassar o máximo de 04 municípios visitados e 400 km percorridos em um mesmo dia. A prestação de contas é composta pelo Relatório de Viagem. Declaração de Comparecimento e dos respectivos comprovantes de viagem. tendo como base a Solicitação de Adiantamento aprovada. Até a finalização do processo de análise da prestação de contas. no caso da supervisão de no máximo 06 médicos. não sendo aceito quando manuscrito. A prestação de contas deve ser enviada via Sistema no prazo máximo de 05 (cinco) dias corridos após o retorno da viagem. no prazo máximo de 15 (quinze) dias corridos. No caso da Solicitação de Reembolso. visando identificar alterações nos dados da viagem programada x realizada. a Coordenação do Projeto pode solicitar os comprovantes originais.  Todo Relatório de Viagem deve ser apresentado digitado. Desta forma. disponível em “Documentos para Download”. a fim de que sejam os mesmos da viagem realizada. . no campo “Justificativa”.  O tempo de deslocamento é fator significativo para a jornada de supervisão. a contar da data de retorno da viagem realizada. considerando que a senha de acesso ao Sistema é considerada a chave pessoal e intrasferível.  Não serão aceitos os arquivos cuja imagem seja de fotografia da tela do monitor ou que não seja visualizado na íntegra e de forma legível. 1. realizada no Sistema. O cumprimento deste prazo é obrigatório. “Aquaviário fretado”. além da prestação de contas.00 e táxi devem ser encaminhados à UNA-SUS. 1. se faz necessária a revisão dos dados preenchidos na solicitação. e soma-se ao tempo das visitas. à exceção da nota fiscal eletrônica. JPG ou JPEG e documentos em PDF com tamanho máximo de 05 MB por arquivo. qualquer alteração deverá ser justificada no Relatório de Viagem. a prestação de contas segue o fluxo de análise e aprovação junto com a solicitação. Dessa forma. devem ser consideradas as seguintes orientações:  Preencher todos os campos do Relatório de Viagem com as informações da viagem realizada. Os comprovantes originais referentes a “Voo fretado”.

Para cancelamento da passagem aérea emitida. Neste caso será avaliada a justificativa do cancelamento podendo ser solicitado. Aquaviário fretado 2. o Automóvel alugado período da viagem e o nome do beneficiário. com a razão social e CPNJ da empresa prestadora de serviço.fiocruz. período da locação.00 por trecho. juntamente com os respectivos comprovantes de despesa para prestação de contas de toda Solicitação de Adiantamento ou de Reembolso. com emissão durante o período da locação e com . obrigatório no modelo da Fiotec. 2. data. incluindo a informação da distância percorrida (km) pelo veículo (no caso de “Automóvel alugado”).14 - Projeto Mais Médicos . Declaração de Passagem Aérea. disponível no Sistema em “Documentos para download”. frente a inexistência de concorrência. 1. Aéreo Obs. a ser notificado pela Fiotec. 3. o beneficiário deve encaminhar o pedido prévio (até 01 dia útil antes da data da viagem) e a justificativa para o e-mail suportemaismedicos@fiotec. disponibilizado pelo Projeto ou declaração da cia aérea de utilização dos trechos disponibilizados. o mesmo deve apresentar todas as informações solicitadas. valor da passagem e nome do beneficiário. Cópia legível dos bilhetes de passagem aérea (ida e volta). Ônibus e/ou Aquaviário Obs. fatura ou recibo (*). disponível no Sistema em “Documentos para Download”.2016 . é obrigatória a devolução da diferença quando do envio da prestação de contas. bem como itinerário percorrido. em caso de perda ou extravio. conforme a tabela abaixo: TIPO DE TRANSPORTE COMPROVANTES PARA PRESTAÇÃO DE CONTAS 1. para análise da UNA-SUS/Fiocruz. Nota fiscal. sem autorização prévia da UNA-SUS/Fiocruz.: É vedada qualquer alteração de data.11 Comprovantes de despesas para prestação de contas O beneficiário é o responsável pelo preenchimento e envio do Relatório de Viagem e da Declaração de Comparecimento. Cabe lembrar que em casos de “no show”. Proposta de preço com três fornecedores. mesmo que adquirido com recursos próprios. seguro e taxas acrescidas ou justificativa informando Voo fretado da impossibilidade de realizar pesquisa de preço. em quaisquer dos trechos aéreos disponibilizados. Para cada tipo de transporte previsto no Sistema é exigido um determinado tipo de comprovante para prestação de contas.: Na hipótese de comprovação inferior ao valor informado na Solicitação de Adiantamento.1. incluindo o CNPJ da empresa ou CPF do prestador de serviço. preenchida com os dados cadastrais da Fiotec. o beneficiário será notificado pela Fiotec sobre o valor a ser ressarcido ao Projeto. Cópia legível dos bilhetes de passagem ou recibo (*). caso contrário poderá ser solicitado a devolução de diária. incluindo o modelo do veículo. (*) Quando da utilização de recibo. com o valor da passagem (ida e volta) e o período da viagem. ao beneficiário o valor não reembolsável pela cia área. horário ou trecho que resulte em ônus para o Projeto ou crédito para o beneficiário. é necessária a apresentação dos bilhetes da passagem ou recibo originais. é obrigatório que o beneficiário apresente o comprovante de retorno a cidade de origem. Para transporte “Aquaviário” com valor superior a R$ 100.br. 1. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . valor da diária. Quando da não utilização de um ou mais trechos.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. informando sobre a utilização dos trechos disponibilizados pelo Projeto ou justificando a não utilização de um ou mais trechos do bilhete aéreo. Cupom fiscal (com CNPJ) do combustível (quando este não estiver coberto no valor da diária da locação). 2.

valor compatível com a quilometragem utilizada, devendo ser igual ou maior que
o valor informado na solicitação.

Obs. No caso de “Automóvel alugado” a regra geral é para carro 1.0, com direção
hidráulica e ar condicionado. Em situações excepcionais, a locação do veículo 4x4
pode ser autorizada mediante o envio da justificativa no campo Motivo da Viagem da
Solicitação de Adiantamento.

(*) Em caso de nota fiscal eletrônica não é necessário o envio da nota fiscal original,
sendo obrigatório somente o envio da fatura ou do recibo original, no modelo da Fiotec.

Quando da utilização de recibo, obrigatório no modelo da Fiotec, disponível no Sistema
em “Documentos para Download”, o mesmo deve apresentar todas as informações
solicitadas, bem como itinerário percorrido, data, valor da passagem e nome do
beneficiário.

1. Cópia legível do Certificado de Registro do Veículo (CRV);

2. Cópia legível da nota fiscal ou cupom fiscal, onde deverá constar
obrigatoriamente o CNPJ ou CPF do fornecedor, o volume de combustível e o
valor pago, considerando:

2.1 Para viagens cujo somatório dos trechos (*) da solicitação é de até 200 km,
são aceitos comprovantes com data de emissão de até 02 dias antes ou 02
dias após a viagem, devendo ser compatível à quilometragem, ou seja, o
conjunto dos comprovantes deve ser igual ou superior a 50% do valor pago
especificamente para o combustível;

2.2 Para viagens cujo somatório dos trechos (*) da solicitação é superior 200
km, são aceitos apenas os comprovantes com data de emissão durante o
período da viagem, devendo ser compatível aos trechos e à quilometragem,
ou seja, o conjunto dos comprovantes deve ser igual ou superior a 50% do
valor pago especificamente para o combustível;

2.3 Para Solicitação de Reembolso (criada ou convertida) são aceitos somente
os comprovantes com data de emissão durante o período da viagem e
compatível aos trechos (*) e à quilometragem, ou seja, o conjunto dos
Automóvel próprio ou
comprovantes deve ser igual ou superior a 50% do valor pago
terceiros
especificamente para o combustível.

2.4 O mesmo cupom fiscal do combustível pode ser apresentado em até duas
prestações de contas, de um mesmo beneficiário, desde que compatível
com a quilometragem total das duas solicitações, com valor igual ou superior
a 50% do valor pago especificamente para o combustível, atendendo ainda
ao critério do período de emissão do comprovante, conforme itens 2.1, 2.2
e 2.3;

2.5 Para viagens onde houver alteração da quilometragem sugerida pelo
Sistema, igual ou superior a 40%, são aceitos apenas os comprovantes com
data de emissão durante o período da viagem e o conjunto dos
comprovantes deve ser igual ou superior a 70% do valor pago
especificamente para o combustível, à exceção do trecho em que o Sistema
não sugere a quilometragem.

Obs. Não é necessária a apresentação de certidão de casamento ou de União Estável
quando o automóvel utilizado não estiver em nome do beneficiário.

(*) Compreende-se o somatório da quilometragem dos trechos da cidade de origem +
município(s) de destino + cidade de retorno.

1. Cópia legível da nota fiscal ou cupom fiscal, onde deve constar obrigatoriamente
o CNPJ ou CPF do fornecedor, com emissão durante o período da viagem,
Carro institucional incluindo ainda o volume de combustível e o valor pago. O somatório dos
comprovantes apresentados deve ser igual ou superior a 50% do valor pago
especificamente para o combustível;

- 15 -
Projeto Mais Médicos - Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem, Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão

4ª Edição - 2016

2. Ofício da Instituição informando sobre a necessidade de apoio financeiro para
aquisição do combustível durante a viagem;

3. Ordem de circulação do veículo ou mapa de viagem, mesmo no caso de
quilometragem zerada, com a identificação do motorista, data(s) e horário(s) em
cada um do(s) município(s), além do nome do beneficiário que utilizou o veículo;

4. Para viabilizar o pagamento da diária do motorista no período da viagem de
supervisão, é obrigatório o envio antecipado do Ofício da Instituição para o e-mail
suportemaismedicos@fiotec.fiocruz.br, incluindo os dados da viagem, nome
completo do motorista, CPF e dados bancários, para análise e aprovação da
UNA-SUS/Fiocruz. Em caso de pernoite é necessário o envio do comprovante de
hospedagem em nome do motorista, para prestação de contas, além do Ofício da
Instituição.

1. Cópia legível da nota ou cupom fiscal ou recibo (*), onde deverá constar
obrigatoriamente o CNPJ ou CPF do prestador de serviço, referente ao meio de
transporte ou recurso necessário para deslocamento (ida/volta), informando o
valor, período da viagem, municípios (ou trechos) e o nome do beneficiário;

2. Em caso de táxi, apresentar nota fiscal (**), fatura ou recibo (*), onde deverá
constar obrigatoriamente o CPNJ ou CPF do prestador de serviço, constando o
nome do beneficiário, período da viagem, trecho(s) e valor correspondente. O
valor estimado da ajuda de custo para viagem deve considerar a distância a ser
percorrida e o valor do quilômetro rodado, sendo obrigatória a apresentação da
proposta de preço com três empresas ou prestadores de serviço, incluindo o
nome completo do prestador de serviço, CPF, telefone para contato e valor do
quilômetro rodado;
Outros
3. Para carona, o beneficiário deve apresentar uma declaração emitida em papel
timbrado de cada Unidade Básica de Saúde, incluindo os seguintes dados: data
da visita realizada, município e médico(s) supervisionado(s). A declaração em
papel timbrado deve ser assinada pelo gestor local, incluindo a matrícula do
mesmo. Não é necessária a apresentação do CRV do veículo;

(*) O recibo, obrigatório no modelo da Fiotec, disponível no Sistema em “Documentos
para Download”, deve apresentar todas as informações solicitadas, bem como o
itinerário percorrido, data, valor da passagem e nome do beneficiário.

(**) Em caso de nota fiscal eletrônica não é necessário o envio da nota fiscal original,
sendo obrigatório somente o envio da fatura ou do recibo original, no modelo da Fiotec.

1. Para viagem de supervisão com necessidade de pernoite, mesmo que no
município de origem do beneficiário, é necessária a apresentação do
comprovante de hospedagem na prestação de contas, à exceção do tipo de
transporte aéreo, quando este se tratar da única opção de transporte da
solicitação.

Hospedagem Obs. Para municípios com menos de 20 mil habitantes e que não disponham de serviço
de hospedagem, o beneficiário deve apresentar a Declaração de Hospedagem
disponível no Sistema, em “Documentos para Download”, e a nota fiscal ou recibo (*).

(*) O Recibo de Hospedagem, obrigatório no modelo da Fiotec, disponível no Sistema
em “Documentos para Download”, deve apresentar todas as informações solicitadas,
bem como data de entrada e saída, total de diárias e nome do beneficiário.

Os comprovantes devem ser salvos no formato GIF, TIF ou TIFF, JPG ou JPEG e documento em PDF com tamanho
máximo de 05 MB por arquivo.

Caso a solicitação de viagem tenha por objetivo a realização de reunião locorregional, é obrigatório apresentar a
programação da reunião e a lista de presença dos participantes, que devem ser anexadas na prestação de contas via Sistema,
além dos demais comprovantes apresentados no quadro anterior.

- 16 -
Projeto Mais Médicos - Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem, Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão

4ª Edição - 2016

Até a finalização do processo de análise da prestação de contas, a Coordenação do Projeto pode solicitar os comprovantes
originais. Desta forma, recomenda-se o arquivamento dos comprovantes até aprovação final da prestação de contas.

Quando o Tutor cria uma Solicitação de Adiantamento ou Reembolso para um Supervisor, o Tutor fica
responsável por todo processo envolvendo a solicitação, incluindo o envio da prestação de contas. Contudo, o Supervisor
é o responsável pelo preenchimento do Relatório de Viagem, bem como da apresentação dos comprovantes detalhados
no item 1.11.

1.12 Processo de análise das prestações de contas nas instâncias de aprovação

As prestações de contas realizadas no Sistema passam por um processo de análise, composto por duas instâncias de
aprovação, a saber:

INSTÂNCIA RESPONSÁVEL DESCRIÇÃO

É a primeira instância de aprovação e representa a Secretaria Executiva da
Primeira Grupo Gestor Universidade Aberta do SUS - UNA-SUS. São analisadas todas as
prestações de contas do Sistema.

É a instância de aprovação seguinte ao Grupo Gestor, que representa a
Segunda Fiocruz Fundação Oswaldo Cruz - Fiocruz. São analisadas todas as prestações de
contas do Sistema.

Em qualquer instância, a prestação de contas pode ser devolvida (reprovada) para ajustes. Neste caso, a prestação de
contas retorna ao beneficiário para que realize as correções solicitadas. Após o reenvio, a prestação de contas segue novamente
todo o fluxo de análise.

Os fluxogramas abaixo ilustram o processo de aprovação e reprovação de uma prestação de contas enviada pelo
Supervisor e Tutor.

Prestação de Contas da Solicitação de Adiantamento enviada pelo Supervisor

- 17 -
Projeto Mais Médicos - Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem, Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão

4ª Edição - 2016

Falta de justificativa. Neste caso. município (s) e/ou médico (s) apresentados no Relatório de Viagem. a prestação de contas é devolvida ao beneficiário para ajuste ou envio de justificativa esclarecendo o questionamento encaminhado.2016 . Detalhamento insuficiente. Comprovantes apresentados não compatíveis com o estabelecido no Tutorial (item 1. .18 - Projeto Mais Médicos . Rasura ou divergência de dados nos comprovantes apresentados. frente à programação que consta na Solicitação de Adiantamento. para as alterações realizadas.13 Inconsistência de uma prestação de contas Atualmente o Sistema não é capaz de identificar as inconsistências na prestação de contas. essas são verificadas durante o processo de análise das instâncias de aprovação. Abaixo estão alguns tipos de inconsistências identificadas pelas instâncias de aprovação durante o processo de análise da prestação de contas: Período da viagem. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . Ausência de comprovação adequada. no Relatório de Viagem. Alteração do período da viagem superior ou inferior a 05 dias da programação informada na solicitação. Não recebimento da comprovação original quando é necessário o envio. Prestação de Contas da Solicitação de Adiantamento enviada pelo Tutor 1. O beneficiário que apresentar as pendências abaixo não poderá obter aprovação de novas Solicitações de Adiantamento e Reembolso.14 Pendência de prestação de contas A pendência de prestação de contas acontece após 05 (cinco) dias corridos da data de retorno da viagem ou quando da reprovação da prestação de contas por qualquer instância de aprovação.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. divergentes das informações que constam na Solicitação de Adiantamento.11). das atividades realizadas durante o período de supervisão. Por esse motivo. considerando o tipo de transporte que consta da solicitação. 1. no Relatório de Viagem. Alteração dos municípios visitados para supervisão.

são consideradas “pendentes” as prestações de contas que constam em “Solicitação de Adiantamento pendente de prestação de contas” e “Prestação de Contas devolvida”.Campus Universitário Darcy Ribeiro.00. as prestações de contas não retornam ao status de pendência. conforme abaixo.15 Comprovantes originais para prestação de contas Os comprovantes originais de despesas (nota fiscal. destacado no item 1. Endereço para envio dos comprovantes originais supracitados: ADM.70910-900 – Brasília . “Automóvel alugado”.2016 . limitada a 02 (duas) declarações por ano.19 - Projeto Mais Médicos .UNA-SUS Edifício FIOCRUZ – 2º Andar – Prédio Administrativo Av. táxi. por limitação temporária do Sistema. . Por este motivo. que será submetida à análise da UNA-SUS/Fiocruz.DF A/c: Departamento de Passagens e Diárias – PROJETO MAIS MÉDICOS 1. no prazo máximo de 15 (quinze) dias corridos. Atualmente. exibidas na tela inicial do beneficiário “Minhas Tarefas”. Recibo de Hospedagem e outros.16 Extravio de comprovantes de viagens Excepcionalmente.11. apenas as prestações de contas não realizadas pelo beneficiário são registradas como pendência no histórico da “não conformidade” de uma solicitação de viagem em tramitação e. O modelo da declaração está disponível no Sistema. conforme endereço abaixo.  03 (três) pendências de prestação de contas em qualquer projeto apoiado pela Fiotec. L3 Norte . “Aquaviário” com valor superior a R$ 100.  Nenhuma pendência de prestação de contas nos dois últimos meses que antecederem ao término da vigência do Projeto. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . “Aquaviário fretado”.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. devidamente assinada pelo próprio e também pelo Tutor da Instituição Supervisora. Caso os comprovantes não sejam recebidos no prazo citado. Lembrando que as prestações de contas que estão em tramitação nas instâncias de aprovação (Grupo Gestor e Fiocruz) não representam pendência ao beneficiário. independente do quantitativo.SE. com exceção da nota fiscal eletrônica. quando da reprovação para ajuste. o beneficiário deve apresentar a Declaração de Extravio da Comprovação de Viagem. recibo e fatura) referentes a “Voo fretado”. Gleba A SC4 Campus da Universidade de Brasília – UnB .  Pendência de prestação de contas de exercício financeiro anterior a 2016. a prestação de contas retorna ao status de pendência. em “Documentos para Download”. a contar da data de retorno da viagem realizada. quando houver extravio dos comprovantes de viagem. 1. devem ser encaminhados à UNA-SUS.

apenas no caso de 01 (um) médico por município. incluindo a justificativa da não realização da viagem solicitada. como substituição de comprovantes. conforme abaixo:  A viagem programada não foi realizada: o beneficiário deve devolver à conta do Projeto MAIS MÉDICOS o valor total recebido. ou seja.  Falta de comprovantes obrigatórios de prestação de contas: o beneficiário que não apresentar os comprovantes obrigatórios para prestação de contas. podendo ser solicitado o ressarcimento do valor não reembolsável pela cia área. conforme orientação dada a partir da análise realizada. inserir a justificativa no Relatório de Viagem e anexar na prestação de contas a cópia do comprovante bancário de devolução do referido recurso. deverá proceder à devolução .11. bem como apresentar os respectivos comprovantes conforme apresentado no item 1. à conta do Projeto MAIS MÉDICOS. a ser notificado pela Fiotec ao beneficiário. devendo o beneficiário proceder com a devolução da diferença.  Valor da ajuda de custo do transporte realizado inferior ao valor da ajuda de custo do transporte solicitado (não se aplica ao valor destinado à diária): o beneficiário deve devolver o valor não utilizado à conta do Projeto MAIS MÉDICOS e inserir a justificativa no Relatório de Viagem. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . “Aéreo”. Este item não se aplica como complemento do valor necessário para alcançar 50% do valor total da quilometragem. de 50% do valor recebido especificamente para combustível. licença ou outro motivo de afastamento.2016 . a Declaração de Extravio elimina a obrigatoriedade de envio dos comprovantes referentes a 50% do valor total da quilometragem da solicitação. e anexar na prestação de contas a cópia do comprovante bancário de devolução do referido recurso. Na prestação de contas devem constar o Relatório de Viagem.20 - Projeto Mais Médicos . 1. bem como apresentar os respectivos comprovantes conforme apresentado no item 1.11.  Médico ausente no período da viagem: o beneficiário que realizar visita à Unidade Básica de Saúde cujo médico encontra-se de férias.  Alteração no tipo de transporte e/ou no município solicitado: após avaliação das instâncias de aprovação.17 Devolução do valor da solicitação Existem casos em que é necessário devolver à conta do Projeto MAIS MÉDICOS o valor referente ao pagamento da Solicitação de Adiantamento.11. “Voo fretado” e táxi. e anexar na prestação de contas a cópia do comprovante bancário de devolução do referido recurso. bem como apresentar os respectivos comprovantes conforme apresentado no item 1. e anexar na prestação de contas a cópia do comprovante bancário de devolução do referido recurso. para os seguintes tipos de transporte da Solicitação de Adiantamento: “Carro institucional”.  Alteração nas datas programadas que implique em redução do período da viagem: o beneficiário deve devolver à conta do Projeto MAIS MÉDICOS o valor da diária referente ao período não utilizado e inserir a justificativa da alteração no Relatório de Viagem.11 deste Tutorial. “Aquaviário fretado”. Cabe ressaltar que na utilização de “Automóvel próprio”. e anexar na prestação de contas a cópia do comprovante bancário de devolução do referido recurso.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. Neste caso o valor deve ser devolvido à conta do Projeto MAIS MÉDICOS e na prestação de contas deverá constar a cópia do comprovante bancário de devolução do referido recurso. bem como comprovante de hospedagem e em caso de Solicitação de Reembolso (criada ou convertida). deve devolver o valor referente ao deslocamento para o município e/ou diária à conta do Projeto MAIS MÉDICOS. “Automóvel alugado”.  Cancelamento da passagem aérea em quaisquer dos trechos disponibilizados: será avaliada a justificativa apresentada no pedido de cancelamento prévio e no Relatório de Viagem. conforme apresentado no item 1. o beneficiário deve devolver o valor não utilizado à conta do Projeto MAIS MÉDICOS e inserir a justificativa no Relatório de Viagem.

além de apresentar os respectivos comprovantes deste período.19 Dados cadastrais para emissão de comprovante de despesa Os comprovantes (nota fiscal.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. o beneficiário pode solicitar o ressarcimento de tais despesas através do envio da Solicitação de Reembolso que será analisada pelas demais instâncias de aprovação. A devolução deve ocorrer de forma individual para cada uma das solicitações. Lembrando que o comprovante da devolução deve ser anexado na prestação de contas encaminhada via Sistema.RJ CNPJ nº 02. para análise da UNA-SUS/Fiocruz.Fundação para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico em Saúde Av. encaminhar mensagem para suportemaismedicos@fiotec.  O valor utilizado foi superior ao valor solicitado. conforme orientação da UNA-SUS ou da Coordenação Fiocruz. para análise da UNA-SUS/Fiocruz. Essas alterações são limitadas ao período da viagem.Fundação para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico em Saúde). não sendo aceita a devolução de várias solicitações em um único depósito. o beneficiário pode criar a Solicitação de Reembolso no Sistema. integral ou parcial. Banco do Brasil. incluindo o período realizado da viagem. táxi e “Aquaviário” com valor superior a R$ 100.18 Ressarcimento de despesas Quando houver alteração na programação inicial da Solicitação de Adiantamento. o beneficiário pode criar a Solicitação de Reembolso no Sistema. devido a alteração no tipo de transporte e/ou município visitado: o beneficiário. Após aprovação. Agência 2234- 9 C/C 7164-1 (Fiotec . “Automóvel alugado”. bem como apresentar os respectivos comprovantes de viagem. nº 4. conforme abaixo:  Alteração nas datas programadas que implique em ampliação no período da viagem: o beneficiário. Em caso de devolução o valor deve ser depositado na conta do Projeto MAIS MÉDICOS. 1.br. “Aquaviário fretado”. do recurso. deve inserir as informações da alteração realizada e a justificativa no Relatório de Viagem da Solicitação de Adiantamento.669/0001-74 . Após aprovação. ao realizar a prestação de contas. 10º andar. devidamente justificada e aprovada pelo Tutor.Inscrição Estadual: 77469770 .21 - Projeto Mais Médicos .fiocruz. tipo de transporte e município supervisionado. veja em Solicitação de Reembolso criada.385. ao realizar a prestação de contas. devem ser emitidos em nome da FIOTEC: FIOTEC . . Brasil. Manguinhos – CEP: 21040-361 – Rio de Janeiro . recibo ou fatura) de despesas com “Voo fretado”.00. à conta do Projeto MAIS MÉDICOS e anexar na prestação de contas a cópia do comprovante bancário de devolução do referido recurso. 1. Para maiores informações a respeito da criação de uma Solicitação de Reembolso. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição .2016 .Inscrição Municipal: 02420228 Em caso de dúvida ou outros assuntos relacionados a prestação de contas.036. que implique em acréscimo de valor. deve inserir a justificativa da alteração no Relatório de Viagem da Solicitação de Adiantamento.

além do campo para verificação de todas as solicitações devolvidas e que aguardam ajuste do beneficiário. Além do menu “Solicitação”.1 Conhecendo as principais funcionalidades A tela “Minhas Tarefas” é a principal do Sistema. . na barra superior. Diária e Ajuda de Custo. para submissão das solicitações de Adiantamento e de Reembolso das viagens realizadas para supervisão dos médicos participantes do Projeto MAIS MÉDICOS. as principais funcionalidades da tela inicial serão detalhadas a seguir: Passando o cursor no menu “Solicitação”. 2. é possível criar novas solicitações de Adiantamento e de Reembolso nos campos destacados abaixo.TUTORIAL DO SISTEMA O Tutorial do Sistema reúne todas as informações necessárias para acesso ao Sistema de Passagem. onde é possível visualizar os campos para criação de novas solicitações. Para um melhor entendimento. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição .22 - Projeto Mais Médicos . acompanhamento dos pedidos já encaminhados e recebimento de notificação para adequação e/ou correção relacionada às solicitações criadas no Sistema.2016 . Acesso ao Sistema 2. é possível visualizar os campos para criação de novas solicitações de Adiantamento e de Reembolso.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. bem como realização de reunião locorregional além de detalhar o processo de envio da prestação de contas e as formas de consulta para acompanhamento da tramitação de cada solicitação encaminhada.

2016 . Para visualização de todas as solicitações criadas no Sistema. citado anteriormente. . Apresenta ainda as opções para acesso aos dados cadastrais do usuário e os documentos para download. na barra superior. da mesma forma como acontece no campo “Minhas Solicitações”. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição .23 - Projeto Mais Médicos .Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. o Sistema disponibiliza as informações de todas as solicitações criadas no Sistema. basta clicar no campo “Minhas Solicitações”. Passando o cursor no nome do usuário.

Como exemplo. seja por motivo de devolução da solicitação para ajuste e/ou correção ou por pendência de prestação de contas. “Solicitações de Adiantamento devolvidas”. Assim que as providências necessárias forem adotadas. verificar em Editando uma Solicitação de Adiantamento devolvida.2016 .Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. Podemos perceber na primeira tarefa. a solicitação ou prestação de contas segue a tramitação no Sistema para análise das instâncias de aprovação. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . com a quantidade de situações do mesmo tipo. a tela abaixo apresenta dois links de tarefas geradas a partir das análises realizadas pelo próprio Sistema e pelas instâncias de aprovação.24 - Projeto Mais Médicos . a existência de três (03) solicitações que foram devolvidas e necessitam do retorno do beneficiário. Sempre que houver uma situação que necessite de uma ação do beneficiário. Este link permanece na tela “Minhas Tarefas” até que o beneficiário dê o encaminhamento necessário de acordo com o tipo de tarefa especificada. conforme a classificação da tarefa. . surgirá um link da tarefa a ser executada na área de trabalho. Para dúvidas de como resolver a situação do exemplo acima.

o pagamento da referida Solicitação de Adiantamento não será efetuado. Selecionar um município que não esteja vinculado à Instituição Supervisora do beneficiário. o Sistema realiza a leitura dos dados preenchidos. assim como a realização de reunião locorregional. para viagem de visita de supervisão mensal ou realização de reunião locorregional trimestral. por quaisquer das instâncias. diárias e ajuda de custos Quem utiliza este procedimento? Quando utilizar? Na programação de uma nova solicitação de passagem. Alterar a quilometragem sugerida pelo Sistema para as solicitações com uso de “Automóvel próprio” ou “Carro institucional”. Solicitação de Adiantamento de passagens. Cabe ressaltar que nestas situações o pagamento acontecerá após a realização da viagem. sendo necessária a conversão da referida solicitação em Reembolso. No item a seguir são apresentadas as “não conformidades” geradas pelo Sistema. A inconsistência é denominada “não conformidade” e requer obrigatoriamente a apresentação de uma justificativa no campo Motivo da Viagem da solicitação. onde não foi possível providenciar o agendamento no prazo mínimo supracitado. Mesmo exibindo uma “não conformidade”. Cadastrar uma solicitação incluindo uma cidade de origem e/ou de retorno diferente do município de residência do beneficiário. caso a viagem tenha sido realizada Em caso de visita de supervisão emergencial. a fim de possibilitar o pagamento antecipado do valor solicitado para custear as despesas da viagem. Antes de iniciar as orientações sobre o preenchimento da Solicitação de Adiantamento. Cadastrar uma solicitação sem listar ao menos 01 médico para cada município selecionado. o Sistema não impede o envio da solicitação. diária e ajuda de Supervisores e Tutores. 3. Cadastrar uma solicitação quando apresentar pendência de prestação de contas. As “não conformidades” identificadas automaticamente pelo Sistema estão listadas abaixo: Incluir um destino com data de ida da viagem inferior a 10 dias corridos. ao enviar uma solicitação. que é chamada de “não conformidade”. dentro do prazo estabelecido. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição .25 - Projeto Mais Médicos . Caso os prazos não sejam respeitados. a fim de se identificar alguma inconsistência. quando verifica que alguma regra da política de viagem não foi atendida. Cadastrar uma solicitação selecionando um médico inativo.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. é importante informar que o Sistema está programado para atender as regras da política de viagem.3. justificando ainda o motivo do não atendimento ao prazo. o Supervisor ou Tutor deve registrar a Solicitação de Adiantamento no Sistema até a data de início da viagem. Após o envio de Solicitação de Adiantamento é preciso considerar os prazos necessários para a análise em cada uma das instâncias de aprovação. custo. no prazo mínimo 10 (dez) dias corridos e em até 40 (quarenta) dias corridos antes da data de viagem. Cadastrar uma solicitação listando um médico que não esteja associado a nenhum município selecionado.1 Inconformidade (“não conformidade”) de uma solicitação O Sistema é capaz de identificar algumas inconsistências no preenchimento de uma Solicitação de Adiantamento ou de Reembolso. . O beneficiário deve conhecê-las para possibilitar o correto preenchimento da solicitação. Por este motivo. porém exige análise das instâncias de aprovação durante a tramitação da solicitação. O prazo mínimo de 10 dias para o envio da Solicitação de Adiantamento prevê que cada uma das instâncias analise em no máximo 48h (à exceção de períodos de feriado prolongado) e proceda à aprovação ou reprovação da mesma. durante o prazo de vigência do Projeto MAIS MÉDICOS. A Solicitação de Adiantamento caracteriza-se pela programação da viagem para visita de supervisão dos médicos vinculados ao Programa.2016 .

Abaixo estão algumas inconsistências identificadas pelas instâncias de aprovação durante o processo de análise da solicitação: Visita ao mesmo município dentro do mesmo mês de competência. Cadastrar uma solicitação em período de feriado nacional e/ou final de semana. Reunião locorregional com Supervisor e Médicos ou Tutor e Supervisor em período inferior a três meses da última reunião realizada. conforme a distância dos municípios e a quantidade de médicos selecionados. Necessidade de pernoite em solicitações com possibilidade de retorno na mesma data.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem.2016 . Cadastrar uma solicitação com período de viagem fora do prazo de vigência do Projeto na Fiotec. Pendência da prestação de contas com status de reprovação. Utilização de outros meios de transporte detalhados no campo Motivo da Viagem. Podem existir outras inconsistências não identificadas automaticamente pelo Sistema. . mas não especificados no preenchimento da solicitação. Seleção do município de origem do beneficiário como um dos trechos de destino sem que haja supervisão no local. Ausência da cotação de preço com três empresas quando da utilização de aluguel ou de táxi. Reunião locorregional com Tutor e Supervisor ou Supervisor e Médicos sem aprovação prévia da programação pela UNA- SUS/Fiocruz.26 - Projeto Mais Médicos . Ausência de justificativa quando da utilização do “Automóvel alugado” 4x4. 3. Cadastrar uma solicitação para supervisão no município de origem do beneficiário. Solicitação sem o preenchimento do campo de retorno da viagem. Valor da corrida pré-tarifada para transporte via táxi – “preço combinado”. Neste caso.8). Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . a solicitação é devolvida ao beneficiário para que apresente a justificativa ao questionamento encaminhado. Cadastrar mais de uma solicitação para a mesma data ou período de outra solicitação já existente. Quantidade de médicos supervisionados e período da viagem divergente dos parâmetros para supervisão (item 1. independente da quilometragem a ser percorrida. mas que são verificadas durante o processo de análise das instâncias de aprovação. A segunda é no campo “+ Nova Solicitação de Adiantamento”.2 Iniciando o preenchimento da Solicitação de Adiantamento 1º Passo: na tela “Minhas Tarefas”: Existem duas formas de acesso à tela de envio da Solicitação de Adiantamento. A primeira é através do menu “Solicitação” e depois “Criar Solicitação de Adiantamento”. Necessidade de agrupar mais de uma solicitação encaminhada.

2016 .2° Passo: após clicar no campo para criação de uma Solicitação de Adiantamento. ao final. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . ler atentamente o painel com as instruções para preenchimento da solicitação e.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. . clicar em “Li e concordo”.27 - Projeto Mais Médicos .

Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. . Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição .2016 .28 - Projeto Mais Médicos .

3° Passo: em seguida é exibida a tela de Solicitação de Adiantamento. conforme abaixo: .2016 .29 - Projeto Mais Médicos .Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição .

No caso do Supervisor. conforme exemplo abaixo: Para facilitar a compreensão dos campos que compõem uma Solicitação de Adiantamento. é importante informar que.2016 . .2. Já nos dados do beneficiário temos o nome. existe um campo adicional que permite a alteração do beneficiário. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . para os casos em que é necessário enviar uma solicitação para um Supervisor. 3. Para o envio de uma solicitação do próprio Tutor.a Dados do solicitante e beneficiário Os dados do solicitante indicam as informações do Projeto. Todas estas informações são preenchidas automaticamente a partir das informações cadastradas na UNA-SUS. pois somente é permitido o envio de solicitações para si. CPF. Diária e Ajuda de Custo no próximo dia útil.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem.br/suporte/. Lembrando que nesta situação. inclusive o envio da prestação de contas pelo Sistema. os dados do solicitante e do beneficiário são do próprio Supervisor. o Sistema realiza o preenchimento automático dos dados pessoais. o formulário dispõe de algumas notas explicativas distribuídas em vários campos ao longo do formulário. Assim. Antes de iniciar a orientação sobre os campos da Solicitação de Adiantamento. o Sistema exibe uma nota explicativa sobre o campo em questão. Ao passar o cursor sobre a figura . em que é facultada a possibilidade de enviar solicitações para si e também para um Supervisor da mesma Instituição Supervisora. qualquer alteração necessária deve ser solicitada diretamente à UNA-SUS. nome e e-mail do solicitante no Sistema. os itens a seguir apresentarão as orientações necessárias para o seu correto preenchimento. Já no caso do Tutor.30 - Projeto Mais Médicos . em caso de dúvida. instituição do beneficiário que realiza a viagem. Quando uma atualização é realizada na UNA-SUS. as novas informações também são atualizadas automaticamente no Sistema de Passagem. através do endereço: https://sistemasunasus.gov. o Tutor se torna responsável por todo processo relativo a solicitação encaminhada. a partir do cadastro da UNA-SUS.

Para alteração do beneficiário (disponível apenas para o Tutor).b UF e cidade de origem e retorno a partir das informações de residência do beneficiário Os campos UF e cidade de origem e retorno são preenchidos automaticamente a partir das informações de residência do beneficiário no cadastro da UNA-SUS. o Sistema não permite alterar as informações do beneficiário. Importante salientar que a “não conformidade” não impede que a solicitação seja enviada.2016 .Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. O beneficiário deve justificar a alteração no campo Motivo da Viagem.31 - Projeto Mais Médicos . O Tutor pode enviar solicitações para si e para seus Supervisores. . Estes campos são preenchidos 3. o Sistema disponibiliza ao Tutor a opção de digitar o CPF de outro beneficiário. . Esta opção não se encontra disponível para os Supervisores na tela de solicitação. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . Por este motivo. Por este motivo. será gerada uma “não conformidade” pelo Sistema. A cidade de origem deve ser a mesma de retorno. informe o CPF do beneficiário da solicitação no campo Alterar Beneficiário O Supervisor só pode enviar solicitações para si.2. Em caso de alteração.

faz-se necessário justificar o pernoite no campo Motivo da Viagem. Caso o deslocamento seja realizado ainda assim. manter a opção “Encadear destinos” selecionada e clicar em “Adicionar destino”. Se houver pernoite. o Sistema indica uma “não conformidade” no momento do envio da solicitação. . Em caso de supervisão a dois municípios ou mais.2016 . Nas situações de férias regulares. com objetivo de otimizar os recursos do Projeto e respeitar o princípio da economicidade. Atendendo aos parâmetros estabelecidos. Para isto. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição .2. recebem apenas ajuda de custo referente ao deslocamento. caso o município selecionado não esteja vinculado à Instituição Supervisora.c UF e município de destino Listar apenas os municípios em que serão realizadas as visitas de supervisão O campo de “Destino” tem por objetivo a indicação dos municípios onde serão realizadas as visitas de supervisão e não deve ser utilizado como roteiro da viagem. o Supervisor não deve realizar a visita à Unidade Básica de Saúde. Para visitas dentro do mesmo município de origem é necessário informar o logradouro a ser visitado no campo Motivo da Viagem. período e tipo de transporte. considerando ainda que cada Supervisor deve apresentar disponibilidade para realizar as viagens e executar o plano de supervisão. é necessário que o beneficiário mantenha a opção “Encadear destinos” selecionada. As viagens dentro do município de origem. o Supervisor precisa devolver o valor referente à ida ao município à conta do Projeto MAIS MÉDICOS. Neste caso. sem pernoite.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. O agendamento prévio da visita de supervisão é obrigatório. O Sistema exibe uma listagem com todos os municípios cadastrados no IBGE e.3.32 - Projeto Mais Médicos . além da ajuda de custo. localizado no final da solicitação. assim como apresentar o comprovante de hospedagem na prestação de contas. conforme orientação a seguir: 1° Passo: selecionar o primeiro município. licença ou outro tipo de afastamento do profissional. recomenda-se o agrupamento de municípios próximos numa mesma solicitação de viagem. o beneficiário deve encadear destinos. preencher as informações de data. o beneficiário também recebe a diária.

clique em “Excluir destino”. Para excluir um município de supervisão do destino da viagem. Caso seja necessário acrescentar mais municípios. Não há limite para a quantidade de municípios selecionados.2016 . conforme exemplo abaixo: . Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . 1º Passo: Mantenha esta opção selecionada 2º Passo: clique em Adicionar destino 2° Passo: em seguida. o Sistema apresentará um segundo campo para preenchimento da viagem ao próximo município.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. basta repetir o processo supracitado.33 - Projeto Mais Médicos .

Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. considerando que o processo de análise consiste em verificar a quantidade de médicos supervisionados x período de viagem x km de deslocamento nos municípios. ao programar a viagem. 3. de acordo com as informações cadastradas. o Supervisor deve confirmar se existe tempo hábil para realização da visita de supervisão.2016 . o Supervisor deve acrescentar alguns esclarecimentos importantes no campo Motivo da viagem. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . Desta forma.2. Para apoiar o processo de análise das instâncias de aprovação e evitar a devolução da solicitação para ajuste. para análise do deslocamento interno no município visitado.34 - Projeto Mais Médicos .d Data e período de ida da viagem A solicitação precisa ser programada com no mínimo 10 dias e no máximo 40 dias de antecedência da data da viagem . que são necessários para o entendimento da dinâmica da viagem programada. Importante salientar que em algumas solicitações existe a necessidade de detalhamento das Unidades Básicas de Saúde.

pois norteia o processo de cotação e emissão da passagem aérea. indicando o primeiro tipo de transporte. . noite. durante o prazo de vigência do Projeto MAIS MÉDICOS. manhã ou noite e tarde ou noite. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . O Sistema permite selecionar um ou dois períodos da seguinte forma: manhã.2. as solicitações que estiverem fora do prazo indicado são indicadas pelo Sistema como uma “não conformidade”. O beneficiário precisa então selecionar o mesmo município e acrescentar o próximo tipo de transporte necessário à realização da viagem de supervisão. A Solicitação de Adiantamento precisa ser enviada com no mínimo 10 (dez) dias de antecedência e no máximo 40 (quarenta) dias corridos antes da data da viagem.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. Assim. 3° Passo: em seguida o Sistema apresentará outro campo para preenchimento das informações da viagem. o beneficiário precisa: 1° Passo: preencher os campos do primeiro trecho de destino. manhã ou tarde. 2° Passo: manter a opção “Encadear destino” selecionada e clicar no botão “Adicionar destino”.35 - Projeto Mais Médicos . principalmente nas viagens com transporte aéreo. 3.2016 . a fim de que haja tempo hábil para realização de todos os procedimentos necessários para aprovação e pagamento da solicitação.e Tipos de transporte O tipo de transporte deve ser selecionado para realização da viagem em cada município. Caso seja preciso utilizar dois tipos de transporte para visitar o mesmo município. tarde. O Período é uma informação necessária para identificar em qual momento do dia será realizada a viagem para visita de supervisão.

moto- táxi. telefone para contato e valor do quilômetro rodado. como por exemplo: táxi.2016 . mantenha a opção Encadear destinos (1) selecionada. o detalhamento do tipo de transporte ou recurso necessário para deslocamento em cada município selecionado. Para escolher o segundo meio de transporte para o mesmo município.1 Outros A opção “Outros” tem por objetivo o custeio de recursos necessários para deslocamento. . No campo “Ajuda de Custo” deve ser informado o valor do recurso a ser utilizado e. 3. o valor estimado da ajuda de custo para viagem deve considerar a distância a ser percorrida e o valor do quilômetro rodado. incluindo o nome completo do prestador de serviço. pedágio. van. no campo “Descrição”. No caso de transporte via táxi. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . motor de barco. CPF.2. É necessário registrar no campo Motivo da viagem as três propostas de preço cotadas com prestadores de serviços locais. clique em Adicionar destino (2) e preencha o novo campo de destino com o próximo tipo de transporte necessário (3) 1 3 2 Os itens a seguir explicarão detalhadamente o preenchimento de cada tipo de transporte.36 - Projeto Mais Médicos .Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem.e. carona e outros não especificados.

para auxiliar na locomoção interna em cada município. O beneficiário que não receber o e-ticket da passagem no prazo de até 02 (dois) antes da data da viagem. no endereço de e-mail cadastrado no Sistema. Os dados de emissão da passagem são encaminhados ao beneficiário. . podendo existir variação no horário da passagem. a fim de se obter o menor custo.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem.2. na instância do Grupo Gestor. calculado automaticamente pelo Sistema por município visitado. que resulte em ônus para o Projeto MAIS MÉDICOS sem autorização prévia da Coordenação do Projeto. o beneficiário recebe o adicional de deslocamento no valor de R$ 95. Cabe ressaltar que o processo de aquisição de passagem aérea é realizado por e-mail. É vedada qualquer alteração de data ou trecho. independentemente do número de dias de permanência. o beneficiário pode enviar uma justificativa informando da impossibilidade de se realizar a pesquisa de preço com três prestadores de serviços locais. Este acompanhamento é de responsabilidade do beneficiário e. 3. a justificativa deve constar no campo Motivo da viagem da solicitação. sem solicitação prévia de cancelamento e justificativa devidamente aprovada pela UNA-SUS/Fiocruz. a cotação da passagem é realizada pela agência de viagem contratada pela FIOTEC.00. cuja solicitação encontra-se aprovada. Neste caso. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . frente a inexistência de concorrência.2 Aéreo O beneficiário deve preencher os campos Aeroporto Partida e Aeroporto Chegada Para viagens com necessidade de deslocamento aéreo. o ressarcimento do ônus gerado ao Projeto MAIS MÉDICOS será solicitado ao beneficiário através de notificação encaminhada pela Fiotec. Para viagens fora da sua cidade de origem.37 - Projeto Mais Médicos .e. em caso de não utilização do e-ticket enviado. dependendo da situação local. precisa entrar em contato com a UNA-SUS. após a emissão do bilhete. Excepcionalmente.2016 . para análise da UNA-SUS/Fiocruz. a partir das informações preenchidas nos campos dos aeroportos de partida e chegada.

o beneficiário recebe o adicional de deslocamento no valor de R$ 95.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. o beneficiário recebe o adicional de deslocamento no valor de R$ 95. para auxiliar na locomoção interna em cada município.00.3. 3.3 Aquaviário O transporte “Aquaviário” compreende o deslocamento realizado via balsa. .2. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . barco. lancha ou voadeira. independentemente do número de dias de permanência.00. O valor da passagem de ônibus deve ser informado no campo “Ajuda de Custo”.2016 .38 - Projeto Mais Médicos .2. Para viagens fora da sua cidade de origem. de acordo com o preço aplicado na tabela das empresas de transporte rodoviário. calculado automaticamente pelo Sistema por município visitado. de acordo com o preço aplicado na tabela das empresas de transporte marítimo e fluvial.e. calculado automaticamente pelo Sistema por município visitado. para auxiliar na locomoção interna em cada município. independentemente do número de dias de permanência.4 Ônibus A opção “Ônibus” é destinada ao transporte rodoviário. Para viagens fora da sua cidade de origem. O valor da passagem deve ser informado no campo “Ajuda de Custo”.e.

2. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . Esse valor inclui as despesas do automóvel.3. como combustível.39 - Projeto Mais Médicos . seguro. A partir das informações do local de origem e de destino. com acréscimo de 20% sobre a quilometragem total calculada pelo Sistema. O valor da ajuda de custo do “Automóvel próprio” é de R$ 0. o Sistema realiza o cálculo da quilometragem através do licenciamento da API Google Maps.68 por quilômetro rodado.5 Automóvel próprio Compreende o deslocamento com o automóvel do beneficiário ou de terceiros.2016 . . A quilometragem total calculada é apresentada no campo “KM” e a rota pode ser visualizada através do botão “Ver Mapa”.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem.e. manutenção e outras despesas que possam existir.

porém não há acréscimo de 20% sobre a quilometragem total calculada. Esse valor inclui as despesas do automóvel. O valor da ajuda de custo do “Carro institucional” é de R$ 0. o beneficiário pode digitar uma nova quilometragem. Quando a quilometragem for igual a 0 indica que o Sistema não reconheceu o local de origem e/ou local de destino da viagem.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. o beneficiário deve clicar na aba de Roteiro de Viagem.6 Carro institucional Compreende o deslocamento com o automóvel disponibilizado pela Instituição Supervisora. manutenção e outras despesas que possam existir. Para identificação do valor total da quilometragem a pagar.40 - Projeto Mais Médicos . Caso a quilometragem calculada pelo Sistema seja diferente do previsto pelo beneficiário ou igual a 0.2.e. a partir do cálculo gerado pelo Sistema ou das alterações realizadas. contudo a justificativa se faz obrigatória. com acréscimo de 20% sobre a quilometragem total calculada pelo Sistema. O . Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . 3. Importante salientar que a “não conformidade” não impede que a solicitação seja enviada. A alteração na quilometragem atribuída pelo Sistema implica em uma “não conformidade” e na necessidade de justificar a alteração no campo Motivo de viagem.2016 .54 por quilômetro rodado. como combustível.

porém não há acréscimo de 20% sobre a quilometragem total calculada. o beneficiário precisa selecionar o tipo de transporte “Carro institucional” e informar no campo “KM” a quilometragem igual a 0.2016 . Para . A partir das informações do local de origem e de destino. Caso a quilometragem calculada pelo Sistema seja diferente do previsto pelo beneficiário ou igual a 0. o Sistema realiza o cálculo da quilometragem através do licenciamento da API Google Maps. que deverá ser comprovada quando da prestação de contas. Se a Instituição Supervisora custear as despesas do automóvel.beneficiário precisa ainda informar no campo Motivo da viagem sobre a liberação da utilização do veículo da Instituição Supervisora e a necessidade de apoio financeiro para aquisição de combustível durante a viagem.41 - Projeto Mais Médicos . A quilometragem total calculada é apresentada no campo “KM” e a rota pode ser visualizada através do botão “Ver Mapa”. Quando a quilometragem calculada for igual a 0 indica que o Sistema não reconheceu o local de origem e/ou local de destino da viagem. o beneficiário pode digitar uma nova quilometragem. considerando que não há necessidade de apoio financeiro para o transporte.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição .

2.e.42 - Projeto Mais Médicos . voadeira ou voo fretado.2016 . Importante salientar que a “não conformidade” não impede que a solicitação seja enviada. barco. o beneficiário deve clicar na aba de Roteiro de Viagem.7 Automóvel alugado. Aquaviário fretado e Voo fretado São os meios de transporte compreendidos pelo aluguel de automóvel. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . que devem ser utilizados apenas com a finalidade de visita de supervisão mensal. 3.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. As viagens para reunião locorregional não podem utilizar os transportes alugados e fretados para deslocamento.identificação do valor total da quilometragem a pagar. A alteração na quilometragem atribuída pelo Sistema implica em uma “não conformidade” e na necessidade de justificar a alteração no campo Motivo de viagem. lancha. contudo a justificativa se faz obrigatória. a partir do cálculo gerado pelo Sistema ou das alterações realizadas. .

calculado automaticamente pelo Sistema por município visitado. o beneficiário deve realizar uma pesquisa de preço formal com três empresas. Os valores cotados precisam incluir as taxas e seguro. dependendo da situação local. considerando as especificidades das estradas de alguns Estados do território brasileiro. é permitida a locação do veículo 4X4 em caráter excepcional.2. com motorização 1. quando este não estiver coberto no valor da diária da locação. o beneficiário precisa desmarcar a opção “Encadear destinos”. Neste caso. a justificativa deve constar no campo Motivo da viagem da solicitação. para análise da UNA- SUS/Fiocruz. frente a inexistência de concorrência. o beneficiário pode enviar uma justificativa informando da impossibilidade de se realizar a pesquisa de preço com três empresas. Ao selecionar como tipo de transporte “Automóvel alugado”. no caso dos tipos de transporte “Aquaviário fretado” ou “Voo fretado”. sendo imprescindível a apresentação da justificativa no campo Motivo da viagem. “Aquaviário fretado” ou “Voo fretado”. para viagens fora da sua cidade de origem.43 - Projeto Mais Médicos . Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . direção hidráulica e ar condicionado. e o campo “Ajuda de Combustível”.0. para auxiliar na locomoção interna em cada município. Antes do preenchimento da Solicitação de Adiantamento.00.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. a fim de se obter o menor preço no mercado. obedecendo os critérios estabelecidos. será exibido o campo “Ajuda de Custo”. Excepcionalmente. Contudo. compatível a quilometragem a ser realizada. 3. conforme tela abaixo: 1° Passo: desmarque a opção “Encadear destinos”.f Retorno da viagem Para preencher os dados de retorno da viagem de supervisão. este último obrigatório. a ser preenchido com o valor estimado do combustível.2016 . a regra geral é para veículos do mesmo grupo/classe. independentemente do número de dias de permanência. Desmarque a opção Encadear destinos . No caso de locação de automóvel. Em seguida o Sistema exibirá os campos para preenchimento das informações do retorno. para preenchimento do valor da diária da locação de menor preço. o beneficiário recebe o adicional de deslocamento no valor de R$ 95. e devem ser detalhados no campo Motivo da viagem. À exceção do “Automóvel alugado”.

Para viagens com retorno na mesma data. no valor de R$ 125.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem.00.00. O retorno acontece a partir da saída do último município selecionado com destino à cidade de retorno indicada. Em caso de alteração da cidade de retorno. MUNICÍPIO DE SUPERVISÃO SEM PERNOITE COM PERNOITE Igual Cidade de Origem ½ Diária = 0 Diária = R$ 250. Se houver pernoite. O valor da diária com necessidade de pernoite é de R$ 250. 3.2016 . O valor concedido é de R$ 95. apenas para município diferente da cidade de origem.00. o Sistema calcula ½ diária. “Carro institucional”. As viagens dentro do município de origem. a diária é de R$ 250.00 Com exceção das opções de transporte “Automóvel próprio”.00 Diária = R$ 250. “Automóvel alugado” e “Outros”. no município diferente da cidade de origem. o Sistema irá gerar uma “não conformidade” e o beneficiário precisa justificar a volta para outro destino diferente da origem no campo Motivo da Viagem. todos os demais garantem o recebimento do Adicional de Deslocamento em caso de viagem fora da cidade de origem. sem pernoite.g Valor de diária e adicional de deslocamento O Sistema faz o cálculo automático da quantidade de diárias a partir da verificação do período de viagem e do município a ser visitado.00 Diferente Cidade de Origem ½ Diária = R$ 125. que deve ser a mesma de origem.2° Passo: em seguida o Sistema irá exibir os campos para preenchimento do retorno. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição .44 - Projeto Mais Médicos .2. calculado automaticamente pelo Sistema por município visitado. independentemente do número de dias de permanência no local. recebem apenas ajuda de custo referente ao deslocamento. para auxiliar na locomoção interna em cada município.00. .

Qualquer alteração nas informações da solicitação pode modificar o valor total a ser pago ao beneficiário.2. Sendo assim. o beneficiário deve clicar novamente no botão ao lado do “Total a Pagar” para recalcular o valor total da solicitação. Cabe ressaltar que o Sistema atualiza o valor total a pagar após o envio da solicitação. mesmo que não haja o acionamento do botão indicado.45 - Projeto Mais Médicos . para o cálculo do valor total da solicitação.2. 3.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem.2016 . Pode ser localizado conforme tela abaixo: Clique no Roteiro de Viagem .h Cálculo do valor total da solicitação Clique no botão para atualizar o valor total a pagar Após o preenchimento das informações de destino da viagem. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição .3. antes de enviar a solicitação.i Roteiro de viagem O roteiro de viagem é a representação iconográfica dos trechos de viagem incluídos na solicitação com a finalidade de facilitar a verificação das informações. o beneficiário deve clicar no botão ao lado do “Total a Pagar”.

assim como nas situações em que não houver seleção de nenhum médico na solicitação. o Supervisor precisa acrescentar os médicos a serem supervisionados. para cada um dos municípios selecionados no campo UF e município de destino. se houver a seleção de um médico sem a inclusão do município de lotação na solicitação. o beneficiário deve solicitar ao Grupo Gestor (UNA-SUS) a regularização junto à base de dados e.2.2016 . Por outro lado. O procedimento deve ser repetido para incluir todos os médicos que serão visitados no período. Caso o médico não esteja ativo no banco de dados no período de viagem informado. é necessário preencher o campo “Médicos Visitados” com o nome ou CPF do médico.j Médicos visitados Após o registro de todos os municípios para supervisão. Clique em Atualizar Roteiro de Viagem Após atualização do roteiro de viagem. 3. Nas situações de férias regulares. o beneficiário deve indicar os dados do médico no campo Motivo da viagem. caso contrário o Sistema irá gerar uma “não conformidade”. Para isto. o Sistema irá gerar uma “não conformidade”. para incluir o nome do médico na solicitação. selecionar o médico na listagem exibida e clicar no botão “Adicionar”. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . caso um médico não seja identificado pelo Sistema. sendo necessário que o beneficiário apresente a justificativa ao apontamento realizado pelo Sistema no campo Motivo da Viagem. o Sistema apresenta o resumo das informações referentes ao deslocamento da viagem. para evitar o atraso na aprovação da solicitação. incluindo o nome do médico. Considerando que esta informação é obrigatória. o Supervisor não deve realizar a visita à Unidade Básica de Saúde.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. CPF e município de lotação. . sendo obrigatório ao menos 01 médico para cada município selecionado. O agendamento prévio da visita de supervisão é obrigatório. o Sistema também irá gerar uma “não conformidade”.46 - Projeto Mais Médicos . licença ou outro tipo de afastamento do profissional.

clique no campo “X” ao lado do CPF do médico. Clique em “+ Adicionar”. Para apoiar o processo de análise das instâncias de aprovação e evitar a devolução da solicitação para ajuste. 2° Passo: clique no nome do médico na lista exibida 3° Passo: em seguida o Sistema substitui o nome pelo CPF do médico. o Supervisor deve acrescentar alguns esclarecimentos importantes no campo Motivo da viagem.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. Para excluir.47 - Projeto Mais Médicos . 4° Passo: o nome do médico é atribuído à solicitação. que são necessários para o entendimento da .1° Passo: preencha o campo “Médicos Visitados” com o nome ou CPF do médico. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição .2016 .

como 4x4 por exemplo.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. se solicitado.k Motivo da viagem É obrigatório informar o motivo da viagem para a qual está sendo enviada a solicitação.  Informação do nome e CPF do médico. de acordo com as informações cadastradas. para enviá-la. caso não seja identificado na listagem do Sistema.  Detalhamento das Unidades Básicas de Saúde visitadas. para análise do deslocamento interno no município visitado.2. considerando que o processo de análise consiste em verificar a quantidade de médicos supervisionados x período de viagem x km de deslocamento nos municípios. Desta forma.l Envio da Solicitação de Adiantamento Após o preenchimento completo da solicitação.  Justificativa para locação de veículo com características diferentes da regra estabelecida. 3. clique em “Enviar Solicitação”.  Justificativa para solicitação criada fora do prazo de antecedência de 10 dias. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . “Aquaviário fretado”.2. Este campo deve ser utilizado também para:  Justificativa de alteração na quilometragem sugerida pelo Sistema. “Aquaviário fretado”.  Informação dos valores cotados com três empresas para “Automóvel alugado”. “Voo fretado” e táxi. o Supervisor deve confirmar se existe tempo hábil para realização da visita de supervisão.  Justificativa para pernoite em caso de supervisão no mesmo município de origem. seja para visita de supervisão ou reunião locorregional.  Justificativa para não apresentação de três propostas de preço para “Automóvel alugado”.48 - Projeto Mais Médicos . ao programar a viagem. 3.  Justificativa de viagem em final de semana ou feriado nacional.dinâmica da viagem programada. .2016 .  Detalhamento do bairro ou distrito exato a ser visitado em caso de supervisão dentro do mesmo município de origem.  Justificativa para alteração da cidade de origem e retorno.  Outros esclarecimentos acerca da viagem solicitada. “Voo fretado” e táxi. Importante salientar que em algumas solicitações existe a necessidade de detalhamento das Unidades Básicas de Saúde.

Assim.2016 . e a justificativa será analisada pelas instâncias de aprovação. Quando o beneficiário alterar a solicitação para adequá-la às regras estabelecidas. o beneficiário deve clicar em “Não” e retornar à solicitação para realizar os ajustes necessários ou justificar a “não conformidade” apontada no campo Motivo da Viagem. a tela abaixo é exibida.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. pois a sua aprovação depende da avaliação das instâncias de aprovação (Tutor. Neste caso. o beneficiário precisa confirmar o envio clicando na opção “Sim”. a “não conformidade” permanece sinalizada após novo envio da solicitação. Caso haja alguma “não conformidade” na solicitação. Contudo. a “não conformidade” apontada é eliminada e a solicitação segue o fluxo de análise após o reenvio da solicitação. será apresentada a tela abaixo indicando o número registrado da solicitação. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . O exemplo abaixo exibe uma solicitação com apenas uma (01) “não conformidade”. por este motivo. quando as informações preenchidas precisam ser mantidas e são devidamente justificadas. Após a confirmação.49 - Projeto Mais Médicos . Por outro lado. o Sistema não impede o envio da solicitação. Grupo Gestor e Fiocruz). . mesmo apresentando “não conformidade”. o Sistema não reconhece o texto da justificativa e.

conforme tela abaixo. Cabe destacar que neste caso o Tutor fica responsável por todo processo envolvendo a solicitação. . o Supervisor recebe um e-mail informando que uma nova solicitação foi criada. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . Quando o Tutor cria uma Solicitação de Adiantamento para um Supervisor.2016 .Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem.50 - Projeto Mais Médicos .

(reprovada) pelas instâncias de aprovação. Quando uma solicitação é reprovada pelo Grupo Gestor ou Fiocruz. O exemplo a seguir apresenta a devolução de uma Solicitação de Adiantamento para ajuste. o Tutor também recebe uma notificação.51 - Projeto Mais Médicos . Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . o beneficiário recebe uma notificação por e-mail conforme figura abaixo. 1° Passo: as solicitações de Adiantamento (reprovadas) aparecem para o beneficiário na tela de Minhas Tarefas. Clique em Solicitações de Adiantamento devolvidas . além do beneficiário (Supervisor).2016 .Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem.3 Editando uma Solicitação de Adiantamento devolvida Quem utiliza este procedimento? Quando utilizar? Para realizar ajustes na Solicitação de Adiantamento devolvida Supervisores e Tutores. Sempre que uma solicitação é devolvida (reprovada).3.

2016 .Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem.52 - Projeto Mais Médicos . Para visualizar mais informações do histórico. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . Em seguida. conforme tela abaixo: 3° Passo: para corrigir ou cancelar solicitação devolvida: . clique na aba “Histórico da Solicitação” localizada na barra superior. clique no número da solicitação.2° Passo: será apresentada a seguinte tela com todas as solicitações devolvidas: Na coluna “Histórico” é possível visualizar o motivo da devolução informado pela instância que reprovou a solicitação.

Para mais orientações. consulte o item Solicitação de Adiantamento convertida em Reembolso. A opção “cancelar” finaliza definitivamente a solicitação. Ao concluir. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . segue todas as etapas da solicitação encaminhada pela primeira vez. A solicitação reenviada retorna ao fluxo normal de aprovação. A Solicitação de Adiantamento com data de viagem expirada precisa ser convertida em Solicitação de Reembolso. Clique em Editar para realizar os ajustes solicitados ou Cancelar para cancelar a solicitação e finalizar o processo A opção “editar” permite que a Solicitação de Adiantamento seja corrigida e reenviada para nova análise. Ao selecionar a opção “cancelar”. O beneficiário deve realizar as alterações de acordo com os apontamentos realizados pelas instâncias de aprovação. . A Solicitação de Adiantamento devolvida por falta de tempo hábil para o pagamento antecipado precisa ser convertida em Solicitação de Reembolso. o Sistema encerrará a solicitação. após a realização da viagem. a Solicitação de Adiantamento é exibida apresentando todos os campos habilitados para edição.53 - Projeto Mais Médicos . Ao selecionar a opção “Editar”.2016 .Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. ou seja. registrando a ação no histórico da solicitação. deve clicar em “Enviar Solicitação”.

Abaixo estão alguns tipos de inconsistências identificadas pelas instâncias de aprovação durante o processo de análise da prestação de contas: Período da viagem. essas são verificadas durante o processo de análise das instâncias de aprovação. Rasura ou divergência de dados nos comprovantes apresentados. município (s) e/ou médico (s) apresentados no Relatório de Viagem. “Automóvel alugado”.2 Inconformidade (“não conformidade”) de uma prestação de contas Atualmente o Sistema não é capaz de identificar as inconsistências na prestação de contas. “Aquaviário fretado”.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. a Coordenação do Projeto pode solicitar os comprovantes originais. no Relatório de Viagem. Neste caso. além da prestação de contas. Os comprovantes originais referentes a “Voo fretado”. a contar da data de retorno da viagem realizada.11). 4. viagem referente a uma Solicitação de Adiantamento. “Aquaviário” com valor superior a R$ 100. frente à programação que consta na Solicitação de Adiantamento. realizada no Sistema. O cumprimento deste prazo é obrigatório.00 e táxi devem ser encaminhados à UNA-SUS. Ausência de comprovação adequada.1 Apresentação da prestação de contas Qualquer solicitação de passagem. considerando o tipo de transporte que consta da solicitação. diária e ajuda de custo. requer o envio da prestação de contas somente via Sistema. Desta forma. a prestação de contas é devolvida ao beneficiário para ajuste ou envio de justificativa esclarecendo o questionamento encaminhado. a prestação de contas segue o fluxo de análise e aprovação junto com a solicitação. no prazo máximo de 15 (quinze) dias corridos. A prestação de contas deve ser enviada via Sistema no prazo máximo de 05 (cinco) dias corridos após o retorno da viagem. das atividades realizadas durante o período de supervisão. Até a finalização do processo de análise da prestação de contas. Quando da Solicitação de Reembolso convertida.4. Detalhamento insuficiente. Alteração do período da viagem superior ou inferior a 05 dias da programação informada na solicitação. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . Realizando a prestação de contas da Solicitação de Adiantamento Quem utiliza este procedimento? Quando utilizar? A prestação de contas deverá ser realizada logo após o retorno da Supervisores e Tutores. se faz necessária a revisão dos dados preenchidos na solicitação. recomenda-se o arquivamento dos comprovantes até aprovação final da prestação de contas. A prestação de contas é composta pelo Relatório de Viagem. Declaração de Comparecimento e dos respectivos comprovantes de viagem. No caso da Solicitação de Reembolso. Por esse motivo. que são exigidos de acordo com o tipo de transporte selecionado e que atenda aos apontamentos dos órgãos de controle.54 - Projeto Mais Médicos . . Comprovantes apresentados não compatíveis com o estabelecido no Tutorial (item 1. divergentes das informações que constam na Solicitação de Adiantamento.2016 . a fim de que sejam os mesmos da viagem realizada. para as alterações realizadas. no Relatório de Viagem. Falta de justificativa. 4. Não recebimento da comprovação original quando é necessário o envio. à exceção da nota fiscal eletrônica. Alteração dos municípios visitados para supervisão.

4. conforme abaixo. visando identificar alterações nos dados da viagem programada x realizada. O beneficiário que apresentar as pendências abaixo não poderá obter aprovação de novas Solicitações de Adiantamento e Reembolso. . apenas as prestações de contas não realizadas pelo beneficiário são registradas como pendência no histórico da “não conformidade” de uma solicitação de viagem em tramitação e. não sendo aceito quando manuscrito. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição .  Não serão aceitos os arquivos cuja imagem seja de fotografia da tela do monitor ou que não seja visualizado na íntegra e de forma legível. as prestações de contas não retornam ao status de pendência. Por este motivo. Diárias e Ajuda de Custo.4 Relatório de Viagem O beneficiário é responsável pelo preenchimento (informações registradas) e envio do Relatório de Viagem pelo Sistema de Passagens. são consideradas “pendentes” as prestações de contas que constam em “Solicitação de Adiantamento pendente de prestação de contas” e “Prestação de Contas devolvida”. exibidas na tela inicial do beneficiário “Minhas Tarefas”.  Nenhuma pendência de prestação de contas nos dois últimos meses que antecederem ao término da vigência do Projeto. no campo “Justificativa”.4. Antes do preenchimento. qualquer alteração deverá ser justificada no Relatório de Viagem.  Todo Relatório de Viagem deve ser apresentado digitado. Atualmente.  Quando o Relatório de Viagem apresentar duas páginas é necessário que ele componha um único arquivo. quando da reprovação para ajuste. disponível em “Documentos para Download”. devem ser consideradas as seguintes orientações:  Preencher todos os campos do Relatório de Viagem com as informações da viagem realizada.55 - Projeto Mais Médicos .Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem.  03 (três) pendências de prestação de contas em qualquer projeto apoiado pela Fiotec. independente do quantitativo.  Pendência de prestação de contas de exercício financeiro anterior a 2016. Lembrando que as prestações de contas que estão em tramitação nas instâncias de aprovação (Grupo Gestor e Fiocruz) não representam pendência ao beneficiário. Assim. tendo como base a Solicitação de Adiantamento aprovada.2016 .3 Pendência de prestação de contas A pendência de prestação de contas acontece após 05 (cinco) dias corridos da data de retorno da viagem ou quando da reprovação da prestação de contas por qualquer instância de aprovação. por limitação temporária do Sistema.

disponível no Sistema em “Documentos para Download”. o período da viagem e o nome do beneficiário. 1.5 Comprovantes de despesa para prestação de contas O beneficiário é o responsável pelo preenchimento e envio do Relatório de Viagem e da Declaração de Comparecimento. obrigatório no modelo da Fiotec. sem autorização prévia da UNA-SUS/Fiocruz. horário ou trecho que resulte em ônus para o Projeto ou crédito para o beneficiário. mesmo que adquirido com recursos próprios. (*) Quando da utilização de recibo. disponibilizado pelo Projeto ou declaração da cia aérea de utilização dos trechos disponibilizados.  O Relatório de Viagem deve ser salvo no formato GIF. 4. o mesmo deve apresentar todas as informações solicitadas.  O Relatório de Viagem deve ser datado obrigatoriamente. em caso de perda ou extravio. fatura ou recibo (*). Nota fiscal. valor da passagem e nome do beneficiário. bem como itinerário percorrido. em quaisquer dos trechos aéreos disponibilizados. com o valor da passagem (ida e volta) e o período da viagem.fiocruz. não sendo necessário assiná-lo. com a razão social e CPNJ da empresa prestadora de serviço. disponível no Sistema em “Documentos para download”.: Na hipótese de comprovação inferior ao valor informado na Solicitação de Adiantamento. 2. o beneficiário será notificado pela Fiotec sobre o valor a ser ressarcido ao Projeto. data. TIF ou TIFF. Declaração de Passagem Aérea. é necessária a apresentação dos bilhetes da passagem ou recibo originais. 2. Neste caso será avaliada a justificativa do cancelamento podendo ser solicitado. Cópia legível dos bilhetes de passagem aérea (ida e volta). incluindo o CNPJ da empresa ou CPF do prestador de serviço. Ônibus e/ou Aquaviário Obs. considerando que a senha de acesso ao Sistema é considerada a chave pessoal e intrasferível. Cópia legível dos bilhetes de passagem ou recibo (*).br. Aéreo Obs. Quando da não utilização de um ou mais trechos. conforme a tabela abaixo: TIPO DE TRANSPORTE COMPROVANTES PARA PRESTAÇÃO DE CONTAS 1.2016 . Voo fretado . Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . Para transporte “Aquaviário” com valor superior a R$ 100.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. é obrigatório que o beneficiário apresente o comprovante de retorno a cidade de origem. incluindo a informação Aquaviário fretado da distância percorrida (km) pelo veículo (no caso de “Automóvel alugado”). caso contrário poderá ser solicitado a devolução de diária.: É vedada qualquer alteração de data.00 por trecho. ao beneficiário o valor não reembolsável pela cia área. Cabe lembrar que em casos de “no show”. Para cancelamento da passagem aérea emitida. a ser notificado pela Fiotec. preenchida com os dados cadastrais da Fiotec. informando sobre a utilização dos trechos disponibilizados pelo Projeto ou justificando a não utilização de um ou mais trechos do bilhete aéreo. juntamente com os respectivos comprovantes de despesa para prestação de contas de toda Solicitação de Adiantamento ou de Reembolso. o beneficiário deve encaminhar o pedido prévio (até 01 dia útil antes da data da viagem) e a justificativa para o e-mail suportemaismedicos@fiotec.56 - Projeto Mais Médicos . é obrigatória a devolução da diferença quando do envio da prestação de contas. Automóvel alugado 1. Para cada tipo de transporte previsto no Sistema é exigido um determinado tipo de comprovante para prestação de contas. JPG ou JPEG e documentos em PDF com tamanho máximo de 05 MB por arquivo.

57 - Projeto Mais Médicos . sendo obrigatório somente o envio da fatura ou do recibo original. valor da passagem e nome do beneficiário. 2. devendo ser compatível à quilometragem. com valor igual ou superior a 50% do valor pago especificamente para o combustível. bem como itinerário percorrido. . Cópia legível do Certificado de Registro do Veículo (CRV).0. ou seja. considerando: 2. incluindo o modelo do veículo. igual ou superior a 40%. Não é necessária a apresentação de certidão de casamento ou de União Estável quando o automóvel utilizado não estiver em nome do beneficiário. são aceitos apenas os comprovantes com data de emissão durante o período da viagem e o conjunto dos comprovantes deve ser igual ou superior a 70% do valor pago especificamente para o combustível. No caso de “Automóvel alugado” a regra geral é para carro 1. 2. valor da diária.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. onde deverá constar obrigatoriamente o CNPJ ou CPF do fornecedor. 1. Cópia legível da nota fiscal ou cupom fiscal. o mesmo deve apresentar todas as informações solicitadas. são aceitos apenas os comprovantes com data de emissão durante o período da viagem. (*) Em caso de nota fiscal eletrônica não é necessário o envio da nota fiscal original. 2.4 O mesmo cupom fiscal do combustível pode ser apresentado em até duas prestações de contas. 2. o volume de combustível e o valor pago. atendendo ainda ao critério do período de emissão do comprovante. data. o conjunto dos comprovantes deve ser igual ou superior a 50% do valor pago especificamente para o combustível.2 e 2. são aceitos comprovantes com data de emissão de até 02 dias antes ou 02 dias após a viagem. ou seja. à exceção do trecho em que o Sistema não sugere a quilometragem. Em situações excepcionais. no modelo da Fiotec. com direção hidráulica e ar condicionado. obrigatório no modelo da Fiotec.5 Para viagens onde houver alteração da quilometragem sugerida pelo Sistema. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . período da locação. Obs. 2. 3. Cupom fiscal (com CNPJ) do combustível (quando este não estiver coberto no valor da diária da locação). devendo ser compatível aos trechos e à quilometragem. disponível no Sistema em “Documentos para Download”. conforme itens 2. 2.3 Para Solicitação de Reembolso (criada ou convertida) são aceitos somente os comprovantes com data de emissão durante o período da viagem e compatível aos trechos (*) e à quilometragem. devendo ser igual ou maior que o valor informado na solicitação.3. seguro e taxas acrescidas ou justificativa informando da impossibilidade de realizar pesquisa de preço. de um mesmo beneficiário. Obs. para análise da UNA-SUS/Fiocruz. desde que compatível com a quilometragem total das duas solicitações.2016 . frente a inexistência de concorrência. com emissão durante o período da locação e com valor compatível com a quilometragem utilizada. a locação do veículo 4x4 pode ser autorizada mediante o envio da justificativa no campo Motivo da Viagem da Solicitação de Adiantamento.2 Para viagens cujo somatório dos trechos (*) da solicitação é superior 200 km.1 Para viagens cujo somatório dos trechos (*) da solicitação é de até 200 km. o conjunto dos Automóvel próprio ou comprovantes deve ser igual ou superior a 50% do valor pago terceiros especificamente para o combustível.1. Proposta de preço com três fornecedores. Quando da utilização de recibo. (*) Compreende-se o somatório da quilometragem dos trechos da cidade de origem + município (s) de destino + cidade de retorno. o conjunto dos comprovantes deve ser igual ou superior a 50% do valor pago especificamente para o combustível. 2. ou seja.

4. CPF e dados bancários. para prestação de contas. data (s) e horário (s) em cada um do (s) município(s). CPF. A declaração em papel timbrado deve ser assinada pelo gestor local. obrigatório no modelo da Fiotec. onde deverá constar obrigatoriamente o CNPJ ou CPF do prestador de serviço. além do Ofício da Instituição. constando o nome do beneficiário. onde deverá constar obrigatoriamente o CPNJ ou CPF do prestador de serviço. Cópia legível da nota ou cupom fiscal ou recibo (*). é necessária a apresentação do comprovante de hospedagem na prestação de contas. 1. deve apresentar todas as informações solicitadas. bem como data de entrada e saída. telefone para contato e valor do quilômetro rodado. para análise e aprovação da UNA-SUS/Fiocruz. mesmo que no município de origem do beneficiário. com a identificação do motorista. Ofício da Instituição informando sobre a necessidade de apoio financeiro para aquisição do combustível durante a viagem. além do nome do beneficiário que utilizou o veículo. 3. município e médico(s) supervisionado(s). 1. Em caso de táxi. Ordem de circulação do veículo ou mapa de viagem. obrigatório no modelo da Fiotec. O somatório dos comprovantes apresentados deve ser igual ou superior a 50% do valor pago especificamente para o combustível. incluindo o nome completo do prestador de serviço. JPG ou JPEG e documento em PDF com tamanho máximo de 05 MB por arquivo. o beneficiário deve apresentar uma declaração emitida em papel timbrado de cada Unidade Básica de Saúde. Para viagem de supervisão com necessidade de pernoite. (**) Em caso de nota fiscal eletrônica não é necessário o envio da nota fiscal original. no modelo da Fiotec. (*) O Recibo de Hospedagem. disponível no Sistema em “Documentos para Download”. . é obrigatório o envio antecipado do Ofício da Instituição para o e-mail suportemaismedicos@fiotec. período da viagem. Para carona. à exceção do tipo de transporte aéreo. informando o valor. incluindo ainda o volume de combustível e o valor pago. disponível no Sistema em “Documentos para Download”. (*) O recibo.2016 . Não é necessária a apresentação do CRV do veículo. Hospedagem Obs. Cópia legível da nota fiscal ou cupom fiscal. 2. referente ao meio de transporte ou recurso necessário para deslocamento (ida/volta). fatura ou recibo (*). período da viagem. quando este se tratar da única opção de transporte da solicitação. incluindo os seguintes dados: data da visita realizada. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . municípios (ou trechos) e o nome do beneficiário. o beneficiário deve apresentar a Declaração de Hospedagem disponível no Sistema. apresentar nota fiscal (**). 1. Os comprovantes devem ser salvos no formato GIF. 2. Para viabilizar o pagamento da diária do motorista no período da viagem de supervisão. incluindo a matrícula do mesmo. e a nota fiscal ou recibo (*).Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. em “Documentos para Download”. Outros 3. deve apresentar todas as informações solicitadas. data. Em caso de pernoite é necessário o envio do comprovante de hospedagem em nome do motorista. sendo obrigatório somente o envio da fatura ou do recibo original. bem como o itinerário percorrido. nome completo do motorista. trecho (s) e valor correspondente.br.fiocruz. valor da passagem e nome do beneficiário. Para municípios com menos de 20 mil habitantes e que não disponham de serviço de hospedagem. incluindo os dados da viagem. com emissão durante o período da viagem. total de diárias e nome do beneficiário. onde deve constar obrigatoriamente o CNPJ ou CPF do fornecedor. TIF ou TIFF. O valor estimado da ajuda de custo para viagem deve considerar a distância a ser percorrida e o valor do quilômetro rodado. sendo obrigatória a apresentação da proposta de preço com três empresas ou prestadores de serviço. mesmo no caso de Carro institucional quilometragem zerada.58 - Projeto Mais Médicos .

e anexar na prestação de contas a cópia do comprovante bancário de devolução do referido recurso. o beneficiário deve apresentar a Declaração de Extravio da Comprovação de Viagem. L3 Norte . devidamente assinada pelo próprio e também pelo Tutor da Instituição Supervisora. 4. Desta forma. que será submetida à análise da UNA-SUS/Fiocruz. Na prestação de contas devem constar o Relatório de Viagem. incluindo a justificativa da não realização da viagem solicitada. recomenda-se o arquivamento dos comprovantes até aprovação final da prestação de contas. “Automóvel alugado”. para os seguintes tipos de transporte da Solicitação de Adiantamento: “Carro institucional”. “Aquaviário” com valor superior a R$ 100. em “Documentos para Download”.00.Campus Universitário Darcy Ribeiro.70910-900 – Brasília . no prazo máximo de 15 (quinze) dias corridos. “Aquaviário fretado”. “Automóvel alugado”. além dos demais comprovantes apresentados no quadro anterior.8 Devolução do valor da solicitação Existem casos em que é necessário devolver à conta do Projeto MAIS MÉDICOS o valor referente ao pagamento da Solicitação de Adiantamento. à conta do Projeto MAIS MÉDICOS. “Aquaviário fretado”. bem como comprovante de hospedagem e em caso de Solicitação de Reembolso (criada ou convertida). Até a finalização do processo de análise da prestação de contas. táxi. Caso a solicitação de viagem tenha por objetivo a realização de reunião locorregional. destacado no item 4. ou seja.DF A/c: Departamento de Passagens e Diárias – PROJETO MAIS MÉDICOS 4. a Coordenação do Projeto pode solicitar os comprovantes originais. é obrigatório apresentar a programação da reunião e a lista de presença dos participantes. limitada a 02 (duas) declarações por ano. Endereço para envio dos comprovantes originais supracitados: ADM. . Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . Este item não se aplica como complemento do valor necessário para alcançar 50% do valor total da quilometragem. Caso os comprovantes não sejam recebidos no prazo citado. a Declaração de Extravio elimina a obrigatoriedade de envio dos comprovantes referentes a 50% do valor total da quilometragem da solicitação.5. que devem ser anexadas na prestação de contas via Sistema. devendo o beneficiário proceder com a devolução da diferença. conforme abaixo:  A viagem programada não foi realizada: o beneficiário deve devolver à conta do Projeto MAIS MÉDICOS o valor total recebido. O modelo da declaração está disponível no Sistema. como substituição de comprovantes.SE. a prestação de contas retorna ao status de pendência.59 - Projeto Mais Médicos .UNA-SUS Edifício FIOCRUZ – 2º Andar – Prédio Administrativo Av. “Voo fretado” e táxi.2016 . Gleba A SC4 Campus da Universidade de Brasília – UnB . “Aéreo”.7 Extravio de comprovantes de viagens Excepcionalmente. quando houver extravio dos comprovantes de viagem. devem ser encaminhados à UNA-SUS.6 Comprovantes originais para prestação de contas Os comprovantes originais de despesas (nota fiscal. recibo e fatura) referentes a “Voo fretado”. de 50% do valor recebido especificamente para combustível. a contar da data de retorno da viagem realizada. Cabe ressaltar que na utilização de “Automóvel próprio”. 4. conforme endereço abaixo. Recibo de Hospedagem e outros. com exceção da nota fiscal eletrônica.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem.

Fundação para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico em Saúde). Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . que implique em acréscimo de valor. deverá proceder à devolução do recurso. e anexar na prestação de contas a cópia do comprovante bancário de devolução do referido recurso.  Alteração no tipo de transporte e/ou no município solicitado: após avaliação das instâncias de aprovação.2016 . A devolução deve ocorrer de forma individual para cada uma das solicitações. tipo de transporte e município supervisionado. bem como apresentar os respectivos comprovantes conforme apresentado no item 1.  Alteração nas datas programadas que implique em redução do período da viagem: o beneficiário deve devolver à conta do Projeto MAIS MÉDICOS o valor da diária referente ao período não utilizado e inserir a justificativa da alteração no Relatório de Viagem.11. conforme apresentado no item 1. conforme orientação da UNA-SUS ou da Coordenação Fiocruz. conforme orientação dada a partir da análise realizada. devidamente justificada e aprovada pelo Tutor.  Médico ausente no período da viagem: o beneficiário que realizar visita à Unidade Básica de Saúde cujo médico encontra-se de férias. 4. a ser notificado pela Fiotec ao beneficiário. bem como apresentar os respectivos comprovantes conforme apresentado no item 1. Banco do Brasil.  Valor da ajuda de custo do transporte realizado inferior ao valor da ajuda de custo do transporte solicitado (não se aplica ao valor destinado à diária): o beneficiário deve devolver o valor não utilizado à conta do Projeto MAIS MÉDICOS e inserir a justificativa no Relatório de Viagem.11. apenas no caso de 01 (um) médico por município.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. conforme abaixo: .60 - Projeto Mais Médicos . Lembrando que o comprovante da devolução deve ser anexado na prestação de contas encaminhada via Sistema.9 Ressarcimento de despesas Quando houver alteração na programação inicial da Solicitação de Adiantamento. não sendo aceita a devolução de várias solicitações em um único depósito. e anexar na prestação de contas a cópia do comprovante bancário de devolução do referido recurso. Essas alterações são limitadas ao período da viagem. à conta do Projeto MAIS MÉDICOS e anexar na prestação de contas a cópia do comprovante bancário de devolução do referido recurso. integral ou parcial. Em caso de devolução o valor deve ser depositado na conta do Projeto MAIS MÉDICOS.11 deste Tutorial.  Falta de comprovantes obrigatórios de prestação de contas: o beneficiário que não apresentar os comprovantes obrigatórios para prestação de contas. inserir a justificativa no Relatório de Viagem e anexar na prestação de contas a cópia do comprovante bancário de devolução do referido recurso. Neste caso o valor deve ser devolvido à conta do Projeto MAIS MÉDICOS e na prestação de contas deverá constar a cópia do comprovante bancário de devolução do referido recurso. podendo ser solicitado o ressarcimento do valor não reembolsável pela cia área. o beneficiário deve devolver o valor não utilizado à conta do Projeto MAIS MÉDICOS e inserir a justificativa no Relatório de Viagem.11. deve devolver o valor referente ao deslocamento para o município e/ou diária à conta do Projeto MAIS MÉDICOS. e anexar na prestação de contas a cópia do comprovante bancário de devolução do referido recurso.  Cancelamento da passagem aérea em quaisquer dos trechos disponibilizados: será avaliada a justificativa apresentada no pedido de cancelamento prévio e no Relatório de Viagem. bem como apresentar os respectivos comprovantes conforme apresentado no item 1. o beneficiário pode solicitar o ressarcimento de tais despesas através do envio da Solicitação de Reembolso que será analisada pelas demais instâncias de aprovação. Agência 2234- 9 C/C 7164-1 (Fiotec . licença ou outro motivo de afastamento.

Após aprovação.fiocruz.385. 4. devido a alteração no tipo de transporte e/ou município visitado: o beneficiário. . deve inserir a justificativa da alteração no Relatório de Viagem da Solicitação de Adiantamento.  O valor utilizado foi superior ao valor solicitado. táxi e “Aquaviário” com valor superior a R$ 100. veja em Solicitação de Reembolso criada. além de apresentar os respectivos comprovantes deste período.RJ CNPJ nº 02. para análise da UNA-SUS/Fiocruz. encaminhar mensagem para suportemaismedicos@fiotec. ao realizar a prestação de contas. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição .036. “Automóvel alugado”. nº 4. 10º andar.2016 .Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem.10 Dados cadastrais para emissão dos comprovantes de despesas Os comprovantes (nota fiscal. o beneficiário pode criar a Solicitação de Reembolso no Sistema.  Alteração nas datas programadas que implique em ampliação no período da viagem: o beneficiário. Brasil.669/0001-74 . ao realizar a prestação de contas. Cabe destacar que apenas as solicitações de Adiantamento com status “Liberada para Pagamento” podem gerar pendência de prestação de contas.br. “Aquaviário fretado”. Manguinhos – CEP: 21040-361 – Rio de Janeiro . 4. o beneficiário pode criar a Solicitação de Reembolso no Sistema.Fundação para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico em Saúde Av.Inscrição Municipal: 02420228 Em caso de dúvida ou outros assuntos relacionados a prestação de contas.11 Iniciando a prestação de contas no Sistema Após retorno da viagem aprovada. recibo ou fatura) de despesas com “Voo fretado”.61 - Projeto Mais Médicos . devem ser emitidos em nome da FIOTEC: FIOTEC . para análise da UNA-SUS/Fiocruz. o Sistema identifica a pendência de prestação de contas exibindo a seguinte tarefa: “Solicitação de Adiantamento pendente de prestação de contas”. incluindo o período realizado da viagem. Após aprovação. deve inserir as informações da alteração realizada e a justificativa no Relatório de Viagem da Solicitação de Adiantamento. na tela “Minhas Tarefas”. bem como apresentar os respectivos comprovantes de viagem.00.Inscrição Estadual: 77469770 . Para maiores informações a respeito da criação de uma Solicitação de Reembolso.

Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. Documentos disponíveis para download . TIF ou TIFF.2016 . no menu superior à direita do Sistema. além do envio dos respectivos comprovantes de viagem. que poderá ser localizado em “Documentos para Download”. JPG ou JPEG e em PDF com tamanho máximo de 5 MB por arquivo. que deverão ser digitalizados e salvos nos seguintes formatos: GIF. Para realizar a prestação de contas é obrigatório o preenchimento e envio do Relatório de Viagem.62 - Projeto Mais Médicos . Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição .

Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. .63 - Projeto Mais Médicos .1° Passo: preencher e salvar o Relatório de Viagem. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição .2016 .

2016 . . Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição .Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem.64 - Projeto Mais Médicos .

.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. clique em “Solicitação de Adiantamento pendente de prestação de contas”. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição .65 - Projeto Mais Médicos .2016 .Exemplo de DETALHAMENTO DA VIAGEM para supervisão in loco: Exemplo de DETALHAMENTO DA VIAGEM para reunião locorregional: 2° Passo: para iniciar.

66 - Projeto Mais Médicos .Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. . 4° Passo: anexar o Relatório de Viagem e os respectivos comprovantes de viagem.3° Passo: clique em “+ Criar Prestação” da solicitação desejada. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição .2016 .

selecione o tipo de documento de acordo com a classificação do arquivo a ser anexado e clique em “+ Adicionar”. clique em Escolher arquivos Clique em “Escolher arquivo” para buscar o arquivo que se deseja anexar na prestação de contas. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição .ver orientações em Extravio de comprovantes de viagens. Além do Relatório e dos comprovantes de viagem. como:  “Devolução de Adiantamento”. clique no botão “Enviar Prestação”.2016 .Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. escolher o novo tipo de documento e adicionar ao Sistema. Em seguida. Selecione o tipo de documento anexado e clique no botão Adicionar Para anexar os documentos comprobatórios. Para inserir mais de um tipo de documento. Para finalizar e enviar a prestação de contas. localizado no menu superior à direita. destinado ao comprovante de depósito do valor ressarcido à conta do Projeto MAIS MÉDICOS – ver orientações em Devolução do valor da solicitação.67 - Projeto Mais Médicos . o Sistema permite a seleção de outros tipos documentos. .  “Declaração de Extravio” . basta repetir o processo de seleção do arquivo. Os modelos dos formulários podem ser acessados através da opção ”Documentos para Download”.

para providências quanto a ajustes na documentação ou para maiores esclarecimentos sobre as informações preenchidas e/ou comprovantes apresentados. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . através do Histórico da prestação de contas. pelas instâncias de aprovação. quando da análise das solicitações.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. Essa verificação é realizada pelas instâncias de aprovação (Grupo Gestor e Fiocruz).68 - Projeto Mais Médicos .2016 . . O beneficiário pode acompanhar o status da prestação de contas enviada. considerando que o Sistema atribui ao status de pendência apenas as prestações de contas não enviadas. Todas as prestações de contas devolvidas retornam ao status de pendência até que sejam reenviadas com os ajustes necessários. O processo de envio da prestação de contas está concluído e aguardando a análise das respectivas instâncias de aprovação.12 Editando uma prestação de contas devolvida Quem utiliza este procedimento? Quando utilizar? Para realizar ajustes na prestação de contas devolvida (reprovada) Supervisores e Tutores. A prestação de contas encaminhada via Sistema pode ser devolvida por uma das instâncias de aprovação. 4. para verificar a tramitação do processo nas instâncias de aprovação. Após o envio o Sistema exibe uma mensagem de sucesso no topo da tela.

2016 . Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . conforme tela abaixo: . Em seguida. clique no número da prestação de contas.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. clique na aba “Histórico da Prestação” localizada na barra superior.1° Passo: as prestações de contas devolvidas (reprovadas) aparecem para o beneficiário na tela de Minhas Tarefas. O exemplo a seguir apresenta a devolução de uma Solicitação de Adiantamento para ajuste.69 - Projeto Mais Médicos . Clique em Prestação de Contas devolvidas 2° Passo: será apresentada a seguinte tela com todas as prestações de contas devolvidas: Na coluna “Histórico” é possível visualizar o motivo da devolução informado pela instância responsável pela reprovação da prestação de contas. Para visualizar mais informações do histórico.

2016 .Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. corrigir ou cancelar a prestação de contas devolvida: .3° Passo: para editar.70 - Projeto Mais Médicos . Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição .

conforme disposto na Portaria MPOG 98/2003 e Decreto 5. cuja reprovação por quaisquer das instâncias de aprovação inviabiliza somente o pagamento antecipado pela Fiotec. o beneficiário deve realizar os ajustes necessários.992/2006. Frente ao exposto. aproveitando ainda para excluir os documentos que foram substituídos após os acertos processados. 5. O Sistema irá exibir a mensagem de sucesso.2016 . para enviar a prestação de contas clique em “Enviar prestação”. o Sistema disponibiliza todos os arquivos anexados para edição. A conversão em Reembolso deve ocorrer após o retorno da viagem e. que seguirá novamente o fluxo de aprovação. registrará a ação no Histórico da prestação. As prestações de contas reenviadas retornam ao fluxo normal de aprovação. a Solicitação de Reembolso tem por objetivo o atendimento das seguintes situações:  Reembolso Convertido: originado a partir da conversão de uma Solicitação de Adiantamento. pois caracteriza-se pelo reconhecimento de uma despesa sem prévia autorização da Coordenação do Projeto na Fiocruz. os dados desta Solicitação devem refletir na íntegra a referida viagem. ou seja. . A partir do motivo da devolução. Solicitação de Reembolso de passagens. o Reembolso deve ser concedido em casos excepcionais. portanto. seguem todas as etapas das prestações enviadas pela primeira vez. para conversão da Solicitação de Adiantamento em Reembolso Conforme apontamentos dos órgãos de controle da União. Ao final. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição .Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem.71 - Projeto Mais Médicos . Clique em Editar para realizar os ajustes solicitados Ao selecionar a opção “Editar”. diárias e ajuda de custos Quem utiliza este procedimento? Quando utilizar? Para complementação de uma Solicitação de Adiantamento aprovada ou Supervisores e Tutores.

o beneficiário recebe uma notificação por e-mail conforme figura abaixo. excepcionalmente alteração na programação inicial. Quando uma solicitação é reprovada pelo Grupo Gestor e Fiocruz. O exemplo a seguir apresenta a devolução de uma Solicitação de Adiantamento para ajuste. Clique em Solicitações de Adiantamento devolvidas . visto que a viagem já aconteceu e não houve tramitação para pagamento por motivo de reprovação da solicitação por uma das instâncias de aprovação.72 - Projeto Mais Médicos . além do beneficiário (Supervisor).  Reembolso Criado: destinado ao complemento de uma Solicitação de Adiantamento aprovada e liberada para pagamento.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem.1 Solicitação de Adiantamento convertida em Reembolso Quando ocorrer a devolução de uma Solicitação de Adiantamento para ajuste. Estas alterações são limitadas e estão descritas no item 5. 1° Passo: as solicitações de Adiantamento (reprovadas) aparecem para o beneficiário na tela de Minhas Tarefas. onde ocorreu. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição .2 do Tutorial. o Tutor também recebe uma notificação. com a data da viagem expirada. Sempre que uma solicitação é devolvida (reprovada). o beneficiário precisa converter a Solicitação de Adiantamento em Reembolso.2016 . 5.

clique na aba “Histórico da Solicitação” localizada na barra superior.73 - Projeto Mais Médicos .2016 .2° Passo: será apresentada a seguinte tela com todas as solicitações de Adiantamento devolvidas: Na coluna “Histórico” é possível visualizar o motivo da devolução informado pela instância que reprovou a solicitação. conforme tela abaixo: 3° Passo: para converter a solicitação devolvida clique em “Editar”. Em seguida. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . . Para visualizar mais informações do histórico.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. clique no número da solicitação.

por apresentar as datas de viagem já expiradas. 4° Passo: em seguida clique em “Converter”.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. Ao clicar em “Editar”. conforme tela abaixo: . A opção “converter” permite que a Solicitação de Adiantamento se transforme automaticamente em Reembolso. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição .74 - Projeto Mais Médicos . o Sistema realiza a verificação das datas preenchidas na Solicitação de Adiantamento e exibe uma mensagem ao identificar a impossibilidade de tramitação através de Adiantamento. o Sistema exibe uma mensagem de sucesso. Ao clicar na opção “converter”.2016 .

conforme tela abaixo.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. .1. 5. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . Após exibição da mensagem de sucesso.2016 . As orientações de preenchimento são as mesmas da Solicitação de Adiantamento. Desta forma. por se tratar de uma Solicitação de Reembolso. que estão especificadas abaixo. 1° Passo: Todos os campos da Solicitação de Reembolso devem ser revisados. com algumas pequenas particularidades. o Tutor recebe uma notificação por e-mail. motivo pelo qual o ressarcimento está sendo gerado através da Solicitação de Reembolso. de forma a refletir exatamente a viagem realizada.a Tutor responsável pela aprovação prévia da viagem É necessário informar o nome do Tutor que aprovou previamente a alteração na Solicitação de Adiantamento. é necessário que o beneficiário revise todo conteúdo. Quando o Supervisor cria uma Solicitação de Reembolso e seleciona o nome do Tutor responsável pela aprovação prévia da viagem. o Sistema habilita todos os campos para edição. atualizando os campos de acordo com as informações da viagem já realizada.75 - Projeto Mais Médicos .

A cidade de origem deve ser a mesma de retorno.5.b UF e cidade de origem e retorno Os campos devem ser revisados a partir das informações preenchidas na Solicitação de Adiantamento e precisam refletir a viagem realizada Os campos UF e cidade de origem e retorno são preenchidos automaticamente a partir das informações de residência do beneficiário no cadastro da UNA-SUS.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem.2016 . . No caso da Solicitação de Reembolso convertida essas informações já foram preenchidas previamente na Solicitação de Adiantamento e devem ser revisadas. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição .76 - Projeto Mais Médicos .1.

c UF e município de destino Revisar os municípios que foram selecionados na Solicitação de Adiantamento. recebem apenas ajuda de custo referente ao deslocamento. As orientações para incluir ou excluir destinos são as mesmas da Solicitação de Adiantamento. além da ajuda de custo. o Supervisor não deve acrescentar o município na Solicitação de Reembolso. No caso da Solicitação de Reembolso.77 - Projeto Mais Médicos .2016 . caso o município selecionado não esteja vinculado à Instituição Supervisora. localizado no final da solicitação. Neste caso. de forma a refletir exatamente as visitas realizadas. o beneficiário também recebe a diária. Caso haja necessidade de acrescentar mais municípios. Para visitas dentro do mesmo município de origem é necessário informar o logradouro a ser visitado no campo Motivo da Viagem. com objetivo de otimizar os recursos do Projeto e respeitar o princípio da economicidade. Atendendo aos parâmetros estabelecidos. sem pernoite. o Sistema indica uma “não conformidade” no momento do envio da solicitação. a ordem de preenchimento dos municípios de supervisão deve refletir exatamente o roteiro realizado durante a viagem. Lembrando que os municípios devem ser ordenados conforme Relatório de Viagem. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . licença ou outro tipo de afastamento do profissional. O agendamento prévio da visita de supervisão é obrigatório. As viagens dentro do município de origem. Se houver pernoite. O campo de “Destino” tem por objetivo a indicação dos municípios onde foram realizadas as visitas de supervisão e não deve ser utilizado como roteiro da viagem. Nas situações de férias regulares. assim como apresentar o comprovante de hospedagem na prestação de contas. . faz-se necessário justificar o pernoite no campo Motivo da Viagem. o beneficiário deve encadear destinos.1. recomenda-se o agrupamento de municípios próximos numa mesma solicitação de viagem. O Sistema exibe uma listagem com todos os municípios cadastrados no IBGE e. considerando ainda que cada Supervisor deve apresentar disponibilidade para realizar as viagens e executar o plano de supervisão.5. Caso o deslocamento seja realizado ainda assim.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. o Supervisor não deve realizar a visita à Unidade Básica de Saúde.

1. Não é permitida a seleção das opções: todos. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . deve-se acrescentar as datas conforme o ocorrido. manhã ou noite e tarde ou noite. manhã ou tarde. considerando que não se trata de programação. sendo as opções cabíveis: manhã.e Tipos de transporte . 5.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. Na Solicitação de Reembolso deve-se informar exatamente em qual período aconteceu a viagem realizada.d Data e período da viagem Considerando que na Solicitação de Reembolso convertida a viagem já foi realizada.1. O período é uma informação necessária para identificar em qual momento do dia foi realizada a viagem para visita de supervisão. e sim do detalhamento do ocorrido durante a realização da visita de supervisão.78 - Projeto Mais Médicos .2016 . respeitando sempre o prazo de vigência do Projeto MAIS MÉDICOS.5. tarde e noite.

Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. O valor concedido é de R$ 95.79 - Projeto Mais Médicos . Qualquer alteração nas informações da solicitação pode modificar o valor total a ser pago ao beneficiário.00 Diferente Cidade de Origem ½ Diária = R$ 125.00. mesmo que não haja o acionamento do botão indicado. .2016 .f Valor de diária e adicional de deslocamento O Sistema faz o cálculo automático da quantidade de diárias a partir da verificação do período de viagem e do município a ser visitado. no valor de R$ 125. o beneficiário deve clicar no botão ao lado do “Total a Pagar”.g Cálculo do valor total da solicitação Clique no botão para atualizar o valor total a pagar Após o preenchimento das informações de destino da viagem.1. “Carro institucional”. Na Solicitação de Reembolso convertida não é permitida alteração nas opções “Aéreo” (com bilhete de passagem emitido). “Automóvel alugado” e “Outros”. Cabe ressaltar que o Sistema atualiza o valor total a pagar após o envio da solicitação. as orientações para preenchimento são as mesmas da Solicitação de Adiantamento. que foram avaliadas quando do envio da Solicitação de Adiantamento. As opções “Aéreo”. 5. MUNICÍPIO DE SUPERVISÃO SEM PERNOITE COM PERNOITE Igual Cidade de Origem ½ Diária = 0 Diária = R$ 250. a diária é de R$ 250. O valor da diária com necessidade de pernoite é de R$ 250. apenas para município diferente da cidade de origem. para o cálculo do valor total da solicitação. “Aquaviário fretado” e “Voo fretado” também não podem ser incluídas na Solicitação de Reembolso convertida. o beneficiário deve clicar novamente no botão ao lado do “Total a Pagar” para recalcular o valor total da solicitação.00.00 Com exceção das opções de transporte “Automóvel próprio”. à exceção da situação abaixo. calculado automaticamente pelo Sistema por município visitado. no município diferente da cidade de origem. Sendo assim. “Automóvel alugado”. sem pernoite. recebem apenas ajuda de custo referente ao deslocamento. Para viagens com retorno na mesma data. O tipo de transporte deve ser selecionado de acordo com a viagem realizada em cada município.00. independentemente do número de dias de permanência no local. Caso seja preciso utilizar dois tipos de transporte para visitar o mesmo município. 5.00 Diária = R$ 250.1. todos os demais garantem o recebimento do Adicional de Deslocamento em caso de viagem fora da cidade de origem. o Sistema calcula ½ diária. assim como as instruções sobre cada tipo de transporte.00. As viagens dentro do município de origem. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . Se houver pernoite. “Aquaviário fretado” e “Voo fretado”. devendo já constar na Solicitação de Adiantamento preenchida previamente. “Automóvel alugado”. antes de enviar a solicitação. para auxiliar na locomoção interna em cada município.

O agendamento prévio da visita de supervisão é obrigatório. Nas situações de férias regulares.h Médicos visitados Revisar os médicos que foram selecionados anteriormente. Considerando que na Solicitação de Reembolso convertida a viagem já foi realizada. ao programar a viagem.1. para evitar o atraso na aprovação da solicitação. o Supervisor deve acrescentar alguns esclarecimentos importantes no campo Motivo da viagem. Para apoiar o processo de análise das instâncias de aprovação e evitar a devolução da solicitação para ajuste. o beneficiário deve indicar os dados do médico no campo Motivo da viagem. O Sistema irá gerar uma “não conformidade” se identificar no banco de dados que o médico listado se encontra inativo durante o período da viagem informado. considerando que o processo de análise consiste em verificar a quantidade de médicos supervisionados x período de viagem x km de deslocamento nos municípios. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . . somente os médicos supervisionados devem constar na listagem da Solicitação de Reembolso. de modo que constem apenas aqueles que foram de fato supervisionados. deve-se revisar a listagem dos médicos selecionados. Desta forma. Importante salientar que em algumas solicitações existe a necessidade de detalhamento das Unidades Básicas de Saúde. sendo necessário que o beneficiário apresente a justificativa ao apontamento realizado pelo Sistema no campo Motivo da Viagem. o beneficiário deve solicitar ao Grupo Gestor (UNA-SUS) a regularização junto à base de dados e.80 - Projeto Mais Médicos . que são necessários para o entendimento da dinâmica da viagem programada. para análise do deslocamento interno no município visitado. Caso um médico não seja identificado pelo Sistema. incluindo o nome do médico. CPF e município de lotação. Lembrando que a listagem deve ser a mesma do Relatório de Viagem.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. de acordo com as informações cadastradas.5. de forma a refletir exatamente os médicos supervisionados. Desta forma. licença ou outro tipo de afastamento do profissional. o Supervisor deve confirmar se existe tempo hábil para realização da visita de supervisão.2016 . o Supervisor não deve realizar a visita à Unidade Básica de Saúde.

1.5.  Justificativa para solicitação criada fora do prazo de antecedência de 10 dias.  Outros esclarecimentos acerca da viagem solicitada.  Justificativa para locação de veículo com características diferentes da regra estabelecida.  Justificativa para pernoite em caso de supervisão no mesmo município de origem.1. Grupo Gestor e Fiocruz).  Justificativa de viagem em final de semana ou feriado nacional.2016 . caso não seja identificado na listagem do Sistema.  Detalhamento das Unidades Básicas de Saúde visitadas. . pois a sua aprovação depende da avaliação das instâncias de aprovação (Tutor. Caso haja alguma “não conformidade” na solicitação.  Detalhamento do bairro ou distrito exato a ser visitado em caso de supervisão dentro do mesmo município de origem.  Informação do nome e CPF do médico. Este campo deve ser utilizado também para:  Justificativa de alteração na quilometragem sugerida pelo Sistema.j Envio da Solicitação de Reembolso convertida Ao final da revisão e atualização dos dados da viagem.  Informação dos valores cotados com três empresas para “Automóvel alugado”.i Motivo da viagem É obrigatório informar o motivo da viagem para a qual está sendo enviada a solicitação.81 - Projeto Mais Médicos .  Justificativa para alteração da cidade de origem e retorno. Contudo. como 4x4 por exemplo. se solicitado. o Sistema não impede o envio da solicitação.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. “Voo fretado” e táxi. clique em “Enviar Solicitação”. “Aquaviário fretado”. a tela abaixo é apresentada.  Justificativa para não apresentação de três propostas de preço para “Automóvel alugado”. “Aquaviário fretado”. 5. mesmo apresentando “não conformidade”. seja para visita de supervisão ou reunião locorregional. “Voo fretado” e táxi. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição .

2016 .1. o beneficiário deve clicar em “Não” e retornar à solicitação para realizar os ajustes necessários ou justificar a “não conformidade” apontada. Os arquivos devem ser salvos no formato GIF. Por outro lado. o Sistema não reconhece o conteúdo da justificativa por se tratar de um campo para texto livre. A prestação de contas da Solicitação de Reembolso segue a mesma orientação da prestação de contas da Solicitação de Adiantamento. Quando o Supervisor altera a solicitação para adequá-la às regras estabelecidas. .9 Apresentação da prestação de contas deste Tutorial. Declaração de Comparecimento e dos respectivos comprovantes de viagem. conforme item 1.k Prestação de contas da Solicitação de Reembolso convertida Após o envio da Solicitação de Reembolso. sendo esta etapa obrigatória para que a Solicitação de Reembolso siga o fluxo de aprovação no Sistema. TIF ou TIFF. 5. a “não conformidade” apontada é eliminada e a solicitação segue o fluxo de análise após o reenvio da solicitação. JPG ou JPEG e documento em PDF com tamanho máximo de 05 MB por arquivo. Neste caso.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. que são exigidos de acordo com o tipo de transporte selecionado e que atenda aos apontamentos dos órgãos de controle. Assim. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . o beneficiário precisa confirmar o envio clicando na opção “Sim”. O exemplo abaixo exibe uma solicitação com apenas uma (01) “não conformidade”.82 - Projeto Mais Médicos . a “não conformidade” permanece sinalizada após novo envio da solicitação. Por este motivo. o Sistema exibe a tela para apresentação da prestação de contas. e a justificativa será analisada pelas instâncias de aprovação. quando as informações preenchidas precisam ser mantidas e são devidamente justificadas. e é composta pelo Relatório de Viagem.

83 - Projeto Mais Médicos . Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . Documentos disponíveis para download .1° Passo: preencher e salvar o Relatório de Viagem.2016 .Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem.

2016 . Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição .84 - Projeto Mais Médicos . .Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem.

Exemplo de DETALHAMENTO DA VIAGEM para supervisão in loco:

Exemplo de DETALHAMENTO DA VIAGEM para reunião locorregional:

2° Passo: anexar o Relatório de Viagem e os comprovantes de viagem.

- 85 -
Projeto Mais Médicos - Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem, Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão

4ª Edição - 2016

Selecione o tipo de documento anexado e
clique no botão Adicionar

Para anexar os documentos
comprobatórios, clique em
Escolher arquivos

Clique em “Escolher arquivo” para buscar o arquivo que se deseja anexar na prestação de contas. Em seguida, selecione
o tipo de documento de acordo com a classificação do arquivo a ser anexado e clique em “+ Adicionar”. Para inserir mais de um
tipo de documento, basta repetir o processo de seleção do arquivo, escolher o novo tipo de documento e adicionar ao Sistema.

Além do Relatório e dos comprovantes de viagem, o Sistema permite a seleção de outros tipos documentos, como:

 “Devolução de Adiantamento”, destinado ao comprovante de depósito do valor ressarcido à conta do Projeto MAIS
MÉDICOS – ver orientações em Devolução do valor da solicitação;
 “Declaração de Extravio” - ver orientações em Extravio de comprovantes de viagens;

Os modelos dos formulários podem ser acessados através da opção ”Documentos para Download”, localizado no menu
superior à direita.

Para finalizar e enviar a prestação de contas, clique no botão “Enviar Prestação”.

- 86 -
Projeto Mais Médicos - Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem, Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão

4ª Edição - 2016

Após o envio os exibe uma mensagem de sucesso no topo da tela. O processo de envio da prestação de contas está
concluído e aguardando a análise das respectivas instâncias de aprovação.

O beneficiário pode acompanhar o status da Solicitação de Reembolso enviada, para verificar a tramitação do processo
nas instâncias de aprovação, através do Histórico da Solicitação.

Quando o Tutor cria uma Solicitação de Reembolso para um Supervisor, o beneficiário (Supervisor) recebe
um e-mail informando que uma nova solicitação foi criada, conforme abaixo. Cabe destacar que neste caso o Tutor
fica responsável por todo processo envolvendo a solicitação, incluindo a prestação de contas.

- 87 -
Projeto Mais Médicos - Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem, Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão

4ª Edição - 2016

88 - Projeto Mais Médicos . registrando e justificando as mudanças realizadas. ler atentamente o painel com as instruções para preenchimento da solicitação e. 2° Passo: após clicar no campo para criação de uma Solicitação de Reembolso. 1º Passo: na tela Minhas Tarefas Existem duas formas de acesso à tela de envio da Solicitação de Reembolso. clicar em “Li e concordo”. A segunda é no campo “+ Nova Solicitação de Reembolso”. As alterações com possibilidade de ressarcimento são limitadas ao período da viagem. “Aquaviário fretado” e “Voo fretado”. o beneficiário deve criar a Solicitação de Reembolso.5. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . conforme abaixo:  Período da viagem: não pode ser anterior ou posterior a 05 dias da programação inicial. . que serão avaliadas pelas instâncias de aprovação.2016 . tipo de transporte e município supervisionado.2 Solicitação de Reembolso criada A Solicitação de Reembolso criada após a realização da viagem destina-se ao complemento de uma Solicitação de Adiantamento aprovada e liberada para pagamento.  Município supervisionado: não pode haver alteração de todos os municípios previamente programados. com necessidade de alteração da viagem durante a sua realização. “Automóvel alugado”.  Tipo de transporte: não pode ser incluída a utilização das opções “Aéreo”. A primeira é através do menu “Solicitação” e depois “Criar Solicitação de Reembolso”. conforme telas abaixo. O preenchimento da Solicitação de Reembolso é similar ao preenchimento da Solicitação de Adiantamento. ao final. Somente após aprovação final da prestação de contas da Solicitação de Adiantamento e autorização para reembolso das despesas. o beneficiário deve enviar a prestação de contas da Solicitação de Adiantamento. acarretando em aumento do valor total da solicitação inicial. Antes de criar uma Solicitação de Reembolso.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem.

Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição .89 - Projeto Mais Médicos .Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem.2016 . .

3° Passo: em seguida é exibida a tela de Solicitação de Reembolso. conforme abaixo: .2016 .Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem.90 - Projeto Mais Médicos . Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição .

Quando o Supervisor cria uma Solicitação de Reembolso e seleciona o nome do Tutor responsável pela alteração prévia da viagem.2.2.b Envio da Solicitação de Reembolso criada Ao encerrar o preenchimento da Solicitação de Reembolso criada.2016 . 5.5.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. . motivo pelo qual o ressarcimento está sendo gerado através da Solicitação de Reembolso. A Solicitação de Reembolso criada deve ser preenchida inicialmente com as mesmas informações da Solicitação de Adiantamento original. conforme tela abaixo. após verificação da solicitação.a Tutor responsável pela aprovação prévia da viagem É necessário informar o nome do Tutor que aprovou previamente a alteração na Solicitação de Adiantamento. As adaptações serão solicitadas pelas instâncias de aprovação.91 - Projeto Mais Médicos . clique em “Enviar Solicitação”. de acordo com cada situação apresentada. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . o Tutor recebe uma notificação por e-mail.

. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . basta repetir o processo de seleção do arquivo. Além do Relatório e dos comprovantes de viagem. Em seguida. escolher o novo tipo de documento e adicionar ao Sistema. como Relatório de Viagem e demais comprovantes.92 - Projeto Mais Médicos . como:  “Devolução de Adiantamento”.2016 .5. conforme abaixo. clique em Escolher arquivos Clique em “Escolher arquivo” para buscar o arquivo que se deseja anexar na prestação de contas. na Solicitação de Reembolso criada os arquivos anexados. sendo esta etapa obrigatória para que a Solicitação de Reembolso siga o fluxo de aprovação no Sistema. selecione o tipo de documento de acordo com a classificação do arquivo a ser anexado e clique em “+ Adicionar”. o Sistema exibe a tela para apresentação da prestação de contas. Para inserir mais de um tipo de documento.c Prestação de contas da Solicitação de Reembolso criada Após o envio da Solicitação de Reembolso. o Sistema permite a seleção de outros tipos documentos. Selecione o tipo de documento anexado e clique no botão Adicionar Para anexar os documentos comprobatórios.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. devem ser os mesmos apresentados na prestação de contas da Solicitação de Adiantamento.2. destinado ao comprovante de depósito do valor ressarcido à conta do Projeto MAIS MÉDICOS – ver orientações em Devolução do valor da solicitação. incluindo todas as informações e documentos relativos às mudanças realizadas. Considerando o objetivo da complementação de uma solicitação enviada previamente.

2016 . incluindo a prestação de contas. Após o envio os exibe uma mensagem de sucesso no topo da tela. Para finalizar e enviar a prestação de contas. clique no botão “Enviar Prestação”. Cabe destacar que neste caso o Tutor fica responsável por todo processo envolvendo a solicitação. O processo de envio da prestação de contas está concluído e aguardando a análise das respectivas instâncias de aprovação.ver orientações em Extravio de comprovantes de viagens.  “Declaração de Extravio” . conforme abaixo. o beneficiário (Supervisor) recebe um e-mail informando que uma nova solicitação foi criada. através do Histórico da Solicitação. Quando o Tutor cria uma Solicitação de Reembolso para um Supervisor. para verificar a tramitação do processo nas instâncias de aprovação. . O beneficiário pode acompanhar o status da Solicitação de Reembolso enviada.93 - Projeto Mais Médicos .Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição .

o Sistema apresenta as Solicitações de Reembolso sem prestação de contas na tarefa “Solicitações de Reembolso não concluídas”.5.2016 . considerando que a Solicitação de Reembolso exige a apresentação da prestação de contas.94 - Projeto Mais Médicos . Contudo. .2. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição .Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem.d Prestação de contas não concluída da Solicitação de Reembolso criada O Sistema permite que o beneficiário conclua a fase de upload da documentação comprobatória num segundo momento. clique no botão “Criar prestação”. Clique em Solicitações de Reembolso não concluídas Para iniciar a prestação de contas. Assim. conforme tela abaixo. todo processo ficará aguardando a finalização para seguir o fluxo de análise e aprovação.

3 Editando uma Solicitação de Reembolso devolvida Quem utiliza este procedimento? Quando utilizar? Para realizar ajustes na Solicitação de Reembolso devolvida Supervisores e Tutores. da prestação de contas da Solicitação de Reembolso criada. Após o envio o Sistema exibe uma mensagem de sucesso no topo da tela.95 - Projeto Mais Médicos .2016 . O processo de envio da prestação de contas está concluído e a Solicitação de Reembolso é enviada para análise das respectivas instâncias de aprovação. além do beneficiário (Supervisor). 1° Passo: as solicitações de Reembolso (reprovadas) aparecem para o beneficiário na tela de Minhas Tarefas. .Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . (reprovada) pelas instâncias de aprovação. o beneficiário recebe uma notificação por e-mail conforme figura abaixo. 5. Quando uma solicitação é reprovada pelo Grupo Gestor e Fiocruz. Sempre que uma solicitação é devolvida (reprovada). Os próximos passos são os mesmos do item anterior. O exemplo a seguir apresenta a devolução de uma Solicitação de Reembolso para ajuste. o Tutor também recebe uma notificação.

2016 . Clique em Solicitações de Reembolso devolvidas 2° Passo: será apresentada a seguinte tela com todas as solicitações devolvidas: Na coluna “Histórico” é possível visualizar o motivo da devolução informado pela instância que reprovou a solicitação. Para visualizar mais informações do histórico. clique no número da solicitação. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . clique na aba “Histórico da Solicitação” localizada na barra superior.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. Em seguida. conforme tela abaixo: .96 - Projeto Mais Médicos .

seguem todas as etapas das solicitações enviadas pela primeira vez. o Sistema apresenta a mensagem de sucesso. registra a ação no histórico. . Em seguida o Sistema exibe a tela de prestação de contas. corrigir ou cancelar solicitação devolvida: Clique em Editar para realizar os ajustes solicitados ou Cancelar para cancelar a solicitação e finalizar o processo A opção “editar” permite que a Solicitação de Reembolso seja corrigida e reenviada para nova análise. ou seja. a Solicitação de Reembolso é exibida apresentando todos os campos habilitados para edição.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem.3° Passo: para editar. deve clicar em “Enviar Solicitação”. A opção “cancelar” encerra a solicitação. caso seja necessária alguma mudança no conteúdo da prestação de contas. O beneficiário deve realizar as alterações de acordo com os apontamentos das instâncias de aprovação. Ao clicar em “Enviar Prestação”.2016 . Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . As solicitações reenviadas retornam ao fluxo normal de aprovação.97 - Projeto Mais Médicos . Ao selecionar a opção “Editar”. Ao concluir. e a solicitação segue novamente o fluxo de aprovação.

Consultas 6.2016 . 1º Passo: na tela Minhas Tarefas Passe o cursor sobre o nome e em seguida clique em Meus Dados 2º Passo: tela com os dados cadastrados . A selecionar a opção “cancelar”.1 Consultando meus dados cadastrais Quem utiliza este procedimento? Quando utilizar? Quando houver necessidade de verificar os dados cadastrais como e- mail. a atualização deverá ser solicitada à UNA-SUS.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. nome completo e dados bancários.98 - Projeto Mais Médicos . cadastro. 6. registrando a ação no Histórico da solicitação. o Sistema encerra a solicitação. Em caso de erros no Supervisores e Tutores. CPF. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição .

99 - Projeto Mais Médicos .Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem.2016 .br/suporte/.gov. As informações atualizadas são transferidas ao Sistema de Passagem. As solicitações de alteração nos dados cadastrais devem ser feitas pelo usuário à UNA-SUS. Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . Após terminar a consulta clique em Início para retornar . Diária e Ajuda de Custo automaticamente no primeiro dia útil seguinte a alteração. através do endereço: https://sistemasunasus.

1º Passo: na tela Minhas Tarefas: Clique em Minhas Solicitações 2° Passo: serão apresentadas todas as solicitações realizadas. clicando na coluna “Data”.100 - Projeto Mais Médicos . Reembolso e prestação de contas no Supervisores e Tutores.6. sendo a cor verde para as solicitações “em conformidade” e a cor rosa para as solicitações que apresentam “não conformidade” – Inconformidade (“não conformidade”) de uma solicitação. Sistema.2 Consultando minhas solicitações Quem utiliza este procedimento? Quando utilizar? Para acompanhamento do processo de análise e aprovação das solicitações de Adiantamento. O beneficiário pode ordenar as solicitações por data da criação.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. clique em Data . Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . Cada solicitação possui a sinalização indicando se foi criada atendendo aos critérios estabelecidos. Para ordenar por data de criação.2016 .

Diária e Ajuda de Custo para Monitoramento e Supervisão 4ª Edição . Para visualizar o conteúdo de cada solicitação.Tutorial do Sistema de Solicitação de Passagem. O primeiro corresponde ao histórico da solicitação e o outro da prestação de contas. o beneficiário pode acompanhar o status da solicitação clicando na aba “Histórico da Solicitação”. Note que existem dois históricos. conforme tela abaixo: Após verificação dos dados cadastrados.101 - Projeto Mais Médicos .2016 . FIM . basta clicar no número da solicitação para apresentação dos dados da viagem.