Estudo de caso

Quando a prova discursiva apresenta um estudo de caso, há uma situação hipotética que deverá
ser analisada pelo candidato. O estudo de caso é a descrição de um caso em que são aplicadas
técnicas ou normas; pode-se, além de descrever, analisar o caso para extrair conclusões quanto ao
aspecto prático de como lidar com a situação apresentada. O título não deve ser colocado, a não ser
que seja solicitado. Geralmente consta no enunciado os tópicos/aspectos que deverão
ser,necessariamente, abordados pelo candidato. Supondo que sejam três tópicos, o texto deverá
ser divido da seguinte maneira:

 1º parágrafo Introdução;
 2º parágrafo Desenvolvimento do primeiro tópico;
 3º parágrafo Desenvolvimento do segundo tópico;
 4º parágrafo Desenvolvimento do terceiro tópico;
 5º parágrafo Conclusão.

DICAS:

1. INTRODUÇÃO: inicia-se com o estabelecimento dos fatos, o autor deve fazer um breve
resumo dos fatos a serem descritos e analisados, antes da resposta do primeiro tópico. Deve-
se escrever apenas um parágrafo que sintetize o fato;
2. Os parágrafos de DESENVOLVIMENTO devem abordar os tópicos propostos, ligando-os,
de maneira coesiva, às partes do caso fictício, os fatos devem ser descritos detalhadamente
e pode-se fazer a aplicação de alguma lei, norma ou conhecimento que couber para analisar
o caso. Nos parágrafos de desenvolvimento o candidato irá aplicar os conhecimentos
específicos, evidenciando que conhece a lei, norma ou teoria que escolheu aplicar;
3. CONCLUSÃO: síntese dos pontos centrais da análise ou a solução geral proposta para o
caso fictício, sempre com base no conhecimento cujo domínio o candidato deve mostrar ao
examinador;
4. O estudo de caso apresenta elementos de dissertação argumentativa no que diz respeito a
interpretar os dados e aplicar a eles algum conhecimento teórico mais amplo;
5. No padrão dissertativo, o estudo de caso pode ser escrito com base no seguinte esquema:

 INTRODUÇÃO primeiro parágrafo : resumo dos fatos
 DESENVOLVIMENTO um parágrafo para cada tópico: argumentos
 CONCLUSÃO último parágrafo: observação final e solução do problema.

A tendência do Estudo de Caso é tentar esclarecer decisões a serem tomadas. Ele Investiga um
fenômeno contemporâneo partindo do seu contexto real, utilizando de múltiplas fontes de evidências.
Os estudos de caso podem ser:

Exploratórios: quando se que encontrar informações preliminares sobre o assunto estudado. Para
Estudos de Casos explanatórios, uma boa abordagem é quando se utiliza de considerações rivais, em
que existem diferentes perspectivas, aumentando as chances de que o estudo seja um modelo
exemplar.

Descritivos: cujo objetivo é descrever o Estudo de Caso.

Analíticos: quando se quer problematizar ou produzir novas teorias que irão procurando problematizar
o seu objeto, construir ou desenvolver novas teorias que irão ser confrontadas com as teorias que já
existiam, proporcionando avanços do conhecimento.