Para discutir Historiador judeu, Josefo tornou-se fariseu aos 19 anos de

idade; no ano 66 estava comandando as forças judaicas na
• O que é a evidencia histórica?
Galileia. Num texto de autenticidade bastante questionada,
• Pode ser comprovado cientificamente algo que ele afirma: "Por essa época surgiu Jesus, um homem sábio, se
aconteceu faz um tempo atrás? é que é correto chamá-lo de homem, pois operava obras
• Tem a ver algo a ciência com a fé? maravilhosas, e era um mestre que fazia as pessoas
receberem a verdade com prazer. Ele congregou junto a si
muitos judeus e muitos gentios. Ele era o Cristo, e quando
Pilatos, por sugestão dos principais líderes dentre nós,
Jesus—Um Homem da Historia. condenou-o à cruz, aqueles que desde o início o amavam
- Fontes Cristãs que Favorecem a Historicidade de não o largaram; pois ele tornou a aparecer-lhes vivo ao
Jesus. terceiro dia, tal como os profetas de Deus haviam predito
1. VINTE E SETE DOCUMENTOS DO NOVO essas e mais dez mil outras coisas a seu respeito. E a tribo
TESTAMENTO. O que, então, um historiador sabe a respeito dos cristãos, que tem esse nome devido a ele, existe até hoje"
de Jesus Cristo? Antes de mais nada, ele sabe que os (Antiguidades xviii.33 início do segundo século).
documentos do Novo Testamento são confiáveis, podendo Também encontramos em Josefo uma alusão a Tiago, o
oferecer uma descrição fidedigna de Jesus. Também sabe que irmão de Jesus. Em Antiguidades XX 9:1 ele descreve a
não pode se desfazer de maneira racionalista dessa conduta do sumo sacerdote Anano: "Mas o jovem Anano,
descrição, seja por um raciocínio tendencioso, por que, como já dissemos, assumia a função de sumo sacerdote,
pressuposições que refletem uma tendência filosófica, ou era uma pessoa de grande coragem e excepcional ousadia;
por manipulação literária. era seguidor do partido dos saduceus, os quais, como já
demonstramos, eram rígidos no julgamento de todos os
2. OS PAIS DA IGREJA. Policarpo, Eusébio, Ireneu, Inácio, judeus.
Justino, Orígenes, etc. Com esse temperamento, Anano concluiu que o momento
lhe oferecia uma boa oportunidade, pois Festo havia
- Fontes Não-bíblicas que Favorecem a Historicidade morrido, e Albino ainda estava a caminho. Assim, reuniu um
de Jesus. conselho de juízes, perante o qual trouxe Tiago, irmão de
1. CORNÉLIO TÁCITO (nascido em 52-54 A.D.). Historiador Jesus chamado Cristo, junto com alguns outros, e, tendo-os
romano, governador da Asia em 112 A.D., genro de Júlio acusado de infração à lei, entregou-os para serem
Agrícola, que foi governador da Grã-Bretanha em 80-84 A.D., apedrejados".
ao escrever sobre o reinado de Nero, Tácito refere-se à morte
de Cristo e à existência de cristãos em Roma: "Mas nem todo 4. SUETÔNIO (120A.D.). Um outro historiador romano,
o socorro que uma pessoa poderia ter prestado, nem todas oficial da corte de Adriano, escritor dos anais da Casa
as recompensas que um príncipe poderia ter dado, nem Imperial, diz: “Como os judeus, por instigação de Chrestus
todos os sacrifícios que puderam ser feitos aos deuses, (uma outra forma de escrever Christus), estivessem
permitiram que Nero se visse livre da infâmia da suspeita de constantemente provocando distúrbios, ele os expulsou de
ter ordenado o grande incêndio, o incêndio de Roma. De Roma” (Vida de Cláudio, 25.4).
modo que, para acabar com os rumores, acusou falsamente Escreve também: “Nero infligiu castigo aos cristãos, um
as pessoas comumente chamadas de cristãs, que eram grupo de pessoas dadas a uma superstição nova e maléfica”
odiadas por suas atrocidades, e as puniu com as mais (Vidas dos Césares, 26.2).
terríveis torturas. Christus, o que deu origem ao nome
cristão, foi condenado à morte por Pôncio Pilatos, durante o 5. PLÍNIO SEGUNDO, PLÍNIO O JOVEM. Governador da
reinado de Tibério; mas, reprimida por algum tempo, a Bitínia, na Ásia Menor (112 A.D.), Plínio escreveu ao
superstição perniciosa irrompeu novamente, não apenas em imperador Trajano, solicitando orientação sobre como tratar
toda a Judéia, onde o problema teve início, mas também em os cristãos.
toda a cidade de Roma". Sulpício Severo preservou um Na carta ele explicava que vinha matando homens e
pequeno trecho das Histórias, de Tácito, onde este, ao tratar mulheres, meninos e meninas. Eram tantos os que estavam
da destruição por fogo do templo de Jerusalém em 70 A.D., sendo mortos que tinha dúvidas se deveria continuar
faz uma outra referência ao cristianismo. matando todos os que se descobrisse serem cristãos ou
apenas determinados cristãos. Ele explicou que fizera os
2. LUCIANO DE SAMOSATA. Foi um escritor satírico do cristãos se curvarem perante as estátuas de Trajano.
século segundo, tendo zombado de Cristo e dos cristãos. Prossegue dizendo que ele também “os fez amaldiçoarem a
Luciano relacionou os cristãos com as sinagogas da Cristo, o que não se consegue obrigar um cristão verdadeiro
Palestina e referiu-se a Cristo como "...o homem que foi a fazer”. Na mesma carta ele fala das pessoas que estavam
crucificado na Palestina porque introduziu uma nova seita sendo julgadas: “Eles afirmavam, no entanto, que sua única
no mundo... Além disso, o primeiro legislador dos cristãos os culpa, seu único erro, era terem o costume de se reunirem
persuadiu de que todos eles seriam irmãos uns dos outros, antes do amanhecer num certo dia determinado, quando
após terem finalmente cometido o pecado de negar os então cantavam responsivamente os versos de um hino a
deuses gregos, adorar o sofista crucificado e viver de acordo Cristo, tratando-o como Deus, e prometiam solenemente
com as leis que ele deixou" (O Peregrino Passageiro). uns aos outros a não cometerem maldade alguma, não
Luciano também menciona várias vezes os cristãos em defraudarem, não roubarem, não adulterarem, nunca
Alexandre, o Falso Profeta, seções 25 e 29. mentirem, e a não negar a fé quando fossem instados a fazê-
lo”
3. FLÁVIO JOSEFO (nascido em 37 A.D.)

está claro que ele não tinha registra que: “Esses relatos independentes comprovam que conhecimento. 1165). Tertuliano menciona a correspondência obtiveram com a execução de seu sábio Rei? Foi logo após trocada entre Tibérío e Pôncio Pilatos: esse acontecimento que o reino dos judeus foi aniquilado. Júlio Africano escreve: “Talo. pois um eclipse solar não poderia Os comentários na Baraila são de grande valor histórico: "Na acontecer em época de lua cheia. e o crucificação. "Portanto. os habitantes de Samos recebido informações sobre a verdade da divindade de foram surpreendidos pelo mar. também é mencionado por Júlio Africano. Muitos estudiosos afirmam Júlio Africano. Júlio Flêgão menciona-as em Olimpíadas (o título do livro que César. O Amoa 'W/a'("Ulla" foi um discípulo do rabino Youchanan e 8..D. Que vantagem os judeus romanas na África. veio a ser seção 257 fl6. TALO. Essa carta foi enviada por um sírio de nome Mara Bar-Serapião a seu filho Serapião. naqueles dias em que o nome cristão começou a Com justiça Deus vingou a morte desses três sábios: os se tornar conhecido no mundo. mas escreveu para incentivar o filho na busca da sabedoria. veio em sua defesa e eles o penduraram na véspera da crentes que haviam testemunhado o acontecimento. um escritor cristão que viveu por volta de 220 que "pandera" é um jogo de palavras. p. explica essa que “o nascimento ilegítimo de Jesus era uma ideia corrente escuridão como um eclipse do sol — o que me parece ilógico entre os judeus.D. César manteve sua Pitágoras não está morto. O Senado.. escreveu)". por não haver dado ele Sócrates não está morto. que confirma a escuridão sobre a terra na hora da qualquer direito de apelação? Ele era um enganador. 33. ele sobrevive nos ensinos de Platão. um trocadilho com a A. Mas ninguém exigia uma explicação naturalista por parte daqueles não. F. afirma terceiro dos livros que escreveu sobre a história. mas um pequeno trecho dessa acreditas que em favor de Yeshu de Nazaré houvesse obra. perderam. Ele dá o exemplo de Sócrates. os judeus. ele sobrevive na estátua de Hera. durante quarenta dias o arauto proclamou que Assim. arruinados e Cristo. tendo ele mesmo atenienses morreram de fome. e deles temos conhecimento só através de O título que o Talmude dá a Jesus: "Ben Pandera (ou 'Ben pequenas citações feitas por outros escritores. II 21) diz: "E sobre essas trevas. 11. pela primeira vez e em bases inadequadas. ao fazer em Samos obtiveram ao pôr fogo em Pitágoras? Logo depois sua 197 A. a partir de suas fontes. FLÊGÃO. próprio a aprovação. Páscoa" (Talmude Babilônico. seções 14. Sanhedrim 43a)". A mais recente edição Flêgão também é mencionado por Orígenes em Contra da Enciclopédia Britânica emprega 20. tendo ressaltado que os que perseguiram homens sábios foram alcançados pela desgraça.. Há referência a Talo. do século dezenove e do início do século vinte”. questionada por vários autores do fim do século dezoito. e isso se cristianismo jamais duvidaram da historicidade de Jesus. A CARTA DE MARA BAR-SERAPIÃO F. trouxe a questão perante o Senado. Quem quer que saiba por ocasião da crucificação de Cristo era bem conhecido. Um trecho bem interessante diz respeito a um palavra grega panthenos. uma defesa do cristianismo perante as autoridades terra ficou coberta de areia. seus escritos se penduraram-no na véspera da Páscoa". 1165).. Tal descrição ocupa mais espaço Filôpão (De opif. e algo em sua defesa venha e interceda por ele'. Jurista e teólogo de Cartago. Ele diz que “Flêgão mencionou o eclipse que Acerca do testemunho de muitos relatos seculares aconteceu durante a crucificação do Senhor Cristo e não independentes sobre Jesus de Nazaré. Joseph Klausner. c. Que vantagem os habitantes de . Ele sobrevive nos ensinos que cristãos" deixou'". ToVdoth Yeshu. A ENCICLOPÉDIA BRITÂNICA. mund. embora não possamos precisar a data.000 palavras para Celso (Livro 2. qual.no Museu Britânico um interessante manuscrito que preserva o texto de uma carta escrita um pouco depois de 73 A.. Mas decidido a favor de Cristo. Buda. Um destes é Pantere')" e "Jeshu ben Pandera". Júlio Africano cita Flêgão: “Durante o tempo de civil". Diz: ". Alexandre. Bruce assinala que existe: ". 9. que escreveu em 52 A. 7. vivem completamente dispersos. Depois de comentar a opinião ilógica de Talo sobre a Não foi assim. opinião. rejeitou a proposta.” (é claro que é ilógico. Confúcio.. de qualquer eclipse nos tempos antigos até mesmo os adversários do (semelhante) que tivesse anteriormente ocorrido. um judeu. no de “filho de uma virgem”.” antes disso. fazendo ameaças contra todos os acusadores dos Nem o sábio Rei está morto. UM HISTORIADOR DO PRIMEIRO SÉCULO viveu na Palestina no final do século terceiro) acrescenta: "E Suas Crônicas se perderam. ocorreu um eclipse do sol durante a lua cheia” (7/IIB. Na época Mara Bar- Serapião estava preso. Maomé ou Napoleão Bonaparte. No entanto. Cícero. que significa "virgem" chamando-o comentário feito por Talo.6. descrever a pessoa de Jesus... a vê nos próprios relatos históricos sobre Tibério César” (4/IIB.p. Talmude Babilônico.. OS TALMUDES JUDEUS. essa enciclopédia algum outro eclipse. TERTULIANO. do que o que foi dado a Aristóteles. 59). Misericordioso disse: 'Não o pouparás nem o esconderás'. seção 256fl6. a partir dessa citação percebemos que o relato dos (Yeshu de Nazaré) ia ser apedrejado 'por prática de magia e Evangelhos acerca das trevas que se abateram sobre a terra por enganar Israel e fazê-lo se desviar. e gentios a mencionar Cristo..D. é um dos primeiros escritores Jesus como "Ben Pandera". Pitágoras e Cristo: Que vantagem os atenienses obtiveram em condenar Sócrates à morte? Fome e peste lhes sobrevieram como castigo pelo crime que cometeram. Tibério. tendo já se expulsos de sua terra. Tibério César. O HISTORIADOR SAMARITANO 10.D.. e foi na época da lua cheia véspera da Páscoa eles penduraram Yeshu (de Nazaré) e da Páscoa que Cristo morreu). pois que Jesus tinha o apoio da autoridade escuridão.