 LUZ

E ILUMINAÇÃO
DE ESTÚDIO

LUZ

Entender a luz natural é entender como funciona o estúdio. .

.

Conhecimentos para começar a criar a própria luz e parar de copiar modelos pré-existentes. .

Ser um fotógrafo melhor e mais completo! .

de efeito e seus efeitos e compensação AULA 2 AULA 8 Características da luz. O QUE VAMOS APRENDER AULA 1 AULA 7 Conhecendo a luz Luz principal. Proporção de contraste Intensidade e Fotômetro AULA 9 AULA 3 Equipamentos de luz contínua Direção da luz AULA 10 AULA 4 Flashs de estúdio Natureza da luz: suavidade e dureza AULA 11 Acessórios de luz AULA 5 e seus efeitos Cores AULA 12 AULA 6 Esquemas Repertório e papéis da luz de iluminação .

PRÉ-REQUISITOS Fundamentos da fotografia ISO Obturador Diafragma White balance .

.

PRÉ-REQUISITOS Diafragma e seus efeitos .

Still .APLICAÇÃO PROFISSIONAL Qualquer área da fotografia! Não há como dominar a fotografia sem dominar a luz! .Retrato .Autoral .Eventos sociais .

.É lugar perfeito para estudar a luz.O estúdio simula luzes naturais.Por que estudar o estúdio fotográfico? . Estudar um é estudar o outro.A luz é a ferramenta básica de todo fotógrafo. . .Diversificar serviços .

MUDANÇA DE PARADIGMA Controle da câmera X Controle da cena Atitude passiva X Atitude ativa .

Execução . O ESTÚDIO FOTOGRÁFICO Método: .Planejamento .Idealização .Solução de problemas .

EXECUÇÃO .

Configurações da câmera .Fontes de luz .Objeto fotografado . EXECUÇÃO Modos de alteração da luz: .

CONTROLAR A LUZ É DESENHÁ-LA .

.Não há como desenhar a luz sem entender seus efeitos.

Execução – método Olhar para a luz X olhar para os efeitos .

Intensidade sombra 3. Transição da sombra 5. Diagrama de efeitos 1. Transição da especularidade . Intensidade da especularidade 4. Tom real 2.

.

Os efeitos são controlados através
da manipulação das características da luz.

Mas quais são as características?

.

META: Entender as particularidades da luz de maneira mais pragmática. .

Foto-mestre! .

.Exercício em casa Iluminar um objeto com uma fonte de luz e observar os efeitos projetados.

de efeito e seus efeitos e compensação AULA 2 AULA 8 Características da luz. Proporção de contraste Intensidade e Fotômetro AULA 9 AULA 3 Equipamentos de luz contínua Direção da luz AULA 10 AULA 4 Flashs de estúdio Natureza da luz: suavidade e dureza AULA 11 Acessórios de luz AULA 5 e seus efeitos Cores AULA 12 AULA 6 Esquemas Repertório e papéis da luz de iluminação . O QUE VAMOS APRENDER AULA 1 AULA 7 Conhecendo a luz Luz principal.

O QUE VAMOS APRENDER AULA 1 AULA 7 Conhecendo a luz Luz principal. de efeito e seus efeitos e compensação AULA 2 AULA 8 Características da luz. Proporção de contraste Intensidade e Fotômetro AULA 9 AULA 3 Equipamentos de luz contínua Direção da luz AULA 10 AULA 4 Flashs de estúdio Natureza da luz: suavidade e dureza AULA 11 Acessórios de luz AULA 5 e seus efeitos Cores AULA 12 AULA 6 Esquemas Repertório e papéis da luz de iluminação .

Os fótons são captados pelos olhos e compreendidos pelo cérebro. O que é a LUZ? É um tipo de radiação eletromagnética que se propaga através de ondas e transmite fótons. .

SEM PERDER A SENSIBILIDADE! . Relação prática como profissional. QUEM ENXERGA É O CÉREBRO Relação afetiva como espectador.

CARACTERÍSTICAS DA LUZ • INTENSIDADE • DIREÇÃO • NATUREZA • COR .

INTENSIDADE DE LUZ • Quantidade de fótons que atingem a câmera. • Relativo à fotometria! • Depende da configuração da câmera. • Ajustável dependendo da fonte de luz. .

EFEITOS DA INTENSIDADE DE LUZ Sub-exposto Bem-exposto Super- exposto Sub-exposição Boa exposição Super-exposição .

EFEITOS DA INTENSIDADE DE LUZ HIGH KEY LOW KEY Harry Callahan Maureen Bisilliat .

Transição da sombra 5. Intensidade da especularidade 4. Intensidade sombra 3. Diagrama de efeitos 1. Tom real 2. Transição da especularidade .

INTENSIDADE .Ferramentas Histograma Fotômetro NÃO SE ANALISA FOTOMETRIA PELO LCD!! .

INTENSIDADE .Ferramentas Histograma Histograma .

O Fotômetro de mão .

O Fotômetro de mão .

O Fotômetro de mão .

O fotômetro de mão Você escolhe dois parâmetros e o fotômetro calcula o terceiro. ISO OBTURADOR DIAFRAGMA .

O fotômetro de mão Modos: .

Fotômetro – escala decimal .

Fotômetro – escala decimal .

Fotômetro – escala decimal 4.0 8 .

0 8 = 4.0 + 80% 4.0 + 2/3 4.0 .0 8 = 4.Fotômetro – escala decimal 4.0 8 = 5.

0 3 .Fotômetro – escala decimal 8.

0 .0 3 9.Fotômetro – escala decimal 8.

8 1 2.8 .Fotômetro – escala decimal 2.

Fotômetro – escala decimal 16 9 22 .

Lei do inverso do quadrado da distância A intensidade de luz cai mais rápido que a distância da fonte de luz. Quando dobramos a distância da luz. . a intensidade cai a 1/9. a intensidade cai a 1/4. Quando triplicamos a distância da luz.

Foto-mestre! Foto-mestre Qual é a intensidade? .

Na ausência de um fotômetro de mão. utilizar o da câmera.Exercício em casa Fazer três retratos com a mesma fonte de luz: Sub-exposto. bem exposto e super-exposto. .

O QUE VAMOS APRENDER AULA 1 AULA 7 Conhecendo a luz Luz principal. de efeito e seus efeitos e compensação AULA 2 AULA 8 Características da luz. Proporção de contraste Intensidade e Fotômetro AULA 9 AULA 3 Equipamentos de luz contínua Direção da luz AULA 10 AULA 4 Flashs de estúdio Natureza da luz: suavidade e dureza AULA 11 Acessórios de luz AULA 5 e seus efeitos Cores AULA 12 AULA 6 Esquemas Repertório e papéis da luz de iluminação .

O QUE VAMOS APRENDER AULA 1 AULA 7 Conhecendo a luz Luz principal. Proporção de contraste Intensidade e Fotômetro AULA 9 AULA 3 Equipamentos de luz contínua Direção da luz AULA 10 AULA 4 Flashs de estúdio Natureza da luz: suavidade e dureza AULA 11 Acessórios de luz AULA 5 e seus efeitos Cores AULA 12 AULA 6 Esquemas Repertório e papéis da luz de iluminação . de efeito e seus efeitos e compensação AULA 2 AULA 8 Características da luz.

CARACTERÍSTICAS DA LUZ • INTENSIDADE • DIREÇÃO • NATUREZA • COR .

disponível no Vimeo. de Nacho Guzman. . DIREÇÃO DA LUZ A direção da luz tem enorme influência na aparência de uma foto Frames do vídeo Sparkles and Wine – Teaser.

DIREÇÃO DA LUZ .

EFEITOS DA DIREÇÃO DA LUZ Eixo vertical: Acima dos olhos Abaixo dos olhos Marcio Scavone Jill Greenberg .

EFEITOS DA DIREÇÃO DA LUZ Eixo horizontal: Da esquerda De frente Da direita Albert Watson Bruno Penato Steve Mccury .

EFEITOS DA DIREÇÃO DA LUZ Eixo horizontal: Contraluz .

Alguns nomes de luzes REMBRANDT .

Alguns nomes de luzes SHORT LIGHT .

Alguns nomes de luzes BROAD LIGHT .

Alguns nomes de luzes RIM LIGHT (kick. luz de contorno) Roger Hagadone .

Alguns nomes de luzes BUTTERFLY (paramount) Platon .

Alguns nomes de luzes LOOP Dan Winters .

Alguns nomes de luzes SPLIT .

NÃO SE PRENDA A REGRINHAS! .

Olhe para as sombras. além da luz! . Para achar a melhor direção: Mova-se com a luz! Cada rosto e pose pede uma direção diferente.

Foto-mestre! Qual é a direção? .

Exercício em casa Fazer um retrato com diferentes direções de luz. .

Proporção de contraste Intensidade e Fotômetro AULA 9 AULA 3 Equipamentos de luz contínua Direção da luz AULA 10 AULA 4 Flashs de estúdio Natureza da luz: suavidade e dureza AULA 11 Acessórios de luz AULA 5 e seus efeitos Cores AULA 12 AULA 6 Esquemas Repertório e papéis da luz de iluminação . de efeito e seus efeitos e compensação AULA 2 AULA 8 Características da luz. O QUE VAMOS APRENDER AULA 1 AULA 7 Conhecendo a luz Luz principal.

O QUE VAMOS APRENDER AULA 1 AULA 7 Conhecendo a luz Luz principal. Proporção de contraste Intensidade e Fotômetro AULA 9 AULA 3 Equipamentos de luz contínua Direção da luz AULA 10 AULA 4 Flashs de estúdio Natureza da luz: suavidade e dureza AULA 11 Acessórios de luz AULA 5 e seus efeitos Cores AULA 12 AULA 6 Esquemas Repertório e papéis da luz de iluminação . de efeito e seus efeitos e compensação AULA 2 AULA 8 Características da luz.

Yousuf Karsh Keatley .

Luzes Luzes não paralelas: paralelas: luz suave. . luz dura.NATUREZA DA LUZ Relativo ao paralelismo da luz.

AS SOMBRAS EVIDENCIAM A NATUREZA! .

EFEITOS DA NATUREZA DA LUZ Luz suave Luz dura Transições suaves Transições abruptas Steve McCurry Yousuf Karsh .

Quanto mais distante. Mais dura a luz. (luz primordial) Quanto menor. .LUZ DURA Toda luz em sua fonte é dura. mais dura é a luz.

mais suave. Quanto mais próxima. mais suave.LUZ SUAVE Luz rebatida Luz filtrada Relativo ao tamanho da luz: Quanto maior. .

Na prática: Suavizando luzes duras e endurecendo luzes suaves .

Foto-mestre! Foto-mestre Qual é a natureza da luz? .

Exercício em casa Fazer duas fotos do mesmo objeto com luz suave e com luz dura. .

Proporção de contraste Intensidade e Fotômetro AULA 9 AULA 3 Equipamentos de luz contínua Direção da luz AULA 10 AULA 4 Flashs de estúdio Natureza da luz: suavidade e dureza AULA 11 Acessórios de luz AULA 5 e seus efeitos Cores AULA 12 AULA 6 Esquemas Repertório e papéis da luz de iluminação . O QUE VAMOS APRENDER AULA 1 AULA 7 Conhecendo a luz Luz principal. de efeito e seus efeitos e compensação AULA 2 AULA 8 Características da luz.