You are on page 1of 2

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Pró-Reitoria de Graduação
Coordenadoria de Ensino e de Desenvolvimento Acadêmico
Faculdade de Direito

PLANO DE ENSINO

1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO
1.1 DEPARTAMENTO: PRÁTICA JURÍDICA
1.2 CURSO: CIÊNCIAS JURÍDICAS E SOCIAIS – DIREITO
1.3 DISCIPLINA: PRÁTICA DE PROCESSO PENAL I (24771-02)
1.4 CRÉDITOS: 02
1.5 CARGA HORÁRIA: 45h
1.6 PROFESSOR: Felipe Cardoso Moreira de Oliveira (felipe@moreiradeoliveira.com.br)
www.twitter.com/felipecmo e www.fcmopenal.blogspot.com
1.7 TURMAS: 459 e 469
1.7 ANO/SEMESTRE: 2009/2

2. EMENTA
Breve revisão das noções e fundamentos do processo penal. A problemática política do processo penal no limiar de um novo
milênio (efetividade e garantismo). O novo processo penal constitucional. Codificação e legislação ordinária. Da persecução penal.
Investigação criminal. Da ação penal (fundamentos, condições e estudo de cada espécie de ação penal). Procedimentos.
Sentença. Análise e elaboração de peças processuais relativas à temática. Assistência de audiências e demais atos processuais.

3. OBJETIVOS
A disciplina tem como objetivo preparar o aluno para a atividade profissional, bem como para a elaboração de peças processuais.
Apresentar-lhe a essência do Direito Processual Penal por intermédio de uma tipologia de aula dialogada, democrática e prática,
para que o acadêmico domine a persecução penal nos seus dois momentos fundamentais (inquérito policial e processo). Sendo
disciplina de natureza instrumental que visa fazer do acadêmico um hábil conhecedor do processo penal, cumpre direcionar o
estudo, ao lado das lições teóricas e do manejo fácil da codificação, para o verdadeiro raciocínio jurídico. Em atenção ao critério
da atualidade, a disciplina contará com a análise crítica da moderna jurisprudência.

4. CONTEÚDO

1. Momentos distintos da persecução: investigação e ação. Importância de cada momento da “ persecutio criminis”.
2. Do inquérito policial. Instauração, conceito, natureza jurídica e finalidades do inquérito policial. O valor probante do
inquérito policial. Arquivamento e desarquivamento. A nova política criminal e o termo circunstanciado nos delitos de
menor potencial ofensivo (Lei nº 9.099/95). O inquérito policial e os projetos de reforma do Código de Processo Penal.
Inquéritos extra-policiais.
3. Da Ação Penal. Noções fundamentais. Pressupostos. Competência. Conexão e continência. Condições. Espécies. Exceções.
4. Peças: Da ação penal pública incondicionada. Da ação penal privada (mandato, denúncia, queixa-crime, alegações
preliminares, alegações finais, sentença, etc.). O papel e os sujeitos ( Juiz, Ministério Público e Defensor) .
5. Dos procedimentos criminais (Provas, prazos, prisões e incidentes processuais). Em especial o procedimento do Júri
(soberania, organização, funcionamento, julgamento e limitação recursal, exercício simulado). Das nulidades.

5. PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS
Trabalhar a participação do aluno em grupos, bem como demonstrar a necessidade da aprendizagem da prática para o operador
jurídico através da exposição de processos reais e simulados e da confecção de peças jurídicas.

6. RECURSOS
Aula expositiva e auxílio de elaboração de peças

Campus Central
Av. Ipiranga, 6681 – P. 11 – 8º andar
CEP: 90619-900
Fone: (51) 3320-3634 – Fax (51) 3320 – 3617
E-mail: direito@pucrs.br
www.pucrs.br/direito
www.pucrs.br
Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Pró-Reitoria de Graduação
Coordenadoria de Ensino e de Desenvolvimento Acadêmico
Faculdade de Direito
7. PROCEDIMENTOS E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO
10/11: Prova acerca dos conhecimentos teóricos da matéria (30% do G1); 17/11: entrega das notas e das pastas de peças
processuais e relatórios de audiências; 24/11: prova especial; 1º/12: aula de entrega e correção das avaliações; 08/12: G2.
As pastas comporão 70% do G1, devendo nelas conter relatórios de atos e peças processuais.
Deverão ser entregues 5 (cinco) relatórios de atos processuais divididos da seguinte forma:
a) 4 (quatro) audiências: 1 interrogatório e 3 de instrução (inquirição de testemunhas)
b) 1 Sessão do Tribunal do Júri.
As peças a serem elaboradas serão: (a) relatório de Inquérito Policial; (b) denúncia; (c) queixa-crime; (d) resposta à acusação e
(e) memoriais substitutivos de debates orais.

8. CRONOGRAMA

6. Momentos distintos da persecução: investigação e ação. Importância de cada momento da “ persecutio criminis”.
7. Do inquérito policial. Instauração, conceito, natureza jurídica e finalidades do inquérito policial. O valor probante do
inquérito policial. Arquivamento e desarquivamento. A nova política criminal e o termo circunstanciado nos delitos de
menor potencial ofensivo (Lei nº 9.099/95 ). O inquérito policial e os projetos de reforma do Código de Processo Penal.
Inquéritos extra-policiais.
8. Da Ação Penal. Noções fundamentais. Pressupostos. Competência. Conexão e continência. Condições. Espécies. Exceções.
9. Peças: Da ação penal pública incondicionada. Da ação penal privada (mandato, denúncia, queixa-crime, alegações
preliminares, alegações finais, sentença, etc.). O papel e os sujeitos ( Juiz, Ministério Público e Defensor) .
10. Dos procedimentos criminais (Provas, prazos, prisões e incidentes processuais). Em especial o procedimento do Júri
(soberania, organização, funcionamento, julgamento e limitação recursal, exercício simulado). Das nulidades.

9. BIBLIOGRAFIA

9.1 BIBLIOGRAFIA BÁSICA


LOPES JUNIOR, Aury. Direito Processual Penal e sua Conformidade Constitucional. V. 1. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2008.
PACELLI DE OLIVEIRA, Eugênio. Curso de Processo Penal. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2008.
TOURINHO FILHO. Fernando da Costa. Prática de Processo Penal. São Paulo: Saraiva, 2009.

9.2 BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR


CHOUKR, Fauzi. Código de Processo Penal - Comentários Consolidados e Crítica Jurisprudencial. 3ed. Rio de Janeiro: Lumen Juris,
2009.
GIACOMOLLI, Nereu. Reformas (?) do Processo Penal. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2008.
NUCCI, Guilherme de Souza. Manual de Processo Penal e Execução Penal. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2008.
RANGEL, Paulo. Direito Processual Penal. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2008.
SCARANCE FERNANDES, Antônio. Processo Penal Constitucional. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2007.

REVISTA BRASILEIRA DE CIÊNCIAS CRIMINAIS. IBCCRIM.


REVISTA DE ESTUDOS CRIMINAIS. PPGCCrim/PUCRS.
Sites com textos: www.itecrs.org; www.ibccrim.com.br

Campus Central
Av. Ipiranga, 6681 – P. 11 – 8º andar
CEP: 90619-900
Fone: (51) 3320-3634 – Fax (51) 3320 – 3617
E-mail: direito@pucrs.br
www.pucrs.br/direito
www.pucrs.br