You are on page 1of 113

AFFINITY Series Manual do Operador

LORAD
A Hologic Company
9-500-0246

Sistema de Mamografia Affinity
Lorad, a Hologic Company

Fabricante:

Lorad, A Hologic Company
36 Apple Ridge Road
Danbury, Connecticut 06810

Distribuidor no Brasil:

Pyramid Medical Systems Ltda.
Rua Professor Almeida Porto, 357
04181-110 – São Paulo-SP
Tel.: (11) 6946-0057
Responsável Técnico: Flávio Menegolli CREA 5060772354

Registro ANVISA nº: WWWWWWWWWW

NOTA DE
DIREITO AUTORAL (COPYRIGHT)
Este documento está protegido por direitos autorais pela LORAD Corporation.
Nenhum conteúdo deste documento poderá ser reproduzido, transmitido ou copiado sem a
autorização expressa, por escrito, da:

LORAD A Hologic Company
36 Apple Ridge Road, Danbury, CT. 06810
Telefone: (203) 207-4500 Fax: (203) 207-4501

As marcas a seguir são marcas registradas da LORAD:
♦ LORAD ®
♦ LORAD DSM ®
♦ LORAD Elite ®
♦ StereoLoc ®
♦ SmartWindow®
♦ ScoutMarc ®
♦ StereoGuide®
♦ MultiCare ®
♦ Dataport®
♦ AutoFilm ID ®
♦ HTC® Imaging System
♦ Affinity T M
♦ Selenia TM

Manual do Operador

para Affinity Series Sistema de Mamografia

Número 9-500-0246
Revisão 4

LORAD
36 Apple Ridge Road
Danbury, CT 06810 EUA
www.loradmedical.com

Copyright© 2001 por LORAD, A Hologic Company. Todos os Direitos Reservados.

60. 42. 1-4. 45. 71-74. 61-63. 9. 18. 34-39. 80 3 8/2002 Alterações resultantes de modificações no projeto e xii. 40. 15. comentários do revisor. 68. 49. 25. 18. xiv. 67. 31. 19. 65. P/N 9-500-0246 Rev 4 . 20. 73-83 4 10/2002 Trabalho de arte renovado para a apresentação gráfica (Global) do Bucky e da Liberação da Compressão. 7. 30. Esclarecimento das especificações de impedância . 78. 11. 75 peso e compressão. 9. 21. 27. 13-16. 55-58. 29.Affinity Series Manual do Operador HISTÓRICO DE REVISÃO REV DATA MODIFICAÇÃO PAGINAS RETIFICADAS 1 3/2002 Divulgação Inicial Todas 2 3/2002 Alterações com base nos comentários do revisor 4. 7. 28. 73.

Affinity Series Manual do Operador P/N 9-500-0246 Rev 4 .

3 Segurança Elétrica 2.0 Usando o Manual do Operador 2.2 Declarações de Conformidade 3.0 Conformidade 3.3 O Painel de Controle 1.0 Avisos.3 Legenda .5 Trava de Abertura 2.5.Sistema de Mamografia 2.1 Segurança da Radiação 2. Cuidados e Notas 3.1 Travas do Movimento do braço-C 2.4 Pedal de Acionamento da Exposição 2.1 Uso Desejado 1.1.5.4 Seletor de Emergência OFF (Desligado) 2.0 Controles e Indicadores do Dispositivo de Compressão 4.3 Trava de Liberação Antecipada 2.2 Trava de Liberação Automática da Compressão 2.1 Visores de Ângulo do braço-C 1.0 Os Controles e Indicadores do Painel de Controle 4.0 Controles e Indicadores do Pórtico 1.0 Segurança 2.0 Lista de Acrônimos Capítulo 1: Introdução 1.1 O braço-C 1.2 Controles dos Pedais de Acionamento 1.3 Seletor de Emergência OFF 1.2 Técnico e Paciente 2.3 Localizações das Etiquetas de Conformidade Capítulo 2: Controles e Indicadores do Sistema 1.2.6 Travas de Espelho e Filtro 2. 1.5.2 Descrição da Unidade 1.2.5.2.5 Travas 2.5.Affinity Series Manual do Operador ÍNDICE Prefacio 1.4 Trava de Detecção do Cassete 2.5.7 Trava do Relé 3.1 Teclado Compacto de Funções do Painel de Controle P/N 9-500-0246 Rev 4 .2 O Pórtico.5.1 O Anteparo do Operador para Radiação 2.0 Teclados Compactos do braço-C 3.0 Visão Geral 1.1 Exigências de Conformidade 3.

0 Seqüência de Ativação 2.1 O Anteparo da Face da Paciente 4.1.2.7 Modo Mag Manual 4.2.3 Instalando e Removendo Placas de Compressão 3.4 Aberturas 3.3 Removendo a Plataforma de Magnificação 3.3 Removendo o Cassete 3.2 A Área de Mensagem 2.1 O Sistema de Biópsia LORAD StereoLoc II P/N 9-500-0246 Rev 4 .2 Instalando a Plataforma de Magnificação 3.5 Modo Mag Auto-kV 4.2 Pedal(ais) de Acionamento de Função Dupla 5.3 Configurando os Modos Padrão de Exposição Capítulo 5: Instalação de Acessórios 1.3 Placas de Compressão 3.2.2.2.1 Marcas do Sensor AEC – Placas de Compressão de Campo Total 3.2.4 Modo Manual 4.1 Porta Cassete e Plataforma de Magnificação 3.0 Seqüência de Desativação Capítulo 4: A Interface do Usuário 1.3.1.2.2 Seqüência de Ativação 2.4.2 Mesa de Magnificação 3.1 Verificações Pré-Ativação 2.2 Padrões de Configuração para Cada Modo de Exposição 4.3.1.1 Modo Auto-Filter 4.0 A Tela Padrões de Exposição 4.4.0 Introdução 2.0 Equiapemnto Opcional 5.2.2.2 Modo Auto-kV 4.2 Colocando a Mesa 3.1 Instalando a Mesa de Magnificação 3.3 Verificações Pós Ativação 3.0 Acessórios Disponíveis 3.4 Removendo o cassete e o porta-cassete 3.3 Modo Auto-Time 4.Affinity Series Manual do Operador Capítulo 3: Seqüências Ativação e Desligamento 1.1 Visores do Sistema de Exposição 2.0 Introdução 2.0 Instalação e Remoção de Acessórios 3.1 Uma Visão Geral da Tela Padrões de Exposição 4.3 Área de Status 3.2 Instalando e Removendo Aberturas 4.2 Uso da Placa FAST 3.0 Introdução 2.0 A Tela do Modo Run 2.2.1.6 Modo Mag Auto-Time 4.0 Compatibilidade da Abertura 4.1 Aberturas Disponíveis 3.1 Instalando e colocando o porta cassete para estudos de magnificação 3.0 A Tela de Padrões do Usuário 4.3.

Affinity Series Manual do Operador Capítulo 6 – Procedimento Clínico 1.4 Manutenção Anual Anexo A Formulários e Referências 1.0 Cuidado e Limpeza 1.3 Manutenção Semestral 2.2 Escala de Manutenção Mensal 2.0 Acessórios Disponíveis para o Affinity 5.3 Configurações – Técnicas de Exposição 2.0 Seqüência da Operação 2.0 Compatibilidade da Abertura Anexo B – Códigos de Aviso e Mensagens 1.6 Etiquetando o Filme (Opcional) Capítulo 7 – Cuidado e Manutenção 1.1 Escala de Manutenção Diária 2.0 Folhas de Registro de Padrões do Equipamento 4.0 Introdução 2.0 Escala de Manutenção 2.1 Limpeza e Desinfecção 1.2 Recomendações 2.5 Seqüência de Exposição 2.1 Ativação do Sistema 2.4 Posicionando a Paciente 2.0 Mensagens e Códigos de Alerta P/N 9-500-0246 Rev 4 .0 Introdução 2.0 Lista de Verificação dos Procedimentos de Ativação e Clínicos 3.2 Instalação de Acessórios 2.

0 Especificações do Sistema 1.7.7 Placas de Compressão 1.3.2 Filamento de Polarização 1.12 Fonte de raios-X.2 Dimensões da Unidade 1.1 Manual 1.7.3 Conjunto do Curso Vertical 1.14 Receptores de Imagem 1.6 Funções Mecânicas 1.4.13 Especificações do Gerador de Alta Voltagem (em conformidade com a IEC 601-2-7) 1.10 Funções do Braço C 1.6 Especificações da Compressão 1.2 Distribuição de Força 1.16 Modos de Operação 2.5. Filtragem e Colimação 1.4 Controle de Alta Voltagem 1.8 Aberturas 1.4 Funções da Extremidade da Ampola de Raios-X 1.3 Sistema de Controle 1.1 Microprocessador Principal 1.1 Especificações de Entrada de Força 1.3.8 Controle de Exposição Automática 1.4 Ambiente de Armazenagem 1.1 Janela de Auto Temporização Anexo D – Especificações 1.5.7 Controle de Exposição 1.1 Mecanismo de Compressão 1.7.5 Controle da Ampola de Raios-X 1.5.3.6.6.3 Auto-kV 1.1 Controle do Filamento 1.7.11 Dispositivo de Suporte do Receptor de Imagem 1.1 Painel de Controle do Operador 1.0 Teoria da Operação – Visão Geral 1.6.15 Especificações do Controle de Exposição Automática 1.3.Affinity Series Manual do Operador Anexo C – Teoria da Operação 1.5.3 Segurança do Braço C 1.2 Auto-Time 1.8.2 Interface de Comunicações 1.3 Controle do Estator 1.0 Exigências da Sala P/N 9-500-0246 Rev 4 .4 Controle de Força 1.3 Ambiente Operacional 1.5 Especificações do Braço-C 1. Auto-Filter 1.2 Mecanismo de Rotação 1.9 Magnificação 1.

Affinity Series Manual do Operador Lista das Figuras Figura 1-1: O Sistema Affinity de Mamografia Figura 1-2: Descrição da Unidade Affinity Figura 1-3: Sistema Affinity de Mamografia Figura 1-4: Anteparo de Radiação do Operador Figura 1-5: Localização dos Seletores de Emergência OFF Figura 1-6: Localizações das Etiquetas de Conformidade do Affinity (Etiquetas não exibidas em escala) Figura 2-1: Controles e Indicadores do Sistema Affinity Figura 2-2: Pedal de Acionamento de Função Dupla Figura 2-3: Operação do Seletor de Emergência OFF Figura 2-4: Os Teclados Compactos do Braço-C Figura 2-5: Controles e Indicadores do Dispositivo de Compressão do Affinity Figura 2-6: Controles e Indicadores do Painel de Controle do Affinity Figura 3-1: O Teclado Compacto de 7 botões no braço-C (teclado compacto do lado esquerdo superior indicado) Figura 3-2: O Teclado Compacto de Três Botões na Extremidade da Ampola de Raios-X Figura 4-1: Painel de Controle no Modo Run Figura 4-2: A Tela de Padrões do Usuário Figura 4-3: Visão Geral da Tela de Padrões de Exposição Figura 5-1: Montando e Colocando o Dispositivo Bucky Figura 5-2: Montando e Colocando um Porta Cassete Figura 5-3: Instalação da Plataforma de Magnificação Figura 5-4: Mesa de Magnificação Figura 5-5: Placas de Compressão Affinity Figura 5-6: Instalando Placas de Compressão Figura 5-7: Aberturas do Affinity Figura 5-8: Instalando Aberturas Figura 5-9: Instalando o Anteparo Facial Figura 5-10: Receptáculo do Pedal de Acionamento Figura 5-11: O Pedal de Acionamento de Função.12: O Sistema STERELOC II Figura D: Dimensões do Equipamento P/N 9-500-0246 Rev 4 . Dupla Figura 5.

Extremidade da ampola de raios-X e Pedais de Acionamento Tabela 4-1: Telas do Visor do Painel de Controle Tabela 4-2: Opções do Sistema de Exposição no Modo Run Tabela 4-3: Opções da Tela de Padrões do Usuário Tabela 5-1: Aplicações de Placas de Compressão Tabela A-1: Configurações Padrões do Usuário Tabela A-2: Padrões Selecionados de Técnica de Exposição Tabela A-3: . Controles e Indicadores do Dispositivo de Compressão do Affinity Tabela 2-4: As Teclas e indicadores do Painel de Controle Tabela 3-1: Verificações Pós Ativação .Controles do Braço-C Tabela 3-2: Verificações Pós Ativação . Padrões Selecionados de Técnica de Exposição do Dispositivo de Magnificação Tabela A-4: Lista de Acessórios Disponíveis Tabela A-5: Compatibilidade da Abertura Tabela B-1: Mensagens e Códigos de Alerta do Affinity Series Tabela D-1: kV versus tabela mA Tabela D-2: Alcances de Operação do Modo AEC P/N 9-500-0246 Rev 4 .Affinity Series Manual do Operador Lista das Tabelas Tabela P-1: Lista dos Acrônimos do Affinity Tabela 2-1: Legenda. Controles e Indicadores do Sistema Affinity Tabela 2-2: Controles e Indicadores dos Teclados Compactos do braço-C do Affinity Tabela 2-3: .

Affinity Series Manual do Operador P/N 9-500-0246 Rev 4 .

Affinity Series Manual do Operador Prefácio 1. configuração dos padrões do sistema e resposta às mensagens de aviso.Cuidado e Manutenção: Esse capítulo descreve os métodos de limpeza da unidade e seus diversos componentes. Anexo D .Códigos de Aviso e Mensagens: Lista de Códigos de Aviso.Introdução: Esse capítulo fornece uma visão geral do sistema de mamografia. Anexo A . Usando o Manual do Operador P/N 9-500-0246 Rev 4 . Também se encontram as descrições das leituras e indicadores. Capítulo 2 -Controles e Indicadores do Sistema: Uso e função dos controles do sistema encontram -se nesse capítulo. travas e informações sobre conformidade. inc luindo exames de triagem e magnificação. São fornecidos detalhes sobre seleção de parâmetros de exposição. Anexo C . Capítulo 5 -Instalação de Acessórios: Esse capítulo descreve a fixação e uso dos acessórios do sistema. Capítulo 4 -A Interface do Usuário: Esse capítulo descreve o uso da tela Modo Execução e telas Padrões do Usuário e Padrões de Exposição. Capítulo 6 -Procedimentos Clínicos: Esse capítulo sugere uma seqüência de aplicações clínicas. Capítulo 7 .Formulários e Referências: Páginas que podem ser reproduzidas para uso na sala de raios-X e configurações padrão de registro do aparelho de raios- X. segurança da paciente e do usuário. Capítulo 3 -Seqüências Ativação e Desligamento: Esse capítulo detalha as seqüências de ativação e desligamento. incluindo descrições dos componentes.0 Usando o Manual do Operador O conteúdo geral deste manual: Capítulo 1 .Teoria de Operação: Explanação sobre a maneira como as coisas funcionam no sistema.Especificações: Detalha as especificações do sistema. Inclui também as práticas de limpeza e desinfecção e cuidado com os acessórios plásticos. mensagens e seus significados. Anexo B .

Tabela P-1: Lista dos Acrônimos do Affinity Acrônimo Definição 21 CFR Código FDA das Regulamentações Federais.Affinity Series Manual do Operador 2. Cuidado: Avisos ressaltam procedimentos que você deve seguir rigorosamente para evitar danos ao equipamento. Cuidados e Notas Definições de Avisos. Aviso! Avisos ressaltam procedimentos que você deve seguir rigorosamente para evitar lesão a você ou terceiros. Nota. Avisos e Notas usados ao longo deste manual são as seguintes: AVISO! Esse avisa você quanto a procedimentos que você deve seguir rigorosamente para evitar causar lesões potencialmente sérias ou fatais a você ou terceiros. 3.0 Lista de Acrônimos A Tabela P-1 fornece uma lista de Acrônimos comuns usados ao longo do Manual de Serviço do Affinity Series... Notas apresentam informações importantes que devem ser seguidas para assegurar a operação adequada do sistema.0 Avisos. Título 21 A Ampéres ACR MAP Universidade Americana de Programa de Reconhecimento de Radiologia e Mamografia ACR/CDC Universidade Americana de Radiologia/Centro de Controle de Doenças AEC Controle Automático de Exposição CF Força de Compressão cm centímetro EMI Interferência Eletromagnética EMO Switch Seletor de Emergência OFF (Desligado) ESD Descarga Eletrostática FAST Placa Inclinável Auto-ajustável Totalmente Automática HV Alta Tensão Prefácio P/N 9-500-0246 Rev 4 . perda de dados ou corrupção dos arquivos em programas de aplicação.

Affinity Series Manual do Operador Tabela P-1: Lista dos Acrônimos do Affinity Acrônimo Definição HTC Grade Celular de Alta Transmissão HLV Camada de Meio-Valor de Qualidade do Feixe I/O Entrada/Saída IR Receptor de Imagem IRSD Dispositivo de Suporte do Receptor de Imagem ib Libra(s) LVPS Fonte de Alimentação de Baixa Tensão mA miliampéres Mag Modo Magnificação max máximo mGy mili-Gray min mínimo mm milímetros Mo Molibdênio MQSA Lei dos Padrões de Qualidade da Mamografia mrad Dose Absorvida de miliradiação N Newtons OD Densidade Óptica PCB Placa de Circuito Impresso PWN Pulso-Largura-Modulado Rh ou Rho Ródio SID Fonte em relação à Distância da Imagem V Volts VAC Corrente Alternada em Volts VDC Corrente Contínua em Volts VTA Montagem de Percurso Vertical Lista dos Acrônimos P/N 9-500-0246 Rev 4 .

Affinity Series Manual do Operador Prefácio P/N 9-500-0246 Rev 4 .

1. Seu uso desejado específico é para triagem e mamografia diagnóstica. Figura 1-1: O Sistema Affinity de Mamografia Visão Geral P/N 9-500-0246 Rev 4 .1 Uso desejado O Affinity destina-se a produzir imagens radiográficas da mama.Affinity Series Manual do Operador Capítulo 1 . um painel de controle compacto e capacidades opcionais de etiquetagem do filme.0 Visão Geral O LORAD Affinity é um sistema de mamografia dedicado que possui os modos automático e manual de exposição.Introdução 1.

3 O Painel de Controle O Painel de Controle é uma interface do usuário que é instalado ao lado do Pórtico ou em um local remoto. As leituras LED no lado esquerdo e direito do Pórtico exibem o ângulo do braço-C.Introdução P/N 9-500-0246 Rev 4 .2 O Pórtico O Pórtico abriga os componentes eletrônicos que produzem alta tensão em níveis de energia necessários para mamografia. Pórtico 3. o painel de fusíveis. Braço-C 2. As montagens mecânicas que posicionam o braço-C (altura e rotação). Painel de Controle Figura 1-2: Descrição da Unidade Affinity 1. Um mecanismo de apoio vertical conecta- o ao Pórtico. um Teclado Compacto de Funções e uma Chave de Exposição Radiográfica. e a maior parte dos componentes eletrônicos do sistema também se encontram no Pórtico. Esse dispositivo interativo abriga uma tela do Visor de Cristal Líquido.2 Descrição da Unidade Esta seção descreve os principais componentes de hardware do Affinity.1 O braço-C O braço-C abriga a extremidade da ampola de raios-X. As chaves de botão de pressão em cada lado do braço-C e na extremidade da ampola de raios-X controlam o movimento do braço-C. o dispositivo de compressão e o dispositivo de suporte do receptor de imagem. Capítulo 1 . O Teclado Compacto de Funções seleciona as configurações do sistema. O design avançado do braço-C permite o exame de pacientes nas posições em pé.2. Legenda do Affinity 1. 1.Affinity Series Manual do Operador 1. o transformador de entrada.2. sentada ou deitada. A tela do Visor de Cristal Líquido exibe as técnicas de exposição e o status do sistema.2. Liberação da Compressão. Compressão Para Cima/Para Baixo e a lâmpada do campo óptico. 1. limpa mensagens e libera compressão e inicia raios-x.

Affinity Series Manual do Operador 1. Seletor de Emergência Stop (Parar) 2. Dispositivo de Suporte do Receptor de Imagem 9. Placa de Compressão 8. 1. Barra de apoio de Paciente 4. Teclado Compacto de 3 Botões (não visível) 10. Extremidade da ampola de raios-X 11. Anteparo Facial 14.Sistema de Mamografia Utilize a legenda a seguir como meio de identificação dos componentes. Ranhura da abertura 13. Dispositivo de Compressão 15. Teclado Compacto de 7 Botões 12. Visor de Ângulo do braço-C Figura 1-3: Sistema Affinity de Mamografia Visão Geral P/N 9-500-0246 Rev 4 .3 Legenda . Pedal de Acionamento da Exposição (não visível) 6. Anteparo do Operador 5. Painel de Controle 3. Pedal de Acionamento 7.

1 Segurança da Radiação O LORAD não assume responsabilidade por lesões ou danos associados à operação imprópria ou sem segurança do sistema.1. 2. 2. Nota...1 O Anteparo do Operador para Radiação O Anteparo opcional do Operador para Radiação (Figura 1-4. • Respeite todas as leis e regulamentações locais para descarte desses revestimentos. Capítulo 1 . • Os revestimentos da ampola de raios-X e o receptor de imagem contém chumbo que não deve ser tocado. Aviso de Material Perigoso! • A ampola de raios-X contém um refletor eletrônico de berílio que não deve ser tocada. acesso restrito à unidade conforme regulamentações locais. Aviso! Para assegurar proteção radiológica.5 mm e é necessária se o Painel de Controle for fixado ao Pórtico. O Affinity não contém nem mercúrio nem látex em sua estrutura. • Respeite todos as leis e regulamentações locais para descarte da ampola de raios-X. O anteparo fornece uma proteção de chumbo equivalente a 0.Introdução P/N 9-500-0246 Rev 4 .0 Segurança Este Manual do Operador deve ser lido e entendido em sua totalidade antes de a unidade ser ligada. item 1) fica permanentemente fixada ao Pórtico através de um suporte de fixação (2). o operador deve manter todo o seu corpo atrás do anteparo para radiação durante todo o período da exposição. Sempre siga todas as instruções deste manual. Figura 1-4: Anteparo de Radiação do Operador Aviso! Para máxima proteção contra a Exposição Radiográfica. Seu revendedor LORAD pode providenciar treinamento ministrado por um especialista em aplicação de mamografia.Affinity Series Manual do Operador 2.

AVISO! É de responsabilidade do usuário corrigir anomalias ou operação anormal antes de a unidade ser utilizada e providenciar manutenção preventiva de um representante de serviço autorizado LORAD. especialmente quando em contato com a unidade de mamografia.Affinity Series Manual do Operador Aviso! Essa unidade de raios-X pode trazer riscos ao paciente e ao operador a menos que os fatores de exposição e instruções de operação sejam seguidas. Tenha cuidado ao fazer o ajuste para uso com paciente. todo os botões e seletores).2 Técnico e Paciente Somente operadores capacitados devem utilizar esse aparelho de raios-X. coloque os pedais de acionamento fora da área para prevenir ativação pelo paciente ou pela cadeira. AVISO! Em caso de falta de energia. 2. sempre retire o paciente da unidade antes de a energia ser reativada. Respeite todas as instruções de operação e segurança antes de realizar uma Exposição Radiográfica. Aviso! Equipamento motorizado. Segurança P/N 9-500-0246 Rev 4 . Aviso! Nunca deixe o paciente desacompanhado durante o exame. Aviso! Ao examinar um paciente em uma cadeira de rodas. Observe o equipamento e o paciente durante todo o tempo durante a configuração. Os operadores devem ser bem versados nos princípios básicos da mamografia antes de tentar realizar as instruções contidas neste manual. Aviso! Mantenha as mãos do paciente longe todo o tempo de quaisquer controles do operador (ou seja. utilize uma cadeira ajustável ajustada acima de sua altura mínima. Se uma cadeira for necessária.

Introdução P/N 9-500-0246 Rev 4 . NÂO abra quaisquer dos painéis.Affinity Series Manual do Operador 2. AVISO! Existem tensões letais no interior desta unidade. Sempre confie as necessidades de serviço a um Engenheiro do Serviço Autorizado LORAD. conecte quaisquer acessórios ou opções LORAD a unidade.3 Segurança Elétrica Somente um engenheiro do serviço autorizado deve remover coberturas da unidade de mamografia. AVISO! Para assegurar a totalidade da isolação do sistema. Capítulo 1 .

item 3) na posição ON. gire o seletor de Emergência OFF um quarto à direita para reinicializar e em seguida coloque o disjuntor (Figura 1-5.Affinity Series Manual do Operador 2. Existe também um seletor adicional no painel de controle remoto se esse for instalado. • Repita para todos os seletores de Emergência OFF restante no sistema. item 1 ou 2) e verifique se a energia é imediatamente cortada. Para retomar a operação após acionar o Seletor de Emergência OFF. Pressionando um desses seletores causa o desligamento imediato da unidade. • Para reinicializar o sistema. Figura 1-5: Localização dos Seletores de Emergência OFF Segurança P/N 9-500-0246 Rev 4 .4 Seletor de Emergência OFF (Desligado) Existem três Seletores de Emergência OFF no Affinity. gire o seletor um quarto à direita para reinicializar e em seguida gire o disjuntor para a posição ON (LIGADO). Teste esses seletores diariamente quanto a sua funcionalidade: • Pressione qualquer desses seletores de Emergência OFF (Figura 1-5. um em cada um dos lados do Pórtico e um na parte traseira do lado direito (próximo ao controle do operador).

5.5. 2.5. o Affinity possui diversas outras travas de segurança. Uma mensagem de alerta é exibida na interface do usuário.5. O movimento do braço-C também é impedido quando a força de compressão excede 50 Newtons (12 lb). 2.5 Travas Além dos Seletores de Emergência OFF descritos anteriormente.5 Trava de Abertura Essa função detecta a abertura e o receptor de imagem que está instalado e previne a Exposição Radiográfica se uma combinação incompatível de abertura e receptor de imagem for detectada.4 Trava de Detecção do Cassete Essa trava previne a Exposição Radiográfica sempre que o sistema não detecta um suporte metálico para radiografias no Bucky ou Tabela opcional de Magnificação ou se o suporte metálico para radiografias não for ejetado após uma exposição.5.7 Trava do Relé Essa trava previne a Exposição Radiográfica sempre que existe uma falha do indicador Power On (LIgado) ou indicador X-ray Exposure (Exposição Radiográfica). 2.6 Travas de Espelho e Filtro Essas travas previnem a Exposição Radiográfica sempre que o Espelho do Campo de Luz ou o Filtro não está posicionado corretamente.2 Trava de Liberação Automática da Compressão A instalação uma Placa de Localização desativa as funções de liberação automática da compressão. essa trava é imediatamente acionada para parar o percurso vertical e desativar os movimentos verticais descendentes do braço-C até que a obstrução seja removida. 2. 2.1 Travas do Movimento do braço-C Sempre que o braço-C encontra uma obstrução durante o percurso. 2.3 Trava de Liberação Antecipada Quando o seletor de Exposição Radiográfica é liberado antes do final da exposição. essa trava causa o término imediato da exposição.5. Capítulo 1 .Introdução P/N 9-500-0246 Rev 4 . 2.5.Affinity Series Manual do Operador 2.

regulagens. extensões. 3. confiabilidade e desempenho deste equipamento com as seguintes disposições: 1. ? 601. 3. Operações de montagem.2 Declarações de Conformidade O fabricante declara que esse aparelho está em conformidade com: • Diretriz de Aparelhos Médicos 93/42/EEC Anexo II • ISO 9001: 1994. O equipamento é utilizado de acordo com as instruções de uso.1 Exigências de Conformidade O fabricante é responsável pelos resultados de segurança. 2.Affinity Series Manual do Operador 3. EN 46001 1993.2. ISO 13485 • IEC 601 –1: Exigências de Segurança para Sistemas Médicos Elétricos • IEC 601 –1-2: Compatibilidade Eletromagnética • IEC 601 –1-3: Exigências Gerais para Proteção contra Radiação • IEC 601 –1-4: Segurança dos Sistemas Médicos Elétricos Programáveis • IEC 601 –2-7: Segurança dos Geradores de Alta Tensão • IEC 601 –2-28: Segurança das Montagens de Fonte de Raios-X • IEC 601 –2-32: Segurança dos Equipamentos Associados • IEC 601 –2-45: 2001: Segurança dos Equipamentos de Mamografia • FDA.1: Exigências Gerais de Segurança Conformidade P/N 9-500-0246 Rev 4 .0 Conformidade Essa seção detalha as exigências de conformidade do sistema de mamografia e as responsabilidades do fabricante. 3. modificações ou reparos são realizados somente por pessoas autorizadas. A instalação elétrica da sala está em conformidade com as devidas exigências. 900 e 1020] • UL 2601-1: Exigências Gerais de Segurança • CSA 22. 21 CFR [Peças 820.

Affinity Series Manual do Operador 3.Introdução P/N 9-500-0246 Rev 4 . As placas contêm o número de série e data de fabricação da unidade. Figura 1-6: Localizações das Etiquetas de Conformidade do Affinity (Etiquetas não exibidas em escala) Capítulo 1 .3 Localizações das Etiquetas de Conformidade As etiquetas de conformidade e placas estão posicionadas de forma adequada na unidade de Mamografia do Affinity.

Affinity Series Manual do Operador .

Controles e Indicadores do Painel de Controle 7 Disjuntor Seção 1. Controles e Indicadores do Pórtico 8 Pedal de Acionamento da Seção 1.0. Os teclados compactos do braço-C Seletores 4 Dispositivo de Compressão Seção 3. Controles e Indicadores do Sistema Affinity Item Descrição Discutido na Seção 1 Visor do Ângulo de Rotação Seção 1.0.0.0. Os teclados compactos do braço-C Seletores 3 Painéis de Comutação de 7 Seção 2. Controles e Indicadores do Pórtico 2 Painel Comutação de 3 Seção 2. Controles e Indicadores do Dispositivo de Compressão 5 Seletor de Emergência OFF Seção 1.0. Controles e Indicadores do Pórtico P/N 9-500-0246 Rev 4 .0.0. Controles e Indicadores do Pórtico 6 Painel de Controle Seção 4.Controles e Indicadores do Sistema Figura 2-1: Controles e Indicadores do Sistema Affinity Tabela 2-1: Legenda.0.0.Affinity Series Manual do Operador Capítulo 2 . Controles e Indicadores do Pórtico Exposição 9 Pedais de Acionamento Seção 1.

Sistemas de Controle e Indicadores P/N 9-500-0246 Rev 4 . controles dos pedais de acionamento de dupla função e Seletores de Emergência OFF.1 Visores de Ângulo do braço-C Os LEDs (Figura 2-1. 1.. operadores ou cadeiras de roda. Aviso! Sempre posicione o(s) Pedal(is) de Acionamento de maneira que impeçam o acionamento acidental por pacientes. Figura 2-2: Pedal de Acionamento de Função Dupla.Affinity Series Manual do Operador 1. Item 5) encontram -se em cada um dos lados do braço-C.0 Controles e Indicadores do Pórtico Os controles e indicadores do Sistema no Pórtico do Affinity consistem em visores de ângulo do braço-C. Os movimentos fornecidos através desses pedais são idênticos àquele dos controles correspondentes nos teclados compactos do braço-C. Esses leituras mudam à medida que o braço-C gira.2 Controles dos Pedais de Acionamento Os controles dos pedais de acionamento (Figura 2-2) oferecem de um par de pedais claramente etiquetados que controlam o movimento motorizado do Dispositivo de Compressão e do braço-C enquanto liberam as mãos do operador durante o posicionamento. 1. Capítulo 2 .

3 Seletor de Emergência OFF Três seletores de Emergência OFF (Figura 2-3) estão localizados no Pórtico do Affinity. Controles e Indicadores do Pórtico P/N 9-500-0246 Rev 4 . Quando o Painel de Controle é montado em posição remota. você deve pressionar o pedal de acionamento da Exposição e o botão de exposição dos raios-X no painel de controle simultaneamente para iniciar e finalizar a exposição do raio X. para localização. dois na parte de frente da unidade (um em cada lado) e um na parte traseira. Consulte a Figura 2-1.4 Pedal de Acionamento da Exposição Se instalado em seu aparelho de raios-X. gire o seletor de Emergência OFF um quarto à direita e em seguida coloque o disjuntor na posição ON (LIGADO). Figura 2-3: Operação do Seletor de Emergência OFF 1. um seletor de Emergência OFF adicional fica localizado no painel de montagem.Affinity Series Manual do Operador 1. Para reinicializar o sistema. Item 5.

0 Teclados Compactos do braço-C O braço-C abriga um total de cinco teclados compactos: quatro Teclados Compactos de 7 Botões nos lados do braço-C (parte superior e inferior) e um teclado compacto de 3 botões no topo da Extremidade da Ampola de raios-X. A Figura 2-4 mostra detalhes de um teclado compacto de 7 botões e um teclado compacto de 3 botões. Os dois teclados compactos de 7 botões possuem LEDs para indicar o filtro selecionado (Molibdênio ou Ródio).Controles e Indicadores do Sistema P/N 9-500-0246 Rev 4 .Affinity Series Manual do Operador 2. Figura 2-4: Os Teclados Compactos do Braço-C Capítulo 2 . A tabela 2-2 (na próxima página) descreve as funções de cada botão.

Uma vez ativado. 2.. O movimento do braço-C é bloqueado quando mais de 50 N (12lb) de força de compressão é aplicada. o freio de compressão permanecerá acionado até a liberação da compressão ser pressionada. A liberação do paciente está disponível através das funções de compressão para cima. Teclados Compactos do braço-C P/N 9-500-0246 Rev 4 . O Para Baixo movimento motorizado do braço-C será automaticamente parado após soltar o botão ou após atingir o limite superior ou inferior do percurso do braço-C. O movimento motorizado de compressão para cima ou para baixo será automaticamente parado: • após soltar o botão • após atingir o limite de força de compressão para baixo selecionado do usuário • após atingir o limite superior e inferior do percurso de compressão 7 Liberação da Pressionando-se o botão de Liberação da Compressão: Compressão • desativa o freio do motor de compressão • eleva o dispositivo de compressão em aproximadamente 10 cm Nota. Pressionando o botão Compressão para Cima: • eleva o dispositivo de compressão • não desativará o freio de compressão se esse estiver acionado nem ativará o freio de compressão se esse não estiver acionado.. 8 LEDs do Filtro Esses LEDs indicam o filtro selecionado (Molibdênio ou Ródio).6 Placa de Compressão Pressionando-se o botão Compressão para Baixo: Para Cima e Para • aciona o freio de compressão Baixo • ascende a lâmpada de luz do campo • abaixa o dispositivo de compressão Nota. permitindo ao usuário visualizar o campo de raios-X ou a abertura instalada..Affinity Series Manual do Operador Tabela 2-2: Controles e Indicadores dos Teclados Compactos do braço-C do Affinity Item ? Descrição dos botões Função 1 Lâmpada de luz do Pressionando-se o botão da lâmpada de luz do campo ilumina a lâmpada de campo luz do campo durante aproximadamente 30 segundos. O sistema desativa todas as funções de liberação da compressão quando uma placa de localização é instalada (incluindo liberação da compressão se ativada). permitindo ao usuário mudar o ângulo do braço-C. O movimento do braço-C é bloqueado quando mais de 50 N (12lb) de força de compressão é aplicada..5 Braço-C Para Cima e Pressionando-se esses botões irá mover o braço-C para cima e para baixo. 4 Liberação da Rotação Pressionando-se esse botão desativa o freio interno de rotação que segura o do Braço-C Braço-C no lugar. 3.

A posição 1 é a mais próxima da parede torácica. Figura 2-5: Controles e Indicadores do Dispositivo de Compressão do Affinity Tabela 2-3: Controles e Indicadores do Dispositivo de Compressão do Affinity Item ? Descrição do Item Função (Consulte figura 2-5) 1 Maçanetas de Usadas para subir ou descer manualmente o dispositivo de Compressão (2) compressão. 3 Indicador da Posição Exibe a posição retenção do sensor AEC no Dispositivo de do Sensor AEC Suporte do Receptor de Imagem. A figura 2-5 e tabela 2-3 localizam-se e descrevem cada controle e indicador no dispositivo de compressão.Controles e Indicadores do Sistema P/N 9-500-0246 Rev 4 .1 cm entre 0 cm e 15 cm e compensa o receptor de imagem Compressão instalado.0 Controles e Indicadores do Dispositivo de Compressão Os controles e indicadores do sistema no dispositivo de compressão consistem de maçanetas. 2 Indicador de O visor indica a espessura da compressão em incrementos de Espessura da 0. qualquer que seja selecionada no Modo Configuração Padrão do Usuário. Capítulo 2 . 4 Indicador da Força de Esse visor exibe a força de compressão aplicada tanto em libras Compressão como em Newtons. indicadores do dispositivo de compressão e o sensor das placas de compressão.Affinity Series Manual do Operador 3. 5 Sensor da Placa de Esse sensor reconhece as placas de localização e não permite Compressão a liberação da compressão quando uma placa de localização é instalada.

alterar configurações da exposição. Teclado compacto de funções: Permite ao usuário rolar através dos campos de dados na tela. 2. alertas e as configurações do sistema. liberar compressão e iniciar uma exposição radiográfica. alterar configurações da exposição. O visor é discutido em detalhes no Capítulo 4. liberar compressão e iniciar uma exposição radiográfica. Consulte a tabela 2-4 na página 18 para descrições detalhadas das teclas de função no Painel de Controle. Tela do Visor: Exibe o status do sistema.1 Teclado Compacto de Funções do Painel de Controle O teclado compacto de funções do Painel de Controle permite ao usuário rolar através dos campos de dados na tela. Figura 2-6: Controles e Indicadores do Painel de Controle do Affinity 1. limpar alertas. Os Controles e Indicadores do Painel de Controle P/N 9-500-0246 Rev 4 .Affinity Series Manual do Operador 4.0 Os Controles e Indicadores do Painel de Controle 4.

Quando utilizada com as Teclas de Alteração. Raios-X Capítulo 2 . 6 Tecla de A Tecla de Liberação da Compressão é utilizada para liberar o Liberação da freio de compressão e elevar o dispositivo de compressão em Compressão aproximadamente 10 cm. Quando utilizada com as setas Para Cima ou Para Baixo (teclas de Rolagem). O sistema desativa todas as funções de liberação da compressão quando uma placa de localização é instalada (incluindo liberação automática da compressão se ativada)... reconhece e limpa uma mensagem de alerta. • Ajustar o contraste do visor quando utilizadas com a Tecla de Reinicialização 4 Teclas de Os botões das setas à esquerda e à direita são Teclas de Alteração Alteração. A liberação da paciente fica disponível através das funções de compressão para cima. ajusta o contraste do visor. Se o kit de Montagem do Painel Remoto estiver sendo usado.Controles e Indicadores do Sistema P/N 9-500-0246 Rev 4 . Nota. a luz do indicador que pode ser instada pelo técnico da exposição radiográfica fica disponível. 8 Tecla de A tecla de exposição radiográfica (e o pedal de Exposição se Exposição de fornecido) é utilizada para iniciar a exposição radiográfica.Affinity Series Manual do Operador Utilize esta tabela com a Figura 2-6 para identificar as teclas e os indicadores. Tabela 2-4: As Teclas e indicadores do Painel de Controle Item ? Botão ou Informação (Consulte Indicador figura 2-5) 3 Teclas de Os botões setas para cima e para baixo são Teclas de Rolagem. Utilize as Teclas de Alteração para: • Aumentar ou diminuir os valores apresentados • Opções de chaveamento on (ligado) ou OFF (desligado) • Escolha através das opções disponíveis 5 Tecla de A Tecla de Reinicialização: Reinicialização Sozinha. Rolagem Utilize as Teclas de Rolagem para cima ou para baixo para: • Mover o foco (realce) através dos campos de dados. proporciona acesso aos modos Padrão do Usuário e Padrão da Exposição. 7 Indicador da O indicador da exposição se ascende quando o sistema está Exposição gerando raios-X.

Affinity Series Manual do Operador .

Verifique se todos os seletores de Emergência OFF estão reinicializados (quatro seletores se opção de controle remoto) girando-os um quarto à direita.Affinity Series Manual do Operador Capítulo 3 . realize as seguintes verificações: 1. A luz de fundo do visor é a indicação de que a força foi aplicada. ative o sistema seguindo os seguintes passos: 1 Coloque o disjuntor na parte traseira do Pórtico (Figura 1-5. 2. 2. 3. Nota. Se durante as verificações internas o sistema detecta uma condição de falha.0 Seqüência de Ativação Todo os dias antes do uso clínico.. #3) na posição On.Seqüências de Ativação e Desativação 1. Introdução P/N 9-500-0246 Rev 4 . uma luz indicadora de força que pode ser instalada pelo técnico fica disponível. rupturas e fixação segura..2 Seqüência de Ativação Após concluir as verificações pré-ativação. 2. ausência de hardware e sinais de avarias.1 Verificações Pré-Ativação Antes de aplicar força ao sistema. 3. 2. Verifique a integridade geral da unidade de mamografia quanto a painéis abertos ou soltos. a tela do Modo Execução aparecerá na Área de Exibição do Painel de Controle. 5. o operador deve realizar uma seqüência completa de ativação. página 7. incluindo as verificações pré-ativação e as verificações pós-ativação. Certifique-se que a sala esteja livre de obstruções. Após conclusão com êxito das verificações internas de inicialização. 4. uma mensagem irá aparecer no visor e a ativação é suspensa até o problema ser solucionado.0 Introdução Este capítulo explica como preparar o sistema para operação. 2. Corrija todas as discrepâncias antes de aplicar força. rachaduras. A unidade está agora pronta para utilização. O sistema irá exibir uma mensagem no painel de controle informando ao usuário que as verificações internas estão sendo realizadas. Inspecione o anteparo para radiação quanto a chips. Se o kit de montagem do Painel de Controle Remoto estiver sendo usado. detalhes da seqüência de ativação e seqüência para desativação do sistema.

verifique o braço-C.Affinity Series Manual do Operador 2.Controles do Braço-C Item ? Descrição Verificações (Consulte dos Botões figura 3-1) 1 Lâmpada de • Pressione e solte o botão da lâmpada de luz do campo luz do • Verifique se a lâmpada do campo ascende e em seguida campo apaga após aproximadamente 30 s. • Certifique-se que o dispositivo de compressão pare quando o botão é liberado e o freio da com pressão está acionado (maçaneta para cima apresenta resistência). Capítulo 3 – Seqüências de Ativação e Desativação P/N 9-500-0246 Rev 4 . extremidade da ampola de raios-X.3 Verificações Pós Ativação Após o sistema ser ativado. Verifique as alterações dos leituras Para Baixo da espessura da compressão de modo correspondente. Seletores de Emergência OFF e as funções dos Pedais de Acionamento para assegurar integridade m ecânica: Figura 3-1: O Teclado Compacto de 7 botões no braço-C (teclado compacto do lado esquerdo superior indicado) Tabela 3-1: Verificações Pós Ativação . 2 Tecla da • Verifique se a lâmpada de luz do campo ascende e o Placa de dispositivo de compressão move para baixo enquanto o Compressão botão é pressionado.

• Utilize o Painel de Controle para alterar o filtro para Rh movendo o realce com a tecla seta para baixo até o Filtro ser selecionado e pressione a seta à direita para alterar o Filtro de Rh. (O aparelho sempre vem com o filtro Mo escolhido). Seqüência de Ativação P/N 9-500-0246 Rev 4 .Affinity Series Manual do Operador Tabela 3-1: Verificações Pós Ativação .Controles do braço-C Item ? Descrição dos Verificações Consulte Botões figura 3-1 5 Tecla de • Pressione e solte o botão de Liberação da Placa de Liberação da Compressão Placa de • Verifique se o dispositivo de compressão move para cima. • Altere o filtro novamente para Mo. baixo 7 Tecla do • Verifique se o braço-C move para cima enquanto o botão é Braço-C Para pressionado e pára quando o botão é liberado. Para Cima 3 Tecla do • Verifique se o braço-C move para baixo enquanto o botão Braço-C para é pressionado e pára quando o botão é liberado. • Verifique para certificar-se que a luz do Rh está agora acesa. Verifique se o visor de ângulo exibe zero graus de rotação quando o braço-C está na posição "CC". 6 Tecla da Placa • Verifique se o dispositivo de compressão move para cima de enquanto o botão é pressionado e se o dispositivo pára Compressão quando o botão é liberado. Compressão pára automaticamente e liberação dos freios de compressão (a maçaneta gira facilmente em ambas as direções). 8 Indicador de • Verifique para certificar-se que a luz de filtro Mo esteja Filtro acesa. Braço-C • Verifique se quando o braço-C gira. Cima 4 Tecla de • Verifique se o braço-C pode ser girado enquanto o botão é Liberação da pressionado e se o freio do braço-C impede a rotação Rotação do quando o botão é liberado. as leituras de rotação no Pórtico mudam de forma correspondente.

Cima 2 Tecla do Verifique se o braço-C move para baixo enquanto o botão é Braço-C Para pressionado e pára após liberação Baixo 3 Tecla de Verifique se o braço-C pode ser girado enquanto o botão é Liberação da pressionado e se o freio impede a rotação quando o botão é Rotação do liberado. Capítulo 3 . Braço-C Controles dos Pressione o pedal de acionamento do braço-C para cima e Pedais de verifique se o braço-C move para cima e pára quando o botão é Acionamento liberado. Pressione o pedal de acionamento do braço-C para baixo e verifique se o braço-C desce e pára.Seqüências de Ativação e Desativação P/N 9-500-0246 Rev 4 .Affinity Series Manual do Operador Figura 3-2: O Teclado Compacto de Três Botões na Extremidade da Ampola de Raios-X.Extremidade da ampola de raios-X e Pedais de Acionamento Item ? (Consultar Descrição dos Verificações figura 3-2) Botões 1 Tecla do Verifique se o braço-C move para cima enquanto o botão é Braço-C Para pressionado e pára após liberação. Verifique se os pedais de acionamento da Placa de Compressão Para Cima e Para Baixo funcionam corretamente. Tabela 3-2: Verificações Pós Ativação .

Affinity Series Manual do Operador

3.0 Seqüência de Desativação

1. Ao final de cada dia, coloque o seletor dos disjuntores na posição OFF para retirar
a força da unidade de mamografia.
2. Armazene todos os acessórios em um lugar seguro.
3. Efetue os procedimentos de cuidado diário, limpeza e desinfecção, conforme
descrito no Capítulo 7, página 51.
4. Realize uma verificação visual da unidade para assegurar sua integridade.

Seqüência de Desativação P/N 9-500-0246 Rev 4

Affinity Series Manual do Operador

Capítulo 3 - Seqüências de Ativação e Desativação P/N 9-500-0246 Rev 4

Affinity Series Manual do Operador

Capítulo 4 - A Interface do Usuário
1.0 Introdução

Três telas principais compõem a interface do usuário do Affinity: a tela Modo Execução, a tela
Padrões do Usuário e a tela Padrões da Exposição. Esse capítulo discute as características e
opções disponíveis em cada tela.

Tabela 4-1: Telas do Visor do Painel de Controle

Modo Execução Padrões do Usuário Padrões da Exposição

O Modo Execução, a tela principal A tela Padrões do Usuário permite A tela Padrões de Exposição
do usuário, é exibido após a alterações nos padrões de permite acesso aos padrões de
ativação. compressão e outras opções do exposição do sistema.
aparelho.

Lembretes... Para acessar as telas Padrões do Usuário ou Padrões da Exposição,
pressione e mantenha pressionando o botão Reset no teclado compacto e
pressione e libere uma das teclas de Alteração (Setas à Esquerda/Direita).
Utilize esse método para circular para frente e para trás através das três
telas.
Para selecionar ou alterar valores, utilize as teclas de Rolagem(Setas Para
Cima/Para Baixo) para realçar o item e utilize as teclas de Alteração para
fazer um seleção.

Introdução P/N 9-500-0246 Rev 4

Visores do Sistema de Exposição 2.0 A Tela do Modo Run A Tela do Modo Run é exibida após a ativação e indica que o sistema está pronto para utilização. Os campos selecionáveis dependem do modo de exposição e dos acessórios instalados. Alguns campos não estão disponíveis para todas as exposições. Área de Mensagem 3..A Interface do Usuário P/N 9-500-0246 Rev 4 . Capítulo 4 .Affinity Series Manual do Operador 2.. Legenda do Modo Run (Execução) 1. Essa interface controla o sistema de exposição durante os procedimentos clínicos e exibe mensagens sobre o status do sistema. Área de Status Figura 4-1: Painel de Controle no Modo Run Nota.

Auto-Filter: Fornece operação automática total dos fatores de técnica. Tamanho do Ponto Focal e Filtro. Receptor 24 x 30 cm Exibe o Receptor de Imagem LORAD instalado. Auto-Time Auto-Time: O usuário seleciona o kV. 18 x 24 cm ou Mag A Tela no Modo Run P/N 9-500-0246 Rev 4 . Auto-kV Filme Radiográfico e Filtro. O usuário seleciona a Densidade. Modo Manual Manual: O usuário configura kV.0 – 500 Mostra mAs selecionados ou exibe mAs pós-exposição nos Modos Auto mAs Máximos selecionáveis dependem do kV e Ponto Focal. 10% ou 12.1 Visores do Sistema de Exposição Tabela 4-2: Opções do Sistema de Exposição no Modo Run Campo Opções Comentários kV 20-35 (Mo) Mostra Kv selecionado e exibe Kv pós-exposição nos Modos 28-39 (Rh) Auto-kV ou Auto-Filter mAs 3. cada alteração na +5 densidade altera os mAs da exposição da configuração de densidade adjacente baseada no valor do Passo Densidade (serviço selecionável para 6%. Densidade -5 a Disponível somente nos Modos Auto. Tam anho do Ponto Focal e Filtro. a Liberação Automática da Compressão é desativada e o campo Liberação da Compressão exibirá LOCKED-OUT (BLOQUEADO). Tamanho do Ponto Focal.Affinity Series Manual do Operador 2. 8%. o sistema entra em condição standby para permitir que o filamento selecionado aqueça.5%). ocorre a liberação da compressão Compressão imediatamente após a exposição. Quando o ponto focal é alterado.1 mm. Auto-kV: O sistema automaticamente seleciona kV e mAs. Liberação da Manual/Auto Se Auto for selecionado. Filme Filme 1/2/3 Cada tipo de filme deve ser calibrado por um engenheiro de Radiológico serviço antes da utilização com as exposições do modo automático Foco Grande/Pequeno Ponto Focal Grande de 0. mAs.3 mm ou Ponto Focal Pequeno de 0. Filtro Mo/Rh O filtro não é selecionável no Modo Auto-Filter. Se uma placa de localização for instalada. Filme Auto-Filtro Radiográfico. O usuário seleciona Densidade e Filme Radiográfico. Densidade. Filme Radiográfico. Não selecionável nos modos Magnificação ou estereotáctico.

Todas as condições de alerta devem ser corrigidas antes de a mensagem poder ser limpa usando a tecla Reset. Tabela A-1. data e hora. detecção de suporte metálico para radiografias.0 A Tela de Padrões do Usuário A tela Padrões do Usuário (Figura 4-2) permite ao usuário configurar os padrões de ativação do sistema de compressão.A Interface do Usuário P/N 9-500-0246 Rev 4 . ID do filme.2 A Área de Mensagem Se o sistema encontrar uma condição de alerta. • READY: O Affinity está preparado para fazer um raio X. 2. 3.. "Configurações Padrão do Usuário". unidades de força..3 Área de Status O Campo Status mostra um dos três estados operacionais do Affinity: • STANDBY: O sistema não está preparado para fazer um exposição A unidade entra nesse estado em condições normais (como permitindo que o filamento da extremidade da ampola de raios-X seja ajustado após uma alteração no ponto focal ou permitindo um breve período de esfriamento após uma exposição) ou quando existe uma condição de alerta. • X-RAY: Esse status é exibido sempre que a unidade está emitindo um raio X. Registre as escolhas para essa unidade na planilha no Apêndice B. Figura 4-2: A Tela de Padrões do Usuário Capítulo 4 . consulte o Apêndice C. Para um lista completa das mensagens de alerta e códigos do Affinity. A indicação de exposição radiográfica remota está disponível se o kit de montagem do Painel de Controle Remoto está sendo usado. Tabela B-1 na página 61.Affinity Series Manual do Operador 2. essa área exibirá a mensagem apropriada e um código numerado. na página 55. Nota.

em incrementos de 10% Pré Compressão 10% . ocorre a liberação da compressão imediatamente após a exposição. Se uma placa de localização for instalada. Realce hh:mm (24 H) o campo 12H e 24H e pressione uma Tecla de Alteração para alternar entre os formatos 12 h ou 24 h.100% Porcentagem da força de compressão aplicada de 15-30 lb.100% Porcentagem da força de compressão aplicada de 25-40 lb.aaaa Realça o placeholder entre os campos (barras ou ponto) e pressione a Tecla de Alteração para alternar entre os formatos Americano e Internacional das datas. dd. a Liberação Automática da Compressão é desativada e o campo Liberação da Compressão exibirá LOCKED-OUT (BLOQUEADO).Affinity Series Manual do Operador Tabela 4-3: Opções da Tela de Padrões do Usuário Item Opções Comentários Liberação da Compressão Manual/Auto Se Auto for selecionado. A Tela de Padrões do Usuário P/N 9-500-0246 Rev 4 . Compressão Total 10% . impede a exibição se o filme já estiver exposto ou se o suporte metálico para radiografias não estive inserido. em incrementos de 10% Modo Compressão Total/Pré Estabelece o modo de compressão padrão Film ID Nenhum/Impressora/AutoID/ Estabelece o dispositivo de etiquetagem padrão Unidades de Força Libras/Newtons Alterna o formato da exibição da força de compressão Sensor do Cassete OFF/On (Ligado/Desligado) Se ativado.mm. Data mm/dd/aaaa Estabelece a data do sistema. Hora hh:mm AM/PM (12 H) Estabelece o horário do sistema.

Essa tela permite parâmetros padrão independentes para cada Modo Run .Affinity Series Manual do Operador 4. "Padrões Selecionados de Técnica de Exposição". Escolha um modo padrão de exposição para procedimentos normais e um modo padrão de exposição para procedimentos de magnificação. "Padrões Selecionados de Técnica de Exposição do Dispositivo de Magnificação" na página 57. Estabeleça os parâmetros para cada modo de exposição. 1. Capítulo 4 – A Interface do Usuário P/N 9-500-0246 Rev 4 .1 Uma Visão Geral da Tela Padrões de Exposição A tela Padrões de Exposição possui duas seções: a parte superior estabelece os padrões para cada modo de exposição. Escolha qual modo de exposição será padrão. enquanto a parte inferior controla qual modo deve ser exibido na ativação. Tabela A-2. As escolhas feitas aqui são exibidas na tela Modo Run toda vez que o sistema é ativado. Estabeleça os parâmetros para cada modo de exposição. Para utilizar essa tela: 1.0 A Tela Padrões de Exposição Essa tela permite ao usuário estabelecer os padrões de exposição do sistema. o conteúdo da tela mudará para refletir as opções específicas para esse modo. 2. 4. Como o modo de exposição é alterado nessa tela. na página 56 e Tabela A-3. 2. Figura 4-3: Visão Geral da Tela de Padrões de Exposição Registre as escolhas desta unidade nas planilhas no Apêndice B.

Para facilitar a explicação.2.Affinity Series Manual do Operador 4.2 Padrões de Configuração para Cada Modo de Exposição Nota.2. 4.2 Modo Auto-kV Item Opções Densidade -5 +5 Filme Radiográfico Filme 1/2/3 Foco Largo/Curto Janela Auto-kV LG FS: 200/165/125/Auto SM FS: 60/50/38/Auto kV inicial 25 ou 26 A Tela Padrões de Exposição P/N 9-500-0246 Rev 4 . Auto kV inicial 25 ou 26 4. Todos os campos são da mesma cor nas telas reais..1 Modo Auto-Filter Item Opções Densidade -5 +5 Filme Radiográfico Filme 1/2/3 Janela Auto-kV 200 mAs. os campos inacessíveis são exibidos em cinza claro nas ilustrações da tela que se seguem..

2.Affinity Series Manual do Operador 4.3 Modo Auto-Time Item Opções KV 20-35 (Mo).4 Modo Manual Item Opções KV 20-35 (Mo).2. 28-39 (RH) mAs 3-500 LG FS 3-150 SM FS Filme Radiográfico Filme 1/2/3 Foco Largo/Curto Capítulo 4 – A Interface do Usuário P/N 9-500-0246 Rev 4 . 28-39 (RH) Densidade -5 +5 Filme Radiográfico Filme 1/2/3 Foco Largo/Curto 4.

5 Modo Mag Auto -kV Item Opções Densidade -5 +5 Filme Radiográfico Filme 1/2/3 Janela Auto-kV 60/50/38/Auto kV Inicial 25 ou 26 4.Affinity Series Manual do Operador 4.2.6 Modo Mag Auto -Time Item Opções KV 20-35 (Mo). 28-39 (RH) Densidade -5 +5 Filme Radiográfico Filme 1/2/3 A Tela Padrões de Exposiç ão P/N 9-500-0246 Rev 4 .2.

A Interface do Usuário P/N 9-500-0246 Rev 4 .7 Modo Mag Manual Item Opções KV 20-35 (Mo).Affinity Series Manual do Operador 4.2.3 Configurando os Modos Padrão de Exposição Item Opções Modo Padrão de Exposição Manual Auto-kV Auto-Tempo Auto-Filtro Modo Padrão de Magnificação Mag Manual Mag Auto-kV Mag Auto-Tempo Capítulo 4 . 28-39 (RH) mAs 3-150 Filme Radiográfico Filme 1/2/3 4.

Affinity Series Manual do Operador .

3. usando acessórios específicos. Note que os acessórios instalados dependerão do pacote de opções comprado com seu aparelho de radiografia e tipo de aplicação clínica sendo realizada. Introdução P/N 9-500-0246 Rev 4 .0 Instalação e Remoção de Acessórios Esta seção detalha a instalação. alguns suportes metálicos para radiografias podem apresentar ligeiros movimentos à medida que o braço-C é girado. Devido a não padronização dos suportes metálicos para radiografias DIN.0 Introdução O sistema pode ser configurado para fazer triagens e aplicações diagnósticas. configuração e remoção de acessórios. Nota.Affinity Series Manual do Operador Capítulo 5 .. Note que a abrangência da gama de capacidade do Affinity depende dos acessórios selecionados.0 Acessórios Disponíveis Para uma lista de acessórios disponíveis do Affinity. 2. Esse capítulo explica o uso dos acessórios.. consulte a Tabela A-4 na página 58. Dispositivos Bucky Os dispositivos Bucky aceitam somente suportes metálicos para radiografias do tipo DIN. Esses suportes metálicos para radiografias possuem uma janela deslizante para posicionamento fotográfico da informação de exposição diretamente em cima do filme usando o AutoFilm ID opcional.Instalação de Acessórios 1.

Para remover o dispositivo Bucky . puxe a alavanca de liberação do Bucky nº2 (lado direito do Bucky) enquanto puxa o Bucky em linha reta para fora. Deslize o dispositivo Bucky na IRSD até que se encaixe no receptáculo do braço C e as presilhas do Bucky se encaixem. siga estes passos (consulte Figura 5-1): 1. Insira um cassete carregado em qualquer um dos lados – até que se encaixe no lugar. Figura 5-1: Montando e Colocando o Dispositivo Bucky Capítulo 5 – Instalação de Acessórios P/N 9-500-0246 Rev 4 . Empurre uma alavanca de ejeção do cassete (nº 1) (uma em cada lado do Bucky) para ejetar o cassete 2. 3. 4. Fique de pé defronte à unidade. Para ejetar o cassete e remover o dispositivo Bucky: 1.Affinity Series Manual do Operador Para instalar e colocar o dispositivo Bucky. olhando para o braço C. Oriente o Bucky de forma que o conector do Bucky esteja de frente para o receptáculo no braço C 2. Alinhe os trilhos laterais na parte inferior do dispositivo Bucky com as bordas do Dispositivo e Suporte do Receptor de Imagem (IRSD).

3. 2. 3.3 Removendo a Plataforma de Magnificação 1. Oriente o cassete carregado de forma que fique diretamente sobre o porta cassete. 3. Para remover a Plataforma de Magnificação.1. Figura 5-2: Montando e Colocando um Porta Cassete. o porta cassete somente é instalado durante estudos de magnificação. Empurre-o para baixo até que as travas se encaixem no lugar. Remova o Dispositivo Bucky.1 Instalando e colocando o porta cassete para estudos de magnificação 1. Deslize os ganchos até que se encaixem no local.1. 5. Isso dará espaço necessário para a instalação segura da Bandeja de Magnificação. Levante o acessório para cima e para fora da presilha de suporte. 2. A Plataforma de Ampliação Affinity é instalada no braço C Affinity e consiste de uma plataforma de tórax uma placa abdominal. Empurre para baixo na borda da parede torácica do cassete até que ele se encaixe com firmeza no porta-cassete.2 Instalando a Plataforma de Magnificação 1. 3. 2. depois deslize-a sob a gaveta frontal do porta- cassete. Deslize o porta cassete no IRSD até que ele pare. 3. Alinhe os trilhos laterais na parte inferior do porta cassete 18 x 24 cm com as bordas do IRSD. pressione para baixo as travas de fixação de para soltar os ganchos. Instalação e Remoção de Acessórios P/N 9-500-0246 Rev 4 . depois eleve o Dispositivo de Compressão acima das ranhuras no braço C. 4. quando a Plataforma de Magnificação é instalada.1.Affinity Series Manual do Operador 3. Incline o lado da ampola de raios-X para baixo. Remova o Anteparo Facial. Prenda a Plataforma de Magnificação pelas presilhas de suporte e oriente-a defronte ao braço C de forma que os ganchos fiquem alinhados com as ranhuras de montagem. Esses porta-cassetes aceitam tanto cassetes para a luz do dia como cassetes não luz do dia. Tipicamente.1 Porta Cassete e Plataforma de Magnificação O porta-cassete frontal de 18 x 24 cm é opcional no sistema Affinity.

Puxe para cima até que a parte do cassete da parede torácica se desengate do porta cassete 3. Substitua o dispositivo Bucky. Para remover o cassete do porta-cassete.1. Capítulo 5 – Instalação de Acessórios P/N 9-500-0246 Rev 4 . 2. 5. Substitua o Anteparo Facial.4 Removendo o cassete e o porta-cassete 1. segure com firmeza ambos os lados do cassete próximo à borda da parede torácica.Affinity Series Manual do Operador Figura 5-3: Instalação da Plataforma de Magnificação 3. Puxe o porta cassete para fora da IRSD 4.

Affinity Series Manual do Operador 3.2 Colocando a Mesa Deslize o cassete carregado na gaveta da Mesa do cassete. de qualquer um dos lados. Se o sensor do cassete está em ON. 2. com um suporte de receptor de imagem embutido o que é equivalente a um porta cassete de alimentação lateral.2. A base da Mesa de Magnificação possui duas lâmpadas indicadoras (verde e âmbar) para alertar o usuário quanto à presença ou ausência do cassete. Nota A instalação de um Dispositivo de Magnificação fará com que o sistema se comute automaticamente para o modo Default MAG Instalação e Remoção de Acessórios P/N 9-500-0246 Rev 4 . a exposição será proibida se a luz âmbar estiver acesa e uma mensagem de alerta será exibida no painel de controle. . Figura 5-4: Mesa de Magnificação 3. Puxe o cassete em linha reta para fora do dispositivo. .2 Instalando a Mesa de Magnificação A Mesa de Magnificação é completa. A plataforma desliza n IRSD da mesma forma que o dispositivo Bucky.3 Removendo o Cassete 1.2. 3. Alinhe os trilhos laterais da Mesa com as bordas do IRSD. 2.Remova o Dispositivo Bucky.2. Empurre a alavanca de Ejeção do Cassete em um dos lados da Mesa de Magnificação até que o cassete se solte da gaveta do cassete. Eleve completamente o Dispositivo de Compressão para acima das ranhuras do braço C para proporcionar espaço para a instalação da Mesa. Deslize a Mesa na unidade IRSD até que se encaixe no local.1 Instalando a Mesa de Magnificação 1. 3.até que se encaixe no local. 3.

axilar ou quadrante) 2 15 cm Contato/Magnificação Visualizações Complementares (ou seja. permitem que o sistema realize aplicações tais como: • Exames de Visualização Complementar • Localização por Agulha • Estudos de Compressão por Ponto • Estudos de Magnificação por Pontos Consulte a tabela e ilustração que se seguem como orientação na escolha de Placas de Compressão.5 cm Contato por Compressão por Ponto e Estudos de Ponto/Magnificação Magnificação de Ponto Figura 5-5: Placas de Compressão Affinity Capítulo 5 – Instalação de Acessórios P/N 9-500-0246 Rev 4 . fornecidas como opções. Tabela 5-1:Aplicações de Placas de Compressão Número PLACA DE COMPRESSÃO APLICAÇÃO TÍPICA 1 10 cm Contato/Magnificação Visualizações Complementares (ou seja.3 Placas de Compressão A Placa Padrão de Compressão é utilizada para imagem de contato de campo total. axilar ou quadrante) 3 15 cm (Aberta ou Perfurada) Localização 4 10 cm (Aberta ou Perfurada) Localização 5 24 x 30 cm Padrão Verificação de Rotina 24 x 30 cm FAST 6 18 x 24 cm Standard Verificação de Rotina 18 x 24 cm FAST 7 Ultra-som Ultra-som 8 7.Affinity Series Manual do Operador 3. Outras placas.

todavia. compressão adequada é necessária ao se utilizar a Placa FAST. A placa está em posição plana até que a força de compressão de aproximadamente 20 libras (88 Newtons) for aplicada. É muito importante ser consistente na aplicação da compressão ao utilizar Placa FAST. bem como compressão inadequada de tecido sobreposto.2 Uso da Placa FAST O uso da Placa Totalmente Automática de Inclinação Auto Ajustável (FAST) é muito aconselhável para pacientes com combinações de tecido de mama que não permitem compressão uniforme em toda a mama ao se utilizar as placas de compressão convencionais planas. visto que isso melhorará a qualidade da imagem. ou “felpuda” na região anterior.1 Marcas do Sensor AEC – Placas de Compressão de Campo Total As superfícies das Placas de Compressão de Campo Total são marcadas com 7 posições do Sensor AEC para auxiliar o usuário a posicionar com precisão o Sensor AEC durante exposições no Automatic Mode.3. a placa FAST proporcionará os seguintes benefícios: • Reduzidos artefatos de movimento em face da melhor imobilização • Compressão mais uniforme da parede torácica ao mamilo para qualidade superior da imagem. • Maximizar o conforto da paciente prevenindo compressão exagerada na parede torácica. Para operação com o Bucky HTC. Para esses pacientes. Para tais pacientes com uma espessura desproporcional na parede torácica.Affinity Series Manual do Operador 3. então ela continua a se inclinar ao seu ângulo Maximo sob a orça aplicada de aproximadamente 30 libras (132 Newtons). É muito importante aplicar compressão suficiente para imobilizar a mama. 3.3. o uso da Placa FAST não exige compressão excessiva para qualidade superior da imagem. a compressão inadequada através de toda a área da mama resultará em uma imagem que poderá parecer estar “fora e foco”. ou superior. Isso se deve a ambos: movimento involuntário. A Placa FAST é projetada para se inclinar automaticamente à medida que a compressão é aplicada. quando comparada com a área anterior da mama. Isso se aplica principalmente às visualizações direita e esquerda correspondente. Instalação e Remoção de Acessórios P/N 9-500-0246 Rev 4 . A Placa FAST pode não ser ideal para mamas que sejam iguais ou simétricas em espessura a partir da parede torácica à área anterior da mama.

Affinity Series Manual do Operador 3. Quando uma Placa de Localização é instalada. segure a estrutura metálica da placa com ambas as mãos. então. A Liberação da Paciente se dá através das funções de compressão para cima (seletores ou pedal de acionamento). Para remover a placa de compressão. Alinhe os pinos de montagem na estrutura traseira da placa com os orifícios de montagem do Dispositivo de Compressão. puxe a Placa de Compressão para fora dos orifícios de montagem na direção reta. 3.3 Instalando e Removendo Placas de Compressão Nota. 1. Figura 5-6: Instalando Placas de Compressão Cuidado: Remover a placa de compressão segurando o plástico pode causar dano ao plástico. 4. Puxe suavemente a placa para fora aproximadamente 1/8” até que se encaixe no local.. Capítulo 5 – Instalação de Acessórios P/N 9-500-0246 Rev 4 .. Todas as Placas de Compressão são montadas no Dispositivo de Compressão da mesma maneira. 2. Empurre a placa com firmeza para dentro do Dispositivo de Compressão até que ela pare. o sistema desliga os recursos de Liberação da Compressão automática e desabilita os seletores de Liberação da Compressão.3.

o sistema permanecerá em posição “standby” (em espera) evitando.1 Aberturas disponíveis 1.4. O Affinity detecta automaticamente o tipo de abertura instalado. Caso o sistema identifique uma abertura que ao seja compatível com o receptor de imagem. 24 x 30 cm.5 cm 5. dessa forma.4 Aberturas As aberturas são usadas para colimar o campo de raios-X a uma dimensão apropriada para a aplicação clínica que está sendo realizada. exposições. Ponto de Magnificação 7.Affinity Series Manual do Operador 3. Auto-Abertura 18 x 24 cm.5 cm 3. Magnificação Campo Total Figura 5-7: Aberturas do Affinity Instalação e Remoção de Acessórios P/N 9-500-0246 Rev 4 . 2. Contato por Ponto 7. 3. Contato por Cone 10 cm 4.

Para remover a abertura. amassada) deve ser verificada por um engenheiro de serviço qualificado para garantir que atende aos regulamentos.4. 3. Figura 5-8: Instalando Aberturas Cuidado: Ao manusear aberturas. Sempre armazene aberturas em local seguro quando não estiverem sendo utilizadas.2 Instalando e Removendo Aberturas 1. retire-a em linha reta da gaveta da extremidade da ampola de raios-X. Uma abertura mal manuseada (ou seja. que caiu.0 Compatibilidade da Abertura Para informações sobre aberturas. Alinhe a abertura escolhida com a frente da gaveta da extremidade da ampola de raios-X de forma que a placa da face está com a face voltada para fora da extremidade da ampola. placa e IRSD compatíveis. consulte a tabela A-5 na página 60. Insira a abertura completamente na gaveta até que o plástico da placa de face esteja rente com o alojamento da ampola de raios-X. 4. tome sempre muito cuidado para evitar danos ao conjunto. Capítulo 5 – Instalação de Acessórios P/N 9-500-0246 Rev 4 . 2. próximo da placa da face.Affinity Series Manual do Operador 3.

Para remover o anteparo da face. a seguir. 2. Empurre o anteparo da face completamente no suporte.Affinity Series Manual do Operador 4. siga os seguintes passos: 1. O Anteparo Facial não oferece proteção contra exposição através do acrílico. afaste os lados traseiros do anteparo para fora (para longe da ampola de raios-X). Deslize a extremidade aberta do anteparo da face nas ranhuras de montagem na extremidade da ampola de raios-X 3. deslize o anteparo para fora do suporte. Para instalar o Anteparo da Face. Compatibilidade da Abertura P/N 9-500-0246 Rev 4 . O anteparo da face á montado na extremidade da ampola de raios-X e circunda a porta da ampola de raios-X. sempre se assegure de que o Anteparo Facial esteja instalado.1 O Anteparo da Face da Paciente O anteparo da face evita que a cabeça e a face da paciente entrem no campo de raios-X durante o exame. antes do uso. Figura 5-9: Instalando o Anteparo Facial Aviso! Para exposições outras que não estudos de magnificação. Lembre-se de verificar sua condição diariamente. Coloque o Anteparo da Face de forma que se lado aberto fique de frente para o Braço C.

4.2 Pedal(ais) de Acionamento de Função Dupla O Affinity é dotado de soquetes para a conexão de dois Pedais de Acionamento de Dupla Função. Encaixe o Bocal do Pedal de Acionamento no receptáculo do Pedal de Acionamento na parte traseira do Pórtico. na parte traseira do Pórtico. para baixo. Dupla Capítulo 5 – Instalação de Acessórios P/N 9-500-0246 Rev 4 . na parte posterior do Pórtico. 3. Posicione o Conjunto do Pedal de Acionamento no local desejado no piso. Caso surja necessidade de instalar Pedais de Acionamento em outras ocasiões. siga estes passos: 1. segure com firmeza o bocal do Pedal de Acionamento enquanto puxa o bocal em linha reta para fora do receptáculo.Affinity Series Manual do Operador 4. do braço C e do Dispositivo de Compressão que é idêntico aos movimentos correspondentes proporcionados pelos seletores de controle dos Teclados Compactos do Braço C Tipicamente. coloque o pedal de acionamento de forma que evite ativação acidental pela paciente ou pela cadeira. Figura 5-10: Receptáculo do Pedal de Acionamento 2. posicione-os de forma que um esteja acessível de cada um dos lados do braço C. Cada pedal permite o movimento motorizado. abaixo do braço C. Aviso! Ao examinar uma paciente em cadeira de rodas. de mãos livres. Caso o sistema tenha dois Pedais de Acionamento. Figura 5-11: O Pedal de Acionamento de Função. Para retirar o Pedal de Acionamento. Oriente o bocal do conector do Pedal de Acionamento com o bocal no receptáculo do Pedal de Acionamento. engenheiro de serviços conecta os Pedais de Acionamento por ocasião da instalação. Cuidado: Nunca retire o Pedal de Acionamento puxando pelo cordão que liga o bocal ao Pedal de Acionamento.

1 O Sistema de Biópsia LORAD StereoLoc II O StereoLock II é uma opção que configura o M-IV para procedimentos estereotácticos.0 Equipamento Opcional Equipamento opcional tais como o LORAD DSM. O sistema de biópsia Stereoloc II consiste de 4 conjuntos principais: • O Conjunto Prancha/Biópsia • O Conjunto de Freio de Rotação Interna • O Módulo de Controle • O StereoLoc IRSD O Colar de Rotação é instalado na fábrica (no pedido de compras). O Conjunto Prancha/Biópsia. Figura 5. Para obter informações detalhadas.Affinity Series Manual do Operador 5. o sistema de biópsia LORAD StereoLoc II e o sistema HIS/RIS podem ser fac ilmente instalados. Módulo de Controle e o IRSD são instalados no braço C. O StereoLoc II opera com combinações de películas radiográficas padrão ou com o Sistema LORAD DSM. A secção a seguir fornece informações de ajuste (Setup) para o equipamento adicional disponível para uso com o sistema. ou em campo por um representante de serviço LORAD. consulte o Manual do Operador para cada opção.12: O Sistema STERELOC II . 5. conforme necessário para a aplicação.

Affinity Series Manual do Operador .

2. página 19. efetue as seguintes verificações de ativação para certificar-se e que a unidade foi ativada e que está funcionando adequadamente. Utilize o seguinte como orientação: 1. Cada um desses procedimentos exige uma diferente combinação de acessórios.3 Configurações – Técnicas de Exposição Para exames de outra paciente.1 Ativação do Sistema Antes de a paciente ser introduzida na sala do exame. Densidade e filtro. Para exposições no modo Auto-Time. Ponto Focal. ajuste a Densidade e o tipo de filme radiográfico. Para modo de Exposição Manual. Para exposições no modo Auto-Filter. estudos diagnósticos.2 Instalação de Acessórios Instale os acessórios adequados ao procedimento: • Receptor de Imagem • Placa de Compressão • Abertura • Anteparo Facial 2. mAs. 2. ajuste o kV. estabeleça as técnicas de exposição para a primeira visualização antes de colocar a paciente sob compressão.0 Introdução Este capítulo oferece uma seqüência sugerida da operação para a tomada de filmes da paciente com o Affinity. estudos de magnificação e de localização. ajuste o kV. tipo de filme radiográfico. Densidade e Filtro. tipo de filme radiográfico. . se necessário. mas todos são realizados na mesma seqüência geral de passos. Deve-se notar que esses passos são um roteiro recomendado de seguir através do processo do exame e não se destinam a substituir treinamento clinico e metodologia convencionais. Consulte o Capítulo 3.Affinity Series Manual do Operador Capítulo 6 – Procedimentos Clínicos 1. tipo de filme radiográfico. com relação às instruções detalhadas para tais verificações. As técnicas de exposição configuradas dependerão do modo de exposição selecionado. 4. Para exposições no modo Auto-kV. 3. Ponto Focal e filtro.0 Seqüência da Operação O Affinity é capaz de realizar procedimentos de verificações de rotina. 2. ajuste o Ponto Focal. • As verificações pré-ativação • A seqüência de ativação • As verificações de Pós-Ativação • Verificação Funcional – Controles do braço C • Verificação Funcional – Controles da Extremidade da Ampola de raios-X • Verificação Funcional – Controles de Pedal de Acionamento 2.

Affinity Series Manual do Operador Introdução P/N 9-500-0246 Rev 4 .

preste atenção para alisar quaisquer dobras de pele. Faça os ajustes finais de altura para trazer o apoio da mama para o mesmo plano que a o da mama da paciente . Utilize os controles de altura do braço C para elevar ou abaixar o apoio da mama para acomodar cada paciente.Affinity Series Manual do Operador 2. pare e corrija ajustes na posição. Coloque a mama da paciente dentro do campo iluminado para assegurar cobertura total. 7. Aviso! Sempre preste atenção especial na posição das mãos e braços da paciente com relação a quaisquer controles do braço C Capítulo 6 – Procedimento Clínico P/N 9-500-0246 Rev 4 . Informe a paciente sobre a localização de todos os seletores de controle e dê instruções para que evite contato com qualquer desses controles do equipamento. Aplique compressão vagarosamente. Coloque a mama da paciente sob compressão • Sempre que possível. 3. use os controles do pedal de acionamento para proporcionar controle da compressão e ajuste da altura do braço-C com mãos livres. Conforme necessário. Movimente a paciente até o braço C. 6. 2.4 Posicionando a Paciente 1. Utilize os controles de liberação de rotação do braço C para mover a extremidade da ampola de raios-X para o ângulo de projeção clinica exigido. 8. Visores no Pórtico indicam o ângulo atual do braço C. Coloque o braço ou a mão da paciente na barra de paciente. Utilize técnicas de posicionamento para maximizar a imagem da parede torácica. Durante compressão motorizada. Utilize as Maçanetas para realizar ajustes finais de compressão. • Use a lâmpada do campo de luz conforme necessário para visualizar o campo de raios-X. 5. 4.

o dispositivo de compressão se eleva após a exposição. 4. desinfecção descritos no Capítulo 7. Pressione e segure o seletor de raios-X e o pedal de acionamento (se instalado) durante toda a duração da exposição até que o tom pare. Utilize a seqüência sugerida para efetuar exposições de mamografia utilizando Affinity. Se o sistema não acessar o status “ready” dentro de 20 segundos. 5. Ao final da exposição. Antes de exposição. Verifique que área de status da tela do modo Run exibe: READY. Consulte o fabricante da impressora quanto à disponibilidade. eleve o dispositivo de compressão e ajude a paciente a paciente a sair do braço-C. Nota. Anote qualquer dado necessário da paciente na etiqueta.Affinity Series Manual do Operador 2. Quando conectada e online a impressora de etiquetas imprime uma etiqueta de filme ao final de cada exposição. 3. O filme processado conterá a etiqueta “fotografada” no canto superior do filme. página 51. Se o modo de liberação da compressão estiver ajustado para manual. antes de utilizar a unidade em outra paciente. 6. 4. Para modo de exposição automática. Se o recurso de liberação automática estiver configurado. verifique se todos os acessórios estão instalados e são compatíveis com o tipo de exame que está sendo conduzido. Remova o cassete do Receptor de Imagem ao final da exposição. 2. 3.6 Etiquetando o Filme (Opcional) O sistema Affinity possui duas opções de rotulagem do filme. Verifique que após 30 segundos o status do sistema volte para READY. 7. Fique atrás do anteparo de radiação e verifique se todos os fatores de exposição estão configurados conforme desejado. limpeza. Finalizado o exame. 2. Verifique que o status do modo Run indica STANDBY. 1. use o teclado AutoID para inserir os dados da paciente. Aviso! Observe todas as precauções de segurança ao efetuar exposições de raios-X 1. Para unidades equipadas com AutoFilm ID. Deslize o cassete tipo DIN na gaveta do AutoFilm ID. Etiquetas e fitas de reposição podem ser compradas. 1. efetue os procedimentos de cuidado..5 Seqüência de Exposição Uma vez comprimida a mama da paciente. realize a exposição. A Impressora de Etiquetas imprime uma etiqueta adesiva com os dados da exposição. certifique-se de que a impressora está online. Se necessário faça alterações técnicas finais. Avalie o valor mAs pós-exposição (modos automáticos) para ajustes de técnica posteriores. Consulte o manual da impressora quanto aos números de peças apropriados. 3. Quando o tom parar puxe o cassete para fora e processe o filme. remova o cassete e processe o filme. Seqüência da Operação P/N 9-500-0246 Rev 4 . 2.. O AutoFilm ID coloca uma etiqueta fotográfica da paciente e dos dados da exposição diretamente no filme. 2. posicione o sensor AEC sob a parte mais densa da mama. Coloque a etiqueta do filme diretamente no filme processado.

Affinity Series Manual do Operador Capítulo 6 – Procedimento Clínico P/N 9-500-0246 Rev 4 .

conforme as seguintes especificações: • NÃO limpe com produtos de limpeza a base de solvente (que contenham benzeno ou removedores de manchas) as superfícies das peças que entram em contato com a paciente (ou seja.. As seguintes soluções para limpar se mostraram compatíveis com as placas de compressão e acessórios de policarbonato: • solução a 10% de alvejante e água. • NÃO use força excessiva ou produtos de limpeza abrasivos.1 Limpeza e Desinfecção TODAS as partes da unidade que entram em contato com a paciente devem ser limpas e desinfetadas antes de cada exame. porta Cassetes.2 Recomendações Para limpeza geral. anteparo facial. o que pode danificar os componentes eletrônicos. • 70% (por volume) de solução isopropílica. Como regra geral.. use um pano sem fiapos umedecido com água ou uma solução aquosa diluída morna de um detergente doméstico.Affinity Series Manual do Operador Capítulo 7 – Cuidado e Manutenção 1. os sprays desinfetantes não podem ser usados diretamente. 1. placas de compressão). Soluções de desinfecção patenteadas que atendam as restrições acima são adequadas. uma vez que a névoa gerada pela pulverização pode penetrar na unidade. Cuidados e Limpeza P/N 9-500-0246 Rev 4 . 1. descarte-os e os substitua. O regime padrão do hospital para desinfecção deve ser respeitado. Após fazer a limpeza com as soluções acima. aplique primeiro o agente em um pano ou chumaço esterilizado e depois use o chumaço para aplicar o agente na superfície que esteja necessitando de desinfecção. dispositivos Bucky. produtos polidores ou ceras nas partes que entram em contato com a paciente. contanto que as instruções do fabricante sejam rigorosamente seguidas. • Concentração máxima a 90% de solução de Peróxido de Hidrogênio Nota. Se eles começarem a apresentar rachaduras. as placas de compressão DEVEM ser lavadas com sabão e água morna . Para usar um agente desinfetante em forma de spray.0 Cuidado e Limpeza Manuseie os acessórios plásticos cuidadosamente e os inspecione freqüentemente.

mesmo aqueles que não são geralmente utilizados.Cuidados e Manutenção P/N 9-500-0246 Rev 4 . 2. Realize testes funcionais completos dos sistemas eletromecânicos da unidade. auxiliará a manter o pico de desempenho do Sistema de Mamografia Affinity. use um pano sem fiapos umedecido com água ou uma solução aquosa diluída morna de um detergente doméstico. 2. Inspecione todos os acessórios quanto a danos. se seguido.Affinity Series Manual do Operador 2. Corrija todas as discrepâncias encontradas.2 Escala de Manutenção Mensal 1.3 Manutenção Semestral • Compressão • Precisão e Reprodutibilidade do Sincronizador • Precisão e Reprodutibilidade do kVp • Linearidade mR/mAs • HVL 2. Substitua imediatamente os acessórios danificados. Para limpar a unidade no final do dia. Realize o regime hospitalar padrão para limpeza e desinfecção de todas as partes que entram em contato com a paciente antes de cada exame.4 Manutenção Anual • Avaliação do Conjunto • Colimação • Dimensão do Ponto Focal • Desempenho AEC Capítulo 7 . 2.1 Escala de Manutenção Diária 1. 2. 2.0 Escala de Manutenção A seção seguinte define um regime de manutenção que.

Affinity Series Manual do Operador .

.0 Introdução O propósito desta seção é proporcionar ao usuário páginas reprodutíveis as quais possa copiar e ter disponíveis para uso diário.Affinity Series Manual do Operador Anexo A – Formulários e Referências 1.

Affinity Series Manual do Operador Introdução P/N 9-500-0246 Rev 4 .

q 1. Instalar acessórios apropriados para o procedimento. Verificar – Cordão Intacto e Disjuntor “OFF” q 3. Verificar – Opção Rotulagem de Filme conectada q 4. ou porta Cassete e Bandeja de Magnificação q Verificar – Placa de Compressão Instalada q Verificar – Anteparo Facial q Verificar – Abertura Instalada q 11. Anexo A – Formulários e Referências P/N 9-500-0246 Rev 4 . q Verificar – Bucky.0 Lista de Verificação dos Procedimentos de Ativação e Clínicos Consulte “Capítulo 3 – Seqüências Ativação e Desligamento” e “Capítulo 6 -Procedimentos Clínicos” quanto a informações detalhadas sobre qualquer uma dessas etapas. Verificação Funcional – Controles Extremidade da Ampola de Raios-X q 8. Avaliar informações pós Exposição q 16. Verificações da integridade do Sistema q 2. Verificar Tela Modo Run q 6. Realizar Exposição q 15. Aplicar Compressão q 14. Posicionar Paciente q 13. Etiquetar o Filme (opção fotografada ou impressa). Verificação Funcional – Controles do Braço-C q 7. Ativar Unidade com Disjuntor q 5.Affinity Series Manual do Operador 2. Verificação Funcional – Seletor de Emergência OFF q 9. Configurar Técnicas de Exposição q 12. Re-armar Seletor de Emergência OFF e colocar Disjuntor em “ON” q 10.

aaaa q dd. Registre os padrões selecionados para está unidade nestas folhas de trabalho e guarde-as com o Manual.mm.mm. Tabela A-1: Configurações Padrões do Usuário Padrões do Usuário Campo Opções Disponíveis Comentários Liberação da q Manual Compressão q Automático Compressão Total q10% q20% q30% q40% q50% 25-40 lb de compressão q60% q70% q80% q90% q100% Pré Compressão q10% q20% q30% q40% q50% 15-30 lb de compressão q60% q70% q80% q90% q100% Modo de Compressão q Total q Pré Filme ID qNenhum qPrinter qAuto-ID Unidade de Força qNewtons qlb Sensor do Cassete qLigado qDesligado Data q mm/dd/aaaa q mm/dd/aaaa Formato EUA q dd.Affinity Series Manual do Operador 3.0 Folhas de Registro de Padrões do Equipamento Nome:________________________________________Data:____________________________________ Número de Série Unidade:__________________________Localização da Unidade:__________________ Copie estas 3 páginas de registro de padrões (defaults).aaaa Formato Internacional Hora q hh:mm AM 12 h Exemplo: 01:30 PM (relógio de12 q hhmm 24 h horas) é o mesmo que 13:30 (relógio de 24 horas) Folhas de Registro de Padrões do Equipamento P/N 9-500-0246 Rev 4 .

Não Selecionável Não Selecionável Grande: Grande: kV q 125 mAs q 165 mAs q 200 mAs q Auto q 200 mAs q Auto Pequeno: q 38 mAs q 50 mAs q 60 mAs q Auto Modo de Seleciona o modo em que a unidade está quando ativada. Padrões de Exposição Técnica Manual Auto-Time Auto-kV Auto-Filter kV o kV (Mo) o kV (Mo) o kV de partida (Mo) o kV de partida(Mo) mAs o Ponto Focal Não Selecionável Não Selecionável Não Selecionável Grande o Ponto Focal Pequeno Densidade Não Selecionável o o o -5 a Normal (0) a +5-5 a Normal (0) a +5 -5 a Normal (0) a +5 Filme q Filme 1 q Filme 1 q Filme 1 q Filme 1 Radiográfico q Filme 2 q Filme 2 q Filme 2 q Filme 2 q Filme 3 q Filme 3 q Filme 3 q Filme 3 Ponto Focal q Grande q Grande q Grande q Grande Janela Auto . Padrão ____________________________________________ (Default) Modo Mag Seleciona o modo em que a unidade está quando o Dispositivo de Magnificação é instalado. Pode Padrão ser selecionado ou alterado em qualquer modo.Affinity Series Manual do Operador Tabela A-2: Padrões Selecionados de Técnica de Exposição. Pode ser selecionado ou alterado em Exposição qualquer modo. ____________________________________________ Anexo A – Formulários e Referências P/N 9-500-0246 Rev 4 .

Pode ser Exposição selecionado ou alterado em qualquer modo. ____________________________________________ Folhas de Registro do Padrão do Equipamento P/N 9-500-0246 Rev 4 .Affinity Series Manual do Operador Tabela A-3: Padrões Selecionados de Técnica de Exposição do Dispositivo de Magnificação Padrões do Modo de Exposição Mag Técnica Manual Auto-Time Auto-kV kV o kV (M) o kV (Mo) o kV de partida (Mo) mAs o Ponto Focal Não Selecionável Não Selecionável Pequeno Densidade Não Selecionável o o -5 a Normal (0) a +5 -5 a Normal (0) a +5 Filme q Filme 1 q Filme 1 q Filme 1 Radiológico q Filme 2 q Filme 2 q Filme 2 q Filme 3 q Filme 3 q Filme 3 Ponto Focal q Pequeno q Pequeno q Pequeno Janela Não Selecionável Não Selecionável Pequeno: Auto-kV q 38 mAs q 50 mAs q 60 mAs q Auto Modo de Seleciona o modo em que a unidade está quando ativada. Pode ser selecionado ou alterado em qualquer modo. Padrão ____________________________________________ (Default) Modo Mag Seleciona o modo em que a unidade está quando o Dispositivo de Padrão Magnificação é instalado.

0 Acessórios Disponíveis para o Affinity Tabela A-4: Lista de Acessórios Disponíveis Peça ? Descrição Manuais 9-800-0040 Pacote de Manual do Affinity Placas 3-000-4571 24 x 30 cm. HTC Bucky 4-000-0242 18 x 24 cm.Affinity Series Manual do Operador 4.S.A. Placa F. Placa de Contato por Ponto/Magnificação 3-000-4584 10 cm. Abertura Cônica 3-000-5084 Auto-Abertura Anexo A – Formulários e Referências P/N 9-500-0246 Rev 4 . Placa Perfurada de Localização 3-000-4581 15 cm. HTC Bucky 4-000-0244 24 x 30 cm. Placa F. 3-000-4604 18 x 24 cm. Placa de Contato/Magnificação 3-000-4583 7. Porta Cassete Alimentação Frontal 4-000-0241 18 x 24 cm.A.T. Placa Padrão 3-000-4572 18 x 24 cm. Placa de Contato/Magnificação 3-000-4580 10 cm. 3-000-5080 Placa de Ultra-Som Receptores de Imagem 3-000-3121 18 x 24 cm. Plac a de Localização Aberta 3-000-4585 15 cm. Sistema de Grade SRL 2000 4-000-0243 24 x 30 cm.5 cm.T. Placa Perfurada de Localização 3-000-4582 15 cm. Placa Padrão 3-000-4579 10 cm.5 cm. Sistema de Grade SRL 2000 Aberturas 3-000-5086 7. Abertura de Ponto 3-000-5087 7. Abertura de Magnificação de Ponto 3-000-5088 10 cm.5 cm.S. Placa de Localização Aberta 3-000-4603 24 x 30 cm.

Porta Cassete de Alimentação Frontal 3-000-5020 Pedal de Acionamento 3-405-7071 Anteparo Facial 9-400-0236 Kit de Cabos da Impressora 9-400-0241 Pacote de Localização 9-400-0242 Kit de Anteparo do Operador 9-400-0278 Kit de Controle Remoto 8-005-0007 LORAD Auto-Film ID Acessórios Disponíveis para o Affinity P/N 9-500-0246 Rev 4 .Affinity Series Manual do Operador Tabela A-4: Lista de Acessórios Disponíveis Peça ? Discrição 3-0005085 Magnificação de Campo Total Outros 2-425-3020 Marcadores de Visualização 3-000-4586 Conjunto Montagem do Fio de Reticulo 3-000-5091 Mesa de Magnificação 3-000-4594 Plataforma de Magnificação 3-000-3121 Conjunto 18 x 24 cm.

Affinity Series Manual do Operador 5. 7.0 Compatibilidade da Abertura Tabela A-5: Compatibilidade da Abertura Dispositivo Lorad Lorad Lorad Lorad Outros Lorad IR 18 x 24 24 x 30 Dispositivo de 18 x 24 Cassete (Receptores não fabricados linear Linear Magnificação pela LORAD) e e HTC Bucky HTC Bucky Ponto Focal S L S L S L S L S L Sem Placa Auto Auto Magnificação Auto Auto Campo Total 18 x 24 cm. Placa de Auto Magnificação Magnificação Magnificação Auto Localização Campo Total Campo Total Campo Total 7. Placa de Auto Magnificação Magnificação Magnificação Auto Contato/Magnificação Campo Total Campo Total Campo Total 15 cm.5 cm. Placa Auto Auto Magnificação Magnificação Auto Campo Total Campo Total 24 x 30 cm.5 cm. Placa de 10 cm Magnificação Magnificação Magnificação Magnificação Localização Cônico/ Campo Total Campo Total Campo Total Campo Total Auto 15 cm.5 cm. 7. Placa Auto Auto 10 cm.5 cm.5 Ponto/Magnificação Ponto de Magnificação Magnificação Magnificação Ponto de Contato Ponto / Ponto / Ponto / Contato Magnificação Magnificação Magnificação Campo Total Campo Total Campo Total Placa de Ultra-Som Auto Auto Magnificação Magnificação Auto Campo Total Campo Total Anexo A – Formulários e Referências P/N 9-500-0246 Rev 4 . Auto/7.5 7. Placa por Auto/7. Placa de 10 cm Magnificação Magnificação Magnificação Magnificação Contato/Magnificação Cônico/ Campo Total Campo Total Campo Total Campo Tota l Auto 10 cm.

Affinity Series Manual do Operador .

12 NV_RAM_ERROR NV RAM ERROR Verificação RAM não volátil falhou na ativação. 21 HTC_MIN_ERROR EXP TIME Tempo de exposição calculado é menor que o tempo mínimo do curso do HTC. N/A XRAY FOOTSWITCH STUCK XRAY FOOTSWITCH Mensagem de alerta produzida se qualquer um STUCK dos pedais de acionamento de raios-X estiver fechado durante ativação inicial. Movimento do braço-C impedido 8 INTERLOCK_FAULT INTERLOCK Interloque de alta voltagem dos raios-X (Aj13-4) encontrado alto durante inicio de raios-X 9 AEC_NO_SIGNAL_ERROR EXP < MIN TIME Circuito AEC retornou sinal invalido (sem sinal) 10 XRAY_SWITCH_FAULT XRAY SWITCH Liberação prematura do circuito de raios-X. indicando possível calibração corrompida. 17 STORED_PARAMETER_ERROR PARAMETER O valor de calibração armazenado está fora do limite.Affinity Series Manual do Operador Anexo B . Valores de calibração foram corrompidos. A inicialização é interrompida até que o seletor seja aberto. 2 CALCULATED_EXPOSURE_EXCEEDS EXP > BACKUP O algoritmo AEC indica que a exposição _MAX excederá o mAs de exposição máxima programada.0 Mensagens e Códigos de Alerta Esta seção enumera os códigos de alerta que aparecem na tela do modo Run quando ocorre funcionamento inadequado e outras informações pertinentes. Nota: O pedal de acionamento deve ser ativado para este teste. 20 TUBE_ROTOR_FAULT CONTROL ROTOR OK baixo. Tabela B-1: Mensagens e Códigos de Alerta do Affinity Series ? Nome do Alarme Mensagens de Alerta Comentários N/A ERROR_KEYBOARD STUCK KEYBOARD STUCK Mensagem de alerta produzida se qualquer um dos seletores do painel de controle estão fechados durante ativação inicial. 3 XRAY_SWITCH_NOT_RELEASED XRAY SWITCH Deve liberar seletor de raios-X após exposição. 5 AEC_SIGNAL_SATURATED EXP TIME Circuito AEC retornou sinal invalido (saturado) 6 CARM_SAFETY_SWITCH_ERROR CARM SAFETY Erro do atuador – circuito de segurança de acionamento vertical do braço-C foi ativado.Mensagens e Códigos de Alerta 1. A inicialização é interrompida até que o seletor seja aberto. 15 UNDEFINED_SYSTEM_ERROR SYSTEM ERROR Sistema gerou um código de erro indefinido resultante de um erro de programação. ajustando-se o S2 seletor 3 par OFF (no painel do microprocessador hospedeiro) 1 BACKUP_TIMER CONTROL Tempo de exposição necessário excedeu o Maximo do cronômetro de backup. 25 HV_FAULT_DETECTED CONTROL Falha ALTA VOLTAGEM Códigos de Alerta e Mensagens P/N 9-500-0246 Rev 4 .

ou sensor mA não está dentro de 12. Anexo B – Códigos de Alerta e Mensagens P/N 9-500-0246 Rev 4 .5 % da tabela de adaptação dos valores DAC 44 MA_SENSE_ERROR CONTROL Sensor mA > 80 mV durante pré exposição. 86 AF_EXPOSURE_TUBEHEAD SYSTEM ERROR Durante Exposição Auto-Filter a placa do _COMM_ERROR hospedeiro é incapaz de se comunicar com Controlador da Extremidade da Ampola de Raios- X. 75 AUTO_APERATURE_ERROR APERATURE Impossível mudar auto-abertura (três segundos intervalo de tempo). 72 FITER_ERROR FITER Posição do filtro incorreta. 68 COMM_ERROR Console Communication Comunicação falha entre hospedeiro e painel de controle. 79 TUBEHEAD_STATUS_ERROR TUBE HEAD Status do controlador da extremidade da ampola de raios-X defeituoso ou incorreto. 61 CARM_DRIVE_ERROR CARM DRIVE Circuito de acionamento do braço-C registrou erro. 85 BOOST_TUBEHEAD_COMM SYSTEM ERROR Durante impulso a placa do hospedeiro é incapaz _ERROR de se comunicar com Controlador da Extremidade da Ampola de Raios-X. 77 INCORRECT_APERTURE WRONG APERTURE Abertura errada 78 TUBEFAN_STATUS_ERROR TUBE FAN Status do ventilador da ampola de raios-X registra erro. 54 CASSETTE_NOT_REMOVED REMOVED CASS Cassete não removido após exposição. 76 FIXED_APERTURE_ERROR NO APERTURE Falta abertura. 80 COMPFORCE_COMM_ERROR SYSTEM ERROR Placa do hospedeiro incapaz de se comunicar com Controlador da Placa de Compressão 84 TUBEHEAD_COMM_ERROR SYSTEM ERROR Placa do hospedeiro incapaz de se comunicar com Controlador da Extremidade da Ampola de Raios-X. 45 KV_SENSE_ERROR CONTROL Sensor kV (j207-3) não está dentro de 12. 74 COLLIMATOR_LAMP_ERROR LAMP Lâmpada em posição errada para exposição. 51 BUCKY_ERROR BUCKY Erro na tentativa de exposição Bucky Comm 53 NO_CASSETTE_ERROR NO CASSETTE Cassete necessário para exposição.5% do valor esperado durante a exposição. 73 TUBEHEAD_COMM_ERROR SYSTEM ERROR Placa do hospedeiro incapaz de se comunicar com o controlador da extremidade da ampola de raios-X durante a inicialização. 71 MIRROR_FAULT MIRROR Espelho detectado como não se movendo do campo de raios-X durante uma tentativa de exposição de raios-X.Affinity Series Manual do Operador Tabela B-1: Mensagens e Códigos de Alerta do Affinity Series ? Nome do Alarme Mensagens de Alerta Comentários 27 FILAMENT_SUPPLY_ERROR CONTROL Verificação do filamento em rotina de impulso não está dentro de 12. 62 CARM_SWITCH_ERROR CARM SWITCH Seletores do braço-C ativos durante ativação 64 CARM_SWITCH_NOT_RELEASED CARM SWITCH Impossível iniciar raios-X com seletor braço-C calcado.5% do valor esperado durante a exposição.

Affinity Series Manual do Operador Tabela B-1: Mensagens e Códigos de Alerta do Affinity Series ? Nome do Alarme Mensagens de Alerta Comentários 90 FLASHER_COMM_ERROR AUTO ID Disparador não responde 92 PRINTER_NO_PAPER_ERROR PRINTER NO PAPER Códigos de Alerta e Mensagens P/N 9-500-0246 Rev 4 .

Affinity Series Manual do Operador Anexo B – Códigos de Alerta e Mensagens P/N 9-500-0246 Rev 4 .

Exposure Default e quatro telas de Serviço) que são acessadas pressionando-se RESET e uma tecla de mudança (Change). a tecla inicial de exposição. EPROM e Vídeo RAM. a tecla de reinicialização. A tela RUN aparece após o ciclo de ativação. a tela de rolagem e as teclas de mudança. O microprocessador no Painel de Controle do Operador é um Motorola série HC-16 que suportam chips RAM. O visor é um quarto VGA LCD com luz de fundo. O painel de controle contém a tela de exibição. Nesse ponto pode-se iniciar uma exposição. que consiste dos seguintes sub sistemas: • Controle do Operador • Distribuição de Força • Sistema de Controle • Função da Extremidade da Ampola de Raios-X • Controle da Ampola de raios-X • Funções Mecânicas • Controle de Exposição • Controle de Exposição Automática 1. Teoria da Operação – Visão Geral P/N 9-500-0246 Rev 4 . Quanto todos os interloques estão satisfeitos. A placa é alimentada com +12 VDC e é regulada até +5 VDC para circuito de operação. o seletor de liberação da compressão e o indicador visual de raios-X ligado.Affinity Series Manual do Operador Anexo C . a área de mensagem exibe: READY.Teoria da Operação 1.1 Painel de Controle do Operador O Painel de Controle do Operador é uma unidade com base em microprocessador que se comunica bilateralmente com a Placa Principal do Microprocessador via portas diferenciais RS-422 de Saída e Entrada de Dados. O Painel de Controle pode ser pode ter localização remota de até 50 pés do Pórtico. Duas telas aparecem durante o ciclo de ativação para indicar as configurações do Painel de Controle e do Pórtico. Há várias telas adicionais (User Default. Um conector é fornecido para permitir o uso de um seletor externo de raios-X. comandado por menu. As telas permitem que o usuário faça configurações padrão de ativação e permitem que o engenheiro de serviço acesse as configurações de calibração.0 Teoria da Operação – Visão Geral Este secção proporciona uma descrição da operação de alto nível do sistema e subsistemas que funcionam no Affinity O Affinity LORAD é sistema de mamografia de multi-processador. O alerta audível para indicação de raios-X é residente na placa do Microprocessador.

50/60 Hz. e o circuito é calibrado para inibir o acionamento descendente no conjunto do curso vertical (VTA) indicando aproximadamente 35 libras (154 Newtons) de pressão aplicada. Todo o controle do sistema é processado por esse PCB. 1. fornece os sinais de saída adequados para o Controle da Ampola. O ventilador de arrefecimento da ampola de raios-X é alimentado em sua voltagem operacional e monitora o sinal de realimentação da RPM do ventilador.2 Distribuição de Força A força é derivada da Rede de Entrada de força com voltagem de 220/230 VCA.3. O transformador toroidal isola a força de entrada e as múltiplas voltagens são derivadas de fiação secundária. por sua vez. Existem seletores DIP (Pacote Duplo em Linha) localizados nessa PCB para diferentes configurações e operações do sistema.3 Segurança do Braço C Essa PCB faz a leitura da saída de um manômetro de solicitação. comunicado ao PCB de Controle de Força para inibir o acionamento descendente VTA.2 Interface de Comunicações Essa PCB distribui baixa voltagem por fusível ao sistema. bem como a conexão da bobina com o disjuntor.3.3. Controle de Alta Voltagem e motores para a operação do sistema. Esse circuito é monitorado pelo Microprocessador Principal e inibe quaisquer exposições ou movimentos após uma falha. A porta RS-422 I/O (Entrada e Saída) conecta o Painel de Controle do Operador para ler as entradas e. 1. por sua vez. montado no conjunto do curso vertical (VTA). O disjuntor da Rede seve como interruptor ON/OFF da unidade.3 Sistema de Controle O Sistema de Controle consiste das seguintes placas de circuito impresso (PCB): • Microprocessador Principal • Interface de Comunicação • Segurança do Braço C • Controle de Força 1.1 Microprocessador Principal O Microprocessador Principal é um Motorola série HC-16 que suporta chips RAM e EPROM. nominal. O sinal de inibição é monitorado pelo microprocessador Principal e é. Essas voltagens são retificadas e reguladas e então distribuídas pela unidade. 1. Existe um circuito de sobre-tensão de força para limitar a corrente de influxo. Há um circuito que monitora os seletores de Emergência OFF.Affinity Series Manual do Operador 1. bem como é a interface de comunicação entre o microprocessador Principal e todos os sub sistemas. Teoria da Operação – Visão Geral P/N 9-500-0246 Rev 4 . Um filtro de linha é utilizado para reduzir as emissões de RFI/ENC e a susceptibilidade ao barulho. Essa leitura representa a força externa aplicada ao braço C no movimento descendente. Esse sinal é monitorado microprocessador Principal e inibe o inicio de uma exposição caso o ventilador não esteja operando. monofásica. Relés de contato estão disponíveis para as lâmpadas externas de raios-X ON (ligado) e Força ON (ligada).

Essa voltagem de polarização é utilizada para reduzir acentuadamente a radiação fora de foco e para melhorar as características de distribuição do ponto focal. Essa PCB recebe entradas para controlar os movimentos do conjunto de colimação (movimentos do Espelho.Affinity Series Manual do Operador 1.5 Amps. localizados nos painéis externos de comutação. Após o início da exposição.4 Controle de Força Essa PCB controla as seguintes funções do sistema: • força da lâmpada do colimador • Acionamento do motor de Compressão • Freio do motor de compressão • Liberação da trava de rotação. A corrente do filamento é sentida e usada como elementos de entrada para o controle PWM. Acionamento do Atuador VTA. Todos os sinais de entrada provêm do microprocessador PCB. um para o filamento pequeno e outro para o filamento grande que são ajustados de fábrica a um valor pré-determinado.5.3. 1. Auto- Abertura. Essas funções são todas processadas pelo microprocessador Principal e devem corresponder a uma condição valida antes que uma exposição possa ser iniciada. o acionamento do estator (impulso e freio) e o circuito de alta voltagem.2 Filamento de Polarização Existe uma voltagem de polarização negativa aplicada entre o comum do filamento e a grade da ampola de raios-X. O filamento é operado a uma corrente standby (de reserva) de aproximadamente 2. A fonte de Alta potência do filamento é aplicada ao comum do relé K1 que direciona a potência ao filamento selecionado (pequeno ou grande). 1. Essa alimentação é conectada ao conector de baixa voltagem da ampola de raios-X via PCB de Proteção da Ampola. As aberturas removíveis são codificadas com uma palavra de 4 bits e essa informação é comunicada ao Microprocessador Principal.5. Teoria da Operação – Visão Geral P/N 9-500-0246 Rev 4 .1 Controle do Filamento A força do Filamento é alimentada por um alimentador de inversão modulado por largura de pulso (PWM). Lâmpada e Filtro) e reporta o status (posição) de cada movimento para o Microprocessador Principal. 1. o filamento é impulsionado para seu nível de emissão determinado pelo técnico selecionado (pré-aquecimento) e então transformado para o servo controle de laço fechado durante a exposição. o PCB de inversão e pelo transformador e multiplicador de alta voltagem.5 Controle da Ampola de Raios-X O controle da ampola de raios-X envolve o filamento. Essa voltagem é derivada de um conversor CC-a-CC a dois potenciômetros. Essa PCB também fornece acionamento aos Indicadores de Filtro (Mo e Rh).4 Funções da Extremidade da Ampola de Raios-X O micro controlador da Extremidade da Ampola de Raios-X (série PIC) comunica –se com o Microprocessador Principal via porta RS-422 I/ON. 1. Esse sistema é formado pelo PCB de Controle da Ampola.

O rendimento o inversor é aplicado através do relé K1 ao primário do transformador HV. 1. Essa função reside tanto no Controle de Potência PCB quanto no Inversor PCB. Existe uma bobina sensora na saída do multiplicador para detectar qualquer ponta de corrente devido ao centelhamento da ampola e é utilizado para desligar o acionamento HV. embreagem e freio.5. Anexo C . A força motorizada descendente é limitada em 45 libras (200 Newtons) e pode ser ajustada para valores inferiores utilizando-se os User Defaults.6 Funções Mecânicas 1.6. principal e fase. permitindo que o usuário remova a paciente com segurança. Um sinal análogo é aplicado ao PCB de Controle de Potência a partir do microprocessador Principal o que representa o valor de kV selecionado pela técnica. se selecionada. 1.7 segundo exibe um sinal de “Rotor Pronto” ao Microprocessador Principal.Teoria da Operação P/N 9-500-0246 Rev 4 . A força e a espessura são transmitidas via impressora ou porta identificadora para registro permanente. Um conector adicional HV está disponível para medições externas da HV real. com um retorno comum. Existe um manômetro de solicitação e um potenciômetro associado ao mecanismo de compressão para medir a força de compressão e a espessura de compressão. Esse valor se torna a entrada para o PWM controlar o valor real de saída de kV.3 Controle do Estator O acionamento do estator é derivado utilizando-se o inversor de alta voltagem. ou aciona-lo para cima ao final da exposição. O freio de compressão é utilizado para evitar acionamento de retrocesso do mecanismo. O sinal de retorno é alimentado ao microprocessador principal e comparado com o valor desejado para proporcionar servo controle durante a exposição do valor real de kV. Existe uma função. A operação manual se destina a permitir um controle fino da compressão final.4 Controle de Alta Voltagem A Alta Voltagem (HV) é derivada usando-se o servo controle PWM no inversor. Durante o período de IMPULSO DO ROTOR. Esse estator possui dois enrolamentos.1 Mecanismo de Compressão O mecanismo de compressão é composto de um motor. Um sinal de 909 VCC é aplicado ao final de uma exposição para “frenar” o rotor abaixo de sua freqüência de ressonância mecânica. O retorno comum é sentido para fluxo de corrente durante o período de impulso e após 1. que irá automaticamente liberar o mecanismo.Affinity Series Manual do Operador 1. Essa função é inibida após a identificação de uma placa de compressão. O movimento de compressão para cima e para baixo é motorizado e pode ser operado manualmente. Se a força for retirada enquanto uma paciente estiver sob compressão. um sinal de 180 Hz é aplicado ao inversor de AV e seu rendimento é aplicado à bobina do estator através do relé K1.5. Os movimentos motorizados são acionados ou pelos seletores localizados no braço C ou por pedais de acionamento. O visor de ambas as forças e da espessura está localizado no mecanismo de compressão. os freios de compressão são liberados e o dispositivo de compressão se eleva. O rendimento do transformador é retificado e multiplicado na seção do multiplicador e aplicado ao anodo da ampola de raios-X. Agora existe voltagem de acionamento à bobina de estator durante a exposição. O controle elétrico reside no Controle de Potencia PCB. Existe também um divisor HV dentro do multiplicador que retorna o valor da voltagem como sinal de retorno para controlar a HV durante a exposição. respectivamente.

2 Auto-Time Quando este modo é selecionado. Uma trava eletromagnética à prova de falha é usada para manter a trava do mecanismo em caso de falta de força. 1.Affinity Series Manual do Operador 1. A liberação da trava dá-se pelo acionamento de seletores localizados no braço Ce é controlado eletricamente pelo PCB de Controle de Força. Isso inclui uma combinação valida de receptor de imagem e abertura. Caso a determinação seja feita durante ao período de amostra AEC (primeiros 50 minutos) que a exposição excederá o “Tempo de Back-up”.3 Conjunto do Curso Vertical O conjunto de curso vertical (VTA) é usado para mover o braço C para cima e para baixo.2 Mecanismo de Rotação O mecanismo de rotação permite que o braço C seja girado entre +195º e – 150º.6. Teoria da Operação – Visão Geral P/N 9-500-0246 Rev 4 .7. um sinal de rotor “ready” e ativação contínua dos seletores de raios-X. Esse manômetro de solicitação é processado pelo PCB de Segurança do braço C e inibe o movimento descendente sob a identificação de aproximadamente 35 lb (154 N). a exposição é finalizada. 1.1 Manual Nesse modo o usuário seleciona kV.6. o kV. A exposição mAs pode ser modificada em até ± 80% aumentando-se ou diminuindo- se a função DENSIDADE. A exposição é finalizada a um valor de mAs que é determinado pelo algoritmo AEC para resultar em uma densidade óptica para a qual o sistema foi calibrado. Densidade e Filtro são os fatores selecionáveis. Diversos dados de entrada são monitorados e devem ser corrigidos antes que uma exposição seja inibida. Existe um potenciômetro associado ao esse movimento para proporcionar dados para exibição do ângulo de rotação e para transmitir essa informação para a impressora e porta do identificador para registro permanente. Uma leitura pós-mAs indica o valor mAs real ao termino da exposição e permanece exibido até o inicio da nova exposição. Esse modo é valido para uso com filtro selecionado ou de Molibdênio ou de Ródio. mAs e Filtro. Existem 4 modos de exposição disponíveis: • Manual • Auto-Time • Auto-kV • Auto-Filtro 1. o Ponto Focal. Existe um manômetro de solicitação localizado na base do atuador para sentir a força ascendente aplicada ao conjunto do braço C. 1.7 Controle de Exposição A função de exposição é controlada pelo microprocessador Principal.7. O movimento é acionado por motor acionado por um atuador CA que é ativado por seletores localizados no braço C ou nos pedais de acionamento e é controlado eletricamente pelo Controle de Potência PCB.

7.7. O kV final.4 Auto-Filter Este modo propicia operação automática completa de todos os fatores de técnica. A exposição terminará a um valor mAs próximo a uma das três janelas mAs selecionadas (125 mAs. Após o kV ou a combinação kV/filtro ter sido selecionada pelo algoritmo. O sinal do detector representa a atenuação média da área sob as três células e é enviado ao microprocessador. É posicionado manualmente em uma das 7 posições pelo técnico. o Post- mAs e o Filtro serão exibidos após o termino da exposição. Operação HTC Bucky: Quando este modo e o filtro de Molibdênio são selecionados. Anexo C . è primeiramente convertido em um sinal digital e usado como uma variável em um algoritmo que indica o tempo necessário para se obter uma densidade óptica padrão (calibrada). o sinal AEC é amostrado e o kV pode ser incrementado para cima até um valor máximo de 30kV. a função Auto-Time completa a exposição. o kV padrão será um valor determinado pela ajustagem de Limite de Altura de Compressão. Quando determinada pelo algoritmo Auto-Filter. O kV final e o Post- mAs serão exibidos após o termino da exposição.8 Controle de Exposição Automática Um detector de estado sólido de 3 células e um pré -amplificador estão localizados no dispositivo do suporte do receptor de imagem. É colocado preferencialmente sob a área glandular ou mais densa da mama.3 Auto-kV Operação do Sistema de Grade SRL 2000: Quando este modo e o filtro de Molibdênio são selecionados. o sinal AEC é amostrado para determinar se o kV precisa ser incrementado para cima para proporcionar uma exposição dentro da janela de 200 mAs ou a janela AUTOmatic 200 mrad. o kV padrão será de 28 kV. O kV inicial poderá ser alterado para 25 ou 26 kV pelo operador. 200 mAs. 165 mAs. 165 mAs ou 200 mAs ou a janela automática de 200 mrad )que podem ser selecionadas pelo operador. dependendo da anatomia da mama sob exame. o kV padrão será de 28 kV. Existem dois sincronizadores de back-up. O kV final e pós-mAs será exibido após o termino da exposição. O kV padrão será 24 kV para um valor de altura de compressão menor que o limite. ou 25 kV para valores de altura compressão superiores ao limite. o kV será o padrão (default) kV selecionado na tela de defaults de exposição. O sinal é também utilizado nos modos Auto-kV e Auto-Filter para determinar o kV e o filtro (Mo ou Rh) para completar a exposição dentro de uma janela pré- determinada. A exposição terminará a um valor mAs próximo a uma das três janelas mAs (125 mAs.Affinity Series Manual do Operador 1. Quando o filtro de Ródio for selecionado. utilizados para finalizar a exposição em caso de falha de componentes do sistema ou de firmware corrompido. Após o inicio da exposição. firmware e hardware. Quando o filtro de Ródio for selecionado. Após o início da exposição. 1. 1. caso o filtro de Molibdênio seja selecionado. ou 32 kV se o filtro de Ródio for selecionado. ou na janela AUTOmático 200 mrad). a exposição será interrompida momentaneamente e o filtro de Ródio será movido para o feixe em vez do filtro de Molibdênio.Teoria da Operação P/N 9-500-0246 Rev 4 .

Affinity Series Manual do Operador

1.8.1 Janela de Auto Temporização
A janela de Auto Temporização (com base na espessura da mama) deve ser
selecionada por aqueles usuários que devem atender à exigência de dose
glandular média máxima de 2 mGy (200 mrad).
Na prática, o kV selecionado para expor o manequim de mama padrão será entre
27 e 28 kV, dependendo da densidade do filme desejada. A dose glandular média
máxima correspondente será inferior a 2 mGy (200 mrad).

Teoria da Operação – Visão Geral P/N 9-500-0246 Rev 4

Affinity Series Manual do Operador

Anexo C - Teoria da Operação P/N 9-500-0246 Rev 4

Affinity Series Manual do Operador

Anexo D - Especificações
1.0 Especificações do Sistema

A Secção a seguir detalha as especificações do sistema.

1.1 Especificações de Entrada de Força

Voltagem da Rede Elétrica 200VAC, 208 VAC, 220 VAC, 230 VAC, ou 240 VAC
nominal (± 10% derivação selecionável na instalação),
50 ou 60 Hz, 1 fase, com neutro e terra separados,
permanentemente ligada.
Impedância da Rede Elétrica A impedância máxima da linha não deve exceder
voltagem de alimentação de 0,20 Ohms para 200VCA e
0,25 Ohms para as demais voltagens de alimentação
especificadas
Consumo máximo de energia 7,75 kVA por 5 segundos de duração
Corrente de Reserva 0,5 kVA nominal
Corrente Máxima da Linha 35 Amps. por 5 segundos
Potência Nominal do Disjuntor 20 Amps. curva de retardamento permite correntes de
influxos (200% de sobrecarga por 7 segundos)
Ciclo Máximo de Serviço Plena carga 5 segundos ON (LIGADO); 20 ±1,5
segundos OFF (DESLIGADO)

1.2 Dimensões da Unidade

Altura 178 cm ±2 cm (70 polegadas)
Largura 67 cm ± 2 cm (26,4 polegadas)
Profundidade 109 cm ± 2 cm (43 polegadas) incluindo o braço C
Peso 267,2 kg ± 10 kg (588 lb)

Figura D-1: Dimensões do Equipamento

Sistema de Especificações P/N 9-500-0246 Rev 4

Linha de Alimentação Sobretensão. O ponto focal na ampola de raios-X está localizado de forma tal Dispositivo de Compressão e que o raio que incide na borda do receptor de imagem mais Receptor de Imagem próximo à parede torácica é perpendicular ao receptor de imagem. à prova de falha. IEC 601-1. Par. Curso vertical 71 a 140 cm (28 a 55 polegadas) da superfície do Bucky ao solo para o braço C a 0º Alinhamento . IEC 601-1. Um nível de 8kV para descarga de ar a todas as partes acessíveis. IEC 601-1-2 Susceptibilidade EMI O sistema é imune a partir de níveis de1 v/m para alcance de freqüência de 26 MHz a 1 GHz. Distância da Fonte à Imagem 64. O sistema permite que o plano formado entre o ponto focal e a parede do dispositivo do tórax seja perpendicular a esse raio e o movimento do dispositivo de compressão proporcione compressão essencialmente paralela da mama com relação ao plano do receptor de imagem. corrente momentânea.1B Susceptibilidade ESD Nível de 3kV para descarga de contato a partes condutoras acessíveis que não são aterradas. arrebentamento. 1.5 cm da posição nominal do ponto focal grande ao receptor de imagem (filme). retenção a cada 45º Trava de rotação Eletromagnética. IEC 601-1-2 Limites de Geração de EMI O sistema obedece às exigências da IEC 601-1-2 para emissão conduzida e irradiada.5 Especificações do Braço-C Rotação do Braço C Manual. 10. não embalado para armazenamento ao relento. Anexo D .1A Limites de Umidade Relativa 30%a 75% que não condensa. 10.3 Ambiente Operacional Limites de Temperatura 10ºC a 40ºC (50ºF a 104ºF).2. que não condensa.2. Par.Ponto Focal. cw (-) 145º a 155º. conforme IEC 601-1-2 Dissipação de calor máxima 1700 Btu / hora em standby 1. localizado no Bucky. ccw (+) 195º a 205º.6 cm ± 0.4 Ambiente de Armazenagem Limites de Temperatura -25ºC a + 60ºC (-13ºF a + 140ºF) Umidade Zero a 95% de umidade.Affinity Series Manual do Operador 1.Especificações P/N 9-500-0246 Rev 4 .

5 mm quer no modo manual ou motorizado. A espessura é medida entre 0 e 15 cm acima do suporte da mama.5 cm e 15 cm a 132 N (30lb) de força de Compressão compressão. em ambos os lados do braço C e no Painel de Controle. Força de Compressão Selecionável pelo usuário. Sistema de Especificações P/N 9-500-0246 Rev 4 . tanto para os modos de Pré- Motorizada Compressão ou Compressão Total nos Padrões do Usuário 66 N a 178 N (15 lb a 40 lb) selecionável pelo usuário nessa.4 lb. Liberação Manual Controles por Maçanetas Manuais para Cima e para Baixo. Acionamento inverso Não excede 1. Compressão Motorizada Controles motorizados para movimento para cima e para baixo em ambos os lados do braço C e no pedal de acionamento de função dupla. O visor de compressão á angulado e visível de ambos os lados da paciente. +0/-20 lb) entre –150º até 0º a + 150º de rotação do braço C.7 lb) nos demais ângulos. Medição e Exibição da Espessura de Compressão. Não é inferior a 150 N (33.5 N (1 lb) arredondada para o número inteiro mais próximo. O sistema faz a compensação para o tipo de Receptor de Imagem instalado. Compressão Total Ajustável pelo usuário. Padrão de fábrica de132 N (30 lb).5 cm entre 0. Pré-Compressão Ajustável pelo usuário. e não superior 3 mm nas demais posições. em ambos os lados do Dispositivo de Compressão. +0/-88 N (67. A medição é reprodutível dentro de ± 2 mm do valor exibido. Movimento do braço C O movimento do braço C é travado quando se aplica força superior a 50 N (12 lb). Todas as funções de liberação da compressão são desativadas quando uma placa de localização é instalada. Precisão da Espessura de ± 0. Visor da Força de Compressão O LED no Dispositivo de Compressão indica a força de compressão em incrementos de 4. com um alcance nominal de 66 N mínimo a 132 N máximo (15 lbs mínimo a 30 lbs máximo).0 segundos da duração do curso quando o curso disponível for menor que10 cm.faixa. A espessura de compressão é exibida no dispositivo de compressão e angulada e visível de ambos os lados da paciente. A Liberação é controlada pelo motor. Descompressão automática Move o dispositivo de compressão a uma distancia de 10 cm ± 1 cm e limita-se a 3.6 Especificações da Compressão Força de Compressão Manual Limitada a um máximo de 300 N. Liberação automática da compressão pode ser ativada pelo usuário por meio do software que libera o dispositivo de compressão ao final da exposição de raios-X.Affinity Series Manual do Operador 1.0 ± 1. e + 90º. entre -90º. controlada por botões de calcar. com um alcance nominal de 111 N mínimo a 178 N máximo (25 lbs mínimo a 40 lbs máximo). Liberação da Compressão Liberação motorizada. 0.

2 OD. A atenuação da placa é inferior a 20% (redução de mR/mAs) a 28 kV As placas de campo total são ajustáveis para proporcionarem o alinhamento exigido do ponto focal. do dispositivo de compressão e do receptor de imagem.Especificações P/N 9-500-0246 Rev 4 .Affinity Series Manual do Operador 1.5 cm Contato de Ponto/Magnificação • 10 cm Contato/Magnificação • 10 cm Localização Aberta (Retangular) • 10 cm Localização Perfurada • 15 cm Contato/Magnificação • 15 cm Localização Aberta (Retangular) • 15 cm Localização Perfurada • 18 x 24 cm Placas de Campo Total FAST • 24 x 30 cm Placas de Campo Total FAST • Placa de Ultra-som A borda da parede torácica da placa de compressão não ultrapassa a borda da parede torácica do receptor de imagem em mais de 1% do SID quando testado com a placa de compressão a uma distância equivalente à espessura padrão de mama. As marcas não podem ser detectadas no filme quando feita imagem com 1 cm de atenuador acrílico a 22 kV a uma densidade ótica de 1.Cônica • Magnificação de Campo Total • Abertura Stereo Anexo D .7 Placas de Compressão Placas de Compressão As placas de compressão são transparentes e as placas de campo total são marcadas com a localização das posições do Sensor AEC. As placas de compressão. 1. A sobra da borda vertical da placa de compressão não é visível na imagem. • Auto Abertura • 7. mantêm uma compressão paralela e não apresentam deflexão maior que 1 cm de diferença de qualquer superfície que proporcione compressão sob força máxima de compressão motorizada (exceto para placas FAST) Dimensões das Placas de Placas disponíveis: Compressão • 18 x 24 cm Contato de Campo Total • 24 x 30 cm Contato de Campo Total • 7.8 Aberturas Existem seis aberturas para todas as combinações de placas e de receptores. incluindo a estrutura e o dispositivo de compressão.5 cm Ponto de Contato • 7.5 cm Ponto de Magnificação • 10 cm .

Material da superfície de apoio Plataforma: Policarbonato da mama Mesa: Fibra de Carbono Dimensão da superfície de 12 x 16.1 mR para a exposição máxima.8X.7 cm. A Compressão para cima e para baixo também é controlada por pedais de acionamento. etc.8X (2.9 Magnificação Fator de Magnificação 1. 1. podem ser operados simultaneamente.5 cm no mínimo. seção 29.Affinity Series Manual do Operador 1. liberação da compressão.2. campo de luz.207.10 Funções do Braço C Todas as funções do Braço C Acionamento vertical. Sistema de Especificações P/N 9-500-0246 Rev 4 . O Dispositivo de Suporte do Receptor de Imagem limita a transmissão dos raios-X a menos de 0. conforme definido pela IEC 601-1-3. movível para 7 posições em incrementos de 1. função de compressão. Atende a 21 CFR. 1.31 e obedece ao 1 µGy por exposição. para proporcionar magnificação de apoio da mama campo total de 18 x 24 cm a 1.11 Dispositivo de Suporte do Receptor de Imagem Dispositivo de Suporte do Contém sensores para detecção acessória e um detector de Receptor de Imagem controle de exposição automática de 3 células.25 cm acima da superfície) para os dispositivos de plataforma e de mesa. seção 1020.

3º C (154. o HVL para operação Mo/Mo é igual ou superior a kV/100 + 0. mas inferior a kV/100 + 0. nominal . 0. fecha a 68.03 mm) e um filtro de lâmina de Ródio de 25 micron (0. com temperatura ambiente de 25º C raios-X (77º F).9º Excesso de Temperatura.025 mm).3 mm.12 mm Al. Para Mo/Rh.Pequeno 0. Dotado de um ventilador o alojamento da lâmpada a uma temperatura não superior a 65 C (149º F) Filtragem Adicional O sistema fornece um filtro de lâmina de Molibdênio de 30 micron (0.4 º C (174. O movimento do filtro é automático e possui sensores de posição para uso como travamento de raios-X.100 mA mínimo entre 25 kV e 32 kV Foco Pequeno -30 mA mínimo entre 25 kV e 32 kV Características Térmicas Capacidade de Armazenamento de Calor do Anodo .100Watts (135 HU/s) convecção de ar livre. Filtragem e Colimação Ampola de Raios-X Varian Integral. valor mínimo de > kV/100 + 0. Rotação do Anodo Operação em alta velocidade (9600 rpm mínimo) Ângulo do Anodo Foco Grande: 16º ângulo alvo Foco Pequeno: 10º ângulo alvo Material do Anodo Molibdênio Janela de Raios-X Berilo. Anexo D – Especificações P/N 9-500-0246 Rev 4 . < kV/100 + 0.8 mm de espessura máxima Temperatura Máxima.Affinity Series Manual do Operador 1. Superfície do Alojamento 41º C (105ºF) da Extremidade da Ampola Sensor de Proteção de NC 10 Amp a 240 VCA. Capacidade de Armazenamento de Calor do Alojamento 370 kJ (500kHU) Índice Máximo de Dissipação de Calor do Alojamento.210 kJ (300 kHU) Índice Máximo de Dissipação de Calor do Anodo – 60kHU/min.12 Fonte de raios-X.03 mm Al.19 mm Al.9º F). Qualidade do Feixe Com a placa de Compressão no Feixe de raios-X.03. ou equivalente Dimensão do Ponto Focal Conforme IEC 336-Medidas dos pontos focais da ampola de raios-X .Grande 0. nominal Voltagem da Ampola 20 kV a 39 kV Corrente da Ampola (Operação em alta velocidade) Foco Grande . Max. F) fornecido internamente em série com o estator comum Classe de Segurança IEC 601-2-28 Arrefecimento da Dotado de um ventilador para manter a temperatura do alojamento da Extremidade da Ampola de ampola não superior a 85º C (185º F).1 mm. abre a 79. Superfície do Alojamento 85º C (185ºF) da Ampola Temperatura Máxima. série M 113.

após ser ligado um interruptor de Campo de Luz em cada lado do braço C.Affinity Series Manual do Operador Colimador de Raios-X O sistema detecta o receptor de imagem instalado e colimação de campo total é proporcionada por um mecanismo de auto- abertura. Sistema de Especificações P/N 9-500-0246 Rev 4 . ± 5 segundos. As exposições são impedidas quando combinações inadequadas são detectadas. Sensores de posição proporcionam travamento de raios-X.5 cm. Um sistema de detecção de abertura garante que a abertura correta seja usada com o receptor de imagem instalado. Lâmpada do Campo de luz A lâmpada se Ilumina por 30 segundos. com aberturas adicionais fixas para operação de magnificação e de campo reduzido. Iluminância do Campo de Luz O localizador de luz possui uma iluminância mínima de 160 lux e atende às exigências da 21 CFR. O colimador possui um dispositivo de limitação de feixe que permite que toda a borda da parede torácica do campo de raios-X se estenda por 6. A voltagem da lâmpada é a menor quantia exigível para assegurar 160 lux na linha baixa. A lâmpada pode ser ajustada pela assistência técnica para proporcionar um alinhamento do campo de luz ao campo de raios-X. Provida de anteparo contra estilhaços. seção 1020.0 seg do sinal de inicio de raios-X.31. ± 2. ou pressionando-se um seletor de Compressão para Baixo.5 cm para além da borda do Receptor de Imagem e proporciona um meio de garantir que o campo de raios-X não se estenda para além de qualquer borda da parede do Receptor de Imagem em mais de 2% do SID Congruência do Campo de Luz O campo de luz que passa pelo dispositivo de limitação do feixe ao Campo de raios-X de raios-X encontra-se alinhado com o campo de raios-X de forma que o total de qualquer mau alinhamento das bordas do campo de luz e do campo de raios-X quer ao longo do comprimento ou da largura do campo visualmente definido no plano da superfície de apoio da mama não exceda 2% do SID. Espelho do Capo de Luz O espelho do campo de luz é removido do campo de raios-X dentro de 1. A posição de lâmpada é ajustável entre o ponto focal grande e o ponto focal pequeno para proporcionar congruência apropriada do campo de luz ao campo de raios-X exigida para uma ampola de raios- X com bi-ângulo de alvo. A lâmpada se apaga automaticamente após o início da exposição de raios-X. Provida de anteparo contra estilhaços.

75. 7. 120. 7. 95. 475. mínimo (100 mA a 32 kV)em todos os tempos de carga Ondulação Tipicamente não superior a 2%. 9. 35. 28.2 kW) e em linhas de alta e baixa tensão. 47. 32. 12. 6. 5. Uso Duplo do Inversor para geração HV e para Suprimento do rotor Sincronizador Um sincronizador de tempo é utilizado para intervalo manual. 140. Topologia Alta Freqüência.05 para 10 exposições consecutivas. servo- controlado. Linearidade Saída de radiação versus mAs selecionado é inferior a 0. 50.13 Especificações do Gerador de Alta Voltagem (em conformidade com a IEC 601-2-7) Rendimento Nominal 3.04. 45. 1020. 130. 110.100. 20. 18. 14. 190. e 150 mAs.5. 42. 24. 55. 95. 16. e 500 mAs. Limite Interno = 0. e 400. 140. 425. ativo. 30.bem como para o sincronizador de reserva.5. 90. 170..5 segundos. 12. 8. 8. 65. conforme o seguinte: (X1-X2) é menor que ou igual a 0. 45.10 para seleções mAs adjacentes. 40. 325. 70. Anexo D – Especificações P/N 9-500-0246 Rev 4 . 160. 240.Affinity Series Manual do Operador 1.5. com um Maximo de 4% a cargas de rendimento mais baixo (menor que 2. 28. 85. modulado da largura da pulsação. 180.5. 22. 40. 26. Precisão Pós mAs ±5% do mAs real Precisão mA O valor real não divergirá por mais de ± 5% do valor indicado. 26. 300.2 kilowatt isowatt. 280.5. 130. Foco Grande: 3 a 500 mAs em 59 incrementos. 35. 200. 14.09. Precisão mAs ± 5% do indicado.5. conforme 21CFR. 6. 9. 55. 350. Alcance mAs manual Foco pequeno: 3 a 150 mAs em 41 incrementos. 60. 37. onde X1 e X2 são valores médios mR/mAs para exposições consecutiva. 3. 75. 30.5.100.10 (X1+X2). 150. 3. 42. 90. 85. Reprodutibilidade Coeficiente de variação de 0. 65. 4. 450. 16. 47.. 260. 18. 220. 20. 10. Precisão de kV O valor real não variará por mais de ± 1 kV do valor indicado. Limite Interno = 0. medido na fase terra do circuito da ampola. 10. 80. 37. conforme 21CFR. 110. 32. 120.5. 70. 375. 24. Existe um sincronizador de segurança de hardware utilizado para permitir o tempo de exposição máxima para 6. 5. 4. 60. 80. 22. 50.31.

Affinity Series Manual do Operador Tabela D-1: kV versus tabela mA kV Foco grande Foco grande Foco pequeno mA reduzido 20 75 20 20 21 80 22 22 22 85 24 24 23 90 26 26 24 95 28 28 25 100 30 30 26 100 30 30 27 100 30 30 28 100 30 30 29 100 30 30 30 100 30 30 31 100 30 30 32 100 30 30 33 85 28 28 34 80 28 28 35 80 26 26 36 75 26 26 37 75 26 26 38 70 24 24 39 70 24 24 1. Sistema de Especificações P/N 9-500-0246 Rev 4 . porta cassete de alimentação frontal ( utilizado com a plataforma de magnificação) • 18 x 24 cm SRL 2000 Bucky • 24 x 30 cm SRL 2000 Bucky • 18 x 24 cm HTC Bucky • 24 x 30 cm HTC Bucky • Mesa de Magnificação Equivalente de Alumínio As superfícies de fibra de carbono do apoio da mama dos Buckys e da Mesa de Magnificação possuem um Equivalente de Alumínio inferior a 0.14 Receptores de Imagem Receptor de Imagem O dispositivo de suporte do receptor de imagem é projetado para aceitar os seguintes receptores que estão inseridos a partir da parte frontal do Braço C.3 mm. • 18 x 24 cm.

Degraus de Ajuste da Existem 11 degraus de ajuste da densidade (-5 até+5. 10% ou 12. com incrementos de 1. com o sensor central distante 8 mm dos dois externos.5 cm da parede torácica. terminará a exposição dentro de um dos seguintes limites: • 55 ms máximo (100 ms máximo nos modos Auto-kV e Auto- Filtro) • 5.2 cm. Movimento total de 10. caso positivo. em Densidade degraus ajustáveis de 6%. Término da Exposição O sistema AEC pode determinar se a exposição atingirá o Tempo Back-up e. A Posição ? 1 encontra-se a 1. kV e rastreamento da O AEC faz a compensação para kV entre 20 kV e 39 kV.15 Especificações do Controle de Exposição Automática Detector AEC Configurado com 3 sensores de 1 cm quadrado. Posicionamento do detector O detector é centralizado lateralmente no IRSD e pode ser movido para frente e para trás a uma das 7 posições do detentor. Indicação da Posição do A posição de retenção do sensor encontra-se exibida no LED (7 Detector AEC LEDS) correspondente. no Indicador de Posição AEC. bem espessura como para espessura da mama entre 2 e 6 cm (no kV clínico adequado) para produzir densidades óticas entre 0.7 cm e intervalo a partir da posição n# 1. Alcances de Operação do Modo AEC Tabela D-2: Alcances de Operação do Modo AEC Modo kV mAs Auto-Tempo 20 para 39 kV 5 para 500 mAs Auto-kV 25 para 30 kV 5 para 500 mAs Auto-Filtro 25 para 32 kV 5 para 500 mAs Anexo D – Especificações P/N 9-500-0246 Rev 4 .5%) que fornece uma diferença em mAs. configurados em um modelo em formato “D”. 8%.25 mAs máximo (máximo de 10 mAs nos modos Auto-kV e Auto-Filtro) • com uma exposição de entrada no modelo ACR MAP de menos de 60 mR (160 mR quando nos modos Auto-kV e Auto-Filter) Devem ser feitas indicações ao operador e um restabelecimento manual é necessário para continuar o exame. a partir do degrau adjacente podendo ser selecionados em campo após a instalação.Affinity Series Manual do Operador 1.15 OD a partir da Densidade Ótica média. na tampa superior do dispositivo de compressão.

Quando determinada pelo algoritmo Auto-Filter. Auto-Filter Este modo propicia operação automática completa de todos os fatores de técnica. 200 mAs. a exposição será interrompida momentaneamente e o filtro de Ródio será movido para o feixe em vez do filtro de Molibdênio. O kV inicial poderá ser alterado para 25 ou 26 kV pelo operador. ou 25 kV para valores de altura compressão superiores à metade do limite de altura de compressão. Se a determinação for feita durante o período de amostra AEC (primeiros 50 minutos) que a exposição excederá o tempo Back-up. ou na janela AUTOmático 200 mrad). no valor mAs que produzirá a densidade ótica calibrada. O sistema termina a exposição automaticamente. O kV padrão será 24 kV para um valor de altura de compressão menor que o da metade do limite de altura de compressão. a exposição terminará em menos de um dos limites especificados na secção de Término de Exposição. O valor Pós-mAs é exibido após o termino da exposição. ou 32 kV se o filtro de Ródio for selecionado. incrementando-se a função DENSITY. o kV padrão Operação Bucky HTC será um valor determinado pela configuração do Limite de Altura de Compressão. o kV padrão será de 28 kV. Quando o filtro de Ródio for selecionado. 165 mAs. O kV final e post-mAs serão exibidos após o termino da exposição.16 Modos de Operação Modo de Exposição Manual kV. Quando este modo e o filtro de Molibdênio são selecionados. 60 mAs para Ponto Focal Pequeno ou operação mA reduzida) que podem ser selecionadas pelo operador. O kV final e o Post-mAs serão exibidos após o termino da exposição. A exposição terminará a um valor mAs próximo a uma das três janelas mAs (125 mAs. o sistema kV Operação SRL 2000 Bucky será o kV padrão (default) selecionado na tela de defaults de exposição. 200 mAs. Modo de Exposição Auto-kV. Modo de Exposição Auto-kV – Quando este modo e o filtro de Molibdênio são selecionados. A exposição terminará a um valor mAs próximo a uma das janelas mAs selecionadas (125 mAs. o kV padrão será de 28 kV. Após o inicio da exposição. o sinal AEC é amostrado para determinar se o kV precisa ser incrementado para cima para proporcionar uma exposição dentro da janela de 200 mAs ou a janela 200 mrad. O kV final. 165 mAs. Após o início da exposição. e mAs são selecionáveis pelo usuário Modo de Exposição Auto-Time kV e Filtro são os únicos fatores que podem ser selecionados pelo usuário. Esse modo é valido para uso ou com o filme selecionado de Molibdênio ou de Ródio. A exposição mAs poderá ser modificada em até ±80%. ou a janela AUTOmático 200 mrad para Ponto Focal Grande ou 38 mAs. Quando o filtro de Ródio for selecionado. a função Auto-Time completa a exposição. Após o kV ou o kV/filtro ter sido selecionado pelo algoritmo. 50 mAs. Filtro. Sistema de Especificações P/N 9-500-0246 Rev 4 .Affinity Series Manual do Operador 1. o sinal AEC é amostrado e o kV pode ser incrementado para cima até um valor máximo de 30kV se o filtro de Molibdênio for selecionado. Os valores iniciais de kV serão conforme listados acima no Modo Auto-kV. o Post-mAs e o Filtro serão exibidos após o termino da exposição.

0 Exigências da Sala A sala de exames que abriga a unidade de mamografia deve obedecer a todas as exigências locais.Affinity Series Manual do Operador 2. a sala de exames deve conter: • Amplo espaço para a paciente e manobra do braço C • Área de Armazenagem de acessórios § Ventilação e refrigeração adequadas tanto para o equipamento quanto para a paciente Anexo D – Especificações P/N 9-500-0246 Rev 4 . estaduais e federais para a condução de exames da raios-X. Além disso.

3 mm large 0.03 mm ou Molibdênio – 0. À prova Eletromagnético.5cm fonte Tipo de tubo de raio-X Biangular rotating anode Biangular rotating anode Material do Anodo Molybdenum Molybdenum Pontos Focais 0.5 mm Pb Ligação equivalente Localizador de Luz Sim Sim Colimação Abertura Permutável Abertura Permutável Interface de Operação Display LCD Display LCD Menu Dirigido Menu Dirigido Controle de Raio-X Microprocessador de Microprocessador de série 68HC16 série Motorola 68HC16 Linguagem do Software C e linguagem de C e linguagem de conjunto conjunto Fechamento de posição Eletromagnético.5 mm Pb Equivalência 0.Affinity Series Manual do Operador ________________________________________________________________________ Tabela Comparativa das características dos Modelos Affinity e Affinity Paltinum: Modelo Affinity Affinity Platinum Tipo de Gerador Inversor de alta Inversor de alta frequência frequência Escala mAs 3 – 500 mAs 3 – 500 mAs Escala mA 20 – 39 kV 30s – 100L Escala kV 65 cm + 0.03 mm ou Radio – 0.5cm 20 – 39 kV Distância da imagem à 65 cm 65 cm + 0.1 mm small 0.1 mm small 0.3 mm large Ângulo do alvo do tubo 10o menor. À prova de falhas de falhas Anexo D – Especificações __________________________________________________________________ .025 mm Controle da auto exposição: Tipo de Estado contínuo Estado contínuo detector da entrada Controle de Parâmetros mAs mAs AEC kV kV Arranjo do detector AEC Detector Triplo – 7 Detector Triplo– 7 posições posições Protetor de radiação: H-200 cm x W-60 cm H-200 cm x W -60 cm AxP Equivalência 0.025 mm Radio – 0. 16o foco do Raio X maior maior Modelo do tubo de raio-X Série M113 ou Série M113 ou equivalente equivalente Capacidade de Calor 300 KHU 300 KHU Taxa de Dissipação de 60 KHU / minuto 60 KHU / minuto Calor Filtração Molibdênio – 0. 16 o foco 10o menor.

Peso (lbs. +10%. Graus Movimento Vertical . 50/60 Hz VAC. 200 – 240 Fase única. 50/60 Hz Tamanho (A/L/C): 70 x 24 x 70.8X ampliação Material da Plataforma Policarbonato ou Fibra Plataforma - de ampliação de Carbono Policarbonato Mesa – Fibra de Carbono Sistema de Compressão Motorizado / Manual Motorizado / Manual Sistema de Gravação: Tela-Filme Sim Sim Ponto Digital Não Não Mamografia Capacidade do Bucky 18 x 24 cm e 24 x 30 cm 18 x 24 cm e 24 x 30 cm Capacidade StereoTactic Lorad StereoLocII Lorad StereoLocII opcional opcional Exigências de Força Fase única.8X 1.) aprox. 26 a 55 in. 200 – 240 VAC. 26 a 55 in. IRSD Potencialidade de 1. 588 lbs Aprox 588 lbs Anexo D – Especificações __________________________________________________________________ . +10%.Affinity Series Manual do Operador ________________________________________________________________________ Cabeça do tubo: -150 a +195o -150 a +195o Rotação. 70 x 30 x 43.

Sim Tabela de ampliação Sim - Aberturas Auto-Abertura Sim Sim Campo de Ampliação Sim Sim 10 cm Coned-down . - Ampliação 10 cm Contato / .5 cm Ponto de Sim Sim Ampliação de Contato Acessórios Pisca rápido do ID Sim Sim Protetor de Face Sim Sim Pedal de dupla função (2) Sim Sim Protetor de Radiação Sim Sim para o operador Plataforma de ampliação . - Ponto de 7. Sim 18 X 24 cm HTC Sim - 24 X 30 cm HTC Sim - Pás de Compressão 18 X 24 cm Padrão Sim Sim 24 X 30 cm Padrão Sim Sim 18 X 24 cm FAST Sim - 24 X 30 cm FAST Sim - 15 cm Contato / . - Ampliação 7. Sim 24 X 30 cm SRL2000 .5 cm Sim - Anexo D – Especificações __________________________________________________________________ .Affinity Series Manual do Operador ________________________________________________________________________ Tabela Comparativa dos Componentes do Sistema: Affinity Affinity Platinum Bucky 18 X 24 cm SRL2000 .

______________________ ___________________________ Flávio Menegolli Paulo André Correa de Araújo CREA 5060772354 Responsável Legal Responsável Técnico .Affinity Series Manual do Operador Declaramos que todas as informações apresentadas neste “Manual do Operador” são verdadeiras.