Fls.

363-366

Instituto Estadual do Patrimônio Cultural
1 N EI Secretaria de Estado de Cultura - RJ

INVENTÁRIO DO CEN\RO HISTÓRICO DE MIRACEMA

Denominação:
Instituto de Educação de Miracema
Lo c a l iz a c o :
ã
Município:

Rua Matoso Maia, 250 Miracema

--Epoca de construção:
1921 ESCOLA
2'7
SIN
srN
Estado de conservação:
Bom RUA MATOSO MA1A

Uso atual:
Escola Pública
Uso original:
Escola Pública
Proteção existente I proposta: G1NASIO
DE
Mlr:.A.CEMA
Tombamento Municipal/ Estadual
Propriedade:
Governo do Estado do RJ - Secretaria de
Estado de Educação

Acervo CCMC, 2BOS.

Levantado por: Revisado por:

l
Marcelo Salim de Martino
Hâfael Costa Araújo - estagiário de engenharia
Vitor Cavsari La!;'Jê
Do;i!a: Julho I A_Qosto2008 ~~ta: _

Em 1929. por ornatos extraídos do formulário barroco". Adquirido pelo professor Eti Combat. passou a ser dirigido pelo s'r. com a composição obediente aos modelos de edifícios públicos adotados em todo pais. (j) LYRA. foi criada e anexada ao Ginásio de Miracema pela Lei nº 2298 de 07/0°1. Durante este período. estabelecimento escolar em Duque de Caxias . em 1921. semi-internato e externato mistos.pavimento. A ACEM permaneceu em atividade até 1987. Theophilo Junqueira. representando o recoroe-desde a fundação do Colégio. a porta de entrada. etc. Armando Monteiro Ribeiro da Silva.estagiário de engenharia Vítor Caveari Lage Data: .irido pelo Dr. além da presença diária de inúmeros estudantes. A rua possui intenso movimento de automóveis. refeitório. Nos corpos laterais há um pai de janelas em cada . etc. ladeada pqr janelas. idealizado pelo professor José Paulino Alves Júnior. Funcionava no sistema de internato. onde estão localizadas as salas de aula. histórico O prédio onde está ins}alado o atual Instituto de Educação de Miracema foi construído. foram criados o Centro Cívico José Pereira Neto e o Clube de Saúde Dr. que dificilmente eram encontradas em estabelecimentos escolares do governo.soleira há incrustada a inscrição: "Quod boautn Míracema sit" (Que seja para o bem de Miracema). com eleição da rainha. foi fundado o Grêmio Literário Ruy Barbosa tendo como seu primeiro presidente o Dr. de acordo com o Decreto nº 27459. 1922. Científico. Em 1975. que liga a cidade aos municípios de Laje do Muriaé e Santo Antônio de Pádua. foi adquirido pelo Sr. sobre a platibanda. 2006. Sylvio de Campos Freire. Em 23/09/1973.. Não podemos deixar de registrar também as famosas festas de Estudantes. foi adqt. já denominado de Colégio Miracemense. Heitor-Sertões dos Puris. Em 11/02/1922. No setor de .ACEM. Em 27 de novembro de 2000. Cyro' Corrêa . em 1924 introduziu carteiras individuais. com frontispício dividido em três partes. Uma de suas· maiores contribuições foi a construção de dois pavimentos para o auditório em terreno doado pelo Cel. para sediar o Instituto Afrânio Peixoto. . Nessa mesma época oferecia os cursos Clássico.Documenta Histórica dos Municípios do Estado do Rio de Janeiro. cozinha. Fonte: BUSTAMANTE. situam-se de ambos os lados. época em que o Colégio Miracemenseroi arrematado em leilão pelo Governo do Estado. Na parte de trás do prédio. registrou-se 1928 alunos matriculados. ]á que o proprietário não demonstrava mais interesse em manter o tradicional Colégio Miracemense. Educação física e ·esportes. com o objetivo de manter o Colégio em atividade. devido as quatro maiores escolas estarem situadas nas proximidades da referida rua. de 28/05/1987. foi transformado em Instituto de Educação de Miracerna. conquistado sempre destacadas classificações. que com numeroso e habilitado corpo docente ministrava instrução primária e secundária. Revisado por: Marcelo Salim de Martino Rafael Costa Araújo . Rubem Pereira. Técnico em Contabilidade e Datilografia. com valorização da central. que forma um retângulo. Possuía completos laboratórios de Física. do tipo "americana". Levantado por. a Escola Normal de Miracema (a terceira criada no Estado). passando a denominar-se Colégio Estadual de Miracema. Durante o recesso escolar promovia o curso de férias com o objetivo de preparar alunos para o curso de admissão. foi tombado através do Decreto Municipal nº 249. saliente em relação às laterais e coroada. Alberto Lontra que fundou o "Gynnasio de Miracema". carretas e caminhões. foi criada a Associação Cultural e Educacional de Miracema . que também foi seu Diretor até 1961. como patrimônio histórico de Mira cem a. construções com telhados em meia água. oculta por platibanda. características do lbte e implantação Imóvel localizado numa elevação da Rua Matoso Maia. Em 30/11/1924. de arquitetura eclética.Iulno 1Acosto 2008 Data: . Finalizando a construção. No segundo pavimento localizam-se três janelas. Química e Biologia e já. 1971. no térreo. Em 2 de janeiro de 1995. em cula. A construção é em alvenaria de tijolo com cobertura em quatro águas. preparando os alunos para as escolas superiores de todo Brasil. baile. onde se acham instalados o auditório e quatro salas de aula. o Colégio participou de inúmeras disputadas e olimpíadas.CD Nesse corpo central situa-se. uma vez que o proprietário possuía outro . características arquitetônicas "Prédio em dois pavimentos. Comercial Básico. criado pelo Decreto nº 9977. São dois pavimentos. Luiz Paulo Pinto Moreira. Na década de 40. encontra-se um prédio em dois pavimentos.

Levantado por: Revisado por: Marcelo Salirn de Mattino . Acervo CCMC. tendo sempre a necessidade de intervenções visando sua manutenção. Acervo CCMC. Década de 1930. principalmente por ser usado como escola pública.estado geral de conservação O estado geral de conservação do imóvel é bom. AcervoCCMC. Auditório. Acervo CCMC. Física e História Natural. \ Década de 1970. arquivo fotográfico Década de 1930 Décalla de 194-0 Acervo CCMC.estagiário Eleengenharia Vitor Caveari Lage Data: Julho I Acosto 2008 Data: . Década de 1970. Acervo CCMC. Rafael Costa Araújo . década de 1960/70 Laboratório de Quimica.

Acervo CCMC. Acervo CCMC. Acervo CCMC. 2008.estagiário de engenharia Vitor Caveari Lage Data: Julho/ Acosto 2008 Data: . 200~. 2008.' Soleira da porta de entrada principal. Levantado por: Revisado por: Marcelo Salim de Martino Rafael Costa Araújo .