1) A existência de um meio facilitador de trocas , algo que funcionasse como

“denominador comum” e aceito por todos fez com que não mais fosse necessário que
houvesse coincidência entre desejos de indivíduos para que um adquirisse a
mercadoria do outro que necessitasse e a contraparte também , ou seja, com a
existência da moeda foi possível que se adquirisse um meio de quebrar essa
dependência e os indivíduos transportassem no tempo esse poder de comprar para
adquirir qualquer outro produto , o que agilizou e dinamizou a economia . A moeda
possui 3 características básicas : unidade conta que é aquela responsável por permitir ,
por exemplo, que os contratos sejam feitos entre os indivíduos demonstrando a
unidade que o mesmo deva ser “ liquidado ” ; meio de troca que é basicamente o que
fora citado anteriormente : meio responsável por permitir que diferentes mercadorias
sejam intercambiadas sem necessidades de coincidência de desejos entre as partes o
que agilizava as trocas e reserva de valor : meio sob o qual os indivíduos podem se
resguardar e transportar no tempo o desejo de comprar determinado produto.

𝑃 .𝑌
2) (a) M.V = P.Y => V = > V=3
𝑀

𝑉.𝑀
(b) P= = $3
𝑌

3) Dada a seguinte igualdade contábil: M.V = P.Y e os pressupostos de que Y será dado
no longo prazo de acordo com os fatores reais da economia , ou seja, a oferta no longo
prazo será uma reta vertical tal como preconiza a teria neoclássica com “ V” constante
, para manter a igualdade teremos que ter as duas variáveis restantes ( “M” e “P” )
variando na mesma direção e na mesma magnitude , isto é, quando uma aumentar “X”
a outra também terá que aumentar nessa mesma proporção “ X” , o que geraria um
processo inflacionário já que o aumento de “M” levaria a um aumento de “P”.
4) Nessa situação o custo de capital seria menor do que a sua produtividade marginal o
que estimularia a demanda de crédito por parte dos consumidores , isto é , o
investimento planejado excederá a poupança,os investidores irão aumentar sua
demanda por bens de capital o que levaria a um excesso de demanda no mercado de
bens em egeral .O bancos poderiam acomodar essa demanda crescente de crédito
aumentando sua taxa de juros cobrada ou aumentando o nível de reservas por
determinação do Bacen .
5) Os motivos de transação : esse motivo refere-se à retenção de moeda para realização
de um ato definido de compra numa data especificada . Motivo de precaução:
relaciona-se ao grau de ignorância sobre o futuro , com a moeda sendo o ativo que
permite aos agentes refazerem rapidamente suas estratégias , caso desejem ou
julguem necessário . Motivo especulação: Este motivo talvez seja o mais difícil de se
compreender de acordo com o próprio Keynes e um dos mais importantes por que
será por onde a política monetária irá agir , a demanda por moeda para satisfazer o
motivo da especulação varia de modo mais ou menos continuo sob efeito de
alterações graduais na taxa de juros de mercado . Motivo Financeiro : refere-se à
demanda por moeda antecipada a alguma despesa discricionária planejada, sendo o

assim. Agentes ursos seriam aqueles que esperam uma subida da taxa de juros no futuro e . Assim. ou seja. ou tinha títulos ou moeda . a proposição de Tobin se diferencia da keynesiana pois aquele dá maior ênfase na utilização de métodos quantitativos tornando o processo mais formal . os agentes iriam se deparar com um trade-off entre risco e investimento e iriam compor sua carteira detendo os 2 ativos ( títulos e moedas ) em determinada proporção de modo a maximizar seu ganho. dentre outros . é a ideia de fronteira eficiente de alocação de recursos . ( B ) Tobin procura dar um tratamento bem mais matemático e analítico ao seu modelo de demanda por moeda do que o modelo descritivo de Keynes . aquilo que antes não era mensurado agora passa a poder ser através de técnicas matemáticas . por isso estes agente irão preferir reter títulos a moeda . dividendos de ações . Prêmio pela liquidez : esse mede a facilidade com que um determinado ativo é negociado caso o detentor deseje mudar a composição do seu portfólio. máquinas dando origem a bens negociáveis que irão gerar lucros. 7) ( A) Essa abordagem da composição de carteiras de ativo de Tobin busca remover a limitação presente do modelo de Keynes : neste existiam apenas dois ativos excludentes entre si na hora que os indivíduos iriam obtê-los . os juros pagos nos títulos . Em Tobin . preferem reter moeda a ficar com títulos que caso as expectativas se concretizem irão perder dinheiro com a desvalorização dos respectivos títulos . ou seja.Perspectiva essa de otimização de portfólio desenvolvida de forma pioneira por Markowitz . 6) ( A) As 4 característica são as seguintes  Taxa esperada de quase-renda : ou simplesmente taxa de rendimento que se espera ganhar pela posse ou uso do ativo. uma vez que o possuidor de riqueza pode ganhar ( ou perder) com a apreciação ( ou depreciação) dos preços de mercado daquele ativo entre a compra e o fim do período de retenção do mesmo . por exemplo . é uma espécie de retorno não pecuniário ao detentor do mesmo .como . Taxa esperada de apreciação do ativo ao final de um período .Assim . uma taxa de valorização também nula . seguros . porém um prêmio de liquidez substancial já que é o ativo mais líquido de uma economia . . ( B ) Moeda tem rendimento nulo ( o seu custo de carregamento é insignificante ). neste caso os saldos monetários são mantidos em antecipação à compra de bens de investimentos. nunca uma combinação de ambos . gasto deste tipo mais vultoso e menos rotineiro . Já o touros são aqueles que acreditam que a taxa corrente de juros está mais alta que a natural e esperam que ela caiam . como os de estocagem .possibilitando a mensuração das possíveis perdas que os agentes terão após uma combinação entre os dois ativos ( moedas e títulos ) de modo a minimizá-la . ou seja. Custo de carregamento : aqueles que se têm ao manter os ativos .No modelo de Tobin o que era incerteza (algo sem qualquer modelagem em que fosse possível fazer alguma previsão )se torna risco .

8) Feito inserindo as fórmulas no Excel . .