You are on page 1of 4

1ª Prova de Avaliação Mista Análise Financeira (2010/11/06

)

Licenciaturas em Contabilidade e Finanças

ANÁLISE FINANCEIRA - 2º ANO

1ª Prova de Avaliação Mista 6 de Novembro de 2010

Duração: 1 Hora 30 Minutos

Cotação da Prova:
Grupo I 5 valores (10 questões a 0,5 valores)
Cada resposta errada: - 0,1 valores
Cada resposta branca: 0 valores
Grupo II 15 valores
Questão 1 - 6 valores
Questão 2 – 1,5 valores
Questão 3 – 1,5 valores
Questão 4 - 3 valores
Questão 5 - 3 valores

Recomendações:

• Não é permitida a utilização de qualquer elemento de consulta.
• Responda a cada um dos grupos no próprio enunciado.
• Identifique todos os grupos da prova com o seu nome e nº mecanográfico.

AS RESPOSTAS AO GRUPO I SÃO DADAS NO PRÓPRIO ENUNCIADO, SENDO ESTE RECOLHIDO 15 MINUTOS
APÓS O INÍCIO DA PROVA.

-1-

00 230.00 7.00 96.00 204.781.00 90.00 204.812.00 875.00 951.00 100.307.105.00 875.855.00 Outras reservas 11.880.00 442.00 137.00 164. divulgou.00 215.00 Total do ACTIVO 942.00 Financiamentos Obtidos 263.00 Diferimentos 715. o Balanço bem como o detalhe de algumas das suas rubricas que a seguir se apresentam.440.226.00 371.00 175.00 0. Datas Rubricas Notas 31 Dez N-2 31 Dez N-1 31 Dez N ACTIVO Activo não corrente Activos fixos tangíveis 229.231.00 Total do Passivo 715.846.00 0.689.276.00 CAPITAL PRÓPRIO PASSIVO Capital Próprio Capital realizado 50.123.004.261.370.419.848.033.296.637.067.061.785.000.637.350.00 Resultados Transitados 149.00 293.00 30.00 134.825.00 -2- .00 19.00 50.00 240.1ª Prova de Avaliação Mista Análise Financeira (2010/11/06) Nome do Aluno: __________________________________________________ Nº Mec.600.946.000.00 778.00 Total do Capital Próprio e do Passivo 942. nos últimos três exercícios.00 137.00 Accionistas / Sócios 137.00 Caixa e depósitos bancários 408.654.00 699.290.00 32.231.064.084.00 Passivo Corrente Fornecedores 64.057.409.000.233.00 Estado e outros entes públicos 95.088.056.: _______ Grupo II A sociedade Domingos & Dias Santos.00 144.00 217.088.749.00 711.00 133.00 32.084.00 175.00 Activo corrente Clientes 275.079.00 330.00 12.966.347.223.00 Estado e outros entes publicos 6.762.00 Resultado liquido do período 15.351.296.00 14.00 13.637.558.00 99.00 878.00 110.00 711.00 12.154.00 Adiantamentos a fornecedores 1.00 711.226.00 951. S.385.290.00 Interesses minoritários Total do Capital Próprio 227.056.00 Activos Intangíveis 491.307.351.128.00 Passivo Passivo não corrente Provisões Financiamentos Obtidos 0.00 13.472.00 Diferimentos 8.060.A.00 747.00 778.00 Outras Contas a Pagar 154.196.00 50.497.00 Outras contas a receber 17.

00 0.00 226. a serem reembolsados pelo Estado.00 8.00 0.000.000. As dívidas ao Estado resultam todas de impostos retidos derivados da normal exploração da empresa. há já cinco anos.00 Dispõe-se ainda da seguinte informação complementar: 1. uma nova operação de financiamento.00 154. tendo concluído que apenas seria possível proporcionar a informação pretendida caso construísse um Balanço Funcional.00 Outros Devedores Exploração 12.1ª Prova de Avaliação Mista Análise Financeira (2010/11/06) Detalhe de Outras contas a receber Notas 31 Dez N-2 31 Dez N-1 31 Dez N Devedores por acréscimos de rendimentos de exploração 5. Pedidos: 1.000.00 Detalhe de Outras contas a pagar Notas 31 Dez N-2 31 Dez N-1 31 Dez N Fornecedores de Investimento c/c 100.000 €.00 0.865.296.00 0.00 Gastos a reconhecer extra exploração 6.00 50.990. atendendo a que era a abordagem proposta pelo Centro de Empresas em detrimento do ponto de vista tradicional que tinha aprendido nos bancos da escola.385.00 0.751.00 Outros Credores Exploração 44. DF ficou deveras preocupado.226.00 13.990.00 Outros Credores extra Exploração 196. Os saldos devedores das rubricas de Estado e Outros Entes Públicos reflectem valores de futuras devoluções de direitos alfandegários. utilizado na sua plenitude.00 7. Nesse sentido.196. um descoberto bancário com o plafond autorizado de 150.00 347. Necessidades de Fundo de Maneio (NFM) e Tesouraria Líquida (TL).00 Credores por acréscimos de gastos de exploração 10.00 9. 2.858. Lançou mãos à tarefa e construiu o Balanço Funcional que a seguir se apresenta: -3- .00 9.00 133. bem como a apresentar e comentar os indicadores de Fundo de Maneio Funcional (FMF).00 3. foi convidado pelo responsável máximo daquele Centro a apresentar um Balanço da empresa relativo aos três últimos exercícios.00 75.000. sendo considerado por todos um técnico muito experiente.00 99. junto da principal instituição financeira que apoia a sociedade. procurou informar-se sobre aquelas realidades.000.00 0.00 1.033. Estudioso e cuidadoso como era.033.00 6.848.00 8.00 17.781.000. A empresa mantém.00 40.000.385.00 Detalhe de Diferimentos Activos Notas 31 Dez N-2 31 Dez N-1 31 Dez N Gastos a reconhecer de exploração 2.00 40.00 12.00 6.000. jamais tinha ouvido falar naqueles indicadores de avaliação do Equilíbrio Financeiro.855. O Director Financeiro (DF) da empresa necessitava de propor ao Centro de Empresas da Instituição Financeira com que habitualmente trabalha. pois. durante o seu percurso de formação.000.030.00 5.000.00 30.347. relativos à aquisição de máquinas e equipamentos produtivos específicos no Vietname.00 18. desde o momento em que foi negociado.000.00 22.000.296.

0 0 0 .2 26 .0 0 0 .2 96 .0 0 0 .0 0 0.0 0 9 9.0 00 .00 T ota l do Ca pita l P róp rio 22 7.0 0 0 .0 0 29 3.00 0 .7 02 .00 A ccio nista s / S ócio s 13 7.0 0 0 .0 33 .0 0 16 4.00 0.4 40 .0 0 1 2.0 0 37 5.3 70 .9 46 .0 0 20 4.00 0 .00 0 .00 0.0 60 .0 0 0.0 0 0 .0 0 0 .8 80 .0 0 7.0 0 95 1.0 88 .6 00 .0 0 0.7 14 .4 27 .0 0 0 .1 3 1 De z N Va lor V alor V alor V alor V alor V alor V a lor Va lor Va lo r ACT IV O Aplic aç ões Fixa s Líquidas A ctivos fixo s ta ng íveis 22 9.0 0 13 4.00 0 .0 0 0 .0 0 49 6.00 0.0 0 0 .3 85 .0 0 T ota l do ACTIV O 94 2.00 0 .0 0 T es ouraria P as siv a F ina ncia me nto s Ob tido s 26 3.0 0 33 0.0 0 21 7.0 0 9 0.2 23 .3 07 .00 0.00 0 .2 96 .8 46 .00 0.0 79 .0 0 22 7.00 0.1 23 .0 0 87 5.0 61 .00 0.0 0 0 .0 0 10 0.00 0 .0 0 17 5.0 0 0 .0 0 0 .00 0.00 R esu ltad os Tra n sita d os 14 9.0 0 77 8.00 0.0 0 0.7 85 .0 0 1 44 .0 0 P as siv o n ão corre nte 0.0 0 13 3.0 0 CAP IT AL P RÓ PR IO P AS S IV O Rec ursos Es tá ve is Ca pita l P róprio C ap ital re al iza do 5 0.0 0 0 .2 26 .0 00 .00 0.00 0.3 47 .00 0.00 0.0 0 20 4.3 50 .0 84 .1 05 .0 0 0.0 0 0.0 0 0 .00 0.00 0 .0 0 0 .0 0 0.00 0 .00 0 .0 0 37 1.9 02 .0 0 0 .0 0 48 2.00 0 .00 0 .0 0 6.00 A ctivos Inta ng íve is 4 91 .00 0 .00 0 .00 0 .0 0 0 .1ª Prova de Avaliação Mista Análise Financeira (2010/11/06) B alanç o individua l e m 3 1 de Deze m bro de 20 0N Dat as Co rre cç ões C orrigido Rubrica s N o ta s 3 1 Dez N.00 0 .00 0 .0 0 24 0.0 67 .0 0 87 5.0 0 0 .0 0 1 3.0 0 21 5.0 0 0 .00 O u tr as Co nta s a Pa ga r 15 4.00 0 .3 51 .00 O u tr as co ntas a rece be r 1 7.00 26 3.6 37 .00 A d ian ta me n to s a for ne ced or es 1.00 0 .0 0 0 .0 0 T ota l do P as siv o 71 5.1 54 .0 0 9 6.00 0.00 0 .00 0 .0 0 0 .2 61 .0 0 0 .6 54 .00 0 .00 0.2 31 .00 30 2.0 0 95 1.0 0 0 .0 88 .8 46 .0 0 17 5.0 0 -4- .0 0 0.0 04 .0 0 8 78 .0 0 3 2.0 0 0 .0 56 .00 0 .0 0 0 .7 49 .7 49 .00 0.0 56 .2 31 .00 0.00 0 .00 0.0 0 0 .7 81 .00 0 .0 0 Rec ursos Cíclicos F orn ece do re s 6 4.3 51 .00 0.00 0 .0 0 0.0 0 1 3.00 0 .8 55 .4 09 .00 0 .0 57 .0 0 0.0 0 3 2.0 0 44 7.0 0 0 .0 0 0 .0 0 5 0.2 26 .00 0.00 0 .0 0 11 0.00 0.00 0.0 0 37 1.1 23 .2 26 .00 0.0 0 0 .0 0 0 .0 0 9 6.0 0 0 .00 D iferi me ntos 8.6 37 .0 0 0.4 97 .0 0 21 7.2 76 .1 96 .0 0 24 0.0 0 0 .0 0 0.00 O u tr as re se rvas 1 1.0 0 71 1.00 0.3 70 .0 64 .6 37 .0 0 0 .0 0 0.0 0 0 .0 64 .7 62 .2 3 1 De z N -1 31 D ez N 3 1 De z N-2 3 1 De z N-1 31 Dez N 31 D ez N-2 31 D ez N.0 0 44 2.00 0 .00 E stad o e o utro s en tes pu bl icos 0 .0 0 0 .0 0 13 7.0 0 1 4.0 0 T ota l do Ca pita l P róp rio e d o P a ss iv o 94 2.00 23 0.00 R esu ltad o liq uid o d o pe río do 1 5.0 0 Te so ura ria Act iv a C aixa e de pó sitos b an cár ios 40 8.0 0 0 .0 0 3 0.00 0 .8 80 .00 0.00 0 .0 61 .0 0 5 0.0 0 0 .4 19 .9 66 .2 90 .0 0 0 .00 45 1.0 0 33 0.00 0 .0 0 0.5 58 .00 0.00 0.0 0 1 2.00 0.6 89 .0 0 21 5.9 66 .0 0 0 .2 33 .00 0 .00 0 .00 40 8.0 0 Nec es sid a des Cíclica s C lien tes 27 5.00 0 .00 0 .0 04 .0 0 1 9.4 72 .0 00 .00 E stad o e o utro s en tes pú bl icos 9 5.0 0 13 7.0 0 0 .8 48 .