You are on page 1of 1

Software ajuda diminuir o preço de Petróleo

Um dos motivos do encarecimento no processo de extração do petróleo é ocasionado muitas vezes pelo desperdício de matéria. A alta dos preços desse produto levou à necessidade de um estudo das pressões existentes na retirada do petróleo. Assim, o corpo docente do Lacit (Laboratório de Ciências Térmicas) da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) desenvolve com o apoio da Petrobrás e da ANP (Agência Nacional do Petróleo) um estudo científico, ‘Modelagem Matemática do Escoamento Axial Transitório de Um Fluido de Perfuração em Espaços Anulares’, no campo petrolífero. Este projeto tem como uma das principais idéia a relação custo-benefício da extração do petróleo. A pesquisa é desenvolvida na área de ciências térmicas pelo aluno da graduação de Engenharia Mecânica, Hudson Kimura, da própria instituição, e pela mestranda de Engenharia Mecânica, Vanessa Aparecida de Oliveira Ramalho. O projeto é orientado pelos professores Cezar Negrão e Silvio Junqueira, docentes do Departamento Acadêmico de Engenharia Mecânica. Segundo a mestranda, “a idéia do desenvolvimento do projeto surgiu pela necessidade de um algoritmo – conjunto de processos e símbolos utilizados para efetuar cálculos - que prevê a pressão surge e swab”. Essas pressões são decorrentes do movimento de subida e descida da coluna de perfuração, que provoca deslocamento do fluido de perfuração no interior da coluna e na região anular (espaço entre o poço e a coluna no interior do poço), que pode ser mais bem visualizada pela figura anexa. O estudo das pressões de surge e swab são importantes, pois o valor da pressão elevada pode provocar fratura da formação rochosa, conseqüentemente haver perda da circulação do fluido, e a baixa pressão pode ocasionar a penetração do fluido no poço (conhecido como kick). Vanessa Ramalho afirma que “a previsão dessas pressões é necessária para que possam ser determinadas a velocidade e aceleração suficientes para a introdução e retirada da coluna de perfuração do poço sem ocasionar riscos”. O trabalho tem como objetivo apresentar uma modelagem matemática do escoamento do fluido de perfuração causado pelo movimento da coluna no interior do poço. Conforme a mestranda Vanessa Ramalho, “neste segmento de pesquisa há poucos trabalhos desenvolvidos, o que fez a Petrobras sugerir o tema aos docentes do Laboratório de Ciências Térmicas da UTFPR”. O projeto ainda não está em prática, devido a certos empecilhos, como a ausência de artigos na área para que, assim, os pesquisadores possam realizar comparações entre os resultados obtidos e se estes estão próximos da realidade. A partir deste estudo, o objetivo central é a criação de um software que proporcionará resultados reais e otimizados do processo, o que facilitará o trabalho em campo dos operadores.

Flávia Guerim e Keila Kuniyoshi

Poço de extração de Petróleo