-Documento 9 China

Laos.Quirguistão e Cazaquistão População .Total 9.Unificação da China 221 a.Proclamação da 1 de outubro de 1949 República Popular Área . Paquistão. 中华人民共和国中国 República Popular da China Capital Pequim Cidade mais populosa Xangai Língua oficial Chinês Mandarim Governo Estado unipartidário Presidente Xi Jinping .º) .Água (%) 2. (1.Estabelecimento da 1 de janeiro de 1912 República . Nepal.338.Estimativa de 2010 1.596.º) .968 hab.C. sob a dinastia Qin . Mianmar. Coreia do Norte. Afeganistão. Vietname.8 Fronteira Mongólia. Índia. Tajiquistão. Rússia.612. Butão.960 km² (3.

242.º) IDH (2012) 0.226 hab.Per capita US$ 9.250 triliões (2.699 (101.146 (91.º) .º) – médio Gini (2009) 48º Moeda Yuan Doc. 1 PIB per capita por país em 2013.Per capita US$ 6. .094 (90.612.Densidade 139./km² Dados económicos PIB (base PPC) Estimativa de 2012 .º) PIB (nominal) Estimativa de 2012 .382 triliões (2.º) . calculado com base na paridade do poder de compra..Total US$ 12.Censo 2000 1.Total US$ 8.6 hab. .

dois sistemas”. 196.  a abertura externa. Conhecer. não só como economia exportadora. Entender as mudanças de estratégia económica verificadas durante a década de 80 e consolidadas após os anos 90: ” Um país. Localizar o país e conhecer dados elementares mais significativos ( Indicados neste documento) 2. …a dissociação da Formosa ( Taiwan) …a questão do Tibete ( anexo 1) … A Revolução Cultural e a falta de liberdades. Compreender a importância crescente da China.  a liberalização de grande parte da economia. mas também como mercado muito apetecido. (1ª potência industrial e 1º exportador) Este sucesso económico é. ( anexo 5)  estratégia industrial virada para a exportação de produtos manufacturados. 201) 5. direitos e garantias do seu povo. alguns dos acontecimentos mais marcantes da história deste país nos últimos 60 anos: …a ascensão e consolidação do comunismo . em boa parte. 197. Compreender o papel de grande influência que tem a China no contexto das grandes decisões mundiais e no equilíbrio de poderes entre as nações. Líder radical Mao Tsé tung Lider reformista Deng Xiaoping . ( anexos 2 e 3)) 3. estruturado em torno de:  fatores de produção baratos e exploração dos trabalhadores e crianças.( o Estado continua a liderar parte do setor empresarial). através da concessão de empresas estatais à iniciativa privada. (Doc 194. (os estatutos especiais de Hong Kong e de Macau). (anexo 4 e 7)  criação de zonas francas e cidades com estatuto especial.  Estado intervencionista e regulador. de forma sumária. através das exportações e do IDE. 195.República Popular da China Objetivos pretendidos: 1.  Nova estratégia virada para o mercado interno e em I&D (indústrias inovadoras) 4.

Em outubro de 1971. a República Popular da China substituiu a República da China na Organização das Nações Unidas e tomou seu lugar como membro permanente do Conselho de Segurança. Em 1 de outubro de 1949. coloca os operários chineses entre os que recebem uma das menores remunerações do mundo. Mao Tsé-Tung proclamou a criação da República Popular da China. Grandes desigualdades socioeconómicas e geográficas. que queriam uma . que ficou conhecida no ocidente como "China comunista" ou "China Vermelha" durante o período da Guerra Fria. quando o Partido Comunista tomou o controle da China continental e o Kuomintang recuou para o mar. 6 Problemas e desafios Embora apresente todos estes dados de crescimento económico. o Exército de Libertação Popular (ELP ocupou o Tibete e derrotou a maioria das forças remanescentes do Kuomintang nas províncias de Yunnan e Xinjiang. destituiu os quadros do Partido Comunista Chinês. apresentando altos índices de poluição.  Os salários.  Falta de liberdades. pela primeira vez. Os rios também têm sido vítimas deste crescimento económico. a China enfrenta algumas dificuldades. como o governo legítimo do país. No mesmo ano. empreendida por Mao Tsé-Tung com o apoio de sua esposa. reduzindo seu território para apenas Taiwan.  A utilização em larga escala de combustíveis fósseis (carvão mineral e petróleo) tem gerado um grande nível de poluição do ar. Em 1950. principalmente no campo. controlados pelo governo. o número de países que reconheciam a República Popular da China superou os que reconheciam a República da China.  Grande parte da população ainda vive em situação de pobreza. Anexo 1 Rep. com sede em Taipei. Anexo 2 A Revolução Cultural A polémica Revolução Cultural (1966-1969). Jiang Qing.  Envelhecimento demográfico.Popular da China Os conflitos da Guerra Civil Chinesa terminam em 1949. apesar de alguns redutos do Partido Nacionalista ainda terem sobrevivido por muito mais tempo.

durante o IX Congresso do Partido Comunista da China em abril de 1969. Por outro lado. que continha citações de Mao . blogs e redes sociais. cujos efeitos acarretaram a morte de milhões de pessoas devido à fome generalizada. a China possui mais de 500 milhões de internautas que já expressam e acessam informações “descartadas” pelos canais de televisão e agências de notícias oficiais e mantidas pelo governo. Como na intelectualidade se encontravam alguns dos potenciais inimigos da revolução. gradualmente. o qual. e. que se fundamentavam no chamado Livro Vermelho.linha política e económica mais moderada. Foram criados os guardas vermelhos. atacavam todos aqueles suspeitos de deslealdade política ao regime e à figura e ao pensamento de Mao. o movimento acabou enfraquecendo os adversários de Mao e representou uma depuração partidária. dependem do Estado. Os alvos da Revolução eram membros do partido mais alinhado com o Ocidente ou com a União Soviética. funcionários burocratas. Considerando estimativas recentes. grupos de jovens. as autoridades chinesas podem prender os jornalistas e manifestantes em qualquer região do país e a qualquer momento. organizados nos chamados comités revolucionários. A campanha foi acompanhada por vários episódios de violência. o ensino superior foi praticamente desativado no país. de fato. A Grande Revolução Cultural Proletária (conhecida como Revolução Cultural Chinesa) foi uma profunda campanha político-ideológica levada a cabo a partir de 1966 na República Popular da China. Mao Tsé-tung. intelectuais (anti-intelectualismo). O processo foi oficialmente terminado por Mao. mas abordados por ativistas virtuais. fato conhecido como a fome de 1958-1961 na China. então Secretário-Geral do Partido. deu início às mudanças nos rumos políticos e económicos do país. a fim de consolidar (ou restabelecer) o poder do líder onde fosse necessário. em decorrência do fracasso do plano económico Grande Salto Adiante (1958-1960). problemas ambientais. apesar dos bloqueios e restrições ao acesso de alguns sites e plataformas de serviços globais para e-mails. principalmente instigada pela Guarda Vermelha. Questões como más condições de trabalho nas fábricas chinesas. Anexo 3 A falta de liberdade Os meios de comunicação são estatais e públicos. O governo controla todo o conteúdo veiculado em seus meios de comunicação comprometendo a liberdade de imprensa e de acesso à informação. Segundo a legislação do estado comunista de economia aberta. o governo chinês temia que a população do país pudesse inspirar-se nas revoltas . Todavia. estudantes. até à morte de Mao. a China não tem conseguido controlar o fluxo de informações e protestos publicados nas mídias sociais e em blogs independentes. Durante a Primavera Árabe. repressão à liberdade política e repressão aos movimentos de homosexuais são negligenciados pelas grandes mídias chineses. camponeses. especialistas afirmam que ele durou. elementos do partido. sobretudo. governo etc) que. quase adolescentes. em 1976. oriundos dos mais diversos setores (militares. A Internet tem sido considerada o único meio de publicação livre a respeito das questões e problemas enfrentados pela sociedade chinesa. Incidental ou intencionalmente. e a subida ao poder de Deng Xiaoping. cujo objectivo era neutralizar a crescente oposição que lhe faziam alguns setores menos radicais do partido. pelo então líder do Partido Comunista Chinês. contra o revisionismo que se insinuava. os principais meios chineses evitaram mencionar ou aprofundar o assunto.

quando as tropas e veículos do ELP entraram à força e abriram a praça. Este evento foi amplamente divulgado e trouxe condenação mundial e sanções contra o governo chinês. A contradição entre economia socialista (planificada pelo Estado) e economia capitalista (baseada no mercado) passou a ser vista pelo governo chinês como uma estupidez. A China explica que o seu sistema económico adapta mecanismos de mercado ao socialismo. YouTube e Twitter que se referem a denúncias sociais e políticas relacionadas ao país. . a economia de mercado está em contradição com o controle estatal. Ser dono de um imóvel na China é ser proprietário das construções realizadas sobre o solo e adquirir o direito de utilizar o terreno por um prazo de 90 anos. Um capitalismo controlado pelo Partido Comunista. É melhor usar o termo “sistema chinês”. o governo chinês utiliza o Great Firewall. No entanto. O Protesto na Praça da Paz Celestial em 1989. Eles foram finalmente dispersos em 4 de junho.populares eclodidas nos países árabes e iniciar uma revolta política contra o comunismo chinês. durante o qual estudantes e outros civis fizeram campanha por vários meses. Deng Xiaoping chegou a declarar a esses respeito que: "Não importa a cor do gato. De fato. resultando em várias vítimas. Na tentativa de controlar o acesso ao conteúdo pela internet no país. A constituição chinesa afirma que a China é um socialismo de mercado. dois sistemas” A China atual possui um sistema que funde o capitalismo e o socialismo. Mesmo nas áreas urbanas a propriedade do solo permanece do Estado. É difícil encaixar a China atual num determinado modelo económico. Anexo 4 Um país. Um sistema único que não apresenta paralelo no mundo. um sistema virtual de censura que bloqueia páginas do Facebook.. importa que ele apanhe o rato". As propriedades coletivas foram distribuídas aos camponeses e foi permitida a produção para o mercado. dois sistemas. o poder sobre as terras pertence ao Estado e a posse pode ser transferida para outro agricultor. O incidente conhecido como "O Rebelde Desconhecido" tornou-se particularmente famoso na época. através da forte presença do Estado que fomenta a economia e o desenvolvimento social. pedindo o combate contra a corrupção e uma maior reforma política. que incluísse os direitos democráticos e a liberdade de expressão não deu em nada. Outros afirmam que o que existe de fato é um sistema capitalista controlado pelo Estado (capitalismo de Estado). “Um país.

moedas e extradições. poderiam continuar a praticar o capitalismo sob um alto nível de autonomia por 50 anos após a reunificação. Deng Xiaoping propôs aplicar o princípio “um país. respectivamente. que diz que o Estado pode estabelecer RAEs quando necessário. imigração e alfândega. apesar da prática do socialismo na China continental. As cidades fantasma . que eram antigas colónias do Reino Unido e de Portugal. após a reunificação. responsabilidade do Governo Popular Central em Pequim. O princípio é que. no entanto. As duas RAEs de Hong Kong e Macau são responsáveis por seus assuntos internos. dois sistemas”em Hong Kong em negociações com a primeira-ministra britânica Margaret Thatcher sobre o futuro de Hong Kong. Hong Kong e Macau. O estabelecimento dessas regiões. chamadas de Regiões Administrativas Especiais (RAEs). Hong Kong continua a utilizar a lei comum inglesa. As relações diplomáticas e defesa nacional das duas RAEs são.Anexo 5 O estatuto de Hong Kong e Macau Em 1984. incluindo o Judiciário e tribunais de apelação final. Macau continua a utilizar o sistema de direito civil português. é autorizado pelo Artigo 31 da Constituição da República Popular da China. e que os sistemas a serem instituídos nelas deve ser decidido por lei decretada pela Assembleia Popular Nacional. finanças públicas. O mesmo princípio foi proposto nas conversações com Portugal sobre Macau.

A China é o maior produtor mundial de alimentos.Anexo 6 A economia chinesa A China possui atualmente uma das economias que mais crescem no mundo. O Produto Interno Bruto (PIB) da China atingiu US$ 8. na economia de mercado. . ajustando-se ao mundo globalizado. Construção da hidroeléctrica das Três Gargantas. gerando energia para as indústrias e habitantes. fazendo dos produtos chineses os mais baratos do mundo. carvão mineral e petróleo.Abertura da economia para a entrada do capital internacional. . aeroportos e edifícios públicos. nos últimos anos é de quase 9%. em parte.Entrada da China. . .Agricultura mecanizada. os altos índices de exportação deste país. . ferrovias. Uma taxa superior à das maiores economias mundiais. A média de crescimento económico deste país. . gerando excelentes resultados de produtividade. Estas cifras indicam que a economia chinesa representa atualmente cerca de 15% da economia mundial. principalmente técnica. . principalmente a partir da década de 1990. Este fator explica. a maior do mundo.Aumento nos investimentos na área de educação. Anexo 7 Principais dados e características da economia chinesa: .Controle governamental dos salários e regras laborais. fazendo deste país a segunda maior economia do mundo (fica apenas atrás dos Estados Unidos).Incentivos governamentais e investimentos na produção de tecnologia.Investimentos nas áreas de mineração. principalmente de minério de ferro. .28 trilhões ou 51. .8%).93 trilhões de iuanes em 2012 (com crescimento de 7. Com estas medidas as empresas chinesas têm um custo reduzido com mão-de- obra (os salários são baixos).Investimentos em infra-estrutura com a construção de rodovias.

..