You are on page 1of 16

5 Os principais grupos de algas 49 4.4 A divisão dos seres vivos em reinos 08 1. Os protozoários.4 As algas fazem parte da porção autotrófica do reino Protista 49 4. Os grupos de plantas que necessitam de água para sua reprodução 66 6.1 As briófitas são plantas sem vasos condutores de seiva 67 6.1 As primeiras explicações 92 1.1 O nome científico dos seres vivos é binomial 06 1. estão no reino Protista 44 4.2 Os protozoários divididos em grupos 46 4. A diversidade biológica separada em grupos 05 1.1 O início da engenharia genética 100 2. assim como as algas.7 A importância das algas para o ambiente e para o ser humano 50 4.2 Conceitos fundamentais 94 2.2 Mas. Gregor Mendel e a primeira lei da Genética 113 3. eis a questão 17 2. As bactérias são organismos unicelulares procariontes 32 3.4 O Saccharomyces cerevisiae um levedo amplamente utilizado pelo ser humano 60 5.5 A divisão dos seres vivos em domínios 11 1.4 Os antibióticos é a forma de tratar as infecções bacterianas 38 4.2 As briófitas necessitam de água para que ocorra a fecundação 67 6.1 Uma única célula sem membrana nuclear e organelas membranosas 33 3.4 as pteridófitas também dependem da água para que ocorra sua reprodução 70 7. Os fungos são benéficos ou meléficos ao ser humano? 56 5.2 A formação de novas bactérias 34 3.5 Monocotiledôneas e eudicotiledôneas são classes das angiospermas 82 7.1 Os protozoários fazem parte da porção heterotrófica do reino Protista 45 4.6 As plantas vasculares podem se reproduzir por propagação vegetativa 83 Referências bibliográficas 90 Biologia – Transmissão da Vida 1.5 Comparando os fungos com as plantas e com os animais 60 6. afinal.3 Doenças causadas por protozoários 47 4. Vírus.3 As pteridófitas são plantas vasculares sem sementes 69 6. ser (vivo) ou não ser (vivo). A Genética do século XXI 100 2.6 As adaptações dos organismos fotossintetizantes ao ambiente aquático 50 4. qual é mesmo o conceito de espécie? 07 1.4 O sucesso das angiospermas é devido à flor e ao fruto 79 7.3 Principais doenças causadas por bactérias 35 3.1 As gimnospermas são plantas com sementes nuas 76 7.3 As angiospermas são plantas com flores e fruto 78 7.3 As viroses são doenças causadas por vírus 21 3.3 O tipo de esporo sexuado é um dos critérios para classificar os fungos 59 5.8 As formas de reprodução dos organismos fotossintetizantes aquáticos 51 5.1 Os experimentos.2 A fecundação nas gimnospermas ocorre sem a necessidade de água do meio ambiente 77 7.3 A espécie Homo sapiens pode ser dividida em raças? 08 1. Genética: a ciência da hereditariedade 91 1.2 A principal forma de reprodução dos fungos é através da liberação de esporos 58 5. os resultados e as conclusões de Mendel 113 .1 Os vírus são compostos de ácidos nucleicos e proteínas 18 2. outra forma de classificar os seres vivos 11 2.2 Os vírus utilizam o maquinário da célula para produzir novos vírus 18 2. Sumário do Volume Biologia – Diversidade da Vida 1.2 Principais técnicas da Genética moderna 101 3.6 Cladística ou sistemática. As gimnospermas e as angiospermas são plantas espermatófitas 75 7.1 Como os fungos capturam seu alimento se eles não têm boca? 57 5.

5 É mais fácil nascer menino ou menina? 116 3. não há relação de dominância 126 4. a relação de dominância é parcial 126 4.1 Entre alguns pares.1 Sistema ABO: sua identificação rendeu o prêmio Nobel a Landsteiner 131 5.3.7 A construção de árvores genealógicas ajudam a compreender a transmissão de um gene nas famílias 120 3. Os grupos sanguíneos são determinados geneticamente 131 5.6 Probabilidade e Genética – calculando a chance de ocorrência dos eventos 117 3. As variações da primeira lei de Mendel 126 4.4 Muitos alelos para um caráter 127 5.3 Alguns alelos são letais em homozigose 127 4.2 Entre alguns pares.2 A relação com a meiose facilitou a compreensão 114 3.8 Os cruzamentos consanguíneos aumentam a chance de manifestação de genes deletéricos 121 4.3 Como descobrir se o gene em questão é dominante ou recessivo? 116 3.4 O cruzamento-teste determina genótipos desconhecidos 116 3.2 Sistema Rh: a descoberta de um novo antígeno nas hemácias de macacos Rhesus 134 Referências bibliográficas e webgráficas 140 .

Platelmintos e nematódeos 11.VOLUME 1 sumário ComPleTo DIVERSIDADE DA VIDA 1. Anelídeos TRANSMISSÃO DA VIDA 6. Anomalias cromossômicas 11. Equinodermos e introdução aos cordados 15. Vírus 3. Peixes 16. Interação genica 8. Genética e evolução . Primeira Lei de Mendel 4. Poríferos e cnidários 10. Organismos procarióticos 4. Genética do século XXI 3. Classificação biológica 2. Briófitas e pteridófitas 7. Linkage VOLUME 3 DIVERSIDADE DA VIDA 13. Critérios de classificação dos animais 9. Anfíbios e répteis 17. Segunda Lei de Mendel 7. Moluscos 12. Herança sexual 10. Variações da Primeira Lei de Mendel 5. Gimnospermas e angiospermas TRANSMISSÃO DA VIDA 1. Fungos 6. Aves e mamíferos TRANSMISSÃO DA VIDA 9. Artrópodes 14. Herança dos grupos sanguíneos VOLUME 2 DIVERSIDADE DA VIDA 8. Introdução à Genética 2. Reino protista 5.

Disponível em: <www. répteis e insetos com os quais convivemos. Reúna-se em grupos com seus colegas de classe e façam a seguinte atividade: Analisem os botões da foto ao lado. obra que iniciou a classificação biológica moderna. O problema dessa classificação era o de agrupar animais que são muitos distintos evolutivamente. aéreos e aquáticos. que não reflete o parentesco evolutivo entre os seres vivos.Diversidade da Vida 5 A diversidade biológica separada em grupos 1. diga qual é a mais correta. Estima-se que esse número não corresponda a 20% de todos os animais viventes. é considerado como artificial. discutam as seguintes questões: a) Havendo na sala mais de uma classificação para os botões. E olha que estamos falando somente dos animais. A classificação biológica moderna somente teve início no ano de 1735 com a publicação da primeira edição do livro Systema Naturae (Sistema natural). direta ou indiretamente? Os zoólogos. Acesso em: 11 set. como as borboletas e os pássaros. os protozoários. em português. Como você separaria esses botões em grupo? Acervo CNEC O agrupamento dos seres vivos pode ser feito seguindo critérios que não refletem o parentesco evolutivo entre eles. O grego e biólogo Aristóteles foi o primeiro a classificar os seres vivos baseando-se em suas similaridades estruturais. assim. ele buscou compreender a relação de parentesco entre os seres vivos.5 milhão de espécies animais. Utilizando o estudo comparado da forma dos organismos (morfologia). 2013. na qual os animais eram classificados de acordo com o ambiente em que viviam: terrestres. .org>. descreveram mais de 1.lindahall. aves. Dividam os botões em grupos de acordo com critérios criados por você e por seus colegas de grupo. Imagine o trabalho que é organizar tudo isso. felinos. um sistema de classificação natural. biólogos que estudam os animais. as algas. nem mencionamos as plantas. ou seja. No final. a DiversiDaDe BiolÓgiCa seParaDa em gruPos Você conhece muitos animais e plantas? Já atentou para a variabilidade de seres vivos no planeta? Observou a quantidade de mamíferos. os fungos e as bactérias. essa classificação consistiu em dividir os reinos em espécies e em dar um nome particular para cada uma delas. cada grupo deve expor para a sala como os botões foram divididos. de Carl von Linné. Esse tipo de classificação. de Carl von Linné ou simplesmente Lineu. É o que acontecia na Grécia antiga. b) Tentem explicar o porquê de os botões terem sido classificados de formas diferentes. Biologia . realizando. Capa de uma das edições de Systema Naturae. Depois de finalizada a tarefa.

Diversidade da Vida A diversidade biológica separada em grupos A classificação de Lineu foi importante. pedibus posticis glabis utrinque margine ciliatis. essa hierarquia das categorias taxonômicas consiste em sete grupos principais ou sete categorias taxonômicas (ou táxons). thrace subgriseo. era apis pubescens. Geral Reino Animalia Filo Chordata Classe Mammalia Ordem Carnivora Família Canidae Gênero Canis Específico Espécie Canis familiaris Classificação do cachorro doméstico nas sete principais categorias taxonômicas. A abelha europeia (ou abelha doméstica). somente analisando esse nome é possível descobrir que essa Espécie espécie pertence ao gênero Apis.6 Biologia . como ficou conhecida. Pela nomenclatura de Lineu ou nomenclatura binomial. O nome científico da espécie é composto por duas palavras. o nome das espécies era uma descrição do ser vivo. a segunda refere-se ao epíteto (ou termo) específico e deve ter a letra inicial minúscula.1 O nome científico dos seres vivos é binomial O utra importante contribuição de Lineu para a Biologia foi a criação de um sistema eficiente para dar nome aos seres vivos. Acervo CNEC . como mostra a figura a seguir. Acervo CNEC 1. Hoje. no qual grupos menores mais específicos são incluídos em grupos maiores. Lineu determinou que o nome das espécies deveria ser escrito em latim e composto por duas palavras: a primeira refere-se ao gênero e deve ter a letra inicial maiúscula. Gênero + Epíteto específico Assim. pois distribuiu os organismos em sistema hierárquico. por exemplo. mais abrangentes. o nome científico da abelha doméstica é Apis mellifera. É importante que as duas Apis mellifera palavras se destaquem no texto. Antes de Lineu. abdomine fusco.

É importante que a turma. qual é mesmo o conceito de espécie? Apesar de constantemente utilizarmos o termo espécie. não é nada fácil conceituá-lo. afinal. 1758. que deve ser colocado logo após o gênero. estudei a definição de espécie. seguido de vírgula e do ano de publicação. • Algumas classificações necessitam ser mais detalhadas.Por que o conceito de espécie considera que os cruzamentos devem ser em ambientes naturais? Cite. A mosca comum (cujo nome científico é Musca domestica) foi nomeada por Lineu (Linnaeus é forma latinizada do nome Linné) no ano de 1758.2 Mas. e a égua e o jumento não podem ser classificados na mesma espécie. Biologia . usa-se letra inicial maiúscula.Em quais outras condições esse conceito não pode ser aplicado? .Por que esse conceito não pode ser aplicado às bactérias? Como são definidas as espécies para os organismos procariontes? . • O nome do pesquisador que descreveu a espécie pode ser colocado após o nome dela. A Origem das Espécies. podemos citar: • Para todos os táxons. mais do que isso. em condições naturais. . Aedes aegypti é a espécie. e Stegomya é o subgênero. e que quase sempre é estéril. destacado em relação ao texto e entre parênteses. Essa é a definição proposta pelos evolucionistas Theodosius Dobzhansky e Ernst Mayr e que ficou conhecida como conceito biológico de espécies. juntamente com o professor. Um exemplo é o subgênero. 1. a mula (ou burro) é considerada um híbrido (com 63 cromossomos). que é popularmente chamado de mula ou burro. aprendemos que “Espécie é um grupo de populações cujos indivíduos. Assim. são capazes de se cruzar e de produzir descendentes férteis. Trabalhando com Pesquisa A importância da nomenclatura científica Faça uma pesquisa individual sobre a importância da nomenclatura científica. esse cruzamento deixa descendente. são utilizados táxons intermediários entre os principais. Depois. Exemplo: Musca domestica Linnaeus. um exemplo que reforça a necessidade de se considerar essa condição. E você está correto. Exemplo: Aedes (Stegomya) aegypti. tinha dificuldades para definir espécie. Mesmo hoje. não existe uma definição única e geral para o termo espécie biológica. Para isso. Exemplo de aplicação dessa definição é a égua (que pertence à espécie Equus caballus e possui 64 cromossomos) e o jumento (que pertence à espécie Equus asinus e possui 62 cromossomos). A égua e o jumento cruzam-se com facilidade na natureza e. o termo específico pode ser escrito com inicial maiúscula. pesquise: . Aedes é o gênero. Entre elas. já que seu descendente é estéril. exponha o resultado de sua pesquisa para os colegas. Trabalhando com Pesquisa O conceito biológico de espécie é válido para todos os seres vivos? Sobre o conceito biológico de espécies. que utilizou essa palavra no título de sua mais famosa obra. pelo menos. Nesse caso. com letra inicial maiúscula. o termo específico foi dado em homenagem a Oswaldo Cruz. • Quando o nome da espécie é dado em homenagem a alguém. sem pontuação.Diversidade da Vida 7 A diversidade biológica separada em grupos Saiba mais Existem várias outras regras para a nomenclatura científica. Afinal. em anos anteriores. elabore uma lista com essas importâncias. estando reprodutivamente isolados de indivíduos de outras espécies”. Você deve estar pensando: mas eu tenho certeza de que. Mesmo Charles Darwin. Exemplo: Trypanosoma Cruzi.

o que não faz o menor sentido do ponto de vista genético e biológico. E. segundo sua visão. a classificação vem passando por modificações. Todos os indivíduos de uma mesma subespécie assemelham-se entre si e compartilham uma ou mais características não encontradas em outras subespécies. mas da mesma espécie. muitas delas decorrentes de descobertas científicas.8 Biologia . é o táxon que apresenta o menor número de grupos. Mesmo sendo um exemplo que deveria ser totalmente descartado. Além disso. Note que o terceiro termo também é destacado e a Homo sapiens americanus primeira letra é minúscula. por terem maior quantidade Acervo CNEC de melanina. Na edição de 1767 do Systema Naturae. O mais grave Homo sapiens europeus Espécie Homo sapiens afer disso é relacionar essas características Branco. por exemplo. como. principalmente nos campos da genética e da bioquímica. são Amarelo. negros. De qualquer forma. desses. Acervo CNEC 1. Consequentemente. é importante Gênero + Epiteto específico + Terceiro termo considerar que a subespécie é uma categoria mais específica Espécie que a espécie. melancólico e avaro melancólicos e avaros.3 A espécie Homo sapiens pode ser dividida em raças? Algumas espécies podem ser divididas em duas ou até mais subespécies ou raças. por exemplo. a subespécie é designada por três palavras (trinomial). O problema é que essa associação persiste até hoje. .Diversidade da Vida A diversidade biológica separada em grupos 1. o ser humano preocupa-se em classificar os seres vivos em grandes grupos como os reinos. consequentemente. preguiçoso físicas superficiais às características psicológicas. o reino é mais abrangente. a classificação de Lineu mostra como uma espécie pode ser dividida em subespécies ou raças. impassível. são capazes de cruzar e de A subespécie é designada pela associação de três termos. Desde Aristóteles. sério e forte Homo sapiens Negro. mal-humorado. Ao longo do tempo. sendo que o terceiro termo deve ser colocado após o nome da espécie. o Projeto Genoma Humano mostrou que temos pouco mais que 24 mil genes e que. De acordo com essa classificação. a pigmentação de sua pele. mais do que isso. ou que os Divisão de nossa espécie em subespécies de acordo com Lineu. são impassíveis e preguiçosos. Afinal. poucas dúzias são responsáveis pela pigmentação da pele e por outras características físicas dos humanos. considerando seus aspectos morfológicos. foi apresentada uma divisão taxonômica da espécie humana. indivíduos de subespécies Subespécie diferentes. Afinal. como. Sendo assim.4 A divisão dos seres vivos em reinos Das sete principais categorias taxonômicas. Outras mudanças são em decorrência da falta de consenso entre os cientistas. violento grupos. considerar que os asiáticos têm pele Homo sapiens asiaticus amarela e. os critérios utilizados por um cientista para sua classificação necessariamente não são os critérios utilizados na classificação de outro cientista. deixar descendentes férteis. já está comprovado que esses genes não têm qualquer influência sobre o comportamento ou o intelecto humano. Lineu dividiu o Homo sapiens em quatro subespécies ou raças principais e as classificou com as suas características principais. Homo sapiens americanus a espécie humana seria dividida em Vermelho. Mas é exatamente pelo fato de o reconhecimento de uma subespécie estar normalmente baseado em uma ou poucas características superficiais que a formação desses grupos não tem sido levada tão a sério.

a classificação biológica vem sofrendo modificações.Diversidade da Vida 9 A diversidade biológica separada em grupos Este esquema mostra algumas das mudanças que ocorreram. Reino Plantae Reino Animalia Reino Plantae Reino Animalia Reino Plantae Reino Animalia Plantas Plantas Algas Cogumelos Protozoários Animais Cogumelos Protozoários Animais Animais Cogumelos Reino Protista Reino Protista Reino Monera Bactérias Protozoários Bactérias Bactérias Aristóteles e Lineu* Haeckel (1834) Copeland (1956) Reino Plantae Reino Fungi Reino Animalia Reino Plantae Reino Fungi Reino Animalia Plantas Cogumelos Animais Cogumelos Plantas Algas Animais Reino Protista Reino Protista Protista Protista Algas Reino Monera Reino Monera Bactérias Bactérias Wittaker (1969) Margulis e Schwartz (1982) * A classificação vigente no período de Aristóteles e Lineu. em relação à classificação dos seres vivos em reinos. discuta com seus colegas: • Qual a diferença da classificação de Haeckel para a classificação de Lineu? Qual o possível critério utilizado por Haeckel para formar esse novo reino? • Por que Copeland dividiu o reino criado por Haeckel? • Qual a principal novidade na classificação de Whittaker? Qual o principal critério que promoveu essa novidade? • Qual a principal diferença da classificação de Margulis e Schwartz em relação à classificação de Whittaker? • Qual a importância de novos conhecimentos para a classificação biológica? . que mostra as mudanças na classificação biológica. Ao longo dos anos. Biologia . Acervo CNEC Utilizando o esquema acima. ao longo do tempo.

Qual é a diferença entre organismos procarióticos e eucarióticos? E entre organismos unicelulares e multicelulares? E entre organismos heterótrofos e autótrofos? Não apresenta núcleo organizado. plantas macacos com flores.. Reino Animalia • Unicelulares e pinheiros e Cogumelos. pinheiros e grupos Cogumelos. insetos. procariótica Não apresenta organelas membranosas. reclassificando alguns grupos e considerando o Protista como o reino que recebe os grupos que não se encaixam nos demais reinos.Diversidade da Vida A diversidade biológica separada em grupos As classificações mais utilizadas são a de Whittaker e a de Margulis e Schwartz. Em B. sapos. A primeira é baseada em somente três critérios: número de células (unicelular ou multicelular). Grupos de de algas multicelulares cavalo e ser humano algas multicelulares • Eucariontes Reino Protista Reino Protista Grupos de algas unicelulares e • Unicelulares GRUPOS DE ALGAS MULTICELULARES.. heterótrofo Obtém alimento (moléculas orgânicas) do meio. bolores Vermes. A segunda manteve os reinos propostos por Whittaker. nutrição (heterotrófica ou autotrófica) e organização celular (procarionte ou eucarionte). A B Reino Plantae Reino Fungi Reino Animalia Musgos. Organização celular Apresenta núcleo organizado. Não apresenta membrana nuclear. Nutrição Produz moléculas orgânicas a partir Organismo de moléculas inorgânicas. . • Autotróficos • Heterotróficos flores • Heterotróficos bolores polvos e Musgos. eucariótica Apresenta organelas membranosas. Apresenta membrana nuclear. levedos. • Multicelulares • Multicelulares plantas com Multicelulares levedos e insetos. Célula O DNA encontra-se separado do citoplasma. samambaias. polvo. Célula O DNA encontra-se disperso no citoplasma. grupos protozoários • Heterotróficos e autotróficos de algas unicelulares e protozoários • Procariontes Reino Monera Reino Monera Bactérias e cianobactérias • Unicelulares Bactérias e cianobactérias • Heterotróficos e autotróficos Em A. Organismo Não produz seu próprio alimento. autótrofo Produz seu próprio alimento. Organismo Organismo formado por uma única célula unicelular Número de células Organismo Organismo formado por várias células multicelular Não consegue formar moléculas orgânicas a partir de moléculas inorgânicas. • Eucariontes samambaias.10 Biologia . baseada na nutrição. Reino Fungi Reino Plantae • Eucariontes • Eucariontes vermes. sapos. a principal mudança promovida por Margulis e Schwartz em relação à classificação de Whittaker. a classificação de Whittaker. no número de células e na organização celular dos organismos. Acervo CNEC Você se lembra. Cavalos.

As características analisadas podem ser estruturas anatômicas. Acervo CNEC . Muito antes disso. herdam algumas de suas características. com as publicações dos trabalhos do cientista alemão Willi Hennig. a cladística ou filogenética começou a ganhar força. nucleotídeos na sequência de DNA. outra forma de classificar os seres vivos E m 1966. Carl R. Woese já propunha que os procariontes são muito diferentes entre si e.5 A divisão dos seres vivos em domínios Em 1990. de forma gráfica. Grupo A Grupo B Grupo C Grupo D Presente 5 3 4 Ancestral III 2 Ancestral II 1 Ancestral I Passado O cladograma expressa. Archaea e Bacteria. na classificação evolutiva. Os número de 1 a 5 estão representando características. que se originaram de um mesmo ancestral. Woese propôs que os seres vivos deveriam ser classificados em três grandes grupos ou domínios: Archaea. portanto. Eukarya. no outro. Domínio Bacteria Domínio Archaea Domínio Eukarya Arqueas (metanogênicas Protozoários. Um bom exemplo são os peixes. devido à sua semelhança. Outra implicação importante mostrada pela comparação do RNAr é que os Archaea. utilizando o RNAr como base de comparação. por isso.6 Cladística ou sistemática. para cladística. desde 1977.Diversidade da Vida 11 A diversidade biológica separada em grupos 1. há necessidade de dividi-los em dois domínios. ou seja. simplesmente um termo informal. que. Bactéria e cianobactérias e halófitas extremas) plantas e animais 1. Bacteria e Eukarya. Assim. maior o número de características compartilhadas e. têm caráter taxonômico. Biologia . devemos compreender as ideias de Darwin. que reconheceu que as espécies se originariam de outras espécies. permaneceram em um domínio único. sendo. Para entendermos a cladística. maior a semelhança entre elas. estão mais relacionados aos eucariontes do que às bactérias. Muitas classificações filogenéticas contrapõem-se às evolutivas. Em dois deles. a relação entre os grupos. padrões comportamentais. que inicialmente foram chamados de arqueobactérias. O objetivo desse tipo de representação é o de mostrar as relações evolutivas entre os grupos analisados. A cladística expressa suas hipóteses através de representações gráficas em forma de árvore chamadas de cladogramas. os representantes são procariontes e. que. Isso leva a crer que os eucariontes tenham um ancestral comum mais recente com os representante do domínio Archaea do que com as bactérias. sequências de aminoácidos em uma proteína ou qualquer outra característica herdável. fungos. os representantes são eucariontes. quanto mais recente o ancestral entre duas espécies. algas. Essa escola critica a forma de classificação utilizada até o momento pela falta de um método adequado para testar hipóteses. ao contrário dos eucariontes. Os cladísticos consideram que as espécies que apresentam um ancestral comum.

a) De acordo com esse sistema. O sistema de nomenclatura utilizado hoje é o binomial. diga. CANIS LUPUS 2. b) Dentre os cinco animais citados.Diversidade da Vida A diversidade biológica separada em grupos Utilizando a árvore filogenética anterior. ______________________________________________________________ ______________________________________________________________ ______________________________________________________________ ______________________________________________________________ ______________________________________________________________ ______________________________________________________________ ______________________________________________________________ ______________________________________________________________ 2 Leia este texto para resolver as questões propostas. discuta com os seus colegas e responda ao que se pede: a) Quais as características do grupo B? E quais as do grupo D? b) O II é ancestral de quais grupos? E o III? c) A característica 1 está presente em quais grupos? E a característica 3? d) Qual é mais recente: o ancestral III ou o II? e) Dentre os quatro grupos analisados. levando-nos à necessidade de se padronizar os nomes dos seres vivos em uma linguagem universal. em 1758. pan Paniscus b) O nome científico da espécie humana é Homo sapiens. anatinus P. se o nome está grafado de forma correta ou não. undulatus S. proposto por Lineu. Caso você encontre algum erro. agora responda: a) Dentre os cinco animais citados. Essa afirmação está correta? Justifique sua resposta. flaveola O. 1. Isso significa que o homem pertence ao gênero Homo e à espécie sapiens. Isso gera uma infinidade de nomes para um mesmo ser vivo. Zea mais 4. colchicus De acordo com o quadro. felis catus 3. em cada situação.12 Biologia . Trypanosoma cruzi 5. indique-o. Vários animais ou vegetais são encontrados em regiões ou até mesmo em países distintos. qual o que possui menor proximidade evolutiva com os demais? Justifique sua resposta. quais os dois que apresentam maior proximidade evolutiva? Justifique sua resposta. qual é aquele evolutivamente mais próximo de C? Justifique a resposta. Exercícios de sala 1 A tabela a seguir representa a classificação de cinco animais nas sete principais categorias taxonômicas: Galinha Piriquito Canário-da-terra Ornitorrinco Faisão Reino Animalia Animalia Animalia Animalia Animalia Filo Chordata Chordata Chordata Chordata Chordata Classe Aves Aves Aves Mammalia Aves Ordem Galliformes Psittaciformes Passeriformes Monotremata Galliformes Família Phasianidae Psittacidae Emberizidae Ornithorhynchidae Phasianidae Gênero Gallus Melopsittacus Sicalis Ornithorhynchus Phasianus Espécie G. . gallus M.

Explique por quê. A mais conhecida é a de Whittaker. na classificação em oito reinos. responda: a) Pela classificação em oito reinos. Menlon Park. Baseando-se nesse esquema e em seus conhecimentos. a que optou por 8 reinos buscou solucionar os problemas. REECE. Biologia . Lawrence G. Ed. Neil A. quantos desses pertencem ao domínio Eukarya? E ao domínio Archaea? E ao domínio Bacteria? d) Alguns autores consideram que o domínio seria um táxon acima de reino. o reino Protista é chamado de lixo da classificação. Pelo conceito de categoria taxonômica. Biology. Jane B. Por que. o qual classificou os seres vivos em cinco reinos. foi possível perceber que os grupos que pertenciam aos reinos Protista e Monera possuíam organismos derivados de duas ou mais formas ancestrais não comuns. 5. quantos desses são procariontes e quantos são eucariontes? b) Na classificação em cinco reinos. O esquema a seguir relaciona as duas classificações mencionadas no texto. entre as várias classificações que surgiram. e MITCHELL.Diversidade da Vida 13 A diversidade biológica separada em grupos ______________________________________________________________ ______________________________________________________________ ______________________________________________________________ ______________________________________________________________ ______________________________________________________________ ______________________________________________________________ 3 Existe muita controvérsia quanto à classificação em reinos. o que não seria para a classificação em oito reinos. c) Considerando a classificação em oito reinos. Assim. que posteriormente foi revista por Margulis e Schwartz. 1999. não seria um equívoco dizer que o domínio é um táxon superior ao reino? ______________________________________________________________ ______________________________________________________________ ______________________________________________________________ ______________________________________________________________ ______________________________________________________________ ______________________________________________________________ ______________________________________________________________ ______________________________________________________________ ______________________________________________________________ . Com a aquisição de novos conhecimentos. esse tipo de consideração é um equívoco para a classificação em cinco reinos. l. (A) Classificação em 5 reinos Monera Protista Plantae Fungi Animalia (B) Classificação em 8 reinos Bacteria Archaea Archaezoa Protozoa Choromista Plantae Fungi Animalia Adaptado de CAMPBEL. California: Benjamin/Cummings.

blogspot.14 Biologia . Ela representa a relação filogenética de várias espécies da subfamília Phanterinae (família Felidae). Panthera pardus Panthera uncia Panthera onca Panthera tigris Neofelix cinza ____________________________________ Panthera leo ____________________________________ ____________________________________ ____________________________________ ____________________________________ ____________________________________ ____________________________________ Disponível em: <http://setimocientista. Bacteria e Eukarya.Diversidade da Vida A diversidade biológica separada em grupos 4 Em 1990 Woese propôs que os seres vivos deveriam ser classificados em três domínios: Archaea. c) Responda: Qual dos domínios é evolutivamente mais próximo do domínio Eukarya? Justifique sua resposta. responda: Qual dos felídeos apresenta maior proximidade evolutiva com o Panthera pardus? Justifique sua resposta. ____________________________________ . Acesso em: 14 mar. De acordo com o cladograma. ______________________________________________________________ ______________________________________________________________ ______________________________________________________________ ______________________________________________________________ ______________________________________________________________ ______________________________________________________________ 5 A árvore filogenética a seguir foi feita por um aluno. 2011. Protozoários Fungos Cianobactérias Plantas Arqueas Bactérias Animais Bacteria Archaea Eukarya Presente Origem da vida Primórdios Sobre esses três domínios. relacione essa classificação com a classificação em domínios. a) Responda: Quais domínios apresentam representantes procariontes e qual apresenta representantes eucariontes? b) Utilizando a classificão em reinos de Margulis e Schwartz como referência. faça o que se pede. Não se esqueça Neofelix nebulosa de utilizar as regras da nomenclatura científica em sua resposta.com>.

b) A e B são mais próximas já que pertencem ao mesmo gênero. d) dois são do reino Fungi. e) B e C são mais próximas já que pertencem à mesma família. c) ambos são da mesma espécie. que não podem gerar descendentes férteis. b) apesar de pertencerem a espécies distintas. (Adaptado) Acesso em: 24 nov. Sobre eles. podemos afirmar que: a) dois pertencem ao reino Plantae. pois podem se cruzar e gerar descendentes férteis. e) dois são do reino Invertebrados. podemos afirmar que: a) ambos são da mesma espécie. o cruzamento entre eles não é viável. as abelhas retiram o pólen das plantas cultivadas pelos agricultores (seres humanos). 2011.com>. Sobre esses dois organismos. os nomes científicos do leão e da onça. B. a) A característica II somente é encontrada nos humanos.Diversidade da Vida 15 A diversidade biológica separada em grupos Exercícios propostos 6 Observe o nome científico de três espécies (A. mas não geram descendentes férteis. c) A e C são mais próximas já que possuem ancestral comum mais recente. c) um é do reino Animalia. b) A letra E representa o ancestral que originou os gêneros Homo e Pan. 7 Phantera leo e Phantera onca são. respectivamente. d) são dois seres de espécies distintas. em ambiente natural. em ambiente natural. um é do reino Plantae. . D e E representam ancestrais. pode-se afirmar que: a) A e B são mais próximas já que pertencem à mesma espécie. 9 A árvore filogenética a seguir mostra a relação filogenética do homem com os outros primatas não humanos. é possível identificar seres vivos distintos. e um pertence ao reino Animalia. c) A característica I é encontrada nos gibões e nos orangotangos. d) B e C são mais próximas já que pertencem à mesma espécie. em ambiente natural. d) O humano é evolutivamente mais próximo do bonobo do que do gorila. b) dois pertencem ao reino Animalia. e um é do reino dos Invertebrados. nos chimpanzés e nos bonobos. Gibões Orangotangos Gorilas Humanos (Hylobates (Pongo (Gorilla (Homo Chimpanzés Bonobos syndactylus) pygmanaeus) gorilla) sapiens) (Pan troglodytes) (Pan paniscus) Presente E 5 D Milhões de anos Tempo 10 C I II 15 B 20 A 25 Disponível em: <http://divulgarciencia. e um pertence ao reino Plantae. assinale a alternativa correta. em ambiente natural. B e C): Espécie A – Giardia lamblia Espécie B – Giardia duodenale Espécie C – Ancylostoma duodenale Sobre essas espécies. e um é do reino Animalia. Biologia . 8 “Para fazerem o mel. o seu cruzamento resulta em descendentes férteis. e) A formação dos chimpanzés e dos bonobos aconteceu antes que a formação dos humanos. C. Na frase acima. Sabendo que I e II representam alguma característica e que as letras A. e um é do reino Plantae. e) apesar de pertencerem à mesma espécie.

todos os materiais do Sistema de Ensino CNEC estão disponíveis para aquisição através de nossa loja virtual.com.   Agradecemos o interesse em nosso material. Entretanto. Caso haja interesse. loja. essa é somente uma amostra gratuita.br .Prezado leitor.cneceduca.