208_v5.

qxp_Layout 1 3/6/17 3:52 PM Page 1

Publicação do Sistema ABIMAQ: ABIMAQ - SINDIMAQ - IPDMAQ Número 208 | Março de 2017 | Ano XX

Empenhada em tentar impedir a errônea decisão de flexibilização da exigência de Conteúdo Local, a ABIMAQ atua, com apoio
de federações, entidades de classe e trabalhadores, reunindo-se com as principais instâncias políticas do Brasil,
pela sobrevivência da indústria e manutenção dos empregos no país. Ps. 8 e 9

ABIMAQ apresenta
sugestões do setor
em seminário do BNDES
A entidade informou que, para funcionar o uso do Conteúdo
Local Mínimo, deve ser acompanhado de outras políticas que
possibilitem alcançar esses objetivos. P. 9

Novas ameaças
para a indústria
Em editorial, o presidente do Conselho de
Setor do plástico e da
Administração da ABIMAQ, João Carlos Marchesan, borracha está a espera da
compartilha publicação no jornal O Estado de S. Paulo
e mostra a importância do setor de máquinas e PLÁSTICO BRASIL
equipamentos para o país. P. 2
Feira Internacional do Plástico e da
Borracha, principal evento do segmento,
acontecerá entre os dias 20 e 24 de março,
no São Paulo Expo. P. 10

CONTEÚDO LOCAL É TEMA DO ARTIGO DESTE MÊS. P. 16

org. FAT. junto com as expor. agente financeiro. deixando a maioria das indús. cau. benefícios fiscais subsidiados (Re- edição. sua extinção a ela esforço nesta reconstrução. louvável em prin.org.br da nossa de mercado continuam com “spre. O acúmulo de notícias negativas Porto Alegre (RS) às necessidades das pequenas e Estamos falando de investimentos e a falta de respostas nos deixam Tel / Fax: (51) 3364‐5643 / 8763 / informe médias empresas.com. da indústria de transformação não crescimento. a política construção de um país desenvolvido. Tesouro subsidiar futuras operações te etc.br fazer com que dade na exportação. a falta de crédito? Vamos continuar Joinville (SC) 2016. um aprovado não atende minimante custo para mais de 18% ou 20% a.org. Não é outro o motivo do governo ter SELIC e TJLP deve ocorrer. ração de empregos e renda no Brasil Conselho Editorial riscos do setor tos percentuais nos investimentos. está entre suas prioridades.br jornal O Estado Tributária .br www. utilizada pelo BNDES sando mais desemprego. não só da indústria E‐mail: srrs@abimaq. mas lado. os juros completamente a necessidade do Federal.org. da da economia. dando conta de estudos ratos que os financiamentos de bens ser respondida com ações que con- Tel / Fax: (81) 3221‐4921 / 3790 da equipe econômica para mudar nacionais. como uma das duas únicas atribuindo culpas e responsabilida- siste ao longo dos últimos três anos. de custo vai deprimir ainda mais o sobrevivência.a. “spreads” bancários? Como ficará nacional.Taxa de Juros de substituição da produção local.br equipe mas semanas. bem mais deixando o câmbio subsidiar as im- Tel / Fax: (47) 3427‐3846 / 5930 publicamos no E‐mail: srsc@abimaq. exportações. O efeito será a progressiva firmem se efetivamente o governo E‐mail: srnn@abimaq. são as duas únicas loco. Esta discussão é de Conteúdo Local Mínimo passa a com empregos de qualidade e distri- E‐mail: srvp@abimaq.? Não vamos exigir contrapar- indústria e com ads” de até três dígitos.org.org. ros? Como fica a geração de empre- capital e na tentativa de induzir a retomada ção da taxa básica. está reduzido praticamente dem de 14% a. Caixa Econômica Belo Horizonte (MG) competitividade Apesar deste esforço. Um efeito colateral. desde que citada a fonte. a SELIC poderia ser bens importados com recursos dos Sedes Regionais restaurem a portante fator a sinalizar na mesma reduzida para o atual nível da TJLP brasileiros via FGTS. Como serão tratadas as assi- Curitiba (PR) muito difícil e os juros cobrados são mos à TJLP o custo do BNDES e do metrias entre se produzir no Brasil Tel / Fax: (41) 3223‐4826 ganhem mais incompatíveis com a atividade pro. BNDES. junto com as também de boa parte da indústria Ribeirão Preto (SP) as nossas Tel / Fax: (16) 3941‐4114 / 4113 ϐ‹ƒ…‹ƒ‡–‘• …‘’‡–‹–‹˜‘•ǡ ‡. já no início de 2018. chega hoje para ou no exterior? Como ficarão os E‐mail: srpr@abimaq. Se esta for a respos- mento em que os investimentos se parte da equipe econômica sugere. estudos e redução mais significativa dos juros Com a inflação na meta.org. Tem que Norte / Nordeste (PE) econômica brasileira. de reduzir a diferença entre em setores onde haja subsídio do José Velloso.br Informaq | Março de 2017 | 2 . A recente -la para um dígito ainda neste ano. ser não somente questionada.100 exemplares alertar sobre os forte redução de mais de cinco pon. brasileira ou até se a sobrevivência E‐mail: srrp@abimaq. colocando e sem possibilidade de acesso a mento em que estes. Tel / Fax: (12) 3939‐5733 os investimentos. ao longo das últi. portanto. o crédito continua financiamentos que. São Paulo . o que impede a com retorno de longo prazo! em dúvida se o governo tem a clara 8787 publicitário. custarem mais do que o retorno das E‐mail: srpi@abimaq. mas igualmente Estas perguntas não são re- Rio de Janeiro (RJ) Tel / Fax: (21) 2262‐5566 / 7895 anúncios da acompanhamos.208_v4. eliminando Banco do Brasil. volta a subsidiar difícil investir com o atual custo dos quando há risco ambiental? nossas ações as importações.org. além de tirar A forte redução da demanda de concessões públicas e exploração de Tel / Fax: (61) 3364‐0521 / 0529 o objetivo de completamente nossa competitivi. fabricantes de bens de capital. que gos nas cadeias produtivas de bens É permitida a transcrição total entregar dos investimentos. ou seja. já iniciada. com a aceleração da redu. é que com este aumento de tóricas e têm que ser respondidas E‐mail: srrj@abimaq.org. É evidente que este aumento dimensão do risco para a própria Ramal: 8360 reproduzimos ao rias. Lariza Pio. quando soma. direção. Aumentar a os financiamentos atrelados à TJLP Tel / Fax: (19) 3432‐2517 / 1266 O “Programa de Regularização TJLP equiparando-a a título da dívi.br –”‹ƒ•ƒ”‰‡†ƒŽ‡‰ƒŽ‹†ƒ†‡ϐ‹•…ƒŽ volume de investimentos neste mo. tações. principalmente E‐mail: abimaqdf@abimaq. o câmbio do BNDES.. com surpresa que não considerado.PRT” recentemente da pública significaria aumentar este empresas? de S.Paulo. com especial está levando o mercado a projetá. na realidade.org. que normalização das dívidas tributá.br o cálculo da TJLP . que per. em condições normais. ta. no financeira das empresas. de transformação é indispensável à Vale do Paraíba (SP) como taxa básica para financiar Para piorar o quadro. entende que a indústria brasileira Longo Prazo.br à metade do obtido em 2013.a. com do que o retorno dos investimentos portações? Exportar bens de valor dia 20 de óbvias consequências para a saúde e da rentabilidade das empresas agregado é prioritário? Deixaremos Piracicaba (SP) fevereiro. neste e no gimes Especiais)? Vamos financiar pleitos que feita pelo Banco Central é outro im. cípio. locomotivas capazes de puxar a reto.br posições sobre cessários quando da retomada do motivas capazes de puxar a retoma. em pamentos a uma taxa média da or. O faturamento das indústrias o comprador de máquinas e equi.br) à indústria Diagramação More‐Arquitetura de Informação NOVAS AMEAÇAS PARA A INDÚSTRIA Jo Acs e Mozart Acs Após reiteradas Gráfica reuniões com o Vox Gráfica governo no A recessão brasileira. Rafael Bellini. tidas de geração de empregos em Brasília (DF) está num patamar que.org. danoso. mas buição de renda. são de outrem.br expressão dutiva. A intenção. os novos É. des que. destinados a investimentos com ou parcial de textos e gráficos desta ênfase na infraestrutura.br extremamente inoportuna no mo. próximo ano.org. Fundo de Marinha Mercan- Tel / Fax: (31) 3281‐9518 E‐mail: srmg@abimaq. de forma governo com recursos dos brasilei- Talita Caetano e Vera Lucia Rodrigues de bens de dedicado recursos e muito esforço virtuosa.qxp_Layout 1 3/5/17 10:53 PM Page 2 EDITORIAL EXPEDIENTE ABIMAQ alerta Coordenação de Comunicação Social Vera Lucia Rodrigues governo e opinião pública Redação e assessoria de imprensa sobre novas ameaças Vervi Assessoria e Comunicações Márcia Brandão e Talita Caetano (vervi@grupovervi. clarações tranquilizadoras. claramente e não com simples de- pelos principais órgãos da mídia mentos importados ficarão mais ba.SP João Carlos Marchesan PABX: (11) 5582‐6470 Presidente do Conselho de Administração ABIMAQ / SINDIMAQ FAX: (11) 5582‐6356 E‐mail: imprensa@abimaq.abimaq. Tiragem sentido de tem como principal componente a mada do crescimento. simplesmente. recursos do BNDES prova que já é recursos da União. notícias veiculadas custo os financiamentos de equipa. vai certamente contar com nosso apresentam. Como fica a contrapartida de ge- 6. fabricante de bens de capital.

da su‐ República. até o lançamen‐ de Administração. Especial suspendendo o paga‐ do sistema de ró produtos de orig tulos e mento do ICMS nos insumos em animal. para controu com o presidente da tratarem do Plano Safra. e executivo.208_v4. Marchesan.qxp_Layout 1 3/5/17 10:53 PM Page 3 ABIMAQ EM AÇÃO ABIMAQ entrega pleitos ao presidente Temer e governador Alckmin Manifesto sobre as novas ameaças para a indústria e proposta para a suspensão do pagamento do ICMS sobre os insumos foram as sugestões apresentadas ao presidente da República. e ao governador de São Paulo. l Alteração da te acabaria com esse problema”. Geraldo Alckmin.l pensão do pagamento do ICMS sobre seus insumos. programa ção de um Regime Especial para que busca a modernização do que os fabricantes de máquinas agronegócio e a desburocrati‐ e implementos agrícolas do es‐ zação de todas as questões re‐ tado de São Paulo tenham a sus‐ lacionadas ao campo. entregaram ao presi‐ 2017/18. Durante o encontro com o governador Geraldo Alckmin. “Isso é importante porque. Marchesan dústria de máquinas e se reuniu com o ministro da equipamentos. Blairo Maggi. acaba gerando acúmulo LANO AGRO+: de ICMS no produtor de máqui‐ l Fim da reinspeç nas e equipamentos. em Cascavel (PR). Reunião com o ministro Blairo Maggi l Revisão de re 18ºC para -12ºC). gr fitossanitárias. dente Michel Temer o manifesto “O ministro nos disse para intitulado “Novas ameaças para ficarmos tranquilos quanto a a indústria”. Michel Temer. Geraldo Alckmin D ando continuidade às PLANO SAFRA ações em defesa da in‐ Na mesma data. em São Paulo e Implementos Associados e Os presidentes do Conselho Colheitadeiras. e dos valores Marchesan. Paulo. as de certificação l Aceite de laud espanhol e inglêsos digitais também em . a ABIMAQ se en‐ Agricultura. ressaltou nal O Estado de S. como o agricultor tem como be‐ nefício a suspensão do ICMS na compra de bens de capital no MEDIDAS DO P geral. ocorrida entre os dias 06 e 10 de fevereiro.l l O presidente do Conselho de Administração da ABIMAQ. mas nós não publicado no mesmo dia no jor‐ vamos descuidar”. José para o MODERFROTA da safra Velloso. João Carlos to do novo plano. durante a feira Show Rural Coopavel. cujo conteúdo foi esses assuntos. O Regime carregamentos ão nos portos e vi l Lançamento ndos de unidades com SIF. os presiden‐ ram sobre a situação do setor de tes da ABIMAQ participaram máquinas agrícolas e entrega‐ do lançamento da etapa paulis‐ ram uma proposta para a cria‐ ta do Plano Agro+. Informaq | Março de 2017 | 3 . e o go‐ plementação do MODERFROTA vernador do estado de São Pau‐ ‐ Programa de Modernização lo. Michel Temer. os Encontro com o presidente Michel Temer e PLANO AGRO+SP presidentes da ABIMAQ explica‐ o governador Geraldo Alckmin No mesmo dia.mperatura de congelamento destaca Velloso. João Carlos Marchesan. Blairo Maggi. reuniu-se com o ministro da Agricultura. no dia 20 da Frota de Tratores Agrícolas de fevereiro. da carne suína (.

gerando Agrícolas (CSMIA). faça es‐ O presidente da Câmara Seto‐ e máquinas” afirmou Bastos. lheitadeiras e máquinas. no Plano Safra 2017/2018 T endo em vista o reaqueci‐ mento da indústria e au‐ mento da demanda do se‐ tor agrícola para financiar as suas máquinas. conforme ex‐ plicou Geller. remanejou 2. presidente da Agência Brasileira Paulo Skaf Geraldo Alckmin Neri Geller Gestora de Fundos Garantidores e 21/02 l Reunião com a Coalizão 06/03 l Audiência com os diretores 06/02 a 10/02 l Participação na Garantias S. valor a ser contem‐ que não faltem plado no Plano Safra 2017/2018. a máquina deve estar acesso a compra de tratores. da 23/02 l Reunião com o Análise e Acompanhamento de da TJLP e Conteúdo Local nos Confederação Nacional da Indústria superintendente da Área de Comércio Políticas Governamentais (SAG) da financiamentos do BNDES (CNI) Exterior e Fundos Garantidores do Casa Civil. Eliseu Padilha Mobilidade e Logística. então. deve atingir a marca uma bolha de endividamento. entidade pleiteou R$ 11 bilhões em recursos para o MODERFROTA. colheitadeiras curtas. destacou. Juliana Tanaka. “Nós vamos trabalhar a possi‐ financiar novas atividades e ofe‐ mais esse programa para o setor aproveita para fazer a bilidade de não faltar recursos e recer mais conectividade para o que o produtor tenha troca do maquinário. completou Geller. “Esta é uma boas condições de investimento cultura voltou a um patamar boa hora para os negócios cres‐ e custeio. mento da demanda. as‐ rial de Máquinas e Implementos Neri Geller. Bastos. há sempre au‐ Plano Safra.qxp_Layout 1 3/5/17 10:53 PM Page 4 ABIMAQ EM AÇÃO / AGENDA ABIMAQ EM AÇÃO ABIMAQ pede injeção de recursos para o MODERFROTA Durante reunião com o secretário de Política Agrícola. Com TA. mas falta‐ ram recursos. Comércio Exterior e Conselho de Desenvolvimento BNDES . Pecuária e Abastecimento. Para a Agrishow deste ano.208_v4. em fevereiro. avaliou Geller. Marcelo Empresarial Brasileira (CEB). truturação da propriedade e. Como as aumentar ainda mais esse pro‐ campo”. da CSMIA espera que o humor do que novo Plano Safra ofereça “Nós entendemos que a agri‐ produtor melhore.As Políticas Industriais e de Equipamentos Motorizados para Serviços (MDIC). Agricultura. Altair Antonio de Souza e feira Show Rural Coopavel Pinheiro Franco l Audiência com a diretora do João Carlos Gomes da Silva 08/02 l Reunião com o Instituto Aço l Reunião com o ministro da Casa Departamento das Indústrias para a 07/03 l Evento da GE Brasil (IABr) Civil. recursos ao produtor rural No ano passado. Gás Federação das Indústrias do Estado do (CSMAT) Diretoria de Distribuição Sudeste. Rio de Janeiro (FIRJAN) l Reunião com sócias da Agrishow Ricardo Winter. do Ministério l Participação na reunião plenária do l Reunião prévia ao seminário do 16/02 l Posse da Câmara Setorial de da Indústria. Pedro Estevão secretário de Política Agrícola uma das principais feiras do setor emprego e renda”. acesso a compra de janelas das operações são muito grama para que o produtor tenha tratores. Marcelo Pacheco dos 14/02 l Fórum de Assuntos 20/02 l Participação na BNDES. de R$ 9 bilhões. (ABGF). a ampliação dos re‐ governo cursos do MODERFROTA em trabalha para R$ 11 bilhões. com projeção de reali‐ cerem”. sim. da CNI do Bradesco. Margarete Gandini Econômico e Social (CDES) Conteúdo Local no Brasil e no Mundo Manutenção de Grama e Jardim e 22/02 l Encontro de Líderes l Posse da Câmara Setorial de 09/02 l Reunião do Conselho de Máquinas Portáteis para Manejo EXPOMAFE Máquinas e Equipamentos Gráficos Saneamento Ambiental sobre Florestal (CSGF) l Reunião de Criação do Grupo de (CSMEG) l Programas de Parcerias de Energia Solar Informaq | Março de 2017 | 4 . a ABIMAQ propôs ao Neri Geller secretário de Política Agrícola.l Agenda ABIMAQ em ação JANEIRO Investimentos (PPI) l Posse da Câmara Setorial de l Reunião com os novos gerentes do 30/01 l Reunião com o diretor-geral 13/02 l Reunião com a Diretoria da Máquinas e Acessórios Têxteis Banco do Brasil.A. co‐ REAQUECIMENTO sempre preparada e atualizada”. cuja demanda. O governo. recursos e aumentar ainda como há uma boa remuneração. na sede da ABIMAQ. “Vamos turbinar programas. Além disso. o presidente que o governo trabalhará para ano passado. até o final do te o produtor e não provoquem possibilidade de não faltar uma boa colheita. e Natural e Biocombustíveis (ANP). da da Agência Nacional do Petróleo.5 bilhões de outros programas para o MODERFRO‐ não comprometam negativamen‐ “Nós vamos trabalhar a zarmos uma boa colheita. Neri Geller. governador do Estado de São Paulo. Leonardo Pereira Rodrigues Guaranys Trabalhistas apresentação do Plano de dos Santos l Reunião com membros da Frente Modernização e Desburocratização da FEVEREIRO Parlamentar da Indústria de Máquinas Agricultura e no lançamento do MARÇO 01/02 l Reunião com o secretário de e Equipamentos (FPMAQ) Agro+SP 02/03 l Audiência com o Política Agrícola do Ministério da 15/02 l Audiência com o diretor. avalia que o setor preten‐ que acontecerá entre os dias 1º e O secretário ainda informou de vender 15% a mais que no 5 de maio deste ano. aqueça a economia. afirmou que o Neri Geller. com taxas de juros que normal. o MODERFROTA havia disponibilizado R$ 5 bi‐ lhões no Plano Safra. l Reunião com o presidente da FIESP. da Diretoria de Décio Oddone 13/02 e 14/02 l Participação no 17/02 l Reunião com o Fórum Agronegócios 31/01 l Reunião com o subchefe de seminário do BNDES sobre a mudança Nacional da Indústria (FNI).

da cooperação. A chapa correta é: (CSMAT).l trabalho que desenvolveu enquanto esteve à frente da câmara Othon Nascimento l Informaq | Março de 2017 | 5 . Lazaro Silva O então presidente da Massami Murakami CSMAT. Luciano Pontes Rodrigues gem aos trabalhos conduzi. nos agregamos em câmaras seto‐ riais e associações para termos meio do trabalho em conjunto e Equipamentos Motorizados Maria Cristina contará com representatividade”. João Coordenador do Grupo de Trabalho Carlos Marchesan.l CSMAT tem novo presidente Errata N a edição 207 do Informaq. Marcos Lichtblau. Jandrei Goldschmidt beu uma placa em homena. Ricardo Rossi. bo utilizado por Marchesan. para levar os interesses e pleitos às câmaras. mos condições de construir pro‐ Zuchi. Coordenador da Comissão Técnica tro os presidentes do Conse. Diretores adjuntos deceu ao suporte e apoio re. fornecendo conhe‐ encontrar meios de Segundo a presidente. a boa dos empresários às principais cimento e suporte para que to‐ tornar o Brasil novamente notícia é que as empresas do se‐ instâncias políticas do país. no dia 16 de fevereiro. Alexandre Bernardes cebidos da ABIMAQ e rece. Ricardo Rossi recebeu da CSMAT uma placa em homenagem ao de Suprimentos vo. João Carlos Marchesan. Maria Cristina Werle Reguly. publi- P ara assumir a presi. discursou durante a posse da nova diretoria da Câma‐ ra Setorial de Equipamentos Mo‐ torizados para Manutenção de Grama e Jardim e Máquinas Por‐ táteis para Manejo Florestal Chapa eleita para o biênio 2016/2018 (CSGF). ver‐ interessante para tor conseguiram manter os seus meio de sua representatividade. Graziela Lourensoni. por Câmara Setorial de dentro da nossa câmara setorial”. juntamo‐nos e “Nós vamos conseguir. jetos que ajudem a recuperar a De acordo com Marchesan. foi empossado no Vice-presidentes dia 16 de fevereiro. agra. Reguly. presiden‐ te do Conselho de Administração da ABIMAQ. Tereza Reis dos enquanto esteve à fren. se investir” quadros de funcionários. Por isso. Presidente da empresa associada Auto. Este é um setor que passou mais incólume por esta crise que nós atravessa‐ mos. Odirlei Ducatti lho de Administração.208_v5. retoria da Câmara Setorial de Máquinas quinas e Acessórios Têxteis Rodoviárias (CSMR). encontrar meios para Manutenção de Grama e os vice‐presidente Dieter Paul de tornar o Brasil novamente in‐ Jardim e Máquinas Portáteis Weege. Maria Cristina. re‐ “Nós vamos conseguir. João Carlos Marchesan. salientou associação não mede esforços ABIMAQ como ponto de apoio conjunto e da cooperação. presidente da trabalho que vem sendo feito mentos. e executi. durante a posse da CSGF. Andrea Zámolyi Park matisa. camos erroneamente a compo- dência interina da Câ. em de‐ “O empresário busca o lucro para que significa trabalhar ativa‐ trimento de demais segmentos Maria Cristina Werle se manter em pé e gerar investi‐ mente em prol do que se deseja da indústria: “Isso é reflexo do conquistar. ao analisar os resultados obtidos pelo setor de equipamentos motorizados para manutenção de grama e jardim e máquinas portáteis para manejo florestal “E sta é uma câmara mui‐ to importante para a ABIMAQ e vem somar a toda a cadeia do agro. durante Celso Luiz Santa Catarina reunião ordinária da câmara. Jerson Dotti Participaram do encon. explicou. a conheceu a importância da por meio do trabalho em economia desse país”.qxp_Layout 1 3/6/17 4:01 PM Page 5 CÂMARAS SETORIAIS E REGIONAIS » POSSE CSGF ‘Este setor é um ponto fora da curva’ Afirmação foi feita pelo presidente do Conselho de Administração da ABIMAQ. por dos possam “esperançar”. Assim. sição da chapa que assumiu a di- mara Setorial de Má. José Velloso. Gestor Comissão de Estatísticas te da câmara. na sede da entidade. Vamos continuar trabalhan‐ do para que isso perdure”. TRABALHO COOPERATIVO teressante para se investir e ter‐ para Manejo Florestal (CSGF) Leoni de Souza Leite e Márcio A presidente reeleita da CSGF.

rio para que a indústria do nosso país volte a crescer.MG. tudo o que faz.ME com mais uma ferramenta para ser mais competitiva no 5 l Imagril . viabilizar. A ABIMAQ é uma grande aliada a favor das em.SP. l Elaboração ou análise dos contratos e Para mais informações. duais.Itapira Máquinas Agrícolas Ltda. ou e‐mail cjct. unir à ABIMAQ para formar parte de um grupo associativo Ltda.SP. "A Sulcontrols Automação Agroindustrial es- por meio da mecanização.SP. 9 l Mepai Agroindustrial Ltda. participou da reunião da Câmara Se- torial dos Fabricantes de Vedações jurídica gratuita para associados (CSVED). em 2017. Carlos Trub- Associadas da CSMAIP conheceram os serviços oferecidos pelo Departamento Jurídico da ABIMAQ bianelli da Camatru. Confira abaixo: ciadas relativas a todas as áreas do direito in‐ dividual e coletivo de trabalho. Ela dá todo o suporte que o associado necessita Mogi das Cruzes . As câmaras e Vale Real .MG. com o diretor de Rela‐ dade e das empresas associadas nas áreas dos ções Trabalhistas. inclusive con‐ Consultoria jurídica civil. .EPP ção. Valinhos . Luiz Silveira. hoje. no dia 15 de fevereiro. será trabalhista e previdenciária realizado o planejamento estratégico da câmara.SP. Acreditamos na (Plamex) (Synchro . “Buscamos com essa parceria consolidar a nicos Ltda. porque o momento que o país vive. uma instituição renomada. . . também.SP. "Estar associado à ABIMAQ garante à em. São Paulo . . dos departamentos internos da enti‐ l Organizar e realizar. Na ocasião.ME 100% nacional em pleno crescimento. inserimos Penápolis . contate o departa‐ Vendas e planejamento estratégico foram convênios em que a entidade seja parte ou mento jurídico pelo telefone (11) 5582‐6405 assuntos da reunião interessada. . comercial e tributário. "A ABIMAQ é. comercial e tributária: l Participar das negociações coletivas dos l Orientação aos associados sobre publica‐ metalúrgicos e das categorias diferenciadas ções diárias das legislações federais e esta‐ para divulgação aos associados. Caldeiras e Máquinas Ltda. relacionados com as áreas consultoria trabalhista. Itapira . vestir e contratar". contribuir com o que for necessá.SP. forte. mento da empresa no mercado ao qual ela atua". juntas alavancan- 3 l ABC Transcalor Refrigeração Ltda. .MG.ME 11 l Ecam . ria.208_v4.abimaq@abimaq. presidente da CSVED.EPP Uberaba . . comentou aos associados da entidade na área jurídica civil. Por este motivo. esteve presente na reunião da Câmara Se‐ Consultoria jurídica trabalhista torial de Máquinas e Acessórios para a Indús‐ e previdenciária: tria do Plástico (CSMAIP). por meio do seu conhecimento e que sejam verdadeiramente representativas".ME presas do nosso setor". .ES. “Temos orgulho em sermos uma indústria 10 l StellTanques Indústria Metalúrgica Ltda.org. toriais. venções coletivas da categoria econômica.qxp_Layout 1 3/5/17 10:54 PM Page 6 CÂMARAS SETORIAIS E REGIONAIS / NOVAS ASSOCIADAS CSVED promove palestra sobre vendas P ara apresentar o tema ‘Uma con- versa sobre vendas’. "Com o intuito de termos apoio e auxí- 7 l Calvi Indústria e Comércio de Carrocerias Ltda. 14 l Souza Inox Ltda.ME lio em questões que proporcionem desempenho e cresci- Vila Velha .SP. São Paulo .Plast) ABIMAQ e em seus recursos e capacidades. 12 l Intermetric Instrumentos Ltda.SP. "A Steute do Brasil pretende não somente 15 l Sulcontrols Automação Industrial e Agroin- ferência em soluções. para a participação da Transcalor”. tos Trabalhistas. no site da ABIMAQ.EPP redução de custos e ganho de produtividade do agricultor ABIMAQ. l NOVAS EMPRESAS ASSOCIADAS 1 l Imep Indústria Mecânica Pompeia Ltda. com a ABIMAQ uma oportunidade para o avanço do mar- assessoria. "Decidimos nos associar à ABIMAQ dores Ltda. e globalização de ideias". 8 l Steute do Brasil Equipamentos Eletro-Eletrô. que disponibiliza o inteiro l Atendimento às consultas das câmaras se‐ teor destas para download e/ou impressão. foram colocados os serviços disponíveis da. Passo Fundo . .SP. Canoas .SP. a pauta do Fórum de Assun‐ direitos civil.l Informaq | Março de 2017 | 6 .Engenharia. . no dia 15 de feve‐ l Responder às consultas das empresas asso‐ reiro.RS. ser re. consultor jurídico da entida‐ de. mercado". Sorocaba . "A nossa associação à ABIMAQ tem como um desastre. lificados. as atividades de comércio exterior são os pontos fortes presa que esteja representada em âmbito nacional por 17 l Indústria Mecânica Borche Ltda. na sede da associação. associação junto à ABIMAQ". pois.EPP Sananduva .RS. de modo sustentável. desde o plantio até a colheita”. uma referência como as.SP. Imep como sinônimo de qualidade na área agrícola. tributária. Vinhedo . A passividade das forças produtivas pode nos levar a 19 l Smart Robotics Sistemas e Automação Indus- São Paulo . com os associados que.RS. a usufruir de todos os benefícios de ser um associado da dustrial Ltda. l l Elaboração de projetos de lei e pleitos aos P ara apresentar os benefícios que as em‐ presas associadas da ABIMAQ têm em poderes públicos. "A Smart Robotics vê na associação mento da Eng-Pell.br. ket share e o importante respaldo de um órgão sério e ex- e equipamentos. principal objetivo melhorar o desenvolvimento e cresci. 6 l Eng-Pell Indústria e Comércio Ltda. Diadema . fiscal e tributá‐ de direito referidas.RS. comercial. e a forma mais imediata de se participar da trial Ltda. oferecendo serviços diferenciados e qua. atingiremos a excelência em nossas máquinas 13 l Oilon Brasil Energia Ltda. hoje. "A Indústria Mecânica Borche decidiu se 4 l Makreis Indústria e Comércio de Máquinas nário industrial brasileiro e internacional". empresas por esta associação. tá apostando no suporte para alavancar negócios dado a 2 l Irrigação Penápolis Indústria e Comércio Ltda. tifica e só se realiza nos tempos modernos com parcerias Pompeia . Três Corações . "Como a Oilon preza pela excelência em periente em um momento tão delicado como o atual". vida política do país é por meio das associações de classe Santo André . conhecer melhor o que acontece no setor e contar Varginha . in. não poderíamos deixar de fazer parte da 20 l TW Indústria Metalúrgica Ltda. pede mobiliza. do novos negócios".SP. de interesse do setor de máquinas e l Gerenciar a página “Convenções Coletivas” equipamentos. 16 l Igor de Oliveira Podadera Montone . Hélio Campos Mello Gui- Durante reunião da CSMAIP.ME para seu desenvolvimento como indústria".ME a seguinte frase: Sulcontrols e ABIMAQ. com tradição e respeito no ce. mas. empresa es- pecializada em consultoria e treinamen- ABIMAQ oferece consultoria to. na sede da ABIMAQ. . "A evolução de uma empresa se jus.EPP 18 l Mvisia Indústria e Desenvolvimentos Inova- sociação.

reconhecimento. Robô delta brasileiro é apresentado ria. coragem. “A FAPESP irá BNDES Silva. mas. por transparência. perseverança e integridade fo- mentícia. ABES e Secretaria do palestra para associados da Câmara Se. reconhecimento. por falta de ges‐ ção Brasileira de Engenharia tão e de boas soluções regula‐ Sanitária e Ambiental (ABES). PPI analisaram o setor de saneamento torial de Máquinas para a Indústria Ali. na sede (PIPE). na sede da ABIMAQ. “Infelizmente. “A realização de tarefas pick tado de São Paulo. FDCO e FINISA. sa de tecnologia especializada Denise Schmidt. a criação de um am- biente organizacional pautado pela reunião do Conselho de de gastos são as palavras-chave no dia a dia do gestor. que visa ao apoio à exe- que serão solicitados das in‐ nhas Saneamento para Todos. dou sobre a lei 13. re- dução de desperdício e administração operação de manufatura. discipli- na e engajamento deve ser a genuína Saneamento Ambiental conta de imperativos operacionais. infeliz‐ saúde. gerente de marketing ra saneamento estão demitin‐ em robótica e sistemas de controle para da ProMotion. o gestor deixe em segundo plano a re- gando aos gestores colocarem um alto tenção. em reunião ordiná‐ que já estão em andamento”. do e atuando abaixo dos níveis OUTRAS PARTICIPAÇÕES automação industrial.334/16. informando ao de financiamento de longo prazo da ABIMAQ. “Foi levada região. apresentou os tipos ocorreu no dia 03 de fevereiro. realizada no dia 09 de feve‐ A diretora citou que tam‐ na reunião do GT. FDNE. da Pfizer para obter equilíbrio em uma Entidades participam de vereiro. de fabricação nacional com aplicações cução de pesquisa científica e tecno- dústrias brasileiras”. a pios com dados de esgotamen‐ Pequenas Empresas (PIPE) proposta de que fosse feito um to sanitário. de- retor de Manufatura da Pfizer. l mento e Transporte do BNDES. inovação. presidente da Associa‐ cem. presidente co que tem já está sendo utili‐ do Conselho de Saneamento zado para concluir as obras Ambiental. empre. de pick and place. diretora dicos e Regulatórios da Secre‐ lizada por este modelo exatamente pe. FDA. da Gerên‐ da reunião do Grupo de Trabalho de to sobre o programa de Pesquisa colocação de verbas. di. l Na oportunidade. presidente do BNDES. informa Bruno Diesel Gellert. além da capa. bém foi apontada a dificulda‐ Ruddi de Souza disse que de de as empresas estaduais A apresentação da associada Pro. zos cada vez mais curtos. no dia 10 de fe. de alta velocidade e lógica em pequenas empresas no es- Marco Aurélio de Barcelos precisão. por exemplo. Farmacêutica e Refrigeração ram os pontos destacados pelo diretor Industrial (CSMIAFRI). diretor de Assuntos Jurí‐ and place é mais indicada para ser rea.MAV reiro. paciência. trabalho em equipe. eficiência. tórias e financeiras. blica e Socioambiental e Sanea‐ de Investimentos (PPI). é um pla‐ cia Executiva da Caixa Econômi‐ Manufatura Avançada (GT-MAV). abrir um edital de inovação do pro- Marilene Ramos. Representantes do BNDES. também foi expos- de 2008: “O que falta. veis focado em Manufatura Avança- da Área de Energia. engajamento. ção foi feita por Marcelo Furia Luna. que coordenador do GT-MAV. que destacou que muitas vezes não criou o programa PPI. Pesquisa do Estado de São Paulo setor quais os projetos e focos para saneamento. engajamento. pois. qualidade de vida no trabalho e nos dutividade de suas áreas”. recursos prati‐ Produtividade e potencial das equipes foram destacados na palestra Essa afirmação foi colocada camente não existem e o pou‐ por Ruddi de Souza. gestão do saneamento pela Maria Silvia Bastos Mar‐ no Brasil e amostra de municí‐ Também foi comentado sobre a Pesquisa Inovativa em ques. sim. Para Luna.208_v4. faz com que mentos da indústria. Gestão Pú‐ taria do Programa de Parcerias cidade de operar com sistema de visão. pela situação fiscal que gênero e redução da pobreza”.qxp_Layout 1 3/5/17 10:54 PM Page 7 CÂMARAS SETORIAIS E REGIONAIS Gestão de produtividade é tema de reunião da CSMIAFRI A utilização de todo potencial das equipes em uma operação de manufatura também foi destacada no encontro “O cenário atual é de competi. durante dicação. da Fundação de Amparo à longo prazo. obri. precisam ser separadas por alguma ca- as empresas brasileiras de tec‐ de baixa capacidade consegui‐ Motion de Palhoça (SC). esclarece nologia e de equipamentos pa‐ rem financiamento. educação. médio e ca Federal. relacionamentos”. foi um dos temas No encontro. da”. apresentou os dados dos ní‐ Marilene comentou sobre o veis de atendimento urbano Programa de Parcerias de In‐ de água e esgoto de 2014 por vestimentos (PPI). como a execução de projetos com pra- ção dentro dos diversos seg. preocupação do gestor. além de Alexandre Pestana. temos no país. abor‐ diferenciando peças. na sede da ABIMAQ. Confiança mútua. grama com recursos não reembolsá- la velocidade e precisão. motivação e foco de suas agendas na gestão da pro. igualdade de mente. que Inovativa em Pequenas Empresas nejamento de curto. amizade. foram debatidos o planejamento estratégico e financiamentos para saneamento “M elhorar o acesso programa de ampliação da ao saneamento participação privada no setor contribui para a de saneamento. Essa afirma. superação. Segundo ele. é por ausência de recursos que Luiz Roberto Gravina Pla‐ os investimentos não aconte‐ devall. Caixa Econômica Federal. como as li‐ A empresa apresentou o robô delta (FAPESP). racterística pré determinada”. l Informaq | Março de 2017 | 7 .

explica Velloso. foram realizadas reu. como do Clube de En- petróleo para minimizar tais exigências e. ao Padilha. empregos no país. o governo anterior A partir de então. buscava apenas diminuir as exigências aos interesses da Também houve encontros com secre- todos os esforços no sentido de alertar os de Conteúdo Local”. da ABIMAQ ABIMAQ. Frente Parlamentar dos Trabalhadores. fevereiro” plena fase de negociação. Receita Federal (Jorge Rachid). o Movimento Pro. diretor de Petróleo. MOVIMENTO PRODUZ BRASIL te segmento. de Conselhos Regionais de En- com isso. Alberto Machado. Comércio Exterior e Serviços (MDIC) Senador José Aníbal Deputados federais Mauro Pereira e Paulinho da Força Informaq | Março de 2017 | 8 . o fiel da balança sempre Parlamentar da Indústria de Máquinas e mento de uma ampla cadeia de fornecedo. a ABIMAQ. foram rea- presidente executivo grama de Parcerias de Investimentos . anunciada pelo governo.208_v4. res de óleo e gás. no dia 22 de “Apesar de todas essas ações e em sas exigências. com apoio de federações. de fevereiro”. fato que tem sido acompa. da Frente Parlamentar da Engenharia e da de ser replicada em outros segmentos da va de reversão de decisões que. pendeu para o lado contrário aos interesses Equipamentos (FPMAQ). há alguns meses. ques). composta por federações de in. teve ção incansável dos deputados federais e ser uma conquista emblemática e passível início uma verdadeira maratona na tentati. a partir de então. ao De. na práti. entidades e trabalhadores. para isso. o que prejudicaria as em. viços”. fomos genharia. Tendo em vista esse APOIOS “Ao mesmo tempo. Pro- A busca de resultados para a indústria tação do PEDEFOR e. Ministério da Indústria. o governo tem falado em flexibilização des. Para reforçar a posição dos fornecedo- decisão desfavorável. CUT. Alberto Machado preendidos por uma decisão desfavorá- sociações com interesses convergentes. aponta o diretor de Petró- PEDEFOR sas e milhões de trabalhadores. e do Tribunal de Contas da União truiria aproximadamente um milhão de invés de desenvolver a indústria. com a participa- res e subfornecedores. avalia Velloso. Em setembro do mesmo ano. AFBNDES. Foi também envolvida a Frente não só pela sua importância no desenvolvi. tem havido uma risco. petitividade da Cadeia Produtiva. dústrias de sete estados e sete entidades vel. Natural – PEDEFOR. instituiu o Programa de Estímulo à Com. vas da indústria se uniram e criaram. Gás. CNTM e SINDIPETRO. foram obtidos forte pressão por parte das empresas de a autoridades dos Poderes Executivo e Le. foram realizadas inúmeras ações junto “Apesar de todas essas Ao longo do processo. da Casa Civil. economia. Bioenergia e Petroquímica da No início de 2016.PPI de máquinas e equipamentos na política de lizadas diversas audiências públicas com da ABIMAQ (Moreira Franco). opinião. fomos sur- nhado de perto pela ABIMAQ e outras as. Fer- presas brasileiras fornecedoras de bens Fornecedores do Setor de Petróleo e Gás nando Coelho Filho. ANP (Décio Oddone) e Conteúdo Local no setor de petróleo e gás os principais atores envolvidos a fim de ainda com parlamentares formadores de tem sido uma das bandeiras da ABIMAQ. conforme explica o presidente poderiam acabar com o Conteúdo Local de executivo da entidade. foram José Velloso como o BNDES (Maria Silvia Bastos Mar- rios que a decisão levaria para o país. Marcos do Local. reuniu-se com as principais instâncias políticas do Brasil. a ABIMAQ empreendeu ca. no dia 22 de classe. entidades representati. para o lado contrário (TCU). de Minas e Energia (MME). indústria local” tários estaduais e dirigentes de entidades poderes públicos sobre os efeitos deleté. gislativo e do Tribunal de Contas da União. duz Brasil. bens”. José Múcio Monteiro Filho. José Velloso. surpreendidos por uma genharia e de demais representantes des- sos com contratações locais de bens e ser. além dos trabalhadores. ficarem isentas de compromis. Gás. por governo. como também por da indústria local e. na prática. Co- ral flexibilizar as regras do Conteú. anunciada pelo FUP. senvolvimento e ao Aprimoramento de “O fiel da balança Pereira. Bioenergia e Petroquímica leo. “Apesar do título. com a participação da Força Sindical. envolvendo milhares de empre. “Entretanto. mércio Exterior e Serviços (MDIC). pondera Velloso. proporem novos rumos para a política. de negociação.qxp_Layout 1 3/5/17 10:54 PM Page 8 CAPA ABIMAQ em defesa do Conteúdo Local Para tentar impedir a decisão descabida de flexibilização da exigência de Conteúdo Local. Eliseu sempre pendeu para as companhias de óleo e gás e des. iniciativa da ABIMAQ. Cedendo às pressões. iniciadas as providências para regulamen. ações e em plena fase importantes apoios. com o objetivo de lutar pela indústria fornecedora de máquinas para o setor de óleo e gás e manutenção dos empregos no país Casa Civil D iante da ameaça de o governo fede. niões com os ministros da Indústria.

ca de Conteúdo Local do BNDES e que seja im- pliquem em renúncia fiscal. outras políticas que possibilitem alcançar esses ajude no cal Mínima (CLM) deve ter papel fundamen. recebe o di. mas não dade desta produção e muito menos da capa- aceita que ela seja descaracterizada citação nacional em engenharia. objetivos e. graças à concessão de financiamentos com- teúdo Local terá cinco segmentos: petitivos do BNDES em troca da observância l Áreas terrestres: 50% de Conteúdo de CLM crescente. do CLM são mais eficientes do que os modelos mente em um momento em que o Brasil que apenas penalizam o não cumprimento do vive sua pior crise de empregos. com razão. abriu demanda brasileira de BK. o re. afirmou. deve ser acompanhado de uma nova clui Prata. a resposta negativa públicas. sultado prático dessa decisão será a pos. os objetivos dessa “obrigação” metodologia que ajude no desenvolvimento são basicamente: do país”. 10 l Áreas offshore (áreas profundas) . lhorar a sua competitividade”. cionar o uso do CLM. sob a deno. Bernardi- feita por são sobre quais os melhores instrumentos pa. analisa Machado. disse der público quando: que não ficou nenhuma dúvida aos partici- l Numa concessão pública.qxp_Layout 1 3/5/17 10:54 PM Page 9 Conteúdo Local nos financiamentos do BNDES: ABIMAQ apresenta sugestões l Incentivar a fabricação. Com essa pergunta Mario Bernardini. pantes do seminário sobre o tema Conteúdo reito de exploração de um bem nacional. O sucesso pode ser medi- Local nas fases de exploração e produção do por mais de 20 novas unidades fabris. l Na verdade. de política industrial. modelos sibilidade de transferência da grande que estimulam e recompensam a utilização maioria das obras para o exterior. eólicos nasceu há pouco mais de cinco anos ladas. CLM. finalizou. Conteúdo Local. para fun- implementada prol do desenvolvimento nacional”. o fato dos dois “Esses valores podem ser alcançados “casos” apresentarem resultados muito dife- com serviços. principal- l Utiliza financiamento com recursos pú.” mandas do setor de petróleo e gás em ra garantir a sobrevivência da indústria e me. de uso de PCL que merecem ser es- Bernardini tudados: NOVAS EXIGÊNCIAS l A política industrial para geradores Em referência às informações veicu. CLM são muito mais responsabilidade de mo- Segundo o presidente do Conselho de delos de utilização do que desta ferramenta Óleo e Gás da ABIMAQ. o mais breve possível. podendo alijar do processo rentes mostra que alguns problemas que têm a indústria brasileira de máquinas e equi. De acordo com sua explicação. enquanto a com- sua apresentação no segundo painel “Política petitividade do bem nacional for prejudicada de Conteúdo Local no Brasil – Realidades. Cesar Prata. esta política se restringe às lizado pelo BNDES. relativamente re- Mario centes. Bernardini concluiu dizendo que.208_v4. às compras Para Mario Bernardini. sido apontados como “culpa” da exigência de pamentos”. eventualmente. máquinas e equipamentos financiados pelo ro. “A resposta afirmativa. “Aparentemente – explicou –. mente no FINAME. justa. De acordo com Bernardini. plementada.l Deputado federal André Moura Informaq | Março de 2017 | 9 . a nova lista de exigências de Con. Local l Já a PCL no setor de O&G não mostra l Construção de poços: 25% de Con. por fatores sistêmicos. os mesmos resultados.000 em- Fase de exploração: 18% de Conteúdo pregos diretos. No decorrer da apresentação. que a exigência de CLM não ção (FPSOs e plataformas): 25% de chega até ele. “Acreditamos que ficou blicos com condições competitivas. do seminário rea. a competitividade da produção nacional. à sua pergunta remete a todos a uma imensa Apresentação perda de tempo. José Velloso defendeu que seja destes equipamentos ao longo do tempo.l metodologia que Nesse sentido. a política de Conteúdo Lo. ni apresentou dois casos. principalmente. ao amparo da “A ABIMAQ apóia a racionalização existência de CL. nos dias 13 e 14 de feverei. Local no financiamento do BNDES. ABIMAQ. no EXEMPLOS no BNDES foi entanto. presidente executivo da de BK–Bens de Capital for favorecido pelo po. de um ambiente desenvolvimento tal. também presente ao evento. não é garantia da continui- da política de Conteúdo Local. ples contrapartida sempre que o comprador José Velloso. clara a importância da manutenção da políti- l É beneficiado com incentivos que im. a exigência macroeconômico e institucional que favoreça do Brasil de Conteúdo Local Mínimo deve ser uma sim. nos contratos de concessão de blocos explo- do Local no Brasil e no Mundo”. con. de no- O governo brasileiro acha importante a indústria de transformação no país? vos produtos e/ou uso de novas tecnologias. P&D e inova- com índices globais baixos e continuará ção que permitam manter o ‘estado da arte’ lutando para que o país utilize as de. FINAME-BNDES e aos BK utilizados em E&P minação “As Políticas Industriais e de Conteú. no país. em sua sede no Rio de Janeiro. l Garantir à produção brasileira parte da diretor de Competitividade da ABIMAQ. As petroleiras se quei- teúdo Local xam da obrigação e gostariam de ter a mesma l Sistemas de coletas e escoamento: liberdade de ação que têm em qualquer país 40% de Conteúdo Local subdesenvolvido e o setor fabricante de BK l Unidades estacionárias de produ. A simples produção de BK. leva necessariamente a uma discus. Oportunidades e Desafios”. GW já contratadas e cerca de 40. ratórios de O&G e. uma nova Na prática. alega.

andadores etc). contará com a de ponta. dos Plásticos – Por um Mar Limpo. lançamentos e soluções industriais. com participação da ABESCO – Associação Brasileira das Empresas de Conservação de Energia. con‐ DIA HORA tribuindo para a retomada do crescimento da 20/03 – 9h00 – Cerimônia de Abertura. em uma área com equipamentos dedicado à troca de experiência sobre sustentabilidade. acesse o site da nologias.0. a PLÁSTICO BRASIL preparou diversas atrações durante 21 e 22/03 – Rodada Internacional de Negócios.Single Minute of Die . com PVC (cadeiras. espaço onde visitantes po‐ Reciclagem de EPS e Sistema Completo de Reciclagem de Material Pós-Consumo. du‐ rante os seus cinco dias de realização. Recicla Plástico Brasil. ABIMAQ e da VDMA . fruto da parceria entre a ABIMAQ e a Apex-Brasil. receberá um público altamente qualificado que apresentará uma melhor compreensão sobre novas aplicações e desenvolvimentos. todo o período da feira.208_v4. SP). biental em torno da reciclagem do plástico e promovida pela Associação Brasileira da Indústria do PET (ABIPET).com. números de mercado. abordando temas como: Fórum Setorial do setup de injetoras. com a participação de autoridades do governo. a feira 20/03 – 13h00 – Seminário Internacional Plástico Brasil – Rumo à Indústria 4. pida de Moldes. em 23/03 – 14h00 – Workshop de Sustentabilidade.Associação Alemã de Fabricantes de Máquinas. em parceria com o SENAI. Programa Atuação Responsável® . uma ação criada com o objetivo de disseminar a educação am‐ 21 e 22/03 . uma oportunidade para as empresas estabelecerem relações comerciais com em paralelo à exposição: compradores internacionais.PETtalk . FATEC Sorocaba. fornecendo soluções práticas para as empresas. Estudo de Ecoeficiência de Janelas de PVC. realizado pelo Instituto do PVC com o objetivo de ensinar os profissionais da área formada pelas instituições UNICAMP.Troca Rá. mostrando o ciclo de vida dos os últimos avanços tecnológicos. apresentará sua reutilização. feira www. realizado pela ABIMAQ. vações em resinas.l Informaq | Março de 2017 | 10 . ciclagem e transformação. adaptáveis a crianças com disfunção FATEC Itaquera. de 20 a 24 de março.Melhoria Contínua da Indústria Química. a troca de moldes focada na redução presença de palestrantes renomados. São Paulo. É uma ação do Programa Brazil Machinery Solutions. envolvendo novas tec‐ Para conferir a grade dos eventos e efetuar o credenciamento. Arena Técnica.qxp_Layout 1 3/5/17 10:54 PM Page 10 FEIRAS PLÁSTICO BRASIL: O ponto de encontro do setor Mais de 400 marcas confirmadas e diversas atrações como seminários.plasticobrasil. Ilha de Inovação em Materiais Plásticos. Universidade de Caxias do neuromotora. demonstrações inéditas e lançamentos contribuem para o sucesso do evento N a semana de 20 a 24 de março. Para receber este público. tempo real. em busca de atualização tecnológica e conteú‐ Trata-se de uma realização da do técnico. a atração inédita e exclusiva vai apresentar. Haverá a apresentação de cases. CCDM ‐ de terapia ocupacional e voluntários a montarem mobiliários adaptados feitos UFSCar. 23/03 – 08h00 – Workshop Mobiliários Adaptados em PVC. apresen‐ tando as novas tendências. da indústria da transformação do plástico. FATEC Zona Leste. representantes das principais Além da presença dos principais players entidades dos setores da economia.5. empresários e imprensa. tecnologias e ino‐ 23/03 – 13h30 – Seminário Eficiência Energética como Diferencial Competitivo. SMED . a PLÁSTICO BRASIL será o am‐ biente ideal para a geração de negócios.Conferência Internacional da Indústria do PET.br e clique em eventos paralelos. mesas. economia. o setor do plástico e da borracha tem encon‐ tro marcado na PLÁSTICO BRASIL – Feira Internacional do Plástico e da Borracha. principal feira do segmento que acontecerá no São Paulo Expo (Rodovia dos Imigrantes km 1. workshops. Sul e Instituto Mauá de Tecnologia.l aplicáveis no dia a dia da indústria. derão conhecer de perto conceitos técnicos e práticos da indústria. cases de sucesso. plásticos e como ele participa do dia a dia das informações essenciais para profissionais do setor e importantes pessoas e também uma linha completa de re‐ debates sobre o mercado. Palco de lançamentos e demonstrações PROGRAMAÇÃO: tecnológicas.

de maneira objetiva e Para representar todo este setor no fundamentada.abimaq.org. in‐ processo produtivo. uma das empresas líderes da indús‐ Para informações sobre a feira e os tria de máquinas e implementos agríco‐ eventos paralelos. onde e desmontagem da feira e também para o P&D e a engenharia são fatores críticos atualização das ações de marketing promo‐ para o sucesso. à Inteligência Artificial. métodos e processos flexíveis. contando com uma demonstração em senvolvimento da indústria.Comandos Elétricos de 14/03 l NR-12 . LINHA DE MANUFATURA AVANÇADA No dia 22 de fevereiro. as produtos. com o SENAI São Paulo.com. diversas atrações. centes tecnologias. em casos de sucesso na in‐ Estande Temático. Nos últimos anos. para o melhor re‐ bens de capital aos sistemas informatiza‐ sultado do evento. acesse o site da feira: las. a Jacto. de Pompeia dústria de corte e solda. l Treinamentos ABIMAQ l Confira abaixo a programação de treinamentos disponíveis para os meses de março e início de abril de 2017. PIRACICABA SANTA CATARINA Impactos nas Rotinas das Empresas. Orientações da Receita Federal. SEDE REGIONAIS SÃO PAULO NORTE NORDESTE RIBEIRÃO PRETO 20 e 21/03 l NR-12 . escolhido como tema do Estante Temático. local onde ocorrerá a feira. em parceria São Paulo Expo. Regras 14/03 l Negociação de Sucesso em 15 e 16/03 l Como Elaborar Manuais de de Validade Tempos de Crise Instruções para Máquinas e Equipamentos 17/03 l KAIZEN – KATA – Reduzir Custo em 06/04 l Aumentar as Vendas em Tempos 21/03 l Liderança Participativa Tempo de Crise de Crise 22 e 23/03 l Liderança para Chão 22/03 l PER/DCOMP e DCTF de Fábrica. contemplando tecno‐ ção às normas de segurança na montagem logias. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (11) 5582-6321/6313. foi a escolhida. que acontecerá de 09 a 13 de maio.org. evento continuidade da ação realizada na FEIMEC que contou com a presença de expositores 2016 e tem como intuito disseminar o con‐ para esclarecimento de dúvidas com rela‐ ceito da Indústria 4.qxp_Layout 1 3/5/17 10:54 PM Page 11 FEIRAS / TECNOLOGIA Atividades da EXPOMAFE se intensificam As ações para realização da feira estão aceleradas. a PAINEL TECNOLÓGICO indústria agrícola brasileira tem se desta‐ CORTE E SOLDA cado como um dos principais motores da O evento também debaterá as mais re‐ economia nacional. e-mail capacitacao@abimaq. dos. sua realização. tensificam‐se significativamente em todas as etapas. l 22 e 23/03 l Interpretação e Formação do PORTO ALEGRE Sistema de Gestão da Qualidade 06/04 l Administração da Produção: Para ISO9001:2015 Aumentar a Produtividade 03 e 04/04 l Negociação Gerencial Informaq | Março de 2017 | 11 . à Internet das Coisas e de Serviços. avançada ações para reali‐ tecnologia e a impor‐ zação da EXPOMAFE ‐ tância das máquinas‐ Feira Internacional de ferramenta e siste‐ Máquinas‐Ferramenta e Automação Indus‐ mas integrados de manufatura em seu trial.208_v4. São mais de 500 marcas confirmadas. nos conceitos de Manufatura Avançada. lançamentos e atualização técnica A dois meses de sentar a sua história. ESTANDE TEMÁTICO A expectativa é repetir na EXPOMAFE Com o objetivo de mostrar como as má‐ 2017 o sucesso da primeira edição do pro‐ quinas‐ferramenta têm influenciado o de‐ jeto. durante a EXPOMAFE.Segurança no Trabalho em 23/03 l O Desafio de Aumentar as Segurança Máquinas e Equipamentos Vendas em Tempo de Crise 13 e 14/03 l eSocial: Novas Regras Versão 2. foi realizado no Realizado pela ABIMAQ. é que o setor tempo real do funcionamento de uma fábri‐ de máquinas e implementos agrícolas foi o ca.br. além de integrar o setor de vidas e em andamento. ao Big Data. (SP). A empresa vai apre‐ www.br ou site www.br.0. o projeto é uma o “Encontro de Líderes EXPOMAFE”.2.expomafe.

a recente melhoria da 4. uma taxa de câmbio competitiva. dando continuidade às ações conjun‐ trole fiscal.l consistente e terá efeito importante sobre as no sempre tergiversou no Reintegra e cobra im- despesas com juros de nossa imensa dívida posto do importador alemão que consome um pública. Agricultura e Planejamento. do universo. do nossas exportações de produtos industriali- Se confirmada essa hipótese. de três fa. taxa de juro real menor do que o retorno do in. tores: 1) De um aumento dos investimentos em A ridícula volatilidade do câmbio das últi- infraestrutura. existe uma capacidade ociosa significativa. de fato. é o "garante" que a redução do ju. 31% e soja. não haverá alguns "sapiens economicis" decidiram utilizar efeitos importantes nos preços internacionais a taxa de câmbio como o principal instrumento Na oportunidade. necessariamente. Não devemos. mundial 2016/17 e. ex-ministro da Fazenda. que foi realizado por 22 em‐ ta em 2017. obtidas e oportunidades e tendências da In‐ milho. especialmente no setor indus. brasileiro.qxp_Layout 1 3/5/17 10:54 PM Page 12 TECNOLOGIA O câmbio e o setor IPDMAQ apresenta real da economia Manufatura Avançada na Campus Party Antonio Delfim Netto * Artigo publicado no jornal Valor Econômico. cujos preços. Estiveram presentes na reunião. eficiência (USDA) divulgou sua estimativa para a safra no altar da estabilidade monetária. o governo não sabe. ços das empresas têm receita líquida menor do Avançada durante a 10ª edição da Campus cia transferida para a autonomia operacional que os juros exigidos por suas dívidas! Em quase Party Brasil 2017. mento Industrial (ABDI). cujo rating acaba mundo. Perdemos a consciência consistente do nível de atividade. trutura e as principais ações para estabelecer a garantia da integridade financeira vespa "rendeu" 90% em dólares (4.0. cria‐ musculatura à política monetária para recon. da nologia. que é condi.0 e vamos continuar a crescer menos que o Tecnologia. mês!). aprofunda o atraso na incorporação de presas na FEIMEC 2016. 3) Pelo aumento das exportações. inovação. o que exi. será que incide até na exportação. Hoje as condições são mais favorá. A convite do Ministério da Ciência. que pesa demasiadamente nas ca- parada à de 2016). Inovações e Comunicações – ocasião" que em seis meses produziu um mila. Congresso Nacional. É mais do que evidente que. 11%). mundo emergente.l de da ABIMAQ. .com. a receita federal cres. em dólares. a aceleração da atividade lhar com o público jovem as experiências de 17% (algodão. na se- administração da Petrobras. duzir a "expectativa" da taxa de inflação à me. de benefícios para a indústria tradicional. Schneider-Eletric e Whirlpool. Essa foi a tarefa de Temer. o que significa melhor sa. este é um canal bloqueado. o crescimento não vol. A so- em prática era um consenso político majoritário ma de dois erros (exigir 60% ou nada) não pro- Startups neste tema e estável. ele tinha introjetado o celentes. (que não existe. com rapidez. o IPDMAQ convidou as daqueles produtos. João Neves Fernandes. 12% feijão. através de concessões. no dia 21 de fevereiro WIKIPEDIA Foram discutidas as necessidades de novas competências profissionais Q uando Michel Temer assumiu a Presidên. O que faltava para pô-lo conteúdo nacional inteligente e razoável. o que implica aumentar a demanda global dústria 4. Tec‐ Organizou uma espécie de parlamentarismo "de que depende da expectativa de crescimento. capaz de garantir a sua aprovação no duz. In- jeto ABIMAQ Linha Conceito da Manufatura mitou o avanço das despesas primárias! felizmente. graças ao con. a combina. 10% arroz. mas semanas é uma tragédia que ameaça até C ge que o governo assegure. novas tecnologias. entretanto. o IPDMAQ apresentou o pro‐ gre: aprovou uma reforma constitucional que li. desde que energética e redução de custos. aparentemente. roubou a isonomia competitiva que gozou quan. estratégica do ponto de vista abastecimento e preços mais amigáveis para a pelos investimentos em infraestrutura. zados cresciam mais do que a mundial. 30% tem que começar pelo uso da capacidade ocio. de controle da taxa de inflação. Dois ter- Foi essa demonstração de firmeza e coerên. l Informaq | Março de 2017 | 12 . grave. erros consistentes impuseram ao setor industrial projeto que será apresentada na EXPOMAFE A taxa de inflação na meta. o que desestimula novos investimentos e. Campus Party com o objetivo de comparti‐ do e a safra 2016/17 deve registrar um aumento nas condições atuais. o que talvez seja um sinal deias produtivas mais longas. 2) De um estímulo ao investimento privado. facilitando a mais ao sistema financeiro que especula em pa- sua realização. mais O projeto. foi apresentado na veis. entre outras. econômico e social para o Brasil e geradora alimentação. "Uma uma miopia liberalista impeça a exigência de entre empresas e as soluções de Ponte para o Futuro". que as finanças devem servir o setor real e não ção preliminar para iniciar a lenta redução do servir-se dele! Os dados recentes indicam uma dramático desemprego que hoje ameaça a nos. que já foi um dos mais sofisticados do 2017. Trinta anos de Startups a participarem da nova edição do cresceram 10% no último ano. Conselho de Tecnologia ção dos dois efeitos mudará as expectativas Há trinta anos. O Departamento de Agricultura dos EUA tria nacional foi sucateada nos últimos 30 anos com ganhos de produtividade. Brasileiro de IoT. O avanço do controle fiscal está assegura. o e que as concessões sejam feitas com leilões que 8% no México? Se a política cambial não olhar membro do Comitê Gestor do Fórum obriguem os candidatos a contar o que sabem e o setor real da economia. que deu maior todos os setores. um acerto. Por outro lado. resposta positiva das exportações industriais a sa estabilidade social? Basicamente. MG- * Antonio Delfim Netto é professor emérito da FEA-USP. vestimento e da disponibilidade de crédito. um dos principais even‐ concedida ao Banco Central. no dia 20 de fevereiro. Jamais chegaremos à indústria palestrou na reunião do Conselho de Na área de óleo e gás. sapato brasileiro e c) a maior taxa de juro real ceu em termos reais em janeiro de 2017 (com. contra 29% na Colômbia e Chile e menos em Internet das Coisas (IoT) no Brasil. que até agora não aconteceu. as perspectivas são ex. a) uma pesada tributação tas com a Agência Brasileira de Desenvolvi‐ ro real. om o objetivo de apresentar a es- ação inteligente das agências reguladoras para de explicar por que nos últimos 13 meses a Bo. tará a nos visitar. MCTIC. cuja duração são de 20 a 30 anos. valorização do cia da República. a ilusão do câmbio flutuante sobre o quadro fiscal e aumentará a credibili.E-mail: ideias. péis do que ao setor real da economia que gera Mas.9% ao incentivo do empreendedorismo de contratos.consult@uol. tos mundiais em tecnologia. trial. de que depende. tividade e cultura digital. a não ser nos livros-texto) serve dade do programa do governo. uma a taxa de retorno do setor agrícola! Alguém po. as empresas Atlas Copco. o aumento crescimento e emprego.br EXIM. porque b) o gover. A indús. permitir que intraempreendedorismo e conexão programa proposto pelo PMDB. de ser elevado pelo S&P.208_v4. tema de reunião do çando a mover-se. Foi isso que lhe Internet das Coisas é que o nível de atividade esteja mesmo come. especializadas.

um serviço ou vender um pro‐ Também foram tratadas as incluída a carência de até 24 meses. Taxa de juros TJLP + to de democratizar o crédito. (spread BNDES) criou um marketplace. o Conselho de Finan‐ A remuneração de ambas as ciamentos se reuniu. Possui como parceiros to‐ partir de R$ 10 milhões.208_v5. em preços e condições melhores Além disso.org. com o intui‐ sembolso.R$ 250 mil Para adequação aos requisitos NR-12 máq. na sede da entidade. no BNDES a partir de 08/03/2017. quando houver o de‐ A empresa F(x).: financiamento Valor mínimo . para investimentos em seu setor de atividade.qxp_Layout 1 3/6/17 3:53 PM Page 13 FINANCIAMENTOS Conselho de Financiamentos BNDES divulga as novas aborda soluções em condições de financiamento crédito para o setor do FINAME As novas políticas operacionais do BNDES também foram comentadas Confira as condições: FINAME AQUISIÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO Taxa de juros TJLP + 2. o FINAME ampliou o prazo de fi‐ Já a empresa Loara. (spread BNDES) + Spread A. nanciamentos e realizar um treinamento de credenciamen- to FINAME exclusivo para os fabricantes de máquinas e As referidas condições estarão disponíveis para protocolo no equipamentos. A parcela adicional de crédito terá custo de mercado.R$ 100 mil (*) Participação do BNDES pode ser ampliada para até 80%.1% a. Como todos os partici‐ danças no porte das empresas (*) Participação do BNDES pode ser ampliada para até 80%. 2. Eficientes 80% 60% pregão.a. o que resulta para até R$ 300 milhões. e o PROGEREN. ção.F (negociado) vas para melhorar a eficiência a ter a opção de pleitear a opera‐ no que tange ao crédito bancá‐ ção diretamente com o BNDES a Prazo/Carência BK Proprietário: Até 60 meses BK Fornecedor: Até 30 meses rio. as novas políticas operacionais Funding Americano.:Valor mínimo . sição. o BNDES. ABIMAQ promove evento com o BNDES l FINAME Componentes: Admite-se o financiamento à produção e comercialização de componentes. foi comentado que MODERNIZA BK para a contratante. das 09h00 às 18h00./ Demais (*) tas em um único ambiente./equip. com destaque às mu‐ máxima Equip. incluída a carência de até 24 meses Participação MPME e Máq./ Demais (*) máxima Equip.a.br Informaq | Março de 2017 | 13 .l rior estarão vigentes para protocolo no BNDES até 12/05/2017. passando o faturamen‐ A parcela adicional de crédito terá custo de mercado. onde di‐ Novas políticas + Spread A. O FINAME incorporou as seguintes linhas: Apresentação da empresa Loara l FINAME Agrícola: Apóia Pessoas Físicas.1% a. passando de cinco Taxa de juros TJLP + lizada em captação de recur‐ para até 10 anos. muitos bancos de segunda (*) Participação do BNDES pode ser ampliada para até 80%. Securitizadoras e A parcela adicional de crédito terá custo de mercado. a ABIMAQ vai realizar um evento com o BNDES. residentes e do- miciliadas no país. no dia 13 de empresas será no sucesso da BK PRODUÇÃO fevereiro. l Incluída a carência de até 24 meses Participação MPME Demais (*) máxima 80% 30% Limite de• Para modernização de máq.F (negociado) versos interessados em prestar operacionais do BNDES Prazo/Carência Até 30 meses.1% a. bem como à aqui- P ara detalhar as novas políticas operacionais e linhas de fi. operação. na sede da associação. na captação de recursos e linha. em fase de produção ou desenvolvimento. 2. que passa + Spread A. orienta e mostra alternati‐ linha de capital de giro. pantes querem ganhar a licita‐ MPMEs./equip. Eficientes Apresentação da empresa F(x) 80% 60% Capital de giro MPMEs máximo 30% C om o objetivo de apresen‐ dos os bancos de primeira li‐ associado tar empresas que auxiliam nha. Já as condições da circular ante- dia 16 de março.a. duto submetem as suas propos‐ novas políticas operacionais do Participação MPME e Máq. as propostas acabam com‐ to anual de até R$ 90 milhões petindo entre si. do BNDES. com efetiva atuação no setor agropecuário. FIDICS.F (negociado) Prazo/Carência Até 120 meses. especia‐ nanciamento. (spread BNDES) sos.l Informações adicionais podem ser obtidas com o DEFI/ABIMAQ pelo telefone (11) 5582-6361/ e-mail: defi@abimaq.

entre os países‐membro. Esta trata de federal. pulsionadas pela ratificação. injetando US$ 1 trilhão no sileira saber.6% na faixa de exportação de até U$ 1 mi‐ tacar como um dos principais exportadores lhão ao ano. e ratificado pelo Brasil pelos países. injetando US$ 1 trilhão no Ainda. de forma fácil e acessível. no Quando analisado o cenário das empresas ano de 2016.3%. O objetivo central do AFC é simplificar e média.79 fabricantes de máquinas e equipamentos não bilhões. deste modo. na é cobrado por 17 órgãos diferentes no país.4% nesta faixa de potencial exportador do setor. agora. que. As empresas exportadoras ABIMAQ. um mesmo documento em março de 2016. 68. re‐ maioria concentradas na faixa de US$ 1 milhão ao ano. reduziria o prazo mé‐ mostrar. entrou em vigor compromisso de harmonizar as exigências de o Acordo de Facilitação do Comércio dados e documentos dos processos de comér‐ (AFC) da Organização Mundial do Co‐ A OMC calcula que. cooperação entre autoridades uma ferramenta chamada de “Facilitôme‐ aduaneiras e assistência técnica para países uma das medidas previstas. É atualizada frequentemente para que. Também.br l Número de empresas exportadoras do setor chega a quase 50% em 2016 Resultado demonstra um grande potencial exportador da indústria de máquinas e equipamentos U m estudo realizado pela Divisão de desse grupo de bens. que pretende em desenvolvimento.me/w7ihz. contate a Divisão comércio internacional. Este valor representou mais de associados à associação. global será reduzido em 14. a CNI criou transparência.3%. O site para acessar o “Facilitômetro” o custo do comércio global será reduzido em um mecanismo que permite a empresa bra‐ é migre. o Portal Único tro”. No Brasil. o setor privado possa acompa‐ A OMC calcula que. assinado na Rodada de Bali. estão em sua maioria mostrando que o ano de 2016 encerrou com associadas à ABIMAQ estão em sua concentradas na faixa de exportação de até um total de 744 empresas exportadoras.4% nesta faixa. e uma concentração de tria de máquinas e equipamentos a ser des‐ 86. re‐ sil está cumprindo com os artigos do acor‐ previstas pelo governo e que. uma vez que minado bem.org. com uma concentração presentando um percentual exportador de exportação de até US$ 1 milhão ao de 68. quais são as regras de origem para deter‐ de Mercado Externo pelo e‐mail renças seriam ainda maiores. se o Bra‐ encontro de algumas reformas que estavam dio de exportação de 13 para oito dias.qxp_Layout 1 3/5/17 10:54 PM Page 14 COMÉRCIO EXTERIOR Entra em vigor o Acordo de Facilitação de Comércio da OMC Um dos objetivos do acordo é agilizar os trâmites para o comércio de bens entre os países-membro N o dia 22 de fevereiro. o custo do comércio Indústria. exportou um total de US$ 7. estão im‐ duzindo em aproximadamente 38.208_v4. reformas previstas sendo realizadas acordo com a CNI – Confederação Nacional da em dezembro de 2013. na média. Mercado Externo identificou o núme‐ As empresas exportadoras associadas à ro de empresas exportadoras do setor. o Brasil assumiu o consultas@abimaq.6% do número de associadas da entidade. ano. Estes objetivos vêm ao de Comércio Exterior. com todas as cio exterior para reduzir a burocracia. com uma concentração de há muito potencial de crescimento para as O resultado obtido demonstra um gran‐ exportações do segmento. lução antecipada de consultas.3%.5% os do. em forma de infográfico. atualmente. antes do embarque da mercado‐ Para mais informações. além de reforçar a dos e aqueles que estão parados. custos de comércio. no entanto. as dife‐ ria.l Informaq | Março de 2017 | 14 . 14. mostrando que ainda 49. de maneira a acompanhar os agilizar os trâmites para o comércio de bens compromissos que vêm sendo implementa‐ comércio internacional. o que levou a indús‐ do apenas em 23. De mércio (OMC). com todas as refor‐ Outro ponto importante do acordo é a so‐ nhar as mudanças realizadas pelo governo mas previstas sendo realizadas pelos países. chegan‐ bens manufaturados. a representatividade 10% do total das exportações brasileiras de das empresas exportadoras é menor.

e as investimentos produtivos medidos pela ABIMAQ.1 pontos observado.75) e 5. A maior queda ocorreu história. componentes para Ú Balança comercial número. em máquinas e implementos agrícolas. Houve. muitas delas estão 34% sobre jan/16. disto é o adiamento dos investimentos produtivos.l Informaq | Março de 2017 | 15 . em jan/17. redução das para infraestrutura e indústria de base.1% menor que o de a indústria de bens de capital (-16. Ú Importação faturamento médio mensal da indústria este último influenciado pelo de máquinas e equipamentos nos As importações de máquinas e desempenho do setor fabricante de últimos 10 anos.3%). Em das exportações também relação ao mês de dez/16. Temos. milhões.6%. foi puxada por quatro dos sete importações de máquinas para logística e segmentos que compõem construção civil (-42.4%. Instalada) e carteira de em jan/16. observou-se mais baixo observado em toda a série que.8. que reduziu suas importações atividades das indústrias de máquinas Esta queda na comparação interanual em 63.6%. Além disso. ainda. o nível fabricante de máquinas e equipamentos Na análise interanual. retomada dos investimentos. sondagem da indústria de transformação. incremento máquinas para petróleo e energia de 0. baixo resultado das que foi o pior nível de vendas importações em jan/17. somada ao aumento das redução é de quase 90 mil postos de transformação (-8. o resultado é percentuais maior do que o quase metade do registrado em jan/16 (62.1%.6%. Apesar do setor na séria histórica. 446 milhões contra US$ 509 medidos pelo consumo aparente de máquinas e Ú NUCI (Nível de milhões realizados equipamentos. Na Utilização da Capacidade comparação com dez/16. que havia Os altos índices de ociosidade da indústria brasileira registrado aumento do índice de confiança em janeiro. o ociosidade elevadíssimo. na comparação com (vendas no mercado interno + dez/16. por sua A valorização do Real voltou a trimestre de 2016 neste tipo de vez.3%).4%. ainda.6%. Apesar do crescimento de dez/16 (66. que havia endividadas.3%) registrada em jan/16. O renovável (-29. uma redução em O volume mensal de investimentos realizados no país em Reais da ordem de R$ 700 pedidos máquinas e equipamentos retornou aos níveis de 10 anos atrás. a terem reduzido seu volume queda foi de 18.7% contra queda de 15. ficou em 292. a receita total do setor de bens de capital em da indústria de máquinas 72. são eles: Máquinas para máquinas para infraestrutura e indústria indústria de máquinas e equipamentos bens de consumo. em função da dez/16 e 12. o que inviabiliza a aquisição de créditos. que caiu 73.5%).qxp_Layout 1 3/5/17 10:54 PM Page 15 ECONOMIA Investimentos produtivos continuam em queda D epois de três anos consecutivos de quedas nos O cenário ainda é incerto neste início de ano. 2017 divulgações mostram queda em várias atividades. na comparação no segmento de petróleo e energia queda ainda mais acentuada nas interanual. apresentou redução do déficit praticamente a mesma de 17. a máquinas para a indústria de externo. porém. a queda foi de 2.9 ponto encolhido 56% em relação a houvesse o interesse em investir. mais uma vez.4 mil. de base (-27.4%. máquinas para Ú Pessoal ocupado a indústria de máquinas e indústria de transformação (-34. já traz combinados com níveis elevados de endividamento na sua prévia de fevereiro uma queda de quase 2% e o reflexo continuam inviabilizando os investimentos.3%) e O número de pessoas ocupadas na equipamentos. Muitos fatores presentes na economia estão inviabilizando a Em jan/17.3 bilhões.4 semanas. ainda que equivalente a 0. A iniciou com retração. em jan/17. sendo explicado pelo (+0. e 11. é 6. comercializado. e mantém a tendência A carteira de pedidos. em dez/17. entradas de produtos importados em trabalho. medida em Ú Exportação de estabilidade observada no último semanas para o seu atendimento. em jan/16.5% na comparação com dez/16. atingiu 9. caíram 38. registraram queda de 18. a taxa de juros utilização da capacidade registrou-se crescimento de maior do mundo. relação a dez/16.2% sobre jan/16.208_v4.3. que caiu para US$ s investimentos totais realizados no mercado nacional. o nível de No mercado interno. vendas no mercado externo) O resultado interanual foi de R$ 4. Em relação ao pico (maio/ 13).4%). percentual acima do resultado 2015. e as empresas industriais estão com o nível de instalada foi de 67. O externo. renovável. Ú Receita líquida Consumo aparente jan/17.5%).6%. 10.0%) e A queda nas vendas para o mercado jan/16. em jan/17.3%. fez aumentar o déficit Em jan/17. as Contribuiu para este importações ainda têm uma resultado a forte queda das participação relevante no vendas para o mercado resultado comercial do setor. iniciada em 1999. hoje. equipamentos cresceram 0. ante sacrificar as exportações do setor comparação.

se considerarmos um índice de Con. cional por meio da inserção de nossa indústria no mer. O capital Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES Falar que a indústria nacional só vai vender se for estrangeiro tem que gerar empregos e renda aqui. Comunicações . a Petrobras adquiria mais de 65% de a introduzir algum controle. não venham na forma de bens importados. quando o petróleo acabar. Seus fornecedores de bens do Brasil não O custo do Não Conteúdo Local poderá ser conta.MCTIC permitir que o mercado supridor nacional fosse visível gal de Conteúdo Local. A 1999. Industriall * José Velloso é presidente executivo da ABIMAQ / SINDIMAQ. Nigéria em respeito aos contratos. Ministro de Minas e Energia – MME local foi sendo modificada até a introdução. a indústria é mais Nossos desempregados aceitam exportarmos em- como a de Conteúdo Local. em 2017. para as seguintes autoridades: dos com a indústria do petróleo no país. correm o risco de serem destruídos. República de Conteúdo Local não nasceu no governo anterior e. Informaq | Março de 2017 | 16 . desde que Presidente do Banco Nacional de dos individualmente no computo do Conteúdo Local. assim dividido: 50% CL. Biocombustíveis têm qualquer subsídio ou proteção. praticado pela Noruega ou Reino Unido. Gilberto Kassab ce Conteúdo Local por itens. É um sinal de alerta para aquelas em. importante que a produção de petróleo. entre outros tantos que compõe a OPEP. Ministro da Ciência. e o to. caso das 12 sondas de perfuração. muitas delas sem experiência anterior. Serviços . a indústria do mente terá participação significativa no próximo lei. os quais são prove. lão. uma indústria local com instalações adequadas. obrigatoriamente. Gás Natural e portação. incompletos e mal especificados. sem as medidas empregos que já perdemos. deixando pou. sem muita dificul- subsidiadas nos seus investimentos. tuais inimagináveis que chegaram a mais de 500%. como a maioria dos financiamentos vem de Igor Nogueira Calvet Conteúdo Local. dade. portá-lo deixando aqui apenas os “royalties” que um O sucesso da rodada depende de fatores como: A é desenvolver. Maria Silvia Bastos Marques se necessário que esses segmentos sejam considera. e em grande escala. da burocracia. gerencial. a 14ª Ro. da constância de regras. no modo de Dyogo Henrique de Oliveira pregadas como ferramenta de desenvolvimento na. nal. Como já foi dito. de impostos.FINEP Logo. Os investimentos estrangeiros são vitais para o de. estabilidade política leo. que é aquela sendo que muitos materiais são oriundos de produtos Presidente da Financiadora de Estudos e que mais agrega valor e mais gera empregos. . é uma péssima sinalização para as empresas Mansueto Facundo de Almeida Júnior ses. combustíveis e lubrifi. roupas. projetos completos em poucas empresas. Competitividade Industrial outros países que têm juros abaixo da inflação local. a indústria encontra com sérios problemas financeiros e dificil. Ocorre produtos importados.Secretaria de desonera seus investimentos e operações. deixando para trás mais de. a cartilha teve o mérito de em empreendimentos onde não havia a exigência le. entre elas a Petro. Cabe ainda zou a formação de “clubes” e a colocação de editais lembrar que a crise no Brasil é generalizada e não ape. no governo de FHC. mal planejados. onde havia uma “política de obras. sempregos e impostos que deixarão de ser gerados. inclusive do Imposto de Im. como nas refinarias RNEST e e tivesse oportunidade de participar. como Angola. estamos destruindo toda uma capacitação nacio- dada de Licitação de blocos exploratórios de pe. levou à corrupção tratada no âmbito de Lava-Jato e. a exigência de Conteúdo Local nas. para obter investimentos de empresas que estão sendo definidas estão as regras de Conteú. da tradição nharia bem desenvolvida. quando a presidente Graça começou Eliseu Padilha Àquela época. que atrasaram. tecnologia necessária e enge. em 2005. numa situação em que a Petrobras se para a Mobilidade e Logística . apenas um em meio a tantos outros fatores de deci. Tecnologia. pregos para China. não são do governo de que será válida apenas para a 14ª Ro- competitivos em preços com produtos de outros paí. mas foram ali os maiores escândalos de corrupção são serviços. corrupção ocorreu no modo de contratar. Portanto. petróleo não é composta só pelas empresas de petró. da própria Petrobras e que deixarão de ser comprados Projetos . declaram insistentemente que. Os países onde o modelo é esse estão em má si. Ministro da Casa Civil da Presidência da suas demandas de bens no Brasil. Márcio Felix Carvalho Bezerra radas de todos os tributos. En- competitiva é o mesmo que não haver exigência de tretanto. Diretora do Departamento das Indústrias protecionistas como o Regime Especial REPETRO. a um elevado índice de Con. considerar até mesmo a capacitação das empresas Presidente da República Desde o primeiro leilão de blocos exploratórios.). empregos.208_v4. escândalos citados. por exemplo. para que haja uma homogeneidade na par. leo. tal descolamento dos orçamentos iniciais em percen- da metodologia de uso de uma cartilha que estabele. entre outros. em tese. bilizado na perda de aproximadamente um milhão de Estas empresas de petróleo. Logo. Inovações e Embora tenha falhas. na prática. Nigéria. Aliás. multinacionais que virão para extrair o petróleo e ex- do Local. torna. são. a qual persiste até hoje. mentos. pois todos sabemos que o Custo Bra. a Petrobras e que NENHUMA delas está envolvida nos Ministro da Indústria. principalmente. Secretário de Petróleo. que viabili.MDIC se percentual pode ser alcançado com 0% de máqui. já máquinas brasileira existem aproximadamente 800 leva. ticipação dos diversos segmentos envolvidos. que Concluindo. dos qualidade requerida. Secretário de Acompanhamento Econômico cantes (estes últimos fabricados pela Petrobras). A mudança radical.MRE que a maioria dos serviços. do Brasil e que. centenas de milhares de emprego e arrecadação tróleo e gás natural e dentre as várias questões tuação ou falidos. dois anos e não tinham Conteúdo Local. O segredo. que têm planos de investir na indústria de bens e ser. Nos investi. ao mesmo tempo sem um efetivo controle industrial” conduzida com sucesso pela Petrobras. representa Conteúdo Local ZERO. podem sair do país. senvolvimento do país e são bem-vindos. COMPERJ e nas plantas de fertilizantes. das exigências ambientais. Marcos Cintra Cavalcanti de Albuquerque nientes da indústria de transformação. 40%. queremos??? É disso que o Brasil precisa??? do país. sim: A metodologia de contratação da Petrobras de *Este artigo foi enviado sob a forma de carta se a grande causadora de todos os problemas ocorri. do ambiente regulatório. selecionar as empresas e. viços no Brasil. Ora. como automóveis. por exemplo. dia acabarão. Desenvolvimento e Competitividade de petróleo no Brasil seria inviável. a política meçou a vir à tona: Atrasos enormes nos empreendi. em candidatas. tintas etc. juntamente com a produção de petró. Comércio Exterior e teúdo Local Global de. por suas características. tubos. principalmente nos importados. tem recebido um destaque especial. fatores que dispomos no modelo OPEP? Queremos ser como Venezuela. É isso o que qualidade das áreas ofertadas.SEAE A Petrobras e demais companhias de petróleo são presas que já investiram. Venezuela. quíssimos empregos inevitáveis no Brasil e de baixa que têm câmbio administrado e baixa incidência tri. como se fos. sem Michel Temer nas na indústria do petróleo. Podemos citar exemplos de produtos que. Jorge Antonio Deher Rachid butária.qxp_Layout 1 3/5/17 10:55 PM Page 16 REFLEXÃO Acabar com Conteúdo Local de bens no setor de O&G prejudica o Brasil José Velloso * O governo federal deve realizar. Vale dizer que na indústria de Ex-Ministro das Relações Exteriores . incapacidade física em executar um enorme volume Desenvolvimento e Gestão – MP cado até então monopolista. 30% são máquinas e equipamentos e da nossa história e também os maiores atrasos com José Serra 20% são materiais (chapas. pois são desone. no Brasil. Queremos sair do modelo “Mar do Norte” para um tributos locais. bancos de desenvolvimento nos países de origem. agora. e Angola ou como Noruega e Reino Unido? custo do país (no caso CUSTO BRASIL) e exigências Hoje. qualificação. decorreu da Ministro do Planejamento. mesmo sendo Cabe esclarecer que não foi o Conteúdo Local que A resposta precisa ser dada pelas autoridades. Henrique de Campos Meirelles Cabe esclarecer que o investimento em um campo mentos nas refinarias não existiu a obrigatoriedade de Ministro da Fazenda – MF de petróleo está. as exigências de Conteúdo Local têm sido em. dada. as quais. es. Coreia e Singapura? A exigência de Conteúdo Local. empresas que direta ou indiretamente fornecem para Marcos Pereira teúdo Local. em Fernando Bezerra Coelho Filho A forma de introdução das exigências de conteúdo média. a grosso modo. além daquelas centenas de milhares de Margarete Maria Gandini bras. a verdadeira situação co. como foi o sim. para a Noruega. equipamentos e materiais. Tais fatos ocorreram também. embora haja o compromisso Secretário da Receita Federal do Brasil embora tenham escala de produção no Brasil. Global. a Secretário de Desenvolvimento e sil impede que nossa indústria possa concorrer com tendência é que tudo venha de fora.