You are on page 1of 3

Prova Oficial

Curso: Piloto Privado
Disciplina: Teoria de Voo Avião
Turma: Final de semana
Nome completo do Aluno:___________________________________________________________________
Data:______/______/______

1- Considere uma aeronave nivelada em 12000ft de altitude. O piloto verifica que a temperatura do ar externo é
de + 6°C. Qual a ISA da atmosfera em que a aeronave voa?
a) ISA - 15°; c) ISA - 9°;
b) ISA + 15°; d) ISA + 10°.

2- Sabe-se que no voo nivelado em curva a sustentação da aeronave deve ser aumentada de forma a manter a
componente vertical da sustentação igual ao peso. Nesta situação é CORRETO afirmar que:
a) A velocidade de estol não se altera, pois depende somente da velocidade;
b) A velocidade de estol aumenta;
c) A velocidade de estol diminui;
d) A velocidade de estol só é afetada pela densidade do ar.

3- A guinada adversa é consequência do aumento do arrasto provocado pelo aumento da sustentação da asa que
sobe em um comando de rolagem. São maneiras de minimizar o efeito, exceto:
a) Aplicar comando de leme no sentido oposto ao da guinada;
b) Equipar o avião com winglets;
c) Equipar o avião com ailerons diferenciais;
d) Equipar o avião com aileron tipo FRISE.

4- Assinale a alternativa que apresenta itens que contribuem positivamente para a estabilidade estática lateral.
a) Efeito de quilha acima do CG e enflexamento positivo;
b) Diedro positivo e distribuição de peso predominantemente acima da asa;
c) Enflexamento e diedro negativo;
d) Efeito de fuselagem.

5- Assinale a alternativa INCORRETA:
a) A velocidade na qual a potência necessária é a menor corresponde à velocidade de maior autonomia;
b) A velocidade máxima equivale ao ponto em que a potência disponível iguala-se à potência necessária;
c) A melhor velocidade de subida (maior razão) independe do peso da aeronave;
d) A velocidade na qual há uma melhor relação entre a potência necessária e a velocidade corresponde à
velocidade de maior alcance.

6- Carga alar é a relação entre o peso da aeronave e a área da asa. Para uma mesma aeronave, aumentando-se a
carga alar, consequentemente sua velocidade de estol:
a) Aumenta; c) Permanece a mesma;
b) Diminue; d) Depende do CG.

além de permitir o aumento da energia do escoamento. também aumentam a curvatura da asa aumentando dessa forma a sustentação.Assinale a alternativa ERRADA: a) As ranhuras nas asas permitem um aumento da energia do escoamento laminar no extradorso em elevados ângulos de ataque. o ângulo de ataque e em alguns modelos aumentando também a área da asa. c) É provocada pelo aumento do arrasto da asa que sobe com os comandos de aileron. 11. c) Área plana equivalente. c) O raio limite corresponde a uma curva de 90° de inclinação. b) O passo chato e o passo bandeira.7. cujo arrasto é igual ao arrasto parasita do avião. . têm menor coeficiente de sutentação. c) Os flapes agem basicamente aumentando a curvatura do perfil.Sobre a guinada adversa é CORRETO afirmar que: a) É provocada pela perda de sustentação da ponta da asa devido ao ar que escapa do intradorso para o extradorso. c) Os perfis mais espessos. b) Arrasto equivalente. d) As aeronaves dinamicamente estáveis apresentam aumento da amplitude dos ciclos com o tempo. b) O efeito de quilha interfere tanto na estabilidade estática lateral como na direcional. b) Vento relativo e linha do horizonte. b) A velocidade de estol não se altera em voos em curva. d) Este efeito é observado quando a aeronave tem elevada potência e baixa velocidade.Estabilidade é a propriedade de um corpo em equilíbrio que tende a retomar a sua posição inicial quando dela for desviado. b) Um perfil pouco curvo tem maior coeficiente de sustentação. c) O passo teórico e o passo efetivo. d) O passo efetivo e o avanço. b) Os slats.Assinale a alternativa CORRETA. Estamos falando de: a) Arrasto total. assinale a alternativa correta: a) Quanto maior a altitude. 8.Ângulo de atitude é o ângulo formado entre: a) Linha de corda e linha do horizonte.É a área de uma placa plana perpendicular ao vento relativo. c) Uma aeronave estaticamente estável não pode ser classificada como dinamicamente instável. d) Em curva nivelada não há acréscimo de carga G. Sobre estabilidade podemos afirmar que: a) A estabilidade estática longitudinal lida com movimentos em torno do eixo longitudinal. a) A sustentação de uma asa surge da diferença de pressão estática entre o intradorso e o extradorso. maior será o raio de curva se for mantida a velocidade indicada e a inclinação. 13. d) Todas as alternativas acima. no geral.Recuo de uma hélice é a diferença entre: a) O passo teórico e o passo bandeira. b) Equipar o avião com winglets pode evitar este efeito. 10. c) Eixo longitudinal da aeronave e a linha do horizonte. 12. 14. 9. d) Perfis simétricos com ângulo de ataque nulo possuem coeficiente de sustentação diferente de zero.Sobre o voo em curva. d) Arrasto embutido.

16. c) Aumentar o ângulo crítico. b) 1. d) O ângulo de ataque pouco interfere no coeficiente de sustentação. b) O coeficiente de sustentação é adimensional e representa uma potencialidade do aerofólio de gerar sustentação quando submetido a um vento relativo. 18.87. 15. c) Quando o ângulo de ataque é menor que o ângulo de sustentação nula. a sustentação torna-se negativa. c) 1. a) 0. ______________________________ ______________________________ Assinatura do Aluno Assinatura do Professor . pois este depende apenas da curvatura e da espessura do perfil. b) Privilegiar o estol da raiz da asa para as pontas.15 G..3 G. d) Na subida a componente vertical da sustentação é maior que o peso da aeronave permitindo o ganho de altitude. b) Perpendicular à corda.15 G.Sabe-se que no voo nivelado em curva a sustentação da aeronave deve ser aumentada de forma a manter a componente vertical da sustentação igual ao peso.0 G. d) Auxiliar nos movimentos de arfagem.Washout ou torção das asas servem para: a) Minimizar o efeito do arrasto induzido. c) No teto absoluto somente uma velocidade é possível e representa a velocidade de estol e a velocidade máxima.Quanto ao coeficiente de sustentação (CL) podemos afirmar que: a) Quando em voo invertido este coeficiente é negativo. Qual o fator de carga (carga “G”) que a aeronave será submetida em uma curva de 30° de inclinação? Dados cosseno de 30°= 0. d) Com ângulo de ataque menor que o ângulo de sustentação nula o CL é negativo. 19. c) Este coeficiente pode ser alterado apenas com dispositivos hipersustentadores . d) Perpendicular à corda média. d) 2. pois aponta para a parte de baixo das asas. principalmente na rotação.Com relação aos perfis estudados é INCORRETO afirmar que: a) Com ângulo de ataque nulo o perfil simétrico não gera sustentação.d) Os flapes servem basicamente para gerar arrasto a fim de diminuir a velocidade de voo.Sobre o voo em subida aponte a alternativa FALSA : a) A velocidade de maior ângulo de subida (V2) é sempre menor que a velocidade de maior razão de subida. 20-Sustentação é componente da resultante aerodinâmica e é: a) Perpendicular ao eixo longitudinal. b) A razão de subida diminui com a altitude e no teto de serviço é igual a 100ft/min. 17. c) Perpendicular ao vento relativo. b) O ângulo de ataque de sustentação nula para o perfil assimétrico é negativo.