You are on page 1of 2

PROJETO COMISSÃO DA VERDADE: UMA EXIGÊNCIA DA NAÇÃO

I. MOTIVAÇÃO: Após 21 anos de ditadura civil-militar, a sociedade brasileira
desconhece o que aconteceu a centenas de perseguidos políticos que foram mortos sob
tortura e cujos corpos continuam desaparecidos. É preciso esclarecer esses crimes e
identificar e julgar os mandantes desses crimes, os autores das torturas, os médicos e
legistas que falsificaram atestados de óbitos, os juízes que negaram habeas corpus aos
opositores do regime, os empresários que apoiaram o autoritarismo, os órgãos de imprensa
que colaboraram com a repressão, os religiosos que alimentaram o medo e o ódio contra
aqueles que lutavam por um país livre, em suma, não permitir que aqueles que deram
sustentação ao terrorismo de Estado permaneçam impunes.
II. OBJETIVOS: Estimular discussões e reflexões entre os alunos cenecistas em torno da
chamada Comissão da Verdade, analisando todos os lados da questão e suas consequências
para a vivência democrática no país. Engajar politicamente alunos e comunidade
cenecistas.
III. CULMINÂNCIA DO PROJETO: Espera-se que os alunos cenecistas montem uma
expressiva instalação nas dependências da unidade (pátio, corredores, salas de aula, área
externa) com cartazes, ilustrações, vídeos e objetos alusivos à Comissão da Verdade e que
preparem minipalestras a serem feitas para a comunidade.
IV. ETAPAS:
O Projeto “Comissão da Verdade: uma exigência da nação” está dividido nas seguintes
etapas:
4.1. Levantamento bibliográfico
4.1.1. Sobre os 21 anos em que o Brasil foi governado por uma ditadura civil-militar; para
esse fim, os alunos deverão pesquisar em revistas, livros, jornais, filmes e sites;
4.1.2. Sobre como nossos vizinhos latino-americanos tratam da questão dos desaparecidos
políticos;
4.3. Levantamento sobre a instalação da Comissão da Verdade no Brasil;

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
http://cienciahoje.uol.com.br/revista-ch/2012/293/sobre-a-verdade. Acesso em 14/07/12.