You are on page 1of 228

THE
UN IVERSITY
OF CHICAGO
IIBRARY

|- • • |- • _* { |- * |. • * ---- -* + • . - • * • * • .

UNIVERSITY OF CHICAGO LIBRARY .

Divide-se em duas partes. E DOS ALGARVES o FFERECE. que comprehende hum facillimo. e NOVO METHODO De ensinar. oRTHoGRAPHIA LINGUA PORTUGUEZA. a segunda das quaes he seguida de hum Appendice. Com Licença. L I S B O A: • TNA IMPRENSA NACIONAL. E cons AGRA JOAQ UTM JO2 E VENTURA DA SIL VA Author da nova Arte de Escrita. E ESPECIAEs. . • QU E º Á MAGESTADE FIDELISSIMA DA SENHOR A #\\ ON §R $ |- § S \~\<\>S N • # . |- *# \\ >$ # #S *** R A INHA DE PORTUGAL. 1834. e de aprender a lêr o Portuguez. REDUZIDA A REGRAS GERAEs. e Arithmetica.

../We .OF CHICAGO LIBRARY Rom/.

assim como estas de nossos pensamentos são os interpretes. por cujas conhecidas vantagens se Dignou emprega-la na Real Instrucção de Vossa Magestade. e com o desejo que sempre tive. J. da qual o mesmo Augusto Se nhor ha experimentado os fructos das suas regras. não basta. E sendo as letras em a escritura a reprezentação das palavras. SENHORA. • A fim pois de occorrer a esta parte essencial da Escrita. e immortal Pai de Vossa Magestade a mi nha Arte d'Escrita. de que me resulta a maior gloria.a em outro tempo tive a honra de oferecer ao Augusto. e tenho de cooperar para o bem da minha P## compuz o pre * . e preceitos. que a letra seja bem talhada. se ella por outra parte não vai conforme as regras da boa Or thographia.

devo im plorar a relevante Mercé. que engrandecem. que so a Vossa Magestade. zente Tratado Orthographico. e persuado-me. Grandes. O geral reconhecimento. e exalção o sublime. com que os bons. e fecundo Génio de Vossa Magestade. de que me permitta a hon ra de consagrar ao Excelso Nome de Vossa Mages tade este meu custozo trabalho . e o quanto a despedeçada Nação Portugueza espera d'Alta Sabedoria. e de discreta erudição. para com tão egré gia Graça poder dar mais hum público testemunho da minha inviolavel lealdade. Augustissima Senhora. e leaes Por tuguezes admirão em Vossa Magestade os egrégios dotes da Natureza: os immensos dons de sabedoria. e Real Beneficencia de Vossa Ma . e justos motivos a isto me animão.

» . e unico Es teio. em que vivem: Digne-se pois Vossa Magestade de acolher benignamente. se dirige ao fim de educar a Mocidade no escrever. e Poderosa Protecção. e com a sua Real Benevolen cia esta minha producção literária. e favoraveis influxos de tão Augusta. * gestade. e Paternal Governo de Fossa Magestade he a educação dos seus Póvos. como sua legitima Soberana. derramando com Regia Munificencia sobre seu Author os soberanos. e hum dos maiores desvellos do Sábio. e fallar com pureza o Idioma Portuguez. • • - Como esta obra. . o que mui contribuirá para o progresso. por ser o meio mais efficaz de os tirar da escuridade. que dezejo dar ao Público de baixo dos felicissimos auspiciosde Vossa Magestadº.

e o mais obediente subdito Joaquim José Ventura da Silva. certo.e estudo da lingua. O mais humilde. que nada dezejo tanto. com que sou De Vossa Magestade. como a gloria de manifestar á face da Nação. . Portugueza. o respeito. . o mais fiel. sendo. e a fidelidade. e do Universo o amor.

. he necessário além disso escrever cor rectamente. Muitos homens doutos. julguei ade quado. estabelecendo regras para se uzar com cer teza desta parte da Grammática. pois que so dirigirão. e custozo trabalho. e de incomparavel me recimento se tem dado a este importante. porque o escrever bem não consiste so em fazer boa letra. isto he. com a publicação da minha Arte d'Escrita. tentei fazer a prezente . e claro. he que se escreve bem. como apreciaveis se reunem. e de grande importancia tratar da Orthogra phia. por ser o lume da Escritura. porêm nenhum a tem reduzido a méthodo facil. e quando estas cir cumstaneias tão uteis. que por me considerar capaz de a desempe nhar. H AvENDo illustrado a Nação Portugueza em todos os Caracteres das Letras mais uzadas na Europa. que tenho ao bem da Pa tria. VII | PRE FAÇÃo. quanto me foi possivel. mais para satisfazer minha inclinação. e a parte mais "notavel. e ao mesmo tempo explicada. e combinarão as suas regras. • E vêndo eu a necessidade de huma Orthographia resumida. para quem soubesse a lingua Latina. Tenho pois procurado. sempre incitada do amor. sem erros. para que o seu conhecimento chegasse a todas as classes.

Nin guem duvida. segui o systema da pronúncia. tomando por baze da Orthographia a pronúncia. não empre gando letras inuteis. o favor da mocidade menos instruida. . seguindoAuthores. e conhecer-se donde forão tra duzidos. e o y nas dicções. dando todavia a explicação sufficien te. Evitei. A conservação das letras puramente etymológicas nos vocabulos derivados. . e acertado se o nosso idioma não procedesse quazi todo da lingua Latina. e exem • • Nas palavras simplices. e o meio mais certo de conhecer mos o sentido genuino da sua significação. he de absoluta necessidade na nossa lingua. e derivações." . e em outros por ser o distin | ctivo da sua origem. Por este motivo conservei em mui tos vocabulos algumas letras líquidas. Pela mesma razão conservei o ph. de gravissimos nesta parte a doutrina. . e depende de maiores conhecimentos. que so servem de confundir. ' . por ser este o caminho mais seguro para oploacêrto. recorren do á fonte donde emanão. que a pronúncia do ph he identica á do f. e dúvidas. e etymológicas dos seus radicaes: em huns precizamente para evitar equivocos. expondo sómente o necessário para a praxe commum. . e indispensavel para intelligencia de todas as re . nem diversas dos seus sons. em vez de instruir. e o mesmo a do y grego á do nosso i Vogal. mas a diversa escritura adverte o leitor da differença da origem. sem se fatigar com coizas superfluas. ou derivados.VIII reduzir a Orthographia Portugueza a regras geraes. e concizas para que a Mocidade estudioza possa facil mente adquirir as suas noções. Este systema tem sido ja proposto por homens de erudita instrucção. e que não tem rigoroza | Analogia. e na # seria o mais conveniente. . tu do quanto serve de embaraço. que procedem do Grego. porque do contrário se seguiria o gravissimo inconveniente de se perder inteiramente a filiação das vozes. . |- Regulei algumas das suas regras por Etymologias.

e da Synalepha. e da formação dos Nomes no Plural. de que nos servimos. por ser este o méthodo mais próprio de quem ensina. Do Til. Na primeira trato. e ajuntei a esta Obra huma nova. e com pleta Arte de ensinar. e de quem aprende. que entrão na compozição das pa lavras. e clara explicação dos Termos principaes. Do uzo das letras iniciaes maiúsculas. Das Prepozições. . por isto ter connexão com a Orthographia. dos Accentos. e seu uzo. Passo depois a tratar dos Dithongos. porque para se escrever com acêrto he necessário saber lêr . e pronúncia. e perceptivel. quando se appli • Compuz. e tambem pela necessidade que della havia . ou parti culas prepozitivas. Das nossas Abbreviaturas. por prevenção. Dividi este Tratado em duas partes principaes. preferindo a clareza á concizão. Na segunda trato da divizão das palavras no fim das regras. e para saber lêr he mister a intelligencia dos Accentos para a recta pro nunciação. Das Consoantes dobradas. IX gras Orthographicas. e suas ex cepções na prática. que facilitasse aos me hinos a união das Consoantes com as Vogaes para a formação das Syllabas. e cada huma dellas em lições. pois atégo rº não tinhamos hum méthodo. Por esta breve. e finalmente das re gras geraes para o uzo de todas as letras. Começo por huma previa. da qual necessariamente deve re sultar que. do seu uzo. grande utilidade á Juventude. quando o julguei necessário. e clara expozição se conhecerá o méthodo fundamental. e de aprender a lêr o Portu guez. com que esta Obra está deduzida. cujo conhe cimento contribue para intelligencia das regras Or thographicas. e concluo com hum extenso Catálogo Alphabetico das palavras duvidozas na sua Orthogra phia. Da Pontuação do Período. exemplificando-as com muitos vo cabulos estabelecidos por ordem Alphabetica.

que a Mocidade se aproveite instruindo-se na Or thographia da lingua Materna. para assim poder preen cher perfeitamente nesta parte os seus futuros emprê gos na sociedade. e mais trato civil.X Julgo dar ao Público mais huma prova de patrio tismo com estas minhas novas Compozições. . dezejan do.

Letra. Artigo. Possessivo. O.g. Nome. Longa. Número Singular. Pessoal. que reprezenta hum som. Pre térito. Interrogativo. b. Oração. que uzamos nesta Or thographia. pa ra que melhor se percebão as suas regras. he a que faz hum som distincto.g. 1. Termos principaes. Pessoal. Líquida. Letra. Passivo. ou carácter significati vo. e Etymo logia. e Impessoal. Feminino. Género Masculino. Ultima. Declinação. Duplice. Ad jectivo. Monosyllabo. Simples. não tem som de Vogal antes de si. Capital. e Neutro. he huma figura. Semivogal.: a. 5. ou Appellativo. cujo conhecimento se faz necessário. ou Nazal. De todos estes Termos vamos dar as suas de finições. e Primeiras. Pessoa. Pronome. Impera tivo. Tempo Prexente. 6. ou Breve. he a que na pronunciação das Syllabas so póde soar junta com as Vogaes. Derivados. Numeral Ordinal. Verbo Activo. Próprio. Penultima. Re lativo. 4. são os se guintes. v. Antepenultima. Vogal. Reciproco. Analogia. Conjugação. 2. e que se póde pronunciar sem soccorro d'outra al guma letra. Preposição. Substantivo. Consoante. Letra Kogal. Modo Indicativo. Inicial. &c. Conjunctivo.: . . Período. e Futuro. Muda. he toda a Consoante. que na sua pº"" 2 C ? O. XI - —==><><===----— O R T HO GR A PH I A. v. Palavras compostas. Previa explicação dos Termos principaes. Letra Consoante. Conjunção. Polysyllabo. que se devem saber para intelligencia das regras Orthographicas. Infinito. Syllaba. 3. Letra Muda. e Plural. Dithongo.

cujo som expressa mos em várias palavras. g. Letra Líquida. 9. Letra Inicial. as que tiver a palavra de muitas Syllabas antes das tres ultimas. . • 13. e a que tem so duas chama-se Dissylabo. 17. Letra Duplice. 10.XII Orthographia 7. em que estiverem cha mão-se Primeiras. em que aca ba a palavra. a que fica antes da penulti ma. v. e z: o x vale por c s. v. que na sua pronúncia tem som de Vogal antes de si. Sexo. v. he toda a palavra. ou maiúscula. Penultima. como na primeira de Gósto. he a palavra que tem mais de duas Syllabas. ou a terceira contando da ultima para tras: Pri meiras. g. he a que se pronuncia com maior extensão de voz. que tem hu ma. que he Semivogal.: Fé. &c. he a Vogal so. Syllaba longa. ou Ultima: esta he sempre aquella. Monosyllabo. • 8. ou Antepenultima. Estas letras v. de que se for mou. 16. n. v. &c. Refluxo. ou Penulti ma. ou meia Vogal. são todas. : In-com-pre hen-si-vel. As Letras Duplices são a. he a que vale por duas Consoantes. he a que se pronuncia com me nor extensão de voz deprimindo-se a Vogal . Letra Capital. como na penultima de Passàro. so Syllaba. he a primeira por onde princi pia qualquer palavra.: l.g.g. Neaco. ou dobrada. Polysyllabo. 11. 14. 12. a que está antes da Ulti ma : Antepenultima . ferindo-se a Vogal com mais fôrça. de que se formou. ou acompanhada d' outras letras. que se pronuncia por huma so prolação de voz. O z vale por dois ss. Letra Semivogal. he toda a Consoante. 15. ou não se manifesta. e z pódem-se considerar no núme ro das Semivogaes. Pai. he a que na pronunciação per de a maior parte da sua fôrça. porque se combinão do s. he qualquer Letra grande. As Syllabas pelo lugar.: Influxo . Syllaba. Syllaba breve. m.

he o que se fór ma simplesmente de duas Vogaes.: Ignacio. elle. • 22. Dithongo simples. ou o concurso de duas Vogaes pronunciadas com hum so impulso da voz. • 23. ou de quem se falla. cujo.: Mão. Nome. que hum som.g. 20. ou pessoa.: Primeiro. &c. he o que se põem em lugar do Nome. e que póde entrar no discurso sem o soccorro d'outro Nome.__ Dithongo. tu. v. ou ser. 27. he o que designa. 31. ou Sylla ba. ou puro.: Branco. Numeral Ordinal. ou distinguir d'outra.: Cidade.queOração. v. 29. 26. Segundo. v. Nome Adjectivo. &c. v. Dvora. 30. he huma palavra appropriada a algu ma coiza. 32. he o circuito de palavras. para se conhecer. Substantivo próprio.: Homem.g. Nome Substantivo. Substantivo Appellativo . v.g. 25. g. he quando as duas Vogaes são ligadas com hum Til. que faz o Nome de hum para outro número em diversas letras. &c.g. São Pronomes Rela tivos: que. e tambem os Adjecti . XIII 18. Pronome. qual. he o que significa número por ordem. v.g. he a mudança. 19. Pronome Relativo. &c. |- 24. ou compete a huma so coiza. cuja. he o que sempre está junto ao Substantivo expresso. ou subentendido para desi gnar os seus accidentes. pensamentos. ou ella no Sin gular: nós.g. Previa explicação.: Cau-za. com he anossos exprimimos reunião de palavras ordenadas. Dithongo nazal. ou qualidades. ou designativo Pessoal. v. Prudente. v. he o que significa alguma substancia. he a reunião. que falla. e traz á memória o Nome precedente. ou ellas no Plural. que se dá a cada individuo.g. elles. e que não fazem mais. Rio. 21. Declinação. Pronome. 28.sentido hum Período.: Rei. vós. São designativos pessoaes : eu. he todo o Nome commum a muitos. he o Nome. he o que designa a pessoa. que fazem completo.

que fica dito antes. porque sempre na Oração referem seus antecedentes. ou possuidor. a. he huma particula. Verbo Passivo. v. em quanto ao Sexo. Singular. he a diferença do Nome.: Deos hc. v. he a donotação de significar huma. 38. que alguem pratica. que precede ao Nome. com que fazemos alguma pergunta.XIV Orthographia vos. elle. Pronome Possessivo. as. e Feminino. seu. e á negação de ambos chama-se Neutro. Os Artigos são dois: o. oração. v. que posta na Ora ção significa existir. vossa. e Cazo. teu. ou que recebe em si. Passivo.g. Verbo Activo.: Amo. 35. quem. v. Os números são dois. e serve de fazer conhecer o seu Número. g. São pronomes interro gativos: . que. . Reciproco. e da mesma sorte o Artigo a antes do Verbo enviei porque refere o Nome encommenda. he huma palavra. porque dizemos v. Gé nero. e todos nascem. Os Géneros são dois: Masculino. 40. &c. nossa.g. esse. tambem servem muitas vezes de relativo. que significa. he o que indica a posse de huma coiza relativa á pessoa. 37. he a expressão. evitando assim a sua repetição. obrar. Artigo. este. que denota huma so coi za. Conheci o perigo . que fallou? Qual delles foi? 34. vosso. tua. ou muitas coizas. ou são derivados dos pessoaes. &c. Pronome Interrogativo. a. Exemplos. ou soffrer. Número . g. he o que denota a acção.. Género. he o que expressa a accão. os. que alguem padece. nosso. amado por Pedro . qual. mas não o pude evitar. • 39.: Reino. significação póde ser Activo. sua.: Que foi isso? Quem he.: Reinos. quando designão algum Nome. para com os Grammáticos. Onde o Artigo o antes do Verbo púde he relativo por trazer á lembrança o Nome perigo. que era na voz activa: Pedro ama a Deos. minha. 33. Verbo. e Plural muitas. g. São | pronomes possessivos: meu. que fazem o Plural. O Verbo se gundo a sua&c. A vossa encommenda logo a enviei. Os Artigos o. 36. aquelle.

g. Modo Imperativo . 52. v. v. he aquelle. 54. que significa condicionalmente. Modo. v. v. v. ou menos próximos ao Prezente. Onde se vê.g. he o segundo modo do Verbo. &c. ensinar. terceiro modo do Verbo. que significa a acção. Pre: ente. que tres tempos: Presente. ou Reflexivo. 42. Abstem-se. he aquelle. a saber: 51. he todo o Verbo. escrevia. &c. Queixas-te. &c. e por isso contão-se cinco tempos. v. g. e Pessoas. v. cuja acção retrocede por meio d'algum Pronome pes soal. 53. &c. porêm como o Preterito admitte gráos mais. he a maneira de conjugar hum Kerbo em todos os seus Modos. Modo Infinito. Modo Indicativo. e restrictamente fallando não existem mais. Tempo.: ame. Os modos são quatro. Preterito imperfeito. XV 41. e Futuro . em que a acção se faz. escrevo. Verbo Pessoal. 48.: dei.g. que significa sem determinar fim. escrevi. a saber: 46. que significa a acção passada. he o diverso significar do Verbo. v. e acabada. que significa mostrando. 47. e se lhe falta alguns Tempos. que significa mandando.: ama tu.g. ou pessoa.: Compadeço-me. que a acção . Modo Conjunctivo. que significa a acção pas sada. ou mais remotos delle . quando ja lhe havia escrito.g.: amar. admitto. 50.g. 44. &c. que não determina pessoa. Conjugação. he o que está no modo Infinito propriamente. &c. 45.: dava. e acabada respectiva a outra tambem já passada.. Preterito perfeito. rogar. Verbo Impessoal. ensino. Verbo Reciproco.: Chegou meu irmão. 49. rogo. e acabada. &c. Preterito mais que perfeito. Tempos.g. rogue.: dou".: amo. ensinai vós. &c. chama-se Defectivo. Preterito. 43. rogue elle. v. Previa explicação.g. ou Fórmas. que está no modo Finito. he o quarto modo do Verbo. admitti. que significa a acção passada. mas que não se considera acabada. divide-se em tres. admittia. que actual mente se faz. isto he.

&c. admittirei. ou similhança de huma coiza com outra. Pedreiro. que precede aos Vocabulos. &c. e pronunciação. está passada. Analogia. As pessoas são tres no Singular: Eu. e da simples Amparo. escreverei. nem tu. ainda que sofra alguma alteração conforme o génio das linguas. he a palavra. Kos. &c. e tu. 58. ou similhança d'outras se tira a dúvida. Elles. '61. que se deduzem. Inutil com posta da Prepozição. Des fazer composta da Prepozição des. tambem ja de todo acabada. ou nega. v. he a diversa entidade do Sujeito.XVI Orthographia havia escrito. Desaggravar composta de des. v. &c. e tres no Plural: Nós. ou se derivão d'outras accrescentando. significa a acção. v. . e derivações. a que se faz por Etymologias. Palavras compostas. Etymologia. Futuro. são as que ordinariamen te se fórmão d'outras simplices. por ser a mais bem regulada. e do Verbo Ag gravar. Conjunção. In. he o mesmo. g.: eu. Ferraria. he huma parte da Oração. - 57. que duvidando-se da sua Or thographia.g.g. &c. e de Prepozições ajun tando-se entre si. 60. que origem. e serve para escrevermos com acêrto muitas palavras.g.: Contrapôr. 56. Pedrada.: de Mar deriva-se Marinheiro. ou de rivação d'alguma palavra. De Pedra deriva-se Pedreira. e da simples Util. e do Verbo Fa zer. ou se ajunta a elles para os compôr. g. 62. que se ha de fa zer. e par ticula indeclinavel . e do Verbo Pôr. Maré. Marinha. Pessoa. • • 55. que se compoem da propozição Contra. he a proporção. Derivados. Desamparo composta de des. falando-se da Conjugação dos Verbos. v. são as palavras. e da sua significação. &c. ou diminuindo. Elle . cuja regra he a melhor para o acèrto da Orthographia. Ferrador. e acabada antes da acção chegou. ou separa v.: eu. Preposição. 59.. ou mudando algumas letras. De Ferro deriva se Ferragem. e assim immensas outras. pela proporção. g.: eu. Tu.: darei. ou tu. que ajunta as ou tras. v.

1. A segunda da divizão das palavras no fim das regras. Ou… he a parte da Grammática. Diz-se. da Pontuação do Período. e mostrarmos a distincção. que significa escrever. a qual terminará com hum extenso Ca tálogo Alphabetico das palavras duvidozas na sua Or thographia. e Divizão. que ensina a escrever com acèrto. e variedade desta Obra. - . que significa directo. das nossas Abbreviaturas. e a cada huma destas partes ajuntarei as regras. dos Accen tos. Definição. OU METHOD O FACIL. e das Prepoziç es. A primeira tratará do uzo das Letras. A . e de Grapho. E BREVE DE ESCREVER CORRECTAMENTE A L ING U A P O R T U G U E Z A. como se dissessemos /Sciencia de directamente escrever. e pronúncia. para bem reprezen tarmos as palavras. que lhes forem rela tivas. como se verá pela continuaçao. e da formação dos Nomes ao Plural. ou traz a sua origem das palavras Gregas Orthos. Em duas partes principaes divido a Orthogra phia. P R I ME IR A PARTE. e união das orações. . dos Dithongos. - 2. ORTHO GRAPHIA. da Synalepha.

g. e pronunciar a Syllaba com tom baixo.: Dúvida. ou Circumflexo. Accento Circumflexo. Grave.#2 Orthographia L I Q À O I.. Accento he o tom.: Passàro. que se faz assim (á). serve para deprimir a voz. Emprégo. Accento Agudo. Accento Grave. são tres. &c. he o que par ticipa dos sons. &c. 4. &c. e em outras com meio tom: daqui vém.g. ou médio. v. Uzo dos Accentos.. São os Accentos os directores da pronunciação. Cérco. 7. e por isso o seu uzo he mais frequente. ou signaes. Tempero. e necessário nas palavras dubias.g. Cantãro. em outras levemen te. porêm este Accento na nossa Ilingua he escuzado aclarar-se. Créco. v. conforme a pro . que indicão as diversas infle xões da voz. por não ser o domi mante. &c. que na pronunciação das palavras damos a cada Syllaba. serve para fazer soar a Vogal com tom alto. e breve. e longo na pro nunciação tão.: Pára. e nunca haver dúvida nas Syllabas baixas. e breves. que os Accentos. e por isso a Vogal sôa com meio tom. que se faz ao contrário do Agudo desta sorte (à). e do seu uzo para acerto da pro nunciação. carecem de Accento Agudo. v. v. e Circum flexo. Tós • 5. Agudo.: Acórdo. g. 3Dos Accentos. • 6. da Syllaba . 3. que escrevendo-se com as mesmas le tras pódem cauzar dúvida a sua diversa significação. Fórma. e Grave desta sorte (â). E porque em humas ferimos a Vogal com maior fôrça. e das figuras dos dois Accentos Agu do.

Tórto. As linguagens do Futuro d'alguns Verbos pre cizão de Accento.: Amara.g. quando for necessário. que tiverem a ul tima Aguda. porque se escrevem com as mesmas letras em ambos os tempos. ou menos alto conforme a pronúncia. Da mesma sorte estas linguagens Estás. do Verbo Estar precizão de Accento para diferença. Tórtos. Da. e a mesma no Plu ral muda para aguda. Catástrofe. . Temos na nossa lingua muitas palavras. onde sem necessidade nun • 9. ou ozo.g. Estu diózos. Compóstos. v.. Formózo. 13. porque a Syllaba do minante ca he ao Penultima. e acêrto da pronunciação. . 3 núncia for mais.: Póvo. ou Ouvirá. &c. Formózos.: Acrimónia .. deve-se. &c. e Dá segundas Fórmas do Prezente do Indicativo do Verbo Dar Em o Nome Nó. Fricassé. v. e deste modo tiraremos a diferença d'outras muitas. duas Syllabas breves. e o Circumflexo. porque indicão o tom mais. Manná. Suppôsto. em que a Vogal da Penultima Syllaba se pro nuncia no Singular circumflexa. Linhó. e tambem nos Adjecti vos acabados em osto. e assim em outras mui tas para auxilio. Esquálido. &c. Fórma. 10. que os Accentos Do minantes na lingua Portugueza são o Agudo. e em Más Plural de Má. Póvos. Está. aclarar o Accento. dos pronomes Esta. &c. Tremó. ou Amará. que . . Café. porque pódem ser Duvída. v. Suppóstos. aclara-se o Accento . ou menos alta. Em Dás. Primeira Parte. Estudiózo. Bálsamo. - 12. 11. No.: as do Preterito não carecem de Accento expresso.g. Estas. &c. Do que precede se deduz. A . Ouvira. Gallé. para distincção das Prepozições Das. Córpos. v. &c. Compósto.. v. Tafetá.g. Lera. e que só estes se devem aclarar. se aclara Accento. Córpo.: Alvará. ou Le rá. e o mesmo nas que tiverem as ultimas. para diferença das do Preterito. Emprego.. • 8. Finalmente tambem se aclara o Accento nas palavras. . Nas palavras Pollysyllabas. e de Mas Conjunção adversativa. g.

Contínuo.4 -Orthographia ºpódem ser consideradas como Nomes. JDuvída. Érro. Escóva. Annuncio. Dizimo. ou como Verbos. Beatifico. Animo. Desfólho. Escóva. como mostra o Catálogo seguinte. Acórdo. Equivõco. Erro. . Abobóra. Emprégo. Arvore. as quaes se distinguem pelos Accentos. Cérco. Bórra. Verbos. Cóbro. Annúncio. JBastáô. Nomes. . Émprego. Anímo. Beatífico. que pódem ser consideradas como Nomes. Continúo. Contrário. }írculo. Catálogo das palavras. Cóbro. Desfólho. Depózito. -Adúltera. Bórra. Equivóco. Articulo. conforme se pronunciarem. Arvóre. -Abóbora. Alívio. Depoxíto. Alivio. Circúlo. Cérco. Cátão. Dúvida. -Acórdo. Catáó. Bástão. -Artículo. Adultéra. Dízimo. ou como Ver pos. porque em ambas as accepções se escrevem com as mesmas letras. Contrario.

Lástima. Régia Regía. Máquina. Numèro. Pronuncia. Olho. ave. Prospéro. Idólatra. - . cidade. Féz. Verbos. Exercíto. pequeno estado. Pronóstico. Injúria. Régo. Ôlho. Líquido. Júbilo. Pronostico. Régulo. Formáõ. Liquído.-- Mágoa. Gózo. # Péga. Especifico. Exército. Pará. Lastima. Prático. Féz. Pronúncia. Jógo. senhor de hum Regúlo. * . Idolátra. Habíto.. ### ### Prática. Pratico. Gósto. Intimo. Princípio. Pratica. Específico. Mólho. Magôa. Fórmão. Nomes. Maquína. Intimo. cidade. Provído. Jubilo. Ofício. Público. Injuría. Primeira Parte. éga. Principio. Gósto.. Publíco. Próspero. Officío. Mólho. Gózo. Rêgo. Hábito. Jogo. Número. Próvido.

&c. &c. Pelo precedente Catálogo se vê a necessidade do uzo dos Accentos." 16. Renúncia. •{ !Sópro. • Socêgo. J'alido. Tóldo. Vómito. ainda que tenha muitas Syllabas.Sóldo. Rólo. Tresdóbro. quando seja necessário. Tropéço. que temos feito se \ . Pégada. e a mesma concorre em todas as palavras susceptiveis de se tomarem em duas acce pções. ' Tresdóbro. 15. $#no. Tóstão. Kérga. • Kérga. Arêa. Ródo. . o qual nunca deve preceder à Syllaba Antepenultima. P’álido.Sábia. . Témpera. • . sobre a qual póde ter lugar o Accento expresso. Sópro. * * . . Fevólto. Verbos. Renúncia. porque so huma he a predomi nante. Revólto. como nestas: Arca. 2ólo. que em nenhuma palavra se aclara mais. Tostáó. que hum Accento. . He necessário aqui advertir. Rógo. ASocêgo. $#…. |. Rógo. Tóldo. * * Tómo. Fória.Séllo. Tempéro. Tómo. Besta. |.6 Orthographia Nºmes. . 14. Remólho. • Sóldo. • P'omito. 2êlo. • María. Bésta. . Ródo. |. . …" Sabía. conforme se pronunciarem. _> JRólo. Tempéra. • • Tropéço. . Pegáda. De todas as observações. Sello. Tempéro. • Remólho.

he huma figura. v. e a quan-- tidade das Syllabas. ou Magóa. 13. Primeira Parte. que acabão em Vogal. .. Uza-se frequentemente desta figura depois das. confundindo a verdadeira significação das palavras. infere. &c. com tudo não succede assim aos Estrangeiros. e ainda que no precedente. 7.: Póde. que: n'outro alugar mostrar se pódem diferença escrever sem elle. Prepozições. Julgo ter mostrado sufficientemente a utilida de dos Accentos. g. porêm não he meu intento persuadir. que são duas as razões. que se faz como huma virgula. Fórma. &c. que se uze delles indistinctamente. d'Almeida. Primeira para evitar equivocos. desta. ou Pode. vra immediata. e que são indispensaveis em muitas palavras. e a palavra se-- guinte começa tambem por Vogal. de Almeida. e denota elizão. de Evora. 17. em lugar de se di-- zer. porque se deve uzar dos Accentos. mas sómente na quellas. ou Apostrophe. Da Synalepha. ou Fórma. E ainda que os Portuguezes facilmente determi nem pelo sentido a significação das palavras. ou mu dar o sentido das palavras. em todas as Syllabas predominantes. o que necessariamente não acontecerá se as acharem escritas com os devidos Ac CelltOS. d'Evora. ou suppressão de huma Vogal. foi para. e dú vidas: segunda para dirigir. : d'Al-- ma. da pronúncia. Grammatical.g.. pelas razões expendidas. e escrever da Alma. e auxiliar a pronuncia ção. por se lhe seguir outra no principio da pala-. Catálogo uzei do Accento em alguns Verbos. sorte (d’). v. Synalepha. que a sua falta póde causar dúvida. • Y **A* L I Q À O II. Mágoa. • 19. para os quaes he indifferente pronuncia rem.

a. por me-o. porque então perdem a Vogal e.: Montagraço. aquelle. de este. isso. dos. disso. to. &c. ou supposta em alguns nomes compostos. ella. &c. quando se antepoem aos Pronomes elle. como tambem por cauza da medição do verso. Port'alegre. de-a.g. d'esta. Nos Pronomes me. e se pronuncião ambas as palavras. Vinte e oito. 22. Fonte-arcada. 24. os. lho. v.8 Orthographia &c. • 23. &c. te.g. quando se junta com os Artigos o. esta. 20. Igualmente perde a Vogal e a Prepozição de. ou absorber a Vogal. Porto alegre. em vez de elle. Carregarão-me-a. d'aquella.. d’ella. Monte-alegre. em que termina a primeira palavra. porque duas Vogaes assim juntas fazem máo hiato. &c. d'essa. e a substituimos com a do Artigo. porque se absorbe a primeira. este. como se fossem hu ma so. . ma. Montale gre. porque dizemos: do. para evitar o desagradavel hiato. Font’arcada. isto. Carregarão-ma. que está antes d'outra sem Consoante no meio. Finalmente o uzo da Synalepha assim na pro za como no verso consiste em calar. essa. quando entre duas palavras o exigir a pronuuciação. de-os. das. Vin t’oito. desse. &c.: Entregarão-mo. esse.. ta. de esta. de ella. de-as.. de essa. lha . de esse. a. me-a. d'aquillo. No verso uza-se do Apostrophe. • 26. Tambem uzamos da Synalepha expressa.. onde fazemos suppressão da Vogal. em lugar de Entregarão-me-o. quando se lhes seguem alguns dos Artigos o. da. Pela mesma figura a Prepozição de perde a Vogal. pouque dizemos: d'elle.. d’este. ou abertura da bocca. e a que se segue começa por outra. aquella. as. porque não dizemos Monte-agraço. e a segun da começa por outra. aquille. Montagudo. porque dizemos mo. d'aquelle. quando a pri meira parte componente acaba em Vogal. 21. Monte-agudo. lhe uzamos da Syra lepha. d'isto. quando hu ma dicção acaba em Vogal. v. em lugar de de-o.

. .. . . 9 L I Q À O III. . Minusculas. . ou menos segundo as linguas. . . f'. . .. . . . . sua divizão. éle. e natureza. • # . 26.. k . . . . . # • p • • . . . e . J . .. .. . ou zeta. .. Zé. 7" • • • • • • C?"TC S. .. . . . X . . A serie das Letras estabelecidas em ordem são mais. cujas figuras. . . Primeira Parte.té. .. . 4 . . . ca L . } • • • • • • • O .. B . . . . . . 3 • • • 7 • • • • • • éme. * . b . Maiúsculas. . .é. . .. . . * . . ... . • • • • • • • &< • • • • • . Fig. * . Fig. ! . . . . e no º mes mostra a taboa seguinte.y . . { :::::::: . K . ... *. ypsilon. ... . . . . éfe. que.) • • • ji. ALPHABETO PORTUGUEZ. .ó. . . . . . . be. ris. . . . . . m . ... Das Letras. . e suas pronun ciações. .. . . vi. . . . . . * .. .. . .. . . . . . . .4 . éme. .. .. . . .. . Cl. . . . . ou caracteres. . . . nomes das duas primeiras letras da serie vocal grega . . . . .pe-. Consta o Alphabeto Portuguez de vinte e cinco letras. . . . • • • • • • • • • • • • . . ou Abecedário dos nomes das tres letras do nosso A.. . . cé. Nomes. . . . s .a . . . ésse. . . . . e Beta.. . . . . ?: • • d .. .. . • • • • • C . gé. . . ... . • X . . . . . É . . .. . . . Esta serie denomina-se Alphabeto de Alpha. B. . M.. . • ... C . . .. .. agá.. C. dé. # • • • • • • -J . .

A letra k he escuzada no Portuguez. l. &c. i. g. e pódem por si so. Syllaba. l. v. j.: Exemplo. Entre dois e e sôa z. ko. m. q. - 33. t. Xadrez. Aproximação. 31.g. ku. e cha mão-se assim.. porque não pódem formar Syllaba sem ferir. sôa como ka. Exercito. ou nota d'aspiração. v. he admissivel em palavras d'origem grega. 28. &c. v. "u sôa como sa. que so tem lugar antes de a.g. u. porque o são de sua na tureza.g. As Consoantes dividem-se em Mudas. que verdadeiramente não he letra.: Eixo. &c.: Proximo. Existencia. e z nunca se escrevem dobradas.g. A letra a tem em Portuguez mui diversos sons. v. A letra g antes de a. g. Peixe.: Trouxe. r. Entre as Vo-. e antes de e.: Exacto. ou dos dentes. Todas as mais são Consoantes. y. a. 10 Orthographia 27. si. . e tambem no meio de muitas palavras. o.: Complexo. n. ?…. por hum impulso da voz. sons não se poderião formar sem o h. constitue humas letras compóstas. Tambem pronunciamos o aceomoss. d. e sómente se deve uzar no meio das palavras. gaes o isôa como c. Existir. e antes de e. v. Trouxeste. c. e chamão-se assim. u sôa como gue. cujos. o. m. como: Xavier. su. i sôa como se. Exercer. As Mudas são b. e da mesma sorte em muitas linguagens do Verbo Trazer. dos beiços. porêm precedido d'alguma das Consoan tes c. 2. Convexo. Destas exceptua-se o h. e do mesmo modo entre diversas Vogaes. v. s. . o. ou tocar a Vogal. p. &c. u.g. A letra c simples antes de a. &c. so. Pyramide. &c. Às letras x. Exame. porque representão sons proferidos. o. º que se pronuncião exemplo. v.. Faixa . • • • • 32. e o y: grego so. formar Syllaba. Semivogaes f. - 30..g. v.: Chrysostomo. i sôa como j. exercito. No principio da palavra sôa aris. ou valores.g. v. Destas letras seis são Vogaes a. e. sem o concurso d'acção da lingua. ezercer. mas figura. 29. &c. O g cedilhado. &c. e Semi vogaes. Outras vezes vale{ c s.: Synta are.

Abril. •••••••••••••••••••••••••••••••••••• L I Q À O IV. Rapaz. &c.g. - 42. E entre Vogal. ou r depois d'alguma letra muda. Guerra.: Reflexivo. desta sor te Crucifiço. e o l. &c. Thalia huma das nove Muzas.: Archanjo. v. &c.: Manha. Th. A letra z sendo a ultima da palavra sôa como s.g.: Amaro. v. &c. sóão r.g. &c. que sôa como x. Rhe tórica. Theatro. como em o Nome Felix.: Cruz. 40. t.g. &c. e Consoante sôas. Das Consoantes fazem-se líquidas { antes de l. 38. Guindaste. Primeira Parte. quando fórma Syllaba com Vogal sôa como nhé. v. v. &c. Estranheza.: Juarta pozição.: Quanto. Das Letras líquidas. Lh .g. Nh. Linha. v. v. Quociente. Quinze.g. v. 37. These.g. Ph sôa f em palavras d'origem grega. v. &e. e do mesmo modo sendo a ultima Íetra da palavra. Na nossa lingua temos vários sons simplices. pre. Orthographia.. Derivar.: Chamar. Geographia. 36. Rh. Che gar. excepto em palavras compostas das Preposições de. g. Ch. e são os seguintes. quando fórma Syllaba com Vogal sôa como lhé.: Rheno rio. 35. g. Aranha. O r tambem se faz líquido entre Vogaes.: Lhaneza.g. Sexta. v. &c. Archivo..g. g.. e al gumas vezes depois de g.. Refrendário.g. 11 &c. - 34. Clamor. v. mas escrevem-se com duas letras. Chover. v. A letra u depois de q he sempre líquida. para os quaes não ha figuras. Mulher. Molhelha.: Physica. 39. Parocho. &c.: . 41. v. Em a palavra Crucifixo pronuncia-se o a como g. ou r. Chiar. Cherubim. pro. Ar chétypo. v. &c. Chupar. e em palavras d'origem grega sôa como k.

He líquida a primeira Consoante. Mão.: Irmãa. e por isso o til deve-se pôr sobre a primeira das Vogaes. Na lingua Portugueza os Dithongos são pro nunciados fazendo-se sentir os dois sons ligados. Ama ráó. &c.: Relapso.. &c. . &c. •••••••••••••••••••••••••••••••••••• L I Q À O V.. e do mesmo modo todas as mais. Dos Dithongos. Accrescimo. que se deve pôr sobre a primeira. que o uzo ensinará. Os Dithongos nazaes so tem a primeira Vogal nazal. Aggravar. Tostões. em que hum so r fere a Vogal com som forte. excepto nas lingua gens do Futuro. 43. e quasi sempre o primeiro da primeira Vogal he o do minante. &c.g. que he. e qua tro nazaes. para diferença das do Preterito. Addir. &c. Sciencia. mister mudar o til para a ultima Vogal. Prerogativa. Ensinarão. por motivo do Accento. ou nazaes. ou breve. quan do são formados unicamente de duas Vogaes. v. 47. Os Dithongos são simplices. v. Prorogar.g.12 Orthographia Dcrogar.g. 45.: Amarão. Ensinaráô. e tambem no meio v. e im próprios. &c.. e a segunda surda. Annel.: Abbade. As letras p.: Psalmista. que terminão no Dithongo do. ou puros. v. s são líquidas no principio da pa lavra. 48. Temos dezeseis Dithongos: doze puros.g. Pães. quando as duas vogaes são li gadas por hum til. das que se dóbrão.g. #### Escreve ráó. Accento. 44. v.. como mostra o Mappa seguinte. 46.

. . . teu . . o qual so se emprega na palavra Mãi. Exemplos. Exemplos. 13 Mappa dos Dithongos Portuguezes. mordeo. Passeio.. "O20 .. ou éo . abrio. o? . Sa .. . capitães. . 64)"Cl ? genra. baixo. CV14 . 49. doe. . --> -3 • < OC • • • • • • • • • acçoes. . • y / eo. . sem pre huma sôa distincta das outras duas. . . . Dithongos nazaes. . foi.. u? .: Alfaiate. . . . mação. . pao. . . fugio. ou óe . . . pauza. véo. . . váo. Ctb . saibo. eu . dou. ei . -3 CIC -> • • • • • • • • • lâa. 61. . . .. . . . g. .. P não obstante terem é aberto. . 50. meu. não obstante terem á aberto. muito. alemães. . e no seu Plural Mäis. e sendo huma dellas i. . -3 -3 -3 *GO • • • • • • • • • mao. Tambem temos o Dithongo nazal āi. ouvir. o . . faz Dithon go com a antecedente.. . . . dispoem. . arpéo. Primeira Parte.. .. . . . . . .. . taes. e nas que tem origem grega não se encontra. .. as quaes con stituem Dithongo. . v. . . deo. . . cauza. seu. . páo. Na lingua Portugueza não ha Trithongos. . occa%20es. naturaes. . Não ha no nosso idioma Dithongos constitui dos com y grego. . por ser esta letra inadmissivel nas palavras Portuguezas. |- oe. heróe. .. cuido. .. pois. . . poem. . porque quando concorrem tres vogaes seguidas. Dithongos puros. C16 . . .

O Dithongo ou o mudamos em muitas pala vras em oi por ser mais conforme á pronunciação mo derna. &c. ou do Imperativo põe tu. O uzo destes Dithongos he duvidozo. a qual he em põem terceira pessoa do Plu ral no Prezente do Indicativo do Verbo Pôr. . 55. mas a segunda he su bordinada á primeira. e menos forte. Dois. Dous.g. &c. Generaes. Esta differença conhece-se mui bem na pronunciação.g. porque ambas as Vogaes são nazaes. Orthographia loio. v.. Oiro.: Amaral. que no Singular acabão em al. v.: Ouro de Aurum..14 |. Noite.g. Thezoiro. Coirama. Coiro. &c. Douzo dos Dithongos ae. 52. e em outros oi corresponde me lhor ao radical latino. que a pronún cia substituir i por u. 54. e esta he a dif ferença de põem Plural. Dissemos acima. e ai. que se pronuncião Alfai-ate. e no Singular JOC • • . &c. Passei-o. ou bre ve. Amaraes. Loiro. &c. &c. já estão mui torcidos dos radicaes la tinos. e para tirarmos a dú vida. por transpozição de letras. por te rem hum som quazi similhante. e a segunda surda. v. &c. será regra escrever com ae os Pluraes dos No mes. General. e isto porque sempre foi lícito mudar a pronúncia aspera em outra mais suave. Thezoira. que os Dithongos nazaes tem a primeira Vogal nazal. em lugar de Cousa. e põe terceira pessoa do Sin gular. do que ou . Dous de Duo. que os an tigos escrevião com ou. Louro de Laurus. Cardiacs. Além do que alguns dos vocabulos. que será regra escre ver oi. v. e na Orthogra phia. porque no Plural escreve-se põem.g.. Sa loi-o.: Coiro de Corium. Couro.. • • 53. e não ou em todas as palavras. porêm o Diihongo ôe oferece a esta regra huma excepção. que tem so a pri meira Vogal nazal conforme a regra. Do que precede se tira. Cardial.: Coiza. e que hoje se pronuncião ge ralmente oi..

que na pronúncia constan te da nossa lingua terminão em som mais fechado escrevão-se com co. e fazer cada huma Syllaba de per si. nas quaes a Vogal i he a Syllaba predominante. Lembrais. &c. &c. Fen . e no Adverbio Mais. Tainha. Primeira Parte. e Animais segunda pessoa do Plural no Pre zente do Indicativo do Verbo Animar. • 57. e eu por terem ambos o mesmo tom circumflexo. Devemos porêm advertir. 56. 59. que desfaz o Dithongo. e as que terminarem em som mais aberto.: Animaes Plural do Nome Animal. Esti mais. Ensinais. 15 e os Verbos com ai. Esta dife rença se conhece claramente em Táboa.g. e onde suppomos o Accento prozódico. 58. Cais. Mingoa. ou cu. Com a ob servancia desta regra se distinguem os Nomes dos Ver bos. Das palavras que devem terminar nos Dithongos ] co.: Aprendeo. . que na pronún cia se confundem v.. Tambem empregamos o Dithongo ai nos Sub stantivos Indeclinaveis Arrais. Para tirar a dúvida obser varemos a seguinte * Regra. em que o u he naturalmente agudo. que as duas Vogaes ai pódem concorrer em huma mesma dicção. Todas as palavras. 60. g. v.g. G Mingua. como nestas: Rainha. Fazendo pois applicação da precedente regra. que terminão nos Dithongos eo. sem for mar Dithongo. acabaremos em co as ter ceiras pessoas do Preterito dos Verbos da segunda Con jugação. Comco. Rogais. fundada na pronunciação. escrevão-se com eu. e Tabua. Salvais.: Amais. e com particularidade aquelles. He duvidoza a Orthographia das palavras. o que não tem o o. Bainha. v. porque o u tem natural tendencia para agudo. Escreveo. e longo.

ou de u. Recebeo. v. e Eu primei ra pessoa terminão em u. Coripheo. Pedio. &c. &c. Phariseo. e deste modo conservamos a unifor # e simplificamos nesta parte a nossa Ortho graphia. Chama-se letra inicial a primeira de cada pa lavra.: Athco. Repartio. •••••••••••••••••••••••••••••••••• L I Q À O VI. Orpheo. 64. Servio. Deve começar por letra inicial maiús cula a primeira palavra de qualquer discurso por es CritO. 62. como Abrio. Gemeo. e formozura dos discursos escritos.16 Orthographia deo. Réo. ou maiúscula para dis tincção. Seguindo neste ponto a Analogia tirada da pronúncia. Subio. Seu. 63. Teu. Macabeo.. &c.g. mas será mais análogo já pronúncia acabarem tambem em o.: Arpéo. Todos os Nomes proprios Substan . 61. Jubileo. que terminão no mesmo som dos referidos Di thongos. ter ceira pessoa do Preterito do Verbo Dar. e Adjecti vos. para o que se observaráo as seguintes regras. A Orthographia exige. que a primeira letra de certas palavras seja grande. Céo. Quanto aos Nomes Substantivos. Proteo. 66. em que o Dithongo eo tem a Vogal é aberta não póde haver dúvida. Das alavras 2 ue se devem escrever com letra inicial maiúscula. &c. Nas palavras. que tem o infinito em ir. clareza.g. Pompéo. pódem tambem acabar em o as terceiras pessoas do Preterito dos Verbos. Os Pronomes Meu. Ferio. póde-se uzar de o. por ser conforme á pro nunciaçao. Véo.. Breo. Tremeo. Primeira. 68. 65. 67. Mantéo. v. Judeo. Camafeo. e Deo. Segunda. e final a ultima.

As cidades de Lisboa. As pro vincias da Beira. de lagos. e o mais famozo Vulcão da Europa.: Anna. As villas de Se tubal. Alemtejo. Sul 3 Noroéste. o da Fspichel ao Sul. Cecilia. &c. &c. ou Evorense d'Evora. appellidos. v. &c. Os mezes de Janeiro Fevereiro.. Castelhano de Castella. &c. &c. &c. &c. Baltico. 70. 71. Thomar. Coim bricense.g. o monte Caucaso (b). &c. e o de Ortegal ao Norte#" Galliza. ou signos Cancer. Coimbra. &c. de virtudes. &c.g. Es perança. Os pri meiros são Adjectivos Patrios. &c. v. &c. Os sobrenomes. e dos mezes. ou Conimbricense de Coimbra. 69. ou derivados de Appellativos (a) O monte Olympo he na Thessalia provincia da Grecia. &c. v. As virtudes da Fé. (e) O cabo da Roca fica ao Norte da barra de Lisboa. de Harlem. Faial.g. As ilhas da Madeira. Francez de França. Bartholomeu. os segundos Gentilicios. Capricornio. ou sejão próprios. Os ventos Norte. e rios. e o de Harlem na Hollanda. Terceira. e alcu nhas. Quarta. Povoa. ou sejão de homens. ou promontórios. &c. g.: os reinos de Portugal.. 17 tivos começão por letra grande. o monte Etna (c). Ou sejão de rei nos. Os lugares de Car nide. Quinta. e Caridade. .: os mares Oceano. &c. cidades. As constelações. Santarem. - (c) O Etna he na ilha Sicilia. Christovão. villas. de Ortegal. os lagos de Briença {}.: Lisbonense de Lisboa. Primeira Parte. de ca bos.g. &c. &e.g. Estremadura. provincias. Doiro. Ignez. Mea diterraneo. ou de mulheres.: o monte Olym po (a). ilhas. Guadiana. - (b) O Caucaso he hum famozo monte de Mingrelia provincia d'Asia na Georgia. Castella. &c. e lugares. Os nomes Adjectivos derivados de nomes próprios tambem se devem escrever com letra inicial grande. (d) O lago de Briença he na Suissa. de Espichel. Tambem se escrevem com letra ini cial maiúscula os nomes de mares. Madrid. Loires. Terceira. França. Portuguez de Portugal. Sagitário. de ventos. Eborense. v. Os rios Tejo. Ou sejão próprios de montes. v. de constellações.: Alexandre. v. &c. Os cabos da Roca (e).

e titulos. &c. Duque. &c. Pocsia.g. v. Imperador. 76. Marquez. isto he. Grammática. Musi ca. não se falando com as pessoas. Arithmética.: Possa Santidade. Marqueza. letra pequena. Infanta. escreve-se com letra pe quena. Illustrissima. &e. Reitor. 18 Orthographia devem-se escrever com letra grande. //..g. Aranha. g.: a mageStade. 73. Infante.: Almeida. Kigario. &c. Sexta. 72. isto he. Forcellencia . v. Bisconde. v. Reverendissima. Vos sa Magestade. v. Filosophia. Sobrinho. Castro. Alerce. Rei. v. Principe. porêm fóra deste sentido. Conde. Tambem se devem escrever com a . Os Nomes de sciencias. quando se fala com as pessoas. F. que designão os gráos de parentesco de hum parente para outro. Abbade. Provizor.g. &c. v. mas fóra deste respeito. F. &c.. po rém quando se falla indiferentemente póde-se escrever com letra pequena. hum principe d'Alemanha. e do mesmo modo os femininos Imperatriz. O mesmo se observa nos nomes. &c. hum irmão de Antonio. g. Oitava.. a illustris sima. Irmão. não precizão de letra grande. Primo. Prior. Tio. e Kisconde. g. Bispo. Senhoria. que sejão o objecto. Astronomia. ainda que são Appelativos devem-se escre ver com letra grande.: meu Pai. a carcellencia. Princeza.: Pontifice. Patriarcha. Arcebispo. Jº. 75. Rai nha. Cardial. as pintu • / 74.: as grantináticas. Todos os nomes de dignidades.: Theologia. K.g. mas quando se tornão communs escrevem-se com as ras. Pintura. v. Mascarenhas.g. Duqueza.. Barão. cargos. &c.: o pai de João. v. Silveira . e artes tomados em sentido individual. Architectura.g.. ou politica. v. Salda nha. poesias. Sctina. de que se trata escrevem-se com letra grande .: houve hum imperador em Ro ana: hum rei de Judéa. &c. quando nelles se respeita ás pes soas. Vossa Alteza . Os nomes que designão os tratamen tos escrevem-se com letra inicial maiúscula. &c.

2. 79. e os temidos Almeidas. principiar cada verso por letra gran de. . seguindo-se alguma sentença. quando respeitão as pessoas. Albuquerque terribil. como se vê nos seguintes do nosso immortal Ca Ii] OGS. que nos Reinos lá da Aurora. Primeira Parte. Paulo: Fé sem obras. a pri meira palavra de qualquer discurso.° Principia-se por letra inicial maiúscula. das corporações. Nos versos he costume. As regras que deixamos estabelecidas ácerca do nosso systema das letras iniciacs maiúsculas.: diz S. Nona. ou admirativo. pó dem-se reduzir aos seguintes pontos. E outros em quem poder não teve a morte. v. a Illus trissima Companhia dos Vinhos do alto Doiro.: a Igreja. Vossa bandeira sempre vencedora: Hum Pacheco fortissimo. g. para melhor segurar a sua distincção. e os Adjectivos derivados de nomes próprios. 77. das com panhias. 3. 19 primeira letra grande os nomes dos tribunaes. B 2 . quando depois delles se refere por palavras for maes. 1. o Érario. e individuaes. não sabe fallar. ou que particularizão. v." Os Appellativos. ou sentença d'alguem. por quem sempre o Tejo chora. e de dois pon tos. Castro forte. e o mesmo depois de dois pontos. que se applicão individualmente. o The…ouro Público." O mesmo depois de ponto final. a Universidade. o dito. a Academia das Sciencias. he Fé mor ta. &c. ou dito d'al guem. 4.g. O mesmo se pratica depois de ponto interro gativo. o Supremo Tribunal de Justiça. Finalmente principia-se por letra gran de. e assim todos aquelles. 78. depois de ponto final. • Nem deixaráô meus versos esquecidos Aquelles. Se fizerão por armas tão subidos. . a Junta do Commércio. Dizia Seneca: Quem não sabe calar ." Todos os nomes próprios. . . Recopilação.

ou anti. sub. Entra na compozição de muitas palavras. que de notão falta. A . como tambem para descanço da vista. Dd3 Preposições . in. 80. inter. pro. • 84. ab . Aguerrido. ou Ver bos fórmão com elles outras palavras.g. Deve-se notar. com . re. sobre.° Todos os nomes. A . ou inten sidade. de. Entrão na com • . prolongação. extra. Estas Prepozições ligadas a Nomes. 6. E como o conhe cimento do seu valor he mui essencial para a recta intelligeneia das palavras compostas. 83. &c. ." A primeira palavra de cada verso. vamos tratar de todas por sua ordem. ou radical. de que se trata. huma da simples.: Acommetter. e outra da Prepozição: esta faz. eae. contra. ob. Ab. ou particulas prepozitivas. v. que " … entrão na compozição das palavras. ou abs. retro. que particularizão. per. e. trans. e do mes mo modo a primeira de cada regra do elogio. pre. de que se compoem. porque constão de duas partes. ou particulas prepositivas. denota addição. a qual se can çaria na leitura se as letras fossem constantemente iguaes. do que a simples. circum. de que fazemos uzo na compozição das palavras são as seguintes. ou que fazem o objecto principal da matéria. ante. . Avezar. que a palavra composta signifique mais. auzencia. que as letras maiúsculas con correm muito para clareza. e distincção dos objectos. ou menos. • L I Q À O VII. ad. 20 Orthographia 5. suppressão. As Prepozições. que se chamão compostas. 85. di. 81. e abs são Prepozições latinas. an . • • 82. . ou con. des. dis.

v. Antecamara. v. e sempre se escreve inteira. &c. e jun ta a vocabulos. denota pozição em frente. ou por h perde a Consoante final.: Annular. entra na compozição de muitas pa lavras. &c. designa adjunção. que principião por Vogal. 88.g..g. Ante passado. te Antipodas. e tambem antecedencia. Abster.: Abrogar. que mu da o d em c..g. em Attender. &c.: Adjun to. • 89. &c.: Circumcidar. adversário. em Affirmar. Antipapa.g.g. Corres ponder. e por isso se escreve com dois cc.: Anteparo. Prepozição .. &c. v. indica relação de companhia.g. outras vezes conserva o n.: vol tado contra o Oriente. por uzo. &c. &c. em t. Coherência. &c. v. v. Cohibir. &c. contrário. Antepenultima . porém outras vezes denota contra. Correlati vo. ou de união. Ante. 86.: Cooperar. Adventicio. Abstinencia. ou opposição. porêm na compozição escreve-se junta com a palavra simples.g.: Composto. que designa a pozição fronteira. • • • 90. &c.g. Ablu ção. Admoestar. v. e sem mudança de letra. Adverbio. e muda o e em i.: Antichristo. que principião por r muda o n em r. em Applanar em p .: Ambiguidade.g. &c. Circumcizão.. opposto ao Papa. v. v. Conjuges. e unida a vocadulos. mo vimento dirigido a hum termo.. ou fim. Circum. Correspondencia. na compozição algumas vezes muda o n em m. muda o d em f . &c. Cooperação. v.: Cohabitar. ou Conrespondencia.g. . • 87. como: Accuzar. Primeira Parte. Na com pozição muitas vezes muda o d em a letra por onde começa. a palavra simples. &c. g. An. 21 pozição de muitos vocabulos. v. ou Conresponder. Ad Preposição latina. Ciscumstan cia. Coordenar. contra Christo. e dobra. e dobra por motivo de pronúncia. Ambiguo. • • 91 Contra. contra mim. opposto.. oppóstos huns aoshabitantes da terra diametralmen outros. ou Con. An nuir. v. Com.

&c. Effeito.. junta a vo cabulos. Divertir. Dis. Desembargar.. Difficultar. Exhibir. 94. v. v. Contrafazer. precedidos de de. do qual a acção começa. que serve de ponto. extrahe. Devolver. de Ex.: Dispersar . Ex ceder. hum da particula. issimulação. v.se designa tira. que começão por s escrevem-se dois. g.g. Extrahir. cujos simplices são : Solver. Efeituar. com quem compoem. &c. ou simples. v. Desvairar . Diverso. e junta a vocabulos. Despender. ou coi Exaltar. Espedaçar. : Dissolver . g. Despedaçar. Desanimar. Difundir. espaço de tempo. e Di. A particula 1#is. meda o s em f. JScrºlo. Derogar.. Contrahir. Distribuir. &c. significando o lu gar. Izento. v. Des. ou coiza. Disconvir. indicão separação.g. accrescenta outro. Espertar.° 93. v. que princi pião por f. 96. Izentar.g. e tambem tem o sentido de de. v.. } za. Simulação. e junta com os Artigos o. ou Izemção.22 Orthographia ou radical. &c. e outro por onde começa o radical. são compóstos dos radi caes Esfear. e por isso escrevemos com dois ff. Contralientes.:o lugar.. Des truir . ouo termo donde. Elfazão. Esvairar. &c. Eaportar. quando se junta a palavras.: Disconceniencia. &c.g. . Deter. Desfear. A particula Dis ás vezes tambem he negativa.: Deportação. a. denota termo. Prepozição negativa. Dis • { 95. e do bra. fallencia. ou com os Prono mes Demonstrativos perde a Vogal como fica mostra do na lição 2. E. de versidade de partes. Espender. &c. 92. Delonga.g. converte-se em is. que principião por f. &c.: Desa cordar.: Isenção . g. Despertar. cordancia. Es truir. .g. De. &c. denota privação. Deshonrar. que tambem serve de Artigo indifinido. Muitas vezes. Isentar. g. v. Dissentir. entir... &c. variedade. Contra pôr.: Contradan ça. prolongação. &c. v.: Difamar. v.

&c.: Pelo. diante dos olhos. . &c. tempo.g. Primeira Partc. .g. |. v. In Prepozição inseparavel. Predominar. Irre vogar. Impaciente. &c. &c.: Imbeber. 98. 102. Irritar. a presença. Pre. &c. muda o r em l.g. ordem. que medêa. Irreligião. ou privação. Permissão. a substituição de huma pessoa por outra. • 99. fóra dos muros. Perpassar. indica exterioridade. ou alvo . designa o que está defronte. denota precedencia em lugar. e com palavras. Inepto. v. Obre pção. &c. v. muda o n em l. Extraordinário.. Irreprehensivel. Obstaculo. &c.g. v. fóra.: Inferior. Obrepticio. v.: Permanecer. v. muda o n em m. ou m. Pro. Pernoitar.: compondo com vocabulos.g. Permutação. indica situação in terior. Presuppor. v. Preposição. v. junta a vo cabulos. Pro . e escreve-se dois por motivo de pronúncia. poder. que principião por r. Intellecção.g. Extra vagante. e quando se junta com os Artigos o a. negação. Preduravel. que começão por l. v. &c.: Intervir.. &c. Pela. o caminho. Intervallo. ou p.g. &c. e com pondo com palavras.: Illudir. que principião por l.: Propôr.: Objecto. Per. Immizericordio 2o.: Pertender . denota separação no espaço. v. Ob. designa o lugar onde. &c.- 100.g. Inter. ou de fóra. v. v. . &c. Observar.. que conduz. v. Tambem designa duração. e do bra. Extra Prepozição latina. * * ** * * * * 101. além. fóra do ordinário . que principião por r .g.. v. Irresolução. Com radicaes. &c.g.. indica o espaço. converte-se o u em r. Interrupção.. ou sahe fóra do commum.: Presidencia. 103.: Extramuros. ou que faz as suas vezes. ou tempo em que. Illuzão.: Intelligencia. &c.g. Inte rior. mu da o r em l. e escreve-se dois. ou no tempo. Illuminar. Inhabil. Pre vér.. Q3 97. que começão por b.: interromper. que divaga. g. o meio. Ineptidão.g. Intervenção. necessariamente se escrevem dois para marcar o som forte.g. Inter rompido. ou tende a hum ponto. Info/ligente.

Su • 107. &c. Propensão. mudar a planta de hum lugar para outro. Transplantar. Sujeito. v. Retrocésso. ••••••••••••••••••••••vº ………. com quem compoem. Sobre. v. ou mudar. v. Procurador. o.. Retrogradação. Supprimir.: Sujeitar. e tam bem oppozição. As que acabão em b. 109.24 Orthographia metter. designa em cima. Repugnar.: Renovar.g. Sufficiencia. indica duplicação. Pro curação. denota sujeição. v. c. passar além. denota passar . Sub. Submettido. ou em alguma das cinco Consoantes. &c. te. 110. Suggerir. l. ou g são . Submetter.: Sub lingual.va…vy L I Q À O VIII. designa recuar. e por isso se escrevem duas Consoantes similhantes.perde o b. Sobrevir. 104. Temos todavia admittido no nosso idioma alavras acabadas em outras letras. Sobrevivencia . Rechaçar. Transfigurar. 106. sujeito.: Transacção.g. 106. u.g. sujeitar. Transcender.g. Repór. Das letras. &c. Trans.g. Reimpri mir. Re. Retrogradar. &c. Sobretudo.: Suc cumbir.g. &c. e. Sobrecellen • 108. ou radicaes.: Retroceder.g. ou tornar para tras. passar a outro. mas devem-se re Putar estranhas. v. i. debaixo. ou tras vezes jeição. Re trógrado. v. A particula Sub muitas ve zes muda o b na Consoante por onde começão os sim plices. &c. m. &e. Proconsul. ou repetição. &c. mudar de figura. v. As palavras propriamente Portuguezas so pó dem acabar em alguma das cinco letras Vogaes a. debaixo da lingua. Retro. em que pódem acabar as palavras Portuguezas.: Sobrepôr.

111.: Arad. Baruc. Arphaxad. Valhadolid. como fica dito na 4. Moab.g.g. excepto os femininos acabados no Dithongo âa. e o r depois d'alguma letra Muda se fazem líquidos. Numen.. Abimelec. Zenith. Todas as Consoantes se dóbrão (quando a Orthographia º exigir). &c. v. th.g.: Acclamar. th. que sendo Dithongo vale por huma so letra. Gog. Judith . David. Canon. v. r. Othon. que tambem o são. 114. Quando se hão de escrever duas Consoantes similhantes. Läa. ou sejão Vogaes. Abaton. &c. Japheth .: Christãa. Mel chisedec. Räa. &c. Aggravar. ou Consoantes. como: Abdomem. por que o l. Lamec. &c. &c. . j. Acab. As que acabão em x são latinas. Pelo que na nossa lingua so dóbrão as Con soantes no meio das palavras entre Vogaes. 8uppressão. Primeira Parte. &c. •••••••••••••••/\*\•••••••••••5\^º\^º\^\*\/* L I Q À O IX. v. porque não se pódem juntar tres Consoantes. &c. Nasareth. Affligir. Apendix. Amalec. e algumas ha acabadas em n. Ha outras palavras. &c. x. Job. Magog. porêm a difficuldade está em assignar regras geraes. Nenhuma palavra Portugueza principia. ou entre huma Vogal. Helicon. Regimen. Agag.: Jacob. &c. z . Mação. v. Rahab. n são perigrinas. Ammon. escrevem-se com letra dobrada.. Felix. sem que huma dellas seja líquida.g. Og. Sethon. Index. 112. Irmãa. nem acaba em duas letras similhantes. q. excepto h. e devem-se escrever como as recebemos.º lição. Isac. próprio. n . e devem-se escrever co mo na sua origem. As que terminão em d. &c. 113. que fenecem em d. Eli sabeth. Iman. Q5 nomes próprios dos Hebreos. e huma Consoante líquida.. v. quando se escrevão deste modo. Madrid.

escrevem-se com dois ll. Esgotar. Car ro. cheio. v. Assombrar.. por terem Immundo. quando lhe precede a Vogal é longa. não se póde dar regra. A letra l conhece-se. v.g. r. &c. Assedar.g. &c.26 Orthographia ara quando se devem dobrar. |- 117.. como adiante se dirá. quando dóbrão as Consoantes l. porque ha palavras. g." 118. Ingrésso. 119.g. s. que dobra em muitas dicções. m. como fica mostrado na lição 7. Goteira. que no uzo. mudão a Consoante final das particulas prepozitivas insepara veis. v. excepto em palavras compostas. v. Para as palavras. e tambem quando carregamos na Vogal antece dente. que dobra. v. 123. 115. Carreta. Cavallaria. Cavalleiro. &c. Congrésso. • 120. que dóbrão letra de sua natureza. e a orelha ensinão. v. quando en tre Vogaes se pronuncia forte.. e outras por compoziçao. &c. e para conservar o carácter da origem. porque seguem o seu primitivo Golia. que dobra.: Barbélia . porei á vista no decurso desta li . guardão a Or thographia dos seus primitivos. e ferindo a seguinte com to do o som de s. ou radicaes. &c. As que dóbrão por compozição . Capélla. Jaemortal. com dois tt. Vósso.: Im • 121.. em a letra por onde começão os radicaes. Barrete. que dobrão letra de sua natureza. outras por derivação. Ha muitas palavras. A letra m percebe-se. A letra s conhece-se que dobra entre Vogaes precedendo-lhe a letra a .: Assaltar.: Concéssão.: Carrada. Cavallariça. porque não consis te mais. Escreve mos Gotejar. Léssa. Carroça. Porêm como as precedentes regras tem ex cepções. hum som mais &c. 122. As que dóbrão por derivação. Nóssa. menso. que o uzo.g.g. Pélla. e não comprehendem todas as letras. e do mesmo modo todas as derivadas. A letra r conhece-se. com quem eompoem. • 116. porque derivão da radical Cavallo. que se escrevem dobradas.

Primeira Parte. /
, Q7

ção, e em cada letra os exemplos mais uzuaes e as re
gras, de que
prehensão da forem susceptiveis accommodadas á com
Mocidade. • •

Das palavras, que dóbrão b.
124. Já acima fica dito, que para as palavras, que
dóbrão letra de sua natureza não se póde dar regra;
assim as que dóbrão b são as seguintes.
125. Abbacial , Abbade , Afbbadia , Abbatina ,
Abbadessa, Abbadessado, Abbreviatura, Abbrevia
ção, Abbreviar, e os seus derivados, Gibbozo, Rabbi,
Rabbino, Sabbado, Sabbatina, &c.
Das palavras, que dábrão o.
126. As palavras, que dóbrão c por serem com
postas, e outras de sua natureza, são as seguintes, e
os seus derivados. • * ** * * • -

1.° Dóbrão c as dicções compóstas da Prepozição
ad; cujo d se muda em c, v.g.: Accelerar, Accele
rado, Accender, Accezo, Accessão, Accento, Accen
tuar, Accepção, Accósso, Acceitar, Accidente, Ao
cidenth/. Accommodar, Accumular, Accumulativo,
Accuzar, Accuzador, &c. • - |-

2." Os vocabulos compóstos das prepozições ob, e
sub, porque mudão o b em c, como; Occarião, Occi
dente, Occorrer, Occultar, Occupar , Occupação,
Occurrencia, Occurrente. Succeder. Successão, Sue
césso, Successivo, Successor, Succinto, &c.; e tam
bem Subtracção, Transacção, Traducção, &c.
3." As dicções não compóstas, como: Bacchanal,
Bacchanaes, Bacchantes, Baccho, Bocca, Boccaça,
Boccado, Boccal, Occa rio , Peccado, Peccador,
Peccar, Sacco, Seccar, Secco, Seccura, Sócco, Vac
ca, Vaccada, Kaccum, &c., … …".

. Das palavras, que dóbrão d.
127. No Portuguez so dóbrão d por motivo d'Ana
1ogia, as seguintes palavras, e os seus derivados.
128, Addensar, Addição, Addicionar, Addir,

28 Orthographia
Addido, Additamento, Addução, Adductivo, Addu
cto, &c.
Das palavras, que dóbrão f.
129. Na nossa lingua são muitas as palavras, que
se escrevem com dois ff por Analogia com as latinas,
e pelo que observaremos na pratica as seguintes regras
geraes.
1.° Dóbrão f as palavras começadas por A seguin
do-se immediatamente f, porque são compóstas da
Prepozição ad; cujo d se muda em f, como : Affa
bilidade, Affabil, ou Affavel, Affecto, Afeiçoar,
Afoitar, Affinidade, Affirmar, Affirmado, &c.
2.° As palavras principiadas por A seguindo-se lo
gojl; porque o l depois de f se faz líquido, por perder
a fôrça, e som de semivogal, v.g.: Affligir, Affli
ção, Afflicto, Afflictivo, &c.
3." As palavras, que principião por A seguindo-se
fr; porque o r tambem se faz líquido depois de f, co
mo: Afracado, Afreguezado, Afrontado, Affrou
arado, &c. Exceptua-se o Nome Africa, que se es
creve com hum sof; porque não he palavra com
posta. •

4.° As dicções começadas por Di, E, O, e Su
seguindo-se f, dóbrão, porque são compóstas das Pre
pozições dis, er, ob, e sub, as quaes mudão a Con
soante final em f, e por isso se escrevem dois, como:
Diferente, Efficaz, Officiozo, Sufficiente, &c.
5.° As dicções comprehendidas na precedente re
gra, ainda que sejão compostas da Prepozição in,
sempre dóbrão o f. v. g.: Indiferente, Inefficaz,
Inofeciozo, Insufficiente, &c.
6." Não dóbrão f as palavras, que principião por
B, C, ou De, e por isso escreveremos so com hum;
v.g.: Baforeira, Bafio, Café, Cafila, Cafraria,
Defender, Deferir, &c.; e tambem Safio peixe, Sa
fira pedra precioza. • *

130. . Além das precedentes regras geraes, aqui vão
os infinitos dos Verbos, que dóbrão f, porque delles

Primeira Parte • 29

se derivão muitas palavras, que devem seguir a Ortho
graphia dos seus primitivos: são pois os seguintes.
Afadigar. Afogar.
Afagar. Afoguear.
Affamar.
Afastar.
# oramentar.
Affazer. formozear.
Affear. Affoutar.
Afectar. Afracar.
Afeminar-se. Afreguezar.
% Afrontar.
ferrar. Affrouxar.
4% Afugentar.
ferrolhar. Afundar.
Aferventar. Afundir.
Afervorar. Afuzillar,
Affiar. Difamar.
Affidalgar. Diferençar.
Affigurar. . . Difficultar.
Affilar. Efeituar.
Affinar. Ofender.
Affincar. Oferecer.
Affirmar. Ofertar.
Affixar. Ofuscar.
Affamar. Sofrer.
Afocinhar. Sufocar, &c.
• Das palavras, que dóbrão g.
131. Poucas palavras se escrevem na lingua Portu
gueza com dois gg, e só por Analogia com as latinas
escrevemos as seguintes, e os seus derivados.
132. Agglutinar, Aggravar, Aggregar, e os seus
compóstos Desaggravar, Desaggregar, Exaggerar,
Suggerir, e tambem Aggressão, Aggressor, Sugges
tão, Suggilação, &c.
Das palavras, que dóbrão l.
133. Ha muitas palavras no nosso idioma, que

30 Orthographia
dobrão
guintes l, e a maior parte se comprehendem nas se
regras. •

1.° Dóbrão l as compóstas das Prepozições ad,
con, in, porque na compozição mudão a Consoante
final em l, e por isso se escrevem dois, como Alle
gar, Alludir, Alluzão, &c. Collação, Collecção,
Collégio, &c. Illudir, Illuzão, Illustrar, &c.
2." Os Verbos da primeira, segunda, e terceira
Conjugações, que tiverem l no meio entre Vogaes,
v. g.: Aballar, Acafellar, Acastellar, &c. Amarel
lecer , Amollecer , Empallidecer, &c. Compellir,
Expellir, Fallir, &c.
134. Tirão-se da precedente regra os Verbos Ca
lar, Pelejar, Kelar, j'elejar, Dcnolir, e os seus
derivados, que não carecem de dois ll.
3." Os Nomes acabados em la, ou lo, v.g.: Bel
la, &c.
lo, Bello, Amarello, Amarella, Castella, Castel
• •

4.° As palavras acabadas em la precedendo-lhe a Vo
gal é aberta, v. g.: Aquélla, Barré//a, Capélla,
E"lla, Fabélla, Gamélla, Janól/a, Nélla, Odivél
las, Ouguélla, Pélla de jogar, Quartélla, Rabadél
la, Sentinélla, Tabélla, Tuélla rio , /2télla, &c.
135. Tirão-se da precedente regra Cautela, Que
rela, Tela, Trela, Tutela, Fcta do navio, Pela
de cêra, e Vela vigia, que não carecem de dois ll.
5." Os Superlativos formados de Pozitivos, que
tiverem dois ll. v. g.: Amarellissimo de Amarello,
Bellissimo de Bello, Sigillissimo de Sigillo, &c., e
do mesmo modo todos os Nomes acabados em limo,
ou lima, v.g.: Difficillimo, Difficillima, Facilli
mo, Facillima, Humillimo, ou Humillissimo, Si
millimo, &c.
136. Finalmente dóbrão l muitas outras dicções,
para as quaes não ha outra regra, mais que o uzo, e
são as seguintes, pela ordem Alphabetica.
Alleluia. Alliança.
Alli. Alvallado villa,

Excellencia. Galliza. Infallivel. reino. Bullário. Duéllo. ppelles. Parallave. Nelles. Pállio. Bacello. fonte. Apollónia. Belluino. Elliptico. Avellino. Hypallage. Marcellina. Aquillo. Intelligivel. estatua de . Intellectuaes. Hendecasyllabo. o reino de França. Palládio. Aquelloutro. Celleiro. e \ . Cóllo.. de onze Belligerante. homem. reino. Galliota. Imbelle. Caballina. Hollandez. Ellipse. . } Apollinario y próprios Fallencia. ID’elle. Intelligiveis. • 31 Apollinaria ? Falancha. Gallinha. Intellectivo. e Cállo. Intellectual. Belleguim. Enallage. próprio. Golla. Aquelloutra. Marcellino }próprio. Callisto. Capello.: Codicillio. e Chanceller. e Calliope. 4% deos das sciencias. Pallas deoza. e Cabello. Béllico. Infalliveis. Flagéllo. Gállo. deoza.…. próprio. Ollaria. de pão. Intellecção. Nullidade. Gállia. Camillo. Folle. grossura. Collóquio. Primeira Parte. Intellecções. Olleiro. syllabas. Hollanda. embarcação. Nelle. - Monosyllabo. Friellas. Cabelleireiro.…. lugar. Equipollencia. Bulla. Corollário. Palla. • Belligero. e Constellação.

Trisyllabo. em que palavras se deve dobrar o m. Jºedofolle. Tabellião. Killalva. Kassallagem.° Dóbrão m as palavras compóstas da Prepozi ção con. Em o número 120 desta lição mostrei. J'alla. &c. Killãos. e Killão. que tem dois mm. Tullio.. Esta regra fundada na pro nunciação seria suficiente para se conhecer. Commentar. Pello. Tertulliano. para esclarecimento.g. próprio. Petronilla. Comminação. : Dilemma . Commis são. cabello. Grammática. JZelludo. villa. Syllaba. Commen datário.32 Orthographia Parallelogramo. que dóbrão mi. quando as dicções. Sobrepelliz. villa. Tollice. 137. rede. |- Das palavras. Commizeração. Kalladares. Commo . Commissário. Pellica. a qual muda o n em m. . . Sigillo. //alle. v. Tranquillidade. • J'e/lozo. e Tabelliães. Flamma . Persellada. porêm como muitas dó brão por compozição.Somma. Syllabático. v. /allada. villa. • Killão. com som mais cheio. g. Sybilla. Commenda. Commensurar. por se pronuncia rem as palavras. Sommário. JZilla. ASoutello. proponho as seguintes regras. . que a letra m se conhece quando dobra. &c. *Syllogismo. Commendador. próprio. Cómmodo. a que se ajunta começão tambem por m. Torcicollo.: Com memoração. Commerciar. Kassallo. \ 1. Commoção. Commetter. Pelle. Kellocino. e os seus de rivados.

próprio. Annata. Emmas trear. Emmaçar. Immenso. &c.° Dóbrão n as palavras compostas da Prepozi ção ad. In novar. g. As que dóbrão n de sua natureza são as se guintes. C . Immemoravel. Im mortal. Com mutar. Anniversário. Communicar.g. Não proponho mais exemplos. e da mesma sorte os seus de rivados. &c. que dóbrão n. -Annaes. e de vocabu los. Immensuravel. v. 2. Enno dar. que dóbrão n por compo zição. &c.: Emmadeirar. Annunciação. Annibal. o que poder ser. Commutação. 138.° As compostas da Prepozição in . v." As dicções compostas da Prepozição Portu gueza em. &c. a que se ajunta começão tambem por n. e do mesmo mo do os seus derivados. Em magrecer. Immodesto. Emmudecer.. &c.: Anno tar composta de ad convertida em an. 1. Emmadeiaar. Ennegrecer. Immuni dade. que principião por n.g. e outras de sua natureza: para as primeiras se observarão as seguintes regras. Innocencia. Commungar. &c.2. Immudavel. Immódico. • 139. v.. Primeira Parte. porque não pertendo fazer Vocabulário . v.: Innavegavel com posto de in. próprio. Temos palavras. 3. Ennovelar. . e Anneis. mas reduzir a regras geraes. Das palavras. 83 ver. g. • -Anna.° As dicções compostas da nossa Prepozição en. Ennobrecer. cujo n se muda em m. Emmaranhar. Annunciar. Annel. v.: Immarcessivel.g.° As compostas da Prepozição in. Emmanquecer. Immovel.: Ennastrar. • 3. quando as dicções. Immundo. e do radical navegavel. e da simples notar. cujo d se muda em n.

Appropinquar-se. cidade d'Alema nha. Save. IDas palavras. e do mesmo modo as seguintes. Opprimir. Annual. com os #Desapplaudir. Apparelhar. Applaudir. Cinnamomo. 140. e do Verbo pór : Suppor composto de sub. ob. Oppor. Pannico. Cannas. ou sentimento Cânnamo. Supprir. Suppor. sub. tre os rios Danubio. Supportar. &c. . dedo do an. em que principia o radical. Penna. antigo paiz en Annular . que dóbrão p. bem : . Oppillar. Supplicar. das aves. Desoppillar. Pannonia. tem hum so n. e de vocabulos. Cinha. villa no Minho tem hum son. Antenna. e tam Desapprovar. -Ranno. Approvar. porque as Consoantes finaes convertem-se na letra. &c.. Orthographia Anno. Appetecer. e por :Biennio. Pennacho. que principião por p . e do radical parecer: Oppor composto de ob mudada em op. Supprimir. e de pôr. Kicennio. \ Manná. lugar. Oppugnar. &c. Applacar. Pannonias. Pesapparelhar. e nel. castigo. Appensar. JDesapparecer. Appellar. porêm Viana. villa. arvore. Triennio. e o seu composto Applicar. Annozo.34 . como: Apparecer composto de ad convertida em ap. seus derivados. próprio. Pennada. "Suppurar. Escrevem-se com dois pp as palavras com postas das Prepozições ad. Presuppor. Appellidar. e Annuaes.. Kienna.

Appetencia.. Prerogativa. &c.g. Poppa dos navios. 2 ob.: Arrancar. Apparição. • Suppuração. Suppletivo. pro. rippina . Jarro. # &### &#a#. Agrippa . Hippódro mo. meio cavallo. º Arripiar. &c. Supplemento. Hippocentauro monstro meio homem. serva o mesmo que hum so r entre Vogaes con • 145. pre. Mappa. Hippopotamo. Garrocha. Hippocrene fonte. com hum sop.g. Oppróbrio. 144. por comer das crianças. Suppurativo. Ar ronches villa. Apparatozo. Hippócrates. Oppressão. Supplicio. sub. &c.. 35 Apparato. Appellativo. e da mesma sorte depois dasP……… * @ ab. Prorogar. Primeira Parte. e o seu com. v.g. Borracha . v.: Derogar. Appendice. Aganippe fonte. 141. isto he escrevem-se dois rr. Aristippo. Carro. Israelita.: Hen rique. Tenra. e unica. Opportunidade. v. Apparecida. Israel. %%! Filippe. He regra geral. 143. . Oppozitor. - posto Inappetencia. por que na significação de summo Pontifice he Papa. Tirão-se da precedente regra as palavras com postas das Prepozições de . Pappa. Suppurado. e do Verbo rogar. &c. &c. Honra. Arrendar. e de s fer a Vogal seguinte com todo o som forte. composta de de. De quando se deve escrever com dois rr.Suppressão. Tambem se escrevem com dois pp os seguin tes nomes não compóstos. A 142.: • .g. Appulso. Suppletório. Erro. v.somemforte. Ferro. Tambem hum so r depois de n. que havendo som forte de r entre Vogaes dobra .

° Dóbrão s os Nomes femininos de dignidades. ses. Amicissimo.g. Assistir. no qual vão pri .g." Finalmente toda a palavra seja Nome. &c.° Dóbrão s todos os Superlativos. Viscon dessa. Sub-repção. 2. v. v.. ou sem. Generalissimo. &c.: Amasse. Messias. 1. &c. Béssos.: Abbadessa. Amabilis sima. Milionesima. Passar. semos. Asseverar. Quadragesi ma. Além das precedentes regras. . fiz o seguinte escólio das palavras. 3.° Os Verbos. Assombrar. Gésso. &c. v. ou sima. v. Dimissão. que terminão em simo. Das palavras. 148. Remessa. Condessa . Fosses. 146. os quaes todos tem hum so s." As linguagens dos Verbos no modo Conjun ctivo dóbrão s. Fossar.: Assen tista. Quinquagesimo.g. v. póvos de Thracia..36 Orthographia Abrogar. &c. Esse. Amicissima. e tem logo s com outra Vogal adiante escrevem-se com dois ss. Fosseis. Christianissimo. 4.g. &c. Em o número 122 desta lição propuz algu mas regras. Assimilhar. que dóbrão s. Biscondessa. Ulysses. e tambem Centesima. Milesima. se escreverá dobrado. Tirão-se da precedente regra os Nomes Or dinaes. que dóbrão s. seis. Fidelissimo. Assolar.: Assaltar. v.: Trigesima. Nosso.. Classe. Impassivel. Trigesimo. Omissão. &c. Obrepção > Subrepção. Vossa. ou Ver bo.g. &c. 5. com os seus derivados. porêm alêm dessas proponho mais as seguintes.. Assanhar . Ob-repção. pronunciando-se longa a Vogal ante cedente. que se pro nuncião Ab-rogar. Assus tar. Assentar .: Amabilissimo. Fossem. Tós se. Ammassemos. que principião por A.g. que o s entre duas V# ferir a seguinte com todo o som de s. Amassem. Dou tissimo. 147. e terminando em se. &c. para quando se dóbras. Sessenta. Quadragesimo. Lessa.

| — Apossar-se. Abcésso. Passarinhar. - Asseverar. Repassar. por annullar. Confessar. { Primeira Parte. Assoalhar. • Ammassar. Possuir. Dissolver. Expressar. Dissimular. º . e tambem: Assovellar. fazer Desapossar. . meiro os infinitos dos Verbos. Huns. . º Accessivèis. Assoberbar. com os seus Assobiar. Assimilhar. Professar. e depois vão os Nomes. Impossibilitar. . &c. • Assomar. Regressar. Dissipar. Tossir. Glossar. Passear. Engessar. Traspassar. Dissentir. Assistir. Interessar. . . . adiantar.Atravessar. derivados. Processar.. Engrossar Assentar. e Cassar. Assocegar. • -Avassallar. Asserenar. Tussir.- Assedar. * . •* Associar. Fossar. . rinha em massa. Compassar. Assegurar. Assentir. e outros são -*- os seguintes. Assoar. - Assanhar. o linho. Accessão. Assoldadar. Dissuadir. * * * * |- Assaltar. que seguem a Orthographia dos seus radicaes. tumor. - Assassinar. - Apressar. * * Arremessar. . - alguma coiza á préssa. Devassar. donde se derivão mui-- tas palavras. 37. Dessecar. • Assacar. Assignalar. · Assignar. preparar a fa Cessar. · Accessivel. Incrassar. . ---- -Assar. ou • Assoprar.

própria. Congresso. affirmação. Compressão.. º Compasso. Asseveração. Dissestes. Bussaco. • * Crasso. Cossário.…. nho extraordinário. Digressão. Assém. Dissimilhante. Assyria Disse. - Compromisso. Confissão. Dissipação. Assessor. Assassino. Disse Avêsso. …. Confessor. Assistente.. da vacca. Cassiopéa. . -Assombro. Assópro. Bevassa. Depressa. -Accésso. e o seu com Cassoléta. cidade d'Asia. Depressão. estatua de tama -Aggressor. Cassóvia. * . Asseio. Concussão. Crassidão. -Assumpto. º Assédio. Depresso. * * *. -Assuada.. Assás. . Colósso. Dissensão. ou Vassoira. Cassandra. JDemissórias. Assim. constelação. Disse Bassorá.. serra. Assento. Admissão. Assertório. &c. mos. Orthographia -Accessivo. -Assumpção. cidade de Un Accessório. Assiduo. Discussão. villa na Beira. JBissexto. Assérto. Commissário. Concessão. JBassoira.38.… … … . gria. Confessionário. Assertor. * * * Commisso. Assequins. Assobio. Aggressão. * Demisso. . Cessão. Admissivel.. rão. Dissimulação. Commissão. Asserção.. posto Inadmissivel. Assenso. Cassoula. Demissão. Disseste . Aggressora.

e Nassa. • • • Essencial. Obsésso. Impossivel. Obsessão. &c. Incussão. Dissonante. Missivo. Messias. Interesse. Impressão. Escasseza. Dissyllabo. Empresso. lia. Massa de farinha. Messe. mero. Italia. Nebrissa. Inaccessivel. Grosseiro. cidade de Hes Impossibilidade. rede. Esse. Necessário. Messejana. Fressura. • • - . poema de Ho Indissoluvel. Manumissão. Primeira Parte. Missa. Molosso. provincia de Excessivo. Ingressão. {'ricassé. nha. Inconcésso. 39 Dissoluto. Nassau. Essa. Ensôsso. Massame. e Escasso. Grosso. Essencia. Impressor. Immarcessivel. cidade de Sici Expresso. Odysséa. Excésso. Missionário. Ingresso. Missal. Excussão. Impassivel. seáras. Irremissiveis. Léssa. Intromissão. Irremissivel. cão rafeiro. rio. Nossa. • • • Fósso. cidade d'Alema Immissão. Messápia . Intermissão. Missão. Expressão. Isso. Dissoluvel. Nisso. Intercessão. Gesso. Messina. Nosso. e Messes. Hmmarcessiveis. Bissonancia. Espésso. Expressivo. Espessura. panha.

Passiva. Pássaro. Retrocésso. rocessão. Remisso. . Péssimo. . Passas. Passadiço. Profissão. Premissas. dos pés. Sessão. Passivel. Tosse. Promissivo. Passagem. Progresso. Sarássas. Pressa. Possas. *Supprésso. Omissivo. Repressivo. Procésso. Promessa. e Possa. Possibilidade. *Succésso. &c. suppressório. Progressão. Professo. Oppressão. Possesso. Passo. Possessivo. Posse. Passiveis. Passageiro. Possante. Pressurozo. Recésso. serra da Thessalia. Ossudo. Possais. Possamos. Successivo. Regressão. Repressão. Possivel. Percussão. Pos Suppressivo. e Successor. Percussor. Permissão. são. Tassalho. Procissão. 40 Orthographºa Omissão. Permissivo. Oppressivo. Regresso. *Succussão. *Suppressão. Professor. Successão. Passageira. Possiveis. Repercussão. Pessoa. Promissão. Represso. Ossa. Submissão. Osso. Posso. e Remessa. Remessão. Progressivo. Oppresso. *Submisso. Transgressão. Processional. Possessão.

e os seus derivados. Attenuar. Batto. que nesta li ção tenho seguido constantemente. Travessa. &c. Attracto. Ulysses. Massallo. . ou Septembro. Attractivo. Attribuir. Fitta. Primeira Parte. Attrahir. Attenção. Otta. repetição ine JDimittir. &c. Transmissão. Attingir. e tam bem: stºr. Attrição. Travessia. pta. }Yossa. Attribular. signos do Zodiaco. Das palavras.Setta. Acometter. Intrometter.. Permittir. Admittir. homem. Ulysséa. Kosso. Transgressivo. Attentar. Prometter. 149. Attica. Sagittario. Attrito. Intermittente. Kassallagem. lugar. Demittir. póvos. . Transgressor. Segundo o Systema analógico. Remittir. Omittir. que dóbrão t. Attestar. região. Transmittir. hum dos doze Remetter. próprio. Battologia. Assettear. Travésso. Atticos. escrevem-se com dois tt as palavras seguintes. • . Attonito. Commetter. certo poeta. Attender. Ottomano. Attracção. Attila. • Enfittar. Transmissivo. Travessura. Attributo.

por serem o distinctivo da sua origem. &c. g. Com ps inicial.42 Orthographia •• ••••AA^\^º\^º\^º\^º\^º\^º\^º\^º\^º\^ ^^ \*\+\* * * L I Q À O X. • 162. v. v. &c. Temos muitas palavras. Perspicaz. e se as escre vessemos sem as líquidas c. &c. v. Mágdalo. Taes são as palavras. Com gn. que entre Vogaes se escrevem com bd. ou ajuste. g. p. que por Analogia com as latinas se escrevem entre Vogaes com duas Consoantes diversas. Com sc inicial.g. v. v..: Psalmo. porêm em outras he necessário conserva-las. Dogma. Aspecto. Com gd.g. e no meio.: Actual.g.: Abster. e ambas passão com a Vogal se guinte. Descripção. mas ficarião Ato. v. v.: Magdalena.g. Signo he Constellação .: Lapso. &c. &c. ou moveis. Com ct. v. ou acção. linguagem do Verbo Atar. v. Com cd . por ser a primeira líquida. e no meio entre Vogaes.g. que entre Vogaes tem duas Consoantes diversas pertencentes á Vogal seguinte. obra. &c. Hebdomada rio.g. &c.: Perspectiva. Hebdomada.g.g.: Augmento. v. por se considerar a primeira líquida. e para evitar equivocos.g. O uzo tem omittido algumas das referidas letras líquidas em diversas palavras. não so se confundi rião. . Com sp. Com st. e Apto. e se lhe tirarmos o c fica Fato roupa.g.: Corrupção. v. v. que tem diverso sentido. v.: Cadmo. &c.: Acto. &c. &c. Signal . v. Pacto he o mesmo.g. g.: Nascer. Com pt. Com pç . porque Acto significa o efeito.g. que convenção.: }ígneo. &c.: Sciencia. e escrevendo-se sem o c fica Pato ave. Obstar. v. Com dm. Com gm. ou. Das palavras. Aptidão. Facto significa a realidade d'algum succésso. 151.: Adeptar. &c. v.: Anecdotas. g. e Apto significa dispozi ção. ou capacidade para alguma coisa. 150. &c.

Reluctar. Do mes mo modo outras muitas palavras. instrumento de metal sonoro. Das palavras. a qual conservamos em humas pa ra evitar dúvidas. } L I Q À O XI. Actor. Fluctuar. Primeira Parte. ••••*/\. são as que recebemos dos Latinos com a mes ma Orthographia. Objectar. as quaes pódem cauzar dúvida. ou traduzidas. Humas. Actualizar. Affectar. seus derivados . Abstractivo.. Luctar. que na nossa lingua se escrevem com ct.*/\"\/\~\~\~\'\"\/\*\^º\^º\^º\^ ^^^^^^^^^^^^ /*/ • . Actividade. e outras são as seguintes. Actuar. Actas. Adjectivar. Acto. &c. escrevendo-as sem as letras líquidas. Projectar. donde forão derivadas. Retractar-se. e se lhe tirarmos o g ficará Sino. como se vê da lição antecedente. • bem. e tam Dictar. . Expectorar. Effectuar. { 43 ajuntamento de muitas estrellas fixas no Céo. Actual. Activo. que se suppoem fazerem huma certa figura. Manufacturar. com os Caracterizar. 153. Fructificar. e confuzão. As palavras. que se escrevem com ct. Refectir. Dissectar. que por brevidade deixo de referir. Conjecturar. e em outras para lhes não tirar o indice da sua origem. Jactar-se. Pactear. Actuozo. e Ety mologicas dos seus radicaes. Coarctar. Abstracto. Fictoriar.

Dialéctica. . . Ductil. Attractivo. Eductivo. Educto. Conjunctura. Collectado. Dactylico. Dactylo. ao polo Arctico. Effectivo. Dialecto. furia infernal. Contradictor.Adstricto. Conducta. Collectivo. Adductivo. Collecta. Dictador. Circumspecto. Caractéres. Directivo. Dictame. Contacto. lectivo. Contradictório. Director. Correcto.Aspecto. . Cybeles. Distinctivo. . Conjuncto. Electriz. Carácter.Anfracto. Conjunctivo. Destructivo. Dictério. . Adducto. Affectivo. e Dictatura. Districto. Defectivo. Collactaneo. Contracto. Circumducta.44 Orthographia Addicto. Afflictivo. . # Conflicto. Architecto. Collector. Coactivo. Amicto. Edicto. Distracto.Antarctico. Architectura. Sacerdotes de Alecto. Artefacto. Distincto. Electuário. herva. Aqueducto. polo opposto Delicto. Dactylos.Afflicto. Disjunctivo. Directório. Dictamo. acção. Epacta." Dialectico. Corrector.br. atracto. Coacto. Correctivo.. Defectuozo. Contractivo. Distractivo. Compacto. . pen.

trucção. Intellectual. Invicto. Fluctuante. Objecto. via. próprio. Invectiva. &c. Jactura. }Facticio. Ficto. Introducto. Fructo. Instincto. Inducto. Tacto. Projecto. Intellectuaes. e Lactéa. Fractura. escolha. Ficticio. Interdicto. Instructor. instrumento Facto. Primeira Parte. JVictoriózo. Lectivo. Nocturlábio. 46 Estructura. Protector. Productivo. Satisfactório. Respectivo. Indistincto. Restricto. Lactante. Hectico. Fructuozo. Tecto. Hectica. J'ictima. fabrica. Fructifero. Octogesimo. Nocturno. Lacticinios. Subtractivo. para achar as horas da Factura. escolhido. compozição dos Noctiluz. Pandectas. Perspectiva. noite. Jacto. J'ictória. Traductor. . Pacto. Intacto. Noctivago. Fluctuozo. Subtracto. ou edificios. cons Luctuozo. Rectidão. jWictoriózos. Olfacto. Fictor. e Sclecto. Reducto. Intellectivo. Introductor. Selecta. Producto. Tractado. Infecto.

seus derivados. • As que se escrevem com gn. • Impugnar. com os seus * Persignar-se compóstos Inexpugna Prognosticar. gn. e Inexpugnaveis. Significar. Esta lição he puramente analógica. Ê vel. Digno • * Malignar. com os Estagnar. ou vozes portuguezas. Pigmeo. e con firma a uniformidade. &é. e os seus derivados. Ségmento. Cognome. 154. Pragmática. Expugnavel.46 Orthographia *A*\^º\^º\^º\^º\^. 3eugma. Consignar.. são as seguintes. Enigmático. * Signalar. Dignidade. Magnificar. L I Q À O XII. Apothegma. Benignidade. ºesignar. excepto as notadas com este signal. &c. Aº Benigno. As palavras. * Assignar. e gn. Designar. Dogma. e Oppugnar. Pelo que escreveremos com gm as seguintes. Dogmatizar. Expugnaveis.AA.\^.\^º\^º\^º\^º\^º\^º\^\*\|A^*\. Propugnar. Repugnar. Das palavras. bem: Ignorar. lar. próprio. Resignar-se. mn. Augmentar. ou Assigna Dignar-se.. . + Syntagma. Fidedigno. que no meio tem gm.. Cognominar. Fragmento. # * Assignalar. Enigma. Paradigma. e tam Earpugnar. cuja Orthographia conservamos nas nossas por ser o cunho da sua derivação. que se escrevem com gm. que a nossa lingua tem com a Latina. todas procedem das latinas. Pi gmalião. nas quaes se pronuncia o g. Indignar-se. Indignar. 155.

Magnanima. - Magnifica. Significação. Indignado. Indignação. bem: e tam • Omnipotencia. &c. Indigno.. Magnates. #nobil. 156. ##aade. Indignidade. Resignações. Condemnar. Damnificar. Indemnizar. Resignadamente. * Signaes. e Insignificante. 47 Ignávia. Primeira Parte. que tem vir Ignorancia. Hymno. Ignominiozo. ou pedra Imán. escrevem-se com mn as seguintes. Oppugnação. Insigne. com os O'mnia. e Indignamente. Magnifico. Resignação. . Insignemente. Interamnense. Oppugnações. tude de attrahir. Ignavo. e Magnanimo. Signo. * Signal. seus derivados. Calumniar. * Signáculo. Repugnancia. Magnificencia. Solemnizar. Magnanimidade. Propugnáculo. / Omnipotente. Columna. pedra de cevar. Clymnestra. Resignado. Signífero. Incognito. - Alumno. e Ignominia. #nifero. Pela mesma razão de Analogia com as pala vras latinas. Regnante. próprio. Oppugnado. {# (r7262O. Omnímodo. Magnete. Ignóto. rogne. Impugnação. Significações. &c. Maigna. Magnético.

*A*A. Presum pção.. La pso.Aº/\º/\º/\º/\º/\º/\º/\º/\º/\º/\º/\º/\º\^º\^º\^º L I Q À O XIII. da Italia . Eclipsar-se. Redempção. Adoptivo. Accepção. Irrupção . Corrupção. &c. Incorrupção. Captar. Syl lepse. • se escrevem $p. Adopção. Intercepção . Excepção . Recepção. 157. seusderivados. que habita Polymnia. próprio. . e os seus derivados. %"pt-l Captivar. Relapsia.º. Interrupção . antigos póvos Solemne. Calypso deoza. Pela mesma regra de Analogia com as pala vras latinas. Opção. Inscripção . Adaptar. Assumpção .48 Orthographia Pilumno. Percepção. Ps asPelo mesmo systema de Analogia começão seguintes. Psaltério. livro dos Psalmos. Relapso. Subscri pção. por158. ps. com pg. com os seus derivados: Psalmista. Concepção.e tambem: Baptistério. Das palpvras. escrevem-se com pt as seguintes. Psal mo.. com os Baptismo. • 159. huma das no. • Psalmear. Adoptar. vão a Região chamada ve Muzas. Seguindo o systema Orthographico analógi co escrevem-se com pç as seguintes palavras. Prescripção. . pt. Descripção . Samnio. Samnites. que$c. Obrepção. Ellypse. Eclipse. &c. &c. &c. st. Assumpto Exceptuar. e no meio escrevem-se estas: Apocalypse. Aptidão. Proscripção. Matalepse. Subrepção. Apto. &c. instrumento mu zico. Baptizar. Prolepse.

Inapto. Optativo. Descender. Receptáculo. e os seus derivados. Receptiveis. |. Septentrião. Nascimento. 160. . e tambem : Crescer. JVascer. Convalescer. que trata dos compóstos Incorrupti objectos. vel. Peremptório. Inépto. Receptivel. Jnnupta. Optico. *Suscitar. Obscurecer. Perceptivel. Adolescencia. Imprescriptivel. Egypto. com os seus mática. Subscrever. a parte da Mathe Corruptiveis. &c. e o seu com Optimo. Intercepto. Prescrever. Estyptico. &c. Primeira Parte. Descrever. Interrupto.. Reptil. Imperceptiveis. Ecliptica. Neptuno. Ineptidão. Corrupto. Apascentar. Obrepticio. Subrepticio. Obsceno. Inaptidão. Insculpir. Septuagenário. Koluptărio. Sumptuoxo. Septembro. e da vista. Condescender. JDescer. ** * ** * * Pascer. - posto Incorrupto. Koluptuoxo. deos dos mares. As que tem se no meio ? são as seguintes. Prompto. Promptidão. Accrescer. &c. Redemptor. TD . Septenário. Esculptor. Corruptivel. -Adolescente. região Africana. Crescimento. Accrescentar. e Incorruptiveis. Transumpto. Esculptura. e Optica. e . Mentecapto. e Imperceptivel. Eaptista. 49 Baptizado.

das que tem em latim: Spi ºritus.. Abster. por ser conforme á Sua *#*# e pronúncia. Re speitar. Destricto. Spondeu pé do verso. Pelo contrário a temos palavras na nossa lin gua tão alatinadas. Scenário. He costume. são asse guintes.. Respectivo. Stockolmo cidade capital da Suecia sobre o mar Bal tico. &c. ajuh tar a vozes portuguezas a Vogal e. Construir.: Espirito. e os seus derivados. Cidade d'Alemanha. Espelhinho. Conspirar. Assim as palavras se guintes devem principiar por Sc. Spiração. Resplendecer. Com sp no meio escrevem-se as seguintes. Scenopégia. Inspector. Scientificar. por motivo de pronúncia. Specillum. Specularia. que tem duas Syllabas longas. conservando-lhes a mesma Orthographia dos seus radicaes. Corresponder. que # por St. Scylla. augmentando assim hu ma Syllaba do número. Respirar. Scythas póvos da Scythia. Spondaico verso. &c. Scócia. Jeronymo. &c. Aspecto . quando aquelles principião por s. Schema. Abstemio.. Instau rar. &c. Strom . e outra Consoante. 162. Strasburgo. &c.50 Orthographia 161. como : Sterlinga. Stiria. Spendylo. com os seus derivados. e os seus derivados. ou Escócia. provincia do reino da Scovia. Responder. Obstar. como: Sparta cidade da Grecia. Scaleno. Sciencia. 165. Restar.g. que he a grande Tartaria. Stridonia cidade de Pannónia. Scena. que não existe nos radicaes latinos donde ellas provem. que se devem escrever sem a addi ção da Vogal e inicial. Spectros. Sporades humas ilhas. que trata d'arte de fazer espelhos. ou Especularia sciencia. As # que tem si no meio. Spiral. e patria de S. Restante. Scépticos. &c. Sceptro. provincia d'Alemanha. &c. *# . Inspirar. Também ha alguns Nomes .Ha alguns Nomes de terras Estrangeiras.. região d'Azia. 166. Espuma. Scientífico. reino ao Norte de Inglaterra. Circumspecto-. que principião por Sp. v. ou Resplandecer por uzo. Obstupefacto. 163. 164. Spuma.

&c. 51 boli huma das sete ilhas de Lipari. : porque em humas sôa quazi como ar. que o do ch. Para o acêrto de humas. v. que sôão da mesma sorte. porque o som de chi he inteiramente líquido: e o de qui não he tão líquido. e lhes damos dois sons diversos.g. que o som da primeira Syllaba for mais fechado. • 170. pois ella conduz á verdadeira Orthographia. v. Das palavras. e so o póde ser o c aspirado. e qu. ou Xuva. não dirá. ou Monarquia. e não he admissivel a introducção do q. para substituir o som do k. • 167.g. os Nomes escritos com ch no som de k tem origem Grega.. Primeira Parte. por não haver letra similhante no Alphabeto Grego. v. que se não perceba algum som in termédio. Além de que.…………………-----…………………. e em outras como k. : Chafariz.g. v. Strabismo.. e outras palavras de ve-se attender á sua pronunciação. particularmente. 169.. Do que precede se deduz. e o mesmo nas Syllabas médias. Stibiado. Strophe verso. D • 2 . Em a nossa lingua uzamos escrever muitas palavras com ch . Strenia deoza dos romanos.: Chãa. Sternuativo. pois he eviden te. que seOtlescrevem ?? O 77762O. que os diversos sons do x. &c. os que são No mes próprios Terras. • 168. que em ambos os cazos o som do ch. Logo na dúvida será regra escrever ch inicial. • . com ch no principio. Strige ave nocturna. he mais líquido. Stranguria. e não a em todas as palavras. &c.: Chuva. L I Q À O XIV.: Achiles.g. que o som do x he mais chiante. A mesma diferença de pronúncia se conhe ce. &c. e tambem Stallaria herva. Cherubim. ou líquido. quem pronunciar com o verdadeiro accento da lingua.: em Monarchia. os quaes se devem es crever como de estão.

Deixa .g. Chapinhar. Xaque.: Bexiga. e do mesmo modo nas Syllabas médias. Enxó. Charlatanismo. Peixe . que o ch não tem lugar precedendo-lhe Dithongo. Chancélla. e por isso estºs pa lavras: Baixo. Chapear. porei á vista as palavras. Charrua. Charneira. Charnéca. Chanfrar. Graaca. Seixo. villa. ou menos líquidas. Chamusca. Charlatão. Feixo. com a médio. Chamar. Pelo contrário escreveremos com a inicial as palavras. Buara. ---. ou Texugo. se escrevem • 173.. &c. Chavães. Chamalote. que segundo os mais acreditados Authores. Xara. • Catálogo das palavras. Charco. &c. Chapuz. villa. Caixeiro. Chancellaria. e outras contém os Catálogos se guintes. Chantre da Sé. Châa. evitando assim toda a dúvida. Peixoto appellido. &c. Faxina. Porêm como sempre ha quem duvida dos diversos sons. co mo: Xadrez. Chalupa. cujo som for mais áberto. e Chamma. ou chiante.52 Orthographia 171. Fico. Chave. Chato. Teixo. Chamariz. Teixugo. 172. Chacinar. Humas. e não a. e tambem no meio. Xarife. Chanceller. Bruxa. ou vozes chiantes. Chapéo. Trouxa. Chacotear. que devem começar por ch. se devem escrever com ch inicial. Chapuzes. Chão. Berigozo. Caixa . Chaga. He necessário advertirmos. Xarafim moe da. Chamuscar. Xarope. . Enacofre. Cóvo.. Xeque. v. Chafariz. Xarel.

%ia.. Chuço. peixe. peixe. peixe. . -Achar. Churrião. Primeira Parte. * ** Bachareis. lugar. * Achacar. Achaque. Cheirar.- Achinelado. Cherne. Chiar. os seus derivados. Chôco. • Abrochar. Arrochar. Churúme. " Acha. Chifrar. . Chofrado. 53 Chaves. Aproche. Chincar. Chéa. Chuveiro. e Chinchórro. Chicote. hortaliça. império. Chocolate. villa. Choupa. Azeviche. &c. ou Chicharro. Agarrochado. Cheleiros. Chouriço. Beliche. Chilrar. Churriões. Chiqueiro. lugar. planta. arvore. e Acolchoar. Chumbar. º Achega. Chópo. Chover. - Chifre. Choupo. que se escrevem com ch no meio no som de ar. China. Chorrilho. * Chocalhar. Chegar. Alcachófra. Chypre. º Bacharel. Chiste. Chispar. Chupar. Chorar. . Catálogo das palavras. Chelas. Chinélla. e do mesmo modo. Chócos. Chicoréa. Chuvozo. Chita. Choça. Chumaço. e Chefe. Chusma. ilha aziatica. Atochar. Chumbo. Chuva. Chicana.

e Fachada. Cachaço. Cachópo. Cólcha.54 | Orthographia JBicha. semente. • Cólchão. Endeche. Cóchim . Cachimbo. da ilha da Madeira. trazem ao peito. Funchal. reino d'Azia. Facho. Inchar-se. Espichar. Desmanchar. Capricho. Cochonilha. Brocha. especie de pincel. Cachia. # de Concha. nhoras estómago.. Esguichar. Cochichola.. Canafrecha. Brichote. me n'Azia. Cólchete. Cachórra. a esponjeira. ". . • Desfechar.# • Coruche. . Cachôrro. Cachucho. JBrecha. Bochecha. Cachimbar. late. Garrócha. que as Se Debuchar. que se faz tinta escar Borracha. Encharcar. Cochichar. de Bolacha. Cochicho. Capacho: Frechal. . Cacho. * * * JEncher. . peixe. Bochechudo. Escabeche. - Facha. Cacheira. • Bucho. Coche. cidade capital Carocha. preciozas. e S . . Cachópa. Garrochão. Cochinchina. Cachaceira. Gancho. Empachar. Cachondé. Funchal. Cachão. . Caroucha. . • Cocheiro. Desinchar. de Funcho. Cacheirada. Fechar. Embuchar. Broche . . campo semeado. Despachar. villa. Frecha.". do reino do mesmo no Bichozo. cidade capital Bicho. .

Macho. Focha. na significação de pôr Mécha. Rechear. º rchitriclino. Pachuchada. . Machucar. Marachão. Murchar. Marchar. Prancha. vituperar. Pachórra. de cozinha. veira. Rechaçar. Tanchagem. e do mes Rabicho. ou refeitoreiro. defeito. Archites. Salchichão. Salchicheiro. Rancho. . Marechal. Catálogo das palavras. Antiócho. derivados. Picheleiro. Marcha. armazem. Tanchar. hum Filosopho Archanjo. o páo da vinha. . he Taxar. Rochedo. . Nicho. &c. Archiduqueza.. Pennacho. e Trincheira. Trinchar. Machadinha. Pachorrento. Manchar. Pichel. que se escrevem com ch no som de k. Sachar. Rinchar. o mestre 2#. Pécha. mo modo. Salchicha. sala. Petrechar. e Taxa. porque Marechaes. estaca d'oli Parche. Marchetar. Primeira Parte. Tanchão. Achilles. Tanchoeira. Tacho. Machafemêa. Remanchar. Trincho. # -Archétypo. próprio. . Trepiche. reço aos mantimentos Mócho. Machucho. P icheis. Tocha. • 56 | Machada. Trincheirar. e Tachar. herva. Trinchéte. todos os seus Rachar.

mar Egeo. Parocho. Bacchante. Chronometro. Bacchanaes. Chronista. &c. e tambem para o g cedilhado antes das Vo aes a . Huma das maiores difficuldades da Orthogra phia Portugueza. •••• L I Q À O XV. u. Patriarchal. por serem equivocos os sons de ce ci. Tetrarchia. Baccho. Sobre esta lição tem os Authores estabelleei . Christandade. Architectura. Architecto. e Machabéo. Chrysolito. herege da seita Alemanha. Bacchanal. defronte de Sicilia. Christianismo. Christianizar. Das palavras. Christífero. voragem gran Christo. Ascheburgo. Chronographia. Machina. …"+ por s. como no Chrysol. o. Christão. º 175. Cherubim. de Manes. de no mar de Messina Chronica. mar onde to de medir o tempo. quazi juntas.56 Orthographia -Archipelago. próprio. ou s seguindo-se alguma das Vogaes e i. cidade em Manichéo. Inchoativo. Christovão. he assignar regras para quando se deve escrever c. Tetrarcha. que devem começar por c. próprio. Monarcha. 174. e não. Parochia. Archivo. Monarchia. instrumen Trochéo. Poliarchia. Charybdes. com os de se si. Patriarcha. se encontrão muitas ilhas Chrysostomo. Nobiliarchia.

por que assim evitão-se as dúvidas. CSCTCVCIn-SG COIT). não he êrro escrever por s. nem a derivação exige g inicial antes de a. sem offender as regras da derivação. que se escrevem com ce inicial. e até he desagradavel na escrita." As palavras. Cegar. porêm não são sufficientes. e não por s. que os Authores trazem com ç inicial. u. as mais. as palavras. que em razão da sua Analogia começão por c. Para obviar pois as dúvidas. .° Nenhuma palavra na nossa lingua principia por ço. $s Calálogo das palavras. Censurar. pronuncia. que principiarem pelo mesmo som. SOI]S. • 176. a melhor regra he polas á vista. 177. • 3. Ceder. outras em a recta pronunciação." Na dúvida se a palavra deve começar por ç cedilhado. O Catálogo seguinte comprehende. porque nem a pronun cia. particular mente. 57 do diversas regras: humas fundão-se em a latinidade. e fica facil a sua imi tação. as que começão por este som. Ceivar. COIrl 8. perder a vista. vão as seguintes regras. e a não serem estas. o. os bois. ou por s seguindo-se alguma das vogaes a. Ceifar. e por isso não fica dúvida escrever com so to s. 2. e rigorosa observancia d'Analogia. para os que não percebem a diversidade dos . que são genéricas. Cear. por Celebrar. Além do que redu zindo á classe do s. seguindo-se alguma das vogaes e. u. cortar a seara he Segar Cementar. Primeira Parte. as que principião por ce. e as segundas são duvidozas. porque as primeiras so pódem aproveitar. e perceptiveis. 1. aos que sabem a lin gua latina. i. simplificamos nesta parte a nos esadaOrthographia. e os seus deri vados.

. saladeoema que Jezu Christo • Ceda (verbo). e tambem : Gália. Cea aos seus Discipulos. Cemitério. pocentaurus). Cem. Cenobitico. Cercear. número. dividir he Serrar com s. Certificar. Ccirões. Cegude. Célebre. Centesimo. Celicola. tauro. ou Hippocenº Celada. Celga. Centólia. póvos da antiga Cevar. de frade. Celibado. Celeuma. Celleiro. por Cclidánia. Ccdo. Cebolal. Cenobita. de pão. Cenrada. Ceiça. Cenáculo .. Cenóbio. Cento. Célho. Ccifa. fechar-se. Central. Ceirinha. do latim (Hip Celadeira. Cédula. Centuplo. Celibato. Cebóla. Cedro. Centauro. Cerzir. Cessar. herva. villa. Celeste. Celestiaes. Cegonha. Cella. Ceirão.58 Orthographia Cercar. e Censor. Centopéa. e Centões. Cenobiarcha. Celebridade. Celeberrimo. arvore. Cercilhar. Censo. Cedilho. género de ma Celestrina. Centro. Censura. . Celestial. ta VelleI1OZa. Célha. ou Cirzir. &c. Cenreira. Cedenho. Celtas. Centena. ou Cigude plan Cenoira. Celorico. risco. Centeio. Cerrar-se. Cenotaphico. Cebolinho.

Cerol. Cerúda. Cevadim. \ Cerveja. Ceruleo. Cerva. Cerração. Cessões. Cesmeiro. Ceremónia. • Cérro. Cesteiro. o veado. Césta. Cereijeira. Centuriões. Cessão. miolos. V 21 Ceppo. Cevada. Cércio. Cérce. Cepilho. Ceres. terraneos e Cezar. que Ceremonial. Cerdozo. Cérco. vazo de vimes. Cevadeiro. Certidões. Cesmaria. ou Cervo. Centurião. Cermelha. • çado muito leve. Cérne. Cervilhas. e Certeza. Cereijal. Césto. por uzo. Cerval. Cerviz. Cercillo. Cerieiro. a côrça. Cérca. e uzavão os antigos na Ceremoniaes. Cezão. Cevadinha. ou Cestinha. e Céo. Cerqueiro. Cépa. Certãas. Cercadura. Cevadal. e . e Cérebro. e Cezaréa. Cesma. Cerejas. Cera. Césto. luva de coiro. Ceuta. cão infernal. Certãa. deoza. vela da prôa _ no de linho. cidade na costa Cerralheiro. d'Africa sobre o Medi Cerralho. calções de pan Cevadeira. Certidão. • Ceroulas. guerra. • do navio. género de cal Ceraferário. Primeira Parte. Cereijas. Certame. Cérbero. lugar cercado. Ceva. 59 Centuria.

Cinzeiro. arvore. ou sacerdotal. Cifrar. Cilha. Cimento. instrumento mu Cirandar. que se escrevem com ci inicial.60 Orthographia Cezões. . &c. Cirandagem. Cilício. traições. com os Cincoenta. (cobra de) Cidra. villa. Civilizar. Cezura. Cipó. Cincar. Cidadãos. bem: Cingulo . Cima. Cidreira. Cezimbra. Címbalo. Ciar-se. Cidadella. ja madeira he odorifêra. Cimeira. e similhante á canélla. Ciba. Cintura. . Cidadão. Cicatrizar. Cilhar. arbusto. fruto. especie de cravo. Ciciozo.. . zico. Circumcidar. &c. Cinza. Cibório. e herva Ciranda. Cinnamomo. Cigurelha. Cimalha. e Cinzento. Circumstanciar. Ciscar. seus derivados. Cypriano. cu-. enrêdos. Cippo. e Cifra. arvore. Cimitarra. Circular. Citar. Cidrão. Cinta. Cicatriz. Cinco.. Cimo. Circo. preste. Cirandagens. Cidtica. Catálogo das palavras. Cidade. Cio. Cibalho. e tam Cingidoiro. Cidreira. Ciciar. cinto militar. próprio. Cigana. Cezurado. tronco. Cidrada. Cicero. Cilada. herva cheiroza. Cingir.

Cisma. Circuito. Citatória. Circumspecções. Das palavras. que principiarem pelo mesmo som. Cizirão. Circulações. As palavras. Citharedo. Circumspecto. Circumstancia. Citrino. e Citações. 61 Circulação. Cirurgia. e Cirurgiões. ou com ç cedilhado. Civica. * Civel. Circumcizões. que a antecedente. Cismático. e outras se observa rão as seguintes regras. e Círio. ave aquatica. e Cisne. Cizanice. Cithara. Cisalpino. . Cisterciense. Cirurgico. &c. á quem dos Al-. que se escrevem com c no meio. Para humas. e Civil. Ciume. L I Q À O XVI. e que não sejão comprehendidas no precedente Catá logo. Civís. e Circumcizão. . . u. Civeis. Citação. 179. Círculo. instrumento mu Circumspecção. pes. Cizânia. Cirurgião. . porque subsiste a mesma dúvida nas pa lavras. Esta lição não he menos difficultoza. Cisco. cujas syllabas médias se devem escrever com c simples antes de e. Civilidade. • Cisterna. • Circumstantes. o. Primeira Parte. e não s. devem-se escrever por si. i. Citerior. Circumferencia. e não dois ss antes de a. 178. *. e zico de cordas. .

Abração: Abraçava. e c simples antes da Vogal e. cão. Conheces. Assar. Con dessa. gar. Amanhecia. do Verbo Abraçar. i. 2. Abraçais. e do mesmo modo todas as mais dos ditos Verbos. &c. e os Verbos Amassar. que fazem o infinito em er. Remissa. Inclinação: Acce pção. Abadessa. e nas Syllabas médias ce." As palavras acabadas em ça . que no infinito acabão em çar. Conhece. 2 180. Ama nheces. ou de dois ss entre Vogaes. e do mesmo modo todos os mais. &c. 6. Amanhece. Enfraquecer. Abraças. * .° As linguagens dos verbos da primeira Conju gação. que terminão em ia. com os seus derivados. Guarnecer. : Abraçarei . antes desta terminação se escrevem com c. antes desta terminação. &c. v. o. Cassar por annullar. de que trata a pre cedente regra conservão o c simples antes de e. Escaramuçar. &c. ci tambem se es crevem com c. como: Amanheço. Beneficen . g. &c. &c. Co nheço.: Ancia. Destroçar : Geração. Tira-se o infinito do Verbo auxiliar Ser..g. Exceptuão-se da precedente regra: Massa de farinha. #. Missa. v. Compassar. ou pção precedendo-lhe Vogal escrevem-se com ç. e o ç cedilhado antes de a.g. &c. porque a pronunciação o authoriza. Ascendencia.° O g cedilhado no corpo das palavras póde ser uazi sempre uzado em vez de s entre Consoante. &c. &c..: Amanhecer. Conhecer.° As linguagens dos Verbos. v.° As dicções. Co nheci. Fortale cer. o. 5. e # v. Amanhe ci.: Terçado. &c. Abraça. &c. &c. Promissa. 62 Orthographia • 1.g. e o seu composto Desconhecer. Anoitecer. v. &c. que a pronunciação indicar. Amanheça. do Verbo Conhecer. &c. Braça. Abraça mos. Cortiça: Abraçar. Adopção.g. Concepção.: Braço.° Os Verbos da segunda Conjugação. do Verbo Amanhecer.: Ameaça. 3. conservão g cedilhado antes das Vogaes a. Conhecia. 4.g. que se escreve com s. &c. &c.: Abraçara. Perlencer.: Abracei. Devassar.: Abraço. v. Conheça.

&c.° As palavras acabadas em ie tem c antes da Vo gal i. e do mesmo modo os seus te. como: Especie.g. Primeira Parte. de Sa cerdocio. Superfície. próprio. &c. antes da Vo gal i. ### pollencia. em que os latinos pronuncião o t como c antes de i seguindo-se outra Vogal. v. Beneficio. Intendencia. Descendencia." Todo o Nome terminado em io. Incidencia. Paciente. … . Melancia. Viciozamente. de Beneficio.g. + 9. Of ficio. v. Vi cio. &c. Artifice. v.: Artificio.: Artificial.° Os vocabulos. &c. Ladroice. v. Fanfarrice. Fratricidio. 10. A's precedentes regras podemos ajuntar a se guinte. &c. 181. v.: Artificiozamente. &c. de Vicio. Officiozo. &c. Especiozidade. Sacerdote. que fenecem em ice se escrevem com c antes da Vogal e terminativa. 7. e da mesma sorte os seus derivados. o. Prussia. &c. Ocio. de Artificio. e em ç cedilhado antes de a. e os Adjectivos Gentilicios Persiano. Russiano. &c. Especiali dade. Melancieira. &c. por onde se vê. &c." As palavras. Pa lacio. Coincidido. Superfi ciar. g. o t latino he substituido por c portuguez. de Superficie. Artificialmen • • • 8. ci se escrevem com c.g. Patricio. Patricidio. Vicioxo. Tirão-se Controversia.. Anciozo. derivados. Tontice. Russia. Sacerdocio. Insolencia (de in solentia). &c. Doidice. Ociozidade.. &c.. o tem c simples antes de i. ciencia. converte se nas portuguezas derivadas d’aquellas. e nas Syllabas médias ce. Louquice. como: Alcoice. que nas palavras derivadas. Ociozo . Nação (de natio). g..: Innocencia (de innocentia). Beneficial. &c. Clemencia. Especieiro. Acção (de actio). Melancial. \.g. e do mesmo mõdo os seus derivados. Artificiozo. Persia. Be neficiente.: Especial. Velhice. • • • Parvoice. v. Coincidencia. Sacerdotal. de Ocio. e da mesma sorte os seus derivados. Officiozamente. &c. Prussiano. de Especie: Superficial. Innovação (de innovatio). In justiça # injustitia). &c. de Officio. Especifico. ou Paço (de palatium). Superficialmente. 63 • cia.: Anciedade.

……. Bazilio. reduz a regras geraes. que diz respei Alcacel. . Açougue. Açórda.: os Ascéticos Alçapões. Alcerdoza. Acinte. e pen. * * * Ascensão. mar cheio -Agnacento. º Alcaçovas. . Arcediago. Abbacial. Alcacer . . . … * * da esperitual contempla Alçapão. . Açufeifa. • Acipipe. Alviçaras.. . Orthographia 182. quan to he possivel. Alçapé.. A cido. (banhos das). .. * de parceis. ou de ban Alcaçar. . villa. Alcides. ou Arcebispado. ou cos de pedra. Alcaçús. villa. º … Antácido. º Almotaceis. por uzo . Como as precedentes regras não comprehen dem muitas palavras.. de S. Ancinho... e tiva. Almece. Acetozo. v. *# Ascéptico. .g. a qual com grande custo. . Acerro. villa. . to aos exercicios da vi Alçada. * • Arcipreste. . e Acima. são as que não pódem vir debaixo de regra geral. .. Alçapréma. Acetábulo. As seguintes. . Almotacél. Açafate. abuzo. ferrãa. Acicuta. • Alface. próprio. " Arcebispo. Açude. fiz dellas o seguinte escólio para completar esta lição. que no corpo se escrevem com c simples.G4. . Anciães.. Acerbo.br. . Villa. Abcésso... ou ç cedilhado imitando o som de s .Alcaçova. Acélga. Acéfalo. * * * Alicerse. " Alcaçarias. . Açucena. Ancião. * * Aparcellado . Alçar. • - |. próprio. . ….. Anciões.. . . º Almácega. Alcione. .

Beiço. Caçapo. Bucellas. Carnificina. de Capacidade. Borjaçotes. Decimaes. concilio ilegitimo. Cathecismo. Decennal. Papel. e Carceragem. e Diocezano. gos. e Códice. Cercilho. termo das univer Doceis. e Cacilhas. Cognoscitivo. Bracelete. Descingir. Ciciozo. a dignidade Capacete. lugar. - A . 65 Assinceira. conventicu Bocéta. Carcere. Decimal. Boçal. Decemviro. villa. Calices. e Carniceiro. Castiçal. Conciliar. Capciozo. Concizo. corôa de frade. Castiçaes. Carcereiro. Discupulo. Carniceria. lo. villa. Cócegas. Herço. Condicional. Condiscipulo. lugar. camara. Dioceze. Coincidir. Dóce. Carrocim. cidade. JBuliçozo. Concupiscivel. Decidir. Concernir. Bacéllo. . Concelho. • Docél. postas. Décimo. Condicionaes. Earcelona. Beiçudo. e res #Bacellada. Cancélla. Codicillo. Concentrico. ao respondente se dão IDuplices. em que Docilidade. Primeira Parte. Discernir. Decizivo. Decemvirato. Crucifixo. Decennaes. Calcéta. Earcélos. especie de fi Conciliação. Conciliábulo. sidades. Conciliador. as impugnações.

e Ferecino. fertilissimo. Hydrocele. Ennunciativo. hernia aquoza. Incapacidade. J'eracissimo. e :Eacorcista. bados em cida. que se igualão os dias Graciozo. Indocil. que Focinho. Fratricida. Febricitante. Jncivilidade. Imparcial. Jndisciplinavel. Excesso. linha que Suicida. arco . e Facéta. Indecizo. Incançavel. Facéto. e Façanha.ou abó Excelso. Incerteza. Homicida. Equinoccial . #"crocidade. Epiceno. *Facil. Excessivo. :Felices. e Incivís. Farçante. Hemicyclo. e Felice.G6 Orthographia -Edacidade. Faceis. Imperceptivel. Facinorozo. 1ncésto. Incerto. duvidozo. Matricida. fecundissimo. Incessante. e . Heroicidade. fertilidade. herva medici partes iguaes. :Felicidade. Façanhozo. Imperceptiveis. Face. Incizivo. Parricida. voracidade. Farcista. Feracidade. com as noites. Explícito. 3Equinóccio. como :Elicito. e dincendiário. Indisciplinaveis. Hmplicito. Inconcésso. Incançaveis. Facilidade. Imparciaes. e os mais acaº Elasticidade. Feiticeira. nal. bada do feitio de bêrço. "Eaccepto. divide o Mundo em duas Genciana. o tempo em Graciozidade. Incivil. o mesmo. &c. Incendio. • • Incizo. cidade de Italia.

Lascivo. Marcello. Mercé. Judiciozo. Irracional. Insociaveis. Insaciabilidade. Intercepto. Merceeiro. Lamacento. Mecenas. Justiçozo. Mordacidade. Lençol. e Monçarás. capella. Lande. Mocidade. Lancéta. Laçar. e Mação. e agudissima. Justiça. Maçaroca. e Maçame. Laçada. Insaciavel. Merceeria. animal de vista Innascivel. e Insaciaveis. Multiplicidade. próprio. Lícito. Maçanéta. próprio. Morcego. Invencioneiro. é Manceba. Maçarico. Intercessor. e Marcial. e Marcellino. Judiciaes. Innocente. das. Mucilagem. Medicina. E 2 . Irreconciliaveis. Lucifer. villa Lamaçaes. Irracionaes. Maçãos. Innasciveis. Insociavel. Mendicidade. Judicial. que se Lençóes. e Macéte. Lince . Macilento. A4unicipio. Intencional. Lamaçal. herva. Invenciveis. Invencivel. Miscellanéu. é Inducias. Loiça. Mancebía. arvore. Justiceiro. concedem nas deman Licenciado. E7 Indoceis. Maçeira. Irreconciliavel. Loquacidade. Macélla. Primeira Parte. dilações. • Infelicidade. Lanceiro. Indocilidade. Lacticinios.

tormentozo. !Sinceridade. Romance. Recente. Primicias. Racional. Fibanceira. Narcizo. Racionaveis. . Rociado. Preceito. . Principe. ou Occidente. Occidental. Receptáculo. tor Sobrancêlha. -Parcial. Oceano. • Sobranceiro. resulta da divizão de JNacionalidade. Percalço. JRocim. Semicírculo. Receptiveis. Realce. Occiduo. Murcélla. Simplices. Recésso. |. Principado. rochedo. hum número por outro. e Rocio. Percevejo. Nupcial. chouriço dôce. Nocivo. Rapacidade. e Procellozo. . Obsceno. Officina. Perceptiveis. animal fe Parcél. Parcialidade. ou Precalço. Sagacidade. Romancista. Nacional. . . Procella. e Ronceiro. Paciente. que Nacionaes. TOZ. Pincél. Simplicidade. Perceptivel. Racionavel. e Racionabilidade. • Parceiro. *38 Orthographia Municipal. . Realço. Retrocésso. Processo. próprio. Paliçada. Rusticidade. e Opacidade. Nupciaes. Rhinocerote . Imenta. tempestade. Receptivel. número. __ Municipaes. Pinceis. Prejudicial.Sincero. Recinto. Principal. e Quociente. Processar. Preeaccélso. e Obscenidade. Racimo. Pacacidade.

e /encido. Kice Rei. Substancial. palavra latina. chu . Primeira Parte.° dissemos.* lha. ---- L I Q À O XVII. Tapeceiro. carneiro com Solecismo. que o h se exce ptua das Consoantes.Sociaes.Sociedade. chi. /ericidade. Ferça. que escritas sem h se pronuncião do mesmo modo Omem. Honra. Terceiro. vellos d’oiro. que Superficial.Solicitar. /encilho. Melocidade. e Superficiaes. lhe. /encedor. Trapaceiro. Supersticiozo. e Venciveis. porque constitue sons. nha. P'encivel. Successivo. nho. . Onra. . porêm nestas Syllabas cha. Substanciaes. herva. significa Kice vez. e das que temº letra no meio. nhi. pela razão de não ferir as Vo gaes. e neste cazo o h não tem influencia alguma sobre a pronun . que faz as ve Tácito. • |. Fellocino.: Homem. que são próprias da nossa lingua. Kice. Das palavras. lhu . Almirante. • 183. che. nhe. O h no principio das palavras he sempre mu de. Successor. v. lho.g. . Succinto. &c. Succésso. e Torcicollo. Sociavel. . 69 Social. necessariamente o devemos considerar como letra Consoante . que sem o h se não poderião proferir 184. &c. mhu. e • Terçado. zes de Rei. Solicito. lhi. Em a lição 3. que estaprincipião por h.. cho.Sociaveis.

necessariamente se devem escrever com h. Consoantes c.° por que póde mui facilmente omittir-se o Accento na es crita. Finalmente o h he util.g." Porque a subtracção das duas primei ras letras do radical latino. e se lhe tirarmos o h. 186. e que significão estas palavras! Nem hum.. v. nenhuma sem h. e mesmo na impressão . has. 187. porque indica.: Abra hão.quando se junta com alguma das • • " … + .g. e com elle distinguimos muitas palavras. &c. saia de sahia . que escritas sem h ficarião a. e não um. que taes palavras tem origem Grega. Pela mesma razão as linguagens do Verbo auxiliar haver se devem escrever com h. ou Hebraica. 188. 1. o que se evita escrevendo-se he. v. contrahidas de unum." Porque não se pódem escrever os seus compóstos nenhum. huma . 185. que hum Accento: 2. De que preeede se colhe. ha. porque algu mas sem elle tambem se confundem. mas deve-se conservar por ser hum vestigio dos seus radieaes: Homo. porque não se hão de escrever todas as mais para a uniformidade? 189. uma. que dê alguma fôrça á Vogal. 70 Orthographia ciação. ai de ahi. rh. Tambem por duas razões não admitto escre ver-se é terceira pessoa do Verbo Ser sem h. huma.: caio de cahio. Honor. th. exige hum signal. 2." Por que huma letra vale mais. e que tem fôrça de letra na compozição. Ibrahim. As palavras hum . l. &c. n. 190. e preferivel aos Ac centos. não saberemos donde procedem. cuja falta tem o gra vissimo inconveniente de confundir o Verbo com a Conjunção e. e em outras he indispensavel. nem huma: logo deve-se escrever hum. por duas razões. saio de sahio. as Artigos femininos: e se aquellas se escrevem com h. que o h he neces sário na lingua Portugueza. v. que não tem fundamento. he letra puramente etymológica. e suppra de certo modo as di tas primeiras letras.g. Ispahan capital do reino da Persia. Nas palavras. que se escrevem com ph. 1.

Herdade. Herezia. Hermaphrodito. Catálogo das palavras. Hagiographos. zião parte do corpo Habitude. Hastea. Habitação. &c. Hamadryadas. Ha. Hedionda. Escritura. provincia do rei. e todas as suas Hermaphrodita. e Helice. Heliometro. que se escrevem com h. Para evitar toda a dúvida no uzo do h. He. Bavéres. . Herdar. bosques. Habito. ração. inicial. cidade. Ha. Verbo. Hebraismo. Harmonia. Hamburgo. a Ursa maior. que tem h inicial. hum das palavras. cidade n'Azia Hemorroidal. Habitaveis. Hemorroidas. Primeira Parte. ou Habat. Hellenico. ilhas ao poen Habilidade. Halito. Hebridas. Hermeneutica. te da Escocia. Hebraico. Herança. Hebreo. nome que Hemicylindro. e fórmas. nimfas dos Henrique. de pasmo. famoza época dos Habitar. gregos que fa Habituar. se deo a certos livros da Hemisphério. Habilissimo. Hellenos. Tlen Or. Hebdomada. Halicarnaso. no de Fez. e outro das que o tem nas Syllabas médias. Hectica. Hercules. Interjeição de admi. Habilitar. Habil. Harpia. cidade. verso que. Hendecasyllabo. riquezas. Habitavel. 71 \ 191. Hepática. Haver . Hannover. Arabes. fiz os seguintes Catálogos. Hegira. tem onze Syllabas. próprio.

rinho. Hóstia. Herpes. . Hermita. KHostíl. Holocausto. Heroicidade. Bespanha. dos lobos. Horizonte." Homilia. Hortelão. a Toscana. Homem. prática ou ser Humanizar. xa. póvos. da mesma Hérnia. Homologar. ou Cen Hospedar. Hui. próprio. reino. Homicida. Hospital. Honra. Hollanda. Horta. Bonestar. JBetruscos. Horrifico. Heroína. Homogéneo. IHipocampo. Pnterjeição de quei Hombrear. Horto. JBearamétro. Humanidade. dama. cavallo ma Hospede. Hombro. Hippolyto. Honor. Horrendo. Hum. Homiliar. Betruria. • Honrar. Hospitalidade. tauro. Honório. Horométria. |. Heroico.72 Orthographia Hermenerico. • Horário. fonte. . a Irlanda. Hostilidade. . próprio. Hospedagem. Hervagem. * JHeterodoxia. Huivar. Hospicio. Huma. º - Humedecer. JHebérnia. Homenagem. de diferen dir as horas. arte de mes Heterogéneo. Hiato. Heróe. natureza. Hoje. Hervanário. IIorror. ou admiração. verso. te natureza. . Hezitar. mao. próprio. História. \ Honorífico. Hora. Heroísmo. . Honestidade. reino. Hippocrene. Hippocentauro. Herva.

Hypocrizia. Hyperbato. &c. Hypostática. 73 | Humildade. Hysopo. Baccho. Hypothecado. Hypotheca. Humilhar-se. Comprehender. Coherencia. e da Hyperdulia. Hydra. Cohibir. Bahia. ou n. Hydropezia. • Abstrahir. Cohabitar. Hydrographia. Coherdeiro. Hypocondriaco. Hygino. Attrahir. Exhalar. Hysope. que se escrevem com h . Deshonestar. Virgem. Cohonestar. Dahi. Cahir. Detrahir. Deshonrar. Hypothético.Adherência. suppozição. Contrahentes. Hypothecar. Hydrostática.. Apprehensão. próprio. Catálogo das palavras. ou l. Primeira Parte. Bahú. Hymeneo. • Hysterotomia. Hymno.intermédio. Hysteralgia. culto . Hyperbólico. planta odorifera. Hypócrita. Hypostasis. O seguinte Catálogo comprehende as palavras. sem ajuntamento de c. . Deshonra. Deshonestidade. Hystérico. que se escrevem com h intermédio. 192. Hydromancia. cobra d’gua. e Bahús. Detrahido. • Hydrometro. Contrahir. Humor. Hypotypósis. que mesma sorte os seus de se rende á Santissima rivados. Hypóthesis. Hydrologia. Hydraulica. - .

Jnhonesto. L I Q À O XVIII. Kehemencia. rio. Incomprehensivel. ou Jem. 194. Sahir. Reprehensão. Exhortação. Sahimento. que no principio. e je são similhantes. 193. &c. Prohibir. u não a póde haver por serem os sons mui diversos. so pódem servir de regra as palavras latinas donde se de rivão as portuguezas. e imitar nestas a Orthographia d'aquellas. Irreprehensivel. Subtrahir. Gente..Sahida. que no principio. Inherente.***. Inhumano. Subtrahido.: Geito. Reprehender. ou no meio se escre vem com g. o. Jehovah. Exhibir. . ou j Consoante. Fehemente. Incoherência. Rehabitação. Inexhaurivel. Rehabilitar.***…". Gemer. Inheréncia. Como os sons de ge. Rhin. Prohibitivo. Inhibir. Retrahir. porque antes das Vo gaes a. e por ji nenhuma palavra Portugueza prin clpia. Das palavras. so póde haver dúvida seguindo-se a Vogal e. Recahir. ou no meio se escrevem por g. Género.74 Orthographia Eachaurir.***. ************************. ou_j Consoante. Exhibição. Jnexhausto. seus derivados. Exhortar. Jnhabitavel. Kehiculo. e das que terminão \ em gem. Nas palavras. com os Mahometano.g. Rhetórica. v. . Prohibição. Inhabil.

Jejunum. Jesué. Todavia temos algumas palavras puramente portuguezas. assim no prin cipio. Jeremias. Nome ineffavel. Jerusalém. &c. ou Josué. Generatio. &c. cidade.. Mas attendendo. Pelo contrário escrevemos Jejum . e os seus derivados. que se escrevem com ge. Jerarchia. porei á vista as palavras. do Brazil. e nestes termos a regra acima. doente do fi Jerepamonga. cidade. São as seguin tes. Jesuitico. Gema d’ôvo. escrevem-se com g inicial. 198. será regra certa escrever por ge. 196. Primeira Parte. para assim tirar a dúvida. Jericó. Jezus. Japão. Jehovah. &c. cidade de Japão. Jessó. • 197. Gemere. próprio. . porque vem de Je junium. cabra negra gado. cidade.g. tina.. Jcroglyphicado. eidade da Pales e mysteriozo de Deos. - Jeroglyphicar. Jejuno. Jejuar. &c. póvos. cidade. Geringonça. Jejuno. Genus.B. Jecinoroso. 73 Geração. como no corpo. não he regular em todas as palavras. com i Consoante. que no latim tiverem g. que a regra precedente fun dada em Analogia não serve para todos . Ligeiro. v. por imita ção dos seus radicaes Gestus. N. 195. Lagedo.: Geada. Jejum. Lagear . Ligeireza. que aquellas. quando. Jezuita. Jejuar. e as mais que começarem pelo mesmo som. Jeropiga. região ao Norte do Jenupa. Jejunare. Jeronymo.. Jédo. Lage. Jerarchico. Q Santissimo nome Jesus . mas serve de advertir. Jerápoli. Gens. o terão tambem no Portuguez. Jeroglyphico. Jebus. Jene. que principião por je. Jebuseos.

• 3.Adjectivar. Origem. &c. . &c. Lambugem. &c. &c. e do mesmo modo todos. que forem Nomes devem terminar em gem. Conjectura. e sub (que perde o b). Projectar.76 Orthographia se lhe segue a palavra Christo. Invejemos." Finalmente escrevem-se com j Consoante as linguagens dos Verbos. assim tambem não temos nenhu ma. que tenha som de je . &c. Herege. ou Verbos. que fazem o infinito em jar. omittindo o s • 199. os que no infinito acabão em ger. Estalagem. &c. assim nas Syllabas finaes. Sujeição. Projecto.: Almargem. Forcejem.. Sege. Pelejes. que nenhuma palavra Portugue za principia por ji. seguindo se Syllaba. Sujeitar. Impigem. ad. que tenha esta Syllaba média. eufonia. mas para estas observaremos as seguin tes regras. ou Interjecção. como nas médias. ugem. que são faceis. &c. Ferru gem. &c. Peleje. excepto Sujidade. Conjecturar. ou j Consoante seguindo se a Vogal e. Forcejemos. Vogal. In veje. por moti vo da final. Pe lejeis. pro.: Forceje. Falan ge. Objectar. Rejeitar. Invejem. ainda Margem. &c. &c. e perceptiveis. Finge. v. &c. &c. Adjectivo. + 200. escrevem-se com j Consoante. Vertigem. Forcejar. Pennugem. Forcejeis. Os Ver bos Confrange: Constrange. Prote ge. 1. escreveremos com g. Abjecto. v. he melhor." As palavras sejão Nomes. Frege. que são fórmas dos Vitº. Orange. que no corpo se escrevem com g. como: Bagagem. Monge. Pelejem. con.g.que lhe não proceda Vargem. Objecto.: assim todas as palavras. escrever Jezu Christo.: Abjecção. . Rejeição. 2.g. Tange. Invejar. ob. inter.. 3. Pelejemos. "Borragem. A mesma dúvida existe nas palavras. &c. &c.g. Inter jeição. v. re. &c. que prin cipiarem por alguma destas prepozições: ab. Ja dissemos. Pelejar." He tambem o g próprio das terminações em '# igem.° Sendo o g próprio da terminação em ge pu ro. Unge. os Nomes Alfange.

Douzo de I. Ursula. Gi Xar. Inofre. com J Consoante. com V Consoante. v. 204. Jozé. 77 Logo fica regra geral.g. e minúsculos. &c. es crevendo. A mesma regra seguiremos no uzo dos dois ij.g. e dois UY hum Vogal. a primeira será Consoante.: Urânia. Urbano. 202. &c.. Ventura. ou V Cansoante maiúsculos.g. Gibraltar. Gingibre. injuriar. v. Ginjeira.. v. AA^^^^…\^º\^º\^º\^º\^º\^º\^º\^\*AAAAAA^***AAA. Regra. não so no principio das palavras. cobra. de modo que sempre se escreva o contrário da segunda. O mesmo observamos no uzo dos dois UV. &c. viver.: Giboia. v. e do U Vo gal.. ao que se reduz es ta lição. L I Q À O XIX. proponho a regra seguinte para obviar este inconveniente. e Valério. cidade da Catalunha. Consoante. com U Vogal.°. porque o som he o mesmo. principião por IVogal. e dos dois uv minúsculos. tanto nas Syllabas iniciaes.: Ignácio. porque a segunda letra he Consoante. ou J. Gingiva. Primeira Parte. Vicente.. Girasól. Pelo contrário escrevemos. v. mas tambem no corpo. Ja mostramos em a lição 3. Girar. outro Consoante. ou Gingeira. 201. porque a segunda he Vogal.: Joaquim. uvas. a primeira será Vogal. &c. Gigante. 203. Girona. invejar. vida. que he.: igual. Quando a segunda letra da palavra for Vo gal. urtigas.g. Innocencio. Ginja. juro. como nas médias. para que todas as palavras se escrevão por gi. &c. Vogal. João.. e quando for Con soante.g. que temos em o nosso Alphabeto dois IJ. Giria. . Giesta. e como muitos uzão destas letras indistinctamente. Giro. &c.

ou en. e á nossa pronunciação. Fanqueiro. m. Ganso. . Com. Bemfeito. p. Antes de b. mas sim antes de to das as outras Consoantes. ou p escreveremos m. v.\^º\^\*\/\/* */\"\/**/\^^^^^^^^^^^^^^> L I Q À O XX. que principião por em.: Antepór. ou in. pareceo-me a propozito tratar aqui das pa } lavras. Engaço. Tempo. 205.g. Reduz se á regra seguinte.78 Orthographia &c.: Ambos. Alemtejo. ou n no corpo das palavras. Circum. Con ferir. A Orthographia desta lição he mui confor me ao uzo dos latinos. Quando se ha de escrever m. Comtigo.g. 206. &c. e por jm.? Empachar.: Embolsar. Amparo.. e daqui se deduzem os tres seguintes preceitos. Circunstancia. Querendo amplificar a doutrina da preceden te regra. Isto quer dizer. cuja Orthographia se reduz á regra geral de nun ca escrever n antes de b. que havendo dúvida no corpo das palavras. Antes das outras Consoantes. e do Adverbio Bem. v. Bemvisto. Circumspecção. na dúvida sem pre escreveremos n. A^^^^^^^. Immaculada. e nunca n. m sempre se escreve m. seguindo-se alguma destas tres letras b. e as Consoantes ferir as Vogaes. A razão desta prática he. 208. p ? &c. &c. se havemos de escrever m. ou p. ou m.: Alemquer. ou m.2 Emmaranhar. Comsigo.g. &c.g. v. Cambio. Bemquisto. O • • • 1. p. v. Donzella. que a se gunda Syllaba começar por b. Bandeja.° Principia por em toda a palavra. Regra. porque so as Vogaes pódem formar Syllaba.: exceptuão-se os compóstos das Prepozições Alem . ou n. Immortal. 207.

Dáphne. v. 209. e das que tem rh. Indagar. para se não perder o conhecimento do sentido dos seus radi caes. e posto que não seja êrro escreverem-se com f. • Coriphéo.g. Engarrafar. ou in. Injustiça. JE """ 4Bósphoro. p. Délphos. Enleio. Pelo que escreveremos com ph as palavras seguintes. O p aspirado com h. Inçar. que se escrevem com ph no som de f. &c. Enfado. m. #. 79 2. nas quaes devemos conservar o ph. Calygraphia. &c. Endé cha. Aphéresis.: Imbecilidade. Amphibologia. *Bucéphalo. ou por meio do latim. Immacula da. que não se ja alguma das tres b. Apóstrophe. Capharnaúm.° mesmo se observa nas palavras. Antiphrasis. Das palavras. Infamar. so he admissivel em pa lavras derivadas directamente do Grego. Cosmographia. •Alphabeto. Primeira Parte. a escrita.. &c. escreverá por Analogia. porque sempre fica a mesma pronunciação. que são Nomes próprios. Ephemérides. ************************************ L I Q À O XXI. porque não se devem escre ver com f. quem uzar do ph na Orthographia das palavras gre gas. que princi pião por im. Impaciencia. Antiphona.° Principião por em todas as palavras . e isto he mais hum motivo. e lhes conservará o dis tinctivo da sua origem. que a segunda Syllaba começar por Consoante. . com tudo. Infante.g. e th. v. Colygraphico. 3.: Encósto. "Aphorismo. Anástrophe..

Phrygia. provincia. Phebo. cidade. que principião por r. rio. Philósopho. Rhimberga. Historiógrapho. Os vocabulos. Pharmaceutico. Memphis.80 Orthographia Epitáphio. Topographia. Rhecia. Jeroglyphico. rio. 210. Pharmácia. Rhythmica. Philosophia. rio de Fran Ça. Hemisphério. agudos. Rhecidria. o memo que trOVas. que tem dois Rhetórico. angulos obtusos. Physica. figura de qua _Rhetórica. deosa da vin Rhodano. Rhodope. 3éphiro. Orthógrapho. Stróphades. Methaphisico. cidade. Physico. cidade. • Rhinoceróte. Triumpho. Rheuma. Philistéo. Phenicia. Rhamnúsia. Strophe. aspira do com h são os seguintes. animal qua . &c. o Sol. humas ilhas. • gança. tro lados. raiz. e cidade. Propheta. Euphrates. Orthographia. Nephritica. ou cia. Rhadamantho. ou França d'Alemanha. que significa har JRheumatismo. monte da Thra Rheno. Philadelphia. cidade antiga. Rhin. Rhythmo . ga. Rhomboide. Phenicios. Geographia. Synalepha. que houve no Egypto. Esphera. palavra gre Rheumático. ##### Pharsalia. que separa a Rhombo. drupede. e dois Rhuibarbo. ilha. I]]OI112 IlO VCTSO. Methaphisica. Rhodes.

Atheista. Hypothesis. Bothania. Sympathia. Corinthio. região. Demosthenes. Catharina.br. • • Orthólogo. e os seus derivados. Cytheréa. próprios. Author. habór. Mythologia. Theodoro. o Cathólico. Athenas. monte. Thema. Méthodo. pen. Thebaida. Theodora. Antipathia. ilha. cidade. • Arithmética. eu greco-latinas se escrevem com th inicial. Anathematizar . Theodozio. Athleta. onde nasceo Jezu Chris Pósthumo. Theodozia. Cythéra. % áthico. Thaumaturgo. Orthologia. que por Analogia com as lati nas. próprio. Carthaginez. Cathólico. o homem Thebanos. Venus. Epítheto. Cithara. Thalia. JPrimeira Parte. pen. F . pen. Mythológico.br. Authoridade. excom Ethologia. Lethargo. Orthográphico. Authorizar. cidade. Tharsia. # que teve a Grecia. 3} 211. lugar na Judêa Parenthesis. . Carthagena. Ethiópia. cidade. Thebas. mungar. Orthographia. Corinthico. Authoria. Corintho. Bethlém. rio infernal. Mathematica. Theatro.br. são as seguintes. huma das nove Carthago. Orthodoxo. Ethiope. Thálamo. tO. Musas. Lethes. e tambem nas Syllabas médias. Authenticar. póvos de de maior eloquencia. Theatral. As dicções. Theatíno. Enthezoirar.

Thyrso. Theocracia. 214. próprio. e o q não a fere sem algum som in termédio. Côa. villa. que o h depois de r.82 Orthographia. o. Theoréma. e para a perfeita imitação dos seus radicaes. &c. próprio. Thymbrio. Thessália. Throno. Canastra. que a pronunciação de ca. próprio. ou fi naes. \ Regra. porêm como sempre ha quem duvida dos sons.° ja adverti. he necessário con serva-lo. Thezoiro. e co he diversa de qua. Theórica. que principião por qua. insignia de Bac These. por este motivo. . Thomar. 212. Thessálico. Coar. ou t nada influe na pronunciação da letra an tecedente. assim nas Syllabas iniciaes. v. He claro. mas como nas palavras acíma o h he letra puramente etymologica. Mar. como nas médias. Thezoireiro. Theologia. e das que tem no meio estas Syllabas. Em a lição 17. Thomé. Theotónio. Thomás. próprio. rio. Escreve-se c simples antes das Vogaes a. que o som for líquido. • Thurificar. a regra seguinte tira a dúvida. porque o c fere a vogal immediatamente. Alcanede villa. e quo. ou quo. todas as vezes. Das palavras. 213.g. Thuríbulo.: Cal. Thethis. Theor. / •••••••••••••••••••••••••••••••••••• L I Q À o XXII. Theólogo. deoza. Timotheo. cho. Thrácia.

Antiquario. Quartel. Quadragesimo. &c. Quotidiano. e quo. e tirando estas. Quadrupeado. Quarteiro. e Quadruplicar. e Quaes. &c. Quadrilha. Quarenta. Quadrangular. Conjunção. Quarta-feira. Quadratura. Quadrimomo. Ila. Quadriennal. Quadragenário. • Quadril. Quartão. Quadrupedante. Quadrilheiro. Quantia. Quartanário. Quando. Qualificar. e Quartãas. Quarteis. Qualificação. aqui vão no se guinte escólio as palavras. e os seus derivados. Quartapiza. e co conforme a pronunciação. v. Quão. 83 co. Quadrante. que he a melhor de todas as regras. Quadruplo. Quadriga. Quantitativo. quando o som não he líquido. Obliquo. Quabruncas. que principião por qua. Quaderno. por se perceber algum som intermé dio. Quadrilátero. Além da precedente regra. Quaresma. Quartear. Quarentena. Quadrar. provincia da Chi Quadradura.g.. Quadriennio. Quadrado. Qualidade. Qual. Quadernas. rio. Quanto.: Quadrar. Quadrupede. Qualquer. Quadro. as mais principiaráõ por ca. 215. F 2 . Quansi. Qual. Quantidade. Quartéto. Quociente. Quarta. Quarteirão. Quadragesimal. Quadra. Quartáo. Quartãa. Quartella. Quaresmal. pelo contrário escreve-se qu. Aºrimeira Parte.

Aquatil. Vaniloquo. e os seus derivados. Culatra. Esquaques. • Esquállido. Loauazes. Aliquantas. signo. &c. Loquaz. Aquozidade. Aliquotas. 217. reino. Altíloquo. Reliquário. &c. Quatrálvo. divizão de hum número Quazi. Aquário. Esquadrinhar. Cucúlla. animal similhan $#* te ao crocodillo. • Quatrocentos. partes. Esquaquellado. Appropinquar-se. Obliquo. JEsquadra. Esquartelar. Aquateis. Antiquar. partes. que tem no corpo as Syllabas qua. e Grandiloquo. Quinquagesimo. Quodlibéto. para que todas. Quogélo. Aquático. . Esquartejar.*34 Orthographia - Quartilho. e quo são as seguintes. Quartinho. o resultado da Quartola. Iniquo. acto Theoló # atorzeno. Cuenca cidade. por outro. Quaternário. Brevíloquo. Quatriduo. Loquacidade. donde fica regra geral. Cluotidiano. - Esquadria. Esquadrão. Cuécas. Quatrinca.g. . v. 216 Não ha na nossa lingua palavra alguma. Esquartelado. Quoja. e Aquartelar. que principiarem por este som se escrevão com cantes da Vogal u. Cucur bita. que principie por quu. Propinquo. Quatro. gico. Adequar. &c. As palavras. Quotidianamente. Quociente.: Curtir.

e todas são as seguintes. Sachar. que principião por ç cedilhado. Sacudir. Agora nesta li ção. Sacramentar. 218. Sacrificar. dividir. Servir. Saber. Situar. Scientificar. Sacar. Saciar." já adverti não ser êrro es crever com s as palavras. Serenar. * Safar. que devem começar por s. Sitiar. Sandar. e das que tem esta letra no meio antes de Vogal. * Sapatear. (notadas com este signal *) e as mais que principião por s. . # 8entir. Significar. #… #. Simular. Santificar. Saxonar. • Segurar. Ol?". Saltear. Satisfazer. Saquear. Salpicar. . u. e outras a huma so classe. e os seus derivados. Singularizar. seguindo-se alguma das Vogaes a. Ser. Segundar. Sentencear. reduzindo humas. Semear. Satyrizar. Sangrar. Serrar.3 • Primeira Parte. Signalar. Das palavras. ÁSeparar. º Senhorear. XXIII. Seguir. Em a lição 15. coherente com o meu systema. 85 ••••••••••wwwwwwwwww wwwwww L I Q À O. Sequestrar. *Saltar. Scintillar. porei á vista as referidas palavras.

soletrar. e tam bem: Sopetear. ou Subscre * Sujar. . Sá. Sabonete. Saboaria. . 86 Orthographia Soar.Sofrer. Sundicar.. Saloio. Subsistir. Sufocar. * Safões. *Soccorrer. e Sás. * Sabujos. Supplicar. * Safada. . gôsto.Sobrescrever. Sabbatico. solidar. .Sorrir-se. ASubstanciar. #ar. Sortear. *Sobrar. * Safo. . Subir.Suar. Sábor. Sobejar. Sabbado. Subverter. Sacrário. Sujeitar. rio em traz os Mon . Suspender. Sabbatina. Saborozo. Suggerir. * Surrar. Salitre. Subordinar. Subnegar. *Soldar. * Safra. Sommar. Suspirar. Syllabar. e Saes. Submergir. . Soprar. Sabedoria.SOpear. Sabão. Substituir. Suscitar.Sublimar.Solemnizar Supprir. Sabór. tes. . &c. ou Submetter Suster. Sorver. *Subornar. + Sovar. 1:67". appellido. Sal. ." Sometter. Sopportar. / Soluçar. Subministrar. Supprimir. Solicitar.Subtrahir.Sortir.Succeder. Sustentar. Sonegar. . . Suavizar.

vento. * Sumbaia. Sul. Symbolo. e Surrador. Sapateta. Symmetria. susueste. . Symbólico. Suor. . # Syllogismo.. * Suja. * Sanefa. * Samarra. Sobaco. ÁSoberano. 87 Salsa. Sigillo. Primeira Parte. Sapateiro. Semana. Serra. Soro. Superfluo. Sorozo.. Sape gato. Superfluidade. Sinceridade. * Sujamente. Setta. ou Septembro. Século. planta. * Surriada. Senhora. * Surrão. Supremo. Sutil. Sutilidade. Superficial. Sapal. Séptimo. * Samo. Setteno. * Sumo. succo d'alguma Sargaço. - Sustento. Senhor. ÁSino. o maior. Sincero. Sarça. Sutileza. Sómente. Suspeita.Sege. Sé. So. Superficie. Sutana. Serra. Suéto. ou Saudades. Settembro. Soada. * Surra. e Sóes. Sullepse. * Sumarento. Silencio. Sol. Summo. Sylvano. instrumento. vento. Sobrinho. Susurro. . Soante. * Sumagre. monte. .Sette. Sapato. Sapata. Susto. Satanaz.

• Symptoma. Insinuar. Pulsar. Fclipsar-se. Adverso. Consiliário. Conseguir. Resentir. Ensopar. Synalépha. Adversidade. Inconsiderar. Proseguir. 38 Orthographia . são as seguintes. Ensebar. Consistório. . Syncopa. &c. JBalsemão. . Incensar. ou Cousélos. rio. Balsa. Conselho. JDiscursar. Persignar-se. N • Absolver. Perseguir. Absorber. Conservar. Amansar. ferindo-a com todo o som de s. Absurdo. Resurgir. Bolsa. Albigenses. Consequencia. Subsistir. armar ciladas. e tambem: Consumir. Adversário. Syndéresis. Balsamo. Syndico. Malsinar. &c. . Imprensar.Sympathia. Insistir. intelligencia Synagoga. Consenso. Consequente. Consistir. antes de vogal. Consentanéo. e os seus derivados. Aconselhar. que se escrevem com s no meio. Expulsar. Fnsoberbecer. Fnsinar. Consólos. Insidiar. /ersar. Consignar. 219. Tonsurar. Persuadir. Halsar. Observar. Cursar. Embalsamar. Dispensar. Considerar.. innata. As dicções. Pensamentear. Bolsar. Conselheiro. Consentir.

Recurso. ilha. Tharsís. Subsidio. Reprehensão. Denso. Curso. Incansavel. reduz-se á regra seguinte. Prosélyto. Corso. e Girasóes. Mansidão. e Cursôres. . e Universidade. Imperador Napoleão. Insípido. Excelso. ave. Subsequente. Impulsivo. patria do Insólito. Cursór. }Yersinho. Extensão. Universal. JZersículo. L I Q À O XXIV. Impulso. }Yersão. Incansaveis. Subsistencia. Emersão. 220. Indefenso. Girasól. Insolente. A Orthographia desta lição. Inseparavel. Discurso. Persuto. Corsiga. . Disperso. Insensato. e suas axcepções. Ecipse. &c. Quitasól. Persado. }Yerso. Incurso. Intensão. Malsim. Indispensavel. Narseja. Decurso. Do s entre Vogaes. Subsidiário. Insensivel. Universo. Térso. Sensivel. Primeira Parte. Eclipsado. Ensopportavel.

e nunca com z. &c." ex cepção o Nome Prezunto. Parenthe sis. &c.g. que não compre hendem as precedentes excepções deve-se escrever a entre Vogaes. em pala vras compóstas das Prepozições Latinas de. Physica. Quinquagesimo.: Desenhar. porque a segunda parte componente da palavra começa por s." As palavras compóstas da Prepozição negativa des. Resentir. e seria absurdo escrever. não so em quanto á substituição de f por ph. porque os seus radicaes não encerrão z.g. porque em Grego xóphos. 1. v. # mesma razão se escreve s. re. Trigesimo. &c.: Anchises. por que o s fica sempre pertencendo á primeira parte com ponente da palavra. 222.. ou Verosimil. 221.g. v. v. palavra compósta do Nome latino Veri. 2. significa tempo escuro. 3. mas particularmente á do z por s. Emphasis.° Nas palavras. pre.: Vige simo. Bisavó. Não devemos escrever s entre Vogaes para valer. v. e sophós sábio. Numeraes Ordinaes. que não estão propriamente admittidas por Portuguezas. Eacepções. e sôa como tal.: Desembargar .30 • Orthographia Regra. &c. que se escreve com z. Philósopho.g. escreve-se s entre Vogaes com o valor de z.. ou soar como z. ou Vero.g. Quadragesimo. Em todas as mais palavras. e tris es crevem-se com s entre Vogaes.: Filózofo por Philóso pho. v. por ser propriamente portuguez." Finalmente escrevem-se com hum so s entre Vo gaes os Adjectivos. e não z em Verisimil. Trisavó. e nunca substituilo com s. e as que principião pelas Syllabas bis. Phi losophia. e por este motivo seria grande êrro substituir z por s." Tambem se escreve s entre Vogaes. Tira-se desta 3. Presuppor. porque sem neces . Phisico. 4.

. 91 sidade não devemos escrever huma letra. ou líquido. Xarife. Xarope. Xacca. Xarafim. 224. que se devem escrever com a. Xaque. Não obstante ser o som do a diverso do ch.°. ci Xaropar. e 4. Xareta. dos. 3. como mostrei em a lição 14. ou do ch. rio. mas como muitos duvidão. aqui vão as palavras. e pronunciar outra. por cau za da veloz pronunciação. e Xareis. + Xalapa. cidade. quando a elles se attenda . e Xagões. Xara. que nas palavras da 2. e Xaireis.". Xabregano. Xagoão. porque as palavras. por uzo Xael.Xaquema. moeda. Xadrez. que principião por c. Xacoco. e não co mo z. Xantho. Xairel. que se escre vem com a inicial. Xabregas. 4 L I Q À O XXV. tra da India. o que pro cede de não attenderem á pronunciação. rio. Xarel. que principião por a tem hum som chiante na primeira Syllaba. e são as seguintes. Xaropado. e Chalon. Xamate. escrevendo com ch palavras. ainda que em algumas assim parece. Das palavras.° excepções o s sôa como tal. e vice versa. Xaguate. Esta diversidade de sons he a regra mais segura para o acêrto no uzo do a. muitos equivocão a Or thographia desta letra. He necessário advertir.°. Xalon. e os seus deriva dade de França. e das que tem esta letra no meio. Primeira Parte. e as que começão por ch tem som mais fechado. o primeiro Idola. • • 223.

Mexer. Enxugar. rio. melhor Inserir Ameixial. Fixar. Abaixar. moeda. . Xeque. do latim (Inserere). • Apoplexia. rio. Apaixonar-se. Enxarciar. Ximenes. e não ch. Enxofrar. Relaxar. Almofreixe. • Enxaropar. Almoxarife. Xever. Deixar. Ameixa. &c. Xavier. Lixar. Xiatima. Almoxarifado.. Ena ovalhar.92 Orthographia Xarrama. Empuxar. Enxertar. Xergões. Xerez. são as seguintes. Queixar-se. Coacear. timentOs. delinear. - Enxerir. &c. Xola. pôr preço aos man Enfeixar. Desencaixar. 225. rio. próprio. Xelim. Enxamear. Encaixar. Xudruro. que depois de Dithongo sem pre se escreve v. Enfaixar. Ameixieira. Rebaixar. Xarrouco. rio. sobrenome. Xastre. que no corpo se escrevem com a . Annevar.Affixar. Xo. Ximéa. e Xouxou. peixe. Anaxatre. Xeno. nas quaes observaremos. Puxar. . Xerxes. Keacar. Enxambrar. Xergão. Debuxar. rio. e os seus derivados. Enacotar. Enxergar. Entrouxar. e tambem : Enxaguar. Abexim. Afroxar. rio. As palavras. Taxar. Xévora.

Baixeza. Fixo. Prolixo. Lixa. Enxaquéca. lugar. Enxadada. • Faixa. Rara. Buxo. Coaca. Enxerga. Róxo. o distinctivo da Enxáme. villa. Enxofre. Caixilho. Embaixada. Enxárcia. Caixa. Cóxo. Graxa. Caixeiro. Compaixão. Embaixador. Seixal. Coxim. • Puxos. próprio. Enxalmos. Peixe. e Róxinóes. Cartaxo. Condexa. Enxundia. lugar. estómago. Caixão. • 93 Aprove. Maximo. natureza humana. Pyxide. Enxarróco. Enxerto. Puxavante. Lixivia. Feleixo. Fróxo. Enxaca. Caxias. Coxia. Bruxellas. Sanguearuga. Enxada. mas . Dixes. Bruxa. Cartuxo. cidade. Cartuxa. Buxa. Baixão. Rixa. Crucifixo. Queixada. Queixume. Desenxabido. Enxó. Bocaxim. Rôxinol. Enxadão. # Bearigozo. Enxamata. villa. panno. Sexagesima. Enxacôco. *Baixo. Seixo. Primeira Parte. Queixa. Queixo. … Beaviga. Lixo. Enxovia. ÁSexo. Repuxo. arbusto. e Bucho Feixe.

•/**/\. que significa lobo." Os derivados de poly. &c. &c. v. Polygono. como : Chrysógono . O y grego he sómente uzado na nossa lingua no meio das vozes de origem grega.g. Do Ygrego.***A*/\º\^º\^º\^º\^º\^\*\/\\^º\^\*\^º\^º\^º\^\*\/\> L I Q À O XXVI. v.94 Orthographia culino. 1. Pyramide.: Lycaónia. a qual pronunciamos do mesmo modo. &c. Synagoga. Polyphemo. nem aca • 229. v. Chrysologo. . Texto. |Vexa. Os derivados de lycos.g. e a maior parte se comprehendem nas seguintes regras geraes. 5. que significa oiro. e Textos. em que vem a di ta letra. Taxa.uzo diz-se Beaviga. g. 4. que significa fógo. que quer dizer muito. por uzo Texu-• mas por&c. nas quaes serve como distinctivo. Disse sómente uzado no meio." Os derivados de pyr. Lycopoli. que o nosso I Vogal. Fexiga do latim Fisíca . 228. A letra Ypsilon he huma Vogal tomada dos gregos. 2. no nosso idioma principia . Teixugo. Teixo. Chrysostomo. Ha muitos vocabulos. que quer dizer com. e das palavras. Pyramidal. 3." Os compóstos.: Polycrates. porque ne nhuma ba por ypalavra grego.: Syllaba.: Pyra. &c. • 226. mas não constituimos com ella Di thongo. Lycomedes. que pela mais verisimil Analogia se devem escrever no meio com y. e feminino. Syndico. v." .g. &c. que tem esta letra no meio. - 227. go.° Escrevem-se com y os vocabulos compóstos da Prepozição grega syn. Trouxa. ou derivados de chrysos.

: Physica. seus derivados. Syllabar. com os Berecynthia. que se devem escrever com y no corpo. e ci Bysancio. 7. Analyzar. que significa agua. Hypothesis. Chrystallizar. 95 6. &c. Amaryllis. Babylónia.: Hyperbole. cidade.g. Acolytho. &c. Physico. hoje dade antiga na costa Constantinopla. que estão em uzo." Os derivados de physis. próprio. 4### pocrypho. que denota sujeição. Achrysolar. A'byla. que he o mesmo. A'myclas. Martyrizar. ou ultra. bem: Bithynia. 9.g." Finalmente os compóstos de hypo. v. e tam Beryllo. sem que venhão debaixo de regra: humas. que significa natureza.: Hypo critas. Azymos. Catálogo das palavras. todavia ha outras muitas. g. pães. d'Africa sobre o Estrei Byzeno. cidade. Satyrizar. yrannizar. cidade. v. provincia d'Azia. Amydon. Asylo. Primeira Parte. que super. Syncopar. Physionomia. &c. 8. que sub . *Syndicar.. que se escrevem com y . Ainda que as precedentes regras (que illumi não o espirito) comprehendem grande número de pa lavras. Venus." Os derivados de hydor. 230. pedra precioza. . Assyria. Hypothecar. cobra d'agua. &c. próprio. v. que signi fica o mesmo. Hypotheca. v." Os compóstos da prepozisão hyper.g. Gyrar. Hyperbaton.: Hydra. Hydropesia. próprio. Hyperbóreo. Amyntas. descripção das aguas. Syllogizar. montanha. Hydro graphia. to de Gibraltar. e outras mostra o Catálogo se guinte. &c. ** Symbolizar.

Rypólito. Dáctylo. de duas Syl labas. próprio. - Egypciaco. Bamadryadas . Cysne. . rio infernal. dos bosques. Dyonizio. Empyemático. Grufo. Hypócrita. deos das vodas. Cylindrico. ypocrizia. sol. próprio. círculo . meméo. Dynastia. • #. Hydromancia. figura da Rhe Egyde. Cyclope. Empyréo. Cynthio. ave aquatica. peito d'armas. ymen. Estyge. Hendecasyllabo. nimphas Cynthia. Cynicos. Cocyto.35 Urthographia Calypso. xas na testa do Signo de Cyrillo. Chrysolita. #"# ? imnologia. *# ?"O. próprio. ilhas. Hyadas. gigante. Hydrostática. Clamyde. complexo de todas as Corypheo.O/&a Egypciano. Cythéra. Emygdio. Epyro. #%" cantico sagrado de louvor a Deos. Cytherêa. ####o. Cypria. Corybantes. que tem onze Syllabas. ou Diana. Etymológico. Cypriano. ilha. lua. -próprios. SC1CIlCl3S. Etymologia. Crystal. Dyzuria. Venus. Egypto. Empyema. Cybeles. # . sacerdotes de Encyclopédia . próprio. Cylindro. deoza. próprio. Hydraulico. Dactylico. Tauro. Egypcio. Crystallino. Dissyllabo. Dynasta. retenção d'ori Hypáctico. campos. Elyzios. • I18S. Encyclopédico. ou Apollo. • Cyclades. rio infernal. Elysia. sette estrellas fi Cyríaco. verso. próprio. Clymnestra.

# stério. Pythio. Lydio.br. Panegyrista. sacerdotiza de • Pyxide. Olympo. Satyro. Nylo. Apollo. crever por cifra: Lybano. Polyanthéa. Polyxena. Lycio. Olympíada. ###". Python. Syllepse. Jeronymo. Presbytero. próprio. II1O. Odysséa. Satyrico. cidade. modelo: Lyrico. Prototypo. Scylla. próprio. sobrenome de Mycenas. Monosyllabo. Olympico. Hypotyposis. deos do paganis Pythágoras. # thologia. próprio. G . yrilampo. monte. Polypo. cidade. na significação Rhythma. Presbytério. Quadrisyllabo. Sardónico. Myagro. próprio. pen. próprio.figura de Rhe Patronymico. ### Polygamia. poezia pastoril. arte de es Labyrintho. Polygàmo. Syllogistico. fructo. rio. próprio. Polysyllabo. Lymphatico. Lycéo. serpente. 97 Hypothenuza. de Mysteriozo. Olympia. homem. Syllábico. Lyra. que tem hu Pygmeo. Myrabolano. Apollo. Pygmalião. ##### Symbólico. Panegyrico. Idylio. Syllabático. Lympha. Paralyzia. Primeira Parte. nº… • 077207262S. ma so Syllaba. • Polycarpo. Polygraphia. Syllogismo. Sychéo. Oxymel. pedra precioza. • Pythonissa. Polypódio. Syllabas. de muitas Lydia.

98 Orthographia
*

Symbolo. Systema.
Symmetria. Systemático.
Symphrosio, próprio. Sustole.
Sympathia. hetys, deoza do mar.
Sympático. Thyrrheno, mar.
symptoma. Tyrso.
&ymptomático. Trisyllabo, de tres Syl
Synalepha. labas.
Syncope. Troya.
Symédoche, figura da Rhe- Troyano.
tórica, que consiste em Tympano.
pôr huma parte pelo to- Tyndaro.
do, ou o todo pela par-
te. •
4%"
_górico.
symbólico, alle
Synodo, pen.br. Typo, molde.
Synéresis. Typographia.
Synonymia. Typográphico.
Synónymo. Typso, gigante.
Synchisis. • Tyrannizador.
Synerese. Turanno.
Syntaxe. #%.
Synthese. 4% , póvos de
Synthético. Tyro, cidade.
Syria. # Lisboa, toman
Syríaco, o natural da Sy- do o nome de
ria. Ulysses.
Syrtes, golfo do mar. Zephyro, vento brando,
Syrtico. suave, e agradavel, &c.
Aa *A*A.A * A

L Iç À O XXVII.
Das palavras, que se escrevem com z intermédio.
+

231. Grande tem sido a perseguição contra o uzo
do z médio, substituindo-o com a letra s entre Vogaes
valendo por z; porêm esta substituição em a nossa
lingua he desnecessária, e contraditória, porque huma

Primeira Parte. 99
mesma letra, e sem diversa figura não póde ter dois
diversos valores. Se os latinos uzavão do s entre Vogaes,
he porque não tinhão z médio; mas nós que o temos,
porque não devemos fazer uzo delle!
232. Em a lição 24.° já dissemos, que não se de
ve escrever s entre Vogaes valendo por x, e as exce
pções, que esta regra tem. Agora daremos as regras
geraes para o uzo do x intermédio, e são as seguintes.
1.° Escrevem-se com z no meio todas as linguagens
dos Verbos Fazer, Dizer, Traxer, e os seus compós
tos Prefazer, Rarefazer, Desdizer, &c. v. g.: Fa
xes, Fazemos, Fazeis, Fazem: Fazia, &c. Dizes,
Dizemos, Dizeis, Dizem : Dizia, &c. Trazes, Tra
xemos, Trazeis, Trazem : Trazia, &c. Prefazes,
Prefazemos, &c. Desdizes, Desdizemos, &c., e do
mesmo modo em todos os Verbos, que entre Vogaes
o x ferir a seguinte.
2.° Os Pluraes dos Nomes, que no Singular aca
bão em x, v. g. : Alcatruzes, Algozes , Belmaxes,
Cruzes, Lambazes, Montezes, Nozes, Rezes, Vezes,
J'ozes, &c. •

3." Os Appellativos femininos, v. g. : Alteza,
Aspereza, Belleza, Braveza, Camponeza, Crueza,
Delgadeza, Duqueza, Dureza, Estranheza, Fereza,
Gentileza, Marqueza, Princeza, Singeleza, &c.
4.° Todos os numeraes, v. g. : Dez, Onze, Do
ze, Treze, Quatorze, Quinze, Dezeseis, Dezesette,
Dezoito, Dezenove, Duzentos, Trezentos, &c.
5.° Finalmente deve-se escrever x no meio de to
das as que
nas de palavras,
trata a que
liçãoentre
24." Vogaes soar x; excepto

233. Além das precedentes regras, não me poupei
ao trabalho de fazer o seguinte Catálogo das palavras,
que se devem escrever com x entre Vogaes, para assim
tirar toda a dúvida.

Catálogo das palavras, que entre vogaes
se escrevem com %.
\

Ajuizar. Algebrizar.
G 2

100 Orthographia
Azar. Poetizar.
Azedar. Prazer.
Azulejar. Prezar.
Alcatruzar. Produzir.
Alizar. Prophetixar.
Apaziguar. Feconduzir.
Arcabuxar. Reduzir.
Arrazar. Regozijar.
Atemorixar. Reluzir.
Atraxar. Repizar.
Avizar. Revezar.
Azerar. Rezar.
Baptizar. Satyrizar.
JBizarrear. Saxonar.
Blazonar. Singularizar.
Bronzear. Soprezar:
Cathequizar. Suavizar.
Cirzir. Traduzir.
Cozer, na panella, no fôrº Tyrannizar.
no, &c. {Utilizar.
Cozinhar. |Vozear.
Cruzar. Pulgarizar.
Deduzir, Zeguizar.
Desprazer. 2urzir, &c. com os seus
Dizimar. derivados, e tambem:
Aza. •

Esfuziar.
Espoxar. Azado.
Franzir. Azafama.
Gazear. Azafamado.
Gizar. Azagaia. \

Gozar. Azamboado.
Induzir. Azambuja, villa.
Jntroduzir. Azambujeiro.
Luzir. Azamor, cidade d'Africa,
Matizar. Azares.
Mézinhar. Azareno.
Organizar. Azedas.
Particularizar. Azedo.
Pizar. Azeite.

Primeira Parte, 10}.
Azeiteiro. avermelhada.
Azeitonas. Alcanxia.
Azélha. Alcatruzado.
-Azémela, por uzo Aze Alfazema.
1 móla. Algazarra. •

_Azemel, e Algezira, cidade.
Azemeis. Algozo, villa.
Azenha. Amazonas, rio.
Azer, Tribu de Israel. Amizade.
Azera, cidade. Andaluzia, provincia de
Azeróla. Hespanha.
Azeviche. Andaluzos.
Azereiro, arvore. Anzol, e Anzóes.
Azevieiro. Anzoleiro.
Azevinho. Apózema.
Azebre, do castelhano Azi Apraximento.
bra. Agrazivel, e Apraxiveis.
Axia, huma das quatro Aranzel, e Aranzeis.
partes do mundo, e a Armazem.»
mais nobre por ter na Bazarúco, moeda.
scido nella Jezu Christo, Bezérra.
e os nossos primeiros Bezérro.
Pais Adão, e pº Bizalho"
Axía, do estómago. Bizarra.
Axiago. Bizarro. *

Azibo, rio. Borseguins.
A'zima. Bragueza..
Azinha. Braza.
Azinhaga. " Brazão.
Azinhavre. Brazeiro.
Azinheira. -
Eráxia, próprio.
Axo. + } rixa.
Azorrague. Bronze.
Azougado. … : Buzina.
Azougue. Búzio.
Azul, e • Cezão, e Cexões.
Axues. Cezimbra, villa.
Azulejo. Cixirão. |- -

.Alaxão, cavallo de côr Clerizia.

Razão. Gázeos. provincia Afri Call(18 • Esfuxiada. Sarzedas. ventos de monção. Maxélla. Nazaréno. Esfuziote. Oxagre. Estudioxidade. JEsposa. Espózende. Juizes Dizimos. próprio. Naugazaqui . Regozijo. Etezios. Izófago. Finexa. Ozacca. • Fodizio. Inglesa. Cozinha. na ilha de Nixão.102 Orthographia Coiza. Mozaico. Góso. Lizirias. Niza. villa. Portugueza. Prazo. Nazareth. reino. Horroroso. • Gazella. Escuxo. Mozombo. Galliza. Organização. Malteza. Inimizade. Lázaro. Redondeza. Preza. • #### Rexinoxo. cidade de Estreiteza. villa. Cosedura. JDezena. Jaezado. Jaeses. Gazúa. Hollandeza. Franceza. Guzarate. Mizéria. cidade do Japão JFreguezia. Duxia. Gazeta. Fezes. Espinhosa. Dezembro. Escoceza.reino. JEspozório. Nuzéllos. Estudioso. Primazia. e . Lixes. Japão. • Genoveza. Fazenda. Rapaziada. JFerdizello. Mazagão. Gazil. Pavezado. ave. Flomiziar-se. Sinxel. Escureza. e Razões.

Pixinho. Tenaz. que na latina acabão em x. Septentrional. Aurifex. 103 Sinzeis. Feliz. Prezo. Tezão. Fizinhança. v. e em o Latim : Audax. 1. Ourivez. Urzes. rio. &c. ? Karzéa. Voz. donde se vê.g.° Todos os Nomes. amigo de Texões. que o a: latino he substituido por 2 no fim das vozes portuguezas. fazer tade. em tudo a sua von • • Tezo. Cabás. . Poxaria. Trapézio. Luz. }Yolumozo. cidade de França. " " | Souza.° Na nossa lingua terminão em x muitas pala vras. > . Trazeiro. o primeiro Minis pouco Juizo. Tavaneses. Das palavras que terminão em x. Goráz. A Orthographia desta lição limita-se ás se guintes regras geraes. &c. que entra no Keneza. /izélla. Rapáz. Vox.g. Tenazinha. tro do Grão Turco. Lux. mato. • * •/** A^^^^^^^ \^º\^º L I Q À O XXVIII. . Radix. appellido. Raiz. Primeira Parte. Zezere rio. Pax. v. co" . &c. Noz. Fultozo. Edáz. " . J'alaxim. que terminão em áz agudo. Tenax." Todos os que fenecem em éz circumflexo. Zeloso. Feliz.: Arganás. villa. Fallás. e Foluntariozo. Lambás. cidade de Italia Tejo ao pé d'Abrantes. &c. Tuxão. Trapexápe.: Audaz. Uzes. Voráz. Crux. Sousel. • 3. Topázio. 234. Nux (em Francez Noiz). Cruz. 2. 2anguizarra. Koluptuoxo. Sózinho. os que tem Fizir. pedra precioza. Tornozelo.. Pax.

de Felíz coiza venturoza.g. em éz Revés. ditoza. Pór. Dispuz. Indices. Convéz. Repox. O mesmo seguem. Portugue». Desluz. Ex puz. Carafúz. Duplice." Os que acabão em óz agudo. Juíz. como: Algóz. Duplices. Desfez. v. &c. Entreméz. Antepôr.g. Compôr. Nariz. porque deste modo fazem os Pluraes pela addi ção de hum s. Quanto ao Nome próprio Felix.° Os Nomes. Desfazer. &c. ter ceira. Desdiz. porque assim he o verdadeiro. Jaz. Capúz. Maltez. deve acabar em x.: Diz. Perspicaz. Prefazer. Cortéz . Deduzir. Deduz.° As linguagens d'alguns Verbos da segunda. Impuz. será melhor escrever: Appendice. Faz. como: Aragonez. que terminão em íz agudo. Prefaz. &c. v.g. Badajóz. Pox. Torqués. Reluz. Os Nomes Appendiz. Féz.: Montanhez. Arcabúx . Ormúz cidade d'Azia sobre o Golfo Persico. Jazer. Doblês. v. Inder. v. Déz. &c. &c. Fazer.104 Orthographia mo: Arnés . Feróz. Retróz. 5. Puz. Laróz. 236. Antepuz. Des dizer. Velox. que no Plural terminão em xes. Braguez. Duplex.: Albernóx.g. Corcóz. Fiz. Estremós villa. Veloxes. Suppux. Japonez. &c. 235. &c.: Alcaçúz. Pospux. Dis pos. ou afortuº • • Fim da Primeira Parte. &c. e da mesma sorte os acabados em óz circumflexo. Avestruz a maior das Aves. Travéz. que são Fórmas dos Verbos Dizer. Alcatrús. e quarta Conjugações. Relu zir." Os que terminão em úz agudo. que outros escrevem Appendix . Xadréz. &c. 8. 6. Gís.: &c. Propus. v. os que acabão Gurupés. Méz.: Almofariz. Indice.g. Hollandez . Produz.. Rés.g. Duplex. Desfiz. &c. Marquéz. Indes.. Francez. 7. Arróz. Escocez. E do mesmo modo os Adjectivos pátrios. Perspicazes. como: Appendices. Compuz. agudo. como em Latim. Produzir. Chafariz. Desfaz. &c. • 4. e tambem para diferença nada. Véz. v. Fex. . Mon tanhezes. Inglez.° Finalmente acabão em x todas as palavras.

Porêm. para que não se fa ça alguma má repartição das letras. que va cada Syllaba com as suas letras com etentes. que fique a Syllaba inteira no fim da regra. que tiverem duas Consoantes si milhantes. dividem-se ficando huma no fim da regra . se observaráõ as seguintes re gras. . . como particularmente.° As palavras. 238. Da Divizão das palavras no fim das regras. 237. o qual sendo viciozo. o faremos por maneira. e do mais. 1. commettendo erros. faz cortar a palavra de sorte que separa hum. assim pelo sentido se não distrahir. como ás vezes he indispensavel dividir a palavra em duas porções. do que parece. 'elo que será conveniente evitar. Para evitar pois estes inconvenientes. e transtôrnos na Pronunciaçao. D. ficando cada Syllaba com as suas respectivas letras. e toda a difficuldade existe no modo de soletrar.…… as palavras no fim das regras de maneira. e sa ber dividir as palavras. que pódem cauzar dúvidas. quanto for possível a divizão das palavras. que lhe he concernente. 239. he coiza mais difficultoza. ou mais dos seus elementos indiviziveis. L I Q À O I. } 05 4– *ee SEGUNDA PARTE D A O RTHO GRAPHIA.

Tambem se tira o s. cd. Ma-gdalena. porque sendo a primeira destas letras líquida. Fragmento . &c. Conce-pção. Syllepse. Obstar. quando se pronuncia com a Vogal antecedente accrescentada por motivo de pronúncia (como fica dito em a lição 13.: Sobreescrever. se. Ap-parecer. Adoptar. Acceitar. e a segunda passa com a subsequente. gn. v. Innocente. &c. 2. Oppu-gnar..g. Sole-mnizar.g. que se dividiráo as sim: He-bdomada. que nar. In-specção. em que entre Vogaes occorrerem as Consoantes bd.. Oppugnar. &c. Affavel. Anecdotas. gd. ps..106 Orthographia com a Vogal antecedente.: Transplantar. Assistir. Concepção. (como mostrei em a lição 10.: Antonio. Attribuir. que se dividem: Ab-bade. Ber-nar-do.: Hebdomada. ainda que se siga p. v. Francisco. st. Al-legar . So lemnizar. mn. &c. v. devem passar ambas com a Vogal seguinte para a outra regra. pg. v. ct. Transtor tornar. Fran-cis-co. Magdalena. Fa-cto. Terreno. Allegar.g. Apparecer. &c. Obscuri dade. sp. Addição. Bernardo. Estatuto. Fra-gmento. ou t» nunca passará com estas letras para a outra regra. que tiverem duas Consoantes di versas entre Vogaes. &c. a qual se deve escrever inteira. ou p. &c. Commércio.g. quando o s pertence á Vogal . Da mesma sorte. As-sistir. In-nocente . Facto..: Abbade. &c. e então ainda que se lhe siga c. Ane-cdotas. Ob-scuridade . Trans • • 242. Ac-ceitar. que se dividem: An-to-nio. Inspecção. gm.. Af-favel. Espirito. Aggravar.° número 162). 4t-tribuir. Tirão-se da precedente regra as palavras. v. Da precedente excepção tira-se o s da Pre pozição trans. &c.g. Sylle-pse. Com-mércio . Ag-gravar . que se dividem : Sobrees-crever . se dividem: Trans-plantar. Ob-star. e outra passa para o principio da regra seguinte. Es-pirito . ou t.°) e devendo pronunciar-se com a im mediata . Es-tatuto. 241. &c. ficará a primeira com a Vogal antecedente. 240. Ter-reno. Ado-ptar.° Nas dicções. Ad-dição.

. Ba-li-za.: Animo. Tris-avó. as quaes por se rem compostas das Prepozições ab. Linha . Disciplinar. e os seus derivados. v.g. Abs-trahir. Costa.g.. Milho. th. devem passar ambas com a Vogal seguinte. v. Tirão-se mais da mesma excepção os com póstos das Prepozições des. -8 3. 107 antecedente. &c. Des-pregar. o n não passa com o h. nh.. Méthodo. &c. que se dividem : Ras-ca. que entre vogaes. Abstrahir. Ris-co. v. v. Segunda Parte. que se dividem: A-bril. v. que se dividem: In-habil. Amostra. Tirão-se da precedente regra as palavras Ab lução. que se dividem : Abs-ter... como tambem Abste mio. &c. v. Reflectir . porém nos vocabulos compóstos da Prepozição in. &c. e o l não se fazer líquido . Abs-tinencia. Re-flectir. In-herente. . Themísto cles. Mi-lho. que se dividem. Baliza. &c. &c. devem-se dividir desta sorte : Ab lução. &c.. Amos-tra. &c. Trisavó.. &c. &c. &c. 246. Risco. porque pertence á primeira parte com ponente da palavra. &c.: #*# Despregar.. e dis. Abs-temio. esta passará com a Vogal seguinte. não passa junto com a Consoante seguinte .g.: Inhabil.. 244. Pas-mo.. Dis-ciplinar.: Achaque. Mé-thodo. &c. In-util. Inutil. Inhuma 'no. e com ella se pronuncia sólidamente. &c. tiverem hu ma Consoante.: Exame. Sub-levação. Cos-ta. em que depois d'alguma letra Mu da seguir outra líquida. Pasmo. Tambem se exceptuão os Verbos Abster .: Abril. &c. Inherente. Sub-lunar. Sublunar. excepto quando a Consoante pertencer á primeira parte da pa lavra. Themísto cles. In humano.° Nas palavras. que se dividem: Ex-ame. porque ambas passão com a Vogal seguinte.: Rasca. &c. lh. v. &c. e sub.g.g.g. Ca-be-dal.. - . 4. Des calçar.. que se dividem: -A-chaque.° As palavras. 243. Sublevação. &c. que se divi dem: A-ni-mo. Li-nha.g. que ti verem no meio as Consoantes ch. 246. Cabedal. Tirão-se da regra geral as palavras. Abstinencia. * .

: Faia. que se dividem : Fai-a . Cla-vina.g.g. As dicções. &c. Pai-neis.. &c. que se divide: Isa-í-as. C.: Arguía. que tiverem tres Vogaes seguidas. Ra *ncidir. Arguio. Poeira. v. &c. que no infinito acabão em uir. &c. Candi-eiro . &c. fazendo cada Vogal Syllaba distincta. 247. por ter o i agudo não constituem Dithongo. e a outra faz Syllaba distincta.: Constitu-t-a. Dra-chma. v. Tirão-se da precedente regra algumas lin guagens de Verbos.: "Arguir. &c. para a outra regra.g. e perfeito do indicativo. Cons truío. Phry gia. &c. Clavina.. para evitar o notavel êrro de partir huma Syllaba. porque no Preterito imperfeito. Argu-í-o. 108 Orthographia 6. e a se gunda passará com a subsequente. Constitu-t-o. &c.. Sampaio." . Finalmente deve haver todo o cuidado na di vizão das palavras no fim das regras. Drachma. Po-eira . v. este nun # se divide. . segundo as precedentes regras. 7. Maior. Saloi-o.: Au-daz. &c. que lhes compete. Constru-l-o. v. Candiei ro. que se dividem: Pa-ul.° As palavras.: Paul.: Constituía. &c." As dicções. Constituío.g. se dividiráõ de modo.: Construía.g. Chris-tão. Pelo mesmo motivo se exceptua tambem o Nome Isaías. &c. sendo huma dellas i. Phrygia. que fique a primeira com a Consoante antecedente. então o melhor he não as começar. ainda que se deixe al» gum espaço da regra em claro. esta deve ficar junta com a Vo gal antecedente. porêm constituindo Dithongo. Constituir. porque constitue com ella Dithongo.g. Sampai-o. ou tres Consoantes. e quando não se possão dividir. Mai-or. º • 248. que tiverem duas Vogaes successi Yas. v. porque cada huma dellas constitue Syllaba. Con-fei-tei-ro. que se dividem : Argu-t-a. &c. Construir..: Constru-i-a. Saloio. nunca estas se separão da Vogal imme diata. que se dividem: Bla-zonar. &c. que principiarem por duas. v... não sendo Dithongo. - 6. Reincidir. Christão.: Blazonar.

a qual denota. e vai acabar na regra immediata. O mesmo se pratica entre os Monosyllabos. e não caben do ao menos huma Syllaba. e expedição da leitura . Escreve-se o reclamo á direita por baixo da ultima regra. e as outras começão á margem. quando occorrem dois depois d'algum Polysyllabo. he huma risquinha deste modo (-). tiver lugar algum si gnal da divizão do Período. ou secções deve co meçar dentro da margem com o espaço de quatro letras. &c. 251.. Comprovarão-lhes. devem ficar no fim da mes ma regra. . v. Dizendo-se-vos. Do mesmo signal se uza antes dos Monosyl labos: me. 264. 263. como se fossem huma so. e a linha intermédia denota união das duas palavras.: virgula. O signal. Para facilitar a brevidade. Estimai-vos. que a primeira regra dos paragrafos. te. lhe. ponto e virgula. e com elle se começa a lauda immediata. hum reclamo. Quanto aos espaços observaremos. Entregarão-nos. que vem a ser huma Syllaba da ul tima palavra . g. se..: Remetterão-me. êntão o primeiro semicirculo deve passar para o principio da outra regra. deixa-se o espaço de duas letras. e que depois de ponto final. - 250. as.. do que se ha de escrever entre elles. para se não confundirem. porêm havendo Parenthesis. 252. nos. com que se dividem as palavras no fim das regras. Que entre pa lavra. que necessariamente deve ser Verbo. deixa-se o espaço de tres. &c. &c. os. vos. &c. 109 249. deve haver no fim de cada lauda escrita. v. Segunda Parte.g. ou Participio do Pre zente. que a palavra continua . que se es crever inteira no fim da regra. o. Recommendando-se-lhe. não cabendo inteira no fim da re gra. Quando depois da ultima palavra. e continuando-se na mesma regra. ou a primeira da palavra seguinte. . quando vem depois d'algum Polysyllabo.. v. Amando-a. e palavra. Pon do-o. g. a. dois pontos. lhes. Provou-se. que se pronuncião. Mandei-te.

.g. 267. morreo pela Salvação do género hu mano." O mesmo depois dos Verbos com os seus com plementos. e descanço no lêr. assim nos ma nuscritos como nos impressos são sette. Ponto Admirativo. 110 Orthographia •••••••••••••••••••••••••••••••••••• L I Q À O II. Ponto e Virgula. Chama-se Pontuação a certos signaes. que indicão as pauzas. 3. para fazer sentido perfeito. que devemos fazer lêndo. na sceo de huma Virgem. mas que fica suspenso. Da Pontuação do Período.: Virgula. ou pronunciado. do que se segue. No seu uzo observaremos as seguintes regras. para separar as partes continuadas. Ponto Interrogativo. e virá hum dia julgar-nos. e por isso tem so vir gula." Tambem se põem virgula antes do Relativo. 1. e dependente. que faz sentido. v. confirmou sua Missão com prodigios. 266.g. v. v. quando pertencem ao mesmo sujeito. he hu ma oração.g. ou Conjunção.: Amar a Deos. 4. e virtuoso he estimado de todos. 2. subio ao Céo. e que dependem.: O homem sábio. ) denota a menor pauza. Dois Pontos.g. 256.: Antonio estuda Grammática. Ponto Final." Na Oração composta uza-se de virgula.° Pôem-se virgula em todas as orações.: ?" Christo veio ao Mundo. Amar a Deos. De todos vamos mostrar as figuras. Parenthesis. resuscitou por sua própria Virtude. Os signaes de que uzamos. do que vai adiante. e tratar do seu uzo. prudente. que fa zem sentido suspenso. he obrigação do homem. viveo entre nós. v. e serve para distincção das orações. ensinou aos homens o caminho da vida. e com elles distinguimos as orações de hum discurso escrito. Virgula (.

v. ou Sentença própria. ) denota pauza maior. não o ofende: quem o offende . e sem contradicção. ain daque tem cabedal. que opon .: Aquelle. Pedro he hum gastador. &c. ao que se segue. e tambem de pois de Philosophia.g.g. • 259. 260. Uza-se tambem de ponto e virgula entre Ver bos de significação contrária. que não tem discrição. quazi final. e por este motivo não se deve pôr. v. e fazei . contrariedade. • 262.: Jezu Christo diz: Amai a vossos inimigos. Tirão-se da precedente regra os sobrenomes.g. v. quando se alega o Dito. 263. Se pozessemos virgula no primeiro exemplo ficarião dois sujeitos. ou alhêa. e que serve para distinguir. Segunda Parte. Dois Pontos (:) denota pauza. he porque o não teme. Assignar regra geral para o seu uzo he difficultozo. Neste exemplo põem-se virgula depois de Grammati ca. porque.g. 261. porém não se aproveita delles. 258.: Quem teme a Deos. O mais acertado he uzar de ponto e vir gula entre Orações dependentes humas das outras. Uza-se tambem dos dois pontos. que faz sen tido completo. e os números. ri . porque segue-se a Conjunção e. quando os posteriores mostrem maior. porque segue-se o Relativo qual.to e virgula tem lugar antes d'alguma contrariedade.g. Finalmente do que precede se vê. mas não final. ainda que. ou separar artigos princi paesmenor ou da Oração. 111 o qual ha de estudar Philosophia. quer . e tem entre si a Conjunção e. o que se conhe ce seguindo-se alguma destas particulas. ao mesmo tempo chora . quando se escreverem por extenso. e a que se seguir mostrar contrariedade. e no segundo tres números. mas.: Eu an do .. porém. Empregão-se para separar huma Oração. Paulo tem bons livros . e este he a differença entre ponto e vir gula. mas de vagar. &c. e depois o Grego. porque a virgula sempre separa. Mil oitocentos e trinta e tres. &c. e dois pontos. pósto que. Ponto e Virgula (.: João Francisco de Azevedo e Silva. não quer. que a virgula. v. v.

) denota pauza completa. - 268. 265. Digo de quazi tudo .. Ponto Interrogativo (!) denota a pergunta. porque elle se encontra no fim de quazi tudo. porque nem sempre hum sentido acaba em ponto final. tornando assim os períodos demaziadamente extensos. Céos. ou compaixão. e tu ó terra es cuta .112 Orthographia bem. rogativo. e seria bom. ainda que outro Período se lhe siga. e põem-se no fim de to das as frazes. ou sentença . o qual vêndo estes signaes. Oh quanto a virtude he sólida: e brilhante ! Que laços se não armão para a escurecer! . ainda que seja próprio. articipará da gloria eterna. já sabe co mo ha de lêr. que se acha escrito. Exemplos. O dito. exclamação. aos que vos aborrecem. e a prudencia não faz ouvir a sua voz? Os sacerdotes. e os Levitas pergun tarão ao Baptista: Tu quem es? Depois de ponto in terrogativo sempre se começa por letra grande. o que convém evitar. para mostrar onde tem lugar ponto final . Exemplos. porém elles me ##### (Izaías). Por ventura a sabedoria não está clamando. e a maior. na qual acaba perfeitamente o sentido. porque o Senhor he quem fallou. 267. Ponto Admirativo (!) denota admiração. Aquelle. tambem póde acabar em ponto inter ou admirativo. aonde se póde pôr ponto. Criei huns filhos. sem depen dencia. o que depois delles se seguir: este uzo he util. ou Oração. que o adoptassemos. e o mesmo costumão fazer ao ponto admi rativo. do que vai adiante. Ouvi. _Ponto final (. Costumo dizer aos meus Discipulos: Estudem. Poem-se no fim d'alguma Sentença.. que guarda os Divinos Preceitos. que o voltão assim (1). Exemplos. se querem saber. 264. que se refere principia por letra grande. ou orações que exprimem alguma des tas coizas. Os Hespanhóes uzão pôr o ponto interroga tivo no principio da pergunta virado para baixo deste modo (i). e põem-se no final della. e os engrandeci . Alguns uzão de dois pontos. e isto para adverten cia do leitor. Não proponho mais exemplos. • 266.

que interrompem o sentido da Oração. O homem sábio (seja. Quanto não tinha eu. .. E advertiremos. palavra Grega que significa In terposição. • 272. mas que concorrem para a sua intelligencia. cuja figura nos impressos são dois semi circulos virados hum para o outro desta sorte (). po rém. ou outro motivo deixamos de dizer.. que acabamos de mostrar. Poem-se este signal no principio de cada regra. . que dizer á cerca de.. que se uzão na escrita. que as pa lavras encerradas. devem-se pronunciar com voz mais baixa. Exem plo. o que se queria dizer. » Eu temo (dizia Catão).). Serve pa ra encerrar palavras. Além dos signaes da Pontuação do Período. &c. Exemplos. Exem plos. e servem para indicar suppressão de palavras. Parenthesis. o que he permittido pela figura Reticencia. D' • • -3 } outros signaes. e que suprimidas fica o sentido perfeito.. que as taes palavras occuparem. temos outros. Em quanto fores feliz (como dizia Ovidio) terás muitos amigos. e no fim da ultima.. e nos manuscritos costuma-se fazer assim [ ]. que referimos palavras formaes . mas o melhor he calar-me. ou não seja nobre) he digno de estimação. são quatro pontinhos póstos horizontalmente deste modo (. 113 *-- Ai de nós! Que mal tão grande ! Depois de ponto admirativo tambem se principia por letra grande. são duas virgu las. 269. e servem para mostrar.. que tambem se uzão na escrita. que se fazem assim (…). &c.. . Pontos de continuação.. • • 271. Segunda Parte.. que outrem disse. mas que se faz perceber.. que he o mesmo que calar.» H - . que nós fiquemos es º cravos das riquezas. que por decencia. 270. para se distinguirem da Oração principal. Elle não o temia . em lugar de sermos sonhores » dellas. a saber: Pontos de continuação : Signal de palavras alhéas: Asterisco: Signal de sepa ração.. Signal de palavras alhêas.

° Entre Substantivos diversos." Antes dos Relativos que. e tambem serve de signal de pontuação nas palavras. v. porêm hoje para o mesmo fim uza-se das letras pequenas. &c. ou. que concorrem no mesmo cazo. Signal de Separação.278. ama ao próximo. v. g. sejão. 277. 1. mas não dois pontos. com que escrevi. Fortaleza. d. _Uza-se da virgula nos seguintes cazos. virtuozo. o qal traz boas noticias. 275. Recopilação da Pontuação. Chegou hum eapresso. ou tambem de números encerrados em Parenthesis. que se figura como huma estrellinha desta sorte (*).° Entre Adjectivos. to.g.° Depois dos Verbos com os seus complementos. 4.: As virtudes Cardeaes são quatro: Prudencia. faz-se pela figura de dois ss unidos deste modo ($). Dos final. e amavel. ou grifos. e o odio não servem para juizes. he merecedor de todo o louvor.g. que estão em ser. e seguidos. 2.g. ou são redondos.. os preguiçóxos não. v. e signi ficão nas suas mesmas letras signal de separação : ser ve quando de hum tratado se passa a outro diverso. Artigo. • 274. ou não precedidos de Conjunção. Justi ça. A penna. como: a.: O homem douto. Temperança.° Antes das Conjunções e. v. c.: O amor. Asterisco he hum signal. Os antigos uzavão do Asterisco para recla mar ao lugar onde se põem alguma explicação nota vel. &c. que se cita no fim da pagina. b.: As fazendas. &c.: Quem ama a Deos. depois do sentido comple • . qual. deste modo: (1) (2) (3). e denota falta de palavras em algum Author. ou Paragrafo.114 Orthographia 273. g. 276. 3.g. ou Prepozição. Os caracteres da im Aprensa.: Os meninos cuidadóxos apren dem a lição . v. que se indicão como no taveis. Do ponto e virgula uza-se antes d'alguma contrariedade. v. 5.

Uza-se do til nas palavras acabadas em m. • 282. pódem-se escrever: bê. se não conhece distinctamente. &c. do. 283. • 284. O ponto interrogativo põem-se no fim d'al guma pergunta. que pertence á Vogal antecedente. &c. |- 286.g. ou que.…………. O ponto admirativo tem lugar depois das Frazes. e tambem antes das mes fnas inverso. que se escrevem com dois mm.. como uzão os Hes panhóes.: Cómer ciar. ou Orações. v. 287.……… * L I Q À O III. que ouvindo-se de mais.: Q. e serve para mostrar. que faltão as letras. v. nos quaes suppre o som fanhozo. ou compaixão. 283. e por isso he indispensavel em os Dithongos nazaes da. que falta huma. *-*************…………. quando o uzo permitte escreverem-se assim em breve. Serve tambem o til para fazer nazal a Vogal. que por uzo deixamos de es crever.g. que por brevidade deixamos de escrever. 280. Em algumas das nossas abbreviaturas o til mos tra. e tambem no principio voltado para baixo. vintém. de . Do Til. ex clamação. óe. em que o til suppre o primeiro m. vintê. 115 279. convém. para advertencia do leitor.: bem. Segunda Parte. que exprimem admiração. O ponto final marca a terminação comple ta do sentido. nas quaes mostra suppressão desta letra.g. Sñr. . # #… &c. ou mais letras. Consämar.. Cómetter. e seu uzo. que interrompe o sentido da Oração. 281. convê. A mesma suppressão se póde fazer nas pala vras. v. que se faz desta sorte (*). Parenthesis serve de encerrar huma fraze in eidente. em certas palavras. O Til he hum signal d'abbreviatura.

116 Orthographia
. 288. Os Nomes patronymicos Alvares, Fernandes,
Gonçalves, Martins, Rodrigues, costumão-se escrever
em breve assim: Als, Frês, Gls Mis, Rois, &c.,
supprindo com o til todas as letras, que nestas pala
vras deixamos de escrever.
289. He necessário advertir, que o til; ainda que
mostra suppressão da letra m; não tem isto lugar an
tes d'outras Consoantes, v.g.: Cambio, Compendio,
&c., não se deve escrever cãbio, cópendio, e muito
menos, quando o m fere a Vogal seguinte, v. g. Ra
mos, ninguem escreve rãos porque o til não póde fe
rir a Vogal.
290. As palavras huma, alguma, nenhuma, pó
dem-se escrever húa , algüa, nenhüa , porque o m
não fere a Vogal a, por serem estas palavras com
postas de hum, algum, nenhum accrescentando-lhes
a particula a: donde se segue, que o m nestas pala
vras sôa com a Vogal antecedente , e não com a
subsequente, e por isso he, que se pódem eserever com
e til, porque este nunca fere a Vogaal.
A^*\/\º/\º/\º/\º/\º/\º/\º/\º/\º/\º/\º/\º/\º\^º\^º\^º\^>

A}

L I Q A O IV.
Dos Breves, e de como se devem escrever.
291. Forão sempre os Breves mui uzados pelos an
tigos, para celeridade, e presteza de escrever, como
tambem para economia do tempo, e do papel; po
rêm não obstante estas apreciaveis vantagens, devem
se evitar, quanto for possivel, por motivo das equivo
cações, que produzem, ou pódem occazionar; e para
conseguir os seus fins, uzaremos de expressões curtas,
e sentenciozas, sem occultar as letras das palavras.
292. Os Breves, que ainda hoje conservamos são
aquelles, que pela notoriedade ninguem duvida da
sua significação, como os dos tratamentos das pes
soas, v.g.: V. Magºº, Vossa Magestade, V. A.

{

_–

Segunda Parte. 117
Vossa Alteza , V. Eminº Vossa Eminencia , V.
P. Vossa Paternidade , V. Ex. º Vossa Excellen
cia, V. S. Vossa Senhoria, V. Mºe Vossa Mercê,
R.mº Reverendissimo, Ill.mº Illustrisimo, Ex.mº Ex
cellentissimo, D. Dom, ou Dona, &c.
298. São admissiveis por geral uzo outros Breves,
v.g.: AA. Authores, RR. Réos, Supº Supplicante,
Supº Supplicado, &c.
299. Tambem nas Artes se costumão escrever al
guns termos especiaes em breve, uzando so das letras
iniciaes, v.g.: N. S. Número Singular, N.P. Nú
mero Plural, &c. E para mostrar os exemplos uza-se
pôr sómente estas letras, v. g., e querem dizer verbi
gratia,
por palavras latinas, que valem o mesmo, que
exemplo. •

300. Assignar regra geral para os Breves não he
possivel, porque em huns basta pôr a primeira letra
da palavra, em outros he necessário além dessa escrever
a terminação na entrelinha superior; e em outros he
mister escrever a primeira Syllaba, a letra seguinte, e
na entrelinha a ultima letra da palavra, v.g.: Per."
Pereira, Mad.º Madeira, Rib. º Ribeira, &c.
310. Em fim o que se póde dar como regra he,
que toda a palavra, que se escrever em breve, deve
ser com letras da mesma, e de maneira, que não dei
xe dúvida a sua significação.
302. He necessário advertir, que nas cartas, e
sobrescritos devem-se escrever por extenso os Nomes, e
appellidos das pessoas com quem nos correspondemos;
porque o contrário he faltar ao decoro.
303. Nas obras classicas achão-se alguns Breves,
de que uzavão os antigos Romanos, consistindo em
escrever sómente as iniciaes maiúsculas, a que chama
vão Singulas, que era hum modo de escrever com
pendiozo, v.g.: S. C. Senatus Consultum: M. A. T.
Magnifica auctoritas tua: L. T. Lucius Titus: M.
T. C. Marcus Tullius Cicero: S. P. Q. R. Senatus,
Populus-Que, Romanus, &c. Estas quatro letras,
que erão o Acordão do Senado, são as que levava o

118 Orthographia
Lábaro, ou Estandarte dos Romanos na morte de Jezu
Christo, e F# isso ainda hoje he costume hir na Pro
cissão dos Passos. …"

L I Q À O V.
Da formação dos nossos Nomes no Plural.
304. Na primeira parte deste Tratado lição 8.° já
dissemos, que as palavras propriamente Portuguezas só
pódem acabar em alguma das cinco Vogaesa, e, i,
o, u, ou em alguma das cinco Consoantes l, m, r,
s, 2, e daqui vem reduzirem-se os Nomes Portuguezes
a duas classes: 1.° dos que acabão no Singular em le
tra Vogal: 2.° dos que acabão em letra Consoante,
305. Fórma-se pois o Plural dos nossos Nomes,
conforme a sua terminação do Singular. •

306. Os que terminão em Vogal, que são os da
$#* classe, accrescentão hum s á terminação do
ingular, v.g.: Caza Cazas; Capote Capotes; Ja
vali Javalis; Olho Olhos; Bahú Bahús, &c.
307. Tirão-se da precedente regra os pronomes Eu,
que no Plural faz Nós, e Tu, que faz Vós.
308. Tirão-se tambem muitos Nomes, que no Sin
gular terminão no nosso Dithongo ào, de que adiante
trataremOS.
309. Os da segunda classe, ou os que terminão
em letra Consoante, fórmão o Plural mudando, ou
accrescentando letras.
310. Os que terminão em al, ol, ul mudão o l
em es, v. g.: Animal Animaes; Austral Austraes;
Cardial Cardiaes; Qual Quaes; Anzól Anzóes;
Caracól Caracóes; Faról Faróes; Azul Azues;
Paúl, Paúes; Taful, Tafues, &c.
311. Exceptuão-se da precedente regra os Nomes
Mal, Consul, e os seus compóstos Visconsul, Pro
consul, que sem perderem o l, fórmão o Plural ac
{ *-- •

Segunda Parte. 119
cressentando-se-lhes es, v. g. : Mal Males; Consul
Consules ; Visconsul Visconsules ; Proconsul Pro
consules. •

312. Exceptua-se mais o Nome Real, na signifi
cação de moeda, que por contracção faz o Plural Reis,
e dizemos, v.g.: Quatrocentos mil reis: Hum conto
de reis, &c.; porêm quando faz Reaes pertence á re
gra geral.
313. Os que acabão em el perdem o l, e ajunta
se-lhes is v. g. : Annel Anneis; Coronel Coroneis;
Painel Paineis, &c.
314. Os que terminão em il agudo fórmão o Plu
ral, mudando o l em s, v.g.: Ardil Ardís; Bu
ríl Burís; Funil Funís; Gumíl Gumís ; Mandíl
Mandís; Mercantil Mercantís, &c.; e os que ter
minão em il breve, mudão a terminação em eis, co
mo, se vê nos exemplos, que contém o seguinte es
cólio.

Singular. Plural.
Agil. Ageis.
Aquatil.
Debil.
Difficil.
{ Aquateis.
###
ifficeis.
### -
#
Ductil • Ducteis.
Esteril. Estereis.
Facil. Faceis.
Fertil. Ferteis.
Fragil. Frageis.
Futil. Futeis.
Habil. Habeis.
Ignobil. Ignobeis.
mmobil. #.
Inconsutil. Inconsuteis.
Indocil. Pndoceis.
Inhabil. - Inhabeis.
Insectil.
Inutil. •
Insecteis.
Inuteis,

Uteis. v. que terminão em m. He por tanto inadmissi vel tal emprêgo de am por âo. Kolubeis. Açor Açores. :: Armazem. &c.. ou pão. Tons. Dos Nomes. Inverosimeis. Xerosimil.: Amor Amores. e outra Consoante.120 Orthographia Singular. v. Carlos. Brins.: aprenderam pret. Tom. ou por serem próprios. &c. um. 315. querer figurar dois sons Vogaes.g. Repteis. Lucas. Se os nossos antigos assim uzarão .. . Atum. porque os Nomes que alguns escrevem por am devem acabar no nosso Dithongo âo. &c. . Egas. por hu ma Vogal. pois he erro manifesto. Martyr Martyres. Dos Nomes. e escrevião indistinctamente. Domingos. &c. Potateis. om. 318. Brim. Xolatil. Dos Nomes. ou Verisimeis. Armazens. 316. pam. ou Verisimil. Gomes. Portatil.Sectil.: Aires. Verosimeis. e accrescentão hum s. 317. Catur Catures.g. Potatil. Plural. que terminão em m tem so estas quatro terminações: em . Os da regra precedente tem so quatro termi nações . e fórmão o Plural mudando o m em n. Penseis. que terminão em s. v. Bras. Reptil. letras que sôão como huma so Vogal nazal pura. suspenso no ar. //oluteis. Colher Colheres. Inverosimil. aprenderam fut. Os que terminão em s não fórmão Plural. Portateis. Util. Atuns. v. Pensil. que terminão em r. Secteis. ou Pensiles. /Zolubil. Os Nomes. im. Os que terminão em r accrescentão ao Sin gular es . he porque nunca tiverão systema de Orthographia coherente.g. Hermógenes.

fórmão o Plural mudando o s em c. Capellão Capellães. &c. v. que alguns as escrevem desta sorte aens. : Alemão Alemães. 1.: Christão Christãos. Duples. ôes con formes á pronúncia. Ourives. e dei xa simpleces as primeiras. v. oz. Alcatruz Alcatruzes. 2. O Adjectivo Feliz escrito deste modo. Este modo de formar he o melhor.g. &c. Endez Endezes. ou por serem appellativos inde elinaveis. como deixo dito em a lição 5.: Calices. g. 322. v. e suavidade da lingua. Ourivezes. uz. Cox Cozes. isto he o a. escritos deste modo. torna nazal a Vogal antecedente. Os Nomes Alferes. Dos Nomes. supposto. is. conforme a regra geral dos Nomes da primeira clas se. porêm os nossos maiores uzarão do Plural Alferezes. g. oens. segundo a regra geral.° Mudando a terminação ão em ôes. 319. Cais. e fórma o Plural pela addição de es. Os que fenecem em z tem cinco terminações: az.: Alferes. ez. Simpleces.. Deozes. fórmão o Plural de tres maneiras. Os Nomes Calis. que terminão em z. 321.° Pela addição de hum s. Dos Nomes. por serem as terminações ães. v. Ma triz Matrizes. &c. e o q.: Acção Acções : Coração Corações. Ca pitão Capitães. fór ma o Plural Felizes. Duplices.g. que terminão no Dithongo âo. que o são. Ourives hoje não sofrem mudança no Plural. pois he hum so verdadeiro: porêm tomado pelo falso culto da Gen tilidade admitte Plural. &c. g. Thomas. Simples. que o não he.: Capataz Capatazes. e accrescentando es. de que temos muitos exemplos. Irmão Irmãos. Arraes. 323. e accrescentando es. O Nome Deos não tem Plural. Esquadrão Esquadrões. desta sorte: Deos. 324.° . &c.. 3.g. 320. e fórma-se mudando o s em z. v.° Mudando o o final em es. Os que terminão no Singular em do. v. Segunda Parte. cuja Orthographia he vicioza . 121 Marcos. e incoherente. Cidadão Cidadãos. &c. porque o n.

que termindo no Plural em âos. Esquadron Esquadrones. v. que na lingua Castelhana acabão no Singular em ano. Ancião. por isso aqui vão por or dem Alphabetica todos os Nomes..: Capitan Capitanes. como mostramos nas seguintes.g. Acordãos. Anciãos. Cortezão. Aldeão. Chãos. Cão Cães. Bençãos. para deste modo evitar a dúvida. Esquadrão Esquadrões. Calçon Calçones. Nomes. Porêm como a observancia das precedentes regras. Anãos. Cortexãos. - 326. Christão. g. Cortesano Cortesanos. Para acertarmos com a diversidade das re feridas terminações. . e nós dizemos Capitão Capitães. &c. Grãos.". v. Christãos. 3. e nós escrevemos Cidadão Cidadãos. Singular. Comarcão. e no Plural em anos. Cidadãos. e em Portuguez Calção Cal ções . &c. Chão.122 Orthographia 325. e no Plural em ones. Cidadão. Os Nomes que no Castelhano .g.. Plural. Coimbrão. a quem a tiver. Can Canes. fene cem na Portugueza em óes. Cortezão Cortezãos. Acordão. e nem todos o tem. &c. so póde servir de regra os Nomes Castelhanos. Aldeãos. Benção. terminão no Portuguez em des. 1° Os Nomes.: Ciudadano Ciudada nos. terminão no Singular em an . Anão. &c. depende do conhecimento da lingua Castelha na. ou Benções. na nos sa lingua acabão em åos." Todos os Nomes que na lingua Castelhana fe necem no Singular em on . que pude ajuntar das tres diversas Terminações. v. { Comarcãos. Grão. Coimbrãos. 2. e no Plural em anes.

//dos. Escrivães. Alemães. Deão. Catalães. Catalão. Pagão. Mãos. Massapão. Charlatães Cão. Irmãos. que terminão no Plural em âes. Sacristão. São. /illãos. Guardiães. Singular. Oregãos. Segunda Parte. Nomes. Capitães. Ermitão. Plural. Truão. Pillão. e Dignidades. Mão. # Cl8SCl20Cl6S. pa Pão. Orgão. Orgãos. Sacristães. Charlatão. Oregão. Sotãos. Pagãos. Plural. Zangãos. Sotão. Singular. Irmão. lugar. Alemão. Rábão. Capitão. hortaliça. embusteiro. . Deães. Truães: E tambem os seguintes que são Nomes de Oficios. Pães. Sãos. Capellães. Temporão. Plural. Castellãos. Guardião. Orfão. Rabãos. Soldão. Temporãos. Ermitães. Capellão. 3angão. JVão. 123 Singular. Orfãos. Escrivão. Soldács.

Abegão. Articulação. &c. Soalhães. Alçapões. Recardães. • Abstracções. Alluviões. Agrião. Appellação. . ###### Applicação. Alterações.Abdicação. Acções. Addição. Sultães. Sapiães. Agriões. Acceitações. Abegões. Ha alguns Nomes de terras nossas. Tibães. Alteração. Os Nomes. Capães. Armação. -Adopções. Plural. Altercações. Adstricções. Fralães. Admoestações. Alçapão. Acção. Abelhão. plicações. Alluvião. Acceitação. Tabelliães. Abelhões. que tam bem terminão em åes". Adopção. 228. os comtém todos. quazicomo • Catálogo dos Nomes. Asserção: Asserções. 327. como : Anciães.124 | Orthographia Singular. Fiães. que fazem o Plural em ôes. que fazem o Plural em ôes são que grande em número. Acceleração. Aspirações. Armações. Algodões. Guimarães. Sinfães. Abstracção. Annotação. Algodão.se vê do seguinte Catálogo. Singular. Accelerações. &c. Plural. Altercação. Chavães. Addições. Admoestação. . Aspiração. Adstricção. Articulações. Abdicações. Annotações. . Tabellião. Sultão.

Plural. Convulções. Conversação. titulo honorifico. Corações. Avaliações. Confeições. Contemplações. Declinação. Canções. Corrupção. Cohabitação. Bastões. Deducção. Comixões. Comixão. Convulção. Batalhões. Colacões. aggregado Constellações. 225 Singular. Earão. Collação. Coacções. Deducções. . Attestação. Contracção. Comminação. Batalhão. Boião. Segunda Parte. Consideração. Boiões. Contracções. Barões. Comminações. Confeição. Conducção. . Cohabitações. Botão. Botões. Constellação. Contemplação. Coração. Coacção. Cocções. Collecções. Corrupções. Avaliação. Collações. }mais… Camarões. Declinações. Declamação. Bribigão Bribigões. Palcão. Deliberações. Deliberação. Declamaçõcs. Attestações. Considerações. Colação. Definição. de estrellas. Collecção. Concluzões. Definições. Conducções. Confissões. Canção. Canhões. Concluzão. Camarão 22 Canhão. Confissão. … Cocção. versos. Bastão. Balcões. Conversações.

Direcção. Feições. Falcão. Doação. . Facções. Exaggeração. Erudição. Derogações. Embarcação. Feijões. Demonstração. Funções. Demissão.226 Orthographia Singular. Diminuições. Dicções. Lacráo peque Escorpiões. Disposição. Derogação. Estipulações. Devoções. Fundações. Diminuição. Embrocação. Embrocações. Estillações. Devoção. Hum dos signos celes | tes. no . Exhortação. Embarcações. Fogão. Ferrão. Pluraí. Fogões. Direcções. Evazão. Feição. Descripção. Descripções. Feijão. Fracção. Dispozições. Erudições. Extracção. Evazões. Equivocação. Especulações. Exaggerações. Especulação. Estipulação. Eatracções. Demissões. Equivocações. Digressão. Fracções. Doações. Dicção. Exhortações. Dissenções. Execução. Digressões. Escorpião. Demonstrações. Execuções. insecto venenozo. Dissenção. Facção. Estillação. Fundação. Erécções. Função. Ferrões. Falcões. Erécção.

Segunda Parte. 227
Singular. Plural.
Fundição. Fundições.
Gaivão, ave. Gaivões.
Galão. Galões.
Galeão. Galeões.
Garrochão. Garrochões.
Gastão. Gastões.
Gavião, ave. Gaviões.
Genuflexão. Genuflexões.
Geração. Gerações.
Glotão. Glotões.
Gorgorão. Gorgorões.
Gratidão. Gratidões.
Guarnição. Guarnições.
Babitação. Habitações.
Hortelão. Hortelões.
Humiliação. Humiliações.
Igualação. Igualações.
Illuminação. luminações.
Imaginação. Imaginações.
Imitação. Imitações.
Imperfeição. Imperfeições.
Implicação. Implicações.
Importação. Importações.
Importunação. Importunações.
Impozição. Impozições.
Impressão. Impresões.
Imputação. {mputações.
Inação. Inações.
Incarnação. Incarnações.
Inclinação. Inclinações.
Indicação. Indicações.
Indigestão. Indigestões.
Infracção. Infracções.
Infuzão. Infuzões.
Innovação. Innovações.
Inscripção. Inscripções.
Inspecção. Inspecções.
Inspiração. Inspirações.

228 Orthographia
Singular. Plural, •

Instituição. Instituições.
Instrucção. Instrucções.
Intenção. º Intenções.
Interpretação. Interpretações.
Interrogação. Interrogações.
Intervenção. Intervenções.
Introducção. Introducções.
Invazão. Invazões.
Invenção. Invenções.
Jnvocação. Invocações.
Izenção. Izenções.
Jubilação. Jubilações.
Jurisdicção. Jurisdicções.
Ladrão. Ladrões.
Lafões, ducado na Beira.
Lamentação. Lamentações.
Leitão. Leitões.
Lezão. Lezões.
Lição. Lições.
Limão. Limões.
Limitação. Limitações.
Liquidação. Liquidações.
Locução. Locuções.
Mangericão, herva chei Mangericões.
TOZ3l.
Mansidão. Mansidões.
Maracotão, fruto. Maracotões.
Medição. Medições.
Melão. Melões.
Menção. Menções.
Meavilhão. Mexilhões.
Midões, villa na Beira.
Milhão. Milhões.
Missão. Missões.
Monção. Monções.
Monsão, villa sobre o rió
Minho.
Munição. Munições.

Segunda Parte. 129

Singular. Plural,
Murrão. Murrões.
Nação. Nações.
Navegação. Navegações.
Negação. Negações.
Noção. Noções.
Nomeação. Nomeações.
Nutrição. Nutrições.
Objecção. Objecções.
Oblação. Oblações.
Obrepção. Obrepções.
Obrigação. Obrigações.
Observação. Observações.
Obstrucção. Obstrucções.
Occazião. Occaziões.
Occizão, morte violenta. Occixões.
Occupação. Occupações.
Opção, escolha. Opções.
Operação. Operações.
Opinião. Opiniões.
Oppilação. . Oppilações.
Oppozição. Oppozições.
Oppressão. Oppressões.
Qppugnação, combater. Oppugnações."
Oração. Orações. •

Ordenação. Ordenações.
Ostentação. … " "… Ostentações.
Oução, bichinho, que se Ouções, " " …
cria entre a pelle.
Paixão. * *
Paixões.
Patacão. |- * Patacões.
Pavilhão. * * Pavilhões.
Peão. , e . Peões.
Pendão. -* * * Pendões.
Percepção. . * … " Percepções.
Percussão. Percussões.
Perdão. Perdões.
Perdigão. Perdigões.
Perfeição. Perfeições.
-- \ I •

* *<

130 Orthographie
Singular. Plural.
Perseguição. Perseguições.
Pertenção. Pertenções.
Petição. Petições.
Pimentão. . * * * ...) Pimentões.
Pollução, impureza. Polluções.
Porção. . - Porções.
Pozição. Poxições.
Postilhão. Postilhões.
Precaução. - Precauções.
Prefação. º Prefações.
Preparação. , , Preparações.
Prepozição. . . . . Preposições.
Presumpção. Presumpções.
Prevenção. Prevenções.
Procissão. Procissões,
Procuração. A Procurações.
Producção. - - Producções,
Profissão. Profissões.
Profuzão. .… º Profuzões.
Progressão. . Progressões,
Proibição. Prohibições.
Prolação, pronúncia claº
ra das letras.. •
Prolações.
Promoção. Promoções.
Pronunciação. Pronunciações,
Proporção. - •
Proporções.
Prorogação, pronuncia-se Prosegações. .
o ro forte. -

Proscripção. Proscripções.
Protecção. …", Protecções.
Protestação. * Protestações.
Provisão. * Provizões.
Punição. * * - "" Punições.
Putrefacção, corrupção. Putrefacções.
Guestão. Questões.
Quitação. > Quitações. -

Rgbáó, cavallo de cauda Rabões.
curta.

#……. Resurreição. Secçáô. • Satisfação. … . Reprovação. Reservação. Resurreições. Revindicação. Reprezentação. Reservações. Remissão. Singular. Recépções. de hum livre. 131 Plural. Reprehensões. Remissões. " "… " Sécções. # copilações. Remunerações. tado. Recépção. • • Sécção. Resignação. … Retenções. Restricções. - ÁSabão. peixe. Repetição. corte. riços. Religiões. parte de huth tra Secções. … … * sabões. Pestricção. Refracções. Segunta Parte. Reprehensão. Recºnvenções. • Rações. ação. Restituição. Salpicão. Recreações. . Recreação. Resolução. Respirações.*: * * Revoluçõei. Reprezentações. Restaurações. Satisfações. signações. #ecopilacão. &c. Respiração. * * * * Salmões. Resoluções. Remuneração. Repetições. … I ? . Razões. Restauração. Refracção. #çãº. Reprovações. |. …º > Saguóes. • Razão. Sa uão. Restituições. Revindicações: Revolução. Reacção. Retenção. especie de Salpicões. Reducções. Salmão. Religião. Reducção. Relações. Fedcções. Relação. Reconvenção.

. Torreão. comprida. Plural. *Surrões. Surrão. *Sermões. Tenções. Transacção. Torrões. • Sedições. Sensação.…. Subversão. . Tenção. Subscrição. . Tavão. Silhão. Tavões. Torrão. Torreões. Taralhão. Titillações. Transgressões. Submersão. -. . .. Sujeição. Sexões. Tentação. Terminação. e parda. ". Silhões. tirar hum nú Subtracções.Successão. . Traições.Soão. º . Subrópção.. Sustentações.132 Orthographia • Singular. Sufuxões. . . Traição. Sujeições. mero d'outro. . Subversões. cócegas. Suspeições. Subrápções. Tradição. Submissões. Traducções. Tentações. Sedição. cubrir-se d' Submersões. Traducção. Transgressão. Suspensões. Sezão. Terminações. . mosca de seis per nas. Suspensão. Tecelão.. Sustentação. trabalho da noite. . Sensações. passàro. vento. Suspeição. agua. Transacções. Taralhões. Tradições. . … Soões. Subtracção. • Subscrições. Tecelões. . Serões. Tostões. Titillação. Seráó. ruina. Successões. Tostão. Sermão. • Submissão. Suffuzão.

Xergão. C. Unções. Kerberações. Tribulação. • --. Kizitação. Tufão. Xergões. a quem o quizer con sultar: segundo por julgar. Tribulações. * Singular. Kerberação. Segunda Parte. Trovão. Kocações. ou que são mais uzados no Plu . Volições. Tenho pois estabelecido as regras para a forma ção dos nossos Nomes no Plural. * de vento. //izão. Kegetações. e custozo Catálogo dos Nomes. Puberáó. Transpozições. ou 3angãos. • J'arão. passàro. homem. Plural. Kegetação. que terminão eu âo. Parões. e serem sempre diminutos. como se segue. 2angão. bespa. Trovões. }Yulcão. º Transpozição. que são defectivos do Plural. |. que Versões. • 328. Trasladações. Kagueação. * #" . Tuberões. Kolição. que vulgar mente andão introduzidos na pronunciação dos refe ridos Nomes. ou espe cie d’abelha. Kocação. que não estão sujeitos ás referidas regras. traducção. 133. e pronúncia. porque tira toda a dúvida na Orthographia. Kerdelhão. 331. outros do Singular. que os erros. segundo as suas termi nações do Singular. //izões. Por dois motivos fiz o precedente. terrivel tormenta Tufões. e fazem o Plural em ôes. o mesmo . Fulcões. provém dos Authores se não terem da do a este trabalho. Kagueações. Trasladação. Kizitações. Persão . Kevações. 330. Unção. JZerdelhões. . Ha Nomes. acto da vontade. peixe. Primeiro. Agora resta tratar dos Nomes. Mexação.

e Analogia das mesa mas. Algemas. \ . e outros finalmente. mas sómente ensinar. reino. ou pelo menos são mais uzados no Plural. Ceroulas. &c. ainda que na Singular denotão o número dois. &e. 336. 334. Ha outros.g. e o Participio do Prezente Amando. Assim são defactivos do Plural os Nomes pró prios de homem. v. 332. que amando. amado. que dizendo-se sempre no Plural manifestão duas coizas ligadas formando huma so. as terminações neutras. Isso. &c. como o Rela tivo Que. significão hum par de coizas. porque se dizenº da mesma sorte ao Plural. cidade. Lentilhas. Tudo. &G. todavia tem o Plu ral Pares. como: Calções. &c. deduzida da Etymologia. e o do Pretérito Amado.. rio. que exprimem coizas.. com que letras se escrevem. sem fazerem mudança. fi cão invariaveis. Temos amado. . v. Parelhas. quando ser vem á voz activa. mais ou menos consideravel formando hum todo ligado. monte. ou homogeneo. evitando. villa. Chinellas. ou huma coiza duplicada.g. e se pronuncião: todavia pare ceo-me conveniente no seguinte Catálogo. Isto. Andilhas. mulher. os quaes não fórmão Plural. com a mais acertada Ortho graphia. os nomes. Grãos. Advertencia. Ainda que não he da parte Orthographica explicar o significado das palavras. Tenho.Bofes.. Qs homens» que amando. Fauces. Er vilhas. que tendo a férme caracte ristica do Plural. ou que tem duas porções iguaes. Pelo contrário são defectivos do Singular. assim º trabalho aº leitor de aº procurar aos Diecionários.Andas. o Pronome Si. &c. e estes ultimos no Phural. não somos trar as palavras escritas. Calças.}34 Orthographia ral. Finalmente ba alguns Nomes.: Favas. Viveres. Tremoços. ou que emparelhão. mas tambem as suas significações. provincia. 333. • 335. ou quantidade. que se dizem indeclinaveis. &c. e Parelha. que se achão sempre em número. Aquillo. &c. As dicções Par.: O homem.

• … * Agua do latim (aqua). he coiza que serve para estar senta do. Abrótea. são diversos. |- Adquirir. Albercóque do arábico (albercóq) fºtºeta nova. Aceado. O primeiro com dois cc do Verbo Latino (accino) he o tom. e não abrotia. e menos disseyo. • A. • Abóbora. renunciar as suas paixões. oa. 135 CATALOGO ALPHABETICO Das palavras duvidosas na sua Orthographia. Academia com a pen. Abnegar. e Assento. e não abobara. do latim. ou lembrança posta por escrito. e n㺠• asseio. Alcaçarias. melhor que acquirir. Aceio. Abaixar.. ) }com $. Agoada. # damos a cada Syllaba: o segundo com dois ss. e não assuear. porquê dizemos abobºrar. porêm dizemos: Académico com a pen. e não Alcacer. |- . Accelerar. . …. é não abaa’ar. villa. huma herva. Agoadeiró. porêm por uzo dizemos. e os seus derivãdos eom... Açucarar. Açucareiro. &e. desprezar-se a si próprio. long.. * • • Açucar.br. &c. dois ce. e não anegar. • • Accento. e os seus derivados com e. . long. e a antep.-. e pronúncia. (accelerare). * -* * * - • . Agoar. Alcaçar.

ao longo do mar Mediterranêo. a. e os seus derivados. que ne o nome do seu inventor. he melhor Or thographia. Assimilhar. &c. e não amiaçar. e não álemo. A'lamo. vender o vinho em Ta berna. Barbear. e dominio. e não bebado. Candea. e Autora {no sentido forense. po rêm tambem se uza no sentido de inventor. e mais próprio. Auctor. Ameaçar. que representa na Comédia. Babylónia 2 e não bibilonia : cidade. Véa.com que se toca o tambor. Corrêa. Baquetas. Téa. de annel. no sentido de inventor d'alguma obra. Annular. que artelharia. e não abestruz. que aldeia. Péa. como: Aréa . que terminào no mes mo som . e não berberia : parte da Costa d'Africa.tas. e não assemelhar. -Avestruz. Artilheri rtilheria.136 | Orthographia Aldéa. porque no latim he (armarium). e artelheiro. B. Author. Actor. arvore. e não barbiar. Atabernar. Bebedice. dar por nullo. porque vém do Verbo latino (assimilare). que almário. e os seus derivados. almazem. Autor. • Armário. Adj. o cómico. Avea. o que por si so tem poder. deriva he Artilh # Artilheiro { porque deriva ne artunero. e não atavcrmar. Armazem. . e não vaque I Barbaria. v. Annullar. e Bebedo. e melhor. antiga d'As syria. com Accento Circumflexo no é. por Analogia # ave. e o mesmo seguiremos em # as palavras.

Eribigões Bucho. C. Assi { !SSlm querem diversificar estes dois nomes Camara. e o segundo he huma caixa grande. e não cardeal.casta de fructo: Betume. arvore. Beringelas. e não bustéla. e não bitume : especie de barro glutinozo. [Segunda Parte. 137 Berlengas. Carcere. são diversos: o primeiro he o maior gráo de fervura. mas como dizemos Camareiro. he a grossura. Cachão. e Camera. Bribigão. • . reiro. Carceragem. Caçar. e que mortifica muito. a dignidade de cardial. e es creva-se Camara em ambas as accepções. o segundo com l dobrado. e Carcereiro. • Bostéla. Camareira mór.# e não carça • Cardial (de *#) . riscar apa gar. e {.os Vereadores. Euxo. Calo. que não carece de dois ll. he a primeira pessoa do Verbo calar. Boneca. e não bringelas . e não breço. e não barlenguas: humas ilhotas defronte de • Bérço. e Callo. Cardinalado. obrigação por escrito. • \ Cédula. entranha. são diversos: o primeiro com hum so l . por ser contrário á pronun ciação. são diversos: o primeiro he andar á caça. e Caixão. Camara. e Cassar. e não bonecra. Camarista. posto que derivado de pustula. onde quarto se se onde ajuntão dorme. diga-se. porque no sentido figurado he a mesma pa lavra. e o segundo he annullar. que se cria nos pés. e assignada. não brebigão: hum marisco.Peniche. casa Camera.

Concelho. Césto. Cobiça. espada. Concessão.g. é vendas mercantis. com s. e derivados com c: colhêr o pão. • \ Condeça. Corrector. de qualquer coiza. que significa a cobra. e sima: o cume e parte mais alta de hum monte. ou privilegio. Colher. e não cousa. porque tem a sua Etymologia de Cóluber. &c. e Cima. com c médio. e se tirão coizas líquidas. Coiza. a segunda he a Sella do cavallo. / . ou se toma. o segundo significa huma luva. • Corretor da compras. Colubrina. e não com s : nú IY}{2TOS. Comprimenteiro. ou panno. Cem com c. em cima. que consen timento. o que aconselha. Cilha. e não columbrina. o que corrige. Cumprimento. Cinco. com assento Agudo no é: instrumento com que se cóme. acto de conceber. extensão. Cobiçozo. permissão. no cimo do monte.. por cima. . isto he. e Sella. Colhér.133 Orthographia Cella. com meio tom no é: apanhar os fructos. de cumprir: dar execução. v. "> Comprimento. titulo. Canselheiro. e não serzir: cozer subtilmente. açafate. com que se cinge o ventre do cavallo. são diversos: a primeira he a Cella do Frade. que uzavao os antigos na guerra. e não silha: cinta de coiro. Conselho. Consenso. e não concenso: he o mesmo. e não simo. Cirzir. significa ajuntamento de pes soas em lugar determinado. &c. e são diversos: o primeiro he hum vazo de Césto vimes. Cincoenta. . &c. he conforme a pronunciação. • Condessa. Cimo. o que uza de comprimentos. na parte mais ele vada. Cobiçar.: de cima. he o parecer que se dá. e não cubiça. e saudação. Concepção. Ceifar.

{ Deformidade. do Papa nos gráos de parentesco. e derivados com mn. e não diformidade. Dcnegar. Pespensa. o juiz ao requerimento. ou madeiro. e não defeituazo. Crear (de creare) produzir. o segundo com dois cc. Criado. . D. : Damno. melhor. Coximento. Pispensa. annullar. Criar. Demonstrar. es creve-se com z. Despenseiro. Correição. e mais analogo que disforme. Deferir. Biferir. caza onde se guardão os mantimentos. e não cossário: o pirata do mar. dar a vêr com evidencia: deriva do la tim (demonstrare). escreve-se com s.{ . a taboa da parte de fóra do tronco. 139 Correção. são diversos: o primeiro com hum c. he qualquer Dicção palavra: os seus radicaes são (ditio. acção de corregir. e dominio. e este se pronun cia forte: desfazer a lei. Damnificar. e por isso he erro dizer demostrar. Cozinha. que vém de fóra das res Corsário. Deão. fazer nascer. do Corregedor pela Comarca.edictio). Segunda Parte. .significa o Dição. Costaneira. e não defecto. Cosido com agulha. papel arruinado. e derivados com hum sor. porém dizemos defcctuozo. ou dº outros impedimentos. Coser. e não adeão: a primeira dignidade entre os conegos da Sé. Costaleira. Coxer. diferençar-se. e Criada de servir. e evita-se o equivoco. Defeito. dar criação. Deforme (de deformis). ou ser diferente. ou petição d'alguem. Cozinhar ao lume. . Creatura. º que tem a seu cuidado a despensa.

na. &c. porque o primeiro significa levantado sobre outro: o segundo significa. as por motivo da brevida de. Eis-ahi. e Discrição são diversos: o primeiro. Dezoito. e não diccese: território sujeito á jurisdição de hum Bispo. e nasce do Verbo lati no (discerno). &c. NEcónomo. Dezeseis. e não édito com é longo. em vez de { em o . Dezesette. de hum beneficio em lugar do proprietário. e muda o m em n. long. nas. &c. . e daqui se diz Edital.|140 Orthographia Descripção.. e não deza seis. E. Eis. a. &c. e não era qui. Prepozição de Ablativo. e quando se junta aos Artigos o. nos. que vém do latim (descriptio) significa a definição perfei ta d'alguma coiza. porêm o primeiro he confor me ao seu radical latino (defloro): tirar a flôr. Didal. os. em a. como Eis-aqui. porque dezeseis. Deflorar.. dezasette. ou Disflurar. e dedaes: do primeiro modo he conforme á Etymologia. Diocese. por dedal. Edito. Eminente. &c. e á pro nunciaçao. pen. que está para vir. e públi ca. he dez e seis. Em. e Didaes. Dezenove. Adverbio demonstrativo (do latim ecce). como: no. Eis-alli. e suavidade perde a Vogal. não deve confundir-se com Imminente . ou o conhecimento de distin • guir o bem do mal. que he erro de pronuncia: ordem escrita. que ameaça. e não econimo: o administrador dos bens de huma caza. O segundo significa o entendimento.

applica-se á natural.: cravo. he conforme á Etymo logia (extremum): o mesmo que excésso. estanqueira. certidões. &c. &c. e não espedição : presteza. Espuma. Esgaravatar . * * — . e não exibição. e não com g. porque dizemos cqui pagem. v. e derivados com j. º Exhibição. examinar. Especiaria l_pimenta. Endecha. e não emplasto (de emplastrum). por espuma. gé nero. e applica-se á que se produz artificialmente. :Emulação. • Especia. e equipar he meter a gente necessá } ria em huma embarcação. Equipar. Enjeitar. Execração. e não exacração: abominação. e não endexa: género de poezia funebre. espumante. • e não immulação: o mesmo que compe tencia. porque no latim he (stomachus). espumar. instrumento. com que se tira a escuma. que estâmago. deriva do francez écume. Segunda Parte. espúmeo. promptidão. Eneida. mais próprio. . poema do + grande Virgilio. facilidade. . 141 JEmplastro. fórma. &c. porque dizemos estanqueiro. o competidor. Éstanque. idéa particular comprehendida em outra mais universal: modo. e Especies. • :E'mulo. porque vém do latim (exhibitio): a acção de prezentar em juizo titulos. Especie. melhor que esquipar. que estanco. - Extremo. Escuma. Escumadeira. canella. &c. .g. Expedição. do latim (Spuma). Esplendor. e derivados com a. Estómago. e não esgravatar : espalhar. e não esplandor. mais próprio. • inquirir. espumozo. e { drogas aromáticas. e não encada: história de Enéas. papeis.

para se clarificar: Fixar. que semêão para o gado. Fleumático. porque se compõe defer ro. e sôa c s > prégar. &c. e de mãi para filho. melhor qué filhação: descendencia de pai. lindo. que fer rã. Face do rosto. e mais conforme á pronúncia . e não framante: lustrozo. forrolho. Ferropéa.. e Firo. finmovel. e felices. Fleuma. ou outra coíza. e não facia. abundante. Formozo. mais próprio.. Farrejar. Fallar. e centeio. ferrejar: mistura de cevada. estavel. ferregial. Fleumáo. Filtrar.: fixarº os editaes.públicos. Facundo {" diversos : o primeiro he o mesmo. &c.lugares firme. Fralda. e Felizes. Farrá. melhor que falar: o italiano diz favellar. e não filitrar: coar hum licor por panno. por uzo antiquíssí simo: hum dos quatro humores. ninguem diz felicemente. que o Adverbio Felizmente.g.142 Orthographia F.. e não forrolhar. mais próprio. . e por isso do primeiro modo he mais conforme ao seu radical. segurar em &c. • Ferir. + Feliz. que felice. porque vém de ferro. &c. v. - Ferrolhar. fermozura: bello. com e . • Flamante. Falcoeiro. Fecundo 2 • que eloquente: o segundo. Filiação. avêa. e não farropéa . e Formozura. e não firir. porêm na Conjugação he # lar. &c. &c. Deriva-se do latim (farraginare). abrazado. e não falconeiro: o que cria. fechar com ferrolho . e não fermoxo. &c.. ou trata dos falcões. . tu feres. o mesmo • O ( que fertil. e péa: grilhão dos pés. Farrejal. e tanto assim. o restante da camiza da cintura para baixo. porque dizemos: eu firo.

soldado de infantaria da guarda do Grão Turco: deriva degeniseri palavra Turquesca. 143 Tambem se diz das abas dos montes. de pouca fôrça (de laxus). *# > Gorgomedo. a garganta: he termo francez . Gabar. e não gridelem: côr. melhor que froco (de floccus). Gazear. Golilha. Garrocha com ch. e Golelha. Geléa. formozura. Fluxo. ** * Grºdzlem. Gazúa. e não gasula: instrumento de abrir as fe chaduras. a que os Anatómicos chamão Izó Jogo. Gravata por uzo. lº gergs. elogiar. e escrever Fralda. são diversos: o primeiro he a $#*# dos soldados criminózos. e suavidade. querendo imitar o ita liano de falde. que se parece com a da flôr do linho. * . que gulotão. dar louvores. de sangue (de ""} Froxo. Floco. e não gavar: louvar. . Genizero. .. melhor que frauta: instrumento de muzica. porêm em ambas as accepções deve-se dizer. e não gurgumilo : o estreito da gar • Santa» -. - . G. e não gaxiar: deixar de hir ao estudo por maldade. e bebida para o es tómago. • Gorja. Segunda Partº.que refecidos gélão. Flauta. e não jaléa (de gelu): sumo d'alguns fructos. elegãncia. Glotão. mais uzado. e não gorjea. com argola e ferro no pescoço: o segundo he o cano por onde passa a comida. e não gintil. e Gentileza. porêm o mais próprio he cravata. a que outros chamão faldas. é não com x: he a que os toireiros de pé atirão aos toiros. Gentil. gintileza: de boa prezença. .

dardo. e conforme á pronúncia. • v.. e não tericia. são mui diversos: o primeiro he o que não he permittido. e não illeição: o que se infere d'alguma coiza. Huma. e não illigitimo: o que não he legitimo. Imperar.: o amor he acto elicito da vontade. • • Guarita. e Idéal. e Onerozo. e Elicito. que divide o hemisphério. idial. 144 | Orthographia Grotesco. porque no la tim he (Imperator). o segundo coiza. e Icterico. porque se não deriva de he rege. e entendimento. Illegitimo. mais uzado. Império. por não ser licito. cazinha aonde o soldado. &c. •• * * ** * . e não erva. que honra. pelas razões expendidas lição 17. author d'alguma herezia.. encargos trabalhózos. supe rior. e não astea: páo da lança. e o Verbo He. e 188. Herezia. Illação. que procedem immediatamente. Guerrear. chopa. Honorozo. e não com E. que grutesco. Horizonte. e não guerita. e não heregia. Hum. o segundo applica-se aos actos da vontade. Hereziarca. &c. Jdéa. não se carrega na primeira Syllaba: gran de círculo. ". H. Imperatriz. Ictericia. do inferior. º Herva. •• - Imperador. &c.° núme ros 187. que tem onus. Illicito. uzado. são diversos: o primeiro he coiza. &c. e derivados com h. e deri \ vados com I. Haste. devem-se escrever com h. mas de (haeresis): erro na Fé. que está de sentinella vigia.g. alabarda. e não ideia. e não guerriar: fazer guerra. I. &c.

são diversos: o primeiro he o mes mo. Isenção . que misturado. e não invetiva: declamação. com que principião muitas palavras.g. porque intender. explicar. intro. do lating (Jecinorosus) doen te do figado. discurso forte. ntender. declarar. J. *# . sem certeza. Jecinoso. &c. embrulhado. v. incendio. intermittente. que a pronúncia indica. ou Jecinoroso. Jogar. porque o seu radical (intricatus) não tem n antes do c : significa embaraçado . e não hieroglyphico. mais análogo. &c. &c. in • trometter. Jarmello. e pronuncia jó v. e não interpretrar. infatuar. e Incerto. que intrincado . intermittir.. in tenção. he preceber. feminino. 146 . he fazer-se mais inténso. particula prepozitiva. e não jugar. Janella. ou comprehender alguma coiza. e não gelapa: planta purgativa. converte-se o a em z. incorrer. o segundo he o mesmo. ter intelligencia. introduzir. vidozo. .: eu jogo. • Intender. como intermittencia. Segunda Parte. nós jogámos. e inseparavel. á nossa pronunciação. que du ". e em outras vozes for madas de inter. In. são diversos.: incenso. intitular. Intricado. porque na Conjugação sempre se escreve. crescer. Inserto. e Entender. eximir. masculino: Infanta. e não ginella. inferno. augmentar-se. e vehemente. por ser contrário . inculcar. Jalapa. e não geromello: villa na Beira. Invectiva. • Infante. expressão injurioza contra al • guem .g. tu Jogas. • Interpretar. • Izento. inquirir. ou mettido dentro d'ou tra coiza. • • Jeroglyphico.

que |. lugar onde a lavadeira lava a Lateral.: hum lance de fortana. e não junguir: ajuntar os bois. Lance. são diversos : o primeiro se diz da occazião. ter hum movimen to accelerado. Lavo . ou se eleva em figura pyrami dad. : • Leão. porque dizemos lavadoiro. . e não lençol. relaxado . melhor que allagôa: ajuntamento d'agua. he o que se faz com huma fita.: o segundo he a acção de arremessar. Junjir. e larga em fórma de taboa. porque Laço. porque o seu radical he (lactan cia): coizas de leite. e Lazo. • Lábios. e não lausplene: hum continuo louvor a Deos. ou corda. &c. Lagear. melhor que lavandeira. são diversos. Lasso. que cansado. e não lataral: que pertence ao lado d'algu ma coizas . (de laxus). hum lance forçozo. … e Lasso he o mesmo. agradavel. das principaes de França: escrevendo . Lavareda. Latejar. &c. . &e. . Lacticinios. e Lanço. que não tem sahida. • Jucundo. JLaço. e não laibos: os beiços. e não Jobilação: conseguir os privilegios de Doutor jubilado. Lagôa. e não labareda: he a chama do fôgo. • _* • L. animal feroz. e tambem nome de huma cida e.::. e não jacundo: aprazivel. Lavadeira. e não alenterna.g. . e não lagia.: pedra • comprida. - Lausperénne. que se levanta. v. Lançol. Lanterna. significa frôxo. . ou feitas com leite. com ct. . Lage. e não latijar: palpitar. Lageado. brantado.145 Orthographia Jubilação.

contrário á nossa pronúncia. ou suavizar o mal. he conforme á nossa pronunciação. e provém de (linio). são diversos: o primeiro signi • fica coiza. porque Macros no grego significa rande. O segundo he coiza. JLugar. Maça. que unta. e Masseira. de farinha. se gundo crê o vulgo ignorante. ou de páo. que tem virtude de abrandar. deve-se pôr accento Cir cumflexo Leão. Segunda Parte. que occupa algum corpo. a segunda he huma 8. com dois ss. " " Măi. e vem de (lenio). que produz Maçãás. e assim se diferença de • Lenitivo.O. como Macrocosmo. e daqui dizemos Linimento. com • que se unta a parte dorida. mol lificar. ou o mundo # . marcella : herva cheiroza." não macal. Maço. ainda que vem do latim (locus): es paço. no é. •. . e L "i flôr: escreve-se como em Francez fleur Lys. e não lubishomem. são diversos: o primei ré significa o mundo todo. gamella de páo aonde se amassa o Maella. e esto • • Machina. com c º instrumento de ferro. e Mâís. que anda de noite pelas ruas. e menos labishomem. 147 se o Verbo téão. e não mãe. porque se compõe de lobo e homem: espirito maligno. Lys. &c. &c. Macete. e Linitivo. e Microcosmo. com o Dithongo nazal ái. Massa. - Lobishómen. Maceira. M. e Cosmos na pequeno mundo: o segundo signi mundo. e não manica: pronuncia-se o chi. são diversos: a primeira he a arvore. e não logar.

navio. que se faz saudando alguem. maldade. e escuro. • Meza. O segundo significa ensinar hum cavallo. • • . por transpozição eufonica. . feito ruim. Mastreação. pretos. porêm dizemos Melro. . que a modo de orvalho chovêó do Céo. Mamposteiro. que dá medronhos. ou Menoscabado: desacreditado. melhor que messageiro." isto he. &c. ainda que no latim he (mensa). deshonrar. • • Mistiço. . e daqui º se diz Mancio. . mais próprio. &c. e não barimbas: instrumento muzico de . • - Manjadoira. de pôr • • Mastro. e Mezas. Mentir.Mancar. • Mezura. ou Menoscabar : desacreditar. Medronheiro.. e accento Agudo no ultimo á: alimento milagrozo. e não maneatado (de manibus ligatus): • que tem as mãos atadas. a acçãoemdehum os mastros emmastrear. e não malificio: acção má. mover-se. para sustento dos Hebreos no dezerto. que mestiço: nascido de ani maes de diferentes especies .148 • º Orthographia Maleficio. com dois nn. . Marimbas. Mascavado. para algum negócio. e Mezuras. e não manjedoura. e não mizuras: cortezia. isto he de mista gera ção. adestra-lo. |. Mascabar. e não madrunheiro: arvore. mudança de huma fórma em outra. + Metamorphose. &c. ou Metamorphosis: transformação. Manná. o açucar mais inferior. Mensageiro. e Mensagem. Maniatado. e não menxa. e Manejar: o primeiro he andar tratando d'algum negócio. e não mintir (de mentire). que masto. ou de pais de diversa casta. e não memposteiro: homem posto de mão d'alguem. * * Merlo (de merula) ave. mais próprio. * Mascabado.

e Meio. e não mixto: o mesmo que misturado de varias coizas. de calçar: escreve-se com accento Cir cumflexo no é. Monserrate. Modórna. Monarchia. ou repara º os mosquitos. e Méas. e apparece no ar. e não monsarrate: monte muito alto em * Catalunha. que contém Mys tério. • . e meia por metade.. metade de alguma coiza. e não metioro: corpo. &c. Moleira. &c.: meia lua. a mulher do Moleiro. 149 Meteóro. • O segundo com y grego. • • Miscellanea. e não miscellania: mistura de muitas matérias de literatura em hum livro. Molleirinha. que contiguo. com dois ll. - Mosqueteiro. e Mosquiteiro. e Mystico. por ser contrário á sua Etymologia. diminutivo: diz-se da cabeça das crian ças. ou fenomeno. deve-se escrever com i médio. Mociço. Segunda Parte. &c.g. ou espingarda: na o segundo cama contra he rede. monar quico. que toca . meio corpo. vizinho . ficação de Mysteriozo. isto he. por uzo Madórna: somno pezado. á pronúncia. Mistura. que está chegado. e he a unica pa lavra. e até incoherentes na Ortho graphia. são diversos: o primeiro he o mesmo . e esta he a diferença de méa de calçar. Molleira. a regra das pala • • Meia. e não monarca. • • ••• • Méa. Misto. são diversos: o primei 'ro he o soldado armado com mosquete. que se fórma. se diz da signi . são unifor mes. que se exceptua da regra. e Monarchico. Misturar.emconforme vras acabadas éa. monarquia. v. porque vem de (mollis): a molleira da cabeça. Monarcha. Mistico. melhor Maciço: de substancia sólida. especie de lethargo.

arvores. Mugir. 15ô Orthºgraphia Mosaice. &c. baixo. Nivel. porque se pronuncia o # • ! . que dá nºzes. Necromancia. e não mugueira: arvore. e Murrões.e vento. do o. que se dá nas estremidades das fitas. preferivel a morrão: cordinha accêza. e no Plural Nós. e nãode murmurinho confuzo : susurro palavras. Nó. • N. que significa nobre. das aguas. Numerado. do Castelhano (ná . dos pavios accê zos das velhas. e Nabiliarchia. e não nobiliarquia. cujo Singular he o Pronome. e de arche. Número. e fazer pacto com elle. e não maisíaco: obra á maxaica. &c. JMurrão. Eu. isto he. Negociar. que micromancia. berrar o boi. Nobiliarchia. a vacca. ovelhas. ! &c. • Murmurío. Nublar. &c. do Francez niveau. melhor que livel. quer di zer principio de nobreza. alterado de (mulgir): ordinhar o leite. e não negocear (de negotiare): tratar al gum negocio. ou ali vel: instrumento geométrico. com que se dá fôgo ás peças d'Ar tilheria: murrão da candêa. &c. que significa principio. ou migromancia: a pertendida arte de invocar o demonio. Navio. *# cubrir-se o Céo de nuvens. • Nogueira. . e n㺠súmarº. e appellido. Nublar-se. separado não faz Dithongo. mais correcto. tirar o leite ás vaccas. Nublado. Nós. Pronome demonstrativo da primeira pessoa do Plural. # mugidos» isto he. Numerar. • Qº Mungir. feita de embutidos. porque deriva de nobilis. para apertar.

os quaes duras. que dava respos tas. J za. hombreira. e estapronuncia-se operar: o é entre he a diferença Agu-- ópera. e não ostaculo: impedimento . e não orácolo: falso deos. Segunda Parte. vão cinco dias. e não olia: licôr gordorento. prºnuncia-se forte. porêm sendo Enterjeiº ção. e pro nuncia-se o ó Agudo: o segundo he coiza vãa por dentro. e. Oito. e da mesma sorte em Oco: o tercei ro com dois ce. . &c. e untozo. que se pôe em alguma empre L difficuldade • • • - Oca. e Ombro. e o mesma. . que dista huma legoa de Lisboa. .doe Verbo Opéra. a quarta letra das Vogaes: quando serve de Arti go. he conforme á pronúncia. pronuncia-se brandamente. &c. e Olympicos: jógos famózos. v. e leva accento Agudo. os Céos. Oca. ou porta: o segundo he parte do corpo humano.. ou aspirado. &c. estôrvo. e opéra. #** dramatica : pronuncia-se o ó • do. Oráculo. e não olivellas: pequeno lugar. * * . ou Particula de chamar. o primeiro he huma pedra ao alto da janella. que se extrae das azeitonas. - Ombreira. • Qleo. | Odivellas. das nozes. . . Olympico. e Occa: o primeiro he hum jôgo. o Céo. 151 | O. Sentença de homem famozo. g. homem.g. . pronuncia-se o ó Circum flexo. v. voz o o breve. O. Opera. hom bra: . que se ce lebravão na Grecia de quatro em quatro annos em honra de Jupiter. he nome de hum rio na • Russia.: ó meu Deos! O grande Rainha f Obstáculo. e não outo.

por transpozição de olra . com accento Agudo no fi he verbo. correctos. Paceio. Pala. melhor que pactear. Paladar. que vem a ser a borda . O segundo. Outros querendo fazer a Conjugação regular dizem urdir . melhor que padar. por uso paviola : especie de liteira. lento. dispôr no tear os fios da obra. em que os trabalhadores levão a pedra. &c. cia • e Outubro. &c. orlar. e por isso se escreve com c: o segundo he o mesmo que vagarozo. porque dizemos or lado. e as sim distinguimos muitos vérbos. e Palla. são diversos: o primeiro he o lugar do annel. Pacífico. conforme os antigos. e Passo: o primeiro he o Palacio do Rei. não apressado. ou maneira de andar. / Pacifico. porque se deriva de (palatum): céo da boca.162 Orthographia Ordir. para se tecer. Padiola. Outono. conforme á pronuncia moderna. e Passeio: o primeiro era antigamente hum oficio no Paço. com accento Agudo no cí he nome. (ordire). e conforme á pronun constante. ou ex tremidade do panno cozido para dentro. porque se deriva de (pactum): fazer concerto. he o movimento dos pés. Pactuar. he Minerva deoza da uerra. Ouro. e signi fica o amigo da paz. tardio. Oiro. o mais próprio he or Orla. P. dos no II]GS• Paço. ou guarnecer o vestido com orla. . onde se engasta a pedra: o segun do he com que o Sacerdote cobre o Calis. e o Plural Pallas. mas como he contrário á sua #"… ??". fazer.

O segundo com dois nn. Papa. e tambem o mesmo que compara çao. he certa qualidade de panno d' algodão.pappa. porêm vul garmente dizem palhitos. e não papagayo: ave. estojo dos palitos. que mantimento Summo Pon se dá ás crianças. Parochia. Papa. e não Pariz: cidade capital do reino de Fran ça. isto he. e Parocho. Palitar. contracção de paredeiro : cazas velhas. que vem do Bra zil. são diversos: a primei ra he o mesmo. Paris. Parallelo. são diversos: o primeiro com hum son. e Paliteiro. que as Senhoras • trazem pendente do pescoço. pen. e Pará. esgaravatar os den • Palito. Parochial. 153. nem parroquia. do latim (parochus). Para. e tifice: • Pappa. a segun .. alimpar. e que aprende a fallar. long. e a pen. terror.: discurso público em louvor d' alguem. que pequenhez. elogio. Palatina. Segunda Parte. Pára. |- Panegyrico. uza-se nesta fraze: { terror pânico. etesnão paulitar: com palito. &c. feito de pelle de marta.br. e o i breve. Pardieiro. assim devemos es crever. cidade ao Norte do Brazil. ou medo sem fundamento. e não platina: ornato. com ch. e pronunciar. Parvidade.. ou do grego (parochos). e Pravidade. e Panníco. sobre o rio Sena. \ Pánico. são muito diversos: para. e nao paroquia. e se gundo estas etymologias. que estão quazi cahindo. voz do verbo parar: Pa rá. são diversos. e não paralello: o que está em distancia igual. . e não pacabote : certo género de carrua gem com quatro rodas. Papagaio. Prepozição: pára. Paquebote.

e Pear. Pena. Pello. &e. Patriarchado. e accento Agudo no é. ou signal dos pés. Agudo no é. Patriarcha. e não pixinho: diminutivo de peixe. Péado. • Péa. porque devia ser por transpozição • Pedregal. Pélla. Péga. e Pelas. II}^2S• Pasmar. com accento Circumflexo no é. por ser onde se sustentão os pés de huma estatua. com dois ll. por ser conforme á Etymologia. eom hum • . Patriarchal. e Peixinhos. Pedregulho.liICO• não pesquim : satira posta em lugar pú • Patamar. Pedreiro . Prepozições com hum sol. &c.do r. vozes do verbo pegar. Péga. com hum sol. e Pegáda: o primeiro he o rasto. e Pasmo. e não pcia. Peixinho. Pedermeira. mais próprio que pianha. Pelo. &c. e não pijada: a mulher prenhe. dôr. Pégada. &c.. corrupção de costu. por uzo. porêm diz-se Pedraria. mas não espas 771017" e Pasquim i. Pejada. Prepozições. e Pelos. SO. para diferença dos antecedentes. para diferença dos anteceden teS. ou pegáda com grude. e Pellos. e Pégas. com ch no som de k. sentimento. e conversão do r em l. ave. &c.H54 Orthographia da coiza malissima.. :dreneira. que sahe pe los póros da pelle dos animaes. com accento Circumfle xo no é. e por • que tambem dizemos Pedreira. ou Espasmo . &c. ou patamal per uzo. de pedra. Pedregozo. para diferença dos antecedentes: cabello delgado. Pela. de jogar: escreve-se com dois ll. T?» •• castigo. e Péllas. e Pégas. e não pedreria. com accento. Peanha. por onde se passa: a segunda he coiza unida. ou do seu radical (Patriarchatus).

Pertender. ou persolana: louça fina da China. e não plantafórma: terra levantada pa ra formar huma bateria d'Artilheria. ou sobre outras coizas. Predicçãº. Pente. Pirula. á pronúncia. Francisco alcançou o Jubileo. que porçolana. melhor. adverbio. Préamar. e não prejurar: ju ramento falso. porque no latim CII] ?". maré. Porciúncula. 155 Penna. que logo se per cebe. Polir. tem dois nn. chamado da Porciún cula. e Perdição: a primeira he pronóstico de cºizas futuras: a segunda he perda total. Perjurio. Perjuro. melhor. perpetuamente. con • tinuo. que dura sempre. &c. C• Polimento (de polire). destruição. Porcelana. e não precingula : porção pequena. e Perjurar. Pertendente. da Saxonia. . das aves. Platafóruna. e que se cria nos leitos. he (pilula). que pirola. ordenação sobre o vestuário uzual. Perennemente. • pintaxilgo: hum passarinho. mais etymologico. e mais uzado. que pretender. e nome de hum campo junto á cidade d'Assis. e não permatica (de pragmaticum): lei. • Segunda Parte. e não puir. Pragmática. e mais uzado. e não pintasirgo. &c. com dois nn. em que S. / onde estava a Igreja. com dois ss (de persicum. "…". e Pertenção. Perenne. do Japão. Pessego» e Pessegueiro. persicus). melhor e mais uzado. e Pentes. e não precevejo insecto. e não perene : perpetuo. que pen tem: instrumento de pentear. e so convertemos o 5 • nemconforme Pintasilgo. de escrever. Percevejo. correcto (de plenum mare) mudado o l em * ponto mais crescido da enchente da . o que quebra o juramento.

he pregar pregos.br. que licença.156 Orthographia Prégar. he . que tem o gráo. que gover na todas as coizas. Promissão. pen. e Prover: o primeiro he vêr antes.g. de Sacerdote. Proromper. isto he. e Propôr : o primeiro significa pôr antes. Pulverizar. v. em que não fal te alguma coiza. annunciar a palavra de Deos. de clarar. v. Provi dencia he a Soberana Sabedoria. que promettimento. e Pregar: o primeiro com é Agudo. . sahir fóra com ímpeto : compõe-se de pro. • Prepozito. ou promettida: a segunda signifi ca o mesmo. o segundo com e mudo. preferir: o segundo he reprezentar alguma CO1xa a Outrem. dezignio. e romper. que resolu ção. e Proscripto: o primeiro he o mesmo. O segundo he ter cuidado. o que se põe em lugar do I1OII]C. são diversos : o primeiro he.: Eccleziastico. Prevêr. Prepór. ou Dignidade Ecclezias tica: o segundo he o mesmo. Previdencia. vêr com antecipação. g. o nome. ou intento de fazer alguma CO1Z3. do que está para succeder. e Propozito: o primeiro significa o mes-- mo. e Providencia: a primeira he o conhe cimento. isto he. ou titulo. que se põe antes do no me: o segundo he. &c. do que he I]GCCSS3 T10. e por isso não dobra o r. o que ha de succeder. Presbytero. &c. |- Prescripto. cubrir de po: deriva de + . *. e Pronome. Prenome. explicar o Evangelho. estabelecido antes : o se gundo significa banido. e Permissão: a primeira he o mesmo. ou faculdade.: a terra de pro missão.: com vossa permissão o direi. que Prelado. ou Polverizar. mas pronuncia-se como se fosse dobrado. fazer provisão. que determinado.

Quinaquina. e não cadernas: dois quatros no jogo dos dados. quatro vezes outro tanto. Quaderno. Quéda.g. e não crena. v. e não catorze. Quadrupcado. &c. vontade e Crer. donde se diz Co • • brança. e limpeza.. Quatorze. • &c. Quebrar. e não crelar: queixar-se em juizo. he a acção de cahir. crenar : concer to. Querelar. e por isso o primeiro he mais con forme ao radical. e não crela: accuzação.: crer tudo o que Deos disse. e Encadernar.: a segunda com meio tom • no é. casca de huma arvore no Perú a que . ou receber dinhei ro .desão diversos dizer. o vulgo chama quina. • Quina. e Querenar. que se faz na quilha dos naº VIO$. por uzo Caderno. tran quillo. . estimar huma coiza ver dadeira. 157 (pulvis). e Quédo: a primeira com accento Agudo no é. * • Queréla. rom per. queixa feita em . que se deve. e quatro. separar com violencia alguma coiza: o segundo he arrecadar. he o mesmo que estar quieto. porque º primeiro significa fazer em pedaços. cunhal. são muito diversos. juizo. : o alguma ou fazer primeirocoiza: he ter o segundo he ter Fé. Guadernas. por uzo esquina: angulo. ruina. e Cobrar. Segunda Parte. - • Querer. Quinas nos dados são dois cincos: Quinas nas Armas + de Portugal. • • • • • Quéda. accu zar alguem. &c. por ser número composto de dez. Querena. • Q. destrui ção.

e não rabo: especie d'hortaliça. ou parte racionavel de comer. do vento. e perfeição . são diversos: o primeiro si gnifica approvar. tem figura circular. e Requebrar. que re . .com dois mm. do movimentos. que reduzir ao estado. tornar a cobrar. e julgamos das coizas. isto he. bem conhecida pelo seu picante. e deriv. por uzo Rabecu. &c. porque se diz (de ratio): potencia d'alma. melhor que recruta. fazer em pe . Registº. • Registado. ou dobraduras afectadas • Recommendar. e Reclutar. Registar. Pebeca. daços. com que discorre mos. Rábão. porêm por euphonia diz se Rainunculo: huma flor. e Redondeza. por uzo Refrega. Raxão. e não derredor: o mesmo que á roda. e não reção : porção. Recluta. Recobrar. levas de soldaº dos para supprir a falta d'outros. que dura pou co. melhor. Pedondo. o que se havia rdido: o segundo he fazer requebros. Refega. conflicto. rodondeza: • Redor. e recru tar: fazer reclutas. briga.corpo. melhor que rarexa: o que se faz. e Rábãos. confirmar. Realejo. são diversos: o primeiro he recuperar. ou ap parece poucas vezes. Ranunculo (de ranunculus). "Raridade. o que está fei • to: o segundo he o mesmo. e não regalejo: orgão pequeno. e não resgar: dividir partir. batalha. isto e. que cabe a cada hum. e não rezão. Ração. Ratificar. e Rectificar. Rabecão: instrumentos mu zicos de quatro cordas. e Razóes. e Rações. que pedem as regras d’arte.que e não rodondo.158 Orthográphia R. Rasgar.

são diversos: o primeiro significa cortado com os dentespor muitas vezes: o segundo he o mesmo. e não redemir: resgatar. e não revendicação: acção de revindi car. Ruindade. "gº. escrever no livro do registo. &c. v. e não relevado: na escultura. do la tim (splendidus. resplandecer. &c. que estrondo. recuzar. por uzo resposta: o que responde.g. melhor que relampaguear: fazer relam pagos. não querer acceitar. 159 gistrar. | Reposteiro. Segunda Parte. • Rejeitar. e não remanse: aguas remanentes. • Ruim. e não regeitor. estridor de quequalquer correm. Revindicação. Resplendecer. que repetição d'alguma coiza: a segunda he a acção de retirar. porque vem de (rejectare): enjeitar. Relévo. &c. Femanso. Relampejar. Reposta. a primeira he o mesmo. - Remir. splendor). Resplendor. ou que não correm "COmO aS OUltraS. e Retiraçãº. splendere.: o ruído das aguas. coiza. Reiteração. 6. • . Resplendècente. que se põe nas portas • para resguardo do vento. o que sahe *-fóra. Roído. e Ruído. o que tem a seu cargo armações. e não roim. requerer o que se nos tirou. • Revestir. &c. apartar.» são uniformes. resplan dor. e não revistir: vestir huma roupa sobre Outra. . porêm estes estão mais em uzo. e não reveria: não apparecer o réo no ter mo aprazado. afastar. lançar. que se ajuntão em algum lugar. e não resplandecente. &c. " • Revelia.. fato dos grandes senhores: cortina com armas de hum grande senhor. ain da que não são conformes aos seus radi CaeS.

e uzadas. e Ruço. e se diz róta. . côr. e Roupinhas. isto he. appellido. See. que muda o g em c . como não uzavão accentuar as Vogaes. fios vella. e rompido. S. Safar.. que reprezenta na bussola. fazer estridor. quando soavão agudas. Rumo. Rosto. e não çafra. • Rugir. zunido aspero. e não Saa. Ruça. e não rostro: semblante. o natural da Russia. com s. A segunda com meio tom no ó. tura. Sá. significa . e não ropa. . desta sorte: Fé. e escrevião. • • • Safra. Safar-se. e se pódem uzar. e não savão. a firma. . face da creas |. &c. ainda que os dois ultimos não carecem d' aCentO.g. verso. Sabão. Russiano. a linha. porêm hoje escrevemos huma so Vogal com accen to. &c. que rompida.* * * . Roupão. Sá. cara. colheita. Só.. Sabichão. e Rota: a primeira com ó Agudo. e não rúbrica: coiza verme lha. de sábio. ou roza dos ventos. em Roma. Os antigos. Sé. e tambem he o nome de hum Tribunal. e não romanço: lingua vulgar. v. Saa. caminho. mas todos são Participios do Verbo romper. e não ç : fugir abalar ás escondidas. superlativo de Sagrado. Russo. por isso as do bravão. • Rubrica. que se rompeo. &c. são unifornes. e não rogir. Róta. e Sabões.: Fee. e não sagradissimo. &c. ou signal d'alguem. de qualquer coiza. derrota. he coiza. 160 Orthographia Romance.. Sacratissimo (de Sacratus). melhor. • • Roupa. hum dos trinta e dois. com º longo. e róto. &c. Soo.

Salsa. Século: o espaço de cem annos. - Sarilhar. com s e não ç. e faz os despachos de seu amo. . + Saludar. Serra. • Sancadilha. ou fazer coi sa. Sahida. e Selvagens (de selva). dar satisfa ção. 161 Saguão.. que faz sellas: o segundo. e não Salamão (de Salomon): o rei mais sábio. feroz. peito. Satisfazer. instrumento de carpinteiro. Segar. e não Senica: hum grande filosopho. Séneca. apa nhar as searas: o segundo he a falta de vista. em que outro caia. Sahido. he a caza onde se guarda o trigo. ignorante. rustico. . Segunda Parte. • |- Sapata. Sarrabulho. desordem. rudé. • Sentir. e não serilhar: dobar com sarilho. e não çarça. Secretário. e não séo: parte do corpo humano. motivo de contentamento. são diversos: o primeiro he o homem. e Cegar: o primeiro he ceifar. e não sacratário: o que escreve cartas. e não vaguão. Sapato. Sapateiro. que tiverão os Hebreos. guizado. e não sastisfazer : contentar. e não sintir (de sentire): receber alguma im pressão pelos sentidos. que foi mestre do imperador Nero. e Celleiro. Sarabulho.…. |- Salomão. e não sincadilha: armar. Sarça. Sarampo. Selleiro... o gado por huma graças particular: o segun do he fazer saudaçoes. natu ral de Cordova. com h para desfazer o Di thongo. e Saudar: o primeiro he curar as pessoas. cortar. bravo. e não salça: herva hortense. Sahir. Salvagem. melhor Selvagem. comprimentos a al guem. mais uzado que sarampelo. que não he doméstico. Seio..

&c. Sól. e Similhante. Submissão. e não sumissão: o mesmo que sujeição. ou Substar: suspender.). Adverbios. do que sutana: vestidura comprida. que sojeição. ou ao buri]. "Sustar. nem sixilar: certar. ma). monte. - Serrar. do que seme • lhança. porque o seu ra '. . Solecismo. abrir ao sinzel. mais conformes á pronúncia . não fórmão Plural. sobscre ver. . • Solemne. e não çujo. &c. he melhor. e não dois nn. o que se faz com a serra: o segundo he o mesmo. ser ºvem para ambos os números. e ao radical. • ---.• Similhança. Sujo. e não sucalco : monte de terra levadiça. e mais con forme ao radical (similitudo). 1 . • Sujeição. e Solemnidade. Sinzelar. e pizada. dical he (sulcare): fazer regos na terra. Sujeito (de subjectio. Somma . - *Sulcar. mais próprio. • 4 . Sobreescrever. &c. do ---. \ . ou subscrever do latim (subscrivere): escrever huma coiza debaixo d'outra. que os Ec cleziasticos trazem por baixo da capa. e mais conforme á pronúncia. e por abbreviatura sobrcserever. abrir as ondas. impedir. uzado. são diversos: o primeiro he. . porque o seu radical he (solemnis). e não sole. Sujeitar. &c. Socalco. e Sóes. 162 Orthographia Serra. que fechar. e Cerrar. que surcar. &c. calcada.So. . humildade. e não sinzilar. Sommar. melhor que solocismo: erro grande contra as regras da Syntaxe. mas não de todo. Sómente. com dois mm do latim (sum + • #Sotana. com mn.

que torrão. e não Tabalião . &o. eounãocapellas torção. veja acima térça.deriva de tabella. com que se joga o gamão. he terra) mais próprio. mas este he comº forme ao latim (titubare): vaçillar. são diversos: o primeiro he huma casta de diamante. ou asseada. Terrão (de . • . e Tabelliães. e Térsa. porque se!O ].dospequeno olhos. porque térça com meio tom no é.. e térsa com s. e não tesoura: ins trumento de cortar. e não terramoto: tremer a terra. que titubar. tumor nas palpebras. Talhe. - Tenaz. . e não terraquio: todo o corpo. da fórma. - Térça. &c. * . Tarabelho. • Tabellião. conforme á pronúncia. que aper ta a Serra. porque talhe se diz |. e não tamaz. a que tambem chamão chapa: o segundo he huma peça redonda de A • marfim. * Terçol. porque no latim he (tenax). onde se corta a carne. e não taverna. Tizoira. Segunda Parte. e agua. e Talho. e térsa. • Termentina. ou arrancar. e talho he o golpe da espada : no açougue he o cêpo. e so mudamos o a latino em x: instrumento de ferro para pegar. he a têrça parte dos bens. mais uzado. e Tabola. e não tormentina: género de rezina. mas este • • • Terraquco. • • L 2 |. são mui diversos. da vara. mais uzado. e não tarambelho: o páozinho. e Térso. e no latim he (tabel |- Tabla. ou figura d'alguma coiza talhada. &c. e Taberneiro. Titubiar. Terremoto. ou globo sublunar composto de terra. e com ç. gaguº Jar. . e carregando no é significa coiza limpa. • • Térço. 16? T Taberna. são diversos.

porque se deriva do latim (triennium): o es paço de tres annos. • . toldar . |- Transtornar. excitar confuzão. Tomar. perturbar . melhor que trastor • * nar: inverter. páo grosso. mais conforme ao radical (tussire): na Con jugação muda o u em o. e Tómo: o primeiro he linguagem do Verbo tomar : o segundo he o volume de huma obra impressa. e Transtórmo. Tómas Verbo: Thomás Nome próprio. e Tyranno. por transpozição de letras: da pórca. tu tosses. e Triennio. assar. trianno . Transladação: a acção de transportar de hum lugar para outro. Tyrannia. porêm o vul go ignorante o officiotóma das otregoas. elle tosse. g. voltar. Tyrannizar. Traz dos Montes. º gº •{ f U. dotêta latim (uber). embrulhar . Trisneto. Triennal. v. com y gre . &c. • • Trevas. quarta-feira pelo primeiro. e não triannal . 164 Orthographia Tómo. Torrar. que tartaraneto : tres vezes IletO. em algumas vo zes. ou manuscrita. Verbo: Thomar villa. e não trasfugueiro : madeiro. e Turrar são diversos: o primeiro he tostar. * Tussir. o segundo suspensão d'armas. Ubre. revolver de cima pa ra baixo. em que se encosta a lenha. mais próprio. e comprido. e não Tras los Montes: provincia de Portugal. &c. A * e diz de tregoas. queimar ligeiramente: o segundo he escurecer . e Treguas: o primeiro significa escuridade. segundo. Tranfogueiro. que arde na chaminé.

que junto. porêm estas ultimas estão CII] \l2O. . e Vagatura do Verbo portuguez vagar.… Paronia. Segunda Parte. e não a : caza. composto de vara. Urinar. .. V. homem. Fariar. do que ourina. que tem hum so côrno na testa. são mais próprios da ori gem latina (urina. espaço zo: o segundo he o mesmo. • Urze.- Karapá0. Urinol. e Basto: o primeiro significa o mesmo. de ferro. de huma grande extensão. \ Utensilios. Vacante. Urina. • Karão. e não otensilios: coizas de que se serve no uzo ordinário. Fantagem. onde se guardão os mantimentos. ou seja o beneficio. e Baronia. e forte para dar pancadas. . com ch. que significa es tar vago. e não valerozo. * JVacância. primazia. ourinol. de valor. e não ventagem: excesso. Paranda. J'alorozo. JVasto. e páo: he hum páo • º comprido. são diversos: o primeiro he a descendencia do varão: o segundo he a di gnidade do Barão. do portuguez vara. de páo. preeminencia. e não urz: pequena arvore silvestre. e Urzes. mas contrário ao seu ra dical (umbilicus): parte do corpo humano. ou o officio. de valer. por uzo Embigo. e não alicorne: animal. mais uzado que baranda. . do Verbo latino (vacare). fe . mato. do latim (vir). Vagante. que amplo. &c. e não ultramarinho: o que está além : do mar. Umbigo. 165 Echaria. |- Zarão. e Vacatura. ou rinar. Vagancia. e não varear : diversificar. Unicorne (de unicornis). prerogativa. ae). * * Ultramarino. .

mas por uzo diz-se Beri ga: parte membroza. e menos vreador . voz do V## vér elles verdô. huma das quatro estações do anno. e Vedoria. Verisimil: o que tem apparencia de verdade. . Adjectivo. com o á aberto: segunda pessoa do Futuro no modo Indicativo do Verbo vêr: tu verás. com é aberto. que está • . º Kigia. Xexugo. que tem obrigação de andar vêndo. avigiando. mas não bizugo: peixe. e significa verdadeiro. sentinella. e zelando os interesses públicos. porque tem a sua origem em (video): o que está encarregado de vigiar sobre o despenseiro. pronuncia-se o t como c: são palavras latinas. que cobre a pel le de bostellas. Fexiga. mais uzado. que veador. 16é Orthographia chado . e não velijar: andar á véla. coiza | verdadeira. e he tambem nome de huma villa na provincia do Minho. o receptáculo da. mas uza-se escrever sómente as letras iniciaes. • Ferbi gratia. com z. do latim (vesica). e neste sen tido se diz melhor Verídico. Yéras.uri na no corpo. e Fedor. • - Kexigas. séria sem zombaria. navegar. Fedor. guarda. porêm neste sentido se uza dizer Veador. que serve para ambos os • Géneros. o que conhece onde ha agua para • •se abrirem poços. vea doria. por exemplo . denso. o mesmo. que verdade. e he o mesmo que. depois que os Arabes Africanos no • oitavo século invadirão as Hespanhas. • deste modo: v. he hum dos empregados nas Ca maras. ou Bexugo . espia. e fontes. e comprador da Casa Real. que he provavel. Feráó. Kereador. &c. Feráô. Xeraz. mais próprio.. e não vareador. por uzo Bexigas: doença. Ferás. porque Kereador. g. que. a qual começou a existir na Europa. * Kerosimil. º ** Pelejar.

Foar. e não vestoria: o que se faz com a vista. mover . Y. para que não co … a ma. . e não volcano : fingido deos do fogo. Fulcão. ou 3arco . e rios em paizes estran geiros. o que atravessa hum olho pelo Outro. e não enxergão . melhor que volcão: monte que vomita fogo. Plural do Pronome pessoal Tu. e . 237. que sahe da bocca do homem. he a privação do somano no tempo próprio para dormir. que cresce entre os pães. Komitar. e não aboar: fender o ar. se nelle com as suas azas. Segunda Parte. e não gomito. que principiem por Y. Não temos palavras na nossa lingua . . com z. e não gomitar: lançar. * * ** Pistoria. com que se tapa a bocca do gado. por uzo cizânia: joio. ilhas que lanção fogo. • pessoalmente. porêm o vulgo diz xarolho: tor to dos olhos. má herva. Kixânia. Foz. X. As que se encontrão são nomes de terras. o que se exprime pela voz: o segundo he. sustentar-se. Kós. Kulcano. • . Kulcânias. e Vizinhança. Fizinho. panno grosseiro: colchão de palha . e Boccal. Xergão. Z. he o som. porque se deriva de xerga. …o º Komito. são diversos: o primeiro he. que se põe por baixo do de lãa. e aº e . 3anolho. E67 Pigilia. Focal. &c.

na lingua Grega significa cinto. duas Zonas Temperadas. • . este. ou Glaciaes. a saber: huma Zona Torrida. • 2unido.: na Geographia he o espaço da . e duas Zonas Fri o gidas. e não zonido: he o pequeno ruido. pelo que se divide a superficie da * Terra em cinco grandes porções. . . que se cha mão Zonas. ou faxa. e os mosquitos nos ou vidos.168 Orthographia 2ona. ou mur murio. ou do Céo comprehendido entre dois círculos. cinta. que fazem as folhas das arvores agi tadas pelo vento. Terra. &c. .

# EXOR DIO. . E DE APRENDER A LER O PORTUGUEZ POR METHODO MUITO FACIL. He nestes preciózos co fres. portante Arte dee lêr. dos que bem a possuem: e que pre juizos não provém da má leitura! Ella faz muitas ve zes levantar calumnias aos Escritores. mas pe queno o número. e Sciencias fazendo chegar o seu conheci mento a todas as partes do mundo civilizado. ou caracteres. aos que sabem a im • Muitos ha. e conservado todas as Artes. 169 —=><><=- APPENDICE. que presumem saber esta Arte. # COMPOSTA POR Joaquim José Ventura da Silva. se franqueão. todas as invenções. que se occultão as Sciencias. aos que não conhe cem as letras. • No VA A R T E { DE ENSINAR. affirmando . • Por meio dellas se tem achado. #. a mais admiravel. São as letras os cofres onde os sábios depozitão seus vastos conhecimentos. e acla rão o entendimento humano. com os quaesillustrão. a mais util. que os homens tem feito. E BREVE. D. e a mais necessária á sociedade he a das letras.

e dos períodos: a suppressão de letras: as reticencias: a euphonia. dizerem elles o que nunca disserão.170 | Appendice. e a maior. ou menor pauza. e pe» nozas fadigas. ou bom som. Isto he o que eu Procurei no seguinte. que são os unicos ami gos. e pronunciar o som. e difficil he o trabalho de a ensinar! E tão pouca a estimação. A indiferença. e admirações: as distincções das orações. e o mínimo salário. e abaixar a voz. de obscure cer a memória. com que se olhão os mestres de primeiras letras. porêm quanto custo zo. A Arte de lêr não consiste sómente em conhecer. ha sido atégora a falta de hum méthodo. conforme o indicar a pontuação do período. que se dá aos que se empregão neste primeiro ramo da instrucção pública. que se em preguem neste importantissimo ministério. e attribuir-lhes erros nas suas obras. mas tambem o levantar. • - He pois esta Arte á mais necessária para os dife rentes negócios da vida. se gundo os signaes expressos. e nada nos pedem. …. he o motivo porque não temos hum número sufficiente de homens beneméritos. " " A experiencia. de enfastiar o leitor. . e por ultimo desprezar os livros. que não existem: além disto he a cauza de não se entender. que tudo nos dão. que percebem por suas arduas. e por ella conseguimos o co nhecimento de todas as outras. que mais facilite a união das Consoantes com as Vo gaes. da educação. o que se lê. que o de signão: as interrogações.… … } # . ou impressos: ella exige não so estes princi pios. e os ouvintes. que vou propôr. que o moti vo dos meninos gastarem tanto tempo para aprende rem a lêr. para a formação das Syllabas. para obstar ás perniciosas consequencias dos erros adquiridos no bêrço. ou suppóstos. que he a melhor mestra de todo o especulativo das Sciencias tem mostrado. e significado dos caracteres es» critos.

e por consequencia di minuimos as confuzões. é me-i-ni. familiarmente . e com especialidade aos meninos. 171 "… METR oDo " ….° o conhecimen to dos caracteres. he evidente. e menos con fuzas aos meninos. éle. pois a sua tenra. *# Para ensinar a lêr com. a-erre-ar.° ajuntar estes caracteres. de que nos servimos para expressar mos nossos pensamentos: 2. . e embaraços. ou letras para a formação das Syllabas. éme-e-éme-men. o que mui to contribue para intelligencia da leitura. mas preferir aquelles. que ellas tem nas Syllabas. que ellas tem.° finalmente conhecer as pauzas graduaes indicadas pelas # pontos.g. Appendice. que huma succinta explicação no seu ensino. para ficarem todas as Consoantes uniformes na pro nunciação: º logo em vez do menino dizer éfe. quando fórmão Syllabas com as Vogaes. 3. : * * ** Para se aprender a lêr hemister: 1. parenthesis. -- Pelo que o fundamento deste méthodo consiste para ticularmente em reduzir os sons das Consoantes ao som próprio. quando se lhes faz dizer. que designando as Consoantes pelos sons próprios. que facilmente nos conduzem ao dezejado fim.: éfe-a-fa. v. sim plificamos na prática os sons. Para obviar pois estes inconvenientes reduzi os sons das letras Semivogaes á classe dos sons das Mudas. te-e-te. Ora. éle-i-li. e do mesmo modo em a maior parte das palavras. e lhe afectamos 42. para o que he necessário não so uzar dos meios.facilidade * * * os meninos. Y A simplicidade dos méthodos he sempre util a quem aprende. e curta comprehensão não permitte mais. que os meninos necessariamente sentem. menos morozas. &c. cuja palavra tem 13 letras.. porque deste modo se tornão as artis culações mais faceis.° pronunciar consecutivamente as Syllabas para formar as palavras: 4.

. Pala vra. . que vem a ser as Vogaes. cé. dirá fé. Maiúsculas. e quando hu ma. .. né. ou nomes das letras Consoantes. 4 • /* T A B E L L A. . |- º Figuras.. . i . as que se designão pelos Dithon gos. ou mais Syllabas.172 Appendice.. . que consta de huma. b . ** . Vozes simplices são os sons exprimidos pelas Vo gaes. as vozes compostas. . C . ou nomes. as Consoantes unidas ás Vogaes. ré. mê. lê. …" . . v. . . .: a-com-pa-nha-men-to. aqui vão na seguinte tabella os sons. . Sons. . . . em quanto á voz he a diversa pronún cia (constituida na Vogal) em que as palavras se di videm . . u . &c.. pronúncia he contrahida de duas Vogaes. gei-ra. . he a dicção articulada. . . . . A uniformidade dos sons facilita muito a união das Consoantes com as Vogaes para a formação das Syl labas. Minúsculas. éne. . confor me o uzo da nossa lingua. quê * . . cha ma-se Dithongo.: au-daz. . B. ou no mes das Consoantes conforme o meu systema. \ Assim este méthodo se reduz a ensinar as diversas maneiras de reprezentar os sons elementares. u . e os Dithongos. . c duro antes de a.. . que se devem ensinar previamente aos meninos. porque se pronuncião com menos adjunctos de letras. . . que estas le tras tem nas Syllabas. . c brando antes de e. ésse. . donde resultão as vozes simplices. compostas. o. Syllaba. éme. . as Syllabas. v. . bé.Ç cedilhado antes de a. g. C . * * |. *** Dos sons. .g. sé. -. . - Seguindo-se pois este méthodo de ensinar a lêr os meninos. .sé. . . o. e com efeito estes são os sons próprios. . érre. e as palavras.

té. . • • • f . • • III • • • • • • • • • • • • • • • • mé. gé. g brando antes de e... . .. . . .t . Z . .. .. Ph . .. .. . .. Q . . . . . . . . . . . . i. .. .. .. .. . . Ch . . . dé. . … Sons.. .. . . . . .. . . . . N ... . .. S • • • • • • • • • • • • • • • • sé.. . . .. |- . .. th . .nhé.. . V . Il • • • • • • • • • • né. . V . Appendice.. Sons. . X . .. - Nh . . . .. .. . . . . D . e o k. Rh . . . . . .. . X . . . . .. . . Figuras.. . . Th . ph . .. . cá. . . .. .. . • • fé. Maiúsculas. . Q . e é se nomearáõ como atégora agá. ..... .. . .. para não se confundirem com outros sons. .-. . . Minúsculas. .jé. . .. .. . .. . . . . T . . . Outros sons simplices expressados A por duas Consoantes. . . ..ace. . . o. u . . .. . hé. .... . .. .. .... . M . • xé. As letras h. . .. p • • • • • • • • • • • • • • pé. . ch brando. . . . .. . * G . . . ... . ué. . ou nomes. ** P .j . .. . . .. . . . lh ... nh . . .. . .. g duro antes de a.. . . . Z . . • ? • • • que o h. e por isso nun ca fere as Vogaes. po rêm (em tempo próprio) deve-se advertir aos meninos.vé. que he letra escuzada na nossa lingua. . ... . he hum signal d'aspiração. .. . .... . .. . . . * * F |.. . Lh . . . . . .. . . .. gué. . . .. ré.. . cé. d .. . fé. . 173 Figuras . . . G . . .. .. fé... ch duro . . • • • • S . ... . . . . .. . . . .. que R • • T • • • • • ré. . Ch . J . rh . . . .. .

mas sómente facilitar" aos meninos a maneira das articulações. que de proveito. e pronunciação das Syllabas he necessário. de que trata a 1. o . conforme estão na precedente tabel la. 1. 2. e maiúsculos dos dois caracteres uzados na impressão.174 Appendice. . e depois de os tomarem de cór. como estão estabelecidas nas Car tas.° Carta. Quanto ao mais seguiremos em o ensino do lêr a ordem das lições. segundo o meu systema.° Não devem os meninos principiar a syllabar. que *ão nas Cartas. em quanto não estiverem desembaraçados no lêr. que pertendo extinguir os nomes próprios das letras.° Não obstante a ordem das lições do prezente méthodo. . . e facil apprehensão sempre lhe he conveniente lição moderada. sempre advirto. que a lição se deve passar conforme a capacidade do menino. e o contrário lhe servirá antes de ruina. e acostumar a lingua aos meninos. e particularmente sendo rude por que então ainda carece mais ser guiado com maior prudencia. que os meninos as aprendão todas. distinguindo as Vogaes das Consoantes. pois ainda que seja dotado de boa memó ria. nem mudar a ordem Alphabética. antes de terem perfeito conhecimento de todas as le tras.° Como o lêr consiste principalmente no conhe cimento das letras. • • • • • • • • 4. Não se collija das precedentes nomenclaturas. com tudo não me pareceo sem fru cto pôr exemplo dellas. : # • • 3. e pro nunciando estas ultimas sempre com os mencionados sons. he que se lhes deve ensinar os Abecedários minúsculos. e da do que em nossa linguagem não sirvão algumas. como mostrão as Cartas. que vão depois das seguintes • - Advertencias geraes para o ensino do lér.. porque a generalidade das Syl labas faz soltar.° B%" primeiro ensinar aos meninos os sons das Consoantes.

Part. e valia. .° Finalmente he precizo.° . 1º (2) Orthog liç. que os meninos as digão nomeando as letras cada huma de per si. logo que principiarem a lêr seguido. Letra. - 6. e logo que isto con sigão. que por ordem natural cada huma tem no nosso Abecedário. e os gregos carácter. que o segundo sôa forte. que em número são vinte e cinco. he a mais pequena parte de qualquer pala vra. tro em terão quinzeseus pais a satisfação de os vêrem lêr den dias. se lhes ensinará. As letras são os primeiros elementos de qualquer linguagem. e algumas noções relativas. e sendo hum so. como tambem a pontuação do período (2). como tam bem os Dithongos. que tiverem letra dobrada. porque depois he muito difficil. 4. que vão na Carta duodecima. II. fere levemente a Vogal immediata. segundo o som. o que tudo contribue para se desenvolverem na leitura. e quando entre Vogaes occorrerem dois rr. e com ellas formamos todas as palavras. 7. Part. Appendice. como a primeira he líquida (1). e depois convém as digão de hum jacto." Na soletração de vocabulos. as quaes convém explica-las aos meninos. pois he a que fere a Vogal seguinte. IV. como no principio da palavra. que se póde escrever. 173 que se póde conseguir em quanto he tenra. porque so assim poderão facilmente ajun ta-los na formação das palavras." No ensino das Syllabas hemister primeiro. sem ajuntamento d'alguma voz estranha. basta que os meninos digão a segunda. (1) Orthog liç. que os meninos no ex ercicio das Syllabas fiquem bem versados nos seus dif ferentes sons. • Como vamos tratar das letras em ordem Alphabéti ca darei primeiro a sua definição. e as terminações dos pluraes. 2. a que os latinos chamavão nota.

Grave como na segunda de pucăro . donde vém haver na nossa lingua tres Accen tos prozódicos. • Letra Consoante. he a que so por si não póde fa zer som perfeito. As Vogaes na combinação das palavras. ou breve. . pódem admittir tres sons diversos. baixo. e médio.176 Appendice. a saber: alto. e Cir cumflexo como na primeira de gózo. que são Agudo como na primeira de pára. Ha duas classes de letras. he a que por si mesmo tem hum som perfeito. e Con soantes. segundo a ordem. e situação das suas Syllabas. Letra Vogal. sem estar junta com Vogal. a saber: Vogaes.

A.Xx.R. Tt. Pp. Ll. .T A. Wv. i Aa. C. I. Uu. a e i o u y J (i e a y u o. Mih. .Ssſ. Co. Dd. § Qq. - Das Letras maiusculas. Oo. 4 Jj. Kk. e miniſsculas simulta meanente. Ee. ou de imprensa. L I Q & O II. & li. - : b c d f g h j k l m: n p q r s t w x Z g. FI Gº H.Yy.Zz. ALPHABETO PORTUGUEZ. § . º # *% (3) O Til suppreo m final. Nn. Letras Consoantes.Rr. L I Q X O Í. como se vé na Carta XII. . ' b c de f g h i j k l m n : : p q r s t t w x y z ( )(3) # Letras Wogaes. Bb. sº-ºo-º-º-º-º-º-º-º: . Das letras miniſsculas do carácter redondo. .

ou Aldino. e minúsculas simultanea Letras maiúsculas. Qq. Tt. b c g d f g h j k l m n & p q r s f t v a 2 (4) nº. CARTA. § Úu rv. a b c g d ef g h i j k lm + + :k 3% ? n o p q r s / t u v x y z (*). a e i o u y) (o e y u i a. X… Yy Zz Wie. Dd Ee Ff Gg # # Hh Ii Jj Kk Ll Mm Nn. • # Aa Bb Ccc. Das letras do carácter Grifo. * L I Q À O III. Letras Consoantes. É Oo :k Pp.<><><>#####<>{<><><><>{ CONTINUAÇÃO DA I. Ssf. |. >{<>. mente. Rr. • # + 3% * . Letras Vogaes. É .

L I Q A O IV. je ji le li mi me ni pe pi ºk a . Das primeiras Syllabas. - i Ce ci go Qu. go gu. e l O u. ºk ºk CO Cul. be bi bo bu. C A R T A II. ie e ge gi 9k he hi hu. ºr qui ri si ti vi . de di do fe fi fo fu.

pol ? Qual + % . Al el il ol Bal .ç À o V. vil vol xol zol º . . . C A R T A III. guil gil gol }é # Hal : .hel hil hol # Jal jel jil jol Lal lel li] lol 4 Mal mel mil mol Nal nel nil nol $ Pal pel pil . sil sol Tal tel til tol Val vel .quol ºk + quel º quil Ral rel < ril rol Sal sel . # ? L 1. bel bil bol Cal % % col Çal cel cil çol # Dal del dil dol Fal fel fil fol # ZX + Gal guel gel .

VCIT] vim . # zem º zim ZOIYl º ZUIIIl. lll UIII].. { Quam º 3k quom quum. quem quim * 3é rem rim TOIm TUlII]. gem gum 3k 3é hem him hom hum. jem jim jom jum. # Il GIm Ill II] . dem dim dom dum. GIll im O IYl UIII]. tem tim tOm tum. 181 • C A R T A IV. xem xim xom xum. # . cem cim çom çum. 5 II19 m mm II1OTIl . vom VUIII]. pom pum. 3k 3é COI]] CUIII]. guem guim gom gum. fem fim fom fum. L I Q À O VI. SCII) sim SOII] SU IIl. lem lim lom lum. º Il O Ill IlUl II]. bem bim bom bum. *# pem pim .

vin ton VOI) tun. pun Quan * $ quon quun. * # quem quin ** * Ran ren rin ron I'UlI]. L I Q À o VII. C A R T A V. An GIl in on Ban ben bin bon Can # + COI] Çan cen cin çon Dan den dim don # Fan fen fin fon Gan guem guin gon # gen gin % Han hen hin hon Jan jen jin jon Lan len lin lon Man men min mon Nan Il GIl nin non Pan pen pin pon . xin . Sem sim Son } Tan • tem ven º tin .

L I Q À O VIII. ver vir XCT xir 7CT • . A Cr ir Ol' ber bir bor COF + • + Cer cir çor der . fer fir for guer guir º ger gir her hir jer jir ler º lir Em CT mir Iler nir per pir # *k quer quir : rer rir Ser sir ter . tir . C A R T A VI. dir dor º.

L I Q À O IX. As @S is OS Bas bes bis bos. #<>#<><>{<>#<>{}<>{<>{<>{{<>}<><>{ C A R T A VII. Cas % + COS Qas CGS CIS ços Das des dis dos Fas fes fis fos Gas gues guis gos + ges gis * Has hes his hos Jas jes jis jos Las les lis los Mas mes mis II1OS Nas I18S IlIS I1OS Pas pes pls pos Quas * # quos @ + ques quis * # Ras res ris I'OS Sas SCS SIS SOS ? Tas tes tíS tos # Vas ves vis vos # Xas XCS XIS XOS 2OS .

185 C A R T A VIII. # Xai xei # xoi xui. # Nai I]Cl # noi nui. @ Cai * ºk coi cui º ?? Qai Dai cei dei 3% + çoi doi çui. # < K>{}<>{<>{<><><>{<><>{<>{<>{<>#<>}<>}<>{ . # Ai ei ºk oi ui. # Zai zei # zoi zui. # L I Q À O X. # Gai guei * goi º gui. @ Vai vei + voi vui. lui. # } * gei # 3k 3k 2* Hai hei # hoi hui. ## Sai sei # soi sui. ? Bai bei • boi bui. 3k roi . # # Lai lei 3é loi . + rui. # Mai mei # moi mui. • # Fai fei 3# foi fui. 5º Pai pel 3k poi pui. . •'\ Tai tei # toi tui. { Das Syllabas dithongadas. . # Quai 3é à Rai * quei rei # # 3k quoi" quui. dui. # Jai jei 3k joi jui.

L I Q À O XI. 3k Jau ceu # çou 3k Dau deu # dou $k Fau feu % fou + Gau gueu º gou $k * geu # + # Hau heu # hou 3k Jau jeu # jou # Lau leu « lou # Mau meu # II1OU! # Nau I]CU1 % I1OUI # Pau peu * * pou # Quau … " 3é quou * # quei * # # Rau TCU1 } TOUl $# Sau SG Ul + SOUl # Tau teu + tou # Vau VC Ul *k VOU1 # Xau XGUI § XOUl $ # . Au eU + O Ul }é Bau beu # bou By Cau + 3k COUl.186 Nycts>#<><><><><><><>< C A R T A IX. Continuação das Syllabas dithongadas.

Fans fens fins fons funs. |. Syllabas por ajuntamento de quatro letras. Nans nens nins nons IlUI1S. Gans guens guins gons guns. Lans lens lins lons luns. Bans bens bins bons buns. Pans pens pins pons puns. Sans . Cans . Tans tens tins tons tuns. + gens gins + *# Hans hens hins hons huns. + # COI]S CUII]S. Dans dens dins dons duns. Quans * # quons quuns. Qans cens cins çons çuns. xins XOI1S XUlIlS. sens sins SOI1S SUI]S. L I Q À O XII. } Vans vens vins VOI]S " VULIlS. Jans jens º jins jons juns. . + quens quins + 3k Rans rens rins rons TUI]S. Mans mens mins II]OI1S IIlUlIlS.

Flas fles flis flos flus. Cla cle cli clo clu. --> L I Q À O XIII. a média das quaes {? he líquida. . Dra dre dri dro dru. # Plas ples plis plos plus. Fla fle fli flo flu. • As mesmas Syllabas combinadas com s. Blas bles | blis blos blus. Pra pre pri pro pru. Vra Vre vri VrO VTUI. Bla -ble bli blo blu. Fra fre fri fro fru. Tra tre •tri tro tru. # Glas gles glis glos glus. L I Q À O XIV. Cra CTG cri CTO CTU1.188 C A R T A XI. Gra gre gri gro gru. # Syllabas de tres letras. Pla ple pli plo plu. # Bra bre bri bro bru. Clas cles clis clos clus. Gla gle gli glo glu.

Dos sons do x final. um.. os uz. Syllabas com as letras compostas. + Dithongos nazaes. L I Q À O XVI. L Ç Ã O XV. is oz. dres dris dros drus. im ó.. am ê. tres tris trOS truS. 189 #<>{<><><><>}<><><>. .. É âa.. äas ães àis àos ôes....S.. Lha lhe lhi lho lhu.. bres bris bros brus. mão não pão . om ú. fres fris fros º frus. são tão vão xão zão. à . e do til... Rha rhe rhi rho rhu.. * .. ào bão cão cão dão. gres gris gros grus. fão gão hão jão lão.. pres pris pros prus. Continuação da lição antecedente.. CTGS cris CTOS CTU. as ez. us. $2 Pha phe phi pho phu.. Tha the thi tho thu.. es iz. em 1 .K>{<>{<>}<><>{ *M*><> C A R T A XII. º * Cha che chi cho chu. Nha nhe nhi nho nhu. quão rão. VTCS vris VTOS VTUS. àe äi äo ôe.. az.

...... .. * Brin-co.... • • |.. # Phe-bo.......... Phebo........... # E-bro.. Nabos... ....... ....... Jantar.. : @ Fa-ca.... ...................... : : : : : : : : : : : Brinco.- { "* *"-- .. .... Maçãa.. Ta-cho... Lançok # Ma-çãa..... rio... Pa-dre ..... .. * * Içar... Quadril..... Sabão..... o sol... ... Xer-gão ..... Capuz # Chan-tre....... ....... • *..... Chantre. ... Xergão.. rio.. . . => "( er • - *}<>{<>{<><><><><><><><><><><>#<> CA RTA L Palavras de duas Syllabas............ Grande......... #K>{K_>{K>}<>######>{#########>{}<>{k>#@!#$*>{k_>## { * *.........Uvas... Sa-bão ........ ..... ... Obra....... & Zan-gáõ... ... Qua-dril.. {} Gran-de. Homem. Dança... Ebro...................... . * # Ca-puz.... Vou-ga....... Faca...... Tacho........ Padre...... Amar.. ! Na bos.... : : : : : : : : : : ... } Lan-gol... ......... A-mar.... ... Zangáõ. … | | U-vas...... ..............- *Res-ma.... • • • • • • * * { Jan-tar.. -... . .. ....... Vouga. Resma.... ......... 3 Ho-mem................ # Dan-ça... } G-bra.. • } I-çar.......... • *A* |......

Germano............. R & Dâ-ma-zo................ Paulino. : 3 Pati-li-do... & Ven-tu-ra.... ... ? } Nomes próprios de tres Syllabas....... }-en-do..... Amador.................. Henrique......... Tiágo....... Inófre.... Ricardo..... " É # Quin-ti-no..... Olympo................ > # Mar-ti-nho... *\ A-ma-dor............ º # Sal-va-dor............. Zuzarte.. Narcizo.. # % O-lym-po. monte......... # Ger-ma-no. ....... * * { @ Phy-si-ca. Lourenço..... {} ## Zu-zar-te...Ventura.................. Elizeu... Xavier..... | & Ri-car-do . ... 4 # 3 Xa-vi-er... Úrbano... Yendo.. |- * Faus-ti-no......... ...... ....... #?> X #<>#<>{K>{<>}<><><><><>{<>{{<>#<>}<>}<>{ . Candido..…. Bernardo. cidade.......... >> } Hen-ri-que............. # Chris-to-vão..Faustino. Quintino..... ? # Nar-ci-zo..... { º E-li-zeu.. Physica.... ? Jus-ti-no. 191 #<><><>{<><><><><><><><><>{<>{<># () C A R T A II.. Zº } Ur-ba-no.. Christovão...... Justino. # # I-no-fre. { Can-di-do........ ... ? # Ber-nar-do.. # & Lou-ren-ço . Dâmazo..... Salvador........ Martinho........ { Tiságo..... ..

Philippinas...... Ramalhete...... } Ob-ser-va-ção...... # Na-ci-o-naes.... Ra-ma-lhe-te ... Paganismo..... # Chro-má-ti-co... Universal... Talabarte. Chromático... } *<><><><><><><><><> ....... Cabrestante. & {? Si-mi-lhan-ça. i * g ·- Palavras de quatro Syllabas. Maçaróca...... | De-cli-na cão............ # Ma-ça-ró-ca . # Ta-la-bar-te..... Zombaria...... 3 Pa-ga-nis-mo. Similhança. Vulgarizar........ • Phi-lip-pi-nas........ Alcobaça. } -- - {! #*#*#*# • • • • • • • • • •|"*"# 5 La-me-guei-ro... é Quan-ti-da-de..... * Im-pu-gna-ção..... % Gra-vi-da-de....... # Zom-ba-ri-a... ilhas.. # Ca-bres-tan-te........... À Fa-cul-da-de.. Nacionaes............. • %? Xa-ro-pa-do .. villa..... Faculdade........ Observação. * E-le-men-tos. Bacamarte.. Impugnação.... @ Ho-me-na-gem....... Gravidade.. Quantidade........ Lamegueiro................ Al-co-ba-ça... Elementos..192 • #<><><><><> C A R T A HII. .... U-ni-ver-sal.......... 42 Ba-ca-mar-te.. Homenagem... 4. Declinação.....* Vul-ga-ri-zar.. Xaropado...

hídra. pécha. héra. @ járro. púro. zígue. póte. #<><><>k><>X<><><>{<><><><>> N . míra. #-láço. <><><>#<>#<><><>{<><><><>{<><>. * jógo. # déve. chéfe. chóça. fóra. dóte.gólla. |- fáca. júgo. 1 93 "> R}<>. libra. hóra. xúpa. díque. húivo. º # &# ráto. rúça. píco. # tára. --O- C A R T A IV. sélva. # •é gésto. xéque. véla. xára. vóga. Vozes de duas Syllabas. récto. nábo. guérra. cérta. quéda. lógo. ## gáto. silva. º térra. g párra. búlla. º quádra. cúlto. máta. méda. para os meninos se desembaraçarem na pronunciação. chífre. vúlgo. lúcro. # léssa. e a segunda breve. móra. féra. zélo. bíca. gúla. # vácca. túrba. bóla. zúne. giga. cídra. múla. zárco. néta. dúro. viga. xíra. chúça. a primeira das quaes he longa. zóilo. fúra. súrra. quina. nítro. cósta. * # & hásta. bá] a 3 béca. sólda. núca. sálva. rito. xófre. fita. guíncho. nósso. róta. tígre. tóca.

° Fazer bem a quem nos fez mal. e alma: o peor de todos he a ingratidão. segundo as suas posses." A prudencia he huma virtude. 13. 11. e prudente vive sempre em paz. - 7. |- 14.° Guia teus passos. o que não queres que te fação. à . e aquelle que não quer trabalhar não merece. merece cahir nelle." O bom Cidadão he obediente ás leis. do que bem. • 5. e nunca mal: isto he. 15." O homem sábio. . nem sigas as suas pizadas. e immoral. será ajudado de Deos. . 6. do que devemos fazer. Nunca se deve tomar alguma resolução com de maziada pressa. - 17. . 8. e christãa: a vingança he hum crime odiozo. . ou affecto." O homem delligente não vive em mizeria. he hum acto de perfeição moral. não faças a outrem. e assim se evitão os males. e priva-nos do exercicio da virtude. 1. e christãas. . que os meninos devem aprender depois das cartas. • 12.° O temor de Deos he o principio da verdadeira Sa bedoria. que tudo devem-se aprender os bons COStumeS. pelos preceitos da lei de Deos." Quem conhecendo o perigo não foge." Inclina-se á virtude o filho que louva seu Pai. 9.194 Breves Sentenças moraes." Foge de más companhias." Faze sempre bem ao teu proximo. • 2. • 10. porque he mais certo obrar mal. • • 3. que nos dá o discernimento." A virtude he sempre o exercicio do bem. ou deixar de fa zer. e não invejes o ho mem injusto.° Primeiro. " • 16." A ociozidade promove os vicios. e contri bue para o bem geral. 4. . que o sus tentem." O filho que obedece a seus pais." Os vicios arruinão corpo.

20 33 1. ibid. 22 94 } deversidade | diversidade. 27 126 8 Accidenthl Accidental. .* ibid. 25 Nizão Niphão. 116 290 8 e til: o til. ou Nifão. 195 E R R A T A s. Lin. Q6 116 5 Gotejar. 36 146 2 alêm além. 15 mui muito VI I I . 113 271 7 á cerca acerca. . . Appellativos. v . . &c. 97 230 29 Sardónico Sardónyca. ibid. Erros. . 102 233 16 de dO• |- ibid. 324 15 simpleces simplices. . 75 197 . 121 321 3 Simpleces Simplices. . Vogaal Vogal. 33 11 eOnlO * * como. 21 90 3 Ciscumstancia º "Circumstancia. Izenção. ibid.7 cabra cobra. 76 199 16 proeeda * * preceda. ou Verbos º ou a Verbos.. . &c. . 4 Créco Cérco. " 18 72 2 Appelativos. ibid. Num.. . 23 98 9 O ll o n. . 50 161 3 provem provém. ibid. 3O 133 6 Atluzão Alluzão. Pag. Emendas. 6 .. 101 5 Preduravel Perduravel. 35 o favor a favor ---. 96 5 Izemção • .- 2 . ibid. * * * } () . 31 136 1 Falancha Fallancha. Gottejar.

196 I N D E C E. .considera- . 20 .. . . .. . . sua divisão. III Prefação . . • 1 Dos Accentos. . .. . . . . . . . Paginas. que se devem escrever com letra inicial maiúscula. ib. como Nomes. pódem . .. . . . . - Das *** Letras. . 9 • Das Letras líquidas • " L I--> Q À. . . .. . . XI * PRIMEIRA PARTE. . O … . . . . O. . . . . que se devem saber para intelligencia das regras Orthographicas . . . _> . . . . 14 Das palavras. 11 |- Dos Dithongos . .. . . . . . . . . . . . . . . que devem terminar nos Dithon gos eo. . º * • • • • • • • VII Previa Explicação dos Termos principaes. . ou eu . . : : : : : : : : : • • 2 Uzo Catálogo das #*! dos Accentos . . . . . . ser . . . . I. Pas Preposições. . . . . . que . . . . . . . • das. . . L IouQ como Á O Verbos II.. . 19 L I Q À O VII. . . .· . . 7 L I Q Á O III. • 4 Da Synalepha . .. e ai . . 15 L I C À O VI.. L I Q Áé natureza O IV. . . . . .. ._-_. .. …. . Do que se contêm neste livro. finiç e Divisão.… … . . . . . . . que entrão na composição das palavras . JDedicatória .. . . . . . . . . . . . . . . .. Q.._> < . . . . . . . . . Definição. . L I . . . À . . . V. . . . : : : : : : : : 12 Do uzo dos Diihāngos ae. . . . . . . . 16 Recopilação da Lição pregedente . . . Das palavras. . ou particulas prepositivas. . . . e do seu uxo para acérto da pro nunciação .

. . . . . . que se escrevem com pg. . . . . . .. e não pors . . s . . ou no meio . . . . . 48 - *º. . . . .. . 27 Das palavras. • • • • • • • 51 Catálogo das palavras. 197 *\ pag. . . . . e não por a . pt. 28 Das palavras que dóbrão g . . . . . . que no meio tem gm. ... . . . . ... .. . no prin cipio. . Das palavras. . . .. . 35 Das palavras. . . . . . . . . . . . 43 L I Q A O XII. L I Q A O VIII. . … . . que se escrevem com ch no som de k . . . . que devem começar por c. .. . que dóbrão d . . . . . . que dóbrão n . . . . . que devem começar por ch. . . . que dóbrão l . Das palavras. . • 24. . que dobrão_t . . . . . . ps. • . 55 L'I Q X o XV. . . ** . . . . . . . . 42 • . . Das palavras. 41 L I Q A O X. . . . que dóbrão f ... • • • 52 . . . . . . .. . que dóbrão m . . .. L I Q A O IX. . . . . . . . . . . que se escrevem com ch no meio no som de x . . .. bi. . + . . . que dóbrão b . Das palavras. . • • • • • 36 Das palavras. . . 46 L I Q A O XIII. *º.. . Das palavras. .. . . . Das palavras. . . . . . . . . que se escrevem com ct . . . . . que se escrevem com ch. .-_ -_ . . 33 Das palavras. . . . que dóbrão s . . . . . Das letras. . . .. . . que entre Vogaes tem duas Con soantes diversas. . . .. . • • • • • 23 Das palavras. em que podem acabar as palavras Portuguezas . . Das palavras. . . .. . 53 Catálogo das palavras.. . ib..Catálogo das palavras. . .. .- L I Q A O XIV. . . . L I Q A O XI.. . . . que dóbrão p . . mn. . . 32 Das palavras. . . . . . gn.56 . .. . ib. que dóbrão c . 34 De quando se deve escrever dois rr . 29 Das palavras. De quando se hão de escrever duas Consoantes similhantes." Das palavras. Das palavras. .

. 60 L I Q A O XVI. . . ou n no corpo das palavras . 89 Do s entre Vogaes . 77 Quando se ha de escrever m. . . ou no meio se escrevem com g. . Das palavras. . . . . • Das palavras. . . . . . . . Catálogo das palavras. . . . . .. . .. . L. . e das que terminão em gem. . e das que tem rh. que principião por qua. . . . . . . 71 Catálogo das palavras. .…. . . • 74 L I Q Á O XIX. . . . . . . . . . Q A. . . . . ou J Consoante. . . 73 • L I Q A. Das alavras que se escrevem com c no meio ?. ou V Consoante maiúsculos. • • • 78 L I Q Á O XXI. . . e th_-_. . . . . . ou jem . . que se escrevem com ph no som 79 de f. .I. . . . . ou j Consoante. Das palavras que principião por h. . . . . . . que principião por v. . . . . . . . . e . O XVIII. . . O XXV. .. . . . . . . . . • º • • • • • • • • • • • 57 Catálogo das palavras. . . . . . e das que tem no meio estas Syllabas . 82 L I Q A O XXIII. . . . . . . que se escrevem com ce inicial . L. e do U Kogal. . . . . . . e das que tem esta letra no meio . . . . e das 85 que tem esta letra no meio antes de Vogal . . • • • • • • 91 . . . que no principio. ou quo. . . Douzo do I Vogal. . . . ºu . . . Das palavras. que se escrevem com ci inicial . . . I Q Á O XXII. . . e minús culos . que se escrevem com h inicial . Das palavras. L I Q A O XXIV. . . . . que se escrevem com h intermédio . 198 pag. . . . . . . .e --> 77CIO S • • • • • • • • •v • • • • • • • • • • • • 6} L I Q A O XVII. . . . . 69 Catálogo das palavras. Das palavras. . . . . . . que devem começar por s. e das que tem esta letra no meio . . . ._-_. .

. 114 L I Q A O III. . . . . . Dos Breves. . Das palavras. . . . . . . . . . . . . . que fazem o Plural em óes 124 Catálogo Alphabético das palavras duvidozas na sua Orthographia. . . . . . . . . Da Pontuação do Período. e de como se devem escrever . . que lhe he consernente . que se escrevem com z intermédio 98 Catálogo das palavras. . . Do Y grego. . - L I Q A O XXVII. L I Q A O XXVIII. . . . . que terminão em z . 116 L I Q A O V. . . . . . que entre vogaes se es crevem com 2 . . . .. . . . . . e das palavras. . . . . . | 13 Eccopilação da Pontuação. • • I10 D'outros signacs. . . . . . . . . . . L I Q À O XXVI. . . que se devem escrever com 95 3/ no corpo . . . . Catálogo das palavras. Da formação dos Nomes no Plural. . . . . . Da divizão das palavras no fim das regras. . que se uxão na escrita .-> . . . . . . que tem esta letra 71. . . . Do Til. 115 L I Q A O IV. . . .O 771 C? O * * * * • • • • • • • • • • • • • • • • 94. . . e seu uzo . . . e do mais. . . . 118 Catálogo dos Nomes. 135 A PP E N DIC E. . -_. . • • SEGUNDA PARTE. L I Q À O I. . e pronúncia . . . . . . . . . 199 pag. 105 L I Q A O II. Das palavras. . . • • • • • • • • • • • • 169 Méthodo de ensinar a lêr . . • • • • • • 171 . . Exordio .

.

.

.

.

.

. . - … " - * } # || 21 O65 356 *# # * * *###> Pc. 5083 ventura da Silva • V +6 . Drthographia da | | lingua Portugueza \GO LIBRARY … . .

Chicag U of o | 21065356 .