You are on page 1of 2

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL DA BAHIA
PRÓ-REITORIA DE GESTÃO ACADÊMICA

ANEXO 1 do EDITAL Nº 21/2017

A Pró-Reitoria de Gestão Acadêmica da Universidade Federal do Sul da Bahia, no uso
de suas atribuições e prerrogativas legais, torna público o documento Anexo ao Edital
no. 21/2017 que estabelece o conjunto de textos de leitura obrigatória para o
processo seletivo para o preenchimento das vagas nos cursos de Mestrado e
Doutorado do Programa de Pós-Graduação em Estado e Sociedade, do Centro de
Formação em Ciências Humanas e Sociais.

A.TEXTOS DE LEITURA OBRIGATÓRIA PARA A PROVA ESCRITA DE DOUTORADO

1. ELIAS, Norbert. O processo civilizador (Vol. I). Rio de Janeiro: Zahar Editores,
1996.
Apêndice (Introdução à edição de 1968), pp. 214-251.

2. HARVEY, David. Os limites do capital. São Paulo: Boitempo, 2013.
Capítulo 13. Crise na economia espacial do capitalismo: a dialética do
imperialismo (pp. 599-641)

3. MARX, Karl. A chamada acumulação primitiva do capital. O Capital: para a crítica
da economia política. Livro I, volume II, RJ: Civilização Brasileira, 2013. p. 833-885.

4. NOGUEIRA, Marco Aurélio.  Um Estado para a sociedade civil. Temas éticos e
políticos da gestão democrática. São Paulo: Cortez, 2004.

5. REIS, Elisa P. Desigualdade e Solidariedade: uma releitura do "familismo amoral"
de Banfield. Disponível em  http://www.anpocs.org.br/portal/publicacoes/
rbcs_00_29/rbcs29_02.htm

6. SENNET, Richard. A corrosão do caráter. Rio de Janeiro: Record, 2009.
Capítulos: 1. Deriva: como o capitalismo ataca o caráter pessoal; 2. Rotina: um
mal do velho capitalismo, 3. Flexível: a reestruturação do tempo (pp. 13-73).

7. WEBER, Max. Conceitos Sociológicos Fundamentais. Corvilhã: Lusosofia Press:
2010.
Seções: 7. Fundamentos de validade da ordem legítima: tradição, fé, estatuto
(pp. 69-72); 9. Comunidade e sociedade (pp. 77-82); 13. Ordenamentos da

15. O Capital: para a crítica da economia política. 214-251. p. 77-82) 13. Comunidade e sociedade (pp. Capítulo 1. 3. pp. OBSERVAÇÃO: A numeração das páginas poderá́ variar de acordo com a edição livro em uso. Daniel Fils Puig Pró-Reitor interino de Gestão Acadêmica UFSB . São Paulo: Editora da Unicamp. Fundamentos de validade da ordem legítima: tradição. 17. In: ______. volume II. Associação política.as múltiplas escalas entre o global e o local. Rio de Janeiro: Zahar Editores. Deriva: como o capitalismo ataca o caráter pessoal. 2. Seções: 7. 13-73). 16. 35-56). dominação.Universidade Federal do Sul da Bahia . I). Ordenamentos da sociedade e constituição jurídica). Poder. 2007. 3. 5. ELIAS. 5. Capítulos: 1. instituição. podendo ser baixados sem custo. 96-109). 03 de agosto de 2017. sociedade e constituição jurídica). 15. Carlos. 17. 4. dominação. Ordem Administrativa e ordem reguladora. Dr. Rotina: um mal do velho capitalismo. sob reponsabilidade do usuário/candidato. Livro I. B. Empresa. MARX. Poder. 1996. A chamada acumulação primitiva do capital. O processo civilizador (Vol. Norbert. Prof. Associação política (pp. Corvilhã: Lusosofia Press: 2010. Território e Desenvolvimento . 16. Muitos textos se encontram disponíveis na internet em PDF. fé. SENNET. disciplina. Itabuna. instituição. 14. Apêndice (Introdução à edição de 1968). 833-885. 14. BRANDÃO. união. Richard. Empresa. Conceitos Sociológicos Fundamentais. Rio de Janeiro: Record. 2013. Flexível: a reestruturação do tempo (pp. 9. O campo da economia política do desenvolvimento: o embate com os “localismos” na literatura e nas políticas públicas contemporâneas (pp. disciplina. WEBER. Ordem Administrativa e ordem reguladora. Max. 2009. Karl. união. 2. estatuto (pp. 69-72). 96-109). (pp. TEXTOS DE LEITURA OBRIGATÓRIA PARA A PROVA ESCRITA DE MESTRADO 1. RJ: Civilização Brasileira. A corrosão do caráter.