You are on page 1of 3

Prática – 3 Determinação da concentração do teor de ácido acético no vinagre

Introdução
A técnica da titulometria permite a determinação da concentração de uma solução-
amostra através de sua reação com outra solução de concentração conhecida (padrão). A
solução-padrão é normalmente colocada em uma bureta e é denominada titulante; as alíquotas
da solução-amostra são colocadas em frascos erlenmeyer, juntamente com substâncias
indicadoras apropriadas para cada reação. Os diversos métodos de análise titulométrica são
classificados de acordo com a natureza das reações químicas em que se baseiam. Dessa forma,
existem as titulometrias de neutralização, precipitação, oxirredução e de formação de
complexos. No caso específico da titulometria de neutralização, a reação envolvida resulta na
formação de água a partir do íon hidrônio ou hidroxônio (H3O + ) da solução ácida e do íon
hidróxido (OH- ) da solução alcalina: H3O + (aq) + OH- (aq) → 2 H2O(l). A 25oC, uma solução ácida
caracteriza-se por uma concentração de íons hidroxônio maior que 1,0 x 10-7 mol/L, enquanto
uma solução alcalina é caracterizada por uma concentração de íons hidróxido superior a 1,0 x
10-7 mol/L. Numa solução neutra a 25oC, por sua vez, as concentrações de íons hidroxônio e
hidróxido se igualam a 1,0 x 10-7 mol/L. Determinação do ponto de equivalência de uma titulação
ácido-base Uma titulação deve ser interrompida quando a substância de interesse, contida na
amostra, tiver sido totalmente consumida pela reação com o padrão. De forma geral, qualquer
propriedade do sistema químico que varie bruscamente quando a reação se completa pode
servir para acusar o ponto de equivalência. Esta propriedade pode ser, por exemplo, o pH, a
condutância ou a absorbância da mistura de reação, bem como a diferença de potencial ou a
corrente elétrica gerada no decorrer da transformação química. O método mais empregado na
detecção do ponto final é baseado no uso dos indicadores. Um indicador pode ser um dos
reagentes ou dos produtos da reação, ou ainda uma substância estranha ao sistema, adicionada
propositalmente para modificar a aparência do meio através de uma mudança de cor ou do
aparecimento de uma turvação. A titulometria de neutralização faz uso dos indicadores de pH,
já mencionados no capítulo anterior (Padronização de Soluções), que são substâncias orgânicas
de caráter fracamente ácido ou básico que mudam de coloração dentro de uma faixa
relativamente estreita de pH. Na tabela 1 são listadas algumas destas substâncias, com suas
colorações e intervalos de "viragem" característicos.

A faixa de “viragem” (mudança de coloração) de cada indicador depende da constante
de equilíbrio da sua ionização em solução aquosa. Para um indicador de caráter ácido, por
exemplo, representado por HIn, esta reação de ionização pode ser escrita como:

o que estabelece o intervalo de "viragem" de um indicador são as suas propriedades químicas (estrutura e reatividade em água). cada uma delas apresenta uma cor diferente em solução aquosa. O vinagre comercial consiste essencialmente de uma solução diluída de ácido acético (com menores quantidades de outros componentes) e é produzido pela oxidação bacteriana aeróbica (por bactérias do gênero Acetobacter) do álcool etílico a ácido acético diluído. Quando o álcool diluído é a matéria-prima. no ponto final. veremos que. Quando sucos de frutas são transformados em vinagre. é calculada através da expressão: Ou seja: O quociente [In-] / [HIn] é quem determina qual das colorações do indicador predominará na solução. a mudança de coloração é caracterizada por: pH = pKIn e não ocorre necessariamente no ponto de equivalência da titulação em que o indicador é empregado.correspondem. HIn e In. o teor de ácido acético pode atingir 12 ou 14% (m/V). de acordo com as equações: O vinagre é obtido pela fermentação do vinho. observa-se que esta relação depende da concentração de H3O + e da constante KIn. O ponto final de uma titulação é definido como o ponto no qual as concentrações das formas ácida e básica do indicador são iguais: [HIn] = [In.(aq). quando então a acidez impede a atividade bacteriana. A constante de equilíbrio KIn. às formas ácida e de base conjugada do indicador. Se introduzirmos esta igualdade na expressão da constante de equilíbrio acima. da cidra. Em outras palavras. [H3O + ] = KIn.]. Esta "faixa de viragem" é característica de cada indicador e é inteiramente independente da natureza das soluções. o indicador mais apropriado para uma titulação é aquele cujo pKIn é o mais próximo possível do pH do ponto de equivalência (ver dados na Tabela 1). usadas na titulação. Ou seja. malte ou vinho. em virtude das limitações do teor de açúcar. Naturalmente. do malte ou do álcool diluído. correspondente à ionização de um indicador ácido. Da expressão acima. formam-se certos ésteres (de acordo com o suco utilizado) que conferem ao produto um paladar característico. o que dá origem ao chamado "erro do indicador".(aq) Na equação acima. amostra e padrão. HIn(aq) + H2O(l) ⇔ H3O + (aq) + In. Quando se usa cidra. . respectivamente. A mudança de coloração ocorre porque a perda do próton por HIn muda a estrutura da molécula de tal forma que a absorção de luz por HIn(aq) é diferente daquela que caracteriza In. o teor de ácido acético no vinagre raramente excede 5% (m/V).

Procedimento: Usando uma pipeta volumétrica. Interpretação dos resultados e conclusão: Calcular a concentração de ácido acético na solução-amostra (vinagre).00 mL de vinagre para um erlenmeyer de 250 mL. cuja concentração pode ser determinada facilmente por titulação com uma solução de base forte.753 x 10-5). (ii) em gramas de soluto por litro de solução e (iii) em percentagem (m/V). monoprótico. Adicionar aproximadamente 75 mL de água destilada e 3 a 4 gotas de solução alcoólica de fenolftaleína a 1% (m/V). Jaísa Soares de Souza. transferir uma amostra de 3. Maria Rita Sierakowski Rumiko Suga.pdf .quimica.br/edulsa/cq031/ExperimentosdeQuimicaGeral. Titular a amostra com solução padronizada de NaOH 0. com fenolftaleína como indicador. Obtido em: http://www. Bibliografia: Experimentos de Química Geral 2ª edição.ufpr. Eduardo Lemos de Sá. Maria Aparecida Oliveira. Alda Maria Pawlowsky.O ácido acético é um ácido fraco (Ka = 1. Iara Messerschmidt. evidenciado pela primeira coloração rósea permanente na mistura de reação.100 mol/L até atingir o ponto final da titulação. expressando-a em (i) quantidade de matéria do soluto (CH3COOH(l)) por litro de solução (por litro de vinagre). Comparar os resultados obtidos com o valor de referência fornecido pelo fabricante do produto e sugerir explicações para as possíveis discrepâncias.