You are on page 1of 36
Monografia PUC rev.02
Monografia PUC
Monografia
PUC

rev.02

Guia Monografia Escolha do assunto : Após escolha do assunto pelo aluno, o coordenador entrará em
Guia Monografia
Guia Monografia

Escolha do assunto:

Após escolha do assunto pelo aluno, o coordenador entrará em contato com os professores regulares do curso para verificar interesse e agenda dos mesmos para serem os orientadores, assim é formalizado a orientação.

Etapas da monografia:

1º - Elaboração e desenvolvimento do temo pelo Aluno (prazo de 6 meses, após final das aulas, contados até a etapa 6 abaixo), ver Regulamento da Especialização 2º - Envio da versão final para o Orientador após conclusão pelo aluno (prazo para devolução de 5 a 10 dias) 3º - Somente após correções e aprovação do Orientador enviar em mídia ao Coordenador para realizar sua avaliação (prazo para devolução de 5 a 10 dias ) 4º - Correções na monografia em função das revisões do Coordenador 5º - Entrega ao aluno para formatação no padrão da PUC (capa esta disponível no Xerox do prédio 30). 6º - Entregar uma via da monografia formatada para secretária do curso, juntamente com arquivo em PDF (textos e anexos) em CD/DVD (textos e anexos) 7º - Consenso da nota final entre Orientador e Coordenador (será enviado para secretária do curso) 8º - Emissão do certificado pela PUC (prazo médio de 30 dias após entrega)

Regras PUC (Monografia) Regulamento dos Cursos Presenciais de Pós-Graduação Lato Sensu em nível de Especialização: Art.
Regras PUC (Monografia)
Regras PUC (Monografia)

Regulamento dos Cursos Presenciais de Pós-Graduação Lato Sensu em nível de Especialização:

Art. 16. O prazo máximo de entrega da monografia ou trabalho de conclusão de curso é de 6 (seis) meses após o término das disciplinas oferecidas no curso.

Parágrafo Único O aluno que não entregar a monografia ou trabalho de conclusão de curso no prazo previsto neste artigo é considerado reprovado, não lhe sendo conferido o respectivo certificado.

Art. 17. O aluno reprovado na monografia ou trabalho de conclusão de curso pode solicitar novo período de até 6 (seis) meses para entrega de nova monografia ou trabalho de conclusão.

§ 1º No caso de reprovação por não entrega de monografia ou trabalho de conclusão, a solicitação deve ser encaminhada até 15 (quinze) dias após o prazo originalmente previsto para entrega do trabalho. § 2º No caso de reprovação por insuficiência de grau, a solicitação deve ser encaminhada no prazo de até 15 (quinze) dias após a data da reprovação registrada em ata. § 3º O pagamento do novo período de realização da monografia ou trabalho de conclusão do curso será realizado mensalmente, de acordo com a tabela de valores da PROAF. § 4º Caso o aluno entregue antecipadamente a sua monografia ou trabalho de conclusão de curso, deverá solicitar formalmente à Universidade o cancelamento da cobrança do valor mensal relativo ao novo período de realização da monografia ou trabalho de conclusão.

Art. 18. Os casos omissos serão analisados pela Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação

FORMATO - ESTRUTURA Formato : O papel utilizado no documento deve ser de cor branca, de
FORMATO - ESTRUTURA
FORMATO - ESTRUTURA

Formato: O papel utilizado no documento deve ser de cor branca, de boa qualidade e o formato deve ser o A4 (21cm x 29,7cm). O texto deve ser digitado ou datilografado na cor preta, com exceção das ilustrações, no anverso das folhas, exceto na folha de rosto.

Texto do trabalho: Fonte tamanho 12 (letra ARIAL NORMAL)

Margens da folha: As margens da folha devem permitir uma encadernação e uma reprodução corretas. As especificações são as seguintes:

  • Margem esquerda

3,0 cm

  • Margem direita

2,0 cm

  • Margem superior

3,0 cm

  • Margem inferior

2,0 cm

Paginação: Todas as folhas do trabalho, a partir da folha de rosto, devem ser contadas seqüencialmente, mas não numeradas. A numeração é colocada, a partir da primeira folha da parte textual (Introdução), em algarismos arábicos, no canto superior direito da folha, a 2 cm da borda superior, ficando o último algarismo a 2 cm da borda direita da folha. Havendo apêndice e anexo, as suas folhas devem ser numeradas de maneira contínua e sua paginação deve dar seguimento à do texto principal.

Espaçamentos : FORMATO - ESTRUTURA

Espaçamentos:

FORMATO - ESTRUTURA
FORMATO - ESTRUTURA
Espaçamentos : FORMATO - ESTRUTURA
Modelo Monografia - PUC ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS São informações que antecedem o texto e auxiliam na identificação
Modelo Monografia - PUC
Modelo Monografia - PUC

ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS

São informações que antecedem o texto e auxiliam na identificação e uso do trabalho. Estes elementos precedem a introdução do trabalho. Abaixo segue a lista dos elementos pré-textuais:

» Capa (obrigatório) » Lombada (opcional) » Folha de rosto (obrigatório) » Errata (opcional) » Folha de aprovação (obrigatório) » Dedicatória(s) (opcional) » Agradecimento(s) (opcional) » Epígrafe (opcional) » Resumo na língua vernácula (obrigatório) » Resumo em língua estrangeira (obrigatório) » Lista de ilustrações (opcional) » Lista de tabelas (opcional) » Lista de abreviaturas e siglas (opcional) » Lista de símbolos (opcional) » Sumário (obrigatório)

Modelo Monografia - PUC ELEMENTOS TEXTUAIS São os elementos referentes ao conteúdo do trabalho, onde a
Modelo Monografia - PUC
Modelo Monografia - PUC

ELEMENTOS TEXTUAIS

São os elementos referentes ao conteúdo do trabalho, onde a matéria é exposta. Deve ser constituído de três partes fundamentais:

» Introdução » Desenvolvimento » Conclusão

ELEMENTOS PÓS-TEXTUAIS

São os seguintes elementos:

» Referências (obrigatório) » Glossário (opcional) » Apêndice(s) (opcional) – Texto ou documento elaborado pelo autor da monografia » Anexo(s) (opcional) – Texto ou documento não elaborado pelo autor » Índice(s) (opcional)

Modelo Monografia - PUC
Modelo Monografia - PUC
Modelo Monografia - PUC
CAPA PONTIFICIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE ENGENHARIA NOME DO ALUNO TÍTULO
CAPA PONTIFICIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE ENGENHARIA NOME DO ALUNO TÍTULO
CAPA
CAPA

PONTIFICIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE ENGENHARIA

NOME DO ALUNO

TÍTULO DA MONOGRAFIA

PORTOALEGRE

ANO

FOLHA ROSTO NOME DO ALUNO TÍTULO DA MONOGRAFIA Monografia apresentada como requisito para obtenção do grau
FOLHA ROSTO NOME DO ALUNO TÍTULO DA MONOGRAFIA Monografia apresentada como requisito para obtenção do grau
FOLHA ROSTO
FOLHA ROSTO

NOME DO ALUNO

TÍTULO DA MONOGRAFIA

Monografia apresentada como requisito para obtenção do grau de Especialista em Engenharia de Segurança do Trabalho da Faculdade de Engenharia da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Orientador: prof. xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

PORTOALEGRE

ANO

FOLHA ROSTO TEXTO: Monografia apresentada como requisito para obtenção do grau de Especialista em Engenharia de
FOLHA ROSTO
FOLHA ROSTO

TEXTO:

Monografia apresentada como requisito para obtenção do grau de Especialista em Engenharia de Segurança do Trabalho da Faculdade de Engenharia da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

FOLHA APROVAÇÃO NOME DO ALUNO TÍTULO DA MONOGRAFIA Esta Monografia foi analisada e julgada adequada para
FOLHA APROVAÇÃO NOME DO ALUNO TÍTULO DA MONOGRAFIA Esta Monografia foi analisada e julgada adequada para
FOLHA APROVAÇÃO
FOLHA APROVAÇÃO

NOME DO ALUNO

TÍTULO DA MONOGRAFIA

Esta Monografia foi analisada e julgada adequada para a obtenção do título de Especialista em Engenharia de Segurança do Trabalho e aprovado em sua forma final pelo Orientador e pelo Coordenador do Curso na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande Do Sul.

BANCA AVALIADORA

______________________________ Orientador Prof. Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

_______________________________ Coordenador Prof. Laurence Ricardo Adorno

FOLHA APROVAÇÃO TEXTO: Esta Monografia foi analisada e julgada adequada para a obtenção do título de
FOLHA APROVAÇÃO
FOLHA APROVAÇÃO

TEXTO:

Esta Monografia foi analisada e julgada adequada para a obtenção do título de Especialista em Engenharia de Segurança do Trabalho e aprovado em sua forma final pelo Orientador e pelo Coordenador do Curso na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande Do Sul.

DEDICATÓRIA Dedico esta monografia a ................... ..................................................................... ..................................................................... .....................................................................
DEDICATÓRIA Dedico esta monografia a ................... ..................................................................... ..................................................................... .....................................................................
DEDICATÓRIA
DEDICATÓRIA

Dedico esta monografia a ................... ..................................................................... ..................................................................... .....................................................................

AGRADECIMENTOS AGRADECIMENTOS Ao professor ........... Aos colegas ....................... A minha família ................
AGRADECIMENTOS AGRADECIMENTOS Ao professor ........... Aos colegas ....................... A minha família ................
AGRADECIMENTOS
AGRADECIMENTOS

AGRADECIMENTOS

Ao professor ...........

Aos colegas .......................

A minha família ................

RESUMO RESUMO A legislação brasileira vigente, referente à prevenção de acidentes ocupacionais, é uma das ferramentas
RESUMO RESUMO A legislação brasileira vigente, referente à prevenção de acidentes ocupacionais, é uma das ferramentas
RESUMO
RESUMO

RESUMO

A legislação brasileira vigente, referente à prevenção de acidentes ocupacionais, é uma das ferramentas fundamentais à ................................................................. ................................................................. .................................................................

Palavras-chave:

Segurança, Ergonomia ..........

RESUMO (Inglês) ABSTRACT The current Brazilian legislation concerning the prevention of accidents occupational, is one of
RESUMO (Inglês) ABSTRACT The current Brazilian legislation concerning the prevention of accidents occupational, is one of
RESUMO (Inglês)
RESUMO (Inglês)

ABSTRACT

The current Brazilian legislation concerning the prevention of accidents occupational, is one of the fundamental tools to ................................................................. ................................................................. .................................................................

Keywords:

Safety, Ergononics ..........

LISTAS .....
LISTAS .....
LISTAS .....
LISTAS .....
SUMÁRIO
SUMÁRIO
SUMÁRIO
SUMÁRIO
INTRODUÇÃO 1 INTRODUÇÃO (mínimo obrigatório 3 páginas) A Introdução é uma secção primária e um Título
INTRODUÇÃO
INTRODUÇÃO

1 INTRODUÇÃO (mínimo obrigatório 3 páginas)

A Introdução é uma secção primária e um Título do Trabalho. Como tal, deve ser numerada (1 Introdução) e estar alinhada a esquerda da folha. Cada secção primária inicia em uma página nova. Na primeira página de secção primária, onde vai o título da secção, o número da página ao alto fica oculto.

Na introdução, fala-se genericamente sobre a área mais ampla onde está inserido o tema do trabalho. A introdução pode iniciar falando do cenário atual e finalizar mencionando a importância da área mais ampla em que se insere o trabalho. Na introdução não deve ser mencionado nem o tema específico do trabalho nem tampouco os seus objetivos. Isso virá mais adiante. O texto da introdução pode servir para justificar a importância da área mais ampla e apresentar as tendências atuais nessa área. Em geral, a introdução é reforçada pela inclusão de referências a alguns autores da área. Ela também pode conter tabelas ou quadros que indicam, às vezes numericamente, as tendências atuais, o crescimento ou a representatividade de algum setor.

DESENVOLVIMENTO 2 DESENVOLVIMENTO : 2.1 REVISÃO BIBLIOGRÁFICA (mínimo obrigatório 15 páginas) Esta é outra secção primária.
DESENVOLVIMENTO
DESENVOLVIMENTO

2 DESENVOLVIMENTO:

  • 2.1 REVISÃO BIBLIOGRÁFICA (mínimo obrigatório 15 páginas)

Esta é outra secção primária. Deve ser realizada comparações do tema com outras publicações (livros, revistas especializada, teses, entre outros).

  • 2.2 ESTUDO DE CASO (mínimo obrigatório 30 páginas)

Momento em que o aluno irá dissertar sobre o trabalho desenvolvido (estudo de caso). Esta seção pode ser organizada conforme segue:

  • - apresentação da empresa ou caso

  • - apresentação do produto/processo

  • - situação antes da intervenção

  • - descrição da intervenção

  • - resultados obtidos

CONCLUSÃO 3 CONCLUSÃO (mínimo obrigatório 2 páginas) Neste capítulo são apresentados, de forma sintética, os principais
CONCLUSÃO
CONCLUSÃO

3 CONCLUSÃO (mínimo obrigatório 2 páginas)

Neste capítulo são apresentados, de forma sintética, os principais resultados discutidos e apresentados nas seções anteriores (comparação entre revisão bibliográfica e estudo de caso). A estrutura das conclusões pode ser a seguinte, parágrafo a parágrafo:

  • - indicar que foi feita uma revisão bibliográfica sobre tais assuntos, onde foi possível observar que ...

  • - descrever os pontos fortes e fracos do trabalho desenvolvido;

  • - descrever os resultados do trabalho desenvolvido.

A conclusão deve ser em texto, sem apresentar tabelas, gráficos e figuras. Também não deve ter citações de outros autores.

RESUMO ELEMENTOS OBRIGATÓRIOS NA MONOGRAFIA 1 INTRODUÇÃO (mínimo obrigatório 3 páginas) – inicio da numeração de
RESUMO
RESUMO

ELEMENTOS OBRIGATÓRIOS NA MONOGRAFIA

  • 1 INTRODUÇÃO (mínimo obrigatório 3 páginas) – inicio da numeração de páginas

  • 2 DESENVOLVIMENTO

    • 2.1 Revisão Bibliográfica (mínimo obrigatório 15 páginas)

    • 2.2 Estudo de Caso (mínimo obrigatório 30 páginas)

  • 3 CONCLUSÃO (mínimo obrigatório 2 páginas)

  • REFERÊNCIAS (sem numeração de item)

    CITAÇÕES EM TEXTO Citação caracteriza-se como a alusão de uma informação obtida de uma outra fonte,
    CITAÇÕES EM TEXTO
    CITAÇÕES EM TEXTO

    Citação caracteriza-se como a alusão de uma informação obtida de uma outra fonte, com o objetivo de enriquecer, esclarecer e/ou apoiar o conteúdo do texto. Existem três tipos de citação:

    1) citação direta: cópia literal de parte do texto de um autor. Deve-se informar o(s) autor(es), data(s) e a(s) página(s) que foram consultadas.

    » citação direta de até 3 linhas: segue o texto e deve ficar entre aspas duplas. Quando no texto original já forem utilizadas as aspas duplas, as mesmas devem ser substituídas por aspas simples.

    Segundo Silveira (1998, p. 39): "Deve-se filtrar as informações obtidas na Internet."

    » citação direta com mais de 3 linhas: deve-se destacá-la utilizando recuo de 4 cm da margem esquerda, fonte menor que a utilizada no texto, espacejamento simples e sem aspas.

    CITAÇÕES EM TEXTO 2) citação indireta: reprodução livre de um texto ou parte do mesmo, sem
    CITAÇÕES EM TEXTO
    CITAÇÕES EM TEXTO

    2) citação indireta: reprodução livre de um texto ou parte do mesmo, sem transcrever as palavras utilizadas pelo autor. Deve-se informar o(s) autor(es) e data(s).

    Kraemer (1999) destaca que os moradores da cidade no período de 1889 até 1910 sofreram diversas epidemias.

    3) citação de citação: reprodução direta ou indireta de um texto citado por outro autor o qual não se teve acesso direto.

    Vieira¹ (1998 citado por OLIVA, 2000, p. 41), afirma que os aspectos levantados são verídicos.

    Em nota de rodapé:

    _______

    ¹ VIEIRA, Ana. Sociedade. Porto Alegre: Visões, 1998. 100 p.

    NOTAS RODAPÉ As notas devem ser digitadas ou datilografadas dentro das margens, ficando separadas do texto
    NOTAS RODAPÉ
    NOTAS RODAPÉ

    As notas devem ser digitadas ou datilografadas dentro das margens, ficando separadas do texto por um espaço simples de entrelinhas e por filete de 3 cm, a partir da margem esquerda.“

    No texto:

    Segundo Marques e Ribeiro¹ (2000 citados por OLIVEIRA, 2000, p. 30), os fazendeiros reclamam das altas taxas de juros bancários para os financiamentos agrícolas.

    Em nota de rodapé:

    ________

    ¹ MARQUES, Alberto; RIBEIRO, Angela. As fazendas agrícolas. São Paulo: Ática, 2000. 350 p.

    ILUSTRAÇÕES (figuras, quadros, gráficos ... ) São figuras, quadros, lâminas, plantas, fotografias, gráficos, organogramas, fluxogramas, esquemas,
    ILUSTRAÇÕES (figuras, quadros, gráficos ... )
    ILUSTRAÇÕES (figuras, quadros, gráficos
    ...
    )

    São figuras, quadros, lâminas, plantas, fotografias, gráficos, organogramas, fluxogramas, esquemas, mapas, desenhos e outros. São elementos que complementam, ilustram, exemplificam visualmente o texto do trabalho. As ilustração deve ser inserida o

    mais próximo possível do trecho a que é mencionada. Acima da ilustração colocam -se as seguintes informações abaixo da ilustração: Palavra designativa (gráfico, figuras,

    quadros

    ),

    Número de ordem de ocorrência no texto (algarismo arábicos ...

    .... Título e/ou legenda (abaixo da ilustração) e Fonte e Ano.

    1,2.3

    ...

    ),

    ILUSTRAÇÕES (figuras, quadros, gráficos ... ) São figuras, quadros, lâminas, plantas, fotografias, gráficos, organogramas, fluxogramas, esquemas,

    Figura 1 – Rampa de acesso Fonte: NBR-1234 (2004)

    Exceto tabelas

    ILUSTRAÇÕES (tabelas) As tabelas apresentam somente números e informações tratadas estatisticamente, conforme Instituto Brasileiro de Geografia
    ILUSTRAÇÕES (tabelas)
    ILUSTRAÇÕES (tabelas)

    As tabelas apresentam somente números e informações tratadas estatisticamente, conforme Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1993). A seguir os elementos da tabela:

    - Parte Superior: palavra designativa (tabela), algarismo(s) arábico(s) e título da tabela, - Parte Inferior: Fonte (Ano).

    Tabela 1 – Correlação entre ruído e acertos ditado

    ILUSTRAÇÕES (tabelas) As tabelas apresentam somente números e informações tratadas estatisticamente, conforme Instituto Brasileiro de Geografia

    Fonte: WILSON (1975)

    REFERÊNCIAS Referências Consiste em uma lista ordenada com os materiais utilizados para a confecção do trabalho.
    REFERÊNCIAS
    REFERÊNCIAS

    Referências

    Consiste em uma lista ordenada com os materiais utilizados para a confecção do trabalho. A referência permite a correta identificação de um documento, no todo ou em parte, não importando em que suporte esteja (livro, artigo de periódico, fita cassete, slide, CD-ROM, fotografia, entrevista gravada etc.).

    » Todos os materiais que forem mencionados no texto do trabalho devem obrigatoriamente, serem incluídos na lista de referências. » Após a consulta de qualquer tipo de documento, anote os seus dados para não ter trabalho em coletá-los posteriormente na compilação das referências. » Quando consultar periódicos, não esqueça de anotar o local de publicação, volume ou ano e número ou fascículo. » Na consulta de documentos na Internet, não esqueça de anotar o endereço eletrônico (URL), data de acesso (dia, mês, ano) e opcionalmente o horário do acesso. » Para documentos impressos, retire as informações, preferencialmente, da folha de rosto dos documentos.

    REFERÊNCIAS - EXEMPLO Os elementos essenciais são: autor(es), título, edição, local, editora e data de publicação.
    REFERÊNCIAS - EXEMPLO
    REFERÊNCIAS - EXEMPLO

    Os elementos essenciais são: autor(es), título, edição, local, editora e data de publicação.

    GOMES, L. G. F. F. Novela e sociedade no Brasil . Niterói: EdUFF,1998.

    GOMES, L. G. F. F. Novela e sociedade no Brasil . Niterói: EdUFF, 1998. 137 p., 21 cm. (Coleção Antropologia e Ciência Política, 15). Bibliografia: p. 131-132. ISBN

    85-228-0268-8.

    PERFIL da administração pública paulista. 6. ed. São Paulo: FUNDAP, 1994. 317 p. Inclui índice. ISBN 85-7285-026-0.

    IBICT. Manual de normas de editoração do IBICT . 2. ed. Brasília, DF, 1993. 41 p.

    HOUAISS, Antonio (Ed.). Novo dicionário Folha Webster’s: inglês/português, português/inglês. Co-editor Ismael Cardim. São Paulo: Folha da Manhã, 1996. Edição exclusiva para o assinante da Folha de S. Paulo.

    REFERÊNCIAS - EXEMPLO BRASIL: roteiros turísticos. São Paulo: Folha da Manhã, 1995. 319 p., il. (Roteiros
    REFERÊNCIAS - EXEMPLO
    REFERÊNCIAS - EXEMPLO

    BRASIL: roteiros turísticos. São Paulo: Folha da Manhã, 1995. 319 p., il. (Roteiros turísticos Fiat). Inclui mapa rodoviário.

    SÃO PAULO (Estado). Secretaria do Meio Ambiente. Coordenadoria de Planejamento Ambiental. Estudo de impacto ambiental – EIA, Relatório de impacto ambiental – RIMA: manual de orientação. São Paulo, 1989. 48 p. (Série Manuais).

    As referências devem obedecer aos padrões indicados para os documentos monográficos no todo, acrescidas das informações relativas à descrição física do meio eletrônico.

    KOOGAN, André; HOUAISS, Antonio (Ed.). Enciclopédia e dicionário digital 98. Direção geral de André Koogan Breikmam. São Paulo: Delta: Estadão, 1998. 5 CD- ROM.

    REFERÊNCIAS - EXEMPLO Os elementos essenciais são: título, local de publicação, editor, datas de início e
    REFERÊNCIAS - EXEMPLO
    REFERÊNCIAS - EXEMPLO

    Os elementos essenciais são: título, local de publicação, editor, datas de início e de encerramento da publicação, se houver.

    REVISTA BRASILEIRA DE GEOGRAFIA. Rio de Janeiro: IBGE, 1939- . Trimestral. Absorveu Boletim Geográfico, do IBGE. Índice acumulado, 1939-1983. ISSN 0034-

    723X.

    BOLETIM GEOGRÁFICO. Rio de Janeiro: IBGE, 1943-1978. Trimestral. SÃO PAULO MEDICAL JOURNAL. São Paulo: Associação Paulista de Medicina, 1941- . Bimensal. ISSN 0035-0362.

    MANSILLA, H. C. F. La controversia entre universalismo y particularismo en la filosofia de la cultura. Revista Latinoamericana de Filosofia, Buenos Aires, v. 24, n. 2, primavera 1998.

    REFERÊNCIAS - EXEMPLO Os elementos essenciais são: jurisdição (ou cabeçalho da entidade, no caso de se
    REFERÊNCIAS - EXEMPLO
    REFERÊNCIAS - EXEMPLO

    Os elementos essenciais são: jurisdição (ou cabeçalho da entidade, no caso de se tratar de normas), título, numeração, data e dados da publicação. No caso de Constituições e suas emendas, entre o nome da jurisdição e o título, acrescenta-se a palavra Constituição, seguida do ano de promulgação, entre parênteses.

    SÃO PAULO (Estado). Decreto no 42.822, de 20 de janeiro de 1998. Lex: coletânea de legislação e jurisprudência, São Paulo, v. 62, n. 3, p. 217-220, 1998.

    BRASIL. Medida provisória no 1.569-9, de 11 de dezembro de 1997. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil , Poder Executivo, Brasília, DF, 14 dez. 1997. Seção 1, p. 29514.

    BRASIL. Congresso. Senado. Resolução no 17, de 1991. Coleção de Leis da República Federativa do Brasil , Brasília, DF, v. 183, p. 1156-1157, maio/jun. 1991.

    BRASIL. Constituição (1988). Emenda constitucional no 9, de 9 de novembro de 1995. Lex: legislação federal e marginália, São Paulo, v. 59, p. 1966, out./dez. 1995.

    REFERÊNCIAS - EXEMPLO Quando se tratar de obras consultadas online, também são essenciais as informações sobre
    REFERÊNCIAS - EXEMPLO
    REFERÊNCIAS - EXEMPLO

    Quando se tratar de obras consultadas online, também são essenciais as informações sobre o endereço eletrônico, apresentado entre os sinais < >, precedido da expressão Disponível em: e a data de acesso ao documento, precedida da expressão Acesso em:, opcionalmente acrescida dos dados referentes a hora, minutos e segundos.

    ALVES, Castro. Navio negreiro. [S.l.]: Virtual Books, 2000. Disponível em:

    <http://www.terra.com.br/virtualbooks/freebook/port/Lport2/navionegreiro.htm>. Acesso em: 10 jan. 2002, 16:30:30.

    POLÍTICA. In: DICIONÁRIO da língua portuguesa. Lisboa: Priberam Informática, 1998. Disponível em: <http://www.priberam.pt/dlDLPO>. Acesso em: 8 mar. 1999.

    Os elementos essenciais são: autor(es), título da parte, seguidos da expressão “In:”, e da referência completa da monografia no todo. No final da referência, deve-se informar a paginação ou outra forma de individualizar a parte referenciada.

    ROMANO, Giovanni. Imagens da juventude na era moderna. In: LEVI, G.; SCHMIDT, J. (Org.). História dos jovens 2. São Paulo: Companhia das Letras, 1996. p. 7-16. SANTOS, F. R. dos. A colonização da terra

    Dicas p/ reduzir fotos Word 1) Click duas vezes sobre a foto ou formatar imagem com
    Dicas p/ reduzir fotos Word
    Dicas p/ reduzir fotos Word

    1) Click duas vezes sobre a foto ou formatar imagem com mouse sobre a foto:

    2) Na aba Formatar Imagem:

    - click sobre Compactar

    Dicas p/ reduzir fotos Word 1) Click duas vezes sobre a foto ou formatar imagem com
    Dicas p/ reduzir fotos Word 1) Click duas vezes sobre a foto ou formatar imagem com

    3) Na aba Compactar Imagens:

    • - marque todas as imagens do documento

    • - marque web/tela

    • - OK

    Dicas p/ reduzir fotos Word 1) Click duas vezes sobre a foto ou formatar imagem com
    Dicas p/ reduzir fotos Word 1) Click duas vezes sobre a foto ou formatar imagem com
    FIM Sucesso
    FIM
    FIM
    FIM Sucesso

    Sucesso