ANEXO I

DO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

DIREITO CIVIL

1. Lei de Introdução às Normas do Direito Brasileiro.

2. Capacidade. Direitos da Personalidade. Pessoas naturais. Início da personalidade e morte.

3. Pessoas jurídicas. Desconsideração da personalidade jurídica. Domicílio. Bens. Bens de
família.

4. Fatos jurídicos. Negócios Jurídicos. Forma do negócio jurídico. Condição, termo e
encargo. Representação.

5. Defeitos do negócio jurídico: erro, dolo, coação, fraude contra credores, lesão e estado
de perigo.

6. Invalidade do Negócio Jurídico. Nulidade. Simulação. Efeitos da nulidade e da
anulabilidade.

7. Ato lícito e ato ilícito. Abuso de direito. Teoria da aparência. Prescrição e decadência. Da
prova.

8. Obrigações. Obrigações de dar, fazer e não fazer. Obrigações alternativas. Obrigações
divisíveis e indivisíveis. Obrigações Solidárias.

9. Pagamento. Condições subjetivas e objetivas. Prova, lugar e tempo do pagamento.

10. Pagamentos especiais. Pagamento por consignação e com sub-rogação. Imputação em
pagamento. Dação em pagamento.

11. Extinção da obrigação sem pagamento: novação, compensação, transação, confusão,
compromisso e remissão.

12. Inadimplemento das obrigações. Mora. Perdas e danos. Juros legais e cláusula penal.

13. Arras. Transferência de obrigações: cessão de crédito, assunção de dívida, cessão de
contrato.

14. Contratos. Classificação dos contratos. Contratos de adesão. Contrato aleatório. Contrato
com pessoa a declarar. Contrato preliminar.

15. Formação dos contratos. Contratos por tempo determinado e indeterminado. Efeitos dos
contratos. Estipulação em favor de terceiros.

16. Cláusulas gerais. Conceitos legais indeterminados. Conceitos determinados pela função.
Interpretação dos contratos.

17. Vícios redibitórios. Evicção. Extinção dos contratos.

18. Compra e venda. Cláusulas especiais. Promessa de compra e venda. Troca ou permuta.
Contrato estimatório. Doação.

19. Locação de coisas. Locação de imóveis urbanos. Comodato. Mútuo. Prestação de serviço.
Empreitada. Depósito. Mandato. Comissão. Corretagem. Transporte. Fiança.

20. Seguro. Disposições gerais. Seguro de dano e seguro de pessoa. Contratos referentes a
planos e seguros privados de assistência à saúde.

21. Transação. Atos unilaterais. Pagamento indevido. Enriquecimento sem causa.

Hipoteca. 27. perda e efeitos. uso e habitação.22. 32. 31. Celebração. Direito real de aquisição. Poder familiar. Dano estético. Paternidade post mortem. Regime de bens. Pacto antenupcial. Incorporação imobiliária. Casamento putativo. validade e eficácia. Propriedade fiduciária. Direitos reais de garantia. Condomínio edilício. Aquisição. Família. Usucapião. Indenização do dano material e do dano moral. Propriedade. Requisitos. Paternidade biológica e sócio-afetiva. Paternidade e filiação. 30. Uniões estáveis. Alienação fiduciária em garantia no Código Civil e na legislação extravagante. Processo matrimonial. Dano moral. Desapropriação judicial por interesse social. Concubinato. 33. Posse. Reconhecimento da paternidade. Deveres conjugais. Alimentos. Responsabilidade por fato de outrem. 25. Responsabilidade sem culpa. Forma. Perda da propriedade. 23. Dissolução da sociedade conjugal. Penhor e suas espécies. Responsabilidade civil. . Direito de Superfície. Casamento: natureza jurídica. Propriedade resolúvel. usufruto. 26. 24. Alienação parental. Conceito e modalidades de família. Direitos reais sobre coisas alheias: servidões. Impedimentos e causas suspensivas. Condomínio geral. 29. Modalidades. Casamento. Loteamento. 28. Responsabilidade pela perda de uma chance. Direitos de vizinhança. existência. Filiação por reprodução assistida. Aquisição da propriedade imóvel e móvel.

Guarda. Funções essenciais à Justiça. 35. Aceitação e renúncia da herança. Conceito e natureza. 39. . Vocação hereditária. Competência. Magistratura. Direito de acrescer e substituições. Cumulação da ação. Princípios constitucionais e infraconstitucionais do processo civil. Taxa judiciária e Lei de Custas do Estado de São Paulo (Lei Estadual nº 11. Redução das disposições testamentárias. Assistência judiciária. Conceito e natureza. Espécies. Revogação. Condições da ação. Deserdação. Organização judiciária. Sonegados. Distinção em relação às demais funções do Estado. 2. Sucessões. Inventário e partilha. Elementos da ação. Sucessão do companheiro. Sucessão testamentária. 5. Formas de testamento. Características. Perda do poder familiar. Cessão de herança. Procedimento. Ministério Público. Processo. Órgãos auxiliares da justiça.608/03). Advocacia Pública e Privada. Testamenteiro. Execução do testamento. 38. Direito de autor. coletivos e individuais homogêneos. Codicilo. Fideicomisso. Legados. Critérios de determinação e de modificação. A ação. Registros Públicos. 3. Espécies. Família substituta. 4. Tutela e curatela. Ação e tutela jurisdicional. Excluídos da herança. coletivos e individuais homogêneos em juízo: princípios gerais. Defesa dos interesses difusos. Disposições testamentárias. 37. DIREITO PROCESSUAL CIVIL 1. A herança e sua administração. Testamento. Pressupostos processuais. Jurisdição. 36. Interesses difusos. rompimento e anulação do testamento. Garantias constitucionais do processo. Sucessão Legítima. Classificação da tutela jurisdicional.34.

fonte e meios. tempo e lugar. 20. 18. Efeitos. Súmula Vinculante. Teoria geral. 19. Liquidação. Uniformização de jurisprudência. Regime de invalidades processuais. Preclusões. Conteúdo. Ação rescisória e sucedâneos recursais. Execução. Embargos infringentes. Provas em espécie e sua produção. para execução de obrigação de fazer. Características. Requisitos. impugnação ao valor da causa. 17. Objeto. Cabimento. Efeitos. Cumprimento de sentença para pagamento de quantia. ação de usucapião. Título executivo: espécies e requisitos. Tutelas de urgência antes. Audiência preliminar. ação de prestação de contas. Juízo de admissibilidade. Embargos de divergência. 9. Arbitragem. Tutela dos interesses transindividuais. Recursos. Ônus da prova. Amicus curiae. Sentença. assistência e modalidades de intervenção de terceiros. 14. Prova atípica e prova ilícita. Litisconsórcio. 10. 15. Mecanismos processuais e respectivos procedimentos. Atos processuais eletrônicos. Ação Popular. exceções. durante e depois do processo arbitral. Ação de improbidade administrativa. Precedentes judiciais. Conceito. Forma. .6. Remédios de tutela em face do Poder Público: Mandado de segurança. embargos de terceiro. 8. Contestação. Pressupostos. Procedimento. ações possessórias. Classificações. Procedimentos especiais de jurisdição contenciosa. Procedimento. Declaração de constitucionalidade. alimentos. restauração de autos. Habeas data. Procedimento. Espécies. Cabimento. Procedimentos especiais de jurisdição contenciosa: inventário e partilha. Compromisso arbitral e cláusula compromissória. vendas a crédito com reserva de domínio. 7. ação de nunciação de obra nova. Embargos de declaração. Ação de consignação em pagamento. Efeitos. 13. Impugnação judicial da sentença arbitral. Providências preliminares. Princípios gerais da teoria geral dos recursos. Peculiaridades. Efeitos. Apelação. Súmulas. Defesa do réu. Juízo de Admissibilidade. 11. Coisa julgada. Defeitos das sentenças. ações de divisão e demarcação. Petição inicial. Cabimento. 16. Limites subjetivos e objetivos. Comunicação dos atos processuais. Conceitos. Mecanismos de valorização. reconvenção. Recursos aos tribunais superiores. Partes e terceiros no processo civil. 12. Atos processuais. Procedimento. Ações falimentares. Agravo. Provas. ação monitória. Julgamento conforme o estado do processo. Audiência de instrução e julgamento. habilitação. não fazer e dar coisa certa e incerta.

Execução especial: Execução contra a Fazenda Pública. 5. 3. Natureza. Desconsideração da personalidade jurídica. Ações autônomas de impugnação à execução. execução fiscal e execução de alimentos. Responsabilidade pelo fato do produto e do serviço. Defesa do executado no cumprimento de sentença e na execução de título extrajudicial. Direitos do consumidor. Proteção à saúde e à segurança. 24. Práticas comerciais. 4. Oferta. Bancos de dados. Procedimento. Qualidade de produtos e serviços. Responsabilidade por vício do produto e do serviço. Disposições gerais. Fungibilidade com a tutela cautelar. Da tutela específica nas obrigações de fazer ou não fazer. 6. Decadência e prescrição. Antecipação na sentença e antes dela. Defesa do consumidor em juízo. Práticas abusivas. DIREITO DO CONSUMIDOR 1. 7. Procedimento sumário e procedimento dos Juizados Especiais Cíveis e Juizados Especiais da Fazenda Pública. Poder geral de cautela. Prevenção e reparação dos danos. Cláusulas abusivas. 22. Cadastros de consumidores. Pagamento ao credor. Coisa julgada. Tutela antecipada. 23. Disposições gerais. . avaliação e expropriação. Processo cautelar e tutela cautelar. Penhora. Disposições gerais. Execução para a entrega de coisa. Sanções administrativas. Direitos básicos do consumidor. 26. Proteção contratual. Execução por quantia certa contra devedor solvente. Ações coletivas para a defesa de interesses individuais homogêneos. Procedimento cautelar. 2. Publicidade. Cobrança de dívidas. Requisitos. 25. Política nacional de relações de consumo. Ações de responsabilidade do fornecedor de produtos e serviços. Contratos de adesão.21. Disposições gerais.

Princípio da participação popular d. Princípio da dignidade da pessoa humana c. Dos Direitos da criança e do adolescente a. Do Direito à Vida e à Saúde b. Princípio da excepcionalidade e. DIREITO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE 1. Convenção coletiva de consumo. Do Direito à Convivência Familiar e Comunitária .8. ao Respeito e à Dignidade c. Princípio da condição peculiar de pessoa em desenvolvimento 2. Princípio da brevidade f. Princípio da prioridade absoluta e proteção integral b. Sistema Nacional de defesa do consumidor. Consectários em matéria de criança e adolescente a. Do Direito à Liberdade.

Lazer. Esportes. Fontes do Direito Penal. Do Direito à Educação. Diversões e Espetáculos d. 1º a 12) . 146 a 149. Das medidas de proteção 5. ao Esporte e ao Lazer e. Da Autorização para Viajar f. à Cultura. Do Juiz da Infância e da Juventude (arts.848. História do Direito Penal. Da informação. de 7 de dezembro de 1940) 1 – Parte Geral a) Da aplicação da lei penal (arts. Disposições Gerais b.069/1990) DIREITO PENAL I – Conceito de Direito Penal. Da Adoção 4. Cultura. Doutrinas e Escolas Penais.d. Do Direito à Profissionalização e à Proteção no Trabalho 3. Sistemas Penitenciários. II – CÓDIGO PENAL (Decreto-lei nº 2. Dos Produtos e Serviços e. da Lei nº 8. Da Prevenção Especial c. Da Prevenção a. História do Direito Penal Brasileiro.

176. 100 a 106) h) Da extinção da punibilidade (arts. de 15 de julho de 1965.455.898.605. de 9 de dezembro de 1965) e) Crimes contra as relações de consumo (Lei nº 8. 289 a 311) g) Dos crimes contra a administração pública (arts.826. de 22 de dezembro de 2003 c) Crimes eleitorais (Lei nº 4. de 26 de dezembro de 1951) g) Crimes de trânsito (Lei nº 9. de 30 de setembro de 1997) d) Crimes de abuso de autoridade (Lei nº 4. 32 a 95) f) Das medidas de segurança (arts. 155 a 183) c) Dos crimes contra a propriedade imaterial (arts. a ordem tributária (Lei nº 8.688.737. 213 a 234) e) Dos crimes contra a família (arts. 312 a 359) III – LEI DAS CONTRAVENÇÕES PENAIS (Decreto-lei nº 3. de 12 de fevereiro de 1998) . e Lei nº 9. 235 a 249) f) Dos crimes contra a fé pública (arts.b) Do crime (arts.343.503.504. 26 a 28) d) Do concurso de pessoas (arts. de 23 de setembro de 1997) h) Crimes de tortura (Lei nº 9. de 27 de dezembro de 1990) e a ordem econômica (Lei nº 8. 13 a 25) c) Da imputabilidade penal (arts.078. 107 a 120) 2 – Parte Especial a) Dos crimes contra a pessoa (arts. 184 a 196) d) Dos crimes contra a dignidade sexual (arts.521.137. de 3 de outubro de 1941) IV – LEIS PENAIS ESPECIAIS a) – Crimes definidos na Lei nº 11. de 11 de setembro de 1990). de 23 de agosto de 2003 b) Crimes definidos na Lei 10. 96 a 99) g) Da ação penal (arts. 121 a 154) b) Dos crimes contra o patrimônio (arts. de 8 de fevereiro de 1991) f) Crimes contra a economia popular (Lei nº 1. 29 a 31) e) Das penas (arts. de 7 de abril de 1997) i) Crimes contra o meio ambiente (Lei nº 9.

II – Código de Processo Penal (Decreto-lei nº 3.941) a) Disposições preliminares (arts.716.101.069. de 1º de outubro de 2003) o) Crimes de preconceito de raça ou cor (Lei nº 7. 155 a 250) h) Do Juiz. 24 a 62) d) Da ação civil (arts. 251 a 281) i) Da prisão e da liberdade provisória (arts. dos Assistentes e Auxiliares da Justiça (arts. 351 a 372) l) Da sentença (381 a 393) m) Dos processos em espécie (arts. de 7 de agosto de 2009) IV – Disposições processuais penais especiais a) Execução penal (Lei nº 7. 791 a 811) III – Mandado de segurança em matéria criminal (Lei nº 12. 69 a 91) f) Das questões e processos incidentes (arts. de 5 de janeiro de 1989) p) Crimes hediondos (Lei nº 8. 92 a 154) g) Da prova (arts. de 23 de agosto de 2003) . 4º a 23) c) Da ação penal (arts. 563 a 667) o) Disposições gerais (arts. de 25 de julho de 1990) DIREITO PROCESSUAL PENAL I – Do processo penal em geral. 282 a 350) j) Das citações e intimações (arts.741.210. do Acusado e Defensor. de 13 de julho de 1990) l) Crimes falimentares (Lei nº 11.j) Crimes contra a criança e o adolescente (Lei nº 8.689. 1º a 3º) b) Do inquérito policial (arts. de 11 de julho de 1984) b) Entorpecentes (Lei nº 11.340. Princípios e fontes do processo penal. de 9 de fevereiro de 2005) m) Crimes contra a violência doméstica e familiar (Lei nº 11. 394 a 497 e 513 a 555) n) Das nulidades e dos recursos em geral (arts. do Ministério Público. de 3 de outubro de 1.016. 63 a 68) e) Da competência (arts.072.343. de 7 de agosto de 2006) n) Crimes contra os idosos (Lei nº 10.

7.296. Evolução político-constitucional brasileira.034. 11. Processo legislativo e reforma constitucional. Reforma e Revisão Constitucional. 17. Normas constitucionais. Processo legislativo. As Constituições Brasileiras. 9. Constituição e Neoconstitucionalismo. 14.737.101. A Organização dos Poderes: Legislativo. 2. 6. Constitucionalismo. 13. 4. Emendas Constitucionais.989) e) Juizados Especiais Criminais (Lei nº 9.340. . 10. de 26 de setembro de 1995) f) Interceptação telefônica (Lei nº 9. Intervenção Federal e Estadual. 8. de 13 de julho de 1999) DIREITO CONSTITUCIONAL 1. 16. Defesa do Estado e das Instituições Democráticas. Organização do Estado. Interpretação. de 9 de fevereiro de 2005) i) Organizações criminosas (Lei nº 9. Executivo e Judiciário. 18.099. 5. O Federalista. Poder Legislativo.c) Violência doméstica (Lei nº 11. Mutação Constitucional. de 21 de dezembro de 1. de 15 de julho de 1965) h) Falências (Lei nº 11. de 7 de agosto de 2006) d) Prisão temporária (Lei nº 7. Federação. Poder Constituinte.960. Poder Executivo.807. aplicabilidade e eficácia. 12. A Federação Brasileira. 15. de 3 de maio de 1995) j) Proteção a testemunhas (Lei nº 9. 3. Origens. Normas Constitucionais. Controle da constitucionalidade. de 24 de julho de 1996) g) Código Eleitoral (Lei nº 4.

27. Ação Direta de Inconstitucionalidade. 32. 20. Superior Tribunal de Justiça. . 34. Estado Democrático de Direito. Conselho Nacional de Justiça. 31. Família. Direitos Fundamentais. Direito de sufrágio. 28. Direitos políticos. Direitos sociais e coletivos. Política. 37. Meio Ambiente. Direitos Fundamentais Coletivos. Ministério Público. Ordem Econômica e Financeira. Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental. O controle de constitucionalidade dos atos estaduais e municipais. Perda. Cidadania. Advocacia e Defensoria Pública. Poder Judiciário. Sistema tributário nacional e finanças públicas. O controle difuso de constitucionalidade. Garantias Fundamentais. 25. 22. Tribunais e Juízes Estaduais. Tribunal Superior Eleitoral. Direitos Fundamentais. Supremo Tribunal Federal. 2. 21. Ação Declaratória de Constitucionalidade. Direitos de cidadania. A Emenda Constitucional n° 45. Disciplina do Poder Judiciário na Constituição Paulista. Suspensão. Índios. 29. 30. Poder Judiciário. Princípios constitucionais da Administração Pública.19. 23. Ordem Social. Direito à Proteção Especial. Sistema representativo. Ciência e Tecnologia. 24. garantias e deveres da Magistratura. Princípios de Defesa na Constituição Federal. 35. Soberania popular. Direitos. Tratados e convenções internacionais. Sufrágio universal. Tribunais Regionais e Juízes Federais. O Estatuto da Magistratura. Comunicação Social. 33. Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. Plebiscito. Ações constitucionais. Criança. Disciplina da Ordem Econômica na Constituição Paulista. Conceito. Educação e Cultura. 26. Tributação e Orçamento. Referendo e Iniciativa Popular. 36. DIREITO ELEITORAL 1. Poder Judiciário. Voto. Adolescente e Idoso. Classificação. Funções essenciais da Justiça. Ministério Público. Atividade correcional.

Sistemas partidários. 8. Processo por crimes eleitorais. “Recall”. Órgãos Partidários. Fidelidade partidária. Diversificação funcional das atividades da Justiça Eleitoral e o controle da legalidade das eleições. Outros modelos. Elegibilidade: registro de candidaturas. Inelegibilidades infraconstitucionais ou legais. 9. Aspectos constitucionais. Justiça Eleitoral. Natureza. Recurso contra a expedição de diploma. 12. Realização de novas eleições e convocação do segundo colocado. Propaganda eleitoral. 13. Jurisprudência dos tribunais eleitorais. Registro de candidatos. Classificações. Inelegibilidades constitucionais. 19. . Ações judiciais eleitorais.3. Fases do alistamento. Propaganda política e suas modalidades. 10. Jornalismo. Alistamento eleitoral. Organização. fusão e extinção dos partidos políticos. Garantias Eleitorais: liberdade de escolha. Contenção ao poder econômico e ao desvio e abuso do poder político. Transporte de eleitores das zonas rurais. controle de arrecadação e prestação de contas. Sistemas Eleitorais. Convenções partidárias. 18. Fundamentos. Normas legais e regulamentares. Interpretação. A Lei nº 9. Atribuições. Modelo brasileiro. Financiamento dos Partidos Políticos. 16. Arguição judicial de inelegibilidade. Pesquisas e testes pré- eleitorais. História. 5. Campanha eleitoral. Democracia participativa. Efeitos do alistamento. 15. Institutos de participação popular. Conceito. 4. Partidos políticos. Partidos Políticos. Conceito. propaganda e mídia no Direito Eleitoral. A ética do Juiz Eleitoral. Sufrágio. Limitações derivadas do não cumprimento do dever eleitoral. Cancelamento. Eleição. 11. Representação Político-partidária. Competência. Extensão. Criação. Representação. Valor do sufrágio. 17. Abuso de poder político e econômico: caracterização e efeitos. legais e éticos. Propaganda eleitoral no rádio e na televisão e direito de resposta. Exclusão. Justiça Eleitoral. Fontes e princípios. Revisão do eleitorado. apuração e diplomação dos eleitos. Referendo. Tipos de sufrágio. 7.099/95 e os crimes eleitorais. Disciplina constitucional e legal no Direito Brasileiro. Conceito. 6. Capacidade eleitoral: requisitos. Plebiscito. Impugnações ao registro. Processo Eleitoral. Organização. Proteção jurisdicional contra atentado à liberdade de voto. 14. Direito Eleitoral. Tipos penais e sanções. Ministério Público Eleitoral.

fiança. . Agenciamento de publicidade. nota promissória. Franquia. Da tutela contratual dos consumidores. A atividade empresarial e a publicidade: tutela do consumidor. Alienação fiduciária em garantia. Registro Público de Empresas Mercantis e Atividades Afins. Direito de Empresa no Código Civil. Teoria Geral do Direito Societário. Teoria dos atos de comércio. Contratos empresariais. Empresa individual de responsabilidade limitada. Fomento Mercantil. Estabelecimento empresarial. Sanções por infração da ordem econômica. A atividade empresarial. Teoria Geral da Falência. Títulos bancários. penhor e seguro. Capacidade. DIREITO EMPRESARIAL 1. Processo penal eleitoral: prisão e período eleitoral. Direitos e Obrigações relativas à propriedade industrial: Lei nº 9. Arrendamento mercantil. Contratos de colaboração. Registro Público das sociedades. Escrituração e demonstrações contábeis periódicas. Sociedades simples e sociedades empresárias. 2. Noção econômica e jurídica de empresa. Falência na Lei nº 11. Liquidação extrajudicial de instituições financeiras e entidades equiparadas. 6. Da sociedade não personificada e personificada. Títulos eletrônicos ou virtuais. Os perfis do mercado. Sociedade rural. Empresário rural. Contratos bancários. Classificação e pagamento dos credores. O Comércio eletrônico. Sociedade limitada.101/2005. Competência. Efeitos da falência. O empresário e a relação de consumo. Obrigações gerais dos empresários. Teoria Geral do direito dos contratos. Cartões de Crédito. de 14/5/1996. Mútuo. Compra e venda mercantil. Princípios constitucionais econômicos e sua instrumentalidade para o funcionamento do mercado. A empresa e o empresário. Nome empresarial. Teoria da empresa e atividade empresarial e mercado. 9. 8. Processo de falência. conexão e continência em matéria eleitoral. Sociedade anônima (Lei nº 6. duplicata. 5. Órgãos da falência. Classificação das sociedades. Encerramento da falência. Empresário e sociedade empresária.404/76) 7. Transporte de carga. Fontes do Direito Comercial. 3. Origens e história do Direito Comercial.20. cheque. Concorrência desleal. Ato constitutivo das sociedades. Desconsideração da personalidade jurídica. Letra de câmbio. Pedidos de restituição. Disciplina jurídica da concorrência. O Direito Civil e o Direito Comercial: autonomia ou unificação. Teoria Geral dos Títulos de Crédito.101/2005. fretamento e armazenagem. Títulos de crédito no Código Civil. Ação penal eleitoral e recursos. Títulos do agronegócio. 4. Repressão civil e penal. Da ineficácia e da revogação de atos praticados antes da falência.279. Títulos de crédito impróprios. Crimes da Lei nº 11. Realização do ativo. Infração da ordem econômica.

Exclusão do crédito tributário. dos periódicos e do papel destinado à impressão. A definição do art. Hierarquia da lei complementar: formal e material. O fato gerador segundo as prescrições do Código Tributário Nacional.101/2005. Verificação dos créditos. Instrumentos primários e secundários. Acepção de "fato gerador". A doutrina. Contribuições parafiscais. Sistema Tributário Nacional.10. 4. Legislação tributária: conceito. Lançamento. Empréstimo compulsório. Hipótese tributária e fato jurídico tributário. A Lei nº 5. dos partidos políticos e das instituições educacionais ou assistenciais. Natureza jurídica. Imunidade dos templos de qualquer culto. Imunidade e Isenção. Recuperação judicial e recuperação extrajudicial. Órgãos da recuperação judicial. Suspensão da exigibilidade do crédito tributário. Sujeito ativo e passivo. Acepções do vocábulo tributo. . Imunidade recíproca. Extinção das obrigações tributárias. definição e natureza. 5. aplicação. O art. vigência. em face da Constituição Federal. Impostos extraordinários. Normas gerais de Direito Tributário na estrutura do Código Tributário Nacional. Exegese sistemática das normas gerais de direito tributário. Características. 149 e seus parágrafos da CF). Teoria Geral da Recuperação da empresa. DIREITO TRIBUTÁRIO 1. Sujeito passivo e solidariedade. Contribuinte e responsável. Processo da recuperação. denominações. Conceito. Limitações ao poder de tributar. 3º do Código Tributário Nacional. interpretação e integração. Imunidades tributárias: conceito. As contribuições (art.172/66. Definição da dívida tributária: base de cálculo e alíquota. Fontes do Direito Tributário. efeitos e modalidades. Imunidades de taxas e de contribuições. O pedágio. Direito Tributário. Crédito tributário. Relação jurídica tributária. Crimes da Lei nº 11. Taxas. 3. Outras hipóteses de imunidade. Regra da incidência tributária. Contribuição de melhoria e outras contribuições. 2. Princípios gerais. definições. Princípios constitucionais. 146 da Constituição Federal. A imunidade do livro. Empréstimos compulsórios. 6. Tipologia tributária no Brasil: o critério constitucional para a determinação da natureza do tributo. Denominação e destino do produto de arrecadação: art 4º do Código Tributário Nacional. Obrigação tributária no Código Tributário Nacional: principal e acessória. Tributo. Fontes do direito positivo e da Ciência do Direito. Taxas e preços públicos.

Natureza pública da proteção ambiental. alcance e reflexos. Dever de sigilo. Responsabilidade Civil Ambiental. Princípio da moralidade e o meio ambiente. Ambiente ecologicamente equilibrado como direito fundamental. Princípio da função socioambiental da propriedade. Princípio do usuário-pagador. Princípio da participação. Princípio da precaução. IPVA. Princípio da prevenção. 8. Princípio do poluidor-pagador. Participação popular na administração. 9. vinculabilidade tributária e denúncia espontânea. Infrações e sanções tributárias. ITBI. Tributos dos Municípios: IPTU. A fiscalização do cumprimento das prestações tributárias. Administração tributária. Deveres específicos do Poder Público em relação ao meio ambiente. Tipicidade. ITCMD. 3. A comunidade e a tutela constitucional do ambiente. Política Nacional de Educação Ambiental. Tributos dos Estados: ICMS. Dívida ativa e certidões negativas. 10. A Constituição e o Meio Ambiente. Princípio da solidariedade intergeracional. Princípio da ubiquidade. Competências administrativa. Tratados Internacionais sobre tema ambiental. Princípios constitucionais ambientais. O artigo 225: objetivo. . legislativa e jurisdicional em matéria ambiental.7. DIREITO AMBIENTAL 1. Infrações no Código Tributário Nacional. Participação popular na política pública ambiental. Espécies de infrações tributárias. Responsabilidade dos sucessores e de terceiros. ISSQN. Garantias e privilégios do crédito tributário. Princípio da informação ambiental. Responsabilidade Administrativa Ambiental. Outros princípios ambientais implícitos ou extraíveis do sistema constitucional. Princípio do desenvolvimento sustentável. 2. no Parlamento e no Judiciário. A fraude à lei e o abuso de direito no ordenamento jurídico tributário. 4. Deveres genéricos do Poder Público em relação ao meio ambiente. Atividade da administração tributária.

Água. Jurisprudência das Câmaras Reservadas ao Meio Ambiente do Tribunal de Justiça de São Paulo. 11.605/98 e outros tipos penais ambientais. Direito Criminal ambiental. Estudo prévio de impacto ambiental. Tutela e responsabilidade civil. Fundamento constitucional. A ética ambiental e o Estatuto da Cidade. Patrimônio ambiental artificial. Poluição da água. 10. 9. cultural e artificial. Poluição Atmosférica. Órgãos Públicos. Política Nacional da Biodiversidade. Mandado de injunção. Urbanismo. Poluição por atividades nucleares. objeto. Poluição por resíduos sólidos. Patrimônio ambiental cultural. Responsabilidade administrativa. Tutela administrativa do ambiente: poder de polícia. A Ética e o ambiente natural. Excesso e desvio de poder. competência. Poderes dos administradores públicos: uso e abuso de poder. Direito do Ambiente: conceito. 8. Ação civil pública. . Função Administrativa. 3. Patrimônio genético. Ar. Ação penal pública ambiental. Poderes e Funções. 6. Patrimônio ambiental natural. Ética Ambiental. Jurisprudência dos Tribunais Superiores em matéria ambiental. Disciplina funcional. Bem jurídico ambiental. Solo. instrumentos legais. Lei Federal 9. 4. Legislação ambiental de parcelamento do solo e da cidade. Estado Constitucional Ecológico. Inquérito civil. Responsabilidade Criminal Ambiental. Poluição visual.5. EIA/RIMA. Agrotóxicos. DIREITO ADMINISTRATIVO 1. biotecnologia e biossegurança. Flora. Espaços ambientalmente protegidos. 7. Ação popular constitucional. TAC. Licenciamento ambiental. princípios. Sistema Nacional do Meio Ambiente. Administração Pública: conceito. Tutela jurisdicional do meio ambiente. Fauna. 2. Princípios Administrativos. Mandado de segurança coletivo. Ecologia ou Antropologia. Sanções penais ambientais.

13. 30. 14. Desapropriação. 15. Concessão e permissão de serviços públicos. Administração Indireta. 12. Improbidade administrativa (Lei nº 8. Desapropriação indireta. Serviços públicos. Princípios da Administração Indireta. Ação Popular e Ação Civil Pública. 16. de 4 de maio de 2000). Administração Direta. 26.5. Processos administrativos (Lei nº 10. 18.429/1992). 21. 11. ocupação temporária. empregos e funções públicas. 19. 28. Mandado de Segurança. 6. 20. Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar nº 101. 9. tombamento e limitações administrativas. Responsabilidade Civil do Estado. Mérito Administrativo. Licitação. Contratos Administrativos. Servidores públicos. Organização funcional: cargos. 27. 7. . Poder de Polícia. Controle da Administração Pública. Convênios Administrativos e Consórcios Públicos. Intervenção na propriedade e atuação no domínio econômico: servidão. Responsabilidade administrativa. 29. civil e criminal do agente público. Ato administrativo. requisição. 8. Fundações Públicas. 22. Poderes Administrativos. 23. 31. 10. 25.177/1998 – São Paulo). 17. Regime Constitucional dos Servidores Públicos. Regimes jurídicos funcionais. 24.

8. 10. 5. 9. Direito e Criminalidade nas Sociedades Contemporâneas. Direito e Transformações da Cidadania. Weber: A racionalidade do direito.CONTEÚDO PROGRAMÁTICO NOÇÕES GERAIS DE DIREITO E FORMAÇÃO HUMANÍSTICA A) SOCIOLOGIA DO DIREITO 1. poderão ser objeto de questionamento. pertinentes às matérias deste rol. B) PSICOLOGIA JUDICIÁRIA . 2. Marx: Direito e Emancipação. 4. 6. Direito vivo. 3. Habermas: Direito e Esfera Pública. Pluralismo Jurídico. Movimentos Sociais e o Direito. Durkheim: Direito e Solidariedade. ANEXO II . 7. Bordieu: campo e "habitus" do direito.Observação: As orientações Jurisprudenciais e as Súmulas dos Tribunais Superiores.

Conselho Superior da Magistratura e Conselho Nacional de Justiça. imparcialidade. Psiquiatria forense 8. Conceito e importância da Psicologia para o Judiciário. Ouvidoria. A psicologia do juiz 3.1. Fatores psicológicos na decisão judicial 7. A interdisciplinaridade nos casos judiciais complexos 9. 2. transparência e sigilo na atividade judicial. Sistemas de controle interno do Poder Judiciário: Corregedoria. A psicologia da conciliação 10. Código de Ética da Magistratura. Direitos e deveres funcionais do magistrado. A psicologia do advogado 6. O papel da psicanálise na solução dos conflitos C) ÉTICA E ESTATUTO JURÍDICO DA MAGISTRATURA NACIONAL 1. A psicologia das partes 5. Integração da Psicologia com o Direito. Independência. 3. 5. A psicologia da testemunha 4. 6. . 4. Ética na atuação judicial. Ética na Constituição Federal 2.

9. Indeterminação do Direito. Justiça comutativa e Justiça distributiva. . civil e criminal dos magistrados. Direito e Moral. 10. 8. D) FILOSOFIA DO DIREITO 1.7. 9. Diligência e dedicação. Lugar da ética na função judicial e na vida particular do juiz. Discricionariedade da função judicial. Dignidade. Positivismo Jurídico. 7. 5. 8. 2. Responsabilidade administrativa. Direito e Legitimidade. Direito e Coerção. Cortesia e Prudência do Juiz. 6. O problema do estatuto científico do Direito. Conhecimento e Capacitação. 4. Integridade pessoal e profissional do juiz. Sanções. honra e decoro. Infrações éticas. Dimensões filosóficas da dignidade da pessoa humana. 3.

Direito e Poder. Direito subjetivo. As dimensões dos Direitos Humanos. Pós-positivismo. 10. Conflito com as normas constitucionais. Sistema interamericano. Conceitos jurídicos fundamentais. 15. Tratados e convenções internacionais sobre Direitos Humanos incorporados ao ordenamento jurídico brasileiro. 9. Ato antijurídico. 13. Democracia e Estado de Direito. A Declaração Universal dos Direitos do Homem (ONU). Pessoa. 11. O juiz e a construção da Democracia. Obrigação.10. 4. 5. 17. Ideologias. 14. 6. 2. Políticas Públicas e o papel do juiz. Sistema jurídico. 3. O Judiciário como poder político . 12. Pessoa jurídica. O conceito de direito. Realismo Jurídico. E) TEORIA GERAL DO DIREITO E DA POLÍTICA 1. Legitimidade e legalidade. Os Direitos do Homem. 7. A teoria jurídica e a teoria política. Sanção. 8. Responsabilidade. Sistema internacional de proteção dos Direitos Humanos. 16.