CURSO DEBRET

ANP / 2016 – SIMULADO
– DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO –

Constituição da República Federativa do Brasil: 2 – (CESGRANRIO - 2008 - ANP - Técnico
1 Princípios fundamentais. Administrativo) Com quais princípios expressos a
2 Direitos e garantias fundamentais. Constituição da República Federativa do Brasil foi
3 Organização do Estado. 3.1 Organização político- promulgada, em 1988?
administrativa: a União, os estados, os municípios, o Distrito a) Legalidade, impessoalidade, moralidade e
Federal e os Territórios.
4 Administração Pública: disposições gerais, dos servidores
eficiência.
públicos civis. b) Legalidade, publicidade, eficácia e
5 Finanças públicas. impessoalidade.
6 Ordem econômica e financeira: princípios gerais da atividade c) Publicidade, impessoalidade, moralidade e
econômica. legalidade.
d) Publicidade, moralidade, legalidade e eficência.
1 - (CESG/ANP/Especialista em Regulação / e) Moralidade, eficácia, impessoalidade e
Engenharia I/2005) Entre os “princípios-garantia” publicidade.
assim denominados pela doutrina, arrolados no art.
5º da Constituição da República Federativa do 3 - (CESG/ANAL. ADM./ANP/2008) Em relação a
Brasil, está o da(o): empresas públicas e sociedades de economia mista,
(A) assistência social. considere as afirmativas a seguir.
(B) autonomia individual. I - Integram a administração pública indireta.
(C) proteção da família. II - Podem se destinar à exploração de atividade
(D) ensino e cultura. econômica.
(E) nullum crimen sine lege. III - Sua instituição depende de previsão legal que
autorize sua criação.
 OBSERVAÇÕES: PRINCÍPIOS PENAIS / IV - A criação de suas subsidiárias independe de
GARANTISMO PENAL: autorização legislativa.
 “Nulla poena sine crimine”  Não há pena sem crime. A V - Estão obrigadas a realizar prévio procedimento
pena como consequência do crime como fenômeno.
licitatório para contratação de obras e serviços ou
 “Nullum crimen sine lege”  Não há crime sem lei.
Princípio da legalidade ou reserva legal. aquisição de bens.
 “Nulla lex poenalis sine necessitate”  Não há lei penal Estão corretas APENAS as afirmativas
sem necessidade (Princípio da Necessidade ou economia do (A) I e II
Direito Penal ou Princípio da Fragmentariedade do Direito). (B) III e IV
 “Nulla necessitas sine injuria”  Não há necessidade de (C) II, III e IV
pena sem ofensa a bem jurídico. Princípio da ofensividade (D) I, II, III e V
ou da lesividade do evento. Seguem os Princípios do
“Nullum crimen sine injuria” (não há crime sem ofensa) e (E) I, III, IV e V
“Nulla informatio delicti sine crimen et culpa” (Não há
investigação sem crime e culpa). 4 – (CESGRANRIO - 2008 - ANP - Especialista em
 “Nulla injuria sine actione”  Não há ofensa sem conduta Regulação – Direito) Analise as afirmativas a seguir
(Princípio da Materialidade ou da exterioridade da ação). a respeito das entidades da administração federal
 “Nulla actio sine culpa”  Não há processo sem culpa indireta.
(Princípio da culpabilidade ou da responsabilidade pessoal).
I - Empresas públicas e sociedades de economia
 “Nulla culpa sine judicio”  Não há culpa sem processo
(Princípio da Jurisdição - O Direito Penal como “coerção
mista só podem ser criadas por lei específica.
indireta”). II - As fundações públicas terão suas áreas de
 “Nullum judicium sine accusatione”  Não há processo atuação definidas por meio de lei ordinária.
sem acusação (Princípio Acusatório). III - A participação acionária de uma sociedade de
 “Nulla accusatio sine probatione”  Não há acusação sem economia mista em um grupo empresarial privado
provas (Princípio do ônus da prova ou do “in dubio pro depende de autorização legislativa.
reo”, ou seja, em caso de dúvida, o réu deve ser
IV- Aos empregados das sociedades de economia
beneficiado).
 “Nulla probatio sine defensione”  Não há prova sem
mista da União não são aplicáveis as mesmas
defesa (Princípio do Contraditório ou da ampla defesa - Há vedações sobre acumulação de cargos, empregos e
de existir no processo a “paridade de armas”). funções, que atingem os servidores das autarquias.
 “Nemo tenetur se detegere”  Ninguém é obrigado a É(São) verdadeira(s) APENAS a(s) afirmativa(s)
produzir prova contra si mesmo. a) I
b) I e III
1

CURSO DEBRET
ANP / 2016 – SIMULADO
– DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO –

c) I e IV 7 - (CESG/ANP/Especialista em Regulação /
d) II e III Engenharia I/2005) O Senado Federal compõe-se de
e) II e IV representantes dos Estados e do Distrito Federal
eleitos segundo o princípio:
5 - (CESGRANRIO - 2008 - ANP - Especialista em (A) federativo.
Regulação – Direito) A respeito de princípios de (B) universal.
Administração Pública, são feitas as afirmações a (C) proporcional.
seguir. (D) majoritário.
I - São considerados como princípios constitucionais (E) paritário.
expressos da Administração Pública, dentre outros,
aqueles mencionados no caput do art. 37 da 8 - (CESG/ANP/Especialista em Regulação /
Constituição Federal em vigor. Engenharia I/2005) Norma constitucional estatui que
II - Os princípios constitucionais expressos da a competência da União para emitir moeda é
Administração Pública são apenas aqueles listados exercida exclusivamente pelo(a):
no caput do art. 37 da Carta Política de 1988. (A) Presidente da República.
III - Existem outros princípios constitucionais, (B) Ministro da Fazenda.
previstos em leis específicas, que devem ser (C) Banco Central.
observados na Administração Pública Federal. (D) Tesouro Nacional.
IV- Pode ser considerado como princípio (E) Casa da Moeda.
constitucional da Administração Pública,
implicitamente, o direito à motivação, previsto no 9 – (CESGRANRIO - 2008 - ANP - Especialista em
inciso X, do art. 93 da Constituição Federal em Regulação – Direito) Sobre as matérias cuja
vigor. competência para legislar é concorrente da União,
É(São) verdadeira(s) APENAS a(s) assertiva(s) Estados e Distrito Federal, foram feitas as
a) I afirmativas a seguir.
b) I e III I - No âmbito da legislação concorrente, a
c) I e IV competência da União limitar-se-á a estabelecer
d) II e III normas gerais.
e) II e IV II - A competência da União para legislar sobre
normas gerais não exclui a competência suplementar
6 – (CESGRANRIO - 2008 - ANP - Especialista em dos Estados.
Regulação – Direito) Em relação a empresas III - Inexistindo lei federal sobre normas gerais, os
públicas e sociedades de economia mista, considere Estados exercerão a competência legislativa plena.
as afirmativas a seguir. IV - A superveniência de lei federal sobre normas
I - Integram a administração pública indireta. gerais suspende a eficácia da lei estadual, naquilo
II - Podem se destinar à exploração de atividade que lhe for contraditório.
econômica. Estão corretas as afirmativas
III - Sua instituição depende de previsão legal que a) I e II, apenas.
autorize sua criação. b) I e IV, apenas.
IV - A criação de suas subsidiárias independe de c) II e IV, apenas.
autorização legislativa. d) I, II e IV, apenas.
V - Estão obrigadas a realizar prévio procedimento e) I, II, III e IV.
licitatório para contratação de obras e serviços ou
aquisição de bens. 10 – (2014 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: FINEP
Estão corretas APENAS as afirmativas Prova: Analista Jurídico) Um profissional pretende
a) I e II atuar em área econômica sujeita à regulação do
b) III e IV Estado. Após os trâmites burocráticos, obtém
c) II, III e IV permissão para a exploração do serviço almejado.
d) I, II, III e V Essa modalidade de intervenção estatal limita a
e) I, III, IV e V denominada
a) dignidade da pessoa
b) liberdade de iniciativa
2

CURSO DEBRET
ANP / 2016 – SIMULADO
– DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO –

c) busca do pleno emprego 14 - (2014 / Banca: CESGRANRIO / Órgão:
d) remuneração adequada LIQUIGÁS / Prova: Profissional Júnior) Na medida
e) função social da propriedade em que é editada uma lei, regularmente votada pelo
Congresso Nacional, a qual protege as pessoas com
11 - (2010 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: certo grau de deficiência física, ofertando
BACEN / Prova: Técnico do Banco Central) A oportunidades de inserção no mercado de trabalho,
Constituição de 1988 estabelece alguns princípios está sendo realizado o princípio da
fundamentais que apontam um perfil estruturante do a) cidadania
Estado brasileiro e que devem, portanto, ser b) organização
observados pelos órgãos de governo. Nesse sentido, c) proteção
caso o Governo Federal decidisse adotar medidas a d) democracia
partir das quais o Estado passasse a planejar e e) república
dirigir, de forma determinante, a ordem econômica
do país, inclusive em relação ao setor privado, essas 15 - (2014 / Banca: CESGRANRIO / Órgão:
medidas violariam o valor constitucional da LIQUIGÁS / Prova: Profissional Júnior) A
a) soberania. possibilidade da quebra do sigilo das comunicações
b) República. pessoais é possível, segundo a Constituição, por
c) Federação. força de autorização judicial. No campo desse tema,
d) livre iniciativa. a regra geral de proibição de acesso às
e) supremacia do interesse público. comunicações, está-se protegendo o direito à
a) liberdade
12 - (2008 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: b) culpabilidade
Petrobras / Prova: Advogado) De acordo com a c) competência
doutrina, os princípios constitucionais fundamentais d) igualdade
estabelecidos no Título I da Constituição Federal de e) intimidade
1988 podem ser discriminados em princípios
relativos (i) à existência, forma e tipo de Estado; (ii) 16 - (2008 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: TJ-
à forma de governo; (iii) à organização dos Poderes; RO / Prova: Oficial de Justiça) Caso uma
(iv) à organização da sociedade; (v) à vida política; determinada autoridade administrativa se recusasse
(vi) ao regime democrático; (vii) à prestação positiva (ilegalmente) a fornecer certidão de tempo de
do Estado e (viii) à comunidade internacional. serviço, requerida por funcionário público que dela
Adotando essa classificação, é exemplo típico de necessitasse, a fim de solicitar sua aposentadoria,
princípio fundamental relativo à forma de governo o seria cabível ajuizar
princípio a) Habeas Data.
a) federalista. b) Ação Civil Pública.
b) republicano. c) Ação Popular.
c) de soberania. d) Mandado de Injunção.
d) do pluralismo político. e) Mandado de Segurança.
e) do Estado Democrático de Direito.
17 - (2008 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: TJ-
13 - (2014 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: RO / Prova: Oficial de Justiça) A Constituição
Petrobras / Prova: Técnico(a) de Comercialização e afirma que "a casa é asilo inviolável do indivíduo,
Logística Júnior) Conforme preceitua o artigo 5o da ninguém nela podendo penetrar sem o
Constituição Federal, todos são iguais perante a lei, consentimento do morador" (Art. 5, XI). A esse
sendo todos iguais em direitos e obrigações. Esse respeito, considere as afirmativas a seguir.
princípio constitucional é o da I - É permitido penetrar na casa, a qualquer hora do
a) isonomia dia, mesmo sem o consentimento do morador, desde
b) segurança Jurídica que haja autorização judicial para tanto.
c) legalidade II - É permitido penetrar na casa, a qualquer hora do
d) moralidade dia, em caso de desastre ou para prestar socorro.
e) autonomia III - É permitido penetrar na casa quando houver
flagrante delito, mas somente durante o dia.
3

à soberania e) concorrente dos Estados e Municípios. modificar um direito fundamental. e) Ação Direta de Inconstitucionalidade por Omissão Tendo em vista o direito fundamental citado. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – IV . indiscriminada. Distrito Federal e regulamentadora torne inviável o exercício dos Municípios. III e IV cabe a João ajuizar um(a) a) habeas data 18 . que o constituinte dos dados que lá estavam arquivados. motivos pessoais. além dos constantes de Tratados próprio. qualquer pessoa física ou jurídica quanto a normas específicas poderá impetrar o seguinte remédio constitucional: a) Habeas Data 24 .(2012 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: d) tratamento desumano LIQUIGÁS / Prova: Profissional Júnior – Direito) A e) inviolabilidade do domicílio competência para legislar sobre desapropriação é a) privativa da União Federal 20 .(2012 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: EPE / jurisprudência do STF. 5º ao 17º da Constituição da funcionário desse departamento disse que a República Federativa Brasileira. o poder reformador jamais pode BNDES / Prova: Arquivista) Numa empresa pública. d) I. Fora funcionário daquela empresa e. poderá impetrar. b) livre locomoção c) liberdade de manifestação 23 . II e IV Tendo-lhe sido negado o acesso a tais informações. e) I. a) direito de crença e) habeas data. havia sido exonerado.(2009 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: b) Habeas Corpus FUNASA / Prova: Técnico de Contabilidade) Em 4 . b) são inalteráveis. absolutos. irrenunciáveis. apenas e à cidadania. para o Supremo 22 . quarto d) Mandado de Injunção de hotel. indignado com a recusa 19 . O cidadão.(2014 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: EPE / b) mandado de segurança Prova: Advogado) Os Direitos Individuais e c) mandado de injunção Garantias Fundamentais no sistema jurídico d) ação popular brasileiro e) arguição de descumprimento de preceito a) são intransmissíveis. e fundamental (ADPF) suas normas definidoras têm aplicação imediata. um cidadão se dirige ao Departamento de Gestão de c) incluem outros do regime e princípios adotados na Pessoas e solicita informações a respeito de si Constituição. e com a 21 . está sendo c) habeas corpus. assim. c) I e IV supostamente sem a observância da lei de licitações. documentação daquele setor era sigilosa e.(2014 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: do funcionário. dos arts.(2010 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: Tribunal Federal. e precisava d) estão limitados ao rol. somente admitindo-se a sua b) ação de injúria. Um estabeleceu.(2014 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: EPE / b) comum de todos os entes federativos Prova: Advogado) Sempre que a falta de norma c) comum dos Estados. é(são) correta(s) APENAS Prova: Advogado) João. um(a) em que não se permite o uso de algemas de forma a) ação de degenere. por exemplo. por internacionais de que o Brasil seja parte. efetivada a proteção contra o(a) d) habeas lex. de acordo com a própria Constituição. utilização em casos excepcionais.O conceito de casa deve ser interpretado de c) Mandado de Segurança forma restritiva. cidadão brasileiro em pleno a(s) afirmativa(s) gozo dos direitos políticos. de acordo com a LIQUIGÁS / Prova: Profissional Júnior) Na medida Constituição. adotado pelo constituinte originário acessado antes do prazo de 5 anos do ato de arquivamento. dirigiu-se a determinada a) II autarquia federal a fim de ter acesso a informações b) III sobre contratos por ela celebrados recentemente. não incluindo. e) obedecem ao modelo de constituição rígida nenhum documento ou informação poderia ser ortodoxa. uma vez que. apenas quanto a normas específicas direitos e liberdades constitucionais e das d) concorrente da União Federal e dos Estados prerrogativas inerentes à nacionalidade.

e legislar sobre a matéria é da União. que asseguram a satisfação naquele município. em que a lei máxima é uma 28 . c) instituição organizada política. são de competência da União Federal. sociedade e mercado. preocupações e costumes e que interagem c) comum dos Estados. pretende iniciar pesquisa sobre mas não do comércio local.(2009 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: FUNASA / Prova: Técnico de Contabilidade) Em 26 . para o estado. 25 . território nacional. que se refere a a) será constitucional. e BACEN / Prova: Analista do Banco Central) Um dirigida por um governo que possui soberania governador de estado sancionou projeto de lei reconhecida. e matéria sobre a qual dispõe o projeto. c) Presidente da República.(2010 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: juridicamente. já que aos municípios compete legislar sobre matéria de interesse local.(2010 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: Constituição escrita. corretamente. associados às comércio local e das instituições bancárias instaladas demais pessoas coletivas. são de competência dos estados. com sede e administração no horário de funcionamento de instituições financeiras. federal. c) instituição organizada política. dirigida por um governo que possui soberania reconhecida. desde que não contrarie lei a) conjunto de pessoas que compartilham propósitos. a) Congresso Nacional. constituindo uma comunidade. mas necessidade de prévia autorização pelo: não de instituições financeiras. apenas negociação. nessa hipótese. Municípios. constituindo uma comunidade. porque a competência para juridicamente. os estado que governa. determinam o preço e a quantidade do d) é constitucional. Considerando a Constituição e a participantes estudaram o conceito de Estado. porque se trata de competência vendedores e que. ocupando um território definido. gostos. porque a Constituição atribui entre si. riquezas minerais em terras indígenas do Estado do c) parcialmente inconstitucional. e) Juiz Federal da Seção Judiciária do Estado do Pará. por meio. social e e) é inconstitucional. negociação. há horário de funcionamento do comércio local. já que essas matérias b) Senado Federal. que se refere a a) privativa da União Federal a) conjunto de pessoas que compartilham propósitos. d) totalmente inconstitucional. e) totalmente inconstitucional.(2012 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: um curso sobre Estado. essa lei concluíram. a) constitucional. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – um curso sobre Estado. b) comum de todos os entes federativos gostos.(2006 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: DNPM b) parcialmente inconstitucional. 29 . e competência para legislar sobre desapropriação é concluíram. Segundo a Constituição da República Municípios têm competência para legislar sobre Federativa do Brasil de 1988. serviços e agentes públicos. de um processo de e) concorrente dos Estados e Municípios. já que essas matérias d) Governador do Estado do Pará. já que os Pará. sociedade e mercado. em que a lei máxima é uma dispondo sobre política de crédito no âmbito do Constituição escrita. 5 . por meio. de um processo de comum à União e aos Estados. ocupando um território definido. social e 27 . corretamente. determinam o preço e a quantidade do quanto a normas específicas bem a ser transacionado ou trocado entre ambos. preocupações e costumes e que interagem b) é constitucional. estabelecendo horário de funcionamento do e) órgãos. apenas quanto a normas específicas b) local onde se encontram compradores e d) concorrente da União Federal e dos Estados vendedores e que. b) local onde se encontram compradores e c) é constitucional. já que os / Prova: Técnico Administrativo – Informática) Uma Municípios têm competência para legislar sobre empresa brasileira. Essa lei é das necessidades políticas. os LIQUIGÁS / Prova: Profissional Júnior – Direito) A participantes estudaram o conceito de Estado. expressamente essa competência aos estados. pois se trata de lei específica bem a ser transacionado ou trocado entre ambos. Distrito Federal e entre si. BACEN / Prova: Analista do Banco Central) d) organização que é a autoridade governante de Determinado município aprovou uma lei uma unidade política.

Estados e Distrito Federal. b) concorrente da União e dos Municípios. é correto afirmar que se trata dos Estados. associados às considerada(s) inconstitucional(is): demais pessoas coletivas.(2006 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: DNPM Legislativa promulgou uma emenda à Constituição / Prova: Técnico Administrativo – Informática) Estadual que veiculou um extenso rol de “infrações Analise as situações abaixo. inabilitação para o exercício de outra função pública. de natureza política. as matérias cuja competência para legislar é c) Presidente da República. Analista Judiciário . a) I e II. d) concorrente da União. que asseguram a satisfação a) III.(2006 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: DNPM b) privativa dos Estados. somente. III . é correto fiscalização de concessões de exploração de recursos afirmar que essa emenda é: hídricos e minerais em seu território.A competência da União para legislar sobre Petrobras / Prova: Advogado) Quanto a legislar normas gerais não exclui a competência suplementar sobre o meio ambiente. realizado pela Assembleia Legislativa.(2008 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: TJ. que lhe for contraditório.Um Município brasileiro elaborou lei sobre cominadas as sanções de perda da função e energia e águas. foram feitas as afirmativas a seguir. político-administrativas” passíveis de serem I .(2015 / Banca: FGV / Órgão: TJ-PI / Prova: d) I. d) Governador do Estado do Pará. frente à Constituição da uma unidade política. sendo II . das necessidades políticas. II. dos Estados.(2005 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: II . pretende iniciar pesquisa sobre Municípios. IV . Segundo a Constituição da República Federal. dos Estados e do Distrito Pará. há necessidade de prévia autorização pelo: 31 . b) I e IV. é(são) e) órgãos. apenas. c) I e III. os a) privativa da União. a Assembleia 32 . somente. apenas. riquezas minerais em terras indígenas do Estado do e) concorrente da União. apenas. 6 .No âmbito da legislação concorrente. competência da União limitar-se-á a estabelecer normas gerais.(2008 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: ANP / a) Congresso Nacional. Estados exercerão a competência legislativa plena. b) I e II. Federativa do Brasil de 1988. 33 . serviços e agentes públicos. 30 . apenas. Foi previsto proibindo o início de atividade de novas jazidas de que o julgamento. d) II e III. do Distrito Estão corretas as afirmativas Federal e dos Municípios. nessa hipótese. a Pará. de competência: III . e) exclusiva dos Estados. naquilo apenas. II e IV. / Prova: Técnico Administrativo – Informática) Uma c) privativa da União. apenas. e) Juiz Federal da Seção Judiciária do Estado do I . CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – d) organização que é a autoridade governante de Das hipóteses acima. gerais suspende a eficácia da lei estadual. do Distrito Federal e dos território nacional. somente. os sucessivos escândalos de corrupção verificados em determinado Estado da Federação.Um Estado da Federação editou norma legal praticadas pelo Governador do Estado. seria ouro. empresa brasileira. com sede e administração no d) comum dos Estados. dos serviços forenses é competência a) privativa dos Municípios. III e IV. Prova: Especialista em Regulação – Direito) Sobre b) Senado Federal.A superveniência de lei federal sobre normas c) concorrente dos Estados e dos Municípios. concorrente da União. 35 .Analista Judicial) Considerando e) I.Inexistindo lei federal sobre normas gerais. República Federativa do Brasil de 1988.Um Município brasileiro possui órgão de À luz da Constituição da República. II e III. 34 . somente. RO / Prova: Oficial de Justiça) Legislar sobre custas e) I. c) II e IV.

juntas e) inconstitucional. deve observar o processo b) exclusiva da União. apenas.Área Apoio e) O indivíduo que tenha exclusivamente ocupado. d) concorrente da União. o Estado. 39 . Direito financeiro. Direito: b) A organização político-administrativa da I. tem competência sobre as matérias de competência concorrente. infrações político-administrativas. d) cuidar da garantia das pessoas portadoras de 37 . apenas. Constituição da República Federativa do Brasil previu. a CF veda (PR) / Prova: Analista Judiciário . para dispor sobre as infrações político. autorizar os estados-membros a legislarem em b) I.Área o acesso a cargos. Técnico Judiciário – Administrativa) A exploração A respeito dessa temática.9ª REGIÃO delegação expressa da União para definir os crimes (PR) / Prova: Técnico Judiciário . Niterói – RJ / Prova: Fiscal de Posturas) A e) promover programas de construção de moradias. apenas. contribuição. normas gerais. tem direito à aposentadoria estatutária. empregos e funções públicas a Administrativa) Considere as seguintes áreas do estrangeiros. c) originária da União. matéria de competência privativa da União.(2015 / Banca: CESPE / Órgão: TRE-MT / e) comum da União. 36 . 7 . d) a competência da União está limitada à edição de administrativas afetas às suas autoridades.(2015 / Banca: FCC / Órgão: TRT . d) constitucional. é correto afirmar que: dos serviços de transporte rodoviário interestadual e a) a superveniência da lei estadual sobre normas internacional de passageiros e o estabelecimento e gerais suspende a eficácia da lei da União. a existência de uma 41 . (PR) / Prova: Técnico Judiciário . pois. TRE/MT. legislativo ordinário. gerais. II. d) Os princípios explícitos da administração pública d) I e II. pois compete privativamente à b) a competência legislativa plena é assegurada à União legislar sobre crimes de responsabilidade e União caso os Estados não tenham editado normas estabelecer as normas de processo e julgamento. por não possuírem Compete privativamente à União legislar sobre as constituição.(2015 / Banca: FGV / Órgão: Prefeitura de deficiência. um cargo em comissão no a) zelar pela guarda da Constituição. a exemplo do seu a) privativa da União. previstos na CF não se aplicam às sociedades de e) III. c) qualquer ente federativo pode legislar livremente por força do princípio da simetria. disciplinas constantes em c) Segundo a CF. II e III. os estados e o Distrito Federal. Estados e Distrito Federal. Especializado) Compete privativamente à União por mais de dez anos. pois cada Estado da Federação. lei complementar federal poderá a) I. pois os Estados possuem 38 . Direito do trabalho. a competência para legislar sobre orçamento. em certas matérias. Estados. entes autônomos. na definição dos comerciais e custas dos serviços forenses é: crimes de responsabilidade. da organização político-administrativa e da administração pública. b) constitucional.(2015 / Banca: FCC / Órgão: TRT . apenas. economia mista.(2015 / Banca: FCC / Órgão: TRE-AP / Prova: competência concorrente entre os entes federativos.(2015 / Banca: FCC / Órgão: TRT . assinale a opção correta. processo e julgamento. caso possua os requisitos de idade e b) legislar sobre seguridade social. c) II e III. c) inconstitucional. República Federativa do Brasil compreende a União.9ª REGIÃO entidades. pois somente a Constituição da e) a União pode suplementar a legislação estadual República pode veicular normas relacionadas às que venha a ser editada.9ª REGIÃO a) Por uma questão de soberania nacional. III. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – a) inconstitucional.Área de responsabilidade e estabelecer as normas de Administrativa) Nos termos da Constituição Federal. em razão da natureza eminentemente empresarial desempenhada por essas 40 . c) proteger o meio ambiente. excluídos os municípios. Direito tributário. Distrito Federal e Prova: Técnico Judiciário – Administrativa) Acerca Municípios. processo e julgamento.

concessão ou permissão. apenas. c) pessoas físicas d) Lei de Seguridade Social. à luz da ordem a) o plano de execução fiscal constitucional brasileira. dos Estados. do Distrito Federal e dos Municípios. dos Estados. O principal documento que garante creditícias. de forma regionalizada. a autorização para abertura reformas constitucionais foi o estabelecimento de de créditos suplementares no orçamento previsto um teto constitucional para pagamento dos constitui exceção ao princípio da(o) servidores dos três poderes da República. com o fito de incentivar determinadas SECAD-TO / Prova: Médico . os Defensores b) anualidade Públicos Estaduais estão limitados ao percebido pelo c) globalização a) Presidente da República d) exclusividade b) Governador do Estado e) equilíbrio c) Ministro do Supremo Tribunal Federal d) Desembargador do Tribunal de Justiça 47 .(2015 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: CEFET-RJ / Prova: Conhecimentos Básicos . a lei exploração de atividade econômica diretamente pelo que deve estabelecer. do b) imunidade Distrito Federal e dos Municípios.(2015 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: mediante autorização. diretamente apenas. e a segunda c) os orçamentos trienais justifica a primeira. c) isenção e) dos Estados. Petrobras / Prova: Advogado Júnior) A Constituição b) da União. as Estado.(2014 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: 46 . diretamente ou 45 . conclui-se que b) o plano plurianual a) as duas afirmações são verdadeiras.Cardiologista . respectivamente.(2015 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: e) Defensor Público Geral Petrobras / Prova: Profissional Júnior) A Constituição Federal permite tratamento jurídico 43 . apenas. Trata-se de benefícios direcionados às a) Estatuto Único dos Servidores Públicos. previdenciárias e servidor público.Cargos Petrobras / Prova: Profissional Júnior) Nos termos 13 a 33) Um dos grandes avanços das sucessivas da Constituição Federal. da União. pessoas através da simplificação de suas obrigações Ecocardiografia) A aposentadoria é um direito do administrativas. concessão ou permissão. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – implantação política de educação para a segurança d) as diretrizes orçamentárias do trânsito são. apenas. d) instituições filantrópicas e) Consolidação das Leis Trabalhistas. aos Estados. de competência e) as metas orçamentárias anuais a) comum da União. delas decorrentes e para as relativas aos programas dentre outros. objetivos e metas da administração PORQUE pública federal para as despesas de capital e outras A ordem econômica na Constituição é fundada. autorização. da União. uns dos outros. 8 . e) personalização 42 . dos d) remissão Estados e do Distrito Federal.(2004 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: diferenciado. na livre iniciativa. diretamente ou mediante patrimônio. diretamente ou mediante autorização. diretrizes. dos está estabelecendo o princípio da Estados. ao estabelecer que é concessão ou permissão. da União. do vedado à União. a) uniformidade d) da União. ou pela eliminação ou redução destas por esse direito é o(a): meio de lei. do Distrito Federal e dos Municípios. ao Distrito Federal e Distrito Federal e dos Municípios. é a lei que institui Analisando-se as afirmações acima. diretamente apenas. de duração continuada. tributárias. aos Municípios instituir impostos sobre o c) dos Estados. Nos a) precaução termos da Constituição Federal. e) organizações não governamentais 44 . dos Estados. Federal do Brasil de 1988. da União. a) associações b) Estatuto do Idoso b) microempresas c) Constituição Federal.(2012 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: EPE / LIQUIGÁS / Prova: Profissional Júnior – Direito) Prova: Advogado) A Constituição brasileira veda a De acordo com a Constituição Federal de 1988.(2015 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: 48 . a renda ou os serviços.

A fixação do horário de funcionamento de d) Estados e Distrito Federal 50% do produto da estabelecimento comercial compete à lei estadual. por eles. (A) I. considere as afirmativas abaixo. ele pode praticar alguns atos estabelece como princípios da ordem econômica.é defeso ao Estado conferir tratamento em cooperativas. automotores licenciados em seus territórios. e) II e III sobre os rendimentos pagos.(2012 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: mantiverem. qualquer natureza. relativamente aos imóveis neles situados. outra forma de renúncia fiscal. I . privado.a lei pode condicionar o exercício de determinada prestação. Petrobras / Prova: Advogado Júnior-2012) Embora o Estado deva respeitar o princípio da isonomia. a livre concorrência a) conferir tratamento diferenciado a empresas em e a defesa do meio ambiente. a) Municípios 100% do produto da arrecadação do d) a primeira afirmação é falsa. e a segunda 51 . b) II e) Estados e Distrito Federal 100% do produto da c) III arrecadação do imposto da União sobre a renda e d) I e II proventos de qualquer natureza. 9 . diferenciado a empresas em razão do impacto d) favorecer empresas de pequeno porte constituídas ambiental de produtos e serviços. só podem ser realizadas por empresas estatais. NÃO pertencem aos falsa.O tabelamento de preços privados é optarem. à livre concorrência. desde República como um dos instrumentos de intervenção que não implique redução do mesmo ou qualquer estatal na economia.(2010 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: partir dos princípios que regem a ordem econômica Petrobras / Prova: Advogado) A Constituição constitucional. BNDES / Prova: Advogado) Com base na repartição c) a primeira afirmação é verdadeira. a qualquer título. cabendo a totalidade para os municípios que II .(2012 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: mantiverem. a qualquer título. economia mista (que exercem atividade econômica) II . CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – b) as duas afirmações são verdadeiras. Nesse sentido. com base na utilização de sua competência a) I residual. rendimentos pagos. arrecadação de novo imposto que a União vier a Está correto APENAS o que se afirma em instituir. suas autarquias e fundações que instituírem e 50 .as atividades de pesquisa e a lavra de jazidas de privilégios fiscais não extensivos às do setor petróleo constituem monopólio da União e. portanto. atividade econômica à prévia autorização de órgãos b) conceder às empresas públicas e às sociedades de públicos. a 52 . em respeito administração no País.(2010 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: não justifica a primeira. incidente na fonte.o planejamento econômico estatal. discriminatórios EXCETO: dentre outros. c) favorecer a organização da atividade garimpeira III . a livre iniciativa. na forma da Lei. sobre os e) as duas afirmações são falsas. sob as leis brasileiras e que tenham sua sede e IV . (B) I e II. razão do impacto ambiental de seus produtos e considere as seguintes afirmativas: serviços e de seus processos de elaboração e I . concorrência.Uma lei municipal que veda a instalação de c) Municípios 50% do produto da arrecadação do estabelecimentos comerciais do mesmo ramo em imposto da União sobre a propriedade territorial determinada área ofende o princípio da livre rural. LIQUIGÁS / Prova: Profissional Júnior – Direito) A b) Municípios 50% do produto da arrecadação do respeito da intervenção do Estado no domínio imposto do Estado sobre a propriedade de veículos econômico. por atividades de expressamente previsto na Constituição da fiscalização e cobrança do respectivo imposto. tanto e) punir empresas que pratiquem atos que resultem ao setor privado como ao setor público. em abuso de poder econômico com vistas à Está correto APENAS o que se afirma em eliminação da concorrência. suas autarquias e fundações que instituírem e 49 . III . por eles. é meramente indicativo. e a segunda é das receitas tributárias. incidente na fonte. e a segunda é imposto da União sobre a renda e proventos de verdadeira.

pequena turbina que. Estão corretas APENAS as afirmações e) semestre. II . (E) I. II. 57 .O Banco Central está investido Estão corretos os itens: constitucionalmente da competência de emitir a) I e II. o aproveitamento desse potencial Federal estabelece que. III – a refinação do petróleo estrangeiro. Banco Central poderá comprar e vender títulos de e) I. Banco Central. c) III e IV.(2007 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: REFAP c) I. o d) I.a LDO é de iniciativa privativa do Presidente da Petrobras / Prova: Advogado) A Constituição República. não pode ser objeto de ADIn. movimentada pela água de um e) II e III. e) aos Estados de origem e de destino das mercadorias. 55 .(2008 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: I . constituem monopólio da União: 54 . a respeito do II – a refinação do petróleo nacional.a LDO. Federal exige que o Poder Executivo publique II . por ser o potencial energético de capacidade c) ao Estado de origem das mercadorias. b) II e III. / Prova: Técnico Administrativo – Informática) João. III e IV. a) I e II. Congresso Nacional. 10 . b) II. SA d) I. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – (C) II e III. III e IV.(2010 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: I – a pesquisa e a lavra das jazidas de petróleo e gás BACEN / Prova: Analista do Banco Central) natural. Considere as afirmativas a seguir. III e IV Prova: Advogado Júnior) De acordo com a e) II. Brasil. riacho. O Banco Central está impedido IV – o transporte marítimo do petróleo bruto de constitucionalmente de conceder empréstimos. apenas. porque o potencial energético está localizado caberá em uma pequena propriedade rural.(2006 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: DNPM a) I. III e IV. repartido em partes iguais. d) quadrimestre.Caso pretenda regular a oferta de moeda.o projeto de LDO não admite emenda que trate relatório resumido da execução orçamentária até de matéria não orçamentária. por se tratar de Norma de efeitos c) trimestre. apenas. Conforme o art. II e IV. apenas. b) independe de autorização ou concessão da União.(2010 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: que ocorre nas operações com as demais Petrobras / Prova: Profissional Júnior – Direito) mercadorias. Constituição Federal. que é um pequeno produtor rural do interior do c) III. emissão do Tesouro Nacional. repartido na mesma proporcionalidade 53 . b) bimestre. moeda e não pode delegar essa competência a b) II e III. d) aos Estados de origem e de destino das (D) III e IV. apenas III . gerará energia elétrica para sua modesta residência e sua fabriqueta de fubá. b) ao Estado onde ocorrer o consumo.o projeto de LDO pode ser rejeitado pelo a) mês. I . nenhum outro órgão. pretende instalar em sua propriedade uma d) I e III. mercadorias. trinta dias após o encerramento de cada III . a) à União Federal. nas operações com os energético: lubrificantes e combustíveis derivados de petróleo a) não depende de autorização ou concessão da em que o ICMS incide uma única vez. Considere as seguintes afirmações a respeito da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO): 56 .(2008 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: 176 da Constituição da República Federativa do Petrobras / Prova: Advogado) A Constituição Brasil de 1988. IV . origem nacional. concretos. III e IV. reduzida. Está correto APENAS o que se afirma em 58 . o imposto União.

identifique qual das opções melhor representa a IV . em Regulação – Direito) Em relação a empresas 18 Ética e função pública: Código de Ética Profissional do públicas e sociedades de economia mista. III – São criadas por lei específica. com personalidade jurídica de direito público.Podem se destinar à exploração de atividade 20 Legislação do servidor público federal (Lei nº 8. e) I – III – II – IV 15 Execução do contrato administrativo. sociedade anônima.(ESAF) Relacione as colunas a seguir e autorize sua criação. cujas ações com direito a voto 6 Serviço público: conceito. II . poder de b) III – I – IV – II polícia. Administração Indireta.A criação de suas subsidiárias independe de seqüência de definições da primeira coluna: autorização legislativa. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – c) depende de autorização ou concessão da União. formas e financeira descentralizada.1 Discricionariedade. para seu Direito Administrativo: melhor funcionamento. gestão administrativa e 1 Administração Pública: princípios. execução e extinção. I – Entidade dotada de personalidade jurídica de como o aproveitamento de qualquer potencial de direito público.ANP . para o desenvolvimento de atividades propriedade seja alienada. instituído mediante autorização 3 Administração Pública direta e indireta. 11 Revogação. III . a) I – III – IV – II 12 Poderes administrativos: poder regulamentar.Especialista 17 Responsabilidade civil do Estado. 3. decidir sobre autorizações e concessões de lavra.171/1994). União e de outras fontes.784/1999). à União ou a entidade da controle.1 Autarquias. se federal. que requeiram. II – Entidade dotada de personalidade jurídica de direito privado.666/1993): conceito. princípios e características. atos da ( ) Autarquias Administração Pública e fatos administrativos. criada em energia.Integram a administração pública indireta. com patrimônio próprio e capital exclusivo da União. poder vinculado e discricionário. considere Serviço Público (Decreto nº 1. 19 Conhecimentos sobre processo administrativo federal (Lei I . criada para a exploração de atividade econômica que o Governo seja levado a exercer força de contingência ou conveniência administrativa. ( ) Fundação Pública 8 Atos administrativos: fatos da Administração Pública. classificação. para executar atividades típicas da Administração Pública. sob a forma de 5 Agências reguladoras. virtude de lei autorizativa e registro em órgão d) depende de anuência da União. aos quais cabe direito público. 11 . 7 Concessão. direito privado. regulamentação e pertençam. ( ) Sociedades de economia mista 9 Mérito do ato administrativo. IV – Entidade dotada de personalidade jurídica de 2 Organização administrativa: Órgãos públicos. em sua maioria. com autonomia administrativa. econômica. permissão e autorização. exploração da atividade econômica. sem fins lucrativos. 16 Alteração. ( ) Empresa Pública 10 Atos administrativos. d) IV – III – II – I 14 Formação do contrato administrativo. características. já patrimônio próprio gerido pelos respectivos órgãos que os potenciais energéticos são propriedades de direção e funcionamento custeado por recursos da distintas da do solo. espécies. nº 9. que não exijam execução por órgãos ou entidades de e) deve ser autorizado pelos Estados. c) II – IV – III – I 13 Licitações e Contratos administrativos (Lei nº 8.112/1990). patrimônio e receitas próprios. anulação e convalidação.2008 . 60 – (CESGRANRIO . fundações públicas. 9. caso a competente.Sua instituição depende de previsão legal que 59 . podendo revestir-se de qualquer das formas admitidas em direito. as afirmativas a seguir. sociedades de economia mista. legislativa e registro em órgão próprio para 4 Empresas públicas.

é correto responsabilidade solidária das consorciadas. (B) I. públicos. empregos e atividades constantes de seu objeto social dentro e funções.ANP . cuja atuação está depende de autorização legislativa. IV. Engenharia 1/2008) Quando admitida a participação II – relativos à prestação de serviços públicos. apenas.Aos empregados das sociedades de economia (D) empresa pública com controle acionário mista da União não são aplicáveis as mesmas pertencente à União. IX. autorizada a exercer as vedações sobre acumulação de cargos. desenvolvimento e produção de petróleo e de gás IV – concernentes ao exercício de função pública em natural. c) I e IV d) II e III 64 . (C) exigir.A participação acionária de uma sociedade de (C) sociedade de economia mista com controle economia mista em um grupo empresarial privado acionário pertencente à União. a afirmar que: indicação das obrigações específicas de cada (A) suas dívidas passivas prescrevem em 5 (cinco) integrante do consórcio. III e IV. o edital de licitação deverá caráter temporário e excepcional.As fundações públicas terão suas áreas de atividades integrantes da indústria do petróleo atuação definidas por meio de lei ordinária. consórcio no órgão de registro do comércio. da Constituição Federal.Especialista consórcios para exploração das atividades da em Regulação – Direito) Analise as afirmativas a indústria do petróleo deve se dar sempre na condição seguir a respeito das entidades da administração de empresa líder. (B) sociedade de economia mista com o controle I . Estão corretas APENAS as afirmativas a) I e II 63 . que atingem os servidores das autarquias. empresa integrante de consórcio na licitação de um Estão corretos: mesmo bloco. II e III. III e IV do regime jurídico a que se sujeita a Petróleo d) I. II.Estão obrigadas a realizar prévio procedimento (E) exigir. É(São) verdadeira(s) APENAS a(s) afirmativa(s) (E) empresa pública com controle acionário a) I pertencente à União. de consórcios nas licitações para outorga dos III – relativos ao exercício do domínio sobre bens contratos de concessão para a exploração. licitatório para contratação de obras e serviços ou o prévio registro do instrumento de constituição do aquisição de bens.2008 . (B) determinar a proibição de participação de (C) I. autorizada a mista só podem ser criadas por lei específica. como requisito de qualificação jurídica. – PETROBRAS. cuja participação em 61 – (CESGRANRIO . previstas em seu objeto social. diretamente. III e V Brasileiro S. apenas. (D) II. restrita ao território nacional. III .(CESG/ANP/Especialista em Regulação / consorciadas. trata-se esta de uma e) I. empresa estrangeira em consórcios.(CESG/ANP/Especialista em Regulação / b) III e IV Engenharia 1/2008) Considerando as características c) II. cuja atuação está restrita ao b) I e III território nacional. apresentação de documento que comprove a prévia constituição do consórcio. constituir subsidiárias para o exercício das II . nos termos do (A) determinar a proibição de participação de uma artigo 37. IV e V (A) sociedade de economia mista com o controle acionário pertencente à União. nas hipóteses em que não há características gerais das autarquias. subscrito por todas as 65 .Empresas públicas e sociedades de economia acionário pertencente à União. Engenharia I/2005) Sobre o regime jurídico e as (D) exigir. apenas. anos contados da data do ato ou fato do qual se 12 .A. fora do território nacional.(CESG/ANP/Especialista em Regulação / e) II e IV Engenharia I/2005) Enquadram-se no conceito de contrato administrativo os contratos: 62 – (CESG/ANP/Especialista em Regulação / I – de prestação de serviços à Administração. a (E) I. apenas. seja através de outro consórcio ou (A) I e II. federal indireta. II e IV. como requisito à participação na licitação. III. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – V . III e IV. II.

por conta e risco próprios. Assim.(CESG/ANP/Especialista em Regulação / (B) impessoalidade. 14ª edição. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – originarem. diante do (E) presunção de legitimidade. independente de recurso ao Poder Judiciário. Atlas.(CESG/ANP/Técnico Administrativo/2005) O (C) não possuem personalidade jurídica própria. Ed. reflete (E) devem ser extintas por ato do Chefe do Poder o princípio. em proteção aos direitos individuais se fazer mais presente são: dos administrados. 68 . (E) forma e motivo. discricionariedade. 72 . por pode-se concluir que os elementos do ato outro lado. concessão do serviço. a sua (D) sujeito e finalidade. São chamadas prerrogativas públicas.(CESG/ANP/Técnico Administrativo/2005) Os (C) responsabilidade do concessionário por prejuízos elementos básicos do ato administrativo que NÃO causados a terceiros. caso concreto. (A) poder de polícia. totalidade de suas receitas. Direito Administrativo. é correto afirmar que a (o): NÃO se considera ato administrativo a: (A) Administração pode exigir a reversão dos bens (A) decisão proferida por órgão colegiado de do concessionário necessários ao exercício do julgamento administrativo. 2002). (C) autorização de porte de arma. é discricionária quando a Administração. salvo lei especial que institua prazo dependendo do valor objeto do contrato de distinto. total ou parcialmente. das restrições a que se sujeita a administrativo em que a discricionariedade costuma Administração. 67 . concessão. consagrado no direito Executivo a que estão vinculadas.(CESG/ANP/Técnico Administrativo/2005) serviços públicos. (D) alteração unilateral de contratos. (B) seus bens podem ser penhorados em garantia de dívida objeto de execução judicial.(CESG/ANP/Técnico Administrativo/2005) O escolher uma dentre duas ou mais soluções. (E) sujeito e forma. Engenharia I/2005) Com relação à (C) hierarquia. (E) realização de concursos para seleção de pessoal. depende da comprovação de sua privado são: culpa. (A) objeto e forma. sendo. (B) outorga do serviço em regime de concessão (D) declaração de utilidade pública de um imóvel. restrição imposta à Administração o(a): (B) sujeito e finalidade. exercício do controle sobre os próprios atos (D) estão sujeitas ao pagamento do imposto sobre a administrativos. serviço público após expirado o prazo e extinta a (B) exoneração de funcionário público. da: (A) especialidade. depende de autorização específica prevista em ato (E) consulta médica nos hospitais da rede pública. (C) motivo e objeto. público em substituição ao poder concedente. execução.(CESG/ANP/Técnico Administrativo/2005) A característica da permissão de serviços públicos por 13 . é exemplo típico de (A) sujeito e objeto. (C) motivo e objeto. a doutrina define que “a atuação (D) autotutela. 66 . (B) auto-executoriedade. (E) procedimento licitatório na modalidade concorrência ou tomada de preços é obrigatório. (C) instituição de servidão. (D) forma e finalidade. satisfação de interesses coletivos. em decorrência da execução do constituem requisitos do ato jurídico no direito serviço público. 71 . administrativo. com possibilidade de anular os renda das pessoas jurídicas. toda regime jurídico-administrativo distingue-se do válidas para o direito” (DI PIETRO. (D) concessionário assume a titularidade do serviço (B) motivo e finalidade. Diante desse conceito. que asseguram a Paulo. Maria Sylvia regime inerente às relações privadas em razão das Zanella. bem como. lhe facultado transferir. incidente sobre a ilegais e revogar os inconvenientes e inoportunos. tem a possibilidade de apreciá-lo segundo critérios de oportunidade e conveniência e 69 .(CESG/ANP/Especialista em Regulação / Engenharia I/2005) A respeito da concessão de 70 . expedido pelo Chefe do Poder Executivo concedente.

sempre através Ministério de Minas e Energia integrante da de licitação. sociedade anônima. ou pela regulação das atividades (E) possibilidade de constituição sob a forma de privadas. 74 . (E) transferência exclusiva da execução do serviço.A exploração econômica. sob o regime de empresa de economia (B) natureza contratual. são feitas as afirmações a seguir. instituída pela Lei Federal n° 11. só é (A) sociedade de economia mista. sob um regime de direito público. I . empresas públicas poderão receber privilégios e os serviços uti universi. prestada pelo Estado ou por quem lhe Biocombustíveis . integrante da I . 77 – (CESG/ANP/Técnico em Regulação Geral/ 73 . (E) direta. II e IV (E) assistência social.2008 . que têm gerais de licitação para aquisição de bens e serviços. III e IV sociedades de economia mista se distinguem das (E) I. (A) I.A União pode apoiar as entidades de previdência serviço tipicamente uti universi o serviço de: privada dos empregados das sociedades de economia (A) ensino. de 14 de privado. (C) fundação pública.(CESG/ANP/Técnico Administrativo/2005) A 2008) Em relação à administração pública direta e pessoa jurídica de direito privado. em razão de sua natureza estatal. concessão é a: (B) indireta. Estado na vida econômica. realizando aportes de recursos em proporção (B) transportes. (D) rescisão unilateral pela Administração.(CESG/ANP/Técnico Administrativo/2005) A comodidade material fruível diretamente pelos Agência Nacional do Petróleo. pela prestação de (D) personalidade de direito privado. com a nova denominação faça as vezes. 78 – (CESGRANRIO . é o órgão regulador da indústria do II . decreto para criação de empresas públicas e (E) empresa permissionária de serviço público.O Presidente da República poderá expedir (D) empresa pública. II .097. imperativo de segurança nacional.Segundo a Constituição de 1988. gás natural.Um conceito doutrinário de serviço público pode ser: "toda atividade de oferecimento de utilidade ou 76 . serviços públicos. seus derivados e poder público. que são usufruídos apenas fiscais específicos.Especialista (B) sujeição ao controle estatal. diretamente ou sob biocombustíveis e representa ente vinculado ao regime de concessão ou permissão. são feitas as afirmações a seguir. (B) I. III e V empresas públicas em razão da: (A) criação e extinção por lei. por parte de empresa Administração Pública Indireta é a: pública ou sociedade de economia mista. janeiro de 2005. indiretamente pelos indivíduos. sociedades de economia mista. com capital indireta. ou. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – prazo indeterminado que a distingue do instituto da (A) indireta. II. (C) indireta. Estão corretas APENAS as afirmações (D) fornecimento de gás. sob o regime de empresa pública. (C) licitação na modalidade concorrência. administração pública: 14 .(CESG/ANP/Técnico Administrativo/2005) Os III . incumbe ao petróleo. sob o regime de fundação pública. conforme o caso específico". II. mista. na forma da lei. mista.(CESG/ANP/Técnico Administrativo/2005) As (D) I. IV e V (C) II.A Constituição fixa a previsão de que as necessidades dos administrados. cabível se houver relevante interesse coletivo ou (B) autarquia.As empresas públicas e as sociedades de serviços públicos podem ser classificados quanto ao economia mista. são obrigadas a seguir os princípios classificação segrega os serviços uti singuli. maior do que os empregados. como o restante da administração modo de satisfação do interesse coletivo. Classifica-se como V . por finalidade a satisfação individual e direta das IV.ANP . a prestação de serviços públicos. sob o regime de autarquia especial. (D) direta. Gás Natural e administrados. III e V 75 . em Regulação – Direito) Sobre a intervenção do (C) composição do capital. necessária e inteiramente público. sob o regime de secretaria. (A) precariedade. (C) iluminação pública.ANP. Essa pública federal.

É aceitável considerar que a competência do delegados. concessão são denominados reversíveis. segundo o haja sido idêntica àquela que a lei antecipadamente texto constitucional.No caso de decisão sobre concursos públicos. II.os bens públicos que constituem parte da convalidados.ANP . estatais.2008 .Especialista apresentam-se as afirmações abaixo. podem necessitar de impunha como a única admissível. expressamente a exigir. IV e V a) I c) II. III e IV c) I e IV d) I. sendo permitido assente na existência de atos da administração e atos efetuar sua reprodução mecânica. IV .a encampação ocorre somente por meio de lei III . CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – III .É razoável acompanhar parte da doutrina que constar de ata ou termo escrito. desde que não administrativos.Analista 80 – (CESGRANRIO . II.Técnico Administrativo) Quanto ao ato administrativo.(CESGRANRIO . em estado de loucura. II . III . I . atribuída como própria. são feitas as afirmações abaixo. sem que haja indenização ao presunção de legitimidade.Um ato administrativo deve ser anulado quando diferenciadas. III e V d) II e III e) II e IV 81 . em Regulação – Direito) Sobre contratos de I . II. é irrenunciável e se fatos e fundamentos jurídicos.2008 . autorização estatal prévia. 79 – (CESGRANRIO .Todos os atos administrativos possuem específica.2008 . prolatora do ato. pressupostos necessários para a sua validade. com indicação dos administrativos em processos. para prática de atos tais atos poderão ser motivados.2008 . II . observadas as restrições específicas. III e IV d) II e III e) I. II. sendo estes últimos tipicamente sejam prejudicados direitos dos interessados.As atividades econômicas privadas. para a prática do ato administrativo. Estão corretas APENAS as afirmações É(São) verdadeira(s) APENAS a(s) afirmativa(s) a) I. III e V e) II e IV 82 . exerce pelos órgãos administrativos a que foi IV. IV e V b) I e III c) II.A competência. sem restrições. a) I. III e IV b) I e III d) I. livres e devem atender parte dos princípios totalmente vinculados produzidos por funcionário constitucionais da ordem econômica.ANP . III . II e IV a) II b) I. serviços.Os atos de caráter normativo poderão ser I . sendo excepcional a sua que deve ser dirigido inicialmente à autoridade delegação.Alguns atos administrativos requerem a produção concessão de serviços públicos pode-se afirmar que: de motivação específica.Os atos administrativos anulados podem ser III . de acordo com a conveniência do órgão.a legislação federal permite a cobrança de tarifas II .Contra decisões administrativas cabe recurso. concessionário. I . em casos específicos e Estão corretas APENAS as afirmações previstos em lei.Técnico Administrativo – Contabilidade) Em relação aos atos Administrativo) Considerando o conceito de ato administrativos. 15 . em V . conspurcado em sua legalidade.Os atos decisórios de órgãos colegiados deverão II . administrativo.Um ato administrativo pode ser revogado por IV.As atividades econômicas privadas são. II e IV É(São) verdadeira(s) APENAS a(s) afirmativa(s) b) I. é um dos dirigente do órgão.ANP .ANP . V . analise as afirmações a seguir.os concessionários só podem ser remunerados conveniência e oportunidade da administração por meio das tarifas decorrentes da prestação dos pública. III e IV c) I e IV e) I.Os atos do processo administrativo não Estão corretas APENAS as afirmações: dependem de forma determinada senão quando a lei a) I e II. mesmo que a decisão tomada IV. IV.(CESGRANRIO .É razoável considerar como inválidos os atos geral. b) I e III.

acrescentou o inciso LXXVIII ao art. de 13 de fevereiro de 1995. de imediato. quando houver modificação do 86 . Administração Pública NÃO pode alterar o contrato Nos termos da Constituição Federal. 35. de imediato.666/93. princípio da proporcionalidade impõe o exame do d) declarar a caducidade do contrato. restringe um direito fundamental visando a alcançar c) instaurar processo administrativo para anulação um fim que também tem base constitucional. para melhor Prova: Advogado) Ao se estabelecer que o Estado adequação técnica aos seus objetivos. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – c) I e IV.(2013 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: caducidade do contrato. ato quanto a e) encampar a concessão. que alcança o modo pelo qual se concedente. deve perseguir o interesse público em detrimento do d) por acordo das partes. por imposição e) indisponibilidade de circunstâncias supervenientes. primacialmente. no âmbito de sua competência.Técnico para autorizar. a do Legislativo e do Judiciário que atuam no local. o qual estabelece que “ a todos.987. vedada a antecipação do 87 . b) moralidade b) unilateralmente. busca-se realizar. sem a correspondente contraprestação de Constitucional no 45/2004. tal norma administrativo violaria o princípio da a) unilateralmente. Considerando d) eficiência a Lei nº 8. quando necessária a modificação c) segurança do valor contratual em decorrência de acréscimo ou d) necessidade diminuição quantitativa de seu objeto. na forma do art. restando o bem público em c) efetividade estado lamentável de má-conservação.(2014 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: e) III e IV. da aferir a legitimidade de um ato do poder público que referida Lei. no âmbito judicial e administrativo. nos limites e) compatibilidade permitidos pela Lei no 8. deve o e) impessoalidade órgão regulador a) instaurar processo administrativo para verificar a 88 . a Administrativo contratação de parentes dos membros do Executivo.Planejamento e Gestão) A Emenda fixado. IV. Considerando o disposto na Lei no 8.Técnico são assegurados razoável duração de processo e os Administrativo) Após a realização de uma licitação meios que garantam a celeridade de sua tramitação”.2008 . CEFET-RJ / Prova: Auxiliar em Administração) O prefeito de um município apresenta projeto de lei 83 – CESGRANRIO . 85 . Assinado o termo de concessão e princípio da passado um ano. em a) finalidade face de verificação técnica da inaplicabilidade dos b) continuidade termos contratuais originários c) legalidade e) por acordo das partes.666/93. modificação do regime de execução da obra ou o princípio da: serviço.(2013 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: IBGE / pagamento. tem por conteúdo o concessionária. com relação ao cronograma financeiro Prova: Analista . bem como do modo de fornecimento. quando necessária a d) impessoalidade modificação da forma de pagamento.2008 . a) adequação e necessidade 16 . O do contrato. mantido o valor inicial atualizado. c) unilateralmente.ANP . o órgão federal. da Constituição Federal em vigor. quando conveniente a a) democracia substituição da garantia de execução. BNDES / Prova: Profissional Básico – Direito) b) instaurar processo administrativo para rescindir o Recorre-se ao princípio da proporcionalidade para contrato de concessão. quando necessária a interesse privado.ANP . d) II e IV. 5o serviço. 84 – (CESGRANRIO .(2014 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: EPE / projeto ou das especificações. adjudicou o objeto do certame à processa a atividade estatal. responsável pelo poder Tal mandamento. denominada Reforma do fornecimento de bens ou execução de obra ou Judiciário. o órgão regulador verificou que não a) publicidade foram realizados os investimentos de manutenção b) eficácia previstos para o período. específica.

e a segunda é falsa. o direito da Administração Pública do abuso de poder econômico de anular os atos administrativos de que decorram b) prestação de serviço público uti universi e efeitos favoráveis para os destinatários decai em concessão de subsídios a setores da economia cinco anos. b) as duas afirmações são verdadeiras. por terem violado regras de 90 . não integram a Administração Pública e a elas não se aplica o dever de prestar contas. administração pública. e a segunda justifica a primeira. d) razoabilidade e eficiência e) eficiência. Analisando-se as afirmações acima. não se aplica a entidades privadas sem fins lucrativos. ainda que sejam beneficiárias de repasses de recursos públicos. c) impessoalidade e moralidade d) probidade administrativa.(2012 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: Prova: Professor – Matemática) Innova / Prova: Advogado Júnior) A recente Lei no 12. contados da data em que foram c) coibição do abuso de poder econômico e praticados. e) concessão de subsídios a setores da economia e b) legalidade. de 18/11/2011. atos administrativos infringiram o princípio da a) impessoalidade. dado que está vedada a prática de c) Eficiência administrativa ato administrativo sem interesse público. c) a primeira afirmação é verdadeira. conclui-se que a) as duas afirmações são verdadeiras. PORQUE As entidades privadas sem fins lucrativos. coibição do abuso de poder econômico 17 . do ato ilegal esteja de boa-fé? d) moralidade.(2009 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: MEC / 89 .(2011 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: conduta relativas à disciplina interior à BNDES / Prova: Profissional Básico – administração. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – b) unidade e excesso c) impessoalidade. b) Segurança jurídica e) razoabilidade. salvo comprovada má-fé. em função de os atos noticiados Pública justifica o estabelecimento de prazo estarem previstos em medidas administrativas. Os responsáveis por esses e) as duas afirmações são falsas. Administração) Qual princípio da Administração b) legalidade. d) a primeira afirmação é falsa. pois a priori todo ato administrativo administrativa nas hipóteses em que o destinatário deve ser tornado público. d) Instrumentalidade processual e) Devido processo legal 93 . conhecida como a lei de acesso à informação. ainda que estas recebam recursos públicos a título de subvenção ou para a realização de ações de interesse público. e a segunda é A notícia acima está relacionada aos princípios da verdadeira.527. O princípio prestação de serviço público uti singuli básico da Administração Pública que justifica a d) concessão de subsídios a setores da economia e fixação de tal prazo decadencial é a: prestação de serviço público uti singuli a) segurança jurídica.(2010 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: IBGE / Agências Reguladoras: Prova: Analista de Planejamento – Auditor) No a) proteção do direito dos consumidores e coibição âmbito federal. já que esse princípio está restrito à a) Proporcionalidade criação de cargos públicos da administração direta. e a segunda não justifica a primeira. e) legalidade e efetividade 92 .(2014 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: EPE / Prova: Advogado) São atividades típicas das 91 . decadencial para o exercício da autotutela c) publicidade.

se posicionam em 95 . b) desnecessidade de licitação prévia para contratar com terceiros 96 . Analisando-se as afirmações acima. Administração Pública Federal. II . uma vez que os bens das empresas Innova / Prova: Advogado Júnior) Nos termos do públicas são considerados bens particulares e. quanto à contratação de pessoal. a qual deve ser precedida aos direitos e obrigações civis.(2013 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: situação de concorrência com a iniciativa privada.As sociedades de economia mista são pessoas ao regime celetista de emprego público no que tange jurídicas de direito privado e submetem-se. portanto. BNDES / Prova: Profissional Básico – Direito) estão dispensadas da realização de licitação para Organizações Sociais e as Organizações da contratarem com terceiros. passíveis de penhora nos termos da Indireta Federal é composta por autarquias. inalienáveis e imprescritíveis.As autarquias são pessoas jurídicas de direito e) impossível. ao regime jurídico próprio provas e títulos. com isso. o instrumento adequado para que execução de uma decisão judicial condenatória os entes consorciados repassem recursos financeiros contra empresa pública federal prestadora de serviço ao consórcio denomina-se público. portanto. 97 . civil. submetem-se III . são impenhoráveis. Decreto-lei 200. e sua criação pressupõe lei públicas são considerados bens públicos e. desde que a penhora seja precedida de c) contrato de programa autorização legislativa de desafetação do bem.(2013 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: entes da Federação com vistas à gestão associada de BNDES / Prova: Profissional Básico – Direito) Em serviços públicos. referidas entidades é a(o) d) a primeira afirmação é falsa. e a segunda é a) inexistência de controle por parte do Tribunal de verdadeira. PORQUE É correto APENAS o que se afirma em O terceiro setor é composto por entidades da a) I sociedade civil sem fins lucrativos que recebem uma b) II qualificação do Poder Público para atuar em áreas de c) III relevância social e. específica. passam a integrar a d) I e II Administração Indireta do respectivo ente e) I e III federativo. empresas públicas. d) termo de parceria b) possível.(2012 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: c) possível. pública. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – consórcios públicos formados exclusivamente por 94 .(2012 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: a) as duas afirmações são verdadeiras. uma vez que os bens das empresas público interno.As empresas públicas que exploram atividade econômica e que. a penhora incidente sobre bens integrantes a) contrato de gestão de seu patrimônio é juridicamente b) contrato de rateio a) possível. conclui-se que 98 . a Administração portanto. considere as afirmações a seguir. I . de aprovação em concurso público de provas ou de trabalhistas e tributários. sociedades de economia mista e d) possível. Sociedade Civil de Interesse Público. e a segunda LIQUIGÁS / Prova: Profissional Júnior – Direito) justifica a primeira. Contas da União e) as duas afirmações são falsas.(2013 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: c) autorização para instituição dependente de lei BNDES / Prova: Profissional Básico – Direito) Nos específica 18 . e a segunda pessoas jurídicas de direito privado que integram a não justifica a primeira. embora tenham natureza fundações públicas. comerciais. de 25/02/1967. c) a primeira afirmação é verdadeira. As sociedades de economia mista federais são b) as duas afirmações são verdadeiras. legislação civil. e a segunda é Uma característica aplicável ao regime jurídico das falsa. desde que a penhora não recaia sobre e) termo de partilha bens afetos ao serviço público que possam comprometer a continuidade de sua prestação. os bens das empresas públicas são A respeito do regime jurídico aplicável a tais penhoráveis e alienáveis nos termos da legislação entidades. uma vez que. das empresas privadas.

d) delegação c) personalidade jurídica de direito público e a e) coordenação capacidade de autoadministração. estando.(2010 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: subordinação hierárquica perante o Poder Executivo Petrobras / Prova: Profissional Júnior – Direito) O Federal. e a segunda é e) o limite máximo de remuneração previsto no falsa. e a segunda é aplica-se somente às sociedades de economia mista verdadeira. presidente de uma sociedade de economia mista e) ausência de personalidade jurídica própria e a federal formulou consulta à sua assessoria jurídica submissão à Lei de Licitações e Contratos indagando sobre a aplicação do limite máximo de Administrativos. e a segunda aplica-se às sociedades de economia mista federais e justifica a primeira. A administração indireta refere-se a 19 .(2012 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: Caixa / submetem. oportunidade em que foi estabelecida a restrição remuneratória. por essa razão. 99 . terceiros. remuneração previsto no artigo 37. federais instituídas após a entrada em vigor da e) as duas afirmações são falsas. d) ausência de personalidade jurídica própria e a 101 . suas subsidiárias quando receberem recursos da b) as duas afirmações são verdadeiras. inciso XI.se ao regime de direito público no que Prova: Advogado) As empresas públicas prestadoras tange aos direitos e às obrigações trabalhistas. por danos causados a máximo de remuneração. c) a primeira afirmação é verdadeira. 100 . da Constituição da República a) as duas afirmações são verdadeiras. gozam de absoluta independência para a públicos são pessoas jurídicas de direito privado instituição da política remuneratória de seus submetidas a regime jurídico híbrido. da Constituição da República d) a primeira afirmação é falsa. inciso XI. b) desconcentração b) personalidade jurídica de direito privado e a c) outorga independência normativa. inciso XI. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – d) submissão compulsória à Lei de Responsabilidade próprias das entidades integrantes da Administração Fiscal pública direta.(2010 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: e distribuição interna de competências entre vários BACEN / Prova: Analista do Banco Central) . fundamentado na teoria do risco administrativo. sendo o empregados. por tal As empresas públicas prestadoras de serviços razão. artigo 37. não se submetem às restrições remuneratórias indireta. d) o limite máximo de remuneração previsto no Analisando-se as afirmações acima. submetidas ao limite solidária e objetivamente.(2009 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: espécie. e a segunda União para pagamento de despesas de pessoal ou de não justifica a primeira. Emenda Constitucional no 19/98. c) as sociedades de economia mista federais são PORQUE dotadas de ampla autonomia administrativa e.(2012 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: Caixa / Prova: Advogado) A técnica de organização 102 . sem qualquer submissão ao regime regime de responsabilidade civil a elas aplicável juspublicista. conclui-se que artigo 37. nomeados para a) descentralização mandato fixo. dos Ministros do Supremo Tribunal Federal) FUNASA / Prova: Técnico de Contabilidade) O no âmbito daquela entidade. custeio em geral. da Constituição da República (subsídio mensal. A assessoria jurídica campo de aplicação dos orçamentos públicos na deverá responder que Administração Pública brasileira contempla as a) as sociedades de economia mista são dotadas de pessoas jurídicas de direito público classificadas personalidade jurídica de direito privado e. embora dotadas de personalidade jurídica de direito privado. São órgãos despersonalizados dentro de uma mesma características das autarquias federais a pessoa jurídica e que tem por base a hierarquia a) personalidade jurídica de direito privado e a denomina-se estabilidade de seus dirigentes. em 103 . por essa como pertencentes à administração direta ou razão. de serviços públicos e seus agentes respondem. e) regime de pessoal estatutário b) as sociedades de economia mista.

Empresas públicas e sociedades de economia Público.A exploração econômica. IV. Econômicas.As empresas públicas e as sociedades de 104 . Banco Central e Caixas imperativo de segurança nacional. empregos e Órgão: Petrobras / Prova: Profissional Júnior – funções.as autarquias da União. por parte de empresa c) Agências Reguladoras. Direito) É(São) verdadeira(s) APENAS a(s) afirmativa(s) Sobre as sociedades de economia mista e suas a) I. ANULADA 106 . desde que haja previsão para e) II e IV. I . que atingem os servidores das autarquias. subsidiárias que explorem atividades econômicas b) I e III.A União pode apoiar as entidades de previdência III . III e V e) III e IV. são Fundações. III . Empresas de economia mista e decreto para criação de empresas públicas e Caixas Econômicas. a) possuem personalidade jurídica de Direito I .A Constituição fixa a previsão de que as I . d) I.o Ministério das Cidades. os itens maior do que os empregados. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – a) Tribunais de Contas. 20 . Presidência da República. ser constituídas sob a depende de autorização legislativa.não é necessária autorização legislativa para a d) II e III.(2008 / Banca: CESGRANRIO / II . APENAS. II . da União: IV.(2008 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: ANP / Prova: Analista Administrativo – 107 . III e V ANULADA 105 .(2008 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: economia mista. economia mista em um grupo empresarial privado e) devem.as sociedades de economia mista que exploram Órgão: ANP / Prova: Técnico Administrativo) Em atividade econômica estão sujeitas à fiscalização do TCU. Banco Central e Bancos pública ou sociedade de economia mista. III . Fundações e Empresas dependentes. II. forma de sociedade anônima. a) I. esse fim na própria lei que instituiu a empresa de economia mista matriz. I . mista. a) I e II. III e IV e) I. obrigatoriamente. só é estatais.Aos empregados das sociedades de economia mista da União não são aplicáveis as mesmas ANULADA 108 . sociedades de economia mista. cabível se houver relevante interesse coletivo ou d) Bancos de fomento. Estão corretas APENAS as afirmações b) I e IV. IV e V d) II e IV. II . II e IV c) II e III.a Secretaria de Relações Institucionais da fiscais específicos. em razão de sua natureza estatal. c) II. Contas. b) I. empresas públicas poderão receber privilégios II . Órgãos auxiliares e relação à administração pública direta e indireta. feitas as afirmações a seguir. II.O Presidente da República poderá expedir e) Banco Central. privada dos empregados das sociedades de economia IV.(2010 / Banca: CESGRANRIO / vedações sobre acumulação de cargos. b) Autarquias. mista só podem ser criadas por lei específica.As fundações públicas terão suas áreas de c) não se sujeitam à fiscalização do Tribunal de atuação definidas por meio de lei ordinária. pode-se afirmar que c) I e IV.as empresas públicas. são obrigadas a seguir os princípios Tecnologia) Integram a Administração pública direta gerais de licitação para aquisição de bens e serviços.(2006 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: Contabilidade) Analise as afirmativas a seguir a Petrobras / Prova: Advogado) É correto afirmar que respeito das entidades da administração federal as empresas públicas: indireta. criação de subsidiárias. V . b) integram a Administração Pública Direta. realizando aportes de recursos em proporção Estão corretos.A participação acionária de uma sociedade de d) dependem de lei autorizativa para sua criação. como o restante da administração CAPES / Prova: Assistente em Ciência e pública federal.

a) I e II. a) natureza pública prestando-se o serviço apenas em algumas horas do b) natureza privada dia. mediante o estabelecimento de uma contraprestação pecuniária 109 . incumbe ao b) concessão comum. o corte do fornecimento configura-se e) concessão como a) cabível. iniciativa privada mediante contrato de d) I. transferindo ao concessionário. por se tratar de serviço essencial aos munícipes. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – III . Petrobras / Prova: Advogado Júnior) Nos termos da adicionalmente à tarifa cobrada dos usuários. porém. que cobra tarifa do usuário. b) designação c) concessão comum. escolhidas mediante complexo processo licitatório. visto que o serviço essencial deve ser d) aportes privados em sua totalidade contínuo. III e IV.(2014 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: EPE / do serviço. e) livre escolha d) concessão administrativa. a prestação de serviços de fontes alternativas de receita em seu favor. desequilibra o contrato. Prova: Advogado) No Brasil. devendo preservar-se. uma opção viável que se b) I e IV. a execução 110 . FINEP / Prova: Analista Jurídico) O FGP (Fundo b) cabível. por sua conta e risco. por sua conta e risco. uma vez que a prestação do serviço.(2013 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: atividade econômica e suas subsidiárias não estão BNDES / Prova: Profissional Básico – Direito) sujeitas ao princípio da licitação nos contratos de Suponha que determinado ente federativo necessite obras e serviços. IV . não disponha de atividade econômica estão sujeitas ao regime recursos financeiros suficientes para arcar com os jurídico próprio das empresas privadas. e) isenção de fiscalização do Tribunal de Contas e) incabível. expandir a malha rodoviária no seu território. investimentos necessários para atuar no segmento Estão corretas APENAS as afirmações diretamente. revela-se frequente a e) concessão administrativa. transferindo ao concessionário c) eleição a titularidade e a execução do serviço por prazo d) licitação indeterminado. desde que ocorra adicionalmente a uma contraprestação pecuniária do a) indicação parceiro público ao parceiro privado. públicos.as sociedades de economia mista que exploram diante de outras prioridades.(2014 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: a remuneração. porém. instaura para o Poder Público é conceder o serviço à c) II e III. a) concessão patrocinada.(2012 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: EPE / colaboração denominado: Prova: Advogado) A empresa X de energia elétrica a) delegação pretende realizar corte de fornecimento de luz no b) autarquização município Vega. sob regime de a execução do serviço mediante o estabelecimento concessão ou permissão. 21 . sem 111 . em outros complementada por uma contraprestação pecuniária momentos. c) patrimônio impenhorável d) incabível. mas. as unidades Garantidor de Parcerias Público-Privadas) é e os serviços públicos essenciais. III e IV.(2015 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: do parceiro público ao parceiro privado. pessoas jurídicas de direito público e.as sociedades de economia mista que exploram 112 . Nessa situação hipotética. Trata-se de mecanismo de 113 . que se encontra inadimplente com o c) intervenção pagamento de suas cinco últimas faturas de energia. Constituição Federal do Brasil de 1988. d) publicização Nessa situação. transferindo a execução do e) II. instituído por lei federal e possui c) cabível. devendo. transferindo a alternância das políticas de prestação de serviços titularidade e a execução do serviço ao públicos que ora se revelam centralizadas em concessionário. são realizadas por pessoas jurídicas de do parceiro público ao parceiro privado. por prazo determinado. direito privado. transferindo ao concessionário Poder Público. na forma da lei. serviço ao concessionário. ser intermitente.

poderá rescindi-lo. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – 114 . 116 . público ao parceiro privado? mediante concessão. além das concessões de obras públicas e de Petrobras / Prova: Advogado)Quanto à utilização uso de bem público. específico. III . nos termos da legislação vigente. antes do vencimento do contrato e A esse respeito. utilização exclusiva de um bem público ao e) serviço público. pode-se afirmar a) gestão de bem público e as parcerias público. d) Ato administrativo complexo b) caducidade. II. que envolve. após processo b) Concessão administrativa instaurada para tal fim. dispensando administrativas. adicionalmente à tarifa cobrada dos c) A legislação federal permite a cobrança de tarifas usuários. d) anulação. administrativa. em sentido 119 . após ter assinado o contrato b) I. as de dos bens públicos por particulares. d) II e III. lei autorizativa e licitação para o seu deferimento.a concessão de uso de bem público depende de lei autorizativa para o seu deferimento.a concessão de uso de bem público é contrato d) serviço público. apenas. pelo poder permissão. observar a manutenção do Qual a modalidade de delegação de serviço público equilíbrio econômico-financeiro. que: privadas. qual está em DESACORDO com a Estão corretas as afirmativas: legislação? a) I. e) Ato administrativo composto c) revogação. b) Contrato de adesão consiste. 117 . em: c) Ato administrativo qualificado a) encampação.(2008 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: e) rescisão. quando houver c) Concessão patrocinada descumprimento de penalidades atribuídas pelo d) Consórcio público poder concedente.(2012 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: podendo haver indenização. c) serviço público e as parcerias público-privadas. III e IV. iniciativa privada. incumbe ao poder público.o ato de autorização de uso de bem público Prova: Especialista em Regulação – Economia) expedido pela Administração Pública pode fixar Dentre as situações que envolvem concessões.a autorização de uso de bem público é ato b) gestão de bem público. apenas. seguir. II . III e IV. III e IV. auto-patrocinadas e de gestão particular.(2012 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: b) Os contratos das concessões devem. contraprestação pecuniária do parceiro diferenciadas para o mesmo serviço prestado.(2006 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: da República. e) Permissão qualificada e) Uma das modalidades de término da relação contratual de concessão é o advento do termo. auto-patrocinadas e administrativo pelo qual o Poder Público atribui a administrativas. judicial específica. dos serviços públicos delegados à de serviços públicos. apenas. qual a natureza jurídica da por motivo de interesse público. Petrobras / Prova: Advogado) A hipótese de extinção diretamente ou sob regime de concessão ou da concessão através da retomada. a) O concessionário. a) Concessão comum d) A caducidade pode ser declarada. sempre através de licitação.(2008 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: ANP / IV . II e IV. através da permissão de serviço público? promulgação de lei autorizativa específica e a) Contrato de programa mediante o prévio pagamento de indenização. auto-patrocinadas e administrativo discricionário e precário. 115 . a condições de utilização do bem pelo particular.(2005 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: amplo. BNDES / Prova: Profissional Básico – Direito) São modalidades de concessões públicas. a prestação concedente. e) II. 22 . I . Petrobras / Prova: Advogado Júnior-2012) De acordo com a norma do artigo 175 da Constituição 118 . LIQUIGÁS / Prova: Profissional Júnior – Direito) necessariamente. apenas. mediante ação c) I.

são passíveis de revogação.(2010 / Banca: CESGRANRIO / 123 . tem-se que atividade econômica estão sujeitas ao regime a) tanto os atos administrativos discricionários. Nesse e) alienação sentido. pressupõe prévia indenização aos destinatários. d) Autorização quando se indica que o ato administrativo de e) Adjudicação desapropriação representa a onipotência do Estado e o seu poder de coerção. administrativos.(2014 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: b) Licença CEFET-RJ / Prova: Auditor) Os atos administrativos c) Permissão podem ser classificados de diversas formas.as sociedades de economia mista que exploram Innova / Prova: Advogado Júnior) Como é do atividade econômica e suas subsidiárias não estão conhecimento convencional. 124 . a revogação de um ato sujeitas ao princípio da licitação nos contratos de administrativo decorre de uma apreciação pautada obras e serviços. se considera o ato perfeito e acabado. Assim. por critérios de conveniência e oportunidade. verifica-se que a convalidação de um ato administrativo consiste em 23 . jurídico próprio das empresas privadas. d) motivos determinantes II . como os vinculados. c) a revogação de um ato administrativo submete-se d) I. Aqui. A esse IV . como tal.pode ser invalidado d) internalização mediante anulação. trata-se de identificar. precedida de processo administrativo disciplinar e b) I e IV. findos os quais e) II.(2012 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: a) forma Innova / Prova: Advogado Júnior) Qual ato de b) competência consentimento de polícia se caracteriza por sua c) finalidade vinculação. revogação e convalidação. norma estabelece que cabe ao Diretor do órgão e) o ato de revogação tem natureza meramente administrativo X a edição de específicos atos declaratória e. c) II e III. está-se fazendo referência ao 126 .as sociedades de economia mista que exploram e) fundamentos fixadores atividade econômica estão sujeitas à fiscalização do TCU. uma vez atendidos os d) motivação requisitos previstos em lei.(2012 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: ato de: Chesf / Prova: Profissional de Nível Superior) Um a) gestão ato administrativo . produz efeitos ex tunc.se competência para revogar os atos Petrobras / Prova: Profissional Júnior) Determinada administrativos por ela editados.as sociedades de economia mista que exploram respeito. III e IV. de forma que. Trata-se da aplicação econômicas pode-se afirmar que da denominada teoria das(os): I . d) somente à própria Administração Pública 121 .(2014 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: EPE / Órgão: Petrobras / Prova: Profissional Júnior – Prova: Advogado) O ato administrativo deve Direito) Sobre as sociedades de economia mista e estabelecer no mundo real os fundamentos suas subsidiárias que explorem atividades invocados para a sua emissão. a denominada 125 .não é necessária autorização legislativa para a a) razões fáticas criação de subsidiárias. Estão corretas APENAS as afirmações b) a revogação de um ato administrativo deve ser a) I e II.(2015 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: reconhece. sob um regime c) império jurídico de direito público . CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – ANULADA 120 .ato jurídico que decorre do b) expediente exercício da função administrativa. desde que haja previsão para b) validades dos atos esse fim na própria lei que instituiu a empresa de c) concausas conexas economia mista matriz. III e IV. a prazo prescricional de cinco anos.(2012 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: III . no que se refere ao elemento do ato. o interessado passa a ter e) abrangência direito subjetivo à sua obtenção? a) Concessão 122 .

critérios de conveniência e oportunidade denomina- d) submissão a um regime jurídico de direito público se de presunção de legitimidade (conformidade do ato a) discricionariedade administrativa com o ordenamento). competência a) constitui elemento tipicamente discricionário. d) intervencionismo administrativo e) vinculação. segundo classificações adotadas pela doutrina para os atos critérios de conveniência e oportunidade. preservando os efeitos produzidos no passado 129 . retroativos ao momento de sua expedição. de modo a atender ao fim público.(2008 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: b) integra a noção de mérito administrativo. produzindo uma eficácia retroativa escolher a conduta a ser praticada de acordo com (efeitos ex tunc). vinculado. De acordo e) consiste em ato administrativo discricionário. com efeitos ainda que em caráter precário. Chesf / Prova: Profissional de Nível Superior) A b) discricionário. afirma-se que a autorização. suprir vícios sanáveis em um ato ilegal. sendo vedada a avocação. com efeitos ex nunc. discricionário e Os atos administrativos podem ser classificados. vinculado e vinculado. e conforme o que dispõe a que temporária. e) extinção subjetiva b) pode ser feita por juízo de conveniência da Administração. ressalvadas as hipóteses de delegação e b) extinção do ato administrativo discricionário. feita pela Administração Pública ou pelo confere ao administrador público a possibilidade de Poder Judiciário. a forma discricionário. vinculado. c) polícia administrativa imperatividade e autoexecutoriedade. à forma de e) discricionário. efeitos jurídicos.(2010 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: a lei deixa certa margem de liberdade de decisão de Petrobras / Prova: Advogado) Considerando as modo que a autoridade poderá escolher. vinculado e vinculado. 132 . legislação brasileira. discricionário. a melhor caminho para o interesse público.(2012 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: a) vinculado.(2012 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: c) extingue um ato administrativo legal e perfeito. vinculado e exteriorização e à extinção. quando 130 . Petrobras / Prova: Advogado Júnior-2012) Conforme d) tem efeitos ex nunc (a partir da data de conhecimento convencional. dos elementos dos atos administrativos. de extinção do ato por razões de oportunidade e conveniência. discricionário. BNDES / Prova: Profissional Básico – Direito) De c) admite delegação. Nesse sentido. BNDES / Prova: Profissional Básico – c) extinção do ato administrativo por motivo de Administração) A prerrogativa de direito público que ilegalidade. ainda acordo com a doutrina. em e) é irrenunciável e se exerce pelos órgãos decisão na qual se evidencie não acarretar lesão ao administrativos a que tiver sido atribuída como interesse público nem prejuízo a terceiros. administração pública utiliza os atos administrativos c) discricionário. 128 . por avocação. é c) cassação INCORRETO afirmar que d) revogação a) pode ser feita pelo Poder Judiciário. respectivamente. a Administração deve agir sem liberdade de escolha e na discricionariedade. entre outros. licença. é denominada 131 . quanto aos atributos.(2010 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: a) anulação Petrobras / Prova: Advogado) Tratando-se de b) caducidade hipótese de revogação de ato administrativo. questão de mérito. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – a) ato produzido pela Administração Pública. visando à produção dos discricionário.(2011 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: (efeitos ex nunc). para d) admite avocação. perante e) consensualidade administrativa certas condições. vinculado e para exprimir a sua vontade. vinculado. veracidade (presumem-se b) vinculação administrativa verdadeiros os fatos alegados pela Administração). d) discricionário. quando a lei estabelece que. com a legislação pertinente. pode-se considerar que os atos 24 . a admissão e a permissão de uso de bem público. são atos: 127 . sendo vedada a delegação. própria. qual o administrativos. discricionário. a competência é um revogação). feita pela Administração Pública.

concedente.(CESG/APOIO ADMINISTRATIVO/ implícita. Estes podem ser. termo e condição atos administrativos. c) deve ser expressa. a) impede a deflagração dos seus efeitos.fato. c) I e III. (B) instaurar processo administrativo para rescindir d) motivo. de motivação específica. forma e motivação 137 – (CESG/ADVOGADO/BNDES/2006) O Acidentais . concessionária. forma. de 13 de fevereiro de 1995. caso de ato ainda ineficaz. vedada a sua revogação 138 .motivo. (C) instaurar processo administrativo para anulação 135 . objeto. Acidentais . c) forma. restando o bem público em administrativo que consiste na situação de direito ou estado lamentável de má-conservação. condição e fato espécie de efeito típico do ato. sujeito. apenas. em regra. razoabilidade 136 – (CESG/ADVOGADO/BNDES/2006) Sobre e objeto os atos administrativos. Acidentais .(CESG/2008/CAPES/Contador) A revogação (A) defeito do fim. responsável pelo poder parcial. Considerando de fato que determina ou autoriza a sua realização é a Lei no 8. vedada a sua revogação específica. o contrato de concessão. II . referida Lei.forma.encargo.modo. Acidentais . investigação de sua (E) encampar a concessão. apenas. respectivamente.modo.encargo.forma. 35. deve o a(o): órgão regulador a) competência. c) Essenciais . ANP/2008) Após a realização de uma licitação d) deve ser total. razoabilidade (C) É vedada a prática de atos abstratos pela e motivo Administração Pública. motivo e bilaterais. a) I. motivação. por definição. sujeito. II e III. condição e encargo (A) As autorizações. b) produz os mesmos efeitos jurídicos da sua (E) incompetência. termo e condição (D) É exemplo de ato constitutivo a demissão de um d) Essenciais . IV. na forma do art. Assinado o termo de concessão e passado um ano. caducidade do contrato. e) Essenciais . de imedia to.(CESG/2008/CAPES/Contador) O controle do contrato. conspurcado em sua legalidade. objeto. invalidação. (A) instaurar processo administrativo para verificar a b) finalidade.(CESG/APOIO ADMINISTRATIVO/ ANP/2008) Quanto ao ato administrativo.987. I .Um ato administrativo deve ser anulado quando d) II e III. /Inf.sujeito. o órgão federal. adjudicou o objeto do certame à e) desconstitui os seus efeitos passados. de imediato. constituem atos b) Essenciais . (D) ilegalidade do objeto.Alguns atos administrativos requerem a produção b) II. o órgão regulador verificou que não 134 . judicial dos atos administrativos se estende à (D) declarar a caducidade do contrato. Adm. Está(ão) correto(s) o(s) item(ns): apresentam-se as afirmações abaixo. sujeito e funcionário público.(CESG/2006/DNPM/Téc. a) Essenciais . finalidade. 25 . termo e condição chamado desvio de poder é vício do ato administrativo que deriva do(a): 133 . da e) objeto. objeto (B) Os atos da Administração são. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – administrativos possuem elementos formativos.) O foram realizados os investimentos de manutenção requisito necessário à formação do ato previstos para o período. forma. 139 . de um ato administrativo: (B) defeito de motivo. assinale a afirmação correta. no (C) defeito de forma. apenas. e) I. finalidade (E) Os efeitos prodrômicos do ato administrativo são Acidentais . razoabilidade. apenas.objeto. sujeito.

estatais. o abuso deve incidir sobre atos fiscalização. sendo estes últimos tipicamente aplicação. d) decreto regulamentar IV. Ocorre que (E) I. II. II. prerrogativa da Administração Pública. III e IV benefício à adimplência do consumidor. III e V a Empresa DELTA – CRIAÇÃO DE CAMARÕES LTDA.(CESG/APOIO ADMINISTRATIVO/ lei. pretende fazer uso da 140 . âmbito do seu ordenamento setorial V . b) Empresa Ômega agiu corretamente dentro da III . (D) I. II e IV consumidor que desenvolva atividade de irrigação (B) I.É razoável acompanhar parte da doutrina que Agências Reguladoras. a) discricionários Esse ato é inerente ao denominado b) vinculados a) poder de polícia c) legais b) dever administrativo d) omissivos 26 .É razoável considerar como inválidos os atos d) Resolução da ANEEL extrapola o âmbito da totalmente vinculados produzidos por funcionário atuação da agência. editar atos gerais e abstratos assente na existência de atos da administração e atos para complementar as leis e permitir a sua efetiva administrativos. III e IV disposto. setor elétrico.A competência. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – III . a: órgão. III e V 143 . é irrenunciável e se energia do inadimplente – pode o menos – impedir o exerce pelos órgãos administrativos a que foi uso do desconto tarifário.Os atos administrativos anulados podem ser e) alvará de agência convalidados.É aceitável considerar que a competência do Nessa situação. a Resolução no ZZZZ/01 condicionando tal (D) I. através das II . para prática de atos concepção de que quem pode o mais – cortar a administrativos em processos. sendo discutido com relação ao consumo de DELTA. sem restrições. vinculado ao Estado W. atribuída como própria. situado no município XX. II.Um ato administrativo pode ser revogado por 142 . (A) I. Na teoria dos poderes e deveres dos agentes público. já que existe um débito que está administrativo. II e IV agindo de forma ilegal ao estabelecer requisito não (B) I.Todos os atos administrativos possuem c) ato discricionário presunção de legitimidade. dedicada à aquicultura. necessárias ao alcance do benefício da redução IV . V . IV e V previsto na lei. é um dos a) Empresa Ômega Energia está correta.(2015 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: pratica um ato em fase executória considerado Petrobras / Prova: Advogado Júnior) Um agente abusivo. já que é pressupostos necessários para a sua validade. II. III e IV o tema. analise as afirmações a seguir. para se fazer jus ao benefício nela (C) II. no exercício regular da sua atividade de públicos. IV e V e/ou aquicultura. sobre (C) II.Os atos do processo administrativo não tarifária. mas a Empresa Ômega Energia em estado de loucura. I .(2014 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: EPE / Prova: Advogado) Determinado agente público 141 . aplicação de descontos es. Entretanto. autua e interdita posto de gasolina administrativos. na independência e atribuição dependem de forma determinada senão quando a lei regulamentadora que a lei de regência confere no expressamente a exigir. Estão corretas APENAS as afirmações e) ANEEL exorbitou de seu poder regulamentar. eis que a autarquia é a haja sido idêntica àquela que a lei antecipadamente autoridade competente para disciplinar as tarifas do impunha como a única admissível.peciais na tarifa de Estão corretas APENAS as afirmações fornecimento de energia elétrica relativa ao (A) I. observadas as restrições específicas. sendo excepcional a sua c) Resolução da ANEEL traça as diretrizes delegação. a ANEEL editou. III e IV (E) I. mesmo que a decisão tomada fica obrigada a ela obedecer. o que lhe está sendo vedado pela Empresa ANP/2008) Considerando o conceito de ato Ômega Energia. para a prática do ato administrativo.(2014 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: EPE / conveniência e oportunidade da administração Prova: Advogado) A Lei no XXXX/00 prevê a pública. EXCETO os.

a autoridade atuou regras do Decreto n° 2. e esta não puder ser repetida sem prejuízo 145 . neste caso. é inexigível a a) realizando atos vinculados inerentes à função de licitação na seguinte circunstância: chefia a) nos casos de emergência. mantidas. é considerada vencedora evento será quarenta e cinco dias para a empresa KK. devem ser comunicados para apresentar justificadamente. o qual foi c) renúncia arquivado por falta de provas. e) tomada de preços b) prazo para interposição do recurso tem início na data da intimação pessoal do licitante. para a Petrobras. cancelou as conclusões da 148 .(2008 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: TJ. Após o arquivamento. d) para aquisição de hortifrutigrangeiros e gêneros b) exoneração do cargo ou função.(2015 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: comissão e impôs ao servidor pena de censura.(2013 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: licitação sofrer IBGE / Prova: Analista – Auditoria) Marco é a) inexigibilidade servidor público. portos. de acordo com a lei geral 149 . incumbidas regimental ou exclusivamente de cargos em comissão ou funções estatutariamente da pesquisa desde que detenham de confiança é a de inquestionável reputação ético-profissional. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – e) comissivos prejuízo para a Administração. Estado de Rondônia no 68/92 . assim considerados aqueles que objetivem a soma de 146 . Petrobras / Prova: Advogado Júnior) Observadas as Nesse caso. a sanção aplicável a ocupantes lucrativos.(2015 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: de licitações. Nos termos da lei geral de licitações. e) abusando do seu poder funcional b) quando não acudirem interessados à licitação anterior. mantidas. e) deserção Seu sucessor determinou o desarquivamento do processo referido. Nos termos da lei geral de b) convite licitações. quando caracterizada a b) observando o interesse público pela probidade urgência de atendimento de situação que possa c) praticando atos discricionários na penalização ocasionar prejuízo ou comprometer a segurança de d) exercendo regularmente o poder disciplinar pessoas. Irresignada. neste caso. não puder ser repetida sem impugnação. e) suspensão do cargo ou função. Após o julgamento. a empresa YY apresenta a) pregão recurso administrativo. poderá a 144 . no exercício do c) na contratação de instituições brasileiras. sem fins poder disciplinar.745/1998. Os avisos contendo o resumo dos editais dos procedimentos licitatórios. c) cassação do cargo ou função. para gerenciamento LIQUIGÁS / Prova: Profissional Júnior – Direito) conjunto de empreendimentos. serão publicados e conterão a Petrobras / Prova: Advogado Júnior) As empresas indicação do local em que os interessados poderão WW. e) para a celebração de contratos de aliança. O prazo mínimo até o são habilitadas por apresentarem os documentos recebimento das propostas ou da realização do hábeis. perecíveis aos navios petroleiros e embarcações. por motivo ou movimentação operacional. quando em estada eventual de curta duração em d) destituição do cargo ou função.(2015 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: c) julgamento do recurso deve ocorrer no prazo LIQUIGÁS / Prova: Profissional Júnior – Direito) máximo de trinta dias. o c) seleção a) recurso apresentado não impede a formalização d) concurso do contrato. NN e KK apresentam-se para submissão a ler e obter o texto integral do edital e todas as certame perante sociedade de economia mista. quando não d) licitante vencedor e os demais participantes acudirem interessados à licitação anterior e esta. 147 . a) demissão de cargo ou função. 27 . YY. d) desistência a autoridade que chefiava a seção foi substituída.(2015 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: esforços entre empresas. Ele sofreu processo administrativo b) dispensa disciplinar perante comissão de inquérito. todas as condições preestabelecidas. Todas informações sobre a licitação. as condições RO / Prova: Oficial de Justiça) Segundo a Lei do preestabelecidas.

exige-se uma d) concorrência. pode contratar livremente com o contrato. os fornecedores. que regula as licitações e os c) tomada de preço. motivada por crise instaurada no Oriente b) convidada preferencialmente para as licitações Médio a qual impede a exportação desses bens para públicas. 45 dias contratos administrativos. busca adquirir. em observância à Lei de atuar em sociedade empresária que. De acordo e) tomada de preços com a Lei federal no 8. e pretende realizar Jurídicas (CNPJ) diversas aquisições de material. b) leilão Procurando gerar novos negócios. 15 dias documentação para acolhimento da habilitação e) concorrência. essa dispensa é motivada por intervenção 150 . para contratação de b) Fundo Programa de Formação do Patrimônio do um grupo de projetos executivos de engenharia. Para isso.666/1993. 30 dias Lei nº 8. Uma modalidade de licitação (FCEP) adequada a esse caso. bens de 156 .(2014 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: a) tomada de preço. 30 dias jurídica.666/1993. a Lei de licitações exige certidão 151 . de início. que estabelece regras gerais sobre licitações e contratos. Nesse caso. a referida 153 . CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – e) segundo colocado deve ser convocado para firmar dessa circunstância. mercado. acoplada ao seu licitações a modalidade aplicável seria o(a) negócio.238. Diante 28 .(2015 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: específica de regularização perante o Petrobras / Prova: Profissional Júnior) Um órgão da a) Fundo Programa de Integração Social (Fundo administração pública direta deseja realizar uma PIS) licitação do tipo técnica e preço.(2014 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: pequeno valor. participa de c) concurso procedimento licitatório com empresas estrangeiras d) concorrência que não realizam sua produção no país. Assim. fornecimento a indústrias e pessoas no Brasil. e respectivo prazo mínimo de publicidade são os seguintes: 155 .(2015 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: a) na propriedade privada Petrobras / Prova: Profissional Júnior) A modalidade b) no domínio econômico de licitação com procedimento mais simplificado é c) nos preços administrados o(a) d) nas indústrias nacionais a) convite e) internacional mercantil b) leilão c) pregão 154 . Faz parte dessa documentação a(o): a) certidão negativa da Receita Federal 152 . com Servidor Público (Fundo PASEP) vistas à realização de obras de infraestrutura urbana c) Fundo de Previdência Público (FPP) complexas e pioneiras na área portuária de uma d) Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) cidade brasileira. também utilizando o critério da Lei CEFET-RJ / Prova: Auditor) Ramsés é convidado a de licitações. com o fito de buscar o melhor preço.(2014 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: d) concurso LIQUIGÁS / Prova: Profissional Júnior) Dentre os e) tomada de preço documentos específicos de regularidade fiscal e trabalhista.12.(2014 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: sociedade poderá ser. LIQUIGÁS / Prova: Profissional Júnior) A União a) contratada diretamente sem necessidade de verifica que está ocorrendo falta de gás e gasolina no licitação. realiza pesados investimentos em pesquisa a) convite e no desenvolvimento de tecnologia no Brasil. usa os d) inscrição na entidade profissional competente critérios que apreendeu ao estudar o rito licitatório e) registro comercial. 15 dias CEFET-RJ / Prova: Administrador) Nos termos da b) tomada de preço. O orçamento total dos projetos é e) Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza de R$ 751. De acordo com a Lei de licitações. no caso de empresa individual utilizado pelo Estado.(2014 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: b) inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) LIQUIGÁS / Prova: Profissional Júnior) Beto é c) inclusão no Cadastro Nacional de Pessoas gerente da empresa Mai Ltda.

d) contratação para a execução da obra ou do serviço a empresa pública poderia por preço certo e total. Prova: Analista de Gestão Corporativa - Administração Geral) Um gestor público realizou 160 . notificação para informar que o referido engenheiro b) compra de bens.(2015 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: normas gerais sobre licitações e contratos Petrobras / Prova: Advogado Júnior) Um engenheiro administrativos no âmbito dos Poderes da União. e) considerada como colaboradora da Administração d) declarar a inidoneidade para contratar com a Pública Administração Pública. deverá ser designado para atuar como b) indicação de ser a contratada empresa solvente pregoeiro um(a): c) verificação de cumprimento de critérios de a) cidadão qualquer habilitação b) leiloeiro público d) conclusão da obra contratada devidamente c) servidor do órgão auditada d) integrante de organização não governamental e) projeção do patrimônio da empresa contratada e) pessoa especialmente inserida no serviço público para efeito de responsabilidade civil 158 . contratar com a Administração. segundo as regras da lei geral de licitações. a) aplicar sanção administrativa de suspensão e) transferência do domínio de bens a terceiros temporária de participação em licitação. o prazo fixado para a o contratado apresentar títulos da divida pública apresentação das propostas. contado a partir da a) ao portador publicação do aviso. 29 . recolhimento de imposto sobre a renda referente ao c) contratação para a execução da obra ou do serviço serviço prestado à empresa pública. dolosamente. situação. entidades da Administração.(2014 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: e) dez Petrobras / Prova: Técnico(a) de Administração e Controle Júnior) A Lei no 8. poder aplicar qualquer sanção administrativa.666/1993 estabelece as 159 . é contratado como consultor especial para prestar dos Estados. de uma só vez ou parceladamente. pode regulamenta o tema. não será inferior a quantos dias b) escriturais úteis? c) cartulares a) dois d) estrangeiros b) quatro e) bursáteis c) seis d) oito 162 . ainda sem sentença.(2014 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: EPE / ressarcimento da Administração. nos termos da Lei federal que como garantia para a fiel execução do contrato. retornando ao serviço com novas ideias da lei geral que regula os contratos administrativos. para administrar o órgão onde atua. e) determinar o cancelamento do contrato e o 157 . Um dos seus a rescisão administrativa está vinculada à primeiros atos consistiu em organizar o sistema de a) autorização escrita e fundamentada da autoridade pregão. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – c) escolhida vencedora caso ocorra empate das b) aplicar sanção administrativa de impedimento de propostas.(2015 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: curso de aperfeiçoamento em instituição de ensino Petrobras / Prova: Profissional Júnior) Nos termos renomada. d) indicada para participar de outras licitações em c) aguardar o trânsito em julgado da decisão para diversos órgãos públicos. Petrobras / Prova: Profissional Júnior) Nos termos Administração Geral) Na denominada fase externa da lei geral que regula os contratos administrativos do pregão. do Distrito Federal e dos Municípios. utilizando seus próprios por praticar. realizada pelos órgãos e estaria sendo réu em ação penal. a empresa é surpreendida por à Administração. serviços a empresa pública após ser vitorioso em Essa Lei define a alienação como sendo a certame licitatório.(2014 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: EPE / 161 .(2015 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: Prova: Analista de Gestão Corporativa . fraude fiscal no meios. Alguns meses depois da a) aquisição remunerada de bens para fornecimento contratação. Observada essa por preço certo de unidades determinadas. em igualdade de condições. Nos termos da Lei federal que regulamenta o competente tema.

os acréscimos ou supressões a ser feita mediante termo aditivo ao contrato. e) concessão conclusão e entrega deverão ser publicados em Diário Oficial pela contratada.666/1993 (Lei de Licitações e Contratos administrativos celebrados por aquela entidade. e a segunda é c) fiscalizar-lhes a execução e aplicar sanções verdadeira. uma autarquia federal foi questionada a respeito do Analisando-se as afirmações acima à luz da Lei no regime jurídico aplicável aos contratos 8. 55 da Lei n° 8. Administração Pública a prerrogativa de b) as duas afirmações são verdadeiras.(2014 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: EPE / b) a recomposição do equilíbrio econômico e Prova: Advogado) O acordo entre partícipes com financeiro será mensurado em contrato com finalidade pública que pode ser denunciado a terceirizados. qualquer tempo é considerado como sendo um(a): c) as alterações devem ser de comum acordo entre as a) convênio partes. d) a primeira afirmação é falsa. serviços ou compras. com vistas à obtenção de preços e condições mais 166 . PORQUE 168 . Prova: Advogado) A nulidade do contrato d) o objeto e seus elementos característicos. sob pena de nulidade por incalculáveis para a execução do ajustado.666/93.(2010 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: Conhecimentos Básicos) Quando um contrato é BNDES / Prova: Arquiteto) Todo contrato atingido no seu equilíbrio econômico-financeiro. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – 163 . afirma-se que ficando o contratado obrigado a aceitar. administrativo dispensa a Administração Pública de e) os prazos de início de etapas de execução. e) as duas afirmações são falsas. como característica de tais a) as duas afirmações são verdadeiras.(2010 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: A declaração de nulidade do contrato administrativo BNDES / Prova: Advogado) A assessoria jurídica de opera retroativamente. deve ser desrespeito ao princípio da legalidade. A esse respeito. nas mesmas a) a alteração das condições de pagamento deverá condições contratuais. tenham sido executados.(2014 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: EPE / Prova: Analista de Gestão Corporativa . não justifica a primeira. 167 . b) contrato d) as modificações do regime de execução c) consórcio dependem do contratado. d) convenção e) os prazos de início das etapas de execução. a presença de cláusulas que conferem à justifica a primeira. inclusive por serviços que já conclusão e entrega. b) rescindi-los unilateralmente nos casos de c) a primeira afirmação é verdadeira. e a segunda é inexecução total ou parcial do ajuste.(2012 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: EPE / c) os direitos e as responsabilidades das partes. de garantia de prévia defesa ao contratado. Pública. e) estabilização b) as especificações técnicas e os parâmetros mínimos de desempenho. independente falsa. indenizar o contratado. serem feitos nas obras. A Administrativos). conclui-se que equipe apontou. e a segunda contratos. d) prorrogá-los por iguais e sucessivos períodos.(2010 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: vantajosas para a Administração. mas de consequências cláusulas essenciais. De acordo aplicada a denominada com o art. administrativos com o poder público é um tema de e) modificá-los unilateralmente para melhor interesse para o contratado e para a Administração adequação às finalidades de interesse público. e a segunda a) celebrá-los com prazo de vigência indeterminado. até o 30 . administrativo com o Poder Público deve possuir as diante de fatos previsíveis. limitando-se a 36 BNDES / Prova: Arquiteto) A alteração de contratos (trinta e seis) meses. motivadas pela inexecução total ou parcial do ajuste. 164 . 165 . NÃO é a) revisão considerada cláusula necessária no contrato b) reparação administrativo c) indenização a) a vinculação ao edital de licitação ou ao termo d) retenção que a dispensa.

Prova: Advogado) A respeito do regime jurídico e) Admite-se a celebração de contrato por prazo aplicável aos contratos administrativos. nos casos terceiros. b) A celebração do contrato administrativo é dispensável nas hipóteses de inexigibilidade de 174 . b) II . respeitados os direitos dos bens. defesa ao contratado. está interessada em buscar sua 170 . servidora pública lotada no e) I e III. parcial do ajuste. d) vedação à exigência de prestação de garantia. que a dispensa.(2010 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: c) III.Área 31 . analise as indeterminado.Nos contratos administrativos. Petrobras / Prova: Advogado) Dentre as d) modificação unilateral pela Administração considerações listadas abaixo.financeiro contratual. independente de garantia de prévia b) presença de cláusulas exorbitantes. prévia defesa. 173 . qual é a que. b) aplicação das sanções de advertência. administração e finanças (DGAF) do mesmo órgão. ao efetivar aquisições.(2010 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: licitação. começou a estudar a Lei no 8.(2010 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: independente de concordância do contratado. de sua inexecução total ou parcial. para melhor adequação às finalidades de tratando de contrato administrativo para aquisição de interesse público. a) I. empresa governamental e. municipal. restrita às hipóteses de execução por meio de diversas cláusulas prestação de serviços contínuos. independente de c) o preço e as condições de pagamento. contraditório e ampla defesa. ser alteradas sem prévia concordância do contratado.É vedado o contrato administrativo com prazo de 172 . multa e b) a característica do tipo de transporte contratado de declaração de inidoneidade ao contratado. d) as garantias oferecidas.A prerrogativa de rescisão unilateral do contrato característica de tais contratos a administrativo nos casos de inexecução total ou a) imutabilidade de condições.Área d) I e II. corretamente. a Administração Indagado sobre o regime jurídico a que se submetem Pública tem a prerrogativa de fiscalizar a execução os contratos administrativos. Administração Geral) A EMPESQUISA é uma Diante disso. independente de à do contrato celebrado. BACEN / Prova: Analista do Banco Central) II . assertivas abaixo. limitada a vinte e obrigatórias. favorável à Administração Pública. concluiu corretamente que os faz por meio de contrato com fornecedor. desde que demonstrada a sua a) a vinculação ao edital de licitação ou ao termo vantajosidade. 171 . como III . 5) Josenete. Administração Pública a prerrogativa de romper o equilíbrio econômico. é uma cláusula exorbitante c) impossibilidade de prorrogação. I . está de acordo com as regras da Lei no contratados. o pesquisando o assunto. É correto APENAS o que se afirma em e) indeterminação do prazo de vigência.666/93 e.(2010 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: EPE / licitações realizadas sob a modalidade convite.(2010 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: EPE / transferência para o departamento geral de Prova: Analista de Gestão Corporativa .666/93? e) rescisão determinada por ato unilateral e escrito a) A nulidade do procedimento licitatório não induz da Administração Pública.(2010 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: vigência indeterminado. o assessor especial do do contrato e aplicar as sanções motivadas pela Departamento de Administração de uma autarquia inexecução total ou parcial do ajuste. BACEN / Prova: Analista do Banco Central . EXCETO quatro meses. Tal contratos administrativos admitem contrato deve estabelecer condições para sua a) apenas uma prorrogação. apontou. em se Pública. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – limite de 30% (trinta por cento) do valor inicial c) As cláusulas econômico-financeiras não poderão atualizado do contrato. c) cláusulas exorbitantes que conferem à e) as penalidades e os valores de multa. d) Admite-se a celebração de contrato verbal nas 169 . departamento de recursos humanos (RH) de um órgão federal. BACEN / Prova: Analista do Banco Central . 8.

A Petrobras / Prova: Advogado) Tratando-se de empresa apresentou melhor preço e as certidões contrato administrativo celebrado em conseqüência necessárias ao processo de contratação com o da conclusão de procedimento licitatório realizado serviço público. interrompidos. apenas. prestar esclarecimentos seria equivalente à renúncia c) I. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – 6) A empresa Cuias e Caçambas S/A participou de e) prerrogativa de alteração unilateral do contrato. observado o prestada.555 de segundo a legislação especial. inclusive uma de licitação. e sancionada com aplicação de multa prevista em lei.(2008 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: falsa ou cometer fraude fiscal. pode-se participantes da licitação. d) I.(2008 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: do Banco Central. b) teoria da imprevisão. ainda. A contrato. apenas. licitação denominada pregão. para manutenção do a) 6 meses. sendo vencedora do processo nos termos da Lei no 8. a eventual recurso administrativo. pelo prazo de até revisão do preço do contrato.a exigência de garantia poderá ser cumprida alegações escritas. III e IV. esta o contrato foi rescindido. Foi instaurado II . 32 . b) os serviços prestados não poderiam ser e) I. disposto na legislação. a proposta ou fraudar na execução do contrato. BNDES / Prova: Profissional Básico – Arquitetura) d) somente mediante autorização judicial pode Ao aprovar o regulamento para a modalidade de ocorrer o processo administrativo sancionatório. comportar-se de modo inidôneo. com base b) 1 ano. no(a): c) 2 anos. que não fora escolhida. ficará impedido de licitar e Tecnologia) Nos contratos administrativos. fizer declaração 175 . d) 5 anos. não mantiver administrativo sancionatório. afirmar que: apresentou representação ao Banco Central. final do processo administrativo. a contratar com a Administração enquanto perdurarem acentuada elevação dos preços de matérias-primas os motivos determinantes ou até que seja promovida empregadas na consecução do objeto contratual. e não utilizada durante a vigência do contrato. garantido o direito CAPES / Prova: Assistente em Ciência e prévio de ampla defesa. e) 10 anos.compete ao contratado escolher. III e IV. I . decisão foi proferida por Gerente do Banco Central.666/93. Após três meses. a) direito adquirido. 176 . qual modalidade de garantia será Caçambas foi devidamente intimada. a busca da tutela administrativa perante a Diretoria Colegiada 178 . uma das empresas garantias a serem prestadas pelo contratado. a empresa foi IV . tendo em vista o prejuízo sofrido pela administração pública. seu equilíbrio econômico-financeiro. das certidões de regularidade fiscal. o Decreto no 3. c) exceção de contrato não cumprido. A empresa apresentou suas III . 08/08/2000 estabelece que o licitante que ensejar o e) houve regular configuração do devido processo retardamento da execução do certame. a reabilitação perante a própria autoridade que causada por desequilíbrios econômicos. II. conclui-se que a) II. Está(ão) correta(s) a(s) afirmativa(s) Diante do narrado.a garantia contratual poderá ser exigida do alegando que alguns dos documentos apresentados licitante vencedor ainda que não prevista no edital pela licitante vencedora seriam falsos. apenas. d) prerrogativa de rescisão unilateral do contrato. sendo determinada a deverá ser restituída ao contratado ao final do convocação da segunda colocada no certame. acrescida de juros e correção monetária. procedimento licitatório para oferecer prestação de serviços de transportes para o Banco Central. a) o comparecimento espontâneo da empresa para b) II e IV.nos casos de garantia prestada em dinheiro. 177 – xxxxxx c) caberia. autoriza a aplicou a penalidade. e a empresa Cuias e previstas em lei. Após o (pessoas físicas). no que tange às licitatório. apenas.(2008 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: afirmando possuir uma frota própria de veículos. no caso em exame. postulando a realização de através da fiança pessoal dos sócios do contratado diligências que foram deferidas e realizadas. II e IV. dentre as opções processo administrativo.

respeitados os direitos do contratado. a) É vedada a contratação por prazo indeterminado. quando necessária a d) A empresa contratada fica obrigada a aceitar. bem como do modo de fornecimento. quando houver modificação do c) A prorrogação contratual deve ser justificada por projeto ou das especificações.(2007 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: 181 . de autenticidade certificada. (C) unilateralmente. em supressões que se fizerem nas obras. substituição da garantia de execução. aos casos omissos. inexecução contratual.666/93. sem a correspondente contraprestação de fornecimento de bens ou execução de obra ou serviço. durante deficiência física. competente para celebrar o contrato. desde que compatíveis ou inerentes às finalidades do órgão ou entidade. apenas. até 25% (vinte e cinco por cento) do valor termos contratuais originários inicial atualizado do contrato. com relação ao cronograma financeiro contrato não cumprido”). por órgãos ou entidades da habilitação e qualificação exigidas na licitação. apenas. quando necessária a b) É assegurada à Administração a prerrogativa de modificação do valor contratual em decorrência de modificar unilateralmente o contrato. na hipótese de 8. das respectivas esferas de governo. desde que consagrado pela crítica em caso de rescisão administrativa decorrente de especializada ou pela opinião pública.(CESG/APOIO ADMINISTRATIVO/ANP / REFAP AS / Prova: Advogado Júnior) Tratando-se 2008) É inexigível o procedimento licitatório. artístico. mantido o valor suspender os serviços contratados pela inicial atualizado.666/1993. qualificadas no âmbito a) I e II.666 de 1993. nas modificação do regime de execução da obra ou mesmas condições contratuais. c) I. (D) por acordo das partes.666/93. para atividades b) II e III. devem obrigatoriamente constar dos (A) intervenção da União no domínio econômico referidos instrumentos cláusulas que estabeleçam: para regular preços ou normalizar o abastecimento. adequação às finalidades de interesse público. vedada a antecipação do Administração Pública (“princípio da exceção de pagamento. apenas. 33 . todas as condições de comprovada idoneidade. para a prestação de serviços IV – a indicação do licitante classificado em ou fornecimento de mão-de-obra.(CESG/APOIO ADMINISTRATIVO/ INCORRETA acerca dos contratos administrativos ANP/2008) Considerando o disposto na Lei no celebrados por ente da Administração Pública. licitante vencedor. fixado. exclusivo. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – 179 . diretamente ou através de empresário II – o reconhecimento dos direitos da Administração. (E) aquisição ou restauração de obras de arte e d) II. para melhor acréscimo ou diminuição quantitativa de seu objeto. (B) contratação de profissional de qualquer setor especialmente. quando conveniente a necessários à execução de suas atividades. III e IV. de maneira a permitir sua contratação contratado seja compatível com o praticado no direta em caso de inadimplemento contratual do mercado. quando necessária a e) O atraso no pagamento das faturas por qualquer modificação da forma de pagamento. e) I. I – a legislação aplicável à execução do contrato e. III e IV. nos de contratos administrativos regidos pela Lei nº termos da Lei no 8. II e III. apenas. 180 . após 8. II. para melhor escrito e previamente autorizada pela autoridade adequação técnica aos seus objetivos. nos limites permitidos pela Lei no 8. (D) celebração de contratos de prestação de serviços Estão corretos os itens: com organizações sociais. desde que o preço segundo lugar. a Administração Pública NÃO pode alterar a realização do correspondente procedimento o contrato administrativo licitatório para aquisição de equipamentos (A) unilateralmente. serviços ou face de verificação técnica da inaplicabilidade dos compras. contempladas no contrato de gestão. os acréscimos ou serviço. Administração Pública. objetos históricos. sem fins lucrativos e de toda a execução do contrato. por imposição período assegura à empresa contratada o direito de de circunstâncias supervenientes. (C) contratação de associação de portadores de III – a obrigação do contratado de manter.(2006 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: Petrobras / Prova: Advogado) Assinale a afirmação 182 . (B) unilateralmente. (E) por acordo das partes.

desde que não (C) competência. sendo permitido entre quaisquer interessados que. observada a necessária I .) Analise condições exigidas para cadastramento até o as afirmativas abaixo. 188 . Está(ão) correta(s) a(s) afirmativa(s): 186 . (C) concorrência. terceiro dia anterior à data do recebimento das propostas. concurso e tarefa. de obras e serviços de engenharia. II .(CESG/ANAL. com indicação dos objeto. fatos e fundamentos jurídicos. consulta e pregão. III . somente. Adm. melhor técnica e técnica e preço. do ato administrativo: (A) vinculação e discricionariedade.666/93 confere à Administração cadastrados ou que atenderem a todas as diversas prerrogativas. 187 . somente. II e IV objeto. Adm.Os atos de caráter normativo poderão ser a) Concurso é a modalidade de licitação entre delegados. forma. economicidade. /INF.000. na fase efetuar sua reprodução mecânica. e) II e III.00. JUD.666/93. forma e vinculação. assinale a afirmativa INCORRETA. exigidos no edital para execução de seu tais atos poderão ser motivados. c) I e II. escolhidos e e. somente. (E) concorrência. objeto.(CESG/2006/DNPM/Téc. comprovem sejam prejudicados direitos dos interessados. são feitas as afirmações relação às modalidades de licitação previstas na Lei abaixo. III e IV convidados em número mínimo de 3 (três) pela unidade administrativa.. d) I e III. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – 183 . (B) maior lance ou oferta. finalidade e motivo./TJ-RO/2008) São modalidades de licitação: a) I. b) II. II . possuir os requisitos mínimos de qualificação III . tomada de preços. convite e pregão. a. somente. tomada de preços. I e III d) Convite é a modalidade de licitação entre c. de produtos legalmente apreendidos ou Estão corretas APENAS as afirmações: penhorados./TJ-RO/2008) São elementos escritas de preços e lances verbais. 8. quaisquer interessados para a venda de bens que deve ser dirigido inicialmente à autoridade móveis inservíveis para a administração ou prolatora do ato. dispusta pelo fornecimento de bens ou serviços é feita em sessão pública. I . c) Leilão é a modalidade de licitação entre IV. (D) presunção de legitimidade e hetero- executoriedade. ADM. (D) concorrência. b.(CESG/2006/DNPM/Téc. de acordo com a conveniência do quaisquer interessados para provimento em dirigente do órgão. desde que não inicial de habilitação preliminar. convite e adjudicação./ INF.(CESG/AG.No caso de decisão sobre concursos públicos. cargos públicos na administração pública. homologação. convocação dos interessados./ANP/ 2008) O regime e) Tomada de preços é a modalidade de jurídico dos contratos administrativos instituídos licitação entre interessados devidamente pela Lei no 8.(CESG/AG. I e II igual ou superior ao valor da avaliação. eficiência e controlabilidade. por meio de propostas 185 . cadastrados ou não. (A) menor preço.Os atos decisórios de órgãos colegiados deverão b) Concorrência é a modalidade de licitação constar de ata ou termo escrito. somente.) Em aos atos administrativos. EXCETO a de 34 . I e IV interessados do ramo pertinente ao seu d. ADM. a quem oferecer o maior lance.(CESGR/ANAL. ultrapasse o valor de R$ 80./ANP/ 2008) Em relação 184 . JUD.Contra decisões administrativas cabe recurso.Pregão é modalidade de licitação em que a qualificação.O pregão pode ser utilizado para a contratação (B) competência.A fase preparatória do pregão se inicia com a (E) presunção de legalidade.

ao contrato administrativo cláusula que estabeleça por telegrama.. (D) quando a matéria do processo envolver assunto (C) fiscalizar-lhes a execução. salvo estipulação em contrário. (B) os atos do processo administrativo não (B) instauração. relação aos contratos administrativos. (C) é vedada a sua rescisão unilateral sem a anuência todos. (C) o regime de execução ou a forma de 191 .. (B) o objeto e seus elementos característicos. procedimento licitatório em que a Administração finalidade. especificados no art. respeitados os direitos do contratado. o da (A) é dispensável na modalidade tomada de preços. devendo. contudo. exige-se novo acordo entre as administrativo no âmbito federal. ADM. a sua finalidade.666/93. consulta pública para manifestação de terceiros. de afirmar que: conclusão. local de sua realização e a assinatura da autoridade responsável. por via postal com aviso de recebimento. produzidos por escrito. aos princípios da legalidade. partes para modificação do projeto ou de está em DESACORDO com as regras do processo especificações relacionadas à melhor adequação à administrativo previstas na Lei no 9.784/99. de atuação conforme a Lei e o (B) instaura o processo administrativo que cuida do Direito. (E) no caso de interessados determinados. observância das formalidades essenciais à garantia 35 . a intimação dos 189 . afirmação de que (A) os processos administrativos deverão obedecer. porém só em 1999 for inexigível. nos casos para a parte interessada. conhecidos e com domicílio sabido. serem (D) habilitação. se não houver prejuízo (E) rescindi-los unilateralmente. encadeada de atos administrativos que tendem. I. moralidade. ADM. norma administrativa da forma que melhor garanta o (B) celebrar contrato com prazo de vigência atendimento do fim público a que se dirige. 190 . NÃO é essencial processo. com a data e o (E) abertura das propostas. foi editada a Lei no 9. ciência do interessado./ANP/2008) Segundo as atos processuais poderá ser efetuada por ciência no exigências da legislação em vigor. indeterminado. abrir período de adequação às finalidades de interesse público. fundamentais do processo administrativo foram (D) admite-se o contrato verbal quando a licitação previstas no texto constitucional./ANP/ 2008) Celso (B) a Administração somente poderá alterar Antônio Bandeira de Mello define processo unilateralmente o seu preço em virtude de aumento administrativo como “(. dependem de forma determinada. contraditório e eficiência. de observação e de (A) o foro competente para dirimir qualquer questão recebimento definitivo.784. por publicação oficial. impulsão de ofício. motivação. da Lei no 8. a um resultado final e conclusivo”. Nesse contexto. (A) edital. de interesse geral. As regras da parte contrária. conforme o caso relacionada ao seu objeto será o do local em que o (E) os casos de rescisão contratual. ampla contratação é o(a): defesa. proporcionalidade. da adequação entre meios e fins. antes da decisão do pedido. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – (A) aplicar sanções motivadas pela inexecução total dos direitos dos administrados e de interpretação da ou parcial do ajuste.(CESG/MPTO/2004/ADM/ADG/OSM) O (C) são critérios que deverão ser observados nos edital de licitação: processos administrativos. contrato houver sido assinado. de entrega. 192 .(CESG/MPRO/2005/ADM/AFO) A fase do dentre outros. em vernáculo. 193 . por edital ou (A) a previsão de seguro-garantia como modalidade ainda por outro meio que assegure a certeza da de garantia do contrato. o órgão competente poderá.(CESG/ANAL. senão quando a lei (C) classificação. de procedimento licitatório. 79. verifica a aptidão do candidato para futura razoabilidade. que regulou o processo (E) após firmado. é correto (D) os prazos de início de etapas de execução.(CESG/ANAL. expressamente o exigir.(CESG/MPRO/2005/ADM/AFO) Com fornecimento. (D) modificá-los unilateralmente para melhor mediante despacho motivado.) uma sucessão itinerária e ou diminuição quantitativa do objeto contratual. dentre outros. segurança jurídica.

Administração Pública. entrega imediata. (E) concurso.o rol de hipóteses de inexigibilidade de licitação (A) concorrência. apenas. assegurando o cumprimento do princípio prestados por empresas estrangeiras de capital da publicidade. Art.666/93 é taxativo. O (E) estipulação do número máximo de licitantes. Licitações. sob sua fiscalização. I. em seu artigo 40. é a(o): I . II-produzidos ou prestados por empresas (C) caducidade. mais vantajosa para a Administração. licitação nas hipóteses de dispensa. (C) I-produzidos ou prestados por empresas (B) anulação. exemplificativo. aos bens e serviços: (E) Inexigibilidade de licitação. científico ou Considerando os critérios de dispensa e artístico. brasileiras. previsto no artigo 24 da Lei 8. III e IV. A modalidade de licitação 197 . qual o Poder Público transfere a um particular.(CESG/DECEA/2006/ADM/GRS) O Art. ter em anexo a minuta IV . III-produzidos ou 196 . 194 . 3o atividade de interesse coletivo. (C) convite. (A) I-produzidos ou prestados por empresas brasileiras de capital nacional. 195 . b) II e III. em igualdade de condições.(CESG/SEAD/2005/ADM/AFO) A Lei de prestados por empresas de capital misto. (CESG/SEAD/2005/ADM/AFO) para escolha de trabalho técnico. desempate. são necessariamente precedidas de licitações. Considerando as diversas formas de extinção dos (B) I-produzidos ou prestados por empresas contratos de concessão. denomina-se: estrangeiras.(CESG/SEAD/2005/ADM/AFO) A concessão d) II. sucessivamente. previsto no artigo 25 da Lei 8. país. II-produzidos no país. a retomada do serviço pelo brasileiras de capital nacional. quando contratadas com terceiros pela (C) minuta de contrato. (CESG/SEAD/2005/ADM/AFO) III-produzidos ou prestados por empresas brasileiras. brasileiras de capital nacional. mesmo nos casos de compra para a) I e II.666/1993 estabelece que deve ser que NÃO representa característica de tal relação garantida a observância do princípio constitucional contratual. Lei. Assinale a alternativa da Lei no 8.(CESG/DECEA/2006/ADM/GRS) As obras e (B) critério de reajuste. define os itens e anexos (E) I. III-produzidos no (D) encampação. a execução de determinada 198 . de serviço público é o contrato administrativo pelo e) I.666/93 é (B) tomada de preços. (A) rescisão.produzidos ou que devem constar obrigatoriamente dos editais de prestados por empresas brasileiras. da isonomia e que deve ser selecionada a proposta (A) Formalismo. por motivos de interesse público. inviabilidade de competição. é correto afirmar que: remuneração aos vencedores. II-produzidos no país.o administrador público é proibido de realizar em participar da licitação. III-produzidos ou prestados por empresas durante seu prazo de concessão. 199 . II . apenas. II-produzidos no país. (D) I-produzidos ou prestados por empresas brasileiras. III e IV. 36 . CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – (C) só pode ser impugnado por quem tenha interesse III .o rol de hipóteses de dispensa de licitação (D) leilão.produzidos no país. (E) termo final do prazo. (E) deve. apenas. será assegurada preferência. salvo hipóteses previstas na (D) descrição do objeto licitado. II. c) I. (D) Comutatividade. obrigatoriamente. (D) deve. II e IV. NÃO constitui item obrigatório de nacional. III-produzidos ou licitação. edital de licitação sob modalidade concorrência o(a): (A) critério de julgamento. como critério de (C) Bilateralidade.666/1993 prevê cinco modalidades de licitação. serviços. indicar o critério de Estão corretas as afirmações: reajuste do preço. obrigatoriamente. Poder Concedente. mediante a instituição de prêmios ou inexigibilidade de licitação. 22 da Lei no 8. apenas. O seu § 2o diz (B) Mutabilidade.a licitação é inexigível quando houver do contrato administrativo objeto do certame. que.

com poderes para receber citação. deverá ser restituída ao contratado ao final do (C) Constituição. apenas. apenas. o 2o e o 3o colocados.(CESG/2008/Petrobrás/Advogado) Tratando- (B) o registro de preços será precedido de ampla se de contrato administrativo celebrado em pesquisa de mercado.nos casos de garantia prestada em dinheiro. de 21/06/1993. apenas. (E) os preços registrados serão publicados II . pode-se afirmar que: (D) a existência de preços registrados obriga a I . conseqüência da conclusão de procedimento (C) o sistema de controle do quadro geral de preços. prestada. não utilizada durante a vigência do contrato. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – d) apenas o licitante vencedor e o 2o colocado. III .666.666/93. c) apenas o licitante eliminado. não pode ser no que tange às garantias a serem prestadas pelo informatizado.666/1993. acrescida de juros e correção monetária. Contra irregularidades na documento que aplicação dessa lei. 205 . 37 .(CESG/2008/CAPES/Contador) Nas licitações regidos por essa lei será feito pelo Tribunal de na modalidade pregão.666/93 estabelece o processo de compras a situação. nas Disposições e) I. o termo de referência é o Contas competente. (pessoas físicas). sistema de controle interno intimação e responder administrativa e a) qualquer licitante. esta (B) Jurisprudência. públicas.(CESG/TCERO/2007/ADM/AFO) A lei. o instrumento hábil obrigatório nos casos de concorrência e de 204 – (CESG/2008/CAPES/Contador) De acordo tomada de preços é o(a): com o artigo 24 da Lei no 8. e (A) Doutrina. sobre o qual é correto afirmar que: d) utilização imediata de créditos (A) somente pessoas jurídicas são parte legítima extraordinários.(CESG/TCERO/2007/ADM/ADG/OSM) A c) aporte de crédito especial para tentar resolver Lei no 8. contrato. d) I. para impugnar preço constante do quadro geral. estrangeiros. 203 .666/93. III e IV. de licitação. b) II e IV. 201 . judicialmente pelos atos de licitantes b) apenas o licitante vencedor. e suas atualizações. II e IV. nos casos (A) empenho. razão de incompatibilidade deste com o preço vigente no mercado. dentre as opções diariamente. ocorrer (C) carta-contrato. b) liberação de verbas especiais sem consentimento prévio do Legislativo. com o Art. poderá(ão) representar ao a) indica o procurador residente e domiciliado Tribunal de Contas ou aos órgãos integrantes do no País. emergenciais ou de calamidade pública. 200 . (E) ordem de execução do serviço.(CESG/DECEA/2006/ADM/GRS) De acordo e) o licitante vencedor. Finais e Transitórias. contratado. abrange a(os): IV . 62 da Lei no 8. III e IV. (D) Analogia. qual modalidade de garantia será sítio do Ministério da Fazenda.a garantia contratual poderá ser exigida do Administração a comprar produtos idênticos aos dos licitante vencedor ainda que não prevista no edital que têm preço registrado. está estabelecido no orçamento. para orientação da Administração. (CESG/2008/BNDES /Profissional c) I.a exigência de garantia poderá ser cumprida 202 . a) liberdade para o Executivo descumprir o que (D) autorização de compra. poderá (B) contrato. Básico/Arquitetura) De acordo com a Lei no 8.compete ao contratado escolher. apenas. em e) dispensa de licitação. através da fiança pessoal dos sócios do contratado como fonte primária do Direito Administrativo. licitatório realizado nos termos da Lei no 8. Está(ão) correta(s) a(s) afirmativa(s): (E) Costumes. no previstas em lei. a) II. II. por questões de segurança. o controle das despesas decorrentes dos contratos e demais instrumentos 206 .

todas as condições em que estão mencionadas todas as condições e preestabelecidas. em relação à data final de entrega das contratada detenha inquestionável reputação ético- propostas pelos interessados. diante de orçamento detalhado. neste caso. significa outorga procedimento licitatório. d) admitem alteração unilateral pela c) na concessão. sem prazo estabelecido e. motivadamente. a precariedade início e de conclusão. a definição (D) habilitação prévia. específicos. desde que a ou divulgação. pela Imprensa Oficial. presente no seu primeiro sentido. os preços praticados no mercado. nenhum dos seus sentidos. significa que regularidade fiscal com validade até a data o ato é revogável a qualquer tempo. de tratar da concessão. São Paulo: Atlas. de. requisitos da licitação. até a fase de II . nos casos previstos em lei. ainda que as alterações não I . permissão e autorização de acordo com a aceitabilidade das propostas serviços públicos. sem direito à 207 . incumbida da pesquisa. permissão franquia. termo “precariedade”. a estratégia de suprimento e o (E) pré-classificação. no mínimo. perante comissão permanente ou anterior e esta. prazo de execução do contrato. por motivos encontra-se presente no seu primeiro sentido. 38 . apenas.(CESG/2008/CAPES/Contador) Sobre os indenização” (in Parcerias na Administração contratos administrativos firmados entre entidade Pública: concessão. nos casos previstos em lei. em regra. (B) qualificação. (D) a concorrência é realizada.Quando não acudirem interessados à licitação julgamento. mais complexo o procedimento a ser adotado. Maria Sylvia Zanella di Pietro classificadas.(ADVOGADO/BNDES/CESG/2006) Analise (B) as modificações no edital exigem divulgação as situações abaixo. ressalta que “é preciso considerar dois sentidos do e) pode ser substituído pela certidão de vocábulo precariedade: (a) de um lado. revogável a qualquer momento pela Administração. (E) o leilão e o concurso são divulgados por edital mantidas. por b) na permissão não há precariedade em acordo das partes. não puder ser especial. dos métodos. técnica e de satisfação na sua execução. 1996) Tendo por referência esses dois sentidos do conforme previsão legal. profissional e não tenha fins lucrativos. justificadamente. d) declara encerrada a etapa competitiva e 210 – (ADVOGADO/BNDES/CESG/2006) Ao ordena as propostas. o exame da idoneidade jurídica. nenhum dos seus sentidos. considerando (C) habilitação. portanto. avaliação do custo pela Administração. c) admitem alterações bilaterais. apenas. está INCORRETO afirmar que: terceirização e outras formas. (A) quanto maior o valor do futuro contrato. 211 . é INCORRETO afirmar que: segundo sentido. a 208 – (ADVOGADO/BNDES/CESG/2006) Quanto precariedade encontra-se presente no seu ao processo licitatório.Na contratação de instituição estrangeira afetem a formulação das propostas. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – b) contém referências de contratantes anteriores do licitante. isto é. com detalhes dos contratos 209 – (ADVOGADO/BNDES/CESG/2006) Nas firmados no passado e a avaliação do índice licitações. empreendimento chama-se: c) deve conter elementos capazes de propiciar a (A) pré-qualificação. repetida sem prejuízo para a Administração. está correto afirmar que: b) podem ser rescindidos unilateralmente pela a) na concessão não há precariedade em Administração. três membros. em situações específicas. do ensino ou do (C) é exigida antecedência mínima de publicidade desenvolvimento institucional. a) podem ter prazo indeterminado de vigência. (b) de outro lado. e) admitem prorrogação dos seus prazos de d) na permissão. a precariedade encontra-se Administração. pública e terceiro. quanto ao objeto e valor. e) na permissão qualificada ou condicionada. por iniciativa da prevista para o encerramento do Administração. que forneçam financeira dos licitantes que pretendem participar de parâmetros à Administração quanto à certas e futuras concorrências de um único e mesmo idoneidade do proponente.

encargos Armadas. administrativa. com exceção de materiais de uso pessoal e ou sanções. e) de governo.) No que diz respeito ao processo Estão incorretas APENAS as afirmações administrativo no âmbito da Administração Pública a) I e II Federal. salvo SE/Anal. em sentido Estão incorretas APENAS as afirmações amplo. Jud.quando imponham ou agravem deveres. especializada ou pela opinião pública. 212 . será observado o critério. administrativas. entre outros. manter a padronização requerida pela estrutura de apoio logístico dos meios navais. indicação dos fatos e dos fundamentos jurídicos.nos casos que dispensem ou declarem a (A) I e II inexigibilidade de processo licitatório ou decorram (B) I e III de reexame de ofício. III e IV (B) gestão de bem público.Para contratação de profissional de qualquer oficiais./Jud. informações.) O administrador público que autorização em lei. com divulgação oficial 214 . (C) serviço público e as parcerias público-privadas. somente. quando houver necessidade de direitos e interesses. somente. nos administrativas.nas situações que importem anulação. sobre a questão ou discrepem de laudos e relatórios IV . diretamente ou através de empresário exclusivo. não poderá consistir em declaração de (E) III e IV concordância com fundamentos de anteriores pareceres. ressalvadas as previstas em lei. III . auto-patrocinadas e Jud.proibição de cobrança de despesas processuais. também. IV e V (A) gestão de bem público e as parcerias público. (CESG/ADAPTADA/FCC/2007/TRE. Jud. determina a interdição de um estabelecimento II . V ./Adm. vedada a 213 . IV . propiciar..porém. a) regulamentar.(ADVOGADO/BNDES/CESG/2006) São modalidades de concessões públicas. administrados.quando deixem de aplicar jurisprudência firmada mediante parecer de comissão instituída por decreto. (C) I e IV (D) II e III V ./Jud.(CESG/ADAPTADA/FCC/2007/TRE-SE/Téc. 215 . II . d) hierárquico. dos atos administrativos em quaisquer hipóteses.publicidade transparente. as de (B) I. (C) II. III e IV 39 . legal para configurarem hipóteses de dispensa de licitação? IV . processos administrativos no âmbito da (E) serviço público. limitem ou afetem administrativo. auto-patrocinadas e de gestão Administração Federal. o faz superior àquela estritamente necessária ao exercendo o poder: atendimento do interesse público. d) V. II. entre outros.vedar a imposição de sanções em medida comercial. assim como neguem. II. renúncia total ou parcial de competência. além das concessões de obras públicas e de (A) I e II uso de bem público. (CESG/ADAPTADA/FCC/2007/TRE. é INCORRETO afirmar que os atos b) I. revogação.atendimento a fins de interesse geral. somente. SE/Anal. desde que consagrado pela crítica III . e) I. IV e V administrativos deverão ser motivados. suficientes para b) de polícia.adoção de formas simples. privadas. com c) II.) É INCORRETO afirmar que.Para as compras de material de uso pelas Forças I . suspensão ou convalidação de ato Quais as situações que NÃO encontram amparo administrativo. decisões ou propostas. de: I . (D) I. por desrespeito à licença concedida. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – III . auto-patrocinadas e (E) V. somente. (D) serviço público. aéreos e terrestres. setor artístico. adequado grau de respeito aos c) disciplinar.

movimentação de ofício. vencedor permite que a administração.o contrato administrativo pelo qual a de Administração Pública delega ao contratado a a) 05 (cinco) dias. prazo para defesa na aplicação da referida sanção é E IV . por sua conta e risco e com 5R/Anal. o(s) critério(s) de não apenas de tratar isonomicamente todos E I . III e IV Administração Pública delega ao contratado a execução de um serviço público. com cabimento de aplicação o de garantir oportunidade de disputá-lo a retroativa de nova interpretação. para que a) I e II este execute em nome e por conta e risco daquela b) I.) No âmbito da Administração comissão julgadora. somente. em seu nome. assim.) A concessão de serviço público é pessoal de agentes. mediante à compensação de c) II. E II . IV e V. IV e V a) O princípio da adjudicação compulsória ao c) III. tão- c) O princípio da legalidade almeja impedir que somente. 220 ./Adm. a critério da e condições do edital. permitindo-se. E IV . somente. na indenização à parte contratada.interpretação sistemática da norma os que participarem do certame. em certos casos./Adm. a promoção Jud.(CESG/ADAPTADA/CESPE/2005/TRE.subjetividade no atendimento do interesse 219 . não podendo. da licitação pública. E V . 218 . vedada aos demais Poderes./Adm. mas também administrativa.(CESG/ADAPTADA/FCC/2003/TRE-SE/Téc. rescindido pela Administração E V . a renúncia total ou parcial de poderes ou instrumento convocatório. pelo qual a d) 15 (quinze) dias. Está(ao) incorreta(s) a(s) afirmação(ões): MA/Téc. entre outros. d) V.um ajuste que. por sua independência. atribua e) I. (CESG/ADAPTADA/FCC/2008/TRF. vedada. e) Em virtude do princípio da vinculação ao de regra. C III . somente.) No que se refere aos princípios a) I. para que o execute 217 . assinale a opção correta. somente. E I . 40 . II. a licitação seja decidida sob o influxo do b) órgãos da Administração Direta e às subjetivismo. entre Estão corretas APENAS as afirmações a Administração Pública e o contratado. execução de um serviço público. Jud.um ajuste precário. para que o execute b) 07 (sete) dias. Administração Pública transfere a execução e a e) 30 (trinta) dias. em nome e por conta e risco dela.) Na "declaração de inidoneidade para remuneração por meio de tarifa a ser paga pelo licitar ou contratar com a Administração Pública" o usuário. IV e V um serviço público. Pública Federal. restrita aos órgãos do Pública. interessados. b) I.(CESG/ADAPTADA/FCC/2003/TRE-PB/Téc. haver rescisão unilateral. C II . c) 10 (dez) dias. concluído o procedimento licitatório.aplicabilidade da lei. somente. administração o descumprimento das normas E III . a lei veda à competências. titularidade de um serviço público ao contratado. seu objeto a outrem que não o legítimo vencedor.o contrato administrativo pelo qual a e) I. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – 216 . de sentimentos.contrato administrativo sui generis./Adm. propósitos pessoais dos membros da PB/Anal. Jud. d) V. tão-somente. II. público. sem prévia licitação. impostos.atendimento a fins de interesse geral. Jud. os processos administrativos devem d) O princípio da moralidade implica o dever observar.) As normas gerais relativas à licitação atos e termos da licitação sejam efetivamente aplicam-se aos expostos ao conhecimento de qualquer a) Estados. impressões ou empresas públicas. b) O princípio da impessoalidade impõe que os Jud. não haverá possibilidade de eventual Poder Executivo. ao qual se acha autoridade. área administrativa. quaisquer interessados. mas com prejuízo da atuação dos estritamente vinculada. (CESG/ADAPTADA/FCC/2007/TRE. Distrito Federal e Municípios e às interessado. entidades prestadoras de serviço público.

e) união de três elementos originários e III – liberdades indissociáveis: Povo. cabe ao Poder Judiciário. III. somente. possuindo como última finalidade a C II – a função de polícia judiciária não exclui da defesa do interesse coletivo. República.(CESG/ADAPTADA/FCC/MP-RN/2002) aos limites dos poderes da administração pública. (CESG /ADAPTADA/ ESAF/ PROCURADOR /BB/ 2002) Conforme a Doutrina. quando provocado. FEDERAL /2002) No que diz respeito ao exercício e 221 . a prática de ato de demissão de determinado servidor efetivo. Está(ao) incorreta(s) a(s) afirmação(ões): a) conjunto de funções necessárias aos serviços a) I. soberano. estatal que. somente. e) I. Distrito Federal e Municípios. 222 . suficiente. b) I. IV e V. e) órgãos da Administração Direta e às entidades da Administração Indireta. II. e) I. IV – por atender sempre a um interesse público e C V – Se invalidada pode sentença judicial a traduzir o desejo da coletividade. públicos em geral. c) III. a Administração Pública pode ser sofridos pelo administrado atingido pela prática do conceituada como o(a) ato. IV e V b) conjunto de órgãos instituídos para a c) III. somente. c) III e IV. contudo. d) V. d) união dos Poderes de Estado com funções o poder de polícia administrativa não incide sobre: atribuídas com precipuidade. de polícia não estão sujeitos à prévia aprovação de e) I. já que as limitações a sua Está(ao) correta(s) a(s) afirmação(ões): liberdade e a sua propriedade constituem ônus a) I. II – atividades e bens. d) Estados. ou abstenção de fato por parte do administrado. Sobre o poder de polícia é incorreto afirmar que: julgue os itens a seguir: I – a fiscalização que o poder público realiza sobre o C I – O abuso de poder de um delegado federal pode exercício funcional dos servidores públicos constitui ser controlado por meio de mandado de segurança típico ato de poder de polícia: individual. terá ele o sempre se dar de forma gratuita para o administrado direito à ser reintegrado na vaga que antes ocupava. atingido pelo ato.) Em fixar a devida indenização pelos prejuízos materiais sentido formal. (CESG/ADAPTADA/CESPE/DEL. I – direitos e atividades. III. somente. desde que não haja necessidade de II – o poder de polícia corresponde a uma atividade dilação probatória. órgão estranho à Administração. tão. de Sist. tão-somente. IV e V. d) V. poder de polícia por parte do Poder Público deve decorrente de condenação administrativa. Território e Governo IV –pessoas e direitos. consecução dos objetivos do Governo. V – pessoas. IV e V fundações públicas. C III – o poder disciplinar impõe ao superior III – em respeito ao princípio da legalidade que hierárquico o dever de punir o subordinado faltoso. norteia a Administração Públicas. III. somente. os atos de póder d) V. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – c) órgãos da Administração Direta e às b) I. IV e V. 223 . regula a prática de ato Polícia Federal o pode de polícia administrativa. V – por apresentarem como características a auto. Está(ao) incorreta(s) a(s) afirmação(ões): a) I. o poder de polícia C IV – O Congresso Nacional tem competência para somente se manifestará através de atos normativos controlar o poder regulamentar do Presidente da gerais e abstratos plenamente vinculados. somente. somente. executoriedade e a coercibilidade. somente. IV e V. somente. b) I. 41 . c) expressão política de comando e de fixação de objetivos do Estado. unicamente 224 – (CESG/2008/CAPES/Anal.

(CESG/2008/CAPES/Contador) A revogação Federal (artigo 5o. II e III. Malheiros. sem prejuízo da punição criminal. Assim. o BNDES é uma os atos administrativos. edição. d) controle judicial dos atos administrativos. princípios que norteia a Administração.(CESG/2008/CAPES/Analista de Sistemas) O instituto da requisição. b) aplicação de pena com a mesma natureza da 230 . constituem atos de direito público. Trata-se de g) produz os mesmos efeitos jurídicos da sua exemplo típico de aplicação concreta de um dos invalidação. atos administrativos. dotada de personalidade (E) Os efeitos prodrômicos do ato administrativo são jurídica de direito privado. a) autarquia. dotada de personalidade (D) É exemplo de ato constitutivo a demissão de um jurídica de direito público.(CESG/2008/CAPES/Contador) O controle punição criminal. vedada a sua revogação c) segurança jurídica parcial. João responde acertadamente que. e) princípio da pena específica. b) ampla defesa. seleção pública para cargo no Banco Nacional de h) I e III. tem-se h) forma. apenas. sem margem de discricionariedade ao aplicador da pena. recomenda a seu filho João que se inscreva em g) II. 42 . como característica do poder disciplinar a(o) i) motivo. 25a g) finalidade. 229 . Está(ão) correto(s) o(s) item(ns): 227 . e) empresa pública. assinale a afirmação correta. de direito privado. judicial dos atos administrativos se estende à c) distribuição e o escalonamento das funções investigação de sua executivas da Administração Pública. implícita. Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). sob o argumento de que "esses bancos privados são j) I. i) deve ser total. d) possibilidade de aplicação da punição disciplinar. b) autarquia. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – 225 . a) dispensa de motivação da punição j) objeto. por definição.(CESG/2008/CAPES/Anal. assegurando ao proprietário caso de ato ainda ineficaz.) O 226 .(CESG/2008/BNDES/Téc. Meirelles. na 231 – (CESG/ADVOGADO/BNDES/2006) Sobre verdade. j) desconstitui os seus efeitos passados. Em atenção à alegação de seu pai. apenas. Administração Pública.) Armando f) I. no determinadas situações. dotada de personalidade jurídica (B) Os atos da Administração são. ótimos empregadores". 115). Arq. funcionário público. autoriza às de um ato administrativo: autoridades o uso de propriedade particular em f) impede a deflagração dos seus efeitos. Adm. c) empresa privada. indenização ulterior. apenas. previsto na Constituição 228 . em regra. d) empresa pública. espécie de efeito típico do ato. Sist. e) supremacia do interesse público sobre o privado.(CESG/2006/DNPM/Téc. se houver dano. 2000. dotada de personalidade jurídica (A) As autorizações. dotada de personalidade (C) É vedada a prática de atos abstratos pela jurídica de direito público. /Inf. disciplinar. i) II e III.) O poder requisito necessário à formação do ato disciplinar pode ser definido como "a faculdade de administrativo que consiste na situação de direito ou punir internamente as infrações funcionais dos de fato que determina ou autoriza a sua realização é servidores e demais pessoas sujeitas à disciplina dos a(o): órgãos e serviços da Administração" (Hely Lopes f) competência. apenas. vedada a sua revogação a) motivação. que é o da h) deve ser expressa. in Direito Administrativo Brasileiro. inciso XXV). bilaterais. p.

são obrigadas a seguir os princípios 232 . está correto afirmar que: IV. adjudicou o (B) defeito de motivo. fiscais específicos. impessoalidade. IV.) Sobre os gerais de licitação para aquisição de bens e serviços. exercício de atribuições constitucionais. eficácia e Federal.As empresas públicas e as sociedades de (D) declarar a caducidade do contrato. na forma do art. III e V descentralização administrativa se diferencia da figura da desconcentração pela: 236 . em razão de sua natureza estatal. 35. 234 – (CESG/ADVOGADO/BNDES/2006) O 237 . Constituição da República Federativa do Brasil foi (B) possibilidade de verificar-se tanto entre órgãos promulgada. o órgão federal. legalidade e eficência. Estadual.O Presidente da República poderá expedir referida Lei. moralidade e geograficamente distantes. (CESG/APOIO chamado desvio de poder é vício do ato ADMINISTRATIVO/ANP/2008) Após a realização administrativo que deriva do(a): de uma licitação específica. de imediato. investimentos de manutenção previstos para o período. (E) ausência de controle hierárquico entre os entes (E) Moralidade. como o restante da administração (E) encampar a concessão. o órgão (D) ilegalidade do objeto. restando o bem público em estado 235 . (A) defeito do fim. deve o órgão direta e indireta. em 1988? num mesmo local como entre órgãos (A) Legalidade. impessoalidade. II e IV para representá-la. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – pública federal. são feitas as afirmações a seguir. III . moralidade e integrantes da mesma pessoa jurídica ou da mesma legalidade. Municipal e do Distrito Federal. economia mista. empresas públicas poderão receber privilégios b) são sinônimos de funções públicas. II. moralidade. II. 43 . eficácia. objeto do certame à concessionária. mediante remuneração do (B) I. IV e V Poder Público. cabível se houver relevante interesse coletivo ou (B) instaurar processo administrativo para rescindir imperativo de segurança nacional.A União pode apoiar as entidades de previdência desempenho de funções estatais.(CESG/2006/DNPM/Téc. eficiência. c) são centros de competência instituídos para o V . (C) aplicabilidade no âmbito das Administrações (B) Legalidade. publicidade.(CESG/APOIO ADMINISTRATIVO/ lamentável de má-conservação. decreto para criação de empresas públicas e (C) instaurar processo administrativo para anulação sociedades de economia mista. impessoalidade. Adm. Assinado o (C) defeito de forma. por parte de empresa (A) instaurar processo administrativo para verificar a pública ou sociedade de economia mista. de imediato. responsável pelo poder concedente. (D) Publicidade. regulador verificou que não foram realizados os (E) incompetência. termo de concessão e passado um ano. Estão corretas APENAS as afirmações e) recebem a incumbência da Administração (A) I. III e V (D) I. só é caducidade do contrato./Inf.A Constituição fixa a previsão de que as a) detêm personalidade jurídica própria. de 13 de fevereiro de 1995. (C) II. do contrato. entidade.A exploração econômica. órgãos públicos. privada dos empregados das sociedades de economia d) são definidos como componentes do mista. da II . Considerando a Lei ANP/2008) Em relação à administração pública no 8. realizando aportes de recursos em proporção Governo nos seus primeiros escalões para o maior do que os empregados.(CESG/APOIO ADMINISTRATIVO/ (A) transferência de atribuições de um centro ANP/2008) Com quais princípios expressos a administrativo.987. III e IV 233 – (CESG/ADVOGADO/BNDES/2006) A (E) I. regulador I . o contrato de concessão. impessoalidade e envolvidos. (D) restrição de sua ocorrência entre órgãos (C) Publicidade. publicidade.

desde que o preço Estão corretas APENAS as afirmações contratado seja compatível com o praticado no (A) I. (B) I. atribuída como própria. III e IV ou que atenderem a todas as condições exigidas para (E) I.(CESG/APOIO ADMINISTRATIVO/ ANP/2008) Quanto ao ato administrativo.Os atos administrativos anulados podem ser (C) contratação de associação de portadores de convalidados. é um dos 241 . 19.Um ato administrativo pode ser revogado por comprovada idoneidade.Alguns atos administrativos requerem a produção (A) intervenção da União no domínio econômico de motivação específica.TOMADA DE PREÇOS é a modalidade de (C) II.(CESG/APOIO ADMINISTRATIVO/ 240 .É razoável considerar como inválidos os atos III .É aceitável considerar que a competência do órgão. nos termos da Lei no 8.CONVITE é a modalidade de licitação entre totalmente vinculados produzidos por funcionário quaisquer interessados para a venda de bens móveis em estado de loucura. qualificadas no âmbito (D) I. I . analise as assente na existência de atos da administração e atos afirmativas abaixo. para a prática do ato administrativo. sendo estes últimos tipicamente I . deficiência física.Um ato administrativo deve ser anulado quando (B) contratação de profissional de qualquer setor conspurcado em sua legalidade. observadas as restrições específicas. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – 238 . III e IV das respectivas esferas de governo. sem restrições. mesmo que a decisão tomada inservíveis para a Administração ou de produtos haja sido idêntica àquela que a lei antecipadamente legalmente apreendidos ou penhorados.É razoável acompanhar parte da doutrina que licitações públicas previstas em lei. III e IV licitação entre interessados devidamente cadastrados (D) I. II e IV valor da avaliação. para atividades (E) I. órgão ou entidade. (B) I. ou seja. diretamente ou através de empresário III . II. (E) aquisição ou restauração de obras de arte e 239 . III e V contempladas no contrato de gestão. para a prestação de serviços pública.Os atos do processo administrativo não habilitação preliminar. a Estão corretas APENAS as afirmações quem oferecer o maior lance.Todos os atos administrativos possuem exclusivo. para regular preços ou normalizar o abastecimento. III e V cadastramento até o terceiro dia anterior à data do recebimento das propostas. IV. sendo excepcional a sua II . 44 . edital para execução de seu objeto. de autenticidade certificada. por órgãos ou entidades da conveniência e oportunidade da administração Administração Pública. para prática de atos aqueles cujos padrões de desempenho e qualidade administrativos em processos. desde que consagrado pela crítica presunção de legitimidade. ANP/2008) Considerando o conceito de ato desde que compatíveis ou inerentes às finalidades do administrativo. ANP/2008) É inexigível o procedimento licitatório. II. sem fins lucrativos e de V . IV e V IV . na hipótese de I .666 de 1993. II e IV mercado. administrativos.(CESG/APOIO ADMINISTRATIVO/ objetos históricos. ANP/2008) Considerando as modalidades de II . analise as afirmações a seguir. II.(CESG/APOIO ADMINISTRATIVO/ pressupostos necessários para a sua validade.PREGÃO é a modalidade de licitação para estatais. II. IV e V (D) celebração de contratos de prestação de serviços (C) II. ou fornecimento de mão-de-obra. artístico. aquisição de bens e serviços comuns. III . ou para a impunha como a única admissível. II . igual ou superior ao (A) I. apresentam-se as afirmações abaixo. III e IV com organizações sociais. entre quaisquer interessados que. por exerce pelos órgãos administrativos a que foi meio de especificações usuais no mercado. V . observada a necessária qualificação.CONCORRÊNCIA é a modalidade de licitação delegação. é irrenunciável e se possam ser objetivamente definidos pelo edital. alienação de bens imóveis prevista no art. especializada ou pela opinião pública. comprovem possuir os dependem de forma determinada senão quando a lei requisitos mínimos de qualificação exigidos no expressamente a exigir.A competência. na fase inicial de IV .

inicial atualizado. apenas. modificação do valor contratual em decorrência de f) Concurso é a modalidade de licitação entre acréscimo ou diminuição quantitativa de seu objeto. quando conveniente a 244 . condições exigidas para cadastramento até o terceiro dia anterior à data do recebimento I . bem como do modo de fornecimento. (B) autarquias.(CESG/AG. a Administração Pública NÃO pode alterar e) II e III. desde que não (A) autarquias e fundações públicas. c) I e II. somente. assinale a afirmativa INCORRETA. para melhor entre quaisquer interessados que. fundações públicas.(CESG/APOIO ADMINISTRATIVO/ d) I e III. somente. (C) unilateralmente.Pregão é modalidade de licitação em que a das propostas. fundações. quaisquer interessados para provimento em nos limites permitidos pela Lei no 8. ANP/2008) Considerando o disposto na Lei no 8. com relação ao cronograma financeiro i) Convite é a modalidade de licitação entre fixado./ INF. cargos públicos na administração pública. a quem oferecer o maior lance. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – São verdadeiras APENAS as afirmações Está(ão) correta(s) a(s) afirmativa(s): (A) I e IV. convidados em número mínimo de 3 (três) pela unidade administrativa. II e III.. Adm. empresas convocação dos interessados. Adm. vedada a antecipação do igual ou superior ao valor da avaliação. por meio de propostas escritas de preços e lances verbais. apenas.666/93. II e IV.666/93. inicial de habilitação preliminar. 245 . cadastrados ou não. JUD. relação às modalidades de licitação previstas na Lei (B) unilateralmente. escolhidos e serviço. por imposição de produtos legalmente apreendidos ou de circunstâncias supervenientes. somente. em objeto.00. observada a necessária dispusta pelo fornecimento de bens ou serviços é qualificação. públicas.A fase preparatória do pregão se inicia com a (C) autarquias.(CESG/2006/DNPM/Téc. II. apenas. apenas. quando necessária a 8. sociedades de economia mista e consórcios públicos de direito público. b) II. III e IV. pagamento. somente.) Analise as cadastrados ou que atenderem a todas as afirmativas abaixo./TJ-RO/2008) São entidades da Administração Pública Indireta: II . / INF. 45 . (C) I. (D) I.000. o contrato administrativo (A) unilateralmente. empresas públicas e Municípios. ultrapasse o valor de R$ 80. somente.(CESG/2006/DNPM/Téc. feita em sessão pública. quando necessária a possuir os requisitos mínimos de qualificação modificação do regime de execução da obra ou exigidos no edital para execução de seu serviço. na fase adequação técnica aos seus objetivos. (E) I. quando necessária a móveis inservíveis para a administração ou modificação da forma de pagamento. apenas. (B) II e III. III . 242 .666/93.) Em substituição da garantia de execução. sem a correspondente contraprestação de interessados do ramo pertinente ao seu fornecimento de bens ou execução de obra ou objeto. mantido o valor penhorados. comprovem (D) por acordo das partes. j) Tomada de preços é a modalidade de 243 licitação entre interessados devidamente . quando houver modificação do g) Concorrência é a modalidade de licitação projeto ou das especificações. a) I. face de verificação técnica da inaplicabilidade dos h) Leilão é a modalidade de licitação entre termos contratuais originários quaisquer interessados para a venda de bens (E) por acordo das partes.O pregão pode ser utilizado para a contratação de obras e serviços de engenharia.

(CESG/ANAL. (E) concorrência. Distrito Federal e suas autarquias e atuação definidas por meio de lei ordinária.Viola o princípio da segurança jurídica a aos atos administrativos.Com base no princípio da supremacia do dirigente do órgão.Empresas públicas e sociedades de economia Federal e Municípios. com indicação dos processos administrativos. sendo permitido que haja prévia indenização. econômica./TJ-RO/2008) São (D) II e IV modalidades de licitação: (E) III e IV (A) menor preço. é lícito ao Estado II . 250 .Podem se destinar à exploração de atividade adjudicação. convite e II . inserido na Constituição da República pela Emenda III . Distrito I . forma e vinculação. 251 . (B) maior lance ou oferta. mista só podem ser criadas por lei específica. forma.(CESG/AG. vedações sobre acumulação de cargos. melhor técnica e técnica e preço. afirmativas a seguir a respeito das entidades da IV . tomada de preços.(CESG/ANAL.Os atos decisórios de órgãos colegiados deverão desapropriar qualquer bem particular. sejam prejudicados direitos dos interessados. considere as afirmativas a seguir. JUD. JUD. convite e mista. ADM. fatos e fundamentos jurídicos. mesmo sem constar de ata ou termo escrito.O princípio da razoável duração do processo. JUD. finalidade e motivo. são feitas as afirmações aplicação retroativa de nova interpretação jurídica abaixo.(CESG/AG. no 45/04 (Reforma do Judiciário). a empresas públicas e sociedades de economia (D) concorrência. de acordo com a conveniência do II ./TJ-RO/2008) São elementos depende de autorização legislativa. (A) I (E) presunção de legalidade. consulta e pregão. concurso e tarefa. homologação. mista da União não são aplicáveis as mesmas (B) competência. ADM.Contra decisões administrativas cabe recurso.Sua instituição depende de previsão legal que 249 . União Federal. que atingem os servidores das autarquias. (D) presunção de legitimidade e hetero.A criação de suas subsidiárias independe de administração federal indireta. tomada de preços. 46 .Aos empregados das sociedades de economia (A) vinculação e discricionariedade. do ato administrativo: IV. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – (D) Estados-membros.As fundações públicas terão suas áreas de autarquias. (C) III Estão corretas APENAS as afirmações: (D) I e II (A) I e II (E) I e III (B) I e III (C) I e IV 248 . (B) I e III eficiência e controlabilidade. empregos e (C) competência. ADM. (C) I e IV (D) II e III 247 . objeto./ANP/2008) Em relação (C) concorrência. É(São) correta(s) APENAS a(s) afirmativa(s) IV.(CESG/AG. interesse público sobre o privado. desde que não III . efetuar sua reprodução mecânica.A participação acionária de uma sociedade de economia mista em um grupo empresarial privado 246 . É(São) verdadeira(s) APENAS a(s) afirmativa(s) executoriedade./ANP/2008) Analise as autorize sua criação. conferida pela Administração Pública a um mesmo I . autorização legislativa. delegados. (E) União Federal e suas autarquias./ANP/ 2008) Em relação I . Municípios e suas autarquias. não se aplica aos tais atos poderão ser motivados. analise as assertivas abaixo. pregão. I .Os atos de caráter normativo poderão ser dispositivo legal. (A) I que deve ser dirigido inicialmente à autoridade (B) II prolatora do ato. III . Estados e suas II .(CESG/ANAL./TJ-RO/2008) Quanto aos (E) II e IV princípios da administração pública.Integram a administração pública indireta.No caso de decisão sobre concursos públicos. funções. III . economicidade.

EXCETO a de observância das formalidades essenciais à garantia (A) aplicar sanções motivadas pela inexecução total dos direitos dos administrados e de interpretação da ou parcial do ajuste. se não houver prejuízo (E) rescindi-los unilateralmente. defesa. em seu Art. ADM. ao contrato administrativo cláusula que estabeleça por telegrama. de atuação conforme a Lei e o pela Lei no 8. aos princípios da legalidade. de entrega. de cinco princípios fundamentais devem nortear a conclusão. 37.(CESG/FUNASA/2009/ADM/GRS) De fornecimento. a um resultado final e conclusivo”. da adequação entre meios e fins. consulta pública para manifestação de terceiros. indeterminado. apresentar as razões que a levaram a tomar uma dentre outros. em vernáculo. III e IV produzidos por escrito. (E) no caso de interessados determinados. Estão corretas APENAS as afirmativas (B) os atos do processo administrativo não (A) I e II dependem de forma determinada. I. serem (C) II. nos casos para a parte interessada. de interesse geral. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – V . ciência do interessado. 47 . licitatório para contratação de obras e serviços ou razoabilidade. contraditório e eficiência. segurança jurídica. especificados no art. moralidade (a administração não (E) os casos de rescisão contratual. todos. a intimação dos 253 .784/99. dentre outros.666/93. por publicação oficial. respeitados os direitos do contratado. sem encadeada de atos administrativos que tendem. o da jurídico dos contratos administrativos instituídos impulsão de ofício. assim. moralidade. (D) proporcionalidade (o Estado deve procurar está em DESACORDO com as regras do processo sopesar as vantagens e desvantagens da medida administrativo previstas na Lei no 9. porém só em 1999 obedecer a critérios aceitáveis do ponto de vista foi editada a Lei no 9.. devendo. de observação e de Administração pública: legalidade (a administração recebimento definitivo. conhecidos e com domicílio sabido. o órgão competente poderá.. (D) quando a matéria do processo envolver assunto (C) fiscalizar-lhes a execução. a tomada e. IV e V responsável. 79. proporcionalidade. III. As regras (B) eficiência (administração com qualidade). (D) modificá-los unilateralmente para melhor mediante despacho motivado. pode desprezar o ético). fundamentais do processo administrativo foram (C) razoabilidade (a Administração Pública deve previstas no texto constitucional. impessoalidade (evitar o favoritismo ou privilégios)./ANP/ 2008) O regime processos administrativos. por edital ou (A) a previsão de seguro-garantia como modalidade ainda por outro meio que assegure a certeza da de garantia do contrato.(CESG/ANAL. decidir pela tomada ou não do ato). senão quando a lei (B) III e IV expressamente o exigir. ADM.(CESGR/ANAL. II. norma administrativa da forma que melhor garanta o (B) celebrar contrato com prazo de vigência atendimento do fim público a que se dirige. administrativo no âmbito federal./ANP/2008) Segundo as atos processuais poderá ser efetuada por ciência no exigências da legislação em vigor. (D) os prazos de início de etapas de execução.666/93 confere à Administração Direito. da Lei no 8. conforme o caso. decisão).784. Nesse contexto./ANP/ 2008) Celso dos atos ao público) e Antônio Bandeira de Mello define processo administrativo como “(. que regulou o processo racional). está sujeita à lei). afirmação de que (E) motivação (a autoridade administrativa deve (A) os processos administrativos deverão obedecer. de diversas prerrogativas. ADM. acordo com a Constituição Federal. (C) são critérios que deverão ser observados nos 252 . abrir período de adequação às finalidades de interesse público. por via postal com aviso de recebimento.) uma sucessão itinerária e (A) isonomia (todos são iguais perante a lei. NÃO é essencial processo. (C) o regime de execução ou a forma de 255 .Estão obrigadas a realizar prévio procedimento finalidade. publicidade (divulgação 254 . antes da decisão do pedido. contudo. motivação.(CESG/ANAL. III e V local de sua realização e a assinatura da autoridade (E) I. (B) o objeto e seus elementos característicos. ampla aquisição de bens. com a data e o (D) I. distinção de qualquer natureza).

(CESG/MPRO/2005/ADM/AFO) A fase do (C) minuta de contrato. a retomada do serviço pelo relacionada ao seu objeto será o do local em que o Poder Concedente. (C) Eficiência. (E) termo final do prazo. obrigatoriamente. A doutrina. (B) instauração.(CESG/MPRO/2005/ADM/AFO) Com relação aos contratos administrativos. (D) Autotutela.(CESG/MPTO/2004/ADM/ADG/OSM) O referidos direta e expressamente na Constituição. do contrato administrativo objeto do certame. em seu artigo 40. exige-se novo acordo entre as licitação. (B) a Administração somente poderá alterar (C) caducidade. Assinale a alternativa (B) Eficiência. assegurando o cumprimento do princípio partes para modificação do projeto ou de da publicidade. define os itens e anexos for inexigível. Assinale o (A) é dispensável na modalidade tomada de preços. sob administrativos é o Princípio da: sua fiscalização. contrato houver sido assinado. denomina-se: contrário.(CESG/PMAM//2004/ADM/ADP) 38. 256 . unilateralmente o seu preço em virtude de aumento (D) encampação. princípio constitucional que assegura a transparência da conduta dos agentes da Administração Pública e 261 . único dos princípios abaixo que NÃO se enquadra (B) instaura o processo administrativo que cuida do entre os “princípios expressos”. (A) rescisão. (E) Impessoalidade. (A) Impessoalidade. (E) Indisponibilidade (E) deve. edital de licitação: igualmente se aplicam à Administração. (A) critério de julgamento. a execução de determinada (A) Legalidade.(CESG/SEAD/2005/ADM/AFO) A Lei de (D) admite-se o contrato verbal quando a licitação Licitações. (D) Comutatividade. (E) Inexigibilidade de licitação. que NÃO representa característica de tal relação (C) Publicidade. no entanto. ter em anexo a minuta (D) Publicidade. NÃO constitui item obrigatório de especificações relacionadas à melhor adequação à edital de licitação sob modalidade concorrência o(a): sua finalidade. Constituição Federal enuncia princípios básicos da (E) abertura das propostas. (C) Bilateralidade. reconhece outros princípios que. 258 . embora não 260 . que devem constar obrigatoriamente dos editais de (E) após firmado.(CESG/SEAD/2005/ADM/AFO) A concessão tem por fundamento assegurar aos administrados a de serviço público é o contrato administrativo pelo possibilidade de controlar a legitimidade dos atos qual o Poder Público transfere a um particular. 48 . procedimento licitatório. em participar da licitação. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – (C) classificação.(CESG/MPRO/2005/ADM/ADP) 47.A (D) habilitação. indicar o critério de reajuste do preço. ou diminuição quantitativa do objeto contratual. (B) Mutabilidade. (B) critério de reajuste.O entrega imediata. (C) é vedada a sua rescisão unilateral sem a anuência da parte contrária. mesmo nos casos de compra para 257 . verifica a aptidão do candidato para futura (E) estipulação do número máximo de licitantes. obrigatoriamente. (A) Formalismo. 263 . (C) só pode ser impugnado por quem tenha interesse (B) Moralidade. por motivos de interesse público. contratual. 259 . é correto 262 – (CESG/SEAD/2005/ADM/AFO) afirmar que: Considerando as diversas formas de extinção dos (A) o foro competente para dirimir qualquer questão contratos de concessão. Administração Pública. contratação é o(a): (A) edital. (B) anulação. salvo estipulação em durante seu prazo de concessão. procedimento licitatório em que a Administração (D) descrição do objeto licitado. atividade de interesse coletivo. (D) deve.

III-produzidos ou prestados por empresas brasileiras. 22 da Lei no 8. O seu § 2o diz para impugnar preço constante do quadro geral. II e IV. modalidades de licitação. nacional.as normas contidas nas medidas provisórias.a licitação é inexigível quando houver com o Art.666/1993 estabelece que deve ser Lei no 8. são necessariamente precedidas de licitações. (A) empenho.(CESG/TCERO/2007/ADM/ADG/OSM) A da Lei no 8. mediante a instituição de prêmios ou inexigibilidade de licitação.o rol de hipóteses de dispensa de licitação (D) leilão. 265 – (CESG/DECEA/2006/ADM/GRS) O Art.666/93 estabelece o processo de compras garantida a observância do princípio constitucional públicas. III e IV. hábil obrigatório nos casos de concorrência e de Estão corretas as afirmações: tomada de preços é o(a): (A) I e II. sucessivamente. II-produzidos no país.o rol de hipóteses de inexigibilidade de licitação (A) concorrência. no brasileiras de capital nacional. (C) I. (E) concurso. vigente no mercado. para orientação da Administração. prestados por empresas de capital misto.produzidos ou (A) Doutrina. prestados por empresas estrangeiras de capital (C) Constituição. o instrumento inviabilidade de competição. como critério de razão de incompatibilidade deste com o preço desempate. (D) Analogia. 3o 268 . (C) carta-contrato. III-produzidos ou (B) Jurisprudência. apenas. apenas. (B) contrato.o administrador público é proibido de realizar licitação nas hipóteses de dispensa. previsto no artigo 24 da Lei 8. III . II-produzidos no país.produzidos no país. I. (D) II. aos bens e serviços: (B) o registro de preços será precedido de ampla (A) I-produzidos ou prestados por empresas pesquisa de mercado. é a(o): I . (CESG/SEAD/2005/ADM/AFO) para escolha de trabalho técnico. (E) ordem de execução do serviço. O excepcionais ao princípio da legalidade: Art. (C) convite. que têm preço registrado.666/1993 prevê cinco I . 62 da Lei no 8. é correto afirmar que: remuneração aos vencedores.666/93 é (B) tomada de preços. salvo hipóteses previstas na 2006) A doutrina aponta como restrições Lei. brasileiras. será assegurada preferência. prestados por empresas brasileiras. 267 . (B) II e III. III-produzidos ou como fonte primária do Direito Administrativo. apenas. não pode ser (B) I-produzidos ou prestados por empresas informatizado. II-produzidos ou prestados por empresas diariamente.(CESG/TCERO/2007/ADM/AFO) A lei. (D) a existência de preços registrados obriga a III-produzidos ou prestados por empresas Administração a comprar produtos idênticos aos dos estrangeiras. brasileiras de capital nacional. quando contratadas com terceiros pela 270 – (ADVOGADO/BNDES/CESGRANRIO/ Administração Pública. em que. III-produzidos no sítio do Ministério da Fazenda. sobre o qual é correto afirmar que: da isonomia e que deve ser selecionada a proposta (A) somente pessoas jurídicas são parte legítima mais vantajosa para a Administração. III e IV. por questões de segurança. apenas. II. II-produzidos no país. (E) I. brasileiras de capital nacional. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – 264 . A modalidade de licitação II .(CESG/DECEA/2006/ADM/GRS) De acordo IV .o estado de defesa. abrange a(os): (E) I.666/1993. científico ou Considerando os critérios de dispensa e artístico. (D) I-produzidos ou prestados por empresas 269 . 266 – (CESG/DECEA/2006/ADM/GRS) As obras e serviços. exemplificativo. 49 . (D) autorização de compra. previsto no artigo 25 da Lei 8. (E) Costumes. país. (C) I-produzidos ou prestados por empresas (E) os preços registrados serão publicados brasileiras. (C) o sistema de controle do quadro geral de preços.666/93 é taxativo. em igualdade de condições. II .

CURSO DEBRET
ANP / 2016 – SIMULADO
– DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO –

III - o estado de sítio. g) liberação de verbas especiais sem
Está(ão) correta(s): consentimento prévio do Legislativo.
(A) II, apenas. h) aporte de crédito especial para tentar resolver
(B) III, apenas. a situação.
(C) I e II, apenas. i) utilização imediata de créditos
(D) I e III, apenas. extraordinários.
(E) I, II e III. j) dispensa de licitação.

271 – (ADVOGADO/BNDES/CESGRANRIO/ 274 - (CESGRANRIO/2008/Petrobrás/Advogado)
2006) Analise as afirmações abaixo. Tratando-se de contrato administrativo celebrado em
I - A doutrina de Bandeira de Mello considera os conseqüência da conclusão de procedimento
princípios da finalidade, razoabilidade e licitatório realizado nos termos da Lei no 8.666/93,
proporcionalidade como derivados logicamente do no que tange às garantias a serem prestadas pelo
princípio da legalidade. contratado, pode-se afirmar que:
II - Existem princípios, fundados apenas em I - a garantia contratual poderá ser exigida do
diplomas legais específicos, que têm estatura de licitante vencedor ainda que não prevista no edital
princípios constitucionais. de licitação;
III - Além dos princípios constitucionais, os II - compete ao contratado escolher, dentre as opções
processos administrativos devem observar os previstas em lei, qual modalidade de garantia será
princípios da motivação e da transparência. prestada;
IV - As licitações e os contratos administrativos III - a exigência de garantia poderá ser cumprida
devem observar os princípios da igualdade e do através da fiança pessoal dos sócios do contratado
julgamento objetivo. (pessoas físicas);
Estão corretas, APENAS as afirmações IV - nos casos de garantia prestada em dinheiro, e
a) I e II não utilizada durante a vigência do contrato, esta
b) I e III deverá ser restituída ao contratado ao final do
c) I e IV contrato, acrescida de juros e correção monetária.
d) II e III Está(ão) correta(s) a(s) afirmativa(s):
e) II e IV f) II, apenas.
g) II e IV, apenas.
272 - (CESGRANRIO/2008/BNDES /Profissional h) I, II e IV, apenas.
Básico/Arquitetura) De acordo com a Lei no 8.666, i) I, III e IV, apenas.
de 21/06/1993, e suas atualizações, nas Disposições j) I, II, III e IV.
Finais e Transitórias, o controle das despesas
decorrentes dos contratos e demais instrumentos
regidos por essa lei será feito pelo Tribunal de 275 - (CESGRANRIO/2008/CAPES/Contador) Nas
Contas competente. Contra irregularidades na licitações na modalidade pregão, o termo de
aplicação dessa lei, poderá(ão) representar ao referência é o documento que
Tribunal de Contas ou aos órgãos integrantes do f) indica o procurador residente e domiciliado
sistema de controle interno no País, com poderes para receber citação,
f) qualquer licitante. intimação e responder administrativa e
g) apenas o licitante vencedor. judicialmente pelos atos de licitantes
h) apenas o licitante eliminado. estrangeiros.
i) apenas o licitante vencedor e o 2o colocado. g) contém referências de contratantes anteriores
j) o licitante vencedor, o 2o e o 3o colocados. do licitante, com detalhes dos contratos
firmados no passado e a avaliação do índice
273 - (CESGRANRIO/2008/CAPES/Contador) De de satisfação na sua execução, que forneçam
acordo com o artigo 24 da Lei no 8.666/93, nos casos parâmetros à Administração quanto à
emergenciais ou de calamidade pública, poderá idoneidade do proponente.
ocorrer h) deve conter elementos capazes de propiciar a
f) liberdade para o Executivo descumprir o que avaliação do custo pela Administração,
está estabelecido no orçamento. diante de orçamento detalhado, considerando
50

CURSO DEBRET
ANP / 2016 – SIMULADO
– DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO –

os preços praticados no mercado, a definição Parcerias na Administração Pública: concessão,
dos métodos, a estratégia de suprimento e o permissão franquia, terceirização e outras formas.
prazo de execução do contrato. São Paulo: Atlas, 1996) Tendo por referência esses
i) declara encerrada a etapa competitiva e dois sentidos do termo “precariedade”, está correto
ordena as propostas, motivadamente, de afirmar que:
acordo com a aceitabilidade das propostas f) na concessão não há precariedade em
classificadas, quanto ao objeto e valor. nenhum dos seus sentidos.
j) pode ser substituído pela certidão de g) na permissão não há precariedade em
regularidade fiscal com validade até a data nenhum dos seus sentidos.
prevista para o encerramento do h) na concessão, a precariedade encontra-se
procedimento licitatório. presente no seu primeiro sentido, apenas.
i) na permissão, em regra, a precariedade
276 - (CESGRANRIO/2008/CAPES/Contador) encontra-se presente no seu primeiro sentido,
Sobre os contratos administrativos firmados entre apenas.
entidade pública e terceiro, está INCORRETO j) na permissão qualificada ou condicionada, a
afirmar que: precariedade encontra-se presente no seu
f) podem ter prazo indeterminado de vigência, segundo sentido.
conforme previsão legal.
g) podem ser rescindidos unilateralmente pela 280 - (ADVOGADO/BNDES/CESGRANRIO /
Administração, nos casos previstos em lei. 2006) Analise as situações abaixo.
h) admitem alterações bilaterais, isto é, por I - Na contratação de instituição estrangeira
acordo das partes, nos casos previstos em lei. incumbida da pesquisa, do ensino ou do
i) admitem alteração unilateral pela desenvolvimento institucional, desde que a
Administração, em situações específicas. contratada detenha inquestionável reputação ético-
j) admitem prorrogação dos seus prazos de profissional e não tenha fins lucrativos.
início e de conclusão, por motivos II - Quando não acudirem interessados à licitação
específicos. anterior e esta, justificadamente, não puder ser
repetida sem prejuízo para a Administração,
277 – XXX mantidas, neste caso, todas as condições
preestabelecidas.
278 - (ADVOGADO/BNDES/CESGRANRIO / III - Para as compras de material de uso pelas Forças
2006) Nas licitações, o exame da idoneidade Armadas, com exceção de materiais de uso pessoal e
jurídica, técnica e financeira dos licitantes que administrativo, quando houver necessidade de
pretendem participar de certas e futuras manter a padronização requerida pela estrutura de
concorrências de um único e mesmo apoio logístico dos meios navais, aéreos e terrestres,
empreendimento chama-se: mediante parecer de comissão instituída por decreto.
(A) pré-qualificação. IV - Para contratação de profissional de qualquer
(B) qualificação. setor artístico, diretamente ou através de empresário
(C) habilitação. exclusivo, desde que consagrado pela crítica
(D) habilitação prévia. especializada ou pela opinião pública.
(E) pré-classificação. Quais as situações que NÃO encontram amparo
legal para configurarem hipóteses de dispensa de
279 – (ADVOGADO/BNDES/CESGRANRIO / licitação?
2006) Ao tratar da concessão, permissão e (F) I e II
autorização de serviços públicos, Maria Sylvia (G) I e III
Zanella di Pietro ressalta que “é preciso considerar (H) I e IV
dois sentidos do vocábulo precariedade: (a) de um (I) II e III
lado, significa que o ato é revogável a qualquer (J) III e IV
tempo, por iniciativa da Administração; (b) de outro
lado, significa outorga sem prazo estabelecido e, 281 - (ADVOGADO/BNDES/CESGRANRIO /
portanto, revogável a qualquer momento pela 2006) São modalidades de concessões públicas, em
Administração, sem direito à indenização” (in
51

CURSO DEBRET
ANP / 2016 – SIMULADO
– DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO –

sentido amplo, além das concessões de obras
públicas e de uso de bem público, as de 284 - (2010 / Banca: CESGRANRIO / Órgão:
(A) gestão de bem público e as parcerias público- BACEN / Prova: Analista do Banco Central) .
privadas. Responde(m) pelos danos que os agentes públicos de
(B) gestão de bem público, auto-patrocinadas e uma autarquia federal causem, nessa qualidade, a
administrativas. terceiros, em decorrência de condutas comissivas, a
(C) serviço público e as parcerias público-privadas. a) própria autarquia federal, por ser entidade dotada
(D) serviço público, auto-patrocinadas e de personalidade jurídica de direito público, sendo a
administrativas. responsabilidade civil de natureza objetiva.
(E) serviço público, auto-patrocinadas e de gestão b) própria autarquia federal, por ser entidade dotada
administrativa. de personalidade jurídica de direito público, sendo a
responsabilidade civil de natureza subjetiva.
282 - (2014 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: EPE / c) União Federal, por ser o ente político ao qual está
Prova: Advogado) O agente público, após ser vinculada a autarquia, sendo a responsabilidade civil
condenado por crime cometido contra cidadão, de natureza objetiva.
havendo o trânsito em julgado da sentença penal e d) União Federal e a autarquia, solidariamente, por
tendo o Estado pago a indenização à vitima, deve ser a autarquia órgão integrante da Administração
promover a denominada ação de: Direta Federal, sendo a responsabilidade de natureza
a) culpabilização objetiva.
b) revisão e) União Federal e a autarquia, solidariamente, por
c) substituição ser a autarquia órgão integrante da Administração
d) regresso. Indireta Federal, sendo a responsabilidade civil de
e) sub-rogação natureza subjetiva.

283 - (2010 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: 285 - (2010 / Banca: CESGRANRIO / Órgão:
BNDES / Prova: Advogado) Um agente público, BACEN / Prova: Analista do Banco Central) No
pertencente aos quadros de uma empresa pública sistema jurídico brasileiro, a responsabilidade civil
federal prestadora de serviço público, no exercício do Estado por danos causados a terceiros rege-se
de suas atribuições, veio a causar dano a terceiro pela teoria
usuário do serviço em decorrência de conduta a) subjetiva, com fundamento no risco
culposa comissiva. Nesse caso, responderá(ão) pelo administrativo.
dano causado ao terceiro a b) objetiva, com fundamento no risco
a) empresa pública federal, sendo a responsabilidade administrativo.
civil de natureza subjetiva por tratar-se de entidade c) da equivalência dos antecedentes causais.
dotada de personalidade jurídica de direito privado. d) da culpa presumida.
b) empresa pública federal, sendo a responsabilidade e) da culpa provada.
civil de natureza subjetiva por ter sido o dano
causado a terceiro usuário do serviço público. 286 - (2008 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: TJ-
c) empresa pública federal, sendo a responsabilidade RO / Prova: Oficial de Justiça) Um servidor público,
civil de natureza objetiva por tratar-se de pessoa no exercício de sua função, deixa de praticar um ato,
jurídica de direito privado prestadora de serviço e sua omissão causa prejuízos materiais a um
público, assegurado o direito de regresso contra o particular. A ação de indenização, para haver os
responsável. danos patrimoniais sofridos, deve ser movida pelo
d) União Federal e a empresa pública federal, particular contra o(a)
solidariamente, sendo a responsabilidade civil de a) servidor diretamente, porque a responsabilidade é
natureza objetiva por ter sido o dano causado a subjetiva e exclusiva do causador direto do dano.
terceiro usuário do serviço público. b) servidor e contra a Administração Pública, porque
e) União Federal, sendo a responsabilidade civil de a responsabilidade neste caso presume-se solidária.
natureza objetiva, fundada na teoria do risco c) Administração Pública, pois a responsabilidade
administrativo, inexistindo direito de regresso contra civil do ente de direito público neste caso é objetiva.
o agente público, uma vez que não houve conduta
dolosa.
52

é subsidiário. decide postular indenização da União. a jurisprudência e a melhor CAPES / Prova: Assistente em Ciência e doutrina pátria reconhecem. pelo dano sofrido deseja requerer a instauração de procedimento por João Rodrigo. por responsabilidade civil pelos danos sofridos por João Rodrigo. lotado e em exercício em um laboratório de solicitação oral. não assinando o comportamento e o dano. recebendo Rodrigo. como responsável civil pelos danos. concorrido para o dano. falta. em determinada situação. administrativo contra determinado servidor público b) será responsável. a responsabilidade e) Administração Pública. por descuido. que deveria ser restrita.(2008 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: e) se tratar de conduta meramente omissiva. proprietária do veículo oficial. então. cabendo a esta denunciar à lide o servidor que ele restou como o único prejudicado. que representará o interessado. possibilidade de regresso ao servidor que cometeu a c) a conduta estatal geradora do dano for lícita. identifica Rodrigo. com amparo na atual Tecnologia) João Rodrigo se atira de uma passarela e disciplina constitucional e legal da matéria. por parte da universidade. sem ter causou o dano.(2008 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: ANP / administrativo federal.(2008 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: servidor que cometeu a falta. sala. mas com possibilidade de regresso ao 287 . um comprovante de recebimento datado. se o patrimônio do servidor for inferior a) inexistente. 290 .784/1999. carga radioativa considerável. BNDES / Prova: Profissional Básico – Administração) A respeito da responsabilidade civil 288 . Feito isso. de exercer c) do risco integral. porque também foi lesado com o dano em pública onde ocorreu o evento e pede a um servidor seu veículo oficial. Percebido o problema. Sua esposa.(2008 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: da Administração. X. d) da culpa administrativa. exposta ao público. CAPES / Prova: Analista de Sistemas) Nos casos de c) existente e independente da culpa do servidor que responsabilidade civil objetiva do Estado. mas com cópia da funcionário da empresa prestadora de serviços de sua identidade. dirige-se ao protocolo e e) não será responsável pelo dano sofrido por João apresenta a folha de papel com os dados. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – d) Administração Pública em primeiro lugar. e) existente. por se tratar de motivo de força maior. o Estado CEFET-RJ / Prova: Assistente de Alunos) Sr. documento. cometeu a falta. onde descreve os fatos ocorridos. João Rodrigo sofre sérios danos a) subjetiva da culpa. pelo por entender que o servidor não agiu corretamente dano sofrido por João Rodrigo. salvo casos em que for admitida servidor. Nos termos da Lei no 9. a) ausente a culpa do agente. de material radioativo naquela sala. pois cabe somente ao servidor que ao valor da indenização pleiteada. deixou uma a) em folha de papel datilografada ou impressa. e) da culpa civil comum. em caráter permanente. que está no atendimento uma folha de papel em d) não será responsável pelo dano sofrido por João branco. Nesse 291 . a cometeu a falta. motores decorrentes do impacto com o veículo. que b) do risco administrativo. d) a conduta estatal foi sem relevo para o surgimento do dano. b) inexistente. que regula o processo 289 . dirige-se à repartição Rodrigo. por falta de nexo causal entre o seu o servidor envolvido e insere a data. Sr. No caso. O b) sem a assinatura do requerente. equivocadamente. o requerimento inicial do Prova: Especialista em Regulação – Direito) Um interessado. ansioso para c) não será responsável pelo dano sofrido por João apresentar a sua reclamação. independente de culpa. tendo recebido 53 . porém alternativa em relação ao sofrido pelo administrado se servidor que cometeu a falta. mas com b) ausente a intenção do agente em causar o dano. que o cai sobre um automóvel oficial a serviço de um dos Brasil adota a teoria: órgãos da União. X a) será responsável. deve ser formulado uma universidade federal. porém dependente de culpa. com culpa. qualquer tipo de atividade profissional. o impossibilitam. o recolhimento c) por advogado. Administração se exime de responder pelo dano d) existente. limpeza efetuou.(2014 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: caso.

(2014 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: em todos os atos praticados pela gestão anterior nos FINEP / Prova: Assistente . ocupante de cargo de irregularidades. Nessa situação hipotética. por impedimento. quando o processo administrativo diz 296 . LIQUIGÁS / Prova: Profissional Júnior – Direito) O e) permitida. d) formular alegações antes da decisão e) com o endereçamento à autoridade administrativa administrativa. Presidente de uma autarquia federal. e) ter ciência da tramitação do processo administrativo em que tenha a condição de 292 . por autorização especial.(2012 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: decai em: Transpetro / Prova: Técnico de Administração e a) cinco anos Controle Júnior) Um requerimento é um instrumento b) quatro anos pelo qual o requerente se dirige a uma autoridade c) três anos pública para solicitar o reconhecimento de um d) dois anos direito ou concessão de algo sob o amparo da lei. ao assumir a gestão da entidade. a) Arbitral de Defesa da Concorrência b) Administrativo de Defesa Econômica 293 .(2014 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: indeferimento do pedido de reconsideração. por advogado. ocorreu a criação de órgão destinado ao julgamento c) quem é menor de dezoito anos dos casos de concentração ocorridos no Brasil. b) o sindicato de servidores. comunicado no local da repartição sobre atos do c) fazer-se assistir. 298 . buscando a) o Ministério Público. Por meio da Ouvidoria Pública Federal não mais poderá anular os atos Geral. considera-se LIQUIGÁS / Prova: Profissional de Vendas) Na interessado: reorganização da defesa da concorrência. Em caso de 294 . por não causar prejuízo.(2014 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: interessado. CEFET-RJ / Prova: Auditor) Nos termos da Lei n 9. o direito da e) Nacional de Direito Econômico Administração de anular os atos administrativos de que decorram efeitos favoráveis para os destinatários 297 . em que provimento efetivo. aprimorar a duração do processo administrativo. pode-se fazer um “pedido de reconsideração”. Tal d) quem exerceu direito de representação. sua atuação como julgador c) notificação no mesmo processo será d) ato declaratório a) vedada. c) adotada. por inexistir incompatibilidade. pode-se FINEP / Prova: Analista Jurídico) Nos termos da lei fazer outro requerimento denominado de processo administrativo disciplinar federal. c) decadencial de dois anos 54 .(2012 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: d) admitida.Apoio administrativo) últimos oito anos e identificou algumas Um servidor público federal. NÃO constitui já decorrido o prazo direito do administrado a) prescricional de dois anos a) eximir-se de prestar informações para apuração b) prescricional de cinco anos dos fatos. caso o a) recurso servidor público tenha atuado como perito no b) despacho processo administrativo. a que se dirige. órgão é o Tribunal e) quem participa de associações de funcionários. o referido cidadão apresentou reclamação que administrativos ilegais de que tenham decorrido gerou procedimento administrativo disciplinar. atendeu a um cidadão na pese o resultado da auditoria. por suspeição. a Administração repartição onde atuava. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – d) com a indicação de que o interessado será b) ser tratado com respeito pelas autoridades.(2014 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: EPE / c) Especial de Intervenção Econômica Prova: Advogado) Nos termos da lei federal que d) Judicante de Defesa Administrativa regula o processo administrativo. procedimento. Se e) um ano um requerimento é indeferido.(2013 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: respeito a interesse individual. realizou uma auditoria interna 295 .784/1999. Nos efeitos favoráveis para os destinatários de boa-fé se termos da Lei Federal nº 9.784/1999. e) exposição de motivos b) proibida. facultativamente.

Área de caráter normativo e decisão de recursos 3) O Presidente de uma autarquia federal pretende administrativos. b) esteja atuando por delegação de competência.784/99. respeitados os direitos adquiridos. contados da data em que competente para julgar eventual recurso contra seus foram praticados. sendo-lhe vedado iniciar o processo b) 30 dias. o direito da Administração Pública Federal. decisão processo administrativo em âmbito federal (Lei no nos processos administrativos no prazo. segurança jurídica. Interessado em aprimorar as Nela se encontra expressamente previsto o dever de manifestações que emite na sua rotina de trabalho. da inércia. Administração Pública. após concluída a instrução. administrativo de ofício.(2010 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: EPE / e) decadencial de cinco anos Prova: Analista de Gestão Corporativa - Administração Geral) De acordo com as disposições 299 . à proteção dos direitos dos pronunciamento em processos administrativos administrados e ao melhor cumprimento dos fins da inaugurados a partir de requerimentos formulados Administração. ressalvada a hipótese de edição de atos BACEN / Prova: Analista do Banco Central . contados da efeitos jurídicos favoráveis aos seus destinatários. contados da data em que e) tenha inimizade notória com parentes do foram praticados.784/99 estabelece 300 . em especial. interessado. vício de legalidade. c) 60 dias. que admitem delegação expressa. postura administrativa? e) os atos administrativos que apresentarem defeitos a) Irrevogabilidade dos atos administrativos sanáveis podem ser convalidados pela praticados de boa-fé. salvo comprovada qual é o fundamento a ser invocado para impedir tal má-fé. cargo em comissão ou função 302 . em virtude do princípio da público nem prejuízo a terceiros. salvo comprovada má-fé. b) decai em dez anos.(2010 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: indelegável. pelos administrados. d) tenha amizade íntima com superior hierárquico c) decai em cinco anos. Considerando que esses atos administrativos de que decorram efeitos favoráveis administrativos vêm produzindo. emite visando. c) Preclusão administrativa de dois anos para exercício da prerrogativa de revogação de atos 55 .784/99) e constata que por igual período. é impedido de atuar em processo de anular os atos administrativos de que decorram administrativo o servidor que efeitos favoráveis para os destinatários a) esteja litigando judicialmente contra cônjuge do a) não se submete a prazo decadencial. e. decidir da Administração. b) a Administração Pública tem o dever de revogar d) 120 dias. decorrência do princípio da legalidade. legalidade. salvo comprovada má-fé. d) decai em três anos. atos. de até a) a Administração Pública deve observar o princípio a) 10 dias. em decisão na qual se b) Prescritibilidade do controle jurisdicional sobre evidencie que não acarretam lesão ao interesse atos administrativos.(2010 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: EPE / de confiança. anular atos administrativos praticados de boa-fé há d) o direito da Administração Pública de anular atos mais de quinze anos. em interessado. desde então. até o terceiro grau. e) prescreve em cinco anos após o término do exercício de mandato. no exercício cotidiano de suas atribuições.(2010 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: EPE / normas básicas sobre o processo administrativo no Prova: Advogado) Odair é servidor público federal âmbito da Administração Federal direta e indireta. Prova: Analista de Gestão Corporativa - Administração Geral) A Lei no 9. seus próprios atos. que regula o processo Petrobras / Prova: Profissional Júnior – Direito) Em administrativo no âmbito da Administração Pública âmbito federal. para os destinatários decai em três anos. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – d) decadencial de três anos 301 . c) a competência administrativa é irrenunciável e 303 . salvo comprovada má-fé.(2010 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: da Lei no 9. data em que foram praticados. quando eivados de vício de e) 180 dias. contados da data da ciência do c) tenha amizade íntima com o interessado. que consiste em emitir Odair resolve pesquisar a legislação que regula o explicitamente. prorrogável 9.

processos. Administração. IBGE / Prova: Analista . mesmo na inércia do interessado. decisão que lhe seja desfavorável no processo d) Sanatória dos atos administrativos praticados de administrativo. após o decurso de dez anos. pode ser definido como a(o): necessidade do preenchimento dos requisitos de: a) obrigatoriedade de motivação oficial dos atos assiduidade. d) quarenta dias e) segurança jurídica. andamento e impulsionar a tramitação dos contados da data de sua publicação no órgão oficial. probatório terá b) garantia de que o processo administrativo não seja a) apresentado relatório seis meses antes de findo o causa de ônus econômicos ao administrado. b) publicidade. foi Tecnologia) O princípio da oficialidade.(2013 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: 306 . entende-se que BACEN / Prova: Analista do Banco Central . disciplina. irrecorribilidade das decisões e e) cinquenta dias ampla defesa. no máximo.(2008 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: IBGE / Prova: Analista . vedação ao retrocesso e oralidade. c) legalidade e da razoabilidade. 309 . a exigência de a) estabilidade atuação. em geral. oralidade e concentração dos atos b) vinte dias processuais. para obter certos processos de exclusivo interesse do aprovação em estágio probatório. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – administrativos praticados de boa-fé e dos quais d) direito de o administrado recorrer oficialmente de decorram efeitos favoráveis aos seus destinatários. que norteia comunicada em palestra de ambientação no órgão os processos administrativos. cargo comissionado. capacidade de iniciativa. ela é removida para ter exercício em FUNASA / Prova: Técnico de Contabilidade) São município distante da sede onde exercia suas princípios que regem o processo administrativo em funções. que o servidor ou agente público não pode ser lotado sem motivo em local onde não pretende ou requereu 304 . Adriana terá prazo a) ampla defesa. Por necessidade do 305 . c) moralidade determinantes da decisão. 3) Em processos administrativos. Parabéns! Você acertou! b) publicidade e da proporcionalidade. no mínimo.112/90. compreende. ao invés de ficar restrita aos b) vedação para ocupar função de confiança ou elementos que instruem o processo. sendo regida pelos termos da Lei n° 8. Nos termos da Lei explícitos os fundamentos normativos e fáticos das no 8. segurança jurídica e publicidade. 56 . estágio para homologação da autoridade avaliadora c) busca da verdade material dos fatos pela competente. c) trinta dias d) motivação. tornando produtividade e responsabilidade. à exceção de onde foi exercer suas atividades de que. havia a administrado. 308 . decorrem. âmbito federal: Nos termos da Lei n° 8. dez dias e.(2010 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: o exercício do seu cargo ou função.Recursos Humanos) e) legitimidade e da segurança jurídica.112/90. a) quinze dias c) razoabilidade.Área ocorre a proteção denominada.Recursos Humanos) Sueli. da aplicação dos princípios da e) inamovibilidade a) impessoalidade e da ampla defesa. d) vitaliciedade respectivamente. CAPES / Prova: Assistente em Ciência e ao tomar posse em cargo público efetivo. e) Prazo decadencial de cinco anos para a anulação dos atos administrativos praticados de boa-fé e dos 307 .(2014 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: EPE / quais decorram efeitos favoráveis aos seus Prova: Advogado) Quando a legislação estabelece destinatários. boa-fé e dos quais decorram efeitos favoráveis aos e) encargo da própria Administração de dar seus destinatários. praticados pela Administração no processo. o ocupante de cargo público em estágio decisões nele tomadas. segundo padrões éticos de boa-fé.(2013 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: d) moralidade e da motivação. Adriana é servidora efetiva.112/90. publicidade e irrecorribilidade das para retomar o exercício do seu cargo que decisões.(2009 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: serviço. e de b) proporcionalidade indicação dos pressupostos de fato e de direito.

e) I – S . a) próprio.(2009 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: Casa d) doado pelo Município. nº 8.(2013 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: I . começando a correr da data e) trinta dias após o pleito em que o fato se tornou conhecido. analise as assertivas abaixo. c) I – Q . 315 . 314 . se aplica aos servidores temporários.A ação disciplinar prescreve em cinco anos. exercerá suas funções por. É(São) correta(s) APENAS a(s) afirmativa(s) 312 . penal e IBGE / Prova: Analista – Auditoria) Paulo pretende administrativamente pelo exercício irregular de suas candidatar-se a cargo eletivo no município onde atribuições. na qual II . III – R particulares. para categorizar as diversas formas de retorno ao d) I e III.112. requer o pode ser feita por meio do(a) deferimento de auxílio moradia. Chesf / Prova: Profissional de Nível Superior) A b) II.(2012 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: a) I. II – R . c) pedido de revisão de decisão judicial. com suas modificações posteriores. legislação administrativa emprega diferentes termos c) III. dois anos. ela terá direito b) pedido de reconsideração. mas a 8. desde que o imóvel em que ela venha residir seja: d) declaração receptícia. c) do seu cônjuge. com ressalva de que alguns A associação correta é: direitos e deveres previstos na Lei no 8. III – P e) afastamento para curso de formação em outro cargo da administração federal. da Moeda /Prova: Advogado) No que concerne ao e) funcional. Associe essas diferentes formas à e) II e III. pelo menos. cargo público. sendo independentes entre si. 311 .745.(2011 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: Petrobras / Prova: Técnico de Administração e 310 . com suas modificações 57 . seja c) dez dias após o pleito qual for a natureza da infração administrativa d) vinte dias após o pleito cometida pelo servidor. II – S . denomina-se requerimento. chegar ao local. III – Q cargo em comissão. Nos termos da Lei no cumular-se. ocupado por genitor. Ao sob o amparo da lei. II – P . II – Q .(2008 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: ANP / Prova: Especialista em Regulação – Direito) Em relação à legislação que rege o vínculo dos servidores federais tem-se que: a) a Lei no 8. Nos termos da Lei a) recurso. b) locado. a renovação do requerimento estabelecer residência fixa. III – Q dezembro de 1990.112.112/1990. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – c) cessão para outros órgãos para ocupar qualquer b) I – P . vista sua relação com a comunidade local. desde que a sua conduta resulte em exerce suas funções de servidor público tendo em prejuízo ao erário ou a terceiros.As sanções civis. regime disciplinar dos servidores públicos federais. Assim. preenchidos os demais requisitos.(2013 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: Controle Júnior) O instrumento usado pelo IBGE / Prova: Analista . penais e administrativas podem criou laços de afeto. verifica que há necessidade de lá Uma vez indeferido. e) exposição de motivos. de 09 de dezembro de 1993.Recursos Humanos) Uma requeredor para solicitar a uma autoridade pública o servidora estatutária é removida para cidade onde reconhecimento de um direito ou concessão de algo. 313 .O servidor público responde civil. a Licença para Atividade Política durará responsabilidade administrativa do servidor será até afastada em caso de absolvição criminal que negue a a) cinco dias após o pleito existência do fato ou sua autoria. b) oito dias após o pleito III . II – S . respectiva descrição. ao benefício. de 11 de a) I – P . III – R d) deferida licença para tratamento de interesses d) I – S . de 11 de dezembro de 1990.

IV e V. com d) Deputado Federal. II. aposentado por invalidez. apenas. c) a Lei no 8.(2005 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: MPE- comissão. que ingressaram no quadro após sua documento ou objeto da repartição pública onde promulgação. sem prejuízo da legal. servidores temporários. remuneração do cargo eletivo. bem a) multa e suspensão. III. com mandato de: suas modificações posteriores. a aposentadoria tenha ocorrido nos dois anos IV . para prestar um serviço que é. quando invalidada a d) I. II. III e IV. d) demissão e repreensão. resultante de sua transformação. desde que III . CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – posteriores. II e III. apenas. autorização. quando junta médica quando solicitado. que ingressavam no quadro após sua c) destituição e repreensão.(2015 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: cargo anteriormente ocupado e decorrerá de LIQUIGÁS / Prova: Profissional Júnior – Direito) inabilitação em estágio probatório relativo a outro Determinadas pessoas são convocadas pelo Estado cargo. apenas. lhes são aplicáveis. de 22 de fevereiro de 2000. como aos servidores b) Vereador.662. com ressarcimento de todas as vantagens. promulgação.(2006 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: Nesse caso. como ao pessoal estranho ao quadro. se cargos. de 22 de fevereiro de 2000. respectivamente. em regra. 317 .745.(2004 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: dos conceitos abaixo está em DESACORDO com a SECAD-TO / Prova: Médico .utilizar recursos do Estado para fins anteriores à solicitação. como aos empregados das empresas públicas b) cassação e demissão. mas nomeado para exercício de cargo em 318 . se aplica tanto aos a) Prefeito. transitório. se aplica tanto aos e) Senador. c) político havendo compatibilidade de horário. c) Deputado Estadual. sua demissão por decisão administrativa ou judicial.Cardiologista - legislação do servidor público federal? Ecocardiografia) Das proibições feitas aos a) Readaptação é a investidura do servidor em cargo servidores públicos do Estado do Tocantins fazem de atribuições e responsabilidades compatíveis com parte: a limitação que tenha sofrido em sua capacidade I . trabalhe são consideradas infrações disciplinares e) a Lei no 9.recusar-se a atualizar seus dados cadastrais. e) I. III e IV. aposentado no interesse da administração. c) Reversão é o retorno à atividade de servidor V . apenas.receber presente em razão de suas atribuições. empregos ou funções públicas e retirada. efetivos e sem autorização escrita do superior. e) Recondução é o retorno do servidor estável ao 320 . se puníveis.745.ausentar-se do serviço durante o expediente sem física ou mental verificada em inspeção médica. particulares. federais. por equivalência vantagens de seu cargo.recusar fé a documentos públicos.(2008 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: ANP / Prova: Especialista em Regulação – Direito) Qual 319 . efetivos. aplica a todos os servidores federais. ele é considerado um agente público DNPM / Prova: Técnico Administrativo – a) delegado Informática) Será permitido ao Servidor de uma b) credenciado Autarquia Federal exercer mandato eletivo e. b) Reversão é o retorno à atividade de servidor II . suas modificações posteriores. de 09 de dezembro de 1993. no cargo anteriormente ocupado. com: aplica aos servidores federais temporários. perceber as d) honorífico 58 .662. e) demissão e suspensão. oficial declarar insubsistentes os motivos da Estão corretos os itens: aposentadoria. 316 . a) II e IV. como o cidadão que exerce a função de jurado. de 09 de dezembro de 1993. d) Reintegração é a reinvestidura do servidor estável b) I. se for investido no b) a Lei no 8. de qualquer temporários. ou no cargo c) II. servidores temporários. RO / Prova: Economista) Acumulação ilegal de d) a Lei no 9.

resolveu c) demitido aguardar pelo período máximo previsto em lei para d) readaptado assumir o cargo. atividades. a) menores de dezoito anos Tendo-se candidatado a cargo de nível médio e b) estrangeiras em situação de risco logrado aprovação. as quais. determinaram a exoneração de Cristina servidor público faz jus à remuneração e a do cargo por ela ocupado. Nos termos da Lei nº 8. onde se desentendeu ANULADA 324 .122/1990. a) dispensado Convocada para tomar posse. sendo aprovada em concurso público.Recursos Humanos) públicos para as pessoas Cristina possuía atividade na iniciativa privada. o dedicação ao lar. b) penal a) sociedades de economia mista c) civil b) cargos privativos de profissional de saúde com d) regulamentar outra profissão regulamentada e) regimental c) membros do Poder Judiciário com o magistério. Nos termos da Lei no determinadas indenizações.Cargos b) dez dias 3 a 12) Um dos grandes temas tratados na c) quinze dias Constituição Federal é o do acesso facilitado aos d) trinta dias cargos públicos.(2015 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: Petrobras / Prova: Profissional Júnior) Um servidor 325 . que comunicou o conflito às Órgão: CEFET-RJ / Prova: Conhecimentos Básicos . foi convocada pela c) consideradas de menor rendimento econômico administração. Após aprovação em estágio probatório. a perda do cargo do servidor.112/90. ocupante de um cargo em comissão em um certo município. apresenta o seu pedido de Marlene.(2014 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: Nacional de Saúde CEFET-RJ / Prova: Auxiliar em Administração) O e) membros do Ministério Público com o magistério.112/90. sem qualquer Cargos 3 a 12) Nos termos da Lei nº 8. foi transferida para outro local. consta a referente ao pagamento de descrito. afastamento do cargo que exercia no âmbito resolveu casar e ter filhos. encontra-se a possibilidade de a lei 327 .(2014 / Banca: CESGRANRIO / com o Chefe do órgão. após concluir o seu curso de nível superior. então.(2014 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: a) cinco dias CEFET-RJ / Prova: Conhecimentos Básicos .(2014 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: EPE / público foi punido por práticas de atos ilícitos no Prova: Advogado) A vedação ao acúmulo âmbito da repartição pública onde exercia suas remunerado de cargos e proventos públicos. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – e) administrativo d) adicional noturno e) gratificação natalina 321 . deparou-se com a b) suspenso oposição do seu esposo Carlos. tomou posse e entrou em d) portadoras de deficiência exercício nas datas fixadas pelos órgãos e) moradoras em locais considerados perigosos competentes. Angustiada. e) sessenta dias Dentre as inovações constantes da Constituição Federal em vigor.(2013 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: estabelecer percentual dos cargos e empregos IBGE / Prova: Analista . o formalidade.(2013 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: para um cargo de provimento efetivo na IBGE / Prova: Analista . Nos termos da Lei no 8.Recursos Humanos) administração federal. se estende às (aos) .112/1990. Nomeada. trabalho. Dentre essas 8. postou-se de retorno ao mercado de servidor será. poderia ocorrer após a) auxílio-moradia a) sentença condenatória pendente de recurso b) horas extras b) sindicância administrativa sumária c) pagamento por chefia c) processo administrativo disciplinar 59 . Após um período de municipal. após ser aprovado em concurso público 326 . havendo a) administrativa compatibilidade de horários. d) cargos de professor e pesquisador na Agência 322 . no caso indenizações. o e) exonerado prazo para que o candidato aprovado tome posse após a nomeação é de: 323 . autoridades superiores. Tal sanção é considerada empregos e funções remuneradas.

b) é possível. Diante dos fatos público.Recursos Humanos) atividades inerentes a cargo efetivo.112. nos termos da Lei nº 8.(2013 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: remuneração decorrente de atuação em curso de IBGE / Prova: Analista . Nos termos da Lei n° 8. convocado. a 8. NÃO se constitui em ingressar na seleção para o cargo almejado. a comissão processante conclui pela diplomas necessários à formação dos requisitos para aplicação de penalidade.(2012 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: c) é possível. porque os horários são compatíveis. De d) aprovado em exame médico. de 11 de cumprir suas tarefas nos prazos determinados. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – d) audiência com os superiores.Recursos Materiais e formação devidamente autorizado.(Ano: 2013 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: cargo público e exercer suas funções nos rincões IBGE / Prova: Analista . almeja assumir um 331 . pois somente se permitem e) intimação do sindicato de servidores para ciência acumulações no mesmo nível federativo. por d) sessenta por cento força dessas circunstâncias. sendo. Preenche tal requisito quem é: servidores.Recursos Materiais e mais distantes do país. no máximo. em relação à hora normal de trabalho. mestrado e doutorado. e) cinquenta por cento frequentemente. Nos termos da Lei no 8. gerada pela não reposição das vagas a) indicado pela chefia do órgão. É qualificado com diversos cursos c) quarenta por cento de especialização. nos termos da Lei n° de 1990. com sua oitiva d) não é possível. exercendo IBGE / Prova: Analista .112/1990. Atingindo a idade legal e obtendo os comprovados.112. b) sorteado entre os candidatos. essa acumulação d) oitenta horas de trabalho anuais a) é possível. deixadas por sucessivas ondas de aposentadorias. 8. extraordinárias serão remuneradas. de 11 de dezembro que o concurso público. uma vez que se trata de cargos de e) cinquenta horas de trabalho anuais níveis federativos diversos. Diante disso. a 330 . de 11 de c) cem horas de trabalho anuais dezembro de 1990.(2013 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: a) vinte por cento IBGE / Prova: Analista – Auditoria) Hércules é b) trinta por cento servidor efetivo.112. verificou sanção prevista na Lei n° 8.112. caso autorizado pelos respectivos Petrobras / Prova: Advogado Júnior-2012) A Lei nº chefes. aquilo que recebeu de investimento processo administrativo disciplinar. obtém autorização da chefia para c) selecionado em concurso interno. IBGE / Prova: Analista . acumula cargo similar em fundação municipal.112/90: a) advertência a) pode ser exclusivamente de provas b) censura b) pode ser exclusivamente de títulos c) suspensão c) tem validade de três anos d) cassação de aposentadoria d) tem as condições de realização fixadas em e) destituição de cargo em comissão portaria e) permite várias prorrogações do prazo de validade 332 . com a Lei n° 8. a um dos requisitos para a posse Ocorre que sua seção padece de crônica falta de em cargo público. e) não é possível. as horas e) possuidor de uma carta de idoneidade moral.Recursos Humanos) Para 329 . para devolver. a) cento e vinte horas de trabalho anuais havendo entre os cargos compatibilidade de b) cento e dez horas de trabalho anuais horários. acordo. dedica um capítulo ao regime de responsabilidade dos servidores públicos federais 60 . desde muito cedo. sem considerar Logística) Um servidor efetivo de autarquia federal situações excepcionais é de.(2013 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: IBGE / Prova: Analista . dezembro de 1990. realizar atividades em horas extraordinárias. através da Logística) Um servidor público é submetido a solidariedade. uma vez que vedada a acumulação 328 .(2013 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: quem deseja ingressar no serviço público. é imprescindível Andrea é servidora pública dedicada e procura atender.Recursos Humanos) Leonardo. com acréscimo de 333 .(2013 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: de cargos no caso. para ministrar cursos presenciais e à distância. 334 .112/90. de 11/12/1990.

em DESACORDO. pelos princípios legais privada com as técnicas da administração pública. a) diárias b) O Código de Ética dispõe que deve haver b) ajuda de locomoção tratamento cortês e com boa vontade aos c) transporte administrados. ressalvadas as e) seis meses de remuneração respectivas ações de ressarcimento. suspensão de um servidor. vista a ausência de propriedade da administração b) os agentes públicos. d) Uma comissão de ética pública. consoante as regras da a) 20 dias lei n° 8. a suspensão. a ter exercício em nova sede por a) os atos de improbidade administrativa sujeitam os determinação de oficio da autoridade competente.2008 . que d) cinco meses de remuneração causem prejuízos ao erário. Após e) Um cidadão pode dirigir uma petição. ao ressarcimento ao sua família. no exercício efetivo do cargo.(2013 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: que excepcionalmente. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – sujeitos à sua disciplina e estabelece. Nos termos princípios específicos de sua norma regulamentar da Lei n° 8. de 22 de junho de 1994. requereu o qualidade. julga. IBGE / Prova: Analista . Realizou a mudança com toda a cassação de direitos políticos. d) auxílio-moradia c) O Código de Ética é aplicável não somente aos e) gratificação extraordinária servidores públicos. Nos termos da Lei n° 8. por falta de urbanidade. foi deferido.Recursos Humanos) Sergio é correto afirmar que passou. atinentes aos processos administrativos e pelos No seminário. Decreto no 1. com rígido tratamento em clínicas especializadas. com o Código de Ética.(2011 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: Petrobras / Prova: Advogado) A respeito do regime 338 . à interesse do serviço. aposentou-se por invalidez.112/90. dentre outras retorno. Requerendo o seu recebido em órgão federal 61 .ANP . desde que atuando nessa pública para destinação funcional. Nesse caso. ligados ao órgão federal.(2013 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: de responsabilidade dos servidores públicos federais. fará jus ao pagamento de constituitiva. locando imóvel para residir. mas também àqueles que sejam. no agentes públicos à indisponibilidade de bens. posteriormente.Recursos Humanos) Silvio. ocorrerá a denominada b) 45 dias a) readaptação c) 60 dias b) reversão d) 90 dias c) reintegração e) 120 dias d) recondução e) desaposentação 335 . reclamação sobre falta de urbanidade no tratamento se apto para retornar ao trabalho. após a devida após problemas com a ingestão de bebidas instrução preliminar. o que causados a terceiros.171. incluídas suas 336 . pernoitou por cinco dias.Recursos Humanos) de 1988? Carmen.112/90. em caso Administrativo) Qual das afirmações a seguir está de responsabilidade civil por dano causado ao erário. dentre outros. de alguma forma. servidor ou não.(2013 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: alterações posteriores.112/90. e) a obrigação de reparar extingue-se com a morte 339 – (CESGRANRIO . foi participar a) O trabalho de uma comissão de ética pública de seminário para debater as modernas técnicas de deve ser pautado pelos princípios constitucionais da gestão. b) três meses de remuneração d) a lei estabelece prazos prescricionais para ilícitos c) quatro meses de remuneração praticados por qualquer agente.Técnico do servidor e não se transmite a herdeiros. comparando-se o praticado na administração administração pública. o limite c) a responsabilidade administrativa não subsiste máximo para a referida verba corresponde a diante da absolvição criminal por insuficiência a) dois meses de remuneração probatória. ingressou em licença médica e. pode decidir pela pena de alcoólicas. respondem objetivamente por danos deferimento de ajuda de custo para instalação. IBGE / Prova: Analista . que não vinculada ao seu antigo cargo e preenche os demais poderá exceder requisitos legais. mesmo 337 . obtém a autorização de junta médica penalidades disciplinares. Tendo em erário e à perda da função pública. e com a Constituição Federal IBGE / Prova: Analista .

previamente.171/1994.2008 .Omitir a verdade sobre fato para beneficiar o prioridade de contratação quando da demanda por cidadão.Tratar cuidadosamente os usuários dos serviços. c) I. novos serviços. 62 .171. com o público.Ser eficiente no cumprimento de suas tarefas III . e) Perda do vínculo empregatício II .Facilitar a fiscalização de todos os atos ou IV. III e IV. é Civil do Poder Executivo Federal. seja este relacionado a origem. publicidade e eficiência. impessoalidade. d) II e IV. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – 342 – (CESGRANRIO . d) I. de 1990. a) Censura consolidada com as suas várias alterações b) Reclusão posteriores.2009 . cor. e) I.(2014 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: FINEP / Prova: Assistente . aprovado pelo Decreto no 1. não vinculando os servidores temporários. estão a) I e III.não se admite qualquer espécie de preconceito.Especialista Que tipo de penalidade uma Comissão de Ética em Regulação – Direito) Tendo como referência o relacionada a um órgão ou entidade pública da esfera Código de Ética. apenas. raça.Professor – Escriturário) A respeito das normas de conduta ética Matemática) Analise os itens que se seguem. I . c) II e III. e) III e IV. as Comissões de compulsória. bem como as disposições pertinentes da à Ética? Lei no 8. FINEP / Prova: Analista) Em caso de omissão do III . c) Multa financeira I .O referido código só é aplicável aos servidores d) Perda dos direitos políticos efetivos. credo ou classe social. De acordo com o Decreto no 1.no exercício profissional. c) I e IV moralidade.A formação de uma comissão de ética Código de Ética Profissional do Servidor Público específica. apenas.Caixa – 340 – (CESGRANRIO .(CESGRANRIO .2008 . correspondente ao Código de Conduta do Servidor Estão corretas as afirmativas Público Civil do Poder Executivo Federal.A comissão de ética pode aplicar a pena de a) ouvir.as situações de provocação e constrangimento no aperfeiçoando o processo de comunicação e contato ambiente de trabalho devem ser eliminadas. IV . apenas. incluídas suas alterações eventualmente comete um ato considerado contrário posteriores. idade.(2011 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: progressão funcional dos servidores. II . serviços por quem de direito. corretos APENAS os itens b) II e IV. Ética devem IV. b) solicitar consultoria jurídica externa para dirimir a É(São) verdadeira(s) APENAS a(s) afirmativa(s) dúvida. religião. a área jurídica do órgão ou suspensão.ANP . apenas. que pautam as atividades exercidas pelos relativos aos deveres fundamentais do servidor empregados e dirigentes da CAIXA.112. os interesses da sem ter que estar regularmente presente ao local de CAIXA têm prioridade sobre interesses pessoais de trabalho.112. analise as afirmações a seguir. d) II e III d) encaminhar o processo à entidade fiscalizadora do e) II e IV exercício profissional na qual o servidor público infrator estiver inscrito. de 11 de dezembro de 1990. considerada sua alteração no referido Decreto. III . entidade. no âmbito dos diversos órgãos federais. a) I c) suprir a omissão através do recurso à analogia e b) I e III aos princípios da legalidade. II. que: I . pode-se afirmar público. III e IV. II e IV. para utilização nos processos de 344 .A comissão de ética tem como atribuição fornecer dados.MEC . 343 .os fornecedores habituais da CAIXA devem ter II . de federal pode aplicar ao servidor público que 22 de junho de 1994. b) I e IV.Apoio administrativo) 341 . a) I e III. prevista na Lei no 8. seus empregados e dirigentes.

apenas. mesmo quando parecerem mais 1. as atribuições do cargo. apenas. b) zelar. Diversas atribuições até a finalização das investigações. Joaquim deve integrantes. 63 .171/1994.(2011 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: d) respeitar a hierarquia funcional e não comentar o FINEP / Prova: Técnico) São deveres fundamentais ocorrido com ninguém.(2011 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: b) correta. Resolveu então fazer uma rifa. d) aética. e) I. c) aplicar a pena de suspensão do servidor público 349 . apenas. é superior denúncia contra servidor. De acordo com o a pena de censura ao servidor público. uma vez que a 'rifa' é uma prática FINEP / Prova: Analista . a) denunciar seu chefe ao Conselho de Ética de seu Está correto o que se afirma em respectivo órgão. b) denunciar seu chefe aos órgãos judiciários b) III. leal e justo. 348 . superior hierárquico.Serviço Social) Sobre o corriqueira.O Código de Ética Profissional do Servidor este já tenha sido instaurado. ao receber a alto escalão do Executivo Federal. com fundamentação escrita e assinada por FINEP / Prova: Técnico) Maria. também servidor. com a sérias dificuldades financeiras desde que ficou devida fundamentação.A Comissão de Ética de cada órgão pode aplicar obter favorecimentos pessoais. alto escalão. a) I.A Comissão de Ética de cada órgão. vezes. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – e) arquivar o procedimento de investigação. II e III c) denunciar publicamente seu chefe para garantir que não sofrerá represálias. ao servidor público que preste serviços remunerados de natureza permanente a qualquer órgão do poder 345 . visto que a matéria é Público Civil do Poder Executivo Federal aplica-se regida pelo princípio da estrita legalidade. Joaquim flagrou Vitor usando sua função para III . A conduta de Maria é do quadro de carreira a) correta. apenas. entre seus e) fornecer os registros sobre a conduta ética dos colegas de trabalho. 347 . tendo em vista que a solidariedade entre colegas de trabalho deve ser estimulada. suspendendo o função ou emprego público de que seja titular. porque a rifa é um jogo de azar. Código de Ética Profissional do Servidor Público c) aceitável. reto. a tempo. ocorrência de ilícitos penais ou civis. de um laptop recebido como servidores aos organismos encarregados da execução presente de aniversário. servidor público do II . viúva. está passando por d) transferir o servidor público infrator. servidora pública todos os seus integrantes. servidor infrator até o fim do processo judicial.Serviço Social) A c) resistir a todas as pressões de superiores comissão de ética. pelas exigências específicas da defesa da vida e da 346 . FINEP / Prova: Analista) Vitor. sempre escolhendo a ser conivente com as ações duvidosas de seu opção mais vantajosa para o bem comum.(2011 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: infrator. visto que a Comissão de Ética de seu c) I e II. FINEP / Prova: Analista . no exercício do direito de greve. visto que as ações de seu do Servidor Público Civil do Poder Executivo chefe não tipificam nenhum crime. a) criar novas diretrizes que contribuam para d) utilizar o seu bom-senso para comunicar a seus aplicação do Código de Ética do respectivo órgão superiores os casos de condutas aéticas ou contrárias b) encaminhar cópia dos autos às autoridades ao interesse público. EXCETO e) solicitar transferência de órgão ou função para não a) ser probo.(2011 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: segurança coletiva. prevista no Código de Ética hierárquicos que visem a obter favores ou vantagens Profissional do Servidor Público. considere as não atrapalhe os demais colegas. é encarregada de vantajosas para o bem comum. desde que ela cumpra suas funções e Civil do Poder Executivo Federal. competentes quando estas constatarem a possível e) desempenhar. com Código de Ética Profissional do Servidor Público fundamentação escrita e assinada por todos os seus Civil do Poder Executivo Federal. competentes. Federal. Decreto nº indevidas. órgão não tem competência para punir servidores do d) II e III.(2011 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: estatal. afirmativas abaixo. caso I . civil do Poder Executivo Federal. deve afastá-lo de suas hierárquico de Joaquim.

ensejando sua omissão comprometimento ético contra o bem comum b) dever de exercer suas funções com cortesia e boa vontade. portanto. pois os fatos e atos verificados na conduta privada do agente público não podem repercutir sobre o seu bom conceito na vida funcional.(2010 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: IBGE / Prova: Analista de Planejamento . e) II e III. a) I. e) obrigação de dizer a verdade. analise as assertivas abaixo.Gestão e Infraestrutura) A respeito do Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal. III . porque a finalidade de tal conduta é estranha ao interesse público.(2011 / Banca: CESGRANRIO / Órgão: FINEP / Prova: Técnico) Dentre as regras deontológicas do Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal.É dever do servidor retirar da repartição pública os documentos necessários ao cumprimento de suas funções. 64 . I . d) obrigação de decidir não apenas entre o legal e o ilegal. 350 . sendo sua vida privada independente do seu bom conceito na vida funcional. 351 .A função pública deve ser tida como exercício profissional e. b) II. quando não puder finalizá-las no horário do expediente administrativo.É vedado ao servidor público alterar ou deturpar o teor de documentos que devam ser encaminhados para providências. c) III. mas entre o honesto e o desonesto. sob pena de causar dano moral ao cidadão maltratado. não se confunde com a vida particular de cada servidor público. c) dever de exercer sua função pública com zelo e dignidade. destaca-se o(a) a) dever de garantir a publicidade de todo e qualquer ato administrativo. consoante os valores éticos que cada indivíduo possui. CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – e) aética. salvo quando contrária aos interesses da pessoa interessada ou da BONS ESTUDOS!!! Administração Pública. É (São) correta(s) APENAS a(s) assertiva(s). II . d) I e III.

CURSO DEBRET ANP / 2016 – SIMULADO – DIREITO CONSTITUCIONAL e DIREITO ADMINISTRATIVO – 1 .