CÓDIGO DE ÉTICA E DE CONDUTA PROFISSIONAL

O presente código de ética e de conduta profissional estabelece padrões de
comportamento e de valores que devem ser seguidos, os quais estão pautados nas
normas legais, éticas, morais e nos bons costumes.

As normas e princípios estabelecidos neste código deverão ser obedecidos e cumpridos
por todos os funcionários, bem como pelos empregados de empresas terceirizadas que
preste serviço a Academia AMS Company.

A importância desse manual está em conscientizar, esclarecer e divulgar os princípios e
valores éticos da Academia AMS Company, para que o corpo funcional possa exercer com
dignidade e honradez as ações profissionais que lhes competem.

Eventuais transgressões a este código serão objeto de avaliação pela Administração, que
tomará as providências cabíveis e, se for o caso, aplicar as sanções devidas, de acordo
com o Estatuto Social, a legislação e as normas aplicáveis.

Alguns conceitos sobre ética são essenciais para se estabelecer normas de conduta
profissional. Entre esses conceitos destacam-se:

I. Etimológico: o termo ethos significa costumes e deve ser entendido como um conjunto
de princípios básicos, que visam disciplinar e regular os costumes, a moral e a conduta
das pessoas. Esse é o aspecto amplo da palavra e no sentido mais restrito, a ética é
utilizada para conceituar deveres e estabelecer regras de conduta do individuo no
desempenho de suas atividades profissionais e pessoais.

II. Dicionário Houaiss: parte da filosofia responsável pela investigação dos princípios que
motivam, distorcem, disciplinam ou orientam o comportamento humano, refletindo
especialmente a respeito da essência das normas, valores, prescrições e exortações
presentes em qualquer realidade social.

III. Dicionário Michaelis: conjunto de princípios morais que se devem observar no
exercício de uma profissão; parte da filosofia social, que indica as normas a que devem
ajustar-se as relações ente os diversos membros da sociedade.

A ética tem suas bases na moral (Sócrates) e no dever (Kant), uma necessidade diferente
da natural ou da matemática, pois necessita da liberdade. O dever obriga moralmente a
1

reunindo as relações de valor que existem entre o ideal moral traçado e os diversos campos da conduta humana. que determinam o comportamento dos indivíduos na sociedade a fim de garantir sua sobrevivência. A ética é a parte da filosofia. os Tribunais de Ética julgam os casos que lhe são encaminhados ou dos quais tomaram conhecimento através da fiscalização que as instituições promovem (SÁ. que se ocupa com a reflexão a respeito dos fundamentos da vida moral. pois agir moralmente significa agir de acordo com a própria consciência.] Tem como base as virtudes que devem ser exigíveis e respeitadas no exercício da profissão. que visam o controle desta [. com a finalidade de garantir a concordância entre os indivíduos. p. devendo agir sempre conforme o dever e por respeito ao dever. colegas de profissão. a ser de todos [. Já a ética se baseia na liberdade.. p. O interesse no cumprimento do referido código passa.. um Código de Ética Profissional funciona como instrumento regulador. punível pelo órgão competente.consciência moral livre e vontade verdadeiramente boa. entretanto. É uma espécie de contrato de classe e os órgãos de fiscalização do exercício da profissão. 167). classe e sociedade. ou seja. por meio de trabalho coletivo. incumbido de fiscalizar o exercício profissional. Abaixo separamos alguns trechos que compõem o Código de Ética dos Profissionais de Educação Física. sob pena de incorrer em transgressão. que consideramos de suma importância: 2 . À semelhança do Direito Penal. 2004. cada indivíduo a ele passa a subordinar-se. Isto quer dizer que o resultado de nossos atos está sujeito a sanções (recompensa ou punição) nas mais diversas intensidades. Nossos comportamentos são avaliados como bons ou maus.]. 124). 2001. Segundo Motta (apud SILVA et al. na opção voluntária pelo bem consciente da possibilidade de preferir o mal. Deste modo.. estabelecido um Código de Ética para uma classe. Consideramos a moral como o conjunto de regras.. abrangendo o relacionamento com usuários.

priorização do compromisso ético para com a sociedade.o respeito à ética nas diversas atividades profissionais.transparência em suas ações e decisões. e com o desenvolvimento físico. Art. responsabilidade e honestidade. VII .comprometimento com a preservação da saúde do indivíduo e da coletividade. 5º . III . intelectual. cujo interesse será colocado acima de qualquer outro. sobretudo do de natureza corporativista. V .integração com o trabalho de profissionais de outras áreas. 3 .atualização técnica e científica. à integridade e aos direitos do indivíduo.CAPÍTULO II Dos Princípios e Diretrizes Art.o respeito à vida. com competência. II . na liberdade e independência profissional de cada um e na defesa do interesse e do bem- estar dos seus beneficiários. baseada no respeito.a ausência de discriminação ou preconceito de qualquer natureza.autonomia no exercício da Profissão. sempre. III . a um número cada vez maior de pessoas. VI . IV . respeitados os preceitos legais e éticos e os princípios da bioética. cultural e social do beneficiário de sua ação.a prestação. à dignidade. do melhor serviço. IV . 4º . e aperfeiçoamento moral dos profissionais registrados no Sistema CONFEF/CREFs. garantida por meio do pleno acesso dos beneficiários e destinatários às informações relacionadas ao exercício de sua competência legal e regimental.O exercício profissional em Educação Física pautar-se-á pelos seguintes princípios: I .São diretrizes para a atuação dos órgãos integrantes do Sistema CONFEF/CREFs e para o desempenho da atividade Profissional em Educação Física: I .

4 . conforme o local de atuação e a atividade a ser desempenhada. científico e cultural das pessoas sob sua orientação profissional.manter-se atualizado quanto aos conhecimentos técnicos. XI .elaborar o programa de atividades do beneficiário em função de suas condições gerais de saúde. zelar pelo prestígio da Profissão.cumprir e fazer cumprir os preceitos éticos e legais da Profissão. VIII . II .promover e facilitar o aperfeiçoamento técnico.São responsabilidades e deveres do Profissional de Educação Física: I . IV . XII . XV .manter-se informado sobre pesquisas e descobertas técnicas.CAPÍTULO III Das Responsabilidades e Deveres Art. habilidade e experiência. independentemente de ter sido praticada individualmente ou em equipe. III . XVIII . científicos e culturais.apresentar-se adequadamente trajado para o exercício profissional.promover uma Educação Física no sentido de que a mesma se constitua em meio efetivo para a conquista de um estilo de vida ativo dos seus beneficiários.manter o beneficiário informado sobre eventuais circunstâncias adversas que possam influenciar o desenvolvimento do trabalho que lhe será prestado. científicas e culturais com o objetivo de prestar melhores serviços e contribuir para o desenvolvimento da profissão. no sentido de prestar o melhor serviço e contribuir para o desenvolvimento da profissão. para promoção da saúde e ocupação saudável do tempo de lazer. prestado com o máximo de seu conhecimento. 6º . através de uma educação efetiva. XIV .assegurar a seus beneficiários um serviço profissional seguro.responsabilizar-se por falta cometida no exercício de suas atividades profissionais. pela dignidade do Profissional e pelo aperfeiçoamento de suas instituições. competente e atualizado. VI .

fazer referências prejudiciais ou de qualquer modo desabonadoras a colegas de profissão. sendo-lhe vedado: I . mas não participa da aula. mas tem que estar com suas capacidades físicas (força. Ninguém quer chegar numa sala de musculação e ver um professor gordo ou magrelo demais. flexibilidade e resistência) e a composição corporal pelo menos num padrão de qualidade de vida.promover o uso adequado dos materiais e equipamentos específicos para a prática da Educação Física.0 Conduta Verbal – nossa área de atuação. da margem para inúmeras linhas de trabalho e raciocínio. procure estar atualizado e principalmente sobre a nomenclatura utilizada na academia aonde você trabalha. 5 .No relacionamento com os colegas de profissão. por isso. mas sim o mais adequado para aquele aluno naquele momento. em nome do espírito de solidariedade.provocar desentendimento com colega que venha a substituir no exercício profissional. com erro ou atos infringentes das normas éticas ou legais que regem a Profissão. V . O mesmo ocorre em relação à nomenclatura. Art.0 Conduta Física – o professor de Educação Física. procure sempre averiguar com o profissional que ministrou e/ou montou a aula. a conduta do Profissional de Educação Física será pautada pelos princípios de consideração. não existe (no primeiro momento) certo ou errado. não precisa ser um atleta. 2. para que não haja mal-entendidos.respeitar e fazer respeitar o ambiente de trabalho. apreço e solidariedade. Para finalizar citaremos alguns itens que a Administração da Academia AMS Company considera pertinentes para que haja uma boa Conduta Profissional: 1. em consonância com os postulados de harmonia da categoria profissional. XX .pactuar. 8º . IV . Por isso antes de entrar em atritos desnecessários com nossos companheiros de trabalho. ninguém vai querer fazer uma aula de Bike Indoor com um professor que apenas transmite os estímulos.XVIX . ao mesmo tempo.

pontualidade.asp?cd_resol=103 6 . comprometimento. 3.  Verificar a existência de alunos iniciantes na aula. 4.0 .org.  Participar ativamente da aula ministrada (sessão de treino). proativismo e boa higiene pessoal fazem parte de um profissional altamente capacitado e focado na sua profissão.  Explicar o objetivo e a classificação da aula (sessão de treino).  Recepcionar e/ou cumprimentar todos os alunos. somos seres humanos. A partir daquele momento. Podemos acrescentar ainda algumas subdivisões: 4. 4. o que dificulta isolarmos sentimentos pessoais das nossas atividades profissionais. porém o verdadeiro profissional saberá dicotomizar estes sentimentos assim que puser os pés dentro da academia. somos responsáveis pelo bem estar de inúmeras pessoas que desejam desde melhorar suas capacidades físicas ou até mesmo esquecer os problemas diários.confef. neste quesito o trabalho em equipe é a melhor saída. 4.Conduta Pessoal – não basta ser o profissional mais técnico e/ou mais carismático.3 Após a aula  Esclarecer as possíveis dúvidas dos alunos.1 Antes da aula  Chegar pelo menos 15 minutos antes do horário.2 Durante a aula  Corrigir e elogiar sempre chamando pelo nome do aluno.  Fazer o reconhecimento da sala e dos materiais que serão utilizados na aula.0 Conduta Comportamental – antes de mais nada. Além disto.  Informar qualquer acontecimento na recepção ou à coordenação. Bibliografia http://www.br/extra/resolucoes/conteudo.