ESTUDO DIRIGIDO DE HIDROLOGIA

Curso: Engenharia Civil Professor: Naiara Lima Período Letivo: 201__._
Data: ___/___/___ Discente:________________________________________________

Questões:
1. (0,1) Uma bacia hidrográfica de 1000 km² recebe anualmente 1750 mm de chuva, vazão média corresponde a 25
m³/s e infiltração de 511,6 mm/ano. Assinale a alternativa que indica a evapotranspiração total dessa bacia.
Q = Vazão/Área = 788,4 mm (Necessário a conversão de unidades)

P – E – Q –I = 0
E = 1750 – 788,4 – 511,6
E = 450 mm/ano.

2. (0,3) Uma bacia hidrográfica possui uma área ESCOAMENTO MÁXIMO = 15,2 + 8,8 + 7,2 + 4,8
urbanizada, uma área de cultivo agrícola, uma área de
ESCOAMENTO MÁXIMO = 36 m3/s
prado, onde é desenvolvida pecuária, e uma de mata
nativa, conforme pode ser observado nos dados que
se seguem. No caso de uma precipitação intensa
uniforme de 72 mm/h, qual o escoamento superficial
máximo esperado, em m³/s?
P = 72 mm/h = 2 . 10-5 m/s (conversão de unidades)

Dado que o coeficiente de deflúvio é: C = Q/P
Determinação do escoamento produzido em cada
área:
Zona urbana: C . P . A = 0,95 x 2 . 10-5 x 0,8 . 106 = 15,2
m3/s
Prado: C . P . A = 0,44 x 2 . 10-5 x 1 . 106 = 8,8 m3/s
Cultivo: C . P . A = 0,3 x 2 . 10-5 x 1,2 . 106 = 7,2 m3/s
Mata: C . P . A = 0,4 x 2 . 10-5 x 0,6 . 106 = 4,8 m3/s

3. (0,3) Considere a figura a seguir, que representa uma bacia hidrográfica com os canais de drenagem, o divisor da
bacia e a seção A de saída da bacia. Essa bacia está impressa sobre uma malha quadriculada, e cada elemento do
quadriculado mede 2000 m x 2000 m. Determine:
a) Área da bacia: R.:162 km2.
b) Coeficiente de compacidade (Kc): R.:1,05
c) Ordem da bacia hidrográfica: R.: 3ª ordem.

40,5 QUADRÍCULAS
Área = 40,5 x 4.000.000 m2 = 162.000.000 m2 = 162 km2
P = (14 x 2000)+(7 x 2828,4) = 47.799 m = 47,8 km
47,8
𝐾𝑐 = 0,28. = 1,05 (Alta propensão a enchente)
√162

133.6245 1.9 52.3 88.549 12 10.90 1 0 0 0 TOTAL 447 100.8725 0.7 0.8745 0. 5 OCORRÊNCIAS ACUMULADA MÉDIA 0 0.399 53 11.55 0.4905 0.799 1 0.0745 0. calcule a declividade equivalente pelos métodos S1.2) As bacias mostradas abaixo possuem a mesma área.6965 0.20 0.2245 15.1955 0.6745 0.3245 25.25 0.6 133.4 10.3745 19.15 0. 100 𝐾𝑓 = 13.4 0.3) Determinar a declividade média (Dm) de uma bacia hidrográfica para os dados da tabela abaixo.7 1.05 0.749 0 0.52 = 0.699 1 0.3880 0. (0.899 1 0.00 0.50 0.8745 0.3 0.249 69 15. Calcular o Fator Forma das bacias e explicar a maior ou menor predisposição a enchentes de acordo com o valor deste índice.6 0.7745 0. S2 e S3. (0.6 0.9 33.3 0.7 100. entretanto são dispostas de maneiras diferentes com relação ao rio principal. com as cotas e o comprimento dos trechos de um curso d’água.4.2 21.80 0.22 = 0.03 (Não sujeita a grandes enchentes) 5.4245 21.85 0.8485 0. (0. .35 0.2 64.4 80.4565 0.40 0.8775 DECLIVIDADE MÉDIA (Dm) = ∑ 𝐶𝑜𝑙.1 0.1 0.30 0.5 0.5145 0.0 0.5745 2.2 0.0 0.60 0.499 24 5.4745 11.5245 6.9 93.2 0.2745 16.8245 0 0.599 5 1.5 0.1 2.8735 0. 2 X COL.7390 0.7745 0.849 0 0.049 21 4.7245 0 0.449 50 11.57 (Tendência mediana a enchentes) 100 𝐾𝑓 = 57.649 3 0.099 9 2.6745 0.8775 ∑ 𝐶𝑜𝑙.4 0. os quais foram estimados pelo método das quadrículas: 1 2 3 4 5 6 Nº DE % DECLIVIDADE DECLIVIDADE (m/m) % DO TOTAL COL.0245 0.299 59 13.1243 2.9600 0.149 22 4.1745 6.7 0.2940 0.349 80 17.75 0.00 .2 0.70 0.7 5.2250 0.2 = 447 = 0.4 0. .199 37 8.3) Utilizando a tabela abaixo.0 95.4 0.45 0.2 0.3 0.2 0.30 m/m 6.10 0.65 0.

2 41600 639474. detectou-se uma precipitação de 0.00176 0.042 270382.4 640 4600 4.6 41.00565 0.875 m2 2.500 m2 A6 = 1.15 37 0.00423 m/m 7. 10−4 . 𝐴 𝑇 2 𝑥 3.1) Em uma estação pluviométrica. - 400 11350 11.35 0. .600 m Atotal = 3.000 m2 A2 = 333. Trecho Cota inicial Cota Final L (m) AB 380 400 11.4 31.875 𝑆2 = = = 0. 6 (km) Acumulada (km) segmento (Di) 380 . a leitura de precipitação será de: 𝐿 0.9 20.0751 82518.200 DE 470 520 5.350 BC 400 435 8.400 EF 520 575 5.046.1189 38697.4 575 5150 5.426. .500 m2 A4 = 621.00393 0.2 L de água.1033 49834.01413 0. (0.900 CD 435 470 6.600 Cálculo de S1: S1 = (640 – 380)/41600 = 0.85 0.00625 m/m Cálculo de S2: A1 = 113.1 S3 = (41600/639474. Sabendo-se que o pluviômetro tem uma área de abertura exposta à chuva de 400 cm2.25 0.0962 56118.6 435 8900 8.01068 0. .2 26.35 11.00396 𝑚/𝑚 𝐿2 41.6002 Cálculo de S3: 1 2 3 4 5 6 7 Distância Distância Declividade por Cota (m) Distância (m) √(5) (Si) Col.2 𝑃 (𝑚𝑚) = 2 = = 5𝑚𝑚 𝑚 400.00926 0.9 520 5400 5.750 m2 A5 = 862.4 470 6200 6.500 m2 Ltotal = 41.0627 141922.1)2 = 0. 2 : Col.6 0.45 0.150 FG 575 640 4.625 m2 A3 = 449.426.

(0. Q = 36 mm. U = 41 mm. Determine a precipitação média sobre a bacia hipotética da figura. D = 42 mm. S = 46 mm. V = 46 mm. Sabendo-se que as linhas em negrito são os divisores topográficos da bacia e que as precipitações dos postos são: A = 34 mm. a precipitação média sobre a bacia hipotética da figura. as linhas tracejadas são isoietas. pelo Método de Thiessen? (34 𝑥 100) + (62 𝑥 300) + (28 𝑥 300) + (42 𝑥 300) + (58 𝑥 300) + (38 𝑥 300) + (46 𝑥 200) 𝑃𝑚 = = 45 𝑚𝑚 1800 .5 𝑚𝑚 1800 9. C = 28 mm. e as precipitações dos postos são: P = 28 mm.2) Na figura abaixo. B = 62 mm. pelo método das isoietas: 32 𝑥 900 + 41 𝑥 900 𝑃𝑚 = = 36. T = 36 mm. em mm. E = 58 mm. em mm. F = 38 mm e G = 46 mm. R = 35 mm. (0.2) Observe a figura a seguir.8. qual é. as linhas em negrito são os divisores topográficos da bacia.