You are on page 1of 270

f.;::...._. ,....

--~

COLEÇAO PENSAMENTO
Dirigida pelo p .ADRE p. LACROIX

MONS. TIHAMER TOTH
Ex-Professor da Universidade de Budapest
Ex-Bispo de Veszprem - Hungria

A I'G·REJ A
CATG>LICA
TRADUÇÃ AUTORIZADA

942
Livraria JOSlt OL YMPIO Editora
Rua do Ouvido 110 - Rio de Janeiro

http://www.obrascatolicas.com

NIHIL OBSTAT
Taubaté, in festa Assumpt. B. N. V. 1939
.P. Baumhoff, S. C. J.
censor ad hoc

IMPRIMATUR
Taubaté, 26.8.39
André
Bispo diocesano

http://www.obrascatolicas.com

I
1-

QUE É A IÇiREJA?

. Em Roma, centro da crist~dade, ergue-se a maior
igreja do mundo, a basílica de j} Pedro. Todos vós já
ouvistes falar dela, já lestes algtiima coisa sobre as suas
proporções gigantescas, sobre as l suas incomparáveis be-
lezas ar_tíst~cas; mas, quando a ~ nte vai ~ Roma e ol~a
pela primeira vez para aquela famosa bastlica, um gnto
de decepção nos escapa dos ld i.os: "E' mesmo esta
li
aquela maravilhosa obra-prima? Onde estão as suas gi-
gantescas dimensões ? Onde está a sua beleza sem igual?
Não vejo nela nada de extraor~inário". Efetivamente
a primeira impressão produz al~uma decepção. E essa
impressão de desapontamento s@ desaparern quando a
gente circula, durante horas, por llaquela igreja. Quando,
alguns dias depois, a ela tornamof , quandu nela entramos
dez vezes, vinte vezes, quando paramos a contemplar uma
estátua ou um túmulo, quando, :t ob a direção dum guia
ao corrente de tudo, examinamks minuciosamente cada
altar e cada capela, então compre~ndemo,s por que é que a
basílica de S. Pedro figura entre l~s primeiros e mais belos
edifícios do mundo.
O mesmo sucede não some{lte com a basílica de S.
Pedro, como tambem com aquelal que a elevou: a Igreja
Católica. Ouv.imos, sabemos, IerJbs muita coisa sobre ela.

'\;'

http://www.obrascatolicas.com

6 MoNs. TIHAMER ToTH

Sabemos que no mundo inteiro não existe sociedade tão
extensa, tão antiga, tão importante e ·tão benéfica como
a Igreja Católica. Mas, para que não a conheçamos ape-
nas de um modo geral para que lhe conheçamos tambem
as belez~s, para que a amemos, a sigamos, a defendamos e
nos orgulhemos dela, não basta um relance d'olhos su-
perficial. Temos absoluta necessidade de um guia expe-
rimentado.
Esse guia, aohamo-lo nesta frase do Símbolo dos
Apóstolos que vamos agora comentar: "Cr.eio na Santa
Igreja Ca.tólica". Escutai, só, atentamente, quando na
missa solene se canta o Credo, com que trat;1siporte, com
que alegria~ com que convicção, com que ufania o coro
canta em tom de triunfo: "Unam, sanctam, catholicam et
apostolicam Ecclesiam". "Creio na Igreja una, santa,
católica e apostólka ".
Qual é pois a causa desse entusiasmo, dessa alegria,
dessa ufania e dessa convicção? Que é essa Igreja Ca-
tólica à qual pertenço por uma graça particular de Deus?
Que me dá ela? Por que me posso ufanar dela? Quais
são seus m'éritos?. . . Outras tantas questões a que res·
ponderemos minuciosamente.
Não trataremos resumida.me_!lte !ste assunto, mas
lhe consagraremos vinte instruções, procurando focalizar
do melhor modo a Igreja Católica. E, quando tivermos
conside:rado a fundo esse gigantesco edifício, dos nossos
lábios escapará, com alegre ufania e num grito de grati-
dão, esta profissão de fé: "Credo unam, sanctam, catho-
licam et apostolicam Ecclesiam". .
Na presente instrução devemo-nos ocupar desta ques-
tão prévia: Que é a Igrejw? Podemos resumir a res-
posta em três idéias. Cada uma delas indica que a Igreja
traz em si mesma toda a beleza e toda a força. Afirma-
mos, pois, que a Igreja: I. é Cristo continttanda G viver

http://www.obrascatolicas.com

~) O fundador do cr' titz.nismo, Nos.a.o Senhor !e-
sús-Cristo, é o ftmdador tla greja Católica. .
a) E' fato histórico que Nosso Senhor Jesús..
Cristo, desde o inicio da sua vida p(1blica, escolheu entre
seus discípulos alguns deles, deu~lhes um nome particular,
instruíu-os em particular, henrou-os com um afeto espe-
cial, deu-lhes poderes especi is e finalmente, no momento
da sua ascensão, confiou-lhe particularmente a conversão
do mundo. Havia, pois, fiéi e apóstolos. Mas entre esses
apóstolos houve tambem u que Ele colocou à têstl de
todo os outros. A Igreja tólica, no dia da AKensão
Nes·so Senhor, estava, pois, assim organizada: filis, a1>6; -
t:o&os, P-f!dro, - e se·u cite invisível, Ct"i.ist~.

b) O grãozinho de mostarda dos .primeiros dias tor-
nou-s~ após dezenove séculos, a. árvore gigantesca da lgre-
ia Católica. _Instituição tã0 poderosa, que é .incompreen-
sível aos (>lhos de alguns.
Essa grande organização que abrange o mundo e que
chamamos a Igreja, é porv.entura necessaria - perguti•
ta-se. Que hierarquia min ciosamente regulada se enccm-
tra na Igreja atual ! A começar pelo modesto vigário,
os bisp>S, os arcebispos, até o papa de Roma. Q
insltituição admiravelmente organizada ! Que códi~
complicado, com os seus ,,414 cânones, e: ~us inúmeros

http://www.obrascatolicas.com

com .obrascatolicas.http://www.

e como estatutos os mandamentos de Deus. uma organização.. Escutemos. Esse reino é invisivel.obrascatolicas. Mt. 33). Confiando a sa- cerdotes o poder de governar a Igreja.. Mt. siquer de uma linha. das verdades cris- tãs? em que tivesse recuado a:nte o maior sacrifício. VI. Mt. do grande. E'. está "em nós" (S. puros espíritos. Lc. fazendo dos apóstolos um estado-maior . A única razão de er. m s é tambem visível. XVII.. tudo isso não constinue a essencia da Igreja. com que co vieção. XVIII. Qual é então essa essência:? O cumprimento do único. 17). o jejum.com . é formar ~ 1 Cristo nas almas. 21). A IGREJA CATÓLICA 9 na terra. caso em que eu renegasse o Evangdho de Cristo? em que me tivesse afastado. e consiste na just ficação do homem interior (S. uma forma de vida. a única b se legítima da sua existên- cia. 1~orque Cristo destinou essa Igreja a homens compostos de um corpo. XVI. é representar perpetuamente Cristo na terra. (S. repr uzir e figura de Cristo nos cora- ções. Finalmente. consoante Cristo. fundou Ele ao mes- mo tempo uma sociedade exte ior visível : fa~endo de Pe- dro o chefe e o fundal_llento d Igreja (S... o único desejo. as festas. pela defesa da moral cristã? e) As coisas exteriores. do santo desejo e Cristo: a propagação do reúio de Deus entre os hon~ens. investiu os he f es da Igreja de um po- http://www. Mas é tambem visível. com que segurança irrefutav 1 ela lança aos seus inimi- gos esta interpelação: Que pode citar um só. com que ousadia. 18). Ele de o batismo como cunho de membro da Igreja. a única ambição da Igreja. exteriores e visíveis. as vestes de púr- pura. e não a anjos. o direito ca- nônico. E' in- visível porque..-dos pastores. portanto naturalíssimo que Ele te- nha dado à Igreja invisivel um quadro. as imagens. as cerimônias.

·A Igreja.obrascatolicas. si po- demos chamar a Igreja a Esposa qe Cristo. e principalmente para conf os fracos.. quando lhes disse : "Quem vos escuta. segundo ·o qual chamamos tambem a Igreja a Esposa de Cristo. V. purificando-a na água batismal. sem mácula. "A Igreja Católica é nossa Mãe". nem ruga. Com efeito. a Esposa santa e imaculadá de Cristo. com justa razão que dizemos: a Igreja é Cris- to continuando a viver entre nós. <leremos de onde é que tiramos esta bela expressão : nossa mãe a Igreja. nQssa mãe a Igreja! http://www. Paulo eS<:reveu numa das suas epístolas estas linhas entusiastas sobre á Igreja: "Cristo amou sua Igreja e entregou-se a si pró- prio por ela. nem nada de semelhante. X. S.que meiga e graciosa expressão f Que queremos indicar com isso? A solicitude maternal que eia manifesta para com seus filhos. porém santa e imaculada" (Efésios.. II A IGREJA Jt A ESPOSA DE CRISTO E' assim que compreendemos tambem este outro pro: fundo e místico pensamento. Jo. ou nossa Madre Igreja. XX. assim eu vos envio" ( S. pois. 16). A) Si levarmos mais avante esta idéia.. isto é. 21). para fazer surgir diante de si uma Igreja glo- riosa..10 MoNs. "sancta mater Ecdesia" . TrHAMER ToTH der quasi incrivel. E'. Lc. "Como meu Pai me ~n­ viou. a mim escuta" (S. 25-27). compreen. nossa Mãe. pois. para com os que sofrem e para com os peca- dores.com . Que calor já irradia este nome. afim de santificá-la. podemos com justa razão chamar-lhe a mãe dos blhos de Cristo. é.

e a /feja. com piedoso respeito. tambem. tratarei de escobrir o amor maternal http://www. mas ape as uma criancinha transida de frio. nos altare:S da Igreja ada mais vemos do que a aparência do pão e do vinho. superficiais. die Kirche. de outro. Mãe nossa. Podemos mesmo levar ma s longe a comparação. porque a sua d ~ura. as suas atenções. une Eglise. Ela não tomou um no 1e masculino. assim. de um lado.mas prostramo-nos diante do Santís-simo Sacramento c01 1 a mesma fé com que os pastores de Belem se prostraram diante do Menino do presépio. ainda hoje. a sua Esposa. não me es- candalizarei ela sua aparente s verida<le.· que Maria deu a mundo em Belem. nossa santa Madre a Igreja. e veneraram e amaram tambem a sua mãe.ah! quantas vezes católicos. E ela am seus filhos como só uma mãe sabe amar. sobre a Igreja! Eu. etc. mesh10 em companhia ele pessoas perte!lcentes a outras religiões. como "rei". .é um nome feminino. Mas. Sim. o seu afeta. E isto na maio- ria das línguas: a Igreja la Chiesa. . por mim.com . não se podia ver o Filho de Deus. ntão compreendo todos os seus mandamentos. etc.. Mãe de Jesús. é.obrascatolicas. nossa Mãe a Igrej dá-no-lo cada dia Em Belem. aquele que adora a Cristo deve amar.poder- se-ia perguntar. Os pastores de Belem adoraram o Menino-Deus. si olho para a Igrej como para uma mãe que se ocupa de mim com amor. ~' mãe porque tem filhos: nós somos seus filhos. se permitem juizos injus- tos. "Ecclesia" . Não a cri carej levianamente . mas. B) involuntariamente presenta-se a idéia de que há uma 1~omparação entre Maria. por trás de cada mandament~. A IGREJA ~ ATÓLICA 11 Será que: a Igreja é verda eiramente mãe? . "ünperador". Aquelt. a su solicitude são as de uma mãe para com os filhos.

obrascatolicas.. etc. apesar de muitos formam um só corpo. III . com efeito. "Assim como o corpo é um só e tem muitos membros.. Por causa de certos impedimentos~ ela proíbe o matri11. Não compreendo talvez por quê. minh'alma. mas aceito. fomos batizados mmt só Espírito para formarmos um só corpo" (I Coríntios. observo-lhe as ordens.. XII. Prescreve a abstinência em certos dias : não tenho o direito de comer carne nesses dias. mas todos os membros do corpo. a) A vontade de Cristo era que seus discípulos for- massem uma sociedade religiosa independente e sobrena- http://www.porque é minha 1nãe quem fala. que vela por . somos membros uns dos outros" (Rm. Entretanto chegamos a uma nova expres- são que S. 13). as- sim tambem nós. 5). mandamentos ! Ela põe alguns livros no índex : não os devo ler. 4. .os um só corpo em Cristo. Todos nós. XII.12 MoNs. Sim. A IGREJA ~ O CORPO M1STICO DE CRISTO Creio que agora já começamos a conhecer melhor nos- sa santa Igreja. pela mi- nha fé e pela integridade da minha vida moral. Esforcemo-nos por penetrar mais a fundo nas pro- fundezas dessa comparação da Sagrada Escritura. Paulo emprega com predileção particular a pro- pósito da Igreja: a Igreja é o corpo místico de Cristo. por trás de todos os sem . cada um em particular.com . TrHAMER TOTH que se ocupa de mim. que somos muitos. fazem. e. A) "Assim como temos muitos membros nuní só corpo. e todos os membros não têm a mesma função. assim su- cede tambem com Cristo.lônio: não tenho direito de casar-me nesse caso.

obrascatolicas. pela aplicação dos frutos da redenção.. Mas... si eu pertenço à I reja. crêrem em nim. e assim realizar a comovedora prece que o Salvador dirigiu seu Pai na última Ceia: "Assim como me· enviastes ao mundo. A IGREJA ATÓLICA 13 tnra1.o sobrenatural com Deus pelo Cristo. Um corpo isterioso de que Cristo é a cabeça. A Igreja tem por vocação primeira realizar a uni. estou constantemen- te em contacto com a circulação o sangue de Cristo. para que todos sejam um. Não rogo só por eles. é tambem tarefa su . eu os envio ao mundo. a vida de Cristo pufsa em mim. meu Pai. . pois. a grantleza de Cristo amadurece em mim. vive no corpo mist ioso que revestiu no San- tíssimo Sacramento debaixo das aparências do pão e do vinho. derrama o sangue de Cristo nos membros. Vive no corpo que receb~m da Virgem Maria pelo nascimento . Que incomparavel honra para mim! Mas que advertência social e que obriga . . é o corpo vivo de Cristo .com . Es·se coração. e o coração a santa missa. B) Mas. b) Cristo vive. 18- 21). transmitindo aos h mens os frutos da reden- ção. edi-_ ficassem o eorpo místico de risto. mas tambem pelos que. Jo. si a Igreja é o corpo místico de Cristo. como Vós. para que eles tambem sejam um em nós" (S. "'o filial tampem ! http://www. a felicidade de Cristo lue no meu coração. a Igreja Católica. de maneira que. e finalmente vive no co ·po constituído pela união de seus filhos queridos e fiéis. Que dogma maravilhoso ! Igreja Católiêa é um or- ganismo gigantesco. o sois ·m mim e eu em Vós. en- tão todo aquele que pertence à ligre ja é membro do corpo de Cristo. pela pregação deles. formado das almas e dos corpos de milhões e de centenas de milhões de homens. crear pela união dos fiéis o corpo místico de Cristo. num tríplice corpo diante de nós. XVII. e assim. a cada minuto.

nesJ'a verdade! Cristo ordenou à Igreja ensinar todas as nações ( S.nós. Considerado exteriormente. os membros do corpo místico de Cristo. é um mem- bro do corpo de Cl·isto. é apenas uma fraca criança. um ancião impotente. 15). Glorificai. E' um membro do corpo de Cristo". que soube que entre as religiosas sei achava uma antiga condessa. verei e estima- rei um membro <lo corpo místico de Cristo.com . Paulo http://www. S. 19). os católicos. . en a tratava com a mesma consideração. com a mesma delicadeza como si fora ela a antiga condessa". na realidade. Um convento de religiosas recebera um novo capelão. mas não o perguntei. e trazei a Deus em vosso corpo" (I Coríntios. príncipes. VI.quem era ela. dize-te: "Não tenho o direito disto. XXVIII. e) Mas que obrigação filial tambeni. um operário de fábrica. e re- cebestes de DeiUs. Porém. donde resulta que nós todos devemos ser discípulos dóceis e obedientes da nossa Igreja. pois.obrascatolicas. reis . VI. to- dos somos nobres. um pobre. "Não sabeis que vosso cor- po é o templo do Espírito-Santo que habita em vós. quando qualquer das religiosas vinha ter comigo. um doente. T1HAMER ToTH a) Sou membro do corpo de Cristo ! Que incmnpa- ravel honra para mim! "Não sabeis que vossos corpos são membros de Cristo? Tomarei então os membros de Cristo para fazer deles membros duma prostituta? Longe disto ! " (I Coríntios. b) Mas que advertência soâal ao m:eS'1nlO tempo! Em cada um de meus irmãos. Quando um instinto pecaminoso se erguer imperiosamente em ti. e que não sois mais de vós mesmos? Porquanto fostes remidos a grande preço.disse um dia o capelão .i4 MoNs. . "Eu poderia facilmente ter sabido . um lavrador. 19-20). Sim.mas interiormente. Mi~. dize-lhe: "Impossível! Sou membro do corpo místico de Cristo !" •Quando qui- seres arrastar alguem ao pecado.

com confiança.obrascatolicas. Acharei a Cristo por mim mesmo. em tantas coisas. guanto sofisma owvinios sobre t'Sfa. pertencer a uma igreja". que devo seguir a Igreja cegamente. donde resulta. o que devo aceitar ()U não". indigno dum homem ins- truido. perseverança e sem hesitação. mas não no sen- tido da Igreja. nem o rádio. quero discernir cu próprio o qu. sou obriga<ilo a apoiar-me nas afirmações alheias) nas questões mais difíceis quereria eu decidir con- forme minha própria cabeça? Não me envergonho de não ter descoberto a tábua de multiplicação. razoável. aceitar tal dogma que a reli- gião católica me apresenta . e assim lhes indiquem a boa direção? Os nos- sos dogmas são. quereria seguir meu próy io caminho ai. Ora.e devo crer o'u não. com a razão humana entregue a si mesma? b) "Por que é qu. nem a máquina a vapor. Porventura os marujos se queixam de que os faróis projetem a sua luz no mar encapelado. C) E' justamente isto o que choca certas pessoas. Quero re- fletir nisso.anto juízo superficial. nem a eletricidade. Quando no mundo. u minuto de reflexão demonstra-nos que tais palavras são vazias de sentido. no entanto.é a queixa de alguns. não me envergo- nho de haver rece'bido tudo isso de: outrem. 15). portanto. faróis qt e indicam o caminho no oceano da vida..disse que a Igreja é "a coluna e a base da verdade" (I Ti- móteo. Q11.e ·a Igreja prende-me co111. c) "Tenho minha religião própria~. E' a reflexão http://www. não ne- cessito para isso.com . onde o êxito é mais dificil: achar a Deu. in_teHgenfe. dog- mas?" . questão! a) "Acho indigno de mim. III.dizem alguns.

todo princípio. ela não lhe acha o caminho. e incontinente des~ cem. Por uma tarde de outono estou sentado num trem. enquanto entregue a mim mesmo. vi- ram que querer ter religião ·sem a Igreja é andar às apal- padelas.> caminho comum das al- mas. si não houvesse Igreja Católica. e só O têm acha. mas não pertenço a nenhuma igreja. No capítulo IX dos Atos dos Apóstolos fala-se da maravilhosa conversão de Saulo. quando uma nova gota cai.depressa para baixo. Um risquinho. Foi a Igreja Católica quem traçou o caminho das almas para Deus. que assim se extraviam por um falso ca- minho. não acho a Deus . e buscam em vão 1 Quantos têm buscado a Deus segundo a sua fantasia. O cristianismo não pode ser separado da Igreja.. E. o cristianismo há muito qne teria desaparecido da superfí- cie da terra. duma personificação.16 MoNs. Olho para as vidraças : uma gota cai no vidro e fixa-se nele. A religião de Cristo não é uma abstr~ção suspensa no ar. Ela bem quisera correr. Quandó reencon- traram enfim o caminho da velha Igreja abandonada.com ..:. porém. TrnAMER ToT:a de ce~os outros. Mas agora duas gotas caem juntas. é confusão. uma trilhazinha marca-lhes o rastro e. Chove.. para a sua meta . mas uma realidade incorporadª na Igreja Católica Romana. http://www. pício. Viram que: Religião sem confissão. corre . mas a gota que cai ao lado do caminho debalde se esforça por prosseguir sua rota. mas. "Por que é que a Igreja me mantem sob tutéla? Te- nho religião. mais facilmente chego a Ele si me mantenho n<. Quantos buscam. ao longo -dum preci. por uma noite de neblinas. mas não pode.obrascatolicas. Minh'alma tambem é atraída pela profundeza divina. A profundeza atrai-a. do após longos anos de passos em falso. precisa de uma forma de vi~ da. BtiSco a Deus por meus próprios caminhos". Toda idéia.

a Esposa de Cristo. E' nesta fé que quero nver . . Santa Igreja Católica. Quando se dirigia a Damasco para trazer os ci-istãos daquela cidade. Cristo continu- ando a viver e a ensinar n terra -. e de que· Cristo eter- no é o chefe invisivel.tólica! Foi nesta fé que nasci. eom um ardor fanático. o maior milagre na istória do mundo! Obra di- vina nas mãos dos honiens' Obra Cf!leste iniplantada na terra. reino terrestrie tor~ado o vestíbul do ceu! Realização da visão do profeta Isaía. com o au. <l Sociedade. Re·inv celeste descido à terra. estreitamente unida. acorrentados. o corpo místico de Cristo. 17 Saulo queria. a luz circundou-o de súbito na estrada. por que me persegues?" . . Oh! sim. san:fa e ciJ. 2).dlio áe De·us. foi a resposta.obrascatolicas. e no entanto ouve: "Eu sou Jesús a quem perse- gues".s da miultidão dos povos que afluem para a montanha do Senhor (Isaías. per- guntou Saulo. Saulo.. porque ela é Cristo vivo no meio de nós. E. a J erusalem. Não é esse um fato notavel? Saulo persegue a Igre- ja. . dia à Igreja do céu. tJ . Senhor?". e-xterminar a · Igreja principiante. Amém. Igreja una.eis o que sois paqti mim. a primeira cristandade. http://www.com . é por ela que quero chegar imz. é por ist que eu ve. de milhões e mi- lhões de honiens há dezenov séculos. e ele ouviu estas palavras: "Saulo. II.! Depois da ressurreição de Cristo."Sou J esús a quem persegues".nero."Q em sois vós. que eu amo a minha Igreja.

. que se apresenta aquí a grande..com . II . de quem procede a Igreja. pela história. Basta ler as palavras dirigidas a São Pe- dro em Filipe. . tanto histó- ~·· rica quanto logicamente. Será certo tambem que uma só Igreja pode ser a ver- dadeira Igreja de Cristo? Sem dúvida. 18). mas uma única.A IGREJA DE CRISTO É UNA Na instrução precedente abordamos o estudo da Igreja de Cristo. Eis. organizada. Quando o Sal- vador subiu aos céus e deixou disdoulos e fiéis. decisiva e importante questão: Qual é a verdadeira Igreja de Cristo? E' com a alma dolorosamente comovida que temos de strber. Será um fato certo que Cristo fundou uma sociedade visível. que sobre a doutrina de Cristo têm passado lutas fratricidas que têm rasgado_ a veste incon- sútil de Cristo e dividido a cristandade. e ~bt-e esta pedra edificarei a minha Igreja. mem- . a que Ele próprio chamou "Igreja"? Perfeitamente. e as portas do inferno não prevalecerãó contra ela" ( S. & http://www. ~ Porque há um úriico Senhor. Cristo não fundou várias igre- jas. XVI.esta verdade é certa. de Cesaréia: "Tú és Pedro. e uma única ver- dade ensinada por Cristo. Mt. porém.obrascatolicas.

Pedro: "Tú és Pedro. Mas quel é essa única Igre- ja? Efetivamente. à medida que avançam os séculos. essa única religião? Quem é que tem razão ? Sérá "Natan o Sábio" quem tem razão? Esse ho- mem possuía um anel precioso e tinha três filhos. que aguarda uma resposta categórica. Mas já desde o tempo dos apóstolos vemos aqui e acolá surgirem hereges que ·Se apartam da verdadeira Igreja de Cristo. e so- bre esta pedra edificarei a minha Igreja" (S. e deixou em herança um anel a cada um dos três filhos. às vezes até enormes galhos. porém uí:na ·só. sinão uma. esta decisiva pergunta. definitiva: Onde está então hoje a verdadeira Igreja de Cristo? O Salvador dissera a S. é claro que Cristo não fundou 300 religiões. Entretanto. porém "a minha igreja". regressou da religião protes- tante à Igreja Católica e escreveu sobre a sua conversão http://www. . Mandou fazer dois anéis similares.com . Ou então Ruville. pois. E na alma humana 'levanta-se com justa razão esta pergunta. afirmando que pulsa neles a força vivificante de Cristo .J então só havia realmente uma única cristandade. porém. tombam da árvore da Igreja. a ponto de ocasionar enganos. Não há várias igre- jas · cristãs. XVI. havia uma única Igreja. atraindo os fiéis para as sendas do erro.obrascatolicas. E. Mt. 18). Espetáculo doloroso e contristador o dos cismas e das heresias. Não disse: "as minhas igrejas". de modo que ninguem jamais pôde saber qual era o anel verdadeiro. Qual é. parecidíssimos com o verda- deiro. o professor de História da V niversidade de Hal- le que. Não há. ao lado da imensa religião católica há cerca de 300 seitas pequenas ou grandes que se chamam cristãs e que pretendem seguir a Cristo. no início do século.. mas uma só. folhas e ramos cada vez mais numerosos. A !GREjA CATÓLICA 19 bros da primitiva Igreja.

portanto.emos não só o cris- tianismo. mais nobres. no curso dos sé- culos. TIHAMER ToTH um livro intitulado "Das Zeichen des echte:n Ringes". poi·s.) Não entremos agora nas minúcias. mas conside. o verdadeiro anel cristão? Sim. que afirmamos que certamente se pode reconhecer entre os 300 anéis de hoje. o único. podemos reconhecê-lo. pelas quais o homem. cumpre-nos primeiramente tratar de formar uma imagem total e sintética do ensino de Cristo. tem querido satisfazer as suas tendências mais al- tas. toda a história da civilização humana. as marcas pelas quais podemos des- cobrir de modo inteiramente certo a única e verdadeira religião de Cristo ? A) Para descobrirmos as marcas da verdadeira Igreja de Cristo.. mais santas: o desejo de Deus. a primeira niarca.20 MoNs. da moral cristã e das formas do http://www. remos.com . a verdadeira Igreja de Cristo. ele e nós. a.tão angustiosa e importante no que concer- ne toda a nossa vida espiritual. Em verdade. I AS MARCAS DA IGREJA DE CRISTO Quais são.. E dessa altura vemos justamente a imensa superiori- dade do dogma cristão. há pois ape- nas uma ques. como que do alto dum avião. se encontra na Igreja Católica.obrascatolicas. e depois veremos que II. Examinemos. mas ainda todas as outras religiões . a unidade. todas as ten- tativas tambem. "O sinal do verdadeiro anel"? Temos razão. Dessa altura v. porque o verdadefro anel de Cristo tem marcas qt!e não enganam. quais são essas marcas pelas quais podemos descobrir de maneira certa. nesta instrução: I.

mais sá- bio. de Cristo. que toda a ieligião cristã saíu do er mais santo. Porquanto. doentes.e um homem perdoa aos pecadores? Milagres qu Ele realizou sobre a natureza· viva e inanimada .nder a ressurrei- ção de Cristo.obrascatolicas. mortos que res- suscitou. Pecado- res cujos pecados Ele perdoou . seu amigos e discípulos notaram que Ele se chamou a si própri Filho de Deus. natural. Cristo ressuscitou . eterna nos sentimen- tos f como é inteiramente dirigida para a eternidade e no entanto faz seus fiéis felizes já desde esta vida f b) E vemos ·ainda ·tidamente. categórica. milagres. · li) Sem dúvida. Que ' que achamos nessa vida ter- restre? Pecadores. Quem poderia limitar semelhante vida na exis- tencia duma vida puram te humana? E sobretudo quem poderia compre. si Cristo não fosse 1fUiis que um homem? Ora. A respeito dEle.com . irrefutavel de toda a vida terrena. que que é a conclusão lógi . claramente. archou para a morte. Cumpre que a vi- da d~ Cristo contin~e inda hofe. não SC?- http://www.e acaso um homem manda aos ventos e à tempestade? Doentes que Ele curou. para que Seus sofrimentos foss~ o resgate dos nossos pecados: Notaram os Seus 33 anos de vida terrestre.mas há muito tempo. todas as 4emais reli!}i6es. Como pôde ela ficar ao abrigo dos ektremos: renegar o mundo e o gozo ávido 1como é ousad nas idéias. melhor.. sobr.. mais perfeito entre uantos jamais existiram na ter- ra. mortos. culfo cristão. E quem está om Cristo atualmente f Cristo vitu8 ai-nda hoje! E cnde ivef Si eu quiser entrar em re- lação pessoal com Crist então cumpre que toda a vida de Cristo se tome a ach r hoje em dia. não se pode evitar o testemunho da ressurreição. e que com con- ciência clara. cheios de palavras e de obras que ão teriam lugar no quadro du- ma 'Vida humana.

mas quero ainda beneficiar dele. E não somente quero fruir dele eu próprio e não somente quero· ouvir falar do perdão ãe Cristo de há 19 séculos.__ mas quero tambem vivê-lo. há ainda 250 milhões de homens que se proclamam discípulos de Cristo. E visto que .. Como a imagem do mundo seria mudada. O coração confrange-se à vista das divisões do cris- tianismo.esta questão é tão importante. quero ou- vir falar do amor de Cristo de há 19 seculos. Católica é a ver_dadeira reli- gião de Cristo? Temos disto prova formal? Oh! sim. http://www.absolu- tatnente certo que a Igreja. si a unidade do cristia.obrascatolicas. trataremos de cada uma dessas quatro provas em in~trução especial. .mas que- ro fruir dele eu próprio. mente quero admirar o ensino de Cristo de há 19 s _. a velha Igreja Católica a que pertencem hoje em dia cerca de 360 milhões de homens no mundo inteiro. como as nações seriam mais fortes. quan"'. mas quatro. quantas cizânias nas famílias cessariam. Onde vive. Mas como nos afligimos de saber que. como ele poderia de· fender-se mais frutuosamente contra o terrivel dilúvio do ateismo. ponêm Cristo? Onde está a comunidade. - onde está a sociedade na qual Ele continua a agir? Tantas sociedades religiosas se donominam cristãs ! Em qual delas Cristo vive inteiro! . cristãos. ao lado dos 360 milhões de católicos. Não uma só.nismo não estivesse dilacerada peitos cismas e heresias! Mas qual é a situação de hoje? Vemos erguer-se ante nós o velho tronco. e vivem divididos em 300 seitas ou até mais ! Quem pode orientar-se n~sse caso? C) ·E ag"?>ra levanta-se a questão decisiva: E' .com . tas lutas malditas desapareceriam. . E não sómente.. Cifra imensa em si.

e "só há um Senhor. Eis aí as quatro marcas que não enganam.segundo o termo grego . Quantos Senhores há? Um só. Igreja. assim tambem só pode haver uma. Mas. "Sede perfeitos. ista é.com . b) Qual foi a vida· âe Cristo? A santidade encar- nada. Mt. quer dizer. só pode ser a sua verdadeira Igreja aquela que não se limita a uma ou duas raças. um batismo" (Efésios. abrange o mundo. só pode ser a sua verdadeira ·Igreja a Igreja que repousa na base dos apóstolos. Logo. mas ~ a continuação da obra do Fi- lho de Deus feito homem.católica. ou a uma parte do mundo. 5).. Logo cumpre que a sua verdadeira Igreja seja una.. Que· quis obter Cristo? Conduzir-nos à santidade. cmn!J:re que a sua v~dadeira lgrejâ seja santa. justamente porque a Igreja · não é somente uma sociedade fundada para a satisfação das necessidades religiosas dos homens ou para a educação moral da humanidade. Quais são as quatro marcas do verdadeiro anel de Cristo? a) Que é a Igreja? A sociedade visivel dos cris- tãos que vivem na terra e que formam juntos o corpo místico de Cristo. Logo. uma fé. Encon- tramo-las na nossa religião? http://www. a que é . 48).obrascatolicas. que é apostólica. Logo. Eis a primei- ra marca. d) A quem deu C~isto o poder de propagar a sua fé e de distribuir os sacramentos? Aos· apóstolos. V. como meu Pai do céu é perfeito" (S. isto é uni- versal. e) Por quem morreu Cristo? Por todo o ·mundo. o próprio Cristo continuando a viv entre nós: e por q . IV. mas volve-se para todos.

A IGREJA CATOLICA "Quando Nosso Senhor Jesús-Cristo na últ se despediu dos apóstolos.. não só nas igrejas duma mesma cidade ou dum ~~~é~~~­ ~s. quem visitou diferentes povos. A verdadeira Igreja de Cristo deve. . apesar da diferen~ de traje.nt~~~ com outro católieo. pois.~~' <':. temos i-. .~-.. .-.comida.. «lQa1!1(11)-_ http://www. ·a esta ·impressão profunda. A) A unidade de fé.. 20-21)... o Indiano catÓlico como o Inglês.-•. cmttn:r""'.. dà ~-~ dos: cabelos e dos olhos. Chegado a uma cidade uma 6 alma. ......est:~~:.com . crêrem em mim. é preciso insistir nisto. qUando conversou com bre ~coisas que ttUÜ$ tinha a peito qUé constituíant espécie de testamento~ dirigiu a seu Pai esta prece ente: "Não rogo s6 por etes. mas tamhem pe10s pregação deles. .··::~lll Húngaro. mas em cada igreja católica do mundo inteiro :it't'«.tat~ flma só liturgia.·>~=.-tat~~t~ lico recita palavra por palavra o Credo como um ~~·::~~~ tQaU.:H geiro. do idioma.obrascatolicas. por isto que temos uma só fé. Um n~ .. o sois em mim e eu em Vós" o ..."'-~ ~eira. se eD:C:o.. não pode -~~çp __. b) E. branco ou preto.. para que todos um como Vós.<=5 _ . meu Pai.>~--~ dalD eles numa coisa: têm a mtmaa fé. o Francês~••. XVII.~_.. . Quem fez ·numerosas viagens ao .:~:I:. Entre nós.~= flOua /6 i uu.''. prega-se em cada púlpito a Dl i~. amarelo ou vermelho. de tal modo é notório q . ·:----~--_. _ tucfo ter a unidadê Que a religião cat611ca seja una. · a) Em qualquer recanto do mundo onde um Í'Bll~:::~~ lico.. da .~º. Mas. e B) o nosso ideal nwral é uttD. não -COljheCe n• .

__ cada um sentia-se como que na sua Patria. nem a tem- pestade. essa casa. · . derrama. rezaram. quais sete fon- tes abundantes. é então que a abna huniana transborda de anior à sua Igreja. d mundo inteiro. E' sano o ar que respiro. e todos juntos cantaram. Os países não católicos tib ham seus oficíos religiosos se- parados. suas graças preciosas. conforme os paí es. Onde quer quer ponha os pés . e nela morreram. Unia casa de faniflio ! Acha-se nela um pai: o Santo Padre. nem uma vaga hostil. Acham-se nela n. e) Sim.obrascatolicas. Um tesouro! Os . Mas nós. . B) Mas não é só a nossa fé que é una. No decurso do verão de 1934. Si sou cató- lico. Uma casa sólida! Ed ticada no rochedo. Ah ! como gosto desta casa ! Por que? Porque ela é a sólida casa de família cheia de preciosos tesouros. N Q http://www. vê-o paramentado como na sua terra. para a mesma missa. convidámos todos os escoteiros católicos.ntigas tradições : meus antepas- sados viveram nela. nem o vendaval pode qualquer coisa contra ela. ete sacramentos.sou rico. vê os fiéis ajoelhados como na sua t rra. Si sou católico. Que ventura habitar nesse rochedo sólido! Si sou católico. Fora da Igreja Católica nunca encontramos isto.com . temos tam- beni a unidade do ideal oral. comungaram . O'Uve cantar o Credo como na sua terra. os escoteiros de cerca de 40 nações estavam reunidos no "jamboree" de Godollo. A CATÓLICA 25 entra numa igreja católi onde um padre canta a missa solene. essa unida e é um sentimento profundamen- te emocionante . ·sinto Cristo invisivel- mente presente. A onda nada pode contra o rochedo .estou ao abrigo. Leis comuns nos unem e nos auxiliam a atingir um escopo múral comum. - estou em minha casa.

. Essa unidade '1no- ral católica-liga.tal é a pergunta que fazem alguns.mas não pode ceder : não pode abandonar uma só letra dos man- damentos de Cristo. poetas e filó- sofos prostravam-se no pó. a Igreja. Eles abandonam a fé. C) "Mas dessa unidade indiscutível não decorrem e uma rigidez. A Igreja olha-os tristemente. os mesmos sacramentos nos ajudam a observar as mesmas prescrições mora. Essa fidelidade. pode facilmente responder a isso. por despeito. mas não cedeu nada da fé nem da moral cristãs. e' n~o se pode transigir com ela. O papa é venerado com o mesmo amor pelo Holandês como pelo Espanhol . . Com efeito. mas não transige. a moral católica impõe exigências penosas aos instintos depravados.I d. pequenos e grandes. http://www. Não cedeu num só dogma da fé: preferiu ver todo o Oriente separar-se dela. . às vezes fere ao vivo.mas os primeiros esposos ainda estão em vida. ao lado da unidade guardada rigorosamente nas coisas essenciais.is. sabe adaptar-se às par- ticularidades de centenas de povos. é realmente. A Igreja sempre guardou ciosamente a doutrina de Cristo.b. TrHAMER ToTH mundo inteiro. e nunca sei afastou nem se deixou afastar dela.eis o que se impõe a todo homem que reflete seriamente. Não re- nunciou a uma só letra da sua moral: preferiu ver toda a Inglaterra separar-se dela. A Igreja tolerou que paises inteiros se separassem dela. 1 A Igreja Católica não os casa.. a Igreja jamais se emocio- nou com uma promessa nen1 tremeu ante uma ameaça. Utf 26 MoNs. uma rotina uma unifonnidade perigosas! 1 ' . Às vezes.com . esse apego qUe não Cúnhece abandono de princípios .obrascatolicas. Vêm umas pessoas e se apresentam para ca- sar-se.admiravel que. 'pobres e ricos. Perante Cesar. nas coisas não essenciais. Quem conhece a vida da Igreja Católica nos diferen- tes países e nas diversas raças.

E si a citardes. Não tem inteira razão Santo Agostinho quando fala nestes termos da Igreja Católica?! 11''6 grande e santa Igreja. vede um congresso eucarístico internacional. cujos membros amem tanto sua pátria. espalhada pelo mundo inteiro. Mostrai-me uma sociedade. Eles falam uma única líng.. o vigário duma grande cidade ou o padre desconhecido duma aldeiazinha perdida. Há atualmente no mu do cerca de 300. e no entanto sejam animados dum<t mesma idéia: o missio- nário dos Hotentotes ou do Congo. os padres chineses e os demais padres indígenas estão sentados uns ao lado dos outros. Os padres americanos de rosto raspado.000 padres católicos. E.ua: a língua da caridade. todavia. todos são padres da mesma Igreja. que talvez tenha deixado apenas uma barquinha de pescador. sabe mostrar traços individuais. as bases dogmá- ticas do culto de Maria são as mesmas entre os Poloneses como entre os Alemães. nas manifestações da sua vida religiosa. beija a mão dum bispo negro. A IGREJA CATÓLICA 27 na missa. o Americano e o rancês adoram com a mesma humildade a Cristo que desce ent_re nós.Católica. Todos são sacerdotes do mesmo Cristo. chamar- lhe-eis "a Igreja Católica". de conhe- . como os apóstolos. e saudam-se na mesma língua materna da Igreja : "Pax vobis. cimentos. . O príncipe de Saxe.obrascatolicas. os padres africanos. verdadeira mãe dos cristãos! Com justa~ razão não proclamas apenas que devemos adorar a Deus. e no entanto que imensa di~ versidade entre eles! Divetisidade de carater. e no entanto cada povo. de língua. . que deixou tudo para fazer-se simples padre jesui- ta.com . um só coração lhes pulsa no íleito : o coração de Cristo vivo entre eles. que é para nós a vida eterna. Citai-me_ uma tal sociedade. sem que a unidade famosa da fé sofra a menor brecha. mas http://www. de semblante. fratres in Christo ".

T1HAMER TOTH cultivas ainda tal amor aos homens. no decurso da sua história. tãó ardentemente rogou. E quando.seus filhos ! ~ão por espírito de desvatismo~ http://www. induzes os filhos a obede- cer voluntariamente às ordens dos pais. ensinas as mulheres a obedecerem aos maridos. essa unidade pela qual o Salva- dor._ rando para o filho que deixa: por despeito o lar familiar. porque há nela.iis . Pela lembrança dos antepassados comuns. a nossa: Igreja olhou chorando para os que partiam.. colocas os pais.obrascatolicas. mas pe- los filhos e para que elas edifiquem a vida de família so- bre uma obediência pura e fiel.. os homens. unes os ho- mens entre si pelos laços da religião. pequenos ou grandes ramos se despega- ram da árvore da verdadeira Igreja. "Ensinas às crianças de maneira infantil. Com que amor ansioso a Igreja trabalha na propagação do cristianismo ! Mas como roga tambem pelos que não sã<:> m:. * * * A Igreja Católica é a verdadeira Igreja de Cristo. pelo reinado da bondade.com . em compensação. não para a satisfação dos seus desejos. os povos. dás pa- ciência aos velhos.28 MoNs. que forneces remé- dios para as doenças de que sofrem as almas por causa do pecado. que são mais fortes que os laços do sangue. como uma mãe olha cho. na última Ceia. "Um só rebanho e um só pastor".ao amor sobrenatural . A Igreja Católica é feliz de ser a única Igreja de Cristo. mas. de maneira que eles for- mam não somente uma comunidade~ mas tambem uma fra- ternidade". pensa com dor em quão longe ainda está de ser realizado o desejo que ·enchia o coração de Cristo. ligas entre si os cidadãos.. acima dos filhas . juntas o parentesco natural - conservando os laços naturais . e só nela.

http://www. Sede solícitos em trabalhar par vossa Igreja. que pela graça de Deus sois católicos. sob um só pastor. 21). si a Igreja sofre. santa. que pedi um só rebanho ! Roguemos. afim de que tambem eles se tornem a encontrar num só rebanho. Sede corajosos em tomar partido por vossa Igreja. Inquietai-vos. freque temente. Jo.obrascatolicas. Entristecei-vos. irmãos. si nada tendes feito por ela. o sois em mim e eu em Vós" (S. meu ai. enchei- vos de alegria e de ufania. 1pois. e com coração f er- voroso. si vossa Igreja triunfa. XVII. E vós.. como Vós. V fanai-vos. Alegrai-vos. mas por compreensão da vontade de Cristo. a Igreja una. católica e apostólica. E seja-vos dado um dia alcançar a recompensa eter- na por haverdes sido filhos fieis de vossa mãe. si a Igreja está na alegria. e seja rea- lizada a prece do Senhor na ultima Ceia : "Que todos sejam um. membros da verdad ira Igreja de Cristo.com . A IGREJA CATÓLICA 29 como pretendem seus m1m1gos. isto é. por aqueles que hoje em dia ainda estão fora da Igreja de Cristo. Amém.

E toqos lhe escutaram a pergunta sem dizer uma palavra.mbem a segunda marca: a "santidade"? Temos o di- http://www. Eis-oos. sem ruga. tambem seja santa. palavra por palavra. gloriosa. III A IGREJA DE CRISTO É SANTA A vida de Nosso Senhor Jesús-Cristo foi a: santidade encarnada. sem mácula. e perguntaremos : Temos o direito de dizer que na nossa Igreja· se acha t'1:. que teve um santo Funda- dor. Ele pergun- 1 tou de fronte erguida a seu s inimigos : "Quem de vós me arguirá de pecado?"_ (. 46). Paulo a respeito da Igreja: "Cristo amou a Igreja e entregou-se a si próprio por ela. a tal ponto que seus inimigos os mais terriveis não lhe püderam exprobrar um ·SÓ defeito. pois. a Igreja de Cristo deve ser "santa". estudaremos a segunda. E' natural que se deva aplicar. porém santa e imaculada" (Efésios. · E' natural que a Igreja. Consoante as palavras do apóstolo.S. Jo. Paulo convem à Igreja Católica. Na nossa última instrução ocupamo-nos da pri- meira marca da verdadefra Igreja de Cristo: a unidade. o elo- gio entusiasta pronunciado por S. à verdadeira Igreja de Cristo. Nesta agora.com .obrascatolicas. para fa~ê-la surgir diante de si. afim de santificá-la depois de havê-la purificado na água batismal. em presença da ques- tão: saber si as palavras de S.. VIII. sem nada de semelhante. V-25-27).

t SANTO "Sede perfeitos como vosso Pai celeste é perfeito" ('S. os meios com que ela nos ajuda a atingir esse ideal são santos. .. Uma vida eterna me- recida por uma vida terrena. O respeito do matrimônio. O refreiamento -Oas paixões dentro do quadro das leis divinas. porém de "a santa Igreja"? Daremos três respostas a esta questão. e o fito único da Igreja Católica é ajudar os homens a cumprirem esse niandamento de Cristo. a obediência o respeito da autori- dade . da mulher.obrascatolicas. Chamamos a nossa Igreja de santa Igreja porque: 1. II. a. Mt. A) Examinemos si não é o mais alto ideal de san- tidad'e de vida que a Igreja ensina e exige. seu ideal moral é santo. e assim por diante. ações. 1 O IDEAL MORAL DA IGREJA J. Estas expressões não en- cerram o ideal moral o mais elevado ? b) E que ousadia . e a fidelidade ao dever. vivida honestamente.por assim dizer . palavras. · III. sempre houve e haverá santos entre s. .qu(! audácia 'lnanifesta a Igreja Católica sobre esse ponto! Como ela persiste imperturbavel e sem transigencias ao lado das http://www. V. Uma responsabilidade pessoal para todos os nos- sos pensamentos.com . disse Nosso Senhor. O trabalho. 48).) Que exige a Igreja Católica? Uma vida moral pura.eus membros. IGREJA CATÓLICA 31 rei to de chamar a b<l!se da nossa· religião não simples- mente de "a Igreja". dos filhos. A subordinação ~e todos os interesses terrenos à vida eterna. O sentimento da pró- pria responsabilidade.

. traçar uni prográma econômico. . Sem dúvida. Nosso Senhor Jesús-Cristo não permite a rutura dum ca- samento válido. Deus vê e ouve esse trabalho enervante e febril.trabalho incessante .32 MoNs.e hoje. . por escopo ensinar as cienci. com efeito. .enfrenta a impopularidade. E no entanto. e a onda das teorias em moda não a faz renunciar a essa doutrina. . Ousa não ser moderna. .não vos admireis do que vos vou dizer . como um vaso partido. nem . / http://www. TIHAMER ToTB leis penosas do ideal moral cristão ! Suporta por causa disso. Ela o:-c.pureza da vida conjugal. .com . e recebei o Espírito-Santo.em. construir escolas. Numa palavra: Tornai-vos santos! b) Tornar-se s<ffnfo . a) A Igreja não t. .. a terra inteira. A conciência de que hoj. aquilo que o primeiro papa proclamou no dia do primeiro Pentecostes na praça de Jerusalem : Fazei peni- tência. não mais se achassem nela santos.obrascatolicas. si 1-i1n d'ia. em dia só ·a-Igreja Católiea ousa proclamá-lo com _firmeza perfeita. não tem um minuto de descanso no seu tra- balho sem trégua : descobertas. Porque é para eles que a terra existe. proteger as artÚ. a censura de ser 1"at-rasada".e em dia ela ainda tem a mesma tarefa que sempre teve. fugí do meio desta geração perversa. Isto. . B) Que é que dá força à Igreja para isso? A con- ciência da sua míssão. comér- cio.as. e por essa mesma razão . defen- der a vida do filho que ainda não nasceu~ a . não existe para que nela cir- culem automóveis. indústria. técnica.no entanto Deus afastaria de Si. A terra. mas fá-lo somente para chegar ao seti escopo prin- cipal. há deze- nove séculos: santificar a hunianidade. nem para que nela passem trens.que sublime pensamento! Mas como a humanidade atual recusa comi>Jt'éendê-Io ! O mundo atual. ela tambem faz isto. e não outra coisa. pois.

Observae quais são os que deixam a Igreja Católica. depois de se divorciarem uma ou duas vezes. "O que Deus quer é a vossa santificação" (I Tessalonicenses. abandonam eles a religião católica. IV. era santo. João a respeito do Verbo Encarnado. entusiasnio para a Igreja. frívolas? De modo algmn. Antes da queda.não admitem que. C) De que a Igreja Católica seja realmente santa. os mais santos? Absolutamente não. Mas como se pode afirmar semelhante coisa? Como? É a Sagrada Escritura que o afirma. e solicitam sua admissão. "Deu-lhes o poder de se · tornarem filhos de Deus" (S. porque ela quer realizar isso em 11ós. porque ela recusa casá-los uma segunda ou terceira vez. que o homem se torne um santo. logo. o desígnio de Deus. eis a tarefa imensa que n0s aguarda. 3).. São justamente as almas mais 3 http://www. 12). nem para que ressoem os apitos do progresso. É. A maioria das vezes.obrascatolicas. quais são' os que apos- tatam. o homem estava em estado de graça. A IGREJA CATÓLICA 33 para que nela trepidem máquinas. Por isto chamamos santa a nossa Igreja. Fazer novamente do homem um santo . não possam mais tornar a casar->Se. b) E vêde os que vêm com. os que se convertem? a) Quem são os que a deixam? Os melhores. os que . Jo. tem0s ainda outro sinal interessante. O fim da red-:nção é restabelecer o estado em que o homem se achava antes da queda. por despeito ou bravata.como direi? . Não. A terra existe para que nela vivam santos. diz S. São porventura as almas vazia·s. E quais são os que vêni para a Igreja Católica.eis o fim da Igreja.com . vivia na sociedade de Deus. Mas tornar-se filho de Deus é tornar-se santo. São justamente os in- divíduos levianos: os que não se subordinam à santidade da Igreja. Eis porque existe o mundo. I.

e receberá dEle a recompensa do seu trabalho: a felici- dade eterna. pro- curando uma piedade e uma vida interior mais profundas.obrascatolicas. quanta força de resistência. Não basta pregar o ideal moral.com .34 MoNs. decorrem das lutas contínuas para atingir esse ideal. escrutaram com ansiedade. II OS MEIOS EMPREGADOS PELA IGREJA CATOLICA SAO SANTOS Eis-nos. porém. mas que. A Igreja ensina que 'a vontade de Deus é pôr em vigor a ordem moral no mundo. aquele que viola a lei moral. é o pensamento das rec~ pensas e dos castigos di11i11os. que ardor no combate. até acharem final- mente a verdadeira e santa religião de Cristo. TIHAMER ToTH preciosas. porque sentem que aqui se acha a marca da verdadeira Igreja de Cristo: o ideal da santidade. Pelo contrário. seja na alheia . desafia a Deus e receberá dEle o castigo merecido. Quem não vê quanta força moral. aquelas a quem a divina Providência não fizera a graça de nascerem na religião católi_ca.é reahn~nte colaborador de Deus. para o cumprimento da Sua vontade. Aquele que trabalha para o triunfo das leis morais . para a nossa própria f eliciçlade eterna? http://www. e dessa santa convicção de que essas lutas se travam por Deus. A) O primeiro meio com que a Igreja ajuda o ho- mem a atingir o ideal moral. é preciso ainda ajudar o ho- mem a atingí-lo. em presença de outra questão. Essas vêm.seja na sua própria vjda. E é aqui que vêmos de novo que só--a Igreja Católica dispõe dos meios que conduzem à san- tidade. estudaram.

Há só uma bica no jardim. Alguns dias mais tarde.com . Como mais bela? Como mais capaz de vencer? Há poucos dias.chega a cada uma das plantas. porém grande número de sulcos e de regos pelos quais a água fresca e viva dessa única fonte . para qne a sua força vivificadora chegue a cada alma humana. os sacramentos? Os canais que transmitem a cada alma os méritos redentores de Cristo. A IGREJA CATÓLICA 35 B) Mas para levarmos mais facilmente a bom termo essa luta. os sacramentos servem de canais. é santa a nossa Igreja. com certeza. Então Cristo não nos remiu? São acaso os sacra- mentos que nos redimem?" Não. Que são. . não são os sacramentos. Alguns não compreendem os sacramentos.obrascatolicas. . Era de ver a alegria que lhe brilhava nos olhos quando ela fez a sua primeira confissão ! Seu semblante brilhava como as velas da árvore de Natal. Eles nos trazem os me- recimentos da redenção . "Para que os sacramentos? pergun- tam. não sabem que pensar deles . É evidente que é Cristo. recebí na fé dos seus avós uma jovem de dezenove anos. mas. apresentou- se-me um estudante do terceiro ano de direito : tambem queria voltar à fé dos seus antepassados. pois são santos os meios de que dispõe. pois. tambem aguar- dava com impaciência o dia em que poderia confessar-se pela primeira vez. temos os sacramentos da Igreja. Oh! sim. posto que fosse Deus na rea- http://www. Mas já vistes. Assim como exteriormente Cristo aparecia como um homem.- e obtivera permissão de fazer-se católica. Antes havia ela terminado os estudos. jardineiros irrigarem os seus terrenos. é a fonte que jorra do sacrifício do Gólgota. Pois bem! a única fonte do jardim da vida mo- ral cristã. e a força da graça que deles irradia torna a alma católica mais bela e mais capaz de vencer.

há prados em flor. sobre toda a terra. assim tambem a Igreja exteriormente só aparece como uma série de milhões de homens. multidões de homens. cumpre termos uma idéia clara deste fato: uma religião que quer englobar todos os gru- pos da humanidade. o corpo místico de Cristo que· há dezenove séculos faz ·b rotar as flores perfumadas da santidade. há florestas po- voadas de aves. TrHAMER ToTa tidade.com . há planícies que se estendem até o hori- zonte. religiãü tal não pode prescindir dos píncaros eminentes da gràn- deza humana @ do heroísmo moral. . 36 MoNs. . nas profundezas da sua alma. com seus lagos profundos. o sopro fres·co e vivificante. com süas gargantas escarpadas. e de onde mos- traram ao mundo o prodígio mais surpreendente: o tipo da santidade. Não há pena capaz de descrever dignamente os cimos elevados do heroísmo moral a que chegaram. e das alturas espalha-se.obrascatolicas. dinzinhos tranquilos. sob a di- reção da Igreja. a) Na terra há toda especie de paisagens : há jar- . III HA SANTOS ENTRE OS MEMBROS DA IGREJA CATOLICA • A) Antes <le tudo. E aquí chegamos à terceira marca da san- tidade da nossa Igreja. lutando contra a sua natureza f ragil e inclinada ao pecado. O mesmo sucede na nossa santa religião: os diversos tipos humanos entendem-se muito bem mutua- http://www. posto que em rea·- lidade seja a sociedade dos homens misteriosamente uni- dos ao Homem-Deus.e para além de tL1do isso elevam-se cadeias de montanhas com seus píncaros que se erguem nas nuvens.

. para atingirem as alturas puras duma vida cristã ideal. E agora levantemos os olhos para um santo. no ambiente poeirento da luta diária. Os únicos homens que · abençoaremos sempre ! Os únicos homens que são real- mente os verdadeiros benfeitores da humanidade. "Eu quereria não pecar . Um maravi- lhoso fervor. o homem que luta com a monotonia da vida quotidiana.. homens que não atiçaram os ódios nem http://www. homens que seguem o mesmo caminho de cada dia. não" posso renun- ciar ao pecado".obrascatolicas.com . uma ufania e uma emoção se derramam sobré nós cada vez que nos aparece ante os olhos d'alma a admirável galeria dos santos. com outro êxito. quanta abnegação! Os únicos homens que realmente nunca serão esquecidos.. que se arrastam pelas planícies da vida. Mas. Por isto não posso resistir.. Ho- mens que não descobriram nem os gases asfixiantes nem a metralhadora. b) Sabeis o que são os santos ? São os heróis da imitação de Cristo que sairam das planícies. Os santos são os heróis da força de vontade. o homem que anda pelos prados floridos. ao lado desses homens eram precisos tambem "santos". De todos os lados ouve-se a queixa de que os homens não têm bastante força de vontade. quanta força. Lamentações quotidiana·s das criaturas fracas. comô para um rochedo que se ergue até o céu.gemem uns infelizes . A IGREJA CATÓLICA 37 mente: o homem que leva vida tranquila.s e dos pantanais elo pecado por sacrifícios heróicos. das gargan- t.mas não tenho força de vontade. e junto aos quais nos refugiamos quando. com outra alma. Que valores! Que be- lezas ! Que sacrifícios sobrehumanos ! Quanta caridade. i·sto é. nossa pobre alma se sente oprimida.

38 MoNs.pés do coxo. os homens se compreenderam melhor. Não. missioná- rios que arriscam a vida. salvo Deus que tudo sabe. religiosas que tratam dos doentes. mas que foram e ainda são hoje em dia . Não foram elés que descobriram o rádio. Pe~ nitentes. Era o pai dos pobres" (Jó. e que a Igreja canonizou. e todavia eles transportaram a -humani- dade para as alturas. a·s ciências e as artes. e podem dizer com o livro de Jó:. nas lavanderias~ nas lojas. "Eu era os olhos do cego e os . Falo desses santos que vivem no meio de nós ainda hoje. nas famílias. por Cristo. dos santos pais de família. em meio às ruínas dum mundo corrompido.mil e mil vezes mais numerosos do que julgamos . mas que extinguiram os ódios. proclamou santos. B) Ora.) Não é nesses santos que penso neste momento.com . b) Mas falo desses que não foram canonizados. e se aproximaram mutuamente. à sua voz. 15-16). des- ses cu. lâmpada elétrica. soube- ram permanecer esposas de Cristo. não falo de. nos escritórios. inclinaram-se para os pobres. lavaram as chagas aos doentes. na sua passagem a vida tornou-se mais luminosa. das santas mães. neste momento eu não penso em primeiro lugar nos santos cuja vida moral heróica é manifesta. nas fábricas. TIHAMER ToTH espesinharam os seus inferiores. carreira. monjes que favorecem a civilização. falo dos santos filhos. das iantas esposas. . família. e no emtanto.fos no11ies ningueni conhece. e todavia. XXIX. Não foram eles que descobriram a. Não foram eles que inventa- ram o aeroplano. - porque a santidade da sua vida é bem conhecida. Santos ermitães que abandonaram fortuna.obrascatolicas. todos esses santos atualmente. http://www. Virgens que. Ah! quem po_tlen:a falar del~s dignamente? Mártires que derramaram -seu sangue para selar a sua fé. a.neste mundo às avessas .

ainda hoje há santos. com mudo heroismo. E si a história do http://www. pode afirmar-vos que à volta de nós. consolo e otimismo.obrascatolicas. da Grécia. os santos de hoje circulam vitoriosamente em torno de nós. por causa deles. o martírio incruento. Deus não o des- truirá. da Ásia. preservados das seduções do vício. mesmq no meio da sordidez ambiente. e do pestilento pântano moral atual. Mais. si lhes não fosse ordenado calar-se. vi- vem santos. muito mais do que imaginais. porém real. So- mente. pela educação e pelos sacramentos da Santa Igreja. dos santos. e quasi desesperamos da sorte futura da hmnanidade. esses que cumprem. em toda parte o pecado clama por nós. e contra as tentações dos costumes modernos corrompi- dos. no meio da atmosfera deletéria das grandes cidades. cujas almas. E quando estamos cheios de amargura por causa da maldade dos homens. O mundo atual não é totalmente mau. heróis. nas praças públicas. e com- tudo podemos dizer com orgulho e alegria que hoje ainda.com . da vida. minh'alma de sacerdote. os confessores poderiam falar deles a perder de fôlego. sujos corações são puros. Nas ruas. A IGREJA CATÓLICA 39 que lutam heroicamente contra a natureza humana decaída. a maldade clama sempre mais forte do que a bon- dade. Meus irmãos. a qu~m foi per- mitido penetrar em milhares e milhares de jovens almas. que andavam de fronte erguida pelas ruas de Roma pecadora. na sua fidelidade para com Deus. Sim. os deveres da vida quotidiana e suportam. Como os primeiros cristãos. consola-nos a legião dos santos vit9rjos9~ das trevas e do mal. esses santos dão-nos espe- rança. cujas mãos. e as flores da beladona e do meimen<lro são sempre mais belas do que as violetinhas de doce perfume. E si o mundo pecador é abo- minavel. nos cinemas e nos teatros. E quando por todos os lados enxergamos o poder das trevas e o triunfo do pecado. numerosos jovens e numerosos adultos andam de coração puro e com alvura imaculada.

40 MoNs. TIHAMER ToT:a

passado, e a vida atual, são cheias de falta de conciência,
de crueldade, de egoismo e de dureza, os santos desco-
nhecidos, que vivem hoje em dia, os heróis vitoriosos _da
·conciência,, da caridade, da solicitude, da delicadeza e ,da
compaixão, consolam-nos e edificam-nos.
C) Chego agora, a esta grande lição: Não criti-
quemos, niio no_s escandaUzemos por causa desse "m-i+ndo
mau", mas - trabalhemos. Trabalhemos por tornar
mais belo o semblante da Igrejá. Cada vez mais belo,
cada vez mais fresco, cada vez mais santo.
Meus irmãos. Somos a Igreja ... eu, vós, nós todos ...
e quanto mais bela for noss'alma, quanto mais sa11ta for
a nossa vida, tanto mais bela e santa será tambem a nossa
Igreja. E quanto mais santa for a nossa Igreja, tanto
mais belo brilhará o santo semblante de Cristo, tanto
mais fortemente atrairá a si a alma humana.
O homem moderno tentou fazer esta oração : Ctefo
no dinheiro, no ouro. Creio na máquina, na técnica.
Creio na força do canhão e da metralhadora. Creio na
diplomacia. . . nos acordos econômicos. . . nas conferên-
cias internacionais ...
Hoje, vemos que tudo isso era uma fé sem funda.~
·mento, uma esperança cega.
Tentemos, pois, fazer de novo esta oração: Creio
em Deus. Creio no Espírito-Santo. Creio na santa Igreja
Católica. É assim que rezarei. E trabalharei em mi-
nh'alma p~ra que tudo isso se realize sempre com mai6r
intensidade. Que a minha Igreja seja. santa: cada vez
mais santa, pela santidade de n·ânha vida.

* * *
Meus irmãos. tratámos, nesta instrução, da santidade
da Igreja Católica. Poderíamos tem1iná-la mais digna·

http://www.obrascatolicas.com

A IGREJA CATÓLICA 41

mente -do que descrevendo uma canonização? Essa ceri . .
mônia sem exemplo, a mais sublime e mais emocionante
que o mundo conhece? !
Já horas antes do início da cerimônia, uma mtiltidão
imensa· dirige-se para S. Pedro de Roma. A_ enorme
basílica abre suas portas a milhares de pessoas. O ar
fica cheio de rumor da assistência impaciente. De repente
faz-se o silêncio: abre-se a porta do lado do Vaticano e
avista-se o papa.
O que se passa então, a pena é incapaz de descrevê-lo.
De milhares e milhares de bocas saem as exclamações:
Evviva il Papa! Vive le Pape! Hoch der Papst ! Eljen
a Papa ! E por cima da multidão que aplaude e agita os
lenços, aparece, qual uma arca, a "sedia gestatória" em
que está sentado o Sumo Pontífice. Distingue-se-lhe no
semblante uma santa emoção, quando ele se aproxima do
altar para depositar alí o en~usiasmo, a gratidão e o amor
de todos aqueles fieis, ao pé dAquele a quem pertence
toda glória : aos pés de ü·isto Eucarístico.
Talvez haja quem abane a cabeça com frieza ouvindo
esta descrição, e diga: "Isso não se concebe mais na
nossa- época". Mas quem se acha pessoalmente naquela
multidão não tem tempo de se entregar a essas reflexões,
é arrebatado por aquela cena sublime e emodonante.
Todos os países, todos os povos, todas as classes sociais,
leigos, p..1.dres, religiosas, bispos, ajoelham-se em torno do
sucessor de S. Pedro, e sobre as suas cabeças, por cima
das colunas de mármore branco da mais bela igreja do
mundo, ergue-se, a uma altura vertiginosa, a cúpola de
Miguel Ângelo, ondê estão escritas em letras d'ouro as
palavras da promessa de Cristo: "Tu es Petrus, et su-
per hanc petram redificabo ecclesiam mea:m"; e, na basí-
lica banhada num oceano ,de luz, ressoam como um canto
celeste os sons do coro. . . sim, naquele instante pode..,se

http://www.obrascatolicas.com

42 MoNs. TrHA-MER ToTH

dizer do fundo da alma, com emoção : "Creio na santa
Igreja Católica".
Homens choram como crianças. Pessoas pertencen-
tes a outras religiões exdamam: "Agora sei o que é a
Igreja Católica". E milhares e milhares dizem baixinho
com fervor: "Senhor, agradeço-vos por ser católico".
Padres e leigos de todos os povos, de todas as na-
ções, de todas as condições, rodeiam o sucessor de S.
Pedro~ E acima da Igreja reunida erguem-se as colunas
de mármore branco, os arcos sublimes que se reunem
numa cúpola de altura vertiginosa - eis aí a santa Igreja
educadora de santidade.
Como poderia eu não te amar, santa Igrejé! Católica,
que tornas santo aquele que a ti se entrega?
Ensinas a criança inocente a juntar as mãozinhas
para a oração.
Comunicas força ao jovem que luta, em meio às pai-
xões da sua idade;
Mantens o vigor, a p~rseverança, a conciência, ao
homem que se encontra no meio das m.il tentações <là
vida.
, . Dás às mães o espírito <le generosidade e de sacri-
f1c10.
Santificas os nossos primeiros passos no mundo, es,
tendes tua mão protetora sobre a nossa existência., fechas-
nos os olhos que s,.e apagam, e plantas sobre nossos túmu-
los a cruz da ressurreição: una, santa Igreja Catolica!
Amém.

http://www.obrascatolicas.com

IV

A IGREJA DE CRISTO É CATÓLICA

Os homens crescem e se desenvolvem. Deus não
cresce nem se desenvolve. Desenvolver-se quer dizer
aperfeiçoar-se. Como Deus é infinitamente perfeito, não
pode desenvolver-se. Mas o homem não é perfeito ; mis-
tér se faz, pois, que cresça e se desenvolva.
A Igreja é uma sociedade composta de homens; a
Igreja deve, portanto, crescer, como o grãozinho de mos-
tarda lançado em terra (S. Mt., XIII, 31). Si a Igreja
cessasse de desenvolver-se, de crescer, de aperfeiçoar-se,
aproximar-se-ia do seu fim, tal corno o homem se apro-
xima da morte, quando não se desenvolve mais física e
espiritualmente.
Quando o Salvador deixou a terra, a· Igreja compu-
nha-se de alguns apóstolos e quiçá de uns duzentos fiéis.
Havia Pedro, havia os apóstolos; havia tambem- esta
ordem: "Ide, ensinai todas as nações ... " Cristo lan-
çá1a a semente, cumpria que ela crescesse.
O primeiro crescimento importante realizou-se no dé-
cimo dia a.pós a ascensão de Nosso Senhor, quando S.
Pedro, em seguida ao seu discurso do dia de Pentecostes,
batizou 3. 000 homens ( At. III, 41).

http://www.obrascatolicas.com

44 MoNs. TIHAMER ToTH

Quantas reflexões podemos-- fazer sobre os primeiros
dias do cristianismo nascente, quando pela primeira vez
ecoou em ouvidos humanos esfa advertência de S. PauJo:
Agora não há mais nem judeu, nem grego, nem homem,
nem mulher, nem homem livre, nem escravo, - Jesús de
Nazaré elevou-os todos ao mesmo nível !
E como a nova fé se difundiu maraviLhosamente !
Foi acolhida com entusiasmo pelos pobres, pelos abando-
nados, pelos simples, - e por todos os mais. Em Antio-
quia, é o amigo de Herodes, Manahen, que se converte.
Em Chipre, é o proconsul Sérgio Paulo. Em Filipe, é
Lídia, a mercadora de púrpura. Em Atenas, é Dionísio
o Areopagita. E nas catacumbas multiplicam-se os túmu-
fos das famílias romanas mais di·stintas : os Cecilius, os
Cornelius, ós Pomponius, os Aemelius, os Acillius. A
mais bela das catacumbas existentes ainda hoje é a de
Domitilla, esposa do consul Flávio Clemens. E, si ler-
mos as derradeiras linhas da carta escrita por S. Paulo
aos Filipenses, a quem é que vemos o apóstolo dirigir
as 1suas saudações? Aos cristãos que viviam na C')rte
imperial.
E, assim, a árvore da Igreja cresceu cada vez mais.
Não há ma:is pais no mundo sobre o qual ela não tenha
estendido um galho ; não há mais uma só raça humana
onde ela nãci tenha ganho fiéis ; não há na terra uma
polegada de território onde ela não haja estendido as sua·s
raizes. A vontade de Nosso Senhor reaiizou-se : a sua
Igreja tornou-se "universal", isto é, "católica", empre-
gando o termo grego.
I. A Igreja. Católica deve ser reahnente católica -
tal é a primeira idéia que nos ocupará na presente ins-
trução. Em seguida estudaremos : II. O qtte significa
a catolicidade da 1greja, e li1. O que ela não sigmfic_ a.

http://www.obrascatolicas.com

é tambem uma profecia de que o reino do Mes- sias devia ser universal. se derrama sobre todos os homens . isto é. no seu sermão do dia de Pentecostes. está persuadido de que o Espírito de Deus. IX.2-4). S. 16). É subfü~e o quadro que o profeta Isaías traça da universalidade · do reino do Messias. todos os povos" (Isaías. o Senhor reunirá todos os povos no reino do Messias (Amós. 17). P edro. em que se dirigia a diferentes povos. No mesmo profeta achamos estas palavras do Senhor: "Minha casa será uma casa de orações para. XV.to seja realmente católico. católico. Segundo Amós. quando pr<>clamar que os pagãos tambem devem entrar no reino de Cristo (At. 7). A IGREJA CATÓLICA 45 I CUMPRE QUE A IGREJA DE CRISTO SEJA CATOLICA A nossa primeira questão é portanto esta: Importa que o reino de Cris. O profeta Jonas é enviado por Deus para pregar aos pagãos. L VI. invoca estas palavras de Joel : "Nos últimos dias (diz o enhor) derramarei do meu Espírito sobre toda carne" ( At. Tg. uni- versal? A) Achamos a primeira resposta já nos prof etas do Antigo Testamento.. 11-12). Nosso Senhor Jesús-Cristo ensinou-o ainda mais clara- http://www. confonne à espectativa dos profetas. É essa passagem da Sagrada Escritura que o apóstolo S.. que viram o reino do futuro Mes- sias estender-se pelo mundo inteiro. Ele vê numa alta montanha o reino de Deus para o qual afluem todos os • -povos do mundo (Isaías. II.com . B) Mas aquilo que os profe tas haviam · anunciado. invocará mais tarde.obrascatolicas. II.

para ser um teste- munho a todas as nações" (S. Ide. II. porém. para entrar no reino de Deus. O leved0 penetra toda a massa. ser realmente cató- lica. 14).assim começa a oração que o próprio Salvador nôs ensinou. diz Nos- so Senhor : o mesmo sucede com o reino de Deus. 18-19). :nste e tambem semelhante ao grãozinho de mostarda que se torna grande árvore e serve de abrigo às aves do céu. Logo. XIX. XXVIII. 10) . mas unicamente a pureza de coração. o que importa não é a origem racial. "o Filho do homem veio procurar e salvar o que estava per- dido" (S. e que não é limitada nem pela língua. Mt. fogo. só pode ser a Sua ver- dadeira Igreja aquela que procura s·eus fiéis entre todos os povos do mundo inteiro. deu solenemente esta ordem aos seus ·apóstolos: "Todo poder me foi dado no céu e na terra.. Mt. MoNs. Em verdade. A Igreja de Cristo deve. examinar mais de perto o que significa e o qtie não significa a catoliddade da Igreja. Deus é Pai de todo homem. ensinai todas as nações" (S. Noutra circunstância. fez Ele esta profecia: "Este evan- gelho ·será pregado no mundo inteiro. Consoante as própriàs palavras de Nosso Senhor. "Padre Nosso~ . 30-31)..com . Finalmente. Lc.. XXIV. pois. nem pelas fronteiras. Segundo Ele. http://www. e espera todos os homens no ~eu reino.s parábolas do Salvador falam-nos da catolicidade. Lc. o que dizia o velho Simeão: "Meus olhos viram a salvação que preparastes para todos os povos'' ( S. a.. Cumpre-nos. podemos dizer de Cristo. e do seu reino. nem pela raça. TIHAMER ToTH mente.obrascatolicas. nem a descendencia da raça judia. Do mesmo modo.

III. de todos os povos. a que se limita a territórios determinados. bem como a vanta- gem e o proveito dos outros. quer dizer. que se acha no mundo inteiro. é a nós que incumbe. Paulo assim se exprime a este respeito: "Não há mais nem Grego nem Judeu. Só pode ser a verdadeira Igreja de Cristo a que é católica.com . ensinai todas as nações)). e assim é feita para todos os ho- mens. pois. 11). é bastante rica em bens espirituais para se tornar a pátria espiritual dos in- divíduos. nem circunciso ou incir- cunciso. mas. de todas as ra- ças e de todas as nações. não está presa a tal ou tal determinado lugar do mundo.obrascatolicas. de todos os povos e de todas as civilizações. mas conserva-se acima de todas as classes. A nossa Igreja é católica. porquanto a ver- dadeira Igreja de Cristo deve achar-se em todos os pon- tos do globo. nem bárbaro ou Cita. a tarefa de realisar essa pos- sibilidade. nem escravo ou homem li- vre. e da humanidade inteira. S. nem está limitada a tal raça ou a tal classe social. pois a nossa Igreja é capaz de satisfazer plenamente as necessidades religiosas de todos os tempos. As pala- vras do Salvador indicam-no claramente : "Ide. Entre nós esta catolicidade existe realmente. isto é. mas Cristo está todo em todos" ( Colossenses. Deus deu à nossa reli- gião a capacidade e o poder de tomar-se católica . isto é. http://www. Não pode. por um trabalho missionário que visa a nossa própria formação espiritual. A IGREJA CATÓLICA 47 II QUE SIGNIFICA A CATOLICIDADE DA IGREJA A) A verdadeira Igreja de Cristo é católica. ser a verdadeira Igreja de Cristo a que se dirige somente a uma ou outra raça.

a sua preocupação e o seu cuidado mais . a Santo Estevão a conversão dos Húngaros? A http://www. . e à força de atração que irradia dos dogmas e ritos da nossa santa religião. Mas quem. o te- souro da verdade cristã que os fará felizes. desse sangue. para provar a minha afirmação. nem civili- zação alguma. Perpétuamente ativa. quem ·saberá quantos sacri- fícios sobrehumanos foram precisos até que as hordas selvagens das invasões bárbaras curvassem a cabeça orgu- lhosa ao jugo suave de Cristo! Que não custou a S. puderam opor barreiras. dessas lágrimas e dessas privações de que se compõem os dezeno- ve séculos de atividade missionária da Igreja Católic~? Afora Deus.obrascatolicas.essa convicção de possuir a verdade. B) Essa plenitude de vida e essa força de expánsão que devem ser a consequência da catolicidade.com . a S. a Santo Agostinho a. que tudo sabe. Bonifácio a conversão dos Ale- mães. poderia empreender o resumo dessa soma de sacrifícios. Seria agora mister contar toda a hi·stória da propa. desse heroísmo e dessa abnegação._ gação do cristianismo. No passado e no presente. ensinai todas as nações". Esse instinto missionário.48 MoNs. con- versão dos Ingleses. cria uma atmosfera vi- vificante em que desabrocham as flores da mais alta hu- manidade. nenhuma raça. Pa- trício a conversão da Irlanda. numa breve instrução. ela é movida pelo santo desejo de distribuir aos povos cada vez mais.· de dinheiro· e de vidas. caro sempre foram pregar a doutrina de Cristo até os confins do mundo. e do ideal moral mais belo. adapta-se sem nada abandonar dos seus princípios . A Igreja Católica não pode sufocar em si essa força de expansão. são as provas de que vive realmente nela a ordem de Cristo : "Ide. TrnAMER ToTH Ela faz recrutas sem empregar a força. sempre fo- ram as características da nossa Igreja. ·e em toda parte onde pode desenvolver a sua atividade.

2. Trabalhenws por instauYclr cada vez mais o reino de Cristo eni nossas almas. mas tambem interiormente. consoante a palavra de S.obrascatolicas. o seu. I.. a extensão da sua Igreja? Si pudermos. Mas agradecemos tambem a Deus o sermos. afim de que a Igreja de Cristo se difunda sempre mais.ª S. João. escutemos tambem a advertência que ele nôs jaz ouvir. pensamento mais caro. a. Não sejais ca- tólico mortos. 1. façamos muitas boas obras e mortificações.com . Nessa carta · faz-nos ele severas censuras por querermos converter os pagãos ao cristia- http://www. Não sejais católicos só no exterior. recebí uma longa carta de um Indú de Calcutá. suportadas com alma serena. Jo. 8)? Ajudamos nós a difundir a fé católica. A conquista de continen- tes inteiros. b) Mas devemos tambem efetuar outra gravíssima advertencia: Sejamos tombem missionários detS nossas al1/ws. 1"ejubilamo-nos por sermos ca- tólicos? Ufanamo-nos do titulo de católicos? Muito bem. A IGREJA CATÓLICA 49 História universal consagra páginas de elogios aos sobe- ranos que conquistaram reinos. Si não o pudermos. auxiliemos financeiramente as missões. então rezemos muito pelas missões. em relevo.) Meus irmãos. e para que o carater católico da Igr~ja seja posto cada vez mais. mas católicos vivos. Não sejais católico apenas -de -fachada. Depois <la instrução anterior. "colaboradores da verdade" (III. ofereçamos nossas penas. pelo mundo inteiro. auxi- liamos as missões? Como podemos favorecer o grande de- sejo do coração de Cristo. é porem pouca coisa ao lado da conquista das almas realizada pelos missionários católicos ! C) Mas não nos detenhamos apenas a consignar esse fato grandioso .

assim como o levedo faz levedar toda a massa. . Dois mundos lutam dentro de nós. A nossa vida.nismo. Os médicos prescr. sobre toda noss'alma. Quanto mais cami- nhamos para Deus. aos quais se dá o nome de cat6li('A)S. Meus irmãos. efetivamente. uma guerra per- pétua. Só é c~tólico vivo.exige um esforço. quem não se sentiria comovido com a leitura de semalhante orta? Sabeis porque são possiveis cartas como essa? E' porque vivem entre nós ·muitos ca- tólicos de fachada. .obrascatolicas. E eis aqui a segunda advertência. aquele que combate. o corpo gritam e choram em nós . Com quem? Com o mundo e conosco mesmo. O Apocalipse fala-nos dum estado em que os cristãos julgam viver.e· vem pomadas "para uso externo". http://www. mas o catolicismo não é só para uso externo. segundo Nosso Senhor. "O combate cristão". quando na realidade estão mortos (Apoc. quando os cristãos são -piores que eles.sentem que tão vencidos. E argu- menta com a degradação moral que se pode ver nas nossas grande cidades. é uma luta. Não se7ais (atólicos mortos. 1). tanto mais o sangue. III. assim tambem o Evangelho deve transformar toda a vida do homem. a carne. hoje em dia. interior. Aquele que crê tudo quanto Deus revelou e que a Igreja ensina. mas cuja vida é uma vergonha para o catolicismo.com . Deve agir sobre o . E cada passo que. Em seguida a estas reflexões:~~podemos julgar o que Nosso Senhor Jesús-Cristo p(n~ o católico tíbio. Que é então o católico vivo? Há um livro de Santo Agostinho que traz este título curioso: "De agone christiano". se aphca esta passagem da Sagrada Escri-· ~? . - 2. damos para Deus. Entre- tanto.esse ainda não é um católico vivo. Quem não vê a quantos 1iomens.

mas não o mos- tra. vomitar-te-ei da mi- nha boca" (Apoc. A) Na vida material.não és nem quente nem frio.obrascatolicas. de maneira alguma. mas não a sustenta. "Conheço as tuas -0bras. 15-16). "Aguardemos quem vencerá". .. não pode. III O QUE NÃO SIGNIFICA A CATOLICI. de fa- chada.com .- DADE DA IGREJA Esta instrução ficaria incompleta. e sim católicos tíbios. contribuindo para que os não-cristãos formassem uma concepção falsa da religião de Cristo. . mas tambem não se colo- caram do lado de Deus. mas tambem não eram católicos· vivos e fervorosos. Assim tambem. Daquele que é católico pela certidão de batismo. Eles não foram infiéis a Deus. de nome.e nem uma raça nem uma classe social podem reservar só para si o sol. toda força. a religião de Cristo. o que o termo ca- tólico não significa.lemos no Apocalipse . se eu não esclare- cesse mais outra idéia: especialmente. Mas certamente ele poderia ter posto ao· seu lado os homens que na terra não eram incrédulos. III. E Dante coloca-os em primeiro lugar no inferno. A IGREJA CATÓLICA 51 Dàquele que não renega a fé. Dante desce ao inferno. ser considerada como a propriedade de tal ou . sol da vida da alma. todo de·senvolvi- mento e toda vida dependem do sol. Qu-em é que encontra em pri- meiro lugar entre a "perdita gente'" que vaguea lamerito- samente por uma noite sem estrelas? Os anjos que fica- ram neutros quando Lúcifer se revoltou contra Deus. - http://www. na vida. Si ao menos fosses frio ou quente! Mas porque és mor- no e não és nem frio nem quente.

e o melhor membro da Igreja Católica. isto é. . em compensação. tantas na- ções. corresponde ao plano do Creador. italiana ou outra. "Então vocês católicos são ·internacionais. católicos. não dizemos que temos a "religião nacio. isso não -é exato. mas para todos. a religião judaica unicamente para a raça judia. Ora. B) Mas.com . a religião de Confúcio para os Chineses. Eis o que significa o supernacionalismo dá Igreja Católica. mas a religião de Cristo é para todos os ho- mens. .e acima de todas as nações. A civilização helênica era unicamente para os Gregos. E' por isto que nós. Católico quer dizer "supernadonal". a Igreja não pode pois deixar de tê-lo em conta. para wn só povo. · nal". que se inantem acimà: dos povos. os valores pessoais e caraterísticos d<is nações. para a humanidade inteira. e ao mesmo tempo o melhor católico .. e. Que haja tantos homens.. .objetam-nos. está em contradição com o desígnio de Cristo. por sua vez.somos simplesmente da "religião de Cristo". pode ser o melhor filho do seu povo. Desde que alguem fale dunia "igreja nacionaJl'. húngara. tantos povos. Posso. mas é simples- mente "católica". que per- tence a outra raça ou a outra nação. não pode ser uma Igreja húngara ou alemã ou suissa ou italiana. TIHAMER ToTH tal raça. o Islam para os Turcos. devemos acrescentar que o supernacionalismo da Igreja Católica não suprime os traços particulares. Isto quer dizer que a religião de Cristo não é para uma só raça. ela auxilia o desenvolvimento dos verdadeiros valores e do verdadeiro patriotismo de cada povo. ser o melhor cidadão da minha pátria. http://www. Bem longe de suprimí-1os. Católico quer dizer internacional" . mas deve manter-'!. o meu próximo.obrascatolicas. A verdadeira Igreja de Cristo não pode ser nacional. pois. "universal". 52 MoNs.

e todos tém a sua tarefa na vida da natureza. etc. na vasta unidade do catolicismo. Não é uma coisa curiosa a seguinte? Podeis vestir seda francesa. ·relva. que sois primeiro: húngaros.obrascatolicas. E por isso não me envergonho de obedecer a Nosso Senhor Jesús-Cristo. o sol vivificante que os ajuda a cumprir a sua tarefa particular. o papa não é nacional. A IGREJA CATÓLICA 53 Vede uma floresta imensa.mas sobre eles to- dos brilha. po<leis obedecer à Gran- http://www. E' certo. o papa".. diferem na forma. nas folhas. pe~ quenos arbustos. cÓm o mesmo sorriso. não sois bons patriotas. toda gente deveria ver que é per- der seu tempo 'e entregar-se a um Jogo de palavras o per- guntar-nos com ar superior: "Vós outros católicos. . flores. a vosso pai ou a vossa mãe? Qual dos pés si preciso. C) Depois disto. fumar cigarros turcos.com . e ao Seu representante. a Igreja faz luzir a doutrina de Cristo sobre a imensa di- versidade dos povos do mundo. no crescimento. ingleses. e congrega-os todos. carvalhos frondOsos. Como ha nela árvores de toda especie ! Pinheiros esbeltos. pbrqué obedeceis a um homem que não é do vosso país. nas flores. Quantas vezes ouvimos pessoas superficiais fazer-nos esta censura: "Vós cidadãos católicos nacionais. frances. mandaríeis cortar.Que pergunta frívola ~ vazia! E' como si -me per- guntassem: A quem tendes mais amor. o 4ireito ou o esquerdo? Não. nos frutos . Nosso Senlior Jesús-Cristo tambem não era nosso ·com- patriota. Assim tambem. ou ca- tólicos? A quem mais amais: à pátria ou à Igreja Ca- tólica?" . podeis comer uvas da ·Espanha e tâma-ras da África. Não quisera tão pouco mandar cortar ufn pé de pref erencia a outro. Amo a meus pais com um mesmo amor.es.

à agricultura. virtudes que a nossa santa religião não cessa de ensinar aos povos. afeto. a pureza de coração. Mas. há perto de mil anos. consolo no correr dos séculos. Devemos-lhe a santa coroa que o papa Silvestre man- dou ao nosso primeiro rei. irradia sôbre nós. Devemos aos papas o auxílio pecuniário e moral ina- preciavel. e essa força construtiva que.obrascatolicas. por oca- ~ião do desastre nacional. então já não somos bons ci- dadãos da pátria! · · Mas eu não amo o papa só porque sou católico. então devemos corar. Respeitá-lo-ia. a disciplina moral. a fidelidade ao dever. cuj!(ls palavras fizeram curvar as ca- beças dos nossos altivos antepassados ao jugo suave de Cristo.e nem por isto dirão que sois um mau cidadão do vosso país. res- peitá-lo-ia e estimá-lo-ia mesmo si não o fosse. dinheiro. TIHAMER TOTH de Loja maçônica de Paris . como jamais o obteve de outrem? E nós. porque conheço a história das nações e sei o que _elas devem ao papa "estrangeiro''. à indústria. simples- mente como cidadão do meu país. húngaros. a honestidade. http://www. a equidade mútua.54 MONS. pelo qual só ele nos veio em socorro. sua energia.com . fortalecendo-os assim nas fontes da. a fidelidade conjugal. Deveriamos então envergo- nhar-nos dos papas. da santa coroa. católicos do mundo inteiro. devemos-lhe os primeiros m1ss10ná- rios de alma ardente. si nas questões religiosas nos apegamos àquele que Cristo pôs à testa da· Igreja. de quem a nos5a nação recebeu apoio material e moral. devemos-lhe a moral. Santo Estevão. a sub- missão da nossa vontade à vontade de Deus. devemos-lhe ó amor dos pais e do próximo. e lhe deram instrução. Devemos-lhe as ordens· religiosas que habituaram o nosso povo nômade à vida sedentária. Nós.

_ Que quer dizer ser católico? Quer dizer que participo do corpo místico de Cristo e de todas as 'forças vivifica- doras que o Coração de Cristo derrama na sua santa Igreja. catholicus cognomen". esta bela frase de S. ". e mansamente me conduz a mui quietas aguas . Devemo-nos então envergonhar do catolicismo. mas acaso nos esfor~mos tambem por compreender o que quer dizer ser católico? Que quer dizer ser católico? Quer dizer que não es- tou só. Colocou-me em pastos ervosos. não temeria mal algum. e a quem podemos ver e ouvir na Igreja. mas não pode viver sem moral. e católico o meu robrenome".obrascatolicas. Que quer dizer ser católico? Quer dizer que podemos aplicar à nossa Igreja como a nós mesmos. Ainda que andasse pelo vale sombrio da morte. Que quer dizer ser católico? Quer dizer viver na ter- ra. sem fidelidade e sem amor ao trabalho . Cipriano. http://www. que não rezo só. ou. * * ~ Meus irmãos. que ele escrevia no seculo IIIº: "Christianu!:> mihi nomen. 55 Não nos esqueçamos duma coisa: um povo pode vi- ver sem canhões e sem metralhadoras. devemo-nos orgulhar da santa Igreja e repetir fre- quentemente. .com . refrigera minha alma . a fonte primária e o alimento de to- das essas virtudes é a nossa santa religião católica. todo dia recitamos no Credo : "Creio na Igreja católica".Cristão é o meu nome. com Cristo perpétuamente vivo no meio de nós na terra. o salmo XXII: A Igreja "é meu guia e nada me faltará. guia-me por veredas de justiça para gloria do seu nome.ora. que não combato sózinho. porque es- tais comigo". sem honestidade. com ufana convicção. antes.

re- negando MSfa Igreja. acham-se estas simples palavras: "Dilexit Eccle- siam". con- fessando altivamente o nosso catolicisnio. qwet:eirni0s ser leões corajoso.56 MoNs. Será que eu tambem amo a mi- nha Igreja católica? Sou um bom filho para ela? Um bom filho não suporta que alguem calunie sua mãe. Porventura amo assim a minha Igreja? Acaso obe- deço-lhe e me conservo corajosamente a seu lado? Acaso reivindico corajosa. M er- millod. Um bom filho não resiste às ordens de sua mãe. http://www. mas cumpre com alegria todas as suas ordens. os leões diminuem. meu nome de católico- romano? Os naturalistas fizeram ultimamente uma curiosa descoberta: as lebres aumentam..com . Amém. Mas nós meus irmãos. fale mal dela e a critique sem respeito. altivamente. "Amou a Igreja". TIHAMER ToTH No túmulo do grande bispo de Genebra M ons.obrascatolicas.s. sem exceção. não querenws ser lebres co'V<l!rdes.

000 sacerdotes católicos 1 mas cada um http://www. Um após outro.. metê-lo-ão num túmulo no meio dos hereges . Não há outra religião cristã que remonte a além de 1. era ou católico-romano.obrascatolicas.há 300 seitas cristãs pelo mundo. Pedirei que cavem meu túmu- lo um metro mais abaixo: estarei então no meio dos ca- tólicos . Hoje em dia. si cavarmos apenas um pouco mais fundo na História.900 anos. há na terra cerca de 300. Hoje em dia ai! . e cada qual reivindica a Cristo . uma resposta bem justa. até Nosso Senhor Jesús-Cristo.000 anos. achare- mos que não havía então 300 espécies rl. Si recuarmos 1. mas apenas duas: quem era cristão. ou grego-oriental. mas. vinham os amigos visitá-lo e consolá-lo. Si cavarmos 500 anos para trás. e..e cristãos. até os apósto- los. além de 1.com . " Mas o doente deu esta resposta magnífica: "Absolu- tamente não tenho medo. " Na verdade.. encontraremos por toda parte a Igreja católica.. Um dos seus amigos angli- canos fez-lhe esta curiosa pergunta: "Você não tem medo de morrer aquí? Si o enterrarem aquí.000 anos. • V A IGREJA DE CRISTO É APOSTÓLICA Um embaixador da França na Inglaterra caíra gra- vemente doente em Londres. então não en- contramos mais que um só cristianismo: a Igreja Cató- lica Romana.

II.- citldades que podeni. Em seguida estudaremos as difi.58 M o N s. a aJ>ostolici- dade da Igreja. Pedro ~orreu em Roma. são os mesnios que os da Igreja apostóliclJ'. desde esse tempo. os papas de Roma lhe têm sucedido sem interrupção. Atualmente é o 2620 papa que reina na terra. até_o primeiro papa. Pedro as "chaves do reino dos céus". · a Y Antes de tudo. e que. Desde que Cristo deu a S. pri- meiramente. até os apóstolos.obrascatolicas. _ - Essa apostolicidade é a força imensa da Igreja Ca- tólica. Pedro. Que entendemos por apostolicidade da Igreja? . que os chefes da nossa Igreja são sucessores Jos apóstolos. S. surgir em conexão com. I QUE ENTENDEMOS PELA APOSTOLI- CIDADE DA IGREJA? A e~ressão "apostolicidade" significa três coisas: A) Significa que nossos bispos e nossos padres atuais são sucessores dos apóstolos. é a quarta marca da verdadeira Igreja de Cristo. por uma cadeia ininterrupta. que S. que Cristo deu a S. assim por diante..mos hoje em dia. sua dignidade sacerdotal. TI H A M E lt T oTH dêles recebeu seus poderes.com . A) O termo "apostólico" quer portanto dizer. http://www. indiscu- tível.ti- rar a limpo esta questão será a primeira tarefa da pre- sente instrução. C) Enfim. do seu bis'!X>. B) Em seguida significa que o ensino da Igreja atual é o mesm:o que o da Igreja apostólica. que por sua vez os recebeu dos seus predecesso- res. é uma verdade histórica. e. os sacramentos. mas os seus poderes re- montam. Pedro o governo da Igreja. que utiliza. 1.

. o su. ]o. na ordenação. V. como S. http://www. A história d{]) Igreja inicia-se com os apóstolos.. para com a verdadeira Igreja de Cristo. assim. êste poder não pode encontrar-se hoje ·em dia sinão na reli- gião. impõem as mãos aos fu- turos sacerdotes. XX. Nosso Senhor retome ao último papa. "Assim como o Pai me enviou. portanto. eu tambem vos envio" (S. b) Desse fato decorre uma importante verdade. atualmente em vida. dos seus predecessores. pois. Mas. por essa série ininterrupta de imposições das mãos. A IGREJA CATÓLICA 59 isto é.<lis8e Nosso -Senhor a seus apóstolos (S. II Tim. que dissera: "Assim como o Pai me enviou. e continuarão a sê-lo até que. dizer que Cristo conferiu seu poder aos apóstolos. XX. e. os bispos e os sacerdotes da Igreja Católica re- ceberam os seus poderes. E. 21). e essa cadeia Temo~ta até os pri- meiros apóstolos. Jo. Pedro. os po- deres de to<los os bispos. e a Cristo que enviou estes últimos.obrascatolicas.. . essas chaves há dezenove séculos vem sendo transmitidas de mão ein mão. o poder assim confiado. 6).com . eu tam- bem vos envío. assim como os papas são os sucessores de S. Paulo o relem- bra nas suas epístolas (I Tim.. o poder supremo. Os apóstolos transmitiram essa missão aos bispos. que a sua história remonte_ até Cristo.. A apostolicidade da Igreja quer. impondo-lhes as mãos. Pedro. Por sua vez os bispos. I. 21). Ora. na série dos 262 papas. cujos bispos e sacerdotes podem fazer remontar a sua árvore genealógica até os apóstolos.cessor de S. E' uma exigência natural. O papa atual é. no dia do Juizo Fi- nal. por uma cadeia ininterrupta:. remontam aos apóstolos. 22. e temos assim o direito de dizer que toda a autoridade da nossa Igreja remonta aos apóstolos e dos apóstolos a Nosso Senhor J esús-Cristo. assim tambem os bispos são os sucessoru dos ou- t!os apóstolos.

"Há 400 anos". Quando o conde Stolberg voltou à fé católica.obrascatolicas. Metodistas. . ensinai todas as nações". . 37). Apenas? Não é suficiente. . um príncipe ale. Interroguemos agora as 300 seitas cristãs do mundo. . Bati~tas. novas seitas cristãs surgem em torno de nós. Interrogai os Gregos-Orientais que se separaram de Roma no ·século IX : '" Que idade tendes?" . Nazarenos. e pelas suas doutrinas contraditórias corrompem dolorosarnente a santa fé cristã.já dizia. todas. e Cristo de Deus" . quem poderia dar o nome de todas essas 300 seitas? Perguntemo-lhes porém . então é claro que a Igreja de Cristo deve ter 19 séculos.. A verdadeira Igreja de Cristo deve ter 1. Há quanto tempo existis? E escutai a resposta: Desde ontem. Adventistas. Tertuliano no seculo IIº (De préescriptio- ne.com .60 MoNs. disse aos seus apóstolos: "Ide. si alguma delas ousa afirmar que tem 19 séculos! Não há uma unica a não ser a Igreja Católica. com la- pidar concisão. os apóstolos des- cendem de Cristo. Interrogai as declarações religiosas que se apartaram da árvore da Igreja por ocasião da tempestade do século XVI: "Há quanto tempo existis r• . ser a religião de Cristo. ter 1. TrHAMER TOTH Si Cristo ressuscitado."Mil anos". Quaker·s . ."Nem eu tão pouco. . há um mês. - "Só? Não é bastante.900 anos. há cincoenta anos.respon- http://www. E agora interrogai a Igreja Católica.900 anos". "A Igreja descende dos apóstolos."Só? Não basta". . Só ela ousa di- zer: Tenho 1. que pretendem. A verdadeira Igreja de Cristo deve.900 anos. ~ A cada passo.. quando deixou a terra há dezenove séculos.mão fez-lhe esta censura: "Não gosto dos que mudam de religião". há dez anos.

e a Igreja primitiva pregava a mesma coisa. seja anátema!" (Gálatas.obrascatolicas. Quem visitou as catacumbas romanas.por exemplo. os ritos e os exercícios de devoção . Não temos que temer ante estas severas palavras de S. por me- nor que seja. e não duma falsificação.e si meus antepassados não tivessem aban- donado a sua antiga religião.tudo isso é o resultado dum de- senvolvimento natural. mas o desenvolvimento natural. Com efeito. O que nele acha- mos a mais. debaixo da qual folgariam e re- pousariam as aves do céu. O ensino atual da Igreja é essencialmente o mesmo que o da Igreja dos tempos apostólicos. a voltar a ela". aqueles lon- gos con-edores subterrâneos onde nos primeiros séculos os cristãos enterravam os seus má11ires. Significa que o en$1w da Igreja Católica é o mesmo que'. B) Mas o tem10 "apostólico" significa airída mais. cada pedra. http://www. cada tumba. o próprio Nosso Senhor anunciara-o. não precisa lon- gas explicações para compreender que a nos·sa fé é. trata-se da doutrina dos evan- gelhos escritos pelos apóstolos de Cristo. do cristianismo primitivo. Paulo: "Quando nós mesmo. duma bolota lançada na terra cem anos atrás. o da Igreja do tenipo dos apóstolos. tal cotno um car- valho frondoso e centenário não é a falsificação. Que é que prega ainda hoje a Igreja Católica? O que está no Símbolo dos Apóstolos. eu não teria sido obrigado agora.com . I. . isto é. o que não estava na Igreja primitiva . a síntese sistemática do dogma. 8). a mesma daquele tempo. Efetivamente. cada inscrição proclama a antiguidade da religião católi- ca atual. dizendo que o grãozinho de mostarda se tor- naria uma grande árvore. os povos da terra. AH. ou um anjo vindo do céu vos anunciasse outro evangelho que não o que have- mos anunciado. hoje. A IGREJA ~ATÓLICA deu o conde.

enquanto tudo vacila. 19)? Lemos. este ensina- mento : "Ide. já eram dados pela Igreja apostólica. do Filho e do Espírito-Santo" (S. a Igreja Ca- tólica e Apostólica conserva sem alteração nem modifica- ção a doutrina original de Cristo. "Nós todos que fomos batizados em Jesús-Cristo. 18) que S. 62 Mo~s. zou um funcionário da rainha da Etiópia (At. os nos~os sete sacronientos são os 'l'IU!smos. foi na sua morte que fomos batizados" (Rom. afim de que recebessem o Espírito-Santo . pois. . A Igreja apostólica conheceu o batismo? Quem ou- saria negá-lo? Cristo não deu. . chegados ao meio dos Samaritanos. Os sacramentos . . XIV. Então Pedro e João impuseram-lhes as mãos.que rocebe- 'ltWS hoje. XVI.. VIII. 38). VI. 8. C) Mas o termo "apostólico" tem ainda outro sen- tido. 16). TIHAMER ToTH Enquanto tudo muda em redor de nós.ta a palavra de Deus. E o próprio S.obrascatolicas. Mt. 33. Paulo batizava ou man- dava batizar os que acreditavam na sua pregação ( At. que bati- . a respeito do diácono Filipe. oraram por eles.. Dava.. XIX. 3). XVIII. ensinai todas as nações. porventura. Quer dizer que não só a nossa fé é a mesma que a da Igreja dos apóstolos. 12). Paulo foi batizado. Estes. A Igreja primitiva conheceu a confirmação? "Os apóstolos que estavam em Jerusalem. http://www. resposta exata aquela senhora que se convertera ao catolicismo e a quem uma amiga dizia: "Eu por mim. 14-17). tendo sabido que a Samaria recebe. a) Si1n. quero morrer na fé de meus pais"."E eu na fé do~ ~eus antepassados". 5. XXVIII. que ele deu o batismo em Samaria ( At. batizando-as em nome do Padre.. Lemos ainda nos Atos dos Apóstolos (IX.. mas tambem que os nossos sa- cramentos são os mesmos.com .. VIII. . com uma imutalplidade imponente. foi a espirituosa resposta. a ela enviaram Pe- dro e João. 15. e eles receberam o Espírito-Santo" (At. VIII. I Coríntios.

obrascatolicas.. A IGREJA CATÓLICA 63 A Igreja dos apóstolos conheceu a Eucaristia. 28-29). I. mas a Deus. e assim coma desse pão. b) "Mas porqite há necessidade d·e sacranumtos e de intervenção da Igreja" . XI. Este mistério é grande" (Efésios. Conheceu o sacramento da ordem? "Reanima em ti a graça de Deus que recebeste pela imposição das minhas mãos" (II Tim. sob forma visível. sobre os apóstolos. e eles ora- rão junto ao doente. diretamente?" Porque não é a nós. o Espírito-Santo desceu uma única vez.. e de dois se tornarão eles uma só carne. V. porque quem come e bebe indigna- mente:Cóme e bebe a próp:-ia condenação.poder-se-ia perguntar. 31-32). E a oração da fé salvará o doente. V.com . não discernindo o corpo do Senhor" (I Coríntios. Eis aí o que significa a "apostolicidade" da Igreja. quem quiser agora viver em união com Cristo. Cristo incarnou-se uma única vez. que pertence regu- lar como Ele quer entrar em comunicação conosco. por isto. com o Es- pírito-Santo. Conheceu a extrema-unção? "Acha-se entre vós al- guem enfermo? chame os sacerdotes da Igreja. "Por- que não posso entrar em comunicação com Deus sem in- termediário. Conheceu ela o sacramento da penitência? E como? ! Sob uma forma bem penosa: sob a forma da confissão pública. 14-15). Conheceu o sacramento do matrimônio? "O homem deixará seu pai e sua mãe para ligar-se a ~ua mulher. 6). e si ele cometeu pecados. ungindo-o com óleo em nome do Se- nhor. Tg.santa missa e a comunhão? "Prove-se cada um a si mesmo. Quer dizer que ainda hoje os sacramentos são os mesmos que no tempo dos apóstolos. a . deve juntar-se àqueles que viram a Cristo e http://www. e o Senhor res- tabelecê-lo-á. ser-lhe-ão per- doados" (S.

o contacto com Deus. de não saber compreender a vida humana atual. Deus só criou diretamente o primeiro ·casal humano. Cristo e o Espírito- Santo só se revelaram diretamente uma única vez. II DIFICULDADES CONEXAS A APOSTO- LICIDADE DA IGREJA Mas. Só pode. do mesmo mo- do. po- dem surgir duas graves dificuldades. perguntar por que é que Deus não nos dá imediata~ mente a vida. A) Si a Igreja remonta inteiramente à época lon- gínqua dos apóstolos. atrasada. para dar a vida aos outros homens. é melhor encará-las de frente. pede Ele a colaboração dos pais. TIHAMER ToTH receberam o Espírito-Santo.64 MoNs. de não estar adaptada aos tempos modernos? A Igreja http://www. e os demais homens só têm comunicação com Eles pelos apóstolos. Poder-se-ia. Ambas po- dem causar perturbação nas alma-s. a Igreja que recebeu. sinão aqueles a quem os apóstolos os transmi- tem. aos apóstolos. de maneira que a nossa Igreja.obrascatolicas. pois. assim tambem. no seu desenvolvimento pacífico e orgânico. e a força <lo Espírito-Santo. ser a verdadeira Igreja de Cristo. que não temos o di- reito de deixar de lado nesta nossa instrução. ultra-conser- vadora. pelos apóstolos. não têm então razão os que acusam a Igreja de ser demasiado antiga. Cristo de~ aos apóstolos diversos poderes~ e ninguem os recebe.com . com Cristo. pode haurir constantemente em Cristo uma seiva vivificante. A apostolicidade da Igreja assegura a continuidade histórica da união em Cristo. em conexão com a apostolicidade da Igreja.

asiado antiga. duma juventude cheia de força. lê-se às vezes na taboleta. pois. a velhice da Igreja não significa falta de força. por outro lado. há 1906 anos. 20). a) Cunipre que a ·verdadeira lqrcja de Cristo seja velha. b) Mas. cmnpre tanibem que a Igreja de Cristo seja. pode-se comprar nela com confiança". ter con- fiança nela.cisão que não podem brotar sinão da plena convicção da sua força invencível. e que a Igreja se interessa pelas questões angustiosas dos problemas mais modernos. si fosse necessario. é cheia de vida. As antigas casas de comércio inscrevem ufanamente na sua porta de entrada a data da sua criação. Ela existe. A IGREJA CATÓLICA 65 não é denz. e incapaz de resolver os proble- mas dos tempos modernos ? A nossa resposta será que a verdadeira religião de Cristo deve ser velha e moça ao mesmo tempo. velha de 1906 anos. e a apostolicidade da Igreja não significa fraqueza. o que é que está ins- crito à entrada ela Igreja Católica? "Fundada no ano 33". existe desde a época de Nosso Senhor Jesús-Cristo. nas quais a Igreja projeta a luz eterna do evangelho sobre os problemas morais e sociais mais novos. E justamente porque Cristo eterno Yive na Igreja. porém. Mt. XXVIII. pode-se. "Fundada em 1900". pois. E as pessoas dizem consigo: "Esta casa existe há 39 anos. Sa'beis. pois Cristo prometeu que sua Igreja existiria até o fim do mnndo ( S.com . jovem. 5 http://www. E' a verdad~ que a árvore da Igreja. e não somente ela toma posição nas questões mais modernas.obrascatolicas. coisa de que poderíamos citar aqui uma mt1Itidão de exemplos.. mas fá-lo com uma ousadia e uma de. Citaríamos as mais recentes encídicas pontifícias.

pelo rádio. porém. são transmitidos. no decurso de 19 séculos. que paira acima dos anos. mas cujas religiosas habitam. Quantas ordens religiosas novas vemos em formação. E os sermões. em Viena. nas casas baratas da cidade. si bem que apostólica. B) Pode-se.ssivel. Sim. rios. a "Congregação das Vítimas de Jesús". foi fundada) não faz muito tem- po. no meio dos operários afastados da religião e aí cuidam das crianças e dos pobres. dirigem para o céu os olhos dos homens mergulhados na maior miséria. longínquas em naus à vela. em pe- quenos grupos. que· tambem queremos encarar aquí. tem sus- tentado vitoriosamente todos os assaltos possíveis.. mas em vapores ou em aviões. não está caduca. não é antiquada.: nifesta mesmo nas situações mais críticas e que nos faz sentir o sopro sereno da eternidade. uma· congregação completamente nova. em compensação marcha tambem com o pro- gresso onde quer que seja po.obrascatolicas.com .66 MoNs. a centenas de milhares de ouvintes di·stantes. a qual não possue convento particular. TIHAMER ToTH A Igreja sabe que. s1 bem que a Igreja remonte ao tempo dos apóstolos e já seja velha. mas. relativamente à apost_olicidade da Igreja levantar ainda uma dificuldade mais importan- te. as quais têm em conta as n~essidades espirituais moder- nas! Assim. Em verdade. Os missionários não chegam mais às terrac:. em vez de se dirigirem unicamente à assistência. O papa serve-se do rádio para transmitir sm1 s instruções às nunciaturas em todos os 1 cantos do mundo. Quantas vezes os ignorantes nos ·fazem a censura de que a religião católica atual não é mais a que era no tempo de Nosso Senhor l esús-Cristo ! -"Cristo não conheceu essa imensa hierar- http://www. e esta convicção dá-lhe essa tranquilidade superior que ela ma. nas vilas ope- rárias. a Igreja é conservadora nos limites necessá""'. em barracas. por exemplo.

mas que são o resultado duma evolução. em qualquer época.tod<1iS essas coisas não são uina construção artifi- cial mas uma evolução natural. e se adapta a elas. Como então a Igreja Católica pode dizer que é apos- tólica?" -- Quantas vezes ouvimos essa censura. . mudado em muita coisa - dizem alguns. nas leis. Nos ritos. pois. E o que mostra a sua força vital é ser ela capaz. Ela não cede nada da sua essência.e é este o ponto capital na ques- tão. as cerimônias. as peregrinações. as relíquias. Mas é o mero ·invóluc-ro da re- ligião. O jejum atual é diferente do que era outrora. . quando trocais de roupa? http://www. nos costumes. os bispos. · Mudado? Di_zei somente em que foi que ela mudou? Em muita c01sa. A IGREJA CATÓLICA 67 quia que está agora implantada no mundo inteiro: os car- diais.-teriores. E' verdade que na nossa Igreja podemos achar hoje em dia muitas cerimônias. . os arcebispos. b) A Igreja tem.. tudo isso não existia na época de Cris- to. as festas tambem são diferentes. os religiosos. Um desenvolvimento na- tural do grão de mostarda que Cristo semeou e que cresce e se· desenvolve nos -diferentes países.obrascatolicas. Acaso mudais. .espondemos ? - a) Naturalmente devemos reconhecer o que há de verdade nessa objeção. E as nume- rosas festas. . Com efeito. mas adapta-se às coisas eJ\. dispo'si- ções disciplinares.e qu~ lhe r.com . e instituições. que realmente não exis- tiam no tempo de Cristo. de satisfazer as necessidades espirituais mutáveis de todas as nações. Tudo isso é verdade. as ladainhas. sem ser obrigada a renegar o que quer que seja da sua essência própria.. e entre ·os povos mais diversos em meio às circunstâncias culturais e polí- ticas mais variadas. as religiosas não existiam na época de Cristo. os padres.

o cérebro são os mesmos. e . e que é pelo menos. é ele mesmo. E' assim que argumentam alguns. a roupa são diferentes de há 40 ano. mas as partes essenciais são as mesmas: o coração é o mesmo. assim. E ·mesmo aquele que o padre diz na missa é bem mais compridà do que o recitado pe- los fiéis. http://www. eles são a·_ effo- rescência da fé cristã primitiva. e a alongar o primeiro símbolo. a flor é a eflo- rescência: do botão da árvore.s. tal como. Esses acréscimos versaram justamente' sobre os pontos atacados pelos hereges. que agora chama. tal qual era antes.com . cinco vezes mais longa do que o Símbolo dos Apóstolos. O exterior. os pulmões. daí não resulta alteràção nem modificação alguma. Que houve então? Houve que primitivamente só existia o símbolo mais curto. junta as mãos com admiração: Sou mes- mo eu? Na realidade. dir-se-ia talvez. TIHAMER TOTH e) Mas há tambem mudanças na doutrina. Foi mais tarde que o alongaram. no entanto. 68 MONS.obrascatolicas. O Símbolo dos Apóstolos era mais curto outrora do que hoje.fé do Concílio de Trento. os traços. não somente no aspecto exterior. a boca. nos pontos onde os hereges a ata- cavam. E tudo isso tam- bem é verdade. os olhos. Na realidade. Há mesmo o que chamam a profissão de . fortificou e estendeu o Símbolo no curso das idades. A ~-Igrej_a.. d) Mas contudo. hoie tenws ntáis dogmas do que dantes . apenas se desen- volveram completamente.mos "sím- bolo dos apóstolos' 1• Mas depois apareceram hereges cujos erros obrigaram a Igreja a insistir mais em um ou outro dogma.insistem outros. E. que era mais curto. os cabelos. Quando um homem de 40 anos olha uma fotografia da sua infância.. um pouco maior .

até Jesús-Cristo. estou seguro na minha fé.obrascatolicas. idosa de 1906 anos. nas festas. pela graça de Deus. nas vestes. não vai mais longe do que a Henrique VIII e Isabel". pois. tem 360 milhões. conservo-me sobre o rochedo de Pedro. Si sou católico.remonta. nos ritos.com . Em verdade. tem os mesmos sacra- mentos. num congresso católico pelo conde Alberto Apponvi. que não contava mais do que algu- mas centenas de fiéis. e não sabe quanto me honrou. ex. si sou católico. que cresceu imensamente. E é o que nós proclamamos quando dizemos : "Cremos na apostolicidade da Igreja". sou papista. um dia no parlamento inglês um ad- versário político apostrofou Daniel O'Connel. tem a mesma fé que então. as magníficas palavras pronunciadas. É. pela ca- deia ininterrupta dos papas de Roma. A IGREJA CATÓLICA 69 ·O mesmo sucede· com a nossa Igreja. ha- bito numa fortaleza de que as portas do inferno jamais http://www. no exterior.: ela está edificada na mesma pedra que ou- trora. irmãos. ex. * * * Meus irmãos. haver-me ofendido chamando-1!1e pa- pista. Efetivamente. nas práticas de devoção e numa multidão de coisas. Há 19 séculos ela se êompunha apenas de duzentos -ou trezentos homens. e que foram reproduzidas na sua notícia fúnebre: "Sinto que. não há muito. e folgo de sê-lo: porque esse termo "papista" significa para mim que a minha religião . diferente da Igreja dos apóstolos. ao passo que a fé de v. posso repetir com ufana alegria. Si sou católico. o grande homem de Estado irlandês : "Papista P' O herói da liberdade da Irlanda respondeu inconti- nente: "Julga v. seja hoje. tenho 19 séculos. natural que a Igreja. Si sou católico. hoje. mas ficou sendo a mesma na sua substanciq.

TIHAMER ToTH poderão triunfar. nela as conserva intactas. http://www. santa. agradeço-vos por poder ser membro da Vos- sa Igreja una. ouço.obrascatolicas. e por seu intermedio as faz chegar a todos nós". sinto um terreno firme debaixo dos pés . que a auxiliam nos combate~ da vida. sinto brilharem sobre nós os raios da verdade e~erna. em meio ao ruído das opiniões passageiras. as promessas de vida eterna que Nosso Se- nhor Jesús-Cristo confiou à sua Igreja. Amém. e suprem a insuficiência das forças humanas . Senhor.com .70 MoNs. quando tudo vacila em torno de mim. católica e apostólica. sinto a proximidade da fonte inexau- rivel das graças que elevam a fraqueza humana. quando tudo parece cair nas trevas.

desde o tempo de Nero. VI "Tú ÉS PEDRO . é chamada ainda "católica romana". enquanto as tempestades da História elevam e fazem desaparecer povos e dinastias. será obrigado a reconhecer naquele trono sem igual. o que lhe traz de força. à instituição mais notavel da história do mundo: ao papado. . ao rochedo da Igreja.com . de segurança. de unidade e de di- reção. isto é. pelo fafo de em Roma habitar o seu chefe.solidez inabalavel. E esta consideração conduz-nos à pedra angular. " Nas quatro instruções precedentes. ca- tólica e apostólica. que tem suscitado con- http://www. não é necessário fazê-lo ressaltar perante os fiéis. e estabelecemos que a verdadeira Igreja de Cristo devia ser una. de 19 séculos de idade. entre nós com uma . o papado se~pre representou um símbolo.. Mas a nossa Igreja não se chama sómente Igreja "católica". si for um observador imparcial da . O que o papado significa para a Igreja Católica. ocupámo-nos das quatro marcas da Igreja de Cristo. História. desse trono que se er- gue. Ora.obrascatolicas. a aparição mais imponente da História universal: esse fenomeno único. santa. Mesmo alguem que não pertença à nossa santa reli- gião.

O Salvador está em pé na margem do lago de Genesaré . Cristo fundou real111ente o papado'! II..por trás http://www.tais são as duas questões para as quais procuraremos uma resposta na presente instrução. portanto visível a toda gente. 14)._ enquanto houver um homem n<_t terra.ao papa. a grande veneração que testemunhamos . B) Nosso Senhor promete-o a S. Por- que essas respostas farão compreender a III. A cena passa-se de manhã muito cedo..eu nem abandonou coisa alguma dos seus princípios. Pedro por oca- sião da sua profissão de fé em Cesaréia. A) Já se trata dele por ocasião da pesca milagrosa em Gene- saré. . A) _O Salvador alude ao prfruado do papa. I CRISTO FUNDOU O PAPADO Nosso Senhor Jesús-Cristo comparou a Igreja a "uma cidade construida numa montanha" (S. o-papado nunca ced. Não se pode. I.com . V. por oca- sião da pesca milagrosa de Genesaré. Está de pé porque não foi um homem que o fundou. Lucas relatou o diálogo sublime e co- movente entre Nosso Senhor e S.mas uma Igreja visível precisa ele um chefe igualmente visível. Mt. S. imaginar a Igreja de Cristo ~m o papado.e no entanto ainda está de pé. - e no-entanto ele ainda está de pé. não fez conchavos . e C) confere- iho no decurso da conversa que seguiu a ressurreição. Pedro. Com que in- tuito o fundou? . No capítulo V do seu Evangelho. que lhe fixou os -fins para os quais ele deve subsistir.obrascatolicas._ mas o Filho de Deus. pois.72 MoNs. TrHAMER ToTH tra ele a hostilidade e os ataques reunidos dos maus.

A alma de Pedro fica transtornada.. E apanharam tanto peixe que as redes quasi se rompiam. toda a sua família e seus próximos tambem são pescadores. dizendo : Ah! Senhor. em Belém. os outros escutam-no em silêncio.. levanta-se. 4). Não sou digno de que conteis comigo para vossa grande obra. A IGREJA CATÓLICA 73 dele. Afastai-vos de mim. está o povo que o seguiu e que quer _ouvi-lo. lançarei a rede". Tanto peixe. Ele se prostra diante de Jesús. mas ele nunca ouviu coisa semelhante : ir pescar em pleno dia? E ao largo? Bem de certo o Mestre não nasceu naquela região. estava na dúvida. Todavia. cumpre executa-la. não sou digno de ser o guia do vosso rebanho. nem à beira dágua. pesca há dezenas de anos. é ordem do bom Mestre . Se- nhor. não comprendia. sem nada pescarmos . descidos da sua barca e ocupados em lavar suas redes.obrascatolicas. E Pedro lança a rede. mas bem longe. diz a Pedro : "Avançai em pleno mar e deitai as redes para pescar" ( S. comovido até o fundo d' alma. faltava à confiança. Por sobre as águas do lago tranquilo resvala a con- fissão de Pedro. . depois. que as duas barcas ficaram cheias até à beira. toda a noite trabalhamos.com . fraco e pecador. C_risto sobe à barca de Pedro. Tanto peixe. Na margem acham-se predsamente Pedro e seus companhei- ros. e Vós precisais de heróis. Lc. Sou um homem vulgar. como pude du- vidar um só instante? Eu hesitava. nada de admi- rar si ele não entende disso. "Mes- tre.afun- davam. V.. Ele sabe o que quer. e quasi . que eles tive- ram de chamar em auxílio a barca vizinha. e de lá ensina o povo . quando termina. mas. foi por isto que te enviei ao largo. Simão Pedro fica muito admirado dessa ordem estranha. para que sintas a tua própria in- http://www. . Conhece o seu ofício. Então o Senhor. Foi por isto que te coloquei no leme. na vossa palavra. olha Pedro nos olhos e diz-lhe: Mas é a ti justamente que eu quero.

estabeleço pescador de homens" ( S. Os discípulos enu.obrascatolicas. Conheceis. Pedro. não por tua própria força. Então Cristo dirige-lhes esta pergunta: "E vós. essa cena sublime. desta vez. a tua própria fraqueza. que dizeis de mim? Vós que conheceis bem minhas palavras e meus atos ?" Os apóstolos.com . a quem esperavam antes da chegada do Messias. e tudo o que desligares n(}.. e quan- tos pescadores no mar. ou Jeremias.. E dar- te-ei as chaves do reino dos céus : e tudo o que.74 MoNs. V. Olha em torno de ti. mas Pe- dro declara em nome deles : "Sois o CristO. Simão filho de João. mas pela minha força. terra será desligado nos céus" (S. N ossu Senhor pergunta a seus discípulos o que os homens pensam a seu respeito. Vê quantos pescad. B) Isso que Ele então esboça apenas. e sobre esta pedra edifica.ores trabalham no lago .. já não respondem. Na vizinhança de Cesaréia. Pedro por oca- sião da sua confissão em Cesaréia. ligares na terra será ligado nos céus. de que te revestirei. http://www. e as portas do inferno não prevalecerão contra ela. XVI. E eu te digo que tú és Pedro. entre os Judeus.rei a minha Igreja. Mt. creem que Jesús é S. pois não foi a carne nem o sangue que te revelaram isso. e saibas com que auxilio. 17-1?). ou outro profeta. TrHAMER ToTH certeza. outros pensam que é Elias. Alguns. Nosso Senhor promete-o nos ter'rmos mais claros a S.. Então Nosso Senhor pronuncia as palavras eterna- mente memoráveis: "Feliz és tú. e em todos os mares do mundo. João Batista ressuscitado. Eis aí a primeira fundação da instituição mais mara. meram as opiniões do povo. realizarás a grande pesca humana. porém meu Pai que está nos céus. Lc. 10). todos. o Filho do Deus vivo". Mas a ti.· vilhosa da histórfa do mundo.

bem sabeis que eu Vos amo".obrascatolicas. das capacidades e das virtudes do http://www. a governar sobre a base das leis divinas. mas Ele não o escolheu. E por três vezes Nos- so Senhor lhe diz : "Apascenta meus cordeiros". Tiago era parente de Nosso Senhor. C) O que Cristo prometera a Pedro. . XXI. Quer di- zer.. Paulo foi o mais sábio dos apóstolos. 15-17). João que Nosso Senhor mais amava. S. E' como se qui- sesse proclamar com isso. O apóstolo S. Jo. Não há nisso qualquer coisa de surpreendente? Era a S. Pedro chama-se origina- riamente Simão. 42). I. mas Ele tambem não o tomou para chefe da sua Igreja. vós sabeis tudo. mas tão somente a proteção da onipotência divina. e foi o próprio Cristo quem lhe deu o nome simbólico de Pedro. são as bases da Igreja. centa minhas ovelhas" ( S. confio-te todos os meus discípulos e todos os meus fiéis. quando o el'lcontrou pela pri- meira vez (S. e no entanto não o faz chefe da sua Igreja. "Ligar e desligar" em hebraico equivale a proibir e per- mitir. o que significa confiar-lhe o poder total de governar. Colocou nas mãos de Pedro as chaves do edifício. . Jo. de~lho reaJ.. que nem a amizade. condenar ou perdoar.pode ele abrir ou fechar as portas do céu segundo os méritos dos homens. equivale a decretar leis eclesiásticas.. a ordenar.com . dou-te. nem o pa- rentesco. nem a: ciência. logo.- mente por ocasião da conversa calorosa e íntimo que houve entre ambos após a ressurreição. Por três vezes o divino Mestre pergunta a Pedro : "Amas-me mais que estes?" Pedro responde com ardor: "Senhor. "Apas. Quis procla- mar que o poder supremo que Ele dava ao papa depende dos méritos pessoais. em virtude do qual .. A IGREJA CATÓLICA 75 Poderia o divino Mestre ter falado mais claramente? Cristo compara a Igreja a um edifício e faz de Pe- dro a sua pedra fundamental.

nos sucessores de S. Temos disto abundantes provas. Pe- dro. V. nem fraquezas humanas. assim tambem. Pedro. E' claramente atestado que S. "Pedro levantou-se no meio dos irmãos" (At.TOTH papa. dentre os apósto- los.obrascatolicas. desde os primeiro dias. 7I). Pedro~ Quem. o centurião Cornélia? Quem dirigiu o primeiro sínodo apostólico? Sempre S. que toma a palavra em nome dos apóstolos e dos fiéis. nem mesmo pecados. Quem quiser conhecer a atividade pontifical de S.. S. e quem r&ebeu os primeiros fiéis após a . após a ascensão de Nosso Senhor. vemo da Igreja. e decide as medidas necessárias ao governo da Igreja. Pedro. Quem expulsou da Igreja o primeiro he- re~e Simão Mago? S. Quem primei~o visitou as {:Omunidades cristãs da Palestina? Quem recebeu na Igreja o primeiro pagão. nos Atos dos A·póstolos (II. operou o primeiro milagre. Pedro exerceu realmente os seus direitos soberanos. porque foi Cristo quem o construín. As palavras de um Paulo e dum Barnabé não foram capazes de pôr fim ao debate. D) Depois da instituição do papado por Cristo. basta que leia os Atos dos Apostolas. serão capazes de fazer vacilar a base do edifício. exerceu o poder como chefe dos apóstolos. Quem pri- meiro pregou. Pedro.ascensão de Cristo? S. http://www. que ele está na primeira fila. Pedro dirigiu a Igreja. basta-nos indicar que. Pedro. Quis proclamar que. E depois le- mos frequentemente. 15) e decidi_!!__gue se elegeria um novo apóstolo em lugar do traidor Judas. E' particularmente interessante a marcha desse pri- meiro concílio. antes po- rem. 14. e que. nem defeitos. curou o coxo de nasci- mento? S. XV. foi São Pedro que lhe pôs termo. I. 8. Após a Ascensão do Salvador. . TIHAM ER . da descida do Espírito-Santo.com . as~im como a grandeza e a ciência humanas não bastam por si mesmas para ô go- . 76 MoNs.

controvérsia entre os pri- meiros cristãos a respeito da conversão dos pagãos: seria mister fazer passar primeiro ·pelo judaísmo os pagãos convertidos.com . Pedro recebeu a promessa http://www. a mensageira da pura fé cristã. . então a casa só pode estar onde estiver a base. portanto. e a Igreja de Cristo não pode estar onde não estiver Pedro. 7). No século IIIº. estão unidas à Igreja". XV. Cristo queria que a Igreja fosse "a coluna e a base da verdade" (I Tim.e "toda a assembléia guardou silêncio" (At.. depois. o papa devia ser o primeiro dou- tor na Igreja. Cipriano escrevia ~ntão: "Assim como todo raio de luz vem do sol e todo ramo de árvore duma raiz. efetivamente. a nossa grande veneração pelo papa. "Tendo-se travado uma fonga discussão. Com efeito. compreensível que a Igreja de Cristo tenha crescido. Pedro levantou-se e tomoµ a palavra" ( At. Por que foi que Ele fundou o papado? Que tarefas confiou Cristo ao papado? A) Primeiramente. saber que Cristo fundou verdadeiramente o papado. entretanto. S. A IGREJA CATÓLICA 77 .. já os cristãos reco- nheciam isso. porque. Surgira. XV. assim tambem as comunidades cris- tãs dispersas pelo mundo. si Pedro é a pedra de base. 12). e em seguida admití-los ~a Igreja? ou po- diam ser batizados imediatamente? Tal era a questão sobre a qual os apóstolos discutiram no concílio de Jeru- salem. II COM QUE INTUITO FUNDOU CRISTO O PAPADO? Não nos basta. .. Ora. uma. III. integral.obrascatolicas. 15). sinão conhe- cendo as intenções de Cristo a respeito do papado. em união com Pedro. E'. Não se compreenderá com efeito.dizem os Atos dos A póstqlos.

. e tudo o que ligares na terra será ligado nos céus. Nosso Senhor lhe disse: "Dar-te-ei as chaves do reino dos céus. Ora. eis que Satanaz vos reclamou a todos para vos joeirar como o trigo . de chefe . confirma teus irmãos" (S.ão. é o grande mérito do papado. do papa. XVII. não somente o doutor da Igreja. por tua vez. a http://www. Foi a ele. pois. Que sublime promessa! O Senhor roga por Pedro. XVI.unidade de fé. afim de que a sua fé nunca vacile.tem sido tão grandiosamente realizado na religião católica. mas tambem o seu primeiro pastor. o governo da Igreja. e tu. o seu chefe. que o Salvador disse: "Simão. Pedro é. para que tua fé não desfaleça. Jo. o ensino não é a única tarefa de Pe- dro~ há tambem. o divino Mestre teve particularmente a peito a unidade dos seus discípulos. pois. que vela. efetivamente. dê sacramentos. dirige e adverte. a causa principal disso é que elas se sepa- raram do fundamento unificador.a uni- dade . • Que é. sob as palavras dos apóstolos. afim de que ele seja bastante forte para poder confirmar a fé da Igreja. Em compensação. Si esse desejo. 19). T1HAMER ToTH de que seria a base da unidade e da pureza da fé. 21).78 MoNs. Lc. Por ela roga na última Ceia. Disse-lhe igualmente: "Apascenta os meus cordei- ros". o sois em mim e eu em vós" (S.dade 1 de fé. meu Pai.obrascatolicas. e se dividem atualmente em 300 seitas em contradição umas com as outras. Mt. como vós. o mais ardente de Cristo . o seu guia. o papa na Igreja? O fiador da unt'.com .. si as seitas que se separam do catolicismo se afastam cada vez mais irremediavelmente da fé. quando implora a seu Pai não somente pelos apóstolosi mas tambem pelos que crerem nele. e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus" (S. Sim. do rochedo da unidade.. Raga "para que todos eles sejam um. 31-32). XXII. B) Contudo. mas eu roguei por ti.

e dá diretivas. até às encíclicas do papa atual. Os papas tornaram-se tambem os mais altos proteto- res da ordem mot1al e s ocial. que atraíu pela primeira vez a aten- ção do mundo para a importância da questão social . Como devemos ser gratos a Nosso Senhor por não haver deixado a sua herança sa- grada exposta a múltiplas interpretações particulares. Pedro. flutuantes e leva- dos por qualquer vento de doutrina. o abalo do poder que exige obediên- cia absoluta. Onde quer que muitos vivam juntos fazem-se mister presidentes. Pio XII. vemos incessantemente que os papas sempre ousaram er- guer-se para a defesa corajosa das grandes verdades mo- rais ~ sociais que as concepções anárquicas individuais. por havê-ia ao contrario confiado ao papa. IV.com . chefes. A quem já viveu em tempo de re- volução. por não ter deixado cada um discutí-la conforme seu gosto. é inutil explicar que funesto perigo significa o abalo da autoridade. Co- mo então não se faria mister um poder independente. soberano. S.obrascatolicas. afim. Das epístolas do primeiro 1 papa. os sofismas e as correntes perigosas contemporâneas tanto têm obscurecido. A IGREJA CATÓLICA 79 sua cabeça."não mais sejamos crianças. Paulo . 14). de que . para conduzir com unidade os 360 milhões de católicos? Eis porque o papa é o legislador supremo. supremo.como escreve S. Que é o papa na Igreja? A personificação do prin- cípio de a. reis. jnizes. e o chefe supremo da Igreja. mas. as corajosas declarações de Bento XV feitas no interesse da paz durante a grande guerra ou as magníficas encíclicas de Pio XI pela pureza do matrimônio ('" Casti connubii 't) e pela justiça social' (" Quadragesimo anno"). investido do poder de exigir obediência absoluta e de pronunciar decisões definitivas. governantes.. pela falácia dos ho- mens e pela sua astúcia para induzir a erro" ( Efésios. Basta citar a encíclica "Rerum nova- rum" de Leão XIII.utoridade. http://www.

80 MoNs. TrHAMER ToTH

Finalmente, o papa não é só o doutor, o chefe da
Igreja, é ainda o sumo sacerdote, de cujas mãos irradiam
e em cujas mãos estão sempre reunidos todo o poder e
toda a dignidade sacerdotal. Quais sãü os sacerdotes da
Igreja? Os que os bispos ordenaram. Quais são os bis-
pos? Os que o papa escolheu. Todo padre e todo bispo
católico recebe, pois, seus poieres do papa, o sumo sa-
cerdote a quem Nosso Senhor Jesús-Cristo deu esta mis-
são: "Apascenta meus cordeiros, apascenta minhas ove-
lhas".

III

A NOSSA VENERAÇÃO PELO PAPA
Aquele que sabe tudo o que dissemos sobre o papa,
nesta nossa instrução, ou seja, que ele é o doutor supre-
mo, o pastor e o sumo sacerdote da Igreja; aquele que
sabe que o papa é o representante visivel de Cristo, o
"dolce Cristo in terra", "o doce Cristo na terra" - para
empregar a expressão entusiasta de Santa Catarina de
Siena - esse compreende, é mesmo o único a compreen-
der - ess~ entusiasnw sem [~imite, esse culto e esse apego
filial que os católicos sempre dedicaram ao chefe visivel
da Igreja.
A) O culto e a apego filial manifestados para com
o papa sempre foram as carat.erísticas dos fiéis católicos.
Só compreendem o culto profundo dos catóJicos para com
o papa os que sabem_o quanto devemos ao Santo Padre.
Não vemos no papa um rei no sentido terreno do termo,
mas o pai duma imensa familia, cujo coração está igual,..
mente próximo de todos os seus filhos, e que exerce sem-
pre os seus poderes de chefe para o 'bem de seus filhos.
E' por isto que o chamamos, com um fervor · cheio de in-

http://www.obrascatolicas.com

A IGREJA CATÓLICA 81

timidade, o "Santo Padre". E' só assim que compreen~
demos o uso -- tão estranho à primeira vista - que faz
os visitantes da Basílica de S. Pedro beijarem o pé da
estátua de bronze de S. Pedro, alí erigida desde o século
VIº. Os dedos - os dedos de bronze - já estão gastos
pelos ósculos fervorosos de dezenove séculos. Veneramos
então com isso, o papa? Sim! é isto. Mas, através dele,
veneramos alguem mais : Nosso Senhor J esús-Cristo.
B) Eis"'." nos agora chegados à segunda questão : não
é justificada a acusação feita contra nós, de prestarmos
culto ao papa antes que a Cristo, e de que o culto do papa
relegou para a sombra e comprometeu o culto de Cristo'!
Para podermos responder, cumpre-nos ver claramente o
·fato dogmático: toda a veneração e o entusiasmo que de-
dicamos ao papa têm sua raiz neste dogma : o papa é o
vigário de Cristo, ·e Cristo é (j Filho d'e Deus. Quando
rendo culto ao papa, através da pessoa do papa rendo culto
a Cristo, pois sem Cristo não há papado.
11 então verdade que o papa nos afasta de Cristo?
Ao contrário, leva-nos a Ele. Com efeito, si Cristo não
fosse o Filho de Deus, não se compreenderia que UP.'.'
simples Judeu que vivia no seio de um pequeno povo
ignorado, insignificante, numa localidade escondida, que
esse homem tenha podido operar uma transformação
mundial como a que operou, e opera ainda, o cristianismo
há dezenove seculos. E esse homem diz a um de seus
discípulos, a um simples pescador sem instrução : "Tu
és Pedro e sobre esta pedra edificarei a minha igreja,
e as portas do inferno não prevalecerão contra ela" ( S.
Mt. XVI, 17). Não é coisa maravilhosa que ele tenha
pronunciado essas palavras, e que elas se tenham realizado
e se realizem ao pé da letra ?
Si Cristo fosse simplesmente um homem, não teria .
podido fundar uma tal instituição. Mas, si é Deus, então

6

http://www.obrascatolicas.com

82 MoNs. TIHAMER ToTH

todo o nosso culto, todo o nosso entusiasmo para com
aquele que lhe ocupa o lugar, para com o papa, é legítimo.
S. Pedro sentiu a dignidade que Cristo lhe conferira,
porém ela não o cegou, vemo-lo constantemente nas suas
epístolas. Com que palavras de humildade principia ele
a sua primeira epístola! "Pedro, apóstolo de Jesús-
Cristo" (I S. Pedro, I, 1). Ele não escreve· que seu
trabalho salvou o mundo, mas que este foi salvo pelo
sangue precioso de Cristo, do Cordeiro sem falha e sem
mancha (I S. Pedror 1, 19), "pelas chagas do qual fostes
curados" (I S. Pedro, II, 24). Em verdade, nada se tem
a receiar de Pedro, pelos interesse3 de Cristo.
Nem tão pouco dos seus sucessores. . Por mais pre-
venido que se posga estar contra o papado, sejam quais
forem as faltas e fraquezas humanas que nele se possam
descobrir, ninguem pode negar que a finalidade última da
sua obra, durante vinte séculos, tenha sido dilatar o reino
de Deus. Ele tem sempre defendido os interesses de
Cristo. E si a santa religião católica está atualmente
espalhada pelo mundo inteiro, e si no turbilhão dos poyos,
das raças, das línguas e dos tempo~, ela tem conservado
intacta a sua unidade, é, em ·primefro lugar, mérito do
chefe supremo da Igreja, o papa:.

* * *
Meus irmãos, dificilmente haverá um acontecimento
capaz de empolgar tanto o mundo como a eleição dum
novo papa. Os cardiais que elegem o papa dirigem-se
a Roma, mas de todos os cantos do universo uma multi-
dão de jmnalistas precipita-se tambem para Roma e asse-
Jia os postos telegráficos e telefônicos da cidade eterna.
Na praça de S. Pedro, multidão enorme se comprime, e,
como no primeiro Pentecostes, podem-,se ali ouvir todas
-is líng_u_as. Os olhos da multidão observam durante ho-

http://www.obrascatolicas.com

A .IGRll:JA CATÓLICA 83
ras a chaminé do Vaticano, para observar o aparecimento
da fumaça e a sua côr. Efetivamente si o voto é sem re-
sultado, queimam, com as cedulas de voto, um punhado de
palha, e os observadores reconhecem pela fumaça negra,
que ainda não há,novo papa. E postam-se lá durante
horas, durante dias, e ainda a fumaç.:1. preta. . . até que da
chaminé sobe uma tenue fumaça branca ; não há palha
com as cédulas, a votação teve resultado. · Então a mul-
tidão exclama em todas as línguas do mundo: Evviva
il papa ! Vive le pape ! Hoch der Papst ! Eljen ! Zsivio !
Aparece um cardial no balcão, e de novo ressoam as pala-
vras pronunciadas, a primeira vez, pelos anjos da noite
de Natal: "Annuntio vobis gaudium magnum: Babe-
mos papam", "Anuncío-vos uma grande alegria: temos
papa"... E a multidão vibra de entusiasmo, e as repar~
tições do correio, as redações de jornais trabalham, mais
do que depois duma batalha ganha: a notícia voa através.
do mundo inteiro: H abcmos papam. Sim, o mundo in-
teiro interessa-se por esse acontecimento - uns por amor,
outros por ódio. .
Meus irmãos, não é verdade que nós adoremos, divi-
nizemos o papa ; não é verdade que vejamos nele um ente
sobrenatural. Não, é nm homem, um homem fragil e '
capaz de cair, como nós. Mas um homem que Cristo
instalou em seu lugar para ser o chefe visível da Igreja,
para excitar mais segura, e mais eficazmente, o nosso
amor para com o nosso chefe invisível, Nosso Senhor
Jesús-Cristo. "Segue-me" (São Jo., XXI, 19), disse um
dia o Senhor a Pedro, e logo ele seguiu a Cristo. "Seguí-
me" - disse depois S. Pedro e dizem-nos os seus suces-
sores. E aq_u.ele que segue a S. Pedro está absolutam.ente
seguro de seguir o próprio Salvador.
"Apascenta meus cordeiros" - dissera Nosso Se-
nhor a S. Pedro. E assim, Pedro conduz o rebanho de
Cristo. E aquele que se acha no reba.nho de Pedro está

http://www.obrascatolicas.com

84 MoNs. TIHAMER 1'oTH

absolutamente seguro de estar entre os cordeiros do
Senhor.
- ~~""' '
Faço-te pescador de homens - disse Nosso Senhor
a Pedro. E Pedro, há 19 séculos, pesca pela força de
Cristo. E aquele que lhe cai na rede está inteiramente
certo de cair nas mãos de Deus. Amém.'

/

http://www.obrascatolicas.com

enquanto viver na terra um homem a quem ela deve transmitir os tesouros da redenção. si o papa não estivesse certo da assistência do Espírito-Santo. As "portas do inferno" não têm o direito de prevalecer contra a Igreja de Cristo. VII A INFALIBILIDADE DO PAPA Na instrução precedente ocupamo-nos do tríplice fim do papado. A Igreja de Cristo não deve cessar. o piloto responsavel pela nave. ele precisa dum auxílio sobrehumano. chefes supremos e sumos sacerdotes da sua Igreja. que é a Igreja. http://www.obrascatolicas. Si a Igreja de Cristo não deve nem cessar nem enga- nar-se. Para essa tarefa sobrehumana. si pudesse enganar-se quando dá à Igreja de Cristo regras de fé ou de moral. pois. si o piloto pudesse enganar-se e extraviar-se.com . Nosso Senhor Jesús-Cristo instituíu S. a embarcação se esfacelaria contra um rochedo pérfido. Por- quanto. Pe- dro e -seus sucessores como doutores. certamente tambem não o pode o seu ehefe. quer dizer. colocou nas mãos do papa a sorte da Igreja. Cumpre que o piloto da Igreja de Cristo seja infalivel nas questões de fé e de moral. O papa é. abrir-se-ia na vida da Igreja uma ferida da qual mais cedo ou mais tarde.. Com efeito. Mas Cristo quis que sua Igreja durasse até o fim do mundo. ela teria de perecer.

obrascatolicas.com . " Basta. Pedro. que à sua vista.m esse dogma da nossa fé. examinarmos com calma essa ques- tão. I A INFALIBILIDADE Jt UM DOM DE CRISTO A infalibilidade do papa quer dizer que. João Batista.86 MoNs. ~çlalll0\1 cqm ~Ptu. para nos ·ufa- narmos disso e sermos recónhecidos a Deus. A) São interessantes as circunstâncias em que o Evangelho refere o primeiro encontro de Cristo co·ni S. o que nã.. qua11do o papa. Mas assim não é. não pode verdadeiramente . compreender os que at:«<A. ao contrário.o se deve entender por infalibilidade. enquanto doutor supremo do cristianismo. como sabemos pelas decla- rações de Nosso Senhor Jesús-Cristo. para não ficarmos chocados com o fato de haver Nosso Senhor Jesús-Cristo constituido o papa infalível nas ques- tões de fé e de moral. "Que faz você então do papa? Faz um Deus? É coisa inaudita! Dizer de um homem que ele é infalível! . Era no início da vida pública do Salvador. sentiríamos que uma força essencial faltava ao rochedo que deve triunfar do inferno. II. Nosso Senhor viera ter . que ella de- corre da finalidade da Igreja. com S. fala ofi- cialmente a toda a Igreja. si não existisse. qiie a infalibilidade do papa é verdadeira1Mnte um dom de Nosso Senhor Jesús-Cristo..siasmo. Esse privilégio vai tão de par com a t~refa do papado. mas. "Eis o ç9rqeirQ de Deus" http://www. entretanto. Aquele que sabe l. e III. não pode enganar-se nas ques- tões de fé e·de moral. TIHAMER TOTH · A infalibilidade do papa! Eis um dogma que é fre- quentemente objeto dos ataques de pessoas irrefletidas. que.

dá um novo nome. Acaso uma pedra pode vacilar? Si a pedra. homens. Mas. João. O Evangelho no entanto. Jo. e o que significava esse novo nome realizou-se: Abraão tor- nou-se o Pà. o Senhor olhou profundamente na alma de Simão e deu-lhe um nome novo: "Tu és Simão. Constância a outra ·que não seja constante.A IGREJA CATÓLICA ' 87 (S. o _fundamento. e em seguida André informou disso seu irmão Simão Pedro: "Achamos o Messías". é fraco. Tu és Pedro. Não é nem "aspexit" nem "vidit". E agora o Evangelho faz uma observação importante. deu tambem a Simão a força da pedra.obrascatolicas. Ambos foram ter com o Salvador. olhos de pureza virgem.e apres- saram-se a if ter com J esús. Ele deu a Abraão o nome de Abraão. 36). Jesús terá sem dúvida. Achavam-se com João Batista dois dis- cípulos seus. assim como os olhos inflamados de Santo André.com . o Evangelho nada menciona de extraordinário. 1. I. contemplado os olhos de S. os dois futu- ros apóstolos. Quando os dois primeiros. 42).i dos crentes. que significa Pedro" (S. o Evangelho escreve: "Intuitus autem eum Jesus". O mesmo não sucede. dá tambem uma qualidade correspondente a esse nome. filho de. indica um olhar pene- trante até o fundo d'alma. André e João (o evangelista). ou Rosa a uma que. Mais não foi preciso a Pedro: Que? Achastes o Messias? Onde está ele? . vêm ter com Jesús. Podemos chamar Branca a uma pessoa que não seja bran- ca. Todavia. Nós. . não seja bela.. serás chamado Cefa~. http://www. O texto latino. João. o~har que um dia se fixará em Cristo suspenso à cruz . todo o edifício rue. Jo. com Deus. que um dia morrerá tambern numa cruz por seu Mestre. não somos capazes disso. agora que chega Simão Pedro. mas "intuitus". porem. André e João. não fala nisso. Cristo dá novo nome a Simão ! A quem Deus. E si Ele deu a Simão o nome novo de "Pedro". como o texto grego.

"fala. e. depois de acabar a sua possante estátua. 110 deserto da vida. Bene- dito". Mas um dia. numa conversa perto de Cesaréia~ Nosso Senhor perguntou a seus discípulos o que os homens pen- savam dde. "fala. Dizem que Miguel Ângelo. não podia falar. Deixava amadurecer a alma de S. Cleto". e as portas do infenw http://www. recebeu de Nosso Senhor estas palavras grandiosas : Tu és Pedro. Pedro.88 MoNs. Mas Cristo não tinha pressa de expli- car-se. quem dizeis que eu sou?" - perguntou-lhes o Salvador. certamente perguntando-se -a si mesmo o • 1 que lhe podia querer o divino Mestre. Moisés". sobre esta pedra edificarei a minha Igreja. Deram-lhe diversas respostas. ·penetrante até o fundo. ficou como que transtornado pela majes- tade <la sua obra. "E vós. o Salvador olhou a Pedro. Mas Nosso Senhor não formou um tal "Moisés" quando instituiu Pedro o seu representante: "Fala. B) Depois desse primeiro encontro. Esse olhar de Cris- to. são infalíveis. Pedro respondeu em nome de todos. o qual conduziria. porique :São. Disseram que alguns o tomavam por Elias. por mais viva que fosse.obrascatolicas. TIHAMER. Pedro vol- tou para casa. Pedro". tomou do martelo e bateu fortement~ nos joelhos da estátua. Es- perou dois anos. "fala. sem falhas. Pedro devia tornar-se o Moisés do Novo Testamento. foi · a primeira martelada na estátua do Moisés do Novo Testamento. Lino". S. Mose". o ro- chedo da Igreja. Pio" . e mostram o caminho. o povo de Cristo pelo bom caminho. ainda hoje. e dep9is da sua resposta. "fala. ToTiI "Intuitus eum Jesus". e ensinam. como Miguel Ângelo olhou o possante bloco de mármore onde queria esculpir o seu "Moisés". Porem a estátua. Efetivamente.com . outros por João Batista ou outro profeta.e eles falam. dizendo: "Parla. e porque lhe dera um novo nome. "Fala.

eles tambem poderão perder-se.com . Foi a transmissão solene dos poderes do Magistério supremo. Mas. Deus. "Tu és Aquiles Ratti e chamar-te-ás Pio XI". 17). A IGREJA . e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus" ( S. Si o pastor pode perder-se. CATÓLICA 89 não prevalecerão contra ela. Mas. · E "o que desligares na terra será desligado nos céus".-os por bons caminhos. Jo. "Tu és Joaquim Pecci e chamar-te-ás Leão XIII". XXI. conduze. · Agora Pedro compreende claramente a mudança de nome há dois anos passados. então o Senhor dos céus. Mas. ~ "o que ligares na terra será ligado nos céus". 18-19). "Tu és José Sarto e chamar-te-ás Pio X". Apas- centa-os quer dizer. para que eles não se extraviem.obrascatolicas.. Mas. "Apascenta minhas ovelhas" ( S. ensinar uma falsa doutrina.. si te pudesses enganar. si te pudesses enganar. Mt. E "as portas do -inferno não prevalecerão" contra a Igreja de que és a pedra de base.. Agora nós tambem com- preendemos a relação. "Tu és Simão e chamar-te-ás Pedro". con- fio-tos. si desligasses por erro a liberdade do homem em questões de fé e de costumes. ligar os homens por inandamentos erroneos. XXI. aprovaria um erro. E dar-te-ei as chav6s do reino -dos céus. então o próprio Senhor do céu se enganaria. "Tu és Tiago delia Chiesa e chamar-te-ás Bento XV". então elas prevaleceriam contra ti. e tudo o que ligares na terra será ligado nes céus. si tu mes- mo te podes extraviar. C) Acrescentamos as palavras ulteriores que o Sal- vador dirigiu a Pedro depois da sua ressurreição : "Apas- centa meus cordeiros" (S. Apascentar significa tambem conduzir. 15). Jo. que há de ser então dos cordeiros? Si o papa pudesse errar no seu ensino sobre coisas da fé e da moral~ como se realizariam as palavras http://www. XVI.

Com efeito. confirma teus irmãos" (S. http://www. Simão! Eis que Satanaz vos reclamou a todos para vos joeirar como o trigo. Que vai Ele pro- meter-lhe agora? Que Pedro nunca mais será exposto à tentação? Que o destino lhe será facil? Oh ! não. não o prometeu. outra palavra do Salvador dissipará qualquer dúvida. XXII. Nosso Senhor não liberta. e possas confirmar teus irmãos nessa fé pura. Mas então. si ainda ficasse dúvida sobre a questão de saber si Cristo realmente quis conferir ao papa a infa- libilidade. E quando tu mesmo caisses.da infalibilidade do papa. e tu. Paulo. Ao menos teria prometido a Pedro que. que a tua fé se conserve sempre pura. TIHAMER ToTH de S. para que tua fé não desfaleça. para que tua fé não desfaleça. 90 MoNs. Com efeito. mas eu roguei por ti. 31).com . Simão ! Eis que Satanaz vos re- clamou a todos. quando fores convertido. sinão a clara promessa . pois. Lc.".. 31-32). nos lábios ~e Cristo? ! II A INFALIBILIDADE DECORRE DOS FINS DA IGREJA Si exam:narmos os deveres que Nosso Senhor Jesús- Cristo impôs à sua Igreja. segundo as quais a Igreja é "a coluna e a base da verdade" (I Tim. XXII. para vos joeirar como o trigo" ( S. Lc. Simão. tu tambem cairás. ele nunca pecaria? Não. Que é isso meus irmãos. Cristo olha para Pedro e diz-lhe com voz como- vida: "Simão. logo. os apóstolos da tentação. disse : "Quando fores convertido. diz-lhe: Simão. que é que ele promete a Pedro? "Simão. que roguei.. III. verificaremos que esses deveres. E'. 15)? D) Mas. confirma teus -irmãos".obrascatolicas. assim começa. si o fazia uma pedra e si as tentações surgissem.

com . que ficava muito mais longe. Por isto. não lhe acres- centassem nem tirassem nada. ou não. certa. A IGREJA CATÓLICA 91 e os fins da Igreja. João. O mundo católico sempre soube que _S. a S. a. João. não falsificassem a sua doutrina. que o divino Mestre rogara por Pedro e por seus sucessores1 para que eles fossem isentos de todo erro. era necessário instituir um magistério doutrinal infalivel. cada vez que snrgia duvida si uma doutrina era. isto é. Pedro. Si Cristo realmente quis conservar sua doutrina até o fim do mundo. no correr dos séculos. Oemente. ter morrido por nós e nos ttr adquirido os tesou- ros da redenção . com efeito. e aos seus sucessores. de que serviria tudo isso. si Ele não tiyesse velado tambem para que os homens. Foi o que se produziu em Corinto. Realmente) vemos çom pesar o que http://www. em 1Heso. Que vantagem haveria em Cristo ter vivido aquí na terra. Pedro. os maiores sábios e os Doutores da Igreja volviam-se para Roma. bispo de Roma.obrascatolicas. o dom que os preserva de todo erro no ensino do dogma e da moral? A pureza da fé exige que o magistério eclesiástico seja isento de toda possibilidade <le erro. A) A pureza da fé exige a infalibilidade do papa. ela o seja. unidade de fé exige a. B) a unidade. B) Assim tambem. Para obterem uma decisão. e que. si não tivesse dado a S. que vivia perto deles.· em vida mesmo do apóstolo _S. mas ao sucessor de S. os fiéis de Corinto não se dirigiram a S. conforme ao ensino do Evangelho. si ele declara alguma coisa como dgutrina de Cristo. infali- bilidade do papa. Eles sa- biam. ter ensinado a conhecer e a adorar a Deu~ conveniente- mente. exigem a infalibilidade do papa. quando explicam e pregam a sua doutrina. Exi- gem A) a pureza da fé.mmte. Pedro e seus sucessores são os doutores infalíveis das verdades da fé.

TIHAMER ToTH seria de toda~ Sagrada 'Escritura si não houyesse uma autoridade of ic!al incumbida de explicá-la. Só resta. meus irmãos. que todas pretendem basear-se na Sagrada Escritura. tomados em conjunto tambem não o são. Qual será então essa autoridade infalível? O conjunto dos bispos? Tambem não: porque. si individualmente eles não são infalíveis. ante as lutas de 300 seitas cristãs atuais. todos os bispos de todos os cantos do mundo. para cada dúvida. Tem havido bispos distintos que se enganaram e a quem o papa teve de advertir pelos seus erros. que alguns gostariam de fazer certas objeções. 92 MoNs. viajamos tranquila- mente na nave da Igreja. a mesma passagem dos nossos Santos Livros.obrascatolicas. e raramente nos acode à mente sermos gratos ao piloto robusto. ao ancião do Vaticano. rumo à vida eterna. o papa. mas explicam. noite e dia. Seria impossível con- vocar. como único e último recurso. que com tanta solicitude e amoft con- duz a Igreja. Objeções que ouviram. III O QUE NÃO SIGNIFICA A INFALIBILI- DADE DO PAPA Mas sinto. cada qual de um modo.. nem siquer pensamos nisto. De que alegria e de que paz nos enche essa idéia de que o papa infalível empunha o leme da Igreja! Geral- mente. do ponto de vista prático. ou leram. Mas qual há de ser essa autoridade infalivel? Um bispo? Não. cujas decisões sejam sem apelação. Para a conservação da unidade da fé é absolutamente necessária uma autoridade.com . Não se pode imaginar http://www. cuja sentença é sem apelação. Sem contar que. pois. não foi por essa forma que Cristo f1:1ndou a Igreja. contra a infalibilidade do papa.

É preciso que seja assim. há anos que lido com um problema. E eis que se apresenta a ele um professor de matemática. e a infalibilidade não é necessária nesse caso. somente quando ele não se pronuncia como homem particular. Suponhamos que um histo- riador fosse ter com ele. Suponhamos. meus irmãos? Onde é que ela ensina que o papa é infa- livel em tudo r É unicamente nas questões de fé e de moral.com . a respeito desse dog- ma~ e quanta gente há que levanta contra ele objeções. Por que? Porque Cristo não lhe deu a infalibili<lade para isso. por exemplo. descobri um manus- crito extremamente importante. e agora consegui resolvê-lo. É só então . ainda.e não noutros casos. O papa anterior. como chefe da Igreja. e em parte alguma.obrascatolicas. Ouçamos o que alguns dizem sobre essa questão. A)_ "Tudo o que ouvimos até agora é certo. alguem que antes era um grande ·matemático. não posso crê-lo". e lhe dissesse: "Santíssimo Padre. e lhe diz Santíssimo Padre. antes do seu pontificado era o sábio bibliotecário da biblio- teca Ambrosiana em Milão. ensinou. E agora a solução está certamente exata porque o ''papa infalível" assim a achou? De modo algum. Vede si a solução está exata". proclama' uma decisão que atinge toda a Igreja. "Está exata" . E por que não? Porque isso não interessa à salvação dos ·homens. A IGREJA CATÓLICA 93 quanta idéia errônea circula por aí. Tomemos outro exemplo. porque tem sobre a infalibilidade do papa uma noção qúe a Igrej~ nunca." O papa examina-o e responde : "O http://www. Pio XI. que seja eleito papa. mas não posso decidir si não é falsificado. e. Mas onde é que a Igreja ensina semelhante coisa. mas quando. Não duvido. levando um velho manuscrito. Mas que o papa seja infalivel em ftt-do. O papa examina-a. oficialmente.diz ele enfim.

quando decide em materia de fé e de moral. · A vossa tambem passará.>àssa a glória do mundo". b) "O papa deixa de ser um mortal. que sobre os mi- http://www. Mas o mes- tre de cerimônias faz parar a procissão e. não pode enganar-se. em virtude da infalibilidade "seja elevado a uma gl6ria sobrehumana". diz ao papa: "Beatissime Pater. está ajoelhado diante do altar. outro sacerdote desce do altar e. TIHAMER ToTII documento é autêntico". B) Outros apresentam outra objeção.com . é conduzido solene- mente em procissão à Basílica de S. Precisarei. E por que? Porque Cristo não lhe deu a infali- bilidade para isso. porque as duas coisas são independentes. Na capela do Va ti cano um velho sacerdote. irmãos. ou engana-se em Historia. si ele toma uma decisão aplicavel à Igreja universal.obrascatolicas. "Santo Padre. visto como. somente.."? Na terça- feira gorda tem lugar o célebre carnaval italiano. Si o papa calcula mal. Porem. Consideram inconveniente que o papa. . isso não interessa à salvação eterna dos fiéis. mesmo aquí. assim i. vestido de branco. Mas. acendendo um punhado de estopa. a Igreja pronuncia sobre ele a mesma fórmula. e até mesmo que esteja seguro da sua salvação eterna. "então não pode ·mais pecar". Mas.dizem eles. as igrejas estão cheias de fiéis para rece- ber as cinzas. .94 MoNs. sic transit gloria mundi". . e na qualidade de chefe de toda a Igreja.- tico porque o "papa infalivel" o disse? Absolutamente não. que absolutamente não se trata disto? a) "O papa está circundado de glória sobrehuma- na" r Quando o papa é coroado. enquanto impõe as cinzas na fronte do papa e o papa inclina a cabeça branca. como si "dei- xasse de ser mortal"..mas sois infalivel. dizer-vos.si ele é infalivel. no dia seguinte. E' êl~e agora seguramente autêi:i. Pedro.

quando os derradeiros raios do sol poente iluminam as janelas do Vaticano. as duas coisas são independentes. porque.ai ! . Ele não pode enganar-se nas questões de fé e de moral. "Queria confessar- me ''. por trás de uma dessas janelas. que suportou até mesmo um Judas entre seus apóstolos. Santíssimo Padre. Tambem vós. A IGREJA CATÓLICA 95 lhões de fiéis nesse dia: "Memento. mas houve tambem . fragil http://www. pode. quia pulvis es et in pulverem reverteris". Então o papa se confessa? Certamente. o que todo padre recita: "Mea culpa. pois as duas coisas são indtpendentes. E não há papa que ouse aproximar-se do altar sem recitar. homem. Nós não fazemos. As fraquezas da natureza humana subsistem no papa. homo. tem havido entre eles mais santos e personagens virtuosos do que em qualquer famí- lia reinante. O papa infalível tambem pode pecar?. Sim. descem as palavras da absolvição: "Ego te absolvo". nas orações ao pé do altar. e) "E o papa não pode mais pecar"! A infalibi- lidade não significa isso. não escolheu os papas unica- mente entre os santos. percorre um corredor silencioso. ele tambem pode cometer pecados e .mas sois infalivel. Uma tarde em cada semana.com . o papa não deixa de ser "um homem mortal. sobre o papa que se confes~ou. mea culpa. mas pode enganar-se na sua própria vida moral. "lembra-te.um Alexandre VI. do papa "um ente sobrenatu- ral". Sim. pois.obrascatolicas. de que és pó e ao pó hás ·de tornar".infelizmente . volvereis ao pó. . Cristo. sobre o papa ajoelhado. e bate a uma porta. e o papa ajoelha-se no confessionário. mea máxima culpa".a história narra tristes quedas morais relativa- mente a alguns. um sacerdote de vestes 'bran- ~ levanta-se da mesa de trabalho. Ao cabo de alguns minutos. Um simples padre levan- ta-se para lhe atender ao chamado.

com . de tal modo que. de lifeso.mas nunca nas coisas da fé. Sem dúvida. * * * l\. olha- mos com alta obediencia para Roma.. que o que ele proibe Cristo proibe. quando ele nos instrue nas coisas da fé.bispos de Jerusalem. MoNs. fala-nos como mestre in- falível de todos os fiéis. nunca se engana. no seu ensino. nós todos. T1nAMER ToTH e suceptivel de cair". os caminhos da Providência são admi- ráveis. Pequenos barcos volteiam em redor dele e http://www. Por isto. por não se-haverem mostrado dignos da sua alta função. avista-se.. ~:. Cremos que o que ele liga na terra. Há 'mi- lhares de anos esse rochedo ergue-se no meio das ondas espumantes. de Antioquia . um rochedo que se ergue a pique. se haja enganado no ensino da fé.Ieus irmãos. . apesar do que cremos e confessamos a seu respeito : cremos e confessamos que o que ele ensina é o ensino de Cristo. e que o que ele desliga na terra será desligado no céu. e que o que ele ordena Cristo ordena tambem. tem criado a sua heresia. de Alexandria. a História censura alguns dos 262 papas. Quantos erros. dos padres e dos bispos. porque sabemos que.cai- rem na heresia ou no cisma: só o bispo de Roma nunca vacilou. a graça do Es- pírito-Santo o conduz. quando o Santo-Padre nos fala. quantas heresias têm surgido na Igreja há dezenove séculos ! Cada século.obrascatolicas. nias. será tambem ligado no céu. Sa'be- mos que. é impossível afirmar que si quer um só.96. Eles podem ter-se enganado na sua vida privada . tudo aquilo que afirma tem sua raiz na ~velação divina 1 e por conseguinte. a prece do divino Fundador da Igreja o protege. e podem-se mesmo ver bispos de igrejas fundadas pelos apóstolos . católicos. Capri. por assim di- zer. Quando se vai de Nápoles a. até agora. no mar tempestuoso. hoje em dia ainda.

do por Cristo. vapores possantes e ufanos passam ao lado dele. que permanece sempre de pé. os navios car- regados dos homens de dinheiro. é em vão que batem o velho rochedo. passam os séculos. e as barqui~ nhas quotidianas dos destinos humanos.com . o papa infalivel empunha. acima dos povos do mundo.obrascatolicas. e mal o notam. A IGREJA CATÓLICA 97 nem lhe dão atenção. passam soberbamente ao lado dela e não julgam digno dum olhar o velho rochedo. 7 http://www. há longo tempo. o facho rebrilhante da fé e ~ da moral. Navios pesadamente carregados. o oceano da vida rebenta em torno da Igreja. com força inabalavel. E. com os destroços dos orgu- lhosos vapores.. Mas passam os anos. e. Amém. os orgulhosos vapores dos homens de ciência. Isso me faz pensar: eis aí a imagem da Igrej:i. do aUo do farol levanta. enquanto as on- das brin<'.am.

quando eras mais moço. 18). e que o destino da Igreja depen- deria da -conservação do papado. Pedro compreendido? Provavelmente não. O evangelista S. Nosso Senhor Jesús-Cristo bem via que seus inimigos atacariam no curso dos séculos.. ' Que curiosas e misteriosas palavras! Tê-las-ia S. naquele mo- mento. Pedro. e no dos outros papas. não seria http://www. e nas quais Nosso Senhor J esús-Cristo traçou o caminho ao primeiro papa ! "Em verdade. esten- derás as mão_s. digo-te. mas quando ficares velho. a tiara que deviam usar os papas.diz Nosso Senhor a S. Jo. . tu mesmo te cin- gias e ias aonde querias . em verdade.com . Ora. a 29 de Junho de 67. a sua fidelidade a Cristo. a cruz que. Ele não via ainda diante de si. jb. e outro te cingirá e te levará aonde não queres" (S. essa instituição com o ódio mais encarniçado. João faz esta observação: "Ele dizia isso indicando por que morte devia glorificar a Deus" (S. XXI. No martírio do primeiro papa. XXI. de cabeça para baixo. VIII A COROA DE ESPINHOS DO PAPA Como são misteriosas e cheias de significação as pa- lavras que acabo <le ler no Evangelho. 19).obrascatolicas. para selar com a vida. Bem sabia que a trí- plice coroa. seria erguida na colina do Vaticano e à qual o primeiro papa seria pregado. era nisso que Jesús pensava. .

ele passeia. Já que presentemente estudamos. mas uma tríplice coroa de espi- nhos que havia de ferir até ao sangue a fronte dos ponti- fices..com . de que o papa tem uma existência principesca: há centenas de quartos no Vaticano.. de 1. e que S. unia coroa de soberano.hos e deveres. de que a tríplice coroa do papa.. a que ele deve fazér f aa• no interesse das coisas de Cristo. ele pronunciou mais de mil discursos . de manhã até bem tarde. XI. no decurso do ano do jubi- leu. ele dá uma multidão de audiências. Paulo exprime por estas palavras: "a solicitude de todas as igrejas" (II Cor. quem sabe que. do melhor. em suma "vive como grande senhor". come. 28) A primeira coroa de espinhos do papa é a soma de traba/. é uma tríplice coroa de espinhos. A IGREJA CATÓLICA . A) Ouve-se aquí e acolá a pueril e ingênua refle- xão. dia após dia. quem sabe que ele é ocupado sem trégua desde cedo. de noite. quem sabe que. balhos sobrehumanos quotidianos do papa. as pessoas inclinam-se na sua frente. vindos de todos os pontos do mundo. . ele recebe e expede cerca de três mil cartas. I "A SOLICITUDE DE TODAS AS IGREJAS" (II Cor. todos os dias. E' assim que argumen- tam os que nunca viram o papa.0 de janeiro a 31 de dezembre. propriamente falando. ~ale a pena deter- mo-nos sobre esta verdade.. 28). e.obrascatolicas. Pelo contrário. quem sabe que. quem sabe em quati- http://www. numa série de instruções. quem conhece as obrigações e os tra.. 'bebe. nas quais recebe os visitantes mais simples como os mais distintos. II. a importancia do papado.

18). a quem convem perfeitamente aquelas palavras de S.primeiro obreiro da o'bra de Cristo". De fato.. as tarefas do papa crescem cada vez mais. como "o .servo dos servos de Deus".· e profunda admiração. nações têm desaparecido. e sobre· esta pedra edificarei a ~inha Igreja" ( S. abalada. digo. não inveja ingenua- mente "a vida de grande senhor" do papa. mas considera"'º com respeito. o som das trombetas de prata da basílica de S.quem sabe tudo isso. esperança e respeito para o Vaticano. TI H AME R To T H tas negociações e deliberações ele tomâ parte. Paulo. Mt. os povos e os Es-' tados volvem-se com atenção. de onde ecoa pelo mundo: ''Tu es Petrus". 16.. "Tu és Pedro. enquanto nas subversões que seguiram a grande guerra. no mundo inteiro. e que~ ele dirige não somente a vida espiritual de 360 milhões d~ católicos. Mas então tenha- mos conciência do trabalho imenso que representa essa tarefa de dirigir o mundo ! http://www. o seu prestígio cresc~ cada vez mais. dizendo que pensa sobre ele "a :Solicitude de todas as igrejas". mormente depois da guerra.100 Mo N s. por assim dizer. __ Vemos com alegria e orgulho que.com .. os individuas. nos noúos dias. verificamos que. Cheios de gratidão à Divina Providência. .obrascatolicas. "O . Milhões de homens volvem-se para Roma e escutam as palavras do papa. Pedro torna-se cada vez mais forte. o prestígio ·elo papa tem crescido incess~nte­ mente no mundo. mas ainda indica os meios de converter os in- fiéis. B) E. coisa maravilhosa: os encargos e. e cada vez mais. tronos têm desmoronado e a jé dos homens nas grandes palavras e nas idéias filosóficas tem sido.

ora alí. a uma província ou a um Estado.mais penosa. um banco.. pela astúcia e p'elas intrigas. . XI. das perseguições contra Cristo. tantas Tes- ponsabilidade~. comove-lhe a alma de pai. desa- ni~dasJ que se lamentam tristemente : Não posso mais. XI. Não há época em que.. 29) A segunda coroa de espinhos do papa . do Oriente ao Ocidente e do Norte ao Sul? . II "QUEM ~ FRACO QUE EU NÃO SEJA FRACO TAMBEM?" (II Cor. mas 360 milhões. a multidão de tristezas e pesares por causa. mas estende-se ao mundo inteiro.pa. e cuja atividade não se cinge a uma Nldeia. cada ..ela causa de Cristo. infortúnio de todos os países do mundo.com . tantos aborrecimentos. A) As vezes encontramos pessoas fatigadas.Qu. cada dor. Os inimigos dos princípios cristãos esfor- çam-se. um ministério ou um Estado.é a multidão dos 'iiUidados p. ora aquí. êle . wna sangrenta perseguição não se levante contra a Igreja de Cristo : e é isso o que mais faz sofrer o coração do papa. Mas que poderia então dizer o pa. "Quem . cada uma dessas notícias faz pul- sar-lhe o coração paterno. no mundo.. . por extirpar a reti~ gião das almas : é o que mais fere o coração do papa.diz o papa com S. 29). é fraco que eu não seja fraco tambem?') .obrascatolicas. Todo dia o papa é cercado de notícias sobre os acon- tecimentos mundiais.que não se ocupa apenas de dirigir uma escola. a qual não tem apenas mil ou cem mil membros. sem qtte U1J1. · mais dolorosa do que a primeira . http://www. Paulo.em veni a1 cair. e. Cada queixa. fogo me devore!' (II Cor. . Tenho tanto trabalho. mas a maior sociedade do universo.

com . Mas é daí que provem a grande soma com que o papa socorre.. os miseráveis e os missionários._ que compaixão. . Pedro". -nem o "óbulo de Pio XI ou de Pio Xll .102 M o N s.mente pelas nossas orações. pois. angústias. tambem deve haver esforços por meio de sacrifícios materiais. pois sei o quanto a existência é difícil atualmente no mundo inteiro. mas o "óbulo de S.. para auxiliar o Santo Padre. os indi- gentes. do chefe da cristandade. à sua roupa?. Pedro chega ao Sumo Pontífice de toda parte. quando ele recebe os peregrinos de tal ou tal paí~ : que angústia. tristezas.obrascatolicas. É então daí que provem a grande soma que o papa consagra ao seu sustento. no mundo inteiro. ge- nerosos. b) Em seguida os fiéis costumam suMnzar-llw os cuidados por sua assistência niaterial. convdm que os filhos suavizem as penas dos pais. Onde quer que haja vivo amor ao pai supremo da cristandade. E no entanto o óbulo de S. . http://www. e não o entregue nas mãos dos seus inimigos". Que belo costume católico o ~n­ cluinnos nas nossas orações os mil cuidados. para que "o Senhor o conserve. por causa das lutas contr·a a Igreja na Espanha e no México! Ouvi. Ele vive pessoalmente como um ·simples religioso. que tem o cuidado da cristandade do mundo inteiro. Sei que isso sôa de modo estranho no nosso mundo atual. Não é coisa interessante que mandemos ao papa o "óbulo de S. Oremos pelas intenções da papa. que amor exprimem as suas palavras 1 B) Mas quem sabe de tudo isso esforça-se por su~ vizar os cuidados do papa.. TI H AM ER T oT H Quem não a valia a dor que lhe enche o coração por causa das perseguições deshumanas na Rússia soviética. realmente.. Como podemos suavizá-los? a) Primeira. Pedro"? Não é o "óbulo de Bento XV". Oh ! não. ao seu palácio.

sinão a realização contínua de três profecias de Nosso Senhor J esús-Cristo. SiJvério foi deportado para uma ilha e lá morreu de fome. Nos primeiros séculos.. Leão Magno foram quasi alcançados por Alarico e pelos Vân- dalos. mesmo depois de Comtantino. João X foi estrangulado. 18). A IGREJA CATÓLICA 103 III O PAPA PERSEGUIDO Mas o papa tem ainda uma terceira. talvez. citarmos alguns fatos. e bem dolorosa coroa de espinhos: os ódios e as perseguições ince:ssa1ttes a que. vir a ser papa equivalia a vir a ser martir. Leão III foi posto em tortura. quantos sofri- mentos têm acompanhado a existência dos papas ! Bas- tará. há dezenove seculos. Inocencio I e . João http://www. Sérgio l viveu 7 anos no exílio. Agapito no exílio. Estevão III teve de chamar os chefes Francos em so- corro. Como ela se tem realizado ao pé da letra em toda a historia dos papas! Percorramos a série dos papas. o papado tem estado cons- tantemente exposto. Até Constantino Magno houve 32 papas..S.com . Mas. Onde está a dinastia que tenha principiado seu rei- nado com 30 mártires? Na realidade a maioria delas não tem siquer 30 mempros.obrascatolicas. Virgílio foi desterrado. Leão V morreu na prisão. e 30 deles morre- ram mártires. havendo dois outros findado a vida no exí- lio. Benedito VI pere- ceu nos subterrâneos do Cástelo de Sant' Ângelo. XXI. Martinho I carregou seus gri- lhões até o Mar Negro. João I morreu na prisão. e que não são outra coisa. Quais são essas três profecias? A) A primeira é a que acabo de ler no Evangelho : (Jo.

escolheu outro caminho. esse trono ainda lá estava. Alexandre IV morreu no desterro. e com o modernismo. Pio X. Benedito XIV (o mais sábio dos papas) sofre os escárneos de Voltaire. Pio IX é exilado para -Gaeta. Pascoal II morreu na miséria em Benevento. que. diante de Frederico II. em Fontainebleau. Pio VI é prisioneiro em Valência. e·is que Satanaz vos reclamou para vos jof:'Írar como o trigon (S. nos séculos IX e X. em Viterbo. Com Clemente V principia o cativeiro de Avinhão. Pio XI vê as persegui- ções na Rússia. Bonifácic VIII caiu nas mãos de Filipe o Belo. Clemente XI e Clemente XII suportam os vexames dos soberanos de Nápoles. na Espanha. Gregório VII morreu no exílio em Salerno. Inocêncio ·II foi prisioneiro do duque Rogé- rio da Sicília. após as revoluções. XXII. 31). -um caminho ainda mais perigoso : papas indignos ascenderam ao trono. ficava de pé. Alexandre II pôs-se em fuga diante de Barbarroxa. Inocêncio IV teve que fugir. no México. O janse- nismo sob Urbano VIII. "Outro te cingirá e te levará aonde não queres ir" -· quem não vê como se têm realizado as palavras do Salvador? B) Mas outra palavra tem-se realizado tambem : "Simão. Sob Inocêncio XI. Urbano VI provoca o Grande Cisma do Oci- dente.. os banimentos. Sob Leão XIII cresce a "Kulturkampf". Depois vêm as tristezas da Reforma. TI H AM ER T o T li XIV morreu de fome na prisão. Simão.com . o galicanismo sob Alexandre VII. Lc. de París e de Viena. Quando Sa- tanaz viu que esse trono.. Gregório IX viu os Sarracenos destruirem as igrejas de Roma. apesar das perseguições san- grentas. sofre com a separação de Igreja e do Estado na França. Lúcio II foi ferido durante uma revolta. o despotismo do Rei Sol..104 M o N s. de Madrí.obrascatolicas. Pio VII. Não tendo http://www. Lúcio III morreu no degredo. Clemente XIII e Clemente XIV assistem às per- seguições contra os Jesuítas. as heresias.

O papado ficou de pé. Pedro uma mesquita. para fazer da basílica S. aos milha- res. . nesse mo- mento. Mas o ro- ahedo de. e. http://www. porem.aos milhares. nada mais o pode salvar! Eis. . Que é aquilo? Querem incendiar a cidade? Não. Mas as chamas já não bastam: atiram-nos no mar.rus . A peste declarou-se no campo. depois chegam Waterloo. Mas em seguida vem Moscou. de pés descalços. nem pelas heresias. e parece que está liquidado o papado. em tomo de Roma. vem. mas não afunda. que enormes fogueiras ardem no campo. Várias vezes renovou-se a mais triste cena da paixão de Jesús. O so- berano mais poderoso da Europa. fazer ~nitência. E logo Barbarroxa. O papa res- ponde: A barca da Igreja pode ser sacudida pelas vagas. Outra ins- tituição teria irremediavelmente perecido . esta porem. os fuzis cairam das mãos geladas dos soldados. com..obrascatolicas. . para poderem ao menos reconduzir-lhes os ossos à pátria. quando um de seus apóstolos o traiu. e queimam os cadáveres. o fogo. . o frio. . . granito não vacilou. Frederico Barbarroxa. Novas perseguições ocorrem incessantemente. outros aproveitaram a lição? Não. . vencido. . no sen- tido literal da palavra. é que o papado devia ter sucumbido. Santa Helena e o · fim. O Sultão Saladino escreve a Pio II: Chego. . E ela não sossobrou. foi fundada pelas palavras criadoras do Filho de Deus: Tu es Pet. Napoleão humilha Pio VI e grita-lhe em tom de su- perioridade: O papa acredita que a sua excomunhão fará cair os fuzís das mãos dos meus soldados ?. . "Satanaz vos reclamou para vos joeirar como o trigo".. E os. a tríplice cÓroa áe· espinhos na cabeça. A IGREJA CATÓLICA 105 -sido destruido pelo sangue.com . cerca Roma.

diz ela. Aquí pára o conto. bem doente. qual fonte inesgotavel de va- lores espirituais.obrascatolicas. hoje nãô resta mais que a lembrança dos imperadores e dos reis em luta com os papas. . TIHAMER ToT:e: C) Ficou de pé porque há uma terceira promessa de Nosso Senhor que tambem se tem realizado : "E as portas do inferno não prevalecerão contra ela" (S. Que já não tem assistido e sofrido o papado! Viu o furor dos césares romanos contra a jovem Igreja - e viu a maioria deles afogados no seu próprio sangue. os animais vinham visitá-lo. b) realizar- se-á ainda no futuro. tem permanecido. 18). XVI. o túmulo de S. Certamente o duque Rodolfo referia-se a esse conto. a) A pro-messa de Cristo realizou. Um após outro. O túmulo do pescador galileu. mas o papado vive e fulgura cada vez mais. Viu os Germanos de cabelos louros passarem vito- riosamente pelo arco de triunfo de Tito. há dezenove séculos. estava deitado na sua caverna. pois quando o concitavam a ata- car o papa e a Igreja.com . ele contentou-se em responder: . e pasmarem-se http://www. Conheceis o conto do leão doente? O leão.. o altar de Júpiter Capitolino há muito que foi demolido. Perguntaram-lhe porque ficava fora.Os rastos metem-me medo. Mas estacou diante da caverna e não en- trou. mas não os vejo sair. tem-se verificado s_empre o provérbio francês: "quem come papa morre". A Roma pagã desapareceu há muito tempo. Pedro. Vejo os animais entrarem aí.Os rastos metem-me medo . a raposa tambem veiu. Mt.-st• no passado.106 MoNs. E a História mostra que ele tinha razão. a) Realizou-se no passado.

Quanto mais as tempestades da existência abalam po- vos do mundo. E no entanto. Viu Carlos Magno cqm a coroa imperial. b) A promessa de Cristo realizar-se-á ainda no futuro. os ohefes mongóis e os tzares moscovitas . o poder dos fuzís não representou papel ·algum na vida da Igreja. os Plantagenetas.e viu a ruína dos chef~ germanos. e viu tam- bem o fim dos Carlovíngios. aos cismas. os Lancas- tres. Perecerá o papado? . à vista d'olhos. e viu a cabeça loura do último Hohenstauf en tombar sob o machado. de Anjou e de Habsburgo. com tanto mais confiança os homens le- vantam os olhos para o único ponto finne. os soberanos ingleses.com . ele cresce. e toma- se cada vez mais forte. meus irmãos". não há nem canhão nem baioneta. e ouviu-lhes o canto fúne'bre. mas apenas uma promessa. às revoluções. A IGREJA CATÓLICA 107 ante os esplendores de Roma . viu os Romanoffs. por assim dizer. Viu: surgir e desa- parecer todas as famílias reinantes da Europa. dinamarqueses. Viu o Rei Sol na sua glória. Viu Napoleão subir como um meteoro. os Capetos. Viu os Carlovíngios. os Valais. as casas de Arpad.poderiam perguntar. normandos. pronunciou diante do sett esquife: "Só Deus é grande. as palavras do seu Fundador: "As portas do inferno não prevalecerão contra ela". os Yorks. Massillon. e apagar-se rapidamente. as casas de Orleans. E o his- toriador só pode dar esta resposta : Não parece querer perecer. nos nossos dias. mas tambem ouviu as palavras que um grande bispo. No passado. os Stuarts. os Tudors.obrascatolicas. http://www. para a única luz segura. para o único poder que não vacila. A Igreja esteve em guerra com os Hohenstaufens. de Angouleme e de · Bourbon. às intrigas humanas. ele resistiu a todas as heresias. por trás dessa força.

não é um resto <lo passado. Essa Igreja já era grande e respeitada antes dos Anglo-Sa- xões porem pé na Grã-Bretanha. um viajante. pela idade. a mais próxima do papado. E.108 MoNs. TIHAMER TOTH Todo conhecedor da História é obrigado a indagar a si próprio que misteriosa força é então essa que. e o papado ficou. já era grande e honrada quando a retó- rica grega florescia ainda em Antioquia. e ignoramos si ela não é chamada a sobreviver ao fim de todas. M acaulay. conserva o trono pontifical numa beleza intacta e com uma força de atração cada vez mais poderosa? Si se pode falar em milagre na história do mundo. com frescor indestrutível. hoje ainda. Mas a república de Veneza era uma mera criança em comparação com o papado. esse centro imu- tavel do espírito europeu. um dia. antes dos Francos pas- sarem o Reno. todas as instituições religiosas. essa ina'balavel instituição do papado.obrascatolicas. apoiando-se. mas está no pleno vigor duma força juvenil. no meio das ruínas dos ti. quando escreveu estas pala- vras: "Onde existe ainda hoje. constituem um milagre. A república de Veneza era.onos e dos reinos. nada in- dica que a longa dominação da Igreja Católica marche para o seu fim. Era certamente nisso que pensava o famoso historia- dor. e no templo de Meca ainda se adoravam ídolos. cqntra as colunas quebradas da ponte de http://www." não católjco. si as comparamos com a série dos papas.com . fora a Igreja Católica. uma instituição que possa ser considerada como a testemu· nha da época em que a fumaça do incenso ainda subia do Panteão. num deserto. E não está dito que ela não subsista ainda. A república de Veneza desapareceu. quando. em que os leopardos e os tigres rugiam no anfiteatro dos Flávios? As mais orgulhosas dinastias reais são de ontem. vindo da Nova-Zelândia. Essa Igreja tem visto todas as formas de governo. O papado não está em decadência. desmen- tindo o cálculo das probabilidades.

desenhar as ruinas da igreja de São Paulo" (Macaulay. que o verme roedor não a destruirá. quem sa~e? o papa voltará a ser tão po- bre. o nascimento e a ruína das dinastias e das nações. quem. haverá tambem a Igreja Católicà que revela Deus aos homens. errante e sem abrigo? . IV. e pregará a Cristo. emquanto vi- ver um homem na terra. o eco das velhas palavras da Bíblia: "E as portas do infer- no não prevalecerão contra ela". e haverá tambem a sua pedra fundamental.com . e a mão que o sustenta vem http://www. A raiz que o ali- menta imerge tão profundamente no solo divino. na linguágem de um historiador célebre.Não o sabemos. Critical and Historical Essays. mas que sempre terá sêde de Deus. quanto o era S. * * * Meus irmãos. e ·haverá uma alma humana que nem o rádio nem a avia- ção nem a técnica. haverá um coração humano que terá necessidade do bem e do belo.se rochedo. o · papado. pode- ria dizer o que o futuro reserva ? Reencontrará um dia o papado o grande brilho exterior e o poder que tinha na idade média? ou.obrascatolicas. p. que tudo sabe. 98). já todos os assaltos têm sido lançados contra es. Eis aí. A IGREJA CATÓLICA 100 Londres. Pedro. sejam quais forem os seus progressos. fora Deus. Sabemos que haverá sempre um papa. haverá uma razão humana que precisará da verdade. mas ele permanece ina- balavel. enqunto houver um homem na terra. Durante dezenove séculos. E enquanto houver. Como o sabemos? Porque. na terra~ um homem que tenha sêde de Deus. e assiste às idas e vindas dos séculos. Mas sabemos uma coisa. poderão satisfazer.

O rochedo está de pé.obrascatolicas. enquanto ela não se juntar ao som das trombe- tas a convocarem para o juizo final. http://www. E si o mundo tiver de girai· ainda por milhares de anos.com . Amém. Porque velam sobre ele as palavras imortais de Cris- to: "Tu és Pedro. o papa continuará a empunhar o facho luminoso.110 MoNs. e sobre o seu vértice mantem- se o seu guardião. ela". que a maldade humana nunca a atin- girá. e continuará a fazer ouvir a sua palavra diretora infalivel. enqqanto o seu clarão não se confundir com o grande fogo do juizo final. trazendo -a triplice coroa de espinhos. e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja_ E as portas do inferno não prevalecerão contra. TIHAMER ToTu de tal altura no céu.

diz-lhe com um fom de superio- ridade e com um ar de desprezo: "Papista!". eis aí. Somos agradecidos ao papa.esse não pode recusar o seu respeito ao papado. porque lhe somos gratos em primeiro lugar. pois não pode imaginar maior injúria e ofensa do que chamar alguem de "papista". cobrir'de vergonha o seu interlocutor. para 'nós.com . mesmó nas grandes linhas apenas. no intere~se da civi- lização intelectual e material.seja qual for a sua religião. sem alteração. um fiel do papa. E crê. é assim que fala todo homem sem re- flexão. e porque ele é "a pc-<lra" que sustenta inabalavelmente a Igre3a de Cristo. IX O PAPADO NA BALANÇA DA HISTÓRIA Quando um não-católico quer insultar gravemente um católico. as- s:m. Sim. primeira- mente e antes de tudo. E' assim que fala to<lo aquele que não sabe nada de História. não é esse o maior mérito do papado. a doutrina de Cristo. . a História do mundo. seja ele judeu ou mussulmano. da justiça e do direito. Mas aquele que conhece. porque ele conserva na sua pureza. isto é.obrascatolicas. http://www. quando pensa na maneira como f erí-lo viva- mente em pleno coração. católicos. a essa instituição que tem feito o máximo no mundo. Na verdade. Realmente. .

istianismo. não é para isso. mas ainda o estudarmos. S. não devemos bater ufa- namente no peito. · I O PAPA E O CRISTIANISMO A) Para que serve o papado ? Para que é que há papas? . II. as homenagens. e o respeito.obrascatolicas. Os papas têm enviado missionários ao mundo inteiro. do cr. para serem senhores ab- solutos". afim de ainda aumentarmos com isso o respeito que lhe tributamos. têm decretado pe- nas sensibilíssimas. dizendo: "Deus seja louvado por ser eu um papista n. Têm dado penosos combates. V <:tle a pena con- siderarm0s agora o papado não só com os olhos de ca- tólico. antes."Para serem déspotas. para utilizarem tudo isso a serviço do desenvolvimento do reino de Cristo. Mas é para dar Cristo à humanidade. em seguida . colocando os seus méritos na balança da História. si é realmente uma vergonha sermos chamados "papistas" ou si.ao http://www. TI H A :M-~E R T oT H Mas vale a pena examinarmos tambem os méritos do papa em relação ao mundo. Os papas têm sempre conservado com alma comovida a lembrança do tríplice protesto de amor. da civilização. de outro. respondem os mal intencionados. e por essa razão foi morto. para pregarem a doutrina de Cristo. Têm aceito a glória exterior. E' para isto e unicamente para isto.112 M o N s. Não. dt• -um lado. Pedro veiu a Roma para pregar a doutrina de Cristq.com . do ponto de vista puramente humano.er que eza1nine os méritos que o papa tem adqui- rido pelo desenvolvimento : I. para encararmos. E' esta a expressão que sairá realmente dos lábios de quem qu. para proteger a doutrina de Cristo.

HSimão. e após cada um desses nomes vemos: "martir". Eleutério. sabeis que eu Vos amo". per- guntou Nosso Senhor a S. exist~ a lista dos papas.. da boa nova? que devem.obrascatolicas. a) Quantos mér'itos têm os papas como pastores do rebanho de Cristo! As cruentas perseguições dos primei- ros séculos dilaceraram o rebanho de Cristo. Onde es- tava o pastor? O mercenário ter-se-ia posto em fuga. Hoje ainda. . Poderiam os papas esquecer que foi por cama desse amor que eles receberam o· poder de triunfar do mt. Pio.. 8 http://www. para forti'ficar-lhe a fé. XXI. amas-me mais que estes?" __. . das suas bençãos. Jo. . E os papas estiveram realmente com ele nas catacumbas. Anacleto. para con- firmarem com seu sangue a doutrina de Cristo. "martir". Cleto. E Cristo lhe disse: "Apascenta meus cordeiros" (S. E Pedro respondeu: "Sim. "martirn. Pedro. e após cada um desses nomes: "martir". mas o lugar do bom pastor é junto do seu rebanho. Senhor. e foram com ele ao martírio. podería- mos fazê-lo com estas palavras do divino Salvador: "A- pascenta meus cordeiros. da paz. Lino. aparece o estribilho comovente: "martir". filho de João.. Clemente. . A IGREJA CATÓLICA 113 qual o primeiro papa recebeu de Cristo os seus poderes. desinteressado ? B) Si quiséssemos resumir numa só frase a his- tória dezenove vezes centenária dos 262 papas. generoso. auxiliar o triunfo do amor de Cristo forte. do ódio e da hostilidade. Em verdade. To- do papa que foi digno representante de Cristo viu nisso. Vítor. Higino. 15). Evaristo. apesar da maldade humana.com . Pedro. que é particularmente emocionan- te. Prossigamos a nossa _leitura: Alexandre.mdo? que eles devem ser junto à humanidade os pregadores do amor de Cristo. o seu único dever. Soter. apascenta minhas ovelhas".. "martir". E fê-lo repetir uma segunda e uma terceira vez esse pro- testo de amor. vinte e nove vezes seguidas.

II. dos Sarracenos. é mérito do papa. XIV. o papado tem servido de farol para apontar o caminho. vemos que. mérito dos papas~ Si o penoso tra'balho dos missionários tem ganho para Cristo continentes intei- ros. Pedro a ponto de afundar: "Logo J esús.então os papas têm nele grande parte". "Si a propagação do cristiatiismo é um mérito . só o papa defendeu a fé na divindade de Cristo. Si a Europa não se tornou presa facil dos Hunos. estendendo a mão. e por assim dizer. aparen- temente. da cristandade. .escreve o prntestante Herder ( Ideen zur Philosophie der Geschichte. poucos cris- tãos permaneceram fiéis. os cismas. Pedro viveu quando saltou da barca de João e começou a afundar em meio às ondas com grande pavo~ seu! Quem conhece a história. por que duvidaste?" ( S. sabe que há épocas de real consterna- ção. Mas. 350) . TrHAMER ToTH o papado tem sido sempre a força.. o incentivo. finalmente. o despo- tismo de Napoleão. Si o ensinamento de Nosso Senhor Jesús-Cristo tem permanecido intacto no curso de dezenove séculos. http://www. em primeiro lugar. e por onde quer que passe a barca de Pedro. dos Tártaros e dos Tur- cos. E a observação colhida em dezenove séculos fortalece ainda mais essa ver- dade.com .obrascatolicas. Assim. 31). Roma é ao mesmo tempo o ponto de partida e o centro da fé cristã e da civi11zação cristã. foi em primerio lugar mérito dos papas. o Apóstata. Quantas vezes tem-se renovado na história dos papas o episódio que S. os vagalhões ameaçaram o papa. . no seu sulco brotam as bençãos. segurou-o e lhe disse: Homem de pouca fé. tantas vezes quantas. as revoluções. no tempo do arianismo. Mt. renovou-se ain- da sempre. o coração. b) E mais ainda.114 MoNs. é. Vemos a perseguição pérfida de Juliano. o mundo in- teiro se tornou ariano. o milagre de S.

Mas contudo. Pedro: Por quem me têm os homens? Pio XII lançar-se-Lhe-ia aos joelhos. Os outros fo- ram todos homens eminentes. mas repe- http://www. Si o divino olhar de Nosso Senhor descesse. . pois. manchas? Na- queles que. que . Deus vivo". de maneira tão penetrante como jamais nem historiador nem psicólogo puderam faze-lo. mesmo sob o sim- ples ponto de vista natural.obrascatolicas. Que acharia? Que faria? Si papas. e si seus olhos. a quantos poderí~mos expro- brar o esquecimento dos seus deveres. não acharia tambem n_eles falhas. que vêem tudo. adorando-o. Mesmo aplicando aos 262 papas o julgamento mais severo. Ah! sim. acharia. escrutassem as leis da evolução da Histó- ria. embora revestidos do poder supremo da Igreja. . foram contudo homens? ' Sim. caracteres imponentes. na vida dos 262 Vaticano. Porventura o seu divino olhar não se abaixaria tris- temente sobre um ou outrn? ou não se inflamaria de cólera? Sim.com . transformado. de folhas e de flores magníficas . o mundanismo ou falhas morais ? A seis ou sete no máximo. inflamar-se-ia de cólera. o Filho do . repetir-Lhe-ia as palavras imortais: "Sois o Cristo. que Nosso Senhor não acharia Rada que criticar nem que censurar ao papado atual. e as fraquezas da natureza humana. E' absolutamente certo. sobre eles. . e si Ele visse então o grãozinho de mos- tarda. e. meus irmãos. que Ele semeara. na árvore imensa da Igreja. A IGREJA CATÓLICA 115 e) Mas aquí se apresenta ao espírito uma idéia éuriosa: Si atualmente Cristo voltasse à terra e fosse ao mergulhasse os olhos. . mui- tOs foram má_rtires e foram canonizados.tudo vêem. e si Ele fizesse de novo ao Papa Pio XII a mesma pergunta que a S.

TrH AME R ToT H tiria as palavras benditas: "Feliz és tu. Insísto de novo no fato de. emitem facilmente sobre o papado um juízo reJ?rovador.é supérfluo passarmos rapidamente . Mas po- demos acreditar no célebre historiador não católico Gre- gorovius. não se- rem esses os seus méritos maiores. Quais são os grandes méritos dos papas a respeito da civilização ? São -os méritos que eles têm adquirido no. Cristo. B) da verdad.. Para nós. o seu maior mérito é serem eles o rochedo da Igreja de. Mas não. que. aos nossos olhos. II OS PAPAS E A CIVILIZAÇÃO O que acabamos de ouvir sobre os méritos dos papas só tem valor junto àqueles que amam. por causa da indignidade de um ou outro papa. mesmo apro- ximativamente. terreno: A) da civilização. tam- http://www. C) da defesa do di- reito. mesmo os não- cristãos têm de encarar o papado com o maior respeito. Pedro. assinalar os altos feitos dos papas.e. patenteiam-se tambem tantos méritos dos papas. quando diz : "A História não tem suficientes títulos de honra à sua disposição para poder. Eis aí o primeiro mérito histórico do papa: é sobre ele que repousa a Igreja de Cristo. e a sua gloria que não passará". porque minha Igreja repousa solidamente em ti . em revista.. Os que não estão bem a par da História da civilização. e o encaram como o maior benefício para a humanidade.com .116 Mo N s. na balança da História.obrascatolicas. e honram o cris- tianismo. ". Mas.

a união de idéias e de vontade dos povos. por toda parte onde se ergue a cruz. os chafarizes. senhor do mundo. Eleva a voz ante as tribus dos invasores bárba- ros. a) Primeiro que tudo. Quem foi a Roma e lá· viu.obrascatolicas. o que a civilização _. levantados pelos papas. apenas algumas heras.deve aos papas. os seus méritos históricos.com . as estátuas. Eleva a voz ante o povo grego educado na fi- l9sofia de Platão e de Aristóteles. ao lado da conversão dos povos. fatores esses que se tornaram a base da nossa civilização atua1. as tribus dispersas organizanÍ-se em estados. seriam precisos vo- lumes. e a proteção inegualada. a cada passo.do inteiro ? Eleva a voz ante o_ Romano orgulhoso. e ele faz seu. e ele curva a fronte diante de Cristo. cumpre- nos mencionar a generosidade sem e:remplo. A) Para esboçar. mas não possue nem canhões nem metralhadoras. o ideal ·cristão. não precisa· http://www. Como conquistou ele o mul). na imensa biblioteca vaticana ou nos arquivos. A IGREJA CATÓLICA 117 bem. o eno- brecimento dos corações e das almas. que os papas dispensarani às artes e às ciên- cias. O papado tem assegurado_. E. afim de que a nossa ve- neração para com o representante de Cristo seja tanto mais justificada._ ma- terial e espiritual . os po- vos nômades e turbulentos tornam-se pacíficos cidadãos. quem percorreu as maravilhosas salas do Vaticano e os museu de arte. apenas. O papado estende o seu poder sobre o mundo inteiro. b) Mas. e elas dobram-se sob o jugo de Cristo. regista-se um novo surto de vida. quem passou. seria mister apresentar toda a história da conversão dos povos. pela unidade de fé e de costumes. os magní- ficos edifícios.

Cracóvia. ha- verem educado o Ocidente cristão numa tradição cultt#. de Bernini. Pe- rusa. Montpellier. Colonia. a vida social.com .-ra/. é um mérito imperecível dos papas o fato de. Pavia. Grenoble. a educação. unida. Ca- gliari. Heidelberg. Alcalá. na sua . o Apolo do Belvedere. Leipzig.res de Bramante. Graz.encíclica "Deus scientiarum Dominus". de Miguel Ângelo. Siena. l\tié- xico. Florença. Lisboa. Vilna. Por isto. Foram sempre os papas que pro- clamaram e defendt. Basiléia. forte e segura. Foi com razão que o papa Pio XI. encontramos no original: o grupo de Lacoonte. etc. Tolosa. publicada em 1931. B) Não são menores os méritos adquiridos petos papas pela propagação e defesa da verdade. deve ao papado. Roma. Praga. a vida jurídica e moral estão em relação com as respostas que dermos às questões primor- diais. Viena. Lima. Lovaina. que aqueles museus salvaram da destrui- ção as bases de toda a nossa ciência e de todos os nossos conhecimentos clássicos. Aquilo que conhecemos pelas reproduções dos nossos livros colegiais. París. Pádua. nota com admiração.:ram no mttndo a superioridade do es- http://www. mencio- nou uma multidão de universidades que devem a existência ao papado. Oxford.118 M o N s. Guatemala. de Maderno. Todas as histórias da art~ proclamam eloquentemente a glória dos papas. Cambridge. A política. a) A solução dos problemas terrenos depende sem- pre do modo de encarar as coisas eternas. TI H A M E R To T H q1:1e lhe expliquem o que a civilização humana. de Rafael. Ariana dormindo na sua túnica de harmoniosas dobras. Lem'berg e Varsóvia. Pisa. Santa-Fé. Quem percorreu as coleções antigas do Vaticano. Muitos se admirarão de ouvir que os papas fun- daram as universidades seguintes: Bolonha. grandes proteto. Ferrara. Valladolid. Salamanca. Manilha. a mais requintada.obrascatolicas. mantendo a pureza das verdades do cristianismo.

todos os desejos. o papa Leão I foi ao encontro de Átila. do direito sobre a força. podemos realm. da verdade sobre a mentira. dar uma resposta satisfatória. do fogo fátuo dunia filosofia er- rônea.la com Leão I. acredi- tando que se bastaria a si mesmo e poderia salvar-se por si pr6prio. plenamente. segundo o grau de certeza dessas verdades? Quem não vê que a defesa da verdade tem feito do papado o primeiro fator civili- zador da humanidade? b) Só hoje é que. da ordem na vida terrestre.com . hoje ele vê de novo que o reco- nhecimento do mundo sobrenatural é a garantia única e certa. O homem de hoje quis libertar-se do sobrenatural. após as subversões sociais contínuas e as revoluções perpétuas. diante dos gemidos da hunwni- dade transviada em busca. E si os papas não tivessem feito outra coisa.o facho da verdade acima da hu- manidade.. a superioridade da alma sobre o corpo. da moral sobre o interesse.obrascatolicas. E quem não vê que a vida humana ordenada perdura. iá seriam só por isso. eliminar as incertezas.éritos no terreno da defesa do direito. A IGREJA CATÓLICA 119 pírito sobre a matéria. ~sse enco~tro hi~tQrico t~ve lugar em http://www. Nessa an- gústia. sinão eleva. A~ hordas de- vastadoras dos Hunos precipitavam-se de Veneza para Roma e ameaçavam varrer o mundo civilizado. todo o sêr do homem de outrora estavam estreitamente unidos com o sobrenatural. Mas.. só o pode a sabedoria que o papado ensin_a há dezenove séculos.. para lhe pedir tniseriçordia. Lançar uma ponte entre os dois contrastes. ao lado da preg-ação da verdade. C) Mas. os primeiros benfeitores da humanidade. ou desaparece. eles têm adquirido m.ente. To- dos os planos. apreciar o que significa para a civilização a proclamação da verdade. a) Pode-se ver no Vaticano um quadro célebl'"e de Rafa.e[: o encontro de Át.

tambcm o melhor cidadão. e era nisso que certamente pensava o céle'bre. _O "direito" é aquilo que é "justo". cada papa poderia ter dito o que o papa Gregório V II dizia antes da sua http://www. os papas não deixam de elevar a voz no interesse da autoridade mais alta. Quem ama a Deus respeita tambem o direito: o homem. Os papas têm condenado a demagogia:. Paulo. 1 Pedro ao mundo. 1). Nesse quadro. por assim dizer.com . T I H A M E R T oT H Mântua. publicista francês Veuillot quando escrevia: "Tirai S. do <lever social e do direito. Quando as mais fortes crises se desencadeiam na existência dos po- vos. Pedro) ameaça com seu gládio o príncipe devastador. um velho de cabelos grisalhos (S. mas aquilo que é justo é determinado pelas leis eternas de Deus. levanta. assim.ais sacrifícios. pois. diz o historiador não-católíco H e-in- rich Leo.obrascatolicas. de salvaguardar as bases da vida social humana organi- zada. e desse modo têm impedido que questões de direito trans- formem-se em questões de força. Pregando e defendendo essa idéia. e será a noite em que wn Nero se . ao lado do papa. Jamais têm deixado de fazer ressaltar o vínculo existente entre o direito e a moral. "Na idade média os papas foram os verdadeiros ba- luartes do direito". 'que a autoridade legal vem de Deus (Rom. essa doutrina que faz derivar do povo todo poder. como têm condenado o estatismo que faz vir do Estado todo poder. cresce e chega ao trono". religioso é.. Os papas não têm apenas proclamado o pensamento de S.no ano 452.120 M o N s. Essa pintura simbólica representa a coragem intrépi- da com que os papas sempre elevaram a voz pela defesa do direito. os papas têm pres- tado ~o direito um serviço incomensúravel. mas têm-se esforçado tambem por proclamar a verdade diante das usurpações do Estado. e. Essa atitude corajosa exigia tal desinteresse e t. XIII. que. e não pelo bel prazer do homem.

. foi obra do papado. . os Tártaro. de autoridade. Ainda hoje.. Sim. a Europa ter-se-ia provavelmente tornado a presa dos déspotas.com . os Sarracenos. Por que? Porque a fé cristã os incomoda? Absolutamente não.obrascatolicas. a causa última dos ataques contra o papa.porque a humanidade achara no papado a garantia de um juizo imparcial e justo. si ela tivesse sido privada desse poderoso protetor da civili- zação. então compreendemos o que seria da humanidade sem o papado. H erder. * * * http://www. o teatro das discórdias eternas. Que teria sido da Europa. Mas combatem-no porque o papado é a mais alta perso- nificação da. que escreveu no seu li- vro "Ideen zur Philosophie der Geschichte der Mens- chheit" : "Si os Hunos. perioridade intelectual e dessa personificação da autori- dade? Não responderei eu a esta pregunta. Quando o célebre historiador de Roma. muitos combatem o papa.s. escreve : "A religião cristã foi o único baluarte contra o qual vieram quebrar--se as ondas dós bárbaros". desse representante da su. com- preendemos tambem uma outra af!rmação sua: "O culto dos povos da idade média pela cidade de Roma era sem limites". A IGREJA CATÓLICA 121 morte no exilio: "Amei a justiça e odiei a iniquidade. os Turcos e os Mongóis não absorveram a Europa para sem- pre. Gregorovius. mas sim o ilustre discípulo de Kant. idéia. b) . ou então teria sido transformada em deserto mongol". da verdade e do direito. As tendências re- volucionárias sentiam bem que ele é o único 'baluarte ·te- mível. E si o papado vem comprovar a civilização e a eleva- ção da humanidade. Si não fosse a hierarquia roma- na. é por isto que morro no exílio". Foi sempre essa.

Deve-lhe toda a civilização cristã. o trono do papa mantem-se firme. Meus irtniios. T 1 H A M: E R T oT H Meus irmãos. fátuo d.com . uma vergonha. e com autoridade crescente ~ neste mundo onde tronos que datam de vários séculos têm ruido. antes. Deve-lhe a conservação integral da fé cristã. a educação. · http://www. as artes e as ciências. Como o rochedo acima das ondas. ou não será. agora proponho de novo a questão: devemo-nos considerar insultados quando espíritos estrei- tos nos tratam desdenhosamente de "papistas"? Será uma vergonha para nós.122 M o N s. Tem sido justamente durante as duas últimas déca- das que a humanidade tem volvido -frequentemente os olhos para Roma : em meio aos oceanos de amargura da grande guerra. que certas pessoas não tenham noção al- guma dos méritos históricos imperecíveis. não é facil resumir. no pó. Deve-lhe a propagação do reino de Cristo. e si delapidar inteiramente os tesouros e os valores espirituais conquistados outrora. A tiara do papa refulge. o papado ffrará de pé. E si a humanidade se tornar bastante insensata para se dilacerar a si mesma. Amém.obrascatolicas. às dezenas. a justiça mútua. com. pelos séculos. Deve-lhe a pregação. a dominá-las. continuando a segu1r filosofias sedutoras e o fogo . demos graças a Deus por s~rmos tam- bem "papistas". então. pelos quais todo homem culto deve gratidão eterna ao papado? O que o mundo deve ao papado. que a nossa fé seja edificada so- bre o rochedo duma instituição única. e onde toda autoridade pa- rece desaparecer. e dos tempos que a seguiram. no caos das sociedad~s em ruinas e dos destroços das civilizações reduzidas a pÓ. da moral cristã.as palavras enganadoras.o as pirâmides do Egito ficam de pé e dominam as planícies de areia esten- didas a seus pés. quando as co- roas dos soberanos tombam. integral e sem compromissos. Deve-lhe a guar- da corajosa dos tesouros mais preciosos da humanidade: a vida familiar.

ROMA SANTA! A cidade eterna. se eleva abençoando o mundo inteiro. e sobre a qual Cristo edificou a sua Igreja. E' nisso que consiste o atrativo misterioso da "Roma eterna". e promulga a dou- trina cristã no mundo inteiro. não há em todo o universo. de Roma. cujo solo foi pisado pelo Filho de Deus. para os cris- tãos. http://www. dá as suas diretrizes. como o solo de Roma. lugar tão santo. Ama- mos o coração que pulsa em Roma. Amamos a cabeça que. Nem tão pouco é a cidade de incomparáveis obras-primas que nos inflama. atrai constantemente uma multidão de peregrinos. de Roma. Amamos a mão paternal que. e fora a nossa terra natal. vindos de todos os pontos do mundo. Na verdade.com . Ivfas não é a vetusta capital do mundo antigo que nos entusiasma. X SALVE.obrascatolicas. em cujo seio repousam os restos dos nossos antepassados. e faz circular a vida cristã nos membros da Igreja universal. fora a Terra Santa. O que amamos é a pedra fundamental que está em Roma. Roma.

Amamos Rc>- ma porque é lá que vive o chefe da Igreja. avistaram. e A) assim como aquela cidade foi a glória do cris- tianismo no passado. por que é que amamos Roma.124 M o N s. a) A velha Roma pagã tambem pode ter sido gran- diosa. após uma longa e fatigante viagem. I É EM ROMA QUE PULSA O CORAÇÃO DA IGREJA Em primeiro lugar. B) assim tambem ainda é a fontr vital do seu florescinienta atual. Dupla será a nossa resposta.com . reconhecemo-nos como católicos· romanos e amamos Roma porque lá pulsa o coração da Igreja. os peregrinos reunidos para o primeiro jubileu do ano santo. que não é necessário disconer ainda mais sóbre ele. aos derradeiros raios do sol.mas como a alma humana era então miseravel ! Os Romanos distintos habitavam nos palácios de mám10- http://www. na presente instrução. será tanto mais util. Mas por isso mesmo.smo está inse- paravelmente im·ido ao nome de Ronia. II. I. do alto do Monte Mário.obrascatolicas. Amamos Roma por- que é lá que pulsa o coração da Igreja. católicos-romanos. E' um fato tão conhecido. Roma santa!". exclama ainda hoje todo bom cristão que reflete~ concienciosamente no que a alma cristã deve· a Roma. A) O glorioso passado do cristiani'. sempre o característico dos bons católicos no mundo inteiro. O amor entusiasta de Roma foi . TI H A M E R T oT H "Salve. "Salve. exclamavam com entusiasmo. quando. Roma santa!". a cidade santa diante deles. em 1300. estudarmos as causas desse fato e indagarmos por que é que nos chamamos a nós próprios. . isto é.

chamava-se Paulo de Tarso.mas em seguida as portas da arena se abriam e. E aquela multidão de 90. Horácio. começou a ser o ponto de partida e o inicio dunia nova. E. a mais velha cidade turística à qual. tanto as vestais como os grandes homens de Estado. Mat~-o. Virgílio. há dez séculos. mas agora chama-se Pedro. os espectadores queriam ver sangue. 000 pessoas reunidas no Coliseu ululava de indignação quando os gladiadores se poupavam mutuamente ou se aniquilavam demasiado rapidamente. no Coliseu. . da espiri-Y tua/idade cristã: Roma tornou-se o coração da Igreja. chamava-se ou- trora Simão. assim tambem Roma tornou-se o centro mundial de peregrinação. soldados romanos conduziam um prisioneiro que o governador Festo enviara da Judéia. Aquela Roma que até então era o ninho e o viveiro da sensualidade. ferido.obrascatolicas. mata-o! Era isso a Roma pagã. chefes de exército. a mão delicada do impe- rador virava o polegar para o chão num gesto sanguinário : nada de perdão. o Forum era cheio de vida. liam Homero. A IGREJA CATÓLICA 125 redourado. poetas e vestais contemplavam com entusiasmo os combates de vi- da e de · morte dos gladiadores. impe- radores. um pescador de Betsaida aproxi- mou-se de Roma seguindo a via imperial. dos ídolos.com . E quando Pedro e Paulo transpuseram as por- tas da grande cidade pagã. santa e nobre civüização. Na realidade. assim como das veias do corpo todo o sangue aflue ao coração. Por outra via imperial. imediatamente a história do mundo foi transformada. os templos pagãos numerosos . b) Mas um dia. E quando o gladiador vencedor olhava para a tribuna imperial implorando a graça da vida para o seu adversário caido em terra. sangue humano a cor- rer longo tempo . os povos acorriam em multidão : eram atraídos pelas pulsa- http://www. escritores. quando ninguem falava ainda de turismo. políticos. dos combates de gla- diadores.

assim tambem é ainda a f ante vivificadora do seu floresâmento atual. de donzelas. Roma tornou-se para nós um lugar santo. com n0vo ardor para o trabalho. Pedro e de São Paulo. 'E. hoje em dia. artística e econômica. ~' rejuvenescendo a abua ao contacto do coração da lgr. Dos seus . Os Cimbros. TI H A M E R T oT H ções do coração ia Igreja. em busca da orientação jurí- dica.126 M o N s. B) Assim como Roma foi o cenário do passado glorioso do cristianismo. tú- mulos saíu uma outra Roma. alí não vão. Foi assim que Roma se tor- nou a "cidade eterna". voltam para sua terra mais fortes para a tare/a quotidianar http://www. nossos irmãos os primeiros cristãos padeceram às dezena~ de milhares. Depois. a) A Itália e Roma têm exercido.com . Mas nela só há de eterno o que vem de S. em primeiro lugar. porque. do mesmo modo que os povos afluíam do mundo in- teiro à antiga Roma pagã. política. de me- ninos. os Teutões.eja. atraídos para fora d<! sua pátria nórdica e fria pelo calor do céu meridional. pelo triunfo da alma. Eles morreram ~elo triunfo da cruz. de bispos. das panteras e dos ursos: dezenas de milha- res de sacerdotes. assim tambem os cristãos vão visitar na nova Roma o centro do cristianismo. e muitos viajantes. pela causa de Cristo. talvez. Roma a santa. no Coliseu. sob os dentes dos leões e dos tigres. Mas pode-se afirmar com certeza que a maior parte dos viajantes dos rápidos e longos trens de peregrinação que demandam Roma.obrascatolicas. para gozar do calor do sol. há séculos. os Celtas foram. de mães. são talvez atraídos apenas pelos tesouros artísticos da Itália. uma poderosa atração sobre os povos e sobre os indivíduos. de velhos. nem para ver obras-primas. Roma a eterna.. e regressavam à sua pátria longínqua.

lá sentimos o fer- mento vivificador do Evangelho que cristianizou a alma pagã. para a luz de uma filosofia positiva e de vistas largas. A IGREJA CATÓLICA 1Z7 Dizem de Go·ethe que~ quando ele fez a sua famosa viagem à Itália e alcançou Roma quasi sem parada. e) E aquí eu quisera ainda indicar-vos um fato · interessante: Roma . Estamos na Roma cristã que não foi fundada por um Rômulo ou um Remo. como viajante se- quioso. é mister havê-los ex- . mas por S. uma fuga de um meio familiar estreito. Achamos-nos na cidade onde foi continuamente pregado o Evangelho desde que o primeiro papa nela penetrou. dá a resposta? b) E' frnpossivel descrever os senti'. foi. no caminho. que se tomou a igreja dos mártires. lá. o templo de Diana. o templo de Minerva.rnentos que inva- dem a alma do visitante de Roma. Pedro e S. do nevoeiro da dúvida e da incerteza. Efetivamente. Achamo-nos. propriamente falando. a igreja de "Santa Maria sopra Minerva". pela contemplação dos valores absolutos.obrascatolicas. circularia nela como cego. quem fosse a Roma unicamente para ver obras-primas. Paulo. a Ro- ma eterna. acanhado. cheia de grandes e sublimes pensamentos. como peregrino. a igreja de Santa Sabina. sente a alma transformada.IJerimentado. tal como o Panteão pagão. como homem fraco que 'busca forças para sua al- ma. Lá respiramos uma atmosfera cristã. E' o que sente todo peregrino de Roma . mas como penitente. a Roma santa. Que importância podem realmente ter as riquezas passageiras da Roma artística. e como pri- sioneiro espiritual. e dos princípios eternamente válidos. ao ]ado do túmulo daquele que falou com Nosso Senhor Jesús-Cristo. como a Roma pagã. ao lado dos pro- blemas eternos a que a outra Roma. pesado.com . Não se vai a Roma como turista.tornou-se a mãe comum de todos os http://www.

faz conjecturas para saber qual será o novo papa. os peregrinos absolutamente não se esquecerem da sua própria pátria. .e a coleta dessa missa mostra magnificamente o que a Igreja espera do papa.ele a Igreja Católica? O que o mundo pensa. . quando vamos a Roma. Eis aí o que o mundo pensa dele. Assim podemos compre· ender o fato. sem que ningue11i seja obrigado a renegar a sua nacion. . Que papa a Igreja pede http://www. mas o coração do mundo cristão. não é a capital da Itália que queremos visitar. - "Missa pro eligendo Snmmo Pontífice". mas em parte alguma pensarem com tanto amor nela. T I H AM ER T o T H cristãos. apesar do seu en- tusiasmo. que linha política adotará. em Roma. a) Que é o papa? Que pensa d. B) o nosso Santo Padre o papa. mas tambem porque nela vive o chefe do cristianismo. em parte alguma cantarem com tanto ar- dor os seus hinos nacionais. particular de. . E a Igrtja? A Igreja ordena uma missa especial para o momento em que tem lugar a eleição do papa.128 M o N s. vemo-lo a cada eleição de um papa. De feito. A imprensa mundial publica gigantescos artigos. II Jt EM ROMA QUE VIVE O CHEFE DA IGREJA Não amamos Roma somente porque lá pulsa o cora- ção do cristianismo. em parte alguma se condoerem tanto dos sofrimentos dela. porque lá vive: A) o papa. habita em Ronia.alidade. o que se poderá esperar dele. Leiamos essa oração. como na cidade eterna.obrascatolicas.com . E' a verdade. A) Amamos Ronia porque o papa.

em compensação. 5). os pés e o corpo da Igre.obrascatolicas. seja sempre agradavel a Deus e digno dq respeito de seu povo. Sim. Pedro: "Simão. Mas um papa que. pois sabe que tarefa incumbe ·a ele : a sorte eterna de milhões de almas humanas imor- tais depende da sua· infalibilidade.. confirma teus irmãos" (Lc. obediência ardente. 9 http://www. Lemos já dos primeiros cristãos que. XII. . · "Devemos obedecer cegamente às palavras do papa?. enquanto_ Pedro estava na prisão. da firmeza da sua fé. que os Estadós e os povos que levam vida verdadeiramente cristã sempre demonstraram para com o papa. "a Igreja não cessava de dirigir por ele preces a Deus'' (At. para que a tua fé não desfaleça. quando fores convertido. nós. Real- mente. fiéis. A IGREJA CATÓLICA 129 a Deus? Um grande amigo das artes? Um grande edifi- cador? Um grande político? _Um diplomata? Nada de tudo isso. Os cristãos aprenderam de Cristo a rezarem tambem muito pelo papa.. mas roguei por ti. _cheia dê veneração filial. Simão. 31-32).E' a oração que ela aprendeu de Nosso Senhor Jesús-Cristo. Eis aí como a Igreja ora pelo p~pa.:. ordenou-nos tambem. Mas a cabeç~ é Cristo. pela sua solicitude por nos- sas almas ("pio in tios studio"). XXII. quando ele quer conduzir-nos e dirigir-nos na nossa fé. somos as mãos. eis que Satanaz vos re- clamou a todos para vos joeirar como o trigo. sermos filhos obedientes e submissos.com . ja. que disse um dia a S. Tar como um homem sensato costuma obedecer ce- gamente à sua cabeça. e seu representante é o·papa. b) Es~as palavras de Cristo têm ainda outra conse- quência: a. Que palavras extraordinárias ! Cristo rogou por Pe- dro ! Cristo roga pelo papa. Com efeito si Cristo mandou ao papa que confirmasse seus irmãos na fé. e tu.e não à mão ou à língua..

na qualidade de protestaIÍ- . Thiers. que. Nosso Santo Padre. solicitou uma audiência do papa. singular sentimento apo- derou-se dele: ajoelhou-se e beijou-lhe o pé. 130 M o N s. o chefe supremo da Igreja. dado um passo em falso?" http://www. TI H AMER To T H Lêde o que S. os próprios não-católicos são tomado de respeito e duma enioção toda particular quando estão em presença do Santo Padre. é tambem o pai. E o presidente do Conselho francês entrou. o representante de Nos- so Senhor na terra. de coração amante. e deu-o por chefe supremo a toda a Igreja. porque é nela que habita o papa. Quando apresentaram esse pedido a Gregório XVI.com . de toda a cristandade. O papa perguntou-lhe amavelmente: "Senhor Mi- nistro. a) Realmente. para não ser obrigado a ajoelhar-se diante do papa nem lhe beijar a mão. que Thiers po- deria fazer como quisesse. teria V. te. Paulo diz de Nosso Senhor Jesús- Cristo na sua epístola aos Efésios : "E lhe pôs tudo de- baixo dos pés. Não é só a cabeça. e só esta ex- pressão pode plenamente traduzir o amor profundo que sempre atraiu os fiéis para Roma. durante a sua estada em Roma. Mas quando chegou diante do papa. este respondeu. por ocasião duma audiên- cia. A quantos tem sucedido algo de análogo ao que se passou com o poderoso ministro do rei Luiz Filipe. mas pediu. pois. I. a qual é seu corpo e a plenitude daquele que cumpre tudo em nós" (Efésios.obrascatolicas. a cabeça da Igreja. B) Mas o nosso amor tem ainda uma fonte mais profunda. 22-23). Cristo é. e nós amamos Roma. sorrindo. que habita em Roma. Ex. mas o papa é o representante de Cristo na terra.

a base. Sois o pai. que suporta a abóbada da Igreja universal.o representante de Cristo. mas sobre ti o Senhor se }e. o guia. são pala·vras de confiança.obrascatolicas. e res- plandesce. no aspecto exterior dos seus mem- bros. E um só ponto mantem maravilhosamente uni- da essa diversidade: o centro da Igreja. Eis aí o que sente. Não há no mundo um só reino tão variado na sua língua. nós todos vamos ao chão ante a grandeza do pa- pado". Sois "a pátria das al- mas". e sombria escuridão. que nos indica o caminho. o ponto central . Jerusalem. e cada um se sente em sua casa junto a vós. b) Que sentem. Sois a base sobre a qual se eleva a nossa casa de família. Sois o coração. que bate por nós. Porque a tua luz surge e a grandeza do Se- nhor se levantou sobre ti. A IGREJA CATÓLICA 131 I O espirituoso francês replicou habilmente: "E' ver- dade. os povos . Mas essa expressão indica tambem um grande amor. · As trevas cobriam a terra. pois. mesmo um não-católico. ~le é o legislador supremo. que confiança filial irradiam dela! Que não dizem estas três palavras "O Santo Padre!" Primeiramente. como Sienkiewicz chamou um dia Roma.. Sois a pedra em que repousa a nossa fé. como a Igreja Católica. o rochedo. na sua história. o papa. diante do papa. na sua natureza espfritual e cultural. a Igreja Católica. Sois o chefe de famíFa. Sois a coluna.: http://www. os fiéis católicos quando pro- nunciam estas três palavras: "Nosso Santo Padre?" Que expressão cheia de fervor e de veneração ! Que respeito. e) Lemos no capítulo LX do profeta Isaías a des- crição duma visâo sublime: "Levanta-te.com . Sois a cabeça. e de todos os cantos do mundo vossos filhos acorrem para vós.

eles se conservam uns ao lado dos outros. Parece que Isaías lhe tomou emprestadas. LX.132 MoNs. Num cruzamento.mas eles têm a mesma fé. e aguar- dando o pai comum. o papa. Egípcios. a forma dos seus olhos.. cada qual sente que alegria há em ser católico. Europeus~ Asiáticos. As suas línguas. a sua educação diferem.com . beijam a mão abençoada de seu pai. que ufania em pertencer à verdadeira Igreja! Que tran- quilidade em saber que sua fé. e os reis para a claridade do teu nascer. uma pequena capela lembra o lugar onde. poucos são os que não têm lágrimas nos olhos . como irmãos em Cristo. As vetustas e magnífícas salas do Vaticano estão cheias de peregrinos vindos de todos os pontos do mun- do . o mesmo Cristo e o mesmo Vigário de Cristo. Indianos. Uma das mais célebres vias imperiais de Roma chama-se a Via Ápia. comun- gando na mesma prece. Brancos e Ama- relos. Uma estrada enna ao longo da qual se enfileiram túmulos ensombrados por pinheiros e de ciprestes. 1-5). sua vivas cores. e sua glória resplandescerá sobre ti. teus filhos vêm de longe. Então. estão uns ao lado dos outros. os seus trajes. que se aproxima deles nas suas vestes bran- cas . e tuas filhas são carregadas nos braços" (Isaías. Volve os teus olhares em torno e vê: eles se con- gregam todos e vêm a ti . ainda hoje.. literalmente. TIHAMER TOTH vantará.. de todos. pensamos em uma gran- de audiência pontifícia a uma pe-regrinação de ano santo. repousa sobre a pedra em que Cristo Ôutrora a assentou e à qual fez esta promessa: -"as portas do inferno não prevalecerão contra ela !" * * * Meus irmãos.obrascatolicas. Segundo a tradição. o após- http://www. As nações marcharão para a tua luz. as pessoas se ajoelham. .. Quando lemos essas linhas.

fugiu da prisão mamertina e. por cima do túmulo de Pedro. que deram a vida por seu Mes- tre. Salve. mal avistam o zimbório de S. porque as suas imagens bí- blicas e as suas cenas litúrgicas. Roma santa!" Salve. Estas palavras eternamente belas do grande bispo de Milão. a nossa fé é a mesma que a dos primeiros cristãos. "onde está Pedro está a Igreja. pintadas em traços an- gulosos e apenas esboçados. e porque naquelas galerias embebidas do sangue dos mártires. no circo de Nero. Do- mine?" "Para onde ides. Senhor?" E o Salvador deu- Jhe esta resposta inolvidavel: "Vou para Roma. http://www. Roma santa! E' em ti que se eleva. ubi Ecclesia. é em Roma que vive ainda hoje o 262. A IGREJ~ CATÓLICA 133 tolo S. Roma santa! Debaixo dos teus pés estendem- se as galerias subterrâneas das catacumbas.0 sucessor do primeiro papa. fugindo de Roma à noite. e por que. a nossa religião atual tomou raiz. onde está a Igreja está a vida. Pedro. mas vivem indeléveis na alma de todos os cristãos. Pedro compreendeu Cristo. São santas essas galerjas. Santo Ambrósio. para alí me fazer crucificar". Pedro. encontrou-se com Cristo eusanguentado e perguntou-lhe com alma transtornada: "Quo vadis. não . afirmam que ainda hoje. onde se acha hoje o seu tú- mulo. a 29 de junho de 67. Pedro. não es- tão somente inscritas em letras d'ouro na cúpola da cate- dral de Milão. E agora compreendemos por que as multidões de pere- grinos afluem a Roma.lon- ge da basílica de S. voltou logo e trabalhou por Cristo. ibi Ecclesia. cheio de desprezo pela morte. até que. wi "Vita mterna". Foi · em Roma que o primeiro papa deu a vida por Cristo. E depois. Pedro. "ub-i Petros.com . foi crucificado de cabeça para baixo. dos lábios se lhes escapa este grito de entu- siasmo: "Salve. com os túmu- los dos mártires cristãos.terna". a basílica de S. f:..obrascatolicas.

com . Roma santa! E' em ti que . T I H Ã M E R T oT H Sal. João. o poderoso obelisco que proclama à face do mundo : "Christus vincit. Christus regnat. na praça de S. Cristo reina. é em ti que vive o chefe da Igreja. Amém. o vigário de Cris- to". Roma santa! E' em ti que se ergue. Roma santa! E' em ti que se eleva a basílica de S. fazemos subir ao céu esta prece: "Senhor. "Cristo vence. E é por isto.obrascatolicas.134 M o N s. protegei o Santo Padre. · Salve. Cristo impera". http://www. do fundo de nossa alma. Salve. Pedro.ve. que.pulsa o coração da Igreja. Christus impe- rat". com esta altiva inscrição no frontispício: "Mãe e cabeça de todas as igrejas".

XI O SEMBLANTE TERRESTRE DA IGREJA O que até agora. .que não conhecem a http://www. as contradições. dificuldades que surgem contra a Igreja. Vejam. Alguns. porém. Outros . um boato pouco edificante ou um escândalo.com . nestas instruções. que amor para com a Igreja! Mas a imagem que pintámos da Igreja Católica nestas nossas instruções não seria completa si. com que esplendor vive o seu represen- tante!" . _ dizem eles. :. ora alí. Certas pessoas implicam com a hierarquia prodigio- samente desenvolvida da Igreja e com o dédalo compli- cado dos artigos do direito canônico. dissemos da Igreja Católica.obrascatolicas. não se fizessem ouvir as censuras. ao lado dos acen- tos de gratidão e dos elogios. "Cristo era pobre e andava descalço. . Outras não podem tolerar o modo d~ viver e de agir da Igreja. as . ora aquí. foi só elogio e glorificação. são chocados pelo brilho exterior e pela pompa do papado. Como é bela a Igreja de Cristo! Como é cheia de solicitude nossa mãe a Igreja! Como é santa a Igreja! Que entusiasmo. Mormente para uma sociedade indiferente ou para as pessoas frívolas. constituem a so- bremesa picante que quotidianamente um editor habil lhes deve apresentar.

obrascatolicas. ficam mudos. pois. ve- lho de dezenove séculos. por outra parte. mas tambem um semblante humano . Mas. Um. E' a isto que quero consagrar a presente instrução. penosos e contristadores para o povo cristão.com . que são ibem dolorosos. quantas vezes. é verdade que nos livros hostís. Mas tudo isso se explica si examinarmos a idéia de que me quero ocupar nesta instrução. . si tom- bem há páginas bem tríst~'S na história da · lgr~ja. tal ou tal fato escandaloso do passado ou do presente : "Veja! Ai está a sua religião católica! Aí está a sua santa Igreja! Aí está a sua bela Igreja!" E nosoos irmãos. de intenção preconcebida. não somente um semblante di- vino. desconcertados.. mas de- vemos procurar explicá-los. Ou- tro acha. apresenta rugas : e II. http://www. f icain embaraçados quandío membros doutras religiões lhes insinuam ao ouvido.criticam os papas que estiveram em luta com os reis. a saber: I. irmãos? Evitaremos essas pergun-_ tas embaraçosas? De modo algum. muita coisa que repreender na vida dos católicos. não há. razão para nos admira rmos si o semblante da Igreja.- cândalos dos quais nem siquer um décimo representa a ver- dade. Infelizmente assim é.infelizmente - houve. e mesmo as duas seguintes. T I H A M E R T oT H História . Nunca se tem o direito de negar a verdade. Não desculpar. não sa'bem respon- der. não pára de falar sobre "os maus papas". ou em sociedade. mas compre- ender. Sim. contam-se es. incidentes. cumpre-nos francamente re- conhecer que. não podemos negá-lo. Havemos de negar casos lastimáveis? Absolutamen- te. mesmo os melhores dos nossos fiéis. Que dizer disso. pois. não sabem o que dizer. a Igreja tmn um duplo semblante.136 M o N s. triun- falmente. nomearam príncipes ou os depuseram do trono. na histó:fa da Igreja . seja com que intuito fôr. no passado. e ainda há fatos.

A) Que vantagem resulta do fato de dois elemen- 1 tos exercerem sua atividade na Igrejar Esses dois elementos não se encontram ao lado um do outro. portanto. mas vive no mundo. por exemplo. em compensação. e que é o Filho de Deus. rettm"dos organicamente. tradição e progresso. todas as dificuldades. a ativúlade desses dois elementos tambe1n tem uma desvantagem. mas. um sem- blante divino e outro semblante humano. Tal como Cristo. mas tambem filho do homem. cerimônias exte- riores e recolhimento interior. que nela vive. como. em compensação. Daí resulta para a Igreja uma vantagem. direito e caridade. mas necessita tambem das formas e dos meios das sociedades terrestres. que viveu na glória e tambem na humilhação . o mesmo se dá. todos os in- cidentes dolorososo explicam-se pelo fato de ter a Igreja um duplo semblante. que era o Verbo eterno.obrascatolicas. 36). A IGREJA CATÓLICA 137 I O DUPLO SEMBLANTE DA IGREJA Todas as objeções. Não se podem separar um do outro. lei e liberdade.com a Igreja de Cristo. cresceram juntos.com . Corpo místico de Cristo. mas estão unidos entre si. Uma conse- quência lastimável que daí decorre é a qu~ o próprio Nos- http://www. e é justamente a existência desses dois elementos que in- troduz na vida da Igreja esse contraste particular. e tambem a criancinha de Belem. leva ao céu. tem. que as- segura a atividade transbordante da Igreja. individualidade e vida comum. XVIII. Jo. B) Mas. tambem uma desvantagem. ela é um reino celeste e tambem um reino terrestré. estão amalgamados. "ela não é deste mundo" (S. um não pode prescindir do outro..

nos membros. TI H AMER T oT H so Senhor indicou numa de suas parábolas. mas o inimigo.com . XIII. que a natureza humana corrompida tenha tanta força sobre ele? Que dizer de fulano. então. acaso não semeaste bom grão no campo? donde vem então que se ache nele joio?" ( S. . repontam: a sêde de dinheiro. na vida cató- lica? De sicrano. Fraqueza humana. que desempenha um papel de chefe. na história da Igreja.el? E não dizem que a Igreja é santa? E' possível. E' esta uma grande honra para nós... Os servos perguntam-lhe com emoção: "Senhor. ainda. Ai! \há tambem tristes páginas na história da Igreja. pecado . quando os vagalhões das trevas têm assaltado as muralhas· da Igreja. mas tambem um grande perigo. tambem há trevas. a saber : que na _Igreja há maus ao lado dos bons. não a suprime. a sensualidade surgem às vezes. mesmo quando alguem se serve dela para o mal. que tal ou tal dos seus membros leve semelhante vida.e. passo em falso. o egoismo. que é tão devoto na igreja? De beltrano. nos leigos.. semeou joio.138 M o N s. as pessôas per- guntam com espanto : Será possh:.. e a conciência per- petuamente viva da Igreja não tem conseguido vencê-las. a) Um cultivador semeara bom grão no seu campo. que é até padre? .obrascatolicas..Não a suprime. Deus ri.. as potências te- nebrosas da natureza humana decaída. como nos padres. meus irmãos? b) O mais alto atributo do homem é a liberdade de sua vontad. seu funcionamento. falta. mesmo quando o homem deixa de ser "um homem". ao lado dai luz. e mesmo nos chefes da Igreja. Infelizmente. e que.em segredo. · Quantas vezes essa pergunta tem sido ouvida através dos tempos? E' ouvida onde quer que se produza alguma coisa de triste entre os membros da Igreja. http://www. a sêde do poder.ão se imiscue no. Como se pode compreender isso. 27). durante a noite. e as suas sombras se têm espalhado sobre ela. Mt.

mas certos padres. os novos defeitos. o joio brote ao lado do trigo: em toda família. 30)? C) E assim compreendemos 111. E' nobre e emocionante a liturgia da Igreja. concienciosos. XIII. transformam-na em gestos ridícu- los. b) Sim. sofremos com isso. A IGREJA CATÓLICA 139 A parábola do Salvador devia ter-nos preparado para compreendermos que no campo da Igreja. imaculada e sem ruga. seus mem'bros . pela sua precipitação. apesar de tudo isso. Mt. a alma é o Espírito-Santo. O homem não é responsavel pelo que o corpo faz contra a http://www. Porquanto. as mesquinhezas ras- teiras. tambem há joio.obrascatolicas. cujas preces. direi aos ceifeiro. que outros novos os substituem.uita coisa.s: Ceifai primeiro o joio e atai-o em molhos para queirná-lo" (S.a nossa fé porem não deve sossobrar. mas há tambem entre eles almas fracas. e devemos trabalhar para que o joio diminúa cada vez mais. 7)? E não disse ainda: "No tempo da ceifa. a Igreja permanece santa. Temos o direito de escandalizar-nos? Só tem esse direito quem não vê que a Igreja é eterna. Choramos com isso. embora seus membros cometam faltas ou pecados. em toda paróquia. homens mesquinhos e grosseiros.. Mt. não passam de um movimento dos lábios. mas que tambem haja pessoas. O corpo da Igreja somos nós. como o homem. em toda sociedade. Segundo os desejos e no pensamento da Igreja. Certos fiéis podem ser fervorosos. e que é mister recomeçar tudo. piedosos. desde o início: curar as novas fraquezas.com . Acaso Nosso Senhor não disse : "Ai do homem por quem vem o escândalo!" (S. os seus sacerdotes são os combatentes valorosos do pensa- mento de Cristo. a lgrefa tanibem é composta de corpo e alma. a) Compreendemos que na Igreja haja preces de- liciosas. sem alma.. XVIII. . mas que seus membros e seus sacerdotes nascem e morrem. mas tambem ser ao mesmo tempo insuportáveis e cheios de caprichos.

Devemo-nos lembrar de que a Igreja tem duas histórias. o mesmo sucede com a Igreja. a verdadeira história.com . que os seus m1m1gos costumam apontar com ares de maldade triunfante. TrHAMER 'foTH vontade da alma. A impureza que nela achamos não vem dela. sem sua autorização . Uma. quando lemos a história da Igreja e nela achamos páginas negras. dem enxergar: a história da vida da graça que jorra dos sete sacramentos. ainda não teria ouvido falar dos "11'UJ. Devemo-nos lembrar disso. o Espírito-Santo. onde certamente há faltas. mas que os olhos humanos não po- . qual deve ser sabre isso o nosso juizo? http://www.obrascatolicas. pelo que fazem setis membros. mas lhe foi trazida de fora.us papas"! Que devemcs pensar disto? Será verdade que tambem ~ouve maus papas? E si os houve. contra a vontade de sua alma. de toda e~pecie : mesmo a árvore mais sã tem algum fruto degenerado. passos em falso e pecados . Ela não é_responsavel pelo que faz seu corpo. e o melhor exército tambem tem . Ora. II AS PAGINAS LAMENTAVEIS DA HIS- TORIA DA IGREJA Si considerarmos sem opinião preconcebida isso que acabamos de dizer. a história do corpo da Igreja. o homem só é res- ponsavel pelos atos em que houve consentimento da alma. que se desenrola aos nossos olhos. E' assim que a Igreja permanece pura e imaculada. A) Quem. história da santificação das almas. desertores. mesmo nas épo- cas mais tristes. por exemplo. 140 MoNs. a nossa fé não naufragará por causa das tristes páginas da história da Igreja. Outra.

Essa expressão magnífica aplica-se porventura à pes- soa ou à dignidade? Quereremos dizer por e1a que. http://www. assim como entre os doze apóstolos houve um Judas. assim tambem. por exemplo um dos papas mais recentes. percorrendo volume todo ? b )"' Mas. dizem: "Sua Santidade". não pode entretanto abalar a nossa fé. que ao maior número dos papas a expressão "Santís- simo Padre" não se aplica só à dignidade. tambem ele. é que é santa. quan- do alguem vem a ser papa. houve 81 santos canonizados. Os papas a cujos nomes se_ ligam tristes recordações. 33 mártires e 7 bem-aventurados. sujeitos à influência de partidos pode- -roso e foram levados ao sólio pontifício pela ambição da sua família ou da sua nação. e si podemos afirmar com ufa- nia:. de fato. Por mais penosa que seja esta verificação. a reconhecer com pesar que. A IGREJA CATÓLICA 141 a) Os católicos chamam ao papa -"Santo Padre". si é certo. E vemos.obrascatolicas. mas tambem à sua pessoa. Pio X. só enxergam os poucos anos ou dezenas de anos cobertos de sombras. Mas haverá alguem que se choque com isso e vire as costas ao sol ? E. na realidade.que não foram dignos do cargo. nessa magnífica his- tória de dezenove séculos. entre os 262 papas. já é um santo? ' Não ! O cargo. E.com . a dignidade que o reveste. a maior santidade de vida. quando falam dele. a verdade obriga-nos. mas ainda não foram canonizados. que. sem contar os que levaram vida verdadeiramente santà. Coisa estranha : há homens que. O sol tambem tem manchas. estiveram sobretudo em luta uns com os outros. todavia. obriga-o a se esforçar para atingir. E essa dignidade. por causa das poucas páginas sombrias e brumosas da história dos papas: ha- vemos de esquecer as numerosas páginas luminosas e edi- ficantes. entre os 262 papas houve alguns .

142 Mo N s. TI H AME R To T H

_Tambem houve, então, maus papas? Infelizmente sim.
Daí resulta, por isso, que Cristo não tenha fundado
o papado? De modo algum.
Cristo predisse que o inferno desencadearia todos os
ataques contra a Igreja. E poderia Ele ter pensado em
ataque mais perigoso do que o que atingiria a Igreja em
seu chefe?
Os maus papas são, oo;s, tam'bem uma prova da ori-
gem divina da Igrda. Porquanto, si a reliqião católica
fosse creação humana, então teria sido irremediavel11iente
arruinada pelos ma:us papas.
B) Essa idéia abre justamente novos pontos de
vista, que esclarecem ainda mais a questão. Põe em foco
o papel, da divina Providência na Igreja.
Quando Nosso Senhor Jesús-Cristo colocou a sua
Igreja no mundo, muniu-a deste viático: "Eis que estou
convosco todos os d=as até o fim do mundo" (S. Mt.
XXVIII, 20). E Nosso Senhor, realmente. sempr"' tem
protegido sua Igreia e estado com ela em todas as lutas
e provações que ela tem tido de sofrer até hoje.
a) Coni que solicitude a Providência tem guiado a
sua [Qreia.
Primeiramente, houve três séculos de perseguiçõ~s
sangrentas. · O seu fim era fazer amadurecer a Igreja
de Cristo, visando a dominação espiritual, e demonstrar
que a verdade não seria vencida por nenhum cruel terror.
Logo depois da vitória da verdade, a Igreja pôde
empreender uma nova tarefa: a educação dos povos. Mas
agora, ao lado do triunfo das forças da verdade, devia
tornar lugar a vitória moral da conquista das nações bár-
baras, por uma paciência e uma caridade sem exemplo,
ou por uma severidade e uma disciplina paternais, ou mes-
mo pelo brilho das suas pompas exteriores.

http://www.obrascatolicas.com

A IGREJA CA~ÓLICA 143
Quantos se escandalizariam hoje da severidade e das
pompas da Igreja na idade média! Entretanto, si a Igre-
ja - no interesse da salvação da alma de seus filhos -
combateu, fulminou com a excomunhão, puniu os obsti-
nados, só pode escandalizar-se disso quem ainda não viu
uma mãe que castiga, ou os olhos carregados de ameaça
de um pai, quando educam filhos indisciplinados ou pro-
curam protegê-los nos perigos. Não devemos encarar
tudo isso do ponto de vista atual, mas conforme o modo
de pensar daquela época.
E si os bispos na ida<le média galopavam em corséis
fogosos e desfilavam perante seus súditos seguidos duma
escolta deslumbrante, si residiam em castelos, como "prín-
cipes da Igreja" ... tudo isso, evidentement~. parece-nos
atualmente inimaginavel. Mas não n0s choquemos com
que a~s1m fosse outrora. Com ef e1to. nfo teria sino pos-
sivel, com manjes andando de pés descalços, conquistar ao
Cristo um povo habituado ao esplendor. às pompas exte-
riores e ao fausto: faziam-se mister nríncipes da Ig-eja
cavalgando corséis !'spurnantes. reve~~1dos de ouro f' prata.
E aí está porque, na idade média, os bispos anda-
vam a cavalo e eram tambem ricos senhores... Sómente ...
b) Sómente, a divina Providência b"m sabe quando
a Igreja precisa do poder exterior para realizar sua fina-
lidade, e tambem quando não precisa. E quando não
precisa, e quando é melhor que seja privada disso para a
direção das almas, então Deus tem o cuidado de tirar isso
das mãos da Igreja e de substituí-lo por outra coisa.
Para domar os povos bá~baros da idade média, a
Igreja precisava tambem da força exterior, temporal. Mas
hoje, parece que a divina Providência quer aproximar a
Igreja das almas sem o pod~r político, sem os bens ter-
renos, fora da influência do Estado, unicamente pela força
do amor e da caridade. Seja como for, tudo sucede como
a Providência o quer. Mas é certo que, sejam quai~ fo-

http://www.obrascatolicas.com

rem as mudanças que o futuro reserve, a humanidade,
nas suas instituições políticas e sociais, nunca poderá pres-
cindir do amor dos representantes de Cristo, nem da força
que prega a fidelidade ao dever e a pureza dos costumes.
Enquanto os filhos ainda estão em tenra idade, pre-
cisam frequentemente das advertências dos pais, e mere-
cem até às vezes sérias punições. E' por isso que, nos
séculos remotos, saíam frequentemente dos lábios da Igre-
ja palavras de censura, e, si isso não bastava, a excomu-
nhão fulminava governantes e povos.
Hoje, os povos chegaram à maioridade. A Igre-
ja, evidentemente, ·não deixa de persistir mãe deles, mas
dirige-se a eles, como os pais falam a filhos já grand~es ;
- ainda hoje ela lhes faz censuras, quando preciso, não
com o tom severo de outrora, mas, com os acentos dum
amor inquieto. Ainda hoje, vivem entre vós bispos e
padres, mas eles não têm mais o direito de viver como
senhores, por trás das janelas engradad~s dos bispados:
eles participam em sua alma dos sofrimentos de corpo e
alma dos seus fiéis.
Mas, assim como Cristo estava com a Igreja quando
era cercada desse brilho mundano, desse poder e desse
esplendor, estará tambem com a Igreja, si um dia, talv~z,
ela f ôr despojada de todo poder e de todo brilho exterior,
continuando porem a sua. santa missão de pregar aos fiéis
a doutrina de Cristo. ·
S. Pedro, o primeiro papa, tinha um báculo pastoral
de pau, Pio XII, · o 262. 0 papa, tem um báculo de ouro
e prata. De que será o do último papa'? Quem poderá
dizê-lo?
a) Si Nosso Senhor J esús-Cristo vi._!sse a.tua/,mente
ao Vaticano, e alí recebesse as homenagens do papa des-
cido do trono e prostrado diante dele no pó, certamente
não mudaria nada ao seu poder, nem ao seu campo de ati-

http://www.obrascatolicas.com

A IGREJA CATÓLICA 145

vidade, como nada tambem ao seu ambiente de corte, à
sua habitação, aos seus paramentos de ouro.
Com efeito, foi a divina Providência quem quis que,
durante os três primeiros séculos, os papas não estivessem
num trono, mas na prisão, e que, dos 32 primeiros papas.
30 morressem mártires. Foi a divina Providência quem
quis que, na idade média, os papas e os bispos estivessem
em tronos, cercados de esplendor e de fausto, para condu-
zirem o rebanho de Cristo. Mas, do mesmo modo, a di-
. vina Provid_ência tambem poderia querer que um dia o
vigário de Cristo fosse obrigado a descer de .novo à nu-
. dez das catacumbas.
b) Não conhecemos o futuro. Não sabemos o que
a Providência, reserva à Igreja.
Mas sa'bemos uma coisa. Sabemos que a Igreja tem
duas faces, humana e dimna. Sabemos que a atividade
da Igreja é composta desses elementos humanos e divino, e
só os que não pensam nisto, é que se escandalizam das
faltas e das nódoas, que se prendem à Igreja.
Precisamente po:que a Igreja é composta de homens,
sempre penetrarão nela fraquezas humanas. Não nos en-
vergonhemos de reconhecer, com o apóstolo S. Tiago, que
"todos pecamos em muitas coisas" ( S. Tg., III, 2). Não
nos envergonhemos de reconhecer que temos nossos de-
feitos, e que pesam sobre nós as imperfeições de milhões
e milhões de cristãos, há dezenove séculos. Mas, ao lado
das pequenezas humanas, devemos tambem pensar na
·grandeza divina. No semblante da Igreja, não devemos
ver apenas os traços humanos, mas tambem os traços di-
vinos; de maneira que é impossível não constatarmos nisso
uma solicitude manifesta d~ divina Providência.
Quem olha a Igreja sem espírito preconcebido, tem
que reconhecer mesmo por trás das rugas de dezenove
séculos como, incessantemente, o Espírito-Santo. ag~ so-
bre ela, com uma força que rião decresce.

10

http://www.obrascatolicas.com

146 MoNs. TIHAMER ToTu

Quem vê isso, ainda hoje, é obrigado a exclamar, co-
mo Jacó quando acordou do seu sonho: "Certamente o Se-
nhor está neste lugar, e eu não sabia" (Gên., XXVIII,
16). E' obrigado a dar o testemunho que Nosso Senhor
deu de Si inesmo. "Os cegos vêem, os coxos andam, os
leprosos são curados, os surdos ouvem, os mortos ressus-
citam ... Feliz aquele que não se escandalizar de mim"
( S. Mt., XI, 5-6).

* * *
E agora, irmãos, respondei a esta pergunta : Podeis
considerar sempre a Igreja, com o entusiasmo duma pie-
dade filial? Ou, quando numa praia ou num ambiente
viciado pela fumaça dos cigarros, caluniam a nossa santa
religião, vos juntais facilmente às zombarias e julgais tão
mesquinhamente quanto o remendão de Veneza?
Que fazia esse remendão? Postava-se embasbacado
diante do quadro de um célebre pintor italiano, e quando
lhe perguntavam si o quadro lhe agradava, êle respondia
dando de hombros: "E' bonito, é bonito. Mas uma fivela
do sapato de um dos personagens não foi pintada no lu-
gar certo".
Meus irmãos, a: nossa Igreja segue o caminho da His-
toria há dezenove séculos. Esse caminho é certamente
poeirento, pedregoso, - deverei então escandalizar-me de
que seus pés tambem estejam cobertos de pó? Hei de es-
candalizar-me de que o ideal e a realidade nem sempre se
ajustem exatamente, como jamais se ajustam onde quer
que intervenha mão humana?
A Igreja tem duas faces. E amo-te, Igreja Católica,
minha Mãe, apesar das rugas do teu semblante, anr.o-te
apesar de aJ,guns defeitos d(1i tua vida exterior, porque amo
o teu semblante interior, a tua alma, a fonte da tua 'Uida
íntima: amo a Nosso, Senhor Jesús-Cristo. Amém.

http://www.obrascatolicas.com

porém. Jamais. as que se referem a defei- tos reais da vida da Igreja. Têm havido. Mas têm havido tambem na Igreja qualidades. E' lastimavel e devemos trabalhar para que o ele- mento humano seja cada vez mais relegado para o segundo plano. e têm havido tambem na vida da Igreja acontecimentos em que. será possível afastar to- talmente esses defeitos. a pena examinarmos detalha- damente ess. mas que não merecem essa qualificação. e tambem as que se referem a defeitos aparentes. que só podem ser chamados defeitos em consequência dum juizo precipitado e parcial.com . Ouvimos. que certas pessoas en- caram como defeitos. com a sua dupla natureza. alegações lançadas levianamente por pessoas frívolas ou mal intencionadas . se acusa o lado humano da Igreja. vale. por demais. na Igreja. infelizmente. divina e humana. é necessário '=llfrenta-mos as objeções que os espíritos superficiais le- vantam contra a nossa Igreja. na História páginas realmente tristes. pois. XII ' A INTOLERÂNCIA DA IGREJA A presente instrução será a sequência lógica da ante- rior. têm havido na sua vida manifestações.obrascatolicas. porque eles vão de par com o du- plo semblante da Igreja. lacunas e imperfeições. para http://www. como foi dito na instrução precedente. Para formularmos um juizo imparcial. a cada instante.es pretensos defeitos da nossa Igreja.

antes. é assim que se indignam. não conhecem a doutri- na da Igreja. mas somente porque A) duma parte. Não é espantoso? Será possivel que quem não fór católico seja condenado?" E' assim que as pessoas se revoltam muitas vezes con- tra a Igreja.com . "Ela proclama que só ela é a religião da salvação. ao menos reconhecem a legitimidade das outras religiões. E para podermos examinar bem essas dificuldades. A) A um homem razoavel. não refletem no que dizem. consagrar-lhes-ei não só esta instrução. T1HAMER ToTH nos certificarmos si são defeitos ou. quando afirma alguma · coisa.148 MoNs. "Como pode a Igreja Católica ser tão intoler~nte ?". virtudes. não é indiferente a Deus o ser adorado em tal igreja ou em tal outra? As outras instituições cristãs. mas a Igreja Católica. convem refletir tambem em todas as suas conse- quências. Ora. si nos devemos escandalizar deles ou.da Igreja Católica desempenham talvez o primeiro papel : é por isto que so- mos obrigados a ouvir a maioria das censuras. 1 A "INTOLERANCIA" DA NOSSA IGREJA PARA COM AS OUTRAS RELIGiõES Entre os "defeitos" que alguns nos exprobram tão facilmente.obrascatolicas. ou só a conhecem pela metade. que se escandali- zam. mas ainda a se- guinte. não. ouvimos dizer a cada instante. Pois bem ! reflitamos no que resulta dessa afir- http://www. é por isso que dizem que a nossa· Igreja é "intolerante" para com as outras religiões. Diz que fora dela não há salvação. franqueza . antes 1 reconhecer neles os sinais da verdadeira Igreja. a coragem e a. e B) doutra parte.

ao lado uns dos outros: que confusão haveria! Brama. b) E tambeni a contradiz a. Buda.obrascatolicas. Admitamos que os representantes das diversas religiões ~stivessl!'m numa mesma sala.boas". os Adventistas. SimJ http://www. De que servem então todos esses esforços para fazer conversões? Si todas as religiões são igualmente boas. etc.são todos igual- mente dignos do nosso culto? Um ensina uma coisa total- mente oposta à doutrina do outro. E' ela que cria a civilização e a cultura moral. Si todas as religiões são boas. mas acaso tem tornado os homens mais religiosos? Absolutamente não. sem -energia. então por que é que centenas de seitas. então não compreendemos por que cada religião .com . os deuses do Olimpo .zão. os Salutistas. As estátuas de Buda são inertes : os seus servidores são inertes. isto é.esta máxima já pe- netrou no povo. mostram tanta atividade em conseguir adeptos? Pois 'bem ! a experiência quotidiana contradiz essa afirmação de que "todas as religiões são . sã ra. Os deuses do Olimpo são imorais: os povos grego e romano são sem moralidade. falsa é tambem a formação do porn.qualquer religião. A IGREJA CATÓLICA 149 mação de que cada qual pode adorar a Deus em . os Sabatistas. Calvino.) Si todas as religiões são igualmente boas. que todas as religiões são igualniente boas. Maomé. E' á consequência lógica. e) Essa· afirmação tambem é contrária à moral. Lutero. Si o funda- mento religioso é falso. os Nazarenos. Júpiter. Tem-nos tornado irreli- giosos. Marte. então cada uma em particular não é boa.se esforça por chamar a si os homens. A religião penetra profundamente a vida do homem. os idolos. "Todas as religiões são boas" . "-T odas as religiões são boas" . os Batistas. os Metodistas.afirmam aqueles que não têm re- ligião. Um adora o que outro rejeita. a.

obrascatolicas. indiferente. portanto. sois a justiça. adoro-te". pois. então isso deve ser-lhe indiferente. faziam-se hecatombes humanas . Mas o ca- tólico faz esta oração: "Senhor. ajudai-me a ser justo. matavam-se crianças. Na Meca. a Igreja Católica é a única Igreja que nos pode salvar. e fora dela não ~ salvação. basta refletirmos nas consequências dessa afirmação feita levianamente. si "todas as religiões são boas".e tudo isso é in- diferente a Deus? Tudo isso é igualmente agradavel a Deus? A vida de um S. Em Cartago. B) Escandalizam-se ainda os que não conhecem exa- talmente. as pessoas se atiravam sob as rodas dos carros dos deuses. -Quantas dificuldades. Senhor. pois. E Deus que dirá disso? Aprova. Como estais vendo. de que "pouco importa a igreja em que adoramos a Deus". sê-lo-ei também. para lhe vermos os ab- surdos. Vicente de Paulo seria equivalente ao enterneci- mento sentimental com que se contentam certas religiões? Õ pagão idólatra reza deste modo: "Touro. Mercúrio. A natureza da religião não é.150 M o N s. és urna deusa. eu também serei impuro. acha isso bem. A nossa Igreja sustenta realmente que só ela é a verdadeira Igreja de Cristo. quantas objeções somos obrigado~ a ouvir dos que não compreendem bem e~s~ http://www. tal povo. irmãos. ajudai-me a ser puro. No Hindostão. ajudai-me à ser manso". -a doutrina da Igreja.Luiz de Gonzaga teria o mesmo valor para Deus que a de um sultão turco com o seu ha- rem de cento e cincoenta mulheres? A caridade heróica dum S. facilmente se escandalizam. sois a pureza. tu é que és deus. cegonha. T I H A M ER T oT H tal religião. ibis.com . ou só conhecem pela metade. Os antigos Romanos oravam também: "Venus. os que não re- fletem no que dizem. Acaso é isso indif crente a Deus? Mas. Senhor. és um espertalhão. já que "to- das as religiões são boas". tu é que és deus. sois a mansidão. gato. a deusa da impureza.

5). 16). é o que ela ensina. os poderes que deu. Essas palavras são decisivas. A IGREJA CATÓLICA 151 dogma de fé ! "Como se pode ser tão intolerante.pois é o que ela proclama realmente . tão ar- rogante?". Que Cristo fundou uma única Igreja e essa é a Igreja Católica. bastaria compreender 'bem esse dogma. Jo. Sim.diz com isso que é a unica que está na posse dos poderes dados por Cristo à sua Igreja. pode entrar no reino de Deus" (S. E isso que quer dizer ? Que Cristo deu uma unica embarcação na qual pode- mos atravessar a vida de modo a alcançarmos as margens da eternidade bem-aventurada. é impo5sível sofismar. para que todos os malentendidos desaparecessem. "Ninguem. Ora.. foi Nosso Senhor Jesús-Cristo que assim decidiu.. Jo. Que só esta con- serva a doutrina que Cristo pregou. quem não seguir esse caminho perecerá. os instrumentos de graça que instituíu para fortificar e guiar as almas..obrascatolicas. b) Censuram à nossa Igreja o ser "intolerante" porque não reconhece as outras igrejas como verdadeiras religiões de Cristo. XVI. si não renascer da água e do Espírito. ai) Quando a nossa religião proclama que é a única Igreja que pode proporcionar a salvação . que o afirmamos. e dar-lhes outro sentido. "Quem crer e for batizado será salvo: quem não crer será conde- nado" (S.com . Mas não é a Igreja que é intolerfJtnte. e que só ela conserva a totalidad{! da revelação e a plenitude dos instrumentos de graça. 16). III. http://www. Me. Mas como ousa a Igreja afirmar isso? Não haverá orgulho em afirmar que fora da Igreja não há salvação? Não somos nós porém. XIV. "Eu sou o caminho. Deus é o soberano Senhor das suas criaturas. a verdade e a vida" (S. Tem o direito de lhes prescre- ver o caminho a seguir. dizem eles.

. ~sses são mêmbros da Igreja em abna e em desejo. participam também da verdade e das graças de Cristo. os quais. porque não suportam que 2 X 2 sejam S.obrascatolicas. Enfim. urna única religião.perguntarei aos que assim se indignam.nos registros de batismo da terra . Si ela acredita ser a verdadeira Igreja de Cristo. A verdade é intolerante. mas vamos devagar. E' verdade que quem não pertence à Igreja Católica será condenado. Mas pode-se pertencer à Igreja Católica de dois modos. _Sim. admitido entre os membras da Igreja: há no mun- do cerca de 360 milhões de católicos desse genero. de qualquer religião em que tenham nascido. estão persuadidos da ver- dade da sua religião e lhe observam os preceitos. não conhecem a Igreja Católica. sem que haja nisso culpa de sua parte. As matemáticas são intolerantes. em conse- quência. Como se pode dizer senielhante coisa? que _O pro- testante~ o judeu. desse modo. isto é. Há.com . o mussulnwno.excla- mam. . sim ! . mas no re- http://www. a Igreja Católica é intolerante porque Cristo só fundou uma única Igreja. que quem não é membro da Igreja Católica não pode ser salvo. Per- tence-se-lhe quando se foi batizado catolicamente e. portanto. O raio de sol é intolerante. porque não suporta a seu lado o gelo. Fostes vós que acabastes de dizê-lo! Quem não é membro da Igreja Católica será con- denado. desde esse ins- tante é obrigada a afirmar que as outras religiões não estão de posse de toda a doutrina de Cristo.152 Mo N s. no mundo cerca de 360 milhões de ca- tólicos . c) "Ah! Aí está justamente o orgulho! :-. porque não suporta a seu lado o êrro. TI H AME R To T H é a própria verdade. o pagão estão todos con- denados!" Mas quem diz isso? . Mas contamos tambem entre os católicos essa multidão de ho- mens de boa vontade.

Efeti- vamente.não ousa afirmar isso de si mesma. a Igreja Católica considera como seus filhos ·- que sublime doutrina ! . Disto estamos convencidos. De fato.que de tudo sabe . comete um suicídio. como o filho pródigo. tambem não ensinamos que todos os membros das outras religiões serão condenados.êles são em muito maior número. Só há uma religião que possa ser a verdadeira: é o catolicis- mo. mas . si a Igreja cedesse.que podemos agora responder a esta pergunta : A nossa religião é verdadeira- mente intolerante? A resposta é simples e clara: Certamente. ainda não a puderam achar. que. assim como não ensinamos que todos os católicos serão salvos. mesmo de outra religião. mas por causa do nevoeiro e das trevas. perante Deus.. em alma e em desejo.Nossó Senhor Jesús-Cristo tambem o foi. a) Somos intolerantes nas questões dogmáticas.dogmas.. Jo. se acham a caminho da casa de seu Pai. X. poderíamos dizer: a propria Igreja não acredita na sua verdade. Por isso. o pagão de boa fé. Mas.todos aqueles. C) Creio . não pode permitir que participemos do culto de outra religião. mas não o somos na vida cí- vica e social.obrascatolicas. pois seria aposta- sia. não pode permitir que os filhos dum casamento mixto sejam de outra religião. nos nossos .meus irmãos .com . E' intolerante a Igreja Católica? Sim. quando disse daquele http://www. ou o transviado de boa fé pertence à Igreja. ainda. A nossa Igreja não pode esquecer estas -palavras do Salvador: "Tenho ainda outras ovelhas que não são deste redil" (S. Por isto. e. E' severo esse dogma? E'.quer dizer. Mas a nossa Igreja ousa afirmá-lo. pois seria uma apostasia. Uma religião que. E ousa tambem tirar daí as últimas consequências. somos intolerantes . 16). A IGREJA CATÓLICA 153 gistro de batismo do céu .

e não podemos dizer que "to- das as religiões são boas". sou intolerante para com quem se oponha à minha convicção. tal como são intolerantes não somente as verda- des de fé. Conquanto lastimemos que os seus adeptos não estejam entre nós. quando excomunga- vam os hereges: "Quando nós mesmos. depois destas explicações.com . Mas quando http://www. o crime.. pois isso equivaleria a dizer que "todas as religiões nada valem". 8). mas tambem todas as demais verdades. Apenas. não devo exigir que os de opinião contraria sejam obrigados a curvar a cabeça. Nas questões dogmãticas somos. E é justo. de que haja um só rebanho e um só pastor. não a proclamamos igualmente na vida cívica. Sem dúvida. ~ à primeira vista~ frase realmente sever~. mas queremos estar em paz com os hereges. Tambem o foram os apóstolos. Penso. nem o juiz. ou um anjo do céu vos anunciasse outro Evangelho que não este que ha- veis reeebido. o médico não "tolera" a doença. pois. realmente in- tolerantes. I. estamos em guerra com o erro. XVIII. nada mais tenho a dizer sobre as objeções que nos dirigem constantemente. 17). Desde que eu esteja con- vencido de que uma coisa é verdadeira. Desprezamos então as outras religiões? Oh! não. si proclamamos a intolerância nas questões dogmáticas. e embora rezemos ardentemente para que se realize o ardente desejo do coração de Nosso Senhor. b) E' por isto que.154 M o N s. Mas nada podemos ceder dos princípios da nossa fé. sabemos respei- tar as convicções dos outros. 2 X 2 não '"toleram" outro resultado sinão 4. O jardineiro não "tolera" a erva daninha num canteiro de flores. O mestre não "tolera" uma resposta falsa. T1H AM ER T oT H que não escuta a Igreja "seja ele para ti como um pagão e um publicano" ( S. seja anátema" (Gálatas. meus irmãos. que. "Quem não for membro da Igreja não será salvo". Mt.obrascatolicas.

que acredita inabalavelmente que a sua religião é a bôa. pelo contrário. A IGREJA CATÓLICA 155 se sabe que a Igreja Católica coloca entre seus membros todo homem de boa vontade. A) Há pessoas que não podem suportar o princí- pio de autoridade. mas. exigida pela Igreja. tambem pode pertencer à Igreja Católica? Assim compre- endemos que a Igreja reconheça ainda. Sejam quais forem as_ ~rescrições da Igreja. a acusam de outro extremo : de ser intolerante para com seus próprios fiéis. a) E é a verdade: Assim como a Igr.dizem eles.e as3im. II A INTOLERANCIA DA NOSSA IGREJA PARA COM SEUS PROPRIOS FI~IS Mas a Igreja Católica ainda é obrigada a ouvir crí- ticas de outro gênero. os homens que. como seus filhos. a submissão. porém. a obediência que não to- lera o oportunismo. por mais profundamente que pene- trem na vida privada e familiar. tendo vivido antes de Cristo.eja obedeçe a Détus. e que utiliza todos os meios dessa religião para servir a Deus.do que quando proclama que aquele que exteriormente está bem longe da verdadeira religião de Cristo. dos seus próprios fiéis.com . e mesmo talvez nunca tenha ouvido falar de Cristo. tambem reclama 4 olJedifnçiç de $Cus fiéis para con· http://www. "E' demais . então realmente não há nada de "terrível" nesse dogma. não "intolerante". Outros. cumpre obedecer-lhes co- mo à própria palavra de Deus". amaram e serviram a Deus sinceramente. "indulgente" . Alguús lhe exprobram o ser intole- rante para com as outras religiões. e ensine que tambem eles seriam salvos pelos merecimentos do futuro Redentor.obrascatolicas. Pode a Igreja ser mais liberal .

18). Mt. quem me despreza. porque Cristo lhe confiou. "Do mesmo modo que a Igreja é intole- rante para com os membros das outras religiões. e tudo o que desligardes na terra _será desligado no céu (S. B) À luz dessas idéias..com . a mim escuta. e é isso que S. tas palavras extremamente significativas: "Quem vos es- cuta. com inteira paciência e sempre instruindo" (IP Tim. 2). compreenderemos melhor a psicologia da Igreja. IV. com o cuidado da salvação das nossas almas.. tudo o que ligardes na terra será ligado no céu. fazendo-se obediente até a morte. os direitos de Deus. Si alguem a ataca. exor- ta. E' esse sentimento de responsa- bilidade que devemos descobrir na atitude da Igreja. Lc. a mim despreza . Paulo: "Prega a palavra. a obediência é a virtude caracte- rística do católico. E' da Igreja que dependem a extensão do verdadeiro culto de Deus. A Igreja pede-nos uma obediência sem condições. Será exagerada essa conv. e quem vos despreza.icção que a Igreja alimenta. Compreenderemos porque é que ela é tão susceptivel nas questões de respeito da au. não é a si mesma que ela sente atacar. assim tambem é às ve!les de ·masia.s http://www.. 8). podemos ainda responder a outra objeção. insiste a tempo e a contratempo.obrascatolicas.156 M o N s. ora.. toridade: ela representa entre nós a autoridade divina. são . T I H A M E R T oT H ' sigo mesma. de que por trás de todas as suas prescrições se acha a au- toridade de Deus? Mas o Filho de Deus pronunciou es:. XVIII. ameaça. 16)? E. Paulo mais faz salientar na vida de Cristo: "Humilhou-se a si mesmo.do s~era para seus próprio. Por isto. quan- do exige uma obediência inflexível. e morte de cruz" (Filipenses. _ b) Si considerarmos estas coisas. e a extensão dos efeitos da redenção. repreende. noutra circunstância: "Em verdade vos digo. X. uma grande responsabilidade. II. E' a ela que se dirige em primeiro lugar o aviso de S.. despreza Aquele que me enviou" (S. sem compromissos.

A Igreja de Cristo tem o hábito de abençoar. como exemplo : prepara-se um casa- mento mixto. lhos de seus membros seja educado noutra religião.:. para que a Igreja lhe declare: Desde que não observaste minhas re- gras fundamentais e me volveste as costas. Outros quereriam casar-se. E si qualquer insignificante associa- ção duma aldeia tem o direito de excluir aqueles de seus membros que não obedecem aos seus estatutos. nun- ca amaldiçoar. e é por isto que. a parte católica afrontou a Igreja e s~ excluiu dela. e a Igreja Católica não os casa. ela não pro- cede ao casamento. pode-se recusar esse direito à maior associação do mundo. A Igreja tambem só faz isso: excluí-los.obrascatolicas. a) Primeiramente. Mas basta examinar um pouco mais a fundo es~ alegações. desde esse instante.com . tam- bem do gozo dos seus direitos. "excluem"-se. faz-se mister. Alguns anos http://www. b) Mas acreditai bem que a nossa Igreja não se d_e- cide a essa penalidade dolorosa sinão em último extremo. E' um exagero. não se "amaldiçoam" os membros indignos. e parece bem dura nos seus mandamentos. A Igreja Católica não pode admitir que siquer um só dos fi. e. Tomemos um caso. naturalmente. que alguem tenha transgredido gravemente uma ordem da Igreja. mas a parte não-católica não quer firmar o compromisso de fazer educar catolicamente os filhos. Mas. si o compromisso não for firmado. A IGREJA CATÓLICA· 157 fiéis. A uns. porem. As pessoas vão então casar-se na igreja de outra religião. a Igreja niio "amaldiçoa" nin- guem. não me resta mais outra coisa sinão tirar daí as consequências: ex- clúo-te da lista dos meus membros. à Igreja Católica? Primeiro. Nas agremiações. não permite confessar-se nem comungar. Eis aí essa "excomunhão" tão frequentemente comentada. Há ho- mens que ela excomunga. e compreende-se o quanto é hem fundada a ati- tude da Igreja.

sem coração. LXXXVIII): "Ame- mos o Senhor. Mas sem a Igreja tambem não há. e no en- tanto respeitamos as suas convicções religiosas. si afirmamos que a nossa religião é a verdadeira.obrascatolicas.. não fazemos injúria a ne- nhuma outra.__ e não cedemos nada desta crença. não deixa siquer a gente se con- fessar . mas não pode receber a absolvição. De que serve confessardes o Senhor. a Igreja como nossa Mãe. Mas:. amemos tambem a sua Igreja. e ter-se-ia agora o direito de ne- gá-lo? A religião de Cristo é a religião católica . . ". sabemos que a outra está no erro. como nosso Pai. porque vive num matrimônio que não é válido para a Igreja. Cada vez que criticarem levianamente diante de nós a Santa Igreja.. Mas nunca cessamos de rezar para que chegue o dia em que se rea- lize o maior anseio de Nosso Senhor: que haja um só re- banho e um só pastor. * * * Meus irmãos. pelo caminho donde não pode volver? A Igreja sofre quando é obrigada a punir severamente certos filhos seus . Sobrevem então a recriminação ha~itual: "A Igreja é cruel.com . Deus..158 Mo N s. . confessar tambem seu Filho e reconhecerdes que http://www. Nosso Deus. T1H AME R ToT H depois. e não quer mudar de situação. lembremo-nos destas palavras de Santo Agostinho (Enarratio in psalm. dizei-me: quem foi que en- veredou. a sua conciência já não lhe deixa repouso. da quereria confessar-se.. Foi o que sempre afirmou o cristianismo. sem Cristo não há salvação. meus irmãos. Cipriano). "Não pode ter a Deus por Pai quem não tem a Igreja por Mãe" ( S. mas não pede fazer de outro modo sem se tornar infiel ao mandato de Cristo. num gesto de desafio. Entretanto. venerar e 'glorificar a Deus. pois a Igreja é Cristo vivo no meio de nós.

. A graça de Nosso Senhor Jesús-Cristo seja convosco!" (Rom.. si ao mesmo tempo desprezais a sua Igreja?. irmãos. . afastando-se do ensinamento que haveis rece- bido. nosso Pai. A IGREJA CATÓLICA 159 füe está sentado à direita de Deus. E cada vez que. mantende- vos todos unânime e càrajosamente junto de Deus. a tomar- des cuidado com esses que causam as desuniões e os es- cândalos. ofenderem a nossa santa religião lembrai- vos do aviso de S. afastai-vos dêles.obrascatolicas. 17-· 20). e da Igreja.com . irmãos. Amém.. numa so- ciedade leviana. XVI. Porque tais homens não servem a Cristo Senhor N o'sso. nossa Mãe".. http://www. Por isto. Paulo: "Exorto-vos. O Deus de paz esmagará em breve Satanaz debaixo de vossos pés.

MUNDANISMO" J?A IGREJ~ A santa Igreja de Christo nada precisa dissimular.- sai dolorosamente.Os sé- culos. sem decepção. XIII O ".civilização cristã. nos grossos e magníficos volumes da sua história as poucas paginas deploráveis em que o elemento humano sobres. realmente não devemos nos admirar de nenhuma dessas excrescências. E quem pode considerar assim o cristianismo sem reconhecer a sua gran- diosa beneficência?" Na instrução anterior considerámos algumas das crí- ticas ·que espíritos superficiais dirigem gratuitamente ·à http://www. mas julgar a árvore. que é tranquilamente. .:. que vemos na sua fisiono- mia algumas rugas acidentais. . ·achamos sem dúvida muita coisa que parece vil. como as águas. na sua existencia ao passo que se obs- curecem os traços divinos. não apenas pelo seu tronco fendilhado. O grandes pensador húngaro Joseph Eõtvõs tem razão em escrever : "Numa história de perto de dois mil anos. sem espanto.mas tambem pela sua aburi.obrascatolicas. si consideramos o longo pas- sado da . e lemos. pelas suas flores e frutos. e.com . não depositam na sua passagem os seus elementos mais puros .que traz cicatrizes centenárias . A sua história dezenove vezes centenária é uma sequência tão ininterrupta de atividade grandiosa e abençoada. dante folhagem.

censu- ras. com o seu luxo. esses paramentos sagrados. e vimos que os fatos assim censurados não consti- tuem defeitos. Desejaria que não ficasse n'alma dos meus caros leitores. A IGREJA CATÓLICA 161 Igreja. essas pedrarias e as riquezas artísticas das igrejas. com a riqueza dos seus papas e dos seus padres. Cristo disse: "O meu reino não é deste mundo'' ( S. XVIII. não é mais a velha Igreja de Cristo.obrascatolicas. 11 http://www. Jo. Quem é que não tem ouvido frases deste gê- nero: A Igreja Católica está hoje bem afastada do cris- tianismo antigo. com a tiara de ouro. Encaremo-las corajosamente. quando Cristo e seus apóstolos não tinh~m onde repousar e cabeça? Para que essa multi- dão de empregados. na presente instruÇão cóntinuarei a responder a outras objeções. é. de· ouro e prnta. 36). Meus irmãos. objeções desse gênero ou análogas? Que havemos de fazer? Assustam-nos? Absolutamente não. sob o nome de secularização da 1gre ja. aqueles grandes apo- sentos. Para quê esse poderoso palácio do Vaticano.com . nem a me- nor sombra de dúvida. bem deste mundo. Pedro. aqueles tesonros. virtudes. anterlürmente. mas a Igreja Católica. quando se poderia tambem adorar a Deus no silêncio de um simples quarto? Eis aí em que larga medida a Igreja Católica se mundanizou. Por isto. com o seu poder exterior. da pretensa ''intolerância" da Ig!'eja. Quisera ocupar-me aquí da censura que certas pessoas faz~m levianamente. agora falaremos do pretenso "mundanismo" da Igreja. com os seus paramen- tos prectc:sos. certamente.. Falámos. para quê o óbolo de S. Estudemos tranquila- mente essas afirmações. quem não tem ouvido críticas. mas~ pelo contrário. quando Cristo era pobre e andava descalço? Para quê essas nume- rosas cerimônias.

com . não existiam outrora. a) E' bem verdade: na época de Cristo não havia nada disso.ões romanas. porque seriam supérfluos na Igreja primitiva. na verda- de. Não havia nada disso na época de Cristo". foi-se tornando necessário que crescesse tambem essa organização. Mas devemos reconhecer que. mas atualmente 05 12 apóstolos são cerca de 1. assim tambem. A) Censuram ao PªPª~º magnífico palácio do Vati- cano. o g~)Verno duma Igreja de 360 milhões de membros exige essa multidão de paróquias e de dioceses e as congregac.000 sacerdotes. os seus grandes aposentos. Mas.500 bispos. por causa disso. si Nosso Senhor Je- sús-Cristo quis realmente estender a sua Igreja pelo mun- do inteiro. todo aquele imenso aparelho administra- tivo com o qual ele dirige os negócios da Igreja universal. isto é.obrascatolicas. os seus secretários. que contava apenas algumas centenas ou milhares de membros. Porque absolutamente não era necessário. já não usava as v~stes que tinha aos três anos . Na época de Cristo havia 12 aPóstolos e 72 discípulos. ess?s ministérios variados que." "Para quê todo esse imenso organismo de direção? per- guntam em tom de indignação. Quando Cristo atingiu a idade de trinta anos. e os 72 discí- pulos cerca de 300. TI H AME R To T H I O BRILHO EXTERIOR E A RIQUEZA DA IGREJA Em primeiro lugar censuram-nos o brilho exterior do papado e a riqueza material da Igreja. I 162 Mo N s. não se tem o direito de dizer que a Igreja Católica se mundanizou. como provas do "mundanismo" da Igreja. precisava para isso duma grande organização. os seus funcionários. À medida que a Igreja crescia. http://www.

A IGREJA. CATÓLICA 163

b) Além disso, si Cristo realmente quis estender a
sua religião pe!o 1nundo inteiro, certamente ninguem se
escandalizará de que, entre os povos ocidentais, os fiéis
e os sacerdotes mem trajes diferentes dos dos orientais,
vivam noutros alojamentos, noutras formas sociais, se ali-
mentem diferentemente e segundo as evoluções do tempo
e os progressos das épocas, não andem descalços, não se
vistam de burel, não comam gafanhotos ne~ mel silves-
tre. . . Por causa disso, não se tem o direito de acusá-los
de se haverem mundanizado e de se terem afastado de
Cristo.
Sem dúvida, Cristo disse a seus apóstolos: "Seguí-
me''; mas não disse: "Copiai-me". Sim, copiemos-lhe a
alma, o espírito, mas não o aspecto exterior.
Nosso Senhor, provavelmente, andava de sàndálias
ou talvez descalço ; mas em parte alguma lemos que :e.te
tenha dito: "Aprendei a andar descalço, a meu exemplo"; •
Ele disse: "Aprendei de mim que sou manso e humilde
de coração" (S. Mt., XI, 29).
Nosso Senhor alimentava-se de pão, peixe, tâmaras,
mel, e andava a pé, mas nunca disse : "Si não andardes a
pé como eu, e si não comerdes como eu, não podeis ser
meus discípulos".
Nosso Senhor, provavelmente, tinha cabelos compri-
dos e usava b;:trba, mas os padres atuais não estão dist<m-
c!ados de Cristo, porque cortam o cabelo e a barba.
Nosso Senhor navegava em canoa de remos, o mis-
sionário atual viaja em transatlântico; Cristo entrou em
Jerusalém numa mula, o sucessor atual dos apóstolos cir-
cula em automovel por entre os fiéis, - e no entanto
não se afast~ de Cristo. Na: verdade, Cristo viajou, ves-
tiu-se, comeu e falou, como os homens da sua épo~; e

•·
http://www.obrascatolicas.com
-· .

164 M o N s. T I H A M E R T oT H

não se pode censurar à sua Igreja e aos seus sacerdotes o
seguirem exteriormente os usos dos diferentes povos e épo-
cas em que vivem. Na China, os missionários usam rabi-
cho, e vi pessoalmente um bispo católico indio, trazendo
na cabeça o magnífico enfeite de penas da sua tribu, mas
não ousaria afirmar, por isso, que eles se afastam de
Cristo.
B) ~'Mas - replicam - por favor, não se trata só
de semelhantes coisas. Digam-nos, então, por que é que a
Igreja precisa de bens terrenos, e por que é que o papa
precisa de tanto dinheiro, que lhe é enviado, do mundo in-
teiro, sob o nome de óbolo de S. Pedro? Quando a Santa
Sé faz uma nomeação ou confere uma distinção, quando
dá uma dispensa, por exemplo por ocasião dum casamento
mixto, há uma taxa, a pagar, uma compensação. Atual-
mente cunham-se mesmo moedas do papa. Não é um sinal
de secularização?" - perguntam certas pessoas.
E para mostrar que nada temos a ocultar relativá-
mente à nossa Igreja, não me quero esquivar a essas per-
guntas.
a) A Igreja de Cristo, sem dúvida, não é deste
mundo, mas exerce a sua ação no mundo. Não pode, pois
libertar-se dessa lei geral, que a obriga a utllizar, para a
sua obra, meios materiais. Com efeito, ela tambem tem de
pagar sens empregados; não lhe dão de graça o papel, os
carimbos, a tinta e a luz ; tão pouco pode ela, sem dinhei-
ro, construir igrejas, socorrer os pobres, auxiliar os mis-
sionários. O próprio Nosso Senhor tinha uma caixa co-
mum com seus apóstolos, a qual era guardada pelo des-
graçado Judas (S. Jo., XUU, 6); Cristo não se escan-
daliza, pois, certamente~ si sua Igreja possue tambem uma
caixa .
. b) O governo da Igreja universal exige dinheiro,
muito dinheiro, e os católicos do mundo inteiro fornecem-

http://www.obrascatolicas.com

A IGREJA CATÓLICA 165

no sob o nome de óbolo de S. Pedro. O ·óbolo de S. Pe-
dro é a contribuição feita à Igreja com fins ech~siásticos.
Mas é uma contribuição voluntária - jamais alguem vem
cobrá-la. E' o único imposto no mundo, que cada qual
paga com alegria, e de todo coração. Mesmo porque,
quem não o desse com alegria, não o pagaria.
Mas - deixai-me falar-vos francamente - o papa
não gasta esse dinheiro com a sua cozinha. Não sei si
existe uma família da classe média, cuja mesa não seja
muifo superior à mesa do papa! Já falei disto numa das
últimas instruções, mas sou forçado a repisá-lo, porque
sempre há pessoas que imaginam que o papa, quando se
senta para almoçar, senta-se diante de um banquete.
Para onde vai então o óbolo de S. Pedro? Vai para
as obras de caridade do papa, vai para as _obras de bene-
ficência que socorrem os fiéis feridos pela· sorte, em to-
das as partes do mundo, vai para as obras missionárias.
A basílica de S. Pedro, de mármore cintilante, não
existe para o papa, mas para toda a Igreja Católica. Nos
magníf Ícos aposentos do Vaticano não vive um particular
riquíssimo - como um grande banqueiro - mas o chefe
de 360 milhões de católicos. E si um pequeno reino de
4 ou 5 milhões de habitantes faz questão que o chefe do
Estado viva suntuosamente num palácio grandioso, quem
poderia acusar a Igreja de 360 milhões de católicos, por-
que lhe apraz ver seu chefe nas esplêndidas salas do
Vaticano?
Repito, porém, com insistência, que tudo isso não é
coisa essencial para a Igreja. E si um dia um terrível ter-
remoto sacudisse o solo de Roma, si todas as paredes da
basílica de ·S. Pedro ruissem, si o fogo consumisse todos
os museus, as obras de arte e os aposentos luxuosos do
Vaticano, a Igreja não perderia nenhum dos seus valores

http://www.obrascatolicas.com

166 M o N s. T1H AM ER T oT H
vivos. Basta-lhe que subsista o túmulo de S. Pedro, o
túmulo desse Pedro que é o predecessor de todos os pa-
pas, e a pedra de base da Igreja eterna.
Aí está de que é que nos devemos lembrar, quando.
espíritos superficiais censuram à Igreja o se haver afastado
da sua antiga simplicidade, e sustentam que o luxo e o
poder mundanizaram o papado. Recordemos o grande
elogio que Schiller fez aos papas, quando escreveu, de ma-
neira própria para impor silêncio aos que :ignpram ~
História: "Tem-se visto imperadores e reis, homens de
Estado esclarecidos e guerreiros indomáveis, sob o im-
pulso das circunstâncias, sacrificarem direitos, tornarem-
se infiéis aos seus princípios e cederem à necessidade;
só raramente, ou mesmo. nunca, se tem encontrado seme-
lhante coisa no papa. Mesmo quando ele vagueava na pe-
núria, quando não tinha mais uma polegada de território
na Itália, e vivia da caridade dos estrangeiros, sempre
sustentou firmemente os privilégios da Santa Sé e da
Igreja. . . Por mais diferentes que os papas possam ter
sido no temperamento, no modo de pensar e na capacida-
de, a sua política tem sido igualmente firme, igualmente
idêntica, igualmente imutável. As suas capacidades, o seu
temperamento, o seu modo de pensar parecem não terem
tido nenhuma influência nas suas funções; a "personali-
dade, poder-se-ia dizer, desaparecia-lhes sob a dignidade,
e as paixões se extinguem sob a tríplice coroa. Si bem
que, a cada papa que morre, a cadeia <le sucessão se que-
bre e se renove com cada novo papa; si bem que no mun-
do nenhum trono tenha mudado tanto de senhor, tenha
sido ocupado e deixado às vezes tão repentinamente, ele
tem sido sempre o único trono do mundo, que parece
nunca ter mudado de possuidor, pois os. papas morrem,
mac; o espírito que os anima é imortal" (Schiller, Univer-
salhistoriche Übersicht der merkwürdigsten Staatsbege-
benheiten zur Zeit Friedrichs I).

http://www.obrascatolicas.com

A IGREJA CATÓLICA 167

II
O BRILHO DAS NOSSAS CERIMONIAS
Não se pode, pois, censurar à nossa Igreja o se haver
mundanizado porque, para sua imensa atividade, precisa
de uma vasta hierarquia e de numerosos empregados. São
tambem fracas as objeções que querem acusar-nos de
mundanismo por causa dos esplendores da nossa liturgia
e da riqueza das, vestes e objetos litúrgicos.
"Para que essa multidão de cerimonias que têm lu-
gar, por exemplo,· numa missa pontifical? As pessoas
levantam-se, sentam-se, vão p'ra aquí, vão p'ra acolá, in-
censam, tocam ~ampainha, cantam ... E aqueles ricos pa-
ramentos de veludo ou de seda, aqueles cálices de ouro ... "
Como vedes, irmãos, não nos esquivamos a respon-
der a essa-s censuras.
A) Primeiramente, não nos esqueçamos de que, por
trás da liturgia atual e das vestes litúrgicas, há longos sé-
culos, há. o legado precioso das velhas gerações cristãs,
dos nossos antepassados cristãos.
a) Eu mesmo estou persuadido de que, si a Igreja.
regulasse na época de hoje as suas vestes e cerimônias li-
túrgicas, fá-lo-ia de modo diverso e_ sob forma muito mais
simples.
Mas essas vestes e essas cerimônias, esses ritos e es-
ses gestos foram introduzídos, há muitos séculos, numa
época em que os próprios indivíduos viviam com esse ce-
rimonial e, nos dias de festa, se revestiam de hábitos
suntuosos e cobertos de pedrarias.
b) Mas então, por que não os simplificar segundo
as idéias atuais ?1- poderia alguem perguntar.

http://www.obrascatolicas.com

isso é tudo recolhido no "folk-lore" e preservado do desaparecimen- to. obcecada pelos progressos técnicos. na santa missa e nas demais cerimônias eclesiásticas. Co- meçamos a descobrir ·que. nas circuns- tâncias mais solenes.passado! Esqueçamos o passado ! Só o ·progresso. assim tam'bem o presente só pode construir- se sobre o passado. E' entretanto para admirar que. A nação estima a sua História e en- sina-a. e conserva suas antigas e pitorescas cerimônias? Nossos avós vestiam-se de maneira diferente da nos- sa. E por que usam eles uniforme. A familia estima os seus antepassados e prega com ufania o seus retratos nas paredes do lar.com . assim como o futuro fórma-se do presente. mais fino. mais enfeitado. estimam- se os antigos costumes e as antigas cerimônias . e. e sob todos os seus aspectos. essa tra- dição seja respeitada no culto do passado. nos maiores acon- tecimentos da vida religiosa e no5 ritos majs solenes. muito bem que. pois.tambem usam uniforme.obrascatolicas. Mas en- tão por que não se estende a mesma compreensão aos ·sa- cerdotes que celebram a santa missa ? Por que se há de http://www. com orgulho à nova geração. T1H AM E R To T H Não faz muito tempo. mas servidores do país. esta palavra de ordem: Desvencilhemo-nos do . uniforme de gala. pode alguem razoavelmente indignar-se si a nossa Igreja Católica se ufana do seu passado dezenove vezes centenário. Por toda parte começa-se a apreciar o passado. os costumes antigos sejam relembrados? Compreende-se. circulava através da humani- dade. Ninguem censura aos soldados o seu uniforme. mesmo hoje em dia. o progresso ! Mas naturalmente começamos a abrir os olhos.168 M o N s. quando podiam fazer igua1mente bem o seu serviço com roupas comuns de trabalho? E' para que todo mundo perceba que eles não são simples particulares. Os soldados . e si a sua piedade respeitadora do pas- sado o afasta da simplificação. Mas então. por ocasião de uma festa nacional. No povo.

facilitaria o culto divino. eni vez da alva branca e dos paramentos de seda. hérdados dos nossos piedosos antepassados. Os que se e'lcandalizam dos nossos ricos pa :-am ~ntos.. bem com isso? E si tirassem das igrejas toda orna- mentação. sic transit glória mundi ". si vendesse aos negociantes de antiguidades os paramentos recamados de ouro. queimam diante çlele um punhado de estopa e dizem-lhe ao ouvido: "Bea- tíssime Pater. das igrejas ornamentadas. E. · dos cálices de ouro. quando o papa entra na basilica de S. cujo culto reclama. de maneira http://www. pois que ela indica. por essas vestes. mas unicamente para Deus. eles se encaminhassem para o altar. esque- cem-se de que todo esse luxo não visa aqueles que o osten- tam. vestidos como os outros mortais. Pedro. teria apenas que assistir à coroação de um. novo papa. certamente. mas como servos de Deus? B) E eis-nos chegados à segunda parte da resposta. para servirem de estofo aos canapés de ricos salões? Fa- ria ela. ·mas ã Deus. a) Quem não acreditasse que todo esse brilho e to- das essas pompas litúrgicas não se dirigem ao homem. Dai vós mesmo a Tesposta: a Igreja serviria melhor ~ causa de Deus. que eles não estão alí como individuas particulares.com . para celebrarem o santo sacrifício. toda imagem santa e toda estátua. O esplendor· e a pompa das nossas cerimônias não existem. pois. com direito. no- taria que. assim se esvai a glória do mundo". A IGREJA CATÓLICA 169 criticar a Igreja porque os reveste dum uniforme de ce- rimônia quando eles se encaminham para o altar. "Santíssimo Pa- dre.obrascatolicas.considerar muioo mais como mundanismo si. im- postos por um hábito milenário. no meio das mais grandiosas solenidades. . com as vestes usadas no mundo. as· coisas mais belas e mais preciosas . para o sacerdote ou para o bispo que cele- bra a missa. poder-se-ia .

é certo que não conside- raria Pio XII sem o compreender.4). . portanto. o próprio Nosso Senhor tomou a defesa do amor generoso de Madalena. Mas. por seus sofrimentos voluntán'. Numa só coisa não há entre nós diferença alguma : na nossa fé. "mil anos são como o dia de ontem que não existe mais" (Salmo LXXXIX. Pedro ressuscitasse um dia e saisse do túmulo com 1 a auréola da glória eterna. Minhas vestes eram dife!"entes das tuas. a ti que és a pedra fundamental que eu fui outrora. diante de Deus. saúdo-te. Meu alojamento era diferente do teu. e o luxo. para homens.170 M o N s. .obrascatolicas. Pedro. no tempo de S. O que tu pregas sobre a redenção nas http://www.para nós. mas tambem a Cristo-Rei que. si penetrasse sob as abóbadas da basílica de S. Pedro.mere- ceu os esplendores do céu. b) E'. Muita coisa é hoje inteiramente diversa da do meu tempo.. que não ficaria espan- tado. "Certamente. a vida terrestre mudou. por causa do perfume precioso derramado nos pés do Salvador.com . si entrasse no Vaticano e no ga- binete de trabalho de Pio XII. lembre-se de que. se exprimiria assim: "Irmão. e o esplendor eram-lhe coisas estranhas". vivia com simplicidade. T1H A M ER T oT H que elas fossem como celeiros caiados~ seria com isso fa- vorecido o culto divino? Mas si alguem disser . nem sala de audiências atapetada de Gobelins. Mas. E' verdade tambem que. O que tu ensinas sobre Nosso Senhor J esús-Cristo. si S. Há mil e novecentos anos ! Certa- mente há muito tempo . antes. quando Judas murmurou.como se costuma dizer - "Cristo era pobre.os . Minha língua era diferente da tua.de que as nossas cerimonias são ricas e faustosas. eu tambem o ensinei. lembre-se de que nas nossas cerimônias nós não honramos somente a Cristo vivendo numa pobreza voluntária na terra. verdci. mas. não havia nem Vaticano de paredes de már- more..

as ceri- mônias. Jo. e em seguida voltaria ao seu túmulo. pouco mais ou menos. o mundo vos odeia" (S. nem em Oxford. XV. Pedro falaria ao papa atual. Porventura Nosso Senhor não predisse aos seus discípulos : "Si fosseis do mundo. A IGREJA CATÓLICA 171 tuas pastorais apostólicas.. outros. nem em Genebra. eu o preguei também.. o fato de sempre haver o mundo perseguido e odia- do a Igreja Católica prova-o melhor do que qualquer ar- gumento. 19)? O ódio incessante com que o "mundo" persegue ainda hoje a Igreja de Cristo é a prova mais evidente de que a Igreja realmente não se "mundanizou". realmente. ltifelizmente. uns censuram à Igreja o haver-se mun- danizado. tudo isso é um desenvolvimento natural da semente que Nosso Senhor Jesús-Cristo semeou". as festas. Temos um mesmo amor. O que eu vejo hoje na Igreja atólica. Os sa- cramentos que conferes. E' certo que não iria repousar nem em Wittem'berg. "Temos uma mesma fé. eu tambem os conferí. Eu comparecí perante Nero por causa de Cristo. e tu tambem te ergues contra os N eros do México. por isso que não sois do mundo . mas certamente. hou- http://www.. atacam-na porque ela: se afastou do mundo. da Rússia. porque não progride suficientemen- te com seu século. as peregrinações.como o vimos na instrução precedente. mas. * * * Meus irmãos. nem em Petrogrado. em compensação. tambem há tristes páginas na história da Igreja . A Igreja. si não as conhecí.. Eis aí.com . não se mundani- zou.obrascatolicas. da Es- panha. porque não compreende a linguagem dos tempos novos. os belos paramentos. escolheria ainda a Roma católica para seu túmulo. como S. o mundo amaria o que lhe pertenéeria como seu . nem em Constantinopla..

pa. é obrigado a fazer esta afirmação: O corpo da Igreja é da terra. ttm dia. ditoso filho de Deus no céu. Mas quem lê sem opinião preconcebida a histó- ria da Igreja.ra poder ser. mas eu quero ser da Igreja Católica toda. sua alma é do céu. Amém. http://www. · Quero ser agora fiel à minha. Igreja na terra.172 Mo N s. T1H AME R To T H ve-as porque Nosso Senhor pôs o destino terrestre da Igreja divina nas mãos de homens frágeis e inclinados ao pecado.obrascatolicas.com .

· cíclica "lnescrutabilin. os benefícios e os méritos da Igreja relativamente à civilização. Toda a sua vida terrestre foi benção e benefício.. A Igreja Católica é o corpo místico de Cristo. é ·Cristo continuando a viver entre nós. 38). no terreno da verdadeira civilização. pois. fazendo o bem" (At. XIV OS MÉRITOS DA IGREJA (I) Os Atos dos Apóstolos resumiram com conc1sao ine- gualavel a atividade terrestre de Nosso Senhor Jesús- Cristo. mesmo aproximadamente.eu desejaria examinar mais a fundo as bençãos. sua en. persiste sempre a verdade: que a Europa ociden- http://www.em conexão com estas instruções sobre a Igreja. que possamos aplicar à sua atividade as mesmas pa- lavras da S~grada Escritura: "Passou fazendo o bem". dizendo dele: "Ia de lugar em lugar.obrascatolicas. chamou a Igreja Católica "mãe da civilização". . tanto bem à hu- manidade. Ouvimos tantas vezes falar de "cultura cristã" e de "civilização cristã". muito na- tural. X. nâ. E'.com . que agora. O papa Leão XIII. Não será um entusiasmo excessivo? não será um exagero sem fundamento ? Será realmente ver- dade que não haja uma só instituição no mundo que te- nha feito. -. quanto ·a Igreja Católica? Acaso não exagerou o escritor que formulou esta asserção : "Examine-3e a questão como se quiser.

Eutíquio nega a coexistência duma natu- reza divina com uma natureza humana.é que ela guarda na sua pureza integral o ensinamento de Cristo. e na sua pureza absoluta. a ima- gem de Nosso Senhor Jesús Cristo está defeituosa: ou lhe tirar:am alguma coisa. da Santa Sé. examinamos de perto os méritos da Igreja. TI H AME R To T H tal é essencialmente creação da Igreja latina. a preciosa herança de Cri'sto . 202). na presente instrução. ou lhe deformaram os traços. em meio às tempestades dos séculos passados. A) Ninguem pode negar à Igreja Católica o grande mérito de haver conservado integralmente_. do papado romano" (Jakob Philipp Fallmerayer: Gesam- melte Schriften II.obrascatolicas. Quais são. a) Sem Cristo não há cristianismo. Para onde _quer que volvamos os olhares. Basilido nega a 'realidade do http://www. e na seguinte. Observemos à volta de nós. fazemo-lo para intensifi- car mais ainda a flama do nosso amor para com a nossa santa lgieja Católica. Apolinário nega que ele tenha uma alma humana. Si.com .174 Mo N s. os 1néritos da Igreja que obn'. no mundo inteiro : onde achamos o semblante de Cristo sem deformação! unicamente na Igreja Ca- t6lica.e que relega para a sombra qualquer out:-o mérito . pois.ganz toda a humanidade a lhe votar gratidão eternar I A IGREJA ~ A GUARDIÃ DO ENSINA- MENTO DE CRISTO O primeiro mérito da Igreja Católica . Ario nega a divindade de Cristo. Sérgio nega que Cristo tenha uma vontade livre. N estória nega a unidade da sua pessoa.

a imagem bendita de Cristo. nos Soviets. sem é". Que lutas encarniçadas travou a Igreja para defender a pessoa de Cristo contra os antigos hereges.zador.obrascatolicas.da que os antigos. mais perigosos ain- . Folheemos as revistas desses Sem-Deus: a quem ata- cam elas com o ódio mais implacavel? O papa d<> Roma. . que Cristo era um habil hipnot. b) Foi nos nossos dias que sobreveiu o adversário mais perigoso. que Ele foi o primeiro socialista. para defendê-la. o Cristo de que falam os evangelhos. cem vezes mais perigoso que todos os pre- cedentes: a incredulidade. com http://www. É espantoso imaginar o que teria: ficado de Cristo si. que Ele era um sonhador. Um quarto. Ciattdam-se reciprocamente dizendo= "Louvado seja Deus!" e o outro responde: "Para semp'"e seja louvado". que é nela que se pode achar Cristo todo. . Basta deitar um olhar nos livros de leitura das escolas primarias russas: sobre quem lançam eles. deve d:zer-lhe: "Não há D~us". E o outro re~ponde: "Não houve nem haverá".com . Sentem que Cristo . Um terceiro. Quem ainda não ouviu falar do-: assaltos dos ateísmo organizado? Quando dois bons Cristãos se encontram. um ideólogo. Outro. quando um Russo encontra outro. E por que? Porque sentem que ela é o único obstáculo sério à pro- pagação do comunismo. no meio das ondas espumantrs do ódio e da maldade. A IGREJA CATÓLICA 175 corpo humano de Cristo. Um proclamou que Cristo m mca existiu que isso não passava duma lenda.•1ue eles querem extirpar da alma humana . o Cristo inteiro. Mas hoje em dia. o Cristo que foi predito pelos profetas. falsificação. Depois vieram novos adversários.vive e age na Igreja Católica. a Igreja Católica não tivesse conser- vado bem alta.· o ateísmo organizado. mais lama mais calúnias? Sobre a Igreja Católica Romana.

obrascatolicas. a) A Igreja continua a redenção. Mt. A fé na divina Provi- dência. É espantoso pensar nisso. no dia dà sua ascensão. Ora. san- tifíca-os e leva-os à vida eterna. A fé na bondade e no amor divino. batizai-as em nome do Padre e do Filho e do Espírito-Santo. disse à sua Igreja: "Ide. com os seus manda- mentos e sacramentos. 19-20). e santificá-los.recesse. Jo. o Cristo que. Eis aí por que a Igreja reza..176 MoNs. a imagem de Cristo ~eria coberta pela poeira dos séculos. com suas mãos que ab~nçôam. http://www.. a encarnação de Cristo tinha por fim elevar os homens até Deus.. eis aí por que oferece o santo sacrifício da missa. Que seria da humani- dade si a fé desaparecesse das almas? A fé num Deus que criou e conserva o mundo. o que seria dêle si a Igreja desapa. XXVIII. tal como a história cobre com sua poeira tantos dos seus personagens. e o seu coração misericordioso. eis aí por que administra os sacramentos. Que sucederia si Nosso Senhor Jesús-Cristo desapa- recesse do meio de nós? Si não houvesse mais Igreja que pregasse constantemente a Cristo. basta representar-nos o que seria o mundo sem a Igreja. ensinando-as a guardar tudo o que eu vos mandei" ( S.com . A fé na justiça ·~ na mise ricórdia de Deus. B) E é precisamente nisso que consistem o mais alto benefício e o maior mérito da Igreja: Ela ensina os homens a observarem os mandamentos de Cristo. ensinai todas as nações.. b) Si quisermos descrever com mais precisão os mé- ritos da Igreja. TIHAMER ToTH a sua divindade e a sua humanidade. E' que Cristo veiu para que os homens "tenham a vida e a tenham em abundância" ( S. 10). ela é Cristo sem- pre vivo entre• nós. X. eis aí por que prega a palavra de Deus.

os chefes de guerra. A IGREJA CATÓLICA 177 E que aconteceria si estancassem as fontes dos 7 sa- cramentos que nos trazem. políticos. mas sobre os quais seria injusto silenciar. estas palavras da Sagrada Escritura: "Passou fazendo o bem". E é por essa razão que ela merece. A) Toda a existência da Igreja CatóJica. ela tambem tem distribuido outros benefícios que não assinalámos em primeiro lugar. que vácuo espiritual em torno de nó~! O maior mérito da Igreja é pois ha- ver-nos conservado tndo isso. os homens de dinheiro podem ter traido a honestidade e a moralidade. toda a his- tória dos ~eus dezenov~ séculos garantem que.. os grandec. há no 1nundo um rochedo que se ergue ina- balavel aci'l11ta das ondas espuniantes e mutáveis: o rochedo da Igreja. mas a sua santa vocação e o seu _dever são de assegurar os fundamentos morais sem os quais não 12 http://www. si os filósofos. si a base da ordem moral pode ter vacilado em toda parte. em primeiro lugar. pela Igreja. tica dos . si realmente o primeiro fim e o mais alto mérito d_a Igreja resrdêm no fato de hav:~r ela guardado sem alteração a doutrina de Cristo. a) A Igreja não tem por missão meter-se na'polí.obrascatolicas. da re- denção? Que aridez) que abismo terrível. II OS MltRITOS DA IGREJA NA DEFESA DA ORDEM MORAL Mas. Antes de tudo. no mundo. e velado pela educação espiritual dos filhos de Cristo. a graça.com .Estados . --penso na defesa inabalavel da ordem 1no-ral.

:. pois seu fundador. dos Hen:-iques e dos Filipes~ com a mesma ousadia de João Batista lan- çando à face do poderoso Herodes: "Non licet tibi".- 178 Mo N s.que ela não advertiu do perigo. Todo o mundo pode ter vacilado.namente organizada.. o enobrecimneto da natureza hu- mana. Infelizmente. os santos que. a expansão dos valores que estão em germe dentro de nós. "Não te é lido" (S. frz nascer em nós o desejo das alturas espirituais. E sí isso é verdade. a Igreja eleva logo a voz. 12).ão . Mt. X. I.l civi!ização significa o aper- feiÇoél. 10) . Me.. VI. . todo o mundo pode ter tido instantes de f :aqu~za. ~ó a Igreja Católica jamais renegou a mora! de Cristo.mento. graças à força divina que emana dos ~~cra­ mentos da Igreja. 48). dos Napoleões. pelo menos.obrascatolicas. mas tem encarado as fa1tas dos tiranos e dos revolucionários. jamais transigiu com ela.mas deu-lhes tambem o poder de "se tornarem filhos de Deus" (S. nos quais foi infiel à moral. até às alturas vertiginosas da http://www. o Filho de Deus..com .. TI H A M E R To T H há vida social hum1. não se pode dize:. Cristo veiu para que os homens ''"tenham a vida e a tenham em abundância" (S. Si uma falsa filosofia quer embalar o mundo nas suas errôneas idéias..o· mais precioso fator de civilização. a elevação. fazeres isto ou aquilo. b) E com isso a Igreja se tornou o primeiro fator da cfrib:zação.. todo o mundo pode ter caido na desor- dem. o mais forte. dos Neros e dos Césares. Ele não se limitou a dar aos homens este manda- mento: "S?de perfeitos. elevaram. Foi nesse terreno magnífico que cresceram os santos. 18). Jo. então o catolicismo é o mais alto. nem sempre a escutam. V. mas toda gente está de acordo em reconhecer que . si propaga perigosas doutrinas morais. Jo. . como vosso Pai tio céu é per- feito" ( S.. mas. Não é facil dar uma definição exata e precisa desse termo c1viliza.

e tirando-os das planícies da vida terrena para elevá-los aos altos píncaros.obrascatolicas. a severidade moral. esquece o Eu íntimo. esses mandamentos que aparentemente se opõem ao gozo da civilização ter- rena e dos seus bens. A IGREJA CATÓLICA 179 umao com Deus. lhe censure o ser inimigo da civilização e da vida terrena. . Hoje já vemos que a Igreja ·tem muita razão em prescrever o repouso domi- nical . censu:avam à Igreja o limitar.com . sem compromisso. por exemplo. que os mandamentos da Igreja favorecem a verdadeira civilização. mas um sêr vivo que item uma alma. afim de que esse exem- plo nos anime e nos fortifique. o con- denar essa solicitude sem exemplo com que o homem atual trabalha para o progresso da civilização. a) Houve época em que. B) Compreendamos. e não a civilização para o homem. Poderíamos consagrar uma instrução especial para expor os méritos da Igreja dando santos à humanidade. e que essa alma precisa do fortifi- cante religioso do domingo. quando a ama:gura e um abatimento desesperado se apoderam de nós. hoje em dia. pela obrigação do repouso dominical. Mas. não há ninguem que não reconheça que o homem não é uma máquina que pode trabalhar sem parar. porque. ao mesmo tempo que esse repouso físico torna mais suportavel e mais interessante Ó trabalho da semana. por causa disso. Bem longe de nós. o desenvolvimento da atividade humana. bem longe do cristianismo. ante as pro- fundezas insondáveis da maldade humana. como si o homem existisse para a civilização. si não impregnarmos de cristianismo a civi- http://www. Mas o cristia- nismo eleva o seu protesto contra esse exclusivismo exa- gerado que. assim. a natureza humana tão fraca e tão pro- pensa ao pecado. os historiadores não-católicos descobrem. cada vez mais. na atividade exterior contínua. Tem havido quem. Mas hoje. da Igreja.

não compreendem a lei do jejum. mas construir. ainda. o jejum é tão facil que não impede mais ninguem de cumprir as suas obrigações profissionais. Por que é que a Igreja não permite aproveitarmo-nos dos prazeres inocentes da terra? Não preciso dizer-vos que. porque com . P'ra que serve? perguntam eles com indignação. de doenças. nos nossos dias. Mas devo insistir sobre a vantagem que o mandamento do jejum traz para chegar. oculta uma miséria tremenda.. sob o ver- niz exterior.o mo11ento_. que.com .º mandamento.: mos ao domínio dos valores t>spirituais. de hospícios de alienados e de hospitais 1 ibem mostra o que seria da hu"inanidade si não fossem as obrigações do VI. T1H AM ER To T H lização. De fato.. mas é certo que a liber- tação_ do pecado e das paixões é um progresso real" ( F oerster). ou outro dia de abstinên- cia. e assim podemos asse~ gurar o domínio da aima sobre a matéria. r. 0 nuindamento. b) Outros consideram como uma severidade exage- rada a afirmação sem transigencias do VI.obrascatolicas. http://www. geme tanto sob a tirania dos sentidos. Mas a multidão de misérias fjsicas e mo- rais. e temos então de recusar aos sentidos tal ou tal coisa que nos apraz tanto. E é nisso que consiste o seu gran- de valor cultural. que. realmente. da sensualidade. e) Outros. irmãos. a Igreja não quer destruir.isso a Igreja priva o homem do gozo.180 M o N s. Porquanto "ignoramos si o automovel e o avião assinalam um progresso . seria o caso de rejubilarmo- nos. e mesmo onde em aparência ela constrange. na realidade favorece os mais nobres ideais da humanidade. Como vedes. quando chega a sexta-f~1ra. o homem apega-se de tal modo à terra. ela se transformará em maldição. refreia ou reprime.

e nos incli- namos diante dela. A.proclama com isso tamanha c_u ltura que ninguem poderia atingí-la ·sinão seguindo a estrada do cristianismo" (Goethe. Paulo: "Seja cada um submisso às autoridades superio- res. à sua atividade no terreno social. Po_r.iche mit Reimer. E podemos acreditar em Goethe. A) Entre outros méritos. http://www. Quando os fiéis respeitam os seus sacerdotes. e a Igreja Católica sempre defendeu e garantiu o princípio da autoridade.com . e as que existem foram por Ele institnidas" (Rom. A Igreja Católica é proverbialmente a pri- meira guardiã do respeito da autoridade.obrascatolicas. pois os fiéis sabem que o poder espiritual e a dignidade de todo" eles remontam aos apóstolos. quando nos su'hmetemos à autoridade. Gespri.que não há autoridade que não venha de Deus. 1806). cumpre-nos citar em pri- meiro lugar o princípio de autoridade. a) Sem o respeito da autoridade. porque Deus o ordenou . Nov. quando escreve: ~'Quando Paulo diz: Obedecei aos vossos superiores. não há vida social possivel. XIII. b) Não há religião em que os fiéis cerquem os seus sacerdotes. 1). conforme estas palavras de S.. e. respeitam neles os sucessores dos apóstolos de ' Cristo. mas de um res- peito que nos eleva espiritualmente: e toma nossa alma maior. os seus bispos e o papa de respeito tão pro- fundo quanto a nossa.J G REJA C A T Ó L 1 C A 181 III OS MltRITOS DA IGREJA NO MUNDO SOCIAL E chegamos agora a um novo grupo de méritos da Igreja.

mas ficamos con· tentes de saber que tambem el~. e arrasta-se numa vida frou- xa. mas que não é inferior aos precedentes : a Igreja.mas quem se mantem sôbre o rochedo de Pedro. afronta os séculos Quem estiver a par da missão divina da Igreja. T1H A M ER To T H quando se ajoelham diante do papa. pois.182 M o N s.obrascatolicas. Pot isso.cons. Uma das seitas separadas. O acordo da autoridade com a liberdade. O que significa para nós a autoridade do papa. lutou ela contra a escravidão.fe os exageros do poder do Estado. destruir não seria solução. proclamou a igúaldade e a fraternida. que de um lado é a mais forte personificação do princípio de autori· dade. que manda. ~rganizou-se. Façamos.de entre os homens de todas as http://www. . morre" . é para a humanidade um problema que vem constantemente à tona Mas não o resolvemos rejeitando a primeira. as outras 300 seitas foram tragadas. obedece ao mesmo tempo : está obedecendo a Deus sempre! · B) Cumpre-nos lembrar aquí outro mérito da Igreja no qual og-eralmente lJão ~e costuma pensar. e disseminadas pelo mundo. por isso. A estreiteza e os erros da razão humana só podem encher- nos de modéstia. Pedro. por outro lado é a primeira a defender os direitos do indivíduo an. por trás da qual sabemos que se acha o apoio de Deus que a preserva do erro. achará muito natural inclinar-se ante a autoridade da Igreja. e preparar-nos para escutar tanto mais facilmente as palavras da autoridade. só se compreende quando se vê o que sucedeu àqueles que afron- taram o papa e se separaram dele. "Quem come papa.com .gna a filo:>ofia da Histó!'ia. como a Igreja: ela ordE>na e redama para si mesma a autoridade. ajoelham-se diante do sucessor de S.

A IGREJA CATÓLICA 183 raças.ndividuo? Nin- guem. proclama e exige a liberdade de con- c1encia. que é uma agressão contra os direitos do ~. um dos exemplos mais recentes. quem foi que elevou a voz contra a propaganda a favor da esterilização eugênica. 37). Um catól. Ouvem-se frequentemente nos lábios -dos homens que estão no poder as palavras pronunciadas pelo · orgulhoso Faraó. a história prova que. na sua encíclica "Quadragesimo anno". que. Quem não vê como esta doutrina abranda magnificamente os contrastes nacionais. raciai!'l. Assim como Santo Ambrósio ousou opor-se a Teo- dósio. quando Moisés. renovou com insistência a advertência da Igreja? C) Finalmente. assim como Leão I ousou afrontar Átila. em nome do Senhor. pelo dog- ma da comunhão dos santos . a equidade.com . a }ustiça. na sua magnífica encíclica "Rerum novarum". porque cada individuo é membro do corpo mistico de Cristo. contra toda tirania. o direito.obrascatolicas. para que eu obedeça à sua voz?" (:~xodo. XVIII. que não fazia penitência .a Igreja proclama.o i i0gma de caráter mais so- cial da igreja . 2) . enquanto ºª http://www. a grande indústria e as grandes empresas rc'baixaram a v1da de milhões de trabalhadores a um nivel deshumano. assim tambem a Igreja tem defendido sem- pre a ordem moral. sinão o papa de Roma. Mas a Igreja res- ponde sempre como Cristo respondeu a Pilatos: "Vim ao mundo para dar testemunho da verdade" (S. V.co ou um povo católico nunca: está só. sociais ou ~líticos? De fato. d~ passagem. Quando. na nossa época. lembrarei. lhe pediu a libertação dos Judeus: "Quem é o Senhor. elevou a voz em favor dos oprimidos? E não foi o pana Pio XI quem. a grandiosa fraternidade entre os homens. Jo. A Igreja defende os direitos do indivíduo contra as usurpações ~ventuais do poder civil. Por isso. Para só citarmos. não foi o papa Leão XIII quem.

mas unicamente à Igreja Católica. a vida terrena. O seu primeiro mérito . dos povos nômades que se trucidavam uns aos outros. e particularmente à religião das religiões : o catolicismo. temos o direito de fazer esta pergunta: Mas então quem foi que criou toda essa civilização ocidental? A_ quem cabe o mérito de have'r trazido as tribus bárbaras das trevas da barbária para ·o foco de luz do Evangelho? A quem cabe o mérito de ha- ver feito. mais ordenada. Quando lemos até o fim a história da civilização euro- péia cristã. assim. Mas não devemos ser menos gra:tos à nossa santa Igreja pelo fato de. nações organizadas e civilizadas? A quem cabe o mérito? Certamente não ao arianismo nem ao gnosticis- mo. Persiste sempre verda- deira esta asserção de Goethe: "Sejam quais forem os progressos da cultura intelectual.com . assegurar a: salvação eterna das nossas almas.afirmou o próprio Bacon.como o disse -no início desta instrução . das ciências naturais e do espírito humano. mais suportavel. não são os primeiros méritos da Igreja de Cris- to. Esses méritos. "A religião é o sal que preserva a ciência da cor- rupção" . e vemos os resultados prodigiosos que o mun- do obteve da civilização ocidental. tornar mais facil.184 M o N s.é pregar a religião de Cristo. que indiquei na segunda parte desta instrução. TI H AM E R To T H reinos cristãos da Europa estiveram unidos pela mesma fé e pela mesma filosofia. mas tambem às diversas ativi- dades do espírito humano. preser- vá-la de qualquer alteração e. ao· lado do desvelo pelos interesses da nossa vida eterna. nem tão pouco ao protestantismo. não se ouviu ecoar na Europa o dobre fúnebre anunciando o "Declínio do Ocidente". Essa afirmação refere-se não só à ciência.obrascatolicas. nunca ultrapassarão os píncaros da http://www.

Ageu. conosco. um viajante cansado de corpo e de alma bateu uma noite à porta dum convento italiano e pediu para entrar. e colhestes pouco. privações.50. I. a experiência deste trecho do livro de Jó: "Durante o dia eles encontram as trevas . se aplicam há dezenove séculos estas palavras da Sagrada Escritura: "Passou . e não vais fartais. Jo. tal como ela brilha nos evan- gelhos" (Goethe: Gesprãche mit Eeeckermann. não a dou como a dá o mundo" (S.obrascatolicas. Não poderia Deus dizer-nos o que disse ao povo elei- to.Semeastes muito.. * * * Meus irmãos. o famoso poeta Ta:. Atualmente toda a humanidade tornou-se sem'=lhante a Tasso. mas vossa bolsa estava furada (Cf. agasalhai-vos. guerras e sofri- http://www. em pleno meio-dia tateam como na noite" (Jo. "A paz" . nem essa onda de ordenações econômicas e políticas.fazendo o bem". III. 14)? Hoje em dia. a não ser na Igreja de Cristo. "Que pedes tu?" interrogou o irmão porteiro. Nã tenhamos ilusões : esta terra nunca mais será um paraisa : haverá sempre lutas.. XIV. Reclam's Ausg. mas não vos aqueceis. V. 6). o direito e a paz. dou- vos a minha paz. A IGREJA CATÓLICA 185 cultura moral do cristianismo. juntastes dinheiro. É junto à Igreja Católica que nos cumpre aprender a justiça e o amor. comeis. a que já.como Cristo passou pela terra . 27). Não fazemos. procura a paz. cada qual bem vê que nem as perpétuas conferências dos sábios deste mundo. 426).respondeu o infeliz.com . pelo profeta Ageu? . Pois foi a ela que o Salvador fez esta promessa: "Deixo-vos a paz. são capazes de assegu- rar um futuro melhor. acaso. Onde a acharemos? Em parte alguma. Junto à Igreja.

para. pura não cairmos no caminho.smo. para qu·J as raças e os povos possam tra- balhar em comum. T1H AME R To T H mentos. http://www. Amém. a cupidez.186 Mo N s. podermos sztportar essas. Mas. para que o egof. mais obedientes e mais fiéis da nossa santa e bendita Igreja Católica. como irmãos.com .obrascatolicas. só se encontrará paz eterna no reino eterno de Deus. a sede do poder e a sede dos gozos não inun- dem a te1·ra. para fazermos progre- dir a civilização da humanidade : para alcançarmos tudo isso devemos ser filhos mais dóceis. o ódio. lutas.

Nesta instrução. as outras coisas lhe têm sido dadas por acrés- cimo. pelos seus mandamentos. e tornou- se a. e a sua jus- tiça" (S. quero completar o que disse prece- dentem~nte. 33). um surto sem exemplo à felicidade terrestre da humanidade. e o resto vos será dado de acréscimo. ·xv OS MÉRITOS I?A IGREJA (II) O divino Fundador da nossa religião deu um dia a seus discípulos este mandamento eternamente memo- ravel: "Buscai primeiro o reinff de Deus. · Mas. «onforme à promessa do seu divino Fundador. ela realmente tem visado salvar as almas para a vida do outro mundo. VI. si a Igreja sempre tem procurado unicamente cumprir essa tarefa. Si. não para desenvolver a civilização? Não. Nem para trazer a felicidade à terra? Tambem não. pela S'-la legislação.com . dos méritos da Igreja.tis a pri- meira e a mais alta tarefa da Igreja Católica.. Na instru~ão aq~ http://www.obrascatolicas. A Igreja Caitólica sempre guardou esta re- gra de conduta : O Senhor me enviou para salvar as alnias.E. que com razão chamamos de "civilização cristã". tem entretanto comunicado ao mesmo tempo. fonte de toda a civilização européia. Fundar o reino de Deus nas almas . pelo seu en~ino.. ~t. Portanto. pelo seu culto divino.

das ciênciasJ III. no centro da sociedade pagã corrompida e ameaçando ruína. que http://www.com . o esboço de um mundo novo nas almas. agora. e o amor do próximo era desconhecido. !~. e essa voz começou a traçar. Do JX>nto de vista religioso. T I H A M E R T oT H terior fialei dos méritos religiosos e morais da nossa Igreja. narrando como a Igreja não só tornou passivei uma vida social. pela defesa do respeito da autori- dade. mais agradavel a vida humana. da civilização. não se conheciam nem orfana- tos nem hospitais nem asilos de velhos. pelo desenvolvimento eni larga escala: 1. mais facil. á) No tempo do paganismo. externa e internamente. a compaixão e a pie- dade eram encaradas como uma vergonha. foi só depois da doutrina de Cristo. mas ainda tornou mais bela. do ponto de vista moral. ~ foi só' depois do cristianismo. hoje vou falar dos seus méritos em relação à civilização. da justiça e dos direitos dos indivíduos. ela tomou possível a vida social do homem. Desejaria. 1 A IGREJA E A CIVILIZAÇÃO Antes de tudo. o mérito da Igreja reside no fato de nos haver ela conservado sem alteração a doutrina de Nosso Senhor Jesús-Cristo . ordenada. Eis o que demonstrei na instrução passada.obrascatolicas. vamos fazer esta pergunta : Que -é que a civilização deve ao cristianismo r Há dezenove séct::Jos soou aos ouvidos da infeliz hu- manidade um som desconhecido : a voz dá cristianismo . das artes. mostrar em Ja~gos traços: os méritos da Igreja em relação à civilização.188 M o N s.

incapa- paz de trabalhar (ímpar Iaboribus). e desde então. 172). e) No tempo do paganismo. 165. e quando colocou nos altares a Virgem Maria. a consolidação da vida familiar é o imenso mérito do cristianismo. mergi:nus). ao cabo de dezenove séculos. Catão inflamava-se contra elas: "Que- reis porventura tirar os grilhões a esses animais indo- máveis e entregar-vos à esperança de que eles domarão os seus próprios rebentos?" (Tito Lívio. Ésquilo diz das mulheres: "Sois. Mas veio o cristianismo e tirou a mulher dessa si- tuação humilhada. por exemplo. só a. frivo- lidade da época moderna tem podido prejudicá-lo. nunca se extinguiu para com a mulher um res- peito tal. 601). ora. Na "Lei das Doze Tábuas". .com . nos homens.tal era o ax. Dependia do pai. que fosse conservado em vida ou fosse precipitado da rocha tarpéia.obrascatolicas. o mais pesado flagelo dos mortais" (Teogonía. em direitos ao homem. v. Hist. é dito: "Afogar-se-ão os filhos débeis e disformes" (Libcrua. na cidade e em casa. "A criança ainda não é um ser humano" (Infans homo nondwn est). quando proclamou que o matrimônio é um sacramento que nunca pode ser rompido. si rlebiles monstrosi- que sunt. 589. b) O paganismo não considerava a mulher como igual. que. Escutai o que os escritores clássicos pensavam das mulheres. 169.io- http://www. 2). v. Os Romanos ao lado da "majestade dos homens" ("majestas virorum"). leve (levis). pois o homem expulsava a mulher quando queria. H esíodo escreve: "As mulheres são uma raça maldita. 584. o destino do filho era deploravel. os piores flagelos" (Sete contra Tebas. XXXIV. A IGREJA CATÓLICA 189 estender a um infeliz um simples copo dágua foi conside- rado como uma obra meritória. A família é a base da socitdade humana. falavam do sexo feminino como do sexo "fraco" ( sexus imbecilis).

Mas veio o cristianismo. e proclamou que. Mt. d) Mencionarei ainda os longos séculos de lutas que o cristianismo sustentou pela supressão da escravidão. depois fazia-se o preço e levavam-n'os para casa como animais. XIV. 239). 18). divertia-se em picar com uma agulha a escrava que a servia (Ovídio : Arte de amar. não há diferença entre o homem livre e o escravo. "O pro- prietário açoitava-os com chicote e.si um nobre · carater tal cerno Sêneca pode díz~·r semelhanti? coisa (De clementia. TI H AME R To T H ma da jurisprudência roma. ordens. vive uma alma imortal. melhor fora para ele que lhe amar'"assem ao pescoço uma mó de moinho e o precipitassem 1JO fundo do mar" ( S. III. pois todo aquele que tem um semblante de homem possue uma alma à imagem de Deus . durante séculos. todos os escravos da casa eram mortos (Tácito: Anais. Hoje em dia cm:ta-ncs crer que. como animais. 6). lan- çava-os no viveiro. XVIII. tateavam-se-lhes os músculos. si lhe aprazia. Si o dono da casa era assassinado. I. 42). arregaçavam-se-lhes os lá- bios. Do mesmo modo que o culto da Virgem Maria foi a primeira lei de pro- teção à mulher. podemos imaginar qual seria a sorte desses infelizes. e alimentava seus peixes com o co!'po dos escravos" (ômnia in servum licent). abra 4 çava as crianças e ensinava que.obrascatolicas. . foi o cristianismo que fun- dou ordens religiosas para o resgate dos escravos.na. enquanto a nobre Romana se enfeitava ou con- versava com as amigas.190 Mo N s. mesmo na criança mais abandonada.com . perante Deus.. E. essa vergonha da humd1ádade. assim tambem Cristo promulgou a pri- meira lei de proteção à infância ~uando disse: "Aquele qu~ escandalizar um desses pequenos que creem em mim. homens foram vendidos nos mercados. Examiavam-lhes os dentes. ao contrário. http://www. Cristo.

numa paJavra. em toda parte. ao mesmo tempo que lhes pregavam Cristo. Nos pai ses devastados pelos Tártaros e pelos Turcos. ensinaram a esses povos. a arqui· tetura. transformando em _povos sedentários aqueles povos nômades. mas tambem os fundadores da cul- tura húngara. na idade média. e foi o cristianismo quem os converteu. Os manjes missionários foram a toda parte para lhes levar a luz do Evangelho. a indústria e a vida pacífica. Metódio. Em Pannonhalma ergue-se ainda hoje o claustro donde saíu toda a civilização hún- gara. e. o criador da sua própria civilizaçfo · para os Franceses é S. em tal ou tal sacerdote de alma heróica. assim tambem cada povo europeu moderno venera. a agricultura. foi invadida pelos povos bárbaros. do mesmo modo que em Santo AdaJ'berto. alguma http://www. que viviam ntlma cegueira de corpo e de alma. veneramos não somente os mensageiros da fé. Rcmígio. Assim. Patrício. Só pode apreciar.obrascatolicas. e fundando escolas. em tal ou tal martir da Igreja Católica. a civilização. para os Escosseses é S.com . em tal ou tal santo.convenientemente a incomensuravel obra civilizad0ra da Jgr':'ja Católica. a custo. subsistem alguma lembrança. Co1ombano. para os Alemães é S. ensinando a agricultura. quem conheec a natu- reza selvagem e indômita desses povos que foi preciso domar. foi realmente um trabalho sobrehumano. Que teria sido do mundo sem o incansavel trabalho cultural dos manjes da idade média? A conversão dos povos foi. etc. o que os manjes realizaram desbravando florestas virgens. Cirilo e é S. Boni· fácio. si não pudessem conseguí-lo de outro modo. Geraldo. e. e) A Europa. se entregarem a si mesmos em troca. A IGREJA CATÓLICA 191 cujos membros deviam pôr tudo em obra para libertá-los. e nas ordens religiosa··. de. aqui ou acolá. a ponto. seguida pela civilização material. o cuWvo do solo. para os Irlandeses é S. em S. para os Slavos é S.

cumprir-me-ia falar. os Tártaros. E o cristianismo não só criou essa civilização. quais foram. a cada passo. mas teve tambem de salvaguardá-la. Mas é fato sobejamente conhecido. II A IGREJA E A CU. bispos e arcebispos acharam a morte. .com .obrascatolicas. A começar por S. os Magiares . E quem a defendeu? Sempre a Igreja.. T I H AM E R T oT H ruina ou alguma denominação que recordam a obra dos antigos mon j es. nos apelativos de cidades ou alêleias. que afrontou Átila. para que me seja pre- http://www. por assim dizer. os ún~cos arrimas do povo? Os religiosos fran- ciscanos. ou existem. do papel do catolicisnzo a respeito do ensino. A maioria das antigas cidades do estrangeiro tiveram por núcleo um claustro. milhares de abadias. Leão Magno. os Avaros. Eles foram os únicos amigos desse povo martir.NCIA Ao lado do desenvolvimento da civilização material. de igrejas. Mas na Áustria-. depois. os Hunos. centros da civilização da sua época. e quando os Turcos instaurnram a sua tirania na Hungria e o povo húngaro foi oprimido. os Lombardes. os Turcos amea- çaram a civilização cristã. A) Antes de tudo. que circulavam disfarçados pelo país. tle claustros. na Holanda. os Vân- dalos. . de colegios. o cristianismo tem ainda outro mérito : o desenvolvimf nfo da cultura intelectual. num capi- tulo especial. que conse~iu expulsar os Turcos da Hungria. na Suiça. ainda hoje. na França. Primeiramente. No campo de batalha de Mohacs. ou sobrevivem. foi-lhes dado o nome de "amigos". na Alemanha. há qua- trocentos anos. em torno ao qual se edificaram as casas da cidade.192 M o N s.até Inocêncio XI. os Godos. depois os Árabes.

A lGJlEJA 193 ciso falar dele longamente. os primeiros colégios estão nas mãos dõS---Beneditinos. que nos consel"Vou esses tesouros" (David Hume. que passavam as noites a copiá-las: "Si a nação inglesa excede qual- quer outro povo da Europa pela abundância dos seus anais e das suas remirnscências históricas. cap. Antes do século XV. o trabalho imenso 11 http://www. as escolas claustrais e paroquiais. e era corrente ver até mesmo reis não saberem nem ler nem escrever.com . Que alegria deve encher a alma do homem mo- derno. e por isto cum- pre ql1e eu o saliente especialmente. dos Premonstraten- ses. deve- mo-lo ao labor dos monjes da idade média. :a fato bem conhecido que a idéia de universidade é em si mesma uma idéia puramente eclesiástica. dos Jesuitas. tão ufano da ciência. aos milhares. ao pensar que outrora. :a fato notório que o. no Sion. e é notório que. :a notório que.que nos resta das obras-primas clássicas do pagamsmo. Edessa. Antioquia. Richard III. deve-o exclu- sivamente ao sacerdócio católico. quando as pessoas mais distintas se preocupavam mais com a espada do que com a ciência. já se conheciam cincoenta e duas universidades. f un<lara escolas flores- centes em Alexandria. foram criadas. a Irreja já fundava universidades! Hoje em dia ainda. há em muitos lugares tantas esco- . dos Salesianos. dez outras conjuntamente pelos papas e pelos sobe- ranos. hoje em dia ainda. desde o século II.obrascatolicas. b) Mas talvez não se conhC91 tanto. Nisiba. A Igreja. Vinte e nove foram fundadas pelos papas. etc. nas Angélicas. e as mais célebres e mais antigas universidades desenvolveram-se com o apoio da Igreja. há skulos. las religiosas quantas escolas oficiais. etc. coloca-a no Sacré-Coeur. E finalmente as universidades. 23). si alguem deseja dar uma boa educação à sua filha. Em seguida.

porém. S. coloca-se frequentemente . perguntar-lhe-ei si elê pode conceber a filosofia sem · Santo Agostinho. E química sem Liebig.realizado pela Igreja não so~Hte em prol da diwlgação. Santo Alberto Magno.el. Paseali Leibnitz. Rõntgen. Fouca:ult. que viviam ~ndo a sua fé. perguntar-the-ei si ele pode conceber a física sem Galvani. Não? Pois bem ! todos esses foram não sómente sábios ilus trés. Descartes. E si há entre vós um matemático. Hertz. Boaventura e Duns Scott? Pois bem! esses não eram apenas grandes filósofos. _Kepler. Marconi. Santo Tomaz de Aqui- no. Ái ! . Siemens. Fraunhofert Fízeau. Leverrier. íilbos fiéis da nossa religião. Ampere. mas ao mesmo tempo cató- licos. Herschel. Newton. pois um outro terreno quasi incomensuravel. III A IGREJA E AS ARTES A) Não posso. Si há entre vós um físico. ou fazer-se um sábio". aguar- http://www. Não? Então não esqueçais que esses todos eram católicos sinceros. Dalton. Podemos mostrar sá'bios eminentes que foram. Pedro Lombardo. são considerados por· certas pessoas como incom- patíveis. Volta. Si há entre vós um filósofo.obrascatolicas. a vida religiosa e um saber muito extenso. mas tambem filhos fiéis da nossa Igreja. Di- gamos francamente que essa oposição é sem fundamento. continuar aiµda esta enume- ração.a nossa mocidade atual. Euler e Gauss. Pasteur. Bequer. mas tambem em prol do adiantamento da ciência.diante deste dilema: "Ou ficar sendo um bom católico. A fé e a ciência. perguntar-lhe-ei · si pode conceber as matemáticas sem Cauchy.com . Ruhmkorff. que tem sede de ~ência. ao mesmo tempo. E a astfonomia sem Copérnico.

que sempre considerou unicamente o mais belo como digno do louvor divino. Si não houvesse Igreja Ca- tólica. Com efeito. se tenha tornado a prote- tora incomparavel das artes. Si não h01. Bamberg. nem mil outros tesouros de arquitetura. nem a igreja de Santo Estevão de Viena. visitamos as primeiras galerias de quadros do mundo: as galerias de M unich e de Dresde.com . nem o '-'duomo" de Milão. nem a basílica de S.vrsse Igreja Católica.-Dame de Paris. nem as catedrais de Sevilha e To- ledo. renascença e baroco são outra coisa sinão a representação dos esforços da Igreja Católica para glo- rificar a Deus. A IGREJA CATÓLICA 195 da-me: a influência do cristianismo nas artes. Não é ele admirar que a Igreja Católica. depois da arquitetura. Ser-me-ia preciso apresentar toda a história da arte.:. deveremos . pela pedra. em l\t~ogúncia. o museu do Estado em Amsterdam. gótico. Spira e Pisa as catedrais romanas. nem o z. não veríamos alçando-se para o céu as catedrais de Ruão e de Reim~. as belezas infinitas da outra vida. en- tão tambem não haveria DonateJlo e Cellini. si eu quisesse mostrar a influência fecunda que o cristianismo tem exercido em todos· os ramos da arte. b) E. do Louvre em París. Confesso que não é possivel enfrentarmos esta questão no quadro duma simples instrução. de Miguel Ângelo. faz nascer ao mesmo tempo na alma do artista a mais bela inspiração creadora. nem Bemino e Maderno.mbório de Colônia. não haveria em Worms. então não haveria Santa Sofia em Constantinopla. nem Santa I~abel de Kassai. quando o catolicismo apre- senta ante as almas. Si não houvesse Igreja Católica. nem N otrr.. na terra.dizer lam- bem uma palavra da pintura Si. Pedro. a galeria dos Ofícios http://www. nem São Matias de Budapest. a) Que deve a arquitetura à Igreja Cat6lica? Basta interrogar qualquer historiador da arte si os estilos roma- no. viajando pelo estrangei- ro.obrascatolicas.

mesmo esses· são forçados a reconhecer que. Filippo Lippi. mesmo aqueles que não querem saber de Deus e da religião. fra Angélico. T1H AM ER To T H em Florença. o catoli- cismo é a fonte fnesgotavel da m. . à pintura. não obstante. sem van Eyck. e que a Igreja. adquiriu um mérito imperecível. podemos per. B) Mas vale ainda a pena investigar qual pode ser a causa disso. em todos os ramos da arte. à escultura. as coleções do Vaticano. Botticelli. à música e à poesia. de Haydn e de Liszt. e 'acharam no catolicismo um generoso Mecenas. que foram verdadeiros Me cenas.. Memling.mas não a primeira foi o generoso auxílio material concedido pelos papas e bispos. e para os quais não tem valor a atividade religiosa da Igreja Católica. Miguel-Ângelo e Rafael. todos esses artistas hauriram a sua inspiração no catolicismo. e a música de igreja~ longo tempo foram idênticas? Direi que a notação musical foi inventada pe- los monjes? · Que o prefacio que a Igreja canta em toda missa é composto apenas sobre quatro notas.com . van Dyck. Murillo ! Ora. Qual pode ser a explicação da grande in. e que. pela sua proteção incgualavel à arqui- t~tura. si se tirassem os quadros religiosos ? Dos primeiros museus de pintura do mundo só restariam paredes vazias. Ticiano. da. Rubens. 196 M o N s.Ave- Maria de Gounod.lis viva criação artística.a civilização? a) Uma dessas causas . Ghirlan- daio.obrascatolicas. Sim : procure-se imaginar a pintura sem Guido Reni. guntar-nos que restaria delas. fra Bartolomeo. das missas de Haendel. Giotto. do Requiem de Mozart? Em verdade. Mozart "se prontificava a sacrificar por ele to- das as suas composições"? Falerei de Palestrina. Leonardo da Vinci. http://www. . e) · Deverei falar tmnbeni da música? Deverei dizer que a música.- fluência da Igreja sobre. há dezenove séculos.

poderia ela achar ideal mais elevado e assuntos mais possantes do que no catolicismo? Assim. inesgotavel de ins- pirações artísticas. causas enumeradas até aqui. às dezenas de milhares. quantos santos na Igreja. em aureolar de luz essa vida austera e mesmo às vezes bem triste. E só o sol do Evangelho é capaz disso. po- rém. e cuja vida reflete a fonte última de toda beleza. imagens mais belas umas que as outras. A IGREJA CATÓLICA 197 b) Ao lado dessa ca:usa externa.obrascatolicas. do Espírito-Santo. e que ele forneceu. d) Mas. Acrescentemos toda essa multidão de assuntos que sua vida põe à disposição da arte . assuntos à música e à poesia? Nã') houve. os santos. ~m embelezar. e) A arte precisa de ideal e de assuntos. fora da'.a saíram. essa serenidade e essa alegria interiores que constituem a atmosfera vivificante de todas as artes. certamente.desde a Mãe que se alegra junto ao presépio de Belem até à N. a razão disso está tambem na profundeza da vida da· Igreja. por acaso. aos milhares.com . Tantos temas e assuntos novos há para as artes. A vida. é penosa e austera. por assim dizer. As grandes idéias não nascem no barulho da rua. Nosso Senhor Jesús-Cristo. mais comovente e mais capaz de estimular a alma dos maiores artistas do que o Menino-Deus nos 'braços da Santíssima Vírgem. não foi. que do ideal sublime do culto de Mari. http://www. nem haYerá jamais. Senhora das Dores ao pé da cruz - e achamos uma fonte. Lembrarei ainda quantos temas oferecem às artes. si o catolicismo se tornou a estufa das mais altas criações artísticas. que são as obras-primas vivas. há uma· causa: in- terna mais importante : o otimismo que banha todo o ca- tolicismo.. Onde. Ora. esse é um simples episódio da vida da Bem-aventurada Vírgem. e a tarefa mais no- bre consiste em dourar. tema mais su- blime.

se tornou a fonte da mais • · oerfeita beleza. As obras-primas. a religião de Cristo. de graça e fineza inegualáveis. para que possamos dizer com S. a Igreja Católica ensinou aos Euro- peus esse trabalho ardente. tenham tentado levar-:nos para o bu- http://www. após a Grande Guerra. 20). o catolicismo dá-nos essas disposi- ções e essa paz da alma:. donde saiu toda a nossa civili- zação. Pelos sacramentos ele comunica a graça de Deus. Ora. Paulo: "Já não sou eu quem vive. com alma meditativa. A história da arte mostra que a arte dum povo é sem- pre o reflexo da sua religiosidade. ' Eis-nos agora na última razão que tem feito do _ca- tolicismo a fonte mais rica das artes. propria Igreja é Cr~·sto continuando a viver entre nós. eterna e única de toda beleza. II. é Cristo que vive em mim" (Gálatas. quanto mais os olhos do corpo se fecham para o mundo.198 M o N s. e quem. Essa <". A beleza alimenta-se da verdade.ausa é que o. são a prova dessa dependência entre a arte e a mistica. E' o próprio Deus que vive na alma desse "homem novo". T 1H A M E R T oT n as concepções artísticas reclamam recolhimento. pois. é que ela é a fonte última. e é por isto que a religião que prega a verdade petf eita. e é por isso que não posso compreender como am Europeu possa tornar-se budista. Só assim. se pode comp:eender que deve ser a mais bela a arte em que se reflete a única religião verdadeira. * * * Meus irmãos. dos artistas religiosos da ida- de média. A Igreja tornou-se a mãe das artes.com b r . tanto mais claramente o seu gênio começa a ver belezas sobrenaturais desconhecidas. desce às profundezas misteriosas dessa sublime realidade. porque todo o seu ~er é banhado na beleza do seu divino Fundador. si bem que alguns. silêncio e paz da alma. per- cebe que.obrascatolicas.

Há almas preguiçosas que "flirtam" com os ne- voeiros do Nirvana. na força. é melhor dormir do que estar acordado. para poder viver na luz. M~s ainda que ninguem mais co~tradissesse t'ssa aberração de espí- rito. é melhor estar sentado que em pé. a História dezenove vezes cente- nária fala em favor da nossa Igreja. o dogn!a · budista da covardia e do frio da morte? ''E' melhor estar em pé do que andar. é melhor estar deitado que sen- tado.. Em seu favor.. sobre as ciências e as artes. Em seu favor fala o fato de viver ela ainda. Creio. refestelado preguiço- samente. a coluna e a base da verdade" (I Tim. Onde está o Europeu que faria seu..obrascatolicas. Quero observar os mandamentos de Cristo mas pergunto à Igreja o que é um pecado e o que não o é. sendo com justiça que o papa Leão XIII denominou a Igreja "a Mãe da civilização". fala o fato de milhões e milhões d'e mártires terem dado sua vida por ela. extinguindo em si todo sentimento. sobre a vida privada e sobre a vida social. Falam ainda em seu favor a sua unidade.. a sua apostolicidade e a sua civilização. e sigo-a. "que é a Igreja do Deus vivo. Sem dúvida. a alma imaginativa e perpetuamente inquieta do tra- balhador europeu a isso se oporia. colocam na escrivani· nha a estatua de Buda obeso. Eis aí minha santa Igreja Católica. sobre os povos e sobre os países. após inúmeras investidas do ini- migo. mas peço à Igreja que me conduza a Ele por caminho seguro.com :I . http://www. é só a Cristo que busco. A IGR~JA CATÓLICA 199 dismo. " Que túmulo ! Que letargia ! 1Em compensação. em vez do crucifixo. em vez da cruz de Cristo a padecer e morrer por nós. no progresso e na tranquilidade da alma. Creio na minha Igreja.. a sua santidade. há almas seduzidas por uma moda insensata que. e é melhor morrer do que viver . pois. falain em seu favor es- sas inumeráveis bençãos que ela tem derramado sobre o indivíduo e sobre a família. Finalmente. nessa Igreja.

Dá-me a força nos combates da vida. Dá-me a luz nas treva. TÍHAME:R.com . Amém. (II Tim.obrascatolicas. ToT!I III. "Não me envergonho dela.dar-me-á um dia a coroa eterna. vida.. E . http://www. _de- pois de haver sustentado vitoriornmente as lutas deste mundo.creio-o .s da.200 MoNs. 12). 15). Essa fé dá-me a calma na agitação da vida. pois sei em quem pus a minha confiança". I.

e si. chegavâ-se na- quela oca~ião à última semana do "ano santo" promul- gado pelo papa Pio XI em razão do décimo· nono cente- nário da Redenção. com coração verdadeiramente reconhecido. os trezentos mil sacerdotes católicos do mundo celebra- ram uma festa. naquela quinta-feira. pois não podemos conceber a Igreja sem os seus sacerdotes. para agradecer a instituição do sacerdócio ao divino Coração. todos os seus dons: o seu amor. os seus so- frimentos. agradecíamos á Nosso Senhor Jesús-Cristo. a sua morte na cruz. que arde incessantemente de amor por nós. Mui to natural é que eu vos fale agora do sacerdó- cio. Naquele ano santo. E havia tarn'bem dezenove séculos. Na série de instruções consagradas à Igreja.com .. que havía- mos recebido tudo isso. expuseram o Santíssimo Sacramento. talvez sem exemplo na História. que fora institui- do o sacerdócio cristão. Não vos admireis. Porque havia então dezenove séculos. . o santo sacrifício da mis- sa. http://www. o sacerdócio esteve especialmente em festa. não há muitos anos portanto. 15 de março de 1934. si..Como talvez ainda estejais lembrados. devo falar dos sacerdotes da Igreja. à mesma hora. entre os fiéis que celebraram a Redenção. pois. todos os sacerdotes católicos do mundo. XVI OS SACERDOTES DA IGREJA (1) A 15 de março de 1934.obrascatolicas.

da parte de pessoas de boa vontade! Mas tambem objeto de que caloroso e piedoso respeito da parte do povo cristão crente ! O sacerdócio. que tiremos tambem a limpo essa questão.guisa de introdução. Terá Nosso Senhor insti- tu. os bis- pos e o papa. ora aquí.será o assunto da ins- trução seguinte. pois.202 M o N s. mormente. O sacerdócio católico !· Alvo de quantos escámeos e calúnias da parte dos espíritos frívolos ! Motivo de quan• tas idéias e juízos errôneos. lembrar alguns fatos http://www. Há um sacerdócio que prega a palavra de Deus. à _. ora acolá. de padres? Porque se in- trometem eles entre Deus e o homem? Rogo a Deus que me perdoe meus pecados e me dê a graça . quiséramos..mas não pode ele dar-me tudo isso sem os padres? . oferece o sacrifício de Cristo. E que pensa a Igreja dos seus sacerdotes? . se- parados do povo.obrascatolicas. e que.com . e convem. católico! PTecisamos realmente dele? Cristo quis verdadeiramente que na sua Igreja houvesse uma classe especial. pelos sacramentos. nem. nem de missa. há fieis e há_ chefes: os sacerdotes. I O CULTO DO SACERDOCIO Para resolver a questão que acabamos de propor. uma classe de homens escolhidos. · ou mesmo "bons católicos 11. mas que "não precisam nem de igrejas. "cristãos". nem de confissão..ido realmente o sacerdócio? . cujas orações servem de ligação entre Deus e os fiéis. " Aí estão idéias que surgem constantemente na so- ciedade. T1H A M g lt To T • Na Igreja. comunica aos fiéis a graça de Cristo.Vamos procurar respcn- der a esta pergunta na presente instrução. usando um traje especial? Organizou Cristo o sacerdócio? Não terão razão os que dizem que são "crentes".

os sacerdotes tinham os primeiros lugares: eram sacerdotes que guar- davam o santuário dos mistérios de Eleusis . ter sido sempre esse respeito o indício do nivel ·da moralidade de um povo. de. Pode-se realmente dizer que o Estado grego antigo era fundamen- talmente "clerical".submergida pelas ondas da barbaria. em Atenas.. Foi o sacerdócio que propagou a civilização entre os povos convertidos. A lGR~JA CATÓLICA 203 da História da civilização. e. toda a Europa teria sido . por causa dos seus merecimentos morais e culturais sem exemplo. A) Lembrarei apenas brevemente alguns exemplos do mundo grego e ronuzno. B) Essa concepção do sacerdócio naturalmente in- tensificou-se em medida notavel na doutrina cristã. Nem mesmo o onipotente Augusto ousava depor o sumo sacer- dote.com . sem os sacer- dotes não se realizava ato algum oficial : nem tratado de paz. Foi o trabalho pa- ciente dos. talvez só restasse mera lembrança da civilização antiga. Trouxeram. nem reconciliação dos partidos políticos. o "Pontifex Maximus" . Toda atividade política ou pública estava sob a influência dos sacerdotes. Nos teatros. entre pagãos como en- tre cristãos. da Grécia os oráculos sibilinos e fundaram um CQlégio especial de sacerdotes para interpretá-los. monjes copistas que nos conservou a base dos nossos conhecimentos clássicos atuais : os antigos manus- http://www.obrascatolicas. Si não fosse a sua ação conservadora. Desde a primeira página da Ilíada de Homero. Nos países cristãos. O mesmo sucedia entre os Romanos. Quiséramos mostrar rapida- mente o fato interessante de em todos os povos encontrar- mos o respi-ito do sacerdócio. os sacerdotes são objeto de grande respei- to. o sa- çerdote aparece como uma potência moral dominando qual- quer outra coisa. si não fosse a sua obra.

mas não constitue a resposta à questão levantada. mas não uma resposta às grandes questões : Precisa tambem o cristianismo dum sacerdócio ? Cristo realmente fundou o sacerdócio? E por que o fundou? Eis aí as importantes questões que aguardam agora resposta. bem sei que o que disse até aqui é. de admirar que honrem o sacerdócio os Estados que beneficiaram dele. um fato histórico. an- tes.204 MONS.com . devemos tudo isso ao sacerdócio. destinado a confirmar as provas que exporei a seguir. graças a ela. música. universidadas. Si os povos em toda parte têm honrado os seus sacerdotes. para que os homens. quando muito.obrascatolicas. II CRISTO FUNDOU O SACERDOCIO Afirmamos que Nosso Senhor J esús-Cristo instituiu um sacerdócio especial. escolas.que as almas se co- muniquem com Deus sem intermediário. sejam postos em comunicação com a linha do céu. é. Lemos neles estas belas palavras que o Salvador dirigiu aos que Ele especialmente escolhera: "Não vos chamo ser- http://www. Como sabemos disto ? A) Pelo ensinamento claríssimo dos Evangelhos. pintura. que estejam li- gadas "em linha direta" com Deus~ Mas quis ériar~ no sacerdócio. TIHAMER TOTH critos gregos e romanos. o respeito da moral o triunfo do direito e da justiça! Nada pois. Sem dúvida. Cristo não quis - como alguns o afirmam por erro . uma grande central telefônica à disposição dos homens. ·Arquitetura. e o encarregou de comunicar aos homens os benefícios da Redenção. E toda a ordem pública.

Assim tam'bem. e vosso fruto permaneça" (S. Pois Ele lhes disse igualmente: "Quem vos escuta. 22). mas chamo amigos. Jo. batizando- os em nome do Padre e do Filho e do Espírito-Santo" (S. Em verdade. vo-lo fiz conhecer. Remiu-nos por sua morte. mas esse poder Ele tambem só o deu aos sacerdotes ( S.obrascatolicas.. mas esse poder foi ainda nas mãos dos após- tolos que Ele o estabeleceu (S. quem leu os Evangelhos não pode dei- xar de fazer esta verificação: para assegurar a ext~nsão do reino de Deus na terra. 19).. ]o. O próprio Cristo organizou o grupo dos http://www. Cristo escolheu alguns homens em particular. mas fui eu que vos escoJhí e vos estabelecí para que vades e deis fruto. Nosso Senha r J esús-Cristo tambem ordenou que to- do aquele que quiser entrar no seu reino seja batizado. a mim escuta" (S. comete o pecado. impôs-lhes o dever de pregarem a doutrina cristã: "Ide._ porque o servo não sabe o que faz seu amo . Mt. A IGREJA CATÓLICA 205 vos. A quem. X. e aqueles a quem Ele os enviou têm a santa obrigação de escutá-los.. Mas foi aos apó~olos e aos seus sucessores que Ele confiou o encargo de administrar o batismo _(S. Lc. 19)... depois do batismo.. Mt. Mas a renovação da sua morte redentora confiou-a Ele ainda aos seus apóstolos.com . Lc. Não fostes vós que me escolhestes. XXII. Ele dá a absolvição. para que o re- presentassem. 19). 16). 15-16). porque tudo o que ouví de meu Pai. o penhor da vida eterna é a recepção do corpo e do san- gue de Cristo . Aqueles que Ele enviou têm a santa obrigação de trabalhar pelo reino de Deus . e revestiu-os do seu poder. XV. ensinai todos os povos. para renascer de novo. XXVIII. XX. XXVIII.

obrigar as outras criaturas a volver-se. é mais do que isso.inicióu um. entre os pagãos. o sacerdócio católico representa o pensamento de Cristo. depois da -ordenação. como seu reÍ>resentante \risivel. Cumpre que o seu amor se estenda a toda a humanidade. http://www. mesmo quando esses membros não fossem santos ou gênios.e no entanto. os mere- cimentos. aos doen- tes num hôspital. e dirigir-se imediatamente e com solicitude para onde quer que Deus o chame. junto aos es- trangeiros. Redenção! Nas mãos de homens que. colocando-lhes à testa.obrascatolicas. quando refletimos na tarefa imensa que Nosso Senhor Jcsús-Cristo deu aos seus sacer- dotes.humanamente falando. junto às crianças numa escola. mes- mo quando a sua alma estivesse talvez num penoso afas- tamento de Cristo. Ele deve ir sem hesitação aonde quer que Deus o chame: a uma aldeiazinha. mesmo depois de receberem essa missão. Cumpre que viva no mundo para poder salvá-lo. mas não tem o direito de ser da terra. O sacerdote é nosso com- patriota. permanecem sempre homens. meus 'irmãos.mente com alguem.com . para não perecer com ele. para esse pequeno grupo de eleitos.a empresa terrivel. Em parte alguma tem ele o direito de parar definiti- vamente. muito mais. de se ligar definitiva. aos pcbres num hospício. . a uma grande cidade.206 MoNs. quanto -à vida de suas almas. Sim. . e todavia fora do mundo. B) Mas. O sacerdócio tem duas faces: vive na terra. é filho de tal ou tal família. TrHAMER ToTH "enviados". com uma natureza humana inclinada ao pecado e com o fardo das fraquezas humanas 1 Depois. a sorte da. quando realizou' esta coisa espantosa: a) Confiar às mãos dos homens as forças. um ohefe monárquico. somos quasi obrigados a dizer que Nosso Senhor . deve ser um viajante perpétuo na terra. figura entre os nossos conhecido~.

Pedro. que· muitos não_ a podem suportar. eleitos e delegados por Cristo. si isso não é alcançado completamente. si aquí e acolá se apresentam deploráveis defeitos. fez por graves ra- zões. covardemente. e quando sabemos que os apóstolos. a fraqueza humana aí tambem se encontra. E' verdade : devemos trabalhar com todas as nossas forças para que os traços humanos desapareçam cada vez mais do sacerdócio da Igreja. negou seu Mestre. Mas uma dor que o Salvador. é certo que a nossa fé é frequen- temente posta a pesadíssima prova. esse traço de união entre Deus e os homens? Por que foi que instituiu o sacerdocio? http://www. por assim dizer. abandonaram o Salvador no próprio dia em que foram eleitos. E. não renunciou a fundar o sacerdócio. Esforcemo-nos por investigar com humildade essas razões : Por que foi que -Nosso Senhor estabeleceu esse in- termediário. instituiu o sacerdócio e certamente o.obrascatolicas. previu . mesmo si cada sacerdote fosse um santo e um gênio. que ligou a: distribuição das suas graças a intermediários hu- manos. Mas. não obstante. Pelo fato de haver Ele deixado nos seus sacerdo- tes a fraqueza humana. quando sabe- mos que S. A IGREJA CATÓLICA 207 b) Tarefa de dar vertigem. Sabeis em que é que penso neste momento? Na maior der de Nosso Senhor Jesús-Cristo.com .e não obstante a qual. Seria mais facil afas:::- tar da nossa fé qualquer outro obstáculo do que curar essa chaga dolorosa que nos infligem as faltas humanas dos sa- cerdotes. Nosso Senhor previu tudo isso. não temos o direito de vacilar na nossa fé. no dia da primeira comunhão e no dia da ordenação. mesmo então não se compreenderia a misteriosa decisão de Cristo. Com efeito. Por toda parte onde há homens. E' tão terrível essa provocação da nossa fé. fraquezas e até pecados.

Deus não o quis. · Mas surge em nós esta pergunta: Por que são pre- cisos intermediários? Por que Deus não concede direta- mente suas graças'! Basta refletir um pouco para achar a resposta. a santidade de Deus é hoje a mesma qu~ http://www. primeiramente. bastaria dizermos "Creio em Vós.208 MoNs. Si Deus quisesse. E' para isso que se faz misteJ" o sacerdócio. não é qualquer um que pode executar esses ges- tos. ajoelhando-nos. tende compa. imediatamente fôssemos perdoados dos nossos peca- dos. Efetiva~ente. mas tambem matéria. sem confissão nem absolvição do sacerdote. pobre peca- dor". se sirva de . mas vivendo unicamente para o serviço de Deus. Cristo ordenou que. poder-nos-íamos representar a reden- ção de tal maneira. a) E' inteiramente conforme à nossa natureza ma- terial que Deus.obrascatolicas. A) Consideremos. para nos dar sua graça invisível. Seenhor ". para a tr. Mas. Deus podia fazer que. mas só aqueles que Ele incumbiu disso. fla realidade.ixão de mim.e esses intermediários são os sacerdotes. quê"""o homem não é só espírito. e a gestos d&termina- dos .ansmissão das suas graças.sinais e de gestos exteriores visíveis. teríamos de re- correr a sinais exteriores visíveis. TIHAMER ToTH III POR QUE INSTITUl'Q C~ISTO O SACERDOCIO? Teorícamente. que participássemos da suas graças sem intermediário de espécie alguma. batendo no peito e di- zendo: "Senhor. Noutros ter- mos. ora. Cristo estabeleceu intermediários para a graça -:--. e nos torna- ríamos cristão sem recepção exterior do batismo. um sacerdócio escolhido no mundo.com .

Para ser o intermediário entre Deus e o homem. XXIII. não num interesse sórdido. sinão aquele que Deus esco- lheu para delas haurir. mas não imiteis as suas obras" ( S. 23).i" http://www. b) E cumpre que o sacerdote saiba muito bem que essa dignidade e essa santa função comportam uma grande responsabilidade.ainda hoje esse lugar é santo: nenhum homem pode aprnximar-se das fontes <la graça divina. não como dominador das igrejas. pois. . não por f 9rça. <:.. mas por dedica- ção. Ele não tem o di- reito de pregar teoricamente Cristo e andar ele próprio. Pedro. eles leem -inúmeras ve- zes estas palavras de Cristo : "'O maior entre vós sera vosso servo" (S. a sua essência íntima e a sua razão de ser. 5). Para condu- zir as almas a Deus. por outro caminho. XXII!. Não tem o direito de atrair sobre si as palavras pronunciadas por Nosso Senhor a propósito dos Fariseus: "Fazei e observai tudo o que eles vos dizem. V. Mt. e dar de beber ao seu povo. Para que serve o sacerdote? Para servir a Deus. E estas palavras de S. mas contribuir para a vossa alegria" (II Coríntios. 11). E assim compreendemos exatamente a essência do sacerdócio ca- tólico. Os sacerdotes não existem. Pedro : "Apascentai o rebanho de Deus que vos é confiado. De fato. I. A IGREJA CATÓLICA 209 na época de Moisés. enquanto ele mesmo não segue o bom caminho. Mt. praticamente. E este aviso de S. III. velando por ele. mas fazendo-vos os modelos do rebanho" (I S. Ele não tem o direito de ser apenas um farol que aponta a outrem o caminho do porto. mas de bom grado. 3).com . 2-3). para dominar os fiéis? De modo algum.. Paulo: "Não pretendemos dominar sobre a vossa fé. pois o lugar em que estás é uma terra santa" (~xodo.obrascatolicas. E si Moisés ficou profundamente conturbadQ ouvindo as palavras que vinham da sarça ar- dente: "Tira as sandálias dos pés.

. Nicodemos conversa uma noite toda com Cristo sobre a justificação.com . Jo. E Cristo não lhe diz que "basta Deus eterno e tua alma". em seguida. mas fala-lhe da sua morte na cruz e diz-lhe: "Si alguem não renascer da água e do Espírito. III. Como. a) Tornar-se membro do corpo de Cristo! . Conheceis as palavras do Salvador : "Si não comerdes a carne do Filho do homem e não beberdes seu sangue. para ad- ministrar os sacramentos. 19).210 MoNs. que nos torna- mos membros do corpo de Cristo. e não "batizar-se a si mesmo". XVI.eis a essência do cristianismo: o resto. tudo isso não é o essencial. não pode entrar no reino de Deus" (S. VI. porém. Mç. Sem dúvida. não tereis a vida em vós" (S. quando pensa- mos que Deus ligou a nossa redenção à pessoa de N assa Senhor Jesús-Cristo. B) "Então não poderei por mim mesmo pm-ticipar dos merecimen.obrascatolicas. as festas. 16). -nos haveríamos http://www. Sem ela. sem os sacramen- tos da Igreja. XXVIII. é preciso o sacerdócio. "Quem crer e for batizado será salvo" (S. as formas de devoção. ]o. E' pois pela atividade sacramental do sacerdócio. Com que clareza ele deu esta ordem aos apóstolos: "Ide. Há. logo "for batizado".. ensinai todos os povos. a liturgia.. 5).. a sagrada Eucaristia. logo sois vós que dais o batismo. e. TIHAMER ToTH B) Isto torna-se ainda mais claro. os manda- mentos. na medida em que conseguimos tomar-nos membros do corpo místico de Cristo. pode a vida divina existir em nós ? Não. batizai-os" (S.tos de Cristo? Por uma comunicação di- reta entre minha alma e Cristo ? O Deus eterno e minha alma não bastam? Para que então o sacerdócio?" E' o próprio Cristo quem dá _a re_sposta. Mt. não podemos. tornar-nos membros de Cristo. 54). e que somos remidos.

com . . que são necessários operários para a messe. Jo. Com efeito. e deposita sempre na fronte de novos jovens o ósculo invisivel que os chama ao trabalho. na missa. Cristo os tem chamado à obra. · i E é assim que o poder de administrar os sacramentos.. Jo. os· membros do corpo nústico de Cristo. E' absolutamente certo que Cristo só aos apóstolos e aos seus sucessores confiou a administração dos sacra- mentos. dado por Cristo aos apóstolos. eu tambem vos envio" (S. e então o Pai vo-los perdoará pür causa dos meus merecimentos?" Não. E só os apóstolos puk:leram dizer àqueles que eles próprios escolheram : "Assim como Cristo nos enviou. XX. 21). nós tambem vos en- viamos". a Igreja tem vivido. A IGREJA CATÓLICA 211 de aproximar hoje em dia do corpo de Cristo.. continua nos sucessores dos apóstolos . si não hou- vesse sacerdotes que. mas nunca lhe falta~ ram sacerdotes. e não a todos os seus fiéis e discípulos.. Logo. que aspiram à sal- vação eterna. E a penitência ! Que sacramento indispensa vel para os homens fracos ! Porventura Cristo disse : "Arrepen- dei-vos dos vossos pecados. XX. no decurso desses dezenove séculos. para fazer dos homens. tanto. disse-lhes: "Assim como meu Pai me enviou. Mas disse aos apóstolos : "Os pecados serão perdoados a quem os per- doardes" (S. http://www. * * * Meus irmãos.obrascatolicas. 23). -sois vós que os per- doareis. Cristo sabe que a Igreja precisa de sacerdotes. momentos terríveis. é assim que ele continua na Igreja. não podemos crer que Cristo tenha dado a todos os homens o poder de consagrar. quantos se fazem necessários. o façam descer do céu para o tabemaculo ? Ora. há de- zenove séculos.

os valores eternos. nós to- dos. e bai- xam humildemente a fronte ante a bênção das mãos que dão a absolvição. quando na tarde de quinta-feira. sus~ tentáculo da Igreja. um só desejo. Trezentos mil padres ca- tólicos ajoelharam-se diante do Sagrado Coração e fize- ·ram ouvir esta prece: "Senhor Jesús. acima de todas as fraquezas humanas. Só uma coisa V os pedimos : podermos ser sticerdotes segundo o vosso Sagrado Coração. . os sacerdotes do mundo inteiro se ajoe". porquanto. in- teira a Cristo. pareça uma 001presa absurda confiar. vemos. uma só pulsação do coração. que a expe- riência tem mostrado que não há razão para qualquer receio. sem que eles a houvessem merecido. o sacerdócio tornou-se o robusto. TIHAMER ToTH Não é possível dizer em que é que consiste esse cha- mado de Cristo. humildemente Vos agradecemos nos haverdes chamado a esta dignidade so- brehümana. de maneira que não haja mais um só ins- tante. Não há nada comparavel ao amor piedoso que os fiéis maníf estam para com os seus pasto- res. a frágeis ombros huma- nos.' Iharam diante do Sagrado Coração de Jesús e lhe agra- . fizemos subir a Deus uma prece fervorosa por es- ses sacerdotes. eles vêem sobre os sacerdotes a auréola da ordenação. segundo os cálculos terrenos. entretanto. Foi uma tarde magnífica. vós tambem. Sermos um caminho que conduz somente a Vós. si bem que. E. surge o desejo misterioso -de_ dar a vida . Sermos archotes que ardem por Vós. um só minuto que não seja para Cristo. http://www. um só projeto. um só pensamento. Sermos um facho que ilumina somente por Vós. mau grado as fraquezas humanas que exis- tem infelizmente. deceram a dignidade sobrehumana a que Ele os chamou. como é que. Meus irmãos.com .obrascatolicas. e para as almas imortais.212 MoNs. das profundezas da almâ dum jovem. . ou elevam o Santíssimo Sacramento. 15 de Março de 1934. Vemos que.

nem honras . Amém. Sermos sacerdotes que nada esperam na terra pelo seu trabalho . Senhor. nem distinções. http://www. dai-nos sacerdotes com esse ideal.nem conforto.'" Sermos uma coluna que não vacila. que façam a alegria do Vosso Sacratíssimo Coração e a salvação do rebanho que lhes é confiado.obrascatolicas. pois temos a promessa de S. nem prazer. um carvalho ao. nem bem es- tar.(I S. Pedro. porque temos muito mais que isso. A IGREJA CATÓLICA 213 Sermos um braço robusto que se eleva para· Vós.absolu- tamente nada. 4).que não seja para Vós e para as almas imortais. Sermos sacerdotes que não tehham uma só palpita- ção. V. uma só pulsação . nem riqueza. um só olhar.com . Pedro: "Quando o Príncipe dos pastores aparecer. qual se apoiam as almas. recebereis a coroa de glória que não fenece".

o sacerdote é aos olhos da Igreja um "ªlter Çhristus"1 "outro Cristo"! Hª d~nov~ séçulo~ http://www.com . Em seguida o bispo estende ambas as mãos sobre a cabeça dos ordinandos. enquanto o bispo recita sobre eles as ladainhas dos santos. só esse grande silêncio pode exprimir dignamente o que se passa então : umci fraca cria. só esse si- lêncio comovente que acompanha a cerimônia. e · o que deles espera. Efetivamente. e deixa-os estendidos um instante sem dizer palavra. os sacerdotes que assistem o bis- po conservam as mãos estendidas. Indiquei então que consagraria ainda outra instrução ao sacerdócio. em silêncio completo. para mostrar como a Igreja considera os seus padres.tura torna--se nesse instante uma reprodução viva de Nosso S e·l'ihor J esús~Cristo. os futuros sacerdotes são estendidos como mortos no chão.obrascatolicas. Em verdade. E isso talvez nunca o possamos sentir mais profundamente do que nas sublimes cerimônias da orde- nação. XVII OS SACERDOTES DA IGREJA (II) Tratámos dos sacerdotes da Igreja na instrução an- terior: foi dito que Nosso Senhor Jesús-Cristo instituiu verdadeiramente o ·sacerdócio cristão. "Kyrie eleison ! Christe eleison ! Kyrie ~leison !"Terminam ·a s ladaínhas. silenciosamente. Ao mesmo tempo tambem. Vestidos da alva branca.

Os sacerdotes tambem morrem. mas os ser. Esforçar-me-ei na presente instrução por descre- ver sob esses dois aspectos o sacerdócio católico. devemos saber como devemos ser . sacerdotes.vos de Cristo renovam-se entre elas. sem as quais não pode existir o sacerdote ideal. que devemos rezar pelos sacerdotes. f i- nalmente. que o sacerdócio se apresenta perante nós numa hierarquia 9randiosçimf!tltç or· ganizada.com .. Cumpre-nos. A IGREJA CATÓLICA 215 o sacerdote católico vive na terra.obrascatolicas. http://www. As na- ções vão e vêm.é eterno. II. e nela: viverá enquanto viver a Igreja. . O segundo é: a. Ambos são particulari- dades. A) E' coisa bem conhecida. saber como a Igreja de Cristo encara os seus sacerdotes: e nós. Eis aí os dois traços mais característicos no semblante do sacerdócio eterno. que nós e os fiéis saibamos todos. I I O AMOR DAS ALMAS A primeira característica duma alma sacerdotal deve ser esta: um amor sem limite às almas. cumpre. mas o sacerdócio nã9 morre. Somente. e que fazem nascer o respeito fervoroso e exemplar _dos fiéis católicos para com os seus sacerdotes: /. ninguem diga no fim: "Ah! Como a realidade fica distante desse ideal!" Ai! fica longe. responsabili- dade perante o Pastor supremo das almas. tal como' o ideal e a realidade estão longe um do outro onde quer· que intervem mão humana. porém. -·enquanto houver homens na terra. é verdade. o primei- ro é: o amor das almas. Dois traços caracterlsticos aparecem especialmente na imagem desse sacerdócio eterno.

esses poderes sacerdotcris são inde- pendentes das copacidaàes individuais.e.eis a marca mais importante do sacerdote da Igreja. e viram. ao sacerdócio. 3). obriga o sacerdote a amar a Cristo e ao seu corpo místico.Pedro. e os papas por Cristo. o Se- nhor. junto do lago de Genesaré. Nada lhe per- guntou de tudo isso. o papa. mas como investidos da mais alta missão.com . E Pedro recebeu os poderes de pastor supremo. Bem sabemos que só pode ser sacerdote. o primeiro papa. és bom organizador? És grande jurista? Não.216 M o N s. e cen- tenas de milhares de sacerdotes têm respondido: . Sentimos tambem a força que nos dá a nossa união com o chefe da Igreja. Jo. para empre- gar uma expressão vulgar. Pedro. que os sacerdotes da Igreja não trabalham "por conta própria". no duro trabalho da noite. pelo papa. E tomaram parte. quando escolheu o primeiro papa. E os apóstolos que estavam com ele disseram unanimemente: "Iremos contigo" (S. és sábio? Pedro. Pode-se dizer. Essa missão sublinz. diz um dia Simão Pedro. Sabemos que 'o Salvador. 3). devemos tambem saber que o ósculo de Cristo que consagra sacerdote o aspirante. juntos. Mas disse-:-ihe: Simão. mas são enviados · pelos bispos. W isso que toma http://www. XXI. b) Mas sabemos tam'bem outra coisa. "Vou pescar" . S.obrascatolicas. na sua rica pesca da madrugada. estudaste muito? Pedro. "Iremos convosco". chamou e enviou. e lhe deu o poder supremo. amas-me mais que estes! (S. 15). "Vou pescar'' (S. e) Na sua ordenação recebe ele de Cristo essa mis- são.. T 1H A M E R To T H a) Os sacerdotes não obtêm de si próprios os seus poderes.. essa dignidade sacramental e o poder que lhe é anexo . os fiéis da Igreja. aque- le que o Senhor escolheu.têm dito depois 262 papas. depois de afirmar por tres vezes o seu amor. não lhe disse naquele dia memo- 1"aYel: . Jo. Jo. sob sua própria res- ponsabilidade. juntos. XXI. filho de João. os bispos. Depois. XXI.

perante os fiéis. um moço de 22 anos. XI. que se sucedem constantemente.cada um se volve com con- fiança. é um cimo que surge diante de nós.com . experimentamos incessantemente novas impressões. porque por trás dessa forma humana defeituosa. Que o padre que celebra a missa seja um grande sábio ou um homem vulgar. e eu vos aliviarei" (S. nem ao esposo ou à esposa. · b) O sacerdócio é para nós como as montanhas co- bertas de neve : por qualquer lado que as olhemos. B) E agora o sacerdote católico já começa a assu- mir perante nós uma forma concreta: Que ente maravi- lhoso o sacerdote católico! o) E' um homem que não tem familia e que tem. nem aos paren- tes. o mais simples pa- dre.. acolá é wn córrego. foi Cristo que os en- viou. brilha a grandeza de Cristo. Mt. Um homem a quem contamos com confiança os se- gredos mais penosos e ansiosamente ocultos. é a Cristo que buscamos. é repetir a toda alma exausta. pois sabe que ser padre é ser dispensador do amor divino. http://www. que o confessor seja uin velho diretor cheio de ex- periencia ou um padre ordenado há poucos dias. que jamais diríamos a quem quer que fosse : nem aos nossos melho- res amigos. · fra- gil. doente. foi Cristo que lhes deu seus poderes. as centenas e os milhares de fmnilü:zs da p07óquia. no entanto. sofredora e combatente. cada vez que avançamos um passo. Um ho- mem a quem desconhecidos chamam "meu padre". mesquinha. pouco importa: é Cristo o principal~ é Cristo que voga.em busca de um alívio na angústia física e moral . A IGR~JA CATÓLICA 217 tão digno de respeito. 28). Um homem para quem . Aqui.obrascatolicas. meu pai. Um homem para quem os outros homens se volvem nos dias mais alegres e nos dias mais tristes da vida. as palavras eternamente memoráveis do Su- mo Sacerdote : "Vinde a mim vós todos que estais fatigados e oprimidos.

Mas. à custa de todos os sacrifícios. "Sim. O rito da consagração episcopal mostra-o claramente. sinal de fidelidade. pois devert>is guardar intacta. quando irrevogavelmente · o padre se une a Cristo. família. Aí está por que os padres não se casam.seu coração pulse duma grande vida.218 Mo N s. VII. nas encostas da montanfta. para a sociedade. 32). antes. e) E. casam-se num sentido especial : no mo- mento sublime da ordern1ção. é um rebanho a pastar.que os sacerdotes da Igreja de- vem responder a tanta coisa. Deve tamhem conhecer as questões econômicas. e que o barulho da vida não penetre no silêncio dos cimos brancos de neve.exatamente como no ma- trimonio .mas o cume mais alto parece ignorar tudo isso : ergue-se para o céu puro. com fidelidade inviolavel. procura agradar ao Senhor" (I Coríntios. Paulo: "Aquele que não é casado cuida das coisas do Senhor. E o padre deve trabalhar pela Igreja.com . A vida atual chama -a miudo pastor dalmas para fora do púlpito. seus filhos e sua esposa. cumpre que . alhures uma cabana- zinha. quando . certamente. E ~ alegria do padre é a vida http://www. . para a escola. onde o tumulto eia vida não tem o direito de penetrar. são a fa- mília do padre. a Igreja. mesmo si a vida for- migante segue o seu curso. Na alma do sacerdote.o novo bispo recebe o anel bento com estas pa- lavi:as: Tomai este anel. Só assim é que eles podem realizar estas palavras de S. co- mo a mãe para sua. a política. Ou. para as obras.obrascatolicas. para fora da igreja. TI H AME R To T H lá em baixo. um cimo branco como a neve. a Igreja e seus membros. a esposa de Deus. justamente por. na sua alvura eterna. um cabrito montês a pular ou uma cascata rápida . tambcm cumpre que haja uma elevação. cumpre que sejam celibatá- rios.mas deve estar em contacto com tudo isso de maneira que a isso não se ape- gue.

escreve Santo Ambrósio com uma concisão clássica. b) Compreendemos tambem agora esse respeito ca- loroso e filial. que os fiéis m. como o hom~m casado se alegra com a felici- dade de sua fanúlia. por amor sobrenatural das al- mas. Para que ele seja. da alma sacerdotal: fazer irradiar o am:or eterno de Deus . numa época de fria objetividade. "Reliquit nos tanquam vi- carios sui amoris" .com . O coração do pai. quando mal pode atender às numerosas confissões. Pedro. isso tambem que Ele criou o coração do sa- cerdote. por exem- http://www. o coração da mãe. E basta. os fiéis celebrem com entusiasmo in- crivel a entrada do papa em S. uma santa união. dizem os Ambes. mas. mesmo. e· foi por isto que Ele criou a mãe de familia". a força ·misteriosa da vida: o amor de Deus. Alegra-se. E assim compreendo agora que um tal coração deve permanecer livre : para poder amar todos os fiéis. Dever-se-ia dizer mais exafamente : não se pode ver a Deus em toda parte. que um legado do papa apareça em algum fagar.eis o escopo duma alma de padre. alegra-se. o sacerdo- te contrai uma união. "deixou-nos como os representantes do seu amor".anifestam para com os seus SOJCerdotes. Compreendemos que ainda hoje.obrascatolicas. mas com o amor eterno de Deus. a) "Deus não pode estar em toda parte. o coração do sacerdote são as três fontes de onde jorra a água vivi- ficante da existencia. C) Esse amor das almas é um elemento essencial. A IGREJA CATÓLICA 219 da Igreja. indispensavel. alegra-se. Sim. Foi por. criou Ele o coração materno. quando sua igreja está repleta . a prova do amor de Deus. para fazer sentir em toda parte o seu amor.. quando à mesa da comunhão a mul- tidão acorre solícita para Nosso Senhor. Com- preendo que ninguem deva atar essas mãos.

E esse sol deve luzir com serenidade. com sua comprida batina preta.sdbre bons e maus. na única vida verdadeira. ca- lúnia. XI. na vida eterna. um -amigo dos publicanos e dos pecadores" ( S.e acompanhem por toda parte! e) Sem dúvida. no firmamento · deve espalhar os seus raios com o mesmo calor. incompreensão. Há senhores bem vestidos e senhoras dis- tintas..em um dos deveres do padre inquietar o homem que vive tranquilamente nos seus pecados . A missão do padre é análoga à do sol. se inquiete e se perturbe à vista do padre. qne . Sim.. E' verdade: segundo o evangelista S. mesmo quando sabe que o\ espaço gelado e tenebroso lhe absorve todo o calor. que a gente esquece tão facilmente. Quando no caos dos reclamos elétricos flamejantes. os cordeiros de Cristo. na luta pelo pão quo- tidiano. é tamb. há tambem hotJ?. nos orgulhamos de que o mundo caido no pecado. involuntariamente. padres. T1HAMER ToTH plo num congresso eucarístico internacional para que a ale- gria e o triunfo o acolham . sem o quererdes. MoNs. 19).ens que não sã.quando encontram um padre na rua . que s·uas intenções as mais santas só encon- tram frequentemente insensibilidade. no tumulto das ruas ani- madas.com .o a favor dos sacerdotes. passa ao lado de vós um padre. Mateus.assus- tam-se e balbuciam com lábios trêmulos : "Ah ! vai me acon- tecer alguma coisa !" Não vos surpreendais com o que vos vou dizer: Nós outros. Com efeito.. pensais na outra vida. já os havia naquele tempo e diziam de Nosso Senhor Jesús- Cristo: "E' um homem qne gosta do bom passadío e do vinho.obrascatolicas. que pensam deles todo o mal pos- sível. não pode ser digno sacerdote de Cristo. Mt. quem não ama as almas. http://www.

A) Os sacerdotes de Cristo sabem que imensa res- ponsabilidade vai. Sabem que um mau padre pode acumular mais ruinas do que as podem reparar dez anjos. o que pregam nos seus discursos. a) Que sacerdote não tremeria à lembrança da sua responsabilidade. http://www. Sentimos. Sentimos que devemos ser portadores de luz. decorre um segundo traço bem visível da alma do sacerdote: a emo- cionante convicção da sua responsab1:tidade para com. da alma dos próprios sacerdotes . nas noi- tes procelosas. e braços túmidos da força divina~ para estendê-los a todqe os que caíram. en- voltos nas trevas. de par coni os seus poderes. na sua vida. si o semblante de Nosso Senhor Jesús-Cristo irradiar brilhante. o Pastor supremo das ahnas. mas ninguem deve fazê-lo mais severamente que o sacerdote. e que devemos elevar os nossos fachos ace- sos com a flama do céu acima dos caminhos terrenos. si eles mos- trarem. si o seu gênero de vida der testemunho em favor de Cristo. mas ninguem o tem mais fortemente que o sacerdote. A IGREJA CATÓLICA 221 II RESPONSABILIDADE PERANTE O PAS- TOR SUPREMO DAS ALMAS Do amor generoso das almas imortais. pelo fato de lhe estar nas mãos a sorte da Igreja? O reino de Deus só pode dilatar-se entre os ho- mens. fazer o seu exame de conciência.obrascatolicas. B) Todo homem deve. que precisamos de mãos robustas.com . A) Todo homem deve ter o sentimento da sua res- ponsabilidade.

16). mas sim aquele que pode dizeT aos íiéis estas palavras de S. bem estar e vida de família. um facho aceso no co- ração de Cristo. para seus irmãos que procuTam o caminho nas trevas. Só pode fazer-se sacerdote quem sabe. na salvação das almas. e que desejo. Eis aí o que sente a alma sacerdotal.com .obrascatolicas. mas conser- va-se ele próprio. um coração inflamado junto ao divino Coração de Jesús. b) Sim. aqueleJ que vive de uma flama inextinguivel. trabalhe por libertar todas as ovelhas que se debatem no meio dos espinhos.. . XII. todo o seu ardor. gélido.e freme com isso. um coração que. mas ao 111fesmo tempo a. mais fecunda do que ser. Só lhe pode per- tencer. Só pode ser sacerdote quem não é como o fio elétrico. IV. com amor compassivo.. TI H A ME R To T H Sentimos que devemos ter um coração ardente. com todos os seus pensamentos. Só pode fazer-se sacerdote quem ·pode dizer como o santo Cura d'Ars: "Si eu já estivesse com um pé no pa- raíso e ainda pudesse salvar um só pecador na terra. carreira. niaís difícil. tudo concentrado na realização da obra de Cristo. todos os seus intentos e ambi- ções. http://www. como eu sou imitador de Cristo" (I Cor. sinão que ele arda?" (Lc. Paulo: "Sede meus imita- dores. não hesitaria um só instante em voltar à terra". 49). que traz aos homens a corrente vivificadora. Só pode fazer-se sacerdote quem pode dizer de si mesmo estas palavras do Salvador: "Vim trazer fogo à terra.222 M o N s. ser o pastor que reconduz a Cristo as ove- lhas perdidas nos espinhos. quem com- preende que não há no mundo alegria mais santa. mais elevada. sentimos bem que o sacerdócio é a mais sublime vocação que possa caber ao homem na terra. Sente-o. na dilatação do reino de Deus. Só lhe pode pertencer quem sabe libertar-se de tudo quanto significa dinheiro.

Devemo-nos tornar como as santas espécies no Santíssimo Sacramento : tudo o que há em mim é mera aparência exterior. 30). aquele a quem se aplicam estas palavras de S. por meus irmãos" (Rom. Jo. aos projetos. Os homens nos chamam "meu padre". meu pai. IX. quanto mais o sacerdote ! Nós que devemos mostrar tudo o que de Cris- to é visivel na terra.obrascatolicas. nossos projetos. cheias dum amor entusiasta do pró- ximo: "Desejaria ser eu próprio anátema longe de Cris- to. mas o http://www. Paulo : "Já não sou eu que vivo. necessita dum exame de conciência continuo e ri- goroso. então a nossa palavra "sacerdos" quer di- zer um santo presente de Deus. sempre e em todas as nossas ações? Sem dúvida. João Batista disse do Salvador: "Cumpre que ele cresça e que eu diminúa" (S. ou ainda quem pode dizer estas palavras do apóstolo. cumpre que pouco a pouco cheguemos a fazer com que Cristo apareça em lugar do nosso eu. Mas ao mesmo tempo é tambem um grande aviso para nós : so- mos realmente assim. Paulo: "Fiz-me todo de todos. que nossos desejos. 20). é Cristo que vive em mim" (Gálatas. que se aplique a nós esta frase de S. É o título mais nobre que possa receber um sacerdote. um accessório. 3). Mas não temos o direito de enganar-nos a nós mesmos : si todo cristão deve ser "alter Christus".. 22).com .. e n~ a pessoa. esse título acompanha a função. II. · b) Mas. nossas ambições deem lugar aos desejos. afim de salvá-los todos" (I Cor. si quisermos ser tais como nos chamam.. A IGREJA CATÓLICA 223 Só pode sê-lo. B) E já que o sacerdote sente essa imensa responsa- bilidade. Devemos dizer o que S. Devemos chegar a tal ponto. às ambições de Cristo. III. a) Si é verdade que as palavras têm um sentido em si mesmas. IX.

si-. que elas encontrem eco. é um exemplo· dessa morte mística. Mas é certo que enquanto houver um sacerdote que. .224 . como segundo traço característico.a não pode estar escondida. na fisiono- mia ~os sacerdotes <la Igreja. Vós sois a luz do mundo. mesmo nas almas pos~uidoras do mais fraco aparelho receptor. ninguem pode predizer quantos dias àinda deve durar o reino de Deus. que em verdade é o mais belo incremento de vida. em nós . Nos tempos que correm. afim de que. as energías da estação emissora. Esse despojamento da alma sacerdotal. antes de começar o seu trabalho. não para ser posto fora e calcado aos pés. como poderei hoje cumprir a Vossa santa vontade? - http://www. pelos homens. M o N s. Mt. Faz-se mister. "Vós sois o sal da terra.obrascatolicas. É esse sentimento profundo da sua responsabilidade que aparece. Uma cidade situada sobre uma montan. eles glorifiquem o vosso Pai que está nos céus" ( S.Jesús-Crisfo e Lhe pergunte: Senhor.mesmos. os homens têm apenas pe:. Nós sacerdotes. quenos receptores para perceber as idéias eternas. que faça- mos irradiar as belezas da vida cristã com tal superiori- dade. .com . Si o sal ficar insosso. com que se há de salgar? Então ele não presta mais. * * * Meus irmãos. vendo as vossas boas obras. hoje em dia. É o et~no aviso que estas palavras do Pastor nos lem- bram. Brilhe assim a vossa luz diante dos homens. aumentando cada vez mais fortemente. . essa "exinanitio". contemple durante a meditaçâ:o Nosso Senhor .. 13-16). E todo sacerdote deve sentir que a sua santa vocação lhe impõe essa obrigação. . toda manhã. V. temos que vir em seu auxilio. T I H AMER T oT H- essencial em mim é Cristo.

"eino de Deus. para c:>Fpadres. nem as coisas presentes. fazei que eu seja um padre assim. :f!les se propõem essa per- e gunta lhe respondem imediatamente com S.h oje em dia a huma. hoje em dia ainda. nas nossas mesa~ de trabalho. http://www. cujo coração bate uníssono com o coração de Cristo. poderá sepa- rar-nos do amor de Deus em Jesús-Cristo Nosso Senhor" (Rom. Paulo: "Te- nho a certeza de que nem a morte. a fome. nem a profundidade. Que seja o sal que preserva da corrupção. apesar de todos os ataques e persegui- ções. nem criatura outra alguma. não precisa de padres funcionários. Que seja a luz do mundo que mostra o caminho que conduz a Vós. enquanto houver sacerdotes que todo dia façam a si mesmos esta pergunta do apó. com~ por uma cálma noite de verão as mariposas que buscam a luz. -· Não é verdade que . . cuja alma arde do amor de Cristo.stolo : "Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação ou a an- gústia? A perseguição. VII~ 38-39). não precisa de padres de carater fraco. A Igreja de Cric:. voam para a branda claridade da lâmpada. A IGREJA CATÓLICA 225 o J.com .to continuará a fazer conquistas e a estender-se. rezai por pa. nem a vida..dres dessa elevação! Porque nós tambem rezamos desse modo. nem os principados. nem os anjos.mas somente de padres santos. Não precisa de padres de alma gélida.nidade não precise mais de padres. a nudez. as almas que aspiram à luz eterna afluem para os padres. nem as potestades. Ma_s. VIII. 35). precik. Ao contrario. nem as coisas futuras. continuará a viver e a prosperar. o perigo ou a espada? (Rom. Ah! irmãos. nem a altura. por nós mesmos : "Se- nhor.obrascatolicas..

Que seja um facho ardente que segurais na Vossa mão. cujos exemplos se avistam de longe.obrascatolicas. 226 M o N s. Que seja um cirio que Vos alumie.ração. segundo o vosso Sagrado Co- ." Amém.com . T 1H AM ER To T H Que seja a cidade coloca.da sobre a montanha. do qual vossos fiéis e vossos cordeiros possam dizer: Ele é verdadeiramente a luz que nos guia para Deus. I http://www. Que seja um sacerdote.

XVIII A IGREJA PERSEGUIDA Costumamos chamar a Igreja de Cristo. a Igreja foi perseguida pelos imperadores romanos. Lc. de maneira misteriosa. verdadeira- mente.. A Igreja perseguida! Que dolorosas recordações. de Cristo que continua a viver.mas a perseguição é essencial- mente a mesma. e de que a Igreja seja obrigada a suportar todos os sofrimentos que foram o destino de Cristo. XV. si assim é. Cristo foi perseguido por Herodes e Judas. a edição aumentada da história da vida terrena de Cristo. segundo a expressão de S. mas. perseguida. "o corpo místico de Cristo". pelos déspotas bisantinos. pelos Fariseus e Escribas.. 1 XIX. 14).com . entre nós. é sempre o mesmo grito : "Não queremos que Ele reine sobre nós" (S. pelos prín- cipes grandes e pequenos. estas simples palavras: a Igreja perse- http://www. então não nos podemos admirar de que a história da Igreja seja a repeti- ção.obrascatolicas. Caifaz e Pilatos. Paulo. Me. os luga- res e as datas. Mas. 13). que consoladorês pensamentos des- pertam em nós. . "crucificai-o" (S. - A digna esposa de Cristo perseguido. mas o fundo dos acontecimentos é o mesmo. ao mesmo tempo. a Igreja Cató- lica. No curso dos séculos. só mudaram os nomes. tem sido perseguida pelos ma- çons e pelos bolchevistas. só podia ser a Igreja.

não podereis destruí-la" (At-> V. enquanto a Igreja Católica subsistir na terra. Será uma meditação sem dúvida bem doloros"a. 38-39). http://www. si vem de Deus. enquanto houver um homem no mundo. Gamaliel. si II. si J. não um libertador político. e por isto eles convocaram os apóstolos pe- rante o Sinédrio para forçá-los ao silêncio. ma~ tambem assaz instrutiva. rebentava em Jerusalém a primeira perseguição contra os cristãos. mas. continuará a erguer-se. mas o salvador das almas. que é a grande lição proclamada pela Igreja com força indestrutivel.obrascatolicas. Isso não agradavà aos Judeus. em seguida. no mundo.com . dirigiu então aos membros do Siné- drio estas palavras memoráveis : "Não vos ocupeis com essa gente. e. mas. TIHAMER ToTH guida! Apenas Nosso Senhor deixara a terra. confortadora e própria para for- talecer a nossa fé. na primeira parte da nossa pre- sente instrução passarmos rapidamente em revista as per- seguições cruentas que a Igreja tem sofrido há dezenove séculos. e essa chama devastadora não devia mais extinguir-se. Os apóstolos pregavam que Cristo era o Messias pro- metido. Nesta instrução vou falar da "Igreja perse- guida". Mas o dou- tor da lei. como o esperavam os Judeus.228 MoNs. e deixai-a ir. ora aquí. nos esforçarnios por enxer- gar o fim que a divina Providência quer atingir por essa provação. Si essa idéia ou essa obra vem dos homens. na instrução seguinte tratarei da "Igreja inven- cível". cairá por si mesma . I AS PERSEGUIÇÕES CONTRA A IGREJA A) Os primeiros perseguidores da Igreja foram os Judeus. ora alí.

mas os Judeus não as escuta- ram.obrascatolicas. Centenas de milhares de pes- sDas deram a vida pela fé cristã. . que o cristianismo tenha podido fazer frente às violências do poder romano. e tudo isso não pôde aniquilar o cristianismo. E' um enigma. na História do mundo.mas em vão. idem etiam de christianis sanxit") . O diácono Santo Estevão foi a primeira vitima: em seguida S. humanamente inexplicavel. Consoante Justino.com . Diocleciano. a) A perseguição romana contra os cristãos foi duma crueldade sem exemplo e particularmente sangrenta. acusando-os de· impiedade e de ateísmo. B) A perseguição judáica foi seguida duma perse- guição muito mais perigosa : a intervenção do poder ro- ·~O contra o cristianismo. o banquete eucarístico foi tratado de banquete de Tieste . e de procurarem enfraquecer a força da sua pregação. Severo proi'biu que alguem se fizesse cristão (" Judreos fieri vetuit. às injúrias. Pe- dro foi lançado à prisão. os Judeus haviam encarregado emissários de seguirem passo a passo os apóstolos. Mas tudo isso não pôde prejudicar a Igreja: a semente lançada pelos apóstolos cresceu a olhos vistos. às calúnias. aos sar- casmo e à luta aberta. . as reuniões dos cristãos nas cata- cumbas foram_ tratadas de conspirações. Que calúnias inauditas foram lançadas contra os cristãos! O culto espiritual de um Deus espiritual foi tratado de ateismo . e tomou-se mais forte de dia para dia. após http://www. . E de que meios inauditos lançaram mão contra eles ! O imperador Adriano J]landou elevar uma estátua de Venus no Calvário e uma de Júpiter no túmulo do Redentor. A IGREJA CATÓLICA 229 Palavras magníficas.mas em vão. e a primeira perseguição continuou. à defesa desesperada da gi- gantesca civilização pagã. o amor do pró- ximo foi considerado depravação.

mais sangrenta perseguição. no lu- gar onde se elevara o seu palácio e onde fora preparada a . T1H AMER T oT H cruel perseguição. e que terá o seu nome. b) A perneguição a mais cruenta foi inutil: a jo- vem esposa de Cristo.com . e que no local onde se achava seu trono se elevaria o trono duma dinastia imorredoura : o trono do papa. a Igreja. enxugou o rosto banhado em sangue. uma das mais belas igrejas de Roma. quanto o foi seu espo- so. Em que pen- sa ele? Não na magnífica basílica que. é alí que se ergue agora a Igreja de Santa Inês. Certamente Inês.obrascatolicas. reza por ele com angústia: será seu filho um confessor da fé tão intrépido. que deu http://www.230 M o N 5.de alma ar- dente . Não pensa em que milhões de pessoas lerão um dia seu nome no martirológio. e retomou sua marcha. num altar. aureolada de glória. mais forte do que antes. na f>iazza Navona. violentamente para o antro do vício.mas debalde. Ignora tudo isso esse menino. Pancrácio? Sua mãe. quan- do a arrastaram. não teria pensado no que viria a ser um dia aquele lugar de pecado. Não vê o relicário de prata no qual o papa Honório I depositará os seus restos mortais. . que deu a vida por Cristo? O filho . Certamente Maximiliano jamais teria pensado que. Só o previu Cristo. brilhará como a do menino- martir do cristianismo primitivo. a jovem martir de 14 anos. Falar-vos-ei do jovem martir S. sua imagem. a multidão dos peregrinos virá visitar em Roma. e em que. "Em lembrança da destruição do nome cris- tão". Lucina. o seu Redentor.está sentado nos joelhos da mãe. fez elevar um monumento comemo- rativo com esta orgulhosa inscrição: "Nomine christiano- rwn deleto". Efetivamente. se ergueria um dia a Basí- lica de Latrão com esta inscrição : "Mãe e senhora de todas as igrejas". mil e seiscentos anos mais tarde.

os hereges atacam a Igreja por todos os lados. e houve mesmo um tempo em que. E. e reconheceu a injustiça do seu edito de perseguição. outras vezes é um grosso galho. "o mundo inteiro" se achou na here- sia. Já não ataca abertamente. seus filhos separados. http://www. a Igreja chorou. mais bela e mais jovem. com força nova. em consequência. e o perigo das invasões bárbaras fora da Igreja.no campo da história. mas em seguida. os frutos corrompidos. mas as portas do infemo não tinham podido prevalecer contra ela. quando Maxêncio se afogou no Tibre. quando Li- cínio sucumbiu sob a espada de Constantino. quando Galério morreu devorado pelos vermes. a) Os ci6mas surgem dentro da Igreja. caídos dos seus ramos. um assalto mais perigoso foi lançado contra a Igreja: os ataques espirituais. quando Maximilia- no Hércules se suicidou . no entanto. e) O poder romano não pôde triunfar desse espí- rito. A cada século. dos Romanos. quando Maximino expirou em sofrimentos tão atrozes quanto os que preparara aos cristãos . As vezes. Lucifer mudava de tática. C) Depois das perseguições abertas. A IGREJA CATÓLICA 231 a vida por ele.com .obrascatolicas. mas age como um adversário f raquís- simo : envenena as fontes do inimigo. e. sem dúvida. No fim desses trezentos anos de perseguições. mas cheia de força e de ardor no combate. e por Quem ele tambem dará a sua jo- vem existencia. continuou sua obra: as portas do in- ferno tinham-lhe oferecido lutas cru eis. por assim dizer. quebra-se apenas um pequeno ramo. . a jo- ~ Igreja enxugou o semblante ensanguentado.a esposa de Cristo lá se mantinha sempre : coberta de sangue. Quando Diocleciano desceu do seu trono de púr- pura e terminou seus dias como velho rabujento. prosseguiu sem · desfalecimento seu caminho .

pela zombaria. O ateismo declarado dos Soviets russoo. mas foram os. arrancar da alma humana a fé em Deus. no centro desse grande movimento.• Mas a Igreja Católica aí está. b) O a56alto veiu de outro lado: o ideal do mundo pagão voltou à tona com a Renascença. depois. · c) Depois de tudo isso vieram as perseguições atuais. E. A Renascença contamina a vida e os costwnes cristãos até nos seus che- fes. sempre. Vejamos o que resultou daí. si fosse obra humana.obrascatolicas. Essas lutas ainda duram. Em ver- dade ela deveria então ter perecido. uma nova religião.com . Apraz-me demonstrar-vos de que bastará um só. pela dinamite. mas quer criar. e assim con- duzir o homem à irreligião total. E qual foi o resultado? O poder de vida da Igreja lançou para longe dela a infecção e triunfou dos assaltos desesperados do ideal pagão. "Estou cansado de ouvir dizer - declara'Va Voltaire . Depois sobreveiu outro assalto não menos pe- rigoso. man- tem-se de pé o rochedo contra o qual as portas do inferno não prevalecem. Nessa época. pelo exílio.232 M o N s. a revolução francesa. a perseguição não cessa. povos bárbaros que se submeteram ao jugo suave de Cristo. pelo ferro. que querem pelo terror. E lançou esta ordem: "Esmagai a infame" . Depois vieram os aráutos do "filosofismo". fontes de perdição insinuaram-se na vida da Igreja. mas quem será vencedor? Deus ou o ~teísmo? Jesús- http://www. que não combate contra Deus abertamente como os Soviets. com as lendas fantásticas das religiões pagãs primitivas. até nas mais altas autoridades. T I H AM ER T oT H Vêm as invasões bárbaras. Que foi que aconteceu? A Igreja não aceitou o espírito sel- vagem. Forças brutais assaltam a Europa. para destruí-lo". pelo sangue. pelo fogo.que bastaram doze homens para fundar o cristianismo.

mais viva. Cremos que nem um só dos nossos cabelos cai. a Igreja Católica nunca teve tantos fiéis como atual~ mente. eles certamente não sabiam o que queria com isso a Providência. ao cabo de todos esses esforços. Os que viviam na tempestade das perse- guições não percebiam quais eram os desígnios de Deus. até aqui. Recorre-se às inscrições dos tem- pos prehistóricos. Pedro. Quando o fogo do sofrimento queimava os fiéis de Cristo. ela desabrocha. Com efeito. aos costumes dos povos primitivos . "As portas do inferno não prevalecerão contra ela". nunca teve tantas igrejas como hoje. Ora é a astronomia que se opõe aos dogmas.não nos contentamos em consignar sim- plesmente os fatos. Deus tem. noutra parte do mundo. ora é a biologia. que esteja em contradi- ção com os nossos dogmas ..e nenhum deu resultado. Ora parte-se em guerra contra ela em nome da geologia. portanto.obrascatolicas. A IGREJA CATÓLICA 233 Cristo ou Satanaz? O testemunho da História. não há um só terreno da civilização hu- mana ao qual não se tenha até aquí ido buscar argumen- tos contra a Igreja . E. sem que o saiba nosso Pai do céu.com . http://www. II A DIVINA PROVID~NCIA E AS PERSEGUIÇÕES Mas.· Quando começam a perseguí-la num país.. . ora em nome da filosofia. grandes desígnios quando permite que sua Igre- ja seja perseguida. irmãos. verifica-se que não há uma só verdade científica certa. não permite duvidar um só instante do resultado. e vemoo realizar-se de ma- neira tangivel e visivel as palavras que o Salvador dirigiu a S. e após perseguições sem tré- gua. quando a fundou:.

E. uma via-sacra contínua. Hoj~. E' certo que isso lhes foi penoso e que eles sofreram coni isso. 8). já vemos claramente que á perseguição rea- lizou um dupló fim nas mãos da Providência. as páginas mais esplendentes da sua hiistória não foram escritas nas épocas em que a humanidade se incli- nava ante a grandeza da Igreja. I. hoje. Assim como um vento sacode em todos os sentidos os galhos da árvore e.. tanto mais vitoriosamente se ergue a cruz de Cristo. .a a wna nação. essa perseguição contribuiu para o cumprimento do mandamento divino : "Sereis minhas testemunhas . Mas vemos agora o quanto isso serviu aos desígnios da divina Providência. do saf!gue dos mártires nasce uma nova vida cris- tã. T I H AMER T oT H Mas.com . durante três séculos. . nasce a pérola preciosa. Apenas Nosso Senhor deixara a terra. O caminho da Igreja de Cristo tem sido.obrascatolicas. De fato. des- pegando os frutos.pois o sinal mais caro à Igreja é a cruz. O cristianismo toma pé em Roma. leva a longa distância a semente de novas árvores.quanto mais sangue cristão corre. estalava em Jerusalem a primeira perseguição. Tudo corres- ponde a um plano Divino.· to e para a dilatação da Igreja. ou à sua própria lgrejà. como do grão de areia que tortura a conclia. como após uma chuva de maio principia a nascer a messe. quando a Igreja mais sofreu. e. http://www. coisa no- tavel.. Acendem-se alí a perseguição de Nero e em seguida as perseguições mais sangrentas. vemos tudo sob outra cla1"idade. seja o que for que acontec. . "Sanguis martyrum semen christiano- rwn". mas sim.me1r..234 M o N s. porém. assim tambem as perseguições têm propa- gado a Igreja de Cristo. ao longo de toda a História. até os confins da terra" (At. ~ os apóstolos eram obrigados· a abandonar a capital judaica. A) As perseguições contribuem para o revigora.

floret. é para nós um gra:nde consolo e um conforto. Não somente quer fortificá-la no meio das tempestades e per- seguições. a) O capítulo XIV do evangelho de S.obrascatolicas. pois quem avança no . e as pérolas da Igreja de- saparecerão" . as forças exteriores e as resistências intelectuais prepararam o tri- unfo da Igreja. vin- cit. Os tempos de perseguições sempre . São bem verdadeiras estas palavras de Santo Hil. que carrega sua cruz. fica de pé quando parece vencida". .dizia Santo Ambrósio. Mateus mostra-nos Nosso Senhor andando sobre as águas. B) Mas a divina Providência tem ainda outro in- tuito quando permite as perseguições da sua Igreja. Eram três horas da madrugada. A IGREJA CATÓLICA 235 Ninguem apreende tão profundamente o sentido e a uti- lidade do sofrimento. incessantemente.ário: "A Igreja floresce quando é persegui- da. quanto a Igreja de Cristo. A barca dos apóstolos era jo". diz S. ~'Tirc~i as perseguições. cum superari videtur". e que nossos olhos en- xergam então melhor a verdadeira significação das coi- sas. dwn opprimitur. que sabe que sob as marteladas do sofrimento se abrem na alma humana profundezas insuspeitas. "Si não tivesse havido he- reges. mas quer tambem consolá-la e animá-la.caminho da cruz deve inevitavelmente encontrar-se com Cristo.' gada de um lado e doutro pelas vagas. a ciência dos santos não teria flo- rescido". . Assim. as heresias e as perseguições.foram as épocas mais gloriosas da Igreja. dum_persecutionem patitur. de repente o Salvador aparece andando sobre as águas e chamando a http://www. proficit. Toniaz. progride quando é des- prezada. designando o mar- tírio sob o nome de pérola. dum contemnitur.com . O fato de. a Igreja haver sempre triunfado. ao mesmo tempo que uma certeza da verdade da promes- sa de Cristo. stat. triunfa quando é oprimida . "Ecclesia. segundo a qual as portas do inferno não pre- valecerão contra a Igreja. na luta.

. . científico. segurou-o e lhe disse: "Homem de pouca fé. b) Quantas ~zes. . por que duvidaste? E quando subiram à barca. Depois vem o doloroso cisma do Ocidente. e Pedro teve medo. a filosofia. . à medida que sua fé e sua confiança diminuiam. qual novo espectro devastador. os soberanCJtS. monofisis- mo. XIV. o vento aplacou-se" ( S. "Senhor. mas não temos o direito de faltar à fé nem de desesperar. o maometismo lança-se 6obre a Eu- rnpa. há dezenove séculos. que procurava reduzí-la à escravidão. . Quando Pedro. Mas a água estava agitada. em apa- rência. E logo Jesús. estendendo a mão. mau grado tantas perse- guições cruentas. porque o Senhor -não dei- xará sossobrar a barca de Pedro.com . têm se erguido em torno da barca da Igreja. 31-32). muni- do de meios poderosos . T I H A M ER T o TJ![ Si Pedro. Que perigo significou para a Igre- ja o bisantinismo.obrascatolicas. Depois. E. nas lutas interiores que esta tem tido que sustentar no mo- mento das heresias : arianismo. se ouve cha- mar pelo divino Mestre. Ela tem visto ligarem-se contra ela os indivíduos. Mt. dema- http://www. E hoje? Um perigo mais terrível do que todas as heresias e todos os cismas : o ateísmo organizado. Imagem frisante da Igreja de Cristo! O Senhor não lhe poupou no passado. "As portas do inferno não preva- locerão contra ela". salvai-me".236 M o N s. As vagas erguiam-se bem alto. não tem um instante de hesi- tação: salta nágua e adianta-se para Nosso Senhor. . a ciência. como que por milagre perpétuo. a Igreja Católica persiste de pé. as instituições. as correntes de idéias. Há século~. E. . com uma força que não fraqueja. . tempestades irresistíveis. pelagianismo. nestorianismo. e não lhe poupará no futuro as tormentas da perseguição. o cisma da Igreja do Oriente ! Depois. ele começou a afundar-se nas ondas.. exclamou ele com desespe- ro. as forças dos Estados. de alma ardente.

Mt. Mt. a cabeça contra o rochedo . sem baionetas. porque foi o Filho de Deus quem as pronunciou: "As portas do inferno não prevalecerão contra ela" ( S. Ao lado dela ruiram imensos impérios que dispunham de poderosos meios para sua de- fesa. na terra. desmentissem as acusações frívolas dos incrédulos. do que a ma- çonaria e as ligas dos "-sem-Deus". que pronuncia a oração fúnebre da Igreja.com . mas que são mais fortes do que todos os exércitos. e: "Eis que estou convosco até o fim do mundo" (S. 18) . raivosos. quando um garoto mal educado lhe esgravata as paredes com uma faca? Porventura a Igre- ja. Acaso uma cate- dral milenária sofre. de dezenove séculos de idade. . apoiando-se sim- plesmente em duas frases. A Igreja está de pé.obrascatolicas. 20). nem nunca retirou coisa alguma dos seus ensinamentos.da sua base? Em cada meio-século. XVI. duas pequenas frases.. 1Sem "tanks". pois. . sem fortalezas. pois tinha tempo de esperar que os resultados certos dps investigadores sérios.. a Igreja é Cristo que continúa a viver entre· nós. E a Igreja está de pé sem canhões. surge aquí ou acolá. a história ter- rena de Nosso Senhor Jesús-Cristo : seus padecimentos . A IGREJA CATÓLICA 237 gogos e revolucionários gritam constantemente: "Abaixo a Igreja!" E nada têm conseguido. sofre quando uns revoltados batem. http://www. XXVIII. que dizem incom- pativeis com os dogmas da Igreja! E a Igreja nunca teve medo das zombarias.mas tarnbem seu triunfo. Católica.e entretanto é a Igreja que tem enterrado todos aqueles que a tratavam com tanta superioridade. na sua história renova-se. Quantas acusações se têm levantado contra ela em nome da filosofia moderna e da ciência.sem aviões. um personagem em moda. * * * Meus irmãos.

com .. XIV. e será a crença dos homens remidos. 19). sei que ela não pode substituir o fogo sa.como si o nosso povo não tivesse outra preocupa- ção -.. incessante- mente perseguida. Creio na Igreja Católica! Era o grito de fé dos primeiros cristãos há dezenove séculos. assim como a sexta-feira da Paixão cede o lugar à glória do . T1H AM ER T oT H Desde que a Igreja existe.dia de Páscoa. Sei que não trabalho só para a salvação de minha alma. -mas incessantemente vitoriosa. Amém. si tais ataques insensatos se lançassem contra a velha fé cristã. ao lado da ·minha santa religião católica. com todo o meu amor. E ficarei. mas o testemunho de dezenove séculos clama a to- dos os ouvidos: assim como Cristo só em aparência foi vencido por seus inimigos. dedicado e fiel da Igreja Católica.obrascatolicas. então eu me conservaria com amor ainda mais forte.mas. arde tambem em mim a flama do patrio- tismo . ao lado da Igreja cristã perseguida. até que Cristo volte para julgar os vivos e os mortos. Oh ! sim. http://www. E si. Jo. quando me esforço para ser um filho obediente. mas ele próprio não vacila. "flutua e não afunda". entre nós.238 M o N s. e no seu estandarte vitorioso brilha con- tinuamente a realização da promessa de Cristo: "Eu vivo e vós vivereis" (S. está incessantemente em luta. homens de inteligência duvidosa se apresentassem para querer fazer propaganda em favor de alguma religião pagã . assim tambem os ferimentos infligidos à Igreja por seus ini- mig06 têm-se tomado as marcas do seu triunfo. enquanto viver um homem na terra. até o derradeiro suspiro. Cada derrota que ela tem sofrido tem-se-lhe tornado fonte de novo incremento. é um rochedo contra o qual in- vestem os assaltos das vagas. grado dos nossos altares. E' a única barca da qual temos o direito de dizer: ·"Fluctuat nec mergitur". mas que sirvo tambem do melhor modo os interes- ses de minha pátria.

com . é que me rio do vosso trabalho". e eis que ela aí está sempre. . E Diocle- oano morreu. para derrubar esse rochedo. mar. en- quanto um grupo de homens. . com todo o poder do inferno. a chamada "Kulturkampf".dizia Diocleciano. um curioso cartaz destinado a consolar os católicos. Quantas vezes os inimigos da Igreja clamaram que amanhã ela não existiria mais. quem conhece as perse- guições que a Igreja de Cristo tem tido de suportar há dezenove séculos. como re<::ordei na instrução anterior. com o triunfo de Constantino. em manga de camisa. Amanhã. XIX A IGREJA INVENCIVEL Quando. ~sse cartaz representava um grande rochedo à beira- . campeava na Alemanha a perseguição deflagrada por Bismarck contra a Igreja Católica. http://www. dará razão a essa curiosa imagem. que fazia derramar a-flux o sangue cristão. Por isto. em segundo plano via-se o diabo que dizia zombeteiramente : "Já lá vão dois mil anos que eu trabalho em vão. via-se na frente de certas lojas. mas a Igreja. Em verdade. estará acabada a Igreja . em torno ao qual vagas furiosas espumavam. ascendeu ao trono imperial : não morreu. se esforçava por precipitá-lo nas ondas.obrascatolicas. no século passado. meus irmãos. despojado da púrpu:-a e da coroa.

agora. . vale a pena consagrarmos esta instrução à solução dessas duas questões. que se estende sobre o uni- verso. I. estará ac2. e a sua cabeça caíu no cesto: mas a Igreja não morreu. os socialistas e. mas fará novas con- quistas. Por qu. T1H . A M E R T oT H Amanhã. I POR QUE lt QUE A IGREJA Jt INVENC'IVEL? É naturalíssimo que a maravilhosa força vital ela Igreja. ·.e tirar as consequências que dele decorrem. todos esses apóstatas orgulhosos e blasfemadores: mas a Igreja não morreu. Amanhã estará acabada a Igreja .bada a Igreja . .dizia Garibaldi. tem triunfado de todas as perseguições. eu desejaria resolver esse problema singular . Amanhã.exclamam atual~ mente os bolchevista~. E a Tgreja. e em br:eve ele próprio teve de subir à guilhotina.com .dizia Juliano o Apóstata. Tudo isso é um fato histórico de que tratámos na nossa última instrução. Que consequências podemos tirar disso? Certamente.240 M o N s. o chefe da revolução francesa. que. e essa árvore copada. E Juliano morreu com uma última blasfemia nos lábios. os maçons.dizia Robespier- re. e quantos outros após ele. estará acabada a Igreja . estará acabada a Igreja . continuará a crescer. http://www. recla- me uma explicação. não perecerá. que mandou para a guilh6tina centenas de servidores da Igreja. Amanhã. e a Igreja não acabou. como antes.obrascatolicas. vive e está em pleno vigor. o conquistador de Roma.c é que a Igreja é invencivel! II.

Talvez no fato de afagar a natureza humana corrompida. os numerosos sacrifícios. e'" tambem para a Igreja. a severidade moral incompativel com qualquer con- chavo. cumpre . dizer que a Igreja subsiste. O certo é. por causa das suas riquezas terrestres. pois.Tem havido quem procurasse nessa trilha a expli- cação. mas tambem um perigo. A riqueza ter·restre é um terreno mui propício ao desenvolvimento dos sentimentos rasteiros e mesquinhos e quem conhece a história da Igreja consi- dera. isso não favoreceu apenas a sua tarefa. a) Uma instituição terrena não pode evidentemente atingir a sua finalidade. muitíssimas vezes. notar bem que seria: uma explicação absolutamente frívola o procurarmtJs a solução desse mistério nos meios exteriores) nas riquezas ou na complacência demonstrada em questões de princí- pios.apesar das suas riquezas. os ferimentos que a Igreja recebeu. mas talvez tenha sido tambem o maior perigo com que ela teve de lutar. quem é que não conhece as renúncias rigo- rqsas. mas aí nunca ela pôde ser achada. não por causa das suas riquezas mas . · Os bens terrestres não são somente meios que fact~ litam um fim. b) Cumpre então buscar noutra parte a razão da força da Igreja. A IGREJA CATÓLICA 241 A) Antes de tudo. sem meios terrenos: fez-se. pois. a retidão de co·nciênci~ ­ que a religião católica sempre exigiu e exige ainda hoje 16 http://www. Si a Igreja dispôs de grandes bens no passado. mister que a Igreja se servisse da riqueza como dum meio terreno..com . de ser complacent'e e indulgente para com esta? Não sei quem ousaria sustentar semelhante asserção ! Realmente. Para os parti2' culares. com o coração cheio de amargura.obrascatolicas.

A invencibilidade da Igreja resulta do fato de guar- dar ela os tesouros da redenção. ela deverá.obrascatolicas. Devemos. Si a religião católica tem susten· tado vitoriosamente uma luta de dezenove séculos. certa· mente não é por ter uma natureza propensa às concessões. só nos resta uma causa inter- na: a Igreja é o corpo místico de Cristo. atitude que legitima essa reputação de que a religião católica é a religião "mais severa".com . Cristo não pode mais morrer. TrBAMER ToTH dos seus membros. cumpre que as palavras do Salvador se realizem. "sabemos que Cristo ressuscitado dos mortos não morre mais. B) Mas onde está então a fonte em que a Igreja haure a sua força? Debalde temos procurado a explica- ção nas causas exteriores. e comunicá-los de gera- ção em geração. pois. realmente. ora.ao contrário . Não há religião que ouse intervir tanto nos negocios mais íntimos dos homens. Mt. 1 ~ 242 MoNs. XVI. nos seus planos. repetir que a Igreja subsiste. subsistir enquanto houver um homem na terra.porque nunca adotou atitude de covardia. b) -Depois disso. 18). "mais dificil"? Assim é.. pensamentos. pois. mas . 35). ora. . projetos. http://www. Pedro: que" as portas do inferno não preva· leicerão contra ela" ('S. vida doméstica. ali- mento. porém minhas palavras não passarão" (S. 9). A Igreja é Cristo que continua a viver entre nós . pois me próprio disse : "O céu e a terra passarão. nãa nos podemos admirar do que nos ensina a história: Cristo e a Igrt!ja sofrem juntos. não por causa da sua indulgência. a) A invencibilidade da 1greja é a consequência da sua constituição ·íntima. Mt. à humanidade. . XXIV. ora. a morte já não tem. distrações. Resulta tambem das palavras de Nosso Senhor Jesús- Cristo a S.im~rio sobre êle/' (Rom. VI.

para nós.es da Igreja tambem acabam como aca- baram os inimigos de Cristo. a) A prova de que a Igreja Católica é realmente a verdadeira Igreja de Cristo. 1?. A IGREJA CATÓLICA 243 mas os pyyseguidor. quando olho para o mundo. foi devorado pelos vermes .obrascatolicas. assim como Pilatos morreu no exílio. unia. o matador das crianças de Belem. Um protestante solicitava um dia sua admissão na Igreja Católica. Mas é ao mesmo t~po a fonte das lições. grande prova. A) A invencibilidade da Igraja que a tem feito vencer constantes perseguições é. que devemos tirar da invencibilidade da Igreja . ou seu chefe. a base da força inabalavel da Igreja. antes de tudo. Eis aí.II QUAIS SÃO AS LIÇOES DA INVENCIBI. não vejo outra religião perseguida sinão o http://www. Assini como Judas acabou na ponta duma corda. e conclusões.sse homem respon- deu : "Há anos que venho lendo atentamente a Bíblia. Mas. da qual resulta a tranquilidade inabalavel da conciência católica. Eis aí o verdadeiro segredo da invencibilidade da Igreja.com . O vigário perguntou-lhe que é que o encaminhava para o catolicismo. assim como Herodes. .tos sofrimentos e perseguições. LIDADE DA IGREJA? A invencibilidade da Igreja é para nós uma grande e segura prova. irá à ruína. assim como J erusalem foi derstruida. e impressionou-me ver Cristo predizer aos seus discípulos mui. assim tambem aquele que dilacera com den· tes ferozes a Igreja de Cristo. e não a Igreja.

53-54). que atestam que assim deve ser?" ( S. ora expulsam-se dum país os religiosos. Pedro. Jo. Ora se zomba das cerimônias ca- tólicas. posso responder à pergunta que certa- mente surge no pensamento desse ou daquele cristão : "Si a Igreja Católica é realmente a verdadeira Igreja de Cris- to. mas. por isso o mundo vos odeia" (S.com . na realidade? Não se realizam na nossa Igreja as pala- vras tão claras de Nosso Senhor : "Si o mundo vos odeia. Nosso Senhor lhe disse: "Pen- sais que eu não posso rogar a meu Pai. Mt.. b) Assim. Si fosseis do mundo. o mundo amaria o que era seu. por que então Deus tolera. 18-19). de século em século. ora os bispos.obrascatolicas. por que permite que elai seja continuamente perseguida? Não poderia Ele impe- dir isso?" Sem dúvida. que me daria mais de doze legiões de anjos? Como então se cumpri- riam as Escrituras. pois êste sofre a perseguição que Cristo predisse a seus discípulos. quanto. Quando os jornais publicam alguma difama- ção sobre os sacerdotes e as religiosas. não o quer. afim de que a sua origem divina se firme tanto mais c!aramente perante nós. XV. verificamos que as coisas deviam realizar-6e como Nosso Senhor o disse- http://www. fui obrigado a concluir que a verdadeira religião de Cristo se achava no catolicismo. XXVI. Ataca-se ora o papa. sabei que me odiou em primeiro. Apenas. Quando S. porque não sois do mundo e eu vos escolhi do meio do mundo. trata-se sempre dum sacerdote ou duma religiosa católica.244 M o N s. cortou a orelha a um dos soldados. T1H AM ER T oT H catolicismo. Quando refletí tranquilamente nisso." Que interessante conclusão ! Não é assim mesmo. no horto das Oliveiras.. Do mesmo modo age ele para com sua Igreja: não afasta dela as provações.

das guerras que sustentou. b) Vive acaso cm nós essa corajosa e firme con- ciência católica? Conta-se uma história interessante da princesa russa Rostopchine. Todos os do- mingos.com . a) Por que é que aprendemos na escola a história da nossa pátria? Para apre. que nascera na religião grega cismática. do sangue que verteu. quem não tem a Igreja por mãe" (De unit. http://www. l\fas amo tambem a minha Igreja Católica. Dizem que há pérolas que é preciso mergulhar de vez em quando no fundo do mar. quando conheceu a verdade católica.ndermos a amar nossa· pátria com generosa ufania. estou pronto a sacrificar-me por ela. a beleza divina. s~u çarro parava diante da Igreja de S. Assim tambem. para que elas recuperem o antigo brilho. se fez cató- lica. isto é.. VI). mas. Ci- priano: "Não pode ter a Deus _por Pai. Reconheço com S. O mesmo sucede em relação à nossa santa Igreja. Amo minha pátria. e praticou corajosamente a sua fé. _N assa pátria tem varias séculos de existência. tantum habet Spiritum Sanctum" (ln Jo.obrascatolicas. XXXII. 8). B) Da invencibilidade da Igreja nasce tambem a verdadeira conciência católica. e reconheço com ufania que sou católico. "Quan- tum quisque amat ecclesiam Dei. Reconheço com Santo Agostinho: "O Espírito-Santo vive em vós na medida em que amais a Igreja". mais pura. A IGREJA CATÓLICA 245 ra.Fran. por causa dos seus feitos heróicos.. . e reconheço com or- gulho que a cla pertenço. . EccL. para que_ em seguida o seu semblante irradie. é preciso que a Igreja de vez em quando seja mergulhada num oceano de sofri- mentos. que as portas do inferno não prevaleceriam contra ela. a nossa Igreja Católica tem dois mil anos.

A -Igreja sempre perseguida. e o governador fez-lhe saber que era obrigado a levar o fato ao conhecimento do tsar. Sejam quais forem as perseguições que aguardem a nossa Igreja. já vi bem maiores perigos. Só uma coisa Vossa Majestade não pode: é acorrentar-me a conciência e impedir-me de servir a Deus". Lc. pois aprouve a vosso Pai dar-vos o reino" (S. pequeno reba. 32).246 M o N s. A esperança que nada teme. XII. e sempre invencivel. Mas a princesa dirigiu-se por carta ao tsar. denunciando-lhe que sou católica a pratico minha religião. E o que tenho feito até aquí. uma resposta tranquilizadora e segura. ant~s do governador. e quando pensamos nos seus esforços criminosos contra o futuro da Igreja. As autoridades ortodoxas não viam isso com bons olhos. Não sentis. quais forem as privações e as perseguições quei lhe reserve o futuro. Majes- tade mandar-me prender como uma criminosa. Si quiser. irmãos. e da calma inabalavel dos primeiros cristãos ? C) E essa santa tranquilidade d'alma é outra con- sequência da invencibilidade da Igreja. o governador de Moscou ameaça-me d~ escrever à mais alta autoridade. T I H A M E R T oT H cisco em Moscou~ e todos sabiam que a princesa estava na missa. pode V. se- jam. em muitas almas pode surgir a angustiosa pergunta: A Igreja ainda tem uma missão a cumprir? Não devemos receiar que ela pereça'!.com .. podemos dizer tranquila- mente: "Alios jam vidi ventos". Dizia nela: "Majestade. dá-nos a resposta. confiscar toda a minha fortuna. e que não duvida do destino da Igreja. continuarei a fazê-lo. a) Os inimigos da Igreja não dormem nos -nossos dias.obrascatolicas. Mas vigoram tambem para o futuro as palavras de Cristo : "Não temais. como essa carta nos comunica o sopro vivificador da fé intrépida.iho. http://www. desterrar-me para a Sibéria.

o senado e o povo romano elevara~. assentavam-se-lhe nas arquibancadas. Que era então outrora esse Coliseu de gigantescas pro- porções? Era a personificação do poder e do espírito de Roma. de cidade em cidade. e sei que jamais os assaltos mais furiosos poderão abrir brecha nesse possante colosso que é a Igreja de S. haverá sempre sacerdotes que dirão com S. crianças . do imperador ao últi- mo escravo. quando os cristãos condenados à morte . si o cam:nho da Igreja passa sem- pre por perto do Gólgota:.homens. "Há muito . ainda está de pé. bem ao lado um do outro.na cantando hinos. Conheço a medida das minhas forças intelectuais.entravam na are.com . ~ dessa força invencível que nasce a nossa tranquila confiança. símbolo da liberdade dada ao cristianismo. Mas não faço caso disso. Paulo: "O Espírito-Santo me assegura que. 1 -.í sem:pre fiéis que. Oitenta e sete mil homens. está em ruinas. mulheres. e por mim mesmo não dou valor algum à vida. O Coliseu.obrascatolicas. De fato. Mais de uma cabeça oca ainda se q1uibrará contra essa rocha". XX~_ iJ-24). Mas. A IGREJA CATÓLICA . dando testemunho a Cristo. o Filho de Deus crucificado. E hayer. após deze$seis séculos. para serem dilacerados por feras esfaimadas.que cessei de combater a Igreja Católica. ao lado do Coli- seu.247 Em Roma acham-se. grilhões e perseguições me aguar- dam. o a:-co de triunfo de Constantino. contanto que consuma minha car- reira.diz Reine -. com fé e http://www. e cumpra o ministério que recebi do Senhor Jesús" (At. ao cabo de três séculos de perseguições cruen. 1 tas. Pedro. ao passo que o Coliseu tombou em ruinas. e esse memorial da liberdade da Igreja ainda está de pé. por assim dizer o túmulo do imenso poderio dos imv~radores. dois poderosos monumentos : o Coliseu e o arco de triunfo de Constantino.· o arco de triunfo de Constantino.

no dia da Ascensão. Estou convosco.perseguições ' sangrentas dos imperadores romanos não podem ser obs- táculo.obrascatolicas. doce serenidade e a paz que irradiam do semblante do papa. repetirão do mesmo modo estas palavras de S. ensinai todas as nações" (S. aonde havemos de ir? A toda parte. de país em país. ele. nem as potestades. de continente em continente._ e. De cidade em cidade. Não haverá nem morte. ante seus olhos que tudo vêem. em meio às atrocidades elos ~em-Deus~ Eu estou convosco. T I H A M ER T oT H pac1encia.com . que já tomaram parte numa audiência ponti. Ide ! . nem obstáculo. diz Nosso Senhor. e. nem criatura alguma. dá Ele. do papa é o reflexo da serenidade de Cristo. nem parada. Mt. Senhor. fala ao círculo da Igreja principiante. nem os anjos. passam as tempestades dos séculos vindouros. acima dos cismas. Ide. Não nos admiramos do semblante tran- quilo de Cristo . Admira1J11os especialmente a calma do semblante do Salvador quando. Olhai qualquer retrato do papa. nem a profundeza. acima das violências abertas. nem as coisas futuras. . Ide! As . . Após contemplar essa série de tempestades. VIII. poderá""' separar-nos do amor de Deus em Jesús-Cristo Nosso Se- nhor" (Rom. 35-39). si preciso. esta últi- ma ordem: "Ide. acima das surdas maquinações dos maçons. b) Os. nem a altura. nem as coisas presentes. http://www. confef?~ai. XXVIII. batizai. de pé na montanha. ora. 19). nem os principados. nem ' fim. e a mesma tranquilidade nel~ se reflete.248 M o N s. 0 semblante. Nem a morte. - é essa paz que admiramos. com uma calma divina. cheio de serenidade. Paulo: "Quem nos separará do amor de Cristo ?.· ficai em Roma terão verificado com admiração a. derramando seu sangue. Acima do poder mussulmano. nem a vida.

a filosofia. são os mais belos efeitos da invencibilidade da Igreja. na sala do Vaticano onde os papas assi- navam os atos de importância capital para a sorte da hu- manidade. Re- presentam eles a teologia. Mas de que me serviria ufanar-me dela. a verdade enquanto revelação. auxiliando-se mutuamente.obrascatolicas. porém minhas palavras não passarão" (S. si não me esforçasse. E eis aí. XXIV. Estou a seu lado com um amor filial . Essas quatro pinturas são um magnífico símbolo. zelosamente. Mt. isto é. a satisfação. levantai para o céu as cabe- ças fatigadas. a mim ofende tambem.com . consolai. A fé. A fidelidade.. exprimem que a humanidade só achaíá a felicidade.o papa Júlio II mandou pintar. si as diversas formas da única Verdade trabalharem em harmonia. http://www. pois. . pregai. não temais. a mim. a ordem e a civilização. a obriga- ção de escutar a Igreja: aceito. 35). enquanto trabalho da razão. * * * Meus irmãos. a poesia e o direito.a obedi- ência . E essa segurança. pois "o céu e a terra passarão. e creio. porque me ufano dessa Igreja. Cristo impôs à sua Igreja o dever de ensinar todas as nações . . como seu filho? Que é preciso para ser um bom filho da Igreja? São precisas quatro coisas : a fé . quatro quadros famosos."Stanza delle segnature". É assim que age e trabalha a Igreja de• Cristo já há dezenove séculos. o que ela me ensina.a fidelidade .. epquanto beleza e enquanto ordem cristã. A IGREJA CATÓLICA 249 dizei missa. e aconteça o que acontecer. para me tornar melhor. quem a ofende.a graça. essa santa tranquilidade d' alma. dia a dia. por Rafael. mas então me impôs.

para ter em mim a fé. T 1H Ã M E R T oT H A obediência. Mas. em abundância. em que ces- sará. Peça ela o que pedir. Contemplo com amor a Igreja. entrarão como vencedores na Igreja eterna de Deus. Creio que a barca em que navega não irá ao fundo. porque a sua invenci- bilidade me ensina a ter uma fé inabalavel no seu futuro. Creio que o rochedo em que ela está construida não vacilará. sei que ela quer o meu bem : faço o que ela pede. quando a vida cessará na terra. embora não se apartando uma letra do ensinamento de Cristo. .2sa M o N s. . os meios de graça que a minha Igreja of e- rece a mancheias. . são-me precisos. Creio que. sub- sistirá. e todos os que tiverem tido plena confiança na Igreja de Cristo na ter- ra. é-me necessária a graça. . http://www. e guiará os homens até o último dia. ela triunfará gloriosamente. Creio que o pescador de vestes brancas que está sen- tado ao leme não pode enganar-se. não a censuro.obrascatolicas. a fidelidade e a obe- diência. não a critico. Amém.com . prescreva o que prescrever.

que aceitou essa tarefa com muito gosto. Mas. já então. quer fazer-se católico? Que foi que lhe aconteceu?" http://www. de ano em ano.perguntaram-lhe. Foi uma imensa surpresa. uma multidão de anglicanos. Para paralisarem esse movimento de conversões. após esses dez meses. os maçons quiseram pu- blicar uma obra importante e decisiva contra o catolicismo. o marquês de Ripon. que tem durado até os nossos dias e que. que era grão-mestre da maçonaria inglesa e inimigo encarniçado da Igreja Católica.pensou ele consigo mesmo. devo primeiro conhecê-lo" . XX SOU CATÓLICO Na segunda metade do século passado. na Inglaterra. apresentou-se em casa dos Oratorianos de Londres. v1v1a um In- glês cultíssimo.V.com . "Como? . "Mas. Havia. Excelência. e pôs-se a ler obras que tratavam da fé católiça. e pediu para ser recebido na Igreja Católica. tem reconduzido ao seio do cato- licismo . si tenho de escrever contra o catolicismo. grão-mestre da maçonaria. A redação da obra foi confiada ao grão-mestre. mem- bro da nobreza anglicana. um forte mo- vimento de conversões. Leu-as durante dez meses. .obrascatolicas.

quando pronunciamos estas palavras : "Sou católico"? Quando iniciei este curso de instruções sobre a Igreja de Cristo.sta frase cheia de ufania e de gratidão: "Agradeço-vos. Sou católico. -. Senhor.e só ela .Esta é a . ao porto da nossa madre Igreja. Termino. II. Quais são essas três idéias? !.obrascatolicas. mais ao mesmo tempo tambem a nossa responsabilidade. logo amo a . por ser católico".com . não poderíamos resumir com mais proveito a matéria já tra- tada. indiqtiei que as faria em núinero de vinte. Sou católico. Sou católico. http://www. que nasce- mos por graça especial de Deus. neste mo- mento a série que consagrei à explicação do artigo do _Símbolo dos Apóstolos que diZ': "Creio na Igreja Ca- tólica". nos sentimos felizes e ufanas dis~o? Será que temos conciência de ser membros dessa Igreja? Será que sen- timos essa honra. logo ·t. do que mostrando a tríplice idéia que encerra em si e. que não nasceram no catolicismo. Quando lemos semelhantes casos. TI H AM E R T oT H O marquês respondeu: "Achei na Igreja Católica três coisas que obrigam todo homem sem opinião precon- cebida a reconhecer que essa Igreja . então fazemo-nos estas perguntas : Será que nós.vigésima. rninha I 9re ja. e quando vemos como homens sérios e refletidos.enho mna canciência católica. Na Igreja Católica há um ro· chedo. um confissionário e um taberná~lo". na verdadeira religião. e viveu o resto da vida como membro fervoroso da noosa Igreja. E não poderiamas terminá-la mais utilmente. ao cabo de longas dúvidas e inquietações. • 252 M o N s. logo obedeço à minha IgrejaJ· III. pois. E o marquês fez-se realmente católico. chegaram enfim.é a Igreja de Jesús-Cristo.

ao lado dessa humildade. Que significa isso? De que elementos se com- põe a verdadeira conciência católica? A) O primeiro elemento é. antes de tudo.é isto que desperta em nós a humildade. como nossos olhos brilhariam de alegria ! Como andar-íamos de cabeça erguida em meio às lutas. A IGREJA CATÓLICA 253 I TENHO UMA CONCU:NCIA CATOLICA Sou católico. Cumpre-nos reconhecer a elevação do ideal que nos apresenta o catolicismo. sara-ta ufania: a de mergulharmos nossas raízes num solo de tradições d~enove vezes centenárias.. . B) Outro característico da conciência católica é a alegria transbordante que. a) Uma humilde ufania. tanto mais longe de nós ele persistei: . Onde haverá no mundo . vive tambem em nós uma.com . expande-se ex- teriormente e procura mostrar ao mundo inteiro a ventura que há em ser católico.ai! . pois não é a ufania que se ostenta. logo deve viver em mim a conciência católica. como o nosso coração pulsaria.tólicos.quanto estamos longe dele ! Lutamos por esse ideal. como nos manteríamos com fir- meza e segurança na tempestade ! http://www. procuramos atingí-lo. b) Mas. . Assim compreendeimos a frase que um dia M ontalembert dirigiu aos católicos franceses : "Meus irmãos. não vos orgulhais bastante. a) Ah! si todos soubéssemos o que significa sermos ca. porém quanto mais caminhamos para ele.obrascatolicas.um tronco nobre de mil e novecento 11 anos? A árvore genealógica dos católicos tem essa idade. não amais suficientemente a velha no- breza do nosso catolicismo". unia santa e humilde ufania que tem conciência de si mesnia. e tambem . por assim dizer.

e confessá-la com alegria e orgulho. E quando chegou aos últimos IDO"' mentos.. Senhor. Quando ele era aluno primário. e quando foi varado de punhaladas por causa da sua fé. "Aprendí o Símbolo dos Apóstolos" . a I grejaJ é rica. um amigo pro- curava desviá-lo desse passo: http://www. A graça de Cristo nos sacramentos. e não teve mais força para falar. molhou um dedo em seu sangue e escreveu na terra esta única pala- vra: "Credo". feliz porque minha mãe é rica. Pedro de Verona (29 de abril) . A palavra de Cristo no Evangelho. antes da sua conversão. Minha miie.. porque minha mãe é bela. Ele estudou longo tempo a religião católica.. Pedro de Verona é para nós todos um exemplo imortal da mane~ra como devemos amar a nossa fê.obrascatolicas. Quantos tesouros ela possuei ! Ouro ? diamantes ? Oh ! não. Mas o sangue de Cristo na santa missa.com . seu tio pergun- tou-lhe o que era que aprendera na escola. O corpo de Cristo na hóstia branca. "Creio". porque minha mãe é amorosa: e essa mãe é a Igreja. b) Mas por que me alegrar e sentir~.igreja anglicana. Alguns dias antes da sua conversão. Sabeis que festa celebramos no dia em que esta · ins- trução é feita? A festa de S. Esse menino cresceu e fez-se pàdre. feliz! Devo alegrar-me e sentir-me. S. TIHAMER ToTH Cada vez que recitamos no Símbolo : · "Creio na san- ta Igreja Católica". O cardial Newman. era pas- tor da .254 MoNs. exclamou: ''Credo".. Finalmente não pôde mais re- sistir à atração da Sagrada Eucaristia..respondeu ufanamentei o me-· nino. O seu rendimento anual eleva- va-se a quatro mil libras ejSterlinas. uma corrente elétrica deveria passar- nos nas veias e fazer-nos levantar a cabeça: "Agradeço- vos. por ser católico".

A IGREJA CATÓLICA 255 1 "Pense no que vai fazer.. infeliz- me. Como não haveria de ser bela essa Igreja. vigia cada um dos nossos passos. III. tem conquistado os povos para o jugo suavei de Cristo. Si você se fizer católico. que é o corpo místico de Cristo? Como não haveria de ser bela e. Paulo escreveu : "Cristo amou a Igreja e entre- gou-se a si mesmo por ela. e que. é rica a minha Igreja ! Como é bela minha niãe a Igreja! Com que entu- siasmo S. Ela reflete incessantemente o amor divino. do fut».ó de mi- nh'alma. Newman deu esta resposta : "E que são quatro mil libras em comparação de uma só comunhão?" Oh! sim.nte. http://www. sem ruga nem nada de semelhante. com esse amor cheio de solicitude. que é o templo do Espí- rito-Santo. afim de santificá-la.ssa Igreja. depois de purificá-la na água batismal com a palavra de vida. 15)? E seus filhos tambem são belos. mas santa e imacula- da" (Efésios. 25-27). Com esse amor generoso. tambem são sem mancha? Ah! não. perde um rendimento de quatro mil libras". "a Igreja do Deus vivo. E como é amorosa minha mãe a Igreja! É amoro~a porque é o próprio amor.mas sua Mãe é isenta de toda mácula.obrascatolicas.f': minha conciência católica não se. sem mácula. V. gloriosa. Podem cometer faltas . para fazê-la comparecer diante dele. 0 Tim. Ha- verá mãe que mais se entristeça com os passos falsos de seus filhos. por ser católico". Senhor. do que a Igreja. não brote este grito de alegria : "Agradeço-vos.com . a coluna e a base da verdade" (I. é impossivel q1:1. que chora por aqueles que um desvio de conduta ou de crença separou dela? Quando reflito em tudo isso. afirme.

· ' a) Sou católico: logo. b) Sou católico. a indús- tria e o comércio. as artes. Sou um homem moderno. eu era só um homem: o homem natural. e para não adorar e rogar. e sou ainda mais! • Ao nascer. Jo. ser católico não é uma fonte só de alegria. para prová-lo tristemente. como Cristo o ordenou. novo "da água e do Espírito" http://www. Sou úm homem moderno. mas tambem de santos deveres. a energia e o tra'balho humano. Obedeço-lhe: A) con- fessando-lhe a doutrina. Reconheço sinceramente que esta vida terrena não pode levar à felicidade. como o lembrei. acima e além de tudo isso. e cujas palavras conservam toda a sua verdade. para considerar tudo isso como um valor essencial. portanto aprecio tampem o gênio. obedeço à minha Igreja. Mas não sou bastante cego. T I H AM ER T-o T H II OBEDEÇO A MINHA IGREJA Mas. bastando por si mesmo. creio no valor do sobrenatu- ral.com . sou um homem composto de corpo e alma.de Si: "Sem mim.256 MON S. mesmo na época das conquistas científicas : as ruinas espirituais do nosso tempo aí estão.obrascatolicas. ponho o catolicismo na base de minha vida. portanto prego~ a ciência. Então. 5). e B) observando-lhe os nwnda- mentos. nascí segunda vez. nada podeis fazer" (S. Mas. a atividade social. já não sou homem? Sim. nasci de. sinão pelos meios sobrenaturais: pela oração e pelos sacramentos. Aquele que: disse . XV. portanto estimo a máquina. Si sou católico. A) Sou católico: logo. Sou um homem moderno. após o meu nascimento.. a técnica.

_ Que é o verdadeiro católico? E' o hom~m em quem Deus . o católico é aquele cuja alma é a ·habitação de Deus. Jo. "A todos os que o rece- beram.'id Deum": venho de Deus. e desde então sou um católico. católico r É o homem a quem se aplica a inscrição profundamente significativa do portal da igreja de. O homem que vive de Deus. Jo. Tiago. I. É algo mais do que o homem natural? O homem natural é aquele cujo corpo encerra uma alma. essa alma não tem mai_s vida. assim tambem.obrascatolicas. com a graça de Deus. I. às artes e à civilização é um mérito de segunda ordem. "Sou católico" quer dizer: Sou um homem benfazejo. vou para Deus.. ao lado do fato de haver dado Deus à alma. Pedro. já não serei um homem. fui batizado.com . Por isto 17 http://www.per Deum . Que significa então? Significa a centelha de vida sobrenatural e divina.. O que o cristia- nismo te. de Aix-la-Chapelle: "A Deo . que em mim se torna uma ohama. jejuo e rezo"? Muito mais. e para Deus. 5). mas um ca- daver que s~ vai para o pó. si Deus dei- xa_r minha alma. homem bom? Quer dizer muito mais. E todo verdadeiro católico é ao mesmo tempo um -santo. O homem cuja alma toda é cheia da vida sobrenatural. aos que creem em seu nome" (S. Então.vive. _essa "parti- cipação da natureza divina" (II S. à economia política. Pedro nos diz que é a essência do cristianismo. A IGREJA CATÓLICA 251 (S. Si a alma dt>ftxar meu corpo. . e. Talvez digais suspirando: "Mas então são os santos?" E eú vos respondo: Sim. e) Qual é então o verdadeiro. III. S. 2). deu-lhes Ele o poder de se fazerem filhos de Deus.m dado à ciência. "Sou católico" quer dizer "Vou à missa. Essa vida divina implantada no homem. 4). são os santos. S..

no me:io daquela gente à procura das lisonjas e das vantagens materiaisr ecoou de repente uma voz tonitroante. Havia ainda Israelitas ei fiéis.sa real. Si estais ainda longe do ideal. nesse mundo sem carater e sem moral. a) "Não nianquejair". O verdadeiro católico não manqueja. naquela época. mas conservavam-se afastados. alunos de santos. estais contudo na melhor escola. XVIII. Pois bem ! cada mandamento e cada prescrição moral da Igreja pedem que não vacilemos.ª Reis. leem-se tristes coisas sobre a corrupção moral e religiosa do povo judeu. A idolatria era elevada à categoria de 1·eligião oficial..ado. os falsos profetas eram recebidos à me. Sabeis o que significa esta palavra da Sagrada Escritura? No capítulo XVIII do I. tudo.com .dizeis com espanto. Entretanto. Que é a Igreja Católica? A escola da santidade. não manquejando da direita para a esquerda. não tendes o direito de ter medo. A casa real mostrava o exe1rnplo nessa depravação.obrascatolicas.perguntais talvez. 21). "Ah! como estou longe disso ! " .. ao passo que o culto do verdadeiro Deus era cada vez mais relegado ao segundo plano. Como? Obedecendo à Ig!·eja. nossa Igreja. B) E como nos tornaremos santos? . seguí-0" (I. E eis que nesse mundo degenerado e desanin. mas observando os nianda- nientos da. receiosos e desa- lentados. 0 Livro dos Reis.258 M o N s. A voz possante do profeta Elias: "Até quando manquejareis para ambos os lados? si o Senhor é Deus. T I H A M ER To T II a Sagrada Escritura chama aos primeiros cristãos simples- tnente "santos". Nessa escola. http://www. tudo só serve para fazer santos e.

criatura à parte. ei começa mesmo a cau- sar estranha admira~ão a perfeita e segura retidão. quem quer avan- çar rapidamente na estrada do êxito. que é fiel aos seus princípios e os segue. que não pratica a duplicidade." Muito bem. Vemos então que necessidade urgente há de católicos sérios. certamente não deve coxear. cada qual se põe a vacilar. aos poucos. íntegro.sta proibição: Permanecei católicos sem mistura. é hoje em dia. Quando alguQll. considera-se que. e da nossa vida mo- ral. que ignora todo compromisso e não sabe fechar os olhos oportunamente. do que seguindo o caminho reto.com . um poste com e. que andem direito. considerem o manquejar moral.vai-se tornando moda velar pela pureza da raça. Aquele que não coxeia moralmente. Não sejais católicos pela metade. carola. atrasado. b) Hoje em dia . facilmente chamado de intolerante. um católico sério. atualmente. mas ofe- --- http://www. Mas. retos. que não gira como ventoinha a todos os ventos. fazendo curvas para um lado e para outro. As vantagens materiais que traz essa claudicação mo- ral são tão evidentes. na fron- teira das nossas convicções religiosas.1 quer avançar rapidamente numa es- trada.obrascatolicas. espírito estreito. "Não misturemos sangue estrangeiro na raça. aquele que é verdadeiro católico. não pode dirigir um comércio ou uma indústria. cabeçudo. A IGREJA CATÓLICA ' 259 E' um fato curioso que as pessoas se apiadem facil- mente do manquejar físico. para a frente. avança mais coxeando. quasi como uma vantagem. e não deixeis a vossa convicção católica diluir-se e contaminar-se pelas máximas em moda. nem ser bem sucedido em política óti em lit{\ratura. como aquele chefe bárbaro que exteriormente se prostrava diante de Cristo. do sucesso. numa palavra. que para urna certa corrente de opinião. quando. Mas finquemos igualmente. e no entanto. que1 confessa altiva- mente a sua fé e vive sem transigencia.

e é este: Cristo é Deus. http://www. ain- da hoje. Não somente obedeço à minha Igreja. pois não posso escolher. fazendo-me seu defensor. Orgulho-me da sua hierarquia e respeito-a. mas esforça-se por fazer os ou- tros participareni dessa ventura. isto é.com . desde esse instante apego-me a tudo quanto Ele ensinou ou prescreveu. Mas. es- força-se por iluminar tambepi os outros. Orgulho-me dos seus dogmas e confesso-os. quem possue o calor. mas amo-a. servem. ei levantarei o mundo". Com efeito. si eu creio isto. não se contenta com possuir ele próprio essa verdade. "Sou católico". Pois bem! há um dogma que le- vanta o mundo. partanto não escolho entre os artigos de fé e as leis morais. si é infalivel. III AMO A MINHA IGREJA Mas isso ainda quer dizer outra coisa. Orgulho-me das suas cerimônias e participo delas. aos ídolos do paganismo? e) Arquimedes dizia: "Dai-me um ponto de apoio. A) Aquele que se rejubila de poder ser membro da verdadeira Igreja de Cristo. Sou católico.260 MONS. Si sou um católico conciente.obrascatolicas. por sua vida frívola. esforça-se por aquecer tambem os outros. então tepho confiança nela. e não a critico. Como mostrar o me1u amor? A) fazendo-me ap6stol0. ou não vale nada. Ou a minha Igreja é infalivel. E obedeço a todas as suas palavras. então orgulho-me de todas as manifes- tações d~ minha Igreja. TIHAMER TOTH recia tambem sacrifícios aos seus deuses pagãos. B) si preciso. Ah ! quantos homens a quem chamamos católicos . tenho uma conciência católica e obedeço à minha Igreja. Quem possue a luz.

Estejamos bem persuadidos disso: si bem que a ver- dade do catolicismo seja mais clara que a luz do dia.. e to- davia faz muita caridade . Que magnífico campo de ação se oferece a~ ao apostolado dos leigos! b) Mas não nos esqueçamos de que o melhor apos- tolado é o exemplo da nossa própria vida. que a palavra do sacerdote não chega mais a muitos lugares. a força de recrutamento do catolicismo não po- derá desenvolver-se si. como os olhos dessoutro brilham quando ele sai do confissionário e. a vida irrepreensi- i. como é dolorosa esta resposta: "Ele é católico. não se apresentar. meus irmãos. Mas quando se pergunta qual a religião de alguem. eis aí o sentimento católico da responsabilidade.com . e no entanto com que força de alma suporta o golpe da sorte. Perguntavam um dia a um colegialzinho: "Que faz teu pai?" "E' marceneiro. A IGREJA CATÓLICA 261 Atualmente. A vida atual é tão com- plicada.. que recolhimento ! é como si esquecesse o mundo inteiro. Isso ainda passa. como argumento eficaz. ao lado das provas teóricas.4ração dos fifis. principia com disposição uma vida nova! Ah! sim. Aque- la mulher perdeu o marido. quando se leivanta de- pois de rezar diante da imagem de Nossa Senhora das Dores . vel. http://www. d~vo sentir a responsabilidade que se liga a esse nome. mas não trabalha" .drm. aquele homem é tão alegre em sociedade. " Si sou católico. estoutro luta com falta d~ recursos. digna de respeito e a.foi a resposta.o trabalho do sacerdote já não basta à -propagação da verdade cristã. com a alma purificada. "Noblesse oblige". mas não pratica .. entre nós. sobre os não-católicos. ain- da mesmo quando os argumentos pelos quais provamos a origem divina da nossa fé fossem ainda mais poderosos que os de hoje. exercem as obser- vações que eles colhem.obrascatolicas. Muitos não desconfiam da força persua·Jva ·que so- bre os de fora. constantemente. mas du- rante a missa.

no meio desta geração pecadora. com indiferença. Quantos ataques cada dia! Nos jornais. "Creio eni minha mãe a Igreja. que não param. • E creio. a graça que Ele me fez de ser católico. Me. sanctam.. é uma força divina para a sal- vação de todo homem que crê" (Rom. B) Mas. ~ só agora que posso agradecer a Deus. mas não nos despeçamos da nossa Igreja. 16).. que me- ditámos nestas vinte instruções.com . Realmente. una. quando se trata d. e· si amo minha Igreja. desp~amo-nos desse artigo de fé. insultar sua mãe? E no entanto há quem suporte qu~ se injurie nossa Mãe a Igreja. quando Vier na glória de seu Pai" ( S. Temos nós a cora- gem de defender a nossa Igreja? Nessas circunstâncias. sa-nta. http://www. si a vida de todos os católicos fosse uma viva afirma- ção da verdade da doutrina de Cristo. Saibamos então exclamar corajosamente com S. 38). catholicam et apostolicam Ecclesiam". * * * E agora. católica e apostólica". quando a atacam e a insultam. Paulo: "Não me envergonho do EvangeJho.262 M o N s.z mais. T I H A M ER T oT H magnífico instrumento dei apostolado .eu defensor e não escutarei covardemente. Haverá um homem que. "Credo in unam. em sociedade. e é minha santa convicção que a conversão do mundo estaria mais próxi- ma. que pela leitura destes capítulos apren- demos a amar cada ve. calado. Há pessoas. pensamos acaso nas palavras de Cristo: "Aquele que corar de mim e das minhas palavras. I. se- rei tambem s. o Filho do homem tambem corará dele. possa ouvir. VIII.e criticar a Igrttja. com pleno conhecimento de causa. nas reuniões.obrascatolicas. nos cafés. si sou católico.

Mas o 111Atndo tamb.o mundo pecador a ninguém ·odeia tanto.mente se me escapa dos lábios ·este grito de fé: Sou católico. Jerusalem. por ser católico. portanto sou membro dessa Igreja que · guarda intacta a herança de Cristo.. Sou católico. fique seco o meu braço. Pregue-se-me a língua ~o céu da boca. Agradeço-vos Senhor. E aplico-vos estas palavras dos salmos : "Si eu te esque- cer. si eu não me lembrar de ti" ( S. e tanto mais ..obrascatolicas. quanto a vós. quanto mais ele vos odeia. _ Sou católico. santa Igraja Católica. Sei que . minha Mãe.com .e m sabe qite. portanto sou membro dessa Igreja que difundiu pelo mundo a fé cristã. CXXXVI. e que ainda hoje en- via missionários ·entusiastas aos povos mais longínquos. a quem Cristo confiou a pregação da sua doutrina. · Ufano-me de vós. http://www.. tanto mais eu vos amo. 5-6). portanto sou me:mbro dessa Igreja. em meio ao ruido· e às trepidações da nossa civi- lização industrial. Amém.triunfaJ. da me15ma maneira como prega a Cristo com amor infa- tigavel. A IGREJA CATÓLICA 263 ·Sou católico. e no meio das nossas grandes cidades modernas.

http://www.obrascatolicas.com .

. . . . 18 I . . A Igreja de Cristo é santa .As marcas da Igreja de Cristo . .. . .. . ... . .' 67 VI . . . . ... . . . . . . A Igreja de Cristo é cat6lica .. . . . . . . . . .. .A nossa veneração pelo papa 80 http://www. 20 II . .. . A Igreja de Cristo é apost6lica . . . . 7 II . . . . . . . .. . . . ..-. .O que não significa ·a catolicidade da Igreja . . 34 III .. . . .. 24 III .com ... . . .. 10 III . . .. . . mei<!s empregâ'dos pela Igreja Ca- tohca sao santos . . . .A Igreja é a esposa de Cristo . . . . .. 77 III .. .. . .Cu1!1pre que a Igreja de Cristo seja catohca . . .. . . 36 IV .. . . . . . . .. .Cristo fundou o Papado . tNDICE 1 .. .. . 45 II . : 71 1 ... . . .. . . . . . . ... . .O ideal moral da Igreja é santo . . . . . . . . . . .. : .A Igreja é o corpo místico de Cristo 12 II .Com que intuito fundou Cristo o Pa- pado? . .A Igreja é Cristo continuando a viver entre nós . ..Que entendemos pela apostolicidade da Igreja . . .. .. . . . . . . Que 6 a Igreja? . .. . . . ... . . .. . . . • . . . . .. . . .. . . . . .. .. . . . . . . .. .. . . .. . . .. . . .. .. . .Que significa a catolicidade da Igreja 47 III . .. . . ... .. . . . . .. .. . . . . . . . . . 58 II ... . .. . . . . ... . .. . .. . 57 1 ... .. . . . . . . . "Tu és Pedro . . . . . . ... . .. . S I . . . . .. . " .. • . . 72 II .Há santos entre os membros da Igreja Católica . . . ...Dificuldades conexas à apostolicidade da Igreja . . . .. . ... . . .. . 43 1 . A Igreja de Cristo é una . 30 1 . .. . .~s. ... • • .A Igreja Católica é una .. . . . . . .obrascatolicas. .. . . 31 II . ... . 51 V . . . .. ..

. . . . . . . . . . . . . .As páginas lamentáveis da história da Igreja . .. . . .. . . ::-: . . .. . .1! em R. . . . . O sem~lante terrestre da Igreja · • . . . .. . .. . . . .O brilho exterior e a riqueza da Igreja . . . . 99 II . . . . . . 92 VIII . . .. . . A intolerância da Igreja .O que não significa a infalibilidade do papa . . . . :. .O duplo semblante da Igreja . . . . ."A solicitude de todas as igrejas" . . . .Os méritos da Igreja no mundo social 181 http://www. 148 II . A infalibilidade do papa • . . . . . . 116 X . . . . . . .. . . . . 140 XII . . . . . • • . . . . . . . . . .47 I . . . . . . . . .com . . . . . . . . . .. .11 1 . . . . .. A coroa de espinhos do papa . . . 124 II . . . . . .. 1. . . . . . . . . . . . . . . . . . O "mundanismo" da Igreja . . . . . . . • . . . .. • • . . . .. . . . . . . . . . . . 101 III . . . . . . . . . . . .. . . 85 1 .O brilho das nossas cerimônias . • . . 135 I . . . . . 162 II . . . ."Quem é · fraco que eu não seja fraco também?" . . . . . .A "intolerância" da nossa igreja para com as outras religiões . . . . . . . . . .. . . . . 1_60 1 . 174 II . . .. . . . . .Os méritos da Igreja na defesa da ordem moral .O papa e o cristianismo . . . . . . . . ... . . . • . . . . . . Salve. . . . . .. . . .. . . .A infalibilidade decorre dos fins da Igreja . . . 167 XIV . . 112 II . . . . 173 1 . . .A infalibilidade é um d~m de Cristo 86 II . 1. . . TIHAMER ToTH VII . 140 II . . .. . . .. . • . . 177 III . . . . .. • . . . . . . . . . . . . . .A Igreja é a guardiã do ensinamento de Cristo . . . . O Papado na balança da História . . .O papa perseguido . . 90 Ili . . .. 98 1 . Roma santa! . . .. . . . • . . . . . . . .. • • . 1~3 1 . . . . . . . . 155 XIII . . .Os papas e a civilização . . . . . . . . Os méritos da Igreja (1) . . . . . .. . ..1! em Roma que pulsa o coração da Igreja . . . . .A intolerância da nossa Igrejà para com seus próprios fiéis • • . . .fina que vive o chefe da Igreja 128 XI .266 MoNs. • • . . . . .. . . . . . . 103 IX . . .obrascatolicas. . . . . . .. .. . . . . • .. .

. . .. .Por que instituiu Cristo o sacerdócio? 208 XVII . . . . .obrascatolicas. A igreja invencivel . .. . . . . .A Igreja e a civilização . . . . . . . 2_14 1 . . A IGREJA CATÓLICA 267 XV . . . . . . . .. . .O amor das almas . . .. 253 II . ..O culto do sacerdócio • . .. . . ... . . . ... . . . . .Responsabilidade perante o Pastor supr~mo das almas . 227 1 . . ... 187 1 . A Igreja perseguida . .. . . ... . . . .A Igreja e as artes • • • • . . . . . . Os sacerdotes da Igreja (li) . . . . .. 204 III . . . . . ... 228 II . ..Quais são as lições da invencibilidade da Igreja? . . .. . . • . . . . . . .com . .. . 239 I . . . .A Igreja e a ciência • . . . ... .Amo a minha Igreja .. . .As perseguições contra a Igreja . . .Cristo fundou o sacerdócio . . 201 I . . . . . . .. 2_43 XX . . . Os sacerdotes da Igreja (1) . . .. . 194 XVI . . . . . . . . . . . . . • .. .Por que é que a Igreja é invencível? 2_40 II . 260 http://www. . .. . 192 III . 251 I . .. .. 256 III . • .. .. . . .. .Obedeço à minha Igreja . . . . . . Sou católico . . . . 202 II .•. . .A divina Providência e as perseguições 233 XIX . . .. . . . . . .. 188 II . . . . .. . . . 215 11 . . . .. . .Tenho uma conciência católica . . • • . • • .. . . . . . . Os méritos da Igreja (II) . . . . ... . . • . . . . . . . . 221 XVIII . . . . .. . . . . . • . . . . . . .

Paiilo. Rio. http://www.a Livraria José Olympio Editora.. para. à rua Conde de Sarzedas. 38. em abril de 1942. S.* Este livro foi composto e impresso nas oficinas da Empresa Gráfica da "Revista dos Tribunais'' Ltda.com .obrascatolicas.

Ha cenas. essas e dezenas de Ceftas semelhantes que ficam indelevelmente gravadas na memoria. Mas. como cheia de dor é a vida. como a morte da Av6.. TRAD. MAGALHÃES JUNIOR " . nos dá. uma romancista Poderosa e completa. se tornasse uma dessas obras que agOf'a far4o parte desse cortejo de figuras de ficção. a Av6. em torno das quais passa t. a admiravel carta de amor e reconhecimento que um velho e gi.com . Não faltam.CoMo TRISTÃO DE ATHAYDE Vro o ROMANCE QuE OBTEVE o PREMIO "ATLANTIC" DE 200 CONTOS . mais vivas que as da realidade e que carregamtJs conosco em nossa tt. apesar de excessivamente "marc'ado• cm 'ilUA posição política.:. sombra humílima e aparentemente desdc- nliada de sua vida.. o que sobressai de todo o livro é uma imeftsa piedade Pelo sofrimento humano.nessas figuras que Parecem saldas dlà pena de Tolstoi ou de Dostoiewski._ . mas ·transfigura e por isso é uma obra de fundo essen- cialmente humano e cristão. 17·8-41) • LIVRARIA JOS:E OLYMPIÓ EDITORA http://www. de Constancio Alves._.ristencia. quando pressente que vai morrer e põe distraidamente num volume a ser devolvido (o tema da carta nunca lida. uma imagem inesquecível. . E' um livro terrivelmente doloroso. naturalmente.odo o caleidoscppio variado e vivíssimo das mais estranhas personagens que estes últimos anos de catástrofe mundial levaram ao Oriente Trágico de boje . que tomei por acaso. os exemplares mais tristes da humanidade. no -seu romance que creio ser de estréia. ISTO E UM PEDAÇO DA INGLATERRA .ia e Lida. é ~ livro em que a dor não abate. ha uma beleza inexcedível e entretanto não ha nenhum artificio idealista.obrascatolicas.~ ck NINA FEDOROVA . fizeram coli:l . Tao.. que aquí inesperadamente ressui-ge de passagem). Nina Fedorova se revela.~quo esse livro. para devaneio de uma viagem. a partida do Peter.. que nos dão uma imagem fiel do que deve ser o extremo oriente de nossos dias. nessa coleção notcwel dp personagens. . do trágico Oriente de 'Hossos dias. E urna terrível condenação de todos aqueles que espalham o sofri- mento por ambição de poder e de orgulho terreno. E que.nial utopista escreve à mulher. como companheiros de viagem e de recordações. Mas." (0 Jornal. DE R. E nas tres figuras centrais deste admiravel rom4nce . a despedida de Dima. cüjo livro se coloca naturalmente na linha evolutiva dos maiores romances f'ussos.

e moças disturbios gravíssimos. a ruina na vida.com . E' o Padre Negromon~e. b) os professor~s.A mãe e a filha . d) o confessor . ha longos anos.Os meios naturais .Na adolescência .· A formação geral . que vão comprometer seriamente sua saúde fí- sica e mental.O pai e o filho . acaba de ganhar um companheiro exce- lente para resolver problema de tamanha importância. caminham os jovens espíritos para perturbações sexuais inevitáveis. e) o médico.. ÍNDICE: Necessidade da educação sexual .Quando fazer a educac. a infelicidade no casamento. Com suas funções fisiológicas e psíquicas mal reguladas.Possibilidade da castidade .O instinto sexual . JO S É • Livraria OLYMPIO Editora http://www.Religião e sexualidade . Arcebispo de Belo Horizonte.O sentido da eddta- ção sexual . Leia as magníficas e corajosas pági- nas de seu livro notável.A lição da Bíblia e da Igreja . ou o exagero contrário de uma educação sexual orientada por falsos mestres._ão sexual .Um livro que lhe é indispensavel PADRE ALVAR0 NEGROMONTE A Educação Sexual A ausência da educação sexual.As iniciações condenáveis - Como fazer a educação sexual .Grandeza e degradação da função sexual . e v. V. Daí quantas vezes o fracass'o profissional.. que o vem paciente e cuidadosamente estudan- do.Os educadores: a) os pais.obrascatolicas.Pais capazes de educar.Os meios sobrenaturais .Vantagens da castidade . rapaze. no entanto. grande figura moral e intelectual de nosso clero. An- tonio dos Santos Cabral. que traz o "imprima-se" de D. terá as melhores <: mais seguras normas de educação sexual. cau- sam às crianças.

Vários professores europeus. que vem obtendo a maior repercuHão entre o público brasileiro.obrascatolicas. O leigo. II . Holanda) Iniciando a Coleção Pensamento Cristão.Sábios do clero 1ecular e regular . Alguns capítuloe : 1 .Donde vem a vida? . Esplêndida visão panorâmica dos mais discutidos problemas da ciência e da religião.O clero protestante . que ensinam nos melhores colégios franceses. segundo Engels .Os cometas. esse extraordinário livro é de grande alcance filosófico. Kepler. sua orisem e sua estrutura aos olhos da ciêAcia e da fé.Qual pode ser a idade da vida na terra? http://www. Os princípios da energia provam que o mundo não pode ser eterno.O mundo.ão de obra de tamanho vulto.Os planeta• . SUMA CATOLICA CONTRA OS SEM-DEUS ORGANIZADA SOB A DIB. encontram em Suma Católica os mais límpidos e superiores esclarecimentos. ilustres especialistas das matérias tratadas. o sol .Os arquipélagos do espaço . o sem-Deus. como o iniciado.Formação da croata terrestre. Â existência de Deus e o atelsmo proletário. natureza química e física das estrelas . perante a astronomia .. holandeses.EÇÃO DE IVAN KOLOGRIVOF (Prof.. do Colégio Santo Inácio.A fé num Deus Creador.O problema da creação do mundo .Uma admfravel pequena enciclopédia da ciência e da religião ENSAIO DE . Newton e Le Verrier . belgas.O turbilhão perpétuo da matéria. III . a lua. foi publicada a grande obra Suma Católica contra Os Sem-Deus. O caso de Galileu .Problemas de ontogênese . - A terra. conjunto do aniverao? . as estrelu cadentes. todos os que se interes• Hm ~ pelas mais importantes questões ligadas ao homem e à sua posição no mundo.Será que a primeira centelha de vida chegou à terra d-. aparecimento da vida .. como o cristão. cuja direção 11eral foi entregue a um dos grandes humanistas europeus. Indivíduo e hereditariedade ... Os eristãos tambem admitem a evolução do mundo .: Dimensões a composição química do sol .Copérnico. científico e religioso. Reprodução e ge· ração expontânea . alemães e espanhoes. incumbi- ram-se da realizac.com .

Homem de Piltdown .Caractere& -adquiridos preconcepcionais. XII .Á! condições ecónômicas e sociais do estabelec~ento do cristiallilmo. concepctonai1 e poü-concepcionais . O movimento dos sem-Deus e a sua ação no mundo . IX . origem da religião ..A revolução social.História política do povo judeu .Princípios anatômicos e íisiológicos que agem sobre a vida da alma unida ao corpo .. religiosa e cultural .Concepção mod. Homem de Neanderthal ..A religião e a crise atrial do capitalismo . IV -:' O transformumo aos olhoa da -ciência e da fé .A Igreja.A relifião e o progresso político e social .O cristianismÓ .As orlg6ftl do crhtianumo na Igreja - As origens da reforma protestante ..A Alemanha no fim do século XV . XI .A lçeja Crütã .O idealismo bolchevista .Cristianismo e religiões orientais . O problema de Cristo.Ae acusações de Marx e dos comunista& contra o cristianiemo. Homem de Chou-Kou-Tien.O materialismo dialético (a filosofia proletária) .A religião será inimiga do progresso? . Raça e cultura dos pigmeus .. a miséria moral e a miséria material . Origem do homem . meio de propaganda.E*Ute alma? .A religião e o dinheiro .-. Comunismo e religião .erna da ciência da alma .A fome.Que é a inteligência? VI .Escândalo''' da Igreja . VOLUME DE 525 P AGS.O .E• ela de instituição divina? . A religião está a serviço da opressão? VII . X .Tramniinão hereditária das modificaçõea adquiridas . Homem de Heidelherg __:. Quê é a Igreja Católica .com . V .Hist!n.Importantes noções oLtidas pela etnologia moderna Aristóteles .Lutero . A escola atéia . 6alvação d~ humanidade. . Presunçõe1 em favor da tese tr~fonnÍllta .O comunismo.O marxismo leninista .O pretenso comunismo evan- gjlico .A religião em face do socialiemo e do capitalismo.O comunismo utópico e científico .A tese marxista sobre o advento do monoteísmo . DA COLEÇÃO PENSAMENTO CRISTÃO •• • LIVRARIA JOSÉ OLY MPIO EDITORA http://www.O cristianumo primitivo e seu quadro histórico ..obrascatolicas. A revolução religiosa . Mandíbula de Ehringsdorf .Fatores do tramformismo . VIII .