You are on page 1of 11

Disciplina: TEORIA DAS ORGANIZAÇÕES CONTEMPORÂNEAS.

Ementa: Conceitos de Marketing, Os quatro P’s do Marketing, A história do Marketing
Filosofias de Administração em Marketing, O Marketing através das décadas, Ciclo de
vida do mercado, Evolução do Marketing, Tipos de Marketing, Atribuições dos
profissionais de Marketing, Estratégia de Marketing.

Cada uma das abordagens das teorias das organizações contribui para a
administração das empresas na atualidade, considerando suas contribuições
em processos, controles, comportamento, estrutura, sistema e gestão de
conflitos propostas desde a Teoria Clássica que acompanhou o inicio da
Revolução Industrial até o início do século XXI cuja administração tem sido
abordada ainda com base nos princípios pós-modernistas da década de 1980
do século passado.

Esses trabalhos eram realizados em oficinas nas casas dos próprios artesãos e os profissionais da época dominavam muitas (se não todas) etapas do processo produtivo. A Revolução Industrial Antes da Revolução Industrial. Dependendo da escala. Aquele que olha é chamado de theorós (espectador). novos processos de produção de ferro. desde a obtenção da matéria-prima até à comercialização do produto final. o uso crescente da energia a vapor e o desenvolvimento das máquinas-ferramentas. a atividade produtiva era artesanal e manual (daí o termo manufatura). A revolução teve início na Inglaterra e em poucas décadas se espalhou para a Europa Ocidental e os Estados Unidos. A Revolução Industrial é um divisor de águas na história e quase todos os aspectos da vida cotidiana da época foram influenciados de alguma forma por esse processo. grupos de artesãos podiam se organizar e dividir algumas etapas do processo. é a forma através da qual Einstein via o universo. mas muitas vezes um mesmo artesão cuidava de todo o processo. Revolução Industrial foi a transição para novos processos de manufatura no período entre 1760 a algum momento entre 1820 e 1840. A população começou a experimentar um crescimento . por exemplo. A Relatividade. Esta transformação incluiu a transição de métodos de produção artesanais para a produção por máquinas. Assim tem-se: Theoreîn = théa (através) + horós (ver). no máximo com o emprego de algumas máquinas simples. além da substituição da madeira e de outros biocombustíveis pelo carvão. a fabricação de novos produtos químicos. maior eficiência da energia da água.TERMINOLOGIA A palavra grega theoreîn significa olhar através de.

até mesmo como uma possibilidade teórica. S. Lucas Jr.sustentado sem precedentes históricos. ganhador do Prêmio Nobel: "Pela primeira vez na história o padrão de vida das pessoas comuns começou a se submeter a um crescimento sustentado. com uma boa renda média. como John Clapham e Nicholas Crafts. A Revolução Industrial ocorreu primeiramente na Europa devido a três fatores: 1) os comerciantes e os mercadores europeus eram vistos como os principais manufaturadores e comerciantes do mundo. nos anos de transição entre 1840 e 1870. A revolução impulsionou uma era de forte crescimento econômico nas economias capitalistas e existe um consenso entre historiadores econômicos de que o início da Revolução Industrial é o evento mais importante na história da humanidade desde a domesticação de animais e a agricultura. além de uma reserva adequada (e posteriormente excedente) de mão-de-obra. quando o progresso tecnológico e econômico ganhou força com a adoção crescente de barcos a vapor. detendo ainda a confiança e reciprocidade dos governantes quanto à manutenção da economia em seus estados. ferrovias. a África. Eric Hobsbawm considera que a revolução "explodiu" na Grã- Bretanha na década de 1780 e não foi totalmente percebida até a década de 1830 ou de 1840. navios. e 3) o contínuo crescimento de sua população... que oferecia um mercado sempre crescente de bens manufaturados. a América do Norte e a América do Sul sido integradas ao esquema da expansão econômica européia. Ashton considera que ela ocorreu aproximadamente entre 1760 e 1830. A Primeira Revolução Industrial evoluiu para a Segunda Revolução Industrial.. Este ainda é um assunto que está em debate entre os historiadores. 2) a existência de um mercado em expansão para seus produtos. enquanto T. Disponivel em: . Nada remotamente parecido com este comportamento econômico é mencionado por economistas clássicos. Alguns historiadores do século XX. tendo a Índia. fabricação em larga escala de máquinas e o aumento do uso de fábricas que utilizavam a energia a vapor. O PIB per capita manteve-se praticamente estável antes da Revolução Industrial e do surgimento da economia capitalista moderna. têm argumentado que o processo de mudança econômica e social ocorreu de forma gradual e que o termo "revolução" é equivocado." O início e a duração da Revolução Industrial variam de acordo com diferentes historiadores. Nas palavras de Robert E.

permitindo produzir fios . inventa a "spinning mule". em Coalbrookdale. 1779 . inventa a "spinning-frame". na Grã-Bretanha.Samuel Crompton. 1709 .Thomas Newcomen. componente que aumenta consideravelmente a eficiência do motor a vapor. em Handsworth. permitindo a mecanização da agricultura. inventa a fiadora "spinning Jenny". 1740 . na Grã-Bretanha. 1776 . combinação da "water frame" com a "spinning jenny". 1771 . Shropshire. primeira via aquática inteiramente artificial. na Grã-Bretanha. introduz o condensador na máquina de Newcomen. Shrobsihire.Abraham Darby. uma máquina de fiar mais avançada que a "spinning jenny". 1764 .Richard Arkwright.Avanços tecnológicos Ordem cronológica das principais evoluções tecnológicas dos séculos XVII.Abertura do Canal de Bridgewater. em Cromford. uma máquina de fiar rotativa que permitia a um único artesão fiar oito fios de uma só vez. na Grã-Bretanha.Jethro Tull (agricultor). em Berkshire. acelerando o processo de tecelagem.John Wilkinson e Abraham Darby.agora conhecida como "water-frame" . na Grã-Bretanha. na Grã-Bretanha. 1768 . na Grã-Bretanha. descobre a técnica do uso de cadinho para fabricação de aço. 1733 . XVII e XIX Século XVII 1698 .Richard Arkwright. Século XVIII 1708 . Derbyshire.com a força de torrente de água nas pás de uma roda.1779 . em Staffordshire. na Grã-Bretanha. inventa a primeira máquina de semear puxada a cavalo. na Grã-Bretanha. inventa uma lançadeira volante para o tear. 1765 . 1761 .John Kay. instala um motor a vapor para esgotar água em uma mina de carvão. utiliza o carvão para baratear a produção do ferro. em Ironbridge.Benjamin Huntsman.James Watt.James Hargreaves. na Grã-Bretanha. na Grã-Bretanha. na Grã-Bretanha. constroem a primeira ponte em ferro fundido. introduz o sistema fabril em sua tecelagem ao acionar a sua máquina .

Edmund Cartwright. Londres. em Londres. 1876 . Século XIX 1803 . na Grã-Bretanha.A iluminacão de rua. nos Estados Unidos.Manchester. de Washington a Baltimore. nos Estados Unidos. entre a Grã-Bretanha e os Estados Unidos.Robert Fulton desenvolveu uma embarcação a vapor na Grã-Bretanha.Alexander Graham Bell inventou o telefone nos Estados Unidos (em 2002 o congresso norte-americano reconheceu postumamente o italiano Antonio Meucci como legítimo inventor do telefone) 1877 .Henry Bessemer patenteia um novo processo de produção de aço que aumenta a sua resistência e permite a sua produção em escala verdadeiramente industrial. 1808 . 1829 . .mais finos e resistentes. entre Darlington e Stockton-on-Tees. Estados Unidos. apenas utilizando alguns deles como mão-de-obra.O primeiro cabo telegráfico submarino é estendido através do leito do oceano Atlântico. inventa a bateria elétrica. 1879 .A abertura do Canal de Suez reduziu a viagem marítima entre a Europa e a Ásia para apenas seis semanas. na Geórgia.George Stephenson concluiu uma locomotiva a vapor. de Leicestershire. 1869 . na Grã-Bretanha.Richard Trevithick expôs a "London Steam Carriage".Samuel Morse inaugurou a primeira linha de telégrafo. a gás. patenteia o primeiro tear a vapor. A mule era capaz de fabricar tanto tecido quanto duzentos trabalhadores. na Itália. 1800 . e inaugura a primeira ferrovia. New Jersey. na Grã- Bretanha.A iluminação elétrica foi inaugurada em Mento Park. foi instalada em Pall Mall. na Grã-Bretanha. na Grã-Bretanha.Alessandro Volta.Eli Whitney. 1780 . 1843 . 1844 . 1865 .Cyrus Hall McCormick patenteou a segadora mecânica. 1830 . 1825 .Thomas Alva Edison inventou o fonógrafo nos Estados Unidos. 1807 . um modelo de locomotiva a vapor. 1856 .A Bélgica e a França iniciaram as respectivas industrializações utilizando como matéria-prima o ferro e como força-motriz o motor a vapor.George Stephenson venceu uma corrida de velocidade com a locomotiva "Rocket". 1793 . na linha Liverpool . nos Estados Unidos. inventa o descaroçador de algodão.

As máquinas a vapor bombeavam a água para fora das minas de carvão. Graças a essas máquinas.1885 . impulsionou a Revolução Industrial no Reino Unido e no resto mundo. Retiravam a água acumulada nas minas de ferro e de carvão e fabricavam tecidos. Teorias Administrativas Abordagem da Administração Clássica . da tecnologia e da mudança incessante triunfou. As carruagens viajavam a 12 km/h e os cavalos. Assim. Por isso. os empresários ingleses começaram a investir na instalação de indústrias.Gottlieb Daimler inventou um motor a explosão. Eram tão importantes quanto as máquinas que produziam tecidos. tinham de ser trocados durante o percurso. E os lucros dos burgueses donos de fábricas cresceram na mesma proporção. 1895 . convencionou-se em medir a potência desses motores em HP (do inglês Horse Power ou cavalo-força). alimentado principalmente com carvão. numa velocidade espantosa. Um trem da época alcançava 45 km/h e podia seguir centenas de quilômetros.Guglielmo Marconi inventou a radiotelegrafia na Itália. Como essas máquinas substituíam a força dos cavalos. As fábricas se espalharam rapidamente pela Inglaterra e provocaram mudanças tão profundas que os historiadores atuais chamam aquele período de Revolução Industrial. O modo de vida e a mentalidade de milhões de pessoas se transformaram. quando se cansavam. Disponível em: O motor a vapor O motor a vapor de James Watt. As primeiras máquinas a vapor foram construídas na Inglaterra durante o século XVIII. O mundo novo do capitalismo. da cidade. a produção de mercadorias aumentou muito. a Revolução Industrial tornou o mundo mais veloz.

salários mais elevados e. de modo a não haver desperdício operacional. preliminarmente. Taylorismo Elaborou os primeiros estudos essenciais: Em relação ao desenvolvimento de pessoal e seus resultados. introduziu o controle com o objetivo de que o trabalho seja executado de acordo com uma seqüência e um tempo pré-programados.. estabelecendo que todas as fases de um trabalho devem ser acompanhadas de modo a verificar se as operações estão sendo desenvolvidas em conformidades com as instruções programadas. estabelecida a co- participação entre o capital e o trabalho. Técnico em mecânica e operário.. também. de um estudo para que seja determinada uma metodologia própria visando sempre o seu máximo desenvolvimento. 21 de março de 1915) foi um engenheiro mecânico estadunidense. treinando-os. . ou seja. Escreveu o livro "Os Princípios da Administração Científica". Em relação ao planejamento a atuação dos processos. 20 de março de 1856 — Filadélfia. formou-se engenheiro mecânico estudando à noite. achava que todo e qualquer trabalho necessita. É considerado "o pai" da Administração Científica por propor a utilização de métodos científicos cartesianos na administração de empresas. cujo resultado refletirá em menores custos. publicado em 1911. Seu foco era a eficiência e eficácia operacional na administração industrial.) Em relação ao autocontrole das atividades desenvolvidas e às normas procedimentais. haveria possibilidade de fazê-los produzir mais e com melhor qualidade. Finalmente. em aumentos de níveis de produtividade(.Frederick Winslow Taylor (Filadélfia. acreditava que oferecendo instruções sistemáticas e adequadas aos trabalhadores. Inseriu. a supervisão funcional. Em relação à produtividade e à participação dos recursos humanos. principalmente.

no caso da Ford os automóveis. Taylor conseguiu maximizar significativamente a eficiência da organização. O Toyotismo. sistematicamente. e cada funcionário executava uma pequena etapa.apontou que estas instruções programadas devem. resultando numa maior velocidade de produção. o fordismo entrou em declínio com o surgimento de um novo sistema de produção mais eficiente. trabalho . dentro deste sistema de produção. Declínio do fordismo Na década de 1980. Logo. os funcionários não precisavam sair do seu local de trabalho. Desta forma. projetando um sistema baseado numa linha de montagem. Fordismo O que é Fordismo é um sistema de produção. Henry Ford criou este sistema em 1914 para sua indústria de automóveis. Isso fazia com que os rendimentos dos funcionários aumentassem de acordo com seu esforço. podendo vender para o maior número possível de consumidores. sendo responsável pela produção em massa de mercadorias das mais diversas espécies. Assim. Incluiu um sistema de pagamento por quantidade (ou por peça) produzida. cuja principal característica é a fabricação em massa. O fordismo foi o sistema de produção que mais se desenvolveu no século XX. uma esteira rolante conduzia a produto. seguia um sistema enxuto de produção. Também não era necessária utilização de mão-de-obra muito capacitada. ser transmitidas a todos os empregados. criado pelo empresário norte-americano Henry Ford. pois cada trabalhador executava apenas uma pequena tarefa dentro de sua etapa de produção. surgido no Japão. aumentando a produção. Objetivo do sistema O objetivo principal deste sistema era reduzir ao máximo os custos de produção e assim baratear o produto. Fordismo para os trabalhadores Enquanto para os empresários o fordismo foi muito positivo. para os trabalhadores ele gerou alguns problemas como. por exemplo. reduzindo custos e garantindo melhor qualidade e eficiência no sistema produtivo.

evitando o desperdício. Origem Taiichi Ohno (1912-1990).suapesquisa. como tempo de espera. além da falta de visão geral sobre todas as etapas de produção e baixa qualificação profissional.repetitivo e desgastante. o Just-in-time. As quatro regras O sistema de produção do Toyotismo é formado por quatro regras implícitas: 1. sequência.[o Kanban e o Nivelamento de Produção ou Heijunka. Disponível em http://www. 4. 2. sob a coordenação de um orientador e no nível mais baixo da organização. Shingeo Shingo (1909-1990) e Eiji Toyoda (1913- 2013) inicialmente desenvolveram o sistema entre 1948 e 1975. Foi desenvolvido por Taiichi Ohno. embora já fossem estudados há anos por vários pesquisadores da área de gestão de produção. Todo trabalho deve ser altamente especificado no seu conteúdo. QFD.com/economia/fordismo. O sistema também se baseava no pagamento de baixos salários como forma de reduzir custos de produção. é um sistema de produção desenvolvido pela Toyota entre 1948 e 1975. tempo e resultado. a medida que o sistema se espalhou pelo Japão até o Ocidente. 3.htm Toyotismo O Sistema Toyota de Produção. também conhecido como Toyotismo. células de trabalho ou de produção. entre outras. foram analisados de forma detalhada pelo livro A máquina que mudou o mundo. Toda relação cliente-fornecedor (interno e externo) deve ser direta. gargalos de transporte. O sistema integra o Lean Manufacturing. o sistema foi adquirindo . escrito por Womack e Jones. círculos de qualidade. Os conceitos do Sistema Toyota de Produção. O fluxo de trabalho e processo para todos os produtos e serviços deve ser simples e direto. que criaram a denominação "produção enxuta" (lean manufacturing). entre outros. que aumenta a produtividade e a eficiência. inventário desnecessário. superprodução. Qualquer melhoria deve ser feita pelo método científico. O Sistema Toyota de Produção utiliza várias ferramentas e técnicas. como kanban. com um canal definido e claro para enviar pedidos e receber respostas.

era a linha de montagem em movimento que providencia as bases para a produção e os sistemas de montagem usadas na STP.)  Kaizen (Melhoramos nossas operações de negócios de forma contínua.)   Trabalho em equipe (Estimulamos o crescimento pessoal e profissional. O Sistema Toyota de Produção foi ser reconhecido internacionalmente apenas em 1990. foram delineadas pela Toyota como segue: Melhora contínua Os princípios de melhorias contínuas incluem o estabelecimento de uma visão a longo prazo objetivando o confronto com desafios. a Toyota não tinha um nome específico para sua estratégia de produção. a inovação contínua e a procura da causa dos problemas:  Desafio (Formamos uma visão de longo prazo. o primeiro conceito do livro de Henry Ford Today and Tomorrow. chamados a Toyota Way. motivados pela inovação e evolução. fazemos todos os esforços para entender um ao outro. vamos até a fonte para encontrar os fatos e tomar decisões corretas.outros nomes.) Respeito às pessoas Os princípios relacionados ao respeito às pessoas incluem modos de desenvolver o respeito e o trabalho em grupo:  Respeito (Respeitamos o outro. assumimos a responsabilidade e fazemos o nosso melhor para construir confiança mútua. enfrentamos os desafios com coragem e criatividade para realizar nossos sonhos. credita suas contribuições ao STP a dois conceitos principais. O supermercado deu a Ohno a ideia de um sistema de tração onde cada processo de produção provê para o processo seguinte de forma ininterrupta. Os fundadores da Toyota estudaram o trabalho de Deming o que constitui como fundamento do sistema Toyota e o roteiro da Ford. compartilhamos oportunidades de desenvolvimento e maximizamos o desempenho individual e da equipe) .)  Genchi Genbutsu ("Vá e veja". Taiichi Ohno que continuou a melhorar o processo posto em prática por Toyota. então quando visitaram os Estados Unidos para estudar a linha de montagem de produção em massa eles não se surpreenderam. Princípios Os princípios subjacentes. até 1970. com um estudo realizado por pesquisadores do MIT a cerca da indústria automobilística. O segundo conceito eras as opções de supermercado que observou durante sua visita aos Estados Unidos em 1956 que providenciava alimentação contínua.