You are on page 1of 10

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO

A ARTE QUE UNIFICA A DANÇA COM O DRAMA:

UMA ABORDAGEM HISTÓRICA SOBRE O TEATRO NA ÍNDIA

YURI FELIPE TAVARES DA SILVA

RECIFE
JUNHO/2017

Yuri Felipe Tavares da Silva A ARTE QUE UNIFICA A DANÇA COM O DRAMA: UMA ABORDAGEM HISTÓRICA SOBRE O TEATRO NA ÍNDIA Trabalho Acadêmico apresentado como requisito para obtenção dos créditos da Disciplina Metodologia do Trabalho Científico. ministrada no curso de Bacharelado em Música da Universidade Federal de Pernambuco pelo professor Maurício Rocha de Carvalho. RECIFE JUNHO/2017 .

A ARTE QUE UNIFICA A DANÇA COM O DRAMA: UMA OBORDAGEM HISTÓRICA SOBRE O TEATRO NA ÍNDIA 1. . • Destacar as crenças que regem sua função. • Pesquisar sobre a estrutura do teatro na índia. • Expor as possibilidades de inclusão por quem participa dessas manifestações artísico-religiosa.1 OBETIVO GERAL: Apresentar a difusão da estrutura do teatro indiano através de um panorama comparativo que relacionará respectivamente sua função. OBJETIVOS ESPECÍFICOS. 2.2. conceitos religiosos e aplicabilidade para os que praticam essa arte.OBJETIVOS: 2.OBJETO DE TRABALHO Indianos em sua sociedade na proposta de interação com a prática do teatro. 2. • Apresentar a importância do teatro hindu para sua civilização.

. e.3 – JUSTIFICATIVA O Tema sugerido pela docente faz parte de um conjunto de pesquisa sobre o teatro nas mais diversas formas apresentadas por outras civilizações exteriores ao ocidente. todavia. todavia a professora tem como objetivo central. evitar o favoritismo por um tema A ou B. A escolha o tema oriundo de um sorteio para promover ampliação no âmbito da pesquisa. promover o incentivo teórico para aproximar seus alunos a uma visão ampla e comparativa regida pela composição do mundo antigo e suas diversidades culturais. para cumprir os requisitos da disciplina História das Artes. Esse trabalho constitui-se na elaboração de um relatório individual utilizando da modalidade de apresentação de um seminário.

a dança é uma arte tão adornada de riquezas que agrada diretamente a vontade dos deuses. entretanto. 88). é possível perceber o grau de envolvimento e respeito oriundo de uma sociedade clássica e conservadora de suas tradições ancestrais. Todas as formas de teatro clássico da Índia possuem em sua estruturação 89 cênica a dança. No momento de sua execução através do grande e intenso condicionamento físico apresentado pelos atores-dançarinos. Relativamente há um intenso contraste com o modelo ocidental de teatro que conhecemos. A palavra Natya engloba essas duas ideias de maneira amalgamada e indissociável. também. O intuito central dessa manifestação cênica. A prática do teatro. Na arte indiana a dança traduzirá toda superioridade dos deuses por meio dos gestos contidos nos movimentos da dança. relacionando magia. conquistas e romances. na verdade. mitológico ou religioso. intrinsecamente entrelaçada aos elementos dramáticos. que durante esse ritual no templo cria-se uma espécie de atmosfera responsável por relatar os contos históricos realizados pelos feitos dos deuses. Essa tradição Hindu tem influenciado diretamente os novos . teatro. p. representa um amplo ato de socialização e inclusão entre seus componentes. se faz necessário utilizar da expressão corporal (dança) para engrandecer a autoridade de suas divindades. ou seja. Ou seja. O que normalmente reconhecemos como “dança indiana” é. cada ser humano presente no contexto Hindu. compreende um forte compromisso devotado aos deveres dentro de sua crença religiosa. onde a dramaturgia desempenha o papel principal para descrever uma situação corriqueira de caráter cotidiano. 2013. “Na tradição do Teatro clássico da Índia não existe uma diferenciação nítida entre teatro e dança. Ao executá-la se faz expresso por via dessa manifestação. a autoridade e supremacia dos deuses para com os homens. No que se refere a essa relação abordada pela autora. se traduz através da função de prestar homenagens vindas dos humanos por meio de uma única crença aos seus deuses. Natya” (RIBEIRO. Segundo Berthold.4 – REFERENCIAL TEÓRICO O teatro indiano é uma manifestação artística milenar que tem como seu centro ideológico a fusão da dança juntamente com a encenação para fins religiosos.

dado o grau de isolamento e incomunicabilidade que caracteriza os indivíduos na contemporaneidade. para além de todo e qualquer descompasso existente entre as formas cênicas mais tradicionais que se comunicam. intérpretes e encenadores do teatro e da dança. representa uma possibilidade a mais para esta experiência poética em nossas vidas. o teatro possui esse papel de extrema importância nos requisitos voltados à transcender. respectivamente se tem buscado no teatro a interação. reunir o potencial comunicativo do teatro e da dança e reinventá-los a luz das formas híbridas que compõem a cena cultural na pós-modernidade. onde essa estrutura segundo as tradições. transformar. Dessa forma é fácil obter o respaldo da importância da participação fluente de todos os envolvidos nessa manifestação cênica. o teatro indiano apresenta uma maneira particular de expressar suas histórias. mostrando o poder e soberania sobre o ser humano. se cruzam. essa função de “mobilizar a fantasia do espectador”. Os elementos que se destacam nessa busca. criando uma fonte de inspiração para aprimorarmos nossa compreensão à cerca das práticas voluntárias dedicas exclusivamente a execução dessa tradição artística milenar. se torna a forma mais interessante para agradar aos deuses. desafio reiteradamente posto em ação pelos novos atores. bailarinos. 2011). em nossa época. são sinônimos impares presentes no mundo das artes. Contudo. Por isso. diversas itens que outrora realçam conscientemente o papel do artista para com a execução de suas funções dentro de uma performance. .conceitos em relação a configuração do teatro ocidental. comprometimento e dedicação. “Para o dramaturgo Heiner Muller o teatro teria. despertar e inserir em seus praticantes. estão relacionados tais quais: participação assídua. o centro do teatro é a dança. entrega voluntária para a realização de algo. por via de uma prática disciplinada e emotiva. pois. pois. Por isso. Essa característica peculiar está diretamente relacionada as práticas religiosas. se contaminam no melhor/pior do mundo globalizado” (SANTO.

não é dedutivo nem indutivo. artigos. . este trabalho realizar-se-á por meio da apresentação de seminário. periódicos. a realidade é construída socialmente e entendida da forma que é interpretada. a pesquisa bibliográfica consiste numa pesquisa elaborada a partir de material já publicado. esta permitirá manter um resultado claro daquilo que se almeja. Enquanto procedimento. A pesquisa utilizar-se-á da busca de autores entre os selecionados para exploração mais profunda. pois. preocupa-se com a descrição direta da experiência. se faz a opção pelo método fenomenológico. Segundo Gil (1994). Internet. como ela é. Quanto à metodologia do trabalho em mãos.. existem tantas quantas forem suas interpretações. etc. como livros.5 – METODOLOGIA DE TRABALHO Nesse trabalho a ser realizado será necessário a utilização do método pesquisa bibliográfica. Esta opção se justifica porque o método escolhido permite empregar a pesquisa qualitativa. a realidade não é única.

C. 1994. História Mundial do Teatro. São Paulo: Atlas.13. 2006. . São Paulo. São Paulo: Perspectiva. O teatro dança indiano: entre o clássico e o popular. 294p. 2011. GIL. Rio de Janeiro. A. Almir. p. SANTOS. Denise Espírito. p. v. 99-105. RIBEIRO. Deuses e marionetes: Kathakali. n. v. n. 207p. 83- 110. jun 2013. Métodos e técnicas de pesquisa social. Margot. 4 ed.8. teatro dança clássico da Índia e seus delicados diálogos. Revista da Universidade de São Paulo.1.6 – BIBLIOGRAFIA E FONTES BERTHOLD. Textos escolhidos de cultura e arte popular.1. mai.

ANEXOS Teatro Hindu Panchu arunachalam .

Ravi shankar .