You are on page 1of 7

Plano Curricular – Piano

• Apresentação

O curso de piano pretende dividir-se sobre dois níveis de dificuldade diferentes: Iniciação ou Curso Básico, sendo este dividido posteriormente em
1º, 2º, 3º e 4º graus conforme o nível alcançado pelo aluno. Tem como objetivo proporcionar uma aprendizagem adequada do instrumento ao aluno
e dá enfase ao desenvolvimento da aptidão musical, quer em contexto teórico como em contexto de performance. O plano de estudos poderá ser
modificado, conforme a necessidade do aluno, tendo sempre como princípio servir os interesses educacionais do aluno e da escola.
o Curso de Iniciação
§ O curso de Iniciação destina-se a alunos que nunca tenham tido contacto com o instrumento e que não tenham qualquer
formação musical. Este curso tem como duração prevista um ano letivo e pretende que ao fim deste, o aluno tenha adquirido
as competências básicas para tocar o instrumento e a nível de formação musical.
o Curso Básico
§ O curso Básico divide-se em quatro graus diferentes, tendo como alvo os alunos que já passaram pelo processo de iniciação
e que pretendem prosseguir a sua evolução musical. Deverá ser sempre uma evolução a par da correspondente formação
musical, uma vez que muito dificilmente o aluno conseguirá evoluir sem as bases necessárias de formação musical.

• Objetivos Educacionais

Os objetivos da disciplina foram organizados consoante os níveis de ensino. Os objetivos específicos foram elaborados de acordo com o que se
consideram ser as aprendizagens mínimas a desenvolver em cada ano e graus de ensino de piano. Sugiro que antes de cada ponto a leitura seja
sempre precedida de “O aluno deverá ser capaz de...”.
Objetivo educativo fundamental: apreciar, executar e compreender a performance da música enquanto arte, permitindo respostas e
reconhecimentos estéticos, dentro de vários géneros e estilos musicais, com organização, conhecimento, compreensão, aplicação, análise, síntese
e avaliação da linguagem musical ao nível semântico, sintático, discursivo, histórico, estilístico e notacional. Os objetivos dos processos
educacionais artísticos organizam-se em 3 áreas não mutuamente exclusivas: cognitiva (ligada ao saber), afetiva (ligada a sentimentos e posturas)
e psicomotora (ligada a ações físicas).

Emoção Predisposição aprendizagem. Praticar esse sistema Valores para ouvir. Objetos a valores. valores Seguir regras . os entre valores. Responder a estímulos Comportament Resolver conflitos Atenção Apresentar ideias. (participar) na Fenómenos Atribuir prioridades valores. seletiva Questionar ideias e Criar um sistema de conceitos. Dimensão do conhecimento Dimensão do Processo Cognitivo Factual/factos Conhecimento: Compreensão: Aplicação: Análise: Avaliação: Síntese: Conceptual/conceitos Processual/processos Lembrar Classificar Executar Atribuir Criticar Criar Reconhecer Comparar Realizar Diferenciar Verificar Gerir Recordar Exemplificar Organizar Planear Explicar Produzir Inferir Interpretar Resumir Dimensão do conhecimento Dimensão do Processo Afetivo Comportamento Receção: Resposta: Atribuir Organização de Interiorização: Atitude valores a: valores: Responsabilidade Dar-se conta Envolver-se Adotar um sistema de Respeito de factos.

Dimensão do conhecimento Dimensão do Processo Psico-Motor Reflexos Conhecimento: Compreensão: Aplicação: Análise: Avaliação: Síntese: Movimentos básicos Habilidades de perceção Lembrar Comparar Executar Atribuir Criticar Criar Movimentos aperfeiçoados Reconhecer Exemplificar Realizar Diferenciar Verificar Gerir Recordar Inferir Organizar Planear Interpretar Produzir • Objetivos Específicos Transversais a todo o Percurso Académico Pianístico Desenvolver a coordenação psico-motora. Promover a capacidade de memorização e concentração. . Promover a igualdade sonora/digital. Promover a capacidade de formulação e apreciação crítica. Promover a utilização correta da dedilhação. Desenvolver o sentido da pulsação/ritmo/fraseio. • Objetivos Específicos Transversais ao Curso Básico Desenvolver a agilidade e segurança na execução.

• Avaliação A avaliação deve ser uma reflexão ponderada do percurso do aluno ao longo dos 3 períodos escolares e uma motivação para que este queira prosseguir com os seus estudos. • Objetivos Específicos Proporcionar um primeiro contacto com o instrumento e conhecimento do teclado. NS (Não Satisfaz). quer a solo quer em conjunto. Promover o gosto por uma constante evolução e atualização de conhecimentos resultantes de bons hábitos de estudo. Incutir o sentido da pulsação/ritmo/fraseio. Estimular as capacidades do aluno e favorecer a sua formação e o desenvolvimento equilibrado de todas as suas potencialidades. facilitando uma correta execução. com o instrumento para uma aquisição duma consciência musical e de um domínio das dificuldades técnicas em relação ao repertório e às exigências sempre crescentes. Desenvolver a coordenação psico-motora. Promover a capacidade de memorização e concentração. Iniciação do aluno em apresentações públicas. Iniciar a leitura no instrumento utilizando a clave de sol e fá. A avaliação fica única e exclusivamente ao critério do professor. Incutir hábitos de estudo. . S (Satisfaz). Promover a integração do aluno na comunidade educativa. tendo em vista o desenvolvimento da sua sociabilidade e capacidade de performance com outros. B (Bom). • Objetivos Gerais Proporcionar um contacto. Promover a igualdade digital. o mais precoce possível. Direcionar o aluno na aquisição de uma postura corporal. A avaliação será feita em 4 níveis: MB (Muito Bom). Iniciar o aluno na realização de diferentes articulações e dinâmicas.

• NS – A sua atenção dispersa-se com facilidade e/ou demonstra muitas dificuldades de concentração e/ou tem dificuldade em manter a postura correta durante a aula. • NS – O trabalho individual realizado em casa. • B – Manifesta interesse e empenho no estudo do instrumento. • B – É um aluno atento. § Trabalho individual realizado em casa • MB – O trabalho individual realizado em casa. . manifestando capacidade de concentração. • S – O trabalho individual realizado em casa. • NS – Manifesta pouco interesse e empenho no estudo do instrumento. Nem sempre cumpre as indicações e correções do professor. é eficaz. é pouco eficaz. cumprindo sempre as indicações e correções do professor. § Atenção na aula e capacidade de concentração • MB – É um aluno muito atento e revela uma excelente capacidade de concentração. • B – O trabalho individual realizado em casa. • S – Demonstra alguma dificuldade em manter a atenção e/ou a concentração. revela-se muito eficaz.o Parâmetros de Avaliação: § Empenho na aprendizagem do instrumento § Atenção na aula e capacidade de concentração § Trabalho individual realizado em casa § Sentido rítmico § Qualidade sonora § Destreza técnica § Leitura musical ao instrumento § Apreciação global § Outras observações o Observações sobre cada uma das avaliações: § Empenho na aprendizagem do instrumento • MB – Manifesta muito interesse e empenho no estudo do instrumento. • S – Manifesta algum interesse no estudo do instrumento. cumprindo adequadamente as indicações e correções do professor. revela alguma eficácia. Não cumpre as indicações e correções do professor.

• S – Tem realizado alguns progressos na aprendizagem do instrumento. • B – Tem facilidade técnica e boa coordenação motora.§ Sentido rítmico • MB – Executa o ritmo com rigor. • S – Tem uma razoável leitura ao instrumento. • B – Tem realizado bons progressos na aprendizagem do instrumento. • S – Manifesta algumas dificuldades técnicas e/ou de coordenação motora. • NS – Não consegue produzir um som estável e/ou não apresenta um volume sonoro adequado. • B – Tem uma boa leitura. o que dificulta a abordagem de novas peças. § Destreza técnica • MB – Tem muita facilidade técnica e ótima coordenação motora. § Leitura musical ao instrumento • MB – Tem uma ótima leitura. • B – Tem um som estável e um volume sonoro adequado. • NS – Tem dificuldades na leitura. • NS – Revela dificuldades em ultrapassar os problemas rítmicos e/ou em adquirir o sentido da pulsação. • B – Ultrapassa as dificuldades rítmicas com facilidade e tem um bom sentido da pulsação. . § Qualidade sonora • MB – Tem uma ótima emissão e estabilidade sonora. • NS – Os progressos na aprendizagem do instrumento são insuficientes § Outras observações • Observações de carácter facultativo. Tem um excelente sentido da pulsação. • S – Tem algumas dificuldades em manter um som estável e/ou um volume sonoro adequado. • S – Revela algumas dificuldades em ultrapassar os problemas rítmicos e/ou em adquirir o sentido da pulsação. § Apreciação global • MB – Tem realizado excelentes progressos na aprendizagem do instrumento. • NS – Manifesta bastantes dificuldades técnicas e/ou de coordenação motora.

tendo sempre em mente a capacidade atual do aluno e o grau de dificuldade exigido perante o nível em que este se encontrar. o Métodos de avaliação § O aluno tem de executar os 3 blocos. Bloco A % Bloco B % Bloco C % 1 escala e arpejo no estado 1 escala e arpejo no estado fundamental na distância de uma 15 fundamental na distância de uma 15 3 Obras 100 oitava (no mínimo) oitava (no mínimo) 2 estudos 25 1 estudos 25 2 peças 60 2 peças 60 A escolha das obras deverá recair sobre o professor. setembro de 2017 . ficando ao critério do professor o período letivo em que os realiza. Mário Santos. O programa de um período não pode ser repetido noutro.