You are on page 1of 16

TEORIA GERAL DA ADMINISTRAÇÃO

Prof. Daniel Lins, Me

Escola
Comportamentalista
2

TEORIA GERAL DA ADMINISTRAÇÃO
Prof. Daniel Lins, Me

Escola Comportamentalista

Também denominada Novas Relações
Humanas, teve origem como um
desdobramento da Teoria das Relações
Humanas e como uma tentativa de consolidar
o enfoque das relações humanas nas teorias
das organizações
3

TEORIA GERAL DA ADMINISTRAÇÃO
Prof. Daniel Lins, Me

Motivação

Alguma força direcionada dentro dos indivíduos,
pela qual eles tentam alcançar uma meta, a
fim de preencher uma necessidade ou
expectativa.

Desempenho

Desempenho = f (habilidade x motivação)
4

TEORIA GERAL DA ADMINISTRAÇÃO
Prof. Daniel Lins, Me

Modelo de Motivação

Motivação intrínseca – recompensas simbólicas

Motivação extrínseca – recompensas tangíveis
5

TEORIA GERAL DA ADMINISTRAÇÃO
Prof. Daniel Lins, Me

Ciclo da Motivação

Seqüência de eventos que inicia com
necessidades insatisfeitas, e termina depois
que o indivíduo analisa as conseqüências da
tentativa de satisfazer aquelas necessidades
6

TEORIA GERAL DA ADMINISTRAÇÃO
Prof. Daniel Lins, Me

Ciclo da Motivação
7

TEORIA GERAL DA ADMINISTRAÇÃO
Prof. Daniel Lins, Me

Ciclo da Motivação

O principal interesse gerencial é motivar os
funcionários a alcançar os objetivos
organizacionais de um modo eficiente e eficaz.
8

TEORIA GERAL DA ADMINISTRAÇÃO
Prof. Daniel Lins, Me

Frustração do Indivíduo

Sentimento que se desenvolve no indivíduo quando
muitas vezes ele não consegue alcançar ou
satisfazer necessidades estabelecidas.
9

TEORIA GERAL DA ADMINISTRAÇÃO
Prof. Daniel Lins, Me

Frustração do Indivíduo
10

TEORIA GERAL DA ADMINISTRAÇÃO
Prof. Daniel Lins, Me

AS TEORIAS DA
MOTIVAÇÃO
11

TEORIA GERAL DA ADMINISTRAÇÃO
Prof. Daniel Lins, Me

Teoria da Hierarquia das Necessidades – de Maslow
12

TEORIA GERAL DA ADMINISTRAÇÃO
Prof. Daniel Lins, Me

Teoria ERC – de Alderfer

Necessidades de Existência (E) – Desejo de bem-
estar fisiológico e material;
Necessidades de Relacionamento (R) – Desejo de
satisfação das relações interpessoais;
Necessidades de Crescimento (C) – Desejo de
crescimento continuado e desenvolvimento pessoal.
13

TEORIA GERAL DA ADMINISTRAÇÃO
Prof. Daniel Lins, Me

Teoria dos Dois Fatores – de Herzberg
14

TEORIA GERAL DA ADMINISTRAÇÃO
Prof. Daniel Lins, Me

Teoria da Realização – de McClelland

Necessidades de Realização (R) – Desejo de desafio
para realização pessoal e para o sucesso em
situações competitivas;
Necessidades de Afiliação (A) – Desejo de
estabelecer relacionamentos pessoais próximos,
evitar conflitos e estabelecer fortes amizades;
Necessidades de Poder (P) – Desejo de influenciar ou
controlar outros.
15

TEORIA GERAL DA ADMINISTRAÇÃO
Prof. Daniel Lins, Me

Teoria X e Y – de McGregor

Teoria X – abordagem tradicional, mecanicista e
pragmática. Os indivíduos são considerados:
preguiçosos e indolentes; sem desejo de
responsabilidade; com pouca capacidade criativa;
com necessidade de supervisão constante.
16

TEORIA GERAL DA ADMINISTRAÇÃO
Prof. Daniel Lins, Me

Teoria X e Y – de McGregor

Teoria Y – abordagem mais moderna. Os indivíduos
são considerados: dispostos ao trabalho; desejosos
por responsabilidade; com capacidade criativa; e
autônomos em suas funções.