You are on page 1of 3

- Puta que pariu!!!! - bradou Victor que morria de calor!

Esta foi a frase que deu inicio ao fim do mundo. Sim, meus desgraçados leitores, o
mundo acabou. Mandei este texto direto do inferno (lá a banda larga funciona!!!!) para
vocês, toscos, ai no passado. Passado que alias ficou bem passado. Os frescos, que não
gostavam de carne mal passada, não vão ter do que reclamar!

Em algum lugar do seu futuro...


Era uma bela manha de Sol, quente pra chuchu, quando o mundo começou acabar.

Victor Bongstron, lindo suequinho efeminado do então paraíso tropical Sueco, estava a
cantar lindas melodias do Abba no chuveiro quando percebeu que a água quente estava
mais quente que o normal.

O dia anterior tinha sido o mais quente da história da Terra segundo Al Gore que alias
está mamando leite azedo sangrento nos seios do George Bush, ou melhor, Geórgia
Bush (Satanás tem punições personalizadas).

O buraco no ozônio atravessava a Terra de ponta a ponta. Muitas pessoas gostaram


deste problema, pois acabou com a fome e a miséria no Mundo. Acabou no sentido mais
profundo e completo, uma vez que os pobres e famintos não podiam pagar pela comida
produzida em estufas anti-UV e não podiam comprar os mais novos lançamentos da
Sundown (fator 5000, 5000 dólares).

Calota polar somente no congelador da minha geladeira!


Pingüins? ”Que se fodam!!!”, diziam todos!

Até o Mundo ir pro vinagre de vez houve anos de paz e felicidade entre os
sobreviventes. Como mais de 80% da população bateu as botas, congestionamentos,
shoppings lotados, vestibulares concorridos, tornaram-se parte do passado.

As fábricas de ar condicionados estavam a todo vapor, e como o ozônio já era, o CFC


foi liberado geral!

A Amazônia, aquele lugar cheio de mosquitos, freiras e ecologistas bichas transformou-


se no segundo maior deserto do Mundo. O primeiro era o deserto Árabe-Africano que
cresceu a partir do Saara e se expandiu por toda a África e pelo Oriente Médio. Os EUA
deram graças a D... (não posso mais dizer o Santo Nome em vão senão eu tomo o lugar
do Al Gore), pois foi o fim da guerra contra o terror.

Então, de repente, EUA, Rússia, China, Índia e Coréia do Norte, tiveram a Grande
Idéia!

Pelos cálculos a temperatura da Terra não pararia de subir por mais de 10000 anos e a
Terra estaria inabitável dentro de 10 anos, com temperaturas médias de 70 graus.
Resolveram soltar varias bombas nucleares sobre os desertos para que a areias nestes
locais se transformassem em vidro e refletissem grande quantidade de luz do Sol de
volta ao espaço.

Funcionou! Os 70 graus despencaram para -70 graus em menos de 10 dias. O choque


térmico foi tão violento que a Terra rachou em três. Os pedaços entraram em órbita
espiral e caíram no Sol.

Todo o Sistema Solar se desestabilizou. Foi lindo!!!!

Agora, toscos do passado, não tem como arrumar mais esta situação. Já era!!!! Estou
enviando este e-mail para o ano de 2010 quando não existe mais volta para o desastre
climático. Mando este e-mail por puro sadismo (aliás, não é a toa que estou no caldeirão
de Belzebu).

Aproveitem o fim de semana na praia!


_________________________________________________

- Que catso? - gritou Hugo Bergstein.

Estava cantando Abba no chuveiro quando um cheiro horrivel submeteu-se em


minhas narinas sexys.

Algo inexoravelemente terrivel. Mesmo sem eu saber o que significava, eu me


caguei de medo.

Em me cagando de medo, confusões se estabeleceram em minha mente: seria


o cheiro horrivel uma premonição do meu cagaço que estava por vir e por
entupir o ralo do box?

Com o ralo entupido outra sensação de "agora fodeu" subiu pelos meus
calcanhares e foi explorir no meu cortex esquerdo.

Estava todo ensaboado e nao me restava outra opção a não ser fechar a
torneira a fim de evitar um transbordamento do box que espalharia merda para
todo lado no banheiro.

José Sarney, do fundo ralo gritou:

- Brasileiros e Brasileiras. Nosso pais está enfrentando um entupimento terrivel


causado por um cagão.

Temos que nos unir e derrota-lo

Dito isto, baratas cantando o Hino à Bandeira sairam do ralo, e cercaram-me ...

Related Interests