You are on page 1of 2

Se inicia então um período democrático (governo do povo) em nosso país, começa

-
se no Brasil uma experiência onde o povo tem sua vez.
Neste período uma nova Constituição (4º) foi criada, uma assembleia constituinte se
uniu para elaborar uma essa nova Constituição. Essa assembleia era formada pelo Partido
Social Democrático, Partido Trabalhista Brasileiro, Partido Comunista e a União
Democrática Nacional. A UDN (União Democrática Nacional) nunca consegui se eleger, eles
eram a oposição de Getúlio. Esses grupos se juntaram para a nova Const. que foi
promulgada em 1946, que tinha com como leis a forma de Estado: Federativo, a forma de
Governo: República, o sistema de Governo: Presidencialista e o regime de Governo:
Democrático; o voto secreto e universal para maiores de 18 anos; a autonomia para o
Legislativo, Judiciário de Executivo ( porque na época de Getúlio era o centralismo – ele
mandava em tudo); preservação das leis trabalhistas e inseriu o direito a greve; o direito da
liberdade de pensamento (crença e expressão); mandato presidencial de 5 anos.
No governo de Gaspar Dutra, ele sofreu influência internacional, as bandeiras do
domínio mundial estavam divididas em dois blocos: comunistas e capitalista, cada um
queria dominar o mundo de forma sutil, pelo âmbito da ideologia. Temendo que pudesse
começar uma guerra fria esses blocos começaram uma corrida armamentista, o Brasil
cortou as mãos com a União Soviética e ficou ao lado dos Estados Unidos.
Apesar de ser o auge da democracia, Gaspar Dutra não foi nada democrático, calava
a todos com o militarismo, tirou o direito de greve, extinguiu o partido Comunista, todos
que eram contrários a ele como os comunistas foram extinguidos.
Na situação economia houve uma elevação do custo de vida e inflação, para tentar
amenizar a situação ele criou o plano SALTE (saúde, alimentação, transporte e energia),
abandonou a nacionalização de Vargas, e com isso as empresas começaram a pressionar
Gaspar Dutra porque ele começou a abrir mão da importação, deixando entrar capital
estrangeiro.
Após esse período surge a volta de Getúlio Vargas, que desta vez veio com a
proposta de limpar sua imagem de ditador, ele começou a dificultar o capital estrangeiro,
pensava mais nos trabalhadores, incentivava que nossas riquezas deveriam ser exploradas
por nós mesmos. Assim os entreguistas queriam que nossas riquezas fossem exploradas
pelos estrangeiros e os nacionalistas pelos brasileiros. Como no caso do petróleo. Por conta
disso foi criada a PETROBRAS, assim os nacionalistas saíram ganhando. O foco de Getúlio
era trabalhismo e por isso aumentou em 100% o salário mínimo. Foi nessa fase que foi
fomentada todas as leis trabalhistas que temos hoje. Só que ele começou a ter opositores,
os patrões, todos os setores eram a favor do capital estrangeiro, e de novo Getúlio não teve
um governo tranquilo.
Ele incentivava a indústria e não tinha o apoio, muita gente não entendeu a estratégia
de Getúlio.
O jornalista Carlos Lacerda usou toda influência para derrubar Getúlio, ele tinha a
mídia a seu favor e fazia várias críticas a Getúlio, acabou sofrendo um atentado, mas não
morreu, major Vaz que estava com ele acabou morrendo, e fizeram a relação com Getúlio,
dessa forma começou uma pressão sobre Getúlio para ele renunciar.
Os militares foram para cima, começou um mar de lama, ele se desesperou e se
matou. Carlos Lacerda temendo represaria foi embora do país, mas temporariamente,
depois ele volta e se torna governador.
Assim começa o governo de Juscelino Kubitschek, sua visão era acalmar os ânimos
do povo, queria erguer o país, ele fez muitas obras, fundou Brasília, planos e metas, focou
na indústria, sua meta era fazer 50 anos em 5. Só que um preço, precisava de dinheiro.
Assim ele pede empréstimo ao capital estrangeiros, voltando nossa dívida externa.
Passado esse governo entra Jânio Quadros, ele queria varrer a corrupção, era um
governo de contradições, era contra os comunistas, mas se aproximava do socialista,
quando oposição UDN fica sabendo, decidiram que ele pedia assumir, desde fosse por um
sistema parlamentarista e dividir o poder com o 1º ministro que foi Tancredo Neves.
Mas para isso foi feito um plebiscito que teve o resultado presidencialista.
No governo de João Goulart, o foco dele era reforma de base: reforma agrária (tirava
terra improdutiva e dava para quem queria produzir), urbana, educacional, eleitoral e
tributária (corrigindo desigualdades). Porém tudo isso fomentou a revolta das classes
dominantes que não estavam a favor de uma reforma de base.
Com essa agitação política os militares começam a achar que ele não estava
conseguindo tomar conta do país e em 31/03/64 explodiu a revolução, Jânio foi exilado
para o Uruguai, os militares instalaram a ditadura e termina o período democrático.