You are on page 1of 4

Ministério da Educação

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ
Campus Curitiba

PLANO DE ENSINO – 2017/2
CURSO Bacharelado em Administração MATRIZ 001

FUNDAMENTAÇÃO
Resolução do 172/10 do COEP de 09 de dezembro de 2010
LEGAL

DISCIPLINA/UNIDADE CURRICULAR CÓDIGO PERÍODO CARGA HORÁRIA (aulas)
Teoria Geral do Estado AT AP APS AD APCC Total
GE71D 1º.
03
45 0 48
AT: Atividades Teóricas, AP: Atividades Práticas, APS: Atividades Práticas Supervisionadas, AD: Atividades a Distância, APCC:
Atividades Práticas como Componente Curricular.

PRÉ-REQUISITO Código da(s) disciplina(s)
EQUIVALÊNCIA Código da(s) disciplina(s)

OBJETIVOS

Proporcionar aos alunos conhecimentos fundamentais acerca da Teoria Geral do Estado (TGE)
partindo do referencial teórico clássico e moderno, inserindo-os no mínimo sócio-político que
rege o Estado e, por conseguinte, seus entes, incluindo aí as organizações.

EMENTA
Estado, governo e sociedade. Teoria da burocracia aplicada aos setores público e privado.
Características e organização do Estado brasileiro: elementos do Estado; forma de Estado;
forma de Governo; e sistema de governo. O Estado político: partidos políticos; composição do
congresso nacional; os partidos políticos; e, a estrutura orgânica dos estados federados e
municípios. Políticas de Estado e de Governo.
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
ITEM EMENTA CONTEÚDO
 Estado – Origem, Históricos e Conceitos
 Governo – Origem, Histórico e Conceitos.
1 Estado, governo e sociedade  Sociedade – Origem, Histórico e Conceitos
 Mercado – Origem, Histórico e Conceitos.
 A Importância da Teoria Burocrática para a
Teoria da burocracia aplicada aos
2 eficiência e Eficácia dos setores público e
setores público e privado privados
 A constituição e o Estado.
Características e organização do  Elementos: Soberania, Território e o Povo.
Estado brasileiro: elementos do  Forma e Estado e de Governo.
3  Sistemas de Governo.
Estado; forma de Estado; forma de
Governo; e sistema de governo  Representação
 Direito Administrativo e Administração Pública
O Estado político: partidos políticos;
 Sufrágio e os sistemas eleitorais
composição do congresso nacional;
 Partidos Políticos e Grupos de Pressão.
4 os partidos políticos; e, a estrutura  Ideologias partidárias.
orgânica dos estados federados e
 O Federalismo Brasileiro
municípios
 Noções de Direito Tributário: arrecadação para a
5 Políticas de Estado e de Governo.
implementação de Políticas Públicas

Sociedade: Origem. DIAS DAS AULAS PRESENCIAIS Dia da semana Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Número de aulas no 54 semestre (ou ano) PROGRAMAÇÃO E CONTEÚDOS DAS AULAS (PREVISÃO) Dia/Mês ou Semana Número de Conteúdo das Aulas ou Período Aulas Apresentação da disciplina. 19/10/2017 Segunda avaliação 03 O Estado político: Sufrágio e os sistemas eleitorais. AD: Atividades a Distância. Elementos: Soberania. A constituição e o Estado. Território e o Povo. 05/10/2017 Forma e Estado e de Governo. Histórico e 06/09/2017 Conceitos. APS: Atividades Práticas Supervisionadas. . O Federalismo 26/10/2017 Brasileiro. 03 Direito Administrativo e Administração Pública.  Políticas Públicas  Políticas Públicas de Estado  Políticas Públicas de Governo PROFESSOR TURMA ANTONIO GONÇALVES DE OLIVEIRA S63 ANO/SEMESTRE CARGA HORÁRIA (número de aulas) AT AP APS AD APCC Total 2017/2 48 0 06 51 AT: Atividades Teóricas. APCC: Atividades Práticas como Componente Curricular. Representação. Elementos: Soberania. Governo: Origem. 27/09/2017 Forma e Estado e de Governo. Composição do Congresso Nacional e dos Parlamentos 03 dos Estados Membros. Representação. regras de convivência e início dos conteúdos. AP: Atividades Práticas. Históricos e Conceitos. Históricos e Conceitos. Partidos Políticos e Grupos de Pressão. Governo: Origem. 13/09/2017 Primeira avaliação 03 Devolutiva e: A Importância da Teoria Burocrática para a eficiência e 20/09/2017 03 Eficácia dos setores público e privados. Histórico e 03 Conceitos. Histórico e Conceitos. Mercado: 03 Origem. Histórico e Conceitos. Histórico e Conceitos. Sistemas de Governo. 16/08/2017 Apresentação documentário – o dia que durou 21 anos – Resenha 03 23/08/2017 I Forum de Gestão e Economia 03 30/08/2017 APS 1 – Filme Lincoln ou Dama de Ferro 03 Estado: Origem. Ideologias partidárias. Histórico e Conceitos. Território e o Povo. Notas introdutórias sobre Políticas Públicas de Estado e Políticas Públicas de Governo. A constituição e o Estado. Mercado: Origem. Sistemas de Governo. 03 Direito Administrativo e Administração Pública. 09/08/2017 Estado: Origem. Sociedade: Origem.

AULAS PRÁTICAS Desenvolvimento em sala. ao final do semestre. o aluno que tiver frequência igual ou superior a 75% (setenta e cinco por cento) e Nota Final igual ou superior a 6. Composição do Congresso Nacional e dos Parlamentos 03 dos Estados Membros. Assim.PROGRAMAÇÃO E CONTEÚDOS DAS AULAS (PREVISÃO) Número de Conteúdo das Aulas Aulas O Estado político: Sufrágio e os sistemas eleitorais. PROCEDIMENTOS DE AVALIAÇÃO E RECOMENDAÇÕES Considerar-se-á aprovado na disciplina. Ideologias partidárias. c. em sendo. livros recomendados e textos de apoio. no que se refere às avaliações. seja no bimestre ou na média final. ou mesmo. quadro branco. serão realizadas tres ordinárias. consideradas todas as avaliações previstas no Plano de Ensino. nesses casos de acréscimo. 22/11/2017 Jogral Político e Revisão de conteúdos 29/11/2017 Terceira avaliação 03 06/12/2017 Devolutiva e avaliação de 2ª Chamada 03 13/12/2017 Devolutiva e Ajustes finais 03 Data limite para o lançamento de notas no Sistema Acadêmico e 15/12/2017 publicação dos resultados finais PROCEDIMENTOS DE ENSINO AULAS TEÓRICAS Aulas expositivas dialogadas. Observações: (1) ocorrendo eventuais faltas a quaisquer das provas bimestrais. Composição do Congresso Nacional e dos Parlamentos 03 dos Estados Membros. conforme datas destacadas neste plano de ensino. O Estado político: Sufrágio e os sistemas eleitorais. considerando que: a. As avaliações formais são compostas por tres provas “bimestrais” com peso mínimo de 70%. b. Dama de Ferro (Previsão) ATIVIDADES A DISTÂNCIA Não há ATIVIDADES PRÁTICAS COMO COMPONENTE CURRICULAR Não Há. e. condicionado ao desempenho/participação da turma.0 (seis). desde que autorizado pela coordenação do curso mediante deferimento . Utilização de multimídia. Partidos Políticos e Grupos de Pressão. Notas introdutórias sobre Políticas Públicas de Estado e Políticas Públicas de Governo. – Resenha. Avaliações continuadas mensuradas a partir da participação efetiva do aluno nos trabalhos desenvolvidos em sala e/ou domiciliares. O Federalismo 01/11/2017 Brasileiro. as APS poderão ser pontuadas. O Federalismo 08/11/2017 Brasileiro. Participação em eventos.5 pontos. Notas introdutórias sobre Políticas Públicas de Estado e Políticas Públicas de Governo. Partidos Políticos e Grupos de Pressão. ser acrescida à nota bimestral ou média final. Ideologias partidárias. o aluno faltante poderá fazer a 2ª chamada na data já definida. exercícios práticos consubstanciados em cases da área de estudo. A critério do professor. ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS APS 1 – Filme: Lincoln. limitada ao máximo de 0. APS 2 – Filme. na forma de avaliações intermediárias com peso máximo de até 30% no computo da média calculada de forma aritmética entre as duas avaliações formais. seu valor incorporar a nota bimestral com peso máximo de até 10% dos 30% previstos na letra “b” supra.

fica vedada aos demais alunos a possibilidade de registros das aulas por meio de: fotografias. In: BRESSER-PEREIRA. A nota auferida substituirá a nota 0. Disponível em: http://www. v. Robert K. 57-69. F. MISOCZKY. em havendo fechamento do sistema por parte do professor. Fernando Luiz. SPINK. Peter Kevin (orgs.). Teoria Geral do Estado. Fernando C. REFERÊNCIAS Referencias Básicas: 1. Rio de Janeiro: Editora FGV. 7ª ed. Lua Nova.). SPINK. 6. ajustado o registro das duas seguintes ao final da aula. sendo que. Amitai (Org. 3. 36.0 (zero) registrada para a(s) prova(s) faltosa(s). consoante a agenda/demais atividades do docente. 2009. Introdução à organização burocrática. Dilemas da burocracia no campo das Políticas Públicas: Neutralidade. 173-199. p. ORIENTAÇÕES GERAIS Demais orientações relevantes para a disciplina/unidade curricular.. n. Paulo. CARVALHO. Salvador. Organizações complexas: estudo das organizações em face aos problemas sociais. BRESSER-PEREIRA. Marcelo M. Reforma do Estado.). (Neo)tecnocratas ou (neo)bobos? Eis a questão. Luiz Carlos. Luiz Carlos. p. In: BRESSER- PEREIRA. (orgs. Fernando G. sendo.). Competição ou Engajamento? Organizações e Sociedade – O&S. instituições e poder no Brasil. 7ª ed. MERTON. Peter Kevin (orgs. Organizações. n.de requerimento protocolado no prazo regimental. sociedade civil e legitimidade democrática. 2012. 1995. BONAVIDES. Luiz Carlos. 4. 2. Por uma nova gestão pública: limites e pontencialidades da experiência contemporânea. 3ª ed. Rio de Janeiro: Editora FGV. Teoria Geral do Estado. p. Estado. Peter Kevin (orgs. Luiz Carlos. 85-104. Reforma do Estado e Administração Pública Gerencial. São Paulo: Saraiva. o fato de promover a aplicação de tres provas ordinárias ao longo do semestre. PAES de PAULA. 3. BRESSER-PEREIRA. Elementos da Teoria Geral do Estado. 1973. Luiz Carlos. 2. In: VIEIRA.scielo. Maria Ceci. (2) as chamadas são realizadas e registradas nos primeiros minutos de aula. 15-19. obviamente a turma será comunicada com a devida antecedência.pdf 6. Cristina A. Rio de Janeiro: Editora FGV. 123-139. 4. 2008. Dalmo de Abreu. 2001. São Paulo: Atlas. MOTTA. ABRUCIO. p. Teoria Geral do Estado: novos paradigmas em face da globalização. TENÓRIO. Mário Lúcio Quintão. 95. 32 ed. São Paulo: Atlas. (2) considerando que o conteúdo ministrado é sempre cumulativo. como tal. Assinatura do Professor Assinatura do Coordenador do Curso . São Paulo: Pioneira Thomson Learning. p.). Marcelo. Rio de Janeiro: Editora FGV. 61-72. 7ª ed. 5. Em ocorrendo. cumpre a exigência regulamentar quanto à possibilitar ao aluno a recuperação de rendimento ao longo do semestre. 2ª ed. p. (3) Trata-se este documento de um “plano” e. v. Estrutura burocrática e personalidade. 20. Fernando Henrique. DALLARI. 08. Da administração pública burocrática à gerencial. 2006. 2004. Prestes. FIGUEIREDO. Reforma do Estado e Administração Pública Gerencial. Recomendações: (1) à exceção de PCD`s identificadas e autorizadas em face da necessidade. jan. 5. In: BRESSER-PEREIRA. 2006. contudo. SOARES. p. 237-270. São Paulo: Malheiros. não mais haverá apontamento de frequência à primeira aula. Rio de Janeiro: Editora FGV. Reforma do Estado e Administração Pública Gerencial. CARDOSO. In: ETZIONI. Ana Paula. poderá sofrer ajustes de datas/atividades. 2006. filmagens e gravações de voz./abr. SPINK. Os avanços e os dilemas do modelo pós-burocrático: a reforma da administração pública à luz da experiência internacional recente. 2013. BRESSER-PEREIRA. Luiz Carlos. São Paulo: Atlas. 2005. 7. 2003. Referências Complementares: 1.br/pdf/ln/n36/a06n36. 9 ed.