You are on page 1of 2

Guia do

Texugo Melívoro
As melhores (e as piores) respostas dos
aprovados no CACD 2016

3| RESPOSTAS
PORTUGUÊS
Exercício 1
O que Mário de Andrade esperava de nós não era que o seguíssemos, mas que nos
descobríssemos a nós mesmos, ao que pudesse haver de bom em nós, no sentido de
inquietação,
desejo de investigação e reflexão: queria (e foi explicitando isto nas cartas que
passaria a nos
escrever, paciente, pedagógico, obstinado) que adquiríssemos consciência social da
arte e
trabalhássemos utilitariamente nesse sentido, pela descoberta ou redescoberta
gradativa do
Brasil em nós, atualizados e responsáveis. Nunca segui a fundo a lição de Mário, mas
o pouco
de ordem (sob a desordem superficial) que passei a pôr no que escrevia é
consequência da ação
dele para me salvar do individualismo e do estetismo puro.
Carlos Drummond de Andrade. Tempo, vida e poesia. Entrevistas concedidas em
1954
(com adaptações).
Tendo como referência inicial o excerto acima, comente o valor da arte como
instrumento
de conscientização sobre o Brasil.
Extensão do texto: 120 a 150 palavras [valor: 20,00 pontos]
Média: 15,5 amp. / 16,7 cotas negros.
Desvio padrão: 4,0 amp. / 2,5 cotas negros.

Tiago Noronha Ribeiro Siscar – 19,20/20
Em Tempo, vida e poesia, Carlos Drummond de Andrade faz referência à

Capacidade de analise e reflexão: 4. Aspectos Macroestruturais (organização do texto e desenvolvimento do tema): 10.00/10.50/4. Nessa perspectiva. Capacidade de argumentação (objetividade. A redescoberta do Brasil deflagrada em 1922 adquire conteúdo crítico na década de 1930. É por meio desse sentimento que se denunciam as contradições sobreviventes no país após a Revolução de Outubro. Esse é o "sentido de inquietação" a que alude o autor de Claro enigma. portanto. do próprio Drummond. a exemplo de A rosa do povo. que boa parte da prosa e da poesia do período getulista seja caracterizada como literatura engajada. ou de Vidas secas. Não é sem sentido. Extensão do texto: 154 palavras (penalização: 0.00/1.influência de Mário de Andrade sobre os modernistas da 2ª geração. Avaliação A. Aspectos Microestruturais (correção gramatical e propriedade da linguagem): 10.00 1.00/10. estilo. mediante a exposição de conflitos. de Graciliano Ramos. pertinência das informações): 4. sistematização. o propósito ulterior da arte como instrumento de conscientização deve corresponder à ação transformadora da realidade social. O reencontro do Brasil consigo mesmo não deveria circunscrever-se às artes.80) . diferenciando- se do caráter desengajado da fase heroica do movimento.00 2. coerência): 1.00 C.50 3. Apresentação/Impressão geral do texto (legibilidade.50 B.50/4.