1

CONTEÚDO

PROFº: ALCÃNTARA
01. Constituição

01
A Certeza de Vencer

SISTEMA CIRCULATÓRIO.
JACKY31/01/08

Fale conosco www.portalimpacto.com.br

2 átrios(direito e esquerdo) ⎧ / ⎪ Coração - 4 cavidades \ 2 ventrículos (direito e esquerdo) ⎪ ⎪ ⎧− Veias → Vênulas ⎪ ⎪ ⎪ Vasos Sangüíneos ⎨− Capilares ⎨ ⎪− Artérias → Arteríolas ⎩ ⎪ ⎪ ⎧− Venoso : Rico Co 2 ⎪ Sangue ⎨ ⎪ ⎩− Arterial : Rico em O 2 ⎪ ⎩ Vasos Linfáticos → Linfa

Artéria pulmonar — é um vaso grosso que sai do ventrículo direito e se ramifica em duas. Transporta sangue venoso do coração para os pulmões. Artéria aorta — é um vaso grande e grosso. Sai do ventrículo esquerdo e leva sangue arterial à todo o corpo. A partir do coração, se ramifica e se espalha por todos os órgãos do corpo, recebendo nomes diferentes: artéria renal (rins), artéria hepática (fígado), coronárias (miocárdio), carótidas (cabeça); subclávias (braços), gástrica (estômago), pancreática (pâncreas), mesentérícas (intestinos), esplênica (baço), pudendas (órgãos genitais) e ilíacas (membros inferiores). 04. VÁLVULAS (VALVAS) CARDÍACAS O átrio direito se comunica com o ventrículo direito através da válvula tricúspide, enquanto o átrio esquerdo se comunica com o ventrículo esquerdo por meio da válvula mitral ou bicúspide. A primeira delas possui três membranas que permitem a passagem do sangue apenas num sentido, ao passo que a segunda possui somente duas membranas (essa é a razão dos nomes tricúspide e bicúspide, respectivamente). Na origem da artéria aorta, e artéria pulmonar próximo aos ventrículos, existem as válvulas sigmóides (válvula aórtica, do lado esquerdo e válvula pulmonar do lado direito). Assim, o sangue não pode mais retornar aos ventrículos depois que deles saiu.

02. CAMADAS DO CORAÇÃO As paredes do coração são formadas por três camadas: Pericárdio (epicárdio): membrana que reveste externamente todo o coração; Miocárdio: camada muscular responsável pelo movimento do coração; situa-se entre o pericárdio e o endocárdio; Endocárdio: membrana que reveste a superfície interna das cavidades do coração. O miocárdio é vascularizado pelas artérias coronárias que emergem da artéia aorta (logo no início desta). A obstrução de uma dessas coronárias implica a falta de irrigação sangüínea das células de uma região do miocárdio. Se, por falta de oxigênio, essas células morrerem, estará caracterizado o infarto do miocárdio. 03. VASOS SANGUÍNEOS DO CORAÇÃO São os seguintes os principais vasos sanguíneos que saem do coração ou desembocam nele: Veia cava superior e veia cava inferior — são duas veias grandes e grossas que chegam ao coração pelo lado direito e desembocam no átrio direito. Elas recebem sangue venoso de todo o corpo, através de diversos ramos: veia renal (rins), veia hepática (fígado) etc. Veias pulmonares — são quatro veias de calibre médio. Chegam ao coração pelo lado esquerdo, trazendo sangue arterial dos pulmões ao átrio esquerdo.

Ventrículo

05. TIPOS DE CIRCULAÇÃO HUMANA

Pequena circulação / Circulação pulmonar: é o percurso do sangue do ventrículo direito até os pulmões (hematose), através da artéria pulmonar, e dos pulmões até o átrio esquerdo, através das veias pulmonares.

FAÇO IMPACTO - A CERTEZA DE VENCER!!!

VESTIBULAR – 2009

Fale conosco www.portalimpacto.com.br

CORAÇÃO

PULMÕES (Hematose)

CORAÇÃO

Grande circulação/Circulação sistemica: é o percurso do sangue do ventrículo esquerdo até todo o organismo (Efeito Böhr), através da artéria aorta e de seus ramos e dos diversos órgãos até o átrio direito, através das veias cavas. CORAÇÃO CORPO CORAÇÃO (Efeito Böhr)

A contração do miocárdio é chamada de sístole enquanto que o seu relaxamento é chamado de diástole. A sístole determina uma pressão no sistema arterial chamada de pressão sistólica(máxima), que é de mais ou menos 120 mmHg. Na diástole(pressão diastólica ou mínima) a pressão é de mais ou menos 80 mmHg. Dizemos então, que em condições normais (normotensão arterial), a pressão arterial deve ser de 120 por 80 mmHg. No homem adulto em repouso a frequência cardíaca (batimentos do coração) é de 70 a 80 minuto batimentos por mínuto(bpm).

07. Regulação da Função Cardíaca O coração é uma bomba hidráulica que deve funcionar continuamente, durante toda a vida, mas também ajustar-se às solicitações do organismo quanto a um maior ou menor fluxo de sangue. Inicialmente devemos lembrar que ele é um orgão capaz de se auto-estimular para garantir a contração, o que é chamado automatismo cardiáco. A melhor prova disso é que, cortando-se toda sua inervação, ele continua a se contrair, além das fibras musculares estriadas, caracteristicas do miocárdio, o coração tem um tipo especial de fibras nervosas, que se agrupam em regiões bem determinadas. A primeira massa de fibras nervosas condutoras fica na base da veia cava superior e constitui o nódulo sino-atrial(S.A.) ou nódulo sinusal que é o marca-passo cardiáco; iniciando o estímulo para a contração. Daí os impulsos vão para o nódulo atrio-ventricular (A.V.) atingem o feixe de His, situado entre os ventriculos, chegando às fibras de Purkinge. O impulso se propaga com grande rapidez, determinando a contração total do miocárdio, que caracteriza a sístole ventricular. Pequena Circulação

Marcapasso 06. O Trabalho Cardíaco FAÇO IMPACTO – A CERTEZA DE VENCER!!!

Desfibrilador

VESTIBULAR – 2009

Grande Circulação

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful