Musculação Empresarial

Rico de Moraes

Volume 1

“Fortalecendo os músculos de sua empresa”

grou M grou p
e-learning

Prefácio
Para aqueles que estão tendo contato com meus textos pela primeira vez, por favor não me levem a mal. Eu acredito em 90% do que está escrito em livros de administração e marketing tradicionais, daqueles que a gente precisa comprar na faculdade. O que eu realmente não acredito, no entanto, é que as mesmas regras devam servir para todo mundo, assim, quase como um horóscopo empresarial. Cada empresa possui suas próprias qualidades e dificuldades. Entendendo, portanto, que existe liberdade de criação no mundo moderno, imagino que sua empresa seja bem mais criativa do que os pobres livros poderiam imaginar. Pode ser , mesmo , a sua empresa imaginária, ou seu sonho de ter uma empresa no futuro. Isto importa muito pouco. O fato é que você precisa entender como realmente as coisas devem ser. Não fique por aí imaginando que deverá agir da mesma forma que as grandes empresas, ou tentando seguir os passos dos seus vizinhos. Só ganha no jogo que arrisca.O mundo empresarial não é um “País das Maravilhas”. Este livro contém idéias antigas colocadas de uma forma nova, desmitificando o gerenciamento de empresas, colocando-o de forma irreverente e por vezes irresponsavelmente informais. A idéia é te explicar o DNA (o princípio básico) destas idéias, deixando que você as traduza de maneira fiel para a sua realidade, seja você empresário ou profissional liberal (não acreditamos mais em empregos, não é mesmo?) Rico de Moraes
Consultor em Marketing e Gestão.

Copyright 2004-M/Group Consultores On Line WWW.mgroupconsultores.com.br

grou M group
e-learning

I Prefira a constância à solução rápida
Você tem uma empresa, e sua empresa tem problemas. Por que deveria ser diferente? Afinal, administrar é resolver problemas. Claro que seus problemas precisam de soluções urgentes. Provavelmente, suas vendas estão piores do que você queria, seus negócios estão menos freqüentes do que deveriam, suas contas parecem estar mais rápidas do que a entrada de capital. Não se desespere! Levou algum tempo para chegar a esta situação, não levou? Também, levará algum tempo para tudo ficar como você quer. Vamos fazer um paralelo: Você, como pessoa física, está fora de forma? Ganhando menos paqueras do que gostaria, graças à sua barriguinha (ou barrigona!) ? Como foi que isto aconteceu? Será que um belo dia , pela manhã, você se acordou, se olhou no espelho, e a sua barriguinha tinha pipocado misteriosamente de uma só vez? Certamente uma de duas hipóteses é verdade : 1) Você nunca malhou na sua vida, e nunca esteve em boa forma mesmo, por que deveria estar em forma agora? Por mágica ? 2) Você parou de malhar, por comodismo, e sua barriga cresceu, ano após ano. Se levaram anos para sua barriga crescer, por que você pensa que poderia retomar sua antiga forma em algumas semanas ?

Copyright 2004-M/Group Consultores On Line WWW.mgroupconsultores.com.br

grou M group
e-learning

Provavelmente, você não teve dificuldades para fazer a relação entre boa forma física e empresarial. Contudo, se você ainda não sacou, vai a explicação : Se você parou de prestar atenção na sua empresa, de lhe dar músculos para que lute diariamente pela sua sobrevivência, dia a pós dia, mês após mês, sua empresa foi perdendo posições. Seus concorrentes foram ficando mais fortes. Até o seu cliente está ficando mais forte do que você, e mais bonito do que sua empresa (´cê tá mal , cara!); que tipo de atração você espera ter sobre ele (o seu cliente, que precisa ser conquistado)? E se você, na verdade, nunca se esforçou para dar músculos à sua empresa, você acha que ela deveria estar “musculosa” por obra do espírito santo ? As regras são bastante claras (como dizia o Arnaldo)! Primeiro, tudo o que você fizer com constância e regularidade, gerará resultados a médio e longo prazos, sejam ações negativas ou positivas. Logo, é melhor prestar mais atenção em sua rotina, preferindo as ações que afetarão positivamente a sua empresa, durante sua vida. Em segundo lugar, milagres (instantâneos) não existem. Nenhuma solução imediata será mais do que apenas uma solução paliativa. Soluções imediatas levam em consideração o momento vivido (imediato), ao invés de enxergar sua empresa e sua personalidade. Soluções de constância, como se você fizesse musculação duas ou três vezes por semana, levam em consideração a sua empresa, sua estrutura, sua personalidade e suas possibilidades. Ah, certamente você já deve ter lido ou ouvido consultores e gestores dizendo que hoje em dia você deve estar atento à rapidez com que o mercado muda... Cuidado com esta informação, meu camarada !!! Isto é uma pegadinha do Faustão. Conversa fácil, pra consultor fazer palestra. De fato,

Copyright 2004-M/Group Consultores On Line WWW.mgroupconsultores.com.br

grou M group
e-learning

hoje você deve ser mais rápido em suas decisões; contudo , isto precisa ser “consequência”, ao invés de “foco” de suas ações. Ser mais rápido é uma questão de poder e saber ser mais rápido, de possuir a estrutura e a personalidade necessárias. Estas coisinhas não nascem de hoje para amanhã. Devem ser plantadas e regadas, devem ser cultivadas através de hábitos corretos em sua empresa. Se você já jogou videogame com seu filho, sabe do que estou falando: Rapidez é preciso, mas se você não sabe jogar, “tá ferrado, meu”! Portanto, apesar de sua empresa ter a necessidade de ser mais rápida e mais forte, encare o fato de que estes são comportamentos empresariais espontâneos, que surgirão em médio e longo prazos, desde que você comece hoje a percorrer um caminho, uma meta de qualidade que leve sua empresa a ter músculos e flexibilidade, cortando as gordurinhas. Estas ditas gordurinhas , é claro, são aquelas ações desgovernadas, feitas por impulso, que fogem à sua meta, distoam de seus objetivos, que apenas interessam a um momento específico de sua empresa,e jamais deveriam interferir no seu “masterplan”(plano mestre)- Mas interferem. Vamos supor que você gostaria de ir a uma festa neste sábado, e sua barriguinha amiga não está ajudando na escolha do modelito fashion que o vestirá. Você logo percebe que não terá o porte e a segurança necessários para paquerar com sucesso garantido, ou pelo menos não fazer feio frente a seus colegas. Então, você pensa : Puxa, mas imagem, força e rapidez não são tudo, eu tenho minha inteligência e astúcia! Aí, eu te respondo: “Certamente, você poderá ser bem sucedido através de sua astúcia e inteligência, mas e se você juntasse a estas qualidades, força , rapidez e imagem ? Você seria invencível ! O problema é que da mesma forma que sua

Copyright 2004-M/Group Consultores On Line WWW.mgroupconsultores.com.br

grou M group
e-learning

astúcia e inteligência, certamente a sua força, imagem e rapidez não surgirão de hoje para amanhã. O empreendedor, por sua própria “natureza empreendedora”, deve ser alguém que acredite em sua astúcia e inteligência Lembre-se de que você não é o único que tem a impressão de estar surfando livremente no meio de empreendedores cegos (esta ilusão é recorrente para a maioria dos empreendedores). Existe um mito, nos círculos de proprietários empresários, a respeito da existência de empresários astutos, que começaram do nada e chegaram ao topo do mercado, através de seu natural talento para os negócios. Este mito só poderia ser verdade em um ambiente de mercados novos , de grande risco, inexplorados , e cada vez mais raros. Isto por que para você se dar bem ao abrir uma empresa nova , sem uma boa estrutura e planejamento de longo prazo, você deverá atuar em um mercado sem concorrência alguma, para o qual só possam existir dois desfechos: Ficar milionário(e aclamado como gênio),atuando astutamente em um mercado no qual só você acreditou, ou quebrar em miséria absoluta, atuando em um mercado no qual só você e mais ninguém (nem mesmo os clientes), acreditou. Esteja certo de que a grande maioria dos casos reais de empresários astutos, bem sucedidos, aconteceram em mercados emergentes de alto risco. Os bem-sucedidos nós conhecemos (Roberto Marinho, Bill Gates, entre tantos); contudo os milhões de empresários que se deram mal na sua tentativa de investir em mercados novos como locadoras de Vídeo-Disco (espécie de DVD do tamanho de um LP), ou o carro movido a azeitona (sei lá...), serão esquecidos pela história. O último momento importante em que vimos um mercado de alto risco acontecer, foi no caso das empresas de Internet,

Copyright 2004-M/Group Consultores On Line WWW.mgroupconsultores.com.br

grou M group
e-learning

que fizeram milionários, os primeiros ousados e despreparados empresários que acreditaram. Contudo, rapidamente este mesmo mercado foi tomado por profissionais de comunicação de outras áreas, que fizeram a grande maioria das empresas surgidas no boom de internet simplesmente quebrarem por falta de “músculos”. Não tome por mal e retrógradas, as minhas idéias. Ao contrário do que possa parecer, acredito em tudo quanto for de novo no mercado capitalista. Eu apenas estou aconselhando que se una, à visão de águia, o preparo e o planejamento profissionais. Empresários ainda relutam em apostar nas ações de médio e longo prazo, preferindo, sempre, substituir seu planejamento por ações de curto prazo, ao menor sinal de problemas, dando maior atenção à sua ansiedade do que à sua inteligência. Se você começar hoje suas aulas de musculação, talvez veja os primeiros resultados em seis meses, vendo sua barriguinha desaparecer gradativamente. Se você, durante estes seis meses, faltar à metade das aulas, por que julgou que outras atividades pudessem ser mais importantes naquele momento, talvez não veja resultado nenhum, e , ainda por cima, talvez desista de continuar, por acreditar que musculação não funciona. Constância , portanto é a chave do negócio ! Um investimento de base para médio e longo prazos, gerará a estrutura necessária para rapidez em ações espontâneas de curto prazo. Logo, uma pergunta precisa ser feita : Como você enxerga a sua empresa daqui a dez anos, depois de várias crises financeiras e variações de mercado? Se você quiser mantê-la

Copyright 2004-M/Group Consultores On Line WWW.mgroupconsultores.com.br

grou M group
e-learning

viva e capaz de enfrentar o dia-a-dia estressante dos mercados globalizados , internetalizados e abobalhados, olhe um pouquinho para o seu umbigo, e cuide de sua saúde empresarial. Malhe muuuuuito!

Copyright 2004-M/Group Consultores On Line WWW.mgroupconsultores.com.br

grou M group
e-learning

II Não tome bomba (anabolizantes)
Quer ficar bonito rapidinho, é ? E aí ? Vai encarar todos os problemas que isto poderá gerar ? Os garotões e gatonas das academias passam por uma grande provação: O tentação de tomar anabolizantes! Anabolizantes são substâncias capazes de acelerar bastante o crescimento dos músculos. Contudo, os músculos gerados com a ajuda de anabolizantes são frágeis e inchados. Não têm a mesma substância dos músculos naturais. Além disso, os anabolizantes fazem mal à saúde de quem o está tomando, podendo inclusive levar a um câncer. Urrrggh! Bom...E o que é que isso tem a ver com sua empresa, afinal ? Imagine que você tenha uma empresa com vontade de crescer. Os negócios estão prosperando, os pedidos estão aumentando, as vendas estão maravilhosas. Tudo indica que você precise fazer ampliações, contratações, aumentar a sua publicidade. Então, você resolve dar uma forcinha ao destino e consegue um ótimo financiamento para a ampliação de sua estrutura. O gerente do banco, após muita dificuldade para abrir as portas, resolve lhe apresentar vários “produtos” tentadores. Agora que você pode ampliar sua empresa, contrata vários novos e competentes profissionais que o ajudarão a fazer crescer a sua empresa. Este pacote de benefícios, impulsionados por um financiamento mal planejado, é o seu anabolizante.

Copyright 2004-M/Group Consultores On Line WWW.mgroupconsultores.com.br

grou M group
e-learning

Mas se a sua empresa está crescendo, por que não financiar uma estrutura maior? Por que isto seria um erro? Na verdade, não é de todo um erro, tomar um bom financiamento. Mas antes de você apostar neste crescimento certo, deve saber se o seu crescimento é real ou apenas fruto de um aquecimento inesperado e passageiro de mercado. Note que, quando eu me refiro a aquecimentos passageiros, não me refiro , é claro, a um Natal, ou um bom verão, motivos que você certamente saberia identificar como passageiros. Quando falamos em prospecções de médio e longo prazos, aquecimentos que durem 2 a 3 anos são passageiros (imagine sua empresa em dez anos). Outro ponto importante a se considerar é o quanto , afinal, a sua estrutura deve realmente crescer. Crescer a sua estrutura mais do que a sua geração de receita poderá ser suicídio. Há alguns anos, houve uma febre de sorveterias por quilo no país. Muitas empresas foram abertas em cada esquina, redes de sorveterias foram ampliadas com base no que parecia ser sólido. Contudo, o gelo derreteu, e em alguns anos , não havia, se quer, uma grande rede de sorveterias por quilo no mercado (Nem mesmo os criadores da idéia). O estouro deste mercado foi um modismo passageiro, que se auto-destruiu justamente pelo excesso de sorveterias e a péssima qualidade da maioria delas. Se sua empresa está ganhando cada vez mais dinheiro, provavelmente ela será capaz de financiar seu próprio crescimento. Será, de certo, mais lento, porém mais seguro, visto que acompanhará suas possibilidades reais de poder de capitalização. Grandes financiamentos só são realmente necessários em poucos casos, geralmente em níveis industriais (o que ainda

Copyright 2004-M/Group Consultores On Line WWW.mgroupconsultores.com.br

grou M group
e-learning

assim, será um risco). De todos os riscos, evite o máximo possível sucumbir a este. Não confunda sua vontade de crescer e aparecer, com necessidade de expansão. Logo, você vai perguntar: Como vou ter dinheiro para ampliar e mordenizar minha empresa, ser ágil, se não devo arrumar um bom financiamento? Eu lhe devolvo uma pergunta: Como você vai pagar por este financiamento daqui a um ano, se sua empresa não reagir como esperado? Planeje seu crescimento reservando uma parte de seus lucros mensais em uma conta com esta finalidade. Defina um percentual fixo, cuja importância deve ser comparada à de uma conta a ser paga (este valor não deve ser desviado para “tapar buracos” no seu orçamento). Calcule o percentual baseado na necessidade de ampliações ou up-grades a cada 3 anos em média, ou de acordo com a necessidade do seu tipo de negócio. Uma loja de shopping, por exemplo, deve se planejar para up-grades anuais. Isto deve fazer parte de seus custos fixos mensais. Agora, suponhamos que você resolva mesmo investir algum crédito naquele enorme financiamento. Faça à sua empresa , a seguinte pergunta : Você possui estrutura organizacional para suportar uma estrutura física maior ? Imagine , por exemplo, que você possuísse um carrinho de cachorros-quentes, que vendesse assustadoramente bem. Você resolve financiar , então o seu segundo carrinho. Quem vai administrá-lo ? Seu amigo? E se o carrinho dele der prejuízo? Você vai culpá-lo por isso ?

Copyright 2004-M/Group Consultores On Line WWW.mgroupconsultores.com.br

grou M group
e-learning

Administrar uma estrutura maior requer “know-how em estruturas maiores”. Isto significa que, provavelmente, tudo que você entende por administração de empresas, será jogado fora, a cada estágio de crescimento que você promover em sua empresa. Antes de financiar o crescimento de sua empresa, tente conseguir um estágio em uma empresa do porte que você pretende atingir. Se isto for (e geralmente é) impossível para você, antes de fazer crescer sua estrutura, cresça a mentalidade de sua empresa. Por exemplo, se você é o feliz proprietário daqueles dois carrinhos de cachorros-quentes , vai ter de entender que você não poderá assumir o atendimento em nenhum deles. O mais provável será contratar dois atendentes, e gerenciá-los, treinando-os para que continuem mantendo o seu padrão de atendimento. Pense, também, em como você vai divulgar a ampliação de sua empresa para seus atuais e possíveis novos clientes. Você não pode deixar de incluir em seu planejamento para o crescimento, ações de marketing e publicidade. Moral da história: Crescimento, só planejado. Cuidado com os anabolizantes.

Copyright 2004-M/Group Consultores On Line WWW.mgroupconsultores.com.br

grou M group
e-learning

“Musculação Empresarial I”
Por Rico de Moraes
Se você gostou deste ebook, tem direito de distribuí-lo de forma gratuita para seus amigos, sem prévia autorização do autor. Contudo, cópias comerciais deste conteúdo ou parte deles, sem prévia autorização, serão consideradas crime, e tratadas como tal, de acordo com as leis vigentes no país.

Copyright 2004 -Mgroup Consultores ME Todos ods direitos reservados Gostaria de ouvir sua opinião sincera sobre este texto. ricommkt@mgroupconsultores.com.br

Copyright 2004-M/Group Consultores On Line WWW.mgroupconsultores.com.br

grou M group
e-learning