You are on page 1of 1

Isabel de Godoys Monteiro Gomes - Fonoaudióloga Especialista em Voz- CEV - CFFa5404/11

voz2005@gmail.com
Autora e Responsável pelo Projeto “A VOZ NO SAMBA”
Performance Comunicativa do Profissional Liberal nos dias atuais
Com o avanço das tecnologias, não basta ter feito faculdade, atualizações profissionais etc.
senão usar harmonicamente conteúdo e expressão verbal/oral. O uso de estratégias
comunicativas vem sendo aprimorada tempo em tempo, visando auto cuidado nos aspectos
de saúde, reconhecendo sinais de desgaste vocal, domínio das técnicas comunicativas e ações
consecutivas sem prejuízo da fala, do corpo e da interpretação do ouvinte. A agilidade do
profissional liberal em perceber que o momento é único, pois, pode ali se construir uma
imagem pessoal e profissional positiva, estabelecer uma relação de confiança é que o torna
diferenciado nos dias atuais. A habilidade comunicativa favorece apresentar propostas por
meio de abordagens técnicas específicas e nisso, a reação do cliente confirma que ele fez a
escolha certa.

É no uso da comunicação oral que abordamos uma maneira de expressar nossas ideias e ter
impacto sobre questões que tem importância na sociedade, nas relações sociais, entretanto é
de extrema importância para o profissional independente.

A comunicação eficiente é uma ferramenta para estes profissionais onde permite mudar o
pensamento e o comportamento do nosso cliente.

O êxito da comunicação oral depende de você, de sua credibilidade pessoal de conhecimento
sobre o assunto, de sua preparação para apresentação, de sua maneira de falar, de sua
sensibilidade para com o publico, da ocasião e do ENTUSIASMO. É desejável que na sua
expressão oral o ouvinte ao escutá-lo, o mesmo dizer internamente “ Isso é importante para
mim”.

Necessitamos basicamente usar algumas habilidades:
1. Organizar o pensamento de forma lógica; Adaptar sua mensagem ao publico; Como
contar um historia para obter o maior impacto possível; Adaptar-se ao feedback do
ouvinte( reações verbais, faciais, físicas da pessoa).
2. Diferenciar entre falar em publico de uma conversação, pois, falar em público exige
nível de planejamento e preparação detalhada do que uma conversa cotidiana.
3. Apresentar-se oralmente com domínio da palavra, e isto exige uma linguagem mais
formal, especial para o público em si.
4. Usar na apresentação oral recursos vocais satisfatórios e este exige uma
expressividade mais ajustada de forma que sua voz seja ouvida claramente por todos
os ouvintes.
5. Manter contato visual com o público.
6. Visualizar a história a ser contado, criar imagens mentais do plano desenvolvido para
sua exposição de ideias.
7. Identificar seu publico alvo evitando o etnocentrismo( crença de uma pessoa de que
seu grupo ou cultura é superior a todos os outros grupos ou culturas).
8. Seja Ético, analise objetivos, exponha suas idéias e use linguagem adequada.
9. Procurar ouvir e manter a escuta ativa diante interlocutores.
10. Manter sua apresentação limpa, ornamentação simples ou adequada para o público.
Fonte: Stephen E. Lucas - A Arte de Falar em Público. Edit. Mc Graw Hill Education,2014.
Krillos,L. - Expressividade- Da Teoria à Prática. Edit. Revinter, 2005.