You are on page 1of 8

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DO PRÉ-PROJETO DE PESQUISA

Tema, (definição do campo temático)
Referência Bibliográfica

1. INTRODUÇÃO ou apresentação – TEMA E PROBLEMATIZAÇÃO - Situar a problemática.
A Introdução é a apresentação do assunto a ser tratado. Trata-se de uma seção na qual procura-se
sintetizá-lo e aguçar a curiosidade do leitor. Orienta-se, nesta parte do pré-projeto, a finalizá-lo com a
formulação do problema.
A Introdução deve conter também a Problema de pesquisa. Autores, que afirmam toda discussão
científica, deve surgir com base em um problema e, para tal, se deve oferecer uma solução provisória e,
a partir dessa situação, buscar resposta por meio da pesquisa.
Apresentar uma visão geral do assunto que será abordado no trabalho, procurando fazer com que o
leitor adquira uma compreensão inicial do que será tratado e fornecendo informações que o levem a
perceber a sua importância. É importante ter em vista que na introdução se deve localizar a pesquisa
no corpo de conhecimento vigente, destacando sua pertinência e o contexto da pesquisa.

FORMULAÇÃO DO Problema DE PESQUISA
Enunciar a pergunta que mobiliza os esforços de pesquisa e que deverá ser respondida ao longo da
investigação teórica. Problema (questão que motiva a investigação)
Identificação e caracterização do problema: Fundamentação Teórica. Descrever a importância do
problema e as propostas de solução, com base em literatura pertinente.
FORMULAÇÃO DA Hipótese (possibilidades de respostas para o seu problema)

Justificativa TEÓRICA E PRÁTICA
Explicitar a relevância e a contribuição da pesquisa. No caso de pesquisa teórica, argumentar de que
modo a investigação proposta é inovadora e pode ampliar os horizontes conceituais e a auto-
reflexividade da produção da área.
(por que – a importância, a necessidade deste estudo proposto para o campo temático em que se
inscreve). Explicar qual a relevância do seu projeto, por quê é importante, qual a contribuição que
pretende dar.

Nesta parte do texto é preciso oferecer os motivos para a construção do trabalho. Trata-se, então, de
responder a questão: por que fazer este trabalho? No entanto, deve-se procurar os antecedentes do
problema e a relevância do assunto e argumentar sobre a importância prática e teórica. É plausível
também refletir sobre as possíveis contribuições esperadas.

Objetivos DA PESQUISA
Objetivos (o que, ou que aspectos deste campo)
Apresentar o Objetivo Geral: Enunciar objetivamente o que se pretende fazer, determinando os limites
da pesquisa. Está fortemente ligado ao problema de pesquisa.
Trata-se de proporcionar uma visão geral e abrangente do tema, ou seja, do que se pretende realizar. A
definição dos Objetivos determina o que o pesquisador quer atingir com a realização do trabalho de
pesquisa. Objetivo é sinônimo de meta, fim.
Os objetivos relacionam-se à indicação de tudo o que se pretende realizar com a pesquisa, situando
também os resultados que se quer atingir. Trata-se da definição do que será realizado. Aconselha-se a
redigir os objetivos do pré-projeto com a utilização de verbos no infinitivo (identificar, analisar,
compreender, investigar, etc.).

a revisão bibliográfica e a definição dos termos que constituem o sistema conceitual. apresentar a originalidade da pesquisa proposta em relação às demais: descrever em detalhes em que medida a investigação polemiza. . É a explicação do tipo de pesquisa. Nesta seção o candidato pode discorrer sobre o tema. É o caminho percorrido em uma investigação. do tempo previsto. supera ou complementa os estudos já realizados anteriormente. Toda pesquisa. Sua função é descrever. Deve-se fazer um balanço dos estudos anteriores que contribuíram para o estudo do assunto. Método de análise A Metodologia é a explicação minuciosa. os participantes. procedimentos. Objetivos específicos são objetivos auxiliares. isto é qual a estratégia que pretende utilizar. os mais recentes possíveis. Universo e Amostra. São as questões mais concretas do estudo e que coadunam com o objetivo geral. que você supõe necessárias e eficientes) Nesta parte. Instrumentos de coletas de dados. Metodologia (como – estratégias. indique a Metodologia a ser utilizada no estudo e o método. fazendo referencia a artigos. explicitar os procedimentos de coleta de dados e o tratamento metodológico adotado na análise dos mesmos. Envolve a definição de como será realizado o trabalho. colocar um esquema ou fluxograma das etapas da pesquisa e como pretende realizar a organização dos dados.incluir os elementos da metodologia: o contexto – onde será realizada a pesquisa. de tudo aquilo que se utilizou no trabalho de pesquisa. de forma mais detalhada e instrumental. os instrumentos – lembrando que deverá apresentar as vantagens e limitações do instrumento escolhido. Nele é preciso observar a teoria de base que dará sustentação ao trabalho. No caso do método. detalhada. o que será realizado. requer um embasamento teórico. A metodologia deve apresentar: O tipo de pesquisa. Ao final deste capítulo. o tema. da equipe de pesquisadores e da divisão do trabalho. pelo menos minimamente. Mostra como irá responder aos objetivos estabelecidos. mas deve ficar claro o que se deseja construir em cada item. das formas de tabulação e tratamento dos dados. entrevista etc). que apresentem resultados significativos sobre o tema a ser abordado. rigorosa e exata de toda ação desenvolvida no método (caminho) do trabalho de pesquisa. todos eles necessários (individualmente) e suficientes (em conjunto) para a consecução do objetivo geral Referencial teórico: colocar em poucas palavras quais as categorias básicas que orientarão o projeto. A fundamentação teórica deve demonstrar que o candidato conhece. Apresentar os objetivos geral e específicos. enfim. São os objetivos específicos que orientam o pesquisador na coleta de dados e de informações. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA: A revisão da literatura que fundamentará o estudo Este capítulo serve para estabelecer claramente as bases sobre as quais se desenvolverá o estudo (o arcabouço conceitual e teórico). Não há necessidade de se alongar é apenas um projeto. do instrumental utilizado (questionário. entretanto. trata-se do conjunto de procedimentos que serão utilizados para alcançar os fins de uma investigação. Delimitar a pesquisa no tempo e no espaço. Esta seção deve focar na a fundamentação teórica do tema não n a forma como o tema será tratado durante o curso de mestrado Percurso/procedimentos metodológico .Objetivos específicos. Deve-se ajustar aos objetivos específicos. Indicar os objetivos específicos na forma de tópicos.

Assume.Quanto aos procedimentos técnicos Pesquisa Bibliográfica: quando elaborada a partir de material já publicado. . a forma de Levantamento. . Pesquisa Aplicada: objetiva gerar conhecimentos para aplicação prática dirigida à solução de problemas específicos.). coeficiente de correlação. constituído principalmente de livros.. . Envolvem levantamento bibliográfico. define-se as formas de controle e de observação dos efeitos que a variável produz no objeto. seleciona-se as variáveis que seriam capazes de influenciá. Envolve verdades e interesses universais. Envolve verdades e interesses locais. em geral.Quanto a forma de abordagem: Pesquisa Quantitativa: considera que tudo pode ser quantificável. desvio padrão. Pesquisa Documental: quando elaborada a partir de materiais que não receberam tratamento analítico. Pesquisa Explicativa: visa identificar os fatores que determinam ou contribuem para a ocorrência dos fenômenos. entrevistas com pessoas que tiveram experiências práticas com o problema pesquisado. Quando realizada nas ciências naturais requer o uso do método experimental e nas ciências sociais requer o uso do método observacional.lo. artigos de periódicos e atualmente com material disponibilizado na Internet. mediana. Pesquisa Qualitativa: considera que há uma relação dinâmica entre o mundo real e o sujeito. análise de exemplos que estimulem a compreensão.Classificação das pesquisas . as formas de Pesquisas Bibliográficas e Estudos de caso. o “porquê” das coisas. -Quanto aos objetivos Pesquisa Exploratória: visa proporcionar maior familiaridade com o problema com vistas a torná-lo explícito ou a construir hipóteses. Assume. moda. Pesquisa Experimental: quando se determina um objeto de estudo. um vínculo indissociável entre o mundo objetivo e a subjetividade do sujeito que não pode ser traduzido em números. Envolvem o uso de técnicas padronizadas de coleta de dados: questionário e observação sistemática.Quanto à natureza: Pesquisa Básica: objetiva gerar conhecimentos novos úteis para o avanço da ciência sem aplicação prática prevista. É descritiva. O ambiente natural é a fonte direta para coleta de dados e o pesquisador é o instrumento chave. Pesquisa Descritiva: visa descrever as características de determinada população ou fenômeno ou o estabelecimento de relações entre variáveis.. o que significa traduzir em números opiniões e informações para classificá-los e analisá-los. etc. a formas de Pesquisa Experimental e Pesquisa Ex-post-facto. análise de regressão. Requer o uso de recursos e de técnicas estatísticas (percentagem. isto é. em geral. Não requer os uso de métodos e técnicas estatísticas. O processo e seu significado são os focos principais de abordagem. em geral. A interpretação dos fenômenos e a atribuição de significados são básicos no processo de pesquisa qualitativa. média. Assume. aprofunda o conhecimento da realidade porque explica a razão. Os pesquisadores tendem a analisar seus dados indutivamente.

Os pesquisadores e participantes representativos da situação ou do problema estão envolvidos de modo cooperativo ou participativo. os recortes e. é importante estabelecer claramente uma relação entre a adoção destes procedimentos e os objetivos que se espera alcançar com o esforço da pesquisa. nível e unidade de análise. a partir dos fundamentos teóricos. as prioridades. Pesquisa Participante: quando se desenvolve a partir da interação entre pesquisadores e membros das situações investigadas. de acordo com os critérios de cientificidade. as escolhas. do desenho da pesquisa. Nesta etapa. procedimentos de coleta e análise dos dados. especialmente aqueles formulados por Karl Mannheim. Estudo de caso: quando envolve o estudo profundo e exaustivo de um ou poucos objetos de maneira que se permita o seu amplo e detalhado conhecimento. é imperativo munir-se de uma perspectiva teórica e conceitual com a qual inquirirá as idéias que serão investigadas. além de citar as obras de Bourdieu que foram analisadas. ESPECIFICAÇÃO DO PROBLEMA: Esta parte do trabalho tem duplo objetivo: 1) Explicitar a perspectiva teórica a partir da qual será realizado o estudo. delineamento do estudo. é necessário também descrever os critérios a partir dos quais foram escolhidas. As alternativas. não devendo ser confundido com glossário. Neste tipo de pesquisa deve-se ter cuidado para não confundir o objeto de análise (as idéias de Bourdieu) com os recursos analíticos (a formulação teórico-conceitual de Mannheim). Por exemplo: pode-se fazer um estudo das idéias de Bourdieu à luz dos conceitos da ‘Sociologia do Conhecimento’. No exemplo sugerido. *** Perguntas ou Hipóteses de Pesquisa ***Indicar as perguntas ou hipóteses de pesquisa. em detalhes. as dificuldades experimentadas durante a pesquisa devem ser explicitadas. Pesquisa Ex-Post-Facto: quando o “experimento” se realiza depois dos fatos. ainda que seu objeto de análise seja uma teoria ou um conceito. Pesquisa ação: quando concebida e realizada em estreita associação com uma ação ou com a resolução de um problema coletivo.*** . Normalmente.*** Definição das Categorias Analíticas ou Variáveis ***Neste item devem ser apresentadas as variáveis ou categorias analíticas que compõem o estudo. o conteúdo deste item é apresentado na forma de tópicos. Para cada uma delas. deve-se explicitar a maneira pela qual as obras foram lidas (a partir de que ponto de vista foram consideradas).Levantamento: quando a pesquisa envolve a interrogação direta das pessoas cujo comportamento se deseja conhecer. considerando etapas programadas para a pesquisa. deve ser elaborada sua definição constitutiva e operacional. Igualmente. ABORDAGEM TEÓRICO-METODOLÓGICA Apresentar a forma como será desenvolvido o trabalho. também. Interessante notar que. perspectiva temporal. A escolha destes termos deve ser pautada por sua relevância para a compreensão da lógica do estudo.*** Definição de Outros Termos Relevantes ***Definir constitutivamente todos os termos relevantes para a pesquisa.*** DELIMITAÇÃO E DESIGN DA PESQUISA ***Este tópico é dedicado a apresentação. Apresentar também as hipóteses que serão submetidas a teste durante a análise. 2) Apresentar a forma como foi desenvolvido o trabalho analítico.

x - 8. . . . . 2º sem. - 7. . - pesquisa/Coleta de dados 4. métodos. Neste caso.*** Cronograma: fazer uma tabela colocando as atividades a serem desenvolvidas e os meses correspondentes ao tempo que pretendem realizar o mestrado. Definição da . indicando o propósito de cada uma delas. . 1º sem. Elaboração do instrumento de . - de pesquisa 6. 1. . Descreve aqui os tempos para a realização do estudo. x 8. x x . x . ferramentas e softwares a serem utilizados na análise dos dados. Elaboração do relatório para .*** Procedimentos de Coleta de Dados ***Descrever as fontes (primárias e/ou secundárias) e procedimentos adotados para a coleta de dados em todas as etapas da pesquisa. Etapas Ano 2016 2017 2017 2018 2º sem. . Revisão bibliográfica x x x x . x . . x .*** Procedimentos Analíticos ***Descrever procedimentos. . . Análise e discussão dos dados . . . . . - pesquisa/objetivos 3. Definir o nível e a unidade de análise. . . . . 1º sem. Redação de artigos . . . ele tem a função de auxiliar o pesquisador no gerenciamento e controle deste trabalho. . Lembrando que o prazo máximo são de três anos. . Defesa . . Observe um exemplo de cronograma. - 2. . O cronograma é uma disposição gráfica do tempo que será utilizado para a finalização da pesquisa. . . Redação final do TCC . . . . - 5.Delineamento e Etapas da Pesquisa ***Apresentar o delineamento do estudo quanto à natureza da pesquisa e sua perspectiva temporal. Exame de Qualificação . x x . . Procedimentos para triangulação também podem ser aqui descritos. . . . . . x Abr/20*** Jun/20*** Ago/20*** Nov/20*** Fev/20*** Mar/20*** Mai/20*** Jul/20*** Set/20*** Dez/20*** Jan/20*** Fev/20*** Mar/20*** Abr/20*** Mai/20*** Jun/20*** Jul/20*** Ago/20*** ****etc*** Out/20*** Revisão bibliográfica Elaboração base teórico-empírica Defesa do projeto de pesquisa Preparação dos instrumentos de coleta de dados Coleta dos dados . Especificar as etapas do estudo.

2 ObjetivoS DA PESQUISA 3 1. que devem ter sido citadas ao longo do trabalho. Título do livro em negrito.3 Procedimentos de Tratamento e Análise dos Dados 3 4 Cronograma 3 Referências 3 APÊNDICE 1 3 ANEXO A 3 Referências ***Indicar aqui todas as referências utilizadas.3 Definição de Outros Termos Relevantes 3 3.2 DELIMITAÇÃO E DESIGN DA PESQUISA 3 3.. Nome.4 ESTRUTURA DO PRÉ-PROJETO DE TESE 3 2 QUADRO TEÓRICO DE REFERÊNCIA 3 3 ABORDAGEM TEÓRICO-METODOLÓGICA 3 3. Edição.1 Delineamento e Etapas da Pesquisa 3 3. páginas.2. para revista científica: SOBRENOME.1 Perguntas ou Hipóteses de Pesquisa 3 3. ano. Título do artigo.1. ano. Etapa 1 Etapa 2 Etapa n Análise dos dados Redação do relatório de pesquisa (tese) Revisão final Defesa da tese Sumário 1 Introdução 3 1. para anais de evento em meio eletrônico: SOBRENOME.1. Nome.2. Cidade: Editora.1. Anais eletrônicos. Local do evento.2 Procedimentos de Coleta de Dados 3 3. número. volume. Nome. Utilizar o padrão da ABNT*** para livro: SOBRENOME. CD-ROM. mês. Entidade patrocinadora do evento: Editora|.3 Justificativa TEÓRICA E PRÁTICA3 1. Título do artigo. Nome da revista em negrito.1 FORMULAÇÃO DO Problema DE PESQUISA 3 1. ano. .. In: Nome do evento.2 Definição das Categorias Analíticas ou Variáveis 3 3.2.1 ESPECIFICAÇÃO DO PROBLEMA 3 3.

em alguns programas de pós-graduação. Acesso em: dia/mês/ano. A diferença fundamental não é o número de páginas. esses erros não se restringem apenas ao significado dos termos e muito menos às pessoas que não estão ligadas à área acadêmica. O que é um trabalho monográfico? Os trabalhos monográficos ou monografias constituem o produto de leituras. É a originalidade. Da mesma forma. Nome. curso. Dentre os trabalhos monográficos mais usuais. uma vez que todos os trabalhos acadêmicos tem como principal característica serem trabalhos monográficos. Cidade. Disponível em: http://***. Nome. Internet: SOBRENOME. Entretanto. Portanto. In: Responsável pela organização do livro (Org. Monografia A monografia é um trabalho acadêmico Lato sensu que tem por objetivo a reflexão sobre um tema ou problema específico e que resulta de processo de investigação sistemática. ano. devendo expressar conhecimento do assunto escolhido. 2001). Cidade: Editora. ano. investigações. uma tese não é uma dissertação com mais páginas ou um conjunto de dissertações em um trabalho só. apesar dessa terminologia estar consagrada. reflexões e críticas desenvolvidas nos cursos de graduação e pós-graduação (Vianna.). investigações. essa denominação não é muito adequada. Cidade: Organização. o que é algo muito sério. com abordagem que implica análise. Nome. como a dissertação de mestrado e a tese de doutorado. É possível encontrar. dissertação e tese. Título do livro. para tese ou tese: SOBRENOME. ano. 2001). programa e outros ministrados (Medeiros e Tomasi.para capítulo de livro: SOBRENOME. Um trabalho acadêmico é o documento que representa o resultado de um estudo. observações. Título. O que é um trabalho monográfico? Os trabalhos monográficos ou monografias constituem o produto de leituras. As monografias tratam de temas circunscritos. dissertação e tese? Muitas pessoas confundem os termos monografia. Título. Tese (ou tese) – Departamento acadêmico. estudo independente. Sua principal característica é a abordagem de um tema único (mónos = um só e graphein = escrever). que deve ser obrigatoriamente emanado da disciplina. reflexão e aprofundamento por parte do autor. ano. Título do artigo. Quais são as diferenças entre monografia. Universidade. observações. é preciso lembrar que. 2008). todos os trabalhos acadêmicos são monográficos. destacam-se aqueles exigidos para obtenção de graus. módulo. Uma dissertação não é uma tese de pior qualidade ou mais superficial. crítica. Entretanto. reflexões e críticas desenvolvidas nos cursos de graduação e pós-graduação (Vianna. . alunos de doutorado defendendo dissertações e chamando-as de teses.

Entretanto. uma descoberta. uma vez que todos os trabalhos acadêmicos tem como principal característica serem trabalhos monográficos. 2014). destacam-se aqueles exigidos para obtenção de graus.Sua principal característica é a abordagem de um tema único (mónos = um só e graphein = escrever). Considera-se também como monografia a redação de memorial. . Os projetos de dissertação não precisam abordar necessariamente temas e/ou métodos inéditos. essa denominação não é muito adequada. crítica. exigido para a progressão na carreira docente. é preciso lembrar que. Dentre os trabalhos monográficos mais usuais. O aluno de mestrado deve demonstrar a habilidade em realizar estudos científicos e em seguir linhas mestras na área de formação escolhida (Andrade. As monografias tratam de temas circunscritos. apesar dessa terminologia estar consagrada. com abordagem que implica análise. Monografia A monografia é um trabalho acadêmico Lato sensu que tem por objetivo a reflexão sobre um tema ou problema específico e que resulta de processo de investigação sistemática. como a dissertação de mestrado e a tese de doutorado. ou mesmo de graduação. 2007). reflexão e aprofundamento por parte do autor. todos os trabalhos acadêmicos são monográficos. O doutorando deve defender uma ideia. Tese A tese é um trabalho acadêmico Stricto sensu que importa em contribuição inédita para o conhecimento e visa a obtenção do grau acadêmico de doutor (Barros e Lehfeld. Dissertação A dissertação é um trabalho acadêmico Stricto sensu que se destina à obtenção do grau acadêmico de mestre. Portanto. um método. uma conclusão obtida a partir de uma exaustiva pesquisa e trabalho científicos. Para a conclusão de cursos de especialização. é comum a apresentação de trabalhos acadêmicos chamados simplesmente de monografias.