You are on page 1of 5

UNIX - Conceitos Básicos

INTRODUÇÃO

O sistema operacional utilizado pelas estações de trabalho Sun é o


SunOS ou Soalris que é compatível com o sistema operacional Unix.
Existem muitas versões do sistema Unix, mas as mais famosas são o
System V da AT&T e o 4.2 BSD da Berkeley.

O Unix é um sistema operacional multi-tarefa e multi-usuário:

- Multi-tarefa porque permite a execução de vários processos ao


mesmo tempo, embora eles possam interagir entre si se assim o usuário
desejar. Por exemplo, em um ambiente de janelas, trabalha-se com
multiplas janelas, podendo-se ativar um processo em cada janela,
utilizando-as como terminais vituais;

- Multi-usuário porque permite o compartilhamento dos recursos entre


diversos usuários.

O Unix apresenta também como caracterista o seu sistema de arquivos.


Tudo neste sistema é considerado um arquivo, até mesmo os dispositivos
de I/O são tratados como arquivo pelo sistema. Além do conceito de
arquivos, outros conceitos presentes no sistema são: processos, shell,
diretórios e path.

PROCESSOS

Um processo é um programa em estado de execução, que pode rodar em


"background" ou em "foreground".

SHELL

O SHELL é um interpretador de comandos interativo e constitui a


principal interface entre o usuário e o sistema UNIX. Na SUN há dois
tipos, que podem ser chamados pelo usuário: o "sh", "csh", "tcsh",
"bash", e outros. É a partir do SHELL que os processos podem ser
chamados.

- SHELL possui variáveis que armazenam informações sobre o sistema.


Elas devem ser inicializadas logo no início da sessão. Algumas variáveis
são:

- PATH: guarda o nome dos diretórios permitidos na busca de


comandos; - HOME: nome do diretório de entrada do usuário;
DIRETÓRIOS

O Unix está organizado hierarquicamente em diretórios. No nível da raíz


(/) estão os diretórios do sistema (/bin, /dev, /etc, /lib, /tmp, /usr). A área
disponível para os usuários está no diretório /home/<nome-do-
diretório>/<usuário>. A organização do diretório do usuário é de inteira
responsabilidade deste.

ARQUIVOS

O sistema Unix suporta arquivos binários e arquivos texto. O nome dos


arquivos é livre. A cada arquivos está associado um proprietário e
direitos de acesso. Os direitos de acesso dos arquivos e diretórios são
indicados pelo usuário, bem como se um arquivo é executável ou não.

drwxrwxrwx
| | | +----------> outros
| | +-------------> grupo
| +----------------> dono
+------------------> flag de diretório

NOMES DE PERCURSO (PATH)

Os arquivos do diretório corrente podem ser referenciados simplesmente


inserindo seus nomes. Arquivos que não estejam no diretório corrente
devem ser referenciados usando-se o nome de percursso.

Um nome de percurso especifica um percurso de acesso que leva ao


arqui- vo desejado (dentro do sistema de arquivos).

Os nome de percurso iniciados por "/" são nomes de percurso absolutos,


que especificam um percurso a partir do diretório raíz. Os demais nomes
de per- cursos são relativos e especificam um percurso començando no
diretório corrente.

UNIX - Comandos Básicos

Os comandos Unix seguem um padrão:

% nome-comando [opções] [parâmetros]


|
+-----> prompt

Alguns comandos aceitam nomes genéricos como parâmetros. O "*" e o


"?" são usados para nomes de arquivos como no MS-DOS.

O Unix permite também o redirecionamento de entradas e saídas:


comando [opção] [parâmetros] > arquivo-de-saída
comando [opção] [parâmetros] < arquivo-de-entrada

Comando Descrição
posiciona no diretório especificado
cd <path>
em <path>.
Movimentação em
posiciona no diretório home do
Diretórios cd
usuário.
cd .. posiciona no diretório pai.
cria no diretório corrente o
Criação de Diretórios mkdir <diretório> diretório <nome>, caso este
não especifique um percurso.
remove o diretório, é
necessário que o diretório
esteja vazio para ser
Remoção de Diretórios rmdir <diretório>
removido. Os arquivos
deletados não podem ser
recuperados.
mostra o diretório corrente. Por exemplo, se
Verificação do Diretório estiver no diretório home e executar pwd o
pwd
Corrente resultado será /home/<nome-do-
diretório>/<diretório-do-usuário>.
lista o arquivo
especificado, ou
ls [-adglR] [<nome-do-
todos os arquivos do
arquivo>]
diretório caso este seja
omitido.
Opções
-a lista todas as entradas do diretório;
se o argumento é um diretório, mostra
-d
Listar o Conteúdo de somente seu nome, não seu conteúdo;
Diretórios mostra o dono e grupo do dono do
-g
arquivo;
lista o diretório em formato longo,
mostra os direitos de
-l acesso, número de links, o dono, o grupo
do dono, tamanho em bytes e a data da
última modificação para cada arquivo;
lista recursivamente os subdiretórios
-R
encontrados.
Copiar Arquivos cp [-irR] <arquivo1> copia <arquivo1> para
<arquivo2> o <arquivo2>
Opções
modo interativo, pede confirmação se a
-i
cópia deve ser feita ou não;
-r modo recursivo.
-R
mostra o conteúdo do arquivo
cat <arquivo>
Ler o Conteúdo de um na tela sem paginação.
Arquivo lista todo o arquivo, parando a
more <arquivo>
cada página de tela.
move <arquivo1> para
mv [-fi] <arquivo1> <arquivo2>. É uma
<arquivo2> forma de trocar o nome
do arquivo
Renomear Arqvivos ou Opções
Diretórios sobrepõe o arquivo destino
-f desconsiderando quaisquer restrições de
acesso ao arquivo;
modo interativo, pede confirmação para
-i
execução da tarefa.
rm [-ifr] <arquivo1> .... <arquivo n>
Opções
pede confirmação antes de remover o
-i
arquivo;
Remover Arquivos
remove o arquivo mesmo que esteja
-f
protegido;
remove recursivamente subdiretórios e
-r
seu conteúdo.
lpr -P <nome-da-impressora> imprime o
<arquivo> <arquivo> na
Imprimir Arquivos
lp -d <nome-da-impressora> impressora
<arquivo> especificada.
lpq -P <nome-da- mostra os pedidos
Verificar a Fila de
impressora> pendentes na fila para
Impressão
lpstat -a impressão
lprm -P <nome-da-
impressora> <numero-
Remover Pedido da Fila de do-pedido> remove o pedido da
Impressão cancel -d <nome-da- fila de impressão.
impressora> <numero-
do-pedido>
Verificar as Variáveis do mostra o valor das variáveis de ambiente
env
Shell utilizadas pelo shell.
mostra os usuários que estão conectados na
Verificar Usuários who máquina, a data e a hora em iniciaram a
sessão e o terminal em que estão logados.
Trocar os Direitos de altera as permissões
chmod [ugoa] [+|-]
Acesso de acesso do
[rwx] <arquivo>
<arquivo>
Opções
u usuário (dono)
g grupo
o outros
a todos (all)
acrescenta a
+
permissão
- retira a permissão
permissão de
r
leitura (read)
permissão de
w
escrita (write)
permissão de
x
execução
Alterando a Password yppasswd muda a password do usuário.