You are on page 1of 2

Blog Coordenadoras em Ação

Uma formação com foco na
literatura infantil
Muriele Massucato
Eduarda Diniz Mayrink

Na minha escola, as crianças possuem o direito de conhecer uma história
por dia

Toda a criança tem o direito de ouvir uma história por dia! Essa fala, muito apropriada, foi dita
pela Profª professora Rosana Helena Oliveira há alguns anos aqui na escola. Gostei tanto dela
que a usei como título do projeto de formação que vou compartilhar hoje com vocês.

As crianças da Educação Infantil estão construindo saberes, se apropriando da cultura e
aprendendo a conviver. Assim, assegurar que o momento de ouvir histórias seja o mais
qualificado possível é papel da escola, já que ouvir e se emocionar com as narrativas vai
impactar diretamente nesses processos.

Na infância, o universo da imaginação é preponderante: o medo de monstros, o poder do herói,
a bondade e a perfeição das princesas, o bem e o mal bem separado e definido, a admiração
pelo rei bondoso e tantos outros temas recorrentes da literatura estarão presentes na hora da
história. Assegurar a qualidade das histórias e a forma de contá-las foi o foco dessa formação.

Organizei os encontros de modo a seduzir os professores com boas histórias, e aqui considerei o
professor adulto, então, trouxe leituras que o encantasse enquanto leitor e não apenas
narrativas do mundo infantil, trocamos impressões sobre os livros e outras leituras que nos
mobilizam, o resultado foi que as professoras quiseram fazer um clube do livro fazendo um
rodízio de seus livros preferidos e claro, qualificamos o momento da história diária (acesse aqui
o projeto).

Alguns tópicos que discutimos e sistematizamos:

• É bacana utilizar recursos como fantoches e colocar um chapéu de fadas ou de bruxa para
contar histórias, as crianças se encantam e entram de fato no mundo do faz de conta;

• É fundamental contar histórias se atendo à leitura do livro tal como está escrito, não parar para
explicar alguma palavra;

• Algumas histórias, como os contos de fada, é importante que sejam lidos apenas, sem mostrar
imagens (existem ótimos livros só de contos), assim as crianças podem usar sua imaginação, a

Outro foco da formação foi o momento de empréstimo de livros e o reconto pela criança que compartilharei em outro post. e sim a que a criança imaginar.amazonaws.com/8WrJQjnFYzS6wVawu6ck5d6ESH2aRAp4FKqv9ujzS3zbzvbWx4frSNXzJKdQ/projeto- formacao-professores-leitura-educacao-infantil. contemporâneos. Aguardem! E na sua escola o momento da história é assegurado diariamente? Um beijo.br/conteudo/1321/uma-formacao-com-foco-na-literatura-infantil Links da página https://nova-escola- producao. é fundamental mostrar a imagem pois estão diretamente atreladas ao enredo. Leninha Endereço da página: http://gestaoescolar.org.pdf Publicado em NOVA ESCOLA 14 de Maio de 2013 .“bela princesa” não precisa ser o que os estúdios da Disney desenharam.s3. • É preciso combinar com as crianças que a história de hoje é para ser apenas ouvida e que cada um vai imaginar os personagens. mas se o professor escolhe um bom livro e faz a entonação da leitura adequadamente será um momento mágico para a turma. e inclusive os que emocionam muito como “Flicts” do Ziraldo e “Esperando Mamãe” de Lee Tae-jun (editora Comboio de Corda). clássicos. no começo as crianças que estão muito habituadas a ouvir histórias apoiadas nas gravuras podem estranhar. “O Rei Bigodeira” e outros. • Alguns livros como “A Bruxa Salomé”. • É preciso variar o repertório incluindo a leitura de livros de aventura.