You are on page 1of 25

BIBLIOGRAFIAS

SELECIONADAS

COLABORAÇÃO
PREMIADA

SECRETARIA DE DOCUMENTAÇÃO
BIBLIOTECA MINISTRO OSCAR SARAIVA

SETEMBRO 2017

SECRETARIA DE DOCUMENTAÇÃO
Secretária: Josiane Cury Nasser Loureiro

BIBLIOTECA MINISTRO OSCAR SARAIVA
Coordenadora: Rosa Maria de Abreu Carvalho

EQUIPE TÉCNICA (SEÇÃO DE DOUTRINA DIGITAL)
Allan Rafael Lima Leite
Roberta Penha e Silva Marins

ARTE DA CAPA
Coordenadoria de Multimeios

........................................................................................................................................ 4 SOBRE A BIBLIOGRAFIA ....................................... 25 ................................................................................................................................................................................. Sumário APRESENTAÇÃO ....................................................................... 25 AGÊNCIA BRASIL ............................................................................................................................... 24 SENADO FEDERAL ................................................................................................ 5 ARTIGOS DE REVISTAS............ 23 SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA ... 14 LIVROS............................ 19 LEGISLAÇÃO ................................................................................................................................................................................................................................................................................... 23 SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL .......................................................................................... 4 DOUTRINA ............................................................................................................................................................................................................................................................... 22 NOTÍCIAS ........................................................................................................................................ 24 CONSULTOR JURÍDICO ............... 23 CÂMARA DOS DEPUTADOS . 5 CAPÍTULOS DE LIVROS.................

41). Rede Virtual de Bibliotecas (RVBI). 159. A Bibliografia reúne documentos de doutrina. o benefício dependia que fosse facilitada a libertação da vítima (art. foram utilizadas as seguintes fontes de informação: Biblioteca Digital Jurídica do Superior Tribunal de Justiça (BDJur). permitindo seu desmantelamento (art. da Lei 8.  (61) 3319-9396 / 9409 / 9404 / 9054  atendimento. Posteriormente. SOBRE A BIBLIOGRAFIA Esta edição das Bibliografias Selecionadas aborda o tema “colaboração premiada” contendo publicações sobre o assunto editadas entre 2015 e 2017. A colaboração premiada é uma técnica de investigação que consiste na oferta de benefícios pelo Estado àquele que confessar e prestar informações úteis ao esclarecimento do fato delituoso. solicite à Biblioteca do Superior Tribunal de Justiça (STJ). prevendo a colaboração premiada para crimes de tráfico de drogas (art. Previa-se a redução de um a dois terços da pena do participante ou associado de quadrilha voltada à prática de crimes hediondos.072/1990). legislação e notícias sobre o tema.jus. A primeira lei a prever essa colaboração premiada no Brasil foi a Lei de Crimes Hediondos. O acesso à íntegra das obras poderá ser feito por meio do link disponível abaixo de cada referência.APRESENTAÇÃO O objetivo desta publicação é disponibilizar aos Ministros. Portal da Câmara dos Deputados e o Portal de Legislação do Governo Federal (Planalto). Já no crime de extorsão mediante sequestro. que denunciasse à autoridade o grupo.br 4 . As ideias e opiniões expostas nos artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores e não refletem a opinião do STJ. 8º. 6º. Portal do Superior Tribunal de Justiça. passou-se a prever a delação premiada também para crimes contra o Sistema Financeiro Nacional e contra a ordem tributária (art.529/2011. Lei 8. Para composição desta bibliografia. tortura. que denominou a colaboração premiada de “acordo de leniência”. prevendo sua aplicabilidade para infrações contra a ordem econômica¹.343/2006. tráfico de drogas e terrorismo. e a Lei 12. Código Penal).biblioteca@stj. Lei 9. incluído pela Lei 9. Portal do Senado Federal. estudantes e operadores do Direito. 16. parágrafo único. fontes de informação que contribuam para a ampliação dos conhecimentos a respeito de temas atuais. parágrafo único.137/1990. Magistrados convocados e servidores do Tribunal da Cidadania. Posteriormente. § 4º. Para acessar as obras que não contenham o link para o texto integral.034/1995).080/1995) e crimes praticados por organização criminosa (art. ainda foram editadas as Leis 11.

2017. n. v. jan. 2017. Brasília. FERNANDES. p. 1. Revista Brasileira de Direito Processual Penal. v./abr. Flávio da Silva. TEXTO INTEGRAL BUGARIN. BRANDÃO. 2017. Revista Brasileira de Direito Processual Penal. jan. 253- 284. n./abr. 13. 390-427. TEXTO INTEGRAL CANOTILHO. Gomes. v. v. n. 2017. São Paulo. Rafael Junior. A delação nos sistemas punitivos contemporâneos. v. 3. São Paulo. n. Colaboração premiada: reflexões críticas sobre os acordos fundantes da Operação Lava Jato. São Paulo./abr. 133. 225-251.DOUTRINA ARTIGOS DE REVISTAS 2017 AIRES. Reflexões sobre os instrumentos de consenso na defesa da concorrência: acordo de leniência e termo de compromisso de cessação de prática antitruste. J. 133-171. v. 2017. 65- 89. 71./abr. São Paulo. Nuno. 25. 2017. São Paulo. Revista Brasileira de Direito Processual Penal. A obrigatoriedade do duplo registro da colaboração premiada e o acesso pela defesa técnica. 1. São Paulo. 1. 128. TEXTO INTEGRAL BORRI. Walter Barbosa. Revista CEJ. J. v. 3. TEXTO INTEGRAL 5 . TEXTO INTEGRAL ANDRADE. GLOECKNER. 2017. A colaboração premiada como instrumento de política criminal: a tensão em relação às garantias fundamentais do réu colaborador. v. p. Augusto Jobim do. Murilo Thomas. jan. p. 1. TEXTO INTEGRAL AMARAL. Tomás Tenshin Sataka. TEXTO INTEGRAL BITTAR. n. 25. 3. BUGARIN. Juan. p. p. mar. Luiz Antonio. 21. jan. Revista Brasileira de Direito Processual Penal. 3. Fernando Andrade. Revista Brasileira de Ciências Criminais. 39-70. 167-187./abr. maio/ago. TEXTO INTEGRAL CARLOS ORTIZ. p. 2. jan.109-121. Ética e incentivos: devemos recompensar quem denuncia corrupção? Revista Direito GV. jul. p. Augusto Jobim do. SOARES. n. p. 2017. Maurício Soares. Revista Brasileira de Ciências Criminais: RBCCrim. O problema do conteúdo da valoração do depoimento dos delatores diante do conceito de justa causa para o regular exercício da ação penal. n. n. La delación premiada en España: instrumentos para el fomento de la colaboración con la justicia.

2017. 16. Robert. Tiago do Carmo. n. TEXTO INTEGRAL FERNANDES. Fernando Andrade. São Paulo. Acerca da experiência brasileira com o instituto da delação premiada. 2017. n. Revista Brasileira de Direito Processual Penal. 2017. n./mar. Porto Alegre. 1./abr. fev. TEXTO INTEGRAL ISMAEL. A convicção contextualizada e a verdade negociada no processo penal: desmistificando a confissão como elemento de convencimento pleno do julgador penal. 1. São Paulo. Revista Brasileira de Direito Processual Penal. jan. abr. 41-54. Magister de Direito Penal e Processual Penal. jan. n. TEXTO INTEGRAL MARTINS. mar. André Gomes. 42. 13. Diaulas Costa./abr. 429-449. Revista de Doutrina da 4ª Região. 103-130. p. 2017. André Ferreira de. 1. 3. 2017. Revista de Processo. 417-428. v. 2017. n. Pessoa jurídica corruptora. São Paulo. p. 13. v.DIVAN. 1. v. p. Expectativas político-criminais transmudadas em políticas públicas criminais. 2017. jan. v. TEXTO INTEGRAL 6 . Revista Brasileira de Direito Comercial. p./abr./abr. A colaboração premiada no processo penal alemão. p. Julio Cesar de. AGUIAR. 71-102. jan. n. Plea bargaining: aproximação conceitual e breve histórico. p. n. Apoliana Rodrigues. 3. 76. p. Crítica científica de “A colaboração premiada como instrumento de política criminal”: um adendo sobre a necessária visão político-criminal do processo penal. Localização: TST. v. Soluções negociadas de justiça penal no direito português: uma realidade atual numa galáxia distante? Revista Brasileira de Direito Processual Penal. TEXTO INTEGRAL PEST. 131-166./abr. v. Colaboração unilateral premiada como consectário lógico das balizas constitucionais do devido processo legal brasileiro. Gabriel Antinolfi. 3. TEXTO INTEGRAL FIGUEIREDO. Direito Público: Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP). Paulo Gustavo. Conciliação em ação por improbidade administrativa. 3. 76. TEXTO INTEGRAL SANTOS. 74. 2017. Ana Cristina. n. GOMES./maio 2017. São Paulo. n. p. SEN RODRIGUES. 3. Marcos Paulo Dutra. v. RIBEIRO. v. TEXTO INTEGRAL OLIVEIRA. jan. 30-51. 263. Revista Brasileira de Direito Processual Penal. 96-110.

v. Revista Brasileira da Advocacia. Revista Magister de Direito Penal e Processual Penal. 13. São Paulo. A prisão como instrumento de coerção moral ilegítima para obtenção de prova através de delação premiada. 2016. 77. 2017. 145-154. 12-14. STF. Gabriela Starling Jorge Vieira de. Alexandre José Garcia de. PGR. 2017. 25./set. n./mar. 2017. jul. Localização: STJ. 211-231. v. v. n. v. jul. polêmicas e problemas a serem solucionados. Garantias na delação premiada./abr. abr. Responsabilidade civil nos acordos de delação premiada: desafios e perspectivas para a reparação dos danos no âmbito da "Operação Lava Jato". 189- 224. STF TEOTÔNIO. São Paulo. 2016. 79-92. v. jan. TEXTO INTEGRAL 7 . Whistleblowing and bribery prevention in Italy: a survey on the relevant criminal law issues of failure to report. Revista de Direito Empresarial: ReDE. 4. 2. n./maio 2017. jul./mar. Acordos de leniência e de colaboração premiada no direito brasileiro: admissibilidade. 3. n. 62. p. p. n. TJDFT SUXBERGER. p. v. TEXTO INTEGRAL TAFFARELLO.SILVA. n. 2017./abr. Bruna Carolina Oliveira e. Raul. Francisco de Assis. p. MURAD. Revista Brasileira de Direito Civil. TEXTO INTEGRAL ATHIAS. 290./set. A colaboração premiada como terceira via do direito penal no enfrentamento à corrupção administrativa organizada. Gláucio Roberto Brittes de. CAM. 1. jan. Daniel Tobias. Revista de Estudos Criminais. Boletim IBCCrim. 285-314. Jeferson Dessotti Cavalcante di. TEXTO INTEGRAL SOUZA. v. 3. Marcelo Rodrigues da. Colaboração premiada: a necessidade de controle dos atos de negociação. 11. 44. Rogério Fernando. MELLO. TEXTO INTEGRAL VIÉGAS. jan. 15. n. p. SCHIAVI. TEXTO INTEGRAL ARAÚJO. 51-67. jan. n. Cadernos Jurídicos: Escola Paulista da Magistratura. 9-57. SILVA. Revista Brasileira de Direito Processual Penal. 293-315. p. p. A voluntariedade da colaboração premiada e sua relação com a prisão processual do colaborador. TEXTO INTEGRAL 2016 AMATO. Limitação de confidencialidade de acordos com o Cade: contextualização e possíveis consequências. 4. Revista Brasileira de Direito Processual Penal. p. 2016. p. jan. v. Antonio Henrique Graciano. Localização: CAM. 16. 1. 2017. Giovanna. Paulo José Freire. 17. v.

p. 24. 14 dez. TEXTO INTEGRAL CASTRO. 122. 2016. Henrique Hoffmann Monteiro de. Supremo Tribunal Federal (STF). 2016. fev. 2016.850/2013): natureza jurídica e controle da validade por demanda autônoma: um diálogo com o Direito Processual Civil. Colaboração premiada (Lei nº 12. jul. v. Revista do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro. MP não pode dispor de interesses fiscais na colaboração premiada. v. PGR. Alexandre de Castro. n. O acordo de colaboração premiada na visão do Supremo Tribunal Federal. ago. Rio de Janeiro. TJDFT COURA. TEXTO INTEGRAL DIDIER JR. 105. v. Luiz Antonio. Américo. 129. 6-8. p. Kiyoshi. 70. p. Nathalia Hoffmann Monteiro de. 33-53. Rodrigo. Volume especial. n. 12. n. 969. BOMFIM. TJDFT 8 . n. STF. PGR. 149-159. Comentários à Medida provisória nº 703/2015. Octahydes. p. Boletim IBCCrim. São Paulo. 62. v. v. Localização: STJ. n. 285. p. Atuação do juiz no acordo de colaboração premiada e a garantia dos direitos fundamentais do acusado no processo penal brasileiro. CASTRO. 2016.BALLAN JUNIOR. n. n. Colaboração premiada: instrumento para a efetivação da política criminal brasileira. Colaboração premiada e incentivos à cooperação no processo penal: uma análise crítica dos acordos firmados na “operação lava jato”. Localização: STJ. 2016. 298-299 2016. Sóya Lélia Lins de. Fredie. ADV Advocacia Dinâmica: informativo semanal. Identification: BRA-2016-2-011. TEXTO INTEGRAL BORRI. out. 24. p. 359-390. n. BEDÊ JÚNIOR. 117-130. CAM. Cadernos Jurídicos: Escola Paulista da Magistratura. Revista Magister de Direito Penal e Processual Penal. 2016. Revista dos Tribunais. Delação premiada do investigado/acusado preso cautelarmente: quando o Estado se transfigura em criminoso para extorquir a prova do investigado. 17. 2. ago. 9 mar. PGR. VASCONCELOS. 44. jul. Revista Brasileira de Ciências Criminais: RBCCrim. Localização: STF CAPEZ./set. STF. p./mar. São Paulo. p. CAM. 10. 50. p. 2016. Thiago. TEXTO INTEGRAL HARADA. Bulletin on constitutional case-law. STF BOTTINO. 684-683. ADV Advocacia Dinâmica: informativo semanal. TEXTO INTEGRAL BRASIL. 23-59. Daniela./dez. Localização: STJ. n. 2016.

A colaboração por meio do acordo de leniência e seus impactos junto ao Processo Penal Brasileiro: um estudo a partir da “operação lava jato”. fev. 122. Taiguara Libano Soares e. 181. 5/6. jan. 20. Revista Jurídica. n. n. 5-29. 69. v. dez. Delação premiada não serve para fins de admissibilidade de ação de improbidade administrativa. Evolução do instituto na legislação brasileira. SOUZA. Região. Volume especial. n. 12. 2016. v. ago. 11. dez. 241. maio/jun. 2015/2016. TEXTO INTEGRAL MARTINS. Ives Gandra da Silva. 17. finalmente. Parecer. Alterações na Lei anticorrupção nos acordos de leniência (MP nº 703/2015). 2016. 2016. Localização: CLDF 9 . Revista do Tribunal Regional Federal: 1. p. a cereja do bolo: viva os fascistas! Direito Unifacs. 35-49. Rômulo de Andrade. presunção de inocência. Dos acordos de leniência no Brasil. 93-113. Mauro Roberto Gomes de. 703/2015. p. 11. Lei nº 12. André Luiz. p. 28. Localização: CLDF. 2016. p. TEXTO INTEGRAL ______. 16. TEXTO INTEGRAL NICOLITT. v. legalidade e atualidade da MP nº 703/2015. 2016. 1-5. 57-76. TEXTO INTEGRAL MUKAI. São Paulo. frustrações freudianas e. n. 197. A precedência da prisão preventiva na delação premiada: o novíssimo martelo das feiticeiras. n. Revista do Superior Tribunal de Justiça.850/13 (Organização criminosa): investigação e meios de obtenção de prova: colaboração premiada: concurso de funcionário público: funcionário policial: perdão judicial: sentença declaratória da extinção da punibilidade: súmula 18 do STJ: possibilidade ou não de repercussão na via disciplinar: infiltração de agente de polícia: independência e interdependência das instâncias: tema de estudo. n. Daniela Villani. n. Sebastião José. TST MATTOS. 23-35. TEXTO INTEGRAL ______. p. v. Acordos de leniência. 41-45. n. TEXTO INTEGRAL MOREIRA. BONACCORSI. p. nov. 2016.LESSA. p. 24. v. Toshio./mar. v. mar. TEXTO INTEGRAL MORAIS. 477. Sobre tempos excepcionais. 122. 2016. p. que revogação o § 1º. do art. Fórum Administrativo. v. Revista Síntese de Direito Administrativo. n. 28. Revista Síntese: Direito Administrativo. São Paulo. p. v. 131. Flaviane de Magalhães Barros Bolzan de. 1935-. Abrangência. 625-629. nov. Medida provisória nº. 2016. valores intrínsecos./jan. 199-207. Revista Brasileira de Ciências Criminais: RBCCrim.. da Lei de improbidade administrativa não autoriza transação ou delação premiada para fins de demostração de indícios da prática do ato ímprobo. Magister: direito penal e processual penal. TCDF.

O papel do advogado frente à colaboração premiada: a colaboração premiada sob a luz do novo Código de ética e disciplina da Ordem dos Advogados do Brasil. n. maio 2016. CAM. Boletim de Licitações e Contratos: BLC. 1. 545-556. Glauco Avelino Sampaio. Revista Brasileira de Infraestrutura: RBINF. abr. 4. 75. Marlus H. Victor Alexandre El Khoury M. n. PORTO. CLDF. PGR. 241. TEXTO INTEGRAL PINHO. TST SILVA. TEXTO INTEGRAL 10 . 2016. 2016. TJDFT. 2016./maio 2016. STF. 2016. SEN PEDROSO. Colaboração premiada: um negócio jurídico processual? Revista Magister de Direito Penal e Processual Penal. p. n. Marcelo José. OLIVEIRA. 71. STF. TEXTO INTEGRAL PEREIRA. abr. p. José Guilherme Bernan Correa. Fernando Gentil Gizzi de Almeida.OLIVEIRA. Ronaldo. 49-56. Revista Magister de Direito Penal e Processual Penal. v. 129. Efeitos da colaboração premiada e a Lei de improbidade administrativa. O fenômeno ainda não plácido da colaboração processual e sua entricheirada bipartição doutrinária. p. 87-97. TCDF PINHA. STF. Localização: AGU. 133-152. v. Revista do Advogado. n. 9. 190. José Roberto Sotero de Mello. TCDF./jun. Acordo de leniência na Lei anticorrupção (Lei nº 12. Localização: SEN. Localização: STJ. Sérgio Honorato dos. João Paulo Hecker da. A efetividade dos programas de leniência e o contexto brasileiro. 12. TST. Humberto Dalla Bernardina de. BRAGA. 5. dez. TEXTO INTEGRAL SANTOS. Acordo de leniência sob o crivo do TCU para o exercício do controle administrativo. p. 332- 336. p. n. TST ROCHA. CLDF./set. p. 79-113. 5-13. n. n. v. p. 4. jan. Revista do Superior Tribunal de Justiça. Márcio Antônio. 28. 2016. v. Subsídios ao debate para a implantação dos programas de whistleblower no Brasil. acordo de leniência e ação de improbidade. 29./mar. Lucas Campio. Direito administrativo consensual. v. p. abr. n. STM. Revista de Defesa da Concorrência. TCDF. Fórum Administrativo. Porto Alegre. n. 73. 2016. Revista de Doutrina da 4ª Região. VASCONCELOS. v.846/2013). 16. v. ago. v. Localização: STJ. 36. jan. Arns de. 2016. dez. 26-48. 13. TEXTO INTEGRAL PINTO.

TJDFT. 433. CAM. Acordo de leniência.850/2013 e não se confunde com o plea bargaining. Localização: STJ. 18. n. STM BADARÓ. Ludmila Leite. ROTH. Localização: CLDF. 330-343. n.850/2013. Doorgal. TCDF. Revista de Doutrina da 4ª Região. v. GROCH. out. Ivan Xavier. Fábio Ramazzini. abr. Comentário acerca da Lei Anticorrupção e do acordo de leniência. Antonio Wellington. O valor probatório da delação premiada: sobre o § 16 do art. Aracaju. Consulex: revista jurídica. Revista Direito Militar. 2015. TJDFT ANDREUCCI.VIANNA FILHO. v. Revista Direito e Liberdade: RDL. Ronaldo João. STF. STF. Colaboração processual: legalidade e valor probatório. 175. STF. MJU. Gustavo. STM. Revista da EJUSE. TEXTO INTEGRAL 11 . v. 19. Localização: STJ. 19. TST BECHARA. 433. p. 46-48. 4º da Lei nº 12. mar. 9-12. Revista de Direito Público da Economia.850/13. Informativo Jurídico Consulex. 4 da Lei n. 2015. p. 18. 2015. Localização: STJ. Boletim IBCCrim. p. STM. Leonardo. v. 68. n. 22. STF CAVALHEIRO. n. 2015. v. PGR. p. n. v. Ana Carolina Oliveira. STF. n. jul. PGR. 34-35. 6-7. p. set. A delação premiada tem limites na lei nº 12. CLDF. n. 2016. n. fev. CAM./dez./dez. 4 maio. 12./set. PGR. 2015. TJDFT. fev. Porto Alegre. TST ANDRADA. 5-8. Miguel Tedesco. n. 14. 3. Consulex: revista jurídica. TJDFT WEDY. n. 269. nov. 223-242.850/13. Localização: SEN. O perdão judicial na representação do delegado de polícia: a polêmica do § 2º do art. 116. 19. p. TCDF. p. A colaboração premiada e sua aplicação na persecução penal militar. v. CLDF. 23. segurança jurídica e princípio da confiança legítima. CAM. A colaboração premiada entre o utilitarismo e a racionalidade de princípios. 2015. 26-29. TEXTO INTEGRAL 2015 ALONSO. TEXTO INTEGRAL D’AVILA. Daniela Tocchetto. Justiça & Cidadania. Ricardo Antonio. 213-231. Considerações acerca do crime organizado sob o enfoque da Lei 12. p. p. CAM. 29. Localização: STJ. 2016. Localização: STJ. 2015. 55. TJDFT BRITO JÚNIOR. A delação premiada e seus requisitos legais. CAM. 2015. MJU. CAM.

p. TEXTO INTEGRAL GARCIA FILHO. Consulex: revista jurídica. TST MARCHESI. A homologação dos acordos de colaboração premiada e o comprometimento da (justa) prestação jurisdicional. Consulex: revista jurídica. fev. 2015. TCDF. abr. STF. STM. n. PGR. n. 19. Boletim IBCCrim. n. p. 2015. STM. v. 433. TCDF. Delação premiada: proibição para quem está preso. 3. Localização: STJ. STF./maio 2016. v. n. p. TJDFT. Localização: STJ. p. 19. CAM. TJDFT D'URSO. Localização: STJ. Delação premiada. Sergio. Velho caminho. GURGEL. 276. v. CLDF. 16-17. 19. CAM. p. Ives Gandra da Silva. v. 2015. 2015. Revista de Direito Administrativo Contemporâneo: ReDAC. Exercício abusivo como forma de obtenção de delações premiadas. Revista Zênite: ILC: Informativo de licitações e contratos. TJDFT. maio/jun. 2015. CLDF. Luiz Flávio. TEXTO INTEGRAL MARTINS. Revista Síntese de Direito Penal e Processual Penal. 2015. PGR. O direito de defesa na Constituição. 433. 2015. 454. TST GURGEL. 2015. n. Localização: STJ. Bruna Lícia Pereira. 19. TCDF MARTINS. Antônio Cláudio Mariz de. TJDFT. n. jun. SEN. p. 15-18. TCDF GOMES. 2015. TEXTO INTEGRAL EL TASSE. 17. n. OLIVEIRA. Delação premiada e a gangorra inquisitorial. STF. TST FERRAZ. Adel. 32-33. 2015. 33-47. 34-35. 64-66. TJDFT 12 . Delação premiada e devido processo legal. A função social da empresa e acordos de leniência. nov. n. Justiça & Cidadania. TCDF. fev. n. 66. Euro Bento. v. p. José Carlos Cal. Localização: STJ. v. v. v. STM. p. 22. 18. 11. STF. CAM. v. abr. 52-55. MJU. A responsabilização na Lei Anticorrupção. Consulex: revista jurídica. STM. Sergio Ricardo do Amaral./jul. dez. Localização: CLDF MACIEL FILHO. n. 30-31. 24-25. Delação premiada: bom 'negócio' para quem? Consulex: revista jurídica. p. novo autoritarismo. Inconstitucionalidade. CAM. 256. 433. São Paulo. O acordo de leniência na Lei de anticorrupção empresarial. jun. CAM. CLDF. 97. 176. PGR. fev. Ives Gandra da Silva. p. p. 529-530. STF. Consulex: revista jurídica. CAM. ética condenada. PGR. STF. Juliana Meira Diniz. 19. PGR. Localização: STJ. Revista Magister de Direito Penal e Processual Penal. Daniel. CLDF. 433. 188-225. AGU.DEL CID. Luiz Flávio Borges. v. n. Localização: STJ. fev. 23. A natureza jurídica da prisão preventiva.

TEXTO INTEGRAL PAIXÃO JUNIOR. 47-64. Guilherme. n. STM. Mauro Roberto Gomes de. Localização: CLDF ______. Venicio Branquinho. v. Consulex: revista jurídica. CLDF. CLDF. PGR. Análise da conformação normativa do Programa de Leniência Brasileiro à luz da Teoria dos Jogos. TST PEREIRA FILHO. p. 2015. TJDFT. Operação lava jato: uma cirurgia judicial. Revista de Defesa da Concorrência. 442. Consulex: revista jurídica. Regulamentação da Lei n. PGR. 174. 487-530. STF. n. TCDF. p. Localização: STJ. TST ______. p. p. TST MOREIRA. Localização: STJ. Consulex: revista jurídica.MATTOS. PGR. CAM. STM. Delação premiada não serve para fins de admissibilidade de ação de improbidade administrativa. Revista Síntese de Direito Administrativo. TST MUKAI. TCDF. 9. 1. Localização: STJ. 50-57. 38-41. 433.846. 131. 2. 433. p. fev. Bruno Utsch. 56-61. jun. Toshio. 19. STM. Victor Santos. de agosto de 2013 (Lei anticorrupção contra pessoas físicas e jurídicas do Direito Privado). 2015. n.846: a lei anticorrupção contra pessoas físicas e jurídicas do direito privado. A delação premiada no direito brasileiro. Localização: STJ. TJDFT. p. n. 21. 55-63. Consulex: revista jurídica. TJDFT MISSALI. Fórum Administrativo. p. 35-49. n. ago. v. 15. Programa de leniência no direito concorrencial brasileiro: uma análise de seus escopos e desafios. 2015. v. STF. 12. p. ago. 11. STF. STF. p. A colaboração premiada no direito brasileiro: uma análise de legitimidade à luz do garantismo de Ferrajoli e do garantismo integral. v. fev. nov. TEXTO INTEGRAL RUFINO. 2015. n. v. 19. 433. 3. 87-113. Sebastião Ventura Pereira da. 19. v. v. TCDF. MJU. Localização: STJ. 19. CLDF. nov. PGR. Regulamentação da Lei n. TEXTO INTEGRAL 13 . 2015. 12. 42-44. CAM. STF. Alguma coisa está errada neste contexto: a delação premiada. CAM. 446. de 1. Journal of Law and Regulation. maio 2015. TEXTO INTEGRAL MESQUITA. n. v. 1. 2015. 2016. PGR. CAM. 2015. v. Revista do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios. TCDF. fev. n. n. n. Consulex: revista jurídica. 19. p. A delação premiada na defesa do concorrência brasileira. 2015. Rômulo de Andrade.

23. Rio de Janeiro: Lumen Juris. Localização: STJ 343. jul. 13-15. 2015. n. 268. CAM. 40-64. 12. Boletim IBCCrim. p. Revista Eurolatinoamericana de Derecho Administrativo. 2015. Curitiba: Instituto Memória.850/2013./nov. TJDFT CAPÍTULOS DE LIVROS 2017 ANSELMO. p. p. 73-97. p.12(81) P766j CASTILHO. Rio de Janeiro: Lumen Juris. n. v. Localização: STJ 343. TEXTO INTEGRAL SILVA. Diego Gomes./nov. 68. 2. Un análisis económico de la Ley Brasileña Anticorrupción. 2017. Colaboração premiada e não oferecimento da denúncia: o espaço de oportunidade do art. In: Estudos em homenagem ao professor Sérgio Moro. 4. 149-154. 155-161. Plea bargaining no Direito Penal brasileiro e o novo paradigma trazido pela lei de organizações criminosas. Localização: STJ 343. MIRANDA NETTO. Delação premiada sob o enfoque da razoabilidade e proporcionalidade./dez.. Revista Magister de Direito Penal e Processual Penal. 2015. c. 22. Curitiba: Juruá. p. 2017. 2017. 99-121. v. 2017. 2013. 2. Vinicius Gomes de. 12. 219-248. TEXTO INTEGRAL TEOTÔNIO. Colaboração premiada e devida investigação criminal. Whistleblowing: principais características e vantagens . n. v. p. out. 2015.SANTANO. Centro de Estudos da Contemporaneidade. Colaboração premiada como novo paradigma do processo penal brasileiro. STF. mar. Localização: STJ. TEXTO INTEGRAL VASCONCELLOS. § 4. p. out. In: Polícia judiciária no estado de direito. Localização: AGU 14 . Colaboração premiada e sigilo. Fernando Gama de. Márcio Adriano. PGR. 32-39. Ana Claudia. Bruna Carolina Oliveira e.o que o Brasil está efetivamente perdendo? In: Corrupção como fenômeno supralegal.1(81) E79h ______. v. p./dez. Paulo José Freire.846. 68. Localização: SEN SIQUEIRA. 2015. SILVA. jan. n. n.12(81) P766j ______. In: Polícia judiciária no estado de direito. Revista do Ministério Público do Estado do Maranhão: juris itinera. Flávio Augusto Maretti Sgrilli. nº 12. 137-161. Alex Brunno Viana da. Acordo de leniência e seus reflexos penais. da Lei 12. p.

Sebástian Borges de Albuquerque. 207-240. Localização: SEN. 2016. Localização: STJ 343 L734p BOTELHO. 2017. STF. CAM. p. Reflexões sobre os instrumentos de consenso na defesa da concorrência: acordo de leniência e termo de compromisso de cessação de prática antitruste. 2. 2016. In: Delação premiada: estudos em homenagem ao ministro Marco Aurélio de Mello. 2017. PGR. MELCHIOR.ed. In: Delação premiada: estudos em homenagem ao ministro Marco Aurélio de Mello. In: Limites ao poder punitivo: diálogos na ciência penal contemporânea. Os (indispensáveis) instrumentos consensuais no controle de condutas do direito antitruste brasileiro: a experiência do Cade com o termo de compromisso de cessação e o acordo de leniência. p. Salvador: JusPodivm. 2016. Localização: STF. 2.ed. p. CAM. STF. Karla Padilha Rebelo. Rafaela Coutinho. Belo Horizonte: D'Plácido. Salvador: JusPodivm. A inegociabilidade da prescrição nos acordos de delação premiada. Belo Horizonte: D'Plácido. Estreitos caminhos entre o constitucionalmente admissível e o excesso: o instituto da colaboração premiada e os princípios constitucionais postos à prova: estudo com foco no delito de corrupção. p. direitos fundamentais e política: estudos em homenagem ao professor José Joaquim Gomes Canotilho. Carolina Barros. MJU. Rubens. 241-274. 375-396. In: Lei anticorrupção e temas de compliance. Antônio Pedro. PGR. Localização: STJ 342 C756d OLIVEIRA JÚNIOR. Estado pós-democrático e delação premiada: crítica ao funcionamento concreto da justiça criminal negocial no Brasil. Direito penal premial delação e colaboração premiada: ondas renovatórias do direito probatório. 545-565. p. 375- 406. Rafaela. Belo Horizonte: Fórum. In: Delação premiada: estudos em homenagem ao ministro Marco Aurélio de Mello. 2016. Localização: SEN. In: Constituição.FIGALDO. Os acordos de leniência na Lei de combate à corrupção. MELLO. Fernando Antônio de Alencar Alves de. Localização: STF. Belo Horizonte: D'Plácido. TJDFT 15 . Jeferson. p. TJDFT CASARA. p. 411-443. 2017. CANETTI. MJU. TCDF MARQUES. 337-373. TCDF 2016 ALBAN. Flávio da Silva. Belo Horizonte: D'Plácido. Localização: STF. In: Lei anticorrupção e temas de compliance. TJDFT ANDRADE.

Guido. Nova interpretação sistemática do acordo de cooperação premiada. Belo Horizonte: D'Plácido. 323-343. Localização: STF. Ludmila Corrêa. CALDEIRA. Carla Silene Cardoso Lisboa Bernardo. TJDFT DIDIER JUNIOR.DAVID.850/2013): natureza jurídica e controle da validade por demanda autônoma: um diálogo com o direito processual civil. 2016. p. BOMFIM. In: Delação premiada: estudos em homenagem ao ministro Marco Aurélio de Mello. Delação premiada como fundamento de prisão preventiva. p. RODRIGUES. Bruno Espiñeira.. 177-190. Belo Horizonte: D'Plácido. p. Leonardo Monteiro. Aspectos críticos da colaboração premiada. 2016. Belo Horizonte: D'Plácido. Colaboreis com a verdade e a colaboração vos libertará. In: Processo penal. 12. In: Limites ao poder punitivo: diálogos na ciência penal contemporânea. 2016. 75-89. In: Delação premiada: estudos em homenagem ao ministro Marco Aurélio de Mello. Daniela. Localização: STF. Salvador: JusPODIVM. Delação premiada de acusado preso. Fredie. Mauricio C. Localização: STF. Localização: STF. Colaboração premiada (Lei n. Belo Horizonte: D'Plácido. Belo Horizonte: D'Plácido. 305-322. TJDFT 16 . JOÃO. 179-221. Localização: STJ 343. Localização: STF. p. TJDFT GOMES. Felipe Machado. TJDFT GONÇALVES. TJDFT JARDIM. 2016. Carlos Eduardo. In: Delação premiada: estudos em homenagem ao ministro Marco Aurélio de Mello. 2016.1(81) P963pe DUTRA. Belo Horizonte: D'Plácido. Localização: STF. In: Delação premiada: estudos em homenagem ao ministro Marco Aurélio de Mello. URANI. As mazelas da colaboração premiada. 2016. p. Marcelo Fernandez. In: Delação premiada: estudos em homenagem ao ministro Marco Aurélio de Mello. 2016. 91-114. J. Luiza Borges. p. 279-303. Belo Horizonte: D'Plácido. 2016. FRANCISCO NETO. TERRA. Belo Horizonte: D'Plácido. Décio Franco. p. TJDFT LEMOS. In: Delação premiada: estudos em homenagem ao ministro Marco Aurélio de Mello. Localização: STJ 343 L734p Ferolla. A confissão e a delação premiada como método investigativo: uma releitura de técnicas medievais. In: Delação premiada: estudos em homenagem ao ministro Marco Aurélio de Mello. p. Sigilo e delação premiada: o tecer das teias da tarântula midiática. TJDFT MATTOS FILHO. 2016. Afranio Silva. Localização: STF. 711-731. 33-40. p.

p. p. TJDFT PAZZINATTO. Belo Horizonte: D'Plácido. 365-378. p. BITENCOURT. Henrique Viana. Diogo Mentor de Mattos. In: Delação premiada: estudos em homenagem ao ministro Marco Aurélio de Mello. In: Delação premiada: estudos em homenagem ao ministro Marco Aurélio de Mello. A delação premiada no ordenamento jurídico brasileiro: a atuação das agências punitivas na elucidação do caso penal. Localização: STF. p. In: Delação premiada: estudos em homenagem ao ministro Marco Aurélio de Mello. p. 2016. Localização: MJU PEREIRA. Localização: STF. 527-543. TJDFT ROCHA. éticas e constitucionais pelas quais a repudiamos. Belo Horizonte: D'Plácido. Belo Horizonte: D'Plácido. TJDFT MILHOMENS. In: Delação premiada: estudos em homenagem ao ministro Marco Aurélio de Mello. Rômulo de Andrade. Belo Horizonte: D'Plácido. Belo Horizonte: D'Plácido. Carlos Henrique. TJDFT MOREIRA. STF. 2016. Localização: STF. 393-409. Paulo José Iász de. TJDFT 17 . In: Segurança pública. Leonardo Guimarães. Localização: STF. 2016. In: Delação premiada: estudos em homenagem ao ministro Marco Aurélio de Mello. 2016. GUILHERME. In: Delação premiada: estudos em homenagem ao ministro Marco Aurélio de Mello. Belo Horizonte: D'Plácido. 2016. p. p. TJDFT QUINTIERE. Políticas públicas. Delação premiada: reflexões no contexto do estado democrático de direito. Eduardo Bruno Avellar. 2016. Rio de Janeiro: Lumen Juris. 161-176. 191-205. 241-259. Víctor Minervino. Delação premiada. SALLES. p. A delação premiada no Brasil ontem e hoje: razões jurídicas. João Paulo Orsini. Belo Horizonte: D'Plácido. Localização: STF. 107-121. 2016. Lázaro Samuel Gonçalves. 345-364. Meteus Salles.MARTINELLI. TJDFT MORAIS. Localização: STF. direito constitucional à segurança pública e o combate ao crime organizado: delação premiada e infiltração do agente. A (in)voluntariedade dos acordos de colaboração premiada celebrados com acusados presos. In: Delação premiada: estudos em homenagem ao ministro Marco Aurélio de Mello. Breves reflexões a respeito da colaboração premiada na jurisprudência do Supremo Tribunal Federal / Víctor Minervino Quintiere. Localização: PGR. 2016. Delação premiada: uma realidade sem volta.

Localização: PGR. colaboração premiada. Luciano Ferreira. In: Delação premiada: estudos em homenagem ao ministro Marco Aurélio de Mello. Antônio Eduardo Ramires. 1943-. Acordo de leniência e a recuperação judicial da corruptora. SOARES. Lianne Macedo. Da colaboração premiada.SANTIAGO NETO. In: Delação premiada: estudos em homenagem ao ministro Marco Aurélio de Mello. Porto Alegre: Núria Fabris. Belo Horizonte: D'Plácido. PENIDO. Delação premiada: culpada ou inocente. Localização: STF. 2016.850/2013. p. traição. In: Delação premiada: estudos em homenagem ao ministro Marco Aurélio de Mello. 2015. p. In: Dez anos da Lei n. TJDFT SPENGLER. Delação premiada: endurecimento. D'Plácido. Localização: STF. p. TST COELHO. 2016. Localização: TJDFT. Flávia Ávila. Belo Horizonte: D'Plácido. 301-320. Salvador: JusPODIVM. p. 261-278. 2015. 291-310. São Paulo: Almedina. 471-485. 2015 BISHARAT. Localização: STJ 343. 2016. p.14(81) P969e DORNELAS. Localização: STF. Taysa Matos. ed. TCDF DINO. Cleverson. In: Organizações criminosas: teoria e hermenêutica da Lei nº 12. WEBER. SEN. 2. A incompatibilidade do princípio da imparcialidade da jurisdição com a colaboração premiada regulada pela Lei nº 12. A "troca de favores" entre estado e réu e o mito de assegurar a verdade real através da desconstrução histórica da imoralidade do traidor. Localização: STJ 343. TJDFT Tourinho Neto. TJDFT SANTORO. A delação premiada em confronto com o processo democrático. p. 157-185. 439-459. 189- 205. Belo Horizonte: D'Plácido. José de Assis. 2016.911 O68c 18 . 15-32. 2015. 2015.101/2005: estudos sobre a Lei de recuperação e falência. ed. Fernando da Costa. 445-470. Nicolao. Belo Horizonte: D'Plácido. p. In: O judiciário nos Estados Unidos e no Brasil: análises críticas e pesquisas comparadas. The plea bargaining machine. p. In: Crimes federais.37 C929f 2.º 11. George E. In: Delação premiada: estudos em homenagem ao ministro Marco Aurélio de Mello. A colaboração premiada na improbidade administrativa: possiblidade e repercussão probatória. In: A prova no enfrentamento à macrocriminalidade. Adriana Maria Gomes de Souza. 2016. Localização: STF. Localização: STJ 343. Fábio Ulhoa. Curitiba: CRV. p. TJDFT SEIXAS.850/2013.

2017. Rafael Soccol. Curitiba: Juruá. Colaboração premiada. 293 p. In: Investigação criminal: provas. (Coleção Carolina. ROCHA. do Advogado.911(81)(094) S586o 2. Lavagem de dinheiro e os deveres de colaboração do advogado. Organizações criminosas: uma análise jurídica e pragmática da Lei 12. Localização: PGR FILOMENO. 2. 210 p. Valdir Moysés. Amanda Bessoni Boudoux. VIANNA. Delação premiada: a atuação do Estado e a relevância da voluntariedade do colaborador com a justiça. p. O acordo de leniência na lei anticorrupção: histórico. Localização: STJ 343. 2017. 2017. 2017.911 C837d SUMÁRIO FILIPPETTO. São Paulo: Trevisan. São Paulo: Liber Ars. Localização: STJ 343. desafios e perspectivas. Florianópolis: Habitus. SIMÃO. 272 p. Márcio Alberto Gomes.850/13. Marcelo Pontes. 146 p. Rio de Janeiro: Lumen Juris. Antônio Wellington. Localização: STJ 343. Comentários à Lei 12. ed. 2017. Localização: STF SALGADO. 1) Localização: STJ 343. Colaboração premiada no crime organizado: uma análise sobre sua (in)constitucionalidade. 2017.1(81) I62c LIVROS 2017 BRITO JÚNIOR.SOBREIRO. Bruna Weiss. Rogério. B862c SUMÁRIO COSTA. Colaboração premiada: contornos segundo o sistema acusatório. xiii.ed. 170 p. Porto Alegre: Livr. Leonardo Dantas. Rio de Janeiro: Lumen Juris. Cibele Benevides Guedes da. Belo Horizonte: Del Rey. 2017. Localização: STJ 343. 229 p. 2015. A prova obtida com a colaboração premiada: meio de produção de prova no âmbito do combate às organizações criminosas. Luísa Carolina Vasconcelos Chagas.123. Localização: STJ 343. Belo Horizonte: D'Plácido. 2017. 181-192. 255 p.911 F488c FONSECA.911(81)(094) Coment. 163 p.850/2013. Localização: STF 19 .72 S164l SUMÁRIO SILVA.

Marcos Paulo Dutra. 565 p. 2. PGR.ed. 4) Localização: STF BRANDALISE. 2016. ed.911 S237c 2. 279 p. Frederico Valdez.SANTOS. 2016. 166 p. (Doutrina e prática: a visão do delegado de polícia. 2016. ed. TCDF. Belo Horizonte: D'Plácido. ed. 2016.911(81) M913d 2. Delação premiada: legitimidade e procedimento. Michelle Barbosa de. Rodrigo da Silva. MOSSIN. São Paulo: Saraiva. 304 p. 2016. Localização: STJ 343. Colaboração (delação) premiada. 3. Rio de Janeiro: Mallet. Localização: STJ 343. Benjamin. DIOS. STM ZYMLER. Localização: STJ 343. Giovani Celso (Orgs. Localização: CAM. 204 p.). 2016. Localização: PGR. 2. ed. Crime organizado e lavagem de dinheiro: destinação de bens apreendidos. G. Justiça penal negociada: negociação de sentença criminal e princípios processuais relevantes.91(81) B862d ESPIÑERA. 199 p. Colaboração premiada: o novo paradigma do processo penal brasileiro: doutrina e prática (a visão do Delegado de Polícia).846/2013): uma visão do controle externo. Delação premiada: aspectos jurídicos. Belo Horizonte: Fórum. Salvador: JusPODIVM. Curitiba: Juruá. BEZERRA. Felipe (Orgs). Localização: STJ 343. Fausto Martin de. 2016. 2017. 2016. 237 p. AGNOLETTO. delação premiada e responsabilidade social. Delação premiada: estudos em homenagem ao ministro Marco Aurélio de Mello. TJDFT SANCTIS. Localização: PGR.3(81) B817j BRITO. 269 p. Júlio César O. Delação premiada e decisão penal: da eficiência à integridade. SUMÁRIO 20 . Curitiba: Juruá. Bruno.123. 2. Heráclito Antônio. Laureano Canabarro. Leme: JH Mizuno. STF. 197 p. CALDEIRA. SUMÁRIO PEREIRA. Clayton da Silva. Márcio Adriano. Belo Horizonte: D'Plácido. Lei anticorrupção (Lei nº 12. STF MOSSIN. ed. SUMÁRIO 2016 ANSELMO.

2015. TABAK. Localização: STJ 343.33 S587c VASCONCELLOS. 1983-0645. 336 p. (Coleção Investigação Criminal. ed. Organizações criminosas e técnicas especiais de investigação: questões controvertidas. (Textos para discussão / Núcleo de Estudos e Pesquisas da Consultoria Legislativa. Barganha e justiça criminal negocial: análise das tendências de expansão dos espaços de consenso no processo penal brasileiro. A urgência de uma legislação whistleblowing no Brasil. 2015. 175) Localização: SEN TEXTO INTEGRAL PEREIRA. Eduardo. Cibele Benevides Guedes da.911 O68c TEXTO INTEGRAL SILVEIRA. Compliance. 181) Localização: SEN TEXTO INTEGRAL GOMES. (Monografias.911(81) Coment.911(81)(094) Coment. Comentários à Lei de combate ao crime organizado: Lei nº 12. Marcelo Batlouni. 39 p. 68) Localização: PGR 21 . Juliana Magalhães Fernandes. direito penal e Lei anticorrupção. Organização criminosa. 241 p. vi. 1983-0645. 2. N962o OLIVEIRA. 2015. 5) Localização: STJ 343. Vinicius Gomes de. 2015.2015 FONSECA.850/13. Benjamin Miranda. v. Guilherme de Souza. São Paulo: IBCCRIM. SAAD-DINIZ. BARBOSA.ed. 494 p. 112 p. 2015. 3. 2015. Organizações criminosas: teoria e hermenêutica da Lei nº 12. São Paulo: Atlas. 2015. Salvador: JusPODIVM. Luiz Flávio. Localização: STJ 343. Eliomar da Silva. Núcleo de Estudos e Pesquisas da Consultoria Legislativa. AGUIAR. aspectos teóricos e práticos e análise da Lei 12. Brasília: Senado Federal. Rio de Janeiro: Forense. (Texto para discussão / Núcleo de Estudos e Pesquisas da Consutoria Legislativa. M539c 2. Renato de Mello Jorge. Núcleo de Estudos e Pesquisas da Consultoria Legislativa.911(81) G633o SUMÁRIO MENDRONI. 126 p.850/2013. Localização: STJ 343. 2015. Marcelo Rodrigues da. A colaboração premiada compensa? Brasília: Senado Federal. Emerson Silva. SILVA.850/2013. Júlio César de. Localização: STJ 343. São Paulo: Saraiva. 358 p. ed. 17 p. Porto Alegre: Núria Fabris. NUCCI.

LEGISLAÇÃO BRASIL. Estabelece normas para a organização e a manutenção de programas especiais de proteção a vítimas e a testemunhas ameaçadas. Código Penal. Diário Oficial da União. Diário Oficial da União. TEXTO INTEGRAL ______. altera a Lei no 8. 1º dez. Diário Oficial da União. direitos e valores. e a Lei no 9. 1990. Lei no 9. de 7 de dezembro de 1940. 4 mar. da Constituição Federal. 14 jul. inciso XLIII. de 16 de junho de 1986. e dá outras providências. de 27 de dezembro de 1990.689. Lei no 7.080. Decreto-Lei nº 2.COAF. Diário Oficial da União. Define os crimes contra o sistema financeiro nacional.613.137.347. Lei no 8.492.072. Lei nº 8. e 8. Diário Oficial da União. Diário Oficial da União. Dispõe sobre os crimes hediondos. de 24 de julho de 1985. 18 jun. TEXTO INTEGRAL ______. 1986.529. de 25 de julho de 1990. Lei no 9. 2011. de 16 de junho de 1986.137. e determina outras providências. e dá outras providências. 28 dez. Lei no 9. 1990. 26 jul. TEXTO INTEGRAL ______. Dispõe sobre os crimes de "lavagem" ou ocultação de bens. de 27 de dezembro de 1990. TEXTO INTEGRAL 22 . o Decreto-Lei no 3. Estrutura o Sistema Brasileiro de Defesa da Concorrência. Define crimes contra a ordem tributária.807. 1999. Acrescenta dispositivos às Leis nºs 7. 5º. 1940. 20 jul. de 30 de novembro de 2011.Código de Processo Penal. TEXTO INTEGRAL ______. de 27 de dezembro de 1990. de 3 de outubro de 1941 . nos termos do art. Diário Oficial da União. de 3 de março de 1998. institui o Programa Federal de Assistência a Vítimas e a Testemunhas Ameaçadas e dispõe sobre a proteção de acusados ou condenados que tenham voluntariamente prestado efetiva colaboração à investigação policial e ao processo criminal.492. TEXTO INTEGRAL ______. econômica e contra as relações de consumo. e dá outras providências. cria o Conselho de Controle de Atividades Financeiras . de 19 de janeiro de 1999. revoga dispositivos da Lei no 8. e dá outras providências. 1998. de 19 de julho de 1995.848. 1995. de 13 de julho de 1999. a prevenção da utilização do sistema financeiro para os ilícitos previstos nesta Lei. TEXTO INTEGRAL ______. Lei no 12. 31 dez. Diário Oficial da União.884.137. TEXTO INTEGRAL ______. e a Lei no 7.781. dispõe sobre a prevenção e repressão às infrações contra a ordem econômica. de 11 de junho de 1994.

TEXTO INTEGRAL 2016 Acordo de delação premiada não pode ser questionado por quem não seja parte. TEXTO INTEGRAL NOTÍCIAS SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA 2017 Atuação em delação premiada não impede magistrado de julgar ação penal.848. 23 mar. Dispõe sobre a responsabilização administrativa e civil de pessoas jurídicas pela prática de atos contra a administração pública. 5 ago. 8 nov. e dá outras providências. Notícias STF. e dá outras providências. Brasília. 2013. de 3 de maio de 1995.846. os meios de obtenção da prova. TEXTO INTEGRAL SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL 2017 Descumprimento de colaboração premiada não justifica nova prisão preventiva. Brasília.034. de 7 de dezembro de 1940 (Código Penal).850. Lei no 12. Define organização criminosa e dispõe sobre a investigação criminal. TEXTO INTEGRAL Descumprimento de acordo de delação premiada pode restabelecer prisão preventiva. altera o Decreto-Lei no 2. 2017. Brasília. Notícias STF. Lei no 12. TEXTO INTEGRAL Ministro encaminha ao Plenário questionamento sobre parâmetros para homologação de delação premiada. 2016. Brasília. STJ Notícias. 2017. Diário Oficial da União. 2017. STJ Notícias. TEXTO INTEGRAL ______. 7 jun. 10 out. STJ Notícias.______. nacional ou estrangeira. Diário Oficial da União. infrações penais correlatas e o procedimento criminal. 2013. decide 2ª Turma. de 1º de agosto de 2013. 25 abr. 2 ago. TEXTO INTEGRAL 23 . 2016. de 2 de agosto de 2013. Brasília. revoga a Lei no 9.

TEXTO INTEGRAL 24 . 870. 2017. Brasília. HC que questiona homologação de colaboração premiada. Brasília. n. 8 jun. Câmara Notícias. Notícias STF. Brasília. 8 jun. 2017.Inviável. TEXTO INTEGRAL Homologação de acordo de colaboração premiada e limites de atuação do relator. Brasília. Informativo STF. 2017. TEXTO INTEGRAL 2016 Ação questiona poder de delegado para realizar acordo de colaboração premiada. Senado Notícias. Brasília. 8 jun. Rádio Câmara. 11 ago. 19 a 30 jun. TEXTO INTEGRAL Comissão aprova projeto que destina recurso recuperado em delação premiada à empresa prejudicada. 2017. Brasília. TEXTO INTEGRAL CÂMARA DOS DEPUTADOS 2017 Projeto coíbe recebimento de benefícios financeiros em caso de delação premiada. 4 jul. 2 maio 2016. 25 maio 2017. TEXTO INTEGRAL SENADO FEDERAL 2017 Medida provisória eleva multas e institui acordo de leniência no sistema financeiro. Brasília. Brasília. Rádio Câmara. Câmara Notícias. TEXTO INTEGRAL Repercussão do papel das delações premiadas e julgamento do STF sobre o tema. 2017. 2017. Notícias STF. por desvio de finalidade. TEXTO INTEGRAL Medida provisória eleva multas e institui acordo de leniência no sistema financeiro.

STJ decide que Moro pode julgar ação mesmo tendo homologado delação premiada. 2017. Brasília. 2017. Há limites para o prêmio da colaboração premiada? Consultor Jurídico.Para participantes de audiência. 3 jul. 21 ago. 2017. TEXTO INTEGRAL ROVER. Agência Brasil. MARÇAL. 28 jan. 23 mar. André. 2017. TEXTO INTEGRAL AGÊNCIA BRASIL 2017 Câmara da Argentina aprova delação premiada. 24 ago. Maioria do STF decide que delação pode ser revista em caso de ilegalidades. 2016. Agência Brasil. Sebastião Botto de Barros. Thaís Boia. governo permite que Banco Central faça acordos de leniência. TEXTO INTEGRAL 25 . 29 jun. Jessé Torres. Por meio de MP. Consultor Jurídico. acordo de leniência aumentará credibilidade do país. 8 jun. TEXTO INTEGRAL 2016 ANSELMO. TEXTO INTEGRAL CONSULTOR JURÍDICO 2017 NUCCI. 2017. 26 jul. Consultor Jurídico. Agência Brasil. Senado Notícias. Consultor Jurídico. 2017. TEXTO INTEGRAL RICHTER. TEXTO INTEGRAL ESPOSITO. TEXTO INTEGRAL PEREIRA JÚNIOR. Guilherme. Compliance e acordo de leniência são convergência necessária para Brasil crescer. 2017. 24 jun. Tadeu. Sigilo e colaboração premiada na visão do Supremo Tribunal Federal. Eficácia de acordo de leniência exige atuação orgânica entre instituições. 2017. TEXTO INTEGRAL TOJAL. Márcio Adriano. Ivan Richard. Consultor Jurídico.