You are on page 1of 1

relato doshistoriadores gregos Xenofonte(

A constituio dos lacedemnios


) e Plutarco (
A vida de Licurgo
).

Em lugar de proteger os ps com calados, as crianas eram obrigadas a andar


descalas, a fim de aumentar a resistncia dos ps. Usavam um s tipo de roupao ano
inteiro, para que aprendessem a suportar as oscilaes do frio e do calor.

A alimentao era bem controlada. Se algum jovem sentisse fome em demasia,era


permitido e at estimulado que furtasse para conseguir alimentos, poisacreditava-se
que esta desenvoltura o auxiliaria durante a guerra. Castigavam-se,entretanto,
aqueles que fossem apanhados roubando - no por terem roubado,mas por terem sido
apanhados.

Uma vez por ano, os meninos eram chicoteados em pblico, diante do altar
dertemis(deusa grega vingativa, a quem se ofereciam muitos sacrifcios).
Essacerimnia constitua uma espcie de concurso pblico de resistncia dor
fsica.

Na adolescncia, os jovens eram encarregados dos servios de segurana nacidade.


Qualquer cidado adulto podia vigi-los e puni-los. O respeito aos maisvelhos era
regra bsica. s refeies, por exemplo, os jovens deviam ficar calados, s
respondendo de forma breve s perguntas que lhes fossem feitas pelos adultos.
Aos doze anos, eramabandonados em penhascos sozinhos (s contavam uns com os
outros), nus (paracriarem resistncia ao frio) e sem comida (para caarem e
pescarem). Aos 18 anos,voltavam a Esparta, e at os 30 anos de idade eram
considerados cidados de segundaclasse, sem direito a voto, por exemplo. Podiam ser
agredidos por qualquer esparciataacima de 30 anos
Ou seja em esparta os homens eram preparados , expondo-se a vrios
desafiosdificlimos desde os 7 anos de idade , onde necessitavam se entregar e se
tornaremfortes , j hoje em dia com um monte de caras mimados que recebem tudo na
mo , ficaevidente que na nossa sociedade os homens tenham tantos medos e
inseguranas.