You are on page 1of 5

Frei Luís de Sousa Almeida Garrett

ACTO PRIMEIRO
Quadro Síntese
Cenas Personagens Assunto Sinais que indicam o desenlace
Ao ler o episódio de Inês de Castro,
d’”Os Lusíadas”, Madalena compara o
1 Madalena Informações sobre o passado das seu estado de espírito com o de Inês de
personagens. Castro (sente-se predestinada para a
Caracterização das personagens: morte).
2 Madalena; D. Madalena; Manuel de Sousa Telmo (coro da tragédia clássica)
Telmo Coutinho; Maria; D. João de anuncia desgraças próximas, contínuos
Portugal e Telmo. agouros.
3 Madalena; Maria pergunta a Telmo sobre o Sebastianismo de Maria (se o rei não
Telmo; Maria romance que lhe prometeu sobre morreu também d. João de Portugal
D. Sebastião. A mãe nem quer não terá morrido).
ouvir falar disso. Tuberculose de Maria
4 Madalena; Maria não consegue entender a Maria é dotada de uma prodigiosa
Maria preocupação dos pais imaginação (tem a “doença de
(relativamente ao regresso de D. sonhar”).
Sebastião); Madalena não pode
revelar a causa das suas
preocupações. As papoilas que Maria traz murcham.
5 Madalena; Frei Jorge anuncia a intenção dos
Maria; Frei governadores de se instalarem em
Jorge casa de Manuel de Sousa
Coutinho para fugirem à peste que
ainda grassava em Lisboa. Ouvido “apurado” de Maria que frei
6 Madalena; Miranda anuncia a chegada de Jorge designa de “terrível sinal”.
Maria; Frei Manuel de Sousa Coutinho.
Jorge;
Miranda
7 Madalena; Manuel de Sousa Coutinho Madalena fica aterrorizada com a ideia
Maria; Frei transmite à família a decisão de se da mudança. Frei Jorge, tentando
Jorge; mudarem para o palácio que fora sossegar Madalena, diz que ficarão
Miranda; de D. João de Portugal “quase debaixo dos mesmos telhados”
Manuel de
Sousa
8 Madalena; As duas personagens vivem um Mudança de espaço (palácio de D.
Manuel de conflito dominado pelas oposições João de Portugal) – mais do que o
Sousa passado /presente, razão/coração. regresso ao passado é o regresso do
Madalena não quer voltar à casa passado.
de D. João de Portugal; para ela é
uma questão de vida ou morte,
que Manuel de Sousa interpreta
como uma teimosia
incompreensível (“caprichos”).
9 e 10 Madalena; Telmo anuncia a chegada da
Manuel de comitiva dos governadores a
Sousa; Almada
Telmo;
1
Frei Luís de Sousa Almeida Garrett

Miranda e Manuel da Sousa certifica-se que


outros todas as providências foram
criados; Frei tomadas e ordena que Madalena e
Jorge Maria partam para a “nova” casa.
11 Manuel de Manuel de Sousa ateia fogo à sua Manuel de Sousa fala da morte do pai
Sousa; casa. e do que poderá vir a acontecer-lhe, a
Miranda e ele, na sequência da sua atitude.
outros
criados
12 Todos Incêndio do palácio de Manuel de O retrato de Manuel de Sousa arde no
Sousa. incêndio.

ACTO SEGUDO
Quadro Síntese
Cenas Personagens Assunto Sinais que indicam o desenlace
Maria conta a Telmo, como a Maria Recita os primeiros versos da
mãe, ao entrar no palácio que novela trágica “Menina e Moça”, de
1 Maria, Telmo habitara, fica aterrorizada com o Bernardim Ribeiro, contemporâneo de
retrato de D. João e recrimina os Camões. É referida a causa da doença
seus agouros, que se encontra de D. Madalena - o retrato de D.
doente há 8 dias; interessa-se Manuel que ardeu no incêndio e o ter
pelos três retratos que se revisto o retrato do seu primeiro
encontram na sala e, sabendo já marido, logo que entrou neste palácio
que um deles é de D. João, 1º – é um prognóstico fatal de uma perda
marido de sua mãe, pretende que ainda maior.
Telmo o confirme. D: Manuel está
escondido, temendo as represálias
dos Governadores
2 Maria, È Manual de Sousa, que vem de Maria continua febril e “sabe tudo”;
Telmo, D. visita, quem revela a Maria a “feiticeira”- como é tratada pelo pai.
Manuel identidade da personagem do 3º
3 Maria, D. retrato e tece grandes elogios a D. Manuel de Sousa diz a Maria que
Manuel João de Portugal, não aquela casa é quase um convento e que
demonstrando qualquer indício de para frades de S. Domingos só lhes
ciúme. falta o hábito…
4 Maria, D. Frei Jorge anuncia a Manuel de Soror Joana (D. Joana de Castro e
Manuel, Sousa a decisão dos governadores Mendonça) fora casada com o conde
Jorge de esquecer a sua atitude. Manuel de Vimioso, D. Luís de Portugal. A
de Sousa pretende deslocar-se a determinada altura das suas vidas
Lisboa ao convento do decidem os dois professar: ela entra no
Sacramento e Maria pede-lhe para convento do Sacramento e ele em S.
o acompanhar a fim de conhecer Domingos de Benfica.
soror Joana.
5 Madalena; Madalena afirma que está curada Quando toma consciência que se está
Manuel de do seu mal (o terror de perder D. numa 6ª feira, Madalena fica
Sousa, Maria, Manuel), mas continua a mostrar- aterrorizada: “Este dia de hoje é o
Frei Jorge se, ao longo de toda a cena, pior…”
6 Madalena; preocupada com a viagem que o
Manuel de seu marido vais fazer a Lisboa,

2
Frei Luís de Sousa Almeida Garrett

Sousa, Maria, receosa por ter de ficar sozinha,


Frei Jorge acabando por se resignar. Pede a
7 Madalena; Manuel que também leve Telmo, Madalena despede-se do marido e da
Manuel de para acompanhar Maria, No filha como se fosse para sempre: “Vão,
Sousa, Maria, momento da partida, Madalena vão…adeus”
Frei Jorge, chora e mostra-se muito
Telmo, preocupada com a saúde da filha.
Doroteia
8 Madalena, Madalena despede-se de Manuel Madalena não consegue entender a
Manuel, de Sousa, abraçando-o atitude dos condes de Vimioso que se
Jorge repetidamente como se ele fosse enterram vivos depois de tantos anos
embarcar “num galeão par a de amor.
Índia”. Referindo-se a soror
Joana, Jorge diz que a perfeição
verdadeira é a do Evangelho
“Deixa tudo e segue-me”
9 Jorge Preocupado com todo o ambiente
que vive à sua volta, o próprio frei
começa a “sentir” que alguma
desgraça está para acontecer.
10 Madalena, Madalena revela a Jorge a razão È sempre á 6ª feira que aconteceram
Jorge que está na origem dos seus coisas importantes na sua vida (fazia
medos: amou Manuel desde o anos que causou com D. João, que D.
primeiro instante em que o viu, Sebastião desapareceu em Alcácer
era ainda casada com D. João. Quibir, que se apaixonou por D.
“Pecou”, teme ser castigada. Manuel). A repetição do advérbio -
Hoje
11 Madalena, Miranda anuncia a chegada de um O Romeiro só dará o recado que traz
Jorge, Romeiro, vindo da terra santa, que da Palestina a Madalena
Miranda deseja falar com D. Madalena.
12 Madalena, Jorge e Madalena recebem o
Jorge romeiro
13 Madalena, Quando Frei Jorge, apontando para
Jorge, Madalena, pergunta ao Romeiro se é
Miranda, aquela pessoa com quem deseja falar –
Romeiro “A mesma”- pode indiciar que a
reconhece
14 Madalena, O Romeiro vai-se dando a Atinge-se o clímax da acção – D. João
Jorge, conhecer aos poucos, de Portugal está vivo.
Romeiro respondendo às perguntas dos
dois, acrescentando afirmações a
seu respeito. Madalena fica
aterrorizada quando percebe que
D. João está vivo – o seu
casamento fica inválido e a sua
filha ilegítima - sai de cena
gritando
15 Jorge, Questionado por Jorge sobra a sua O Romeiro é D. João de Portugal.
Romeiro identidade, reponde – “"inguém”
e aponta para o quadro de D. João
ACTO TERCEIRO
3
Frei Luís de Sousa Almeida Garrett

Quadro Síntese
Cenas Personagens Assunto
Manuel, que até então parece um homem racional e decidido, apresenta-se,
agora, emotivo e atormentado sobretudo em relação ao destino de Maria.
1 Manuel, Chega a afirmar que prefere vê-la morta pela doença que a consome que de
Jorge vergonha pela situação de ilegitimidade em que agora se encontra. Sente-se
responsável por toda a desgraça. O seu discurso é, por vezes, contraditório.
A sua entrada para o convento é, nas suas próprias palavras, a sua morte –
“morri hoje…”
Maria, que vinha já doente de Lisboa, ficou pior depois de ver em que
estado se encontrava sua mãe.
Frei Jorge informa Manuel que está tudo tratado e que ele e Madalena
tomarão o hábito ainda naquele dia. Informa-o também que apenas eles e o
arcebispo conhecem a verdadeira identidade do Romeiro.
2 Manuel, Telmo traz notícias de Maria, está melhor, mas muito abatida e muito fraca.
3 Jorge, Telmo
e irmão
Converso
4 Telmo Telmo mostra-se mudado. É grande o seu conflito interior: deve ficar ao
lado de sua “filha” ou de seu “filho”. Dividido entre o passado e o presente
oferece a sua vida pela de Maria.
5 Telmo, Telmo reconhece, no Romeiro, a Voz de D. João de Portugal, avivando
Romeiro cada vez mais a sua divisão interior. O Romeiro pede a Telmo que ajude a
evitar a desgraça desta família, ordenando-lhe que diga que o romeiro é um
impostor.
6 Telmo, Última ilusão de D. João, que ouvindo D. Madalena chamar elo marido,
Romeiro, pensou que era ele.
Madalena (de
fora)
7 Madalena, Telmo transmite a Frei Jorge o “recado” que o Romeiro lhe tinha dado na
Telmo, Jorge, cena anterior, porém Jorge não permite que este seja dado.
Manuel
8 Madalena, Madalena tenta, ainda, evitar a ida para o convento, dando conta das suas
Manuel, dúvidas em relação à veracidade do que foi dito pelo Romeiro. No entanto,
Jorge Manuel e Jorge sabem que tudo é verdade e que o Romeiro não é mais do
que D. João de Portugal, não havendo maneira de recuar. D. Madalena
acaba por aceitar o seu destino.
9 Madalena,
Jorge, coro
de Frades
10 Coro de
frades, Dá início à cerimónia da Tomada do Hábito
arcebispo,
prior de
Benfica,
Manuel,
Madalena,
Jorge
11 Arcebispo, Maria interrompe a cerimónia da Tomada do Hábito, dando origem á cena
prior de mais melodramática deste drama. Alienada pela febre exprime, em delírio,
Benfica, de forma violenta, uma profunda revolta contra Deus que separa os pais de
4
Frei Luís de Sousa Almeida Garrett

Manuel, sua filha tão querida e amada.


Madalena,
Maria
12 Arcebispo, A voz do Romeiro, que Maria ainda ouve pedindo a Telmo que os salve
prior de pois ainda está a tempo, desfere o golpe fatal, Maria morre.
Benfica,
Manuel,
Madalena,
Telmo,
Romeiro