You are on page 1of 27

Psicologia da Gestalt

Prof. Dr. Jefferson Garrido


Introdução:
A Psicologia da Gestalt originou-se na
Alemanha, entre 1910 e 1912. A tradução da
palavra alemã “Gestalt” é complexa e os
termos, em português, que mais se
aproximam de sua tradução seriam “forma”,
“configuração”.
Ação e Percepção

Os pesquisadores embasaram-se nos estudos


psicofísicos – os quais relacionaram a forma e sua
percepção.

Os experimentos iniciaram-se com relação à


percepção e sensação do movimento.

Visavam entender os processos psicológicos


envolvidos na ilusão de ótica, quando o estímulo
físico percebido pelo sujeito possui uma forma
diferente da que corresponde à realidade.
Os Fundamentos da Gestalt
O fundador da Psicologia da Gestalt,
Wertheimer, tomou por objeto a análise e
compreensão do movimento aparente.
Realizou experiências com dois pontos de luz,
acendendo e apagando as duas luzes no escuro,
em diferentes intervalos de tempo entre o
acender de uma lâmpada e o apagar de outra e
também em diferentes velocidades nesse
intervalo. O pesquisador chegou à conclusão de
que o movimento percebido nas luzes se dava na
mente do sujeito, através da ilusão de ótica
Ponto de Partida da Gestalt
A teoria da Gestalt tem como ponto inicial
e principal objeto a percepção. De acordo
com os gestaltistas, o processo da
percepção encontra-se entre os estímulos
fornecidos pelo meio e a resposta do
indivíduo.

Desta maneira, o que é percebido pelo


indivíduo e como é percebido são
importantes elementos para que se possa
compreender o comportamento humano.
Gestalt e o Behaviorismo

Assim como para o Behaviorismo, a Gestalt entende


a Psicologia como uma ciência que estuda o
comportamento, todavia, com suas diferenças
teóricas: os behavioristas estudavam o
comportamento pela relação estímulo-resposta e
desconsideravam os conteúdos conscientes devido à
impossibilidade de controla-los de modo científico.
Definição
De acordo com os gestaltistas, o comportamento
deveria ser observado em seus aspectos mais
globais e deveria haver a consideração das
condições que alteram a percepção do estímulo.
Como justificativa a essa teoria, embasavam-se na
teoria do isomorfismo – esta pressupunha uma ideia
de unidade no universo e pressupunha que a parte
sempre se relacionava ao todo.
Os pontos de uma figura

Quando se vê somente a parte de um determinado


objeto, por exemplo, há a tendência da restauração do
equilíbrio da forma e isso garante que se entenda o
objeto que se está percebendo.

“Esse fenômeno da percepção é norteado pela busca


de fechamento, simetria e regularidade dos pontos
que compõem uma figura (objeto)”.
Fenômenos da Percepção
1) o todo é mais do que a soma das partes;
2) princípio de fechamento;
3) princípio de proximidade;
4) princípio de semelhança;
5) a relação entre figura e fundo.

Vejamos o vídeo a seguir com os exemplos:


Insight
O conceito de insight é de suma importância para
a Gestalt. É definido como um evento cognitivo
no qual a relação e a ligação de eventos
psicológicos conferem forma à figura e fazem
com que o sujeito compreenda a figura formada.

 1. disc clareza súbita na mente, no intelecto de um indivíduo;


iluminação, estalo, luz.
 2. psic compreensão ou solução de um problema pela súbita captação
mental dos elementos e relações adequados.
Exemplos em Publicidade
Atividade Proposta

Escolher uma campanha de um cliente real e


identificar elementos que remetem a existência
de aspectos cognitivos nas imagens e/ou textos.

A atividade deverá ser feita em dupla a será


apresentada (e entregue) em data a ser marcada.