You are on page 1of 14

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE

FEDERAL DO PARÁCAMPUS UNIVERSITÁRIO DE TUCURUÍ – CAMTUC


FACULDADE DE ENGENHARIA ELÉTRICA - FEE

GUSTAVO SOUSA DA SILVA


KENNEDY E. BORGES LUZ
JOSÉ ANTÔNIO B. RIBEIRO
WENDRIA CUNHA DA SILVA

EXPERIMENTO 7- FILTROS PASSA-BAIXA E PASSA-ALTA

TUCURUÍ-PA
2017
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARÁCAMPUS UNIVERSITÁRIO DE TUCURUÍ – CAMTUC
FACULDADE DE ENGENHARIA ELÉTRICA - FEE

GUSTAVO SOUSA DA SILVA


KENNEDY E. BORGES LUZ
JOSÉ ANTÔNIO B. RIBEIRO
WENDRIA CUNHA DA SILVA

EXPERIMENTO 7- FILTROS PASSA-BAIXA E PASSA-ALTA

Relatório técnico apresentado como


requisito parcial para obtenção de
aprovação na disciplina Laboratório de
Circuitos Elétricos II, no Curso de
Bacharelado em Engenharia Elétrica, na
Universidade Federal do Pará.

Prof. Victor R. Barbosa da Silva

TUCURUÍ-PA
2017
ÍNDICE DE FIGURAS

Figura 1 - Montagem Circuito (filtro passa-baixa) ..................................................................... 8


Figura 2 - Circuito Filtro passa-baixa na Protoboard ................................................................. 8
Figura 3 - Defasagem no Resistor 100 Ω para Frequência de 1600 Hz ..................................... 9
ÍNDICE DE TABELAS

Tabela 1 – Valores Medidos e Calculados do Circuito filtro passa-baixa.................................. 9


ÍNDICE DE GRÁFICOS

Gráfico 1 – Característica da tensão de saída para um filtro passa-baixa ................................ 11


Gráfico 2 – Característica da defasagem de um filtro passa-baixa........................................... 12
SUMÁRIO

1 EXPERIMENTO 7 – FILTROS PASSA-BAIXA E PASSA-ALTA............................. 7


1.1 OBJETIVO .......................................................................................................................... 7
1.2 METODOLOGIA ............................................................................................................... 7
1.3 PROCEDIMENTOS EXPERIMENTAIS ........................................................................... 7
2 RESULTADOS ................................................................................................................ 11
3 CONCLUSÃO ................................................................................................................. 13
4 REFERÊNCIAS .............................................................................................................. 14
7

1 EXPERIMENTO 7 – FILTROS PASSA-BAIXA E PASSA-ALTA

1.1 OBJETIVO

Este experimento vem possibilitar ao estudante verificar de forma experimental, o


funcionamento de um circuito RC, atuando ora como filtro passa-baixa ora como passa-alta.

1.2 METODOLOGIA

O experimento foi feito no Laboratório de Eletrônica da UFPA – Campus Tucuruí,


com orientação e supervisão do professor Victor Barbosa. Os procedimentos deste
experimento foram feitos seguindo o roteiro proposto pelo professor em questão, no qual
consta cada passo a ser seguido, assim como também por orientações dadas em sala de aula.

1.3 PROCEDIMENTOS EXPERIMENTAIS

Os materiais utilizados neste experimento forma:

 Osciloscópio;
 Gerador de Sinais;
 Protoboard;
 Resistor: 100 Ω;
 Capacitor: 1 μF.

1º Etapa: Verificação dos materiais

Identificaram-se todos esses materiais antes de iniciar o experimento. Em seguida


ajustar o gerador de sinais para 4 Vpp, onda senoidal.

2º Etapa: Montagem do Circuito

A configuração do circuito esta mostrada na figura abaixo


8

Figura 1 - Montagem Circuito (filtro passa-baixa)

Na protoboard foi montado o circuito na configuração acima, como segue a foto:

Figura 2 - Circuito Filtro passa-baixa na Protoboard

3º Etapa: Obter informações do circuito

Após o circuito pronto, foi variada a frequência e medido as tensões de saída pico a
pico e calculado a tensão eficaz e a defasagem em cima do resistor de 100 Ω.
9

A defasagem no osciloscópio é mostrada abaixo:

Figura 3 - Defasagem no Resistor 100 Ω para Frequência de 1600 Hz

Vspp
A tensão eficaz de saída é expressa por: Vsef = .
2√2

Após o circuito montado na protoboard, identificamos no osciloscópio os valores de


2a
2a e 2b. Em seguida a defasagem foi calculada pela fórmula: ∆θ = arc (2b). Os valores

foram anotados na tabela abaixo:

Tabela 1 – Valores Medidos e Calculados do Circuito filtro passa-baixa


f (Hz) Vspp (V) Vsef (V) 2a 2b ∆𝜽
100 4,08 1,43 0,5 10 2,86°
600 3,6 1,26 3 10 17,45°
1100 2,4 1 4,5 9 30°
1600 2,32 0,803 10 16,5 38,68°
2100 1,96 0,677 11 15 47,16°
2600 1,64 0,566 12 15 53,13°
3100 1,44 0,496 12 14,5 55,85º
3600 1,34 0,448 12,5 14,5 59,54°
10

4º Etapa: Cálculos

Utilizando o osciloscópio para obter os valores de tensão de saída pico a pico


variando a frequência para que podássemos calcular a tensão de saída eficaz e o ângulo de
defasagem.
Para calcular a o valor eficaz das tensões de saída utilizamos esse procedimento de
formula abaixo:
Vspp 4,08
Vsef = = = 1,43 V
2√2 2√2

Para a defasagem do resistor em relação ao capacitor no circuito de filtro de passa-


baixa

2a 0,5
∆θ = arc (2b)  ∆θ = arc ( 10 ) = 2,86°

E para frequência de corte:

1 1
fC = = = 1591,5494 Hz
2πRC 2𝜋100 ∗ 10−6
11

2 RESULTADOS

Quando fazemos análises em corrente alternada, devemos pensar que o capacitor


causará um adiantamento no sinal da corrente do circuito com relação ao sinal da fonte de
alimentação. Em outras palavras, se olharmos esses sinais num osciloscópio, veremos que o
sinal da corrente passa pelo zero antes do sinal da tensão.
A tensão de saída encima do capacitor simboliza a características de um filtro passa
baixo e quando aumentamos a frequência se observa que a tensão eficaz irá diminuir como
mostra o gráfico abaixo:

Característica da tensão
1,6
1,43
1,4 1,26

1,2
1
1
0,803
Vsef

0,8 0,677
0,566
0,6 0,496
0,448
0,4

0,2

0
100 600 1100 1600 2100 2600 3100 3600
Frequências

Gráfico 1 – Característica da tensão de saída para um filtro passa-baixa

E se construirmos o diagrama fasorial do circuito podemos notar que a defasagem


aumenta de acordo com aumento da frequência, por consequência de que aumentarmos a
frequência irá diminuir a tensão de saída e isso irá aumentar a defasagem em relação a
entrada, como mostra o gráfico abaixo:
12

Característica de defasagem
70
59,54
60 55,85
53,13
47,16
50
38,68
40
Δθ

30
30
17,45
20

10
2,86

0
100 600 1100 1600 2100 2600 3100 3600
Frequências

Gráfico 2 – Característica da defasagem de um filtro passa-baixa


13

3 CONCLUSÃO

Nesta disciplina foi possível observar nos experimentos, os assuntos ministrados em


Circuitos II, ratificando assim grande parte dos conhecimentos adquiridos da teoria, portanto
de grande valia para formação acadêmica dos discentes, visto que Circuitos é uma das
principais bases para que se tenha uma formação adequada.
Obtivemos resultados satisfatórios, pois o experimento se comportou como estudado
em teoria, com isso teve-se melhor absorção do conteúdo estudado. Os graduandos
participaram ativamente de todos os momentos da atividade em sala, fazendo assim que todos
saíssem com o objetivo alcançado, o da aprendizagem.
14

4 REFERÊNCIAS

ALEXANDER, C. K., SADIKU, M. N. O. Fundamentos de Circuitos Elétricos. Bookman


Editora, 2003.