SOCIEDADE DE ENSINO SUPERIOR DO CEARÁ PROGRAMA DE DISCIPLINA CURSO: PÓS-GRADUAÇÃO – MBA DISCIPLINA: ARQUITETURA ORGANIZACIONAL Professor : Roncalli

S. Maranhão Código: Carga Horária: 30h/a Nº de Créditos: 3 CURRÍCULO: 2008.2

EMENTA: Estrutura Organizacional. Estruturas tradicionais, modernas e avançadas. Centralização e Descentralização. Departamentalização. Arquitetura Organizacional e a Gestão de Pessoas em Ambientes Turbulentos. OBJETIVOS: Apresentar os componentes e os condicionantes de uma estrutura organizacional, suas formas tradicionais, bem como formas alternativas e avançadas, para que os participantes possam ser capazes de compreender o processo de avaliação e implantação de uma estrutura organizacional em seus aspectos técnicos, políticos e estratégicos. Também é objetivo o debate sobre perspectivas e desafios da área. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO: UNIDADE 1 – ARQUITETURA ORGANIZACIONAL: DA EFICIÊNCIA A FLEXIBILIDADE a) Conceitos Básicos b) Modelagem Tradicional – Enfoque Clássico c) Modelagem Moderna – Enfoque Contingencial d) Modelagem Contemporânea – Enfoque do Institucionalismo Sociológico/Neoinstitucionalismo Econômico UNIDADE 2 – ARQUITETURA ORGANIZACIONAL: NOVOS DESAFIOS a) Meio Ambiente: O que Mudou. b) Incerteza e Complexidade c) Organizações Vivas d) Auto-organização e Conhecimento UNIDADE 3 – APRENDENDO COM O FAZER a) Reflexão Sobre o Lado Subjetivo da arquitetura – Realização em Novos Patamares b) O passo-a-passo de um projeto organizacional c) Projetando a arquitetura organizacional na prática

METODOLOGIA DE ENSINO Exposição dialogada, estudo dirigido, apresentação de filmes com roteiro estruturado, exercícios práticos.. RECURSOS INSTRUCIONAIS Data Show – CPU – DVD – TV – Quadro Branco, Flip Chart, material didático para exercícios práticos AVALIAÇÃO A Avaliação será composta de dois momentos com seus respectivos pesos, conforme segue: * A ser definida* BIBLIOGRAFIA BÁSICA ARAUJO, L. C. Gestão de Pessoas: Estratégias e Integração Organizacional, São Paulo: Atlas, 2006. CURY, A. Organização e Métodos: Uma visão Holística. 8ª. ed. São Paulo: Atlas, 2008. NADLER, David A; GERSTEIN, Marc S. & SHAW, Robert B. Arquitetura organizacional: a chave para a mudança empresarial. Rio de Janeiro: Campus, 1994. MINTZBERG, H.; LAMPEL, J.; QUINN, J.; GOSHAL, S. O Processo da Estratégia: Conceitos, Contextos e Casos Selecionados, Porto Alegre: Bookman, 2006. MORIN, E. Introducción al Pensamiento Complejo, Barcelona: Gedisa, 2004. MORIN, E. Da Necessidade de um Pensamento Complexo, Para Navegar no Século XXI/21: Tecnologias do Imaginário e Cibercultura, Porto Alegre: Editora Suliva PUCRS, 1999.

ROBBINS, S. Administração: Mudanças e Perspectivas, São Paulo: Saraiva, 2000. TAYLOR, F. W. The Principles of Scientific Management, USA: Forgotten Books, 2008.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR BALANDIER, G. El Desorden: La Teoría del Caos y las Ciencias Sociales, Barcelona: Gedisa, 2003.

GONÇALVES, José E. L. Processo, Que Processo? Revista de Administração de Empresas. v. 40 . n. 4 . Out./Dez. 2000 MATOS, F. R. N.; LIMA, A. C. Organizações Modernas e a Burocracia: uma “Afinidade Eletiva”? RAE- eletrônica - v. 6, n. 2, Art.14, jul./dez. 2007. MORGAN, G. Imagens da Organização, São Paulo: Atlas, 2007. ROBBINS, STEPHEN P. Comportamento Organizacional, São Paulo: Saraiva, 2004.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful