You are on page 1of 14

“O discípulo evolui por seus próprios méritos, e a si mesmo transformando, transforma o mundo!


Professor Henrique José de Souza

Editor

C
hegou o tão esperado mês de junho de 2010, e, na Copa, pois temos, além dos melhores jogadores do
com ele, a Copa do Mundo. Evento que, mundo, uma torcida que acredita e que joga junto,
literalmente, para o país e boa parte do mundo. irradiando vibrações positivas para superar qualquer
Todas as atenções estarão voltadas para nossa Seleção, adversário; pena que essa força só noa permite a união
cinco vezes campeã do mundo, em busca do direcionada para o futebol. Precisamos, também, dessa
Hexacampeonato. paixão quando vestirmos a camisa do Brasil como eleitores,
É, de fato, um acontecimento a parte: pintamos e cidadãos, contribuintes, pais, trabalhadores, como um povo
decoramos nossas ruas; nos carros, desfraldamos, com comprometido em deixar um país mais digno para suas
orgulho, a Bandeira do Brasil; vestimos, “ad litteram”, a futuras gerações.
camisa da Seleção e passamos a ser o 12º jogador em Brasil, ao descalçarmos nossas chuteiras em mais
campo. Cada jogo se transforma em uma grande festa. O uma Copa do Mundo, vistamos a camisa da vergonha, do
comércio para, e os fogos de artifícios anunciam a comprometimento com a cidadania, visando às soluções de
esperada vitória. Realmente, unimo-nos em umsó coração tantos e tão vergonhosos problemas. Pensemos nisso!
e vibramos numa corrente pra frente. Muito linda essa Corroborando, em parte, com nosso desabafo, a
paixão do povo brasileiro, chega a nos arrepiar de tanta coluna Destaques apresenta a matéria de autoria do
emoção! jornalista Paulo Francis Jr., intitulada “A Contratação do Dr.
Garra e vontade, para se atingir um objetivo, nosso Nepotismo”; os ensinamentos do Grande Mestre Confúcio
povo tem demonstrado de sobra. Acreditamos que falte, ilustram a coluna Os Grandes Iniciados e reforçam nossa
apenas, direcioná-las para reverter outras situações, que, conclamação.
ao longo da história, vêm subtraindo nosso país: a Ainda, dentro dessa ótica, a coluna Ritos Maçônicos
corrupção, que já contaminou o DNA do povo brasileiro; o traz um rito, que nasceu, em especial, para exaltar o
quadro caótico na política, malcheiroso mar de lama, que patriotismo de nosso povo, “O Rito Brasileiro”. Prestamos
invade os noticiários todos os dias; os descasos com a uma singela homenagem ao GOB, pelo seu aniversário, com
educação; a vergonha na saúde, com envolvimento de a matéria “188 anos de Fundação do GOB”; ainda, ilustrando
médicos em desvio de verba nos hospitais públicos, além a coluna Trabalhos, a matéria “Aproveitando o Ensejo...”, de
da total impunidade em diversos casos de erros dos nossa autoria, apresenta aspectos que nos facilitarão
mesmos; a falta de segurança e o envolvimento de entender o porquê de iniciarmos nossas reuniões às 20h.
policiais com o crime organizado; a droga, que vem Visando à melhor comodidade para nossos leitores,
alienando nossos jovens e destruindo famílias. recentemente, criamos o “Blog” da Revista Arte Real, que
Ah, se pudéssemos ser uma corrente pra frente de poderá ser acessado através do endereço
verdade! http://revistaartereal.blogspot.com/, onde encontraremos
Coincidentemente, ano de Copa do Mundo é o tudo sobre nossa Revista. Seu objetivo é criar uma interação
mesmo de eleição para Presidente. Curioso isso, não? Será maior com o leitor, a fim de chegarmos à excelência desse
que estamos enxergando demais, ou o povo é que não altruístico trabalho, em prol da cultura maçônica.
consegue tirar as vendas dos olhos, pelo conformismo, por Paulatinamente, baseado em sugestões, críticas e
se considerar, ainda, colonizado. Enquanto fizermos dos considerações dos leitores, iremos otimizando esse espaço.
dias de eleição a agonia da obrigatoriedade de depositar Além de ser mais um para “download” da Revista, também,
nosso voto nas urnas, descrentes de que nada vai mudar, disponibilizaremos livros eletrônicos, textos, palestras, etc.
continuaremos permitindo que nossos destinos sejam Haverá espaço para “links” maçônicos e para divulgação de
manipulados por uma corja de malfeitores da nação, que anúncios das empresas de nossos patrocinadores, o que irá
enriquecem da noite para o dia. viabilizar a produção da Revista e a manutenção desse
Vamos reunir as mesmas força, paixão e vontade, trabalho. Contamos com sua participação para melhor servi-
que nos contagiam nos jogos de nossa Seleção durante a lhe.
Copa do Mundo, e as colocar em nosso dia-a-dia, como Desejamos sucesso para nossa Seleção, esperamos
cidadãos, cobrando dignidade, probidade e que façam uma profunda reflexão no teor deste Editorial e o
comprometimento com o país; vamos exigir respeito e conclamamos por seu comprometimento como eleitor nas
cumprimento do dever em todas as classes, importando- eleições, que, generosamente, oferecem-nos, novamente, a
nos com as injustiças, ainda que não sejam conosco. oportunidade de melhorarmos o Brasil.
Temos certeza de que seremos bem-representados Encontrar-nos-emos na próxima edição! ?
a b
Capa – A Lei Iniciática do Silêncio..................................Capa - A Bolsa de Proposta e Informações......................................11
Editorial.....................................................................................2
Editorial.....................................................................................2 - 188 Anos de Fundação do GOB............................................12
Matéria da Capa – A Lei Iniciática do Silêncio....................3 Reflexões
Destaques - A Contratação do Dr. Nepotismo.......................
Nepotismo........................4 .4 - O Tempo da Pressa.................................................................13
Os Grandes Iniciados - Confúcio.........................................5 Boas Dicas
Ritos Maçônicos – O Rito Brasileiro.....................................7 - Livro / Blog...................................................................................14
Blog...................................................................................14
Trabalhos Lançamentos
- Aproveitando o Ensejo...........................................................8
Ensejo...........................................................8 - Da Perícia ao Perito/Crônicas de Uma Cidade Chamada Universo...14 Universo...14

A Lei Iniciática do Silêncio


Antônio Rocha Fadista

P
latão, chamado a ensinar a arte de conhecer os A Escola, fundada pelo Filósofo de Samos na cidade
homens, assim se expressou: “os homens e os de Crotona, preconizava o aperfeiçoamento do ser humano
vasos de terracota se conhecem do mesmo modo; pelo estudo e pela prática da meditação e tinha um sistema
os vasos, quando tocados, têm sons diferentes; os homens de três graus: de Preparação, de Purificação e de Perfeição.
se distinguem pelo seu modo de falar”. No Grau de Preparação, os neófitos eram só ouvintes
O pensamento do filósofo Iniciado nos oferece e cumpriam um período de observação, durante o qual o
uma excelente oportunidade para uma profunda reflexão, objetivo era, pela prática do silêncio, desenvolver a capacidade
principalmente, para todos os que integram a Ordem de análise e de interpretação sobre tudo que se passava ao seu
Maçônica. redor. Para atingir o Mestrado, no Grau de Perfeição, era
Nem sempre nos damos conta de como nos necessário praticar o silêncio durante cinco anos.
tornamos prisioneiros das palavras que proferimos. As Sem dúvida, constitui grande prova de disciplina
palavras são a expressão das nossas para todos nós, quando no Primeiro
ideias, dos nossos sentimentos e de Grau, ouvirmos os Companheiros e os
nossas emoções, e transmitem aos Mestres, sem expressarmos as nossas
ouvintes a carga de energia, positiva próprias opiniões sobre os assuntos
ou negativa, que acumulamos em tratados em Loja.
nossa mente. Chilon, um dos sete sábios da
A sociedade humana está Grécia Antiga, quando perguntado sobre
cheia de palavras que magoam e qual a virtude mais difícil de praticar,
ofendem o próximo. Infelizmente, respondia laconicamente: calar.
existem palavras em excesso, tanto no No Zend Avesta, que contém
mundo profano quanto nos Templos toda a sabedoria da antiga Pérsia,
Maçônicos. encontramos normas e regras sobre o
Orientado para refletir sobre a uso e o controle da palavra, cuja
realidade e sobre o significado oculto universalidade desafia os séculos.
das palavras, o Maçom sabe que, em Ao entrarmos em nossa Sublime
última análise, ela é o reflexo da Instituição, encontramos, na ritualística,
essência interna do ser humano. referências à sacralidade da palavra, que, como meio de
Não por acaso a doutrina Maçônica expressão dos pensamentos e dos sentimentos, deve ser
recomenda o silêncio a todos os Maçons durante o sempre dosada, moderada, e espelhar o equilíbrio interno do
período de aprendizado, de acordo, aliás, com a orador.
Escola Pitagórica, da qual a Maçonaria extraiu Como dizia o Irmão Dante Alighieri na Divina
alguns dos Princípios que compõem o seu acervo Comédia, exortando o seu personagem Metelo: “usa a tua
filosófico. palavra como um ornamento”.
Na realidade, o silêncio, a meditação e a análise Isto não significa que os Irmãos Aprendizes estejam
são a única via que leva à libertação das paixões e dos proibidos de usarem a palavra em Loja. Existem ocasiões em
maus pensamentos. Não é por acaso que a maioria dos que não só podem, como também se devem manifestar,
Ritos Maçônicos reserva aos Irmãos o silêncio durante o principalmente, para tratar de assunto relevante, como por
período de aprendizado. O Rito Adoniramita, mais radical exemplo, na apreciação das informações sobre os candidatos
nesse sentido, estabelece que só os Mestres podem usar, à Iniciação.
livremente, a palavra. Ao cruzarem as portas de uma Loja Maçônica,
Inúmeras são as Peças de Arquitetura, escritas por trazendo consigo os conceitos de liberdade total, os Irmãos,
Irmãos em muitos países do Mundo, sobre o uso da paulatinamente, aprendem a controlar os seus impulsos,
palavra em Loja e sobre a Lei Iniciática do Silêncio. aprimorando o seu caráter e preparando-se para serem líderes
À primeira vista, o silêncio poderia parecer ao na construção da sociedade do futuro, na qual prevalecerão a
Irmão Aprendiz um condicionamento e uma restrição à Liberdade responsável, a Igualdade de oportunidades e a
sua liberdade de expressão; ao exercitarem a Fraternidade solidária. Por isso mesmo, a prática do silêncio
autodisciplina, em seu silêncio, os Irmãos apreendem, com deve ser entendida como um exercício de auto-
muito maior intensidade, tudo o que ouvem e tudo o que aperfeiçoamento e, jamais, como uma proibição ritualística.
veem. Na realidade, o Aprendiz dialoga consigo mesmo e, Tudo se resume na prática da Lei do Amor. O amor
nesse diálogo, analisa, critica e tira suas próprias se oferece; não se pede exigir. Certamente, o Grande
conclusões. Em suma, pelo silêncio, a Maçonaria estimula Arquiteto do Universo ilumina e abençoa a todos os que
os Irmãos do Primeiro Grau a desenvolverem a arte de pensam mais e falam menos, pois estes espiritualizam a sua
pensar, a verdadeira e nobre Arte Real. matéria, e são os Seus filhos mais diletos.?
a b

A Contratação do Dr. Nepotismo


Paulo Francis Jr.

N
ão é somente falta de ética, moral ou dignidade. o Chefe dos Fiscais
Sejamos sinceros: nepotismo envolve, que não tem fiscais
diretamente, a falta de vergonha na cara dos para fiscalizar. Assim,
governantes. De Norte a Sul, de Leste a Oeste do Brasil, entram para o rol de
esse tipo de coisa, ainda, prolifera, infelizmente. servidores fantasmas;
Camuflado, nas brechas da lei, esse cancro está minando outra tradição do país.
não só as estruturas que lhe são afetas, como também o O nepotismo
processo democrático. Quando prefere um parente, em tem mais de 500 anos.
detrimento de alguém mais qualificado, o administrador Segundo nos informa
público, certamente, está defendendo os seus interesses. uma grande enciclopédia, a Carta de Caminha “ é lembrada
Não está mais justificando os votos que recebeu! A escolha como o primeiro caso de tentativa de nepotismo
deve ocorrer pelo melhor. Existem políticos tão céticos e documentado no Brasil. Ao final da carta, Caminha pede ao
egoístas em suas posições, que, se pudessem, até os gatos, rei um emprego a um sobrinho, um rapaz competente e
cães e papagaios de sua propriedade receberiam algum cumpridor dos deveres. A palavra "pistolão", muito
cargo. empregada no Brasil, vem de “epístola”, devido à carta de
A forma de escolha de comissionados, por apresentação, prática iniciada por Pero Vaz de Caminha”.
exemplo, chega a ser ridícula em grande parte dos casos. Uma coisa “bem particular”: na minha família, nas
Na verdade, os chamados “cargos de confiança” geram a famílias do Antônio, do Mário, do “Zé” só há gente
desconfiança da população. Isso nem deveria existir: o preparada e competente. Rsrsrs... Na família do ex-
ideal seria aproveitar os funcionários de carreira ou presidente da Câmara Federal, Severino Cavalcanti, idem.
pessoas devidamente concursadas, formadas e preparadas Certa feita, ao requerer para um parente um cargo público,
para o trabalho, no setor específico. É espantoso justificou: “Eu asseguro que é um bom sujeito. É da minha
reconhecer que tais cargos, muitas vezes, não vêm família”. Eu fico emocionado só de lembrar! Hoje, Severino é
acompanhados de quaisquer funções. Aí é que mora o prefeito numa cidade chamada João Alfredo, em
perigo... Fiquemos, apenas, na suposição de um exemplo: Pernambuco.
Lembrando que não perdeu os direitos políticos porque se aparece. Recentemente, numa das operações da Polícia
afastou às vésperas da cassação, outra aberração da lei. Federal, o filho de um desembargador com uma juíza, foi
Será que lá há casos de nepotismo? Vamos fazer de conta nomeado assessor de um deputado em Brasília e, na função,
que não... intermediava a venda de “habeas-corpus” utilizando o nome
É lamentável que esse tipo de prática esteja dos pais para fins ilícitos. O desembargador e a juíza foram
enraizado não somente na política. Já está na cultura ou condenados à aposentadoria compulsória pelo tráfico de
ignorância do povo ou do eleitor. Tudo é normal! Até o influência. Notem que a pena, também, não é muito dura.
cruzamento de interesses... O parente de Continuar recebendo o salário em casa não me parece
sicrano contrata o irmão de fulano. Fulano dá punição para as altas esferas da Justiça.
emprego ao tio do beltrano. Uma mão lava a Cabe lembrar: desde 1996, o nepotismo é,
outra e, geralmente, Deus me livre e guarde, expressamente, proibido. Recentemente, o STF
as duas limpam os cofres, uma beleza! aprovou uma súmula vinculante que barra essa
Rsrsrs... As brigas políticas que envolvem prática: “de cônjuge ao bisneto, passando por nora e
esse tipo de coisa são abertas em cidades bisavô, nenhum administrador pode fazer
menores, onde quase todos dependem contratação”. Tem político tão bom, mas tão
de emprego na administração. Os bom, que contrata até a sogra para trabalhar
funcionários públicos, em qualquer com ele. Pode?
lugar, devem ser idôneos e capazes para Cargos de confiança ou
gerar, efetivamente, o crescimento. Já o comissionados, salvo outro juízo, são de
prefeito, que só emprega mãe, irmã, pai, dedicação completa, de exercício integral
avô, etc... está negando o progresso ao seu pela municipalidade. Como cidadão,
município. Se essa gente fosse realmente entendo que essas funções pagam
competente, estaria empregada em algum setor razoavelmente bem, até demais em alguns
estatal ou privado, depois de submetidos aos casos, para que o contratado tenha outra
concursos e aos testes extenuantes que os cargos atividade. Anotem: segundo o IBGE, o
requeiram. Não estariam mendigando colocações! É por número de comissionados nos estados e municípios, mais as
esse e outros motivos, que cidades, às vezes, próximas, altas esferas do Executivo, Legislativo e Judiciário, gira em
aparentam grau de desenvolvimento tão diferenciados. torno de 800 mil funcionários. Perdão, o Brasil é ou não é um
Enquanto os desentendimentos nesse campo se país dividido entre malandros e tolos? E nós, a qual time
evidenciam nos mexericos, o município anda para trás. Ou pertencemos? Se somos de um terceiro grupo, dos honestos,
estou errado? devemos protestar, cobrar, exigir lisura dos que estão no
É horripilante constatar que, até no Judiciário, isso poder. Isso é ter vergonha na cara... ?
a b

Confúcio*

C
onfúcio, ou Kung-Fu-Tze (mestre kong), é uma eles se encaixam em três categorias: respeito aos pais, à arte
das figuras históricas chinesas mais conhecidas de governar bem e à busca pela sabedoria. Confúcio não
em todo o mundo. Filósofo moralista e teórico fundou nenhuma religião, apesar de seus conselhos
político que viveu entre 551 a.C. - 479 a.C., desenhou uma tratarem, basicamente, da ética e da moral. "Os problemas
doutrina, o confucionismo, que, ainda hoje, exerce forte superiores da metafísica, como a verdade absoluta e o além
influência em toda a Ásia oriental. Seu sistema de da morte, não integram a filosofia de Confúcio, dão, apenas,
governo, criado a partir de uma visão nostálgica das lugar a considerações e interesses mais terrenos, prendendo-
virtudes humanas, busca o bem-estar geral, além de se às necessidades imediatas do homem". Talvez, por isso,
colocar, em pauta, questões específicas, como o membros de diversas religiões considerem os ensinamentos
abrandamento das penas. Em sua visão, os critérios para de Confúcio como de fácil aplicação, pois muitos de seus
uma vida social harmoniosa estavam ligados ao altruísmo, preceitos assemelham-se, bastante, a ensinamentos
sabedoria, cortesia, integridade, fidelidade e justiça. filosóficos ou religiosos de outros Mestres (como os de Jesus,
Se categorizarmos os ensinamentos de Confúcio, o Cristo, Epicteto, etc.).
Diz-se que Confúcio chegou ao ponto em que, "ao que alça a grandes alturas os seus pensamentos [...] Da minha
ouvir um trecho musical, fazia o retrato físico e moral do parte, gosto que os meus pensamentos [como pássaros fiéis]
autor e, ainda, das circunstâncias em que havia composto sigam um caminho, sempre rasteado, e alcancem, sempre, a
a melodia. De igual modo, deveríamos, ao escutar uma presa. Acabo de ver um homem cujas ideias são tão
frase, observar um gesto, penetrar o caráter de uma misteriosas e inacessíveis como um abismo. [...] Dos pássaros,
pessoa. Os sons, palavra, poesia, música representam a sei que podem voar, [...] Com referência aos dragões, ignoro se
expressão de um movimento do coração e do espírito, de eles voam com a tempestade ou cavalgam as nuvens na
uma emoção provocada por uma causa exterior. Essa imensa pureza do céu. Vi Lao-Tsé como quem contempla um
causa está ligada à emoção que, por sua vez, rege a dragão. O queixo caiu-me e não pude respirar. Meu espírito,
expressão. E o todo forma uma cadeia cujos elos não se extraviado, não sabia onde pousar" .
interrompem. Pela expressão, dever-se-ia chegar à Algumas recomendações de Confúcio: “Não dar
emoção, depois à causa. E como nossa natureza é formada importância ao principal, quer dizer, ao cultivo da
por nossas aptidões, para sentir certas emoções, e não inteligência e do caráter, e buscar, somente, o acessório, quer
outras, e como as emoções habituais forjam nosso corpo, dizer, as riquezas, só pode dar lugar à perversão dos
conhecer a emoção de um homem significa conhecer o sentimentos do povo, o qual, também, valorizará,
próprio homem. unicamente, as riquezas e se entregará, sem freio, ao roubo e
Ao contrário de Maquiavel, em “O Príncipe”, ao saque”.
Confúcio ensina "a menos agressiva das doutrinas", em Se o príncipe se utiliza das rendas públicas para
que o governante deve ser exemplo de virtude para o aumentar a sua renda pessoal, o povo imitará esse exemplo e
povo. O exemplo deve vir de cima, tanto que, nos breves dará vazão às suas mais perversas inclinações; se, pelo
períodos em que pôde exercer um contrário, ele utilizar as rendas
cargo administrativo, os públicas para o bem do povo, este se
comerciantes desonestos não viam lhe mostrará submisso e se manterá
outra alternativa a não ser em ordem.
praticarem a honestidade. "A Se um príncipe ou os
virtude jamais caminha só: um magistrados promulgam leis ou
homem virtuoso consegue logo decretos injustos, o povo não os
imitadores". cumprirá e se oporá à sua execução
Mas "se o povo estava por meios violentos e igualmente
satisfeito, gozava de liberdade e injustos. Quem adquire riquezas por
de ordem, os senhores dos meio violentos e injustos, do mesmo
grandes clãs e os membros da modo perder-los-á.
família soberana viam seu poder Só há um meio de aumentar
decrescer diante da limitação as rendas públicas de um reino: que
imposta pela Razão, pela sejam muitos os que produzam, e
Equidade e pela Reciprocidade". poucos os que gastem; que se
Confúcio peregrinou em trabalhe muito e que se gaste com
diversos lugares tentando moderação. Se todo o povo trabalhar
divulgar os seus princípios aos governantes, mas, assim, os rendimentos serão sempre suficientes.
decepcionado com o pouco caso deles, desistiu e retirou-se Para o bom governo dos reinos é necessária a
da vida política. observância de nove regras universais: o domínio e o
Ele louva, em seus ensinamentos, as virtudes de aperfeiçoamento de si mesmo; o respeito aos sábios; o amor
alguns discípulos, bem como revela os defeitos de outros. aos familiares; a consideração aos ministros por serem os
Ele, também, mostra-nos como extrair a sabedoria de principais funcionários do reino; a perfeita harmonia com
situações corriqueiras, como uma conversa, uma música, todos os funcionários subalternos e com os magistrados; as
um passeio. Mas, sem dúvida, uma das passagens mais cordiais relações com todos os súditos; a aceitação dos
memoráveis da literatura e da filosofia chinesa é o conselhos e orientações dos sábios e dos artistas de quem,
encontro entre o jovem Confúcio e o idoso Lao-Tsé, sempre, deve rodear-se o governante; a cortesia com os
conhecido como “O Velho”. transeuntes e estrangeiros, e o trato honroso e benigno com
Confúcio foi tão influenciado pela sabedoria do os vassalos. ?
Mestre, que disse mais tarde: "Acabo de ver um homem *Texto de autoria ignara.
a b
O Rito Brasileiro
Valdir Roberto Galdeano*

P
restigiar ou aderir a uma Loja do Rito Brasileiro encontra na Biblioteca Nacional, também, publicada nos livros A
deve ser considerado uma legítima afirmação de Maçonaria e o Rito Brasileiro, de Hércules Pinto, Ed. Maçônica,
brasilidade e um autêntico ato de amor ao Brasil. 1981, e Rito Brasileiro de Maçons Antigos Livres e Aceitos, de
Dos diversos ritos praticados pela Maçonaria Mário Name, Ed. A Trolha, 1992.
Regular, em todos os recantos da Terra, o Rito Brasileiro é Em 21 de dezembro de 1914, na reunião do Conselho
um deles. O Rito Brasileiro, há muito tempo, é Regular, Geral da Orem, presidido pelo Soberano Grão-Mestre Lauro
Legal e Legítimo. Acata os Landmarks e os demais Sodré, o irmão Eugênio Pinto, orador interino, fez a proposta
princípios tradicionais da Maçonaria, podendo ser para a criação do Rito Brasileiro, sendo aprovada.
praticado em qualquer país. Em 23 de dezembro de 1914, surgiu o decreto n° 500,
Teria sido o embrião do Rito Brasileiro o apelo que deu aos Maçons e Oficinas da Federação, o conhecimento
feito por um irmão Lusitano, um Cavaleiro Rosa Cruz, no da aprovação, do reconhecimento e da adoção do Rito
ano de 1864, dirigido aos Orientes Lusitano e Brasileiro, Brasileiro. Kurt Prober, pesquisador maçônico, tece severas
no sentido de que fosse criado um Rito novo e críticas à forma de criação do Rito, alegando que o
independente, mantendo os três graus “quorum” da reunião era insuficiente, sendo
simbólicos, de acordo com a tradição realizada ao apagar das luzes, e que o Rito
maçônica, comum a todos os ritos, e teria sido invenção dos militares.
os demais altos graus fossem Em 1916, Lauro Sodré afastou-
diferenciados com características se do 3° mandato de Soberano Grão-
nacionais. Esse apelo vinha com a Mestre do GOB, assumindo, em seu lugar,
seguinte afirmação: “Convimos em que Veríssimo José da Costa, que encaminhou
semelhante reforma é contrária ao o decreto n° 500 para a aprovação da
cosmopolismo e à tolerância Soberana Assembleia Geral. Assim,
Maçônica, mas, também, é verdade através de um novo decreto, dessa vez,
que, enquanto os Maçons forem o de n° 536, de 17 de outubro de 1916,
patriotas e os povos fisicamente reconheceu, consagrou e autorizou o
desiguais, a conservação de um Rito Rito, criado e incorporado ao GOB.
Universal parece-nos impossível; talvez, Em junho de 1917, o Conselho
um tão gigantesco projeto só poderá ser Geral da Ordem aprovou a Constituição do
possível no vigésimo século”. Essa ideia está na Rito com seus Regulamentos, Estatutos e Rituais.
página 6, vol. I, da Obra Clássica em Maçonaria, intitulada Mesmo assim, o Rito não prosperava pela falta de uma
Biblioteca Maçônica ou Instrução Completa do Franco- oficina chefe e de rituais publicados.
Maçom, publicada em Paris, por Ailleaud Guillard. Em agosto de 1921, através do decreto n° 680, o
Em 1878, em Recife, surgiu a Constituição da Soberano Grão-Mestre do GOB expulsou o Grão-Mestre e
Maçonaria do Especial Rito Brasileiro, com aval de 838 outros 45 Veneráveis de Lojas do Estado de São Paulo,
obreiros, presidido pelo comerciante José Firmo Xavier, para cassando as Cartas Constitutivas daquelas Oficinas, que
as Casas do Círculo do Grande Oriente de Pernambuco; tal passaram a adotar o Rito Brasileiro e publicaram rituais para
Constituição era, maçonicamente, totalmente irregular, pois a os três primeiros graus, cópias fiéis do Rito Escocês.
mesma, além de se assentar sob os auspícios de sua Majestade Em 1940, Álvaro Palmeira propõe a formação de uma
Imperial Dom Pedro II, Imperador do Brasil, da Família comissão para analisar, estudar e atualizar o projeto do Rito
Imperial e de sua Santidade, Sumo Pontífice, o Papa, incluía Brasileiro, que, naquela época, achava-se adormecido.
vários preceitos negativos, como, por exemplo: a admissão, Em 1941, foi instalado o Supremo Conclave do Rito
somente, de brasileiros natos e, em seu artigo 4°, afirmava que Brasileiro, através do Ato n° 1636. Este Supremo Conclave
uma das finalidades do Rito era defender a Religião Católica e viria a adormecer, pois havia pequenas diferenças entre o
sustentar a Monarquia Brasileira. Evidentemente, o Rito não Grão-Mestre Rodrigues Neves com o presidente do Supremo
prosperou, pois era Irregular. A referida Constituição se Conclave Otaviano Bastos.
Em 1941, foi instalado o Supremo Conclave do apresenta-se em cinco segmentos:
Rito Brasileiro, através do Ato n° 1636. Este Supremo Lojas Simbólicas (1° ao 3° grau): 1° Grau, consagrado
Conclave viria a adormecer, pois havia pequenas à fraternidade dos irmãos, união dos irmãos; 2° Grau,
diferenças entre o Grão-Mestre Rodrigues Neves com o consagrado à exaltação do trabalho e ao estímulo da
presidente do Supremo Conclave Otaviano Bastos. solidariedade; 3° Grau, consagrando ao princípio de que a
Em 1968, considerado o ano da implantação do Rito vida nasce da morte;
Brasileiro, Álvaro Palmeira, Soberano Grão-Mestre, assinou o Capítulos (4° ao 18° grau): dedicados ao estudo da
decreto n° 2080, reativando o Supremo Conclave, Filosofia Moral, 14 virtudes, culminando com o Grau Rosa-
determinando que 15 irmãos revissem a Constituição do Cruz, moral e espiritual, degrau capitular máximo;
Rito, adequando-a às exigências internacionais de Grandes Conselhos (19° ao 30° grau): dedicados aos
regularidade, fazendo um Rito Universal, separando o estudos dos problemas nacionais e da humanidade; do 19°
Simbolismo dos Altos Graus, conciliando a tradição com a ao 22° - aspectos ligados à economia; do 23° ao 26° - aspectos
evolução. Publicaram-se os rituais necessários. ligados à organização da sociedade; do 27° ao 30° - aspectos
Atualmente, o Rito Brasileiro é uma realidade ligados à arte, à ciência, à religião e à filosofia;
vitoriosa. Possui organização e doutrina bem- Altos Colégios (31° e 32° grau): dedicados ao bem-
estruturadas, que muito se diferencia da organização e público e ao civismo, à abordagem de assuntos políticos,
doutrina insipientemente propostas ao longo de sua tratados elevadamente, sem injunções partidárias;
história. Solidamente constituído, é praticado por mais de Sumo Grau (33º): máximo na hierarquia; de caráter
150 Oficinas Simbólicas, distribuídas por quase todas as administrativo;
unidades da Federação. É o segundo Rito mais praticado Loja Complementar, foi introduzida no Rito, em 2008,
no Brasil. O Supremo Conclave do Rito Brasileiro tem sede na sua nova Constituição, que trata dos Graus 4 ao 14. ?
no Oriente do Rio de Janeiro, na Rua do Lavradio, n° 100. *O autor é Grande Secretário Adjunto de Orientação Ritualística do Rito
A Estrutura doutrinária do Rito Brasileiro Brasileiro.
a b

Aproveitando o Ensejo
Francisco Feitosa

T
ivemos a oportunidade de ser consultado por um somos livres
Irmão a respeito do porquê de nossas reuniões na pensadores!
Maçonaria, assim como em várias outras O Templo
Instituições Iniciáticas, iniciarem suas atividades maçônico é um
templárias às 20h, como horário oficial. Entendiam, à verdadeiro “livro
primeira vista, que seria, provavelmente, para que de pedra”, assim,
houvesse tempo hábil, após o término do horário também, eram
profissional, geralmente, às 18h, para se deslocarem até conhecidas as
suas respectivas Lojas Maçônicas. catedrais da Idade
É lógico que, analisando puramente pelo aspecto Média pelo seu
logístico, tem até sentido. E, se fôssemos uma agremiação profundo
recreativa ou algo parecido, essa conclusão já bastava. simbolismo,
Mas, em se tratando de Instituição Iniciática, poderemos ir alegorias e a harmonia em suas medidas canônicas; em seus
bem mais além. símbolos, profundas instruções, apenas, captadas por aqueles
Despertemos nossas atenções aos reais objetivos que, de fato, permitem passar-se da iniciação simbólica à Real.
templários de nossa Ordem e busquemos correlacioná-los Iremos lançar mão de um estudo, ligado, tão
a um estudo mais profundo, dentro do esoterismo. Não somente, ao ocultismo, para melhor desenvolver uma linha
queremos, com isso, sentir-nos dono da verdade. Nem de raciocínio. Contamos com a tolerância e a compreensão
pensar! Na realidade, queremos apresentar, apenas, mais dos leitores, pois estaremos sintetizando, em breves linhas,
um caminho, talvez, para alguns, nunca dantes um assunto tão vasto e profundo, que aconselhamos aos
desbravado, mas, provavelmente, trar-nos-á uma nova interessados buscarem maiores informações em literaturas
ótica, que poderá ser aplicada aos nossos Mistérios. Afinal, do gênero sobre ele.
Lembremo-nos de nossa iniciação e, logo, maior magia é a Mantrikâshakti, o poder oculto dos sons,
perceberemos a relação das viagens com os 4 elementos da que envolve palavras relacionadas com letras e números. Os
natureza: terra, água, fogo e ar. Em nossos rituais, apenas, Mantrans são fórmulas mágicas desse princípio.
é citado que “...os antigos diziam que havia quatro O tratado hindu, que estuda os tattwas, é o
elementos...”. É lamentável, mas o tema é muito pouco Shivagâma (ensinamentos de Shiva). Ele é inexistente para os
explorado. leigos, devido aos perigos decorrentes da manipulação das
As provas da cerimônia de iniciação estão, forças que sustentam a matéria.
estritamente, ligadas aos 4 elementos. No 2º Grau, a busca Existem sete tattwas representados pelo heptacórdio
é de uma 5ª coisa, que, na verdade, apresenta-se tríplice, divino, a lira de sete cordas, que provoca os sete sons
como 5ª 6ª e 7ª, mas, apenas, aos Mestres. divinos, as sete vibrações primordiais. O atual estágio
Tudo isso está ligado às Forças Sutis da Natureza, evolucional em que se encontra a humanidade, é conhecido
conhecidas pelo termo sânscrito “Tattwas”. como 5ª Raça-Mãe, a Raça Ariana, pois teve seu início na Era
Os Tattwas estão, eternamente, presentes nos de Áries, estando a humanidade, atualmente, em plena Era
universos em evolução. São forças ou impulsos que de Aquarius. Exotericamente, são conhecidos, apenas, cinco
mantêm a matéria em certo estado e numa certa forma de dos sete tattwas, ligados aos estados físicos da matéria:
vibração. Toda matéria é vibração e está em movimento; Prithivi - sólido – elemento terra; Apas - líquido –
nada do que está manifestado está parado; todo o elemento água; Tejas - radiante – elemento fogo; Vayú -
universo está vibrando e em movimento. Nosso sistema gasoso – elemento ar; Akasha - éter – elemento éter (matéria
planetário está sujeito a uma macrovibração, que se reflete primordial). Sendo este a fonte dos anteriores.
no átomo como uma A Constelação do Cruzeiro
microvibração. Os átomos da do Sul é o centro donde emana
matéria física estão em constante essa energia, que, para o
vibração e movimento. Toda clarividente, apresenta-se com a
vibração proveniente do Espírito forma simbólica de uma pirâmide.
provoca outra na matéria e vice- Baseados nesse conhecimento, que
versa. só a vista espiritual alcança, os
A Vibração é o 3º egípcios ergueram suas pirâmides,
Princípio da Filosofia Hermética, bem como os povos pré-
de Hermes – o Trismegisto: colombianos, para expressarem a
“Nada está parado; tudo se move; formação quíntupla de nosso
tudo vibra”. Diz-se que aquele Universo, ou a expressão dessas
que compreende esse Princípio cinco energias fundamentais do
alcança o cetro do poder!” Cosmo.
Tudo que vibra emite Os demais, sexto e sétimo
som. O Universo é um som que tattwas, conhecidos por
vibra no espaço manifestado, em Anupâdaka e Adi,
latência, em Parabrahm. No princípio era o Verbo e o correspondem, respectivamente, às matérias subatômica
Verbo era o OM (AUM), o som primordial que deu origem e atômica. Anupâdaka significa “quem não tem Pai” ou
à Criação. Tudo que existe tem um som primordial que lhe “o que existe por si mesmo”. Sua influência ativa o
deu origem, motivo pelo qual, somente, entendemos as sentido da intuição. Adi, por sua vez, significa o
coisas se lhe dermos um nome expresso por um som. elemento primeiro, primordial. Ativa o sentido da
A palavra “Pessoa” em espanhol é “persona” = per percepção completa. Esses dois tattwas estão, apenas,
sona, pelo som. Sim, pela vibração do som, estamos, latentes no homem e, somente, serão despertados,
constantemente, criando. totalmente, na 6ª e 7ª Raças-mãe, daqui a algumas
Os Tattwas são forças que imprimem a essência, o eternidades, permita-nos falar assim.
princípio, a realidade, a verdade e a forma. São forças do Essas forças sutis da natureza, embora tenhamos ou
Grande Alento, do Hálito Divino, do Sopro Primordial, não consciência delas, atuam direta e constantemente em
que se manifestam como vibrações, atuando na natureza, toda a natureza e, consequentemente, no homem. Estão
colocando-a em diferentes estados vibratórios, para relacionadas, dentre outras coisas, aos elementais, espíritos
executar diferentes funções no plano evolutivo. O Verbo se da natureza, aos sete Arcanjos, aos sete metais, às sete cores,
fez carne, a vibração se fez matéria. O Universo é uma aos sete planetas, aos sete chacras, aos sete dias da semana e,
obra de magia, que mantém a Harmonia das Esferas, e a principalmente, às 24 horas do dia.
A partir de então, estaremos correlacionando Na realidade, os conhecimentos deixados pelos
esse tema à dúvida do nosso Irmão, o porquê das antigos iniciados nos sublimes Mistérios foram perdendo-
sessões maçônicas, e, também, de muitas outras Escolas se, pouco a pouco. Com isso, certas instituições, que têm
de Iniciação, terem seu início às 20 horas. atuação mais na área sócio-política, como a nossa Ordem
Cada dia da semana está ligado a um tattwa, e (principalmente, nesse momento em que o mundo respira,
essa força sutil estará vibrando mais ativamente no seu profundamente, os ares do materialismo), foram
dia. É o tattwa do dia. Esse dia estará sob maior descuidando-se de seu papel templário, por desleixo, por
influência desse tattwa, propiciando a realização dos desconhecimento e, lamentavelmente, por falta até de
aspectos a ele relacionados. consciência de seus dirigentes, preferindo a luta pelo
A partir do nascer do sol, todas essas forças, poder à “Luta Pelo Dever”, frase tantas vezes sussurrada,
uma após outra, por um intervalo de uma hora cada, de forma hermenêutica, nos ouvidos daqueles que
estará vibrando e interagindo em tudo que está ousaram ascender aos degraus da escada do R∴
manifestado. Algumas Escolas de Mistérios, a exemplo E∴A∴A∴.
da Rosa-Cruz, Eubiose e outras, estudam, Mas, somente pelo fato de nos reunirmos às 20h,
minuciosamente, esse tema e colocam em prática sua conscientemente ou não, estamos realizando um ritual em
melhor utilização, beneficiando-se das benéficas um dos três horários mais propícios, para captarmos as
influências dessas forças da natureza. influências do potencial do tattwa do dia.
Assim, durante o intervalo de um dia, essas Atrás do mundo sensório, perceptível através dos
forças se alternam e atuam a partir dos primeiros raios cinco sentidos, existe um etérico, que passa a ter uma
de sol. A começar pelo tattwa relacionado àquele dia, os existência real para quem desenvolve seus chacras (órgãos
sete vão se revezando, um após outro. etéricos de percepção). A técnica da abstração dos
Para melhor praticidade, já que o sol nasce a sentidos, em particular a visão, leva, gradativamente, à
cada dia em um horário, ficou convencionado que a visão etérica desenvolvida, que possibilita estudar seres
primeira hora do tattwa do dia seria a partir das 6h da do mundo etérico.
manhã, logo, alternando-se a cada hora. Como são sete, Os tattwas sensibilizam os elementais ou espíritos
esses se repetirão a partir das 13h e, novamente, a partir da natureza. Esses possuem, em seu mundo (plano
das 20h. etérico), uma evolução paralela e diferente da humana,
A influência de cada tattwa acontece três vezes mas têm uma constante e importante função, tanto no
ao dia. Com isso, teremos um período de vinte e uma desenvolvimento quanto na manutenção dos seres vivos
horas influenciado por essas forças. As três horas do nosso mundo físico. Esses são comandados por
restantes não sofrem sua influência, pois estão ligados a hierarquias espirituais, principalmente, pelos Devas e
outros planos sutis com relação à Grande Fraternidade Anjos.
Branca. Há relatos em que Helena Petrovna Blavastki A magia de um ritual reúne as vibrações emanadas
reservava esse período para suas meditações, até pelas mentes dos Irmãos, que atuam em conjunto com o
porque se tratava de um Ser de hierarquia superior. egrégora milenar maçônico, interagindo com os
Por isso, as verdadeiras Escolas Iniciáticas, elementais e sob as influências dessas forças sutis da
ligadas à Grande Fraternidade Branca, iniciam suas natureza, a fim de realizar seus propósitos.
ritualísticas às 20 horas, a fim de receberem as Nas colunas zodiacais, os signos, em número de
influências da força sutil que vibra naquele dia. Não são doze, estão distribuídos no ocidente em relação aos quatro
poucas as Escolas de Iniciação que, conhecedoras desses elementos: Terra, Água, Fogo e Ar. O Mestre é o que
Mistérios, realizam rituais específicos em determinados passou e venceu os doze Trabalhos de Hércules, ali
dias, fazendo uso das influências do tattwa do dia. representados; sublimou o quaternário e se encontra no
As Lojas maçônicas reúnem-se, semanalmente, éter (oridente) - Akasha – que é tríplice, formando o
no dia escolhido por seus membros, conforme sua setenário, pois oculta outros dois tattwas latentes no
comodidade e, em certos casos, quando em condomínio homem, ligados à intuição e à completa percepção, o
maçônico, nem isso, conforme o dia que lhes foi domínio de si mesmo, fazendo-se, assim, Um com o Pai.
liberado. Lembremo-nos da passagem bíblica do Cristo, adentrando
Mas temos de ter, em mente, que as Ordens Jerusalém sobre o lombo do animal, vencendo o
Iniciáticas são centros catalisadores de energias do quaternário da matéria, pois, após o batismo no Rio
Cosmo, a fim de expandir o estado de consciência da Jordão, Ele recebera a Sua 5ª Essência. Mas, isso já é um
humanidade através da iniciação de seus membros, assunto para outra oportunidade, se eu puder contar,
auxiliando na evolução da espécie humana, sendo essas novamente, com a tolerância do leitor.
Ordens orientadas por Seres de alta espiritualidade, A prudência nos convida a ficar por aqui! ?
ligados à Grande Fraternidade Branca.
a b
Bolsa de Proposta e Informações
Jorge Mauro Corrêa Gomes

A
palavra bolsa é substantivo feminino (Dic. Geral do GOMG), que, obedecendo a uma ordem dada pelo
Brasileiro Globo); espécie de saquinho em que se Venerável Mestre, após comunicação prévia nas colunas,
traz dinheiro; qualquer saquinho que se fecha feita pelos Vigilantes, também, a mando do Venerável
por meio de cordões (Dic. Aurélio); saquinho de couro, Mestre.
pano, etc., para portar dinheiro em moedas; qualquer Circulação formal e informal. “Comentar como se faz
outro saco pequeno; qualquer dos vários tipos de sacolas contando com a ajuda do Mestre de Cerimônias”. Deve ser
com alças, ou de carteiras, usados para guardar dinheiro, colocada a mão direita dentro da bolsa, mesmo que o irmão
documentos, lenços, objetos de toalete, etc. (Dic. Web); não tenha nada a depositar. No Ritual do GOMG/COMAB,
pequeno saco de couro, plástico, pano, habitualmente, segue-se a maneira informal.
usado pelas mulheres para carregar dinheiro e miudezas Segundo Rizzardo da Camino, o Mestre de
(Dic. Inforpédia). Cerimônias simboliza o ordenamento do Caos e a criação do
Mala de mão de couro, tecido ou outros materiais, Universo, ou seja, quando compõe a Loja para iniciar seus
usada para transportar objetos de uso pessoal; saco de trabalhos, os irmãos estão saindo de um estado
material flexível, com feitios diversos, que serve para desorganizado para um organizado, a criação do mundo.
transportar ou guardar alguma coisa. A palavra bolsa, de Portanto, quem ordenou o Caos é quem circula com a Bolsa
um modo geral, transmite a ideia de algo que envolve, ou de Propostas e Informações, harmoniosamente, coletando
transporta, ou guarda alguma coisa em seu interior. Pode aquilo que o Maçom traz consigo para dividir com os demais
ter sentidos variados e aplicações nas diversas áreas do participantes da sessão. Nesse momento, é importante que
conhecimento humano: bolsa de estudos – subsídios para reine o maior silêncio possível nas colunas, devendo-se evitar
estudar; bolsa de valores – instituição onde se fazem comentários, brincadeiras ou mesmo conversas entre os irmãos,
operações financeiras; bolsa de Fabricius ou seja, os irmãos devem estar
– órgão linfóide das aves, localizado na compenetrados, evocando a Chispa Divina,
parte dorsal da cloaca, tem estrutura de que existe dentro de si, para que se
um pequeno saco e é importante para o harmonizem com o G∴A∴D∴U∴, a Grande
sistema imunológico; bolsa ou saco Força Cósmica. O M∴de CC∴ continua
amniótico ou âmnio – bolsa que carrega circulando e não faz sinal algum enquanto
o líquido amniótico, fluido que envolve o estiver de posse da Bolsa, e, se o Grão-Mestre
embrião; bolsa de provisão – dinheiro estiver presente no altar, deverá colocar a
para despesas correntes. mão na bolsa antes do V∴M∴.
Na Maçonaria, são utilizadas José Castellani define a Bolsa de
duas bolsas ou sacos, com propósitos Propostas e Informações como sendo
diferentes, que recebem os nome de destinada a colher as propostas
Bolsa (Saco) de Propostas e Informações encaminhadas por escrito, as sindicâncias,
e Bolsa de Beneficência ou para oTronco os certificados de presenças e outras
de Solidariedade. informações das quais a Loja deve tomar
Neste trabalho, abordaremos a Bolsa de Propostas conhecimento. Mesmo não tendo nada para colocar na bolsa,
e Informações. Segundo Rizzardo da Camino, deve ser o Maçom deve depositar sua mão direita na mesma,
confeccionada em fazenda, couro ou material que melhor retirando-a aberta. Esotericamente, ele está depositando os
se adapte, não segue uma uniformidade e depende da fluidos, a força vital, o poder espiritual que traz consigo para
sensibilidade do Arquiteto, Mestre Maçom responsável ser repartido com os demais. Citar o que diz o V∴M∴
pela ornamentação e composição da Loja para os seus quando a bolsa chega vazia: “A Bolsa colheu seu principal
trabalhos. Rizzardo diz, ainda, o seguinte: “a sacola tem objetivo!”. Quando, na bolsa, é colocado algo que merece
sido, sempre, a maneira mais singela da coleta, porque a melhor discussão, estudo ou esclarecimento, o V∴M∴ pode
mão, que coloca a oferta, permanece oculta dentro do declarar: “Prancha ou Coluna colhida sob Malhete”.
recipiente, deixando de constranger quem nada coloca e Existe um ditado que diz: “quem tem põe, quem não
evitando conhecer quem entrega a proposta ou a tem tira”, e os irmãos Pedro e Péricles Neves comentam que nada
informação”. mais justo para que as energias se renovem periodicamente,
A Bolsa de Proposta e Informações circula em loja como ocorre quando os Maçons, além de colocarem as
pelas mãos do Mestre de Cerimônias (Art. 117, Regimento informações e propostas, depositam, também, bons fluidos
Segundo o Caibalion, não somente tudo vibra, 118:15,16). “Nem a mão esquerda deve saber o que faz a mão
como também há uma variação de escala nessas vibrações, direita”, ensinou Jesus. “Quando deres esmola, não saiba a
e, logicamente, nossos pensamentos e sentimentos se tua mão esquerda o que faz a tua direita” (Mateus 6:3).
manifestam, também, segundo essa Lei Hermética. Na A Bolsa de Propostas e Informações se dá no início
Sessão, é importante que todos os presentes vibrem na dos trabalhos, e é a partir de sua circulação que a Sessão
mesma intensidade; isso canaliza energias que nos evolui. Parece ter sentido que tudo isso ocorra, após todos
revigoram e melhoram nosso estado vital. Das vibrações depositarem suas boas energias dentro dela, que, como
energéticas, podemos tirar a Cura Prânica, que utiliza o vimos, servirá para juntar, guardar, reunir alguma coisa. O
prana (energia vital) para o tratamento de diversas M∴de CC∴, que causa o Caos, em seguida, cria o universo,
doenças físicas, emocionais ou mentais, através da reunindo matérias e variadas vibrações energéticas (espírito
imposição das mãos, bastante difundida entre sociedades e matéria): entrega-as ao V∴M∴, que, representando a
iniciáticas, grupos espiritualistas e a própria medicina Sabedoria, abre a Bolsa e as libera, iniciando o processo de
alternativa, onde não há toque no corpo físico, pois todo o harmonização, espiritualização e fortalecimento do egrégora
trabalho é feito no corpo energético ou aura. que envolve o ambiente. Lembrando Charles Webster
A Bíblia nos fala da mão direita de Deus: “Com Leadebeater, “qualquer pessoa que, habitualmente, faça uso
ela, Deus nos sustenta (Salmos 18:35); com ela, opera a de pensamentos puros, bons e fortes estará utilizando-se,
justiça (Salmos 48:10); com ela, dividiu em dois o Mar para tanto, da parte mais alta de seu corpo mental,
Vermelho (Êxodo 15:6); com ela, faz proezas (Salmos raramente utilizada pelo homem comum”. ?
a b
188 Anos de Fundação do GOB*

E
mbora se tenha a Maçonaria brasileira, iniciado grandes conquistas sociais do povo brasileiro, fazendo sua
em 1797, com a Loja Cavaleiros da Luz, criada História se confundir com a própria História do Brasil
na povoação da Barra, em Salvador, Bahia, e, Independente.
ainda, com a Loja União, em 1800, sucedida pela Loja Através de homens de alto espírito público,
Reunião, em 1802, no Rio de Janeiro, só em 1822, quando colocados em arcas importantes da atividade humana,
a campanha pela Independência do Brasil se tornava principalmente, em segmentos formadores de opinião,
mais intensa, é que iria ser criada sua primeira como as Classes Liberais, o Jornalismo e as Forças Armadas
Obediência, com Jurisdição nacional, exatamente com a - o Exército, mais especificamente - O Grande Oriente do
incumbência de levar a cabo o processo de emancipação Brasil iria ter, a partir da metade do século XIX, atuação
política do país. marcante em diversas campanhas sociais e cívicas da nação.
Criado a 17 de junho de 1822, por três Lojas do Assim, distinguiu-se na campanha pela extinção da
Rio de Janeiro - a Comércio e Artes na Idade do Ouro, a escravatura negra no país, obtendo leis que foram abatendo
União e Tranquilidade e a Esperança de Niterói, o escravagismo, paulatinamente; entre elas, a "Lei Eusébio
resultantes da divisão da primeira - O Grande Oriente de Queirós", que extinguia o tráfico de escravos, em 1850, e
Brasileiro teve como seus primeiros mandatários José a "Lei Visconde do Rio Branco", de 1871, que declarava livre
Bonifácio de Andrada e Silva, Ministro do Reino e de as crianças nascidas de escravas daí em diante. Eusébio de
Estrangeiros, e Joaquim Gonçalves Ledo, Primeiro Queirós foi maçom graduado e membro do Supremo
Vigilante. A 4 de outubro do mesmo ano, já após a Conselho do Grau 33º; o Visconde do Rio Branco, como
declaração da Independência, em 7 de setembro, José chefe de Gabinete Ministerial, foi Grão-Mestre do Grande
Bonifácio foi substituído pelo, então, Príncipe Regente Oriente do Brasil. O trabalho maçônico só parou com a
e, logo depois, Imperador D. Pedro I (Irmão abolição da escravatura, a 13 de maio de 1888.
Guatimozim). Este, diante da instabilidade dos A Campanha republicana, que pretendia evitar um
primeiros dias de nação independente, e considerando a terceiro reinado no Brasil e colocar o país na mesma
rivalidade política entre os grupos de José Bonifácio e situação das demais nações centro e sul- americanas,
de Gonçalves Ledo, que se destacava, ao lado de José também, contou com intenso trabalho maçônico de
Clemente Pereira e o Cônego Januário da Cunha divulgação dos ideais da República, nas Lojas e nos Clubes
Barbosa, como o principal líder dos maçons, mandou Republicanos, espalhados por todo o país. Na hora final da
suspender os trabalhos do Grande Oriente, em 25 de campanha, quando a república foi implantada, ali estava
outubro de 1822. um maçom a liderar as tropas do Exército com seu
Somente em novembro de 1831, após a abdicação prestígio: Marechal Deodoro da Fonseca, que viria a ser
de D. Pedro I - ocorrida em 7 de abril daquele ano - os Grão-Mestre do Grande Oriente do Brasil.
trabalhos maçônicos retomaram força e vigor, com a Durante os primeiros quarenta anos da República -
reinstalação da Obediência, sob o título de Grande período denominado "República Velha" - foi notória a
Oriente do Brasil, que nunca mais suspendeu as suas participação do Grande Oriente do Brasil na evolução
atividades. política nacional, através de vários presidentes maçons,
Instalado no Palácio Maçônico do Lavradio, no além de Deodoro: Marechal Floriano Peixoto Moraes,
Rio de Janeiro, a partir de 1842, e com Lojas em Manoel Ferraz de Campos Salles, Marechal Hermes da
praticamente todas as províncias, o Grande Oriente do Fonseca, Nilo Peçanha, Wenceslau Brás e Washington Luís
Brasil, logo tornou-se um participante ativo em todas as Pereira de Souza.
Durante a 1ª Grande Guerra (1914 - 1918), o posterior desvirtuamento desse movimento, que gerou o
Grande Oriente do Brasil, a partir de 1916, através de seu regime autoritário longo demais; luta pela anistia geral dos
Grão-Mestre, Almirante Veríssimo José da Costa, apoiava atingidos por esse movimento; trabalho pela volta das
a entrada do Brasil no conflito, ao lado das nações amigas. eleições diretas, depois de um longo período de governantes
E, mesmo antes dessa entrada, que se deu em 1917, o impostos ao país.
Grande Oriente já enviava contribuições financeiras à E, em 1983, investia na juventude, ao criar a sua
Maçonaria Francesa, destinadas ao socorro das vítimas da máxima obra social: a Ação Paramaçônica Juvenil, de âmbito
guerra, como indica a correspondência, que, da França, nacional, destinada ao aperfeiçoamento físico e intelectual
era enviada ao Grande Oriente do Brasil, na época. dos jovens - de ambos os sexos - filhos ou não de maçons.
Mesmo com uma cisão, que, surgida em 1927, Presente em Brasília - capital do país, desde 1960 -
originou as Grandes Lojas Estaduais brasileiras, onde se instalou em 1978, o Grande Oriente do Brasil tem,
enfraquecendo, momentaneamente, o Grande Oriente do hoje, um patrimônio considerável, e em diversos Estados,
Brasil, este continuou como ponta-de-lança da Maçonaria, além do Rio de Janeiro, e na Capital Federal, onde sua sede
em diversas questões nacionais: anistia para presos ocupa um edifício com 7.800 metros quadrados de área
políticos, durante períodos de exceção, com estado de construída.
sítio, em alguns governos da República; a luta pela Com aproximadamente 2.000 Lojas, cerca de 61.500
redemocratização do país, que fora submetido, desde obreiros ativos (31.12.1999), reconhecido por mais de 100
1937, a uma ditadura, que só terminaria em 1945; Obediências regulares do mundo, o Grande Oriente do
participação, através das Obediências Maçônicas Brasil é, hoje, a maior Obediência Maçônica do mundo latino
europeias, na divulgação da doutrina democrática dos e reconhecida como regular e legítima pela Grande Loja
países aliados, na 2ª Grande Guerra (1939 - 1945); Unida da Inglaterra, de acordo com os termos do Tratado de
participação no movimento que interrompeu a escalada 1935. ?
da extrema-esquerda no país, em 1964; combate ao *Matéria extraída do site www.mestremacom.com.br
a b

O Tempo da Pressa
Carmen Glória Coelho

E
xiste uma pressa esgotante nas pessoas. Pressa no deixando de evitar, assim, tantas perdas, prejuízos e
andar, no falar, ao alimentar-se... Pressa, muita sofrimentos.
pressa... Deixamos de ter tempo para os parceiros dessa nossa
Pressa em conhecer, conquistar, em ter certezas. jornada, diminuídos olhares, multiplicadas queixas e
As mesmas certezas que, pela pressa, exigências, deixando partir experiências únicas como o
revelam-se infundadas. romance, o diálogo afetuoso, o desabrochar dos
Pessoas de todas as idades correm de filhos.
um lado para o outro, buscando o pote de Esquecemos de SER e, apenas,
ouro no fim do arco-íris. queremos TER.
O valioso tempo é ignorado, pois a Continuamos “colonizáveis” trocando
pressa não acredita que ele (o tempo) é todo nosso SER por mercadorias vindas das
sagrado, precioso e insubstituível. “Índias” do consumismo e pelo consumismo
Correndo atrás de tantos “ouros” nas do TER.
nossas vidas, deixamos de ver os verdadeiros Viver bem, com saúde e
tesouros tão ao alcance das nossas mãos. confortavelmente é um direito de todos. A obsessão
Deixamos de olhar nos olhos de quem nos pelo excesso compromete a existência a nível planetário.
trouxe ao mundo tridimensional e de acalmar nossa pressa, O tempo é inexorável e não volta.
nossos desesperos... Faça um inventário da sua vida; há tempo para abraçar
Deixamos de ouvir “os mais velhos” e de aprender seus tesouros e desfrutar do sagrado tempo, enquanto você,
com a sabedoria, que vem a todos com o próprio tempo, ainda, existe. ?
a b
a Livro b
Indico o livro do escritor e acadêmico Ubyrajara de Souza Filho, MI, 33º, com o título “Cognição e Evolução dos
Rituais Maçônicos”, editado pela Ed. “A Trolha”.
a Blog b
Conheçam o Blog da Revista Arte Real http://revistaartereal.blogspot.com/ onde você poderá baixar todas as edições já
publicadas.
a b

O autor é Desembargador Titular da Quarta Câmara Cível do TJRJ,


Professor de Direito e Conferencista em cursos especializados em Perícias
Judiciais, Presidente da Banca de Monografia na Escola de Magistratura – RJ e
Membro da Academia de Letras, Ciências e Artes Ana Amélia – ALCAN-RJ.
“A Obra, como esclarece o próprio autor, está dividida em quatro partes, de forma
a permitir abordagem abrangente, sistêmica, prática e detalhada sobre o tema. Por sua
praticidade, clareza e objetividade, conjugadas ao seu ilustre valor didático e jurídico, a obra
não poderia ser mais oportuna. Com ela o seu ilustre autor preenche uma lacuna que existia
no tema enfrentado, coloca nas mãos dos operadores do Direito um valioso instrumento
profissional e presta mais um relevante serviço à Justiça”. ?
Sérgio Cavalieri Filho
Desembargador do TJ/RJ

Esta obra visa mostrar ao leitor, através de belas crônicas, a


história pitoresca de Cosmópolis, cidade de uma vila dependente,
assim como a maioria das cidades brasileiras. Ostentando futuro
promissor, intensa vida econômica social e estratégica posição
geográfica, essa “cidade-universal” vizinha e antigo Distrito de
Campinas, SP, guarda relatos memoráveis, que recebem tons de lindo
matiz, contados com a mestria de nosso querido Irmão José Honorato
Fozzati.
Vale a pena conferir! ?
a b

A
rte Real é uma Revista maçônica virtual, de publicação mensal, fundada em 24 de fevereiro de 2007, com registro
na ABIM – Associação Brasileira de Imprensa Maçônica – 005-JV, que se apresenta como mais um canal de
informação, integração e incentivo à cultura maçônica, sendo distribuída, diretamente, via Internet, para 15.087 e-
mails de Irmãos de todo o Brasil e, também, do exterior, além de uma vasta redistribuição em listas de discussões, sites
maçônicos e listas particulares de nossos leitores. Sentimo-nos muitíssimo honrados em poder contribuir, de forma muito
positiva, com a cultura maçônica, incentivando o estudo e a pesquisa no seio das Lojas e fazendo muitos Irmãos
repensarem quanto à importância do momento a que chamamos de “¼ de Hora de Estudos”. Obrigado por prestigiar
esse altruístico trabalho.
Editor Responsável, Diagramação, Editoração Gráfica e Distribuição: Francisco Feitosa da Fonseca - M∴I∴ - 33º
Revisão Ortográfica: João Geraldo de Freitas Camanho - M∴I∴ - 33º
Colaboradores nesta edição:
Antônio Rocha Fadista – Carmem Glória Coelho – Jorge Mauro Corrêa Gomes – Paulo Francis Jr.- Valdir Roberto Galdeano
Empresas dos Irmãos Patrocinadores:
Adalberto Domingues Advocacia - Arte Real Software – Bisotto Imóveis - CFC Objetiva Auto
Escola – CONCIV – Corrêa de Souza Advocacia - Decisão Gestão Empresarial - Gerson Muneron
Advocacia - Gráfica Everesty – Honorato (livro) - López y López Advogados – Olheiros.com –
Perícias & Avaliações - Pousada Mantega - Qualizan – Reinaldo Carbonieri Eventos – Reinaldo Pinto
(livro) - Saneartec - Santana Pneus – Studio Allegro.
Contatos: MSN - entre-irmaos@hotmail.com E-mail – revistaartereal@entreirmaos.net
Skype – francisco.feitosa.da.fonseca ( (35) 3331-1288 / 8806-7175
Temos um encontro marcado na próxima edição. Tenham todos uma boa leitura! ?
a b