You are on page 1of 54

Materiais de Construção

• Aula Inaugural

Flávio Ornelas 1
CRITÉRIO DE AVALIAÇÃO
1ª AVALIAÇÃO:
 Listas de exercícios (10%)
 Atividades extras (30%)
 Prova #1 (60%)
1ª Avaliação = 0,1 x Lista de exercícios + 0,3 x Atividades + 0,6 x Prova #1
2ª AVALIAÇÃO:
 Seminários (10%)
 Ensaio de laboratório (30%)
 Prova #1 (60%)
2ª Avaliação = 0,1 x Seminários + 0,3 x Ensaios + 0,6 x Prova #1

 Para ser aprovado na disciplina, o aluno deverá ter média igual ou


superior a 6,0 das duas avaliações e não ter número de faltas superior a
25% do total de atividades efetivamente realizadas.
EXAME FINAL
 Faltas abonadas somente com documentação protocolada (gravidez,
exercício militar, etc.)
 Faltas justificadas: Atestados médicos, etc.

Flávio Ornelas 2
REGRAS

1. As aulas são ministradas com a projeção de slides, sendo todos os conceitos


principais explicados e exemplificados em aula, devendo o aluno buscar através da
LEITURA E ESTUDO DOS LIVROS indicados a complementação/sedimentação dos
conhecimentos.
A chamada será feita ao final da aula.
• Haverá uma tolerância de 10 minutos.
• Fica proibido o uso de qualquer equipamento eletrônico durante a aula
(ex.: notebook, Tablets, celulares, etc.). Somente se for para uso da disciplina
• Fica proibido atividades dentro da sala de aula que não condizem com as da
disciplina.
Atendimento a alunos extra aula: e-mail: flavioornelas@itfo.edu.br
Segunda a sexta-feira das 8:00 às 12:0 horas e das 14:00 às 18 horas (exceto nos
horários de aula ou atividades da coordenação e laboratório) e noites que for
agendado.

Flávio Ornelas 3
INTELÊNCIA EMOCIONAL
A sabedoria é o
conhecimento submetido ao
julgo da Ética e da Moral Sabedoria

PROCESSO DE APRENDIZAGEM
O conhecimento é a
informação analisada,
compreendida e incorporada Conhecimento
(apreendida no cérebro)

INTELÊNCIA FORMAL
A informação é o dado
em seu estado bruto,
captado pelos sentidos Informação
e registrado.

Inteligência: medida da eficiência


do cérebro para adquirir
conhecimento e sabedoria
Aprendizagem Aprendizagem
facilitada autodidata
Se não aprender?

Adianta passar sem


ter o conhecimento?

Você entraria num


avião feito pelos
seus alunos?
Se eles chegarem a fazer
um avião, não vai voar!
Temos vagas para:
Vendedor de cachorro quente.

Requisitos:
Técnico em
Edificações,
Pacote Office,
Inglês é um diferencial!
Abordagem Empírica  Abordagem semi-empírica
 Abordagem científica

OBSERVAÇÃO MECANISMOS

PREVISÕES MODELOS

Evolução de Teorias
• Mecânica dos Fluidos (Euler, Bernoulli - Séc. XVIII).
• Mecânica dos Sólidos:
– Teoria da Elasticidade (Navier, Cauchy, Poisson - metade Séc. XIX)
– Teoria da Plasticidade (von Karman, Harr, von Mises, Drucker, Pragger,
outros - início séc XX)
• Teoria dos Estados Críticos (Roscoe, Schofield, Wroth, anos 60)
Critério de
Designação Descrição Exemplos
classificação
Materiais que constituem os Concreto
Materiais estruturais elementos resistentes de uma Aço Pedra
construção. Madeira
Materiais que ocupam o
Materiais de Tijolo
espaço entre os elementos
enchimento cerâmico
estruturais.
Relativamente à aplicação

Materiais que revestem os


Materiais de Argamassa
materiais estruturais e os
revestimento Tinta
materiais de enchimento
Materiais utilizados para
Materiais de Poliestireno
melhorar o desempenho
isolamento térmico Cortiça
térmico dos edifícios
Materiais utilizados para
Materiais de
melhorar o desempenho Cortiça
isolamento acústico
acústico dos edifícios
Materiais utilizados para
Materiais Betumes,
impermeabilizar elementos de
impermeabilizantes asfalto
construção
Símbolos gregos utilizados na Engenharia
Os problemas usuais em engenharia são definidos por formulações
matemáticas, as quais, usualmente, utilizam letras do alfabeto grego. É, pois,
necessário, seu conhecimento para as práticas comuns da Engenharia.
Sistemas de unidades utilizadas na
Engenharia
Prefixos de unidades de grandeza
Relações e
conversões