You are on page 1of 29

A vida e obra de António Teixeira Lopes

z
Á Luz da
Astrologia
Isabel Guimarães
z “Aos doze dias do mês de Novembro do ano de mil oitocentos e
sessenta e seis, n’ esta freguesia de Villa Nova de Gaia e Igreja
Parochial de Santa Santa Marinha, Concelho de Gaia e Diocese de
Porto. Eu José de Magalhães Campello (…) baptizei e puz os Santos
Óleos a um individuo de sexo masculino a que dei nome de António que
nasceu nesta freguesia às oito horas da noute do dia vinte sete de
outubro do ano de mil oitocentos e sessenta e seis. (…)”

Morte 21 de junho de 1942 (75 anos)


z

z Casa Museu António Teixeira Lopes


z z
Créditos Fotografias:

Retrato Pais de António Teixeira Lopes, por António


Teixeira Lopes – Foto Casa-Museu Teixeira Lopes
Era filho do escultor José
Joaquim Teixeira Lopes e de
Raquel Pereira de Melo
Fernandes Meireles Teixeira
Lopes; irmão
do arquitecto José Teixeira
Lopes, seu colaborador em
muitos trabalhos e na
construção da sua grande
z casa.

em conformidade com a assento de


batismo (nº 228)

Até 1911 não houve alteração de fuso


horário
Transcrição de alguns parágrafos das memórias de António Teixeira Lopes com algumas reflexões do mestre acerca das pinturas realizadas
por José Veloso Salgado:

· Retrato Raquel Pereira Meireles por Veloso Salgado - sobre este trabalho, nas suas memórias António Teixeira Lopes, escreveu:

“Nessa ocasião, hospedado em nossa casa, aproveitou para fazer o retrato da minha mãe. Este retrato é uma pura maravilha, digna de qualquer
museu. Duma semelhança absoluta, a técnica nada deixa a desejar.

Salgado era muito amigo da minha mãe que também o estimava deveras. Por isso, neste belo trabalho, está a alma retratada e a alma do seu
inspirado pintor.”

z z
· Retrato António Teixeira Lopes por Veloso Salgado – sobre este trabalho, nas suas memórias António Teixeira Lopes, escreveu:

“Quantas vezes me fico em contemplação diante da minha imagem aos vinte anos, imortalizada pelo génio do grande pintor português... Já não sou
eu, mas que importa isso!? Fui assim, e Salgado marcou tudo na sua tela, até mesmo a amizade!

Quanto te agradeço, meu querido artista e meu companheiro de sempre! O teu belo quadro será regalo para mim até aos últimos tempos, e
mostrará depois, às gerações a vir, o teu incontestável merecimento.”

Trechos retirados do livro: LOPES, António Teixeira (1968) – Ao correr da pena . Memórias de uma Vida…. Gaia: Câmara Municipal Vila Nova
de Gaia.
z Solz
em Escorpião conjunto a
Saturno casa V

Sol trígono a Lua e a Úrano

O que nos diz?


z
z z

Claude Debussy (musica) | Isadora Duncan (dança) |


Pintores: Picasso | Van Gogh | Matisse |
Henry Ford (automóveis)
Albert Einstein (Físico)
Regentes de
Escorpião– Plutão e
Marte

Plutão em Touro -
z Geracional

Marte em Caranguejo
marca de ação e
ligação as origens
z z
Nodo Norte em Balança – casa IV


Nodo Norte em Balança –
casa IV

…confere capacidade na arte


dos relacionamentos apesar
de sua vontade de querer
encontrar solução para as
z suas necessidades e desafios
sozinho (nodo sul em
Carneiro)…
z zPoema de Ludovina Frias de Matos
dedicado a Teixeira Lopes, publicado no
jornal «Mulheres do Norte». Com retrato
da poetisa.
z

Dsc – em Sagitário

relacionamentos,
Parcerias os outros –
casa VII
Estudo para a escultura "Sobre
a nudez crua da verdade, o
manto diáfano da fantasia".

Estudo para escultura : Cristo carregando a cruz

z z
Alguns
estudos

Estudo para a escultura


"A Fonte do Garoto"

Estudo para a escultura de Caim.


zAsc – em Gémeos

Estudos,
aprendizagens, talentos

Regente em Escorpião
na casa do serviço –
casa VI
Construída 1895, séc. XIX, projecto
do arquitecto José Teixeira Lopes
(irmão), para residência e oficina de
escultura de António Teixeira Lopes

z z Casa Museu Teixeira Lopes


remontam a 1933, quando o
Escultor e Proprietário
António Teixeira Lopes
delibera a “doação” onerosa
da casa e todo o seu espólio
ao município de Vila Nova de
Gaia, permanecendo como
diretor até à sua partida
z MC – em Peixes

Regente na casa XI em
Carneiro

Doação, coletivo, liderança,


pioneirismo

Júpiter em Capricórnio,
história, raízes, estrutura,
crescimento – casa VIII
(regente Escorpião)
z
Técnica de Previsão
Progressão Secundária
Arco Solar
Créditos Fotografias:Retrato do Escultor Teixeira
Lopes, no seu atelier em Paris, Rue Denfert
Rocheraux (1889), Veloso Salgado(Casa-Museu
Teixeira Lopes)– Foto Casa-Museu Teixeira
Lopes;)
zIniciou a aprendizagem de
escultura na oficina de seu
pai em 1881. Em 1882
ingressou na Academia
Portuense de Belas-Artes,
onde foi aluno de Soares dos
Reis e Marques de Oliveira.
z
z1885, quando frequentava o
terceiro ano do curso, foi
para Paris completar os
estudos. Ingressou na École
des Beaux-Arts, onde teve
como orientadores Gauthier
e Berthet, obtendo vários
prémios. Nos anos seguintes
continuou a apresentar
trabalhos em exposições (em
Portugal e França)…
z
▪ Alguns prémios e condecorações recebidas por António Teixeira Lopes

▪ António Teixeira Lopes foi condecorado pela Legião de Honra Francesa (1901, 1906
e 1935) e, pelo Governo Português, com a Grã-Cruz da Ordem de Santiago da
Espada (1934).

▪ A obra de Teixeira Lopes foi repetidamente galardoada, como são exemplo: a


medalha de ouro na Exposição Internacional de Berlim (1896); o Grand-Prix na
Exposição Universal de Paris (1900); o grande prémio na Exposição Universal de
Saint Louis (EUA, 1904); ou o grande prémio na Exposição Internacional do
Centenário da Independência (Brasil, 1922), entre outros.
▪ A obra do Escultor António Teixeira Lopes à Luz da Astrologia, leva-nos a uma reflexão de
como os padrões da arte da simbologia na astrologia, uma área com mais de 4 mil anos,
nos podem levar a correlação de arquétipos, onde o desenvolvimento do Ser trás a sua
impressão cósmica, assim como os ciclos da vida ligados aos ciclos das estações, com os
seus movimentos planetários que nos guiam no sentido da AUTOREALIZAÇÃO.
z

Algumas das suas


obras
z

Actualmente é Casa-Museu, detentora de valiosas obras de arte e de uma colecção importante de esculturas de bronze, mármore e maquetas de
gesso da autoria de Teixeira Lopes (1866-1942).

z
Galerias Diogo de Macedo, em edifício anexo, de construção mais recente, inauguradas em 1975, no decorrer à compra de grande parte da obra
coleção deste artista, à Viuva do artista por parte da Câmara Municipal de Gaia

As Galerias Diogo de Macedo: Abel Salazar, Sarah Afonso, Almada Negreiros, Dário Guimarães, Amadeo Souza Cardoso, Modigliani, Sousa
Costa, Francisco Franco, Emérico Nunes, Joaquim Lopes, Domingos Sequeira, Heiitor Cramez, Frederico Aires, José Tagarro, Manuel Bentes,
Milly Possoz, Diego Rivera, Domingos Alvarez. Álvaro de Brée, Barata Feyo e Leopoldo de Almeida.
z

z
z O

z
A

Related Interests