You are on page 1of 169

PORTUGUÊS PARA CONCURSOS

| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro


OS: 0174/2/17-Gil

CONCURSO: DETRAN

00. Apresentação...................................................................................................................01
01. Interpretação de textos. .................................................................................................02
02. Classes de palavras. .........................................................................................................21
03. Regência Verbal e Nominal. ............................................................................................34
04. Crase. ...............................................................................................................................59
05. Concordância Verbal. ......................................................................................................68
06. Concordância Nominal. ...................................................................................................84
07. Pontuação. .......................................................................................................................90
ASSUNTO: 08. Significação das Palavras...............................................................................................106
09. Sintaxe da Oração e do Período. ...................................................................................110
10. Uso do “PORQUE”. ........................................................................................................131
11. Funções do SE. ...............................................................................................................133
12. Vozes verbais. ................................................................................................................135
13. Acentuação gráfica. .......................................................................................................140
14. Exercícios finais FCC. .....................................................................................................148
15. Dicas de viagem..............................................................................................................152
16. SLIDES.............................................................................................................................155

00. Apresentação sugiro a última, uma vez que ela é rica em exercícios e traz
base teórica na medida certa. Também sugiro a aquisição
Esta apostila foi idealizada com o propósito de fazer com
do Dicionário Houaiss, o melhor disponível no mercado.
que você consiga estudar sozinho e com o máximo de
rendimento. Procure ler com atenção as dicas, as
*******
observações e, principalmente, não deixe de fazer todos os
Eli Castro é graduado pela Universidade Estadual do Ceará
exercícios que aqui aparecem.
(UECE) com licenciatura em Língua Portuguesa, Literatura e
Língua Espanhola. Foi professor de espanhol do Núcleo de
Desejo toda a sorte do mundo a você. E tenha sempre em
Línguas da UECE entre os anos de 2002 e 2005. É mestre em
mente que estudar, agora, é um trabalho. Por isso, não
Literatura Brasileira Contemporânea pela Universidade
chegue tarde, não falte, não durma em serviço e sempre
Federal do Ceará (UFC), onde foi professor substituto entre
procure bater metas. Assim, o sucesso é só uma questão de
os anos de 2008 e 2010. É professor dos principais cursinhos
tempo. Sincero abraço!
preparatórios para concursos em Fortaleza. Leciona,
Eli Castro.
também, em cursos de pós-graduação em faculdades
particulares. Atualmente, prepara projeto de doutorado
********
com fortes inclinações para a psicanálise e a filosofia da
Esta apostila está fundamentada nas seguintes gramáticas:
linguagem.
Nova Gramática do Português Contemporâneo, de Celso
Cunha & Lindley Cintra; Nova Gramática da Língua
Portuguesa, de Evanildo Bechara; Novíssima Gramática da
Língua Portuguesa, de Domingos Paschoal Cegalla,
Gramática para Concursos, de Marcelo Rosenthal e A
Gramática para concursos, de Fernando Pestana. Das cinco,
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
1
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

01. Interpretação de textos É com base nessa dinâmica que o candidato pode
chegar a uma conclusão satisfatória.
RELEVÂNCIA DO ASSUNTO EM PROVAS: Altíssima.
Vamos agora explorar esse triângulo de forma
Muitas vezes, até as questões de gramática dependem da
mais aprofundada. Comecemos pela ponta da figura: o
interpretação do texto lido.
texto. Sugiro, ao ler pela primeira vez o texto da prova, que
você fique atento a tudo, que se desligue do mundo a sua
DICA: Resolva o máximo de questões que você puder. Se
volta e entre no mundo do texto. Se possível, grife, circule
você resolver três questões por dia, em um mês você estará
ou faça qualquer outra marcação quando vir algo que lhe
muito mais atento e menos vulnerável a perder questões,
chame a atenção, algo inusitado ou alguma coisa que você
de um certo modo, simples.
não tenha entendido direito. Esse procedimento faz com
que o candidato ganhe tempo, já que não precisará mais
DICA DE ESTUDO: Leia, com bastante atenção, a técnica
ficar procurando aquela palavra esquisita ou expressão
que apresento na sequencia. Não subestime esse tema.
importante que acabara de ler.
Muitos alunos pensam que, para se sair bem nas questões
de interpretação, basta fazer uma boa leitura. Isso não é Continuemos, agora, com a parte de baixo da
verdade. Há mais coisas que envolvem o gesto de figura: o enunciado. Ler e interpretar o enunciado de uma
interpretar um texto que se encontra numa prova de questão é fundamental. Contudo, esse sucesso depende de
concurso. Há detalhes sutis nos enunciados e nos próprios um simples procedimento: encontre o “comando” da
itens. O texto, curiosamente, é o menos perigoso de todos questão. Chamo “comando” determinada palavra ou
os elementos que envolvem a interpretação. expressão que, disfarçadamente ou não, orienta o
candidato a encontrar o item correto. O “comando”, não
POSSIBILIDADE DE CAIR NA PROVA: Alta. Às vezes, sendo encontrado ou simplesmente esquecido ─ ou mesmo
metade da prova é de interpretação de textos. Por isso, abandonado pelo candidato ─, pode trazer vários prejuízos.
esse assunto não pode ser deixado de lado. Por isso, sugiro que você grife o “comando” e não se
desligue dele um só instante. Assim, sempre que terminar a
STATUS: Em sala e com o professor. leitura de um item, volte ao “comando” para, só depois,
começar a leitura do próximo item. Repita esse
procedimento até o item “E”. Dessa maneira, você terá
■ ENTENDENDO O QUE É INTERPRETAR TEXTOS PARA indicativos muito mais satisfatórios para julgar uma
UMA PROVA DE CONCURSO. questão.

O que é interpretar um texto? Como se deve Vamos fazer, agora, um pequeno teste. Você lerá,
proceder quando se está diante de um conjunto de ideias em seguida, alguns enunciados extraídos de provas reais.
arquitetadas em parágrafos? A interpretação seria um No final deste capítulo, há as respostas. Seu objetivo é
procedimento igual, sempre, independente do texto e da identificar e grifar os “comandos” de cada um deles.
situação em que está inserido o leitor? Antes de responder
Boa sorte.
a essas interessantes perguntas, comecemos por uma
delimitação inevitável: quando se está numa situação de 01- A analogia estabelecida pelo autor entre a importância
prova, não se interpreta apenas o texto, mas tudo aquilo do computador e a da primeira Revolução Industrial
que o envolve e o evidencia. Estou querendo dizer que, deriva do fato de que, em ambos os casos... (FCC).
numa prova de concurso, não basta ler atentamente o
texto que ali se encontra, mas sim considerar que os
enunciados das questões e os itens (A, B, C, D e E) também 02- Nessa carta aberta, Einstein demonstra acreditar que a
fazem parte do processo interpretativo. Dessa forma, o ONU... (FCC).
candidato deve ter a consciência de que seu êxito nas
questões de interpretação depende fundamentalmente da 03- O único elemento que não faz parte da estratégia
triangulação representada a seguir: argumentativa do texto lido é... (Funrio).

Texto 04- Marque a paráfrase do texto de Darcy Ribeiro isenta


de erros (ESFAF).

05- Assinale a opção que apresenta inferência coerente


com as ideias do texto (Esaf).

06- É correto deduzir das afirmações do texto que (FCC).


Enunciado Itens

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
2
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

07- De acordo com o texto II, a única palavra que NÃO churrasco, uma série de palavras surgirá para compor
pertence ao campo semântico de “camelô” é... esse “campo”: carne, sal grosso, cerveja, festa, brinde,
(Funrio). família, amigos, música etc. Já para a palavra
concurso, outro grupo de palavras aparece: prova,
08- A afirmação que está no título do texto faz referência apostila, questões, aula, professor, estudo, disciplina
etc. Ou seja: campo semântico é um espaço virtual
ao fato de que, para o autor, (FCC).
para o qual um grupo afim de palavras converge.
Supondo que você já tenha ido conferir as
11. Elemento anafórico: consideremos a seguinte texto
respostas, vale a pena insistir um pouco mais nesses
“Lula não virá mais a Fortaleza, pois o Presidente está
segundo momento do triângulo. Às vezes, sentimos grande
muito atarefado. Sua viagem à capital cearense fica
dificuldade em interpretar os enunciados por conta de
adiada para o segundo semestre”. Note que
determinadas palavras ou expressões que não são de uso
“Presidente” e “Capital cearense” retomam, ou seja,
comum em nosso cotidiano. É o caso, por exemplo, de
fazem referência aos termos Lula e Fortaleza. Assim,
palavras como “inferir”, “aferir”, “subjacente”, “antitético”,
diz-se que estamos diante de elementos anafóricos, já
“coesão”, “nexo”, “léxico”, “lexical”; e de expressões como
que eles - sem promover repetição - “apontam” para
“campo semântico”, “elemento anafórico”, “elemento
palavras que já foram mencionadas. É o que
catafórico”, dentre outras. Por esse motivo, é fundamental
chamamos de anáfora.
que você saiba o que significa cada uma dessas palavras ou
expressões. Abaixo, coloco - de forma resumida - o 12. Elemento catafórico: usa o mesmo princípio do
significado das que citei anteriormente. anafórico, só que, em vez de “apontar” para trás,
“aponta” para frente. Por exemplo: “Ele disse que
1. Inferir: concluir a partir de indícios textuais; é uma
nunca mais voltaria ali, Fortaleza”. Note que o
espécie de dedução mais elaborada, em que você usa
elemento gramatical “ali” faz referência ao termo que
até as suas experiências de vida para realizá-la.
surge imediatamente após. Daí termos uma catáfora.
2. Depreender: embora signifique a mesma coisa que
“inferir”, em provas, esse verbo acaba sendo utilizado
de maneira um pouco diferente. Depreender é, na Há outras muitas palavras que podem surgir ao
visão de muitas bancas, colher (coletar) o que está no longo dos enunciados. Sua postura, agora, é procurar saber
texto. Só que essa coleta não é simples (óbvia), é o que elas significam para que sua interpretação seja
como se você precisasse de uma lupa para enxergar plausível. Tenha sempre consigo um bom dicionário.
aquilo que está bem escondido no texto. Depreender
é, portanto, um tipo específico de inferência. Bom, já estamos quase no fim desse capítulo. A
última parte do triângulo que nos falta é da dos itens.
3. Aferir: pôr em confronto; investigar as diferenças; Talvez seja esta a parte mais complicada do processo de
examinar a fundo. interpretação, uma vez que ela é a que costuma tirar a
concentração dos candidatos com mais frequência. Por
4. Subjacente: aquilo que fica por baixo; ou, que vem de qual seria o motivo? Isso ocorre porque, geralmente, o
baixo. candidato se desliga do “comando”. Lembre-se sempre de
que seu objetivo é ligar o item correto ou o falso ao que
5. Antitético: que conclui ou encerra antítese, ou seja, propõe o enunciado da questão. E, para que isso funcione
contrariedade. bem, sugiro que você descarte os itens “podres” o quanto
antes. O que são itens “poderes”? São aqueles que
6. Coesão: ligação entre os elementos dos um texto.
destoam muito do “comando” da questão. Normalmente,
7. Nexo: algumas organizadoras, como a Conesul, usam eles fogem ao assunto do texto, usam palavras generalistas
essa palavra como sinônimo de conjunção. como “apenas”, “tudo”, “nada”, “somente”, “jamais” etc.,
trazem comentários cheios de palavras bonitas ou de
8. Léxico: conjunto de palavras de determinada língua. efeito, ou, finalmente, dizem uma verdade sobre o texto,
Ou seja, quando uma questão envolver essa palavra, mas uma verdade que não é a que a questão deseja saber.
pense logo num dicionário, já que é lá que estão as Muita atenção para este último caso!
palavras do léxico da língua portuguesa.
Por fim, um último esclarecimento sobre
9. Campo lexical: que vem do léxico. interpretação é inevitável: se você tiver sido um bom leitor
ao longo de sua carreira escolar e acadêmica, suas chances
10. Campo semântico: cada contexto comunicativo exige são bem significativas, e crescem mais ainda quando você
um tipo de campo semântico (ou território de segue as dicas dadas acima. Por outro lado, se seu contato
sentido). Nele, as palavras assumem significados com a leitura não tiver sido dos mais satisfatórios, sugiro
próprios. Por exemplo: ao se pensar em fazer um que você estude mais, resolva mais exercícios e não tenha
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
3
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

medo de ler. Somente a prática dirigida e orientada pode Muitas histórias mostram como são os figurantes anônimos
fazer com que você, em pouco tempo, recupere o tempo que fazem a história, ou como, no fim, é a boa consciência
perdido. que move o mundo. Mas uma das pessoas do grupo em que
conversávamos sobre esses anônimos discordou dessa tese,
Boa sorte! e disse que a entrada do lenhador simbolizava um problema
da humanidade, que é a dificuldade de conseguir
Eli castro. empregados de confiança, que façam o que lhes for pedido.
RESPOSTAS DO TESTE (Adaptado de Luiz Fernando Verissimo, Banquete com os deuses)
01- analogia / deriva do
02- demonstra 1. O autor do texto considera que, em muitas histórias,
03- estratégia argumentativa certos personagens anônimos
04- paráfrase
05- inferência (A) revestem-se de um caráter eminentemente
06- deduzir simbólico, ainda que secundário para o
07- campo semântico desenvolvimento da trama.
08- faz referência a (B) representam a desordem do acaso, entendido
este como o destino que os deuses escolhem
para a história humana.
EXERCÍCIOS DE INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS. (C) equiparam-se a símbolos reincidentes, como o
Príncipe, para melhor sublinharem o
EXERCÍCIOS 01 ensinamento de uma fábula.
(D) têm crucial relevância para a história, ainda que
relegados à obscuridade de transitórios
TEXTO I figurantes.
(E) tornam-se irrelevantes depois de seu
Os anônimos desempenho, na sequência de eventos
independentes de sua participação.
Na história de Branca de Neve, a rainha má consulta o seu
espelho e pergunta se existe no reino uma beleza maior do 2. O autor do texto levanta a seguinte hipótese para
que a sua. Os espelhos de castelo, nos contos de fada, são justificar o modo pelo qual personagens como o
um pouco como certa imprensa brasileira, muitas vezes lenhador são anônimos em muitas histórias: eles
dividida entre as necessidades de bajular o poder e de seriam vistos como responsáveis por
refletir a realidade.O espelho tentou mudar de assunto, mas
finalmente respondeu: “Existe”. Seu nome: Branca de Neve. (A) uma escolha pessoal e independente, que não
deixa de afrontar uma instância superior já
A rainha má mandou chamar um lenhador e instruiu-o a estabelecida.
levar Branca de Neve para a floresta, matá-la, desfazer-se (B) atos de subversão e anarquia, dado que, para
do corpo e voltar para ganhar sua recompensa. Mas o atender a vontade dos deuses, ignoram a dos
lenhador poupou Branca de Neve. Toda a história depende homens.
da compaixão de um lenhador sobre o qual não se sabe (C) decisões éticas basicamente preocupadas em
nada. Seu nome e sua biografia não constam em nenhuma conciliar a justiça terrena e a vontade divina.
versão do conto. A rainha má é a rainha má, claramente um (D) uma escolha irracional, justificável pela precária
arquétipo, e os arquétipos não precisam de nome. O condição cultural que os caracteriza.
Príncipe Encantado, que aparecerá no fim da história, (E) uma reação de tal modo imprevisível que
também não precisa. É um símbolo reincidente, talvez nem impossibilita uma sequência lógica de eventos.
a Branca de Neve se dê ao trabalho de descobrir seu nome.
Mas o personagem principal da história, sem o qual a 3. Deve-se deduzir do texto que a razão pela qual os
história não existiria e os outros personagens não se arquétipos não precisam de nome é que
tornariam famosos, não é símbolo de nada. Ele só entra na
trama para fazer uma escolha, mas toda a narrativa fica em (A) seu papel, tal como o do lenhador, já está
suspenso até que ele faça a escolha certa, estabelecido pelo Destino.
pois se fizer a errada não tem história. O lenhador (B) sua importância, como a do lenhador, é casual,
compadecido representa dois segundos de livre-arbítrio que servindo para acentuar o realismo da narrativa.
podem desregular o mundo dos deuses e dos heróis. Por (C) sua significação, tal como a do Príncipe
isso é desprezado como qualquer intruso e nem aparece nos Encantado, já está estabelecida pela tradição das
créditos. histórias.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
4
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

(D) sua função, tal como a da imprensa, é oscilar se devem esperar exames de consciência mais profundos ou
entre a necessidade pública e o interesse atos de contrição mais espetaculares, mas o
privado. instinto de sobrevivência também é um caminho para a
(E) sua relevância, tal como a da rainha má, está em virtude.
representar uma rápida indecisão.
O horror de 11/9 teve o efeito paradoxalmente contrário de
4. Considerando-se o contexto, traduz-se me fazer acreditar mais na humanidade. A questão é: o que
adequadamente o sentido de um elemento do texto acabou em 11/9 foi prólogo, exatamente, de quê? Seja o
em: que for, será diferente. Inclusive por uma questão de moda,
já que ninguém vai querer ser chamado de “dez de
__
(A) dividida entre as necessidades (1º parágrafo) setembro” na rua.
açodada pelos desejos.
(B) de bajular o poder e de refletir a realidade (1º (Luis Fernando Verissimo, O mundo é bárbaro)
__
parágrafo) de cortejar a instância superior e
obliterar o real. 5. Já se afirmou a respeito de Luis Fernando Verissimo,
(C) Toda a história depende da compaixão (2º autor do texto aqui apresentado: "trata-se de um
__ escritor que consegue dar seriedade ao humor e
parágrafo) toda a narrativa suscita um
compadecimento. graça à gravidade, sendo ao mesmo tempo
__ humorista inspirado e ensaísta profundo".
(D) É um símbolo reincidente (2º parágrafo)
simboliza uma reiteração. Essa rara combinação de planos e tons distintos pode
(E) só entra na trama para fazer uma escolha (2º ser adequadamente ilustrada por meio destes
__ segmentos do texto:
parágrafo) não participa do enredo senão para
assumir uma opção.
I. Que penteado mais dez de setembro! e Os
Estados Unidos descobriram um sentimento
inédito de vulnerabilidade.
TEXTO II II. Um pouco como Deus – o primeiro autocrítico –
fez depois do Dilúvio e o instinto de sobrevivência
Pós-11/9 também é um caminho para a virtude.
III. Fatos inaugurais como o 11/9 também permitem
Li que em Nova York estão usando “dez de setembro” como às nações se repensarem e não se devem esperar
adjetivo, significando antigo, ultrapassado. Como em: “Que exames de consciência mais profundos.
penteado mais dez de setembro!”. O 11/9 teria mudado o Em relação ao texto, atende ao enunciado desta
mundo tão radicalmente que tudo o que veio antes – questão o que se transcreve em
culminando com o day before [dia anterior], o último dia
das torres em pé, a última segunda-feira normal e a (A) I, II e III.
véspera mais véspera da História – virou preâmbulo. (B) I e II, apenas.
Obviamente, nenhuma normalidade foi tão afetada quanto (C) II e III, apenas.
o cotidiano de Nova York, que vive a psicose do que ainda (D) I e III, apenas.
pode acontecer. Os Estados Unidos descobriram um (E) II, apenas.
sentimento inédito de vulnerabilidade e reorganizam suas
prioridades para acomodá-las, inclusive sacrificando alguns 6. Considerando-se o contexto, traduz-se
direitos de seus cidadãos, sem falar no direito de cidadãos adequadamente o sentido de um segmento em:
estrangeiros não serem bombardeados por eles. Protestos
contra a radicalíssima reação americana são vistos como (A) significando antigo, ultrapassado (1º parágrafo)
__
irrealistas e anacrônicos, decididamente “dez de setembro”. conotando nostálgico, recorrente.
(B) reorganizam suas prioridades para acomodá-las
__
Mas fatos inaugurais como o 11/9 também permitem às (1º parágrafo) ratificam suas metas para as
nações se repensarem no bom sentido, não como estabilizarem.
submissão à chantagem terrorista, mas para não perder a (C) atos de contrição mais espetaculares (2º
__
oportunidade do novo começo, um pouco como Deus – o parágrafo) demonstrações mais grandiosas de
primeiro autocrítico – fez depois do Dilúvio. Sinais de arrependimento.
revisão da política dos Estados Unidos com relação a Israel (D) teve o efeito paradoxalmente contrário (2º
__
e os palestinos são exemplos disto. E é certo que nenhuma parágrafo) decorreu de uma irônica
reunião dos países ricos será como era até 10/9, pelo contradição.
menos por algum tempo. No caso dos donos do mundo, não (E) foi prólogo, exatamente, de quê? (3º parágrafo)
__
a que mesmo serviu de pretexto?

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
5
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

7. Ao comentar a tragédia de 11 de setembro, o autor Esses homens e mulheres-placa não se comparam sequer
observa que ela ao guardador de carros, que precisa impor certa presença
ao cliente incauto. Estão ali graças à sua inexistência social.
(A) foi uma espécie de prólogo de uma série de Só que sua função, paradoxalmente, é a de serem vistos;
muitas outras manifestações terroristas. um cabelo azul, um gesto repetitivo apontando o caminho
(B) exigiria das autoridades americanas a adoção de já bastam.
medidas de segurança muito mais drásticas que
as então vigentes. (Adaptado de: Marcelo Coelho, www.marcelocoelho.folha.
blogspot.uol.com)
(C) estimularia a população novaiorquina a tornar
mais estreitos os até então frouxos laços de
solidariedade.
(D) abriu uma oportunidade para que os americanos 8. Os homens e mulheres-placa, no desempenho de sua
venham a se avaliar como nação e a trilhar um função, evidenciam o paradoxo
novo caminho.
(E) faria com que os americanos passassem a (A) da reduzida eficácia que esse antigo e bem-
ostentar com ainda maior orgulho seu decantado sucedido recurso publicitário obtém nos dias
nacionalismo. atuais.
(B) de se preservar o romantismo do passado na
TEXTO III utilização de uma técnica moderna de
comunicação.
Os homens-placa (C) de se chamar a atenção para a ostensiva
presença pública de quem está imerso no
Uma cabeleira cor-de-rosa ou verde, um nariz de palhaço, anonimato.
luvas de Mickey gigantescas, pouco importa. Eis que surge (D) da teimosa insistência dos empreendedores
numa esquina, e replica-se em outras dez, o personagem financeiros numa anacrônica tática de vendas.
mais solitário de nossas ruas, o homem-placa das novas (E) da resignação com que fazem de seus próprios
incorporações imobiliárias. Digo homem-placa, não porque corpos matéria de propaganda imobiliária.
ele seja vítima do velho sistema de ficar ensanduichado
entre duas tábuas de madeira anunciando remédios ou 9. Atente para as seguintes afirmações:
espetáculos de teatro, nem porque, numa versão mais
recente, amarrem-lhe ao corpo um meio colete de plástico I. Destituídos de qualquer qualidade pessoal, os
amarelo para avisar que se compra ouro ali por perto. Ele é homens- placa, em sua função mais recente,
homem-placa porque sua função é mostrar, a cada funcionam como meros sinalizadores físicos da
encruzilhada mais importante do caminho, a direção certa localização dos negócios.
para o novo prédio de apartamentos que está sendo II. No terceiro parágrafo, as referências à Estátua
lançado. da Liberdade, Marilyns e Kennedys mostram
como a propaganda se vale de imagens
Durante uma época, a prática foi encostar carros estereotipadas para incutir prestígio em certos
velhíssimos, verdadeiras sucatas, numa vaga de esquina, produtos.
colocando o anúncio do prédio em cima da capota. O efeito III. A despersonalização a que se submetem os
era ruim, sem dúvida. Como acreditar no luxo e na distinção homens e mulheres-placa só não é maior do que
do edifício Duvalier, com seu espaço gourmet e seu a que sofre um guardador de carros.
depósito de vinho individual, se todo o sonho estava
montado em cima de um Em relação ao texto, está correto o que se afirma em
Opala 74 cor de tijolo com dois pneus no chão?
(A) I, II e III.
Eliminaram-se os carros-placa, assim como já pertencem ao (B) I e II, somente.
passado os grandes lançamentos performáticos do mercado (C) I e III, somente.
imobiliário. A coisa tinha, cerca de dez anos atrás, (D) II e III, somente.
proporções teatrais. Determinado prédio homenageava a (E) II, somente.
Nova York eterna: mocinhas eram contratadas para se
fantasiarem de Estátua da Liberdade, com o rosto pintado 10. Considerando-se o contexto, traduz-se
de verde, a tocha de plástico numa mão, o folheto colorido adequadamente o sentido de um segmento em:
na outra. Ou então era o Tio Sam, eram Marilyns e __
Kennedys, que ocupavam a avenida Brasil, a Nove de Julho, (A) replica-se em outras dez (1º parágrafo)
as ruas do Itaim. contesta-se em dez outras.
__
(B) incorporações imobiliárias (1º parágrafo)
admissões de imóveis.
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
6
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

__
(C) lançamentos performáticos (3º parágrafo) a menos que alguma coisa desse errado, esses milagres de
propulsões cuidadosas. tecnologia científica não exigiam mais que um mínimo de
__
(D) impor certa presença (4º parágrafo) submeter atenção e uma capacidade um tanto maior de concentrada
a aparência. tolerância ao tédio.
__
(E) graças à sua inexistência social (4o parágrafo)
devido à falta de sua identidade pública. Para fins práticos, a situação do operador de caixa do
supermercado representava a norma humana de fins do
11. O autor justifica a afirmação O efeito era ruim, sem século XX; não precisamos entender nem modificar os
dúvida, (2o parágrafo) mostrando milagres da tecnologia científica de vanguarda, mesmo que
saibamos, ou julguemos saber, o que está acontecendo.
(A) o contrassenso de se anunciar um produto Outra pessoa o fará ou já fez por nós. Pois, ainda que nos
sofisticado por meio de um recurso grosseiro. suponhamos especialistas num ou noutro campo
(B) o modesto resultado financeiro que se obtém determinado, diante da maioria dos outros produtos diários
pela publicidade apoiada em homens-placa. da ciência e tecnologia somos leigos ignorantes sem
(C) a ineficácia de uma propaganda sofisticada compreender nada. Assim, a ciência, através do tecido
voltada para uma clientela de pouco poder saturado de tecnologia da vida humana, demonstra
aquisitivo. diariamente seus milagres ao mundo. É indispensável e
(D) a impossibilidade de se tentar exaltar onipresente.
simultaneamente aspectos contraditórios de um
produto. E, no entanto, o século XX não se sentia à vontade com a
(E) o pífio resultado obtido por quem busca valorizar ciência que fora a sua mais extraordinária realização, e da
o que é barato por meio de recursos baratos. qual dependia. O progresso das ciências naturais se deu
contra um fulgor, ao fundo, de desconfiança e medo.
12. No 3º parágrafo, o autor se vale da expressão A coisa
referindo-se, precisamente, A desconfiança e o medo da ciência eram alimentados por
alguns sentimentos: o de que a ciência era incompreensível;
(A) à eliminação mais que justificável dos carros- o de que suas consequências tanto práticas quanto morais
placa. eram imprevisíveis e provavelmente catastróficas; o de que
(B) ao prestígio inconteste dos mais antigos recursos ela acentuava o desamparo do indivíduo e solapava a
publicitários. autoridade.
(C) às características teatrais dos carros-placa. Tampouco devemos ignorar o sentimento de que, na
(D) aos desempenhos teatrais das campanhas medida em que a ciência interferia na ordem natural das
imobiliárias. coisas, era inerentemente perigosa. Os primeiros dois
(E) ao inesperado crescimento do mercado sentimentos eram partilhados tanto por cientistas quanto
imobiliário. leigos, os dois últimos pertenciam basicamente aos de fora.

(Adaptado de: Eric Hobsbawm. Era dos extremos. Trad. Marcos Santarrita.
São Paulo: Cia. das Letras, 2006, p. 509-512)
TEXTO IV

Graças à espantosa explosão de teoria e prática da


informação, novos avanços científicos foram se traduzindo 13. Segundo o texto,
numa tecnologia que não exigia qualquer compreensão dos
usuários finais. O resultado ideal era um conjunto de botões (A) os grandes avanços provenientes das ciências
que requeria apenas apertar-se no lugar certo para ativar naturais no século XX foram acompanhados pelo
um procedimento, sem demandar maiores contribuições temor e pela suspeita de que malefícios
das qualificações e inteligência limitadas e inconfiáveis do poderiam deles advir.
ser humano médio. (B) a tecnologia das máquinas substitui a mão de
obra humana em diversos setores, causando,
A cobrança nos caixas de supermercado na década de 1990 entre outras consequências desastrosas, o
tipificava essa eliminação do elemento humano. Não exigia desemprego.
do operador mais que reconhecer as cédulas e moedas do (C) em termos morais, o avanço da tecnologia
dinheiro local. Um scanner automático traduzia o código de trouxe consequências negativas, pois a ciência é
barras do artigo num preço, somava todos os preços, desprovida de ética e é preocupante o uso que
deduzia o total da quantia entregue pelo cliente, e dizia ao se faz dela.
operador quanto dar de troco. O procedimento para (D) um dos obstáculos que impedem um maior
assegurar essas atividades se baseia numa combinação de desenvolvimento da ciência até os dias de hoje
maquinaria sofisticada e programação elaborada. Contudo, configura-se na crença de que devemos seguir as
leis da natureza para não corrermos riscos.
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
7
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

(E) ainda que possuam conhecimentos específicos respeito e sabedoria e não daríamos ouvidos a teorias
de outras áreas, os que têm pouca familiaridade estapafúrdias, a superstições, ao obscurantismo e à
com a tecnologia e não a compreendem devem pseudociência que faz a alegria dos charlatães.
ficar para trás em um mercado competitivo
como o dos dias atuais. A medicina é um ramo da biologia, ciência que se propõe a
estudar os seres vivos e as leis que os regem, não é domínio
14. O segmento em que o autor NÃO exprime opinião da crença; não é religião. O organismo humano é a
pessoal ou posicionamento crítico é: estrutura mais complexa que conhecemos - alguns o
consideram mais complexo do que o próprio Universo.
(A) Graças à espantosa explosão de teoria e prática Estudar os mecanismos responsáveis pela circulação e
da informação, novos avanços científicos foram oxigenação do sangue, pela digestão dos nutrientes, ter
se traduzindo numa tecnologia que não exigia uma ideia de como ocorrem as principais reações
qualquer compreensão dos usuários finais. metabólicas e aprender que nosso corpo é uma máquina
(B) O procedimento para assegurar essas atividades que se aperfeiçoa com o movimento é a melhor forma de
se baseia numa combinação de maquinaria evitar que ele nos deixe no meio da estrada.
sofisticada e programação elaborada.
(C) ... diante da maioria dos outros produtos diários Num mundo cada vez mais dominado pela tecnologia, o
da ciência e tecnologia somos leigos ignorantes ensino de ciências deve começar na pré-escola. Aprendendo
sem compreender nada. desde cedo, as crianças incorporarão o pensamento
(D) ...esses milagres de tecnologia científica não científico à rotina de suas vidas e descobrirão belezas e
exigiam mais que um mínimo de atenção e uma mistérios inacessíveis aos que desconhecem os princípios
capacidade um tanto maior de concentrada segundo os quais a natureza se organizou.
tolerância ao tédio.
(E) ...requeria apenas apertar-se no lugar certo para (Adaptado de: Drauzio Varella. A ignorância e o corpo. FSP, 18/06/2011,
p.E 20)
ativar um procedimento, sem demandar maiores
contribuições das qualificações e inteligência
limitadas e inconfiáveis do ser humano médio.
16. A principal conclusão do autor, no texto, é a de que
15. Graças à espantosa explosão de teoria e prática da
informação, novos avanços científicos foram se (A) pessoas supersticiosas tendem a se angustiar
traduzindo numa tecnologia que não exigia qualquer com alegações infundadas.
compreensão dos usuários finais. (B) o ensino de informática é imprescindível na
Identificam-se nas frases acima, respectivamente, atualidade e deve começar cedo.
(C) teorias científicas de credibilidade questionável
(A) causa e consequência. deveriam ser banidas da mídia.
(B) hipótese seguida de conclusão. (D) o ensino da biologia tem maior importância na
(C) afirmação e concessão. vida escolar do que o da informática.
(D) argumentação e ressalva. (E) o conhecimento dos mecanismos que comandam
(E) temporalidade e finalidade. o corpo deve ser incentivado desde cedo na
escola.

TEXTO V 17. Leia atentamente o que se afirma abaixo:

Nosso currículo escolar devia dedicar mais tempo e atenção I. Houvesse mais interesse em despertar no aluno a
à anatomia e à fisiologia, para que as crianças se curiosidade de decifrar como funciona essa
formassem com conhecimentos mínimos sobre o máquina maravilhosa, que a evolução fez chegar
funcionamento do organismo. Não admitimos que nossos até nós depois de 3,5 bilhões de anos de
filhos estudem em colégio que não lhes ensine informática. competição e seleção natural, desde pequenos
Fazemos questão que se familiarizem com os trataríamos o corpo com mais respeito e
computadores, sem os quais serão atropelados pela sabedoria...
concorrência do futuro, mas aceitamos que ignorem a Infere-se do segmento acima que os cuidados
organização básica da estrutura da qual dependerão para com o próprio corpo melhoram à medida que
respirar até o dia da morte. Houvesse mais interesse em aumenta o domínio sobre o seu funcionamento.
despertar no aluno a curiosidade de decifrar como funciona II. Fazemos questão que se familiarizem com os
essa máquina maravilhosa, que a evolução fez chegar até computadores, sem os quais serão atropelados
nós depois de 3,5 bilhões de anos de competição e seleção pela concorrência do futuro, mas aceitamos que
natural, desde pequenos trataríamos o corpo com mais ignorem a organização básica da estrutura da

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
8
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

qual dependerão para respirar até o dia da (D) de proporção.


morte. (E) concessivo.
Identifica-se entre as frases acima hipótese
seguida de confirmação. 2. Em “paz e a estabilidade”, na última frase do texto, o
III. ...belezas e mistérios inacessíveis aos que emprego das aspas
desconhecem os princípios segundo os quais a
natureza se organizou. (A) indica que esse segmento é transcrição literal do
O segmento acima está reescrito com outras documento do governo russo mencionado no
palavras, mantendo-se a correção, a lógica e, em início do texto.
linhas gerais, o sentido original em: Apenas os (B) sugere a desconfiança do autor do artigo com
que são capazes de julgar as leis que organizam relação aos supostos propósitos da Rússia de
a natureza, com suas belezas e mistérios, pode manter a paz na Antártida.
se familiarizar com ela. (C) revela ser esse o principal objetivo do governo
russo ao reconstruir estações de pesquisa na
Está correto o que consta em: Antártida que datam do período soviético.
(D) aponta para o sentido figurado desses vocábulos,
(A) II e III, apenas. que não devem ser entendidos em sentido
(B) I e III, apenas. literal, como o constante dos dicionários.
(C) II, apenas. (E) justifica-se pela sinonímia existente entre paz e
(D) I, apenas. estabilidade, o que torna impensável a existência
(E) I, II e III. de uma sem a outra.
EXERCÍCIO 02
3. Há exemplos de palavras ou expressões empregadas
De volta à Antártida no texto para retomar outras já utilizadas sem repeti-
las literalmente, como ocorre em:
A Rússia planeja lançar cinco novos navios de pesquisa
polar como parte de um esforço de US$ 975 milhões para I. O continente gelado / a Antártida
reafirmar a sua presença na Antártida na próxima década. II. Moscou / a Rússia
Segundo o blog Science Insider, da revista Science, um III. A revista Science / o blog Science Insider
documento do governo estabelece uma agenda de IV. A potência comunista a União Soviética Atende
prioridades para o continente gelado até 2020. A principal corretamente ao enunciado da questão o que
delas é a reconstrução de cinco estações de pesquisa na está em
Antártida, para realizar estudos sobre mudanças climáticas,
recursos pesqueiros e navegação por satélite, entre outros. (A) I e III, apenas.
A primeira expedição da extinta União Soviética à Antártida (B) I e IV, apenas.
aconteceu em 1955 e, nas três décadas seguintes, a (C) II e III, apenas.
potência comunista construiu sete estações de pesquisa no (D) I, II e IV, apenas.
continente. A Rússia herdou as estações em 1991, após o (E) I, II, III e IV
colapso da União Soviética, mas pouco conseguiu investir
em pesquisa polar depois disso. O documento afirma que Atenção: As questões de números 4 a 6 referem-se ao
Moscou deve trabalhar com outras nações para preservar a texto abaixo.
“paz e a estabilidade” na Antártida, mas salienta que o país
tem de se posicionar para tirar vantagem dos recursos Quando eu sair daqui, vamos começar vida nova numa
naturais caso haja um desmembramento territorial do cidade antiga, onde todos se cumprimentam e ninguém nos
continente. conheça. Vou lhe ensinar a falar direito, a usar os diferentes
talheres e copos de vinho, escolherei a dedo seu guarda-
(Pesquisa Fapesp, dezembro de 2010, no 178, p. 23) roupa e livros sérios para você ler. Sinto que você leva jeito
porque é aplicada, tem meigas mãos, não faz cara ruim
1. A principal delas é a reconstrução de cinco estações nem quando me lava, em suma, parece uma moça digna
de pesquisa na Antártida, para realizar estudos sobre apesar da origem humilde. Minha outra mulher teve uma
mudanças climáticas, recursos pesqueiros e educação rigorosa, mas mesmo assim mamãe nunca
navegação por satélite, entre outros. entendeu por que eu escolhera justamente aquela, entre
tantas meninas de uma família distinta.
O segmento grifado na frase acima tem sentido
(Chico Buarque. Leite derramado, São Paulo, Cia. das Letras, 2009, p. 29)
(A) adversativo.
(B) de consequência.
(C) de finalidade.
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
9
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

4. Leia atentamente as afirmações abaixo sobre o texto. Cartão de Natal

I. Ao expressar o desejo de viver numa cidade Pois que reinaugurando essa criança
“onde todos se cumprimentam e ninguém nos pensam os homens
conheça”, o narrador incorre numa evidente e reinaugurar a sua vida
insolúvel contradição. e começar novo caderno,
II. A afirmação de que a “outra mulher teve uma fresco como o pão do dia;
educação rigorosa” é reafirmação, por contraste, pois que nestes dias a aventura
de que aquela a quem o narrador se dirige não a parece em ponto de voo, e parece
teve, o que já estava implícito no propósito de que vão enfim poder
“lhe ensinar a falar direito, a usar os diferentes explodir suas sementes:
talheres e copos de vinho etc.”. que desta vez não perca esse caderno
III. Ao dizer que sua interlocutora “parece uma sua atração núbil para o dente;
moça digna apesar da origem humilde”, o que o entusiasmo conserve vivas
narrador sugere, por meio da concessiva, que a suas molas,
dignidade não costuma ser característica e possa enfim o ferro
daqueles cuja origem é humilde. comer a ferrugem
o sim comer o não.
Está correto o que se afirma em João Cabral de Melo Neto

(A) I, II e III.
(B) II e III, apenas. 7. No poema, João Cabral
(C) I e III, apenas.
(D) I e II, apenas. (A) critica o egoísmo, e manifesta o desejo de que na
(E) II, apenas. passagem do Natal as pessoas se tornem
generosas e façam “o sim comer o não”.
5. ... escolherei a dedo seu guarda-roupa e livros sérios (B) demonstra a sua aversão às festividades
para você ler. natalinas, pois “nestes dias a aventura parece em
A expressão grifada na frase acima pode ser ponto de voo”, mas depois a rotina segue como
substituída, sem prejuízo para o sentido original, por: sempre.
(C) critica “a atração núbil para o dente” daqueles
(A) pessoalmente. que transformam o Natal em uma apologia ao
(B) de modo incisivo. consumo e se esquecem do seu caráter religioso.
(C) apontando. (D) observa com otimismo que o Natal é um
(D) entre outras coisas. momento de renovação em que os homens se
(E) cuidadosamente transformam para melhor e fazem o “ferro comer
a ferrugem”.
Minha outra mulher teve uma educação rigorosa, mas (E) manifesta a esperança de que o Natal traga, de
mesmo assim mamãe nunca entendeu por que eu escolhera fato, uma transformação, e que, ao contrário de
justamente aquela, entre tantas meninas de uma família outros natais, seja possível “começar novo
distinta. caderno”.

6. O verbo grifado na frase acima pode ser substituído, 8. É correto perceber no poema uma equivalência entre
sem que se altere o sentido e a correção originais, e o
modo verbal, por: (A) ferrugem e aventura.
(B) dente e entusiasmo.
(A) escolheria. (C) caderno e vida.
(B) havia escolhido. (D) sementes e pão do dia.
(C) houvera escolhido. (E) ferro e atração núbil.
(D) escolhesse.
(E) teria escolhido. 9. Pois que reinaugurando essa criança
O segmento grifado acima pode ser substituído, no
contexto, por:
Atenção: As questões de números 7 a 10 referem-se ao (A) Mesmo que estejam.
texto abaixo. (B) Apesar de estarem.
(C) Ainda que estejam.
(D) Como estão.
(E) Mas estão.
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
10
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

10. “que desta vez não perca esse caderno”. vez. Não cai esparramado no chão como os clowns
Com a frase acima o poeta convencionais. Não tem um ás de copas nos fundos de suas
vestes de palhaço.
(A) alude a uma impossibilidade.
(B) exprime um desejo. O que faz quase do princípio ao fim das funções do circo é
(C) demonstra estar confuso. olhar para a multidão com uns olhos, uma expressão, uns
(D) revela sua hesitação. modos tão tristes que ninguém lhe esquece a tristeza do
(E) manifesta desconfiança. clown diferente de todos os outros clowns. Trata-se na
verdade de uma audaciosa recriação da figura de palhaço
de circo. E o curioso é que, impressionando os adultos,
EXERCÍCIO 03 impressiona também os meninos que talvez continuem os
melhores juízes de circos de cavalinhos.
Um circo e um antipalhaço
Audaciosa e triunfante essa recriação. Pois não há quem
Em 1954, numa cidadezinha universitária dos Estados saia do supercirco, juntando às suas impressões das
Unidos, vi “o maior circo do mundo”, que continua a ser o maravilhas de acrobacia, de trabalhos de domadores de
sucessor do velho Barnum & Bailey, velho conhecido dos feras, de equilibristas, de bailarinas, de cantores, de
meus primeiros dias de estudante nos Estados Unidos. Vi cômicos, a impressão inesperada da tristeza desse
então, com olhos de adolescente ainda um tanto menino, antipalhaço que quase se limita a olhar para a multidão
maravilhas que só para os meninos têm plenitude de com os olhos mais magoados deste mundo.
encanto. Em 1954, revendo “o maior circo do mundo”,
confesso que, diante de certas façanhas de acrobatas e FREYRE, Gilberto. In: Pessoas, Coisas & Animais. São
Paulo: Círculo do Livro. Edição Especial para MPM Propaganda,
domadores, senti-me outra vez menino.
1979. p. 221-222. (Publicado originalmente em O
Cruzeiro, Rio de Janeiro, seção Pessoas, coisas e animais,
O monstro – porque é um circo-monstro, que viaja em três em 8 jul. 1956). Adaptado.
vastos trens – chegou de manhã a Charlottesville e partiu à
noite. Ao som das últimas palmas dos espectadores juntou-
se o ruído metálico do desmonte da tenda capaz de abrigar 1. A palavra monstro (início do 2º parágrafo) aplicada a
milhares de pessoas, acomodadas em cadeiras em forma circo deve-se ao fato de este
de x, quase iguais às dos teatros e que, como por mágica, (A) possibilitar um deslocamento rápido.
foram se fechando e formando grupos exatos, tantas (B) provocar som alto devido ao desmonte das
cadeiras em cada grupo logo transportadas para outros tendas.
vagões de um dos trens. E com as cadeiras, foram sendo (C) ser capaz de preencher três vagões.
transportadas para outros vagões jaulas com tigres; e (D) proporcionar o transporte das cadeiras
também girafas e elefantes que ainda há pouco pareciam misturadas aos animais.
enraizados ao solo como se estivessem num jardim (E) ter possibilidade de se mudar até mesmo de
zoológico. A verdade é que quem demorasse uns minutos abrigar um zoológico.
mais a sair veria esta mágica também de circo: a do próprio
circo gigante desaparecer sob seus olhos, sob a forma de 2. Os trechos de “Em 1954 [...] menino” ( 1º parágrafo
pacotes prontos a seguirem de trem para a próxima cidade. inteiro) e “O gênio de organização [...]
monumentais.” (3º parágrafo inteiro) caracterizam-
O gênio de organização dos anglo-americanos é qualquer se, quanto ao tipo de texto predominante, por
coisa de assombrar um latino. Arma e desarma um circo serem, respectivamente
gigante como se armasse ou desarmasse um brinquedo de (A) descrição e narração
criança. E o que o faz com os circos, faz com os edifícios, as (B) narração e argumentação
pontes, as usinas, as fábricas: uma vez planejadas, erguem- (C) narração e descrição
se em pouco tempo do solo e tomam como por mágica (D) argumentação e descrição
relevos monumentais. (E) argumentação e narração

Talvez a maior originalidade do circo esteja no seu palhaço 3. Pela leitura do segundo parágrafo, pode-se perceber
principal. Circo norte-americano? Pensa-se logo num que o material com que é basicamente feita a
palhaço para fazer rir meninos de dez anos e meninões de estrutura da tenda é
quarenta com suas piruetas e suas infantilidades. (A) metal
(B) madeira
O desse circo – hoje o mais célebre dos palhaços de circo – (C) plástico
é uma espécie de antipalhaço. Não ri nem sequer sorri. Não (D) lona
faz uma pirueta. Não dá um salto. Não escorrega uma única (E) tijolo

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
11
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

4. Analise as afirmações abaixo sobre o desmonte do Quantos anciãos não pensam estar provisoriamente no
circo após o espetáculo. asilo em que foram abandonados pelos seus? Quando se
vive o primado da mercadoria sobre o homem, a idade
I– O circo era mágico pois desaparecia literalmente engendra desvalorização. A racionalização do trabalho, que
num piscar de olhos. exige cadências cada vez mais rápidas, elimina da indústria
II – O desmonte do circo era tão organizado que os velhos operários. Nas épocas de desemprego, os velhos
parecia um truque de mágica. são especialmente discriminados e obrigados a rebaixar sua
III – Apenas alguns minutos eram necessários para exigência de salário e aceitar empreitas pesadas e nocivas à
desmontar todo o circo. saúde. Como no interior de certas famílias, aproveita-se
deles o braço servil, mas não o conselho.
É correto APENAS o que se afirma em
(Adaptado de Ecléa Bosi, Memória e sociedade)
(A) I
(B) II 1. A seguinte formulação resume, conceitualmente, o
(C) III argumento central do texto:
(D) I e III
(E) II e III (A) Que ele nos poupe de seus conselhos e se resigne
a um papel passivo.
5. A partir do conhecimento do que é um palhaço, (B) Suas propriedades o defendem da desvalorização
infere-se que um antipalhaço age da seguinte de sua pessoa.
maneira: (C) Quando se vive o primado da mercadoria sobre o
(A) ri e faz rir. homem, a idade engendra desvalorização.
(B) expressa sua depressão. (D) Veja-se no interior das famílias a cumplicidade
(C) não tem talento para ser palhaço. dos adultos em manejar os velhos, em imobilizá-
(D) expressa tristeza. los com cuidados “para o seu próprio bem”.
(E) veste-se de palhaço. (E) Quantos anciãos não pensam estar
provisoriamente no asilo em que foram
abandonados pelos seus?
EXERCÍCIO 04
2. Atente para as seguintes afirmações:
A velhice na sociedade industrial
I. No primeiro parágrafo, ao empregar a expressão
A sociedade rejeita o velho, não oferece nenhuma à sua obra, a autora está-se referindo às
sobrevivência à sua obra, às coisas que ele realizou e que propriedades acumuladas pelo velho da classe
fizeram o sentido de sua vida. Perdendo a força de mais favorecida.
trabalho, ele já não é produtor nem reprodutor. Se a posse II. No segundo parágrafo, o contexto permite
e a propriedade constituem, segundo Sartre, uma defesa entender que o termo “investe”, entre aspas,
contra o outro, o velho de uma classe favorecida defende- está empregado na acepção que lhe conferem os
se pela acumulação de bens. Suas propriedades o economistas.
defendem da desvalorização de sua pessoa. III. No terceiro parágrafo, a expressão
racionalização do trabalho identifica o rigor com
Nos cuidados com a criança, o adulto “investe” para o
que se planeja e se operacionaliza a produção
futuro, mas em relação ao velho age com duplicidade e má
industrial.
fé. A moral oficial prega o respeito ao velho, mas quer
convencê-lo a ceder seu lugar aos jovens, afastá-lo delicada
Em relação ao texto, está correto o que se afirma em:
mas firmemente dos postos de direção. Que ele nos poupe
de seus conselhos e se resigne a um papel passivo. Veja-se
(A) I, II e III.
no interior das famílias a cumplicidade dos adultos em
(B) I e II, apenas.
manejar os velhos, em imobilizá-los com cuidados “para o
(C) I e III, apenas.
seu próprio bem”. Em privá-los da liberdade de escolha, em
(D) II, apenas.
torná-los cada vez mais dependentes, “administrando” sua
(E) II e III, apenas.
aposentadoria, obrigando-os a sair do seu canto, a mudar
de casa (experiência terrível para o velho) e, por fim,
3. Depreende-se da leitura do texto que, na sociedade
submetendo-os à internação hospitalar. Se o idoso não
industrial, a sabedoria acumulada pelos velhos
cede à persuasão, à mentira, não se hesitará em usar a
força.
(A) vale apenas quando eles ainda mostram aptidão
para trabalhar.
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
12
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

(B) é menosprezada porque não se costuma Tezza é economista e acha que a economia é que
considerá-la produtiva. trará a solução:
(C) é cultuada com a mesma complacência com que
se vê a criança. — A destruição ocorre porque existem incentivos
(D) é bem acolhida somente quando eles pertencem econômicos; precisamos criar os incentivos da proteção.
à classe abastada. [...]
(E) vale apenas quando eles assumem um papel
passivo na família. Nas áreas próximas às reservas estaduais, estão
instaladas 4.000 famílias e, além de ganharem o Bolsa-
4. Considerando-se o contexto, traduz-se corretamente Floresta, vão receber recursos para a organização da
o sentido de um segmento do texto em: comunidade.

— Trabalhamos com o conceito dos serviços


(A) o defendem da desvalorização de sua pessoa //
ambientais prestados pela própria floresta em pé e as
subestimam seu prestígio pessoal.
emissões evitadas pela proteção contra o desmatamento.
(B) age com duplicidade e má fé // porta-se ora com
Isso é um ativo negociado no mercado voluntário de
isenção, ora com justiça.
redução das emissões — diz Tezza.
(C) Que ele nos poupe de seus conselhos // Que seja
parcimonioso em suas recomendações. Atualmente a equipe da Fundação está dedicada a
(D) especialmente discriminados // particularmente um trabalho exaustivo: ir a cada uma das comunidades,
depreciados. viajando dias e dias pelos rios, para cadastrar todas as
(E) empreitas pesadas // cargos de máxima famílias. A Fundação trabalha mirando dois mapas. Um
responsabilidade. mostra o desmatamento atual, que é pequeno. Outro
projeta o que acontecerá em 2050 se nada for feito.
Mesmo no Amazonas, onde a floresta é mais preservada, os
EXERCÍCIO 05 riscos são visíveis. Viajei por uma rodovia estadual que liga
Manaus a Novo Airão. À beira da estrada, vi áreas
Bolsa-Floresta recentemente desmatadas, onde a fumaça ainda sai de
troncos queimados. [...]
Quando os dados do desmatamento de maio saíram
esta semana da gaveta da Casa Civil, onde ficaram LEITÃO, Miriam. In: Jornal O Globo. 19 jul. 2008. (adaptado)
trancados por vários dias, ficou-se sabendo que maio foi
igual ao abril que passou: perdemos de floresta mais uma 1. Bolsa-Floresta, título do texto, é o nome dado a
área equivalente à cidade do Rio de Janeiro. Ao ritmo de um(a)
um Rio por mês, o Brasil vai pondo abaixo a maior floresta
tropical. No Amazonas, visitei uma das iniciativas para (A) recurso adotado por empresas privadas para que
tentar deter a destruição. a população dê suporte aos projetos de
desmatamento.
O Estado do Amazonas é o que tem a floresta mais (B) mensalidade destinada aos moradores das
preservada. O número repetido por todos é que lá 98% da cercanias de áreas de preservação por sua ajuda.
floresta estão preservados, 157 milhões de hectares, 1/3 da (C) medida social para apoio às populações da
Amazônia brasileira. A Zona Franca garante que uma parte floresta, que não têm de onde obter
do mérito lhe cabe, porque criou alternativa de emprego e sobrevivência.
renda para a população do estado. Há quem acredite que a (D) doação governamental regular feita às pessoas
pressão acabará chegando ao Amazonas depois de que moram na floresta, como se fosse uma bolsa
desmatados os estados mais acessíveis. de estudos.
(E) ajuda realizada por organizações não
João Batista Tezza, diretor técnico-científico da governamentais para que a população de baixa
Fundação Amazonas Sustentável, acha que é preciso renda possa se manter melhor.
trabalhar duro na prevenção do desmatamento. Esse é o
projeto da Fundação que foi criada pelo governo, mas não 2. A expressão em destaque no trecho “Quando os
é governamental, e que tem a função de implementar o dados do desmatamento de maio saíram esta
Bolsa-Floresta, uma transferência de renda para pessoas semana da gaveta ...” (primeiro parágrafo) pode ser
que vivem perto das áreas de preservação estadual. A idéia adequadamente substituída, sem alteração do
é que elas sejam envolvidas no projeto de preservação e sentido, por
que recebam R$ 50 por mês, por família, como uma forma
de compensação pelos serviços que prestam. [...] (A) foram finalmente examinados.
(B) foram apresentados às autoridades.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
13
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

(C) foram tirados da situação de abandono. O Brasil tem uma grande oportunidade à frente, por
(D) encaminharam-se ao setor técnico. dois motivos. Mais do que com dificuldades de exploração
(E) chegaram ao conhecimento público. e de extração, o mundo sofre com a falta de capacidade de
refino moderno, para produzir derivados com baixos teores
3. No 2º parágrafo, o mérito da Zona Franca na de enxofre e aromáticos. Ao mesmo tempo, confirma-se
preservação florestal do estado do Amazonas deve- em nosso hemisfério a cruel realidade de que as reservas
se ao fato de ter de gás de Bahia Blanca, ao sul de Buenos Aires, se estão
esgotando. Isso sem contar o natural aumento da demanda
(A) oferecido oportunidades de ganho para a argentina por gás. Estas reservas têm sido, até agora, a
população, afastando-a do desmatamento. grande fonte de suprimento de resinas termoplásticas para
(B) atraído compradores de todas as partes do Brasil toda a região, sendo cerca de um terço delas destinado ao
com o seu comércio florescente. Brasil. A delimitação do Campo de Tupi e outros adjacentes
(C) criado uma área de comércio de bens livres de na Bacia de Santos vem em ótima hora, quando estes dois
impostos, o que favoreceu novas aquisições para fantasmas nos assombram, abrindo, ao mesmo tempo,
a população. novas oportunidades. O gás associado de Tupi, na
(D) feito a promoção do desenvolvimento proporção de 15% das reservas totais, é úmido e rico em
econômico da região, melhorando sua etano, excelente matéria-prima para a petroquímica.
contribuição para o PIB brasileiro. Queimá-lo em usinas térmicas para gerar eletricidade ou
(E) aberto o mercado interno nacional para a para uso veicular seria um enorme desperdício.
entrada de produtos estrangeiros de alta
tecnologia. Outra oportunidade reside em investimentos
maciços em capacidade de refino. O mundo está sedento
4. “No Amazonas, visitei uma das iniciativas para tentar por gasolina e diesel especiais, mais limpos, menos
deter a destruição.” (primeiro parágrafo). Tal poluentes. O maior foco desta demanda são os Estados
iniciativa é a(o) Unidos, que consomem 46% de toda a gasolina do planeta,
mas esta é uma tendência que se vem espalhando como
(A) manutenção da Zona Franca. fogo em palha. O Brasil ainda tem a felicidade de dispor de
(B) criação do Bolsa-Floresta. etanol de biomassa produzido de forma competitiva, que
(C) expansão de 1/3 da Amazônia. pode somar-se aos derivados de petróleo para gerar
(D) preservação da floresta. produtos de alto valor ambiental.
(E) comprometimento do governo estadual.
(Adaptado de Plínio Mario Nastari. O Estado de S. Paulo, Economia, B2, 28
de dezembro de 2007)
5. Com a leitura do parágrafo que contém a oração
“porque criou alternativa de emprego e renda para a
população do estado.” (segundo parágrafo) pode-se 1. “Queimá-lo em usinas térmicas para gerar
inferir que, no texto, a outra alternativa seria eletricidade ou para uso veicular seria um enorme
desperdício”. (final do 2o parágrafo). A opinião do
(A) buscar outra fonte de renda. articulista no segmento transcrito acima se justifica
(B) desmatar a floresta. pelo fato de que
(C) emigrar para outro estado.
(D) trabalhar na Zona Franca. (A) na Argentina, além de haver aumento da
(E) ser funcionário público. demanda por petróleo, as reservas de gás
encontram-se em processo de esgotamento.
(B) os Estados Unidos são os maiores consumidores
EXERCÍCIO 06 da gasolina produzida no planeta, tendência que
ainda vem aumentando.
O futuro do nosso petróleo (C) as possibilidades técnicas de extração de
petróleo a mais de 6 mil metros de profundidade
A recente confirmação da descoberta, anunciada ampliam o prestígio mundial da Petrobras.
inicialmente em 2006, de reservas expressivas de petróleo (D) as reservas recém-descobertas na Bacia de
leve de boa qualidade e gás na Bacia de Santos é uma Santos contêm gás de excelente qualidade para a
notícia auspiciosa para todos os brasileiros. A possibilidade indústria petroquímica.
técnica de extrair petróleo a mais de 6 mil metros de (E) o Brasil dispõe de etanol de biomassa que,
profundidade eleva o prestígio que a Petrobras já detém, somado aos derivados de petróleo, diminui a
com reconhecido mérito, no restrito clube das mega- poluição do meio ambiente.
empresas mundiais de petróleo e energia, onde é vista
como a pequena, mas muito respeitada, irmã. [...]

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
14
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

2. “O Brasil tem uma grande oportunidade à frente, por determinados, relativos a investigações na apuração de
dois motivos”. (início do 2º parágrafo). Ocorre no responsabilidades graves.
contexto a retomada da afirmativa acima na frase:
A regra essencial a esse respeito é, porém, a da
(A) Mais do que com dificuldades de exploração e de inviolabilidade do escritório do advogado. Sou advogado,
extração ... além de jornalista e, portanto, parte interessada. Por isso,
(B) ... para produzir derivados com baixos teores de limitarei as anotações cabíveis estritamente aos campos da
enxofre e aromáticos. Constituição e da lei vigente, sem qualquer extrapolação.
(C) Estas reservas têm sido, até agora, a grande Comecemos pelo inciso 6 do artigo 5o da Carta Magna, o
fonte de suprimento de resinas termoplásticas qual afirma ser “livre o exercício de qualquer trabalho,
para toda a região ... ofício ou profissão, atendidas as qualificações profissionais
(D) Estas reservas têm sido, até agora, a grande que a lei estabelecer”. A advocacia exige qualificações
fonte de suprimento de reservas termoplásticas... específicas, na Carta Magna e na Lei no 8.906/94,
(E) A delimitação do Campo de Tupi e outros consistentes no diploma do bacharel em ciências jurídicas,
adjacentes na Bacia de Santos vem em ótima no registro profissional na Ordem dos Advogados, depois
hora, quando estes dois fantasmas nos da aprovação no Exame da Ordem.
assombram...
Não é possível o exercício da profissão advocatícia se
3. “Isso sem contar o natural aumento da demanda o cliente não tiver confiança absoluta em que as
argentina por gás”. (2o parágrafo) O pronome informações e os documentos passados a seu advogado
grifado substitui corretamente, considerando-se o sejam invioláveis. Nem será possível se o advogado puder
contexto, ser constrangido a informar fatos relativos a seu cliente.

O sigilo do médico e o do sacerdote têm força igual à


(A) as dificuldades de exploração e extração de o
do sigilo do advogado. Daí dizer a Lei n 8.906/94, no inciso
petróleo.
19 do artigo 7º, ser direito deste profissional recusar-se a
(B) o esgotamento das reservas argentinas de gás.
depor como testemunha, mesmo quando autorizado pelo
(C) a produção de derivados com baixos teores de
constituinte, bem como sobre fato que constitua sigilo
enxofre e aromáticos.
profissional. Se não pode depor, mesmo em juízo, imagine-
(D) a grande oportunidade comercial que o Brasil
se a gravidade de ver apreendido, em seu escritório,
tem pela frente.
documento que implique em responsabilidade de seu
(E) a exportação de gás da Argentina para o Brasil.
cliente.
4. O emprego das vírgulas assinala a ocorrência de uma Tem havido, porém, escritórios que aceitam ser sede
ressalva em: de empresas de seus clientes, designando locais, em seu
espaço interno, para esse efeito. Em outros casos, o
(A) ....onde é vista como a pequena, mas muito advogado é diretor de empresa, não se encontrando no
respeitada, irmã. exercício da profissão. São alternativas diversas das que
(B) ... que a Petrobras já detém, com reconhecido tipificam a atividade profissional, não garantidas pela
mérito, no restrito clube... Constituição e pelas leis, quanto à inviolabilidade. Fora daí,
(C) ... de que as reservas de gás de Bahia Blanca, ao invadir o escritório e apreender documentos físicos ou
sul de Buenos Aires, se estão esgotando. eletrônicos é abuso de direito, que a jurisprudência do
(D) ... abrindo, ao mesmo tempo, novas Supremo Tribunal Federal tem considerado geradora de
oportunidades. prova ilícita.
(E) O gás associado de Tupi, na proporção de 15%
das reservas totais, é úmido e rico em etano... (Walter Ceneviva, Folha de S. Paulo, 07/05/2005)

EXERCÍCIO 07 1. O autor do texto manifesta-se contra práticas


policiais
Riscos da advocacia invadida
(A) a que falta o respaldo básico de uma ordem
Tanto quanto se saiba, a polícia tem praticado judicial explícita.
entradas forçosas em escritórios de advocacia, apreendido (B) de respaldo ético indiscutível, já que amparadas
papéis e praticado outras violências. A versão oficial diz que por determinação judicial.
as chamadas invasões não existem, pois se trata de (C) que ferem direito garantido, inerente a toda
ingressos autorizados por ordem judicial para fins prática profissional.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
15
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

(D) em que há abuso da autoridade e extrapolação (B) presumir de que // confiadas ao seu
de uma ordem judicial. (C) suspeitar de cujas // confidenciadas com seu.
(E) em que se ignora direito já reconhecido pela (D) não supuser que // reveladas a seu.
jurisprudência. (E) não confiar de que // transmitidas a seu.

2. Considere as seguintes afirmações:


EXERCÍCIOS 08
I. Quanto à sua inviolabilidade, o direito ao sigilo (Padrão CESPE)
de médicos e de sacerdotes é garantido no inciso
19 do artigo 7o da Lei no 8.906/94 e deveria, Compreensão e interpretação de textos.
segundo o autor, ser estendido à prática
advocatícia. ► SEDU / ES (2010) “O grande fenômeno da primeira
II. Para provar sua imparcialidade no tratamento da década do século XXI na economia mundial foi a ascensão
questão central de seu texto, o autor recusa-se a da China como protagonista de primeira grandeza na
se valer de argumentos próprios à sua produção e nas finanças,com consequências marcantes
qualificação profissional. para o resto do mundo. Para o Brasil, a influência mais
III. Segundo o autor, a garantia de inviolabilidade do direta deu-se por meio das exportações de commodities,
escritório de advocacia deixa de existir quando que cresceram a ponto de a China ter-se tornado, em 2009,
seu espaço for utilizado para o exercício de o maior mercado para as empresas brasileiras.
atividades outras.
O impacto da demanda chinesa nos preços das matérias-
Em relação ao texto, está correto o que se afirma primas foi talvez o principal fator da notável transformação
APENAS em das contas externas brasileiras, o que, por sua vez, abriu
caminho para o crescimento. Uma eventual mudança para
(A) III. pior no quadro da expansão chinesa seria danosa para a
(B) II e III. economia global e para o Brasil em particular. A China foi o
(C) II. caso mais marcante de superação da crise de 2008, porque
(D) I e II. conseguiu crescer 8,7% no ano passado, enquanto o resto
(E) I. do mundo patinhava”.

3. No segundo parágrafo, lê-se: “Por isso, limitarei as Folha de S.Paulo, Editorial, 2/3/2010 (com adaptações).
anotações cabíveis estritamente aos campos da
Constituição e da lei vigente, sem qualquer 01- Depreende-se das informações do texto que o
extrapolação”. crescimento da economia brasileira foi influenciado
Deve-se entender que a expressão sublinhada na pelas importações de matérias-primas realizadas pela
frase remete diretamente a uma informação já China.
explicitada no contexto:

(A) a versão oficial nega as entradas forçosas. ► SEDU / ES (2010) “Passados os tremores do sismo, a dor
(B) o autor se declara parte interessada na questão da perda de 230 mil mortos, enterrados muitos em valas
de que trata. comuns, a vida no Haiti precisa continuar”.
(C) o autor está em pleno exercício de seu ofício de
jornalista. 02- Pelos sentidos do texto, a palavra “sismo” significa
(D) a advocacia exige sempre qualificações sinistro, tragédia.
específicas.
(E) os dispositivos legais já citados são inequívocos.
► SEDU / ES (2010) “Em decorrência da proliferação
4. “Não é possível o exercício da advocacia se o cliente desenfreada do consumismo nas metrópoles, aconteceu
não tiver confiança em que as informações passadas nos últimos anos aumento sensível do acúmulo de lixo
a seu advogado sejam invioláveis”. urbano, também chamado de lixo caseiro. Em inúmeros
casos, a situação resulta da falta de princípios elementares
A frase continuará formalmente correta caso se de educação e do desconhecimento de mínimas noções de
substituam as expressões sublinhadas, higiene”.
respectivamente, por:
03- A palavra “proliferação” está sendo empregada com o
(A) alimentar a desconfiança em que // sentido de liberação.
compartilhadas de seu

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
16
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

04- Com o emprego da palavra “consumismo”, confere-se policiais, mas o prejuízo financeiro é relativamente
à ideia de consumo a noção de exagero. pequeno para as instituições. Para os bancos, a maior
ameaça está embutida nos serviços prestados pela Internet
► “O exercício do poder ocorre mediante múltiplas ou por outros meios eletrônicos. As perdas resultantes de
dinâmicas, formadas por condutas de autoridade, de assaltos são de 50 milhões de reais anuais. Já os crimes
domínio, de comando, de liderança, de vigilância e de cujas armas são os computadores devem, em 2010, ser
controle de uma pessoa sobre outra, que se comporta com responsáveis por perdas de 900 milhões de reais, dezoito
dependência, subordinação, resistência ou rebeldia. Tais vezes mais que nos assaltos convencionais.
dinâmicas não se reportam apenas ao caráter negativo do
poder, de opressão, punição ou repressão, mas também ao Os crimes eletrônicos proliferam porque oferecem pouco
seu caráter positivo de disciplinar, controlar, adestrar, risco aos bandidos, e as autoridades têm dificuldade de
aprimorar. O poder em si não existe, não é um objeto puni-los. O Código Penal não prevê os crimes virtuais.
natural. O que há são relações de poder heterogêneas e em Quando são presos, os criminosos respondem geralmente
constante transformação. O poder é, portanto, uma prática por estelionato, cuja pena máxima é de cinco anos de
social constituída historicamente. cadeia. Se fossem condenados por assalto a banco, eles
poderiam ser punidos com até quinze anos de prisão. Por
Na rede social, as dinâmicas de poder não têm barreiras ou causa dessas vantagens, há de 100 a 150 quadrilhas virtuais
fronteiras: nós as vivemos a todo momento. em atividade no país. Para reverter esse quadro, a
Consequentemente, podemos ser comandados, Federação Brasileira de Bancos tenta convencer o
submetidos ou programados em um vínculo, ou podemos Congresso Nacional a criar uma legislação específica para
comandá-lo para a realização de sua tarefa, e, assim, punir os delitos eletrônicos, semelhante àquela adotada há
vivermos um novo papel social, que nos faz complementar, nove anos pela União Europeia.
passivamente ou não, as regras políticas da situação em
que nos encontramos”. André Vargas. Assalto.com.br. In: Veja, 24/11/2010 (com adaptações).

Maria da Penha Nery. Vínculo e afetividade: caminhos das relações


humanas. São Paulo: Ágora, 2003, p. 108-9 (com adaptações) 1- Afirma-se, no texto, que os crimes eletrônicos
ocorrem cada vez mais amiúde, porque a falta de
legislação específica favorece os bandidos.
05- A preposição “mediante” (início do texto) estabelece
relação de movimento entre “exercício do poder” e 2- Infere-se do texto que, embora seja uma das mais
“múltiplas dinâmicas”. avançadas e democráticas do mundo, a legislação
brasileira não tem acompanhado o avanço do crime
06- É correto concluir, a partir da argumentação do texto, virtual no país.
que o poder é dinâmico e que há múltiplas formas de
sua realização, com faces heterogêneas, positivas ou 3- De acordo com o texto, os assaltos à mão armada são
negativas; além disso, ele afeta todos que vivem em menos nocivos à população e aos bancos do que os
sociedade, tanto os que a ele se submetem, quanto os assaltos eletrônicos.
que a ele resistem.
4- Segundo o texto, o risco de uma pessoa ser vítima de
07- De acordo com a argumentação do texto, o poder assalto na Internet é maior do que o de ela ser
“não é um objeto natural” porque é criado assaltada em uma agência bancária.
artificialmente nas relações de opressão social.
05- O vocábulo “perpetram” (1ª linha do texto) poderia
08- Na organização da textualidade, é coerente ser substituído por cometem, sem que isso
subentender-se a noção de possibilidade, antes da acarretasse prejuízo semântico ou sintático ao texto.
forma verbal “vivermos”, inserindo-se “podermos”.

TEXTO II
EXERCÍCIO 09
(Padrão CESPE) No Brasil, um exame, ainda que superficial, da questão da
segurança pública revela que há um crescimento contínuo
da criminalidade e da violência, principalmente nas regiões
TEXTO I metropolitanas e nas periferias das grandes cidades do
país, e que o sistema judiciário e, em particular, a polícia
Bandos de homens armados perpetram anualmente 450 têm se mostrado ineficazes para o enfrentamento da
roubos a bancos e carros-fortes no Brasil. Tais episódios questão.
põem em risco a vida de clientes, agentes de segurança e
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
17
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

Especialmente nas áreas urbanas do país, a sensação de EXERCÍCIOS 10


medo e insegurança tem sido experimentada como grave (Padrão ESAF)
problema público devido à expectativa de que qualquer
pessoa pode-se tornar vítima de crime em qualquer ponto 1- (CGU 2008-Técnico de finanças e controle) Assinale a
das cidades e em qualquer momento de sua vida cotidiana. opção incorreta em relação às ideias do texto.

Nesse cenário caótico de insegurança, um dos temas Com a passagem da manufatura para a indústria, a
frequentemente levantados é a necessidade de produtividade do trabalho humano deu um grande
profissionalizar a polícia brasileira como recurso para salto, provocando uma larga dispensa de mão-de-
capacitá-la para o desempenho mais eficiente, mais obra. Legiões de trabalhadores desempregados
responsável e mais efetivo na condução da ordem e da alargavam o mar dos excluídos. Para muitos deles, a
segurança públicas. máquina passou a ser vista como a grande inimiga. E
surgiram explosivas campanhas de quebra-máquinas.
Não obstante nas últimas duas décadas se terem verificado Até que as ideias se ajustaram na campanha
inovações na área da formação profissional, poucas internacional pela jornada de oito horas de trabalho,
iniciativas lograram sucesso no sentido de implementar como uma forma de estabelecer um novo equilíbrio
mudanças efetivas nas práticas e nos procedimentos entre a produtividade-hora e a jornada diária de
dominantes. A atividade policial mostra-se inscrita em um trabalho, atenuando os rigores da exploração
padrão de desempenho que se traduz não só na ineficácia capitalista. Com altos e baixos e à custa de sangue e
dos resultados, mas que se reveste de aspectos mortes, a chamada “semana inglesa”, com as 48 horas
suplementares, relacionados, fundamentalmente, à forma semanais, terminou se impondo em todo o mundo.
de atuação predominantemente violenta e arbitrária da
polícia, permanecendo como desafio à sociedade Na década de 70 as centrais sindicais europeias, ante
contemporânea brasileira. Salvo raríssimas exceções, as os novos patamares de produtividade do trabalho,
propostas para reformulação da formação profissional da acompanhadas das ondas de demissão, levantaram a
polícia no país não incorporaram o debate sobre o modelo bandeira da jornada de 35 horas semanais, sob o lema
profissional a ser adotado pela polícia e as metodologias de “trabalhar menos para trabalharem todos”. Na
práticas de intervenção para a realização das tarefas década de 80 a reivindicação foi assimilada. E no
cotidianas que envolvem a manutenção da ordem e da Brasil, a Constituição de 1988 acompanhou a
segurança públicas. tendência, consagrando a jornada de 44 horas
semanais. Daquela época até agora, a produtividade
Paula Poncioni. O modelo policial profissional e a formação profissional continuou avançando com a telemática, a
do futuro policial nas academias de polícia do estado do Rio de Janeiro.
bioengenharia, a robótica, a informática e as novas
In: Sociedade e Estado, vol. 20, n.o 3. Brasília, set.-dez./2005. Internet:
<www.scielo.br> (com adaptações). formas de organização e gerenciamento da força de
trabalho. E as demissões continuaram se alargando
em todo o mundo, ampliando os contingentes do
06- De acordo com o texto, os sistemas judicial e policial chamado exército industrial de reserva.
brasileiros têm sido inoperantes no que tange ao
(Marcelo Mário de Melo, Jornal do Commercio(PE), 31/01/2008.)
aumento da criminalidade.

07- Segundo o texto, a vulnerabilidade da população com a) O advento da máquina na indústria provocou
relação à exposição à violência urbana confere ao uma grande onda de desemprego, pois a
problema da criminalidade o caráter de problema produtividade do trabalho aumentou exigindo
público de alta gravidade menos mão-de-obra.
b) A chamada “semana inglesa”, com jornada de 48
08- Infere-se do texto que uma atuação renovada e eficaz horas semanais, foi uma conquista dos
da polícia deve envolver atitudes menos violentas. trabalhadores alcançada com muita luta.
c) Os ajustes para manter a semana de trabalho em
09- Conforme a autora, a necessidade de torno de 44 horas garantiram o decréscimo das
profissionalização da polícia brasileira advém do demissões e o pleno emprego no mundo
aumento do número de crimes nas grandes cidades e ocidental.
nas periferias do país. d) A Constituição brasileira de 1988,
acompanhando a tendência mundial, consagrou
10- O texto afirma que poucas iniciativas de mudança no a jornada semanal de trabalho de 44 horas.
setor policial foram bem-sucedidas, conquanto tenha e) Para assegurar emprego para mais
havido alterações na formação profissional policial nos trabalhadores, as centrais sindicais europeias, a
decêndios mais recentes. partir da década de 70, defenderam a jornada
semanal de 35 horas.
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
18
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

02- (CGU 2008-Técnico de finanças e controle) Assinale a Infere-se da argumentação do texto que:
asserção incorreta a respeito da organização das
ideias do texto, seus sentidos e elementos linguísticos. a) os técnicos dos órgãos envolvidos com a questão
urbana deveriam ser mais capacitados para
Seriam os furtos inconhos da espécie humana? Isso realizar os projetos encaminhados ao Executivo.
mesmo que deu para entender: inconhos, frutos que b) a dinâmica metropolitana altera-se a cada
nascem pegados a outros. O trocadilho furtos/frutos quinquênio, seguindo variáveis que devem
saiu-me sem querer. Peço desculpas e repito a constar dos planos e projetos de cada período
pergunta: nasceria o furto inconho, acoplado, pegado legislativo.
à espécie humana? c) institutos de políticas públicas teriam como
Sim, porque as coisas que vemos aí, das mais humildes tarefa o planejamento urbano e regional,
funções aos mais altos escalões, sugerem que o furto antecipando-se a um possível desarranjo
seja tão necessário quanto o oxigênio para a econômico.
sobrevivência de nossa espécie. d) o caos urbano que poderá afetar as grandes
(Eduardo Almeida Reis. “Furtos inconhos”,Correio Braziliense, cidades nos próximos anos terá o desarranjo
10/1/2008, p. 6)
econômico como uma de suas piores
consequências.
a) Há segmentos no texto em que o autor se dirige e) as demandas crescentes dos habitantes das
diretamente ao leitor. grandes cidades contrastam com a baixa
b) Ao explicar o significado de “inconhos”, o autor demanda dos cidadãos não urbanos.
está acionando a função metalinguística da
linguagem. 04- ESAF 2010 (Fiscal de rendas)
c) Ocorre também trocadilho em: Na vida tudo
passa, até uva passa. A Eurostat, o organismo da União
d) Iniciar texto com pergunta, como acontece nesse Europeia encarregado da elaboração de estatísticas
texto, é um recurso estilístico que desobriga o econômicas, mostrou que, em abril, nada menos que
autor de responder, deixando ao leitor o 101 entre cada 1.000 cidadãos em atividade na área
processamento mental da resposta. do euro (16 países) não conseguiram encontrar
e) Ocorre comparação de igualdade no texto. ocupação remunerada. É a pior situação em 12 anos.
Reduzir tudo a efeito natural da atual crise
é simplismo. Flagelos assim são como os desastres de
03- ESAF 2012 (Engenheiro de incêndios florestais) avião: sempre têm múltiplas causas. O crescente
desemprego no mundo rico foi acentuado pela crise,
Sabe-se muito pouco dos rumos que as grandes mas é bem mais do que isso. É o resultado de algumas
cidades tomarão nas próximas décadas. Muitas vezes degradações acumuladas nas últimas décadas: perda
nem se prevê a dinâmica metropolitana do próximo de competitividade da indústria, rápido
quinquênio. Mesmo com a capacitação e o preparo envelhecimento da população, custo elevado da mão
dos técnicos dos órgãos envolvidos com a questão de obra, falta de reformas políticas e econômicas.
urbana, há variáveis independentes que interferem Paradoxalmente, a crise do desemprego
nos planos e projetos elaborados pelos legislativos e tende a se acentuar pelos fatores que pretendiam
encaminhados ao Executivo. Logicamente não se atenuar seu impacto. Assim como a antecipação da
prevê o malfadado caos urbano, mas ele pode ensejar aposentadoria pretendia abrir vagas aos mais jovens,
que o país se adiante aos eventos e tome medidas mas tudo o que produziu foi a deterioração das
preventivas ao desarranjo econômico, que teria finanças dos sistemas previdenciários, os mecanismos
consequências nefastas. Para antecipar-se, o Brasil de seguro social vêm ajudando a criar enormes
tem condições propícias para criar think tanks ou, em rombos, que, por sua vez, atiram as finanças públicas
tradução livre, usinas de ideias ou institutos de ao endividamento e à insolvência (e não apenas à falta
políticas públicas. Essas instituições podem antecipar- de liquidez), como parece ser o caso da Grécia e talvez
se ao que poderá surgir no horizonte. Em outras o de Portugal e Espanha. E aí chegamos a uma
palavras, deseja-se o retorno ao planejamento urbano situação em que os instrumentos de defesa do
e regional visando o bem-estar da sociedade. Medidas emprego criam mais desemprego.
nessa direção podem (e devem) estar em consonância
com a projeção de tendências e mesmo com a (Celso Ming, O Estado de S. Paulo, 2/6/2010)
antevisão de demandas dos destinatários da gestão
urbana – os cidadãos, urbanos ou não.
(Adaptado de Aldo Paviani, Metróples em expansão e o futuro.
Correio Braziliense, 8 de dezembro, 2011)

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
19
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

Em relação às ideias do texto, assinale a opção c) A qualidade do crescimento do país está


correta. relacionada com o controle social dos gastos
públicos realizado pelos cidadãos.
a) Há 12 anos, a situação na União Europeia d) Se os governos mantivessem informações
apresentava desemprego muito maior que as disponíveis sobre seus gastos e sua arrecadação,
taxas atuais. a administração fi caria prejudicada.
b) A crise econômica atual começou a provocar o e) O sistema de impostos é dispensável para a
desemprego na área do euro. estruturação do Estado e da sociedade.
c) O rápido envelhecimento da população contribui
para diminuir as taxas de desemprego na União 06- ESAF 2010 (Agente de trabalhos de engenharia)
Europeia.
d) A antecipação da aposentadoria e a abertura de A última reforma tributária entrou em vigor em
vagas para os mais jovens fortaleceram os 1967, com a implantação do Imposto sobre Circulação
sistemas previdenciários. de Mercadorias (ICM) e do Imposto sobre Produtos
e) Medidas que pretendiam atenuar o impacto da Industrializados (IPI). A Constituição de 1988 manteve
crise do desemprego resultaram em mais as características essenciais do sistema e transformou
desemprego. o ICM em ICMS, com a inclusão de alguns serviços em
sua base de incidência.
05- ESAF 2010 (Agente da fazenda) Eram impostos mais modernos e mais funcionais
que os anteriores. Mas com o tempo o sistema foi
A informação do Instituto Brasileiro de desfigurado. A guerra fiscal distorceu as decisões de
Planejamento Tributário sobre a arrecadação de investimento. Os tributos, acrescidos de várias
impostos no país, através do instrumento denominado contribuições, passaram a pesar excessivamente sobre
Impostômetro, é mais um elemento de transparência os investimentos e a atrapalhar as exportações. A
da democracia brasileira. É bom para o país que tributação tornou-se incompatível com uma economia
instituições independentes façam este tipo de cada vez mais integrada globalmente. Com a abertura
acompanhamento do poder público. Mas seria da economia, as empresas mudaram e tomaram o
importante, também, que os próprios governos caminho da competitividade. O setor público mudou
mantivessem constante atualização pública do que muito menos, apesar das políticas de ajustes e de
arrecadam e gastam, para que os cidadãos se sintam reformas adotadas com sucesso a partir dos anos 90.
efetivamente representados pelos governantes que
elegem. O sistema de impostos é a maneira histórica (O Estado de S. Paulo, 26/5/2010)
com que o poder público, no país e no mundo,
arrecada recursos para sustentar-se, para promover Em relação às ideias do texto, assinale a opção
os serviços essenciais e para investir em obras de sua correta.
responsabilidade. Neste sentido, o sistema é
imprescindível, integrando de maneira fundamental a a) A Constituição de 1988 implantou o Imposto
estruturação do Estado e da sociedade. sobre Circulação de Mercadorias e o Imposto
Assim, numa sociedade organizada, pagar imposto sobre Produtos Industrializados.
faz parte dessa espécie de contrato social que garante b) O sistema de impostos criado na última reforma
ao país o funcionamento adequado, a promoção da tributária sofreu alterações em 1988 e depois foi
saúde, da segurança e da educação e a manutenção deturpado.
das instituições e dos poderes. O controle social dos c) As exportações foram beneficiadas pelos
gastos públicos e a fiscalização dos cidadãos em investimentos que ficaram livres de grande parte
relação ao uso adequado dos recursos são questões da tributação.
básicas para a qualidade do crescimento do país. d) A economia globalizada se beneficiou do sistema
de tributação moderno que foi implantado no
(Zero Hora, RS, Editorial, 28/7/2010) País e que vigora desde 1988.
e) O setor público acompanhou as transformações
Em relação às ideias do texto, assinale a inferência das empresas em direção à competitividade,
correta. atualizando-se rapidamente.

a) O Instituto Brasileiro de Planejamento é uma


instituição oficial pública.
b) O acompanhamento do poder público por
instituições independentes prejudica o
desenvolvimento do País, porque elas têm seus
próprios interesses.
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
20
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

GABARITO EXERCÍCIO 01 02. Classes de Palavras


01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
D A C E B C D C B E RELEVÂNCIA DO ASSUNTO EM PROVAS: Mais para alta
do que para baixa. Tema recorrente. Mas, vamos entender
11 12 13 14 15 16 17 como é essa recorrência. Você sabe que é nessa aula que
voltamos ao ensino fundamental (mais precisamente,
A D A B A E D
voltamos à 5ª série, hoje, 6º ano). Bom, naquela época
você tinha que saber que um substantivo tinha inúmeras
classificações: se tal substantivo é simples ou composto,
GABARITO EXERCÍCIO 02 primitivo ou derivado, concreto ou abstrato etc. O mesmo
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 vale para os adjetivos, pronomes, numerais, dentre outros,
C A D B E B E C D B que apresentam inúmeras classificações. A questão é: se a
organizadora é CESPE, FCC, ESAF, FUNRIO ou CESGRANRIO,
por exemplo, não é necessário que você se entupa de
GABARITO EXERCÍCIO 03
classificações e mais classificações. Não perca tempo com
01 02 03 04 05 isso. Essas organizadoras costumam cobrar o assunto em
C B A B D questão de maneira inteligente, reflexiva, levando em
conta o texto e o contexto. Por isso, foque nos conceitos.
GABARITO EXERCÍCIO 04 Ou seja: você tem que saber diferenciar, com competência,
um substantivo de um pronome; não confundir um verbo
01 02 03 04
com um substantivo, dentre outros.
C E B D
DICA: Quanto mais desconhecida for a organizadora do
GABARITO EXERCÍCIO 05 seu concurso, mais há a possibilidade de ser cobrado um
01 02 03 04 05 conteúdo bem ao estilo da 5ª série. Por exemplo, o CBI
Concursos exige, frequentemente, questões de separação
B E A B B silábica; o IMPARH adora querer saber se o coletivo de
“formigas” é mesmo “correição” etc. Logo, aconselho que
GABARITO EXERCÍCIO 06 você procure conhecer a organizadora desconhecida e
01 02 04 04 adequar-se a ela.
D E B A
DICA DE ESTUDO: Se você é um concurseiro de primeira
viagem e já não estuda Português há bastante tempo,
GABARITO EXERCÍCIO 07
sugiro que você dê uma atenta lida nos conceitos básicos
01 02 03 04 desse assunto. Ou seja, se você nem mesmo se lembra o
E A B D que é um pronome, é melhor, antes de começar a resolver
as questões, “amarrar” os conceitos para que você não os
GABARITO EXERCÍCIO 08 confunda mais tarde. Por isso, é bom ter uma gramática ao
seu lado sempre.
01 02 03 04 05 06 07 08
C E E C E C E E POSSIBILIDADE DE CAIR NA PROVA: Para nível
fundamental, no mínimo, duas (isso numa prova de 10
GABARITO EXERCÍCIO 09 questões); para nível médio, no máximo, uma (isso numa
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 prova de 15 a 20 questões); e para nível superior a
possibilidade é quase zero.
C E E E C C C C E C
STATUS: Em casa e com leitura individual.
GABARITO EXERCÍCIOS 10
01 02 03 04 05 06 ■ AS CLASSES DE PALAVRAS
C D C E C B
Qualquer idioma necessita de palavras para que a
comunicação se estabeleça. Quando essas palavras se
organizam para formar um texto, adquirem significações
específicas: nomear seres, indicar características,
qualidades, fazer conexões etc. De acordo com essas
significações, as palavras da língua portuguesa estão
agrupadas em dez classes, denominadas classes de
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
21
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

palavras ou classes gramaticais, a saber: substantivo, 02- CESPE (Câmara dos deputados 2012) “Quando
artigo, adjetivo, numeral, pronome, verbo, advérbio, possível, os teoremas e teorias mais belos são
preposição, conjunção e interjeição. também os mais simples: dadas duas ou mais
explicações para o mesmo fenômeno, vence a mais
simples. Esse critério é conhecido como a lâmina de
1 - SUBSTANTIVOS Ockham, atribuído a William de Ockham, um teólogo
inglês do século XIV”.
São as palavras que dão nome aos seres e às coisas em
geral. ( ) No trecho “um teólogo inglês do século XIV”, que
serve como aposto apresentador de informações
Como identificá-los em um texto? Os substantivos, em tese
acerca de William de Ockham, o artigo indefinido
(ou seja, na maioria das vezes), virão sempre
poderia ser omitido sem que se prejudicasse a
acompanhados de um determinante (artigo, pronome,
correção gramatical do texto.
numeral, adjetivo e/ ou locução adjetiva).
Como essa classe pode ser pedida em uma prova de Aposto explicativo: termo sintático cuja função é
concurso? esclarecer (elucidar) um outro termo não muito claro no
texto. Ex.: Maurice Blanchot, filósofo francês, tem um
ponto de vista complexo a respeito da linguagem literária.
TEXTO GABARITO
QUESTÃO 01: Destaque todos os substantivos do texto A resposta dessa questão está na primeira letra
abaixo. 01
da palavra “casa”.
“O ensino público brasileiro está de recuperação. Dados do A resposta dessa questão está na primeira letra
02
Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) indicam da palavra “campo”.
que 70% dos alunos das séries avaliadas (quinto e nono
anos do ensino fundamental e terceiro do ensino médio) PEGADINHAS!!!
não atingiram níveis de aprendizado considerados
adequados em língua portuguesa e matemática. O número a) Não confundir os artigos definidos com os pronomes
mais alarmante está no terceiro ano do ensino médio: pessoais oblíquos.
apenas 9,8% dos alunos dominam conhecimentos que - João é um rapaz muito determinado. Aquele fato o
deveriam saber em matemática”. motivou. (pronome)
[o = representa alguém citado no texto; mas
poderia, num outro texto, representar algo, e não
ARTIGOS uma pessoa]
São as palavras que acompanham os substantivos, - Ele não citou o motivo de sua demissão. (artigo)
modificando-os ou determinando-os, isto é, indicando [o = é o determinante de “motivo”]
gênero (masculino ou feminino) e número (singular ou
plural). Os artigos podem ser definidos ou indefinidos. - Maria muito trabalhava no ano passado. Nunca a
encontrava em casa. (pronome)
DEFINIDOS O, A, OS, AS. [a = representa alguém citado no texto; mas
INDEFINIDOS UM, UNS, UMA, UMAS. poderia, num outro texto, representar algo, e não
uma pessoa]
- A moça encontrava-se em casa. (artigo)
Como podem cair em uma prova de concurso: [ a = é o determinante de “moça”]
01- CESPE (Câmara dos deputados 2012) “Diferentes Morfologicamente Sintaticamente
autores apresentam de maneiras diversas as
características que deve ter a lei bem feita. Em geral, Artigos A, O, AS, OS Adjuntos Adnominais
todos concordam que é mister conciliar cinco Pronomes A, O, AS, OS Objetos Diretos
qualidades essenciais da linguagem legislativa, a
saber: simplicidade, precisão, clareza, concisão e
correção”.
b) Não confundir os artigos definidos com os pronomes
( ) A ausência do artigo “as” imediatamente antes demonstrativos.
de “cinco qualidades essenciais da linguagem
- O que....= aquilo que ou aquele que
legislativa” permite inferir a possibilidade de a
- Os que....= aqueles que
linguagem legislativa ser caracterizada por outras
- A que....= aquela que
qualidades essenciais não mencionadas.
- As que....= aquelas que
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
22
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

ESQUEMATIZANDO Grau superlativo absoluto


O “COMBO” DE PRONOMES Analítico sintético
Este livro é muito fraco. Este livro é fraquíssimo.
Pronome demonstrativo Pronome relativo
O que
Os que NUMERAIS
A que
São palavras que quantificam, ordenam, multiplicam ou
As que
fracionam o substantivo. Os numerais podem ser:
- Cardinais: Indicam uma quantidade determinada de
Exemplos: seres. Exemplos: um, dois, três...
- Quase todos os alunos saíram; os que ficaram tinham - Ordinais: Indicam a ordem (posição) que o ser ou a
dúvidas. coisa ocupa numa série. Exemplos: primeiro, segundo,
- O que mais admiro em você é a sinceridade. terceiro...
- Não sei se o que houve foi proposital.
- Mulheres são exigentes; as que não são devem ter - Multiplicativos: Expressam ideia de multiplicação,
valores diferenciados. indicando quantas vezes a quantidade foi aumentada.
Exemplos: dobro, triplo, quádruplo, quíntuplo, Sêxtuplo,
Sétuplo, Óctuplo, Nônuplo, Décuplo, Undécuplo e
ADJETIVOS Duodécuplo.
São palavras que caracterizam os seres e as coisas em geral, - Fracionário: Expressa ideia de divisão, indicando em
podendo expressar qualidade, estado, modo de ser, quantas partes a quantidade foi dividida. Exemplo: um
aparência etc. Os adjetivos sempre orbitam a “atmosfera” meio, um terço, dois quartos, dois quintos...etc.
do substantivo. Portanto, onde há substantivos, há grande
chance de se notar, no mínimo, um adjetivo. Obs.: Ambos e Ambas são considerados numerais duais.
Ex.: combativo, mau, amargurado, arrogante, tristíssimo Numerais x Concordância verbal
etc. a- Já...............(são/é) duas horas da tarde.
Esquema 01 b- Acontece que, no meu relógio,............................
a) No grau comparativo, a estrutura “do” é facultativa. (marca/marcam) uma e meia.

- A proposta do engenheiro é mais sensata (do) que a do c- Acontece que, no meu relógio,............................
arquiteto. (marca/marcam) 13h 30min.
d- ..............(É/São) meio-dia e meia.

PEGADINHA!!!! e- .........................(Resta/Restam) 15 minutos de jogo.

As formas analíticas representadas por “mais bom”, “mais f- 1,5% não.....................(sabe/sabem) em quem votar.
mau”, “mais grande” e “mais pequeno” apenas devem ser g- 10% não .................................(resolve/resolvem) os
utilizadas quando se comparam duas características de um problemas da população.
mesmo ser.
h- 51% .............................(decide/decidem) uma eleição.
Exemplos:
RESPOSTAS
- Pedro é mais bom (do) que esforçado.
- O garoto é mais mau (do) que esperto. a- são, b- marca, c- marcam, d- É, e- Restam, f- sabe, g-
- Aquele cão é mais pequeno (do) que bravo. resolvem, h- decidem.
- Teu quarto é mais grande (do) que ventilado.
PRONOMES
Esquema 02
Palavras que acompanham ou substituem o substantivo. Os
Grau superlativo relativo pronomes apoiam os substantivos ou evitam a repetição
deles dentro do texto.
de inferioridade de superioridade
Ele é o menos fraco do Ele é o mais fraco do grupo.
grupo.
 CUIDADO!!!!
a) Quando sujeitos, os pronomes retos não podem ser
preposicionados.
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
23
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

- Não era o momento dele abandonar o futebol. Pronomes demonstrativos


(frase................*).
Como nos possessivos, o nome do pronome também
- Não era o momento de ele abandonar o futebol. sugere muita coisa: os demonstrativos “apontam” para algo
(frase..............*). ou alguém, servem para precisar dados, pessoas ou fatos
que ocorram num texto.
RESPOSTAS: errada e certa, respectivamente.
este(s), esta(s), esse(s), essa(s), aquele(s), aquela(s), isto,
isso, aquilo, tal.
(CESPE 2015 TJ DF)
Cada um dos itens a seguir, que apresenta uma proposta de
reescrita de trecho do texto — entre aspas —, deve ser Como podem cair nas provas:
julgado certo se, ao mesmo tempo, a proposta estiver a) Alguns desses pronomes podem desempenhar o papel
gramaticalmente correta e não acarretar prejuízo ao de retomar /sinalizar palavras ou ideias no texto.
sentido original do texto, ou errado, em caso contrário. Chamamos esse papel de anafórico (referência para
trás) e catafórico (referência para frente).

TEXTO ORIGINAL DA PROVA CESPE: “Esses atos são A dupla “Bebeto & Romário” = Este(a)(s) & Aquele(a)(s)
capazes de gerar sentimento de insegurança nos membros Este(a)(s) retomará o referente mais próximo.
da família”.
Aquele(a)(s) retomará referente mais distante.
TEXTO PROPOSTO PELA BANCA CESPE: “É capaz desses
atos gerarem sentimento de insegurança nos membros da - “Com cada vez mais usuários, a Internet está criando
família” . novos hábitos de comunicação entre as pessoas. Estas
estão até reagindo bem a tudo, enquanto aquela faz
RESPOSTA: a segunda letra da palavra FERMENTO traz a
corretamente o seu serviço de crescer”.
resposta.
b) Nossa banca pode pedir, em relação ao pronome a) “Estas” retoma “as pessoas”.
interrogativo “que”, para você mudar a ordem dos b) “Aquela” retoma “internet”.
elementos da frase.
Ordem inversa Ordem direta
O “Este(a)(s)” pode surgir sozinho no texto
- O que você viu ontem? - Você viu ontem o quê?
“Ela comprou os livros, os cadernos e os lápis. Estes,
- De que ele gosta mais? - Ele gosta mais de quê? contudo, foram os mais fáceis de achar”.
Para que eu fiz isso? - Eu fiz isso para quê? - “Estes” remete a........................................
“Após a CPI, o único político punido foi este: nenhum”.
Pronomes possessivos - “Este” remete a........................................
O nome sugere, claramente, a sua função: indicar relação
de posse. São estes:
A dupla Esse(a)(s) /Tal + Substantivo “lanterna”
Meu(s), minha (s), teu(s), tua(s), seu(s), sua(s), nosso(s), SITUAÇÃO 00 - “Em época de alta do dólar, o brasileiro
nossa(s), vosso(s), vossa(s), dele(s), dela(s). volta a mostrar mais interesse em viajar pelo país do que
para o exterior, segundo pesquisa do Ministério do
Turismo, em parceria com a Fundação Getúlio Vargas”.
Como podem cair nas provas:
SITUAÇÃO 01 - “Em época de alta do dólar, o brasileiro
a) Exceto “dele(a)(s)”, todos os demais possessivos volta a mostrar mais interesse em viajar pelo país do que
femininos no singular permitem, quando há situação para o exterior, segundo pesquisa do Ministério do
de crase, a sua facultatividade. Turismo, em parceria com a Fundação Getúlio Vargas. Essa
- Ele disse tudo à minha família. (a minha família) novidade faz com que as agências....
- A direito à tua privacidade é fundamental (a tua SITUAÇÃO 02 - “Em época de alta do dólar, o brasileiro
privacidade). volta a mostrar mais interesse em viajar pelo país do que
- Esse fato diz respeito à sua vida. (a sua vida) para o exterior, segundo pesquisa do Ministério do
Turismo, em parceria com a Fundação Getúlio Vargas. Esse
estudo ocorreu nos meses de abril e maio e mostrou
também que....”
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
24
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

SITUAÇÃO 03 - “Em época de alta do dólar, o brasileiro - Os cientistas analisaram a proposta que foi recusada
volta a mostrar mais interesse em viajar pelo país do que pelos políticos.
para o exterior, segundo pesquisa do Ministério do
Obs.: “que” refere-se a “proposta”.
Turismo, em parceria com a Fundação Getúlio Vargas. Esse
turista injetará dinheiros nos cofres públicos e....” - Os cientistas analisaram a proposta a qual foi recusada
pelos políticos.
SITUAÇÃO 04 - “Em época de alta do dólar, o brasileiro
volta a mostrar mais interesse em viajar pelo país do que
para o exterior, segundo pesquisa do Ministério do
FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS 2014 (METRÔ DE SÃO
Turismo, em parceria com a Fundação Getúlio Vargas. Essa
PAULO) Os pronomes “que” (1º parágrafo), “sua” (2º
pasta vem realizando trabalhos importantes....”.
parágrafo) e “a qual” (3º parágrafo), referem-se,
SITUAÇÃO 05 - “Em época de alta do dólar, o brasileiro respectivamente, a:
volta a mostrar mais interesse em viajar pelo país do que
(A) exemplo − Jeca − composições
para o exterior, segundo pesquisa do Ministério do
Turismo, em parceria com a Fundação Getúlio Vargas. Tal (B) fluidez − Jeca − voz exemplar do migrante
faculdade também divulgou importantes estudos sobre....”
(C) Tristeza do Jeca − homem − canção popular
SITUAÇÃO 06 - “Em época de alta do dólar, o brasileiro
(D) exemplo − homem − voz exemplar do migrante
volta a mostrar mais interesse em viajar pelo país do que
para o exterior, segundo pesquisa do Ministério do (E) fluidez − homem − canção popular
Turismo, em parceria com a Fundação Getúlio Vargas. Tal
moeda já vinha sofrendo altas desde o começo do ano e....”
1º parágrafo - Gravada por “caipiras” e “sertanejos”, nos
“bons tempos do cururu autêntico”, assim como nos
Como usar o ISSO “tempos modernos da música ‘americanizada’ dos
rodeios”, Tristeza do Jeca é o grande exemplo da notável,
- O pronome “isso” retoma uma ideia (um processo), e não
embora pouco conhecida, fluidez que marca a transição
uma palavra ou expressão isolada do texto.
entre os meios rural e urbano, pelo menos em termos de
“A manifestação também recebeu maciço apoio da música brasileira.
comunidade acadêmica. Isso, contudo, não foi suficiente
2º parágrafo - Num tempo em que homem só cantava em
para que as propostas fossem atendidas”.
tom maior e voz grave, o Jeca surge humilde e sem
- “Isso” refere-se a.......................................... vergonha alguma da sua “falta de masculinidade”, choroso,
melancólico, lamentando não poder voltar ao passado e,
assim, “cada toada representa uma saudade”.
Como usar o ISTO
3º parágrafo - “A canção popular conserva profunda
“Só desejo a você isto: que seja aprovado”. nostalgia da roça. Moderna, sofisticada e citadina, essa
música foi e é igualmente roceira, matuta, acanhada,
- “Isto” refere-se a.................................
rústica e sem trato com a área urbana, de tal forma que,
em todas essas composições, haja sempre a voz exemplar
do migrante, a qual se faz ouvir para registrar uma
Pronomes relativos
situação de desenraizamento, de dependência e falta”,
Os pronomes relativos são aqueles que se relacionam com analisa a cientista política Heloísa Starling”.
outros elementos do texto, a saber: substantivos (na
RESPOSTA: A letra que inicia a palavra BANCO traz a
maioria das vezes).
resposta.
que, quem, onde e cujo(a)(s) b) O pronome ONDE só se refere a um lugar: rio, praça,
Como podem cair em provas: casa, bolso, quintal etc.

a) Lembre-se de que o pronome QUE pode ser


transformado em o qual, os quais, a qual e as quais. FRASES CORRETAS
- Os livros de Machado de Assis, que são muito bem - Ele conheceu a praça onde havia muitas barracas com
conceituados, têm um bom preço. comidas exóticas.
Obs.: “que” refere-se a “livros”.
- Os livros de Machado de Assis, os quais são muito bem Obs.: Onde = em que = no qual, na qual, nos quais, nas
conceituados, têm um bom preço. quais.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
25
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

- Ele conheceu a praça em que havia muitas barracas com - A mulher cuja preocupação é cuidar dos filhos tem o
comidas exóticas. respeito de todos.
- Ele conheceu a praça na qual havia muitas barracas As frases abaixo estão completamente erradas:
com comidas exóticas.
- Os livros cujas as capas estavam rasgadas eram raros.
- A mulher cuja é preocupada com os filhos tem o
FRASES COMPARADAS respeito de todos.
- Ele se deparou com um momento onde mudou tudo. - As ideias cuja nos ensinam as coisas fortalecem o
(frase errada) homem.
- Ele se deparou com um momento em que mudou tudo.
(frase correta)
Verbos
- O jogo onde todos os atletas brigaram foi horrível.
Sem dúvida, é a classe gramatical mais complexa de todas.
(frase errada)
Rica em variações, usos, substituições, irregularidades,
- O jogo em que todos os atletas brigaram foi horrível. significações etc., é a classe que iremos analisar ao longo do
(frase correta) nosso curso; ou seja, não para por aqui, até porque seria
uma grande injustiça. Portanto, o que iremos investigar,
INSS 2016 agora, é apenas uma amostra dessa classe tão versátil.
“Na parede da esquerda ficaria a grande e sonhada estante
onde caberiam todos os meus livros. Tratei de encomendá-
la a seu Joaquim, um marceneiro que tinha oficina na rua Definição
Garcia D’Ávila com Barão da Torre”. Palavra que indica ação, estado ou fenômeno da natureza.
( ) Seria mantida a correção do texto caso o trecho
Obs.: “Ação” não significa, necessariamente, ação física
“onde caberiam” fosse substituído por que caberia.
RESPOSTA: a primeira letra da palavra ESPADA traz a Exemplos:
resposta da questão. - Os médicos deixaram o hospital bem cedo. (ação)
- A Bovespa especula que tais ações podem cair. (ação)
c) O pronome QUEM sempre se refere a uma pessoa e - O tema “verbos” é complexo. (qualidade)
sempre é preposicionado
- A cidade parece calma. (estado)
- Esta é a mulher por quem o meu amigo se apaixonou.
- Choveu ontem. (fenômeno da natureza)
- O professor a quem ele se referiu faltou ontem.
- Nós vimos o médico de quem o enfermeiro falou mal.
Modos verbais
Obs.: É totalmente correto substituir QUEM por QUE (o
Os verbos do português têm modos. Os modos indicam os
qual, os quais, a qual, as quais), mas a frase vai ficar muito
valores semânticos que podem ser notados em cada verbo.
esquisita, aparentemente errada, mas não estará. Veja:
Vamos a eles:
- Esta é a mulher por que o meu amigo se apaixonou.
a) Indicativo: Manifesta uma certeza da ação ou do estado
- O professor a que ele se referiu faltou ontem. que manifesta o verbo. O leitor não tem dúvidas de que
aquela ação esteja ocorrendo, tenha ocorrido ou venha
- Nós vimos o médico de que o enfermeiro falou mal.
a ocorrer.
Melhorando a “aparência” das frases acima:
- Ontem, Marcela fez um belo jantar.
- Esta é a mulher pela qual o meu amigo se apaixonou.
- João sempre joga futebol depois da aula.
- O professor ao qual ele se referiu faltou ontem.
- No fim do ano, eles farão uma grande festa.
- Nós vimos o médico do qual o enfermeiro falou mal.

b) Subjuntivo: Manifesta uma ação incerta, duvidosa ou


d) O pronome CUJO(A)(S) estabelece relação de posse e mesmo hipotética. Agora, o leitor não está mais seguro
não pode ser trocado pelo QUE. quanto à ação verbal; tudo é dúvida.
- Os livros cujas capas estavam rasgadas eram raros. - Quero que o livro desperte a atenção dos alunos.
(Será que vai despertar? É uma hipótese)
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
26
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

- Se eu fizesse uma requisição, eles poderiam me  TEMPOS VERBAIS


atender. (Eu farei a requisição? Talvez sim, talvez
Presente do indicativo
não)
O presente indica um fato que ocorre no momento do
- Quando vocês decidirem, estaremos à disposição.
enunciado, não necessariamente no momento cronológico
(Quando eles vão decidir? Não se sabe.)
atual. Não tem desinência fixa.
- O Brasil vive um momento decisivo: o repúdio à
c) Imperativo: Manifesta uma ordem, um conselho, um corrupção. (ação presente, mas em curso neste
pedido, uma advertência ou uma súplica. Agora, o momento)
sujeito da ação é orientado a fazer algo.
- Nós, concurseiros, sempre estudamos bastante. (ação
- Leve este livro até sua mãe, meu filho. rotineira no presente).
- Nunca mais faça isso, seu mentiroso!!! - Quando Cabral chega ao Brasil, vê que o nosso povo é
bem diferente do dele.
- Rapaz, deixe essa vida de farras!
(a ação é passada, mas dita como se fosse presente).
- Gente, fiquemos em pé para saudar o diretor!

 PRETÉRITOS
TEMPOS VERBAIS
 Perfeito
Os tempos verbais expressam o momento de uma ação. Os
verbos podem estar no presente, passado ou futuro. O pretérito perfeito indica uma ação totalmente realizada,
Visualmente, é possível identificar em que tempo e modo que iniciou e terminou no passado. Não tem desinência.
estão muitos verbos.
- Na Idade Média, os padres escreveram leis duras ao
MODO INDICATIVO cristão.
Pret. Pret. Pret. + Fut. Fut. - Ontem, todos foram ao cinema e se emocionaram.
Presente
Imperf. Perf. q Perf. Pres. Pret.
- Há dez minutos, escrevi um artigo sobre verbos.
- IA -RE
Ø Ø - RA - RIA
- VA - RÁ
 Imperfeito
MODO SUBJUNTIVO O pretérito imperfeito indica uma ação que iniciou no
Presente Pret. Imperf. Futuro passado, mas que ainda não terminou. As desinências são –
VA e –IA.
VARIÁVEL -SSE -R
- Hoje cedo, eu preparava os convites, quando tive que
sair. (ação interrompida bruscamente no passado)
Pegadinha da FCC !!!!! - Na década passada, os brasileiros comiam menos carne
FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS 2014 (Metrô de São Paulo) do que hoje. (ação iniciada, mas não finalizada em sua
totaalidade no passado).
“... Ele conciliava as noites de boemia com a rotina de
professor, pesquisador e zoólogo famoso”.
O verbo flexionado nos mesmos tempo e modo que o  Mais-que-perfeito
grifado acima se encontra em: O pretérito mais-que-perfeito indica uma ação passada,
(A) Tem músicas com Toquinho, Elton Medeiros e Paulinho que começou no passado distante, mas que foi, contudo, a
Nogueira. primeira ação a terminar. Desinência: –RA.

(B) As músicas eram todas de Vanzolini. - Quando deixamos o chalé, notamos que nosso filho
caçula esquecera um de seus brinquedos no quarto.
(C) Por mais incrível que possa parecer...
- O jovem fizera tudo para ser feliz.
(D) ... os fortes laços que unem campo e cidade.
(E) ... porque não espalha...
Detalhe: as formas do pretérito mais-que-perfeito podem
RESPOSTA: a segunda letra da palavra ABRIR traz a ser substituídas por HAVER ou TER + PARTICÍPIO.
resposta.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
27
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

FUTUROS Ex.: Amanhã, sairemos cedo.


 Futuro do presente - MODO (bem, mal, melhor, pior, assim, velozmente e
quase todos terminados em -mente).
O futuro do presente indica ações convictas (ou seja,
Ex.: Ela deixou a sala de aula bem.
certas) que acontecerão em relação ao presente, já que
este permite tal certeza. É um tempo meio “prepotente”, - INTENSIDADE (muito, pouco, mais, menos, bastante,
meio “já ganhou”. Desinências: -RÁ ou -RE. intensamente etc.).
Ex.: Ele estudou muito.
- No fim do ano, ele comprará aquele carro.
- DÚVIDA (talvez, acaso, provavelmente, quiçá etc.).
- Amanhã, resolveremos este problema.
Ex.: Talvez eu vá com você.
- AFIRMAÇÃO (Sim, certamente, realmente).
 Futuro do pretérito Ex.: Certamente sairemos hoje.
O futuro do pretérito (ou condicional) inidica ações futuras - NEGAÇÃO (não, nunca, jamais)
em relação ao passado. Desinência: -RIA. Ex.: Nunca menospreze seus amigos.
- Caso Pedro chegasse cedo, resolveria esse problema. - DE INCLUSÃO: Ainda, até, mesmo, inclusivamente,
(Contexto: quem falou a frase espera ainda a chegada também.
de Pedro; ou seja, a ação ainda não aconteceu, é uma Ex.: Emocionalmente o indivíduo TAMBÉM amadurece
ação futura). durante a adolescência.
Também serve para indicar ações hipotéticas ou irreais. - CONFORMIDADE (conforme, segundo, consoante).
Ex.: Conforme o jornal, gasolina sofrerá redução.
- O Brasil jamais seria goleado por time algum nesta
Copa. (Contexto: o Brasil ainda não havia enfrentado a
Alemanha).
Algumas locuções adverbiais.
- CAUSA
 ADVÉRBIO: Ex.: As pessoas não saíram de casa por conta do frio.
Classe que exprime valor circunstancial, podendo modificar - FINALIDADE
um verbo, um adjetivo, ou um advérbio. Ex.: Estudava para a prova.
Exemplo 1: Choverá amanhã - Advérbio de tempo. - INSTRUMENTO
Ex.: Feriu-se com o bisturi.
O termo grifado, no caso, sob uma análise sintática, é um
adjunto adverbial, modificando um verbo intransitivo, de - COMPANHIA
sentido pleno, que no caso é o verbo "chover". Ex.: Saiu com os amigos.
- CONCESSÃO (se bem que, muito embora, apesar disso,
a despeito de, malgrado etc.)
Exemplo 2: Será um divórcio tão complicado! - Advérbio de
Ex. Malgrado o tempo ruim, todos foram à praia.
intensidade.
O termo grifado, neste caso, “modifica” (torna mais
“encorpado”) o adjetivo complicado. 8. PREPOSIÇÃO:
Palavra invariável, que liga dois termos. São elas: a, ante,
após, até, com, contra, de, desde, em, entre, para, perante,
Exemplo 3: Aquele foi um planejamento tão
por, sem, sob, sobre, trás, durante etc.
criteriosamente estudado! - Advérbio de intensidade.
As preposições não têm, em si, sentido independente.
O termo grifado, neste caso, modifica o advérbio
Porém, podem “parasitar” significados dos contextos.
criteriosamente.
- João falou a Pedro.
- João falou ante Pedro.
- João falou após Pedro.
Classificação de alguns dos advérbios:
- João falou com Pedro.
- LUGAR (aqui, ali, lá, acolá, acima, abaixo, dentro, fora, - João falou contra Pedro.
longe, perto etc.). - João falou de Pedro.
Ex.: Ele dormiu aqui ontem. - João falou em Pedro.
- João falou para Pedro.
- TEMPO (ontem, hoje, amanhã, cedo, tarde, ainda,
- João falou perante Pedro.
agora).
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
28
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

- João falou por Pedro. B) Concessivas: introduzem relação de contradição,


- João falou sem Pedro. oposição. As conjunções e locuções mais importantes
- João falou sobre Pedro. são as seguintes: ainda que, mesmo que, embora, posto
que, se bem que, em que pese, malgrado, a despeito
de, não obstante, conquanto.
9. CONJUNÇÃO:
- Ainda que todos os médicos tenham entrado em uma
Conjunção é a palavra cuja função é ligar termos ou pesada greve, as unidades de saúde resistem
orações, atribuindo, muitas vezes, valores semânticos às bravamente.
frases. Portanto, as conjunções podem ou não manifestar
As conjunções que não manifestam sentido são as
sentido. Detalhe: às vezes, a conjunção apresenta mais de
integrantes.
uma palavra; quando isso acontece, chamamos locução
conjuntiva. - Os médicos não notaram que as unidades de saúde
estavam precisando deles.
- Eles não viram se tudo aquilo era mesmo verdade.
Conjunções ou locuções que manifestam sentidos.
a) Coordenativas
10. INTERJEIÇÃO:
b) Adverbiais
Palavra que procura expressar sentimentos, emoções. Ih!
O que cai mais em provas?
Oh! Viva! Psiu! Aleluia!
Na maioria das vezes, pede-se ao candidato para
reconhecer as conjunções, seus valores semânticos e se
certas trocas são possíveis. EXERCÍCIOS 01
Vamos, primeiro, ver as conjunções ou locuções
01- Em: “Trata-se da construção de uma alternativa à
coordenativas mais importantes:
lógica dominante, ao ajustamento de todas as
1) Aditivas: e, nem, não só...mas também (não sociedades...” (L.32-33)
somente...como também etc.)
No trecho acima há:
- O prefeito fez a licitação, e resolveu logo os problemas
da população carente.
a) quatro adjetivos
- O prefeito não só fez a licitação, mas também resolveu b) três adjetivos
logo os problemas da população carente. c) dois adjetivos
d) um adjetivo
e) nenhum adjetivo
2) Adversativas: mas, porém, contudo, todavia, no
entanto, entretanto, não obstante, em contrapartida. 02- Assinale a frase em que os termos destacados estão
- O prefeito fez a licitação, mas não resolveu os corretamente empregados.
problemas da população carente.
a) Promoveu um evento grandioso em setembro
As demais conjunções coordenativas são as seguintes: deste ano onde gastou uma fortuna.
alternativas (ou...ou; seja...seja; ora...ora; quer...quer), b) O meu engenheiro é um cidadão em cuja
conclusivas (portanto, logo, por conseguinte) e explicativas capacidade podemos confiar.
(porque, pois, que). c) Certificou a seus superiores no Ministério de que
a Comissão de Licitações estava prestes a pedir
demissão.
Vamos, agora, ver as conjunções ou locuções adverbiais d) Prefiro ficar sozinho do que perdoar os que me
mais importantes: deixaram neste estado deplorável de
A) Causais: introduzem relação de causa e se combinam dependência física.
com uma ideia de consequência. As conjunções e
locuções mais importantes são as seguintes: já que, Obs.: Para um melhor entendimento dessa questão e da
como, pois que, na medida em que, uma vez que, visto próxima, sugiro que você consulte a tabela de
que, sendo que, dado que, porquanto. PRONOMES RELATIVOS, no final dessa bateria de
exercícios, na seção CURIOSIDADES SOBRE AS
- Já que os médicos iniciaram uma pesada greve, as CLASSES DE PALAVRAS.
unidades de saúde vivem um verdadeiro caos.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
29
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

03- Assinale a opção em que é possível substituir, de Obs.: Para um melhor entendimento dessa questão,
acordo com a norma culta, a expressão grifada pela sugiro que você revise o tema MODOS VERBAIS.
palavra “onde”. Lembre-se de que modo verbal é totalmente
diferente de tempo verbal.
a) O cinema em que nos encontramos passa bons
filmes. 05- “À evidência imposta, que presume que a única forma
b) Vejo você às 11 horas, quando iremos almoçar. aceitável de organização de uma sociedade é a
c) Se o tempo melhorar, então vamos à praia. regulação pelo mercado, podemos opor a proposta de
d) A situação que ele criou não é aceitável. organizar as sociedades e o mundo a partir do acesso
e) Lembrei-me do tempo no qual íamos junto para todos aos direitos fundamentais.”
trabalhar.
As ocorrências da palavra QUE no trecho acima são
04- João e Maria classificadas como:

Agora eu era o herói a) conjunção integrante e conjunção integrante.


E o meu cavalo só falava inglês b) pronome relativo e conjunção integrante.
A noiva do cowboy c) pronome relativo e pronome relativo.
Era você d) conjunção subordinativa e conjunção
Além das outras três subordinativa.
Eu enfrentava os batalhões e) conjunção integrante e pronome relativo.
Os alemães e seus canhões
Guardava o meu bodoque Obs.: Para um aprofundamento dessa questão, sugiro que
E ensaiava um rock você vá aos capítulos FUNÇÕES DO “QUE” e
Para as matinês ORAÇÕES SUBORDINADAS ADJETIVAS.
(...) 06- “Com o real, os brasileiros redescobriram o valor do
Não, não fuja não dinheiro e das coisas.”; a frase a seguir em que a
Finja que agora eu era o seu brinquedo preposição com tem o mesmo valor semântico da
Eu era o seu pião ocorrência sublinhada é:
O seu bicho preferido
Sim, me dê a mão a) Com a chuva, todas as ruas ficaram alagadas.
A gente agora já não tinha medo b) Os turistas encontraram-se com os amigos no
No tempo da maldade aeroporto.
Acho que a gente nem tinha nascido c) Todos saímos com os amigos recém-chegados.
(Chico Buarque e Sivuca). d) Com quem eles viajaram nós não vimos.
e) Brigaram com os adversários durante horas.
I. Nos versos Agora eu era o herói e A gente agora
já não tinha medo, o uso do advérbio agora 07- Em “Ninguém atinge a perfeição alicerçado na busca
mostra-se inadequado, pois os verbos de valores materiais, nem mesmo os que consideram
conjugados no pretérito imperfeito designam tal atitude um privilégio dado pela existência”, os
fatos transcorridos no tempo passado. pronomes destacados no período acima classificam-
II. Em Finja que agora eu era o seu brinquedo e Sim, se, respectivamente, como:
me dê a mão, os verbos grifados estão
flexionados no mesmo modo. a) indefinido - demonstrativo - relativo -
III. Substituindo-se a expressão a gente pelo demonstrativo
pronome nós nos versos A gente agora já não b) indefinido - pessoal oblíquo - relativo - indefinido
tinha medo e Acho que a gente nem tinha c) de tratamento - demonstrativo - indefinido -
nascido, a forma verbal resultante, sem alterar o demonstrativo
contexto, será teríamos. d) de tratamento - pessoal oblíquo - indefinido -
demonstrativo
Está correto o que se afirma em e) demonstrativo - demonstrativo - relativo -
demonstrativo
a) I, II e III.
b) I e II, apenas. 08- Na frase "As negociações estariam meio abertas só
c) III, apenas. depois de meio período de trabalho", as palavras
d) II, apenas. destacadas são, respectivamente:
e) I, apenas. a) adjetivo, adjetivo
b) advérbio, advérbio

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
30
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

c) advérbio, adjetivo b) “... não conseguiu prever nem a crise econômica


d) numeral, adjetivo atual.”
e) numeral, advérbio c) “... vai tornar inúteis arquivos e bibliotecas.”
d) “... o site precisa da confirmação e do endosso
Obs.: Para um melhor entendimento dessa questão, do ‘impresso’,”
sugiro que você vá ao capítulo CONCORDÂNCIA e) “Muitos dos blogs e sites mais influentes...”
NOMINAL e leia, com atenção, a parte que fala das
palavras “bastante”, “meio”, “caro” e “barato”. GABARITO

09- Na frase: "Passaram dois homens a discutir, um a 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10


gesticular e o outro com a cara vermelha", o termo a
está empregado, sucessivamente, como: D B A D B A A C C D

a) artigo, preposição preposição 11 12


b) pronome, preposição, artigo
E D
c) preposição, preposição, artigo
d) preposição, pronome, preposição
e) preposição, artigo, preposição
 CURIOSIDADES SOBRE AS CLASSES DE PALAVRAS
Obs.: Não cabe o uso de acento grave nas duas primeiras
evidências de “a”, uma vez que, na sequência de tais
Algumas curiosidades sobre os substantivos:
palavras, há dois verbos.
Palavras masculinas:
10- Observe o período a seguir: "Podem acusar-me: estou  o ágape (refeição dos primitivos cristãos);
com a consciência tranquila". Os dois pontos do
período acima poderiam ser substituídos por vírgula,  o anátema (excomungação);
explicando-se o nexo entre as duas orações pela  o axioma (premissa verdadeira);
conjunção:  o caudal (cachoeira);
 o carcinoma (tumor maligno);
a) portanto
b) e  o champanha, clã, clarinete, contralto, coma,
c) como diabete/diabetes (Fem. classificam como gênero
d) pois vacilante);
e) embora  o diadema, estratagema, fibroma (tumor benigno);
 o herpes, hosana (hino);
Obs.: para um melhor entendimento, sugiro que você vá
ao capítulo PONTUAÇÃO e leia, com cuidado, o uso  o jângal (floresta da Índia);
de vírgulas em Orações Coordenadas.  o lhama;
11- Assinale a alternativa cuja relação é incorreta:  o praça (soldado raso);
 o proclama, sabiá, soprano (Fem. classificam como
a) Sorria às crianças que passavam - pronome
gênero vacilante);
relativo
b) Declararam que nada sabem - conjunção  o suéter, tapa (Fem. classificam como gênero
integrante vacilante);
c) Que manifestação alegre foi a sua - advérbio de  o teiró (parte de arma de fogo ou arado);
intensidade
 o telefonema, trema, vau (trecho raso do rio).
d) Que enigmas há nesta vida - pronome adjetivo
indefinido
e) Uma ilha que não consta no mapa - conjunção Palavras femininas:
coordenativa explicativa
 a abusão (engano);
Obs.: Para um melhor entendimento, sugiro que você vá  a alcíone (ave dos antigos);
ao capítulo “FUNÇÕES DO QUE”.
 a aluvião, araquã (ave);
12- Há três substantivos em:  a áspide (reptil peçonhento);
a) “... com sérias dificuldades financeiras.”  a baitaca (ave);
 a cataplasma, cal, clâmide (manto grego);
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
31
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

 a cólera (doença);  druida - druidesa;


 a derme, dinamite, entorce, fácies (aspecto);  elefante - elefanta e aliá (Ceilão);
 a filoxera (inseto e doença);  embaixador - embaixadora e embaixatriz;
 a gênese, guriatã (ave);  ermitão - ermitoa, ermitã;
 a hélice (Fem. classificam como gênero vacilante);  faisão - faisoa (Cegalla), faisã;
 a jaçanã (ave);  hortelão (trata da horta) - horteloa;
 a juriti (tipo de aves);  javali - javalina;
 a libido, mascote, omoplata, rês, suçuarana (felino);  ladrão - ladra, ladroa, ladrona;
 a sucuri, tíbia, trama, ubá (canoa);  felá (camponês) - felaína;
 a usucapião (Fem. classificam como gênero vacilante);  flâmine (antigo sacerdote) - flamínica;
 a xerox (cópia).  frade - freira;
 frei - sóror;
 gigante - giganta;
Gênero vacilante:
 grou - grua;
 acauã (falcão);
 lebrão - lebre;
 inambu (ave);
 maestro - maestrina;
 laringe, personagem (Ceg. fala que é usada
indistintamente nos dois gêneros, mas que há  maganão (malicioso) - magana;
preferência de autores pelo masculino);  melro - mélroa;
 víspora.  mocetão - mocetona;
 oficial - oficiala;
 padre - madre;
Alguns femininos:
 papa - papisa;
 abade - abadessa;
 pardal - pardoca, pardaloca, pardaleja;
 abegão (feitor) - abegoa;
 parvo - párvoa;
 alcaide (antigo governador) - alcaidessa, alcaidina;
 peão - peã, peona;
 aldeão - aldeã;
 perdigão - perdiz;
 anfitrião - anfitrioa, anfitriã;
 prior - prioresa, priora;
 beirão (natural da Beira) - beiroa;
 mu ou mulo - mula;
 besuntão (porcalhão) - besuntona;
 rajá - rani;
 bonachão - bonachona;
 rapaz - rapariga;
 bretão - bretoa, bretã;
 rascão (desleixado) - rascoa;
 cantador - cantadeira;
 sandeu - sandia;
 cantor - cantora, cantadora, cantarina, cantatriz;
 sintrão - sintrã;
 castelão (dono do castelo) - castelã;
 sultão - sultana;
 catalão - catalã;
 tabaréu - tabaroa;
 cavaleiro - cavaleira, amazona;
 varão - matrona, mulher;
 charlatão - charlatã;
 veado - veada;
 coimbrão - coimbrã;
 vilão - viloa, vilã.
 cônsul - consulesa;
 comarcão - comarcã;
 cônego - canonisa; Substantivos em -ÃO e seus plurais:

 czar - czarina;  alão - alões, alãos, alães;


 deus - deusa, déia;  aldeão - aldeãos, aldeões;
 diácono (clérigo) - diaconisa;  capelão - capelães;
 doge (antigo magistrado) - dogesa;  castelão - castelãos, castelões;

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
32
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

 cidadão - cidadãos; óculos,


 cortesão - cortesãos; olheiras,
 ermitão - ermitões, ermitãos, ermitães; primícias (começos, prelúdios),
 escrivão - escrivães; pêsames,
 folião - foliões; vísceras,
 hortelão - hortelões, hortelãos; víveres etc.,
 pagão - pagãos; além dos nomes de naipes.
 sacristão - sacristães;
 tabelião - tabeliães; Coletivos:
 tecelão - tecelões;
 alavão - ovelhas leiteiras;
 verão - verãos, verões;
 armento - gado grande (búfalos, elefantes);
 vilão - vilões, vilãos;
 assembleia (parlamentares, membros de associações);
 vulcão - vulcões, vulcãos.
 atilho - espigas;
 baixela - utensílios de mesa;
Alguns substantivos que sofrem metafonia no plural:  banca - de examinadores, advogados;
abrolho, caroço, corcovo,  bandeira - garimpeiros, exploradores de minérios;
corvo, coro, despojo,  bando - aves, ciganos, crianças, salteadores;
destroço, escolho, esforço,  boana - peixes miúdos;
estorvo, forno, forro,  cabido - cônegos (conselheiros de bispo);
fosso, imposto, jogo,  cáfila - camelos;
miolo, poço, porto,  cainçalha - cães;
posto, reforço, rogo,  cambada - caranguejos, malvados, chaves;
socorro, tijolo, toco,  cancioneiro - poesias, canções;
torno, torto, troco.  caterva - desordeiros, vadios;
 choldra, joldra - assassinos, malfeitores;
Substantivos só usados no plural:  chusma - populares, criados;
anais,  conselho - vereadores, diretores, juízes militares;
antolhos,  conciliábulo - feiticeiros, conspiradores;
arredores,  concílio - bispos;
arras (bens, penhor),  canzoada - cães;
calendas (1º dia do mês romano),  conclave - cardeais;
cãs (cabelos brancos),  congregação - professores, religiosos;
cócegas,  consistório - cardeais;
condolências,  fato - cabras;
damas (jogo),  feixe - capim, lenha;
endoenças (solenidades religiosas),  junta - bois, médicos, credores, examinadores;
esponsais (contrato de casamento ou noivado),  girândola - foguetes, fogos de artifício;
esposórios (presente de núpcias),  grei - gado miúdo, políticos;
exéquias (cerimônias fúnebres),  hemeroteca - jornais, revistas;
fastos (anais),  legião - anjos, soldados, demônios;
férias,  malta - desordeiros;
fezes,
 matula - desordeiros, vagabundos;
manes (almas),
 miríade - estrelas, insetos;
matinas (breviário de orações matutinas),
 nuvem - gafanhotos, pó;
núpcias,
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
33
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

 panapaná - borboletas migratórias; 03. Regência Verbal e Nominal


 penca - bananas, chaves;
 récua - cavalgaduras (bestas de carga); RELEVÂNCIA DO ASSUNTO EM PROVAS: Muito alta.
 renque - árvores, pessoas ou coisas enfileiradas; Acredito que saber a regência dos principais verbos
exigidos em provas é fundamental. É a partir desse tema
 réstia - alho, cebola;
que você resolverá questões não só de regência, como
 ror - grande quantidade de coisas; também de crase, sintaxe, funções do QUE e do SE etc. Ou
 súcia - pessoas desonestas, patifes; seja, se há um assunto que você deve dar atenção especial,
 talha - lenha; não tenha dúvidas de que é Regência verbal e nominal.
 tertúlia - amigos, intelectuais; DICA: Como você nunca saberá todas as regências da
 tropilha - cavalos; Língua Portuguesa (até mesmo porque ninguém as sabe),
 vara - porcos. sugiro que leia com muita atenção aquilo que chamo de
“Regências clássicas”. Elas aparecem com muita frequência
em provas. Quanto às demais, só há uma dica: ler e, se
Substantivos compostos: possível, perguntar-se: esse verbo é intransitivo ou
transitivo indireto? Fazendo, de vez em quando, esse
Os substantivos compostos formam o plural da seguinte
exercício simples você, lentamente, armazenará um banco
maneira: de dados muito importante para ser utilizado na hora da
 sem hífen formam o plural como os simples prova.
(pontapé/pontapés);
DICA DE ESTUDO: Se você não sabe se o verbo TAL é
 caso não haja caso específico, verifica-se a
intransitivo ou transitivo indireto, procure o dicionário. Lá
variabilidade das palavras que compõem o substantivo
no verbete sempre há, também, esse tipo de informação.
para pluralizá-los. São palavras variáveis: substantivo,
Senão vejamos o diz o Dicionário Houaiss sobre o verbo
adjetivo, numeral, pronomes, particípio. São palavras
AVANÇAR:
invariáveis: verbo, preposição, advérbio, prefixo;
 em elementos repetidos, muito parecidos ou 1- Intransitivo: ir para adiante; adiantar-se.
onomatopaicos, só o segundo vai para o plural (tico- Ex.: avançaram para o litoral
ticos, tique-taques, corre-corres, pingue-pongues);
2- Transitivo direto: fazer mover para frente; adiantar.
 com elementos ligados por preposição, apenas o
Ex.: o jogador de xadrez avançou o rei
primeiro se flexiona (pés-de-moleque);
 são invariáveis os elementos grão, grã e bel (grão- 3- Transitivo direto, transitivo indireto e intransitivo:
duques, grã-cruzes, bel-prazeres); fazer progredir ou progredir.
Exs.: Avançamos o projeto no último mês.
 só variará o primeiro elemento nos compostos A turma avançou em química.
formados por dois substantivos, onde o segundo limita Estas obras não avançam.
o primeiro elemento, indicando tipo, semelhança ou
finalidade deste (sambas-enredo, bananas-maçã)
4- Transitivo indireto: estender-se, expandir-se, alongar-
 nenhum dos elementos vai para o plural se formado se; alastrar-se
por verbos de sentidos opostos e frases substantivas Ex.: O avarandado avança sobre a praia
(os leva-e-traz, os bota-fora, os pisa-mansinho, os bota-
abaixo, os louva-a-Deus, os ganha-pouco, os diz-que-
me-diz); POSSIBILIDADE DE CAIR NA PROVA: Para nível
fundamental, no máximo, duas (isso numa prova de 10 a 15
 compostos cujo segundo elemento já está no plural questões); para nível médio, de duas a quatro (isso numa
não variam (os troca-tintas, os salta-pocinhas, os prova de 15 a 20 questões); e para nível superior a
espirra-canivetes); possibilidade é parecida com a do nível médio, o que muda
 palavra guarda, se fizer referência a pessoa varia por é o grau de dificuldade das questões.
ser substantivo. Caso represente o verbo guardar, não
pode variar (guardas-noturnos, guarda-chuvas). STATUS: Em sala e com o professor.

1. REGÊNCIA VERBAL

Sem dúvida, o assunto que mais ajudará você a resolver


importantes questões das principais bancas de concursos
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
34
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

públicos do país. É que o tema “regência verbal” funciona Ex.: Quem estuda + estuda algo ou alguém.
como uma espécie de “porta de acesso” a vários raciocínios Logo, ESTUDAR é VTD (não rege preposição, apenas um
gramaticais. Mas quais questões, especificamente, você objeto, que é direto)
poderia resolver? Vamos a elas:
Ex.: O técnico estudava as jogadas adversárias.
a) Todas as de regência verbal (o que é óbvio);
b) Muitas das de crase (quase todas, sem exagero); 4. Caso haja uma pausa na leitura e a exigência de
c) Muitas das de análise sintática: sujeito, objeto direto, preposição por parte do verbo, este será transitivo
objeto indireto etc. indireto.
d) Muitas das de vozes verbais;
e) Muitas das de orações subordinadas substantivas; Ex.: Quem crê + crê EM algo ou crê EM alguém.
Logo, CRER é VTI (rege preposição EM; tem-se, logo, um
f) Muitas das de funções do “QUE”;
objeto indireto)
g) Algumas das de funções do “SE”;
h) Algumas das de concordância verbal; Ex.: Os cristãos creem na vida eterna.
i) Algumas das de interpretação de texto.
5. Dependendo do verbo, o movimento pode ser duplo, o
que gera verbos bitransitivos.
O conceito de Regência Verbal.
Ocorre quando o termo regente (um verbo) se liga
Ex.: Quem diz + diz algo A alguém.
ao seu termo regido (o complemento verbal) por meio de
Logo, DIZER é VTDI (regendo dois objetos: o primeiro
uma preposição ou não. Aqui, é fundamental o
sem preposição [objeto direto] e o segundo com
conhecimento das transitividades verbais. Os verbos
preposição [objeto indireto]).
podem assumir as seguintes transitividades:
a) Verbo transitivo direto (vtd)
Ex.: Nós dissemos a verdade aos nossos pais.
b) Verbo transitivo indireto (vti)
c) Verbo transitivo direto e indireto / bitransitivo (vtdi) 6. Agora, se a leitura nem precisar chegar ao ALGO ou ao
d) Verbo intransitivo (vi) ALGUÉM, o verbo deve ser interpretado como
intransitivo.
Mas, para que você descubra a que transitividade
Ex.: Quem existe + existe.
pertence um verbo, é necessário que utilize um simples
Logo, EXISTIR é VI (não rege preposição, nem pede
procedimento para identificar se o verbo pede ou não
complemento)
preposição. A seguir, você verá aquilo que eu chamo de
“Aplicativo”. É com ele que você descobre que tipo de
Ex.: Fantasmas existem?
complemento o verbo regerá.

CONTUDO, CUIDADO!
LADO LADO Algumas frases podem induzir você a interpretar certas
A B estruturas de forma errada, a saber:
- A criança dormiu ø.
Quem + Verbo + Verbo → Algo ou Alguém
- A criança dormiu ao entardecer.
- A criança dormiu de sapatos.
A, DE, EM, PARA, COM, POR, - A criança dormiu em casa.
CONTRA. - A criança dormiu para esperar o natal.
- A criança dormiu com os pais.
- A criança dormiu por duas horas.
Instalando o “Aplicativo”.

1. Deposite o verbo envolvido na questão onde há a


Conclusões
palavra VERBO.
a) Nem tudo que é introduzido por preposição é
2. Leia a sequência completa da ferramenta (do LADO A ao objeto indireto;
LADO B), repetindo o verbo duas vezes. b) Quando o verbo exige a preposição, tem-se um
objeto indireto.
3. Se a leitura se efetivar de forma rápida e imediata c) Quando o verbo aceita a preposição, tem-se um
(direta) até o LADO B (e você não precisar usar adjunto adverbial.
nenhuma preposição do quadrado abaixo), o verbo é
transitivo direto.
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
35
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

Obs.: os verbos intransitivos têm sentido cheio, b) O aluno prepotente ridicularizava os colegas novatos.
completo, 100%. O que surgir a mais é só “um
extra”, ou seja, um Adjunto Adverbial (ou
Ridicularizar: __________________
complemento circunstancial), que chamo de “10%”. Objeto/Complemento verbal: ___________________

Detalhe: as expressões em destaque continuam sendo c) Alguém votou no Enéias?


adjuntos adverbiais.
Votar: ___________________________
MAIS UM CUIDADO! Objeto/Complemento verbal: ___________________
Alguns verbos se parecem muito com VTD’Is, mas não o
são.
- A criança riscou o livro do pai. d) A oposição discordou do governo.
- A criança entregou o livro ao pai.
Discordar: __________________________
Nas frases acima, os dois verbos são bitransitivos? Antes de Objeto/Complemento verbal: ___________________
responder, veja as construções a seguir:

- A criança riscou [ ] do pai. e) Não se bate em mulher.


- A criança entregou [ ] ao pai.
Bater: __________________________
Conclusão Objeto: _______________________

Só o segundo é VTDI, pois o complemento “ao pai”, de fato,


está ligado ao verbo, ou seja, complementa o sentido do f) Ao final do expediente, o funcionário bateu o ponto.
verbo “entregar”. Já o termo “do pai” se liga ao nome
Bater: ______________________
“livro” (e manifesta ideia de posse), cumprindo papel de
adjunto adnominal. Objeto/Complemento verbal: ___________________

Testando o “aplicativo” g) O filho confiava muito no pai.


Vamos fazer um teste agora? Use o aplicativo e descubra
Confiar: _____________________
as transitividades dos verbos abaixo e transcreva os seus
possíveis objetos: Objeto/Complemento verbal: ___________________

Obs. 01: as regências não são fixas.


h) A moça triste confiou seus segredos a suas amigas
Obs.02: leve em conta o contexto de cada frase.
mais íntimas.
Confiar: ______________________
Só para lembrar:
Objeto/Complemento verbal: ___________________
Tipo de Verbo Exigência
VTD Objeto Direto (OD)
i) O pai ensina tudo aos seus filhos.
VTI Objeto Indireto (OI)
Ensinar: _____________________
VTDI OD / OI
VI Ø Objeto/Complemento verbal: ___________________
Obs.: “Ø” quer dizer que não vai aparecer nem OD nem OI
na frase.
j) O aluno atirou um giz na professora.
a) O carro amassou o portão da casa. Atirar: __________________________
Amassar: _______________________ Objeto/Complemento verbal: ___________________
Objeto/Complemento verbal: ___________________

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
36
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

k) Nosso lutador quebrou a cara do americano. Objeto direto: complemento (raramente introduzido por
preposição*) que cumpre o papel de tornar a frase mais
Quebrar: _______________________
detalhada. Sua ausência faz com que o verbo se torne
Objeto/Complemento verbal: ___________________ intransitivo.

*Aqui, referimo-nos ao objeto direto preposicionado.


l) Carro, às vezes, quebra.
Quebrar: _______________________
Ex.:
Objeto/Complemento verbal: ___________________
a) O Brasil estabeleceu as novas metas.

m) Brasileiro sofre! Sobre as frases acima, use C para certo e E para errado.
Sofrer: _______________________ ( ) A estrutura “as novas metas” complementa os
sentidos do verbo “estabelecer”.
Objeto/Complemento verbal: ___________________ ( ) Caso o conjunto “as novas” fosse suprimido, a
correção gramatical da oração seria mantida.
( ) Em “a”, se substituíssemos “O Brasil” por “No Brasil,”,
n) O jogador sofreu uma entrada desleal. os sentidos originais da frase seriam alterados.
Sofrer: _____________________
b) Os alunos, na semana passada, questionaram o reitor.
Objeto/Complemento verbal: ___________________
Sobre as frases acima, use C para certo e E para errado.
( ) A expressão “na semana passada” não complementa
o) O rapaz acabou o namoro.
os sentidos do verbo.
Acabar: ________________________ ( ) Caso a frase “b” fosse reescrita da seguinte maneira a
correção gramatical e os sentidos originais seriam
Objeto/Complemento verbal: ___________________
mantidos: “O reitor, na semana passada, os alunos o
questionaram”.
( ) O deslocamento de “na semana passada” para o fim
p) O rapaz acabou com o namoro.
da frase descartaria o uso de uma vírgula depois de
Acabar: _____________________ “reitor”.
Objeto/Complemento verbal: ___________________
c) Ontem o Pentágono confirmou que o corpo de Bin
Laden foi lançado no Mar da Arábia.
( ) A expressão “que o corpo de Bin Laden foi lançado no
q) O namoro acabou.
Mar da Arábia” funciona como complemento direto
Acabar: _____________________ oracional do verbo “confirmar”.
( ) Há dois sujeitos simples e explícitos.
Objeto/Complemento verbal: ___________________
( ) O segundo sujeito sofre a ação verbal; é, portanto,
paciente.
( ) “Ontem” poderia estar seguido de uma vírgula, já que
se trata de um adjunto adverbial deslocado.
CONCLUSÕES INEVITÁVEIS
d) Alunos e professores da USP vêm criticando as novas
01- O aplicativo funciona.
propostas.
02- Os verbos se adaptam aos seus contextos de uso.
Sobre as frases acima, use C para certo e E para errado.
03- Os verbos podem ter mais de uma transitividade ( ) O sintagma “da USP” particulariza “Alunos e
(regência). professores”, já que se refere a eles.
( ) A expressão “da USP” poderia estar entre vírgulas sem
que os sentidos originais fossem alterados.
( ) A expressão “as novas propostas” complementa os
EXERCÍCIOS PRÁTICOS
sentidos do verbo principal da locução “vêm
criticando”.
Antes de entrar no tema Regência Verbal, é importante
( ) O deslocamento de “da USP” para depois de
que conheçamos os complementos verbais: o Objeto
“propostas” mantém os sentidos originais do período.
Direto e o Objeto Indireto.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
37
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

Objeto indireto: complemento (introduzido sempre por RESPOSTAS DAS FRASES SOBRE OBJETO DIRETO
uma preposição) que cumpre o papel de tornar a frase A) C C C
mais detalhada. Sua ausência também faz com que o verbo B) C C C
se torne intransitivo. C) C C C C
D) C E C E/C
Ex.:
a) A oposição opta por esticar desgaste político do RESPOSTAS DAS FRASES SOBRE OBJETO INDIRETO
ministro. A) C C E
Sobre as frases acima, use C para certo e E para errado. B) E C E
( ) Ao deslocarmos “A oposição” para o fim da frase, os C) C C E C
sentidos e a correção gramatical serão preservados D) C E
desde que ajustes de maiúsculas e minúsculas sejam E) C
realizados.
( ) Em “a”, “por esticar desgaste político do ministro”
funciona como complemento indireto oracional de Verbos que exigem dois complementos (bitransitivos)
“opta”.
( ) A substituição de “por” por “em” mantém a correção - A prefeitura prefere investir em festas natalinas a
gramatical do período. recuperar os hospitais da cidade.

- O SUS vem oferecendo, gratuitamente, diagnóstico da


b) A morte do terrorista interessa, principalmente, aos diabete, acompanhamento e medicação, nas unidades de
americanos. saúde, aos pacientes.
Sobre as frases acima, use C para certo e E para errado.
( ) A substituição de “interessa” por “agrada” - Edison Lobão, ministro de Minas e Energia, lembrou aos
compromete a correção gramatical do período. jornalistas que a aprovação final do texto depende do aval
( ) As vírgulas que isolam “principalmente” poderiam ser da presidente Dilma Rousseff.
suprimidas sem causar erro gramatical.
( ) “aos americanos” não é complemento verbal de Verbos que não pedem complemento
“interessa”.
Intransitivos
c) Obama assistiu, de casa, à operação que matou Bin
Laden. São aqueles cuja significação não exige a presença de
Sobre as frases acima, use C para certo e E para errado. complementos. São chamados, também, de verbos de
( ) O verbo “assistir” está empregado no sentido de sentido completo.
“ver”, “presenciar”.
( ) A supressão do acento grave de “à operação” mantém - As milícias existem desde a década de 1980.
a correção gramatical, mas altera, muito
provavelmente, os sentidos originais da frase. - Caem os juros em Abril.
( ) A substituição de “assistiu” por “ viu”, e “matou” por
“assassinou” mantém os sentidos e correção - Já Nina diz ter ido ao banheiro e encontrado duas
gramatical. estudantes conversando, sem a presença de fiscais. “Elas
( ) A expressão “que matou Bin Laden” restringe o pararam quando cheguei, mas, quando viram que não era
significado do substantivo “operação”. um fiscal, continuaram conversando”, disse.

d) Estudos anteriores concentravam-se nos homens. - O resultado do concurso saiu.


Sobre as frases acima, use C para certo e E para errado.
( ) A supressão do pronome “se” implica modificações na - Acabaram as férias.
originalidade da frase.
( ) Em “d”, o deslocamento da partícula “se” para antes Verbos que (pelo contexto) NÃO pedem complemento ou
do verbo provocaria erro gramatical. mudam seus complementos

e) A maioria dos professores não crê em programas Às vezes, o contexto é tão específico e dinâmico que alguns
educacionais revolucionários. complementos verbais são dispensáveis. Assim sendo, a
Sobre as frases acima, use C para certo e E para errado. predicação original do verbo deverá ser modificada para
( ) Em “e”, “em programas educacionais revolucionários” acompanhar a semântica da frase. Logo, um verbo que
complementa os sentidos do verbo “crer”. originalmente é transitivo indireto, por exemplo, pode ser
reconfigurado para intransitivo.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
38
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

- O filme não agradou. (Originalmente VTI; agora, VI). Note que “em Fortaleza”, “no local do acidente” e “na
gaveta” indicam ideia de lugar, e não de estado. Logo, são
- No Natal, as pessoas gastam muito. (Originalmente VTD; Adjuntos Adverbiais de lugar. Quando isso ocorre, o verbo
agora, VI). não pode mais ser considerado de ligação. Ele deverá ser
reconfigurado e, assim, assume o caráter de verbo
- A Rádio Eldorado divulgou que a prova do Enem será intransitivo.
refeita. (Originalmente VTDI; agora, VTD).

- O candidato só falou aos sindicalistas depois da reunião. REGÊNCIAS CLÁSSICAS


(Originalmente VTDI; agora, VTI).
As regências clássicas são aquelas que devem ser
- Os órgãos vitais já não respondem. (Originalmente VTDI; memorizadas por você. Por quê? Simplesmente porque elas
agora, VI). caem em provas, só por isso. Fechado?

Verbos de ligação 1 – AGRADAR/DESAGRADAR (Duas possibilidades)

Os verbos de ligação são aqueles cuja função é conectar o Sentido 1: Causar agrado, ser agradável (VTI).
sujeito a uma qualificação. A estrutura qualificadora Preposição exigida: a
cumprirá a função sintática de Predicativo do Sujeito. Logo, Exemplo: Estes projetos já não agradam aos alunos.
esses verbos servem para indicar estados ou qualidades do
sujeito. São estes: Sentido 2: Acariciar; mimar (VTD).
Preposição exigida: 
- Ser, estar, permanecer, ficar, andar (= estar), viver (= Exemplo: Ele agradava o pelo do animal.
estar), tornar-se, continuar, parecer.

Detalhe 01: Esses verbos não podem ser usados no 2 – ASPIRAR (Duas possibilidades)
“aplicativo”, pois não têm transitividade. Você, deve,
portanto, memorizá-los como verbos de ligação. Sentido 1: Desejar, pretender, ter como objetivo (VTI).
Combinado? Preposição exigida: a
Exemplo: O homem aspirava a este posto de trabalho.
Detalhe 02: Verbos de ligação não têm, nunca, objeto
direto ou mesmo indireto. Sentido 2: Sorver, respirar (VTD).
Preposição exigida: 
Exemplos: Exemplo: Aspire seu carro uma vez por semana.

- O país permanece abalado.


3 – ASSISTIR (Quatro possibilidades)
- Parecem inúteis as medidas do governo.
Sentido 1: Ajudar, auxiliar (VTD) ou (VTI).
- Tornou-se delicada a situação do prefeito. Preposição:  ou “a”.
Exemplo: Os pais assistem os filhos desde cedo.
- O clima, depois da reunião, ficou pesado.
Os dois exemplos acima estão corretos e dizem,
semanticamente, a mesma coisa.
- O atleta anda muito preocupado.
Exemplo: Os pais assistem aos filhos desde cedo.

Verbos supostamente de ligação Sentido 2: Presenciar, ver (VTI).


Preposição exigida: a
São aqueles que, pela morfologia (pela aparência), Exemplo: Eu assisti a uma cena degradante.
lembram verbos de ligação. Contudo, não conseguem dar Exemplo: Vamos assistir ao jogo do Brasil.
ao sujeito qualificação alguma.
Sentido 3: Morar, ter residência ou fixar-se (VI).
Ex.:
- Os senadores ainda estão em Fortaleza. Exemplo: Ele assiste em Fortaleza.
- As vítimas permanecem no local do acidente. Exemplo: A loja de tintas assiste na avenida João Pessoa.
- A caneta ficou na gaveta.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
39
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

Ou seja, para concursos (que seguem a tradição), “em - Moro em Porto Alegre desde os sete anos.
Fortaleza” e “na avenida João Pessoa” NÃO são objeto - Nunca morei só.
indireto, mas sim ADJUNTO ADVERBIAL DE LUGAR (também
chamado de LOCATIVO ou mesmo COMPLEMENTO Obs.: “em Porto Alegre” é adjunto adverbial de lugar e,
CIRCUNSTANCIAL). “desde os sete anos”, é de tempo.

Sentido 4: Ter direito; Caber (VTI).


Preposição: a 7 - NAMORAR
Exemplo: Este é um direito que assiste a todo trabalhador. Sentido: Cortejar, desejar(VTD).
Preposição: 
Exemplos:
4 - CHEGAR - Janaina namora seu primo desde a época do colégio.

Sentido: Atingir o término do movimento de ida ou vinda - Depois da estressante festa do casamento, os noivos não
(VI). namoraram.
Preposição exigida: Ø

Um porém: este verbo costuma ser acompanhado de uma 8 – OBEDECER/DESOBEDECER


expressão introduzida por “A”. Tal expressão NÃO é o Sentido: Submeter-se à vontade de alguém (VTI).
objeto indireto, mas sim o ADJUNTO ADVERBIAL DE LUGAR, Preposição: a
também conhecido como locativo ou complemento
circunstancial. Exemplo: O atleta obedeceu às orientações do técnico.
Exemplo: O cão obedecia ao dono.
Exemplo:
- Ele chegou ao colégio cedo.
- Minha filha nunca chegava cedo ao trabalho. 9 – PAGAR (Também com AVISAR, DIZER, REVELAR,
INFORMAR etc.).
Obs.: É errada a construção que usa a preposição EM para Sentido: Satisfazer dívida, encargo etc.
indicar o adjunto adverbial de lugar. Assim, em “Ele De acordo com a tradição gramatical é: Transitivo Direto e
chegou em casa” é, para a gramática tradicional, um erro. Indireto.
A forma correta é “Ele chegou a casa”. Detalhe: não se usa
crase em “a casa”, pois não está especificada. Caso Exemplos:
estivesse, aí teria: “Ele chegou à casa das primas”. - Paguei a consulta (vtd).
Fechado? Muito bem! - Paguei ao médico (vti).
- Paguei a consulta ao médico (vtdi).

5 – IR
Sentido: Deslocar-se de um lugar para outro (VI). 10 - PISAR
Sentido: Pôr os pés sobre, humilhar, moer (VTD).
Obs.: Esse verbo costumeiramente vem acompanhado de
um complemento circunstancial, o qual poderá ser Exemplos:
introduzido ou por “a” ou por “para”.
Não pise o tapete da sala.
- Para: Quando há intenção de permanecer, de fixar Ele sempre pisava os seus adversários.
residência. O chef pisava as especiarias para compor o tempero.

Ex.: Ele ia para Belém no fim deste ano.


- A: Quando há intenção de não se demorar, de não fixar 11 – PREFERIR
residência. Sentido: Dar primazia a (VTDI).

Ex.: Ele irá a Sobral no próximo mês. Preposição: a

6 – MORAR Exemplo: O governador preferiu investir em novas escolas


Sentido: Ter habitação ou residência, habitar (VI). a recuperar a penitenciária da cidade.
Preposição: Ø Exemplo: Eu prefiro caju a goiaba.
Exemplos: Exemplo: Ele prefere Raul Seixas a Lobão.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
40
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

12 – QUERER AGRADECER
Sentido 1: Ter afeto, amar, estimar (VTI).
Preposição: a Pode aparecer como transitivo direto, transitivo indireto e
Exemplo: transitivo direto e indireto.

- Os pais querem bem aos filhos. Exemplo:


- Agradeci as flores. (VTD)
Sentido 2: Ter posse (VTD). - Agradeci aos diretores. (VTI)
Preposição:  - Agradeci o presente ao amigo. (VTDI)
Exemplo: Ele só queria diversão.

CHAMAR
13 – VISAR
Será transitivo direto no sentido de convidar, convocar.
Sentido 1: Almejar, ter em vista, objetivar (VTI).
Preposição: a. Exemplo:
Exemplo: Aqueles jovens profissionais visam a fins nobres.
- Nós chamamos todos os presentes.
Sentido 2: Ver, dar visto (VTD).
Preposição:  No sentido denominar há 4 construções possíveis:
Exemplo: A professora visou a tarefa da aluna. - Eles chamaram o político de ladrão. ( transitivo direto);
- Eles chamaram o político ladrão. (transitivo direto);
14- IMPLICAR - Eles chamaram ao político de ladrão. (transitivo indireto);
- Eles chamaram ao político ladrão. (transitivo indireto).
Sentido 1: Provocar, acarretar: VTD.
Exemplo: Essa decisão deve implicar mudanças
Obs.: todas as formas acima estão corretas e dizem a
significativas.
mesma coisa.
Obs.: alguns gramáticos consideram o verbo “implicar”, no
sentido de “provocar”, VTI, regendo a preposição EM. Tal CUSTAR
ideia não é consensual.
- No sentido de ser custoso, ser difícil será transitivo
Ex.: O depoimento implicou na descoberta dos fatos. indireto.

Sentido 2: Envolver (alguém ou a si mesmo) em Exemplo:


complicação: VTDI, regendo preposição “em”. Aquela difícil meta custou ao governo.

Exemplo: O depoimento que prestou implicava Fulano na - No sentido de acarretar será transitivo direto e indireto.
fraude. Exemplo:
A insensatez custou a ele os bens.
Sentido 3: Ser incompatível; não estar de acordo: VTI,
regendo preposição “com”. ESQUECER
LEMBRAR
Exemplo: Tal atitude implica com as normas prescritas.
Serão transitivos diretos se não forem pronominais.

OUTRAS REGÊNCIAS Exemplo:


- Esqueci o nome da rua.
ABDICAR - Lembrei um caso antigo.

Pode significar renunciar, desistir. Pode ser um verbo Serão transitivos indiretos se forem pronominais.
intransitivo, transitivo direto ou transitivo indireto.
Exemplo: Exemplo:
- O príncipe abdicou. (VI) - Esqueci-me do nome da rua.
- Não abdicarei das minhas ideias. (VTI) - Lembrei-me de um caso antigo.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
41
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

PRECISAR Crer (em)


Confiar (em)
No sentido de marcar com precisão é transitivo direto. Contribuir (para)
Exemplo: Gostar (de)
- Ele precisou a hora e o local da consulta. Interessar (a)
No sentido de necessitar é transitivo indireto. Lutar (contra)
Lembrar-se (de)
Exemplo: Obedecer (a)
- Nós precisamos de bons políticos. Obstar (a)
Perdoar (a)
Presidir (a)
OUTRAS REGÊNCIAS Precisar (de)
Querer (a)
Transitivos diretos: Recorrer (a)
Ver (algo, alguém ou alguma coisa) * Repugnar (a)
Enxergar Residir (em)
Cortar Zombar (de)
Controlar Interessar-se (por)
Pular Referir-se (a)
Comer Contentou-se (com, em)
Arranhar Preocupar-se (com, em)
Arar Etc.
Roer
Trair Bitransitivos
Colar Revelar (algo A alguém)
Diagramar Dizer (algo A alguém)
Confeccionar Fornecer (algo A alguém)
Demolir Prevenir (Alguém DE algo)
Exonerar Familiarizar (Alguém COM algo)
Reescrever Ceder (algo A alguém)
Pintar Dar (algo A alguém)
Flexionar Perdoar (algo A alguém)
Irritar Ensinar (algo A alguém)
Ferver Prometer (algo A alguém)
Temperar Narrar (algo A alguém)
Instruir Preferir (algo A alguém)
Substituir Doar (algo A alguém)
Etc. Propor (algo A alguém)
Proporcionar (algo A alguém)
* O conteúdo dos parênteses se repete para cada um dos Atribuir (algo A alguém)
verbos citados na lista. etc.

Transitivos Indiretos: Intransitivos


Abusar (de) Sair
Aludir (a) Existir
Assistir (a) Chorar
Anuir (a) Descansar
Aprazer (a) Dormir
Ansiar (por) Morrer
Agradar (a) Deitar
Atirar (a, em, contra) Tremer
Bater (em) [= espancar] Chover
Contentar-se (com, de, em) Nevar
Cuidar (de) Trovejar
Cogitar (de, em) Garoar
Conspirar (contra) Pensar
Carecer (de) Etc.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
42
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

EXERCÍCIOS 01 A frase cujo verbo exige o mesmo tipo de


complemento que o grifado acima é:
01- FCC: “Mas o mundo globalizado também assiste a um
ininterrupto e crescente sistema de produção...”. a) ...ele é um dos nossos instintos básicos.
b) ....realidade que cresce a passos largos ...
O mesmo tipo de regência, tal como está empregado c) ... situações que conduziram a isso ...
o verbo grifado acima, encontra-se na frase: d) ... as famílias encolheram drasticamente ...
e) ... fator que acrescenta ansiedade ...
a) A sociedade mundial resultante do processo de
padronização não tem propriamente uma cultura 05- CESPE (2010) “A pobreza é um dos fatores mais
global a ela vinculada, que possa distingui-la. comumente responsáveis pelo baixo nível de
b) As práticas cotidianas dos povos, elementos de desenvolvimento humano e pela origem de uma série
distinção entre eles, recebem novos ingredientes de mazelas, algumas das quais proibidas por lei ou
que maculam a pureza cultural de cada nação. consideradas crimes. É o caso do trabalho infantil. A
c) Por haver predomínio de certos hábitos e chaga encontra terreno fértil nas sociedades
comportamentos, é que o inglês tornou-se uma subdesenvolvidas, mas também viceja onde o
espécie de língua global. capitalismo, em seu ambiente mais selvagem, obriga
d) Observa-se, atualmente, que tem havido mais crianças e adolescentes a participarem do processo de
consciência das diferenças e maior respeito pela produção”.
especificidade de cada um.
e) Muitos críticos do processo de globalização ( ) O emprego de preposição em "a participarem"
discordam de seus possíveis benefícios, é exigido pela regência da forma verbal
comparando-os a situações perversas para "obriga".
pessoas e povos.
06- CESPE: “Nas últimas décadas, o aumento dos índices de
02- TRE (MA – 2009) CESPE: Em “Sem a teoria da criminalidade e a atuação de organizações criminosas
evolução, a moderna biologia, incluindo a medicina e transnacionais colocaram a segurança pública entre as
a biotecnologia, simplesmente não faria sentido. O principais preocupações da sociedade e do Estado
enigma reside na relutância, quase um mal-estar, que brasileiros. A delinquência e a violência criminal
suas ideias causam entre um vasto contingente de afetam, em maior ou menor grau, toda a população,
pessoas, algumas delas fervorosamente religiosas, provocando apreensão e medo na sociedade, e
outras nem tanto”. despertando o sentimento de descrença em relação às
( ) A forma verbal “reside” (2º período do texto) instituições estatais responsáveis pela manutenção da
tem sentido completo. paz social”.
( ) A forma verbal “causam” (2º período do texto)
não tem sentido completo.
( ) Estaria gramaticalmente correto o emprego da
preposição “a” antes de "toda a população" - a
03- FCC: “Todos os anos o Brasil perde com o tráfico uma
toda a população - visto que a forma verbal
quantia financeira incalculável...” (final do texto)
"afetam" apresenta dupla regência.
A frase cujo verbo exige o mesmo tipo de
complemento do verbo grifado acima é:
a) Grupos de preocupação ecológica investem na 07- CESPE: “Tendo como principal propósito a interligação
proteção aos recursos naturais do país. das distantes e isoladas províncias com vistas à
b) Compete à Justiça a aplicação de penalidades aos constituição de uma nação-Estado verdadeiramente
traficantes de animais silvestres, nos termos da unificada, esses pioneiros da promoção dos
lei. transportes no país explicitavam firmemente a sua
c) O comércio de animais silvestres é prática ilegal, crença de que o crescimento era enormemente
reprovada por toda a sociedade. inibido pela ausência de um sistema nacional de
d) Animais silvestres transportados sem o devido comunicações e de que o desenvolvimento dos
cuidado acabam morrendo. transportes constituía um fator crucial para o
e) Pesquisadores destacam a necessidade de maior alargamento da base econômica do país”.
proteção aos recursos naturais do país.
( ) A preposição em "de que o desenvolvimento" é
04- FCC: “Todo lugar-comum, porém, tem um alicerce na exigida pela regência da palavra "crença".
realidade ou nos sentimentos humanos ...”. (1º
parágrafo)

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
43
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

08- CESGRANRIO: Assinale a opção que apresenta a instrumentos legais de que dispõe o Estado na busca
regência verbal incorreta, de acordo com a norma pela manutenção e proteção de dados sigilosos”.
culta da língua:
( ) A preposição "de" empregada antes de "que" é
a) Os brasileiros aspiram a uma vida mais exigência sintática da forma verbal "dispõe";
confortável. portanto, sua retirada implicaria prejuízo à
b) Obedeceu rigorosamente o horário do correção gramatical do período.
planejamento.
c) O rapaz assistiu à demolição do prédio. GABARITO EXERCÍCIOS 01
d) O fazendeiro agrediu o funcionário sem
necessidade. 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
e) Ao assinar o contrato, o usineiro visou, apenas, E F/V E E V F V B C D
ao lucro pretendido.
11 12
09- UECE: O “Que” devidamente empregado só não seria
B V
regido de preposição na opção:

a) O cargo ............................. aspiro depende de


EXERCÍCIOS 02
concurso.
b) A situação....................... passei foi bem difícil.
01- ESAF (Denit: analista em infraestrutura e transporte
c) Rui é o orador...................... mais admiro.
d) O jovem ................... te referiste foi reprovado. 2012) “Coisas espantosas acontecem conosco, a cada
e) Ali está o abrigo ....................... necessitamos. segundo, pelo simples fato de existirmos. Agora
mesmo, enquanto escrevo – ou enquanto você lê –,
13- CESGRANRIO: “Foram inúmeros os problemas fatos fantásticos e dramáticos se desenrolam dentro
________ nos defrontamos e inúmeras as experiências de nós. Células se reproduzem aos milhões. Bando de
________ passamos. bactérias percorrem nossas vias interiores,
procurando encrenca. Nossos sucos se encontram e se
De acordo com a norma culta da língua, completam a
frase, respectivamente, misturam em alquimias inacreditáveis. E giramos em
torno do Sol, que, por sua vez, se desloca pelo espaço,
a) que e em que. em alta velocidade, cuspindo fogo”.
b) que e de que. (Verissimo, Luis Fernando. Orgias. Porto Alegre, RS: L&PM Editores,
c) de que e por que. 1989, p.80-1, Adaptado).
d) com que e por que.
e) com que e em que. ( ) No segmento “percorrem nossas vias interiores”
o termo “nossas vias interiores” expressa uma
10- FGV: “A crise imobiliária nos Estados Unidos revela o circunstância de lugar do verbo intransitivo
papel que o superendividamento exerce...”. “percorrem”.
( ) Na oração “e se misturam em alquimias
Assinale a alternativa em que, alterando-se o trecho inacreditáveis”, conforme faculta a regência, o
destacado acima, não se manteve adequação à norma complemento do verbo “misturar” poderia ser
culta. Ignore as alterações de sentido. introduzido pela preposição “com”.

a) a que o superendividamento se refere 02- ESAF (Denit: analista em infraestrutura e transporte


b) de que o superendividamento lembra 2012) Assinale a opção correta a respeito do período
c) a que o superendividamento procede “Tem um personagem de Voltaire que um dia
d) a que o superendividamento prefere descobre, encantado, que falou em prosa toda a sua
e) de que o superendividamento se queixa vida, sem saber”.

12- CESPE: “Em razão da complexidade, da amplitude e do ( ) O sentido com que foi empregada a forma verbal
poderio das redes criminosas transnacionais, a “Tem” possibilitaria, sem que houvesse alteração
solução para a criminalidade depende de decisões do sentido do período, a seguinte organização
político-econômico-sociais e, concomitantemente, de dos termos da primeira oração: Voltaire tem um
ações preventivas e repressivas de órgãos estatais. personagem.
Nesse contexto, as operações de inteligência são

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
44
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

03- Padrão ESAF/CESPE - Nos itens a seguir, são EXERCÍCIOS 03


apresentados trechos adaptados de jornal de grande
circulação. Julgue-os quanto à regência de verbos e de 03- CESPE (Câmara dos deputados 2012) “Quando
nomes. Marque o que não apresentar erro. possível, os teoremas e teorias mais belos são
também os mais simples: dadas duas ou mais
a) Mais de 1 bilhão de moradores das cidades explicações para o mesmo fenômeno, vence a mais
enfrentarão de uma grave escassez de água em simples. Esse critério é conhecido como a lâmina de
2050 na medida em que o aquecimento global Ockham, atribuído a William de Ockham, um teólogo
piorar os efeitos da urbanização, indicou um inglês do século XIV”.
estudo nesta segunda-feira.
b) A escassez ameaça o saneamento em algumas ( ) No trecho “um teólogo inglês do século XIV” (R
das cidades de mais rápido crescimento no .13), que serve como aposto apresentador de
mundo, particularmente na Índia, mas também informações acerca de William de Ockham, o
representa riscos para à vida silvestre caso as artigo indefinido poderia ser omitido sem que se
cidades bombeiem água de fora, afirma o artigo prejudicasse a correção gramatical do texto.
publicado nas Atas da Academia Nacional de
Ciências (PNAS). 04- CESPE (Câmara dos deputados 2012) “O problema da
c) O estudo concluiu que, se continuarem as atuais linguagem é inseparável do conteúdo essencial
tendências de urbanização, em meados deste daquilo que se quer comunicar, quando não se visa
século, em torno de 990 milhões de moradores apenas a informar, mas também a fornecer modelos e
de cidades viverão com menos de 100 litros diretivas de ação. A linguagem de um código não se
diários de água cada um ─ mais ou menos a dirige a meros espectadores, mas se destina antes aos
quantidade necessária para encher uma banheira protagonistas prováveis da conduta regulada”.
─, quantidade que, segundo os autores, é a
mínima necessária. ( ) No trecho “não se visa (...) a informar (...) a
d) Além disso, mais 100 milhões de pessoas não fornecer”, o elemento “a”, em ambas as
terão água para beber, cozinhar, limpar, tomar ocorrências, poderia ser omitido sem que isso
banho e ir no banheiro. "Não tomem os números trouxesse prejuízo à correção gramatical do
como um destino. São o sinal de um desafio", texto.
disse o principal autor do estudo, Rob McDonald.
e) Atualmente, cerca de 150 milhões de pessoas 05- CESPE (Câmara dos deputados 2012) “Diferentes
estão abaixo do patamar dos 100 litros de uso autores apresentam de maneiras diversas as
diário. A casa de um americano médio gasta 376 características que deve ter a lei bem feita. Em geral,
litros por dia por pessoa, apesar do uso real todos concordam que é mister conciliar cinco
variar dependendo da região, disse McDonald. qualidades essenciais da linguagem legislativa, a
Mas o mundo está experimentando de saber: simplicidade, precisão, clareza, concisão e
mudanças sem precedentes no nível urbano, à correção”.
medida que as populações rurais de Índia, China
e outras nações em desenvolvimento mudam-se ( ) A ausência do artigo “as” imediatamente antes
para as cidades de “cinco qualidades essenciais da linguagem
Correio Braziliense, 01/ 04/ 11 (Com adaptações) legislativa” permite inferir a possibilidade de a
linguagem legislativa ser caracterizada por outras
04- ESAF (Denit: analista em infraestrutura e transporte qualidades essenciais não mencionadas.
2012) “Restam os pedestres, em sua humilde
visibilidade, para nos lembrar de que as cidades foram 06- (CESPE 2010 Ministério do Planejamento) “Naquele
feitas para as pessoas”. final de década de sessenta, no entanto, o jovem
arquiteto interessava-se menos por torres que
( ) Seriam mantidos o sentido original do período e escalavam os céus do que por estruturas abandonadas
a correção gramatical se o último período do na periferia e por sistemas subterrâneos da cidade.
texto fosse reescrito da seguinte forma: Restam Em vez de construir, seu projeto era ‘cortar’ edifícios
os pedestres que, em sua humilde visibilidade, ou ‘desfazer espaços’”.
lembram-nos que cidades foram construídas
para pessoas. ( ) O uso da forma não pronominal “interessar”,
retirando-se o pronome de “interessava-se”,
GABARITO EXERCÍCIOS 02 preservaria a correção gramatical e a coerência
01 02 03 04 textual, desde que fosse empregada a preposição
EE E C E

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
45
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

“a” antes de “o jovem arquiteto”, escrevendo seguinte reescrita: nenhum sobreleva em


“ao jovem arquiteto interessava”. importância e gravidade o da educação.

07- (CESPE 2013 Serpro) “O novo milênio ― designado 03- CESPE ( PF 2012) “Essa discrição é apresentada como
como era do conhecimento, da informação ―é um progresso: os povos civilizados não executam seus
marcado por mudanças de relevante importância e condenados nas praças. Mas o dito progresso é, de
por impactos econômicos, políticos e sociais. Em fato, um corolário da incerteza ética de nossa cultura.
épocas de transformações tão radicais e abrangentes Reprimimos em nós desejos e fantasias que nos
como essa, caracterizada pela transição de uma era parecem ameaçar o convívio social. Logo, frustrados,
industrial para uma baseada no conhecimento, zelamos pela prisão daqueles que não se impõem as
aumenta-se o grau de indefinições e incertezas”. mesmas renúncias. Mas a coisa muda quando a pena
é radical, pois há o risco de que a morte do culpado
( ) Estariam mantidos a correção gramatical e os sirva para nos dar a ilusão de liquidar, com ela, o que
sentidos do texto se, na oração “aumenta-se o há de pior em nós”.
grau de indefinições e incertezas”, a forma verbal
estivesse flexionada no plural, desde que ( ) Considerando-se a dupla regência do verbo
suprimida a partícula “-se”. “impor” e a presença do pronome “mesmas”,
08- (CESPE MPU 2013) “A regra da igualdade não consiste seria facultado o emprego do acento indicativo
senão em quinhoar desigualmente aos desiguais na de crase na palavra “as” da expressão “as
medida em que se desigualam. Nessa desigualdade mesmas renúncias”.
social, proporcionada à desigualdade natural, é que se
acha a verdadeira lei da igualdade”. 04- CESPE ( PF 2012)
“Considerai no mistério
( ) A oração “quinhoar desigualmente aos desiguais dos humanos desatinos,
na medida em que se desigualam” exerce a e no polo sempre incerto
função de complemento indireto da forma verbal dos homens e dos destinos!
“consiste”. Por sentenças, por decretos,
pareceríeis divinos:
GABARITO EXERCÍCIO 03 e hoje sois, no tempo eterno,
01 02 03 04 05 06 como ilustres assassinos.
C C C E E C

Ó soberbos titulares,
EXERCÍCIOS 04 tão desdenhosos e altivos!
Por fictícia autoridade,
01- CESPE (Câmara dos deputados 2012) “Escrevi uma vãs razões, falsos motivos,
carta aos meus concidadãos, pedindo-lhes que me inutilmente matastes:
dissessem francamente o que consideravam que fosse — vossos mortos são mais vivos;
política, e dispensando-os de citar Aristóteles, e, sobre vós, de longe, abrem
Maquiavelli, Spencer, Comte (...)”. grandes olhos pensativos.
Cecília Meireles. Romanceiro da Inconfidência. Rio
de Janeiro: Nova Fronteira, 1989, p. 267-8
( ) Por terem como referente a palavra
“concidadãos”, os pronomes empregados em
( ) Os trechos “Por sentenças, por decretos” (v .29)
“pedindo-lhes” e “dispensando-os” poderiam ser
e “Por fictícia autoridade, vãs razões, falsos
intercambiados, sem prejuízo para os sentidos e
motivos” ( v.35-36) exercem função adverbial
a correção gramatical do texto.
nas orações a que pertencem e ambos denotam
o meio empregado na ação representada pelo
02- CESPE (Câmara dos deputados 2012) “ ‘Na hierarquia
verbo a que se referem.
dos problemas nacionais, nenhum sobreleva em
importância e gravidade ao da educação.’ (...) Escrito
há 80 anos, o enunciado do Manifesto dos Pioneiros
GABARITO EXERCÍCIO 04
da Educação Nova continua tão atual quanto em
1932”.
01 02 03 04
( ) Mantém-se a correção gramatical do primeiro
E C E E
período ao se considerar a forma verbal
‘sobreleva’ como transitiva direta, com a

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
46
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

 COMPLEMENTOS VERBAIS X USO DE PRONOMES  QUANDO USAR NOS, NAS, NO e NAS?


OBLÍQUOS
Se você tiver os pronomes O, A, OS e AS ligados a verbos
Para que você inicie esta segunda pare do assunto, é com finais nasais, faça assim:
importante (para não dizer fundamental) que você conheça
- Acrescente a letra “N” ao pronome para indicar
o funcionamento dos pronomes enquanto elementos que
nasalização.
representam complementos verbais (ou seja, os objetos
diretos e os indiretos). Portanto, iniciemos com esta tabela: Ex.: O treinador propõe as mudanças antes do jogo.
O treinador propõe-nas antes do jogo.
o, a, os, as terão função de OD.
lhe, lhes terão função de OI. Ex.: Levaram as alunas depois da aula.
me, te, se, nos, vos podem ter função de OD ou OI. Levaram-nas depois da aula.
DETLAHE: A gramática diz que, toda vez que um verbo for
flexionado na 1ª pessoa do plural e tiver que usar,
Exemplos com problemas:
encliticamente, o pronome NOS o “S” do final do verbo
- A equipe médica salvou-lhe. deverá ser suprimido. Assim:
- A jovem não o obedecia naquela época.
- Vimos + nos perdidos = Vimo-nos perdidos. (forma
- O rapaz lhe ama. correta)
- Vimos + nos perdidos = VimoS-nos perdidos. (forma
INcorreta)
Exemplos corrigidos:
- Encontramos + nos na festa = Encontramo-nos na
- A equipe médica salvou-____.
festa. (forma correta)
- A jovem não _____ obedecia naquela época.
- Encontramos + nos na festa = EncontramoS-nos na
- O rapaz ____ ama. festa. (forma INcorreta)

Portanto, frases como “O professor viu-lhe na rua” não  COLOCAÇÃO PRONOMINAL


obedecem ao padrão culto da língua, porque não podemos
associar a um verbo transitivo direto (ver) o pronome LHE. É o estudo da colocação dos pronomes oblíquos átonos
(me, te, se, o, a, lhe, nos, vos, os, as, lhes) em relação ao
QUANDO USAR LO, LA, LOS e LAS? verbo.
Os pronomes átonos podem ocupar 3 posições: antes do
- Se verbos terminam em R, S ou Z. verbo (próclise), no meio do verbo (mesóclise) e depois do
- E se os pronomes o, a, os ou as devem surgir na posição verbo (ênclise).
de ênclise.

 PRÓCLISE
FAÇA O SEGUINTE:
Usamos a próclise nos seguintes casos:
- Retire a dita consoante final.
- Coloque um hífen. (a) Com palavras negativas: não, nunca, jamais, nada,
- E acrescente “L” ao pronome que o contexto pedir. ninguém, nem etc.
Exemplos: - Nada me perturba.
- Ninguém se mexeu.
- Trouxemos os livros ontem.
- Trouxemo-los ontem. - Jamais me afastarei daqui.
- Ela nem se importou com meus problemas.
- Fiz todas as compras hoje.
- Fi-las hoje. Ou seja, seriam ERRADAS as seguintes construções:

- Ele gosta de criticar esses atores. - Nada perturba-me.


- Ele gosta de criticá-los.
- Ninguém mexeu-se.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
47
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

- Jamais afastar-me-ei daqui. (f) Com verbo no gerúndio antecedido de preposição EM.

- Ela nem importou-se com meus problemas. - Em se plantando tudo dá.


- Em se tratando de beleza, ela é a campeã.

(b) Com conjunções ou locuções subordinativas: quando,


se, porque, que, conforme, embora, ainda que, já que, CASOS FACULTATIVOS
quanto etc.
(a) Diante de substantivos quando funcionam como
- Quando se trata de boa comida, ele é um especialista. sujeito:
- É necessário que a deixe em casa. - Os alunos se aproximaram.
- Fazia a lista de convidados, conforme me lembrava dos - Os alunos aproximaram-se.
amigos sinceros.
Ou seja, seriam ERRADAS as seguintes construções:
(b) Diante de pronomes retos:
- É necessário que deixe-a em casa. - Ela me disse tudo.
- Embora encontre-me com problemas, estou indo bem no - Ela disse-me tudo.
trabalho.

(c) Diante de pronomes de tratamento.


(c) Advérbios: só, apenas, muito, pouco, cedo, tarde, ali, - Vossa Senhoria te perguntou algo?
aqui, também etc.
- Vossa Senhoria perguntou-te algo?
- Aqui se tem paz.
- Sempre me dediquei aos estudos.
(d) Diante de pronomes demonstrativos.
- Talvez o veja na escola.
- Aquilo me deixou triste.
OBS: Se houver vírgula depois do advérbio, este (o
advérbio) deixa de atrair o pronome. - Aquilo deixou-me triste.

- Aqui, trabalha-se.
- Ontem, revelei-lhe toda a verdade. (e) Quando houver conjunções coordenativas (exceto as
aditivas Nem, Não só...mas também e companhia e
todas as alternativas):
(d) Pronomes relativos, indefinidos e interrogativos. - O homem chegou e se dirigiu a mim imediatamente.
Um lembrete: - O homem chegou e dirigiu-se a mim imediatamente.
- Relativos: que, quem, onde. - Eu cheguei cedo, mas me barraram na entrada.
- Indefinidos: tudo, nada, algo, alguém, ninguém, - Eu cheguei cedo, mas barraram-me na entrada.
qualquer etc.
- Interrogativos: que, quem, qual, quanto etc.
 BOMBA BOMBA BOMBA!!!!! A maior pegadinha de
Exemplos: todas!!!!
- Quem te ligou bem cedo? (interrogativo) (f) Infinitivo não flexionado precedido de palavras
atrativas ou de preposições:
- A pessoa que me chamou era minha amiga. (relativo)
- Meu desejo era não o incomodar.
- Nada nos traz felicidade. (demonstrativo)
- Meu desejo era não incomodá-lo.
- Calei-me para não o contrariar.
(e) Em frases exclamativas ou optativas (que exprimem
desejo). - Calei-me para não contrariá-lo.
- “Macacos me mordam!” - Corri para o defender.
- Deus te abençoe, meu filho! - Corri para defendê-lo.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
48
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

 MESÓCLISE principal, depois do verbo auxiliar ou depois do verbo


principal.
Usada quando o verbo estiver no futuro do presente ou no
futuro do pretérito. - As crianças me vêm perguntando muitas coisas.
- Convidar-me-ão para a festa. - As crianças vêm-me perguntando muitas coisas.
- Convidar-me-iam para a festa. - As crianças vêm perguntando-me muitas coisas.
- Revelar-lhe-ei meus segredos. Se houver palavra atrativa, o pronome oblíquo virá antes
do verbo auxiliar ou depois do verbo principal.
Se houver uma palavra atrativa, a próclise será obrigatória.
- Não me convidarão para a festa. Infinitivo

- Algo te levará a um bom destino. - A polícia não nos deseja revelar a verdade.
- A polícia não deseja revelar-nos a verdade.

ÊNCLISE
Gerúndio
Regra básica: a ênclise será sempre obrigatória no início de
período. - As crianças agora me vêm perguntando muitas coisas.
- Amo-te muito, meu amor! - As crianças agora vêm perguntando-me muitas coisas.
- Dá-me mais um pouco de vinho?
- Comprei-o no mês passado. AUXILIAR + PARTICÍPIO: o pronome deve ficar sempre
depois do verbo auxiliar, nunca depois do particípio. Se
houver palavra atrativa, o pronome deverá ficar antes do
Outros casos: verbo auxiliar.
a) Com o verbo no imperativo afirmativo: - O preso lhe havia contado a verdade.
- Alunos, comportem-se. - O preso havia-lhe contado a verdade.
Se houver palavra atrativa, o pronome oblíquo virá
b) Com o verbo no gerúndio: SOMENTE antes do verbo auxiliar.

- Saiu rapidamente, deixando-nos a sós por alguns - O preso jamais lhe havia contado a verdade.
instantes. Para as perguntas de 01 a 28 você deverá assinalar
com “C “ o que estiver correto e com “I” os incorretos:
c) Com o verbo no infinitivo impessoal:
- Contar-lhe tudo é fundamental. 01) ( ) O presente é a bigorna onde se forja o futuro.
(próclise)
02) ( ) Nossa vocação molda-se às necessidades. (ênclise)
COLOCAÇÃO PRONOMINAL NAS LOCUÇÕES VERBAIS
03) ( ) Se não fosse a chuva, acompanhar-te-ia.
Locuções verbais são formadas por um verbo auxiliar + (mesóclise)
infinitivo, gerúndio ou particípio.
04) ( ) Macacos me mordam!
05) ( ) Caro amigo, muito lhe agradeço o favor...
AUXILIAR + INFINITIVO: se não houver palavra atrativa, o
pronome oblíquo virá antes do verbo principal, depois do 06) ( ) Ninguém socorreu-nos naqueles momentos difíceis.
verbo auxiliar ou depois do verbo principal. 07) ( ) As informações que se obtiveram, chocavam-se
- A polícia nos deseja revelar a verdade. entre si.

- A polícia deseja-nos revelar a verdade. 08) ( ) Quem te falou a respeito do caso?

- A polícia deseja revelar-nos a verdade. 09) ( ) Não foi trabalhar porque machucara- se na véspera.
10) ( ) Não só me trouxe o livro, mas também me deu
presente.
AUXILIAR + GERÚNDIO OU INFINITIVO: se não houver
palavra atrativa, o pronome oblíquo virá antes do verbo 11) ( ) Ele chegou e perguntou-me pelo filho.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
49
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

12) ( ) Em se tratando de esporte, prefere futebol. EXERCÍCIOS 05


13) ( ) Vamos, amigos, cheguem-se aos bons.
01- FCC: em “Ajudamos a criar essa nova arma no intuito de
14) ( ) O torneio iniciar-se-á no próximo Domingo. impedir que os inimigos tivessem acesso antes de nós
a essa nova arma”.
15) ( ) Amanhã dizer-te-ei todas as novidades.
Valendo-se do emprego de pronomes, estará correta a
16) ( ) Os alunos nos surpreendem com suas tiradas seguinte reconstrução da frase acima:
espirituosas.
a) Ajudamos a criar-lhe no intuito de impedir eles
17) ( ) Os amigos chegaram e me esperam lá fora.
de acessarem antes de nós essa nova arma.
18) ( ) O torneio iniciará-se no próximo domingo. b) Ajudamos a criá-la no intuito de lhes impedir o
acesso dos inimigos a essa nova arma antes de
19) ( ) Ele tinha oferecido-lhe as explicações.
nós.
20) ( ) Convido-te a fazeres-lhes, essa gentileza. c) Ajudamo-la a criar no intuito de impedir-lhes que
eles tivessem acesso à ela antes de nós.
21) ( ) Para não falar- lhe, resolveu sair cedo.
d) Ajudamos a criá-la no intuito de impedir que eles
22) ( ) É possível que o leitor nos não creia. tivessem acesso a ela antes de nós.
e) Ajudamos a criá-la no intuito de os impedir de
23) ( ) A turma quer-lhe, fazer uma surpresa.
acessar-lhe antes de nós
24) ( ) A turma havia convidado-o para sair.
25) ( ) Ninguém podia ajudar-nos naquela hora. 02- CESGRANRIO: Assinale a frase em que está usado
indevidamente um dos pronomes seguintes: o, lhe.
26) ( ) Algumas haviam-nos contado a verdade.
27) ( ) Todos se estão entendendo bem. a) Não lhe agrada semelhante providência?
b) A resposta do professor não o satisfez.
28) ( ) As meninas não tinham-nos convidado para sair. c) Ana o ajudou na semana passada.
d) O poeta assistiu-a nas horas amargas, com
extrema dedicação.
29) Assinale a frase com erro de colocação pronominal: e) Vou visitar-lhe na próxima semana.

a) Tudo se acaba com a morte, menos a saudade. 03- FCC: “Maquiavel escreveu um tratado político, e a
b) Com muito prazer, se soubesse, explicaria-lhe potência de análise desse tratado político permite
tudo. considerar esse tratado político como um texto que
c) João tem-se interessado por suas novas efetivamente revela os mecanismos do poder, embora
atividades. sempre haja quem julgue indevassáveis esses
d) Ele estava preparando-se para o vestibular de mecanismo do poder, pois todos os políticos buscam
Direito. dissimular esses mecanismo do poder”.

30) Assinale a frase com erro de colocação pronominal: Evitam-se as viciosas repetições do período acima
substituindo-se os segmentos sublinhados,
a) Tudo me era completamente indiferente. respectivamente, por
b) Ela não me deixou concluir a frase.
c) Este casamento não deve realizar-se. a) cuja potência de análise / considerá-lo / os julgue
d) Ninguém havia lembrado-me de fazer as indevassáveis / dissimulá-los.
reservas. b) em cuja potência de análise / o considerar / lhes
julgue indevassáveis / os dissimular.
c) cuja a potência de análise / considerá-lo / julgue-
GABARITO os indevassáveis / dissimular-lhes.
d) que a potência de análise / considerar-lhe / os
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 julgue indevassáveis / dissimulá-los.
C C C C C I C C I C e) de cuja potência de análise / lhe considerar / os
11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 julgue indevassáveis / lhes dissimular.
C C C C I C C I I I
21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 04- FCC: “A palavra progresso frequenta todas as bocas,
C C C I C I I I B D todas pronunciam a palavra progresso, todas
atribuem a essa palavra sentidos mágicos que elevam
essa palavra ao patamar dos nomes miraculosos”.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
50
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

Evitam-se as repetições viciosas da frase acima pela presença de preposição e gera uma função sintática
substituindo- se os elementos sublinhados, na ordem chamada Complemento Nominal.
dada, por:
Exemplos:
a) a pronunciam - lhe atribuem - a elevam 1- Reconheceu o respeito ---------- a + o trabalhador.
b) a pronunciam - atribuem-na - elevam-na 2- O aluno saiu confiante ---------- em + a aprovação.
c) lhe pronunciam - lhe atribuem - elevam-lhe 3- Votou favoravelmente ------------a + a paz.
d) a ela pronunciam - a ela atribuem - lhe elevam
e) pronunciam-na - atribuem-na - a elevam Observação: Existem nomes que admitem mais de uma
preposição; comportamento absolutamente normal.
05- FCC: “O editorial foi considerado um desrespeito à
soberania de Cuba, trataram a soberania de Cuba Exemplo:
como uma questão menor, pretenderam reduzir a Tenha amor a seus filhos.
soberania de Cuba a dimensões risíveis, como se os Renato não morria de amor por Paula.
habitantes do país não tivessem construído a
soberania de Cuba com sangue, suor e lágrimas”. NOMES QUE ADVÊM DE VERBOS

Evitam-se as viciosas repetições acima substituindo-se 1- Ele avançou 200 metros.


os segmentos sublinhados, respectivamente, por 1.1- O avanço de 200 metros ocorreu em seguida.

a) trataram a ela / reduzir-lhe / a tivessem


construído. 2- O convidado gostou do que foi oferecido pelo chef
b) trataram-na / reduzi-la / a tivessem construído. árabe.
c) a trataram / a reduziram / tivessem-na construído. 2.1- O gosto pela gastronomia árabe é comum no Brasil.
d) trataram-lhe / reduziram-lhe / lhe tivessem
construído.
e) trataram-na / reduziram-lhe / lhe tivessem 3- O motorista atrasou o ônibus.
construído. 3.1- O atraso do ônibus foi causado pelo motorista.

06- FCC (Metrô São Paulo) A substituição do elemento


grifado pelo pronome correspondente, com os 4- Ele não confia em você.
necessários ajustes no segmento, foi realizada 4.1- A confiança em Deus é fundamental.
corretamente em:
a) que pretende construir máquinas multifuncionais Obs.: Perceba que, em quase todos os casos, quando o
= que lhes pretende construir verbo transformou-se em nome, a regência foi alterada.
b) que desejam limpar seu carpete = que desejam o Portanto, atenção a esses movimentos.
limpar
c) precisa processar dados coletados = precisa ► A seguir veremos a relação de alguns nomes e as suas
processá-los. preposições mais usuais:
d) que busque uma caneca = que busque-a.
e) requerem um grande conjunto de habilidades =
requerem-nas. acessível, adequado, alheio, análogo, apto,
avesso, benéfico, cego, conforme, desatento,
desfavorável, desleal, equivalente, fiel, grato,
a
GABARITO EXERCÍCIOS 05 guerra, hostil, idêntico, inerente, nocivo,
obediente, odioso, oposto, peculiar, pernicioso,
próximo (de), superior, surdo (de), visível.
01 02 03 04 05 06
D E A A B C
amante, amigo, ansioso, ávido, capaz, cobiçoso,
comum, contemporâneo, curioso, devoto,
diferente, digne, dotado, duro, estreito, fértil,
de
2. REGÊNCIA NOMINAL fraco, inocente, menor, natural, nobre,
orgulhoso, pálido, passível, pobre, pródigo (em),
Estuda as relações em que os nomes – temeroso, vazio, vizinho.
substantivos, adjetivos e advérbios – exigem complemento
para que os sentidos da frase fiquem estabilizados. Essa afável, amoroso, aparentado, compatível,
relação entre o nome e seus complementos é estabelecida com conforme, cruel, cuidadoso, descontente,
furioso (de), ingrato, liberal, misericordioso,
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
51
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

orgulhoso, parecido (a), rente (a, de). 03- CESPE: Com base no texto abaixo, julgue a questão a
seguir.
contra desrespeito, manifestação, queixa.
O Brasil tem 24,8 milhões de pessoas consideradas
constante, cúmplice, diligente, entendido, aptas para trabalhar. Mas, nesse universo, há cerca de
erudito, exato, fecundo, fértil, fraco (de), forte, 5,5 milhões de pessoas condenadas a ficar fora do
em
hábil, indeciso, lento, perito, sábio, último (de, mercado de trabalho, tal como ele se apresenta hoje,
a), único. visto que lhes falta a essencial qualificação. Para estes,
20% da força de trabalho, resta tentar ganhar o pão
entre convênio, união. de cada dia fazendo bicos o trabalhos regulares,
porém de baixa exigência e, portanto, com ganhos
apto, bom, essencial, incapaz, inútil, pronto ínfimos.
para
(em), útil
Esses números estão em trabalho recentemente
para afável, amoroso, capaz, cruel, intolerante, divulgado pelo Instituto de Pesquisas Econômicas
com orgulhoso Aplicadas (IPEA), no qual se revela que outros 653 mil
trabalhadores, no topo da pirâmide do preparo
ansioso, querido (de), responsável, respeito (a, profissional, igualmente tenderão a ficar batendo de
Por
de) porta em porta em busca de colocação. Para eles, em
razão da crise mundial, fecharam-se postos de
Sobre dúvida, influência, triunfo. trabalho, pois suas empresas preferiram liberar mão
de obra qualificada, reduzir gastos — esses
profissionais são os de mais altos salários — e esperar
a tempestade passar. E ela ainda não passou.
EXERCÍCIOS 01
Em outras áreas, porém, como construção civil,
01- CESPE: “Floresta nacional, floresta estadual e municipal: comércio e hotelaria, o estudo do IPEA revela que já
é uma área com uma cobertura florestal de espécies se faz sentir a falta de profissionais por motivo
predominantemente nativas e tem como objetivo semelhante ao causado pela crise. A recuperação
básico o uso múltiplo sustentável dos recursos econômica, que ocorreu com velocidade espantosa
florestais de florestas nativas. É uma área de posse e em áreas como a de construção, não deixou espaço e
domínio públicos”. tempo para que se preparasse tanta gente, em
número e qualidade, para atender à demanda,
( ) O vocábulo "públicos" está no plural por se tratar especialmente no Sudeste e no Sul do país, onde se
de caso de regência nominal. constroem mais moradias e obras de infraestrutura
alimentadas por programas habitacionais, pelas
Obs.: O detalhe dessa questão consiste numa eleições e, como não poderia deixar de ser, pelo
“pegadinha”. futebol, que terá o Brasil como sede da Copa do
Mundo em 2014. Casas, saúde, transportes,
02- CESPE: “Hipermodernidade é o termo usado para saneamento e iluminação implicarão investimentos
denominar a realidade contemporânea, caracterizada superiores a R$ 1 trilhão, conforme anunciado pelo
pela cultura do excesso, do acréscimo sempre governo em março. Para este ano, o crescimento
quantitativo de bens materiais, de coisas consumíveis econômico deve gerar 2 milhões de vagas, dizem as
e descartáveis”. estimativas oficiais.
Hélio Terra. Trabalho há e haverá. In:
O Estado de S.Paulo, 4/4/2010 (com adaptações)
( ) A repetição da preposição “de” em "do
acréscimo", "de bens materiais" e "de coisas" Acerca da regência nominal e verbal empregada no
indica que esses termos são empregados, no texto, assinale a opção correta.
texto, como complementos de "cultura",
vocábulo que tem como primeiro complemento a) A substituição do termo “aptas” (1º parágrafo)
"do excesso". por “capazes” manteria o sentido original, mas
não a correção gramatical do período.
Obs.: Uma boa leitura é fundamental para resolver essa b) Na oração “visto que lhes falta a essencial
questão. qualificação” (1º parágrafo), o verbo não exige
complemento indireto.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
52
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

c) No trecho “por motivo semelhante ao causado c) “... essa atitude consequentemente nos leva ao
pela crise” (3º parágrafo), o elemento “ao” pode aprendizado”.
ser corretamente substituído por “com o”. d) “alguém perguntou a um velho se ele tinha
d) O uso do sinal indicativo de crase em “para crescido naquela cidade”.
atender à demanda” (3º parágrafo) ocorre por e) “...é esse ensinamento que nos ensina a resposta
conta da existência de regência nominal no do velho sábio”.
período.
e) A inserção da preposição “em” imediatamente 03- O verbo destacado NÃO é impessoal em:
após a forma verbal “implicarão” (3º parágrafo)
não acarreta prejuízo ao sentido nem à estrutura a) Fazia dias que aguardava a sua transferência
sintática do período. para o setor de finanças.
b) Espero que não haja empecilhos à minha
04- FCC: “A ocupação do cerrado por agricultores promoção.
provenientes de outras áreas ...” (3º parágrafo) c) Fez muito frio no dia da inauguração da nova
O mesmo tipo de regência assinalado acima SÓ NÃO filial.
se configura no segmento grifado em: d) Já passava das quatro horas quando ela chegou.
e) Embora houvesse acertado a hora, ele chegou
a) graças ao investimento em novas tecnologias. atrasado.
b) nas condições de vida de milhões de brasileiros
c) o ingresso de centenas de milhões de pessoas. 04- Em relação à regência nominal, em qual das frases a
d) a expansão do comércio. seguir a preposição empregada NÃO está
e) por uma combinação de ações políticas e ADEQUADA?
empresariais.
a) A partir daí, estava apto para ajudar alguém.
Obs.: Uma dica para você não perder a paciência ao b) Ele, então, estava sedento por um futuro melhor.
resolver essa questão é perceber que nem todos os c) Não seja inconstante em suas decisões.
nomes advêm das mesmas classes de palavras. d) Na vida, todos nós somos passíveis a equívocos.
Vimos isso no início da aula. Volte um pouco, faça e) Temeroso de um resultado negativo, não seguiu
uma nova leitura. sua intuição.

GABARITO 01 05- Em relação à regência nominal, em qual das frases a


seguir a preposição empregada NÃO está
01 02 03 04 ADEQUADA?
F F A B
a) Aquele personagem é destituído de
complexidade.
EXERCÍCIOS 02 b) O vigilante estava atento a tudo que passava a
sua volta.
01- A sentença em que o verbo pegar apresenta-se com o c) O homem ficou grato com todos os que o
mesmo sentido e integra a mesma construção ajudaram.
sintática com que é usado em “ele pegou um balde d) Aquele soldado foi cruel para com o preso.
grande de plástico,” é: e) Não houve a correta adaptação ao clima frio da
Europa.
a) Os alunos pegam facilmente tudo o que é
ensinado. 06- Assinale a opção em que a preposição destacada
b) Pegar um bom emprego é o objetivo de todos. constitui caso de regência nominal.
c) Pegou do irmão a mania de fazer coleção de
figurinhas. a) “ele precisava se adaptar rapidamente a uma
d) Pegou no que era seu, deu adeus e foi embora. nova situação...”.
e) Pegou sem cuidado o copo e deixou-o quebrar b) “acho que ele deve saber se comunicar com a
equipe...”.
02- Assinale a opção em que a regência do verbo c) “ele deve ter capacidade de negociação são
destacado difere da dos demais. características extras...”.
d) “Para chegar a esta conclusão foram analisados
a) “...tal fato exige de nós a capacidade de três fatores:”.
atuarmos em áreas...”.
b) “O sentir faz a ponte entre o pensar e o agir”.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
53
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

e) “Então, que tal começar a exercitar a linguagem? As duas últimas construções estão corretas, ao passo que a
Faz bem para você e para aqueles com quem se primeira apresenta erro gramatical.
relaciona”.

07- Marque o item que contempla incorreto uso de PRONOMES RELATIVOS


regência verbal.
Como já sabemos, os pronomes substituem os nomes.
a) O homem chamou o político de corrupto. Assim, no lugar de “Ana” em Ana recebeu um comunicado,
b) Ele chamou ao amigo de covarde. poderíamos escrever Ela recebeu um comunicado. Contudo,
c) Nós lhe chamamos crápula. Ela não é um pronome relativo, mas sim um pronome
d) O jovem anuiu ao professor. pessoal do caso reto.
e) O belo projeto do governo implicou em esforço
da população. Os pronomes relativos, além de mais complexos, são mais
decisivos no momento da redação de um texto. Os mais
08- Marque o item que contempla incorreto uso de utilizados em provas de concurso são os seguintes: QUE (o
regência verbal. qual, a qual, as quais....), QUEM, ONDE e CUJ-. Esses
pronomes seguem uma rigorosa disciplina quanto à sua
a) Vimos o filme mencionado pela crítica. referência e uso.
b) Os protestantes só queriam a atenção de todos
os presentes. Vejamos:
c) Os políticos não se lembram o que fazem com o
dinheiro público. Pronome Referência
d) O palestrante esqueceu tudo que ia dizer A um termo (substantivo comum ou
QUE (a qual....)
naquela apresentação. próprio) anterior a ele.
e) A Igreja dos Milagres assiste na Avenida Dom A um termo (substantivo comum ou
Pedro. QUEM próprio), na condição de Ser Humano,
anterior a ele.
A um termo (substantivo comum ou
GABARITO 02 ONDE próprio) que indique lugar, também
anterior a ele.
01 02 03 04 05 06 07 08 A um termo (substantivo comum ou
E B E D C C E C próprio) anterior a ele, mas que
CUJO(A)(S) estabelece concordância com seu
termo posterior, que também será um
PRONOMES RELATIVOS E O USO DE PREPOSIÇÕES
substantivo.
Observe a seguinte oração:

- As ideias que o professor acreditava eram controversas. Exercícios reflexivos 01

Note que, aparentemente, o período não apresenta falhas; Agora, vamos fazer um exercício prático!
auditivamente, tudo parece estar bem. Contudo, sabendo
que a regência do verbo acreditar pede a preposição “em”, a) A ideia ________ que ele discordou é antiga.
fica mais claro que a construção não obedece à norma b) O livro ________ que o aluno concordou trazia cenas
culta. fortes.
c) As médicas ________ quem o paciente se referiu
Em situações como esta, é necessário antecipar a estavam cansadas.
preposição para antes do pronome relativo QUE. Assim: d) Os policiais ________ quem o povo duvidou não eram
culpados.
- As ideias em que o professor acreditava eram e) Os ensinamentos ________ que ele disseminava
controversas. tinham fundamento.
f) As cidades ________ onde ele viveu são fascinantes.
Essa nova construção obedece à norma culta e também
g) As pousadas________ onde ele dormiu recebiam
poderia ser reescrita da seguinte forma:
muitos turistas.
- As ideias nas quais o professor acreditava eram h) O restaurante ________ onde o homem foi só servia
controversas. pratos franceses.
i) Os livros _____ cujas páginas ele se referiu sumiram.
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
54
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

j) A aluna _____ cujos cadernos foram roubados estava 03- A imagem daquela população ______ que o ministro
revoltada. se reportou antes das eleições demonstrou que ela é,
k) As personagens _____ cuja genialidade muitos de fato, atuante.
discordam eram as mais queridas pelo povo. 04- As notícias _____ que os eleitores, de fato,
necessitavam ainda não foram tão alvissareiras.

05- O homem maduro, _______ quem ela se apaixonou,


RESPOSTAS
era, na verdade, cheio de problemas.
a b c d E f g h i j k 06- As muitas pessoas ______ quem o político dizia se
de com a de Ø Ø Ø a a ø de dedicar precisavam demasiado de ajuda.

Ou então, 07- As ruas do bairro ______ onde ela morou no passado


eram cheias de crianças.
a) A ideia ________ a qual ele discordou é antiga.
b) O livro ________ o qual o aluno concordou trazia 08- A antiga cidade chilena _______ onde meu amigo foi
cenas fortes. produzia bons vinhos.
c) As médicas ____que / ____ as quais o paciente se
referiu estavam cansadas. 09- O prédio novo ______ onde os computadores foram
d) Os policiais ____ que/ ____os quais o povo duvidou roubados tinha péssima segurança.
não eram culpados.
e) Os ensinamentos ____ os quais ele disseminava 10- O prédio novo ______ onde os computadores foram
tinham fundamento. levados tinha péssima segurança.
f) As cidades _____ que/ ____ as quais ele viveu são
11- Aceitei o perfume_____ cuja fragrância não gostei
fascinantes.
somente por educação.
g) As pousadas____ que/____as quais ele dormiu
recebiam muitos turistas. 12- Quem matou o hábito das cartas foi o telefone,____
h) O restaurante ___ que/____ o qual o homem foi só cujo reinado trouxe muitas mudanças.
servia pratos franceses.
i) Os livros ____ cujas páginas estavam resgadas RESPOSTAS
sumiram.
j) Os políticos _____ cujos programas o povo acredita 01- Ø
estão mortos. 02- A
k) As personagens _____ cuja força muitos admiram 03- A
eram as mais queridas. 04- DE
05- POR
06- A
07- Ø
RESPOSTAS 08- A ou PARA
09- DE
a b c d e f g h i j k 10- DE ou PARA
de com a de ø em em a ø em ø 11- DE
12- Ø
EXERCÍCIOS 01
EXERCÍCIOS REFLEXIVOS 02 01- Está correto o emprego de ambos os elementos
sublinhados em:
► Leia, reflita e constate se há a necessidade de
preposição antes dos pronomes relativos a seguir. Depois, a) O autor se pergunta por que haveriam de ser
confira as respostas. cruéis os animais que aspiram à propagação da
espécie.
01- As cidades brasileiras _______ que receberam novas b) Quando investigamos o porquê da suposta
propostas de crescimento tinham boa reputação. crueldade animal, parece de que nos
esquecemos da nossa efetiva crueldade.
02- Os esforços da população ______ que o ministro se
reportou antes das eleições valeram muito.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
55
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

c) À lagarta, de cujo ventre abriga os ovos da vespa, c) A trama com a qual o personagem anônimo
só caberá assistir ao martírio de sua própria participa jamais seria a mesma sem o seu
devoração. concurso.
d) Se a ideia de compaixão é puramente humana, d) Em dois segundos o lenhador tomou uma
não há porque imputarmos nos animais qualquer decisão na qual decorreria toda a trama já
traço de crueldade. conhecida de Branca de Neve.
e) Os bichos a cujos atribuímos atos cruéis não e) Os figurantes anônimos muitas vezes são
fazem senão lançar-se na luta pela sobrevivência. responsáveis por uma ação em que irão
depender todas as demais.
02- Está correto o emprego do elemento sublinhado na
frase: 05- “A diferença é que eles viviam em comunhão com o
mundo...” (final do texto)
a) Os restos de esperanças socialistas, por cujas o
autor já demonstrara simpatia, misturam-se a A frase cuja lacuna estará corretamente preenchida
outras convicções. pela palavra grifada acima é:
b) Os impulsos missionários, de que o autor não se
mostra carente, poderiam levá-lo a combater a a) As hipóteses ........ que a humanidade teve sua
fome do mundo. origem na África já foram comprovadas por
c) As propostas políticas, de cuja falta sentiu Mario cientistas.
Capanna, eram, na verdade, inúmeras e b) As armas ......... que os homens primitivos se
contrastantes. defendiam dos perigos eram feitas de materiais
d) As posições dos jovens manifestantes, das quais encontrados na natureza.
o autor se congratulou, eram as mais díspares c) Ossos de animais serviam ......... que os nossos
possíveis. ancestrais reproduzissem as melodias percebidas
e) As ruas de Gênova, aonde se fixaram grupos de nos sons da natureza.
manifestantes, ganharam uma nova animação. d) São inúmeras as cavernas ......... que se
encontraram desenhos primitivos, as chamadas
03- “... tema que faz com que em certas ocasiões ...” pinturas rupestres.
(último parágrafo) e) Instrumentos foram criados pelo homem de
A lacuna que deverá ser corretamente preenchida modo ......... que ele conseguisse reproduzir os
pela expressão grifada acima está em: sons ouvidos no mundo exterior.

a) O mercado editorial de autoajuda, ......... abrange 06- As expressões de que e com que preenchem
várias categorias, cresce a olhos vistos em todo o corretamente, nessa ordem, as lacunas da frase:
mundo.
b) O conteúdo dos livros de autoajuda, ......... os a) O prestígio ...... o texto de Maquiavel desfruta
leitores acreditam, serve de inspiração para o até hoje é merecido, pois é um tratado político
sucesso na vida e na carreira profissional. ...... muitos têm muito a aprender.
c) Os leitores estão convictos .......... essas b) As qualidades morais ...... muitos estavam
publicações serão a inspiração para uma vida habituados a considerar como tais foram
mais harmônica e feliz. substituídas pelas políticas, no tratado ......
d) Os livros de autoajuda procuram conduzir as Maquiavel tornou uma obra basilar.
pessoas a obterem com tenacidade tudo aquilo c) Os valores abstratos ...... muita gente costuma
........ sonham. cultuar não tinham, para Maquiavel, qualquer
e) A literatura de autoajuda constitui, no momento, aplicação ...... pudesse se valer na análise da
os meios ........ as pessoas recorrem para viver política.
melhor. d) O adjetivo maquiavélico, ...... muitos utilizam
para denegrir o caráter de alguém, ganhou uma
04- Está correto o emprego do elemento sublinhado em: acepção ...... costumam discordar os cientistas
políticos.
a) O Príncipe é um símbolo reincidente, a cujo e) A leitura de O Príncipe, ...... muita gente até hoje
nome pessoal talvez nem mesmo a Branca de se entrega, interessa a todos ...... se sintam
Neve tenha conhecimento. envolvidos na lógica da política.
b) A necessidade de bajular o poder é um vício de
que muita gente da imprensa não consegue se 07- “Mas o mundo globalizado também assiste a um
esquivar. ininterrupto e crescente sistema de produção...”.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
56
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

O mesmo tipo de regência, tal como está empregado dinâmico da economia mundial, os países emergentes, cujo
o verbo grifado acima, encontra-se na frase: desenvolvimento econômico começou a desacelerar —
ainda que a partir de taxas exuberantes de expansão”.
a) A sociedade mundial resultante do processo de
padronização não tem propriamente uma cultura 01- No trecho “cujo desenvolvimento econômico (...)
global a ela vinculada, que possa distingui-la.
expansão”, identifica-se relação de causa e
b) As práticas cotidianas dos povos, elementos de
consequência entre a construção sintática destacada
distinção entre eles, recebem novos ingredientes
que maculam a pureza cultural de cada nação. com travessão e a oração que a antecede.
c) Por haver predomínio de certos hábitos e
comportamentos, é que o inglês se tornou uma
espécie de língua global. (Cespe MPU 2010 Técnico) “Para a maioria das pessoas, os
d) Observa-se, atualmente, que tem havido mais assaltantes, assassinos e traficantes que possam ser
consciência das diferenças e maior respeito pela encontrados em uma rua escura da cidade são o cerne do
especificidade de cada um. problema criminal. Mas os danos que tais criminosos
e) Muitos críticos do processo de globalização
causam são minúsculos quando comparados com os de
discordam de seus possíveis benefícios,
criminosos respeitáveis, que vestem colarinho branco e
comparando-os a situações perversas para
pessoas e povos. trabalham para as organizações mais poderosas”.

08- Está adequado o emprego de ambos os elementos 02- A correção gramatical e a coerência do texto seriam
sublinhados na frase: preservadas se a oração “que possam ser encontrados
a) A obsolescência e o anacronismo, atributos nos em uma rua escura da cidade” estivesse entre
quais os americanos manifestam todo seu vírgulas.
desprezo, passaram a se enfeixar com a
expressão dez de setembro.
b) O estado de psicose, ao qual imergiram tantos (Cespe Banco do Brasil 2010) “A rede de atendimento aos
americanos, levou à adoção de medidas de
“famintos de felicidade” tornou-se um negócio rendoso, e
segurança em cuja radicalidade muitos
os usuários, para mantê-la, exigem mais exploração dos
recriminam.
c) A sensação de que o 11/9 foi um prólogo de algo que já são superexplorados. Quem vive permanentemente
ao qual ninguém se arrisca a pronunciar é um na infelicidade não pode olhar o outro como alguém com
indício do pasmo no qual foram tomados tantos quem possa ou deva preocupar-se. O sentimento íntimo de
americanos. quem padece é de que o mundo lhe deve alguma coisa, e
d) Não é à descrença, sentimento com que nos não de que ele deva qualquer coisa ao mundo”.
sentimos invadidos depois de uma tragédia, é na
esperança que queremos nos apegar. 03- A substituição da preposição “com”, exigida pelo
e) Fatos como os de 11/9, com que ninguém espera
verbo “preocupar-se”, pela preposição “em”
se deparar, são também lições terríveis, de cujo
preservaria a coerência do texto e o respeito às
significado não se deve esquecer.
normas gramaticais.

GABARITO 01
(Cespe MPU 2010 Analista) “Inovar é recriar de modo a
01 02 03 04 05 06 07 08 agregar valor e incrementar a eficiência, a produtividade e
a competitividade nos processos gerenciais e nos produtos
A B D B B A E E
e serviços das organizações. Ou seja, é o fermento do
crescimento econômico e social de um país. Para isso, é
preciso criatividade, capacidade de inventar e coragem
EXERCÍCIOS 02
para sair dos esquemas tradicionais. Inovador é o indivíduo
(Cespe MPU 2010 Técnico) “O corte de 125 mil empregos que procura respostas originais e pertinentes em situações
em junho indica que a esperança de gradual retomada do com as quais ele se defronta. É preciso uma atitude de
crescimento do mercado de trabalho no curto prazo era abertura para as coisas novas, pois a novidade é
prematura e não deverá se concretizar. As razões para esse catastrófica para os mais céticos”.
estancamento encontram-se no comportamento do polo

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
57
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

04- O segmento “as quais” remete a “situações” e, por Preenche corretamente a lacuna da frase acima:
isso, admite a substituição pelo pronome “que”; no
entanto, nesse contexto, tal substituição provocaria (A) de cujo.
ambiguidade. (B) em que.
(C) o qual.
(Cespe 2010 Ministério do Planejamento) “Naquele final (D) no qual.
de década de sessenta, no entanto, o jovem arquiteto (E) de que.
interessava-se menos por torres que escalavam os céus do
que por estruturas abandonadas na periferia e por sistemas 09- (TRE São Paulo 2012) Está correto o emprego de
subterrâneos da cidade. Em vez de construir, seu projeto ambos os elementos sublinhados na frase:
era “cortar” edifícios ou “desfazer espaços”. Matta Clark (A) A argumentação na qual se valeu o ministro
interessava-se pela situação paradoxal de um contexto baseava-se numa analogia em cuja pretendia
urbano em que conviviam modernização e abandono”. confundir função técnica com função política.
(B) As funções para cujo desempenho exige-se alta
05- As relações gramaticais e textuais em que ocorre a habilitação jamais caberão a quem se promova
expressão “em que” permitem sua substituição no apenas pela aclamação do voto.
texto, tanto por “onde” como por “no qual”, sem se (C) Para muitos, seria preferível uma escolha
prejudicar a coerência e a correção do texto. baseada no consenso do voto do que a
promoção pelo mérito onde nem todos confiam.
(Cespe 2011 Ministério das Comunicações) “Essa (D) A má reputação de que se imputa ao
abordagem “objetal” levanta um problema específico no "assembleísmo" é análoga àquela em que se
plano da memória. Não seria ela fundamentalmente reveste a "meritocracia".
reflexiva, como nos inclina a pensar a prevalência da forma (E) A convicção de cuja não se afasta o autor do
pronominal: lembrar-se de alguma coisa é, de imediato, texto é a de que a adoção de um ou outro
lembrar-se de si? Entretanto, insistimos em colocar a critério se faça segundo à natureza do caso.
pergunta “o quê?” antes da pergunta “quem?”, a despeito
da tradição filosófica, cuja tendência foi fazer prevalecer o 10- (TRT 11ª Região 2012) Está correto o emprego da
lado egológico da experiência mnemônica”. expressão sublinhada em:

06- O pronome “cuja” introduz explicação acerca de (A) Os dicionários são muito úteis, sobretudo para
“tradição filosófica”. bem discriminarmos o sentido das palavras em
cujas resida alguma ambiguidade.
(Cespe 2011 Ministério das Comunicações) “As tecnologias (B) O texto faz menção ao famoso caso das cotas,
digitais, segundo Pierre Lévy, “surgiram com a pelas quais muitos se contrapuseram por
infraestrutura do ciberespaço, novo espaço de considerá-las discriminatórias.
comunicação, de sociabilidade, de organização e de (C) Por ocasião da defesa de políticas afirmativas ,
transação, mas também novo mercado da informação e do com as quais tantos aderiram, instaurou-se um
conhecimento”. O ciberespaço abre caminhos para a caloroso debate público.
cibercultura, pela qual a produção e a disseminação de (D) Um dicionário pode oferecer muitas surpresas,
informações são pautadas pelo dispositivo de comunicação dessas em que não conta quem vê cada palavra
todos-todos”. como a expressão de um único sentido.
(E) Esclarece-nos o texto as acepções da palavra
07- A expressão “pela qual” poderia ser corretamente
discriminação, pela qual se expressam ações
substituída por “por que”, o que conferiria mais
inteiramente divergentes.
clareza ao texto, já que evitaria repetição — “pela” (
da expressão “pela qual” ) e “pelo” (depois de
“pautados”). GABARITO EXERCÍCIOS 02

08- (TJ Rio de Janeiro 2012) “O restaurante Reis, ......... o 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10


poeta era assíduo frequentador, ficava no velho centro E E E E C C E E B E
do Rio”.
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
58
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

04. Crase DICA!!!

RELEVÂNCIA DO ASSUNTO EM PROVAS: Alta. Raras são ALGUNS NOMES QUE REGEM A PREPOSIÇÃO “A”.
as provas que não trazem, direta ou indiretamente, uma
questão sobre o tema Crase. Por isso, prepare-se. Acessível (a) Habilitado (a) (em) (para)
Acostumado (a) (com) Habituado (a)
DICA: Lembre-se de que Crase tem tudo a ver com Adaptação (a) Hino (a)
Regência. Ou seja, olho atento no dicionário e nas regências Afeição (a) Homenagem (a)
que nós denominamos de clássicas. De todas as Aliado (a) Horror (a)
organizadoras, o CESPE é a que, de maneira mais reflexiva e Atentado (a) Hostil (a) (com) (contra)
inteligente, cobra esse assunto. Nessa organizadora, o texto (em) (para com)
é profundamente decisivo. Às vezes, só pela leitura dá para Apto (a) (para) Idêntico (a)
julgar, de maneira coerente, uma questão do CESPE. Oposto (a) Imune (a)
Brinde (a) Infiel (a)
DICA DE ESTUDO: Procure não se agarrar, devotamente, Comum (a) Insensível (a)
aos famosos e velhos “bizus” sobre o tema. Pouca gente Dedicado (a) Leal (a)
fala isso, mas “bizus” também falham. Um “bizu” é apenas Contrário (a) Obediente (a)
uma dica, ele não concentra todo o assunto. Portanto, use Desrespeito (a) (contra) Nojo (a) (de)
“bizus” com muita parcimônia. Disposto (a) Necessário (a) (para)
Dedicado (a) Nocivo (a)
POSSIBILIDADE DE CAIR NA PROVA: Para nível Essencial (a) (em) (para) Propício (a)
fundamental, a possibilidade é razoável; para nível médio, Estranho (a) Parecido (a) (com)
no máximo, uma (isso numa prova de 15 a 20 questões); e Favorável (a) Relativo (a)
para nível superior a possibilidade sobe para duas Gratidão (a) (por) (para) Superior (a)
questões, e o grau de dificuldade é bem maior do que do (com)
médio.
Guerra (a) Vinculado (a) (com) (entre)

TEORIA
Na prática, teremos o seguinte:
O uso do acento grave é produto da fusão de duas vogais
Grupo 01
idênticas: a + a = à (fusão). O primeiro “a” é uma
preposição, e o segundo “a” é um artigo.
01- Todos os alunos se referiam......... .......... apresentação
do fim de semana.
Em geral, só ocorre crase diante das seguintes situações:
Antes Depois
ANTES DURANTE DEPOIS
Verbo ( ) ou Sub. Fem. ( ) ou
VTI SUB.FEM.
Nome ( ) Pronome ( ).
VTDI AQUILO, AQUELE(A)(S)
NOME A QUAL, AS QUAIS
02- A mãe deu atenção ........ .......... filha mais nova.
Obs.: todos os substantivos, adjetivos e advérbios são
Antes Depois
NOMES.
Verbo ( ) ou Sub. Fem. ( ) ou
Nome ( ) Pronome ( ).
Detalhando a tabela acima:
03- O direito .......... ........... justiça deve ser buscado a
ANTES Preposição FUSÃO artigo DEPOIS
todo custo.
VTI A à A Sub.fem.
-quilo
VTDI A à A Antes Depois
-quele(a)(s)
Verbo ( ) ou Sub. Fem. ( ) ou
a - qual
NOME A à Nome ( ) Pronome ( ).
as - quais

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
59
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

04- Essa proposta é nociva ......... .........comunidade 06- A iniciativa ........ .........qual o empresário era atento
indígena. poderia lhe render muito dinheiro.

Antes Depois Antes Depois


Verbo ( ) ou Sub. Fem. ( ) ou Verbo ( ) ou Sub. Fem. ( ) ou
Nome ( ) Pronome ( ). Nome ( ) Pronome ( ).

05- O deputado votou favoravelmente ......... ..........pena OBSERVAÇÃO:


de morte. As formas craseadas “à qual” e “às quais” podem ser
substituídas por “a que”, sem crase.
Antes Depois
Verbo ( ) ou Sub. Fem. ( ) ou Grupo 03
Nome ( ) Pronome ( ).
Em alguns casos, um “à” ou um “às” é equivalente a
“àquele(a)(s)”. Nesses casos, o substantivo feminino fica
Grupo 02 implícito no texto.

01- O aluno recorreu........ .........-quele fato da semana 01- A novela que ele viu é semelhante à que passou nos
passada. anos de 1980.
[A novela que ele viu é semelhante àquela que passou
Antes Depois nos anos de 1980].
Verbo ( ) ou Sub. Fem. ( ) ou
Nome ( ) Pronome ( ). 02- Suas ideias são idênticas às do meu pai.
[Suas ideias são idênticas àquelas do meu pai].
02- A equipe dará continuidade....... .......-quela discussão
do último congresso.
Grupo 04: as três “meninas rebeldes”.
Antes Depois
Verbo ( ) ou Sub. Fem. ( ) ou Nesse grupo, as palavras “casa”, “terra” e “distância” só
Nome ( ) Pronome ( ). receberão o acento grave se estiverem especificadas.

03- São todos indiferentes ........ ........-quilo que magoa a Sem especificação, fica assim:
humanidade.
- Pedro não voltou a casa.
Antes Depois - Depois de dias, o jangadeiro voltou a terra.
Verbo ( ) ou Sub. Fem. ( ) ou - Eles namoram a distância.
Nome ( ) Pronome ( ).
Mas, se estiverem com especificação, recebem o acento:
04- A propaganda, ........ ........ qual os alunos assistiram,
não era ofensiva. - Pedro não voltou à casa dos amigos da faculdade.
- Depois de dias, o jangadeiro voltou à terra de seus
Antes Depois colonizadores.
Verbo ( ) ou Sub. Fem. ( ) ou
Nome ( ) Pronome ( ). - Eles namoram à distância de 400 km.

05- As medidas, ....... ........ quais os políticos não aderiram,


 CUIDADO:
são importantíssimas.
- Se o verbo (o antes) não exigir ou sugerir a preposição
Antes Depois “a”, não ocorrerá crase, ainda que os vocábulos estejam
Verbo ( ) ou Sub. Fem. ( ) ou especificados.
Nome ( ) Pronome ( ).
- O arquiteto projetou a casa dos meus pais.
- O náufrago cultivou a terra dos ingleses, onde esteve
perdido por meses.
- O agente de trânsito calculou a distância de 8 km entre
um carro e outro.
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
60
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

Obs.: esse mesmo procedimento também pode ser notado Obs. 2: se a mulher for historicamente famosa, não ocorre
para o nome de certos lugares. crase.
Ex.: Ex.: O jornal dedicou um caderno especial a Clarice
- O jovem foi a São Paulo. Lispector.

- O jovem foi à São Paulo da 25 de março.


- A turista irá a Londres. 3. Depois da preposição ATÉ.

- A turista irá à Londres dos famosos chás. Ex.: O turista inglês irá até a barraca dos peixes. (até à
- Nossa equipe ia à China. barraca dos peixes)

CASOS ESPECIAIS
 DICA:
a) Ocorre, obrigatoriamente, crase nas locuções
Volta de NÃO há crase. adjetivas, adverbiais, conjuntivas e prepositivas com
Volta da HÁ crase. núcleo substantivo feminino.

Porém... - O barco à vela ia muito longe no mar. (locução


adjetiva)
- O jovem conheceu a Paris dos belos vinhos. (não há crase, - A criança sempre comia à vontade na casa dos
pois o verbo “conhecer” é VTD). avós. (locução adverbial)
- Deixou a capital do país às sete horas. (locução
adverbial)
CASOS FACULTATIVOS - À medida que o tempo passa, mais experientes
1 . Antes de pronomes possessivos femininos no SINGULAR: ficamos. (locução conjuntiva)
- Ele está à espera de um grande amor. (locução
Ex.: Ele disse tudo à minha amiga. (a minha amiga) prepositiva).
Ex.: Convém à tua família enfrentar esse problema. (a tua)
Outros exemplos de locuções craseadas:
Ex.: Ele disse tudo à minha professora e à tua mãe. (a
minha / a tua).
à tarde, à chave, à noite, à escuta, à direita, à deriva, às
claras, às avessas, às escondidas, às moscas, à toa, à revelia,
à beça, à luz, à esquerda, à larga, às vezes, às ordens, às
PORÉM, há um caso de obrigatoriedade: ocultas, às turras, à beira de, à sombra de, à exceção de, à
força de à frente de, à imitação de, à procura de, à
Ex.: O professor recorreu à minha tese e à tua. semelhança de, à proporção que, à medida que, à zero
Ex.: Isso diz respeito à tua vida e à nossa. hora, à uma hora, às duas horas, às oito e meia etc. (e todas
as horas precisas).
(As últimas evidências são obrigatórias).

2. Antes de nomes próprios femininos: b) Caso a locução não tenha núcleo feminino, não
ocorrerá crase:
Ex.: O porteiro comunicou o ocorrido a Patrícia. (à Patrícia)
- Ele sempre mata a sangue-frio.
- O quarto cheirava a óleo de cozinha.
Obs. 1: Se o nome próprio feminino estiver especificado, - Ando muito a pé.
dando a entender que tal pessoa é única (e/ou que haja - Use sal e pimenta a gosto.
intimidade entre os interlocutores), o acento grave será - O quarto cheirava a perfume barato.
obrigatório.
Ex.: O porteiro comunicou o ocorrido à Patrícia do 4º c) Ocorrerá crase quando a locução “à moda (de)” ou “à
andar. maneira (de)” estiver implícita:
*Veja que há, no mínimo, duas moradoras de nome Patrícia
- Pedro se vestia à Augustinho Carrara.
nesse condomínio. Contudo, o texto refere-se apenas à do
- Ele costumava sair das reuniões à francesa.
4º andar
- Adoro peixada à cearense.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
61
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

 CASOS PROIBITIVOS 09- Entre palavras repetidas, componentes de uma


expressão:
01- Antes de substantivos masculinos: - A médica analisou o remédio gota a gota.
- Ele cheirava a vinho. - Li página a página o romance de Machado de
- Use sal a gosto. Assis.

02- Antes de artigos indefinidos, principalmente o Caso as palavras repetidas não façam parte de uma
“uma”: expressão, há amplas possibilidades de crase:
- Dedico a minha vida a uma pessoa especial. - O jovem pai deu mais vida à vida de seus filhos.
- O homem se referia a um caso de agressão.
10- Quando o substantivo feminino estiver no plural e a
03- Antes de pronomes pessoais do caso reto, preposição surgir sozinha:
especialmente o ELA: - Ele ofereceu livros a pessoas carentes.
- Nós dedicamos nossa atenção a ela. - Esse tema remonta a situações complexas do
nosso país.
04- Diante de santas e Nossa Senhora:
11- Antes de pronomes de tratamento:
- Ele tem devoção a Santa Helena. - Isso diz respeito a Vossa Excelência.
- Minhas orações são dedicadas a Nossa Senhora. - Não negaria nada a você.

05- Antes do pronome interrogativo “quem”:


- Você disse isso tudo a quem mais?  CASOS ESPECIAIS

06- Antes de pronomes demonstrativos: a) Enquadramento de horas, páginas, dias da semana


- Não me refiro a esta questão. etc.
- Ele só queria se dedicar a isto: um novo amor em
sua vida. Enquadramento impreciso “....de....a....”
“.....da...à.....” ou
Exceção: os pronomes demonstrativos aquilo, aquele(a)(s), Enquadramento preciso
“...das....às.....”.
mesma(s), própria(s) e tal podem receber acento grave.
- Li de dez a vinte páginas daquele livro. (impreciso)
- Li da décima à vigésima pagina daquele livro. (preciso)
07- Antes de pronomes indefinidos: - Ela estuda de cinco a oito horas por dia. (impreciso)
- Essa criança não obedece a ninguém. - Ela estuda das cinco às oito horas, todos os dias. (preciso)
- Só não dê essa atenção toda a qualquer um que
surja em sua vida. b) Não ocorre crase quando o paralelismo sintático não
exigir do substantivo feminino o artigo (situação
Detalhe: os pronomes demonstrativos só são estes: muito rara):
- O comentário do turista remete a parques, a estádio, a
algum, alguma, nenhum, nenhuma, todo(s), toda(s),
praias e a noitada desta cidade.
muitos, muitas, pouco(s), pouca(s), demais, certa, certo,
tanta(s), tanto(s), vários, diversos, bastante, ninguém, Ou seja,
nada, tudo, cada, algo, alguém, qualquer, quaisquer,
- O comentário do turista remete a Ø parques, a Ø
determinado(s), determinada(s), outro(s), outra(s).
estádio, a Ø praias e a Ø noitada desta cidade.
- O comentário do turista remete a Ø parques, Ø estádio,
Exceção: Ø praias e Ø noitada desta cidade. (construção também
correta).
Os pronomes indefinidos pouca(s), muitas, demais, outra(s) e Ou seja, para ocorrer crase, basta usar os artigos antes
várias podem receber acento indicativo de crase quando houver,
de TODOS substantivos.
claro, contexto para a fusão de preposição mais artigo.
- De uma geração à outra, tudo pode mudar. - O comentário do turista remete aos parques, ao
estádio, às praias e à noitada desta cidade.
08- Antes de verbos, principalmente os no infinitivo:
- O jovem dedica sua vida a buscar novas
experiências.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
62
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

EXERCÍCIOS 01 ( ) O emprego do sinal indicativo de crase, nas duas


ocorrências, em “ter condições de proceder à
01- CEPSE: “O desinteresse pela política e a descrença no resposta à formulação”, justifica-se pela regência
voto são registrados como mera “escolha”, sequer de “proceder”, que exige emprego de preposição
como desobediência civil ou protesto. A consagração “a”, e da presença de artigo definido feminino
da alienação política como um direito legal interessa precedendo os substantivos “resposta” e
aos conservadores, reduz o peso da soberania popular “formulação”.
e desconstitui o sufrágio como universal”.
( ) Ao se substituir o trecho "aos conservadores" 05- FCC: Opção que preenche corretamente as lacunas:
por à parcela inovadora da sociedade, o uso do “O gerente dirigiu-se ....... sua sala e pôs-se ....... falar
acento indicativo de crase será obrigatório. ....... todas as pessoas convocadas”.
a) à, à, à
02- ESAF: Assinale a opção que preenche corretamente as b) a, à, à
lacunas do texto. c) à, a, a
Para incentivar o cumprimento dos Objetivos de d) a, a, à
Desenvolvimento do Milênio no Brasil, o presidente e) à, a, à
Luiz Inácio Lula da Silva lançou o Prêmio ODM BRASIL.
A iniciativa do governo federal em conjunto com o 06- CESPE: “Conquanto o desenvolvimento dos meios de
Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade e comunicação tenha tornado absolutamente frágeis os
o Programa das Nações Unidas para o limites que separavam o público do privado, assiste-se
Desenvolvimento (PNUD) vai selecionar e dar hoje a uma nova tendência de politização e
visibilidade __1___ experiências em todo o país que visibilidade do privado, com a estruturação de novas
estão contribuindo para o cumprimento dos Objetivos relações familiares, bem como à privatização do
de Desenvolvimento do Milênio (ODM), como __2__ público”.
erradicação da extrema pobreza e __3__ redução da
mortalidade infantil. Os ODM fazem parte de um ( ) O uso do sinal indicativo da crase em "à
compromisso assumido, perante __4__ Organização privatização" mostra que o conectivo "bem
das Nações Unidas, por 189 países de cumprir __5__ como" introduz um segundo complemento ao
18 metas sociais até o ano de 2015. verbo assistir.
(Em Questão, Subsecretaria de Comunicação
Institucional da Secretaria-Geral da Presidência da DICA: “Conquanto” é conjunção concessiva, mesma coisa
República, n. 390, Brasília, 06 de janeiro de 2006) que “Embora”.

a) a – à – à –a – às GABARITO
b) as – a – a –à – as
c) às – à – a –à – às 01 02 03 04 05 06
d) a – a – a –a – as V D B F C V
e) a – a – a –à – às
EXERCÍCIOS 02
03- CESGRANRIO: O item em que há crase é:
01- Qual das alternativas completa corretamente os
a) Responda a todas as perguntas. espaços vazios?
b) Avise a moça que chegou a encomenda.
c) Volte sempre a esta casa. I- "Ele não quis reconhecer, mas preferia esta vida
d) Dirija-se a qualquer caixa. insossa em casa humilde.......... outra de barão”.
e) Entregue o pedido a alguém na portaria. II- "Habituara-se ....... boa vida, tendo de tudo,
regalada."
04- CESPE: “O Decreto n.º 3.298/1999 considera apoios III- "Os adultos são gente crescida que vive sempre
especiais a orientação, a supervisão e as ajudas dizendo pra gente fazer isso e não fazer ....... ."
técnicas que auxiliem ou permitam compensar uma
ou mais limitações funcionais motoras, sensoriais ou a) àquela, aquela, aquilo
mentais da pessoa com deficiência. Adaptar provas é b) do que àquela, àquela, àquilo
tornar acessível o seu conteúdo, que é o mesmo para c) àquela, àquela, aquilo
todos os candidatos, de tal forma que o candidato d) aquela, àquela, aquilo
com deficiência possa se apropriar do inteiro teor das e) do que aquela, aquela, aquilo
questões formuladas e, ao mesmo tempo, ter
condições de proceder à resposta à formulação”.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
63
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

02- Assinale a opção incorreta com relação ao emprego GABARITO


do acento indicativo de crase:
1 2 3 4 5
a) O pesquisador deu maior atenção àquela cidade C B B V F
menos privilegiada.
b) Este resultado estatístico complementa àquela
opinião exposta.
c) Mesmo atrasado, o recenseador compareceu EXERCÍCIOS 03
àquela entrevista.
01- CESPE: “A Agência Brasileira de Inteligência (ABIN),
d) A verba aprovada destina-se somente àquelas
órgão central do Sistema Brasileiro de Inteligência
cidades interioranas.
(SISBIN), deve assumir a missão de centralizar,
e) Ele não costuma se referir àquilo que aconteceu
processar e distribuir dados e informações
no passado.
estratégicas para municiar os órgãos policiais
(federais, estaduais e municipais) nas ações de
03- Analise as sentenças abaixo e, depois, faça o que se
combate ao crime organizado. Além disso, a ABIN é
pede:
responsável por manter contato com os serviços de
inteligência parceiros, para favorecer a troca de
1- Quero agradecer àquela advogada a atenção
informações e a cooperação multilateral”.
dispensada.
( ) A substituição da expressão "ao crime
2- Refiro-me aquilo que houve na aula passada.
organizado" por à criminalidade alteraria o
3- Não dei importância àquilo que foi mencionado
sentido original do texto, mas não prejudicaria a
pelo André.
correção gramatical do período.
4- Foi ele quem escreveu àquele e-mail.
5- O jornal anunciou aquela notícia que todos
02- CESPE: “Assim, os dilemas inerentes à convivência
esperavam.
entre democracias e serviços de inteligência exigem a
Estão corretos, segundo a norma culta, os
criação de mecanismos eficientes de vigilância e de
itens:
avaliação desse tipo de atividade pelos cidadãos e(ou)
a) 1, 2 e 3 somente.
seus representantes”.
b) 1, 3 e 5 somente.
( ) O uso do sinal indicativo de crase no trecho "os
c) 1, 3 e 4 somente.
dilemas inerentes à convivência" não é
d) Somente 1.
obrigatório.
e) Somente 3.
03- CESPE: “A ocultação, pela indústria do asbesto
PADRÃO CESPE: “Segundo preceituam diversos
(amianto), dos perigos representados por seus
documentos bioéticos, éticos e, em alguns países, até
produtos provavelmente custou tantas vidas quanto
normas legais, qualquer voluntário tem que ser
as destruídas por todos os assassinatos ocorridos nos
informado sobre os possíveis riscos que a experiência,
Estados Unidos da América durante uma década
à qual será submetido, poderá acarretar, para
inteira; e outros produtos perigosos, como o cigarro,
somente depois dar seu aceite; porém, se
também provocam, a cada ano, mais mortes do que
considerarmos o desnivelamento sócio-educacional da
essas”.
população, veremos que é no mínimo dúbia a plena
( ) No segmento "quanto as destruídas" o emprego
capacidade de entendimento dos voluntários sobre a
do acento grave é facultativo, visto que o termo
experiência à qual será submetido”.
"quanto" rege complemento com ou sem a
preposição “a”.
04- A ocorrência de crase em à qual (nas duas evidências)
ocorre pelas seguintes razões: primeiro, a estrutura
04- CESPE: “Essa análise permite, ainda, abordar um outro
será submetido é fornecedora de preposição A; e,
ponto: a caracterização dos grupos em função de sua
segundo, o pronome relativo a qual, cuja referência é
representação social. Isto quer dizer que é possível
feita à palavra experiência, disponibiliza o artigo A em
definir os contornos de um grupo, ou, ainda, distinguir
sua composição original.
um grupo de outro pelo estudo das representações
partilhadas por seus membros sobre um dado objeto
05- Ainda sobre a ocorrência de crase do texto acima, é
social. Graças a essa reciprocidade entre uma
correto afirmar que, caso substituíssemos o conjunto
coletividade e sua teoria, esta é um atributo
à qual (também nas duas possibilidades) por à que os
fundamental na definição de um grupo”.
sentido bem como a correção gramatical seriam
( ) Já que a estrutura sintática exige a preposição
mantidos.
“a”, a ausência de sinal indicativo da crase em "a
essa reciprocidade" mostra que, por causa da
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
64
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

presença do pronome demonstrativo "essa", o c) à - à – às


artigo não é aí usado. d) à - a - as
e) a - à – às
05- FCC: Leia atentamente as orações abaixo e, em
seguida, faça o que se pede: Obs.: Lembre-se de que adjetivos não neutralizam crase.
Tipo: “Eu fui à mais antiga praia da cidade”.
I- Em relação a renda familiar, o emprego intensivo
de mão-de-obra não é a melhor solução. 09- FCC: Justificam-se ambas as ocorrências do sinal de
II - Desde a última década, sinistros presságios crase em:
atormentavam-lhe a mente.
III - Os investidores americanos, habituados à a) Na entrevista que concedeu à TV, a juíza
lentidão do ritmo inflacionário, conseguem recorreu à uma frase de Disraeli.
acumular fortuna. b) A frase à que se reportou a juíza diz respeito à
distinções éticas.
De acordo com a norma culta: c) Faltam audácia e iniciativa à quem deveria
a) todos os períodos estão corretos propor-se às ações afirmativas.
b) nenhum dos três períodos está correto d) Não se abra àqueles inescrupulosos o campo
c) estão corretos os períodos I e II favorável à impunidade.
d) estão corretos os períodos II e III e) A comunidade dos justos assiste à obrigação de
e) somente o período III está correto dar combate à tal ousadia.

06- CESGRANRIO: Na frase: "O pacote econômico tende a 10- ESAF: Marque o item que preenche de forma correta
satisfazer as exigências do mercado", substituindo-se as lacunas do texto seguinte:
satisfazer por satisfação, tem-se a forma correta: “Institucionalizada ___ partir das lutas
antiabsolutistas, no século 18, e da expansão dos
a) tende à satisfação as exigências do mercado. movimentos constitucionalistas, no século 19, ___
b) tende a satisfação das exigências do mercado. democracia representativa foi consolidada ao longo
c) tende a satisfação das exigências ao mercado. de um processo histórico marcado pelo
d) tende a satisfação às exigências do mercado. reconhecimento de três gerações de direitos
e) tende à satisfação das exigências do mercado. humanos: os relativos ___ cidadania civil e política, os
relativos ___ cidadania social e econômica e os
07- FCC: “Uma floresta secundária apresenta, segundo relativos ___ cidadania "pós-material", que se
estudo recente, biodiversidade semelhante ...... da caracterizam pelo direito ___ qualidade de vida, ___
floresta original, embora haja especialistas que um meio ambiente saudável, ___ tutela dos interesses
contestam o fato de que as matas de segunda geração difusos e ao reconhecimento da diferença e da
evoluam de modo ...... garantir as condições ideais de subjetividade”.
sobrevivência ...... cada uma das espécies”.
(Baseado em Mário Antônio Lobato de Paiva em
www.ambitojurídico.com.br)
As lacunas da frase acima estarão corretamente
preenchidas, respectivamente, por
a) a - à - à a) a, à, à, a, à, à, a, a
b) à - a - à b) a, a, à, à, à, à, a, à
c) à - a - a c) à, a, a, à, à, a, a, à
d) a - à - a d) à, a, a, à, à, à, a, à
e) à - à - a e) a, à, à, a, à, à, a, à
Obs.: O detalhe dessa questão é lembrar que crase pode
ocorrer em palavras elididas (ou seja, apagadas). Obs.: Uma boa leitura, entendendo o conjunto das ideias,
resolve suas dúvidas.
08- FCC: Os objetivos ...... que se propunham os
idealizadores da Declaração dos Direitos Humanos
referiam-se ...... criação de situações favoráveis de
vida ...... mais diversas populações do planeta.
As lacunas da frase acima estarão corretamente
preenchidas, respectivamente, por:,,,, GABARITO

a) a - a - às 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10
b) à - à – as V F F V D E C E D B

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
65
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

EXERCÍCIOS 04 05- De acordo com a norma padrão culta, a única frase


incorreta é:
01- CESPE: “E, enquanto os latifúndios de mais de mil
hectares ─ 3% do total das propriedades rurais do a) Partirei daqui à uma hora.
Brasil ─ ocupam 57% agriculturáveis, 4,8 milhões de b) O teste visa à esta qualidade do produto.
famílias sem-terra estão à espera de chão para c) Ele vive à margem da comunidade.
plantar”. d) O funcionário foi chamado às pressas pelo diretor.
( ) O emprego do sinal indicativo de crase na e) Deixou a cidade à procura de um ideal.
expressão "à espera" é obrigatório; portanto, sua
retirada acarretaria prejuízo ao sentido do texto. 06- O acento grave, indicador de crase, está empregado
incorretamente em:
Obs.: Mesmo que você não perceba, quando se retira
acendo grave de expressões como “à vontade” ou a) Tal lei se aplica, necessariamente, à mulheres de
“às vezes” os sentidos serão alterados ou índole violenta.
danificados. b) As novelas, às quais assisti, problematizam a
questão da droga.
02. Assinale a opção em que o A sublinhado nas duas c) Entregou as chaves da loja àquele senhor que nos
frases deve receber acento grave indicativo de crase: desacatou na praça.
d) O delegado disse ao prefeito e aos vereadores que
a) Fui a Lisboa receber o prêmio. / Paulo começou a estava à procura dos foragidos.
falar em voz alta. e) O bom atendimento às pessoas pobres deve ser
b) Pedimos silêncio a todos. Pouco a pouco, a praça prioridade da nova administração.
central se esvaziava.
Obs.: Se você vir uma “a” e, depois, uma palavra feminina
c) Esta música foi dedicada a ela. / Os romeiros
no plural, nunca haverá crase. Lembre-se!
chegaram a Bahia.
d) Saiu, às escondidas, da casa do amigo. / O carro
entrou a direita da rua. Quem volta DE Não há crase
e) Todos a aplaudiram. / Escreva a redação a tinta.
Quem volta DA Há crase
Obs.: Aqui você usar aquela conhecida dica:

03- Observe as alternativas e assinale a que não contiver 07- Assinale a frase que pode ser completada por Há - a -
erro em relação à crase: à, nessa ordem:

a) Rabiscava todos os seus textos à lápis para depois a) ....... tempos não ....... via, mas sempre estive .......
escrevê-los à máquina. espera de um encontro.
b) Sem dúvida que, com novos óculos, ele veria a b) Aqui, ....... beira do rio, ....... muitos anos, existiu
distância do perigo, aquela hora do dia. ....... casa-grande do engenho.
c) Referia-se com ternura ao menino, afeto às c) Em resposta ....... essa solicitação, só posso dizer
meninas e, com respeito, a várias pessoas menos que não ....... vaga ........ disposição.
íntimas. d) Fiz ver, ....... quem de direito, que não .......
d) Àquela distância, os carros só poderiam bater; não possibilidades de atender ....... solicitação.
obedeceram as regras do trânsito. e) ....... esperança de obtermos, ....... custa de muito
e) Fui à Maceió provar um sururu à região. empenho, ....... vaga de segurança.

04- Assinale a frase gramaticalmente correta: Obs.: “Haver” pode assumir valor de “existir” e de “fazer”,
indicando tempo decorrido (ou seja, tempo
a) O papa caminhava à passo firme. passado).
b) Dirigiu-se ao tribunal disposto à falar ao juiz. 08- O uso da crase está incorreto está em:
c) Chegou à noite, precisamente as 10 horas.
d) Esta é a casa à qual me referi ontem às pressas. a) Chegaram a argumentar cara à cara que não
e) Ora aspirava a isto, ora aquilo, ora a nada. aceitariam sugestões.
b) Já demos nossa contribuição à associação
Obs.: Note que, no último item, há presença de paralelismo beneficente do bairro.
sintático. c) À custa de sacrifício, os estudantes conseguiram
ser aprovados.
d) Transmita àqueles jovens nossa mensagem de
esperança no futuro.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
66
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

e) Esta construção é igual à que meu primo construiu acento indicativo de crase, dado que a expressão
na periferia. nominal está antecedida da palavra "após", a
qual faculta o uso desse acento.
09- Preencha a sequência da melhor forma possível. “O
fenômeno ....... que aludi é visível ....... noite e ....... 02- CESPE: “Assim, os dilemas inerentes à convivência
olho nu”. entre democracias e serviços de inteligência exigem a
criação de mecanismos eficientes de vigilância e de
a) a-a-a avaliação desse tipo de atividade pelos cidadãos e(ou)
b) a-à-à seus representantes”.
c) a-à-a ( ) O uso do sinal indicativo de crase no trecho "os
d) à-a-à dilemas inerentes à convivência" não é
e) à-à–a obrigatório.

10- Assinalar a alternativa em que está correto o uso da 03- PADRÃO CESPE: “Em dezembro de 2010, no auge da
crase: perseguição ao Wikileaks, os EUA conseguiram tirá-lo
do ar. O site acabou voltando, mas, motivado por esse
a) Tenho um carro à álcool e outro à gasolina. episódio, um grupo de hackers e piratas quer tomar
b) Os turistas ficaram um bom tempo à contemplar a uma medida radical: criar uma rede alternativa, que
praia. seria imune às autoridades. O projeto é encabeçado
c) Escreva sempre à tinta, nunca à lápis. pelo sueco Peter Sunde, que tem motivos para isso - é
d) Andávamos às escuras, à procura dos índios. dono do site Pirate Bay, que vive na mira da polícia”.
e) Aquela expedição esteve à andar pelas selvas
durante muito tempo. Revista Superinteressante (Com adaptações)

11- Assinale a frase na qual a palavra não deve receber o


acento indicativo de crase: Com relação às estruturas linguísticas, assinale a
opção correta.
a) Os apelos a internacionalização da Amazônia
ganham contornos de avalanche. a) Uma maneira correta de reescrever a estrutura
b) Toda manhã, a qualquer hora, depois de ler o “...quer tomar uma medida radical:...” seria da
jornal do dia, fico pensando na vida. seguinte forma: “...quer tomar à medida radical
c) Aquela hora morta da madrugada, todos estavam de...”.
recolhidos ao leito. b) A ocorrência de crase na estrutura “às
d) Muitas das reivindicações dos sindicatos autoridades” é, conforme as regras gramaticais,
trabalhistas são semelhantes as da classe patronal. facultativa e, por isso, poderíamos escrevê-la
e) Os petroleiros apresentaram ao Ministro uma assim: “a autoridades”.
pauta de reivindicações igual a que haviam c) A ocorrência de crase em “às autoridades” é
divulgado no ano anterior. obrigatória porque a estrutura verbal reclama a
presença de preposição e “autoridades” é
Obs.: Note que, antes de “da” (item d) e “que” (item e) substantivo feminino que aceita artigo “as”.
notam-se as respectivas palavras subentendidas d) Caso substituíssemos a expressão “na mira da
“reivindicações” e “pauta” (ambas femininas). polícia” por “à mercê da polícia”, as regras
gramaticais seriam respeitadas bem como os
sentidos originais seriam preservados.
GABARITO e) Embora os sentidos fossem levemente alterados
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 (sem que houvesse prejuízo ao texto), seria
V D C D B A A A C D B correto gramaticalmente escrever “a
autoridades” no lugar de “às autoridades”.
Exercícios 05
Obs.: Volte aos casos facultativos e confirme quais
01- CESPE: “A tintura do alecrim-pimenta é um elementos gramaticais permitem uso ou não de
medicamento fitoterápico, ou seja, produzido crase.
exclusivamente de matéria-prima ativa vegetal. O
líquido, obtido após a maceração das folhas e o
descanso em uma solução com álcool, é indicado para 04- PADRÃO CESPE: “Segundo o inglês Jack Challoner,
muitas aflições”. autor de diversos livros sobre história da ciência, entre
( ) A correção gramatical do texto seria mantida se, eles 1.001 invenções que mudaram o mundo
no trecho "após a maceração" fosse empregado (Sextante), recém-lançado no Brasil, embora toda
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
67
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

invenção tenha a sua importância, algumas mudaram 05. Concordância Verbal


mais os rumos do mundo por serem essenciais em
momentos específicos. “Se você estiver no banheiro e
precisa se limpar, o motor a vapor ou a roda não tem RELEVÂNCIA DO ASSUNTO EM PROVAS: Alta. Raras são
a mínima importância. Naquele momento, a maior as provas que não trazem uma questão sobre o tema
invenção do mundo é o papel higiênico, algo bem Concordância Verbal. Atenção!
mais simples”, exemplifica o escritor em entrevista ao
Correio. DICA: Não é possível estudar Concordância Verbal sem
A análise de Challoner mostra que não é porque algo saber a classificação de todos os tipos de sujeito. Perceba
foi criado há muito tempo e seu uso acabou que, ao encontrar o sujeito do período ou do parágrafo,
extremamente banalizado que ele deixa de ser você fica muito perto de acertar a flexão do verbo. Por isso,
importante. A cola, ele lembra, foi desenvolvida pelos sugiro que comecemos essa jornada pelo tema Sujeito.
egípcios há cerca de 6 mil anos.
(...) DICA DE ESTUDO: As regras são muitas, mas você não
As primeiras versões, feitas à base de cera de abelha, precisa tentar memorizar todas. Algumas são muito
serviam para colar as tábuas dos barcos. “Os humanos restritas ao universo do vestibular ou são comuns apenas a
inventam coisas há milhares de anos, e as espécies textos literários, os quais figuram menos nas provas.
anteriores ao homem, há mais tempo ainda. Mesmo
assim, ao pensarmos em invenções, logo imaginamos POSSIBILIDADE DE CAIR NA PROVA: Para nível
realizações do último século”, afirma Challoner. “Isso fundamental, a possibilidade é razoável (uma questão);
acontece porque o mundo muda muito mais rápido do para nível médio, no mínimo, uma (isso numa prova de 15 a
que antes. As novas invenções chamam mais a 20 questões); e, para nível superior, a possibilidade é igual
atenção do que aquilo que foi feito há séculos”, à do nível médio, o grau de dificuldade é que será maior.
completa”.
Correio Braziliense (Com adaptações)
STATUS: Em sala e com o professor.
Com relação às estruturas linguísticas, assinale a
opção correta.
CONCORDÂNCIA VERBAL
a) O uso de acento indicado de crase em “a”, antes
de “sua” é facultativo, já que existe a presença Assunto sempre presente nas provas de concursos, a
de pronome possessivo feminino. concordância verbal se destaca por sua regularidade. Nesse
b) As expressões “a vapor” e “a roda” não recebem assunto, um problema é evidente: a quantidade de regras.
acento indicador de crase por tratarem de Numa conta genérica, que leva em consideração apenas a
expressões gramaticais cuja classificação é igual à regra isolada, sem avaliar, contudo, as variações que
que surge na frase a seguir: “O petroleiro decorrem do contexto, podemos contabilizar mais de vinte.
cheirava a gás”. No entanto, as bancas costumam “girar em círculos”,
c) O uso de acento grave na expressão “à base de” abordando, ano a ano, as mesmas situações. Nessa
justifica-se pela mesma razão que ocorre tal segunda conta, temos um número muito menor: oito. Já
fenômeno na sentença a seguir: “Aquela criança que o nosso objetivo é passar, sugiro que você dê
está à margem da civilidade humana”. prioridade às regras que vamos apresentar agora, as
d) O verbo “há”, depois de “coisas”, poderia ser chamadas, por mim, de regras de “primeiro escalão”. Num
substituído por “à cerca de” sem que a correção segundo plano, apresento as que fazem parte do “segundo
gramatical bem como os sentidos textuais escalão”, que têm menos probabilidade de aparecer em
fossem comprometidos. provas. Por fim, colocarei as do “terceiro escalão”, que são
e) O uso de crase em “a” (último período) é mui raras, mas bastante excêntricas.
facultativo.
Princípio
Obs.: Adjuntos adverbiais (que se relacionam com verbos, Em regra, na concordância verbal, quem dita as regras do
adjetivos e até advérbios) são diferentes de adjuntos jogo é o sujeito. Ou seja, será o sujeito o termo sintático
adnominais (que se relacionam com substantivos). responsável pelo “movimento” do verbo. “Movimento”
quer dizer, na linguagem da gramática, flexão verbal. O
GABARITO verbo sofre seis (06) flexões: três no singular e três no
plural. Em provas de concurso, entretanto, as flexões que
01 02 03 04 dominam são as da terceira do singular e as da terceira do
F F E C plural, ou seja, as bancas costumam exigir apenas duas
flexões. Assim, o que elas mais gostam de fazer é pedir ao

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
68
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

candidato para avaliar se um verbo pode sair do singular e CUIDADO!!!!


ir para o plural (ou vice e versa).
Exemplo: Se o sujeito for composto, o verbo poderá concordar com o
- O movimento das comunidades passou a ditar as regras núcleo mais próximo ou ir para o plural.
daquele município. Nível básico:
( ) A substituição de “passou a ditar” por “passaram a
ditar” mantém a correção gramatical. - Saiu o pai e a mãe.
- Saíram o pai e a mãe.
1º ESCALÃO DE REGRAS
Nível avançado:
1- Somente o núcleo do sujeito é capaz de “acionar” - Embora remonte aos hábitos das sociedades mais
(flexionar) o verbo ou a locução verbal. violentas do passado, a pena de Talião e a justiça com as
próprias mãos ainda têm prestígio entre cidadãos que
Ex.: A atividade dos novos funcionários americanos se dizem civilizados.
motivou os atletas locais.
Ex.: Os projetos da nova equipe do governo podem causar - Embora remontem aos hábitos das sociedades mais
polêmica. violentas do passado, a pena de Talião e a justiça com as
próprias mãos ainda têm prestígio entre cidadãos que
CONSTRUÇÕES ERRADAS se dizem civilizados.

Ex.: A atividade dos novos funcionários americanos 4- Quando o sujeito for uma oração, lembre-se de que o
motivaram os atletas locais. verbo fica, obrigatoriamente, na 3ª pessoa do
Ex.: Os projetos da nova equipe do governo pode causar singular.
polêmica.
Ex.: Malhar de estômago vazio não ajuda a queimar
gordura, diz estudo.
2- É comum que o sujeito seja distanciado do verbo ou
da locução verbal com o propósito de confundir o Sujeito: “Malhar de estômago vazio”.
candidato.
Obs.: mesmo que haja dois ou três verbos no
Ex.: O conceito, defendido amplamente em livros populares infinitivo, a regra do sujeito oracional permanece.
de condicionamento físico na última década, dita que
o ato de exercitar-se com o estômago vazio força o Ex.: Estudar muitas horas por dia e cuidar da dieta
corpo a buscar combustível nos depósitos de gordura exige muita força e muita fé.
acumulada.

Ex.: Após anos de revisão de pesquisas sobre o assunto, um CUIDADO!!!!!!


relatório publicado nesse ano em dois importantes - O estudar e o cuidar exigem muita força e muita fé.
jornais americanos concluiu que o corpo queima Obs.: agora, o sujeito tem base nominal, pois “estudar” e
basicamente a mesma quantidade de gordura, “cuidar” são substantivos.
desconsiderando se você se alimentou ou não antes
do exercício. Ex.: Cabe aos candidatos, segundo dizem os especialistas,
organizar um horário satisfatório de estudos.
3- É comum que o sujeito seja deslocado (daí a frase
fica na “ordem indireta”) para o meio ou o fim do Sujeito: “organizar um horário satisfatório de estudos”.
período a fim de confundir o candidato.
5- Quando o sujeito estiver representado pelo pronome
Ex.: Embora remonte aos hábitos das sociedades mais relativo “que”, concorde com o termo ao qual o
violentas do passado, a pena de talião ainda goza de pronome se refere.
prestígio entre cidadãos que se dizem civilizados.
Ex.: O estudioso apresentou os detalhes que fazem toda a
Ex.: Demonstram como se formaram os primeiros diferença na hora de estudar.
agrupamentos humanos os vestígios que a ciência
estuda para tentar recompor os hábitos de nossos (O estudioso apresentou os detalhes. Que fazem toda
ancestrais. a diferença na hora da prova).

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
69
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

Ex.: Grande foi a comoção que, depois de muitas horas (As resistências ao poder, a constituição de si e o
passadas e discutidas, revelou as verdadeiras facetas diagnóstico do presente, num mesmo movimento, no
daquela instituição. nosso século atual, são organizados).

Ex.: A economia brasileira foi uma das que sofreu com a


crise mundial. CUIDADO!!!!!!

Ex.: A economia brasileira foi uma das que sofreram com a Quando o verbo (VTI, VI ou VL) vem acompanhado do
crise mundial. pronome “se”, funcionando como índice de
indeterminação do sujeito, o verbo SEMPRE FICARÁ na
terceira pessoa do singular:
6- Quando a oração não tem sujeito, o verbo é
chamado de impessoal e fica sem “comando”; por - Pouco se discordou dos depoimentos prestados ontem.
isso, permanecerá na 3ª pessoa singular (e raras
vezes no plural). - Sempre se sofre muito no Brasil, pois a corrupção é
implacável.
Ex.: Havia muitas dificuldades naquela escola.
- Assiste-se a um novo momento cultural no Brasil.
Ex.: Grandes palestras houve no auditório da universidade.
- Era-se desconfiado naquela cidade.
O verbo EXISTIR, contudo, é pessoal e passa,
automaticamente, a ter sujeito. Ou seja, o objeto direto
do verbo HAVER será, portanto, o sujeito do verbo 8- Quando o sujeito formado por expressão partitiva,
EXISTIR. percentual ou fracionária.
- Existiam muitas dificuldades naquela escola.
- Grandes palestras existiram no auditório da universidade. Para termos que indiquem ideia partitiva ou fracionária,
quando possuírem adjunto adnominal pluralizado,
Ex.: Faz trinta dias que o edital saiu. admitirão que o verbo vá para o plural ou fique no singular.

Ex.: Neva na serra gaúcha. Ex.:


- A maioria dos médicos quis a greve.
Ex.: Chove muito em Londres. - A maioria dos médicos quiseram a greve.

- A menor parte dos testes revelou impropriedades no


As raras vezes em que o verbo impessoal vai para o sistema.
PLURAL!!! - A menor parte dos testes revelaram impropriedades no
- Muitos flocos bonitos nevavam naquela cidade europeia. sistema.
- Choviam péssimas notícias nos jornais.
- Eram seis horas quando a polícia chegou. Caso a palavra partitiva vier encabeçada por uma
porcentagem, a concordância também se dará com o
número percentual ou com o adjunto.
7- Quando o sujeito estiver na voz passiva sintética,
tenha muita atenção.
Ex.:.
Nível básico:
- 30% da empresa receberam críticas.
Ex.: Dominou-se o suspeito rapidamente. - 30% da empresa recebeu críticas.

(O suspeito foi dominado rapidamente). - 1,8% dos brasileiros pedia a intervenção militar.
- 1,8% dos brasileiros pediam a intervenção militar.

Nível avançado: DETALHE: de 0,0% até 1,9% significa SINGULAR. De 2,0%


até o infinito, PLURAL.
Ex.: Organizam-se, no nosso atual século, num mesmo
movimento, as resistências ao poder, a constituição Caso não haja adjunto no plural, a concordância se dará
de si e o diagnóstico do presente. normalmente com o número percentual.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
70
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

Ex.: 03- (CCV- UFC 2011 / UNILAB) Assinale a alternativa cujo


- 25% chegaram aos seus objetivos. verbo grifado admite, no contexto, outra
- 1,6% desistiu da prova. concordância, conforme a norma gramatical.

ATENÇÃO: Caso surja o artigo “OS” (ou outro A) “...isso fez com que a maioria das pessoas ‘tomasse’ a
determinante, como ESSES, ESTES, AQUELES) antes dos ciência como um ‘deus’”.
percentuais, o verbo irá, OBRIGATORIAMENTE, para o B) “...muitas ainda acreditam que a Ciência e a
PLURAL. Tecnologia provocam...”.
C) “O conhecimento científico e tecnológico, (...), é uma
forma que a ciência encontrou para manipular...”.
Ex.: Os 10% da comunidade requereram novas eleições. D) “Ao mesmo tempo em que a ciência ultrapassou os
seus limites de bondade”.
Ex.: Esses 15% da pesquisa não representam muita coisa. E) “...a escassa reflexão sobre a forma e o modelo do
conhecimento produzido traz algumas consequências
negativas...”.
Caso o sujeito seja formado por um numeral em forma de
fração, concorde com o numerador ou com o adjunto. 04- (CCV- UFC 2014 / Técnico administrativo) Assim como
“haver” em “Isto porque a gente havia que fabricar os
nossos brinquedos” foi empregado corretamente, o
Ex.:
verbo destacado igualmente correto está na
- ¼ dos alunos não entregou (entregaram) o trabalho.
alternativa:
- 2/6 da cidade questionaram (questionou) a prefeitura.
A) Haviam duas estátuas representando os heróis da
guerra.
B) Havia participado da guerra soldados ainda muito
EXERCÍCIOS
jovens.
C) Sempre deverão haver soldados dispostos a defender
01- FCC 2016 Prefeitura de Campinas - As regras de
a pátria.
concordância estão plenamente respeitadas em:
D) Soldados bem treinados sempre se houveram bem
nas batalhas.
(A) A professora procurou fazer com que os alunos
E) Podem haver inúmeras guerras, mas a humanidade
entendessem que eram possíveis encontrar muitas
permanecerá.
maneiras de falar a mesma língua.
(B) A professora explicou que, embora exista diferenças
GABARITO DO TESTE
na maneira como se falam nas diferentes regiões do
Brasil, todos falamos português.
01 02 03 04
(C) O sotaque e o vocabulário do gaúcho se mostrava
muito diferente do português falado na escola, o que D E A D
despertou a curiosidade dos colegas.
(D) Na sala de aula, houve uma pequena parte dos alunos
que não compreendeu por que o novo colega falava
“tu” em vez de “você”. EXERCÍCIO DE FIXAÇÃO 01 ( Padrão CESPE)
(E) Explicando que o povo do Sul e o do Sudeste falava a
mesma língua, a professora buscou convencer os 01- Na oração "Há vinte meses que o Decreto foi
alunos de que não se deveriam zombar do colega revogado", a forma verbal "Há" poderia ser
gaúcho. corretamente substituída por Faziam.

02- Na oração "Segue anexa a nota editorial", foi atendida


02- CESPE 2016 DPU - “O surgimento de lides regra de concordância nominal, visto que o adjetivo
provenientes das inúmeras formas de relação jurídica "anexa" está no feminino para concordar com a
então existentes — e o chamamento da jurisdição expressão no feminino "a nota editorial", que exerce a
para resolver essas contendas — já dava início a função de sujeito da oração.
situações em que constantemente as partes se viam
impossibilitadas de arcar com os possíveis custos 03- “Estudos e o senso comum mostram que a carga
judiciais das demandas”. genética exerce forte influência nas características
( ) Seria mantida a correção gramatical do período caso a pessoais às quais damos o nome de talento”.
forma verbal “dava” fosse flexionada no plural,
escrevendo-se davam.
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
71
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

► A flexão de plural em "mostram" deve-se à concordância ► Na concordância com "cada uma das ideologias", a
com o sujeito composto por dois termos; se qualquer um flexão de plural em "fundamentam" reforça a ideia de
desses termos fosse retirado, o verbo deveria ir para o pluralidade de "ideologias"; mas estaria gramaticalmente
singular para que as regras de concordância da norma culta correto e textualmente coerente enfatizar "cada uma",
fossem respeitadas. empregando-se o referido verbo no singular.

04- “ Da combinação entre velocidade, persistência, 08- “O movimento da vida passa a ser uma efervescência
relevância, precisão e flexibilidade surge a noção constante e as mudanças a ocorrer em ritmo quase
contemporânea de agilidade, transformada em esquizofrênico, determinando os valores fugidios de
principal característica de nosso tempo. Uma agilidade uma ordem temporal marcada pela efemeridade.
que vem se tornando lugar comum, se não na vida Como tentativas de acompanhar essa velocidade
prática das organizações, pelo menos nos discursos. vertiginosa que marca o processo de constituição da
Empresas, governos, universidades, exércitos e sociedade hipermoderna, surge a flexibilidade do
indivíduos querem ser ágeis”. mundo do trabalho e a fluidez das relações
interpessoais”.
►A forma verbal "surge" poderia, sem prejuízo gramatical
para o texto, ser flexionada no plural, para concordar com ► A forma verbal "surge" está flexionada no singular
"velocidade, persistência, relevância, precisão e porque estabelece relação de concordância com o conjunto
flexibilidade". das ideias que compõem a oração anterior.
14- “Em consonância com essa visão do desenvolvimento,
05- “Não direi, senhores, que a obra chegou à perfeição, a expansão da capacidade humana pode ser descrita
nem que lá chegue tão cedo. Os meus pupilos não são como a característica central do desenvolvimento. O
os solários de Campanela ou os utopistas de Morus; conceito de “capacidade” de uma pessoa pode ser
formam um povo recente, que não pode trepar de um encontrado em Aristóteles, para quem a vida de um
salto ao cume das nações seculares”. indivíduo pode ser vista como uma sequência de
coisas que ele faz e que constituem uma sucessão de
► A forma verbal "formam" está flexionada na terceira funcionamentos. A capacidade refere-se às
pessoa do plural para concordar com a ideia de coletividade combinações alternativas de funcionamentos a partir
que a palavra "povo" expressa. das quais uma pessoa pode escolher”.

06- “A recuperação econômica dos países desenvolvidos ► A flexão de plural em "constituem" mostra que o
começou perigosamente a perder fôlego. A reação dos pronome "que" (anterior ao verbo) concorda em número
indicadores de atividade na zona do euro, que já não com "coisas"; mas seria igualmente correto e coerente
eram robustos ou mesmo convincentes, é agora algo usar-se aí a flexão de singular, constitui, caso em que o
semelhante à paralisia. Os Estados Unidos da América pronome concordaria com "sequência".
cresceram a uma taxa superior a 3% em 12 meses,
mas a maioria dos analistas aposta que a economia 10- “Entre outros exemplos, citemos a formação da
americana perderá força no segundo semestre”. consciência moral, das modalidades de controle de
pulsões e afetos numa dada civilização, ou o dinheiro
► Se o verbo da oração "mas a maioria dos analistas e tempo. A cada um deles correspondem maneiras
aposta" estivesse flexionado no plural - apostam -, o pessoais de agir e sentir, um habitus social que o
período estaria incorreto, visto que, de acordo com a indivíduo compartilha com outros e que se integra na
prescrição gramatical, a concordância verbal, em estrutura estrutura de sua personalidade”.
dessa natureza, deve ser feita com o termo "maioria".
► A flexão de plural em "correspondem" mostra que, pela
07- “Assim, distintas teorias políticas e econômicas, concordância, se estabelece a coesão com "maneiras"; mas
fundadas em diferentes ideologias do humano, seria igualmente correto e coerente estabelecer a coesão
enfatizam um aspecto ou outro dessa dualidade, seja com "cada um", enfatizando este termo pelo uso do verbo
reclamando uma subordinação dos interesses no singular: corresponde.
individuais aos interesses sociais, ou, ao contrário,
afastando o ser humano da unidade de sua
experiência cotidiana. Além disso, cada uma das
ideologias em que se fundamentam essas teorias GABARITO
políticas e econômicas constitui uma visão dos
fenômenos sociais e individuais que pretende firmar- 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
se em uma descrição verdadeira da natureza E C E E E E E E C E
biológica, psicológica ou espiritual do humano”.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
72
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

EXERCÍCIO DE FIXAÇÃO 02 04- O trecho “o transporte motorizado individual” poderia,


(Padrão CESPE) sem prejuízo à coerência da argumentação, ser
substituído por os transportes motorizados
TEXTO I individuais; contudo, para se preservar a correção
gramatical do texto, seria necessário flexionar a forma
“Um governo, ou uma sociedade, nos tempos modernos, verbal “prejudica” na terceira pessoa do plural,
está vinculado a um pressuposto que se apresenta como escrevendo-se prejudicam.
novo em face da Idade Antiga e Média, a saber: a própria
ideia de democracia. Para ser democrático, deve contar, a
partir das relações de poder estendidas a todos os TEXTO V
indivíduos, com um espaço político demarcado por regras e
procedimentos claros”. “A Bike será, quando entrar em linha de montagem, uma
sucessora do Fusca. Tem a mesma conjugação de linhas
01- O desenvolvimento das ideias demonstra que a flexão curvas. Encarna a próxima geração do meio de transporte
de singular em “deve” estabelece relações de coesão ao mesmo tempo racional, popular e simpático. Como tal,
e de concordância gramatical com o termo apresentou-se oficialmente ao público, semanas atrás, em
“democracia”. uma feira de automóveis na China.

Ela é elétrica. Carrega-se até em bateria de automóvel.


Dobrável como um contorcionista de circo, cabe no
TEXTO II compartimento do estepe, no fundo do porta-malas”.
05- Preservam-se a correção gramatical e as relações de
“O governo garante que não faltarão recursos para as coerência entre os argumentos do texto ao se inserir a
obras de infraestrutura. As favelas ocupadas dispunham de forma verbal “É” no período sintático iniciado por
cerca de 827 milhões de reais do Programa de Aceleração “Dobrável”, escrevendo-se “É dobrável”.
do Crescimento para obras de saneamento e outras
intervenções urbanas. Também foram anunciados a
construção de 19 escolas, obras de contenção de encostas TEXTO VI
e um programa habitacional orçado em 144 milhões de
reais, entre outras medidas”. “A evidência surgiu com a análise das informações colhidas
pela sonda Lcross da agência espacial norte-americana. Os
02- A substituição de “foram anunciados” por “foi cientistas apresentam quatro hipóteses para explicar a
anunciado” manteria a correção gramatical do texto. presença de água na Lua. Ela pode ter chegado ao satélite a
TEXTO III bordo de cometas, astros formados por gelo e poeira”.

“Por um lado, congestionamentos crônicos, queda da 06- A substituição de “apresentam” por “têm
mobilidade e da acessibilidade, degradação das condições apresentado” mantém a correção gramatical do texto.
ambientais e altos índices de acidentes de trânsito já
constituem problemas graves em muitas cidades
brasileiras”. TEXTO VII

“O medo tem raízes profundas na alma dos seres. Radica-se


03- A forma verbal “constituem” está flexionada na terceira no inconsciente e é objeto constante da pesquisa científica,
pessoa do plural para concordar com “problemas com destaque para a psicanálise”.
graves”.
07- Em “Radica-se”, o pronome indica que o sujeito é
indeterminado.
TEXTO IV
TEXTO VIII
“Contraposto aos sucessivos recordes de
congestionamentos nas grandes cidades brasileiras, esse “Durante a realização das provas, o chefe da sala,
resultado expõe as fragilidades de um modelo de verificando que Roberto não tinha condições para a escrita
desenvolvimento e urbanização que privilegia o transporte cursiva, solicitou a presença do coordenador para orientá-
motorizado individual, prejudica a mobilidade e até a lo quanto à exigência dos procedimentos de identificação
produtividade das pessoas. O carro, no entanto, não é o desse candidato. O coordenador orientou-o, dizendo que a
único vilão”. folha de respostas e a folha de frequência poderiam ficar
em branco, sem a assinatura do candidato e sem a

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
73
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

transcrição da frase, e que a ocorrência deveria ser relatada GABARITO


na ata de sala”.
08- Estaria mantida a correção gramatical do texto se, em 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
“a folha de respostas e a folha de frequência E E E E C C E E C C
poderiam ficar em branco” , a forma verbal
“poderiam” fosse substituída pelo singular poderia, 11 12 13
estabelecendo-se a concordância com o termo mais E E E
próximo.

2º ESCALÃO DE REGRAS (Aparecem menos em provas de


TEXTO IX concursos)

Quase dois terços da área sob risco de desertificação no Ficará como leitura de casa. Tal leitura é importante, pois
Brasil estão na caatinga, que já teve, a exemplo do cerrado, deixará você mais seguro. Porém, o mais importante agora
aproximadamente metade de sua extensão, que é de é o grupo do 1º escalão. Concentremo-nos nele!
826.000 km², destruída.

09- Preserva-se a correção gramatical do período 1º Caso:


substituindo-se a forma verbal “estão” pelo singular
Quando os núcleos do sujeito composto vierem resumidos
“está”.
por tudo, todos, nada, alguém ou ninguém, o verbo
concordará com a palavra resumidora.
TEXTO X Ex.:
- Leitura, trabalho, planejamento, nada parecia
“Mantido por contribuições das empresas associadas, o
conveniente àquele novo governo.
CIEE lançou o Guia Prático para Entender a Nova Lei do
Estágio, com respostas a mais de 30 perguntas acerca das - Motoristas, taxistas, caminhoneiros, todos queriam a
mudanças e normas mais importantes. Entre elas, greve.
destacam-se a limitação da jornada diária para seis horas, a
obrigatoriedade de pagamento do auxílio-transporte, a
concessão do recesso obrigatório de 30 dias após um ano 2º. Caso: Sujeito ligado por “ou”.
de estágio e o limite máximo de dois anos de permanência Quando os núcleos do sujeito vierem ligados pela
em uma mesma empresa”.
conjunção “Ou”, o verbo ficará no singular se houver ideia
de exclusão. Se houver ideia de inclusão o verbo irá para o
10- A concordância verbal permaneceria igualmente plural.
correta se, em lugar de “destacam-se”, fosse
empregada a forma “destaca-se”. Ex.:
- Brasil ou Argentina vencerá a Copa de 2018. (Exclusão)
TEXTO XI - Queijo ou peixe combinam com vinho branco. (Inclusão)
- Pelé ou Maradona será escolhido o melhor do século.
“Veja o que ocorre nos Estados Unidos da América. O país (Exclusão)
dispõe das melhores universidades do mundo, detém
metade dos cientistas premiados com o Nobel e registra - Laranja ou mamão fazem bem à saúde. (Inclusão)
mais patentes do que todos os seus concorrentes diretos
somados. Ainda assim, só um em cada dois norte
americanos acredita que o homem possa ser produto de 3º. Caso: com expressões aproximativas.
milhões de anos de evolução”. Quando o sujeito for constituído das expressões
aproximativas "mais de", "menos de", "cerca de" o verbo
11- O plural de “detém” grafa-se “deteem”. concordará com o numeral que segue as expressões.

12- Os sujeitos de “detém” e de “registra” são Ex.:


indeterminados. Mais de uma pessoa protestou contra a lei.

13- Levando-se em conta o contexto, o verbo “acredita” Mais de vinte pessoas protestaram contra a decisão.
poderia concordar com a ideia de plural que a frase dá Cerca de seis homens discutiram.
a entender que exista, escrevendo-se “acreditam”.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
74
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

4º. Caso: COM O PRONOME RELATIVO “QUE”. - Alagoas tem lindas praias.
Quando o sujeito de um verbo for pronome relativo "que", - As Alagoas têm lindas praias.
o verbo concordará com o antecedente deste pronome.
Ex.:
3º ESCALÃO DE REGRAS (São incomuns em provas de
- Sou eu que pago as minhas contas. concursos)
- Foi ele que compartilhou o jantar conosco.  1º Caso: Sujeito ligado por uma série aditiva enfática:
- Foram Antônio e Adriano que controlaram a equipe. Se o sujeito composto tem os seus núcleos ligados por uma
série aditiva enfática (não só...mas também;
tanto...quanto; não só...como também etc.), o verbo vai,
5º. Caso: COM O PRONOME RELATIVO “QUEM”. NORMALMENTE, para o plural.
Quando o sujeito de um verbo for um pronome relativo Ex.: Tanto o Brasil como a Argentina haviam perdido a
"quem", o verbo concordará com o antecedente ou ficará classificação.
na 3º pessoa do singular concordando com o sujeito
“quem”.
Ex.:  2º Caso: Sujeito ligado por “com”.

- Sou eu quem pago as minhas contas. Se o sujeito no singular é seguido imediatamente de outro
no singular ou no plural mediante a preposição “com” o
- Sou eu quem paga as minhas contas. verbo ficar no plural se não houver presença de vírgulas:
- (Quem paga as minhas contas sou eu) Ex.:
- Foram elas quem compraram os vestidos. - Essas explicações evitavam que o desembargador com
- Foram elas quem comprou os vestidos. os seus velhos amigos interrogassem os primeiros
suspeitos.
- (Quem comprou os vestidos foram elas).
- Se houver presença de vírgulas, concorde com o núcleo
- Era Fernanda quem recebia as encomendas. anterior à expressão virgulada:
- Fomos Pedro, André e eu quem discutimos (discutiu) o - O rei, com toda a sua corte, estava satisfeito por tudo
caso. que ocorria no castelo.
- (Quem discutiu o caso fomos Pedro, André e eu). - Os alunos, com toda a equipe pedagógica, modificaram
o planejamento.

3º. Caso: QUANDO O SUJEITO FOR NOME PRÓPRIO


PLURAL  3º Caso: Sujeito ligado por nem...nem.
Quando o sujeito for formado por nome próprio que só tem Quando o sujeito for ligado pela série aditiva nem..nem, o
plural, não antecipado de artigo, o verbo ficará no singular; verbo pode ir, NORMALMENTE, para o plural ou ficar no
se o nome próprio vier antecipado de artigo o verbo irá singular.
para o plural.
Ex.: É difícil entender que nem o respeito nem o amor
Ex.: comoviam (comovia) o ator.
- Minas Gerais possui grandes fazendas.
- As Minas Gerais possuem grandes fazendas  Mas cuidado!!!
- Vidas Secas é um romance regionalista. Se o sujeito for constituído por nem um nem outro, o verbo
- As Vidas Secas são um romance regionalista. fica, NORMALMENTE, no singular.

- Os Estados Unidos fabricam muitas armas. Ex.: Nem um nem outro aluno compareceu à aula.

- Estados Unidos fabrica muitas armas.


- Os Emirados Árabes produzem muito petróleo. 4º Caso: Sujeito ligado por “Um ou outro”.

- Filipinas planta banana. Se o sujeito for constituído por Um ou outro, o verbo fica,
NORMALMENTE, no singular.
- As Filipinas plantam banana.
Ex.: Um ou outro menino usava sapatos.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
75
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

5º Caso: Sujeito ligado por “Um e outro” b) Quando o sujeito for formado pelos pronomes
interrogativos que, quem ou o que concorde com o
Se o sujeito for constituído por Um e outro, o verbo fica,
predicativo.
NORMALMENTE, no plural.
Exemplos:
Ex.: Uma e outra aluna estudavam bastante.
- Que são essas cartas?
- O que são atos éticos?
CONCORDÂNCIA COM O VERBO SER (concordância
especial). - Quem eram os convidados?
Para analisarmos o próximo caso, é importante que - Não sei quem são os vencedores. (Veja que aqui há uma
responda ao seguinte questionário: interrogação indireta).
01- O que vale mais, um ser humano ou uma xícara de
chá?
c) Quando o verbo Ser for empregado impessoalmente.
02- O seu time procura um atacante, mas há um mistério
Exemplos:
em torno de seu nome. Entre um goleador
desconhecido e Neymar, qual você queria que vestisse - São dez horas.
a camisa do seu time?
- Hoje são 15 de novembro.
03- Entre comprar roupas ou uma roupa, você prefere o
quê?
Obs.: Aqui também se permite a forma “Hoje é dia 15 de
Como as repostas forma óbvias, vamos às conclusões:
novembro” e “Hoje é 15 de novembro”, quando, neste
último caso, a palavra “dia” estará implícita.
- ENTRE pessoa x coisa, PREVALECE a pessoa. - De minha casa ao Teatro José de Alencar são 5
quilômetros.
Ex.:
- O mundo são os homens.
d) Quando o verbo “Ser” for usado nas expressões é
- Os professores são a educação.
muito, é pouco, é mais de, é tanto e o sujeito for
representado por termo no plural que denote preço,
medida ou quantidade.
- ENTRE nome próprio x nome comum, PREVALECE o
nome próprio. Exemplos:
Ex.: - Oitenta mil reais é pouco para quem quer mudar
radicalmente de vida.
- Ayrton Senna era as alegrias de domingo.
- Duzentos gramas de queijo é muito para o café da
- As tristezas daquela cidade é a Praça das dores, lugar
manhã.
feio e sujo.
- 20 quilômetros é mais do que eu esperava.

- ENTRE plural x singular, PREVALECE o plural.


 CONCORDÂNCIA COM PRONOMES PESSOAIS DO CASO
Ex.:
RETO
- Sua roupa eram alguns trapos.
- Nosso trabalho são batalhas.
Quando os pronomes pessoais do caso reto
a) Quando aparecerem os pronomes isto, isso, tudo, nada representarem o sujeito, você terá dois caminhos, a saber:
ou aquilo ou “coisas” concorde com o sujeito ou com o
a) Se o “Eu” fizer parte do sujeito, concorde SEMPRE com
predicativo:
“Nós”.
Exemplos:
- Eu, Marcela e Beatriz vamos ao teatro.
- Tudo eram /era alegrias e cânticos.
- Jorge, Túlio e eu detestamos este bar.
- Isso são / é mentiras.
- Aquilo são / é verdades incontestáveis.
- Isto não são / é palavras de amor.
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
76
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

b) Se o “Tu” fizer parte do sujeito (sem que exista o “Eu”), EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO 03
concorde com “Vós” (menos usual) ou com “Eles/as” (padrão UECE, CESGRANRIO, FUNRIO, IMPARH)
(mais usual).
01. Indique a opção correta, no que se refere à
- Tu, Márcia e André desejais alguma coisa?
concordância verbal, de acordo com a norma culta:
- Tu, Márcia e André desejam alguma coisa?
a) Haviam muitos candidatos esperando a hora da
- João, Lara e tu pareceis nervosos.
prova.
- João, Lara e tu parecem nervosos. b) Choveu pedaços de granizo na serra gaúcha.
c) Faz muitos anos que a equipe do IBGE não vem
aqui.
COM FORMAS INTERROGATIVAS d) Bateu três horas quando o entrevistador chegou.
e) Fui eu que abriu a porta para o agente do censo.
Se o pronome interrogativo ou indefinido estiver no
singular o verbo só concordará com ele. Se esses pronomes
02. Assinale a frase em que há erro de concordância
estiverem no plural, o verbo concordará com ele ou com o
verbal:
pronome pessoal. As expressões mais utilizas são: Quais de
nós; qual de vós, Alguns de nós, Muitos de vós, Poucos
a) Um ou outro escravo conseguiu a liberdade.
deles; Poucos de nós, Qual deles etc.
b) Não poderia haver dúvidas sobre a necessidade da
Ex.: imigração.
c) Faz mais de cem anos que a Lei Áurea foi assinada.
Qual de nós resolverá o assunto?
d) Deve existir problemas nos seus documentos.
Qual de nós viajará? e) Choveram papéis picados nos comícios.
Quais de nós viajarão / viajaremos na próxima semana?
03. Assinale a opção em que há concordância
Quais de vós estudarão/estudareis matemática? inadequada:

a) A maioria dos estudiosos acha difícil uma solução


4- COM NÚCLEOS COLETIVOS para o problema.
Quando o sujeito for um coletivo o verbo ficará no singular. b) A maioria dos conflitos foram resolvidos.
c) Deve haver bons motivos para a sua recusa.
Ex.: A correição passeava pelo bosque. d) De casa à escola é três quilômetros.
e) Nem uma nem outra questão é difícil.

 Não esqueça!!! 04- Em todas as alternativas, o termo em negrito exerce


Quando o coletivo vier seguido de um adjunto no plural, o a função de sujeito, exceto em:
verbo ficará no singular ou poderá ir para o plural.
a) Quem sabe de que será capaz a mulher de seu
Ex.: A correição de tanajuras vermelhas passeava / sobrinho?
passeavam pelo bosque. b) Raramente se entrevê o céu nesse aglomerado
de edifícios.
c) Amanheceu um dia lindo, e por isso todos
CONCORDÂNCIA COM O VERBO AUXILIAR “PARECER”. correram às piscinas.
O verbo parecer, seguido de infinitivo admite duas d) Era somente uma velha, jogada num catre preto
construções: de solteiros.
e) É preciso que haja muita compreensão para com
A) Flexiona-se o verbo “parecer” e não se flexiona o os amigos.
infinitivo.
- Os alunos parecem entender o assunto. 05- O “se” é índice de indeterminação do sujeito na
frase:

B) Flexiona-se o infinitivo e não se flexiona o verbo a) Não se ouvia o sino.


“parecer”. b) Assiste-se a espetáculos degradantes.
c) Alguém se arrogava o direito de gritar.
- Os alunos parece entenderem o assunto. d) Perdeu-se um cão de estimação.
e) Não mais se falsificará tua assinatura.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
77
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

06- Indique o único segmento que apresenta 15- A concordância verbal está correta na alternativa:
concordância verbal condizente com as normas do
português padrão: a) Ela o esperava já faziam duas semanas.
b) Na sua bolsa haviam muitas moedas de ouro.
a) O funcionamento dos dois hemisférios cerebrais c) Eles parece estarem doentes.
são necessários tanto para as atividades d) Devem haver aqui pessoas cultas.
artísticas como para as científicas. e) Todos parecem terem ficado tristes.
b) As diferentes divisões e subdivisões a que se
submetem a área de ciências humanas provocam 11- Assinale a incorreta:
uma indesejável pulverização de domínios do a) Dois reais é pouco para se divertir.
conhecimento. b) Nem tudo são sempre tristezas.
c) Normalmente, a aplicação de métodos c) Quem fez isso foram vocês.
quantitativos e exatos acaba por distorcer as d) Era muito árdua a tarefa que os mantinham juntos.
linhas de raciocínio em ciências humanas. e) Quais de vós ainda tendes paciência?
d) Uma das premissas básicas do conjunto de
assunções teóricas e epistemológicas do trabalho 12- É provável que ....... vagas na academia, mas não .......
que ora vêm a lume é a concepção da Arte como pessoas interessadas: são muitas as formalidades a
uma entre as muitas formas por meio das quais o ....... cumpridas.
conhecimento humano se expressa.
e) Não existem fórmulas precisas ou exatas para a) hajam - existem - ser
avaliar uma obra de arte, não existe um padrão b) hajam - existe - ser
de medida ou quantificação, tampouco podem c) haja - existem - serem
haver modelos rígidos pré-estabelecidos. d) haja - existe - ser
e) hajam - existem – serem
07- O verbo deve ir para o plural em:
13- Complete as lacunas: ........ de exigências! Ou será que
a) Organizou-se em grupos de quatro. não ....... os sacrifícios que ....... por sua causa?
b) Atendeu-se a todos os clientes.
c) Faltava um banco e uma cadeira. a) Chega - bastam - foram feitos
d) Pintou-se as paredes de verde. b) Chega - bastam - foi feito
e) Já faz mais de dez anos que o vi. c) Chegam - basta - foi feito
d) Chegam - basta - foram feitos
08- O verbo certo no singular está em: e) Chegam - bastam - foi feito

a) Procurou-se as mesmas pessoas


b) Registrou-se os processos Gabarito
c) Respondeu-se aos questionários
d) Ouviu-se os últimos comentários 01 02 03 04 05 06 07
e) Somou-se as parcelas C D D D B C D
08 09 10 11 12 13
09- Assinale a alternativa correta quanto à concordância C D C D C A
verbal:

a) Soava seis horas no relógio da matriz quando eles EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO 04


chegaram. (padrão UECE, CESGRANRIO, FUNRIO, IMPARH)
b) Apesar da greve, diretores, professores,
funcionários, ninguém foram demitidos. 01- Coloque C ou I nos parênteses, conforme esteja
c) José chegou ileso a seu destino, embora correta ou incorreta a concordância verbal.
houvessem muitas ciladas em seu caminho. ( ) Surgiu, na semana do evento, um novo
d) Fomos nós quem resolvemos aquela questão. problema, dois processos e duas críticas
e) O impetrante referiu-se aos artigos 37 e 38 que construtivas.
ampara sua petição. ( ) Surgiram, na semana do evento, um novo
problema, dois processos e duas críticas
construtivas.
( ) O homem do campo e da cidade mantém
diferenças flagrantes entre si.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
78
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

( ) Os povos andinos e sua cultura, assim diz a c) Grande parte dos impostos não são revertidos à
tradição, contém muita riqueza. comunidade.
d) Somente 40% do estoque mantiveram-se bem
Assinale a sequência correta. armazenados.
e) Somente os 0,98% da comunidade saldou suas
a) I–C–C─C dívidas.
b) I – C – I─ C
c) I–I–C─ 06- Assinale a opção que apresenta ERRO de concordância
d) C–I–I─I verbal.
e) C–C–C─I a) Mais de um torcedor invadiu o gramado.
b) Fomos nós quem requereu o aumento do salário.
02- Coloque C ou I nos parênteses, conforme esteja c) Foste tu quem arrumaste a bancada dos livros?
correta ou incorreta a concordância verbal. d) Foste tu quem arrumou a bancada dos livros?
e) Foi eu quem questionou a equipe de médicos.
( ) Brasileiros ou americanos devem concorrer a
prêmio em abril. 07- Assinale a opção que apresenta ERRO de concordância
( ) Um líquido perigoso retém as finas camadas de verbal.
gordura das veias. a) Os assuntos principais da reunião foi Fernando
( ) Colesterol ou açúcar pode ser o novo vilão da Pessoa.
obesidade, dizem cientistas. b) Cem mil reais era pouco para ele.
( ) Pode-se questionar o novo sistema do banco c) Já são uma e meia da manhã.
privado. d) Hoje são 20 de abril.
e) Tudo eram vantagens para a empresa.
Assinale a sequência correta.
08- Assinale a opção que apresenta ERRO de concordância
a) I–C–C─C verbal, segundo o registro culto e formal da língua.
b) I – C – I─ C
c) C–I–C─C a) Necessita-se de novos programas de qualidade
d) C – I – I─ I de vida.
e) C – C – I─ I b) A pressão, a ansiedade e a tensão muscular, tudo
prejudicava a saúde do trabalhador.
03- Assinale a opção que apresenta ERRO de concordância c) Os Estados Unidos contrataram profissionais
verbal, segundo o registro culto e formal da língua. especializados em comunicação.
d) Já fazem três meses que ele se adaptou a uma
a) Eu, ela e João vamos ao parque no fim de nova realidade profissional.
semana. e) Cada um dos profissionais do RH deve saber
b) Tu e elas trabalharíeis nos fins de semana? administrar o seu estresse.
c) Tu, ela e vocês formáveis uma grande equipe.
d) Eu e vocês deveríeis deixar logo a cidade. 09- Assinale a opção que apresenta ERRO de concordância
e) Tu e ela vão cumprir todas as metas. verbal, segundo o registro culto e formal da língua.

04- Assinale a opção que apresenta ERRO de concordância a) Necessita-se de novos programas de qualidade
verbal. de vida.
b) A pressão, a ansiedade e a tensão muscular, tudo
a) Nem os alunos nem os professores porão seus prejudicava a saúde do trabalhador.
registros à mostra. c) Os Estados Unidos contrataram profissionais
b) Talvez, um e outro assunto serão discutidos. especializados em comunicação.
c) É certo que um e outro assunto será discutido. d) Já fazem três meses que ele se adaptou a uma
d) Nem a vida nem a morte podem mudar a força nova realidade profissional.
do amor. e) Cada um dos profissionais do RH deve saber
e) Um ou outro candidato serão avaliados pelos administrar o seu estresse.
jornalistas.
05- Assinale a opção que apresenta ERRO de concordância 10- Considere as frases abaixo.
verbal.
a) 2/5 da cidade quis o plebiscito. I– Há amigos de infância de quem nunca nos
b) Somente 1/3 da comunidade acadêmica esquecemos.
requereu novos livros para a biblioteca.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
79
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

II – Deviam existir muitos funcionários dirigiam com mais tempo de habilitação


despreparados; por isso, talvez, existissem frequentemente cometiam mais erros.
discordâncias entre os elementos do grupo.
GABARITO
Substituindo-se em I o verbo “haver” por “existir” e
em II o verbo existir por haver, a sequência correta é 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
E C D E E E C D D A
a) existem, devia haver, houvesse. 11 12
b) existe, devia haver, houvessem. E A
c) existe, devia haver, houvesse.
d) existem, deviam haver, houvesse.
e) existe, deviam haver, houvessem.

11- De acordo com a norma, o verbo pode ficar, EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO 05 (Padrão FUNDAÇÃO CARLOS
indiferentemente, no singular ou no plural na frase CHAGAS)
da alternativa

a) Precisa-se (ou precisam-se) de funcionários Itens aparentemente corretos.


dedicados
b) Perceberam-se (ou percebeu-se) os detalhes da - Devem-se ressaltar, nos meios de comunicação, a
cidade constância com que promovem abusos, na exploração
c) Cada um dos brasileiros cuidará (ou cuidarão) do da cultura popular. (Forma verbal correta: Deve-se
país. ressaltar)
d) Vendem-se (ou vende-se) frutas no mercado de
nacional. - Restam das festas, dos ritos e dos artesanatos da
e) A maioria dos brasileiros pratica (ou praticam) cultura popular pouco mais que um resistente núcleo de
esporte. práticas comunitárias. (Forma verbal correta: Resta)

12- Assinale a alternativa em que a reescritura do trecho - Produzem-se nas pequenas células comunitárias, a
“’Dos entrevistados, 84% afirmaram sentir raiva despeito das pressões da cultura de massa, lento e
enquanto dirigem. Pessoas que tinham mais tempo de seguro dinamismo de cultura popular. (Forma verbal
habilitação e dirigiam com maior frequência cometiam correta: Produz-se)
mais erros e eram mais agressivas’, diz Cláudia.”
mantém a correção gramatical e não compromete o - Não sensibilizavam aos possíveis interessados em
sentido original. apartamentos de luxo a visão grotesca daqueles velhos
carros-placa. (Forma verbal correta: sensibiliza)
a) A maioria dos entrevistados afirmou que sente
raiva enquanto dirige. Pessoas mais experientes - Destinam-se aos homens-placa um lugar visível nas ruas
na condução de veículos automotivos cometem e nas praças, ao passo que lhes é suprimida a
mais erros e são mais agressivas. visibilidade social. (Forma verbal correta: Destina-se)
b) 84% dos entrevistados afirmou que sentem raiva
enquanto dirigem. Pessoas, que tinham mais - O motivo simples de tantos atos supostamente cruéis,
tempo de habilitação e dirigiam com maior que tanto impressionaram o autor quando criança, só
frequência, cometiam mais erros e eram mais anos depois se esclareceram. (Forma verbal correta: se
agressivas. esclareceu)
c) Dos entrevistados, 84% afirmou que sentem
raiva enquanto dirigem. Pessoas que tinham
mais tempo de habilitação e dirigiam com mais EXERCÍCIO DE FIXAÇÃO (BATERIA I)
frequência cometiam mais erros e eram mais
agressivas. 01- Quanto à concordância verbal, está inteiramente
d) Dos entrevistados, 84% afirmou que sente raiva correta a frase:
enquanto dirige. Pessoas com mais tempo de
habilitação e que dirigiam com mais frequência, a) Devem-se ressaltar, nos meios de comunicação,
cometiam mais erros e eram mais agressivas. a constância com que promovem abusos, na
e) A maior parte dos entrevistados afirmou que exploração da cultura popular.
sente raiva enquanto dirigem. Pessoas que b) Nem mesmo um pequeno espaço próprio
querem conceder à cultura popular os que a
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
80
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

exploram por interesses estritamente analisadas, a transformação de pobres em


econômicos. príncipes.
c) Restam das festas, dos ritos e dos artesanatos da d) Prosperam no fundo do inconsciente coletivo
cultura popular pouco mais que um resistente incontáveis imagens, pelas quais se traduzem
núcleo de práticas comunitárias. aspirações de poder e de justiça.
d) Muita gente acredita que se devem imputar aos e) Não cabe aos leitores abastados avaliar, em
turistas a responsabilidade por boa parte desses quem é pobre, a sensatez ou o descalabro das
processos de falseamento da cultura popular. expectativas alimentadas.
e) Produzem-se nas pequenas células comunitárias,
a despeito das pressões da cultura de massa, 04- A concordância verbal e nominal está inteiramente
lento e seguro dinamismo de cultura popular. correta em:

a) Presume-se que já tenha sido extinto muitas


02- A concordância verbal e nominal está inteiramente espécies da fauna e da flora com a destruição de
correta em: enormes extensões de florestas.
b) Os desequilíbrios no ecossistema de uma floresta
a) A redução da emissão de partículas poluentes pode pôr em risco a sobrevivência de certas
pelo escapamento dos carros é uma das metas espécies de plantas.
que devem ser atingidas pelos órgãos c) Deve valer para todos os países as medidas de
responsáveis pela organização do trânsito nas segurança a ser tomada em relação à
grandes cidades. preservação de florestas.
b) Em cidades maiores, inúmeros moradores, para d) Para a restauração de áreas ocupadas por
fugir da violência e do estresse urbano, se atividades agrícolas, é observado os tipos de uso
mudou para condomínios fechados próximos e do solo e as características do entorno para
passou a depender de carro para seus traçar o projeto de ação.
deslocamentos. e) Projetos desenvolvidos por especialistas
c) O planejamento urbano das grandes e médias mostram que é possível conciliar restauração de
cidades nem sempre acompanharam os florestas nativas com o manejo sustentável de
deslocamentos de grandes contingentes da seus recursos naturais.
população, que depende de transporte coletivo
para ir e vir do trabalho diariamente. 05- As normas de concordância verbal estão plenamente
d) O número de automóveis nos países observadas na frase:
desenvolvidos costumam ser mais elevados, mas
nessas cidades existe bons sistemas de a) Há frases que se repete à exaustão e que,
transporte coletivo e as pessoas usam seus exatamente por isso, passam a soar como se
carros apenas para viagens e passeios de fins de constituíssem cada uma delas uma verdade
semana. incontestável.
e) No caso das regiões metropolitanas brasileiras, é b) Frases sempre haverão que, à força de se
necessário os investimentos na expansão de repetirem ao longo do tempo, acabam sendo
sistemas integrados de transporte coletivo, para tomadas como verdades absolutas.
desestimular o uso de veículos particulares no c) Quando a muitas pessoas interessam dar crédito
dia a dia das cidades. a frases feitas e lugares-comuns, há o risco de se
cristalizar falsos juízos.
d) O hábito da repetição mecânica de frases feitas e
lugares-comuns acabam por nos conduzirem à
fixação de muitos preconceitos.
03- Para cumprimento das normas de concordância e) Cabe aos indivíduos mais conscientes combater o
verbal, será necessário CORRIGIR a frase: chavão e o lugar-comum, para que não se
percam de vista os legítimos valores sociais.
a) Atribui-se aos esquemas de construção das
fábulas populares a capacidade de
representarem profundos anseios coletivos. GABARITO
b) Reserva-se a pobres camponeses, nas fábulas
populares, a possibilidade de virem a se tornar 01 02 03 04 05
membros da realeza. B A C E E
c) Aos desejos populares de ascensão social
correspondem, em algumas das fábulas

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
81
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

EXERCÍCIO DE FIXAÇÃO (BATERIA II) 04. O verbo indicado entre parênteses deverá flexionar-
se numa forma do plural para preencher
01. O verbo indicado entre parênteses deverá flexionar- corretamente a lacuna da frase:
se numa forma do singular para preencher de modo
correto a lacuna da frase: a) Não se ...... (atribuir) às lagartas a crueldade dos
a) Jamais ...... (satisfazer) as crianças aquele tipo de humanos, por depositarem os ovos no interior das
resposta convencional às perguntas essenciais que vespas.
elas formulam. b) O que ...... (impelir) os animais a agirem como
b) Como ...... (poder) ocorrer ao professor respostas agem são seus instintos herdados, e não uma
exatas para um questionário irrespondível? intenção cruel.
c) Não ...... (dever) envergonhar a ninguém as c) Não se ...... (equiparar) às violências dos machos,
lacunas do conhecimento humano sobre os competindo na vida selvagem, a radicalidade de
mistérios do universo. que é capaz um homem enciumado.
d) A aflição a que ....... (levar) um cientista tais d) ...... (caracterizar-se), em algumas espécies
perguntas é a mesma que perturba as crianças. animais, uma modalidade de violência que
e) Quanto às questões que a mais ninguém ...... interpretamos como crueldade.
(conseguir) incomodar, ou já encontraram e) ...... (ocultar-se) na ação de uma única vespa os
resposta ou não eram essenciais. ditames de um código genético comum a toda a
espécie.
02. Quanto à concordância verbal, a frase inteiramente
correta é: 05. O verbo indicado entre parênteses deverá flexionar-
a) Entre as questões essenciais, que a todo cientista se numa forma do singular para preencher
deve importar, estão as que se prendem à origem corretamente a lacuna da frase:
e ao destino do ser humano.
b) Não houvesse outras razões, bastaria a a) Há muito não se ...... (tolerar) atitudes arrogantes
propriedade das perguntas que lhe dirigiu o como a do editorial da revista britânica.
público para fazê-lo sentir-se um professor b) É natural que ...... (ferir) o orgulho do povo cubano
privilegiado. as exortações publicadas na revista britânica.
c) Só é dado alimentarem a curiosidade e a c) Os pesquisadores não ...... (haver) de se ofender,
insatisfação ao cientista que não abdica de fazer as caso os termos do editorial da revista fossem
perguntas fundamentais. menos prepotentes.
d) Diante do interesse que representavam cada uma d) Foi precisa a argumentação de que se ...... (valer)
das perguntas que lhe cabiam responder, o os pesquisadores latino-americanos em sua réplica
professor sentiu-se um privilegiado. ao editorial.
e) O autor considerou um privilégio o fato de o e) Aos países ricos não ...... (competir) tomar
interrogarem, com perguntas tão instigantes, decisões que afetem a soberania dos países em
aquele público curioso que encontrou na escola. desenvolvimento.

03. Quanto à concordância verbal, está inteiramente 06. Para que se respeite a concordância verbal, será
correta a seguinte frase: preciso corrigir a frase:
a) De diferentes afirmações do texto podem-se a) Têm havido dúvidas sobre a capacidade do sistema
depreender que os atos de grande violência não de saúde cubano.
caracterizam apenas os animais irracionais. b) Têm sido levantadas dúvidas sobre a capacidade
b) O motivo simples de tantos atos supostamente do sistema de saúde cubano.
cruéis, que tanto impressionaram o autor quando c) Será que o sistema de saúde cubano tem suscitado
criança, só anos depois se esclareceram. dúvidas sobre sua eficácia?
c) Ao longo dos tempos tem ocorrido incontáveis d) Que dúvidas têm propalado os adversários de
situações que demonstram a violência e a Cuba sobre seu sistema de saúde?
crueldade de que os seres humanos se mostram e) A quantas dúvidas tem dado margem o sistema de
capazes. saúde de Cuba?
d) A todos esses atos supostamente cruéis,
cometidos no reino animal, aplicam-se, acima do 07. As normas de concordância verbal estão plenamente
bem e do mal, a razão da propagação das espécies. respeitadas na frase:
e) Depois de paralisadas as lagartas com o veneno a) Já faz muitos séculos que se vêm atribuindo à
das vespas, advirá das próprias entranhas o palavra progresso algumas conotações mágicas.
martírio das larvas que as devoram
inapelavelmente.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
82
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

b) Deve-se ao fato de usamos muitas palavras sem b) Sempre existiu colecionadores de objetos, que
conhecer seu sentido real muitos equívocos exerce maior poder de atração sobre pessoas
ideológicos. quanto mais estranho ele é.
c) Muitas coisas a que associamos o sentido de c) No século XIX, foi dividido as áreas temáticas da
progresso não chega a representarem, de fato, ciência, surgindo então os colecionadores
qualquer avanço significativo. especializados em reunir um único tipo de objetos.
d) Se muitas novidades tecnológicas houvesse de ser d) Permaneceu imutável por séculos as razões que
investigadas a fundo, veríamos que são levam algumas pessoas a colecionar objetos,
irrelevantes para a melhoria da vida. algumas delas de gosto duvidoso.
e) Começam pelas preocupações com nossa casa, e) O costume de enviar marinheiros pelo mundo para
com nossa rua, com nossa cidade a tarefa de encontrar objetos exóticos mudaram a paisagem
zelarmos por uma boa qualidade da vida. de alguns países e modernizaram a Europa.

08. As normas de concordância verbal estão plenamente 11. As normas de concordância verbal estão plenamente
atendidas na frase: respeitadas na frase:
a) Fosse porcas, arruelas, parafusos, tudo o que não a) Compreenda-se as lições de O Príncipe não como
tivesse aplicação imediata era remetido à “bacia exercícios de cinismo, mas como exemplos de
das almas.” análises a que não se devem furtar toda gente
b) O fato é que muita gente, tal como ocorre com o interessada na lógica do poder, seja para exercê-
pai no referido texto da Internet, têm a tendência lo, seja para criticá-lo.
de alimentar preconceitos contra os poetas. b) A problemática divisão da Itália em principados,
c) Atira-se à “bacia das almas” as tranqueiras que que tanto preocupavam Maquiavel, fizeram com
não parecem úteis, e que talvez nunca de fato os que ele se dedicasse à ciência política, em cujos
sejam. fundamentos espelha-se, até hoje, aqueles que se
d) Costumam-se atribuir às expressões evocativas e preocupam com o poder.
nostálgicas o sentido poético que advém de tudo o c) Integrava as qualidades morais a da virtude,
que nos fala do passado. tomada num sentido essencialmente religioso, até
e) Ao filho não pareceu coerente que expressões tão que Maquiavel, recusando esse plano de valores
sugestivas fossem criadas justamente por quem em que a inseriam, deslocou seu sentido para o
tinha por hábito desancar os poetas. campo da política.
d) Todas as acepções de virtude, até o momento em
09. O verbo indicado entre parênteses deverá flexionar- que surgiu Maquiavel, compunha-se no campo da
se numa forma do plural para preencher de modo moral e da religião, e estendia-se à esfera da
correto a lacuna da frase: política, como se tudo fosse essencialmente um
a) ...... (acabar) por mais nos favorecer o que foi mesmo fenômeno.
esquecido do que todas as coisas de que e) Nunca faltaram aos “príncipes” de ontem, de hoje
costumamos nos lembrar. e de sempre a ambição desmedida pelo poder e
b) ......-se (costumar) atribuir às nossas memórias pela glória pessoal, mas couberam a poucos
uma vantagem que, para o autor do texto, elas discernir as sutilezas da política, em que
não propiciam. Maquiavel foi um mestre.
c) A ninguém ...... (dever) limitar essas expectativas,
criadas pela memória que cristaliza a
personalidade.
d) ......-se (sedimentar) nos processos da nossa
memória o perfil de uma personalidade a que nos
obrigamos a ser fiéis.
e) À força dos nomes próprios ...... (corresponder),
pelas razões expostas no texto, a força de
estreitamento do espaço que há numa gaiola.

10. A concordância verbo-nominal está inteiramente


correta na frase:
a) No século XX, a produção em massa permitiu que GABARITO
objetos, antes de posse restrita a reis, fossem
acessíveis a toda a população. 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11
A B E E E A A E C A C

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
83
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

06. Concordância Nominal A cidade, o hospital, a lanchonete e o bar antigo(antigos)


foram varridos pelo temporal.

RELEVÂNCIA DO ASSUNTO EM PROVAS: De razoável


para baixa. Nem todas as organizadoras simpatizam com  3º. Caso:
esse tema. CESPE, FCC e ESAF, por exemplo, fazem pouco Quando o adjetivo posposto funciona como predicativo, vai
caso do assunto em questão. Já CESGRANRIO, IMPARH, obrigatoriamente para o plural.
UECE, FGV, CONESUL, dentre outras, costumam, com
frequência, exigir esse assunto. Ex.:
O limão e a laranja são azedos.
DICA: É na Concordância nominal que precisamos,
principalmente, dos conceitos sintáticos de Adjunto A cidade, o hospital, a lanchonete e o bar estão devastados.
adnominal, Predicativo do sujeito e Predicativo do objeto.
Caso você não faça a mínima ideia do que sejam tais
sintagmas, é necessário revisar tais conceitos o quanto  REGRAS ESPECÍFICAS
antes. ► Adjetivo anteposto aos substantivos:

DICA DE ESTUDO: Como as regras não são muitas, você  1º. Caso:
logo se familiarizará com quase todas. A fim de que você as Quando o adjetivo vem anteposto aos substantivos,
1
memorize o quanto antes, faça bastantes exercícios. É só concorda, preferencialmente, com o mais próximo.
uma questão de prática.
Ex.:
POSSIBILIDADE DE CAIR NA PROVA: Razoável para todos Ele era dotado de extraordinária coragem e talento.
os níveis (no máximo uma questão).
No hospital, percebi a cansada médica e enfermeiros.
STATUS: Em sala e com o professor (dependendo da
banca, o status pode mudar).
 2º. Caso:

 REGRA GERAL: Quando o adjetivo anteposto funciona como predicativo,


pode concordar com o substantivo mais próximo ou pode ir
O adjetivo e as palavras adjetivas (artigo, numeral e para o plural.
pronome) concordam em gênero e número com o
substantivo a que se refere. Ex.:

Ex.: As minhas revistas novas estão no quarto. Estavam desertos a casa e o barraco.
Estava deserta a casa e o barraco.

No exemplo acima, percebe-se que as palavras adjetivas


(as, minhas e novas) referem-se ao substantivo revistas, ► Um só substantivo e mais de um adjetivo:
concordando com ele.
1ª . Possibilidade:
 1º. Caso:
Ex.: O produto conquistou o mercado europeu e o
Quando o adjetivo é posposto a vários substantivos do americano.
mesmo gênero, ele vai para o plural ou concorda com o
O substantivo fica no singular e repete-se o artigo.
substantivo mais próximo.
Ex.: O tamarindo e o limão azedos (azedo) parecem bons.
2ª . Possibilidade:
Ex.: O produto conquistou os mercados europeu e
 2º. Caso:
americano.
Se os substantivos forem de gêneros diferentes, o adjetivo
O substantivo vai para o plural e não se repete o artigo.
pode ir para o plural masculino ou pode concordar com o
substantivo mais próximo.
1
Aqui existe uma grande divergência entre os gramáticos Evanildo
Ex.: Becharra e Celso Cunha. Para o primeiro, os adjetivos antepostos a vários
substantivos podem concordar com o mais próximo ou com todos os
O tamarindo e a laranja azedos (azeda) estavam em falta no
substantivos pela lei da soma. Exemplo: Lerei interessante (interessantes)
mercado. livro e jornal. Já para o segundo, a concordância, nesta situação, só
ocorrerá com o mais próximo. Exemplo: Comprei novo carro e casa.
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
84
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

- Esse autor aderiu à escrita clássica, à moderna e à Obs.:


contemporânea.
- Nessa regra, podemos incluir ainda as seguintes palavras:
- Esse autor aderiu às escritas clássica, moderna e meio, muito, pouco, caro, barato, longe. Só variam se
contemporânea. acompanhar o substantivo.

- O país desenvolveu a cultura da leitura e a do estudo.  2º. Caso:


- O país desenvolveu as culturas da leitura e do estudo. Palavras como: quite, obrigado, anexo (incluso ou apenso),
obrigado, mesmo, próprio, leso e incluso são adjetivos.
Devem, portanto, concordar com o nome a que se referem.
- Ele fez menção à Presidenta do Brasil e à da Argentina.
Ex.:
- Ele fez menção às Presidentas do Brasil e da Argentina.
Nós estamos quites com o serviço militar.
Ela mesma fez o café.
Leve estes documentos anexos até a sala do diretor.
 OUTROS CASOS DE CONCORDÂNCIA NOMINAL:
 1º. Caso: Obs.: A expressão "em anexo" é invariável.
A palavra Bastante: Ex.: As cartas seguem em anexo.
- Função adjetiva: Variável - refere-se a substantivo.
- Função adverbial: Invariável - refere-se a verbo, adjetivo e  3º. Caso:
a advérbio.
Se nas expressões: "é proibido", "é bom", "é preciso" e "é
Ex.: necessário", o sujeito não vier antecipado de artigo, tanto
o verbo de ligação quanto o predicativo ficam invariáveis.
Ele tem bastantes livros (substantivo).
Ex.:
Havia bastantes pessoas na rua.
Eles conversaram (verbo) bastante ontem. É proibido  entrada.

As moças são bastante inteligentes (adjetivo).  Estudar é preciso.

Nosso país tem bastantes estados (substantivo).


Eles estudam (verbo) bastante. Entretanto: Se o sujeito dessas expressões vier
determinado por artigo, numeral ou pronome (femininos,
Vanessa e Melissa são bastante simpáticas (adjetivo). no singular ou no plural), tanto o verbo de ligação quanto o
predicativo variam para concordar com o sujeito.

 DICA: quando o a palavra BASTANTE for um adjetivo (o Ex.:


que significará, sempre, volume, quantidade), permitirá as É proibida a entrada de jovens menores de 35 anos neste
seguintes trocas: local.
Nosso país tem bastantes estados. A meia entrada é necessária aos estudantes.
(Nosso país tem muitos estados).

 4º. Caso:
Na rua, havia bastantes pessoas elegantes. Palavras invariáveis:
(Na rua, havia muitas pessoas elegantes). - Menos.
- A olhos vistos (expressão).
Vi bastante gente educada. - Em anexo.
(Vi muita gente educada). - A sós.
- Azul-marinho.
- Monstro (na condição de adjetivo).

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
85
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

- Alerta.  DICA: Como é um caso polêmico, prefira usar a estrutura


com o verbo sempre no singular “haja vista”. Fazendo
- Todo (em termos compostos).
assim, você nunca estará errando.
- Mediante.
- Tirante.
EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO 01
- Pseudo.
TEXTO 1
- Salvo (significando exceto, afora).

"Nenhum trabalhador recebeu a dose de radiação acima do


Ex.: estipulado pelo Japão, de 250 millisieverts, que iria
restringir a exposição dos funcionários de emergência",
- Salvo aquelas poucas palavras, a palestra foi um desastre. disse a AIEA nesta sexta-feira.
- Agora estou com menos fome.
No mês passado, dois funcionários de Fukushima foram
- Os candidatos estão alerta. levados ao hospital depois que seus pés e mãos foram
- O homem ficou a sós com os seus problemas. expostos a 175 millisiverts quando eles pisaram em água
contaminada. Eles se recuperaram bem”.
- As pseudo-médicas foram localizadas pela polícia.
Folha de São Paulo (Com adaptações)
- Aquela foi uma partida monstro.
- As mulheres todo-poderosas deixaram a sala cedo.
01- O adjetivo “expostos” concorda com os termos “pés”
e “mãos”; contudo, seria correto gramaticalmente
 5º Caso: estabelecer vínculo sintático com o termo mais
próximo, escrevendo-se “expostas”.
Nas expressões "o mais ... possível" e "os mais ... possíveis"
, o adjetivo "possível"concorda com o artigo que inicia a 02- O pronome “seus” poderia, segundo prescrevem as
expressão. normas gramaticais, concordar somente com o termo
Exs: mais próximo “pés”, mesmo que este estivesse no
singular. Esse procedimento, entretanto,
Tinha um carro o mais veloz possível. comprometeria os sentidos textuais.
Seus carros eram os mais velozes possíveis.
03- Embora os sentidos textuais fossem gravemente
São alunos o mais estudiosos possível.
alterados, seria correto gramaticalmente escrever, em
São alunos os mais estudiosos possíveis. vez de “a dose de radiação”, “a pseudadose de
radiação”, o que agora significaria falsa dose de
radiação.
6º Caso: Haja vista/ Hajam vista
Evanildo Bechara afirma: “a construção natural e mais
frequente da expressão haja vista, com o valor de “veja” TEXTO 2
ou “por exemplo”, é ter invariável o verbo, qualquer que
seja o número do substantivo seguinte” (p. 565 de “Definida como uma combinação de ilusões paranoicas,
Moderna Gramática da Língua Portuguesa, 1999). alucinações sensoriais e diminuição das funções cognitivas,
a esquizofrenia é fruto de muitas combinações genéticas e
Ex.: Ele foi sempre muito dedicado à família, haja vista o
de fatores ambientais. Gage diz que, devido à variedade e à
quanto era dedicado aos filhos.
complexidade dos sintomas, ela é uma das doenças
mentais que mais desafiam os cientistas”.
Para Marcelo Rosenthal ”o termo serve para Correio braziliense (Com adaptações)
exemplificação. Caso o exemplificado esteja no singular, o
verbo somente poderá estar no singular; caso o elemento 04- A palavra “muitas” poderia, sem comprometer os
exemplificado esteja no plural, o verbo tanto poderá vir no sentidos nem a correção gramatical, ser substituída
singular como no plural”. (p. 437 de Gramática para por “bastantes”.
concursos, 2007).
Ex.: O repórter era mesmo competente, haja (hajam) vista 05- O vocábulo “definida” poderia ir para o plural a fim de
seus últimos trabalhos. que estabelecesse coesão com “ilusões paranoicas,

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
86
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

alucinações sensoriais e diminuição das funções 12- O vocábulo “Menos” não permite, em hipótese
cognitivas”. alguma, variação tanto de gênero quanto de número.

13- As palavras “ambas” e “exercidas” estão no feminino


TEXTO 3 plural para estabelecerem vínculo nominal com a
elidida palavra “pessoas”.
“Universidades virtuais, palestras de graça com
especialistas do mundo todo, professores on-line para tirar 14- Levando em conta que os sentidos serão alterados,
dúvidas. Mais parece uma escola do futuro, mas é realidade seria, entretanto, possível substituir “ambas’ por
cada vez mais frequente na internet. A web oferece “extras”, o que continuaria respeitando o padrão culto
diversas possibilidades para o estudante aproveitar os da língua.
livros e as horas preciosas na rede. As aulas gratuitas, por
exemplo, são uma boa opção para quem quer resumir 15- A estrutura “Cansa porque envolve esforço, tempo e
conteúdo já visto, aprofundar um assunto ou se aventurar concentração” permitiria a seguinte reescritura sem
em aprender”. que os sentidos nem a correção gramatical fossem
comprometidos: “Cansa porque é necessário esforço,
Correio braziliense (Com adaptações) tempo e concentração”.

06- A expressão “haja vista”, que significa “por exemplo” ou 16- Caso antecipássemos o adjetivo “raros” ao fragmento
“veja”, poderia surgir depois “aulas gratuitas”, desde “...energias e recursos...”, a única construção que
que a segunda vírgula fosse suprimida. respeitaria os padrões da norma culta e preservaria os
sentidos originais seria: “...raras energias e
07- O vocábulo “Mais”, início do segundo período, poderia recursos...”.
ser substituído por “Mas” ou “Entretanto”, sem que os
sentidos originais fossem alterados.
TEXTO 5
08- O adjetivo “preciosas” poderia ser substituído por
“preciosos”; mas, se assim fosse feito, os sentidos “A vitória da sociedade burguesa e industrial estabeleceu o
originais seriam alterados. papel crucial do trabalho no mundo moderno. Quem não
trabalha é visto, muito comumente, como vagabundo ou
desocupado. Diferentemente dos aristocratas e nobres,
TEXTO 4 para quem o trabalho era atividade de menor valor e
reservada para a plebe e para os escravos”.
“Ler cansa. Cansa porque envolve esforço, tempo e
concentração. Hoje, com todas as facilidades da vida 17- Seria possível e correto gramaticalmente reescrever o
moderna, muitos leem somente quando obrigados: na início to texto da seguinte forma: “A vitória das
escola, para o vestibular, na faculdade ou para se sociedades burguesa e industrial...”.
manterem atualizados profissionalmente. Poucos leem por
prazer. Menos ainda os que escrevem por prazer. Segundo 18- Caso substituíssemos “muito” por “bastante” a
Schopenhauer, a maioria dos escritores "vivem da literatura correção gramatical não seria comprometida.
e não para a literatura". Raras são as vezes que ambas são
exercidas pelo mesmo homem. Enquanto muitos preferem 19- A substituição de “reservada” por “reservado” não
gastar energias e recursos raros em festas, divertimentos altera os sentidos originais do texto.
ou prazeres fugazes, A arte de escrever mostra como gastar
as mesmas energias e recursos com a literatura e obter
retorno”. TEXTO 6

“O primeiro período do pensamento grego toma a


09- A palavra “somente” poderia ser substituída por “sós”, denominação substancial de período naturalista, porque a
sem que os sentidos bem como a correção gramatical nascente especulação dos filósofos é instintivamente
fossem comprometidos. voltada para o mundo exterior, julgando-se encontrar aí
também o princípio unitário de todas as coisas; e toma,
10- “Poucos” permitiria troca equivalente semântica e outrossim, a denominação cronológica de período pré-
sintaticamente por “Raros” ou “Raras”. socrático, porque precede Sócrates e os sofistas, que
marcam uma mudança e um desenvolvimento autônomos
11- Por estabelecer vínculo sintático com “muitos”, e, por conseguinte, o começo de um novo período na
“obrigados” fica, obrigatoriamente, no masculino história do pensamento grego. Esse primeiro período tem
plural.
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
87
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

início no alvor do VI século a.C., e termina dois séculos b) O jovem, ao completar dezenove anos, deve estar
depois, mais ou menos, nos fins do século V”. quite com o serviço militar.
c) As edições extras dos jornais sempre trazem
notícias interessantes.
20- Caso substituíssemos o vocábulo “instintivamente” d) No café da manhã deste hotel, servem-se geléia e
pela expressão “ instintiva e”, continuaria havendo pão torradinhos.
respeito às normas de concordância. Contudo, os e) Deste lado da rua há menos casas, por isso
sentidos originais seriam alterados. precisamos ficar mais alerta.

21- O adjetivo “autônomos” poderia estar grafado no 03. Assinale a alternativa incorreta quanto à concordância
singular, sem que houvesse desrespeito às normas nominal:
gramaticais.
a) Os torcedores traziam, em cada mão, bandeira e
22- Na oração "Segue anexa a nota editorial", foi atendida flâmula amarela.
a regra de concordância nominal, visto que o adjetivo b) Um e outro aplicador indecisos desistiram do
"anexa" está no feminino para concordar com a negócio.
expressão no feminino "a nota editorial", que exerce a c) Tinha as mãos e o rosto coloridos de púrpura.
função de sujeito da oração. d) Escolheste ótima ocasião e lugar para o churrasco.
e) Ele estava com o braço e a cabeça quebradas.

GABARITO 04. Quanto à redação das frases a seguir, assinale a que


estiver errada:
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
E C E C E E E E E E a) Ao voltar do passeio, encontrou o portão e a
janela arrombados.
11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 b) Os cavalarianos desfilavam com porte e garbo
C C E E C E C C C C altivos.
c) O aluno destacava-se pelo raciocínio e
21 22 objetividade aguçados.
C C d) Não podemos concordar com tantas máquinas e
artifícios bélicos.
e) Belos poesias e discursos marcaram o
encerramento do ano letivo.
EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO 02
(Padrão UECE, IMPARH, FCC, CESGRANRIO, FGV). 05. Assinale a alternativa errada no que diz respeito ao
atendimento à norma culta:

01. A frase em que a concordância nominal está correta é: a) O escritor e o mestre alemães admiravam o belo
quadro.
a) A vasta plantação e a casa grande caiados há b) Estudaram o idioma francês e o espanhol.
pouco tempo eram o melhor sinal da prosperidade c) O ministro e os deputados alagoanos votaram
familiar. contra o projeto.
b) Eles, com ar entristecidos, dirigiram-se ao salão d) As opiniões e argumentos expostos não agradaram
onde se encontravam as vítimas do acidente. à plateia.
c) Não lhe pareciam útil aquelas plantas esquisitas e) Considero fácil as questões e testes propostos na
que ele cultivava na sua pacata e linda chácara do prova.
interior.
d) Quando foi encontrado, ele apresentava feridos a 06. Está perfeitamente correta a concordância nominal
perna e o braço direitos, mas estava totalmente apenas na frase:
lúcido.
e) Esses livro e caderno não são meus, mas poderão a) Eles se moviam meios cautelosos.
ser importante para a pesquisa que estou fazendo. b) O relógio da igreja bateu meio-dia e meio.
c) Seus argumentos eram sempre o mais pertinentes
02. Todas as alternativas, abaixo, estão corretas quanto à possíveis.
concordância nominal, exceto: d) Os resultados falam por si só.
e) Chegada a sua hora e a sua vez, intimidou-se.
a) Conserve limpos as mãos e os pés.
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
88
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

07. “Fazia ............................... elogios, embora as c) As alunas foram ao teatro juntas com o professor
saudações fossem agora ........................ enfáticas para de Educação Artística.
uns e talvez ............................... evasivas para outros”. d) Patrícia e Luís, esquecidos de si próprios, cuidavam
A opção que completa corretamente as lacunas da da filha.
frase acima é: e) Muito obrigados ficamos a você, por acompanhar-
nos ao local do vestibular.
a) bastante / menos / meio;
b) bastantes / menas / meia; 12. Preencha as lacunas das frases abaixo.
c) bastante /menos / meia;
d) bastantes / menas / meio; Vocês estão ............................. com a tesouraria.
e) bastantes / menos / meio. As janelas ................................... abertas deixavam
entrar a leve brisa.
08. Assinale a alternativa que preencha corretamente os Vai .......................... à presente a relação dos livros
espaços em branco: solicitados.
"Ainda ............................ furiosa, mas com As matas foram ................................. danificadas pelo
..................................... violência, proferia injúrias fogo.
..................................... para escandalizar os mais É ...................... a entrada de animais.
arrojados."
a) meia – menas – bastantes; A alternativa contendo a sequência verdadeira, de
b) meia – menos – bastantes; cima para baixo, é:
c) meio – menos – bastante; a) quite – meia – anexa – bastantes – proibida;
d) meio – menos – bastantes; b) quites – meia – anexa – bastantes – proibida;
e) meia – menas – bastantes. c) quite – meio – anexo – bastante – proibido;
d) quites – meio – anexa – bastante – proibida;
09. Assinale a alternativa em que há erro de concordância e) quites – meio – anexo – bastante – proibido.
nominal:
a) Com opinião e propostas claras desfez as dúvidas 13. Assinale a alternativa incorreta quanto à concordância.
que pairavam sobre a questão.
b) Tenho por mentirosos o réu e seu cúmplice. a) No calor, água é bom para refrescar.
c) Por que os namorados preferem andar só, b) Deficiências de verbas não é o suficiente para
detestando as companhias? desencorajar novas atividades técnicocientíficas.
d) Sua atitude, seu olhar, seu gesto suspeito chamou c) Sambistas os mais brilhantes possível participaram
a atenção da polícia. dos desfiles.
e) Não temos razões bastantes para impugnar sua d) Houve atitudes o mais belas possível.
candidatura. e) Houve atitudes as mais belas possíveis.

10. Assinale a alternativa em que a concordância nominal 14. Assinale a alternativa em que a frase está
está de acordo com a norma culta. gramaticalmente correta quanto à concordância
a) A moça mesmo me disse que andava meia nominal.
aborrecida com a vida. a) Eles estão só.
b) O Presidente visitou as novas instalações da b) Não gostei dos seus ternos azul-celestes.
escola. Sua Excelência estava bem disposto e bem- c) Pimenta não é bom, mas no momento é prato
humorado. propício.
c) A declaração de bens foi mandada anexo ao d) Vendeu duas meia entradas para o teatro.
processo, pode verificar. e) Só as meninas estão meias sonolentas.
d) Sabemos que é necessário a paciência da mãe para
suportar manha de criança. 15. Assinale a alternativa incorreta quanto à concordância
e) Consegui comprar o que queria: um carro zero e nominal:
um terreno próximos à praia. a) Foram previstas grandes safras para o próximo
ano.
b) O juiz deu por terminada a audiência e foi para a
11. Assinale a alternativa cuja redação não está de acordo outra sala.
com a norma culta. c) Todas as estatísticas que comprovam meus
a) Todos, parentes, amigos e vizinhos permaneceram argumentos estão anexas a esta monografia.
juntos. d) Não revele tais segredos. Ainda é necessário essa
b) Seguem inclusas as certidões solicitadas. discrição.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
89
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

e) Entretidos com seus brinquedos, Guido e suas 07. Pontuação


irmãs nem olharam para mim.

16. Assinale a alternativa em que o vocábulo destacado, RELEVÂNCIA DO ASSUNTO EM PROVAS: Alta. Em quase
segundo a norma gramatical, poderia igualmente todas as provas esse tema é abordado. No CESPE, na FCC e
aparecer flexionado em outro gênero. na ESAF a abordagem é bem reflexiva, ou seja, essas
a) "... permite que uns meninos boêmios e esquisitos organizadoras costumam usar o sistema de pontuação do
toquem música [...] nas suas missas." texto da própria prova, e questionam a justificativa para se
b) "... começa a [...] abrir novas portas e janelas." ter ou não uma vírgula, um ponto, uma travessão etc. Elas
c) "... e também pelas minhas leituras e opiniões." também propõem trocas de vírgulas, por travessões, por
d) "... nós apegávamos a tesouros e pompas exemplo; podem também querer que você note a mudança
terrenos." de sentido quando certas vírgulas são suprimidas; ou
e) "Esse é o caso de muitos escritores e pensadores podem propor reconstruções no próprio texto a fim de que
católicos..." você julgue se estão ou não respeitando a norma culta. Já
CESGRANRIO, UECE, IMPARH, FGV, CONESUL, dentre
17. Todas as alternativas estão corretas quanto à outras, são menos reflexivas: usam, com mais freqência,
concordância nominal, exceto em: frases soltas e fora de contexto, o que prejudica muito a
avaliação do candidato.
a) Todos os executivos da empresa optaram por
champanha francês. DICA: Aproveite esse assunto para relembrar ou
b) Homens e mulheres sindicalizados reivindicavam sedimentar conceitos extremamente complexos, como o de
segurança no trabalho. Aposto (tanto o explicativo como o enumerativo), Adjuntos
c) É proibido entrada de pessoas não identificadas Adverbiais, Orações subordinadas (tanto as adjetivas como
naquele recinto. as adverbiais), Oração intercalada etc. Caso você deseje dar
d) O garimpeiro comemorou a descoberta de uma conferida nesses conceitos antes, não é nada mal; pelo
quinhentas gramas de ouro. contrário, só quem ganha é você.
e) Durante o debate, a plenária permaneceu meio
silenciosa. DICA DE ESTUDO: Depois de passar por esse assunto,
procure (sempre que estiver lendo qualquer texto) justificar
GABARITO certos sinais de pontuação. Como a vírgula é o sinal mais
complexo e versátil (por isso é o mais cobrado em provas),
01 02 03 04 05 06 07 08 09 tente (sozinho mesmo) apresentar justificativas coerentes
D D E E E E E D C para aquela vírgula que está lá no artigo que você está
10 11 12 13 14 15 16 17 lendo enquanto espera sua vez na fila do banco. Dá para
B C D C C D D D realizar esse reflexivo exercício com os outros sinais de
pontuação. Se eu fosse você, seguia essa dica. Fazendo esse
exercício, você ainda ganhará muito na leitura, você
aprenderá a ler melhor, logo, terá mais facilidades com as
______________________________________________ questões de interpretação de texto. Veja como é proveitosa
essa aula!
________________________________________________
________________________________________________ POSSIBILIDADE DE CAIR NA PROVA: Considerável para
todos os níveis (mínimo de duas questões por prova).
________________________________________________
________________________________________________ STATUS: Em sala e com o professor.
________________________________________________
________________________________________________  APRESENTAÇÃO
________________________________________________
Em qualquer língua, existem certos recursos – como pausa,
________________________________________________ melodia, entonação e até mesmo, silêncio – que só estão
presentes na oralidade. Na forma escrita da linguagem, no
________________________________________________
intuito de substituir tais recursos, usamos os sinais de
________________________________________________ pontuação. Estes são também usados para destacar
palavras, expressões ou orações e esclarecer o sentido de
________________________________________________
frases, a fim de dissipar qualquer tipo de ambiguidade.
________________________________________________
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
90
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

TEORIA DA PONTUAÇÃO - O apartamento tem três quartos, sala de visitas, sala de


jantar, área de serviço e dois banheiros.
1. VÍRGULA: REGRA BÁSICA
S + V + C + Adj. Adv.
A pontuação abaixo também está correta:
Não se usa uma unidade de vírgula entre:
- O apartamento tem três quartos, sala de visitas, sala de
a) O sujeito e o verbo.
jantar, área de serviço, dois banheiros.
b) O verbo e o complemento.

A pontuação abaixo, contudo, está incorreta: não se usa “,


Exemplos errados: e” para concluir listas.
- A redução da emissão de partículas poluentes pelo - O apartamento tem três quartos, sala de visitas, sala de
escapamento dos carros, é uma das metas que devem jantar, área de serviço, e dois banheiros.
ser atingidas pelos órgãos responsáveis pela
organização do trânsito nas grandes cidades.
b) para isolar o vocativo:
- A antiga cidade do sul da Polinésia, recebeu bem os
turistas. - Cristina, venha aqui agora!
- Uns saem, lutam e vencem; já outros, ficam, - O que acontece, Ricardo, é que você não escuta
acomodam-se e fracassam. ninguém!
- O Brasil ainda não definiu, seus novos rumos. - Preciso de ajuda, Deus!

Exemplos problemáticos c) para isolar o aposto:


- Seus novos rumos, o Brasil ainda não definiu. (VÍRGULA - Alex Atala, um dos maiores chefs do mundo, é um
POLÊMICA!!!) brasileiro apaixonado por sua cultura.
- Seus novos rumos, o Brasil ainda não os definiu.
(VÍRGULA POLÊMICA!!!)
Variações quanto ao posicionamento do aposto
explicativo.
É, entretanto, possível (em determinados contextos) usar - É um brasileiro apaixonado por sua cultura Alex Atala,
uma unidade de vírgula entre: um dos maiores chefs do mundo.
c) O complemento e o adjunto adverbial, ainda que este - Um dos maiores chefs do mundo, Alex Atala é um
esteja em sua posição padrão. brasileiro apaixonado por sua cultura.
Exemplos possíveis:
- O resultado saiu à tarde. Variações quanto à pontuação.
- O resultado saiu, à tarde. (uso enfático) - Alex Atala ― um dos maiores chefs do mundo ― é um
brasileiro apaixonado por sua cultura.
- Eu vou estudar só sem você.
- Alex Atala (um dos maiores chefs do mundo) é um
- Eu vou estudar só, sem você. (uso para mudar o
brasileiro apaixonado por sua cultura.
sentido)
- É um brasileiro apaixonado por sua cultura Alex Atala ―
um dos maiores chefs do mundo.
VÍRGULA: REGRAS ESPECÍFICAS
- É um brasileiro apaixonado por sua cultura Alex Atala
Emprega-se a vírgula (uma breve pausa): (um dos maiores chefs do mundo).
a) para separar os elementos mencionados numa - É um brasileiro apaixonado por sua cultura Alex Atala:
relação: um dos maiores chefs do mundo.
- Aquela sala é grande, arejada, iluminada e bem
decorada.
d) para isolar palavras e expressões explicativas (a saber,
Obs.: os elementos de uma lista sempre pertencem à por exemplo, isto é, ou melhor, aliás, além disso etc.):
mesma classe gramatical e têm a mesma função sintática.
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
91
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

- Seus estudos eram muito empíricos, isto é, baseavam-se - O médico chegou cedo e começou logo o expediente.
em um critério de observação.
- Ele já enganou várias pessoas, logo não é digno de
- Pedro e Karina viajaram para a Europa, aliás, para a confiança.
África.
- Na manhã de hoje, houve um novo deslizamento de
terra, mas, segundo o coordenador da Defesa Civil de
Santos, a queda do bloco não modificou a questão da
e) para isolar o adjunto adverbial antecipado:
segurança do local.3
Lembrete: o que temos abaixo é uma mera especulação
- Não compareci ao trabalho ontem, pois estava doente.
com base nos gabaritos das bancas CESPE e FCC, pois
nenhum gramático ousa resolver tal imbróglio. (Obs.: Veja que a estrutura “,pois” poderia ser substituída
por dois-pontos).
REALIDADE A:
1 2
- Cheguei bem cedo ao estádio; não vi, entretanto, a
Adjuntos com até dois termos podem ser interpretados
apresentação do hino nacional.
pelo CESPE ou pela FCC como de pequena extensão. Assim
sendo, a banca vê as vírgulas ou a vírgula como (Obs.: Não se esqueça de que, nesse caso, as vírgulas que
facultativa(s). envolvem a conjunção “entretanto” são obrigatórias
porque a conjunção está posposta ao verbo VER. Sempre
REALIDADE B:
que a conjunção estiver posposta ao verbo, uso obrigatório
1 2 3 de duas vírgulas).
Adjuntos com até três termos podem ser interpretados
pelo CESPE ou pela FCC como de grande extensão. Assim
sendo, as bancas podem interpretar as vírgulas ou a CONJUNÇÕES X PONTUAÇÃO
vírgula como obrigatória(s). CONJUNÇÕES LEVES (VERSÃO I)
"No ano de 2007, eu estava à frente da 28ª DP, investigava ____________________ , e _____________________
a atuação da milícia naquele local e recebi, via disque- Ou _________________ , ou ___________________
denúncia, três informes sobre a possibilidade de um ____________________ , mas___________________
atentado que seria feito contra a minha pessoa", disse o
____________________, pois__________________
investigador. ____________________, porque________________
- À tarde, todos assistiram ao jogo do Brasil. ____________________, que___________________
CONJUNÇÕES LEVES (VERSÃO II)

f) para isolar os adjuntos adverbiais: ____________________; e _____________________


Ou _________________; ou ___________________
- A multidão foi, aos poucos, avançando para o palco
____________________; mas___________________
principal.
____________________; pois_______________
- Os candidatos serão atendidos, das sete às onze, pelo ____________________; porque________________
próprio gerente. ____________________; que___________________

g) para isolar, nas datas, o nome do lugar:


 Cuidado com a conjunção “e”:
- Fortaleza, 22 de maio de 2015.
- Paris, 13 de dezembro de 2015. a) O homem chegou e fez logo o seu serviço.

Para os gramáticos é proibida, pois os sujeitos das duas


h) para isolar as orações coordenadas2: orações são iguais. Contudo, o CESPE já interpretou como
facultativa.
2
Aqui existe uma pequena polêmica. Para alguns gramáticos, a vírgula
antes das conjunções coordenadas (principalmente a E) é obrigatória. b) O tempo muda tudo, e as pessoas buscam, às vezes, o
Entretanto, gramáticos renomados, como Evanildo Bechara e Celso Cunha seu melhor.
discordam dessa opinião. Para Bechara “A vírgula pode ser usada para
separar orações coordenadas aditivas ainda que sejam iniciadas pela 3
conjunção E, proferida com pausa” ( Moderna Gramática da Língua Para Bechara e Cunha é possível, antes de conjunções
adversativas, usar também o PONTO-E-VÍRGULA quando há a
Portuguesa, p.609). Para Cunha, a vírgula antes do E só aparecerá se os
sujeitos das duas orações forem diferentes. intenção de realçar o contraste entre as duas orações.
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
92
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

Para a maioria dos gramáticos é obrigatória, pois os CONJUNÇÕES PESADAS (VERSÃO III)
sujeitos das orações são diferentes. Contudo, o CESPE já
interpretou como facultativa. ____________________; porém________________
____________________; contudo_______________
c) O amor colocou tudo em desordem no coração do ____________________; todavia _______________
homem, e estava feliz. ____________________; entretanto_____________
____________________; no entanto_____________
Vírgula obrigatória, pois a conjunção “e” tem valor de ____________________; em contrapartida_______
“mas”. ____________________; todavia________________
____________________; portanto_______________
d) O Brasil venceu a Copa, e todos foram às ruas ____________________; logo__________________
comemorar. ____________________; assim_________________

Vírgula obrigatória, pois a conjunção “e” tem valor de


“portanto”. CONJUNÇÕES PESADAS (VERSÃO IV)

e) A conjunção “e” nunca fica entre vírgulas: ____________________. Porém,________________


____________________. Contudo,______________
- O time jogou bem, e, depois de muitas tentativas, fez o ____________________. Todavia, ______________
gol. ____________________. Entretanto,____________
____________________. No entanto,____________
Obs.: quem está entre vírgulas é o adjunto adverbial ____________________. Em contrapartida,______
“depois de muitas tentativas”. ____________________. Todavia,_______________
____________________. Portanto,______________
____________________. Logo,_________________
CONJUNÇÕES PESADAS (VERSÃO I) ____________________. Assim,________________
____________________, porém________________
____________________, contudo_______________
____________________, todavia _______________ i) para indicar a elipse de um elemento da oração:
____________________, entretanto_____________
Obs.: Elipse quer dizer apagamento.
____________________, no entanto_____________
____________________, em contrapartida_______ - Foi um grande escândalo. Às vezes gritava; outras,
____________________, todavia________________ estrebuchava como um animal.
____________________, portanto_______________
- O europeu costuma beber vinho em suas refeições; o
____________________, logo__________________
sul-americano, refrigerante.
____________________, assim_________________

j) após a saudação em correspondência (social e


CONJUNÇÕES PESADAS (VERSÃO II)
comercial):
(Essa versão somente será possível quando a conjunção - Atenciosamente,
estiver deslocada do verbo ou do sujeito).
- Respeitosamente,
____________________, porém,________________
____________________, contudo,_______________
k) para isolar as orações adjetivas explicativas:
____________________, todavia, _______________
____________________, entretanto,____________ A) Explicativas: com vírgula(s), mas sem subentendidos.
____________________, no entanto,____________
B) Restritivas: sem vírgula(s), mas com subentendidos.
____________________, em contrapartida,______
____________________, todavia,_______________
____________________, portanto,______________ i- Sofre na vida o homem que não reconhece seus erros.
____________________, logo,_________________
____________________, assim,________________ (Apenas os homens que não reconhecem seus erros
sofrem).
ii- Sofre na vida o homem, que não reconhece seus erros.
(Todos os homens sofrem na vida).

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
93
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

- Michel Temer, que é O Presidente do Brasil, não virá a - Destacam-se, na Conjuração Mineira, Joaquim José da
Fortaleza no fim do ano. Silva Xavier, alcunhado Tiradentes; o poeta Claudio
Manoel da Costa, autor do poema épico Vila Rica; o
- Os médicos, que nem sempre tratam bem os pacientes,
poeta Tomás Antônio Gonzaga, autor de Marília de
receberam um “não” do Conselho Regional de Medicina
Dirceu; o desembargador Inácio Alvarenga Peixoto; e o
quanto ao aumento de salário.
padre Luis Viera da Silva, em cuja biblioteca se reuniam
- Por ser fã de águas profundas e de grandes os conjurados.
deslocamentos, esse gigantesco bicho, que pode chegar
Veja que, sem os sinais de ponto e vírgula, a frase ficaria
a 2 toneladas, dá muito trabalho para ser estudado.
muito desorganizada.
- Fortaleza, onde há muitos concurseiros, é referência
- Destacam-se, na Conjuração Mineira, Joaquim José da
quando se fala em aprovação.
Silva Xavier, alcunhado Tiradentes, o poeta Claudio
- O homem, cujo destino fatal é morte, mistifica a vida Manoel da Costa, autor do poema épico Vila Rica, o
para suportá-la. poeta Tomás Antônio Gonzaga, autor de Marília de
Dirceu, o desembargador Inácio Alvarenga Peixoto e o
padre Luís Viera da Silva, em cuja biblioteca se reuniam
l) para isolar orações intercaladas: os conjurados.
- A maior invenção do mundo, exemplifica o escritor em - Vamos formar três equipes: João, Paulo e Carlos
entrevista ao jornal, é o papel higiênico. pertencem ao grupo azul; Maria, Jorge e Rute, ao
vermelho; e Otávio, Andréa e Lucas, ao branco.
- Não lhe posso, respondi secamente, garantir nada.

c) separar vários itens de uma enumeração:


2. PONTO
Art. 206. O ensino será ministrado com base nos
Emprega-se o ponto, basicamente, para indicar o término
seguintes princípios:
de um frase declarativa de um período simples ou
composto. I - igualdade de condições para o acesso e
permanência na escola;
Desejo-lhe uma feliz viagem.
II - liberdade de aprender, ensinar, pesquisar e
A casa, quase sempre fechada, parecia abandonada, no
divulgar o pensamento, a arte e o saber;
entanto tudo no seu interior era conservado com primor.
III - pluralismo de ideias e de concepções, e
O ponto é também usado em quase todas as abreviaturas,
coexistência de instituições públicas e privadas de ensino;
por exemplo: fev. = fevereiro, hab. = habitante, rod. =
IV - gratuidade do ensino em estabelecimentos
rodovia.
oficiais.
O ponto que é empregado para encerrar um texto escrito
(Constituição da República Federativa do Brasil)
recebe o nome de ponto final.

3. PONTO-E-VÍRGULA 4. DOIS-PONTOS
Utiliza-se o ponto-e-vírgula para assinalar uma pausa maior Os dois-pontos são empregados para:
do que a da vírgula, praticamente uma pausa intermediária
a) uma enumeração:
entre o ponto e a vírgula. Geralmente, emprega-se o ponto-
e-vírgula para: - Comprou dois presentes: um livro e uma camiseta
regata.
a) separar orações coordenadas cujo sentido anterior
deve ser enfatizado: Obs.: Veja que, se os dois-pontos fossem substituídos
por vírgula, os sentidos originais seriam alterados, mas
- Ele chegou adiantado, como de costume; por isso
a correção gramatical seria preservada.
presenciou a cena desde o começo.
- A maioria dos alunos passou de ano; porém não houve a
tradicional festa de formatura. b) uma citação:
- Visto que ela nada declarasse, o marido indagou:
b) num trecho longo, onde já existam vírgulas, para ― Afinal, o que houve?
enunciar pausa mais forte.
- Irritada, Dilma declarou: “Não há crise no Brasil”.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
94
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

c) um esclarecimento: NOTA
- Joana conseguira enfim realizar seu desejo maior: O ponto de exclamação é também usado com
seduzir Pedro. Não porque o amasse, mas para magoar interjeições e locuções interjetivas:
Lucila. Oh!
Observe que os dois-pontos são também usados na Valha-me Deus!
introdução de exemplos, notas ou observações.
- Parônimos são vocábulos diferentes na significação e
7. RETICÊNCIAS
parecidos na forma. Exemplos: ratificar/retificar,
censo/senso, descriminar/discriminar etc. As reticências são empregadas para:
- Nota: A preposição per, considerada arcaica, somente é a) assinalar interrupção do pensamento:
usada na frase de per si (= cada um por sua vez,
- Bem, eu retiro-me, que sou prudente. Levo a consciência
isoladamente).
de que fiz o meu dever. Mas o mundo saberá...
NOTA (Júlio Dinis)
A invocação em correspondência (social ou
b) indicar passos que são suprimidos de um texto:
comercial) pode ser seguida de dois-pontos ou de
vírgula: Assim, só aparece aos nossos olhos uma verdade que seria
riqueza, fecundidade, força doce e insidiosamente
Querida amiga:
universal. E ignoramos, em contrapartida, a vontade de
Prezados senhores, verdade, como prodigiosa maquinaria destinada a excluir
todos aqueles [...].
(FOUCAULT: A ordem dos discursos).
5. PONTO DE INTERROGAÇÃO
c) marcar aumento de emoção:
O ponto de interrogação é empregado para indicar uma
- As palavras únicas de Teresa, em resposta àquela carta,
pergunta direta, ainda que esta não exija resposta:
significativa da turvação do infeliz, foram estas: "Morrerei,
O criado pediu licença para entrar: Simão, morrerei. Perdoa tu ao meu destino... Perdi-te...
- O senhor não precisa de mim? Bem sabes que sorte eu queria dar-te... E morro, porque
não posso, nem poderei jamais resgatar-te.
- Não obrigado. A que horas janta-se?
(Camilo Castelo Branco)
- Às cinco, se o senhor não der outra ordem.
- Bem. 8. ASPAS
- O senhor sai a passeio depois do jantar? de carro ou a As aspas são empregadas:
cavalo?
a) antes e depois de citações textuais:
- Não.
- Roulet afirma que "o gramático deveria descrever a
(José de Alencar)
língua em uso em nossa época, pois é dela que os
alunos necessitam para a comunicação quotidiana".
6. PONTO DE EXCLAMAÇÃO
O ponto de exclamação é empregado para marcar o fim de b) para assinalar estrangeirismos, neologismos, gírias e
qualquer enunciado com entonação exclamativa, que expressões populares ou vulgares:
normalmente exprime admiração, surpresa, assombro,
indignação etc. - O "lobby" para que se mantenha a autorização de
importação de pneus usados no Brasil está cada vez
- Viva o meu príncipe! Sim, senhor... Eis aqui um mais descarado.
comedouro muito compreensível e muito repousante,
Jacinto! - Depois daquele encontro, ele saiu “queimado” da
- Então janta, homem! reunião.

(Eça de Queiroz) - Com a chegada da polícia, os três suspeitos "puxaram o


carro" rapidamente.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
95
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

c) para realçar uma palavra ou expressão: PONTUAÇÃO EM EXERCÍCIOS


- Ele reagiu impulsivamente e lhe deu um "não" sonoro.
01- (MANAUPREV FCC 2015) Atente para as frases abaixo
- Muitos pensam que “Democracia” é um fenômeno sobre a pontuação do texto.
global.
I. No segmento

9. TRAVESSÃO “Uma revista de vanguarda reúne algumas dessas


representações, desde uma tapeçaria persa do século
Emprega-se o travessão para:
IV, onde aparece a palmeira heráldica, até Chirico, o
a) indicar a mudança de interlocutor no diálogo: criador da árvore genealógica do sonho, e dá a tudo
isso o título: Decadência da Árvore”. (3º parágrafo), a
― Que gente é aquela, seu Alberto?
vírgula pode ser corretamente suprimida, uma vez que
― São japoneses. é seguida da conjunção aditiva "e".
― Japoneses? E... é gente como nós?
II. No segmento
― É. O Japão é um grande país. A única diferença é que
eles são amarelos. “Grave e solitário, o tronco vive num estado de
impermeabilidade ao som, a que os humanos só
― Mas, então não são índios?
atingem por alguns instantes e através da tragédia
(Ferreira de Castro) clássica. Não logramos comovê-lo, comunicar-lhe
nossa intemperança. Então, incapazes de trazê-lo à
nossa domesticidade, consideramo-lo um elemento da
b) colocar em relevo certas palavras ou expressões:
paisagem, e pintamo-lo”. (2º parágrafo), o ponto final
Um novo livro ─ muito bem comentado pela crítica ─ foi pode ser corretamente substituído por ponto e
lançado na livraria do centro. vírgula, feita a alteração entre maiúscula e minúscula.
Um grupo de turistas estrangeiros ― todos muito ruidosos
III. No segmento
― invadiu o saguão do hotel no qual estávamos
hospedados.
“Já em Picasso a árvore se torna raríssima, e a
aventura humana seduz mais o pintor do que o fundo
natural em que ela se desenvolve”. (3º parágrafo), o
10. PARÊNTESES
acréscimo de uma vírgula imediatamente após
Os parênteses são empregados para: "pintor" acarretaria a separação equivocada do verbo
e seu complemento.
a) destacar num texto qualquer explicação ou
comentário:
- Além dos bombeiros e da Defesa Civil, trabalham no Está correto o que se afirma APENAS em
resgate equipes do Instituto Geológico (IG) e Instituto (A) I e II.
de Pesquisas Tecnológicas (IPT), do governo de São (B) III.
Paulo, e a Polícia Civil do Guarujá (litoral de SP). (C) II.
(D) II e III.
(E) I.
b) isolar orações intercaladas com verbos declarativos,
em substituição à vírgula e aos travessões: 02- (TRE PIAUÍ CESPE 2016) A correção e a coerência do
texto Elegibilidade dos analfabetos:...seriam
- Afirma-se (não se prova) que é muito comum o
mantidas caso
recebimento de propina para que os carros apreendidos
sejam liberados sem o recolhimento das multas.
A) a vírgula que sucede o nome “voto” fosse substituída
por ponto, com a devida alteração de maiúscula e
minúscula.
“Durante o período colonial, os analfabetos tinham
direito ao voto, ainda que mitigado e suprimido, por
meio do processo chamado voto ‘cochichado’. Nesse
caso, as intenções de voto de um analfabeto eram
ouvidas por terceiros letrados”.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
96
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

B) se eliminasse a vírgula empregada logo após o prestação de contas dos partidos políticos e a tomada
vocábulo “Saraiva”. de contas especial, sendo esta última um
“Contudo, foi somente ao final do Império que esse procedimento administrativo de controle, de caráter
direito foi totalmente retirado dos brasileiros excepcional, instaurado contra os partidos políticos
analfabetos por meio do Decreto n.º 3.029/1881, a que, tendo recebido recursos oriundos do Fundo
chamada Lei Saraiva, que instituiu um censo literário Partidário, não apresentassem suas contas ou não
nos termos propostos por Rui Barbosa à época”. comprovassem a aplicação regular dos recursos após
trânsito em julgado da decisão que julgasse as contas
C) o ponto que sucede o nome “país” fosse substituído irregulares ou as considerasse não prestadas”.
por vírgula, com a devida alteração de maiúscula e
minúscula. B) “decisão”.
“Por sua vez, a elegibilidade, que constitui o direito de “...dos recursos após trânsito em julgado da decisão
ser votado, em nenhuma oportunidade foi reconhecida que julgasse as contas irregulares ou as considerasse
aos analfabetos na história breve de nosso país. Pelo não prestadas”.
contrário, pouco se discute e pouco se discutiu sobre
tal direito, e, reiteradamente, o tema vem sendo C) “recursos”.
esquecido no processo de consumação de uma “Haja vista as disposições contidas na 25 Res.-TSE n.º
cidadania plena, com acesso a todos os direitos de 21.841/2004, no processo de prestação de contas
participação política”. partidárias, apreciava-se a regularidade da captação e
dos gastos dos recursos sem a aferição de eventual
responsabilidade do ordenador de despesas incumbido
D) se inserisse uma vírgula logo após o vocábulo de controlar a gestão das finanças”.
“nacional”.
“A discussão sobre a participação dos analfabetos na D) “também”.
vida política nacional remonta aos tempos do Brasil “A obrigatoriedade de prestação de contas
colônia e se mantém durante a formação da sociedade anualmente é imposta aos partidos políticos e
brasileira e os processos de reconhecimento de direitos encontra-se disciplinada na Lei n.º 9.096/1995,
e de visibilidade social das diferentes parcelas sociais também conhecida como Lei dos Partidos Políticos,
anteriormente excluídas do processo democrático”. que trata das finanças e da contabilidade dos partidos
políticos”.
E) se inserisse uma vírgula logo após o vocábulo
“colônia”. E) “políticos”.
“A discussão sobre a participação dos analfabetos na “Antes da edição da Res.-TSE n.º 23.432/2014, a Res.-
vida política nacional remonta aos tempos do Brasil TSE n.º 21.841/2004 disciplinava os processos de
colônia e se mantém durante a formação da sociedade prestação de contas dos partidos políticos e a tomada
brasileira e os processos de reconhecimento de direitos de contas especial, sendo esta última um
e de visibilidade social das diferentes parcelas sociais procedimento administrativo de controle, de caráter
anteriormente excluídas do processo democrático”. excepcional, instaurado

03- (CETREDE 2015) Indique o período INCORRETO em 05- (MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CESPE 2015 NÍVEL
relação ao uso da vírgula. MÉDIO)
“ ‘O preconceito linguístico é um equívoco, e tão
(A) A vida, meus amigos, é um mergulho na bruma. nocivo quanto os outros. Segundo Marcos Bagno,
(B) Um touro, um búfalo e um cavalo, devem ter especialista no assunto, dizer que o brasileiro não sabe
feito esse estrago. português é um dos mitos que compõem o preconceito
(C) O homem velho, aborrecido, afastou-se devagar. mais presente na cultura brasileira: o linguístico’.
(D) No chão, vários objetos quebrados.
(E) A casa, onde morava, era linda. A redação acima poderia ter sido extraída do editorial
de uma revista, mas é parte do texto O oxente e o ok,
04- (TRE PERNAMBUCO CESPE 2016) A correção primeiro lugar na categoria opinião da 4.ª Olimpíada
gramatical e o sentido original do texto Aspectos de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro, realizada
polêmicos das novas regras... seriam mantidos caso pelo Ministério da Educação em parceria com a
fosse inserida vírgula imediatamente após Fundação Itaú Social e o Centro de Estudos e Pesquisas
em Educação, Cultura e Ação Comunitária (CENPEC)”.
A) “recebido”.
“Antes da edição da Res.-TSE n.º 23.432/2014, a Res.- ( ) Os trechos “especialista no assunto”, “o linguístico” e
TSE n.º 21.841/2004 disciplinava os processos de 16 “primeiro lugar na categoria opinião da 4.ª Olimpíada

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
97
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro” exercem a agredida quem “gosta de apanhar”, é a criança
mesma função sintática, a de aposto. espancada quem “provoca” os pais. Obviamente os
membros da família ficam apavorados diante da
06- (MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CESPE 2015 NÍVEL possibilidade da agressão e da exclusão e temem pela
SUPERIOR) própria vida quando dependem da família para
“A tendência é que, à medida que esse mercado se sobreviver emocional ou materialmente. Assim, todos
desenvolva no Brasil, aumentem as oportunidades nos são atingidos pela agressão a um deles dirigida”.
próximos anos. Em momentos de incerteza econômica,
buscar soluções para aumentar a produtividade é uma ( ) No primeiro parágrafo, as aspas foram empregadas em
escolha certeira para sobreviver e prosperar: nesse trechos que reproduzem discursos de outras pessoas,
sentido, as empresas brasileiras estão fazendo o dever e não da autora do texto.
de casa”.

( ) Preservam-se as relações sintáticas e a correção 10- (MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CESPE 2015 NÍVEL
gramatical entre as orações ao substituir o sinal de MÉDIO)
dois-pontos por ponto e vírgula ou vírgula. “Estação do ano mais aguardada pelos brasileiros, o
verão não é sinônimo apenas de praia, corpos à
07- (MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CESPE 2015 NÍVEL mostra e pele bronzeada”.
SUPERIOR)
“Se observarmos as nações desenvolvidas, ( ) Seria mantida a correção gramatical do período caso o
verificaremos que elas se destacam em termos de fragmento “Estação do ano mais aguardada pelos
produtividade total dos fatores, ou seja, são países brasileiros” fosse deslocado e inserido, entre vírgulas,
que tornaram as economias mais eficientes e após “verão”, feitos os devidos ajustes de maiúsculas
produtivas e contam não só com a eficácia das e minúsculas.
máquinas e dos equipamentos de seu parque
industrial, mas também com o acesso a insumos mais 11- (MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CESPE 2015 NÍVEL
sofisticados e adequados, com mão de obra bem MÉDIO)
educada e formada, infraestrutura adequada e custos “O calor extremo provocado por massas de ar quente
justos de transação”. ― fenômeno comum nessa época do ano, mas
acentuado na última década pelas mudanças
( ) Para a retomada de ideias na organização das orações climáticas ― traz desconfortos e riscos à saúde. Não
do texto, admite-se, após “fatores”, a substituição da se trata somente de desidratação e insolação. Um
vírgula por ponto e vírgula. estudo da Faculdade de Saúde Pública de Harvard
(EUA), o maior a respeito do tema feito até o
momento, mostrou que as temperaturas altas
aumentam hospitalizações por falência renal,
08- (TJ DF SERVIDOR CESPE 2015) infecções do trato urinário e até mesmo sepse, entre
“O ouro já é escasso. A energia elétrica caminha para outras enfermidades”.
isso. Enquanto cientistas e governos buscam novas
fontes de energia sustentáveis, faça sua parte aqui no ( ) O emprego da vírgula após “momento” explica-se por
TJDFT” isolar o adjunto adverbial, que está anteposto ao
verbo, ou seja, deslocado de sua posição padrão.
( ) A vírgula empregada logo depois de “sustentáveis” é
obrigatória, e sua supressão prejudicaria a correção 12- (SABESP FCC 2014 ANALISTA)
gramatical do texto. Com respeito à pontuação, considere as seguintes
afirmações.

09- (MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CESPE 2015 NÍVEL I- No segmento


MÉDIO) “A praça, aliás, era já uma herdeira pobre da ágora,
“Os juízes que se deparam com o tema dos conflitos da praça ateniense, que não foi lugar do footing ou da
familiares e da violência doméstica assistem a conversa mole, mas da decisão política. A ágora era
situações de violência extrema, marcadas pelo abuso praça no sentido forte, onde as questões cruciais da
das relações de afeto e parentesco, pela deslealdade coletividade eram debatidas e decididas”, pode-se
nas relações íntimas de afeto e confiança. A violência suprimir a vírgula colocada imediatamente após ágora
doméstica exclui e segrega os integrantes da família, sem prejuízo para o sentido e a correção.
pois as vítimas são muitas vezes consideradas
responsáveis pelas agressões que sofrem. É a mulher II. Na frase

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
98
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

“Já a rua é caminho de ida sem volta; fica-se na praça, da Itália e na Nouvelle Vague da França. Outras artes,
anda-se na rua. Vai-se, sai-se”, o ponto e vírgula após incluindo pintura, escultura, coreografia, música
“volta” pode ser substituído por dois-pontos, sem erudita e popular, absorveram fórmulas imigrantes,
prejuízo para o sentido e a correção. mesmo que seus mestres buscassem identificações
brasileiras”.
III. Na frase
“Continuam existindo elos fortes, os da intimidade, do ► O emprego de vírgulas logo após “pintura”, “escultura” e
amor, da grande amizade. Mas os elos que se abrem “coreografia” (3º período) tem justificativas gramaticais
para o social mudaram de natureza”, a vírgula diversas.
colocada imediatamente após fortes pode ser
substituída por um travessão, sem prejuízo para o 04- “A Semana de Arte Moderna em São Paulo, no ano de
sentido e a correção. 1922, foi motivada pelo Futurismo italiano. O Cinema
Novo, a partir de 1954, inspirou-se no Neorrealismo
Está correto o que se afirma APENAS em: da Itália e na Nouvelle Vague da França”.

(A) I e III. ► O emprego de vírgula logo após “Novo” justifica-se por


(B) III. isolar aposto explicativo.
(C) I e II. 05- “Um governo, ou uma sociedade, nos tempos
(D) II. modernos, está vinculado a um pressuposto que se
(E) II e III. apresenta como novo em face da Idade Antiga e
Média, a saber: a própria ideia de democracia”.
GABARITO
► Seriam preservadas as relações semânticas do texto, a
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 coerência da argumentação e a correção gramatical, caso
C E B C C C C C C C fossem retiradas a expressão “a saber” e a vírgula que a
11 12 precede.
E E
06- “No projeto Segurança Pública para o Brasil, da
EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO 01 (Padrão CESPE) Secretaria Nacional de Segurança Pública, aponta-se
como principal causa do aumento da criminalidade o
01- “Na Grécia antiga, a arrogância (Hybris) era o maior de tráfico de drogas e de armas. A articulação entre
todos os pecados, aquele que não tinha remissão. Os esses dois ilícitos potencializa e diversifica as
deuses não o perdoavam porque, para eles, escondia atividades criminosas. Homicídios dolosos, roubos,
o mais nefasto dos desejos: o de se igualar aos furtos, sequestros e latrocínios estão,
próprios deuses”. frequentemente, associados ao consumo e venda de
drogas e à utilização de armas ilegais”.

► Por introduzir uma explicação, o sinal de dois-pontos ( ► A supressão das vírgulas que isolam a expressão "da
após “desejos”) admite a substituição pelo sinal de vírgula Secretaria Nacional de Segurança Pública" alteraria o
seguido de uma oração subordinada iniciada por “que era”. sentido do texto, visto que estaria subentendida a
existência de, pelo menos, mais um projeto denominado
02- “O grande fenômeno da primeira década do século XXI Segurança Pública para o Brasil.
na economia mundial foi a ascensão da China como
protagonista de primeira grandeza na produção e nas 07- Hoje, escreve Calvino, a velocidade de Mercúrio
finanças, com consequências marcantes para o resto precisaria ser complementada pela persistência
do mundo. Para o Brasil, a influência mais direta deu- flexível de Vulcano, um “deus que não vagueia no
se por meio das exportações de commodities, que espaço, mas que se entoca no fundo das crateras,
cresceram a ponto de a China ter-se tornado, em fechado em sua forja, onde fabrica interminavelmente
2009, o maior mercado para as empresas brasileiras”. objetos de perfeito lavor em todos os detalhes — joias
e ornamentos para os deuses e deusas, armas,
► O emprego de vírgula logo após “commodities” (2º escudos, redes e armadilhas”.
período) justifica-se por isolar oração explicativa
subsequente. ► A colocação de vírgula antes e depois do vocábulo
"interminavelmente" não prejudicaria a correção
03- “A Semana de Arte Moderna em São Paulo, no ano de gramatical do texto.
1922, foi motivada pelo Futurismo italiano. O Cinema
Novo, a partir de 1954, inspirou-se no Neorrealismo
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
99
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

08- “Uma parte do eleitorado deixará voluntariamente de irrigação, indústria, geração de energia elétrica, lazer,
opinar sobre a constituição do poder político. O navegação etc. Muitas vezes, esses usos podem ser
desinteresse pela política e a descrença no voto são concorrentes, o que gera conflitos entre setores
registrados como mera “escolha”, sequer como usuários ou mesmo impactos ambientais. Nesse
desobediência civil ou protesto. A consagração da sentido, é necessário gerir e regular os recursos
alienação política como um direito legal interessa aos hídricos, acomodando as demandas econômicas,
conservadores, reduz o peso da soberania popular e sociais e ambientais por água em níveis sustentáveis,
desconstitui o sufrágio como universal”. para permitir a convivência dos usos atuais e futuros
da água sem conflitos. Por isso, a outorga é
► Ao se trocar o ponto-final logo após "político" por fundamental, pois, ordenando e regularizando o uso da
vírgula e, logo após, inserir-se a conjunção embora, seria água, é possível assegurar ao usuário o efetivo acesso a
formado um período coerente. ela, bem como realizar o controle quantitativo e
qualitativo dos usos desse precioso recurso.
09- “A ocultação, pela indústria do asbesto (amianto), dos
(José Machado http://www.ana.gov.br/SalaImprensa/ artigos/
perigos representados por seus produtos set.2008.pdf)
provavelmente custou tantas vidas quanto as
destruídas por todos os assassinatos ocorridos nos
Estados Unidos da América durante uma década a) As vírgulas presentes após os “dois pontos” (no
inteira; e outros produtos perigosos, como o cigarro, primeiro período do texto) justificam-se porque
também provocam, a cada ano, mais mortes do que isolam elementos de mesma função gramatical,
essas”. componentes de uma enumeração.
b) O emprego do sinal de dois-pontos (no primeiro
► Não haveria prejuízo para o sentido original do texto período) justifica-se por anteceder oração
nem para a correção gramatical caso a expressão "a cada subordinada adjetiva restritiva.
ano" fosse deslocada, com as vírgulas que a isolam, para c) A vírgula apos “Muitas vezes”(antes de “etc”)
imediatamente depois de "e". justifica-se para isolar conjunção temporal.
d) O emprego de vírgula apos “hídricos”(no terceiro
10- “No lugar de alta carga tributária e estrutura de período) justifica-se para isolar oração
impostos inadequada, o país deve priorizar subordinada adverbial comparativa.
investimentos que expandam a produção e e) O emprego de vírgula após “fundamental” (último
contribuam simultaneamente para o aumento de período do texto) justifica-se por isolar oração
produtividade, como é o caso dos gastos com subordinada adverbial.
educação. É dessa forma que são criadas boas
oportunidades de trabalho, geradoras de renda, de
maneira sustentável”.
02. Em relação ao texto, assinale a opção incorreta a
► A ausência de vírgula logo após o termo "investimentos" respeito dos sinais de pontuação.
permite concluir que, segundo o autor do texto, é
necessário que, no Brasil, sejam priorizados investimentos O governo, de janeiro a maio deste ano, arrecadou R$
voltados para a expansão da produção e para o aumento da 937 milhões adicionais por meio do Programa de
produtividade. Integração Social – PIS. Em dezembro do ano passado,
a alíquota da contribuição subiu de 0,65% para 1,65%.
O aumento foi concedido para compensar possíveis
GABARITO perdas de arrecadação com o fim da cumulatividade –
incidência da contribuição em todas as etapas da
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 fabricação do mesmo produto –, que foi aprovado no
C C E E C C C E C C final do ano passado.

(Sílvia Mugnatto, Folha de S.Paulo, 01/09/2003)


EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO 02
a) As duas primeiras vírgulas do texto se justificam
01. Em relação à pontuação do texto, assinale a opção por isolar um complemento circunstancial
correta. intercalado entre o sujeito e o predicado do
período.
b) Eliminando-se o travessão (presente no primeiro
A água pode ter diversas finalidades, como:
abastecimento humano, dessedentarão animal, período), “PIS” poderia estar entre parênteses,
sem prejuízo gramatical para o período.
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
100
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

c) Se a expressão “Em dezembro do ano passado” do Trabalho, catalisou a formação do novo ramo
(início do segundo período) estivesse no final do da Ciência Jurídica.
período (com minúscula) não haveria exigência de d) O liberalismo clássico discursou sobre a liberdade,
isolá-la antecedendo-a com uma vírgula. mas, em verdade, usou-a para continuar a
d) Os travessões das linhas (presentes no último espoliação da massa anônima de trabalhadores.
período) poderiam ser substituídos por parênteses e) Nascia portanto, o direito laboral de uma realidade
e o período se manteria gramaticalmente correto. fática incontestável: a necessidade de proteção à
e) A vírgula, após o último travessão do texto, dignidade da pessoa do trabalhador.
justifica-se para isolar a subsequente oração de
caráter relativo. (Weliton Sousa de Carvalho)

03. Assinale a opção em que o emprego dos sinais de 01 02 03 04


pontuação está correto. A E C E

a) Motoristas e montadoras de automóveis, não


terão que desembolsar mais recursos com a EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO 03
mudança para o biodiesel, pois esse combustível
não exige nenhuma alteração nos motores dos 01. Assinale a sequência correta dos sinais de pontuação
veículos. que devem ser usados nas lacunas da frase abaixo.
b) A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Não cabendo qualquer sinal, O indicará essa
Automotores (Anfavea), assegurou a garantia dos inexistência:
motores dos veículos que utilizarem o biodiesel
misturado ao diesel na proporção de 2%, como foi ‘Aos poucos .... a necessidade de mão-de-obra foi
autorizado. aumentando .... tornando-se necessária a abertura
c) Além disso, o combustível renovável poderá ser dos portos .... para uma outra população de
usado, em substituição ao óleo diesel em usinas trabalhadores ..... os imigrantes’.
termelétricas, na geração de energia elétrica em
comunidades de difícil acesso, como é o caso de a) O - ponto e vírgula - vírgula - vírgula
diversas localidades na região Norte. b) O - O - dois pontos - vírgula
d) Para autorizar o uso do biodiesel no mercado c) vírgula, vírgula - O - dois pontos
nacional, o governo, editou um conjunto de atos d) vírgula - ponto e vírgula - O - dois pontos
legais que tratam dos percentuais de mistura do e) vírgula - dois pontos - vírgula - vírgula
biodiesel ao diesel, da forma de utilização e do
regime tributário.
e) Tal regime, considera a diferenciação das alíquotas 02. (IBGE) Assinale a sequência correta dos sinais de
com base na região de plantio, nas oleaginosas e pontuação que devem preencher as lacunas da frase
na categoria de produção (agronegócio e abaixo. Não havendo sinal, O indicará essa
agricultura familiar). O governo cria também o inexistência.
Selo Combustível Social e isenta a cobrança do
Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). “Na época da colonização ..... os negros e os indígenas
escravizados pelos brancos ..... reagiram .....
(Adaptado de Em Questão, n. 261 - Brasília, 08 de dezembro de 2004) indiscutivelmente ..... de forma diferente”.

04. Nos textos apresentados, marque o período em que a) O - O - vírgula - vírgula


ocorre erro de pontuação. b) O - dois pontos - O - vírgula
c) O - dois pontos - vírgula - vírgula
a) O Direito do Trabalho tem sua origem ligada, d) vírgula - vírgula - O - O
visceralmente, à historiografia da crise econômica. e) vírgula - O - vírgula - vírgula
b) Nos seus períodos pré-histórico e protohistórico,
que significaram, na lapidar expressão do 03. Assinale a alternativa cuja frase está corretamente
professor José Martins Catharino, a gestação mais pontuada:
longínqua e a transição para uma sistematização a) O sol que é uma estrela, é o centro do nosso
científica do fenômeno laboral, a influência da sistema planetário.
economia é visível, como substrato do Direito do b) Ele, modestamente se retirou.
Trabalho. c) Você pretende cursar Medicina; ela, Odontologia.
c) A denominada “Questão Social”, iniciada no século d) Confessou-lhe tudo; ciúme, ódio, inveja.
XVIII, fase proto-histórica por excelência do Direito

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
101
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

e) Estas cidades se constituem, na maior parte de e) Precisando, de mim, procure-me ou, melhor
imigrantes alemães. telefone que eu venho.

04. No período a seguir: “Os textos são bons e entre 08. Os períodos abaixo apresentam diferenças de
outras coisas demonstram que há criatividade”. pontuação. Assinale a letra que corresponde ao
Cabem no máximo: período de pontuação correta:

a) 3 vírgulas a) José dos Santos paulista, 23 anos vive no Rio.


b) 4 vírgulas b) José dos Santos paulista 23 anos, vive no Rio.
c) 2 vírgulas c) José dos Santos, paulista 23 anos, vive no Rio.
d) 1 vírgula d) José dos Santos, paulista 23 anos vive, no Rio.
e) 5 vírgulas e) José dos Santos, paulista, 23 anos, vive no Rio.

05. Assinale o texto de pontuação correta: Gabarito

a) Não sei se disse, que, isto se passava, em casa de 01 02 03 04 05 06 07 08


uma comadre, minha avó. C E C A C C D E
b) Eu tinha, o juízo fraco, e em vão tentava emendar-
me: provocava risos, muxoxos, palavrões.
c) A estes, porém, o mais que pode acontecer é que EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO 04
se riam deles os outros, sem que este riso os (Padrão Fundação Carlos Chagas)
impeça de conservar as suas roupas e o seu
calçado. 01. Está inteiramente correta a pontuação do seguinte
d) Na civilização e na fraqueza ia para onde me período:
impeliam muito dócil muito leve, como os pedaços
da carta de ABC, triturados soltos no ar. a) Paralisada pelo veneno da vespa nada pode fazer,
e) Conduziram-me à rua da Conceição, mas só mais a lagarta, a não ser assistir viva à sua devoração,
tarde notei, que me achava lá, numa sala pequena. pelas larvas, que saem dos ovos ali chocados.
b) Nada pode fazer, a lagarta paralisada, pelo veneno
Instruções para as questões de números 06 e 07: da vespa, senão assistir viva, à sua devoração
Os períodos abaixo apresentam diferenças de pelas larvas que saem dos ovos, e passam a se
pontuação, assinale a letra que corresponde ao alimentar, das entranhas da vítima.
período de pontuação correta: c) A pobre lagarta, paralisada pelo veneno da vespa
assiste sem nada poder fazer, à sua devoração
pelas larvas, tão logo saiam estas dos ovos, que, a
06. compulsória hospedeira, ajudou a chocar.
a) Pouco depois, quando chegaram, outras pessoas a d) Compulsória hospedeira, paralisada pelo veneno
reunião ficou mais animada. da vespa, a pobre lagarta assiste à devoração de
b) Pouco depois quando chegaram outras pessoas a suas próprias entranhas pelas larvas, sem poder
reunião ficou mais animada. esboçar qualquer tipo de reação.
c) Pouco depois, quando chegaram outras pessoas, a e) Sem qualquer poder de reação, já que paralisada
reunião ficou mais animada. pelo veneno da vespa a lagarta,
d) Pouco depois quando chegaram outras pessoas a compulsoriamente, chocará os ovos, e depois se
reunião, ficou mais animada. verá sendo devorada, pelas larvas que abrigou em
e) Pouco depois quando chegaram outras pessoas a suas entranhas.
reunião ficou, mais animada.
02. Está inteiramente correta a pontuação da seguinte
07. frase:
a) Precisando de mim procure-me; ou melhor
telefone que eu venho. a) Ficou claro no texto, que o autor não só abona as
b) Precisando de mim procure-me, ou, melhor opiniões dos dois escritores citados, mas também,
telefone que eu venho. parece entusiasmar-se com elas.
c) Precisando, de mim, procure-me ou melhor, b) A ligação feita entre Amilcar Herrera e Alberto
telefone, que eu venho. Caeiro, parece justificada pelo fato de que, para
d) Precisando de mim, procure-me; ou melhor, ambos o tema da memória reveste-se, de
telefone, que eu venho. fundamental importância.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
102
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

c) Caso viéssemos a nos esquecer, do nosso próprio 05. É preciso corrigir a pontuação da seguinte frase:
nome, será que de fato também nos
esqueceríamos, dos traços essenciais de nossa a) Comparações entre épocas, embora possam ser
identidade? úteis, nem sempre são animadoras.
d) Se, a princípio o autor do texto não entendeu as b) Não parece haver, de fato, muita vantagem no uso
palavras do amigo Herrera, nem por isso, deixou de rádios nas viaturas, se comparado com o antigo
de compreendê-las e de aceitá-las depois. sistema de apitos.
e) Supondo, por hipótese, que o nome próprio diga c) Embora mais ostensivas, que as de antigamente,
tanto do indivíduo, será que esquecê-lo as rondas noturnas de hoje, não têm a mesma
redundaria, de fato, em tanta liberdade de ação? eficiência.
d) Se mudasse a música dos apitos, algumas pessoas
03. A pontuação está inteiramente correta em: ficavam intranqüilas, mas voltavam a dormir,
retomados os trilados regulares.
a) Nicolau Maquiavel analisando os problemas dos e) Eram poucos, e quase sempre sem gravidade, os
principados italianos, escreveu em plena incidentes que quebravam a paz das antigas
Renascença, um tratado sobre os fundamentos das madrugadas.
ações políticas.
b) Em plena Renascença, Maquiavel, analisando os Gabarito
problemas dos principados italianos, escreveu O 01 02 03 04 05
Príncipe, um verdadeiro tratado de política. D E B B C
c) Quando escreveu O Príncipe Maquiavel
preocupou-se com os problemas, dos principados
italianos, resultando uma obra, considerada
basilar, para quem se interesse por política. EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO 05 (CESPE)
d) Tendo escrito O Príncipe, em plena Renascença
Maquiavel nos legou sem dúvida, um tratado “Na lista dos aspectos positivos do projeto de Brasília, é
sobre política cujo valor continua sendo preciso destacar a libertação do país do enorme poder de
reconhecido em nosso tempo. atração do litoral. Com a nova cidade, o Brasil afinal se
e) Poucos imaginariam que, aquele tratado sobre voltou para seu interior, e a fronteira agrícola pôde se
política datado da Renascença, teria um valor tal mover em direção ao Centro-Oeste e ao Norte”.
que se manteria vivo, por tantos séculos, e, O Globo, 21/4/2010 (com adaptações).
continuaria atual em plena modernidade.
01- A vírgula após “interior” justifica-se porque isola um
aposto oracional.

“Na lista dos aspectos positivos do projeto de Brasília, é


04. Está inteiramente correta a pontuação do seguinte preciso destacar a libertação do país do enorme poder de
período: atração do litoral. Com a nova cidade, o Brasil afinal se
voltou para seu interior, e a fronteira agrícola pôde se
a) Toda vez que é pronunciada, a palavra progresso, mover em direção ao Centro-Oeste e ao Norte”.
parece abrir a porta para um mundo, mágico de O Globo, 21/4/2010 (com adaptações).
prosperidade garantida.
b) Por mínimas que pareçam, há providências 02- O emprego de vírgula logo após “Brasília” justifica-se
inadiáveis, ações aparentemente irrisórias, cuja porque isola adjunto adverbial anteposto à oração
execução cotidiana é, no entanto, principal.
importantíssima.
c) O prestígio da palavra progresso, deve-se em “A História não é feita apenas de brados retumbantes, de
grande parte ao modo irrefletido, com que usamos grandes decisões. Ela também é tecida pelo fio do acaso.
e abusamos, dessa palavrinha mágica. Existiria Brasília se o candidato a presidente Juscelino
d) Ainda que traga muitos benefícios, a construção Kubitschek não fizesse um comício, em 4 de abril de 1955,
de enormes represas, costuma trazer também em Jataí, Goiás?”.
O Globo, 21/4/2010 (com adaptações).
uma série de consequências ambientais que, nem
sempre, foram avaliadas.
03- A vírgula depois de “retumbante” justifica-se por isolar
e) Não há dúvida, de que o autor do texto aderiu a
adjunto adverbial subsequente.
teses ambientalistas segundo as quais, o conceito
de progresso está sujeito a uma permanente
avaliação.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
103
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

“A História não é feita apenas de brados retumbantes, de bem simpático. Ela parece um anjo. Loirinha, cabelo
grandes decisões. Ela também é tecida pelo fio do acaso. castanho claro, encaracolado, nariz e boca perfeitos, ar
Existiria Brasília se o candidato a presidente Juscelino inteligente e sadio, uma dessas crianças que a gente vê em
Kubitschek não fizesse um comício, em 4 de abril de 1955, anúncios. Pelo jeito, deve ter uns três ou quatro anos, não
em Jataí, Goiás?”. mais que isso. Ela está vestida em um desses macaquinhos
O Globo, 21/4/2010 (com adaptações). de flanela, com florezinhas azuis e vermelhas e uma malha
creme por baixo”.
04- A expressão “em 4 de abril de 1955” está entre vírgulas
por ser um dos elementos de uma enumeração. 10- A inclusão de vírgula logo após o pronome “Ela” (em
destaque no texto) não causaria prejuízo para a
correção gramatical do texto.
“Ali, depois dos discursos, JK se colocou à disposição para
ouvir perguntas de eleitores. Foi quando Antônio Soares “Ela está vestida em um desses macaquinhos de flanela,
Neto, o Toniquinho, quis saber se o candidato cumpriria o com florezinhas azuis e vermelhas e uma malha creme por
dispositivo da Constituição (de 1946) que previa a mudança baixo. Calçando um tênis transadíssimo nas discretas cores
da capital para o Planalto Central”. amarelo, vermelho e azul, o que nos mostra que a mocinha
O Globo, 21/4/2010 (com adaptações).
não é apenas novinha, mas moderninha também. O
velhinho tem um tipo bem italiano. O boné cinza é típico
05- O termo “o Toniquinho” está isolado por vírgulas por desses senhores que a gente vê passeando pelo Bixiga nos
se tratar de vocativo. domingos à tarde”.

11- A substituição do ponto-final após o vocábulo


“Muito embora cada um de nós seja movido pelo próprio “italiano” por dois-pontos manteria a correção
existir, dependemos também de relações com pessoas que, gramatical e o sentido original do período.
ao longo da vida, tornam-se coautoras dos nossos feitos.
Até mesmo nas ações mais íntimas, que implicam rever
valores pessoais, estabelecer novas relações e fechar ciclos, “O boné cinza é típico desses senhores que a gente vê
existe uma parceria autoral”. passeando pelo Bixiga nos domingos à tarde. Estatura
mediana, cabelos e bigodes branquinhos, rosto e mãos
06- O emprego das vírgulas imediatamente após “íntimas” enrugadas que traem uma idade bem avançada. Paletó
e logo após “pessoais” é obrigatório, visto que elas marrom e calça cinza, ambos de lã, malha creme, abotoada
demarcam o início e o fim de uma oração com valor até o último botão, como faz todo senhor que se preze”.
explicativo.
12- Na linha 8, se, em vez de vírgula, fosse usado ponto-e-
vírgula entre os vocábulos “lã” e “malha”, o trecho
“Único bioma de ocorrência exclusiva no Brasil, que já permaneceria gramaticalmente correto.
ocupou 10% do território nacional, a caatinga experimenta
um processo acelerado de desmatamento — que pode
significar a desertificação do semiárido nordestino”. “Ela, por sua vez, não se deve importar com que seu
ouvinte durma. Afinal, ela só quer colo e aquela mão terna,
07- O trecho “que já ocupou 10% do território nacional” enrugada e querida em volta da sua cintura pequenina.
está entre vírgulas porque tem natureza restritiva. Mesmo desatento, ele está dando a ela seu tempo e seu
carinho sonolento. O balanço de jardim pode ser gostoso
08- Prejudica-se a correção gramatical ao se substituir o de sentar. Mas como você pode ver não é o local mais
travessão por vírgula. confortável para se dormir. Principalmente em um dia frio
como esse, em um descampado de uma varanda. Mas o
fato é que ele não sente a dureza do balanço porque
“Quase dois terços da área sob risco de desertificação no dorme, e ela, igualmente, não sente a dureza da madeira e
Brasil estão na caatinga, que já teve, a exemplo do cerrado, a frieza do tempo por vários motivos”.
aproximadamente metade de sua extensão, que é de
826.000 km², destruída”.
13- O emprego de vírgula logo após o trecho “Mas como
09- O segmento “que é de 826.000 km²” está entre você pode ver” é facultativo.
vírgulas porque é um aposto. “O foco no desenvolvimento é relativamente recente:
menos de dois séculos. A renda per capita estagnou por
milênios até começar a crescer quase continuamente no
“Como você pode ver, uma garotinha está deitada princípio do século XIX, particularmente na Inglaterra”.
displicentemente no colo de um senhor bem velhinho e
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
104
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

14- O sinal de dois-pontos introduz uma expressão que 19- Após a palavra “associadas”, a vírgula é obrigatória.
explica a expressão “relativamente recente”. “A nova lei não recebeu mais questionamentos
quando foi apresentada em setembro de 2008.
“Sabe-se que o desenvolvimento pressupõe a acumulação Algumas poucas vozes se levantaram à época,
de capital físico e humano, e ganhos permanentes de temendo que mais encargos às empresas inibissem a
produtividade. Esta depende da acumulação de oferta de vagas”.
conhecimento, que resulta da educação. A inovação é
crucial. Mais recentemente, percebeu-se que as instituições 20- Na oração “A nova lei não recebeu mais
políticas e econômicas são essenciais para explicar o questionamentos quando foi apresentada em
mistério do desenvolvimento”. setembro de 2008”, é facultativo o emprego de vírgula
logo após a palavra “questionamentos”.
15- Seria mantida a correção gramatical do texto caso a
vírgula logo após “humano” fosse retirada, o que, “Ninguém questiona a força dos desastres naturais. Mas o
entretanto, tornaria menos claras as relações Brasil tem capacidade técnica e experiência suficientes
sintáticas estabelecidas pela conjunção “e” , em sua para, no mínimo, reduzir o impacto de chuvas como essa.
segunda ocorrência. Em Blumenau, há uma estação telemétrica que monitora a
vazão do rio Itajaí e tem condições de emitir sinais de alerta
“Atualmente, a noção de Segurança Cidadã constitui para inundações. Há também um programa de
referência central na luta pela exclusão definitiva do monitoramento do clima — que previu até a gravidade do
modelo repressivo e pela construção de um novo furacão Catarina, em 2004. O dilúvio ninguém previu, mas
paradigma”. já chovia no estado quase a primavera toda, e estudos
sobre as áreas de risco de enchentes e deslizamentos
16- A colocação de vírgula logo após o termo “constitui” apontavam o que podia acontecer se chovesse demais”.
manteria a correção gramatical e o sentido do texto.
21- A vírgula imediatamente antes de “e estudos sobre as
“Era uma vez uma rotina em que criança bem-criada e áreas de risco” não precisa ser necessariamente
educada era aquela que tinha horário para tudo e não empregada, já que se trata de um processo de
misturava as coisas: brincar era brincar, estudar era coordenação, mas se justifica pelo fato de criar ênfase
estudar. Pobres dos pais que ainda alimentam alguma sobre o fato de os estudos poderem prever os
ilusão de ritmo sequencial”. acontecimentos futuros.

17- O sinal de dois-pontos depois de “coisas” tem a “Os problemas relacionados com o aumento das taxas de
função de introduzir uma explicação, ou justificativa, criminalidade, o aumento da sensação de insegurança,
para a ideia expressa nas orações anteriores. Essa sobretudo nos grandes centros urbanos, as dificuldades
função deixaria de ser marcada pela pontuação caso relacionadas à reforma das instituições da administração da
esse sinal fosse substituído pelo ponto — com o justiça criminal, a violência policial, a ineficiência preventiva
correspondente ajuste na letra inicial de “brincar” —, de nossas instituições, a superpopulação nos presídios, as
mas a coerência e a correção gramatical do texto rebeliões, as fugas, a degradação das condições de
seriam preservadas. internação de jovens em conflito com a lei, a corrupção, o
aumento dos custos operacionais do sistema, a ineficiência
“Ao chegar ao local de realização das provas, o candidato da investigação criminal e das perícias policiais e a
Roberto, tetraplégico, que se locomove em cadeira de morosidade judicial, entre tantos outros, representam
rodas, verificando que a sala em que faria as provas estava desafios para o sucesso do processo de consolidação
localizada no primeiro andar do prédio, com acesso política da democracia no Brasil”.
somente por escadas, solicitou ajuda a dois seguranças que
se encontravam no portão de entrada, que o carregaram 22- O emprego de vírgula logo após “policial”,
pela escada e o conduziram até a respectiva sala”. “instituições” e “rebeliões” deve-se a regras
gramaticais diferentes.
18- O emprego de vírgula após “Ao chegar ao local de
realização das provas” justifica-se por isolar oração de “Um prognóstico possível: no século XXI, as guerras
sentido adverbial antecipada em relação à principal. provavelmente não serão tão mortíferas quanto o foram no
século XX. Mas a violência armada, gerando sofrimentos e
perdas desproporcionais, persistirá, onipresente e
“Mantido por contribuições das empresas associadas, o endêmica — ocasionalmente epidêmica —, em grande
CIEE lançou o Guia Prático para Entender a Nova Lei do parte do mundo. A perspectiva de um século de paz é
Estágio, com respostas a mais de 30 perguntas acerca das remota”.
mudanças e normas mais importantes”.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
105
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

23- No trecho “Mas a violência armada, gerando 08. Significação das palavras.
sofrimentos e perdas desproporcionais, persistirá,
onipresente e endêmica — ocasionalmente epidêmica
—, em grande parte do mundo”, estariam mantidos o RELEVÂNCIA DO ASSUNTO EM PROVAS: Considerável.
sentido e a correção gramatical do texto caso fosse
suprimida a vírgula que precede a expressão “em DICA: É comum que as organizadoras peçam ao
grande parte do mundo”. candidato para descobrir o significado de determinada
palavra do texto. Às vezes, você não tem a mínima ideia do
“A desigualdade e a sustentabilidade estão diretamente que signifique tal palavra. É aí que entra o contexto. Você
ligadas aos desequilíbrios na inclusão das pessoas nos tem que saber realizar inferências, ou seja, deduzir, pelas
processos produtivos. A mão de obra, a nossa imensa pistas textuais, o que determinada palavra quer dizer.
capacidade ociosa de produção, mais parece um problema
do que uma oportunidade”. DICA DE ESTUDO: Tenha sempre um bom dicionário ao
seu lado. Sugiro também que procure ─ quando estiver
24- A expressão “a nossa imensa capacidade ociosa de lendo um texto, e que encontrar uma palavra que você não
produção” deve ser, necessariamente, demarcada por conheça ─ inferir seu significado; depois, confira no
vírgulas porque sua função é a de explicar como deve dicionário. É um simples exercício, mas que funciona
ser compreendida, no desenvolvimento da bastante.
argumentação, “A mão de obra”.
POSSIBILIDADE DE CAIR NA PROVA: Média. No mínimo
“Viviane, candidata com deficiência física (membros uma (para todos os níveis).
superiores amputados), cuja solicitação de atendimento
especial do PAS – 3.ª Etapa foi deferida pelo CESPE/UnB, STATUS: Em casa, leitura individual e resolução de
indicou os seguintes recursos especiais para a realização exercícios.
das provas: mesa/prancheta adaptada para escrever com
os pés,
caneta preta especial e calculadora com teclas grandes”.  PALAVRAS HOMÔNIMAS E PARÔNIMAS

25- O segmento “candidata com deficiência física Homônimas: são aquelas que possuem grafia ou pronúncia
(membros superiores amputados)” está entre vírgulas igual.
porque constitui aposto explicativo.
Exemplos: seção (divisão), cessão (ato de ceder), sessão
(reunião, assembleia).
GABARITO
Parônimas: são aquelas que possuem grafia e pronúncia
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 parecidas.
E C E E E E E E E E
11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 Exemplos: comprimento (extensão), cumprimento
E C E C C E C C C C (saudação).
21 22 23 24 25
C E E C C ALGUMAS PALAVRAS HOMÔNIMAS E PARÔNIMAS MAIS
USADAS:
Absolver: inocentar, perdoar
Absorver: sorver, consumir, esgotar.
______________________________________________ Acender: pôr fogo, alumiar
________________________________________________ Acidente: acontecimento casual
Incidente: episódio, aventura
________________________________________________
Apreçar: perguntar preço, dar preço
________________________________________________
Apressar: antecipar, abreviar
________________________________________________ Aprender: tomar conhecimento
________________________________________________ Apreender: apropriar-se, assimilar mentalmente
________________________________________________ Ascender: subir
Acento: tom de voz, sinal gráfico
________________________________________________
Assento: lugar de sentar-se
________________________________________________
Acerca de: sobre, a respeito de
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
106
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

Cerca de: aproximadamente Descrição: ato de descrever, expor


Há cerca de: faz aproximadamente Discrição: reservada, qualidade de discreto
Acostumar: contrair hábito Descriminar: inocentar
Costumar: ter por hábito Discriminar: distinguir
Afim de: semelhante a, parente de Despensa: onde se guardam alimentos
A fim de: para, com a finalidade de Dispensa: ato de dispensar
Amoral: indiferente à moral Desapercebido: desprevenido
Imoral: contra a moral, libertino, devasso Despercebido: que não percebeu
Apreçar: ajustar o preço Destratado: maltratado com palavras
Apressar: tornar rápido Distratado: desfazer o acordo, o trato
Aprender: instruir-se Discente: referente a alunos
Apreender: assimilar Destinto: que se destingiu
Arrear: pôr arreios Distinto:diverso, diferente
Arriar: abaixar, descer Docente: referente a professores
Assoar: limpar o nariz Eminente: ilustre, excelente
Assuar: vaiar, apupar Iminente: que ameaça acontecer
Bucho: estômago Emergir: vir à tona
Buxo: arbusto Imergir: mergulhar
Caçar: apanhar animais ou aves Emigrar: sair da pátria
Cassar: anular Imigrar: entrar num país estranho para nele morar
Calda: xarope Enfestar: exagerar, roubar no jogo, entendiar
Cauda: rabo Infestar: causar danos
Cavaleiro: aquele que sabe andar a cavalo Esperto: ativo, inteligente, vivo
Cavalheiro: homem educado Experto: perito, entendido
Cédula: documento, chapa eleitoral Espiar: observar, espionar
Sédula: ativa, cuidadosa (feminino de sédulo) Expiar: sofrer castigo
Cela: pequeno quarto de dormir Estático: firme, imóvel
Sela: arreio Extático: admirado, pasmado
Censo: recenseamento Estrato: tipo de nuvem
Senso: raciocínio, juízo claro Extrato: resumo, essência
Cerração: nevoeiro denso Flagrante: evidente
Serração: ato de serrar, cortar Fragrante: perfumado
Cesto: balaio Fluir: correr
Sexto: numeral ordinal (seis) Fruir: gozar, desfrutar
Chá: bebida Fusível: aquele que funde
Xá: título do ex-imperador do Irã Fuzil: arma
Conserto: reparo História: narrativa de fatos reais ou fictícios
Concerto: sessão musical, acordo Estória (origem inglesa): narrativas de fatos fictícios
Coser: costurar Incerto: impreciso
Cozer: cozinhar Inserto: introduzido, inserido
Cheque: ordem de pagamento Incipiente: principiante
Xeque: lance de jogo no xadrez Insipiente: ignorante
Delatar: denunciar Inflação: desvalorização do dinheiro
Dilatar: alargar, ampliar Infração: violação, transgressão
Desapercebido: desprevenido Infligir: aplicar pena
Despercebido: sem ser notado Infringir: violar, desrespeitar

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
107
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

Intercessão: ato de interceder, de intervir EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO I


Interseção/intersecção: ato de cortar
1) Assinale o item em que se trocou o emprego
Laço: nó
adequado de uma das palavras homófonas.
Lasso: frouxo, gasto, bambo, cansado, fatigado
Lista: relação, rol a) Ele trabalha na oitava seção (sessão, seção,
Listra: risca, traço cessão) da primeira zona eleitoral.
b) Na repartição todos o taxam (taxam, tacham) de
Mal: antônimo de bem
relapso.
Mau: antônimo de bom c) Sua entrevista está inserta (inserta, incerta) nos
Mandado: ordem judicial maiores jornais do país.
Mandato: procuração d) Desculpemos sua inexperiência, afinal todo
jovem incipiente (incipiente, insipiente) merece
Ótico: relativo ao ouvido
nossa compreensão.
Óptico: relativo à visão
Paço: palácio 2) Assinale o erro na classificação à direita das palavras
Passo: passada à esquerda.
Peão: aquele que anda a pé
a) Ratificar / retificar - Parônimos.
Pião: brinquedo b) Lima (fruta) / lima (objeto) - Homônimos.
Procedente: proveniente, oriundo c) Seção /sessão / cessão - Homófonas.
Precedente: antecedente d) Infligir / infrigir - Homógrafos.
Prescrito: estabelecido
3) Assinale o item em que se trocou o termo adequado
Proscrito: desterrado, emigrado de acordo com o sentido da 1a frase à esquerda.
Recrear: divertir, alegrar
Recriar: criar novamente a) O valente herói não receia o perigo (intemerato)
Ruço: grisalho, debotado b) Não deviam transgredir a lei (infrigir)
c) Por isso corrigi o texto (retifiquei)
Russo: da Rússia d) Deixou a pátria (emigrou)
Sexta: numeral
Cesta: utensílio de transporte 4) Assinale o item em que se teria trocado o emprego
Sesta: descanso depois do almoço dos parônimos de acordo com o sentido da frase.

Sortir: abastecer a) A medida não sortiu efeito.


Surtir: produzir efeito b) Respondeu com acerto à pergunta.
Tacha: pequeno prego c) Tal fato não me passou desapercebido.
Taxa: tributo d) O fim do ano está iminente.
Tachar: censurar, pôr defeito 5) Assinale o erro em alguns dos itens abaixo em
Taxar: estipular relação à grafia das homófonas.
Tráfego: movimento, trânsito
Tráfico: comércio lícito ou não a) Pagou a taixa de serviço ontem.
b) Tacharam-no de corrupto.
Vadear: passar ou atravessar a pé ou a cavalo c) Pregue a tacha com este martelo.
Vadiar: vagabundear d) Os dicionários registram tacho (subst.) como
Vale: acidente geográfico vaso de metal.
Vale: recibo
6) Assinale o item em que ocorre erro no emprego das
Vale: do verbo valer
homófonas “há”, “a”.
Viagem: substantivo: a viagem
Viajem: forma verbal: que eles viajem a) Já estou em Brasília a 25 anos.
Vultoso: volumoso b) Daqui a dois meses ele voltará.
c) Já iniciamos a sessão há quinze minutos.
Vultuoso: atacado de congestão na face
d) Ele devia ter avisado há mais tempo.
Xácara: narrativa popular em verso
Chácara: pequena propriedade campestre

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
108
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

7) Assinale o item em que ocorre erro no emprego das 6. Todos os .................................... haviam sido ocupados.
homófonas “há cerca de”, “a cerca de”, “acerca”. (acentos - assentos)
7. Devemos uma ...................... quantia ao banco.
a) Não falarei acerca desse assunto.
(vultosa - vultuosa)
b) Falaram de um assunto a cerca do qual nada
sabia. 8. A próxima .............................. começará atrasada.
c) Cerca de dez mil pessoas assistiram ao comício. (seção - sessão)
d) Há cerca de dez anos me aposentei.
9. ..................................-.se, mas havia hostilidade entre
eles. (cumprimentaram - comprimentaram)
8) Assinale o erro na classificação semântica das
palavras abaixo. 10. Na........................das avenidas, houve uma colisão.
(intersecção - intercessão)
a) Deferir/diferir - parônimas.
11. O.....................................no final do dia estava
b) Expiar/espiar - homófonas.
insuportável. (tráfego - tráfico)
c) O acordo/eu acordo - homônimas.
d) Concordância/discordância - antônimas. 12. O marido entrou vagarosamente e passou.........
.............................(despercebido - desapercebido)
9) Assinale o item em que há erro no emprego de
13. Não costume .......................................as leis. (infligir -
parônimas de acordo com o sentido.
infringir)
a) O médico proscreveu rigorosa dieta. 14. Após o bombardeio, o navio atingido............
b) O sinônimo de confirmar é ratificar. .................. (emergiu- imergiu)
c) A empresa é nova, por isso os serviços estão
15. Vários....................................japoneses chegaram a São
incipientes.
Paulo nas primeiras décadas do século. (emigrantes -
d) É um político notável digno de nosso preito.
imigrantes)
10) Em "ilidir a sentença" o significado da expressão em 16. Não há.......................................de raças naquele país.
aspas é: (discriminação - descriminação)
17. Após anos de luta, consegui a ...........................
a) aceitar.
(dispensa - despensa)
b) refutar.
c) confirmar 18. A chegada do....................................... Diplomata
d) ocultar. era........................ ( eminente - iminente).
19. O corpo..................................... Era formado por
GABARITO doutores. (docente- discente)

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 20. Houve alguns ................................. no Congresso.


B D A A A A B C A B (acidentes - incidentes)
21. Fomos ................................... pelos anfitriões.
(destratados - distratados)
EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO II
22. A..................................... Dos direitos da emissora foi
Preencha as lacunas com um dos termos entre parênteses: uma das tarefas do governo. (seção - cessão)
23. Ali, na ................................... de eletrodomésticos, há
1. Em tempos de crise, é necessário.......................a uma grande liquidação. (seção - cessão)
despensa de alimentos. (sortir - surtir)
24. É um senhor......................................(distinto - destinto)
2. Os direitos de cidadania do rapaz foram.......
.................. pelo governo. (caçados - cassados) 25. Dei o .......................................mate ao gerente, por
causa do................ Sem fundos. (cheque - xeque)
3. O.......................... dos senadores é de oito anos.
(mandado- mandato) 26. A nuvem de gafanhotos ..................................a
plantação. (infestou - enfestou)
4. A Marechal Rondon estava coberta pela
...............................(cerração - serração) 27. Quando Joana toca piano é mais um.............que
um.................. (conserto - concerto)
5. César não teve..........................de justiça. (censo -
senso) 28. Todos eles.............................o prazer da bela melodia.
(fruem - fluem)

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
109
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

29. Estava muito .................. para ................. quanto 09. Sintaxe da Oração e do Período
custava aquele aparelho. (apreçar - apressar)
30. Nas festas de São João é comum ............balões e vê-
los.............. (ascender - acender) RELEVÂNCIA DO ASSUNTO EM PROVAS: Alta. Mas há
duas abordagens bem definidas: a das organizadoras que
31. As pessoas foram recolhidas a suas..........(celas - selas) exigem que o candidato saiba a classificação integral de
32. Segui a...............................médica, mas não obtive todas as orações (tanto as coordenadas quanto as
resultados. (proscrição - prescrição) subordinadas), e a das organizadoras que cobram o tema
ligado ao texto, desprezando a “fria” classificação da
33. Alguns modelos.................................serão vendidos.
oração. Por exemplo: a FCC pede, com muita frequência,
(recreados - recriados)
que candidato reconheça que sentido determinada
34. A bandeira de São Paulo tem...................pretas. (listas - passagem do texto expressa, e, dentre as opções, sugere se
listras) é de tempo, concessão, finalidade, causa ou consequência.
Veja que, em vez de perguntar se a oração é subordinada
35. Para passar, precisava ..............................mais das
adverbial causal (até porque, às vezes, nem se trata de uma
lições. ( apreender -aprender)
oração, mas sim de um fragmento do texto), a FCC apela
36. O réu..............................suas culpas. (expiará - espiará) para os sentidos tanto da expressão, como do contexto ali
presentes. As organizadoras que, normalmente, seguem a
37. Encontrei uma carteira com .........................de cem
primeira abordagem são as seguintes: ACEP, CESGRANRIO,
dólares. (cédulas - sédulas)
IMPARH, FGV, CONESUL, FUNRIO, dentre outras menos
38. Iremos à..............para lermos deliciosa....... conhecidas nacionalmente. E usam, costumeiramente, a
................medieval. (xácara - chácara) segunda abordagem as seguintes: FCC, CESPE e ESAF (não
descarto que organizadoras menos conhecidas
39. Na hora da................................., os mexicanos
nacionalmente usem, também, essa última abordagem,
dormem. (cesta-sesta)
como, por exemplo, a UECE ou a CCV).
40. Percebe-se que ele ainda é meio...................., pois não
tem prática de comércio. (incipiente - insipiente) DICA: Dentre as orações, há aquelas que mais se
destacam em provas de concurso. São elas: as coordenadas
(ênfase nas aditivas, adversativas e conclusivas), as
subordinadas adjetivas (ênfase no sistema de pontuação e
RESPOSTAS
nos pronomes relativos) e subordinadas adverbiais (ênfase
nas iniciadas com a letra “C”: causal, consecutiva,
1- sortir 2-cassado
concessiva e condicional). É por isso que muitas questões
3- mandato 4- cerração
pedem para que você identifique, por exemplo, relações de
5- senso 6- assento
causa e consequência.
7- vultosa 8- sessão
9- cumprimentaram. 10- intersecção
DICA DE ESTUDO: Procure resolver exercícios de toda
11- tráfego 12- despercebido
natureza, tanto os tradicionais (aqueles bem técnicos, que
13- infringir 14- imergiu.
lembram as questões do colégio), como os mais
15- imigrantes 16- discriminação
contemporâneos (mais ligados ao texto e ao contexto).
17- dispensa 18- eminente / iminente
19- decente 20- incidentes
POSSIBILIDADE DE CAIR NA PROVA: Considerável para
21- destratados. 22- cessão
todos os níveis (de uma a duas questões por prova).
23- seção. 24- distinto
25- xeque / cheque 26- infestou
STATUS: Parte em sala e com o professor; outra, em casa
27- conserto / concerto 28- fruem
e com leitura individual.
29- apressado / apreçar 30- acender / ascender
31- celas 32- prescrição
33- recriados 34- listras
Orações coordenadas
35- apreender 36- espiará
37- cédulas 38- chácara / xácara
Princípios:
39- sesta 40- incipiente
a) São estruturas independentes.
b) Podem ser ligadas, ou não, por conjunção.
c) São, portanto, sindéticas ou assindéticas.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
110
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

Demonstrando os princípios: - Não falta um dia, não deixa de anotar nada, não esquece
a) A criança comeu todo o lanche. A criança estava um trabalho nem se nega a ajudar os colegas.
faminta. (orações independentes)
b) A criança comeu todo o lanche, pois estava - Hoje, não cozinho nem lavo a louça.
faminta.
(período composto sindético) - O marido não só trabalha dez horas por dia, mas também
c) A criança comeu todo o lanche: estava faminta. ajuda nas tarefas domésticas.
(período composto assindético)

Períodos sindéticos versus períodos assindéticos Principais conjunções aditivas: e; nem (= e não); (não só)...
mas também; (não somente)...mas ainda; (não
Obs.: as conjunções funcionam como um GPS de sentidos:
apenas)...senão também; (não somente)...como também;
elas orientam como o leitor deve interpretar a frase. Daí sua
(não só)...bem como.
importância.
2. Adversativas
SINDÉTICOS: quando vêm introduzidos por conjunção.
- A prefeitura negou a fraude e mostrou provas a seu favor. Expressam a valor de oposição, contraste, restrição
- Joana deu à luz um lindo bebê, portanto estava muito ou mudança de assunto:
feliz.
- Comemoramos muito o título, pois a conquista foi - Ele pensou em, pelo menos, um dia de sol; PORÉM
espetacular. aquela semana foi de muita chuva. (oposição)

ASSINDÉTICOS: quando não vêm introduzidos por


conjunção.
Pontuações possíveis para um mesmo período:
Obs.: nesse caso, como o leitor não tem o “GPS”, ele fica, - Ele pensou em, pelo menos, um dia de sol; aquela
por um momento, sem orientação, sem entender direito o semana, PORÉM, foi de muita chuva. (construção culta)
texto. A frase não costuma ser agradável ao leitor, por isso
desperta a suspeita de que esteja gramaticalmente errada. - Ele pensou em, pelo menos, um dia de sol; aquela
Contudo, não está. semana foi, PORÉM, de muita chuva. (construção culta)

- A prefeitura negou a fraude, mostrou provas a seu favor. - Ele pensou em, pelo menos, um dia de sol; aquela
- Joana deu à luz um lindo bebê; estava muito feliz. semana foi de muita chuva, PORÉM. (construção
- Comemoramos muito o título: a conquista foi espetacular. cultíssima)

Obs.: costuma-se usar uma (01) vírgula nas assindéticas


aditivas e alternativas, ponto e vírgula nas conclusivas e - A seleção brasileira jogou muito mal, ENTRETANTO
dois pontos nas explicativas. Isso, contudo, não é uma venceu o jogo. (contraste)
regra, é um costume seguido por muitos bons redatores. A
vírgula e o ponto e vírgula podem isolar todas as - A vida é frágil e complexa, MAS é a única que temos.
coordenadas assindéticas. Por outro lado, é quase um (restrição)
consenso que só as explicativas podem ser isoladas por dois
pontos. - Seu jantar estava maravilhoso, TODAVIA não precisava ter
duas sobremesas. (restrição)
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES COORDENADAS
SINDÉTICAS  Corrupção é o tema do dia, MAS vamos falar de futebol.
(a conjunção “mas” indica mudança de assunto).

1. Aditivas Principais conjunções adversativas: mas, porém, todavia,


contudo, no entanto, entretanto, em contrapartida, não
► Expressam uma adição, uma sequência de informações: obstante, senão (= mas sim), ainda assim.

- Todos deixaram a sala de aula mais cedo e foram ao


intervalo. CUIDADO!!!!

- Dez brasileiros foram barrados no aeroporto alemão, e Quando a conjunção MAS não pode substituir suas
três, no francês. correspondentes

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
111
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

- As iniciativas do novo governo não receberam críticas da - Ele foi à praia, pois estava muito estressado.
imprensa escrita ou mesmo televisiva; a oposição,
entretanto, disse que os jornalistas estão “pegando leve” - Vista-se logo, que seu pai já está chegando.
com Temer. (USO CORRETO).
- A jovem chegou muito tarde ao trabalho, porquanto seu
- As iniciativas do novo governo não receberam críticas da carro quebrara no caminho.
imprensa escrita ou mesmo televisiva; a oposição, mas,
disse que os jornalistas estão “pegando leve” com Temer. - Ela mudou a cor do cabelo, porque vivia uma nova fase de
(USO INCORRETO). sua vida.

3. Alternativas Principais conjunções explicativas: porque, porquanto,


Expressam alternância de ideias ou revezamento que, pois (anteposto ao verbo).
de ações:

- Venha logo ou perderá a sua vaga. PORQUE, QUE, POIS, PORQUANTO 100% EXPLICATIVOS

- Ora bebiam, ora comiam. a) Terão o seu primeiro verbo no modo imperativo.
Ou
- Quer em casa, quer no trabalho ele sempre arranja b) Não se notará relação de causa e efeito entre as
confusão. orações.

- Talvez chegue cedo, talvez demore muito.

Quando o “GPS” está “desatualizado”


Principais conjunções alternativas: ou ... ou, ora ... ora, já
... já, quer ... quer, seja...seja..., talvez...talvez. Quando as conjunções são utilizadas de forma errada, as
relações de sentido “entram em colapso”, e o texto não faz
sentido. Veja:
4. Conclusivas
Expressam ideia de conclusão, consequência (ou
seja, dizem aquilo que não pode ser evitado): - Todos deixaram a sala de aula mais cedo, mas foram ao
intervalo.
- O novo contratado saiu-se muito bem no primeiro mês;
merece, pois, toda a confiança da empresa. - A seleção brasileira jogou muito mal, logo venceu o jogo.

- Os cães passaram três dias sem comer, portanto estavam - Venha logo, porém perderá a sua vaga.
famintos.
- O novo contratado saiu-se muito bem no primeiro mês,
- Os preços dos carros caíram muito nos últimos anos, logo porque merece toda a confiança da empresa.
é normal o aumento dos engarrafamentos nas grandes
cidades. - Ela mudou a cor do cabelo, portanto vivia uma nova fase
de sua vida.
- Os preços dos carros caíram muito nos últimos anos; é,
logo, normal o aumento dos engarrafamentos nas grandes
cidades.
PARTICULARIDADES

Principais conjunções conclusivas: logo, portanto, por ► Com relação às orações coordenadas ainda se deve levar
conseguinte, pois (posposto ao verbo), por isso, então, em em conta que:
vista disso, assim.
1) As orações coordenadas sindéticas aditivas podem estar
correlacionadas através das expressões: (não só)... mas
5. Explicativas também, (não somente)... mas ainda, (não só)... como
Indicam uma justificativa ou uma explicação ao também. Exemplo:
fato expresso na primeira oração:
- Não só se dedica aos esportes, como também à música.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
112
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

5- Um alerta quanto à pontuação.


- Não só fez o gol do título, mas também se sagrou
artilheiro do campeonato.

2) A conjunção Que pode ter valor:


6- Embora certas conjunções possam pertencer ao
mesmo grupo, nem sempre serão equivalentes.
a) Aditivo:

- Ela varre QUE varre a sala, e não se cansa. (Varre e Varre.) EXERCÍCIO 01

- Esse menino fala QUE fala!!! Não para um instante! (Fala e Texto I
fala.)
“Em um dado momento ou em outro, passa pela cabeça da
b) Adversativo: maioria das pessoas a ambição de largar tudo e ir viver uma
vida tranquila em outro lugar. Mudar de vida pode ser uma
- Todos receberão os salários hoje, que não você. excelente solução para a tensão, dependendo
evidentemente da vida que se leva. Qualquer decisão nesse
- Os funcionários da tesouraria, que não os diretores, estão sentido, porém, deve levar em conta um fato da natureza:
dispensados despois das três da tarde. ninguém pode evitar completamente situações
estressantes. O estresse não é doença, e, sim, uma reação
instintiva ao perigo real ou imaginário ou a uma situação de
3) A conjunção E pode assumir valor adversativo ou desafio. “Uma cascata bioquímica que prepara o corpo para
conclusivo, também: lutar ou fugir”, na definição do manual de técnicas para
aliviar o estresse, elaborado pela Escola de Medicina de
- Um homem estranho me perseguiu até a entrada do Harvard, um centro de excelência nos Estados Unidos da
trabalho, e não senti medo. América”.

- As passagens aéreas estão, no momento, muito abaixo do ►Use “C” para correto e “E” para errado
preço; e os aeroportos, abarrotados de gente, como nunca
se viu. 01- Preservam-se a coerência textual e a correção
gramatical ao substituir “porém” (depois de “nesse
1- As conjunções coordenativas são responsáveis sentido”) por “mas”.
por orientar o leitor no movimento de
02- A conjunção “ou” (início do texto) estabelece relação
interpretação e de direcionamento das ideias do de alternância. Acrescenta-se que seria possível
texto. Vejamos o texto a seguir que foi reescrito substituí-la pela conjunção “seja”. Tal mudança
de cinco formas diferentes. Note o poder que a mantém a ideia de alternatividade e a correção do
conjunção destacada assume na composição. período.

03- Por cumprir papel copulativo, a conjunção “e” (depois


2- Esses períodos compostos permitem que de “largar tudo”) permite substituição por “mas”.
ocorra secção, o que gera orações assindéticas e
reescritura de frase. 04- O valor adversativo da conjunção “e” (antes de “não é
doença”) permite sua substituição por “mas”, sem
que a argumentação do texto seja prejudicada.

3- As conjunções, de modo geral, não são fixas. 05- Por desempenhar papel explicativo, “que” (depois de
Logo, há possibilidades reais de “mutação “se leva”) poderia ser substituído por “, pois”, sem
semântica”*. que os sentidos nem a correção gramatical fossem
comprometidos.

06- “Ou” em “prepara o corpo para lutar ou fugir”


4- A posição das conjunções também é estabelece coordenação entre termos nominais, o que
responsável pelas “mutações semânticas”. descarta a hipótese de se ter qualquer tipo de oração.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
113
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

GABARITO EXERCÍCIO 03

01 02 03 04 05 06
E E E C E E 01- MPU Analista (2010) “Inovar é recriar de modo a
agregar valor e incrementar a eficiência, a
produtividade e a competitividade nos processos
EXERCÍCIO 02 gerenciais e nos produtos e serviços das organizações.
Ou seja, é o fermento do crescimento econômico e
A questão mais importante para entender a reforma
tributária é saber por que a estamos propondo. Não é um social de um país. Para isso, é preciso criatividade,
projeto que sai do nada, mas que herda muito das capacidade de inventar e coragem para sair dos
discussões realizadas sobre o tema desde o início da década esquemas tradicionais. Inovador é o indivíduo que
passada no Brasil. Naturalmente este tem algumas procura respostas originais e pertinentes em situações
diferenças em relação aos projetos anteriores. A principal é com as quais ele se defronta. É preciso uma atitude de
que prevê um prazo longo de transição, um modelo abertura para as coisas novas, pois a novidade é
importante para viabilizar política e tecnicamente sua
catastrófica para os mais céticos. Pode-se dizer que o
implantação.
caminho da inovação é um percurso de difícil travessia
Bernard Appy. Mudanças favorecem o crescimento. In: para a maioria das instituições. Inovar significa
Cadernos de Problemas Brasileiros, n.º 391, jan./fev./2009 transformar os pontos frágeis de um empreendimento
(com adaptações). em uma realidade duradoura e lucrativa”.
( ) O período sintático iniciado por “Inovar
Considerando as relações sintático-semânticas do texto, significa” estabelece, com o período anterior,
use C para certo e E para errado.
relação semântica que admite ser explicitada
01- A conjunção “mas” (segundo período) poderia ser
substituída por “em contrapartida”, sem que os pela expressão Por conseguinte, escrevendo-
sentidos e as estruturas sintáticas do período não se: Por conseguinte, inovar significa (...).
fossem comprometidas.
02- MPU Analista (2010) “Nós, seres humanos, somos
02- O pronome “este” (3º período) refere-se a “projeto” seres sociais: vivemos nosso cotidiano em contínua
(2º período).
imbricação com o ser de outros. Isso, em geral,
03- A oração “que sai do nada” poderia ser inaugurada admitimos sem reservas. Ao mesmo tempo, seres
por uma vírgula sem que os sentidos e classificação humanos, somos indivíduos: vivemos nosso ser
sintática sejam comprometidos. cotidiano como um contínuo devir de experiências
individuais intransferíveis”.
04- Depois de “naturalmente” (3º período) uma vírgula ( ) O sinal de dois-pontos (depois de “somos
poderia existir, sem que nenhum prejuízo fosse indivíduos”) tem a função de introduzir uma
causado ao texto.
explicação para as orações anteriores; por isso,
05- Levando em conta que os sentidos originais serão em seu lugar, poderia ser escrito “porque”,
alterados, uma maneira de conectar o penúltimo sem prejuízo para a correção gramatical do
período ao último seria assim: no lugar de “A principal texto ou para sua coerência.
é” usar “, uma vez”. 03- PREVIC Superior (2011) “Nas últimas décadas, os
06- A inserção de uma conjunção coordenativa “e” no fundos de pensão assumiram papel de fundamental
lugar da vírgula presente no último período não importância nas principais economias do mundo.
alteraria as relações de sentido do texto.
Governos empenhados em reformar seus sistemas de
07- O trecho “um modelo importante para viabilizar previdência têm incentivado a expansão dos regimes
política e tecnicamente sua implantação” (último privados, seja como um complemento para o regime
período) funciona como aposto enumerativo da público, seja como uma alternativa para substituí-lo.
expressão “um prazo longo de transição”. Em nenhuma outra parte do mundo, esta última
alternativa foi tão vigorosa como na América Latina.
Os fundos de pensão estão crescendo rapidamente e
01 02 03 04 05 06 07
se colocam no centro do debate sobre o
E C E C C E E

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
114
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

desenvolvimento econômico e social dos países da substituição de “mas” por “e” mantém a
região”. coerência e a correção do texto.
( ) Se a conjunção “e” fosse substituída pela
conjunção “mas”, antecedida de vírgula, seria 07- MPU Analista (2013) “No Panamá, por exemplo, o
mantida a correção gramatical do período, mas número é de 15,3 promotores para cada cem mil
a relação entre as ideias expressas seria habitantes; na Guatemala, de 6,9; no Paraguai, de 5,9;
alterada. na Bolívia, de 4,5. Em situação semelhante ou ainda
mais crítica do que o Brasil, estão, por exemplo, o
04- SERPRO Analista (2012) “Era uma vez uma rotina em Peru, com 3,0; a Argentina, com 2,9; e, por fim, o
que criança bem-criada e educada era aquela que Equador, com a mais baixa relação: 2,4. É correto dizer
tinha horário para tudo e não misturava as coisas: que há nações proporcionalmente com menos
brincar era brincar, estudar era estudar. Pobres dos promotores que o Brasil. No entanto, as atribuições
pais que ainda alimentam alguma ilusão de ritmo do Ministério Público brasileiro são muito mais
sequencial”. extensas do que as dos Ministérios Públicos desses
( ) O sinal de dois-pontos depois de “coisas” tem a países”.
função de introduzir uma explicação, ou ( ) Seriam mantidas a coerência e a correção
justificativa, para a ideia expressa nas orações gramatical do texto se, feitos os devidos ajustes
anteriores. Essa função deixaria de ser marcada nas iniciais maiúsculas e minúsculas, o período
pela pontuação caso esse sinal fosse “É correto (...) o Brasil” fosse iniciado com um
substituído pelo ponto — com o vocábulo de valor conclusivo, como logo, por
correspondente ajuste na letra inicial de conseguinte, assim ou porquanto, seguido de
“brincar” —, mas a coerência e a correção vírgula.
gramatical do texto seriam preservadas.
01 02 03 04 05 06 07
05- SERPRO Analista (2012) “Pobres dos pais que ainda
alimentam alguma ilusão de ritmo sequencial.
Cercadas de aparelhos eletrônicos que dominam
ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS
desde cedo, as crianças da era dos estímulos
constantes e simultâneos são capazes de executar A origem dessas orações
três, quatro, cinco atividades ao mesmo tempo — e
prestar pelo menos alguma atenção a todas elas. São Essas orações recebem esse nome porque exercem função
crianças multitarefa e encaram isso com total própria dos substantivos. Os substantivos desempenham,
naturalidade”. majoritariamente, as funções sintáticas. Daí essas orações
( ) A organização dos argumentos mostra que o representam as seguintes funções: objeto direto, objeto
indireto, sujeito, predicativo, complemento nominal e
conectivo “e” em “e encaram” tem o valor de
aposto.
mas e por essa conjunção poderia ser
substituído, sem prejuízo da coerência ou da São introduzidas por conectivos específicos:
correção do texto.
- que, se, quem, quanto e como.
06- PREFEITURA DE BOA VISTA Analista (2010) “Assim, o
Obs.: dos cinco conectivos, somente “que” e “se” podem
drama da desigualdade não constitui apenas um
ser chamados de conjunção integrante.
problema de distribuição mais justa da renda e da
riqueza: envolve a inclusão produtiva digna da maioria Dicas importantes:
da população desempregada, subempregada, ou
encurralada nos diversos tipos de atividades a) Somente uma dessas seis orações será antecipada
informais. Um PIB que cresce mas não inclui as por sinal gráfico (: ─ ,), a saber: a APOSITIVA.
populações não é sustentável”. b) Somente duas dessas seis orações serão
antecipadas por preposição (a, de, em para, com,
( ) No desenvolvimento da argumentação, apesar
por), a saber: a COMPLETIVA NOMINAL e a
de enfraquecer a ideia de oposição, a OBJETIVA INDIRETA.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
115
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

A estrutura: - O ministro tem a convicção de que os fatos serão


esclarecidos.
Oração principal Conectivo – Oração
Subordinada Substantiva - Os números não são favoráveis a quem fez a declaração.
Conectivo – Oração Oração principal
Subordinada Substantiva - O jovem diretor mostrou confiança, depois de muito
esperar, em que seus filmes fossem de fato bons.

A origem dessas oração:


Oração Subordinada Substantiva Apositiva
1- A polícia impediu a confusão.
A Oração Subordinada Substantiva Apositiva funciona como
Desenvolvendo: aposto da Oração Principal.

2- A polícia impediu .............................................. - Só queremos uma coisa: que você procure um outro
lugar.
3- ............................................impediu a confusão.
- O propósito era este ─ que todos os brasileiros fossem
comunicados antes.
Ou seja:

- A polícia impediu que a confusão começasse. Oração Subordinada Substantiva Objetiva Direta

- Quem representava a lei impediu a confusão. A Oração Subordinada Substantiva Objetiva Direta funciona
como objeto direto da Oração Principal.
- As professoras decidiram que a aula será adiada.
Dica: substitua a oração subordinada iniciada por QUE, SE, - O médico não notou se tudo aquilo tudo era mesmo
COMO ou QUANTO por ISTO e as iniciadas por QUEM, por verdade.
ELE(A).
- O professor percebeu como tudo aconteceu.
- A polícia impediu ISTO.
Obs.: quando o verbo da oração principal for o “fazer”
- ELA impediu a confusão. (VTD), é facultativo o uso da preposição “com” por razões
de eufonia. Veja:

Oração Subordinada Substantiva Objetiva Indireta - Os problemas no governo fizeram (com) que os executivos
corruptos fossem denunciados.
A Oração Subordinada Substantiva Objetiva Indireta
funciona como objeto indireto da Oração Principal.

- A polícia discorda de que os bandidos ainda estejam Oração Subordinada Substantiva Predicativa
escondidos na mata.
A Oração Subordinada Substantiva Predicativa funciona
- Os motoristas não obedecem a quem organiza as leis. como predicativo da Oração Principal.

- Os gerentes acreditam, desde ontem, em que o assalto - O certo é que todos deixarão o país depois da crise.
ocorreu pela madrugada.
- O importante é como a cidade receberá todas as
Obs.: alguns gramáticos consideram correto suprimir a mudanças.
preposição antes dos conectivos nas orações objetivas
indiretas e completivas nominais. Outros, contudo, não - Que tudo um dia irá mudar é a nossa certeza.
aceitam tal mudança. Polêmica à vista!!!!

Oração Subordinada Substantiva Completiva Nominal Oração Subordinada Substantiva Subjetiva

A Oração Subordinada Substantiva Completiva Nominal A Oração Subordinada Substantiva Subjetiva funciona como
funciona como complemento nominal da Oração Principal. sujeito da Oração Principal.
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
116
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

- É normal que a crise também chegue a outros países. h) É necessário que se estabeleçam regras nesta
empresa.
- Trouxe os livros quem recebeu o aviso.
________________________________________

01- (FCC MANAUPREV 2015) No segmento “...hoje i) Paulo José observa que o anti-heroísmo é uma
pedimos ao amador que procure tirar dela um prazer característica forte dos personagens da cultura
diferente...”, a oração sublinhada complementa o latino-americana.
sentido de um
________________________________________
(A) substantivo, e pode ser substituída por um verbo.
(B) verbo, e pode ser substituída por outro verbo.
j) É difícil que ele venha.
(C) substantivo, e pode ser substituída por um adjetivo.
(D) verbo, e pode ser substituída por um substantivo.
(E) verbo, e pode ser substituída por um adjetivo. ________________________________________

Resposta: o item verdadeiro corresponde à quarta letra do k) A nova máquina necessitava de que os funcionários
nosso alfabeto. supervisionassem mais o trabalho.

Exercício básico de reconhecimento ________________________________________

Classifique as orações subordinadas abaixo. l) Há neste empresa uma norma, que todos os
funcionários sejam respeitados.
a) É importante que você perceba as regras mais
específicas. ________________________________________

________________________________________ m) Constata-se que valores diversos predominam em


sociedades distintas.
b) Não sei se o resultado sairá.
________________________________________
________________________________________
n) Tenho a convicção de que ainda há esperanças.
________________________________________
c) Gostaria de que todos me apoiassem.

________________________________________

d) Só desejo uma coisa: que vivam felizes.

________________________________________
GABARITO
e) Quero saber como você chegou aqui.
a) Oração Subordinada Subjetiva.
________________________________________ b) Oração Subordinada Objetiva Direta.
c) Oração Subordinada Objetiva Indireta.
f) Faço apenas um pedido - que você nunca abandone d) Oração Subordinada Apositiva.
os seus princípios - , e todos os seus amigos ficarão e) Oração Subordinada Objetiva Direta.
mais tranquilos. f) Oração Subordinada Apositiva.
g) Oração Subordinada Objetiva Indireta.
h) Oração Subordinada Subjetiva
________________________________________
i) Oração Subordinada Objetiva Direta.
j) Oração Subordinada Subjetiva.
g) Mariana lembrou-se de que Manoel chegará mais
k) Oração Subordinada Objetiva Indireta.
tarde.
l) Oração Subordinada Apositiva.
m) Oração Subordinada Subjetiva.
________________________________________ n) Oração Subordinada Completiva Nominal.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
117
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

EXERCÍCIOS 01 (Padrão CESPE) "A atmosfera de Reia é muito fina, e a lua não tem um
campo magnético próprio", explica. "Sua superfície está
TEXTO I totalmente desprotegida dos íons e elétrons aprisionados
no campo magnético de Saturno". O constante bombardeio
Conforme pesquisa, o fumo passivo mata 7,5 mil de partículas sobre o gelo da superfície causa reações que
brasileiros por ano. formam o oxigênio, que então ou fica preso no gelo sólido
ou é ejetado para atmosfera.
Um estudo da Organização Mundial da Saúde (OMS)
aponta que quase 40% das vítimas do uso passivo de "O bombardeio é suficiente para criar e sustentar a
cigarros, cachimbos, charutos etc. no Brasil são crianças. atmosfera", diz o cientista, que considera muito improvável
a existência de vida em Reia, por conta das baixas
temperaturas – segundo a Nasa, o clima na Lua oscila de -
Conforme cálculos do médico Mattias Öberg, do instituto
174º C a -220º C ─ e da ausência de água no estado líquido.
sueco Karolinska, que colaborou com a pesquisa, 2,8 mil
dos 7,5 mil brasileiros vitimados pela convivência com o
cigarro são crianças com menos de 5 anos de idade. Mas Teolis lembra que a descoberta de oxigênio na
atmosfera da lua se segue à detecção de sinais da mesma
substância em várias luas do planeta Júpiter, incluindo
www.estadoao.com.br (com adaptações)
Europa, onde cientistas acreditam que existe um oceano
sob a crosta de gelo.
►A partir do texto acima, julgue os itens a seguir.
"Isso sugere que a formação de oxigênio em corpos gelados
01- É possível deduzir do texto que seu título está ligado submetidos à radiação pode ser muito comum no Universo,
ao 1º parágrafo por meio de coesão lexical, já que os
e pode existir o potencial para química orgânica complexa
termos pesquisa, fumo e mata (no título) se
movida a oxigênio dentro de objetos como Europa ou
concatenam a estudo, cigarros/cachimbos/ charutos e Encélado, no nosso próprio Sistema Solar, e em outras luas
vítimas (1º parágrafo) porque têm, esses termos, no
pelo Universo", especula o pesquisador. Encélado é uma
presente contexto, vínculos semânticos entre si.
lua de Saturno que apresenta sinais de água sob a
superfície. "Esse tipo de química pode ser considerado um
02- A conjunção QUE (após aponta) poderia ser substituída pré-requisito para a vida".
por dois-pontos, sem que os sentidos originais fossem
alterados.
www.estadoao.com.br (com adaptações)

03- A conjunção CONFORME, início do segundo parágrafo,


►A partir do texto acima, julgue os itens a seguir.
poderia ser substituída por LOGO, seguida de vírgula.
Tal mudança mantém a relação semântica original
04- O pronome relativo QUE, após tênue (primeiro
entre o 1º e o 2º parágrafos.
parágrafo), poderia ser substituído pela conjunção E
sem que os sentidos e as relações sintáticas originais
TEXTO II fossem comprometidos.

Sonda detecta atmosfera de oxigênio e CO2 em lua de 05- Uma maneira de reescrever corretamente o segundo
Saturno parágrafo seria da seguinte forma: “O oxigênio
existente, hoje, na atmosfera da Terra, é produto da
atividade de seres vivos que fazem fotossíntese;
Reia, uma lua de Saturno com 1.500 km de diâmetro e
contudo, este dificilmente deverá ser o caso em Reia
composta basicamente de rocha e gelo, tem uma
(...)”.
atmosfera tênue que é composta por 70% de oxigênio e
30% de gás carbônico, dois gases que, na Terra, são
essenciais para as formas mais complexas de vida. A 06- A conjunção E presente no 1º período do 3º parágrafo
descoberta, feita pela sonda Cassini, da Nasa, é descrita na tem valor conclusivo. Por isso, sua substituição por
edição desta semana da revista Science. PORTANTO manteria as relações sintático-semânticas
do texto.
Embora o oxigênio existente hoje na atmosfera da Terra
seja produto da atividade de seres vivos que fazem 07- A vírgula presente após fina (início do 3º parágrafo)
fotossíntese, este dificilmente será o caso em Reia, explica poderia ser suprimida sem que os sentidos e correção
o principal autor do artigo que analisa os dados da Cassini, gramatical fossem comprometidos, já que noção de
Ben Teolis. coordenação permanece.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
118
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

08- O termo QUE (após oxigênio, 3º período do 3º 02- Em “Convém que a leitora do JB e outros
parágrafo) não poderia ser substituído pela conjunção desinformados saibam que o eucalipto é uma árvore
E, uma vez que os sentidos originais sofreriam predadora”, encontramos, além da oração principal,
alterações. respectivamente:
a) Duas orações subordinadas subjetivas.
09- No último período do terceiro parágrafo, seria possível b) Uma oração subordinada objetiva direta e uma
suprimir a primeira conjunção OU (após então) sem subjetiva.
que a correção gramatical bem como os sentidos c) Uma oração subordinada objetiva direta e uma
originais fossem comprometidos. adjetiva.
d) Duas orações subordinadas completivas nominais.
10- No 4º parágrafo, a oração intercalada “diz o cientista” e) Uma oração subordinada subjetiva e uma objetiva
se concatena, assindeticamente, com a oração que a direta.
antecede e a precede. Salienta-se que seria possível
substituir a segunda vírgula, mantendo as relações 03- Se suprimirmos o pronome indefinido “Ninguém” e
originais do texto e preservando a correção acrescentarmos “Se” à forma verbal “informou”, na
gramatical. frase “ Ninguém informou que haverá aula”, o sujeito
da oração principal é:
11- A palavra MAS (início do 5º parágrafo) poderia,
a) Ninguém.
livremente, ser substituída por CONTUDO, PORÉM,
b) Aula.
ENTRETANTO e EMBORA. Por outro lado, caso fosse
c) Indeterminado.
substituída pela última conjunção citada, o verbo
d) Que haverá aula.
lembra (modo indicativo) deveria ser reescrito para
e) Inexistente.
lembre (modo subjuntivo) a fim de que não houvesse
prejuízo sintático para a oração.
01 02 03
D E D
12- A conjunção integrante QUE, localizada no 5º
parágrafo, poderia ser substituída pelo sinal de dois-
pontos sem que os sentidos nem correção gramatical
ORAÇÕES SUBORDINADAS ADJETIVAS
fossem comprometidos.

13- Após sugere (início do 6º parágrafo) seria possível a


São estruturas dependentes e funcionam como adjetivos.
inserção da conjunção PORTANTO (entre vírgulas), a
fim de que possa ser exposta a relação de conclusão Obviamente, referem-se a substantivos.
existente entre o que é dito no parágrafo anterior e o
será anunciado, agora, no 6º parágrafo. A origem dessas orações:

1- O time vitorioso.

2- O time das vitórias.


GABARITO
3- O time que vence os campeonatos.
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
C C E E C E C C C E 4- O time que vence os campeonatos deixa sua torcida
feliz.
11 12 13
E C C Classificação das orações adjetivas

EXERCÍCIOS 02 Adjetiva Restritiva Adjetiva Restritiva

01- Na oração: “Espia se ela está na esquina”. Não há sinal ou sinais Sua interpretação permite
Qual das opções abaixo não analisa corretamente esse gráficos em sua estrutura. que o leitor “enxergue” dois
período.
grupos no contexto: um
a) Período composto por subordinação. explícito e outro implícito.
b) Conjunção integrante iniciando segunda oração.
c) Verbo da 1ª oração: transitivo direto.
d) Verbo da 2ª oração: de ligação.
e) Frase em discurso direto.
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
119
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

Adjetiva Explicativa Adjetiva Explicativa próprio) anterior a ele.

É marcada por vírgula(s), Sua interpretação só permite QUEM A um termo (substantivo comum ou
travessão (ões) ou que o leitor “enxergue” um próprio), na condição de Ser Humano,
parênteses. único grupo ou particularize anterior a ele.
um único ser no contexto.
ONDE A um termo (substantivo comum ou
Exemplos: próprio) que indique lugar, também
anterior a ele.
- O aluno que se dedica aos estudos passa.
CUJ- A um termo (substantivo comum ou
(Há dois grupos de aluno: o dos que se dedicam e passam próprio) anterior a ele.
[informação explícita]; o dos que não se dedicam; logo não
passam [informação implícita]).

- O jornal denunciou os políticos corruptos que são filiados Dossiê sobre o CUJ-
ao PT.
1- Está ligado ao termo de trás, mas concorda com o termo
(Há dois grupos de políticos corruptos: o dos que são da frente.
filiados ao PT [informação explícita]; o dos que são filados a
outros partidos [informação implícita]). 2- O termo de concordância da frente será, sempre, um
substantivo.
- O jornal denunciou os políticos corruptos, que são filiados
ao PT. 3- Não permite artigos depois dele.

(Só há um grupo de políticos corruptos: o dos petistas. O 4- Como estabelece relação de posse, será, sintaticamente,
texto dá ao leitor a certeza de que somente os políticos do adjunto adnominal.
PT são corruptos, ou seja, há uma generalização).
- O homem cujo filho é trabalhador vive satisfeito.
- O aluno, que é uma peça importante da escola, deve
- A cidade por cujas ruas eu caminhei tem belas praias.
estar disposto a aprender.

(Só há um grupo de aluno: todos. A oração dá ao leitor uma


visão generalista, pois todos os alunos são uma peça EXERCÍCIOS 01 (Padrão CESPE/UnB)
importante da escola).
“Ao tentar explicar o processo criativo, alguns autores de
- Michel Temer ─ que é o atual presidente ─ é visto, por tendência psicanalítica oferecem argumentos interessantes
muitos, como um golpista. sobre como o inconsciente pode estar envolvido nisso. Para
Storr, trata-se de uma relação entre criação e prazer que
(Só há um ser particularizado nesse texto, pois só existe, no parece valer tanto para a criação artística quanto para a
mundo, um cidadão chamado Michel Temer). científica. Beveridge faz referência a esse prazer quando
considera a pesquisa científica uma aventura intelectual. O
DETALHE!!! próprio termo aventura lembra ventura, que é sinônimo de
As orações adjetivas se parecem muito com um aposto, prazer, felicidade, além de englobar ainda a característica
mas não o são. Na verdade, as orações adjetivas (quer de alguém que está disposto a correr riscos e a enfrentar o
explicativas, quer restritivas) são, sintaticamente, adjuntos desconhecido. Com relação às características do ambiente
adnominais oracionais. sociocultural, observam-se diferenças entre sociedades
quanto à extensão e à profundidade com que são
cultivados os traços favorecedores da produção e a
PRINCIPAIS PRONOMES RELATIVOS respeito de que oportunidades são oferecidas para o
desenvolvimento das habilidades e potencialidades de cada
Pronome Referência indivíduo. Constata-se que valores diversos predominam
em sociedades distintas com relação à inovação e ao
QUE (a qual....) A um termo (substantivo comum ou estímulo ao talento criativo”.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
120
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

Eunice Soriano de Alencar e Afonso Galvão. Condições EXERCÍCIOS 02 (Padrão CESPE/UnB)


favoráveis à criação nas ciências e nas artes. In: Ângela
Virgolim (Org.). Talento criativo: expressão em múltiplos A disputa pelo controle de pontos de venda de drogas em
contextos. Brasília: EDUNB, 2007, p. 105-9 (com favelas na Ilha do Governador — que provocou a morte de
adaptações). 12 traficantes há 11 dias — impôs nova noite de terror no
bairro carioca. O tiroteio entre bandos rivais, em três
diferentes localidades, matou uma mulher que saía de uma
► Use “C” para correto e “E” para errado. No padaria e feriu três pessoas, entre elas uma menina de seis
desenvolvimento das ideias no texto, o pronome relativo anos. A guerra entre integrantes de uma mesma facção
“que”, criminosa fez que moradores do bairro se mantivessem no
chão de suas casas, atrás de móveis, enquanto durou a
01- ( ) No 2º período, refere-se a “prazer”; por isso, fuzilaria. Balas atravessaram a lataria de carros
admite a substituição por “o qual”. estacionados próximos às entradas das favelas.

02- ( ) No 4º período, tanto se refere a “aventura” Jornal do Brasil, “Capa”, 11/11/2003 (com
quanto a “ventura”, pois os dois termos são tomados adaptações).
como sinônimos.
01- O primeiro QUE destacado no texto poderia ser
03- ( ) No 4º período, depois de “alguém”, não poderia substituído por O QUAL, pois ele se relaciona
ser omitido, já que tal supressão acarretaria erro diretamente com a palavra que a antecede, ou seja,
gramatical no período em que se encontra. Governador.

04- ( ) No 5º período, é precedido pela preposição 02- A função sintática da mesma palavra analisada na
“com” porque se refere a “características do ambiente questão anterior é sujeito.
sociocultural”.
03- O conjunto “a morte de 12 traficantes há 11 dias”
05- ( ) No 5º período, é precedido pela preposição “de”, funciona como objeto direto do verbo da oração
a qual não pode ser omitida, pois faz parte da subordinada adverbial.
expressão “a respeito de”.
04- O segundo QUE destacado no texto é um pronome
06 - ( ) O relativo “que”, depois de “prazer”, poderia ser relativo e pode ser substituído por CUJA sem que haja
substituído por “no qual”, sem que a correção nenhum dano à frase.
gramatical fosse comprometida.
05- Já na frase “A violência urbana, cuja a vítima maior é
07- ( ) Ao substituir a estrutura a seguir “quando sempre o cidadão, deve ser alvo de projetos mais
considera a pesquisa científica...” por “cuja pesquisa ousados por parte do Governo”, o pronome relativo
científica é considerada...”, os sentidos seriam CUJA está, sintaticamente, bem estruturado dentro do
alterados, mas a correção gramatical seria mantida. período e deve ser classificado como Adjunto
08- ( ) O relativo “que”, após “alguém”, 4º período, Adnominal.
pode ser substituído por “quem”, uma vez que faz
referência a um pronome que está intimamente
ligado à ideia de “ser”.

09- ( ) A palavra “que”, último período, pode ser


classificada como pronome relativo, já que permite
substituição por “os quais”. 01 02 03 04 05
E C E E E
10- ( ) A expressão “com que” poderia ser substituída
pelo pronome relativo “onde” sem que a correção EXERCÍCIOS FINAIS
gramatical fosse comprometida.
01- Na seguinte oração “Os viajantes, que possuem
passaporte, podem viajar”.
► Em relação à frase, o único comentário falso é
que:
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
E E C E C E C E E E a) Somente os viajantes que possuírem passaporte
poderão viajar.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
121
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

b) Os viajantes poderão viajar porque possuem - Dado que a cidade estava sem segurança pública, os
passaporte. bandidos tomavam conta de tudo.
c) QUE é pronome relativo como classe gramatical e
- Como tinha um compromisso, apressava-se com as
sujeito como função sintática.
tarefas.
d) A segunda oração é QUE POSSUEM PASSAPORTE.
e) A oração subordinada é adjetiva explicativa. - Por saber muito, o bandido foi morto pela quadrilha.

02- Assinale o período em que há uma oração adjetiva - Porque as cidades estão cada vez mais poluídas, muitas
restritiva. pessoas têm problemas respiratórios.

a) A casa onde estou é ótima. B) Consecutiva: funciona como adjunto adverbial de


b) Brasília, que é a capital do Brasil, é linda. consequência, ou seja, representa aquilo que não pode ser
c) Penso que você é de bom coração. evitado, já que algo a obriga. É iniciada pela conjunção
d) Vê-se que você é de bom coração. subordinativa consecutiva que. Na oração principal
e) Nada obsta a que você se empregue. normalmente surge um advérbio de intensidade tão, tal,
tanto, tamanho(a), a tal ponto: (tão)... que, (tanto)... que,
03- Assinale a opção em que apresenta um período com (tamanho)... que, tanto assim que.
oração subordinada adjetiva. Exemplos:

a) Ele falou que compraria a casa. - O médico foi tão competente, que o paciente recuperou-se
b) Não fale alto que ele pode ouvir. em uma semana.
c) Vamos embora que o dia está amanhecendo.
d) Em time que ganha não se mexe. - Tamanha era raiva do injustiçado, que atirou contra todos
e) Parece que a prova não está difícil. e depois se matou.

01 02 03 - Ele fala tanta mentira, que ninguém o suporta.


A A D
- Ele bebeu a tal ponto que perdeu a noção de onde estava.

ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS C) Concessiva: funciona como adjunto adverbial de


concessão, ou seja, indica uma contraposição, uma
A ORIGEM DESSAS ORAÇÕES oposição, uma ressalva. É iniciada por uma conjunção
Essas orações desempenham função adverbial. Vamos ver subordinativa concessiva ou por uma locução conjuntiva
como essas orações se originam: subordinativa concessiva. São elas: embora, conquanto,
não obstante, apesar de que, se bem que, mesmo que,
1- Todos deixaram a praia no final da tarde. posto que, ainda que, em que pese, a despeito de,
2- Todos deixaram a praia quando o sol começou a baixar. malgrado.
Exemplos:
A) Causal: funciona como adjunto adverbial de causa. A
causa é uma espécie de “estopim”, que aciona uma - Conquanto a vida sempre ofereça muitos obstáculos,
consequência. É iniciada por uma conjunção subordinativa nunca devemos nos deixar abater.
causal ou por uma locução conjuntiva subordinativa causal.
São elas: porque, porquanto, visto que, já que, sendo que, - O homem é um ser dotado de inteligência e capacidade,
dado que, uma vez que, como, pois que, na medida em que, não obstante nem todos as aproveitem para o bem de si e
por + infinitivo. dos outros.

Obs.: A conjunção “como” deve ser usada apenas em início - Malgrado muitos estejam satisfeitos com a mudança de
de período. governo, eu continuo sem nenhuma confiança em nada.

- Todos chegaram bem cedo, apesar de a prova só começar


Exemplos: às dez da manhã.
- Já que os brasileiros vivem cada vez mais, a velhice vem se
prolongando em nossa sociedade. - A despeito de muitos ativistas se esforçarem, a natureza
continua sendo devastada dia a dia.
- Ele não chegou cedo, porquanto o engarrafamento travou - Mesmo que ele traga todos os documentos, não há mais
a cidade. tempo hábil para sua inscrição.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
122
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

Obs.1: conjunções e locuções conjuntivas concessivas Exemplos:


exigem verbos no modo subjuntivo. - Segundo revelou o IBGE, brasileiros estudam mais hoje do
que na década passada
- Fulano é o melhor entre os candidatos ao cargo, embora
não represente os anseios da maioria. (correto) - Construímos nossa casa, conforme as especificações
- Fulano é o melhor entre os candidatos ao cargo, embora dadas pela Prefeitura.
não representa os anseios da maioria. (incorreto)
- Como combinamos ontem, eis os documentos.

Obs.2: cito, a seguir, algumas locuções concessivas pouco F) Comparativa: funciona como adjunto adverbial de
comuns em provas de concurso. comparação. Geralmente, o verbo fica subentendido. É
“Por (mais, menos, melhor, pior, menor, muito) que” e iniciada por uma conjunção subordinativa comparativa. São
“quando” (=ainda que) elas: (mais) ... que, (menos)... que, (tão)... quanto, como.
Ex.: Exemplo:
- Por mais que todos a avisem, ela teima em insistir naquele - Pedro gostava mais de literatura francesa (do) que da
namoro. Alemã.
- Quando ela te ame tanto, você não se cansa de rejeitá-la. - João era mais esforçado (do) que o irmão.

DICA! Obs.1: o “do” é facultativo nas estruturas comparativas.


CONJUNÇÃO EQUIVALÊNCIA
Obs.2: Perceba que o verbo “ser”, no segundo exemplo,
Conquanto Embora
está subentendido:
Não obstante Embora
- João era mais esforçado que o irmão era.
Posto que Embora
Malgrado Embora
G) Temporal: funciona como adjunto adverbial de tempo.
Em que pese Apesar de
É iniciada por uma conjunção subordinativa temporal ou
A despeito de Apesar de
por uma locução conjuntiva subordinativa temporal. São
elas: quando, enquanto, sempre que, assim que, desde que,
logo que, mal, ao + infinitivo.
D) Condicional: funciona como adjunto adverbial de
condição, ou seja, indica valor semântico de dependência
Exemplos:
em que há forte teor duvidoso, incerto e hipotético. É
- Assim que a aula terminar, vamos à sala de estudos.
iniciada por uma conjunção subordinativa condicional ou
- Ao terminar essa discussão, sairemos daqui.
por uma locução conjuntiva subordinativa condicional. São
elas: se, a menos que, desde que, caso, contanto que, A +
H) Final: funciona como adjunto adverbial de finalidade. É
infinitivo.
iniciada por uma conjunção subordinativa final ou por uma
locução conjuntiva subordinativa final. São elas: a fim de
Exemplos:
(que), para que, para + infinitivo.
- Você terá um futuro brilhante, desde que se esforce.
Exemplos:
- O governo fará as obras prometidas, contanto que todos
os ministros se empenhem.
- Alguns brasileiros procuram economizar no fim do ano
- A continuar essa chuva, toda a colheita será perdida.
para que consigam comprar mais em janeiro.
- A menos que você saia cedo do trabalho, iremos ao
- A fim de sair mais cedo, o funcionário adiantou os
cinema.
compromissos.
- Ele falava mais alto, para que todos pudessem ouvi-lo.
Obs.: cito, a seguir, algumas locuções pouco comuns em - Aqui estamos para estudar.
provas de concurso, mas que também indicam valor de
condição.
Obs.: “porque” também pode ser classificada como
- Exceto se, salvo se, a não ser que e uma vez que (seguido
conjunção final, mas é algo muito raro.
de verbo no subjuntivo).
Ex.: Reze muito porque não caia nessa tentação!

E) Conformativa: funciona como adjunto adverbial de


I) Proporcional: funciona como adjunto adverbial de
conformidade. É iniciada por uma conjunção subordinativa
proporção. É iniciada por uma locução conjuntiva
conformativa ou por uma locução conjuntiva subordinativa
subordinativa proporcional. São elas: à proporção que, à
conformativa. São elas: como, conforme, segundo,
medida que, ao passo que, tanto mais...mais, tanto
consoante.
menos...menos.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
123
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

Exemplo: extinção ocorreu sobretudo pelos efeitos indiretos da


perturbação humana”.
- À medida que o tempo passa, mais experientes ficamos.
- Ao passo que ganhava fama, ficava mais distante dos Os elementos grifados na frase acima podem ser
amigos antigos. substituídos, sem prejuízo para o sentido e a correção,
- Tanto menos fumava, menos adoecia. respectivamente,por:

Obs.: a conjunção “conforme” também pode desempenhar a) Contudo / não obstante.


valor proporcional. b) Conquanto / por que.
- Conforme o tempo passa, mais experientes ficamos. c) Em que pese isso / embora.
d) Apesar disso / visto que.
e) Por isso / porquanto.
DICA FINAL 01
02- Leia o texto abaixo.
LOCUÇÕES OU CONJUNÇÕES PARECIDAS:
a) Porquanto = Porque = Ideia de CAUSA/EXPLICATIVA. “Esta minha estatuazinha de gesso, quando nova
O gesso muito branco, as linhas muito puras
b) Conquanto = Embora = ideia de CONCESSÃO. Mal sugeria imagem de vida
c) Contanto que = Caso = ideia de CONDIÇÃO. (Embora a figura chorasse)”.
Manoel Bandeira, Fragmentos
d) Portanto = Logo = ideia de CONCLUSÃO.
É correto afirmar que a frase entre parênteses tem
e) Entretanto = Mas = ideia de ADVERSIDADE.
sentido
f) No entanto = Contudo = ideia de ADVERSIDADE. a) adversativo.
b) concessivo.
c) conclusivo.
DICA FINAL 02 d) condicional.
e) temporal.
LOCUÇÕES OU CONJUNÇÕES MISTAS:
a) Porque: causal / explicativa. 03- “Decerto que em muitos casos o uso do véu é imposto
pela família e pode ser um símbolo de sujeição da
b) Desde que: condicional / temporal. mulher, mas basta uma que o faça por vontade
c) Não obstante: adversativa / concessiva. própria para que a lei resulte em violação de seus
direitos”.
d) Ao passo que: proporcional / concessiva.
e) Como: causal / conformativa. Considerado o trecho acima, em seu contexto, é
legítimo afirmar:
f) Conforme: conformativa / proporcional
a) O emprego de “Certamente”, no lugar de
Decerto, expressaria a ideia de certeza, não
encontrada no trecho.
EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO (Padrão FCC) b) Transpondo o uso do véu é imposto pela família
para a voz ativa, a forma verbal obtida é
01- “Os volumosos dodôs pesavam mais de vinte quilos. “impõe”.
Uma plumagem cinza-azulada cobria seu corpo c) A ausência de vírgula após muitos casos constitui
quadrado e de pernas curtas, em cujo topo se alojava deslize do autor, pois, nesse específico contexto,
uma cabeça avantajada, sem penas, com um bico ela é obrigatória.
grande de ponta bem recurvada. As asas eram d) Se, em vez de uma, fossem consideradas “duas
pequenas e, ao que tudo indica, inúteis (pelo menos no mulheres”, o segmento estaria correto assim
que diz respeito a qualquer forma de voo). Os dodôs “mas basta duas que os faça...”.
punham apenas um ovo de cada vez, em ninhos e) A expressão para que introduz a finalidade de
construídos no chão. uma ação, finalidade que o autor considera
desejável.
Que presa poderia revelar-se mais fácil do que um
pesado pombo gigante incapaz de voar? Ainda assim, 04- “As flores têm pétalas brancas; o fruto, uma cápsula
provavelmente não foi a captura para o consumo pelo fusiforme com 10 centímetros, provido de pequenas
homem o que selou o destino do dodô, pois sua sementes envoltas por pelos, ou painas. Na iminência
de um temporal, o enorme tronco, que armazena
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
124
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

grande quantidade de líquido, dá uma descarga de que vão enfim poder


água para as raízes – resultado da variação explodir suas sementes”.
atmosférica. Ouve-se à distância o ruído do João Cabral de Melo Neto, Fragmento.
movimento da água”.
O segmento grifado acima pode ser substituído, no
O sentido do trecho grifado acima está reproduzido contexto, por:
com outras palavras em: a) Mesmo que estejam.
b) Apesar de estarem.
a) Quando se aproxima uma tempestade ... c) Ainda que estejam.
b) Com a força destruidora das águas ... d) Como estão.
c) Para que o temporal venha com força ... e) Mas estão.
d) Desde que venha a cair uma forte chuva ... 08- “Mas o sistema, por muito tempo restrito apenas à
e) Depois de uma forte tempestade ... tela grande, estendeu-se progressivamente, com o
desenvolvimento das indústrias culturais, a outros
05- “Antes do pôr-do-sol, costumavam os homens domínios, ligados primeiro aos setores do espetáculo,
arranchar-se e cuidar da ceia, que constava da televisão, do show business”.
principalmente de feijão com toucinho, além da Na frase acima, o segmento destacado equivale a:
indefectível farinha, e algum pescado ou caça
apanhados pelo caminho. Quando a bordo, e por não a) por conta de ter ficado muito tempo restrito.
poderem acender fogo, os viajantes tinham de b) ainda que tenha ficado muito tempo restrito.
contentar-se, geralmente, com feijão frio, feito de c) em vez de ter ficado muito tempo restrito.
véspera”. d) ficando há muito tempo restrito.
e) conforme tendo ficado muito tempo restrito.
Identificam-se nos segmentos grifados na frase acima,
respectivamente, noções de 09- “Falha o arqueiro que ultrapassa o alvo, da mesma
maneira que aquele que não o alcança”. (Adaptado de
a) modo e consequência. Montaigne, Ensaios)
b) causa e concessão. O elemento sublinhado na frase acima tem sentido
c) temporalidade e causa. equivalente ao da expressão
d) modo e temporalidade. a) com a mesma perícia.
e) consequência e oposição. b) nas mesmas condições.
c) o que também ocorre com.
06- “A principal delas é a reconstrução de cinco estações d) conquanto possa ocorrer com.
de pesquisa na Antártida, para realizar estudos sobre e) ainda que o mesmo aconteça a.
mudanças climáticas, recursos pesqueiros e
navegação por satélite, entre outros”. 16- “Foi [Lévi-Strauss] um crítico demolidor da arrogância
ocidental: os índios deixaram de ser relíquias do
O segmento grifado na frase acima tem sentido passado, deixaram de ser alegorias, tornando-se
nossos contemporâneos. Isso vale mais do que
a) adversativo. qualquer análise”.
b) de consequência.
c) de finalidade. O sinal de dois-pontos da frase acima pode ser
d) de proporção. substituído, sem prejuízo para a correção e o sentido,
e) concessivo. por

a) entretanto.
07- Leia o texto abaixo. b) a fim de que.
c) não obstante.
Cartão de Natal d) em razão do que.
e) mesmo porque.
“Pois que reinaugurando essa criança
pensam os homens
reinaugurar a sua vida
e começar novo caderno,
fresco como o pão do dia;
pois que nestes dias a aventura 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
parece em ponto de voo, e parece D B B A C C D B C D

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
125
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

EXERCÍCIOS (Padrão CESPE) região que tem o menor índice de sensação de segurança
do País. Segundo o Sistema de Indicadores de Percepção
“Conquanto o desenvolvimento dos meios de comunicação Social (Sips) sobre segurança pública 2010, do Instituto de
tenha tornado absolutamente frágeis os limites que Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), 85,8% dos
separavam o público do privado, assiste-se hoje a uma nova entrevistados têm medo de serem assassinados”.
tendência de politização e visibilidade do privado, com a O Estado de São Paulo.
estruturação de novas relações familiares, bem como à
privatização do público”. 09- A substituição de “Apesar de” por “Porquanto”
01- A estrutura sintática iniciada por “Conquanto” é mantém correção gramatical do período desde que se
responsável pelo uso do modo subjuntivo em “tenha”; substitua o verbo “ter” por “tenha”.
por isso, a substituição dessa forma verbal por “tem” 10- A oração “mesmo que seja abaixo dos 6%” imprime
desrespeita as regras gramaticais do padrão culto da uma relação de causa quando se refere à oração
língua. anterior.

11- A substituição de “mesmo que” por “posto que”


“Dezenas de milhares de funcionários públicos gregos mantém correção gramatical do período.
saíram às ruas em Atenas e Tessalônica para protestar 12- A oração “o Nordeste também é a região que tem o
contra as medidas de austeridade, em um ambiente tenso menor índice de sensação de segurança do País” pode
que teve como saldo 10 pessoas detidas. Num momento ser caracterizada como a oração principal da estrutura
em que o fantasma do default ainda ronda este país que imediatamente a antecede.
altamente endividado, as forças policiais lançavam bombas
de gás lacrimogêneo contra dezenas de jovens “Pesquisa do Departamento Intersindical de Estatística e
encapuzados que atiravam garrafas e pedras à margem da Estudos Socioeconômicos (Dieese) mostra que as vendas de
manifestação de Atenas, que reuniu cerca de 18.000 materiais de construção têm crescido acima da média do
pessoas, segundo a polícia”. comércio em geral, mas que esse fator não se reflete em
Correio Braziliense (com adaptações). melhores salários para os trabalhadores”.
Correio Braziliense

02- A oração “para protestar contra as medidas de 13- Seria possível manter a correção gramatical ao se
austeridade” se relaciona com a oração anterior a substituir a expressão “mas que” por “embora”.
partir de um vínculo de finalidade. “Segundo especialistas, esse comportamento é o fenômeno
da posse transitória, termo que define o pouco tempo que
03- Seria facultativo o uso de uma vírgula após permanecemos com os produtos que compramos. Por
“Tessalônica”, sem comprometer a correção sinal, o mesmo raciocínio estende-se às relações, tanto
gramatical. pessoais quanto profissionais. Priorizamos resultados de
curto prazo e queremos tudo ao mesmo tempo agora. E,
04- Seria possível (mantendo os sentidos originais), assim, aos poucos, sem perceber, vamos construindo uma
correto gramaticalmente e coerente articular a sociedade descartável”.
primeira oração do texto à segunda a partir da troca
de “para protestar” por “ao passo que protestavam”.
14- Preservam-se a coerência e a correção do texto ao se
05- O segundo período é iniciado por uma oração de ligar o período iniciado por “Priorizamos” ao anterior
caráter temporal e permitiria, sem comprometer os por meio da conjunção “conquanto”, escrevendo-se
sentidos ou correção gramatical, a substituição da do seguinte modo: “(...) profissionais, conquanto
expressão “Num momento em que ”por “Enquanto”. priorizamos (...)”.
06- A oração “que reuniu cerca de 18.000 pessoas” tem
natureza restritiva. “O cérebro não guarda informações como em um
dicionário, em que o verbete “teatro” vai estar na letra “T”.
07- No último período, após “segundo”, é notória a elipse Nele, a palavra “teatro” é associada a experiências distintas
de um verbo de valor declarativo, como, por exemplo, por nós vividas. Algumas são lógicas, outras menos óbvias.
“disse”. Quanto maior a variedade de experiências e de
conhecimento, mais conexões o cérebro pode fazer”.
08- A substituição de “segundo” por “conforme” não
altera a correção gramatical ou mesmo os sentidos 15- O período “Quanto maior a variedade de experiências
textuais. e de conhecimento, mais conexões o cérebro pode
fazer” dá ideia de proporcionalidade.
“Apesar de ter o maior índice de alta confiança na polícia, 16- Ao se substituir “Quanto maior” por “À medida que
mesmo que seja abaixo dos 6%, o Nordeste também é a cresce”, mantém-se a correção gramatical do período.
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
126
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

21- Prejudicam-se a coerência textual e as informações


O mais curioso é que, a despeito de qualquer discussão originais do texto ao se substituir o termo “enquanto”
sobre o dever das escolas, ajudar no desenvolvimento do por “ao passo que”.
aluno com vistas à sua colocação no mercado de trabalho é
um fundamento no país, estabelecido pela Lei de Diretrizes
e Bases da Educação Nacional, conjunto de normas que dá A cena é muito comum: cidade afora, pessoas abusam do
o norte ao sistema educacional brasileiro”. uso da água, lavando calçadas, passeios e carros. Mesmo
que o Brasil seja o grande reservatório de água doce do
17- “A expressão “a despeito de” é sinônima de “apesar mundo (11,6% do total disponível, com cada brasileiro, em
de”. tese, dispondo de 34 milhões de litros por ano, embora
possa levar vida confortável com 2 milhões de litros
anuais), tem na distribuição o seu maior gargalo: 80%
“Na realidade, à exceção das manifestações indígenas, o concentram-se na Amazônia, onde vivem apenas 5% da
restante do que se pode definir como cultura brasileira veio população do país, com os 20% restantes abastecendo 95%
de fora. A multirracialidade do país contribuiu para isso. dos brasileiros.
Mesmo quando determinados movimentos estéticos 22- A expressão “Mesmo que” confere ao trecho em que
adotaram um comportamento nacionalista, os modelos se insere a noção de condição, por isso, poderia ser
foram importados. Apesar de as esculturas de Aleijadinho, trocada por “A menos que”.
do século XVIII, terem fisionomia mestiça, esse era um
artista barroco, com influência europeia. A Semana de Arte 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
Moderna em São Paulo, no ano de 1922, foi motivada pelo C C C E E E C C E E
Futurismo italiano”.
11 12 13 14 15 16 17 18 19 20
18- Caso se substitua “Apesar de” por “Embora”, é C E E E C C C C C C
necessário também substituir “terem” por “tenham”,
de forma a assegurar a correção gramatical do 21 22
período. E E

“Realizada em Copenhague, sob o signo da recessão


mundial, a COP-15 foi uma relativa decepção: não EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO 1
conseguiu produzir um documento tornando obrigatórias (Padrão UECE, CESGRANRIO, IMPARH)
as metas de redução da emissão de poluentes, mas houve
consensos”. 01. Por definição, “oração coordenada que se prende à
anterior por conectivo é denominada sindética e é
19- A substituição do sinal de dois-pontos por uma vírgula classificada pelo nome da conjunção que a encabeça”.
seguida da expressão “uma vez que” prejudicaria a Assinale uma alternativa onde aparece uma
correção gramatical e a informação original do coordenada sindética explicativa, conforme a
período. definição:

“Sabe-se que, no Brasil, a questão do acesso à escola não é a) A casaca dele estava remendada, mas estava
mais um problema, já que a quase totalidade das crianças limpa.
ingressa no sistema educacional. Entretanto, as taxas de b) Ambos se amavam, contudo não se falavam.
repetência dos estudantes são bastante elevadas...”. c) Todo mundo trabalhando: ou varrendo o chão ou
20- A locução “já que” confere a noção de causa à oração lavando as vidraças.
em que ocorre. d) Chora, que as lágrimas lavam a dor.
e) O time ora atacava, ora defendia, e no placar
Várias cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, aparecia o resultado favorável.
Pernambuco, Goiás e Minas Gerais convivem com oferta
anual inferior 2 milhões de litros por habitante, para uso 02. No período “Sabe-se que Jacó propôs a Labão que lhe
direto e indireto. O consumo per capita dobrou em 20 desse todos os filhos das cabras...”, a alternativa que
anos, enquanto a disponibilidade de água ficou três vezes contém a análise correta das orações, na sequência em
menor. Para piorar esse quadro, há muito desperdício: que vêm no período, é:
cerca de 30% da água tratada é perdida em vazamentos nas
ruas do país — só na Grande São Paulo o desperdício chega a) principal; subordinada substantiva subjetiva,
a 10 metros cúbicos de água por segundo, o que daria para subordinada substantiva objetiva direta.
abastecer cerca de 3 milhões de pessoas diariamente.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
127
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

b) coordenada sindética aditiva; subordinada bastante razoáveis, uma vez que a produção não
substantiva objetiva direta; subordinada aumentou, mas também não caiu."
substantiva apositiva.
c) absoluta; subordinada substantiva objetiva direta; a) principal – subordinada adverbial final.
subordinada substantiva objetiva direta. b) subordinada adverbial temporal – subordinada
d) principal; subordinada substantiva subjetiva; adjetiva restritiva.
subordinada substantiva objetiva indireta. c) subordinada adverbial temporal – subordinada
e) coordenada assindética; subordinada substantiva substantiva objetiva direta.
subjetiva; subordinada substantiva objetiva direta. d) subordinada adverbial temporal – subordinada
substantiva subjetiva.
03. Assinalar a alternativa que apresenta orações de e) principal – subordinada substantiva objetiva
mesma classificação que as deste período: “Não se direta.
descobriu o erro, e Fabiano perdeu os estribos.” 07. No período "É possível discernir no seu percurso
momentos de rebeldia contra a estandardização e o
a) Pouco a pouco o ferro do proprietário queimava os consumismo", a oração destacada é:
bichos de Fabiano.
b) Foi até a esquina, parou, tomou fôlego. a) subordinada adverbial causal, reduzida de
c) Depois que aconteceu aquela miséria, temia particípio.
passar por ali. b) subordinada objetiva direta, reduzida de infinitivo.
d) Tomavam-lhe o gado quase de graça e ainda c) subordinada objetiva direta, reduzida de
inventavam juro. particípio.
e) Não podia dizer em voz alta que aquilo era um d) subordinada substantiva subjetiva, reduzida de
furto, mas era. infinitivo
e) subordinada substantiva predicativa, reduzida de
04. Leia os períodos: infinitivo.

1) O dicionário que comprei contém mais de 08. A oração sublinhada está corretamente classificada,
trezentas mil palavras. EXCETO em:
2) Não aceitamos tarefas que se apresentem
incompletas. a) Casimiro Lopes pergunta se me falta alguma
3) Feliz é o homem que obedece aos mandamentos coisa/ oração subordinada adverbial condicional
de Deus. b) Agora eu lhe mostro com quantos paus se faz uma
4) O aluno que estuda alcança boas notas. canoa/ oração subordinada substantiva objetiva
5) Aos homens que são racionais coube o domínio da direta
natureza. c) Tudo quanto possuímos vem desses cem mil réis/
oração subordinada adjetiva restritiva
Qual das orações subordinadas adjetivas é explicativa d) Via-se muito que D. Glória era interesseira/
e, portanto, deve ficar entre vírgulas? oração subordinada substantiva subjetiva
e) A ideia é tão santa que não está mal no santuário/
a) A oração adjetiva do 1º período. oração subordinada adverbial consecutiva
b) A oração adjetiva do 2º período.
c) A oração adjetiva do 3º período. 09. No período: "Era tal a serenidade da tarde, que se
d) A oração adjetiva do 4º período. percebia o sino de uma freguesia distante, dobrando a
e) A oração adjetiva do 5º período. ruas dos finados.", a segunda oração é:

05. Há no período uma oração subordinada adjetiva: a) subordinada adverbial causal


b) subordinada adverbial consecutiva
a) Ele falou que compraria a casa. c) subordinada adverbial concessiva
b) Não fale alto, que ela pode ouvir. d) subordinada adverbial comparativa
c) Vamos embora, que o dia está amanhecendo. e) subordinada adverbial subjetiva
d) Em time que ganha não se mexe.
e) Parece que a prova não está difícil. 10. Observe o seguinte período: "Sabendo que seria preso,
não saiu à rua". Nele, nota-se:
06. Classifique as orações em destaque do período abaixo:
a) reduzida de gerúndio, conformativa
"Ao analisar o desempenho da economia brasileira, os b) reduzida de gerúndio, condicional
empresários afirmaram que os resultados eram c) reduzida de gerúndio, causal

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
128
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

d) reduzida de gerúndio, concessiva II- A conjunção destacada não poderia ser


e) reduzida de gerúndio, final substituída por “em contrapartida”, pois provoca
truncamento na frase.
11. Na frase "Entrando na faculdade, procurarei III- A conjunção destacada classifica-se como
emprego.", a oração subordinada indica idéia de: coordenativa adversativa.
a) concessão
b) oposição Os itens CORRETOS são:
c) condição
d) lugar a) I e II.
e) consequência b) II e III.
c) I, II e III.
12. Leia, com atenção, os períodos abaixo: d) Somente I.
- Caso haja justiça social, haverá paz. e) Somente III.

- Embora a televisão ofereça imagens concretas, ela 03- “Um estudo da Organização Mundial da Saúde aponta
não fornece uma reprodução fiel da realidade. que quase 40% das vítimas do uso passivo de cigarros,
- Como todas aquelas pessoas estavam cachimbos, charutos etc. no Brasil são crianças”.
concentradas, não se escutou um único ruído.
A conjunção destaca poderia ser substituída
Assinale a alternativa que apresenta, corretamente por:
respectivamente, as circunstâncias indicadas pelas
orações sublinhadas: a) ,e
b) , porque
a) tempo, concessão, comparação c) , já que
b) tempo, causa, concessão d) , pois
c) condição, consequência, comparação e) :
d) condição, concessão, causa
e) concessão, causa, conformidade
04- “Segundo cálculos do médico Mattias Öberg, do
GABARITO 1 instituto sueco Karolinska, que colaborou com a
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 pesquisa, 2,8 mil dos 7,5 mil brasileiros vitimados pela
convivência com o cigarro são crianças com menos de
D A D E D C D A B C
5 anos de idade”.
11 12 A palavra destacada poderia ser corretamente
C D substituída por:
a) Embora
b) À medida que
EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO 2
c) Em que pese
(Padrão UECE, CESGRANRIO, IMPARH)
d) Consoante
e) Malgrado
01- “Em um dado momento ou em outro, passa pela
cabeça da maioria das pessoas a ambição de largar
05- “Mas uma das pessoas do grupo em que
tudo e ir viver uma vida tranquila em outro lugar.
conversávamos sobre esses anônimos discordou dessa
As respectivas conjunções grifadas assumem no texto
tese, e disse que a entrada do lenhador simbolizava
valor de:
um problema da humanidade, que é a dificuldade de
conseguir empregados de confiança, que façam o que
a) Alternância e adversidade.
lhes for pedido”.
b) Alternância e dúvida.
A estrutura destacada desempenha, na frase, valor
c) Dúvida e adição.
sintático de:
d) Exclusão e adição.
e) Dúvida e conclusão.
a) Sujeito.
b) Objeto direto.
02- “O estresse não é doença, e, sim, uma reação instintiva
c) Agente da passiva.
ao perigo real ou imaginário ou a uma situação de
d) Predicativo do sujeito.
desafio”.
e) Aposto.
I- A conjunção destacada pode ser substituída por
“mas”, preservando a correção e os sentidos.
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
129
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

06- “Trabalhar em grupo é uma operação tão prestigiada e) Explicação.


– na escola, no trabalho, no clube – que ninguém a 11- Se suprimirmos o pronome indefinido “Ninguém” e
discute. O que é um perigo: as verdades dadas como acrescentarmos “Se” à forma verbal “informou”, na
indiscutíveis costumam paralisar as iniciativas”. frase “ Ninguém informou que haverá aula”, o sujeito
da oração principal é:
A estrutura em destaque no texto apresenta valor de:
a) Ninguém.
a) Concessão b) Aula.
b) Causa c) Indeterminado.
c) Consequência. d) Que haverá aula.
d) Condição. e) Inexistente.
e) Conformidade.
12- Por definição, “oração coordenada que se prende à
07- “Reconhecer o rosto de cada membro num time de anterior por conectivo é denominada sindética e é
verdade não é ceder a algum nefasto individualismo: é classificada pelo nome da conjunção que a encabeça”.
saber reconhecer e identificar o valor de cada sujeito”.
Assinale uma alternativa em que aparece uma
A oração destaca cumpre papel sintático de: coordenada sindética explicativa, conforme a
a) Sujeito. definição:
b) Complemento Nominal.
c) Aposto. a) A casaca dele estava remendada, mas estava
d) Objeto direto. limpa.
e) Predicativo do sujeito. b) Ambos se amavam, não obstante não se falavam.
c) Todo mundo trabalhando: varrendo o chão ou
08- “Reia, uma lua de Saturno com 1.500 km de diâmetro e lavando as vidraças.
composta basicamente de rocha e gelo, tem uma d) Chora, que as lágrimas lavam a dor.
atmosfera tênue que é composta por 70% de oxigênio e) A operação da polícia foi impecável; estavam, pois,
e 30% de gás carbônico, dois gases que, na Terra, são bem treinados.
essenciais para as formas mais complexas de vida”.
13. Assinalar a alternativa que apresenta orações de
Os termos grifados introduzem, respectivamente, mesma classificação que as deste período: “Não se
orações que indicam ideia de: descobriu o erro, e Fabiano perdeu os estribos.”

a) Consequência / causa a) Pouco a pouco, o ferro do proprietário queimava


b) Explicação / restrição os bichos de Fabiano.
c) Restrição / restrição. b) Foi até a esquina, parou, tomou fôlego.
d) Modo / explicação. c) Depois que aconteceu aquela miséria, temia
e) Restrição / explicação. passar por ali.
d) Tomavam-lhe o gado quase de graça e ainda
09- Na oração: “Espia se ela está na esquina”. inventavam juro.
Qual das opções abaixo não analisa corretamente esse e) Não podia dizer em voz alta que aquilo era um
período. furto, mas era.
a) Período composto por subordinação.
b) Conjunção integrante iniciando segunda oração. 14. Classifique as orações em destaque do período abaixo:
c) Verbo da 1ª oração: transitivo direto.
d) Verbo da 2ª oração: de ligação. "Ao analisar o desempenho da economia brasileira, os
e) Frase em discurso direto. empresários afirmaram que os resultados eram
bastante razoáveis, uma vez que a produção não
10- Em “Convém que a leitora do Jornal do Brasil e outros aumentou, mas também não caiu."
desinformados saibam que o eucalipto é uma árvore
predadora”, a oração destacada desempenha papel a) principal – subordinada adverbial final.
de: b) adverbial temporal – subordinada adjetiva
restritiva.
a) Sujeito oracional. c) adverbial temporal – subordinada substantiva
b) Objeto direto oracional. objetiva direta.
c) Complemento oracional d) adverbial temporal – subordinada substantiva
d) Restrição. subjetiva.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
130
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

e) principal – subordinada substantiva objetiva 10. Uso do “PORQUÊ”.


direta.

15. No período: "Era tal a serenidade da tarde, que se RELEVÂNCIA DO ASSUNTO EM PROVAS: Considerável.
percebia o sino de uma comunidade distante, Como a palavra “porque” pode assumir várias ortografias e
dobrando a ruas dos finados.", a oração destacada é: funções dentro de um mesmo texto, é totalmente viável
que você conheça cada uma delas. As organizadoras
a) causal cobram esse assunto de várias maneiras: podem sugerir
b) consecutiva trocas de um determinado “porquê” por outro; substituição
c) concessiva do “porquê” por dois-pontos, comum no CESPE, na FCC e
d) comparativa na UECE; supressão total da palavra a fim de que você
e) subjetiva reconheça se os sentidos e correção gramatical são
16. Observe o seguinte período: "Sabendo que seria preso, mantidos etc.
não saiu à rua". Nele, nota-se, na oração destacada,
sentido de: DICA: Fique atento aos valores morfológicos e sintáticos
que cada um dos “porquês” assume dentro do texto.
a) conformidade
b) condicionalidade DICA DE ESTUDO: Faça bastante exercício, é necessário
c) causalidade que você memorize bem cada um deles para que não os
d) concessividade confunda na hora da prova.
e) finalidade
POSSIBILIDADE DE CAIR NA PROVA: Razoável para todos
17. Na frase "Entrando na faculdade, procurarei os níveis (de uma a duas questões por prova).
emprego.", a oração destacada indica ideia de:
STATUS: Dependendo da banca, em sala e com o
a) concessão professor; de outro modo, em casa e com leitura individual.
b) oposição
c) condição
d) lugar 1- Por que (separado e sem acento)
e) consequência
O específico “por que” tem dois empregos diferenciados:
18. Leia, com atenção, os períodos abaixo:
Quando for a junção da preposição por + pronome
- A menos que haja justiça social, haverá paz. interrogativo ou indefinido que, possuirá o significado de
- Conquanto a televisão ofereça imagens concretas, “por qual razão” ou “por qual motivo”:
ela não fornece uma reprodução fiel da realidade.
- Já que todas aquelas pessoas estavam Exemplos:
concentradas, não se escutou um único ruído.
Assinale a alternativa que apresenta, - Por que você não vai ao cinema? (por qual razão)
respectivamente, as circunstâncias indicadas pelas - Não sei por que não quero ir. (por qual motivo)
orações sublinhadas:
Quando for a junção da preposição por + pronome relativo
a) condição, tempo, causa. que, possuirá o significado de “pelo qual” e poderá ter as
b) oposição, causa, condição. flexões: pela qual, pelos quais, pelas quais.
c) condição, concessão, causa.
d) condição, tempo, causa. Exemplo:
e) consequência, causa, causa.
- Os assuntos por que o jovem se interessava tinham muita
GABARITO relevância. (pelos quais)

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 - A dificuldade por que passei me ajudou a vencer na vida.


D C E D B B A C D A (pela qual)
11 12 13 14 15 16 17 18
D D D C B C C C 2- Por quê (separado e com acento)

Quando vier antes de um ponto, seja final, interrogativo,


CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
131
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

exclamação, deverá vir separado e acentuado, e continuará g) São ásperos os caminhos ___________________
com o significado de “por qual motivo”, “por qual razão”. passei.

Exemplos: h) Não se sabe _________________ estavas tu, na


época, interessado.
- Vocês não comeram tudo? Por quê?
i) Quero saber ____________________ você não
- Andar cinco quilômetros, por quê? Vamos de carro. nos disse nada.

j) Creio que os verdadeiros


3- Porque (junto e sem acento) _______________________ainda não vieram à
tona.
É conjunção causal ou explicativa, com valor aproximado de K) _____________ o homem foi à Lua, muitas
“pois”, “uma vez que”. conquistas vieram até nós.

Exemplos: ______________________________________________
- Não fui ao cinema porque tenho que estudar para a prova. ________________________________________________
(pois)
________________________________________________
- Não vá fazer intrigas porque prejudicará você mesmo. ________________________________________________
(uma vez que)
________________________________________________
________________________________________________
4- Porquê (junto e com acento)
________________________________________________
É substantivo e tem significado de “o motivo”, “a razão”. ________________________________________________
Vem acompanhado de artigo, pronome, adjetivo ou
numeral. ________________________________________________
________________________________________________
Exemplos:
________________________________________________
- O porquê de ela não ter ido à festa ainda é um mistério. ________________________________________________
(motivo)
________________________________________________
- Diga-me dois porquês para não fazer o que devo. (duas ________________________________________________
razões)
________________________________________________
EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO
________________________________________________
01- Use PORQUE; PORQUÊ; POR QUE OU POR QUÊ ________________________________________________
devidamente.
________________________________________________
a) Quero saber ______________estou assim. ________________________________________________

b) Foi demitido e não sabe o ________________________________________________


___________________. ________________________________________________

c) _______________ você está tão aborrecida? ________________________________________________


________________________________________________
d) Não vai à aula _______________________?
________________________________________________
e) Paulo não foi à aula ____________________ não ________________________________________________
tem caderno.
f) Ignora-se o _______________________da sua ________________________________________________
renúncia. ________________________________________________
________________________________________________

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
132
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

11. Funções do SE. - A população poderia ser compreensiva com os políticos se


eles tivessem mais compromisso com os seus programas
eleitorais.
RELEVÂNCIA DO ASSUNTO EM PROVAS: Considerável. A
palavra “SE” pode assumir diversas funções no texto. As - Se todos compreendessem o verdadeiro sentido da
diferenças são, quase sempre, muito sutis. Portanto, palavra respeito, a humanidade cresceria muito mais.
atenção.

DICA: Fique atento aos valores morfológicos e sintáticos c) Conjunção temporal.


que cada “SE” assume dentro do texto. É aqui que as
organizadoras podem indagar aos candidatos se o “SE” do DICA: A oração em que esse SE se insere não terá valor
1º parágrafo de um determinado texto pode ser hipotético, provável ou incerto, mas sim de certeza, de
classificado da mesma maneira que o “SE” do 3º parágrafo. convicção e/ou de fato. Será equivalente à conjunção
QUANDO, e por esta poderá ser substituído.
DICA DE ESTUDO: Não são todos os casos de “SE” que
são cobrados em provas. Haverá sempre preferências entre - Se as chuvas devastam cidades todos os anos, os
as organizadoras. Por isso, é bom ficar atento quando o governantes dizem a mesma coisa: que a tragédia não era
“SE” for: pronome apassivador (PA), índice de esperada.
indeterminação do sujeito (IIS), pronome reflexivo ou parte
integrante do verbo. Quanto aos demais, são raros em - O país deixa de arrecadar uma fortuna em impostos se
provas de concursos. não fiscaliza os grandes sonegadores.

POSSIBILIDADE DE CAIR NA PROVA: Razoável para todos


os níveis (de uma a duas questões por prova). d) Conjunção causal.

STATUS: Em sala e com o professor. DICA: Certamente, o SE menos comum de todos. A oração
em que ele estiver envolvido relacionar-se-á com uma
segunda de valor consecutivo. Permite troca por JÁ QUE,
CRITÉRIOS BÁSICOS DE DIFERENCIAÇÃO: PORQUANTO, COMO etc.

1- “SE” não vinculado ao verbo. - Se o país vive tendo crises econômicas, os índices de
desemprego só aumentam.
► Será conjunção. - Se há algo de errado no que foi declarado, a polícia deve
averiguar os documentos.

2- “SE” vinculado ao verbo. “SE” vinculado ao verbo.


As várias denominações do pronome “SE”:
► Será pronome, mas receberá várias denominações. - Parte
- Palavra
- Partícula
“SE” não vinculado ao verbo. - Índice
- Indício
a) Conjunção integrante:
a) Pronome reflexivo:
DICA: Sempre que você substituir a oração iniciada pelo SE
por ISSO, e tal substituição fizer sentido, constata-se que o 1. “SE” será pronome reflexivo quando a ação verbal
SE é conjunção integrante. puder ser desempenhada, voluntariamente ou
não, pelo sujeito contra si mesmo.
- A imprensa não investigou se, de fato, as acusações eram 2. Essas ações são, quase sempre, físicas (objetivas
verdadeiras. e/ou conscientes), mas podem ser também
- Seria muito bom se todo o país reciclasse o seu lixo. psicológicas (subjetivas e/ou inconscientes).
b) Conjunção condicional. 3. O contexto, nessas horas, é fundamental.

DICA: O SE condicional fará parte de uma oração de valor Exemplos:


hipotético, provável ou incerto. Esse mesmo SE terá o
valor da conjunção CASO, e, por esta, muito 1- A moça maquiava-se diante do espelho.
provavelmente, poderá ser substituída. 2- O cão mordia-se procurando uma pulga.
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
133
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

3- Os grandes homens não se repetem ao longo de seus d) Parte integrante do verbo.


projetos.
1- Funciona como um componente do verbo.
4- O homem forte motiva-se sempre.
2- Sua retirada invalida ou modifica os sentidos do verbo.
5- O casal nunca se questionava durante as brigas.
6- Aquele país ainda se culpa pelo holocausto. Ex.:
- O homem arrependeu-se de suas palavras.
b) Partícula apassivadora: - A jornalista se referiu aos casos de irregularidade.
- O talentoso artista suicidou-se nesta manhã.
1- É responsável pela transformação do objeto direto em
sujeito paciente. 1 - Classifique a partícula SE nos períodos abaixo:
2- Quando o verbo está no singular, costuma induzir o
- Jamais se consertaram as bicicletas.
candidato a pensá-la como índice de indeterminação do
(_____________________________)
sujeito.
3- Está condicionada, sempre, a verbos transitivos diretos - Trabalha-se muito aqui.
ou bitransitivos. (______________________________.)

Exemplos: - Os convidados foram-se embora ao amanhecer.


(_________________________)
- Destina-se aos homens-placa um lugar visível nas ruas e
nas praças, ao passo que lhes é suprimida a visibilidade - Se ela não vier, teremos muito trabalho.
social. (_____________________________)
- Ainda não se percebeu que a política nacional é puro
- Não sei se ele voltará hoje para casa.
teatro amador.
(_____________________________.)
- Devem-se apoiar iniciativas de inovação na política
nacional. 2 - Relacione a primeira coluna com a segunda.

b) Índice de indeterminação do sujeito. (1) Conjunção Subordinativa


1- Está ligada a verbos transitivos indiretos, intransitivos e (2) Pronome Reflexivo.
de ligação. (3) Pronome Apassivador
VTI + SE OBJETO INDIRETO. (4) Índice de Indeterminação do Sujeito.
VI + SE ADJ. ADV.* (5) Partícula Expletiva ou de Realce
VL + SE PRED. DO SUJEITO.
* muito provavelmente. ( ) Solange considerou-se culpada.
Exemplos: ( ) Precisa-se de operários especializados.
( ) Nunca se sabe se ele vai chegar cedo ou não.
- Divergiu-se muito das opiniões do senador. ( ) A platéia riu-se das piadas do apresentador.
- Sempre se acredita em milagres religiosos. ( ) Ali ainda se viam grandes florestas.
- Saiu-se muito naquele fim de semana.
- Parecia-se nervoso no dia da prova. 3- No período "O irmão deixou-se envolver por más
- Era- se feliz naquele país. companhias", o SE é classificado como:

a) Conjunção Subordinativa
c) Partícula expletiva (ou de realce). b) Pronome Reflexivo.
c) Pronome Apassivador
1- Seu objetivo é criar um efeito poético à frase. d) Índice de Indeterminação do Sujeito.
e) Partícula Expletiva ou de Realce
2- Sua retirada não modifica a estrutura sintática do
período.
4- No período "Conseguiremos lugar, se chegarmos
cedo ao teatro", o SE é classificado como:
Ex.:
a) Conjunção Subordinativa.
- As flores murcharam-se todas.
b) Pronome Reflexivo.
- O amor foi-se embora.
c) Pronome Apassivador.
- Os atletas partiram-se chorando.
d) Índice de Indeterminação do Sujeito.
e) Partícula Expletiva ou de Realce.
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
134
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

5- No período "A mulher arrependeu-se do que fez", o 12. Vozes do verbo


SE é classificado como:

a) Conjunção Subordinativa RELEVÂNCIA DO ASSUNTO EM PROVAS: Considerável.


b) Pronome Reflexivo. Entender esse assunto significa enxergar algo a mais numa
c) Parte Integrante do verbo. simples frase e até melhorar na interpretação de certos
d) Pronome Apassivador enunciados.
e) Partícula Expletiva ou de Realce
DICA: Se há uma organizadora que explora bastante esse
RESPOSTAS tema, esta é a FCC. Nas provas de todos os níveis é possível
encontrar questões sobre esse assunto. O CESPE também o
01- Pronome apassivador; índice de indeterminação do explora, mas não costuma “avisar” ao candidato que está
sujeito; partícula de realce; conjunção condicional; tratando de tal assunto. Por exemplo, é comum que o
conjunção integrante. CESPE diga “A substituição de ‘erguem-se’ (linha 10) por
02- (2), (4), (1), (5), (3). ‘são erguidas’ prejudica a correção do período”. Ora, é uma
nítida questão de passividade verbal. A organizadora quer
03- B
que você reconheça se a passagem da “voz passiva
04- A sintética” para a “voz passiva analítica” mantém a correção
gramatical.
05- C

______________________________________________ DICA DE ESTUDO: Cuidado com os modos e tempos


verbais. É fundamental que você não confunda o pretérito
________________________________________________ perfeito como o imperfeito, por exemplo. Assim, se a
questão pede para que você passe a seguinte frase para a
________________________________________________ voz passiva analítica “O projeto trouxe benefícios”, e você
________________________________________________ pensar que “Benefícios são trazidos pelo projeto” é a
estrutura correta, você está confundindo os tempos
________________________________________________ verbais. Corrigindo: se “trouxe” está no pretérito perfeito, o
________________________________________________ verbo “ser” deve ficar também no pretérito perfeito
“foram”, e não no presente.
________________________________________________
________________________________________________ POSSIBILIDADE DE CAIR NA PROVA: De média para alta.

________________________________________________
________________________________________________ VOZES DO VERBO
________________________________________________
A voz verbal é uma das relações que há entre o sujeito e
________________________________________________ verbo. Nesse processo, observa-se como o sujeito reage às
________________________________________________ diversas situações em que ele se insere.

________________________________________________ Tipos de voz verbal


________________________________________________
a) Voz ativa: o sujeito pratica uma ação verbal.
________________________________________________
________________________________________________ Ex.: Janaína Paschoal disse que Deus ajudou no processo de
Impeachment.
________________________________________________
________________________________________________ b) Voz passiva analítica: o sujeito recebe uma ação
verbal. Há, nessa voz, presença obrigatória de
________________________________________________ locução verbal e, muitas vezes, há agente da
________________________________________________ passiva.

________________________________________________ Ex.: Dilma Rousseff foi interrogada pelos senadores e


________________________________________________ advogados de acusação.

________________________________________________

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
135
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

c) Voz passiva sintética: o sujeito recebe a ação A “transposição” acima está completamente errada, pois o
verbal. Há, nessa voz, presença obrigatória de sujeito não pode ser preposicionado.
partícula apassivadora “SE” e nunca há agente da
passiva. - Os bandidos da penitenciária estadual fugiram. (voz ativa)

Ex.: Mudou-se o governo. - Foram fugidos os bandidos da penitenciária estadual.

A “transposição” acima também está completamente


d) Voz reflexiva: o sujeito pratica e recebe a ação errada, pois não faz nenhum sentido dizer que os bandidos
verbal ao mesmo tempo. Há, nessa voz, partícula foram fugidos.
reflexiva “SE”.

Ex.: Um senador confundiu-se durante o interrogatório.


Observação 1:
e) Voz reflexiva recíproca: quando o sujeito A voz ativa, portanto, não é exclusividade de VTD’s e
composto ou formado por um grupo (de pessoas, VTDI’s. Os VTI’s e VI’s também podem ter voz ativa, só não
coisas, animais etc.) pratica e sofre a ação verbal permitem a mudança de voz.
ao mesmo tempo.

Ex.: Um jornalista e um fotógrafo chocaram-se durante a Observação 2:


entrevista. Verbos de ligação isolados nas frases (sozinhos) produzem
orações sem voz verbal.
Ex.: Os cães se lambiam na calçada.
- A criança está feliz.

INFORMAÇÕES IMPORTANTÍSSIMAS Não há voz verbal alguma, pois o sujeito não pratica, não
recebe nem pratica e recebe, ao mesmo tempo, nenhum
● Verbos que permitem mudança de voz: tipo de ação verbal. O verbo “estar” indica apenas um
estado do sujeito.
- VTD
- VTDI
EXCEÇÃO!!!!!
Por quê? Porque esses verbos têm um objeto direto, termo
que se converterá em sujeito paciente na voz passiva. Segundo muitos gramáticos, os verbos “(des)obedecer” e
“assistir” – no sentido de ver – (ainda que sejam um VTI)
Ex.: aceitam mudança para a voz passiva. Por quê? Porque sim.
É uma imposição.
- A justiça proíbe a presença de manifestantes. (voz ativa)
- O paciente desobedeceu ao médico. (voz ativa).
- A presença de manifestantes é proibida pela justiça. (voz - O médico foi desobedecido pelo paciente (voz passiva
passiva analítica) analítica).

- Todos nós assistimos ao julgamento da ex-presidente.


● Verbos que não permitem mudança de voz: - O julgamento da ex-presidente foi assistido por todos nós.

- VTI Note que, em todas as transposições, a preposição “a” foi


- VI eliminada do processo.
- VL
● Alteração no número de verbos:
Por quê? Porque esses verbos são desprovidos de objeto
direto. a) 1 verbo (na ativa) = 2 verbos (na passiva).
b) 2 verbos (na ativa) = 3 verbos (na passiva).
Ex.: c) 3 verbos (na ativa) = 4 verbos (na passiva).
- Os brasileiros acreditam em milagres. (voz ativa)

- Em milagres são acreditados pelos brasileiros.

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
136
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

VAMOS TESTAR TESTE II

Antes, vamos entender as seguintes tabelas: Mude as vozes das seguintes construções:

Para apenas um verbo na voz ativa - Muito se deve discutir o motivo das manifestações.

VERBO PRES. IND. PRET.IMP. PRET.PER. ________________________________________________


“SER”
Ele(a) é era foi - Podem-se verificar os novos rumos do país.
________________________________________________
Eles(as) são eram foram
- Questionou-se o novo governo.
Para a partir de dois verbos na ativa ________________________________________________

SER
SENDO Voz Reflexiva:
SIDO
Há dois tipos de voz reflexiva:
Ex.:
a) Reflexiva: será chamada simplesmente de reflexiva,
- O jovem melhora a vida dos pais. quando o sujeito praticar a ação sobre si mesmo.

________________________________________________ Exemplos:
- O brasileiro pouco se critica.
- O jovem melhorava a vida dos pais. - A moça se maquiava.
- A modelo se impôs uma rígida dieta.
________________________________________________
b) Reflexiva recíproca: será chamada de reflexiva recíproca,
- O jovem melhorou a vida dos pais. quando houver dois elementos como sujeito: um pratica a
ação sobre o outro, que pratica a ação sobre o primeiro.
________________________________________________
Exemplos
- Paula e Renato amam-se.
- A burocracia deve atrapalhar os investidores. - Os jovens agrediram-se durante a festa.
- Os ônibus chocaram-se violentamente.
________________________________________________
EXERCÍCIOS 01
- A burocracia vem atrapalhando os investidores.
01- PREVIC 2012 (CESPE) “Analistas da área apontam
________________________________________________ para o fim do ciclo hiperinflacionário e do descontrole
dos gastos públicos como o principal motivador da
- A burocracia tem atrapalhado os investidores. expansão dos fundos de pensão entre os países
latino-americanos. Esse renovado interesse pela
________________________________________________ previdência complementar ainda teria sido
fortalecido pelo próprio processo de reformas
orientadas para o mercado, o qual estabeleceu uma
- As crianças podem querer ler aquele livro. moderna estrutura de regulação e supervisão dos
fundos institucionais”.
________________________________________________ ( ) O emprego da forma verbal “teria sido
fortalecido” tem o efeito de indicar ao leitor
- As crianças devem vir lendo aquele livro. que o autor apresenta uma hipótese para
explicar o “renovado interesse pela
________________________________________________ previdência complementar”. Infere-se do
texto que essa hipótese é de autoria dos
- As crianças podem ter lido aquele livro. “Analistas da área”.

________________________________________________
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
137
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

02- TJ Espírito Santo 2012 (CESPE) “No documentário EXERCÍCIOS 2


Lixo Extraordinário, Tião diz que gosta de Nietzsche e
Maquiavel. Ele encontrou um exemplar de O Príncipe, 01- (TRT 11ª Região 2012) Existe transposição de uma voz
de Maquiavel, no meio do chorume do aterro. Depois verbal para outra em:
de ler, ficou comparando os príncipes descritos por
Maquiavel com líderes do tráfico. Ele conta que a (A) Variam os níveis de percepção de uma
obra foi fundamental quando estava começando sua fotografia = São vários os níveis de percepção de
própria liderança”. uma fotografia.
( ) No trecho “descritos por Maquiavel”, a (B) As fotografias são uma espécie de espelhos = As
expressão “por Maquiavel” designa o agente fotografias tornam-se uma espécie de espelhos.
da ação expressa pela forma nominal (C) A percepção de uma imagem muda com o
“descritos”. passar do tempo = O passar do tempo muda a
percepção de uma imagem.
03- SEDU Espírito Santo 2010 (CESPE) “Na realidade, à (D) Os olhares hão de descongelar cada imagem =
exceção das manifestações indígenas, o restante do Cada imagem há de ser descongelada pelos
que se pode definir como cultura brasileira veio de olhares.
fora. A multirracialidade do país contribuiu para isso”. (E) Certas fotos se assemelham a espelhos = Há
( ) Prejudica-se a correção gramatical do período espelhos aos quais certas fotos se tornam
ao se substituir “se pode definir” por pode ser semelhantes.
definido.
02- (TCU São Paulo 2012) Transposta para a voz ativa, a
04- SEDU Espírito Santo 2010 (CESPE) “Já é tempo de ser forma verbal grifada abaixo passará a ser:
tomada firme decisão política, envolvendo “... que a expansão do consumo de energia dos
permanente esforço de conscientização da brasileiros será atendida por outras fontes ...”
coletividade no tocante a um item tão importante ao
presente e ao futuro da qualidade de vida citadina, (A) atenderão.
como é o caso do trato adequado com o lixo urbano”. (B) atenderiam.
( ) Prejudica-se a correção gramatical do período (C) se atendesse.
ao se substituir “ser tomada” por se tomar. (D) serão atendidas.
(E) deverá ser atendida.
05- PEFOCE (CESPE 2012) Com relação à correção
gramatical, julgue o item subsequente, que apresenta 03- SEGÁS SERGIPE (FCC 2013) “É impossível que nossos
trecho reescrito do texto. homens políticos não tenham conservado um resto de
( ) “Necessitam-se tanto da criação de métodos idealismo ...”
transparentes e previsíveis quanto da A forma verbal resultante da transposição da frase
definição clara do que se considere violação acima para a voz passiva é:
ética, cujas alegações desse tipo seja
submetido à investigação”. (A) conservassem.
(B) tenha sido conservado.
06- MPU TÉCNICO (CESPE 2013) “A partir da elaboração (C) fora conservado.
de relatórios como o Justiça em Números, o CNJ (D) tenham sido conservados.
pôde, por exemplo, criar metas para desatar os nós (E) conservasse.
da justiça brasileira. Uma delas, de 2009, previa o
julgamento de todos os processos distribuídos antes 04- METRÔ SP (FCC 2012) A frase em que o verbo se
de 2006. Identificaram-se quase 4,5 milhões de casos; apresenta na voz passiva é:
90% deles já foram julgados”.
( ) Prejudica-se a correção gramatical do texto ao (A) ... que era encantador e apaixonado por si
se substituir “Identificaram-se” por Foram mesmo em igual medida.
identificados. (B) ... como ele costumava escrever seu nome ...
(C) Era um ser totalmente urbano que jamais teve
muito a dizer sobre os encantos da natureza .
(D) ... seus ancestrais eram tecelões e pedreiros ...
GABARITO (E) Quando criança, Mozart foi anunciado em
Londres como “prodígio” e “gênio”.
01 02 03 04 05 06
C C E E E E 05- METRÔ SP (FCC 2012) A transposição da frase abaixo
para a voz passiva terá como resultado:

CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
138
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

“... que os antigos podem ter explorado 05- Passando para a voz ativa a frase “O texto será
praticamente todas as plantas selvagens corrigido pelo técnico especializado”, obtém-se a
aproveitáveis...” forma verbal:

(A) que as plantas selvagens aproveitáveis a- corrigirá


praticamente exploraram-se todas com os b- fará a correção
antigos. c- corrigir-se-á
(B) que praticamente todas as plantas selvagens d- vai corrigir
aproveitáveis podem ter sido exploradas pelos e- deve corrigir
antigos.
(C) que praticamente todas as plantas selvagens 06- Passando para a voz passiva a frase “Lídia ia
aproveitáveis pôde ter sido exploradas pelos marcando as falhas tipográficas sobre o próprio
antigos. texto”, obtém-se a forma verbal:
(D) que podem os antigos ter tido as plantas a- estava marcando
selvagens aproveitáveis todas praticamente b- foi sendo marcado
exploradas. c- foram marcados
(E) que os antigos puderam explorar praticamente d- iam sendo marcadas
todas as plantas selvagens aproveitáveis. e- eram marcados

GABARITO
GABARITO
01 02 03 04 05
01 02 03 04 05 D C D A D
D A B E B

EXERCÍCIO
______________________________________________
________________________________________________
01- Transpondo para a voz passiva a frase “Ele tinha
estabelecido um roteiro de fiscalização do dia”, ________________________________________________
obtém-se a forma: ________________________________________________
a- tivera estabelecido
b- foi estabelecido ________________________________________________
c- estava estabelecendo ________________________________________________
d- tinha sido estabelecido
e- estava sendo estabelecido ________________________________________________
________________________________________________
02- Transpondo para a voz passiva a frase “a menina estava
compondo uma bela música”, obtém-se a forma: ________________________________________________
________________________________________________
a- Era composta
b- Tinha sido composta ________________________________________________
c- Estava sendo composta ________________________________________________
d- Fora composta
e- Estaria sendo composta ________________________________________________
________________________________________________
04- Transpondo para a voz ativa a oração “O dissídio já
havia sido homologado”, o verbo apresentará a ________________________________________________
forma: ________________________________________________

a- homologara-se ________________________________________________
b- homologar-se-ia ________________________________________________
c- homologariam
d- haviam homologado ________________________________________________
e- houvera sido homologado ________________________________________________
________________________________________________
________________________________________________
CURSO PRIME ALDEOTA – Rua Maria Tomásia, 22 – Aldeota – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208. 2222
139
CURSO PRIME CENTRO – Av. do Imperador, 1068 – Centro – Fortaleza/CE – Fone: (85) 3208.2220
PORTUGUÊS PARA CONCURSOS
| APOSTILA 2017 – Prof. Eli Castro
OS: 0174/2/17-Gil

13. Acentuação gráfica (Acordo C) i, is: júri, júris, lápis, jóquei, jóqueis, amáveis,
quisésseis;
Ortográfico)
D) on, ons: próton, prótons, nêutron, nêutrons;

RELEVÂNCIA DO ASSUNTO EM PROVAS: Baixa. As E) um, uns, us: álbum, álbuns, bônus, Vênus;
organizadoras vêm trabalhando muito pouco com esse
tema. As regras do Novo Acordo Ortográfico só serão F) l, n, r, x, ps, t, ts: amável, hífen, revólver, Félix,
mesmo obrigatórias a partir de 2013. Logo, convivem, bíceps, superávit(s).
atualmente, duas ortografias oficiais no Brasil. Por esse
motivo, as organizadoras estão dando tempo ao tempo. 3- As palavras oxítonas e os monossílabos tônicos
Penso que, depois de 2013, questões sobre esse assunto acentuados são os que terminam em:
deverão ser mais frequentes. Por enquanto, são raras.
A) a, e, o, seguidos ou não de s: cá, vatapá, fé, café,
DICA: Quando o edital sair, verifique se há prova de pó, cipó, avô, pôs, você, vocês, mês, três.
redação (prova discursiva). Caso haja, note que o edital dirá
qual modelo ortográfico você deverá seguir. Quase sempre, B) ém, éns, excluindo-se os monossílabos:
as organizadoras pedem que o candidato escolha um dos armazém, armazéns, alguém, também, parabéns;
dois modelos. mas: tem (ele), tens, vem (ele), vens;

DICA DE ESTUDO: Embora muitos alunos fiquem C) êm, na terceira pessoal do plural dos verbos:
bastante preocupados com o Novo Acordo Ortográfico, têm (eles), vêm (eles), detêm (eles), provêm
este não é o assunto mais relevante dos programas. Por (eles).
isso, não tente, intempestivamente, memorizar todas as
mudanças. Relaxe, o novo acordo só alterou 0,5% das 4- Acento nas vogais i e u: Para serem acentuadas, as
regras de ortografia. Pense comigo: se já são poucas as vogais I e U precisam preencher as seguintes
questões envolvendo esse tema, e se somente 0,5% foi condições:
alterado, o risco de cair uma questão é baixo. Contudo, é
sempre bom examinar com calma o edital; se nele contiver a) ser tônicas;
afirmações do tipo: “Será cobrado Novo Acordo
Ortográfico”, aí, você deve ler com bastante calma o que há b) ser precedidas de vogal;
neste primeiro capítulo. Por essas razões, caso queira, você c) formar sílaba sozinha ou com S: aí, caí, juízes,
pode até pular este capítulo. Comece pelo próximo caído, Luís, incluí-lo, caíste, baú, saúde, gaúcho,
assunto. Aconselho que você vá lendo as novas regras aos balaústre.
poucos, afeiçoando-se a elas devagar, sem correrias.
Basta falhar uma dessas condições para não mais
POSSIBILIDADE DE CAIR NA PROVA: Para nível haver acento: vai, cai, juiz, caindo, Luiz.
fundamental, no mínimo, uma (isso numa prova de 10
questões); para nível médio, no máximo, uma (isso numa
prova de 10 a 20 questões); já para nível superior a  REGRAS QUE MUDARAM
possibilidade é mínima, quase zero.
Mudanças no alfabeto

 REGRAS QUE NÃO MUDARAM


O alfabeto passa a ter 26 letras. Foram reintroduzidas as
letras k, w e y. O alfabeto completo passa a ser:
1- Todas as palavras proparoxítonas (que têm o acento
tônico na antepenúltima sílaba) são acentuadas:
árvore, lâmpada, déficit, esplêndido. ABCDEFGHIJKLMNOPQRSUVWXYZ

2- Acentuam-se as palavras paroxítonas (que têm o As letras k, w e y, que na verdade não tinham desaparecido
acento tônico na penúltima sílaba) terminadas em: da maioria dos dicionários da nossa língua, são usadas em
várias situações. Por exemplo:
A) ditongo crescente: sério, ânsia, Mário, mágoa,
espontâneo; a) na escrita de símbolos de unidades de medida: km
(quilômetro), kg (quilograma), W (watt);
B) ão, ãos, ã, ãs: órfão, órfãos, órfã, órfãs;