You are on page 1of 11

11/02/2018 Алкоголь и мозг: культовый доклад академика Углова в 1983 году ~ Шкатулка рецептов

Home Horóscopo das mulheres Saúde Beleza Cozinhando

Cascos de receitas

Álcool e cérebro: um relatório de culto do


Academician Uglov em 1983
Ar Ka   10:02 comentáriosHealth2      

Categorias

Fortune-telling

Horóscopo

dieta

Horóscopo diário

Horóscopo das mulheres

zd

Saúde

karma

Beleza

Cozinhando

O Calendário Lunar
Álcool e cérebro: um relatório de culto do Academician Uglov em
1983 Dicas úteis

Testes psicológicos
O maior mal do álcool
Psicologia
Não há tal doença, cujo curso não piora do uso de álcool. Não há tal órgão em uma pessoa que
Psicossomática
não sofre de beber álcool.
receitas
No entanto, o cérebro sofre acima de tudo e é o mais difícil. E isso é fácil de entender, dado
que é no cérebro que a maior acumulação ocorre. Se a concentração de álcool no sangue for MODA
tomada como 1, será 1,45 no fígado, 1,5 no líquido cefalorraquidiano e 1,75 no cérebro. No
caso de intoxicação aguda por álcool, o quadro clínico pode ser heterogêneo, mas a autópsia
mostra o maior dano no cérebro. O córtex cerebral é tenso, as membranas cerebrais suaves
estão inchadas, cheias de sangue, o cérebro está inchado, os vasos estão dilatados. Existe uma
necrose de áreas de matéria cerebral.

Um estudo mais sutil do cérebro no falecido por intoxicação aguda por álcool mostra que as
alterações no protoplasma e no núcleo, tão pronunciadas como emvenenando por outros
venenos fortes, ocorreram nas células nervosas. Nesse caso, as células corticais são muito mais
afetadas do que a parte subcortical, i. E. O álcool age mais forte em células de centros
superiores de atividade cerebral. No cérebro marcado por um forte excesso de sangue, muitas
vezes com a ruptura dos vasos sanguíneos nas meninges e na superfície das circunvoluções
cerebrais. Nos casos em que houve uma intoxicação alcoólica forte, mas não fatal, as mesmas
alterações ocorreram no cérebro e nas células nervosas do córtex como naqueles que morreram
por intoxicação alcoólica. As mesmas mudanças no cérebro também são observadas em pessoas

http://www.shkarec.ru/2017/07/1983.html 1/11
11/02/2018 Алкоголь и мозг: культовый доклад академика Углова в 1983 году ~ Шкатулка рецептов
bebendo, cuja morte vem das
causas,

As mudanças descritas na
substância do cérebro são
irreversíveis. Eles deixam uma
marca indelével sob a forma de
9 531,00 R$ 49,99 R$ 8 600,00 R$ pequenas e pequenas estruturas do
cérebro, que inevitavelmente e
inevitavelmente afeta suas
funções.

Mas este não é o maior mal do


álcool. As pessoas que bebem
10 590,00 R$ 2 849,90 R$ 2 999,89 R$
bebidas alcoólicas recebem uma
Americanas.com
colheita precoce de glóbulos
vermelhos - bolas de sangue
vermelho. Quanto maior a concentração de álcool no sangue, mais pronunciado é o processo de
colagem. Se isso ocorrer em tecidos grossos, esse processo pode passar despercebido. Mas no
cérebro, onde a colagem é mais forte, porque A concentração de álcool é maior, aqui pode
conduzir e, como regra, leva a graves consequências. O diâmetro dos capilares mais pequenos
que conduzem o sangue às células cerebrais individuais "se aproxima do diâmetro do eritrócito
e, se houver colagem de glóbulos vermelhos, eles cobrem o lúmen nos capilares. O
fornecimento de uma célula cerebral com oxigênio cessa. Essa inanição de oxigênio, se ela dura
5-10 minutos, leva à necrose, isto é, perda irreversível de células cerebrais, e quanto maior a
concentração de álcool no sangue, quanto mais forte o processo de adesão, mais células do
cérebro morrerão. Uma autópsia de bebedores moderados mostrou que em seus cérebros
existem cemitérios inteiros de células corticais mortas.

Mudanças na estrutura do cérebro ocorrem após vários anos de beber álcool. Ao examinar 20
dessas pessoas, todas têm uma diminuição no volume cerebral ou, como se diz, um cérebro
enrugado. Todos tinham sinais claros de atrofia cerebral, mudanças no córtex cerebral, ou seja,
onde a atividade mental ocorre, a função de memória é realizada. Em 5 deles, houve uma clara Popular
diminuição nas habilidades cognitivas, mesmo na conversa comum. Em 19 pacientes, ocorreram
alterações no lobo frontal e em 18 pacientes - no occipital.
Como remover muco do corpo
e tornar-se mais saudável por
As pessoas perceberam há muito
10 anos?
tempo que muitos bebedores e até
Como remover muco do corpo
aqueles que já jogaram para beber
e tornar-se mais saudável por
logo manifestaram a chamada
10 anos? Excesso de formação de muco no
demência senil. Existe uma opinião
corpo - a causa de muitas doenças ...
de que todo o mal causado por
"bebidas alcoólicas" deve ser É por isso que polvilhe o sal
atribuído apenas aos alcoólatras. diretamente na porta! Você
Os alcoólatras sofrem. Eles têm também vai começar!
mudanças. E o que somos nós? Nós É por isso que polvilhe o sal
bebemos moderadamente. Não diretamente na porta! Você
temos essas alterações. também vai começar! Não superstição.
Talvez seja estranho para você, mas o sal
É necessário esclarecer aqui. As está desgastado ...

tentativas de atribuir a influência Esta é a razão pela qual você


nociva do álcool apenas para se sente inchado!
aqueles que são reconhecidos como alcoólatras são fundamentalmente erradas. Para os
Esta é a razão pela qual você
próprios termos: um alcoólatra, um bêbado, muita bebida, moderado, baixo consumo, etc. têm se sente inchado! Livrar-se de
diferenças quantitativas e não fundamentais, e muitos são entendidos de forma diferente. inchaço e perder peso à noite
Alguns referem-se a alcoólatras apenas aqueles que bebem bebidas alcoólicas, que se bebem com esta receita maravilhosa. Antes ...
de febre branca, etc. Isso também está incorreto. Drogas, febre branca, alucinações, psicose
de Korsakov, ataque alcoólico de ciúmes, epilepsia alcoólica, etc., são todas as consequências Se você precisa perder 8 kg em
do alcoolismo. 1 semana, é isso que você
precisa fazer!

O próprio alcoolismo é o consumo de bebidas alcoólicas, que tem um efeito nocivo para a Se você precisa perder 8 kg em
saúde, a vida, o trabalho e o bem-estar da sociedade. A Organização Mundial da Saúde em 1975 1 semana, é isso que você
precisa fazer! Dieta para funcionários da
reconheceu o álcool como uma droga e definiu o alcoolismo como a dependência da pessoa do
General Motors. Você está procurando o
álcool. Isso significa que a pessoa bebendo está em cativeiro com a droga. Ele está à procura
mais ...
de qualquer oportunidade, qualquer desculpa para beber. E se não há motivo, ele bebe sem
nenhum motivo. Bebe em condições inadequadas, secretamente dos outros. Ele tem vontade Liz Bourbaugh: formas do
de beber não só à vista do vinho, mas também quando ele não está. Se pedimos a alguém que é corpo armazenam informações
chamado de "bebedor" bêbado, se ele se considere alcoólatra, ele responderá categoricamente sobre trauma psicológico

http://www.shkarec.ru/2017/07/1983.html 2/11
11/02/2018 Алкоголь и мозг: культовый доклад академика Углова в 1983 году ~ Шкатулка рецептов
que ele não é alcoólatra. Ele não pode ser persuadido a ir ao tratamento médico, embora todos Liz Burbo: formas do corpo armazenam
os parentes, todas as pessoas ao redor gemeem dele. Ele diz que ele bebe moderadamente. informações sobre trauma psicológico. Nós
costumávamos ver nossa gura em termos
Aliás, este é o termo mais insidioso para o qual os alcoólatras estão se escondendo e a arma de onde ...
mais confiável de todos aqueles que estão tentando estragar nossa gente. É suficiente
Maçãs, sementes, câncer: isso
encorajar as pessoas a beber moderadamente e dizer que é inofensivo e que, com prazer,
é o que os médicos estão
seguirão esses conselhos. E a maioria deles se tornará alcoólatra.
escondendo de nós há
décadas!
O termo "abuso" também não é qualificado. Afinal, se houver abuso, então, portanto, não é útil
Maçãs, sementes, câncer: isso
para o mal, mas para sempre, útil. Mas não há tal uso. Além disso, não há uso inofensivo.
é o que os médicos estão escondendo de
Qualquer dose aceita é prejudicial. O acordo é o grau de dano. O termo "abuso" é incorreto em nós há décadas! Ele já salvou milhares de
substância. E, ao mesmo tempo, é muito complicado, porque dá uma oportunidade de encobrir vidas! Uma simples menção de maçã ...
a embriaguez com uma desculpa de que não estou, tenho medo, abusando. Mas os limites entre
uso e abuso não são e não podem ser. Qualquer uso de bebidas alcoólicas é um abuso. Mesmo se Muitas mulheres sofrem de
você beber vinho seco e pequenas doses, mas use mais de uma vez por semana, o cérebro não infecções por fungos, mas
se recuperará da intoxicação por drogas. E o seu dano é incontestável. Portanto, aqueles que podem ser curadas delas
recomendam servir cada mesa de jantar uma garrafa de vinho seco, mesmo em casa!
Muitas mulheres sofrem de
Mas ele pergunta: por que beber uma vez por mês ou uma vez por ano? É um veneno narcótico. infecções por fungos, mas podem ser
curadas delas mesmo em casa! Felizmente,
Não é inteligente.
há um extraordinário ...

E não é hora de parar de falar sobre isso em uma sociedade cultural educada? Afinal, eles não Mãos de Nontiruyut à noite: o
nos dizem que você pode pelo menos uma vez por mês se tornar um tiro de morfina, cheirar motivo - não envelhecido
cocaína, tomar uma porção de heroína e, afinal, a ação é a mesma. Em ambos os casos, uma As mãos de Nontiruyut à noite:
pessoa está presa em uma ilusão com conseqüências ruins para ele. Então, por que fazer uma a razão - não na idade de
exceção pela mesma droga, mas ainda mais insidiosa, que é o álcool. Faça dezenas de milhões Muitas pessoas,
de alcoólatras e bêbados, centenas de milhares de crianças degeneradas, não nos convencem especialmente representantes de grupos
de que, com esse mal deve ser eliminado de uma vez por todas, pôr fim a esse mal em nossa mais velhos, é familiar ...
sociedade para sempre e em qualquer dose.

Como o álcool afeta as funções do cérebro? O que acontece com uma pessoa? Por que a
personalidade, o caráter e o comportamento de uma pessoa mudam de forma tão dramática?
Esta questão foi cuidadosamente estudada por psiquiatras e fisiologistas. Está estabelecido que
o álcool em todas as bebidas que o contém (vodca, licor, cerveja, álcool, vinho, etc.) atua no
corpo da mesma forma que outras substâncias narcóticas e venenos típicos, como o
clorofórmio, o éter e o ópio em todos os seus variedades. Ele atua seletivamente sobre o
sistema nervoso central, principalmente em seus centros superiores. Com ingestão repetida de
álcool, o dano a centros superiores de atividade cerebral dura de 8 a 20 dias. Se o consumo de
álcool ocorrer durante um longo período de tempo, o trabalho desses centros não é restaurado.

Em inúmeros experimentos realizados por especialistas neste campo (Bunge, Krikrinsky,


Sikorsky, etc.), é provado com certeza que, sob a influência do álcool, as funções mentais mais
simples, como as percepções, são violadas e abrandadas, mas não tanto quanto as mais
complexas .e. associação. Estes últimos sofrem em dois aspectos.

Primeiro, a formação do pensamento é abrandada e enfraqueceu.

Em segundo lugar, a sua qualidade tem sido significativamente alterada, no sentido de que, em
vez de associações internas baseadas na essência do sujeito, muitas vezes aparecem
associações externas, muitas vezes estereotipadas, baseadas na consonância, sobre a
similaridade externa ocasional de objetos.

As formas mais baixas de associação (ou seja, associações motoras ou mecânicas, memorizadas)
surgem mais facilmente na mente. Às vezes, essas associações aparecem sem o menor motivo
para fazer negócios. Uma vez que apareceu, eles se mantinham teimosamente, aparecendo
repetidas vezes, mas completamente inoportunos. A este respeito, tais associações persistentes
se assemelham aos mesmos fenômenos patológicos observados na neurastenia e psicose grave.

Das associações externas, especialmente aquelas associadas a atos motorizados, são


especialmente frequentes. Portanto, muitos, digamos, os bêbados-mestres fazem seu trabalho
mais ou menos normalmente - as associações estabelecidas em seus cérebros são realizadas em
atos motorizados. Tudo isso aponta para mudanças profundas no mecanismo do pensamento
causado pelo veneno. O comportamento humano neste estado se assemelha a excitação
maníaca. A euforia alcoólica surge da desinibição e do enfraquecimento das críticas. Uma das
razões óbvias para essa euforia é a excitação do subcórtex, a parte filogenética mais antiga do
cérebro, enquanto as partes mais jovens e sensíveis do córtex cerebral estão gravemente
prejudicadas ou paralisadas.

http://www.shkarec.ru/2017/07/1983.html 3/11
11/02/2018 Алкоголь и мозг: культовый доклад академика Углова в 1983 году ~ Шкатулка рецептов
O álcool, tomado em grandes doses, provoca distúrbios mais profundos na percepção da
impressão externa, sua precisão diminui, atenção e memória são violadas ainda mais do que
com doses moderadas. As associações de qualidade estão crescendo, e a crítica está a
enfraquecer, a oportunidade de ouvir atentamente os outros, observar a correção de seu
discurso, controlar seu comportamento.

Às vezes, há um despertar de
piores inclinações e paixões, uma
pessoa não tem vergonha de se
comportar indecente, atrair a
atenção dos outros. Ele não tem
vergonha de se expressar
linguagem suja com mulheres e
crianças. O que o rodeia está
envergonhado, mas todas as
persuasões são inúteis, ele ainda
mais coragem e se comporta ainda
mais impudente.

Com o aprofundamento da
anestesia, não só o córtex, mas
também os nós subcorticais e o
cerebelo estão paralisados. Ao
tomar uma dose de 7-8 gramas por 1 kg de peso para um adulto, ocorre morte.

Quando o álcool é usado, todas as funções mais finas do cérebro, todos os sentimentos
superiores, sofrem. Qualquer trabalhador criativo, usando álcool, causa danos irreparáveis às
suas habilidades e negócios, aos quais dedicou sua vida. É triste olhar o talento que desaparece
diante de nossos olhos e morre sob o impacto do veneno narcótico.

Em pessoas que muitas vezes bebem álcool, a habilidade da associação é violada, e esta
violação é expressa na impossibilidade de orientação psicológica. Na atividade mental mental
padronizada, essas pessoas continuam a funcionar. Afinal, muitos tipos de trabalho intelectual
(por exemplo, clerical, comércio, etc.) representam uma série de ações idênticas,
estereotipadas, no modelo final.

É fácil entender que, nesses casos, as deficiências mentais dessas pessoas são menos óbvias e
não têm motivos para se mostrarem claramente. Onde quer que seja necessária a beleza
mental original, onde novos conceitos são necessários e onde as conclusões precisam ser feitas,
imediatamente e resumir todos os dados, as pessoas que muitas vezes bebem álcool são
insustentáveis. Nesse sentido, o caso, claro, desacelera ou se desmorona completamente, se a
liderança é aquele que não consegue superar seu desejo de álcool. Estes devem ser
simplesmente removidos do trabalho. Isso é inteiramente verdadeiro para os trabalhadores
criativos e para aqueles que lidam com pessoas - os líderes.

Não importa o quão ótimos os distúrbios mentais do cérebro causados pelo álcool, no entanto,
como reconhecem os cientistas, as mudanças mais importantes ocorrem na vida mental e no
caráter da pessoa bebendo. A primeira coisa em que os cientistas prestam atenção no
comportamento de um bebedor é o declínio da moral, a indiferença para deveres e dever, para
outras pessoas e até para os membros da família.

A indiferença para interesses morais superiores se manifesta muito cedo, numa época em que
ainda os atos mentais e mentais permanecem quase inalterados. Isso se manifesta sob a forma
de anestesia moral parcial na forma de uma impossibilidade total de experimentar estresse
emocional. Esse tipo de estado é análogo à idiotice moral e difere apenas no caminho da
origem. O declínio da moral também afeta a indiferença de bêbados para o lar, para a dívida
ordinária, em seu egoísmo e cinismo.

Sabe-se que os menores desvios em relação aos requisitos da moral pública são muito perigosos
e levam facilmente a crimes perigosos. A queda da moral afeta fortemente o enfraquecimento
do sentimento de vergonha. Em uma série de documentos científicos, provou-se que a perda de
vergonha na sociedade vai em paralelo com o desenvolvimento do alcoolismo no país. E
também a grande força defensiva da vergonha e o grande perigo de um veneno como as
bebidas alcoólicas, que têm a propriedade seletiva de diminuir a força desse sentimento sutil e
importante, são visualmente mostradas. Para o número de consequências inevitáveis da queda
da moral encontra-se um aumento de mentiras ou, pelo menos, uma diminuição da verdade e
da verdade.

http://www.shkarec.ru/2017/07/1983.html 4/11
11/02/2018 Алкоголь и мозг: культовый доклад академика Углова в 1983 году ~ Шкатулка рецептов
As pessoas atribuíram a perda de vergonha e verdade ao conceito inseparável de mentiras sem
vergonha. A mentira, portanto, cresce, que a pessoa perdeu sua vergonha, tendo perdido com
ela em sua consciência e a mais importante correção moral da verdade.

Os documentos que destacam o período de crescente embriaguez em nosso país - o período de


venda ativa de bebidas alcoólicas - mostram de forma convincente que, paralelamente ao
crescimento da embriaguez, os crimes também cresceram. Entre outros crimes, o número de
condenados por falsidade, falsa testemunha, falsa denúncia cresceu de ano para ano a um
ritmo mais rápido do que outros crimes. A perda de moral e vergonha também é indicada pelos
números para um aumento mais rápido da taxa de criminalidade das mulheres em comparação
com o crime masculino.

A capacidade de experimentar um puro sentimento de vergonha é perdida pelos bêbados muito


cedo. A paralisia deste sentimento humano elevado no sentido moral é muito mais perigosa
para as pessoas do que qualquer outra psicose. 

A vergonha, como é sabido, é expressa por uma pessoa normal com uma máscara de vergonha e
vários movimentos para se esconder dos olhos de outra pessoa, abaixar o olhar, ocultar os
olhos, afastar o rosto, querer cair pela terra, etc. O fator de vergonha - este mecanismo sutil e
sensível - está completamente ausente em bêbados, bem como o segundo sinal de vergonha - o
desejo de esconder o rosto e os olhos, isto é, mesmo as manifestações externas do sentimento
de vergonha são profundamente alteradas.

Quanto a mudar o lado mental desse sentimento, você pode ver isso em cada passo. A perda da
capacidade de vergonha é a característica mais característica de beber pessoas. Todas as
manifestações sutis deste sentimento desaparecem completamente e desaparecem muito cedo.
Enquanto isso, a vergonha não só mantém o lado psíquico da pessoa dentro de certos limites,
ele é um dos princípios mais básicos da vida moral, torna a pessoa sensível às opiniões dos
outros, à opinião do público, protegendo tudo o que é vergonhoso no sentido moral.

Este estado foi bem compreendido


por Leo Tolstoi. Em seu artigo "Por
que as pessoas estupram", ele
escreveu:

"Não em gosto, prazer,


entretenimento ou terapia é a
causa da disseminação mundial de
haxixe, ópio, vinho, tabaco, mas
apenas na necessidade de
esconder de si mesmo as direções
de consciência.

Eu ando pela rua e, passando pelos


cabos de fala, ouço um dizendo ao
outro: "É uma coisa bem
conhecida. Ele está envergonhado. Sober é que não tem vergonha de estar bêbado. " Essas
palavras expressaram uma razão significativa e fundamental para as pessoas recorrerem a
substâncias intoxicantes. As pessoas recorrem a eles e para que eles não se sintam
envergonhados depois que um ato é feito que é contrário à consciência, mas a qual a natureza
do animal o atrai. Soberbe vergonha de mulheres indecentes, roubar, envergonhado de matar.
Nada envergonhado não tem vergonha. E, portanto, se uma pessoa quer fazer um ato que sua
consciência o proíbe, ele está estupefato.

Nove décimos dos crimes estão cometidos da seguinte forma: para a coragem beber. Metade
das quedas das mulheres ocorre sob a influência do vinho. Quase todas as visitas a casas
obscenas são cometidas em estado bêbado. As pessoas conhecem essa propriedade do vinho
para afogar a voz da consciência e usá-la conscientemente para esse fim. Não só as pessoas se
intoxicantes para abafar sua consciência, sabendo como atos de vinho estão querendo obter
outras pessoas para fazer o ato, consciência desagradável intencionalmente entorpecer-los,
para privá-los de sua consciência. Na guerra, os soldados sempre são soldados quando precisam
lutar mão a mão. Todos os soldados franceses estavam bêbados em assaltos de Sevastopol.

Todos conhecem pessoas que beberam completamente por causa dos crimes que atormentaram
sua consciência. Todos podem notar que as pessoas imorais são mais propensas a serem
intoxicantes. Ladrões, gangues de ladrões, prostitutas não vivem sem vinho. Em suma, não se
pode deixar de entender que, pelo uso de substâncias intoxicantes em tamanhos grandes ou
pequenos, periodicamente ou permanentemente, no círculo superior ou inferior é causada pelo

http://www.shkarec.ru/2017/07/1983.html 5/11
11/02/2018 Алкоголь и мозг: культовый доклад академика Углова в 1983 году ~ Шкатулка рецептов
mesmo motivo - a necessidade de silenciar a voz da consciência para não ver a discórdia da
vida com os requisitos da consciência .

Todo mundo vai ver uma característica permanente que distingue as pessoas que estão
estupefacientes, de pessoas que estão livres disso. Quanto mais uma pessoa está estupeficada,
mais ele é moralmente imutável. A libertação desse terrível mal será uma época na vida da
humanidade ". Então este artigo termina Lev Tolstoy.

Nos últimos anos, o chamado alcoolismo gerencial ou alcoolismo de pessoas de negócios,


funcionários responsáveis, veio à frente no mundo, porque as pessoas na conclusão das
transações bebem. Man, afugentando os sentimentos mais perfeitos de vergonha, é mais fácil
concordar em aceitar um suborno para uma transação ilegal, será mais fácil assinar um
contrato desfavorável para o seu país, será mais fácil contra a consciência e fará o que ele
sóbrio não fará.

Infelizmente, tais casos estão se espalhando cada vez mais no mundo científico. Vindo da
periferia para o centro, leve com eles conhaque, vodka e, de todas as formas possíveis, trate
aqueles cuja palavra ajudará a obter um lugar favorável, um bom título, etc. E o fato de que
muitos de nossos cientistas que ocupam cargos administrativos, que têm o direito de decidir o
destino de outros cientistas, o destino das pessoas, beber tanto, também fala muito.

Aparentemente, nem tudo é puro com aqueles que bebem muito. Aparentemente, a vergonha
não está completamente perdida, e provavelmente há algo para se envergonhar, caso
contrário, por que eles beberiam tanto.

O perigo para a moralidade superior das pessoas reside no fato de que, na sociedade, mais e
mais pessoas aparecem cujos sentimentos morais diminuíram devido ao consumo de "bebidas
alcoólicas". Junto com milhões de pessoas sóbrias, existem milhões de bebedores. A presença
na sociedade de um número tão grande de pessoas semi-normais (para uma pessoa
perfeitamente normal não usará veneno narcótico, que destrói todos os seus órgãos e
especialmente o cérebro) produz uma influência desmoralizante.

Na maioria das vezes, especialmente quando o álcool é usado por um longo tempo, esses
sujeitos grosseiros, sem caráter, negados, vivendo na sociedade, sendo chefes de famílias,
líderes, chefes, etc., produzem um efeito nocivo sobre aqueles que os rodeiam. A influência a
longo prazo desses assuntos afeta em todas as esferas da atividade social e laboral, mas é
especialmente prejudicial nas relações familiares e familiares, destruindo e quebrando a psique
das pessoas. E o mais importante: eles são a fonte de descendentes dolorosos, aumentando os
quadros de degenerados e neuropatas.

A queda da moral de beber pessoas manifesta-se no declínio e desaparecimento completo das


mais altas funções do córtex cerebral - nobreza e patriotismo. O chefe bebedor muito cedo
esquece os princípios nobres com os quais a intelligentsia russa sempre se orgulhou. Sempre foi
considerado inaceitável para uma pessoa no poder usar isso para criar uma posição privilegiada
para ele ou para sua instituição. Uma pessoa com um senso atrofiado de nobreza tentará usar o
poder que lhe é dado para construir e organizar, em primeiro lugar, sua instituição como
nenhuma outra. Ele tomará as posições que são lucrativas para ele, use seu poder para auto-
exaltação. Ele não se sente envergonhado, pois com a queda da nobreza, a vergonha também
desaparece.

Um homem desprovido de nobreza facilmente ofenderá uma mulher, negligenciará seu dever,
fazendo apenas o que os outros podem controlar, mas não por seu próprio motivo. O
patriotismo está começando a cair antecipadamente entre os bebedores, então os traidores são
mais freqüentemente entre os bebedores.

Mas o sentimento de patriotismo afeta de muitas outras maneiras. Uma pessoa bebendo, que
está em outro país, pode estar na rua em estado de intoxicação. Ele não se importa que ele
mina não só sua autoridade, mas o prestígio de sua terra natal. Um chefe de beber que perdeu
um sentimento de patriotismo pode enviar uma viagem de negócios para o exterior em um
conhecimento, de modo algum, que apoiaria a autoridade do país. E, vice-versa, não se pode
deixar aqueles que glorificam a glória da Terra Mãe no exterior, se esse cientista não gosta
pessoalmente do chefe com um senso atrofiado de patriotismo. Por isso, o alto significado da
aplicação da lei desse sentimento torna-se claro.

O sentimento de medo e a sensação de vergonha mudam grosseiramente entre as pessoas que


bebem, perdem suas partes mais significativas. Outros sentimentos não mudam tanto, mas
ainda perdem algumas de suas propriedades e, ao mesmo tempo, perdem o caráter de
modéstia e completude, tornam-se grosseiros e estereotipados. De forma peculiar, a expressão
facial também muda. Essas mudanças podem ser tão significativas que é difícil determinar por

http://www.shkarec.ru/2017/07/1983.html 6/11
11/02/2018 Алкоголь и мозг: культовый доклад академика Углова в 1983 году ~ Шкатулка рецептов
fisionomia o que os sentimentos prevalecem e quais são as intenções de uma pessoa. Esta é
uma das razões para o mal entendido frequente entre bêbados.

É interessante notar que mesmo os cães percebem essas características da fisionomia dos
bêbados e estão mais bravos com eles do que com os sóbrios.

Se levarmos em conta o número de bebedores de longo prazo que não estão incluídos na
categoria de bêbados e alcoólatras, se levarmos em conta a taxa de natalidade de crianças com
defeito e mentalmente retardado desses pais, então temos o direito de falar sobre a estupidez
das pessoas, entre as quais a embriaguez se tornou generalizada. E, juntamente com a
estupidez, há degradação moral, crescimento do crime e desintegração moral do povo.

A partir dessas descrições, segue-se que, no estado de uma pessoa bebedora, desde a recepção
de doses pequenas e moderadas a altas, não há a menor sugestão de comportamento cultural.
E como você pode falar sobre a cultura do consumo de vinho, mesmo que de pequenas doses, e
ainda mais das chamadas doses moderadas de álcool, o comportamento de uma pessoa
bebedora é comparado com um estado esquizofrênico ou maníaco por especialistas.
Essencialmente, a conversa do intoxicado não é mais do que os enlouques de um louco. E
precisamos ter muito pouco senso para ver a cultura, e nesta cultura - a sensação de resolver o
problema do alcoolismo.

A grande maioria das pessoas acredita que eles bebem moderadamente, mas na verdade, em
termos de medicina, são alcoólatras. A primeira coisa que fala sobre isso é a atração pelas
bebidas alcoólicas. Eles bebem na
menor ocasião e não pensam em
um passatempo agradável ou
descansam sem álcool. No início,
acontece nos feriados, em horas,
sem trabalho. Eles estão
procurando o esquecimento no
álcool com problemas e
adversidades da vida.

Todos os cientistas destacados do


mundo observam com grande
preocupação o aumento do
consumo de álcool, que é
acompanhado por um aumento da
incidência da população, aumento
da mortalidade, aumento do
número de mortes súbitas, redução da expectativa de vida média. Os cientistas acreditam que
o álcool altera mais a saúde da população e traz mais vítimas humanas, que são as epidemias
mais graves. Deve-se ter em mente que estes últimos ocorrem esporadicamente, enquanto o
alcoolismo se tornou uma epidemia endêmica. Estas são as consequências físicas do consumo
de álcool.

Mas as consequências morais são muito mais importantes. A influência mais grave que o álcool
tem na saúde mental da população. Isso implica um aumento do número de crimes, uma
diminuição da moral, um aumento das doenças nervosas e mentais, um aumento no número de
pessoas com mau caráter, perturba habilidades físicas e trabalho adequado. Analisando as
sérias conseqüências do consumo de álcool e pesando perdas materiais, os especialistas pensam
corretamente: não se deve arrepender das perdas materiais, embora representem centenas de
bilhões de rublos, deve-se horrorizar o pensamento de prejudicar o estado pela corrupção
moral da população.

Além da destruição de aspectos individuais da atividade física e mental do cérebro, o álcool


leva a uma completa perda de função cerebral normal, a aparência de uma grande
porcentagem de pessoas insanas. De acordo com o relatório de instituições psiquiátricas na
Europa e nos Estados Unidos, o álcool é um dos fatores causais mais freqüentes no
desenvolvimento de doenças mentais. Acredita-se que cerca de um quinto ou mesmo uma
quarta dessas doenças devido à origem de bebidas alcoólicas. O significado desse perigo não se
limita a esta proporção, porque os casos de insanidade que se desenvolvem como resultado da
embriaguez dos pais são geralmente registrados no grupo hereditário, embora, em essência, o
papel direto pertença ao álcool.

Junto com o desenvolvimento de idiotice e loucura, como consequência do uso a longo prazo
de álcool entre o público é um certo número de indivíduos, mesmo saudável mentalmente, mas
não está livre da mudança de caráter pelo álcool. Neste caso, verifica-se que não são uma
simples deterioração transitória do caráter, mas mudanças mais profundas. O álcool tem um

http://www.shkarec.ru/2017/07/1983.html 7/11
11/02/2018 Алкоголь и мозг: культовый доклад академика Углова в 1983 году ~ Шкатулка рецептов
efeito no cérebro, sem saltar de idiotice completamente saudável para total. Entre estas
formas extremas do estado mental e físico, há muitas transições, que em alguns casos estão se
aproximando da debilidade e, em outros, de um caráter ruim, isto é, Isso não acontece assim:
seja um idiota ou uma pessoa normal. Além de idiotas, meio idiotas, quartos idiotas, 1/8
idiotas nascem, então - pessoas com caráter ruim. O caráter é ruim porque,

Tais pessoas com diferentes graus de mudança de caráter entre os bebedores estão se tornando
cada vez mais, o que leva a uma mudança no caráter das próprias pessoas. Esta é a pior coisa!
O caráter das pessoas permanece constante por milênios, protegendo-se, apesar de todas as
condições desfavoráveis da vida. Por exemplo, tivemos um jugo tártaro por quase trezentos
anos - o personagem do povo russo não mudou. No entanto, o álcool é um mal, que é pior do
que o jugo tatar, que pode mudar a própria natureza do povo russo.

Entre as violações grosseiras da psique sob a influência do álcool deve ser atribuída a um
aumento no número de suicídios. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, os suicídios
entre os bebedores ocorrem 80 vezes mais do que entre os teetotalers. Esta situação não é
difícil de explicar pelas mudanças profundas que ocorrem no cérebro sob a influência de uma
ingestão prolongada de bebidas alcoólicas. Neste caso, tanto os assassinatos como os suicídios
de bêbados às vezes tomam um caráter maligno.

Para a salvação de uma ou várias pessoas, fazemos operações complicadas e de várias horas. Ao
mesmo tempo, muitas pessoas estão lutando pela vida do paciente. Para salvar uma pessoa, as
pessoas vão para a tempestade de neve, se jogam no fogo, na água gelada. Para salvar algumas
pessoas, o navio está mudando de curso, e centenas de pessoas estão lutando por suas vidas.
Ao mesmo tempo, perdemos mais de 1,5 milhão de pessoas todos os anos, porque alguém
fabricou drogas tão fortes quanto o álcool e o tabaco disponíveis para toda a população. Este é
um absurdo que uma mente normal não pode abraçar nem medir!

Com o uso maciço de álcool todos os anos, as pessoas desenvolvem fenômenos de degradação
prematura e, juntamente com o aumento do número de crianças degeneradas, as pessoas estão
ficando estúpidas. A humanidade observa indiferentemente como persistente e
inexoravelmente a destruição de sua própria mente nacional, insuperável em sua crueldade.

Por bilhões de anos no planeta Terra, um milagre foi criado, talvez a única coisa em todo o
universo seja a mente humana. A natureza carregava inúmeros sacrifícios, de modo que
aparecia um puro e puro gênio humano. E agora, de forma consistente e inquebrável, o motivo
é destruído pelas drogas, entre as quais o mais perigoso e comum é o álcool - um veneno que
não só pode impedir o progresso do genio humano, mas também levar à sua degradação.
Somente a sobriedade pode impedir a destruição do cérebro e fechar o caminho para a
degradação.

Por que alguns autores acreditam que é possível reduzir a embriaguez ao solicitar doses
moderadas? Sim, porque eles próprios estão em cativeiro de ilusão, acreditando que uma
pessoa pode parar a tempo. E o que isso significa no tempo? Aquele que bebe, pensa em uma
coisa, mas o que vê do lado é diferente. O estado que o bebedor considera como moderado,
considerando que ele parou a tempo, outros são estimados como um estado no qual a
comunicação com ele já não é possível. E quanto a essas questões importantes que, com uma
dose "moderada" de álcool no cérebro, ele terá que decidir. A grande maioria, se não todas, de
pedir doses moderadas são pessoas que estão firmemente presas em álcool. Portanto, seu
raciocínio é muito retórico para estar sujeito a discussão.

Gostaria, camaradas, de explicar por que eu, o cirurgião, defendi a luta pela sobriedade.
Afinal, os sociólogos devem fazer isso. Assim que me familiarizei com este problema, vi que
havia um perigo mortal sobre o nosso povo (e as pessoas morrem de álcool por centenas de
milhares). Para mim, ficou claro que você não pode dar todas as forças a uma pessoa sem levar
ao mesmo tempo tudo o que é necessário para salvar centenas de milhares de pessoas. Percebi
que, se não tivéssemos impedido uma catástrofe pendurada em nosso país, muito logo ninguém
vai precisar dos meus trabalhos científicos ou dos meus livros: ninguém fará as operações,
porque As pessoas vão morrer antes da embriaguez. Se a sociedade não cessa de se soldar, ela
se transformará em um grupo de pessoas degenerativas e mentalmente retardadas. Eu sei que
os imperialistas de todas as listras procuram isso, que a CIA procura isso, jogando neles bilhões
de dólares. E eu vejo: esse dinheiro dá resultados. Eles já conseguiram fazer muitas coisas.

Eu decidi levantar a voz ao médico e ao cientista contra essa morte sem sentido das pessoas,
contra a destruição nas pessoas do que é um milagre da natureza - o cérebro humano, com o
dano de que nenhum progresso é possível. Para isso, é necessário que as pessoas aprendam a
verdade sobre o álcool, de modo que a idéia de soberania tome posse das massas. Para
implementá-lo para as próprias pessoas. Eu acredito no meu povo, em sua mente brilhante.
Neste assunto, eu apoiei plenamente os ensinamentos de Vladimir Lênin, que no momento mais

http://www.shkarec.ru/2017/07/1983.html 8/11
11/02/2018 Алкоголь и мозг: культовый доклад академика Углова в 1983 году ~ Шкатулка рецептов
difícil para o país, quando a própria existência do estado, a própria república estava sob
ameaça, acreditava que, em nenhuma circunstância, ele permitiria o comércio de vodka e
outras drogas. Hoje, é necessário ter bons motivos para ir contra os ensinamentos de Lenin
neste importante para o povo e a vida do estado.

Entre as mentiras espalhadas por adeptos de doses moderadas e consumo de vinho cultural, há
outra mentira que é mantida de forma constante. É uma mentira que alegadamente no nosso
país a lei seca não trouxe resultados positivos. Isso, camaradas, é uma mentira pura.

Em 1914, uma lei (lei) foi aprovada na introdução de uma "lei seca". E isso foi precedido pelo
enorme trabalho de toda a intelligentsia russa, encabeçada pelos bolcheviques. Luta desde
1906. Lutas particularmente persistentes ocorreram na Duma do Estado e no Conselho Estadual.

Como resultado da introdução da "lei seca" em 1914 por quase 11 anos, nosso consumo de
álcool per capita aproximou-se de zero. Em 1923, ou seja Após 9 anos, o consumo de álcool per
capita por ano foi de 0,2 litros,

Em 1925, a "lei seca" foi abolida. Um monopólio estadual foi introduzido. Mas mesmo depois
disso, durante muito tempo, nosso consumo per capita foi muito menor do que em todos os
países europeus, o que novamente refuta a mentira que se espalha como o russo "acostumado a
beber", que é quase uma doença russa.

A ação da "lei seca" durou 50 anos. Apesar do fato de que foi cancelado, o humor psicológico
permaneceu por 50 anos, já que o consumo per capita de álcool foi igual a 1914 somente em
1964. Antes disso, era menor do que em 1914, antes da introdução da "lei seca". E somente
desde a década de 1960 o crescimento na produção de bebidas alcoólicas começou a um ritmo
acelerado, o que levou agora (em cerca de 20 anos) ao fato de estarmos à beira da catástrofe.

E, enquanto isso, você pode ler na literatura publicada, inclusive em Literaturnaya Gazeta, e
mais de uma vez, que, supostamente, a "lei seca" só piorou, que não trouxe nada de bom,
apenas resultados negativos. Mas, camaradas, há um documento que diz o que realmente
trouxe a "lei seca" para o povo russo. Aqui estão os "deputados do Bill of Peasants" da Duma do
Estado na aprovação da eterna sobriedade na Rússia ". Por iniciativa dos membros da Duma do
Estado - os camponeses Evseev e Makogon - uma proposta legislativa foi submetida à Duma do
Estado sobre a aprovação da sobriedade para o estado eterno no estado russo. Em uma nota
explicativa da proposta legislativa, os autores escrevem:

"A posição mais alta aprovada do Conselho de Ministros em 27 de setembro de 1914, cidades e
encontros rurais, e a situação em 13 de outubro do mesmo ano - e reuniões zemstvo durante a
vigência da guerra foi concedida o direito de proibir a venda de bebidas alcoólicas nas áreas
sob sua jurisdição. Pela vontade do soberano, o direito de decidir a questão: ser ou não sóbrio
durante a guerra, foi dado à sabedoria e à consciência do próprio povo ", e aqui está a
confirmação: em todo o estado, todas as lojas de vinho foram fechadas pela vontade do povo
!!! E eles dizem, o povo russo é um bêbado natural! Não! Não há um único lugar onde as
pessoas não tenham decidido fechar o comércio do vinho.

E o que aconteceu em um ano? Isto é o que os camponeses escrevem mais: "O conto da
sobriedade - esse limiar do paraíso terrestre - se tornou realidade na Rússia! O crime diminuiu,
o hooliganismo diminuiu, a pobreza diminuiu, as prisões ficaram vazias, os hospitais foram
libertados, a paz veio nas famílias, a produtividade do trabalho aumentou, a prosperidade
chegou. Apesar dos choques (a guerra estava acontecendo, FA), a aldeia preservou sua
estabilidade econômica e humor alegre, aliviada pelo pesado fardo da embriaguez - o povo
russo imediatamente cresceu e cresceu! Que seja uma vergonha para todos aqueles que
disseram que a sobriedade entre as pessoas é impensável, que não é alcançado pela proibição.
Não são necessárias meias medidas para isso, e uma medida irrevogável decisiva é levar o
álcool para livre circulação na sociedade humana para sempre! "

Quais são as lindas palavras e pensamentos de patriotas camponeses russos comuns,


testemunhas da súbita decepção de uma grande nação que não tem precedentes na história
humana. E lemos "cientistas" que escrevem que a lei seca não deu nada. Onde está a
consciência dessas pessoas? Para que propósito eles nos mentham?

Queridos camaradas! Em conclusão, gostaria de dizer mais algumas palavras. Eu costumava


pensar que, para combater a embriaguez, você precisa seguir o caminho do aumento dos
preços do álcool. Mas, vindo a vocês, vendo grande interesse, apenas o entusiasmo de todas as
pessoas quando as palavras sóbrias, eu percebi que eu preciso para ir através do despertar da
consciência nas pessoas que voluntariamente desistiu vodka vendidos ao preço mais baixo.

http://www.shkarec.ru/2017/07/1983.html 9/11
11/02/2018 Алкоголь и мозг: культовый доклад академика Углова в 1983 году ~ Шкатулка рецептов
Além disso, tenho certeza de que em breve será para que se os comerciantes de vinhos paguem
por beber - nossa gente irá recusá-lo. Estou profundamente convencido disso. Então a
sociedade real e sóbria virá. Depois, haverá o sonho de Leo Tolstoy. A libertação desse mal será
uma época da vida da humanidade.

Academico da Academia de Ciências Médicas Fedor Uglov fonte

     
27k 289 29 374 2

Posts Relacionados:

Creme mágico A história da Psicossomática A história do Ela bebeu estas


caseiro por 35 a pessoa que da hipertensão inevitável, gotas 2 vezes ao
70 anos! Depois derrotou o alegadamente, dia! Um mês
dele - não, você diabetes sem diabetes mellitus depois, mesmo o
não quer! intervenção de médico
remédio assistente não
acreditou nos
resultados dos
testes!

Próxima Início Anterior

2 comentários:

haidamak 17 de agosto de 2017, 5:22

Então, por que fazê-lo e vendê-lo? Ou isso também é um ato degradado?

Ícone de resposta

Respostas

Desconhecido 1 de janeiro de 2018, 2:06

Por quê? Há sempre uma demanda de cigarros e álcool. Alguns estão prontos para
dar o último dinheiro para uma garrafa. O produtor é enriquecido devido a isso. Mas
você não pode mudar a responsabilidade para com os outros. Se eles o vendem,
infelizmente, isso não signi ca que seja seguro. Em nosso país, venda muitas
coisas que são proibidas em países mais desenvolvidos.

Ícone de resposta

http://www.shkarec.ru/2017/07/1983.html 10/11
11/02/2018 Алкоголь и мозг: культовый доклад академика Углова в 1983 году ~ Шкатулка рецептов

Adicionar um comentário

Введите комментарий...

Подпись комментария: Wagner Marian Выйти

Публикация Просмотр Отправлять уведомления

A administração do site não é responsável pelo conteúdo de materiais publicitários e artigos de informações publicados no site, bem como as conseqüências de sua publicação e uso. A opinião
dos autores dos artigos publicados em nossas páginas pode não coincidir com a opinião da equipe editorial.
Todas as informações fornecidas não podem ser usadas sem consulta compulsória com um médico!
Copyright © 2018 Cascos de receitas | Powered by Blogger
Design por SimpleWpThemes | Tema do Blogger por NewBloggerThemes.com & Distribuído por Protemplateslab

http://www.shkarec.ru/2017/07/1983.html 11/11